ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA N.º 10 DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR NO DIA 18 DE MAIO DE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "------ ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA N.º 10 DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR NO DIA 18 DE MAIO DE 2011. ----"

Transcrição

1 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA N.º 10 DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR NO DIA 18 DE MAIO DE Aos dezoito dias do mês de Maio do ano de dois mil e onze, reuniu ordinariamente a Câmara Municipal presidida pelo Senhor Presidente da Câmara, Domingos Manuel Bicho Torrão, estando também presentes os Senhores Vereadores, Vítor Manuel de Sousa Gabriel, António Manuel Conceição Cabanas, Jorge Manuel Crucho Antunes e Ilídia Alves Cruchinho Lélé, comigo Teresa Maria Bento Ribeiro, Técnica Superior, a secretariar O Senhor Presidente declarou aberta a reunião eram dez horas e de imediato deu-se início ao período de Antes da Ordem do Dia: ORDEM DE TRABALHOS A ordem de trabalhos para a presente reunião anexa-se em pasta própria e constitui o documento nº PONTO UM PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA

2 APRECIAÇÃO, DISCUSSÃO, VOTAÇÃO DA MINUTA DA ACTA DA ÚLTIMA REUNIÃO Foi presente ao Executivo a acta da última reunião ordinária realizada em 4 de Maio do ano de dois mil e onze, cuja fotocópia foi antecipadamente distribuída a todos os membros do executivo Posta a votação, foi a mesma aprovada por unanimidade Seguidamente, o Senhor Presidente da Câmara deu a palavra aos Senhores Vereadores que dela quisessem usar: O Sr. Vereador Jorge Antunes cumprimentou os presentes e recordou ter solicitado ao Senhor Presidente que diligenciasse no sentido de não haver desperdício de energia eléctrica. Alertou mais uma vez para o desperdício de energia na zona da muralha em Penamacor, em que os holofotes estão sempre ligados. Sugeriu a colocação de placas com sensores de luminosidade, uma solução de fácil resolução Em seguida, questionou o andamento das obras, designadamente na rotunda e na Rua de Santa Marta em Benquerença, uma vez que o prazo de execução das mesmas está a terminar

3 O Sr. Vereador Vítor Gabriel saudou os presentes e referiu-se a um requerimento que os vereadores da coligação remeteram ao senhor presidente há cerca de ano e meio a solicitar informação sobre as obras adjudicadas através do procedimento de ajuste directo. Quanto a essa solicitação, o Senhor Presidente ainda não deu resposta, continuam pacientemente à espera que a informação lhes chegue. Salientou que a bem da transparência e do rigor, a oposição deve ser informada Referiu que à luz das últimas noticias acerca do contexto político, social, económico-financeiro do país, só se pode reagir com preocupação perante as noticias que vão circulando, nomeadamente na comunicação social. Disse que a autarquia de Penamacor é altamente dependente das receitas das transferências do estado, sendo um dos municípios mais dependentes dessas transferências. Pelo que, quando há cortes das transferências, a autarquia de Penamacor é uma das que mais se recente. Esse corte contribuirá para que a situação financeira da Câmara Municipal de Penamacor se agrave Na sequência destas noticias e da grave situação financeira da autarquia, teve a preocupação de analisar alguns valores com base nos mapas da autarquia, concretamente no que diz respeito à divida por habitante. Constatou que no final de 2002 a divida desta autarquia por habitante era de 918 euros e que no final de 2009 a mesma era de euros, ou seja, praticamente a divida por habitante multiplicada por 2,5. Traduz um aumento significativo da divida da Câmara Municipal de Penamacor

4 Perante o cenário de redução das receitas, pergunta como vai ser possível à autarquia fazer face aos seus compromissos. A este propósito, lembrou que em tempo oportuno alertou para esta situação que já se percebia que podia atingir níveis alarmantes, sendo que, a autarquia não tomou as providências necessárias que se exigiam Recordou também que há uns anos atrás, e na sequência da evolução da divida da Câmara Municipal perante terceiros, sobretudo perante fornecedores, de ter dito ao Senhor Presidente que provavelmente a autarquia ainda viria a ser acusada de contribuir para a falência de algumas empresas. O prazo médio de pagamento da autarquia perante os seus fornecedores no final de 2010 atingiu números alarmantes, de 543 dias. Dados que se baseiam em documentos oficiais, da Direcção Geral das Autarquias Locais Solicitou ao Senhor Presidente que perante este cenário fizesse alguns comentários e apresentasse soluções, pois é com preocupação que olha para a realidade da autarquia e para as empresas que contribuíram para que algumas obras no concelho se fizessem, mas cuja sobrevivência pode ser posta em causa em função destes valores. Recordou que em tempo oportuno alertou para a necessidade de cortar significativamente a despesa corrente, questionou a pertinência da realização de eventos como a Facep, a atribuição de subsídios a associações desportivas, por exemplo ao futebol. Tardiamente a maioria percebeu que era necessário corrigir algumas opções politicas. Entretanto, decorreram anos de autêntico despesismo que contribuíram para que a autarquia ficasse na situação financeira em que está actualmente

5 Finalizou a sua intervenção dizendo que é com preocupação que olha para a realidade da autarquia, porque começa a ser cada vez mais difícil à Câmara Municipal de Penamacor solver os seus compromissos perante terceiros A Sr.ª Vereadora Dr.ª Ilídia Cruchinho informou que a autarquia no dia 1 de Junho realizará as comemorações do Dia Mundial da Criança, trazendo a Penamacor a população escolar do pré-escolar e 1º ciclo do concelho. Decorrerão durante a manhã, na Biblioteca Municipal e zona envolvente, na praça do quartel e no jardim da república diversas actividades lúdico-desportivas, ateliers, cinema, de forma a proporcionar às crianças um dia diferente, com muita animação Também no dia 1 de Junho se comemora o Dia do Concelho, será inaugurado um monumento em homenagem aos combatentes da guerra do Ultramar do concelho de Penamacor, que declara a importância dos que deram a vida pela pátria No âmbito da comemoração do dia mundial do ambiente, deu conhecimento da acção de limpeza na zona histórica de Penamacor, intitulada O castelo é o nosso orgulho que irá decorrer no dia 4 de Junho, com o objectivo de sensibilizar para a preservação do nosso património e para a necessidade de manter os nossos espaços limpos e bem cuidados A este propósito, deu conhecimento da existência de alguns percursos que podem ser feitos na zona histórica de Penamacor, podendo, para o efeito, ser consultado o roteiro Castelo passo a passo, um percurso

6 orientado e explicativo do castelo de Penamacor Informou que a partir de Junho a Torre de Menagem se abre ao público musealizada onde os visitantes podem perceber como era a alcáçova do castelo e a vila antiga. Poderão ainda visualizar toda a envolvente através de uma luneta instalada no topo da torre acompanhada de painéis explicativos dos locais e pontos de interesse avistados Terminou endereçando a todos os penamacorenses um convite para visitarem a Torre de Menagem O Sr. Vereador António Cabanas cumprimentou os presentes e deu conhecimento de uma moção aprovada pela Associação de Municípios da Cova da Beira de preocupação pelas medidas previstas no memorando assinado com a TROIKA, respeitantes às autarquias. Manifestou a sua própria preocupação e desagrado pelo que vem espelhado nesse memorando relativamente aos cortes previstos, designadamente para os municípios Acerca da eventual extinção de municípios, salientou o facto das autarquias constituírem um enorme benefício para o desenvolvimento local e terem um papel fundamental na minimização do atraso das regiões do interior do país Reportando-se à questão abordada pelo senhor vereador Vítor Gabriel sobre o suposto malefício que a câmara estaria a fazer às empresas, esclareceu tratar-se de uma falsa declaração, pois a câmara nunca

7 prejudicou nenhuma empresa, antes pelo contrário. As empresas do concelho que prestam serviço à câmara estarão certamente agradecidas pelo facto da autarquia lhes proporcionar trabalho e receita. A este propósito, recordou que há alguns anos atrás a maioria foi criticada designadamente pela oposição por usarem o factoring considerando-o um endividamento empacotado ora com o factoring as empresas recebiam de imediato que é justamente o que as empresas pretendem. Referiu que a câmara teve sempre uma postura de beneficiar e ajudar as empresas e a economia INTERVENÇÃO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA: Começou a sua intervenção por referir que nos quase três mandatos que tem como presidente da município já conheceu cinco governos da república, porque em Portugal, ao contrário do que acontece na maioria dos países da Europa, muito dificilmente, qualquer governo faz mais que um mandato. Este facto provoca destabilização, não permite planeamento nem rigor nas grandes opções e os partidos acabam por só se preocuparem com o imediato Disse que recentemente se tem falado muito na reforma administrativa e nas consequentes alterações às leis eleitorais. Em sua opinião, se há reformas a fazer elas têm de estar direccionadas para a representatividade. Se assim não acontecer os partidos do poder vão

8 continuar a subscrever medidas relativas à organização do território, da representatividade das populações, esquecendo que os erros por eles cometidos durante décadas, nestas áreas, trouxeram grandes desequilíbrios que têm contribuído para a desertificação e perda da população no interior. As grandes reformas do estado não devem atingir o interior nem devem ser feitas à custa da extinção de municípios nem na junção de freguesias Sobre a dramatização feita pelo senhor vereador Vítor Gabriel acerca da divida, disse que também está preocupado com as contas da autarquia, no entanto, no comparativo de 2009 com 2010, constata-se que a situação melhorou Salientou o facto de a autarquia, nunca ter falhado compromissos assumidos com entidades e fornecedores. A maior fatia de divida centra-se nas Águas do Zêzere e Côa e na Resiestrela. Existem alguns problemas a resolver e resultam de nós não aceitarmos tudo o que nos é debitado pela prestação de serviços que nos é feita pelas referidas empresas. A maior parte da divida do município é a longo prazo e a aposta na garantia de infra-estruturas que possam dar mais qualidade de vida às populações, tem contribuído para o seu aumento Finalmente, destacou a construção do hotel, da unidade de cuidados continuados, da zona de lazer na barragem de Meimoa, empreendimentos que vão contribuir para a criação de postos de trabalho, reveladores do potencial que aqui temos e que nos vão permitir lutar contra os problemas que constantemente afligem o interior

9 Encerrado o período Antes da Ordem do Dia, o Senhor Presidente passou então ao período da Ordem do Dia, sendo postos à discussão e votação os assuntos para o efeito agendados PONTO DOIS PERÍODO DA ORDEM DO DIA AUTORIZAÇÃO PARA TRANSFORMAÇÃO DA SOCIEDADE POR QUOTAS MALCATUR EMPREENDIMENTOS TURÍSTICOS E HOTELEIROS LDA. EM SOCIEDADE ANÓNIMA: MALCATUR EMPREENDIMENTOS TURÍSTICOS E HOTELEIROS, S.A Foi presente à reunião proposta subscrita pelo Senhor Presidente da Câmara Municipal de Penamacor, que se transcreve: A MALCATUR Empreendimentos Turísticos e Hoteleiros, Ldª com o NIPC , foi constituída a 27 de Abril de 2004, pelo Município de Penamacor e pela MARTEP, Ldª com o capital social de ,00 correspondendo a 49% ( ,00 ) ao Município de Penamacor e 51% ( ,00 ) à MARTEP, Ldª No dia 1 de Abril de 2011 a MARTEP, Ldª cedeu a sua posição ao Sr. Gumercindo de Oliveira Lourenço

10 No dia 18 de Abril de 2011 a Sociedade através dos seus representantes deliberou o aumento de capital por novas entradas para ,16 correspondendo à soma de duas quotas, uma no valor de ,16 (67%) pertence ao sócio Gumercindo de Oliveira Lourenço e a outra no valor nominal de ,00 (33%) pertencente ao sócio Município de Penamacor Dado conhecimento ao Turismo de Portugal da intenção de aumentar o número de quartos, iniciadas as obras, o sócio maioritário da MALCATUR, Ldª deseja integrar a mesma no grupo de empresas por si detidas, solicitando assim a sua transformação em S.A Assim, proponho à Câmara Municipal de Penamacor autorização para que a MALCATUR Empreendimentos Turísticos e Hoteleiros, Ldª passe a Sociedade Anónima, com o capital social representado em acções passando a designar-se por MALCATUR Empreendimentos Turísticos e Hoteleiros, S.A. com as alterações previstas no código das Sociedades Comerciais A proposta foi aprovada por unanimidade e em minuta nos termos dos números 3 e 4 do artigo 92º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei nº5-a/2002, de 11 de Janeiro APROVAÇÃO DE MINUTA DO CONTRATO ADICIONAL RUA DE SANTA MARTA EM BENQUERENÇA

11 Foi presente à reunião proposta subscrita pelo Senhor Presidente da Câmara, que se transcreve: Em reunião da Câmara Municipal de 6 de Abril de 2011 foi deliberado por unanimidade autorizar a realização de trabalhos a mais e de trabalhos de correcção de erros e omissões na obra da Rua de Santa Marta em Benquerença adjudicada à sociedade Eirinhas, Construções, Lda Considerando que, nos termos do artigo 98º do Código dos Contratos Públicos aprovado pelo Decreto-Lei nº 18/2008, de 29 de Janeiro, a minuta do contrato está sujeita à aprovação da entidade com competência para a decisão de contratar, e tendo em conta que neste processo, atendendo ao valor, tal competência recaiu sobre a Câmara Municipal, propõe-se: Que, tendo sido comprovada a prestação de caução, seja aprovada a minuta anexa à presente proposta, do adicional ao contrato da empreitada designada por Rua de Santa Marta em Benquerença, com o valor de ,55 Euros, com vista à sua notificação à sociedade Eirinhas, Construções, Lda.; Que, dada a urgência na notificação ao adjudicatário da minuta do contrato na sequência da aprovação agora proposta, para que sejam executados os trabalhos com a maior brevidade, seja a presente deliberação aprovada em minuta, nos termos dos n ºs. 3 e 4 do artigo 92º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro, para que seja desde logo eficaz A proposta foi aprovada por unanimidade

12 APROVAÇÃO DE PROPOSTA DE DELIBERAÇÃO DE PARECER PRÉVIO CASA RIBEIRO SANCHES Foi presente à reunião de câmara proposta da Divisão de Obras, Serviços Urbanos e Ambiente que se anexa à presente acta e dela fica a fazer parte integrante Por unanimidade foi aprovado emitir parecer prévio favorável à abertura de procedimento de formação de contrato e consequente celebração de contrato de prestação de serviços, na modalidade de consultadoria técnica, para a casa Ribeiro Sanches em Penamacor O Senhor Presidente propôs a aprovação da presente deliberação em minuta, nos termos dos n ºs. 3 e 4 do artigo 92º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro. A proposta foi aprovada por unanimidade CLASSIFICAÇÃO DE IMÓVEL DE INTERESSE MUNICIPAL CASA DO COMENDADOR EM MEIMOA Foi presente à reunião de câmara proposta subscrita pelo Senhor Vice-Presidente, que se transcreve: Em 1989, na sequencia de uma iniciativa do falecido Dr. Mário Pires Bento, a Câmara Municipal deu formalmente início a um processo de classificação de interesse municipal de um imóvel, situado na Rua do Comendador, na Meimoa, designado por Casa do Comendador

13 O processo, depois de instruído com os elementos exigidos, foi aprovado em reunião de Câmara, e em sessão de Assembleia Municipal, em 1989, tendo seguido para o Instituto Português do Património Cultural para obtenção de parecer e depois para a Secretaria de Estado da Cultura, que naquela época detinha as competências legais para, em última instância, aprovar tal classificação Ao fim de mais de 20 anos o processo foi, no ano transacto, devolvido à autarquia pelo Ministério da Cultura, alegando que em 2001 foi publicada nova legislação (Lei nº 107/2001, de 8 de Setembro) que veio alterar as competências, em matéria de classificação dos imóveis de interesse municipal, passando esta a ser uma competência autárquica. Em face dessas alterações e depois de inúmeros pareceres das entidades competentes, concluiu o Ministério da Cultura que deveriam ser as autarquias a finalizar os processos de classificação, que se encontravam pendentes na sua tutela, mesmo os que já tinham sido homologados, como era o caso Como reconhece o próprio Ministério da Cultura no seu ofício nº 1007/09/06/10 trata-se de um processo que está devidamente instruído mas, que por vicissitudes várias nunca chegou a ser publicado, conforme os fundamentos da informação/parecer do IPPC Não pode deixar de estranhar-se a demora da tutela em tomar a decisão de classificar enquanto foi competente - mais de dez anos -, uma vez que considerou o processo devidamente instruído, e a demora em devolvê-lo à autarquia quase outros dez anos -, quando se considerou não competente para classificar

14 Face ao muito tempo decorrido a Câmara Municipal desconhecia em absoluto o ponto de situação do processo. No entanto, os pressupostos que levaram a autarquia, no final da década de 80, a promover a classificação da Casa do Comendador mantêm-se válidos, quer do ponto de vista arquitectónico, quer do ponto de vista cultural e histórico. Aliás o imóvel foi inclusivamente objecto de obras de restauro, acompanhadas e apoiadas financeiramente pela Câmara Em face do exposto julga-se pertinente que o processo seja, em definitivo, concluído, pelo que se propõe a aprovação pelo executivo da classificação da Casa do Comendador como Imóvel de Interesse Municipal e que a proposta seja posteriormente remetida à Assembleia Municipal para deliberação A proposta foi aprovada por unanimidade e em minuta, nos termos dos n ºs. 3 e 4 do artigo 92º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro EXPEDIENTE: FINANÇAS MUNICIPAIS Foi presente o original Resumo Diário da Tesouraria, assinado e rubricado, que foi arquivado à presente acta. Foram também apresentados para análise os mapas actuais do orçamento da receita acumulada de

15 ,47 euro e uma despesa também acumulada de ,38 euro e depois de rubricados ficam arquivados em anexo à presente acta PONTO TRÊS INTERVENÇÃO DO PÚBLICO O Senhor Presidente da Câmara deu a palavra ao público. Como ninguém dela quis fazer uso, o Senhor Presidente da Câmara declarou encerrada a reunião eram onze horas e trinta e cinco minutos, e dela se lavra a presente acta que depois de lida, julgada conforme e aprovada, vai ser assinada. E eu,, Técnica Superior, a redigi e subscrevi. - A Técnica Superior O Presidente da Câmara Teresa Bento Ribeiro Dr. Domingos Torrão

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA OITO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA OITO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E Acta n.º 21 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA OITO DE OUTUBRO DE DOIS MIL E CATORZE. ------------------------- ------- Aos oito dias de mês de Outubro do ano de dois mil e catorze, na Sala de

Leia mais

-------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de

-------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de -------- Aos três dias do mês de Março do ano de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, em reunião ordinária para apreciação e deliberação

Leia mais

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA ACTA Nº 2/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2009/04/27

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA ACTA Nº 2/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2009/04/27 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE CONDEIXA-A-NOVA ACTA Nº 2/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2009/04/27 mod. EXP 14.1 Aos vinte e sete dias do mês de Abril do ano de dois mil e nove, reuniu no Salão Nobre dos Paços do

Leia mais

MUNICÍPIO DA MURTOSA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 05 DE MAIO DE 2011

MUNICÍPIO DA MURTOSA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 05 DE MAIO DE 2011 1 Acta n.º 10/2011 MUNICÍPIO DA MURTOSA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DE 05 DE MAIO DE 2011 -------No dia cinco de Maio de dois mil e onze, nesta Vila da Murtosa, edifício dos Paços do Município e sala de

Leia mais

1º - PONTO CRIAÇÃO DE EMPRESA INTERMUNICIPAL DE CAPITAIS PÚBLICOS PARA O ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO

1º - PONTO CRIAÇÃO DE EMPRESA INTERMUNICIPAL DE CAPITAIS PÚBLICOS PARA O ABASTECIMENTO DE ÁGUA E SANEAMENTO 13ª - 19/06/2006 ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-NOVO REALIZA- DA NO DIA DEZANOVE E DOIS DE JUNHO DE DOIS MIL E SEIS Aos dezanove dias do mês de Junho do ano dois mil e

Leia mais

DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS

DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS DELIBERAÇÕES APROVADAS EM MINUTA E PARA EFEITOS IMEDIATOS (Nos termos do nº3 do artº 92º do Decreto-Lei nº 169/99, de 18/09) --------- Reunião de 29 de Maio de 2007 --------- --- PEDIDOS DE ISENÇÃO DE

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 17 AGOSTO DE 2011

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 17 AGOSTO DE 2011 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 17 AGOSTO DE 2011 A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta do Senhor Presidente e do Vereador Senhor Eng.º Sérgio Manuel

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA N.º 21 DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR NO DIA 7 DE NOVEMBRO DE 2014.

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA N.º 21 DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR NO DIA 7 DE NOVEMBRO DE 2014. ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA N.º 21 DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENAMACOR NO DIA 7 DE NOVEMBRO DE 2014. Aos sete dias do mês de novembro do ano de dois mil e catorze, reuniu ordinariamente a Câmara Municipal de

Leia mais

ATA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014.

ATA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014. ATA DA VIGÉSIMA PRIMEIRA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 14 DE OUTUBRO DE 2014. ------------------------------------------ Aos Catorze dias do mês de outubro

Leia mais

REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Definição e Âmbito

REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I. Disposições Gerais. Artigo 1º. Definição e Âmbito REGIMENTO PARA O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE ÁGUEDA PARTE I Disposições Gerais Artigo 1º Definição e Âmbito 1. O Conselho Municipal de Educação de Águeda, adiante designado de Conselho é uma instância

Leia mais

ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 19 / 11 / 2009

ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 19 / 11 / 2009 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO _ ACTA N.º 27/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 25 / 11 / 2009 PRESENÇAS PRESIDENTE : BERNARDINO ANTÓNIO BENGALINHA PINTO VEREADORES : JOÃO ANTÓNIO MERCA PEREIRA

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 20

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 20 DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 20 DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 17/10/2001 (Contém 6 folhas) Estiveram presentes os seguintes membros: Presidente: Hermano Manuel Gonçalves Nunes de Almeida (PSD)

Leia mais

ACTA DA VIGÉSIMA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2010.

ACTA DA VIGÉSIMA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2010. ACTA DA VIGÉSIMA SÉTIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MONDIM DE BASTO, REALIZADA NO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2010. --------------------------------------- Aos Vinte dias do mês de Dezembro do ano

Leia mais

ATA N.º 75 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém

ATA N.º 75 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém REUNIÃO DO EXECUTIVO MANDATO 2009-2013 DE 12-07-2012 83 Data da reunião extraordinária: 12-07-2012 Local da reunião: Sala das reuniões da Câmara Municipal de Santarém Início da reunião: 09:10 horas Términus

Leia mais

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo

Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão. Preâmbulo REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO FUNDÃO Publicação II SÉRIE N.º 98 20 de Maio de 2010 Regulamento do Conselho Municipal de Educação do Fundão Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO A Lei 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo 19, nº2., alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos Locais de Educação.

Leia mais

C Â M A R A M U N I C I P A L D O S A B U G A L

C Â M A R A M U N I C I P A L D O S A B U G A L C Â M A R A M U N I C I P A L D O S A B U G A L ACTA N. º 3/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 06 DE FEVEREIRO DE 2009 PRESIDENTE: Manuel Rito Alves VEREADORES: José Santo Freire Manuel Fonseca Corte Luís Manuel

Leia mais

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA 1 REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 26/2006 - DEZEMBRO --- DATA DA REUNIÃO: Sete de Dezembro de dois mil e seis. ------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO y Câmara Municipal de Redondo CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE REDONDO REGIMENTO O DL 7/2003, de 15 de Janeiro, que prevê a constituição do Conselho Municipal de Educação, regulou as suas competências

Leia mais

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA

MUNICÍPIO DE CONDEIXA-A-NOVA NOTA JUSTIFICATIVA A Lei 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os Conselhos locais de Educação. A Lei 169/99, de 18

Leia mais

Comunidade Intermunicipal do Oeste. Conselho Executivo

Comunidade Intermunicipal do Oeste. Conselho Executivo 79 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO EXECUTIVO DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DO OESTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE MAIO DE DOIS MIL E DOZE -----Aos nove dias do mês de maio de dois mil e doze, pelas catorze

Leia mais

ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS

ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 FALTAS JUSTIFICADAS FALTAS INJUSTIFICADAS CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 29/2006 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 27 / 12 / 2006 PRESENÇAS PRESIDENTE : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA VEREADORES : MANUEL ANTÓNIO MENDES FADISTA ANTÓNIO

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM MUNICÍPIO DE ALCOUTIM ATA N.º 18/2013 Da reunião pública Ordinária da Câmara Municipal de Alcoutim Realizada em 28 de outubro de 2013 ---------- Aos vinte e oito dias do mês de outubro de dois mil e treze,

Leia mais

- CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LAGOS - PREÂMBULO

- CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE LAGOS - PREÂMBULO PREÂMBULO A Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei nº 46/86 de 14 de Outubro) consagrou a interacção com a comunidade educativa local como um pilar fundamental da política educativa. Por essa razão o nº

Leia mais

Acta nº 13 Reunião Extraordinária de 31/05/2010

Acta nº 13 Reunião Extraordinária de 31/05/2010 Presidiu a Senhora Presidente da Câmara Municipal, Ana Cristina Ribeiro Vereadores César Manuel Pereira Peixe Maria Margarida Estrela Rodrigues Pombeiro Luís Artur Ribeiro Gomes Jorge Humberto Brardo Burgal

Leia mais

Junta de Freguesia da Marinha Grande ACTA NÚMERO CINCO

Junta de Freguesia da Marinha Grande ACTA NÚMERO CINCO ACTA NÚMERO CINCO Aos quatro dias do mês de Março de dois mil e dez, pelas vinte e uma horas e quarenta e cinco minutos, deu-se início à reunião ordinária do Executivo da Junta de Freguesia, sob a presidência

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES QUADRIÉNIO 2006/2009 ACTA DA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL 2009/08/05 ÍNDICE REUNIÃO DE 2009/08/05 JUSTIFICAÇÃO DE FALTA 5 APROVAÇÃO DA ACTA DA REUNIÃO DE 29/07/2009

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE S. MARTINHO DA GÂNDARA QUADRIÉNIO 2013/2017 Ata da reunião nº 6

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE S. MARTINHO DA GÂNDARA QUADRIÉNIO 2013/2017 Ata da reunião nº 6 ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE S. MARTINHO DA GÂNDARA QUADRIÉNIO 2013/2017 Ata da reunião nº 6 --------- Aos doze dias do mês de dezembro de dois mil e catorze pelas dezanove horas reuniu, no edifício sede

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Barrancos

Conselho Municipal de Educação de Barrancos Conselho Municipal de Educação de Barrancos Regimento Interno (versão consolidada com a 1ª alteração aprovada em 09/10/2008) (Deliberação nº 23/AM/2008, de 15/12, sob proposta aprovada pela Deliberação

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RESENDE, REALIZADA EM 06.09.2010

CÂMARA MUNICIPAL DE RESENDE, REALIZADA EM 06.09.2010 Acta nº. 18/2010 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE RESENDE, REALIZADA EM 06.09.2010 LOCAL: ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA

MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA MUNICÍPIO DE PAREDES DE COURA ACTA N.º 22/2008 DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL REALIZADA NO DIA 20 DE OUTUBRO DE 2008 (Contém 07 páginas) ESTIVERAM PRESENTES OS SEGUINTES MEMBROS: PRESIDENTE:

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga Regimento do Conselho Municipal de Educação de Braga A lei de bases do sistema educativo assume que o sistema educativo se organiza de forma a descentralizar, desconcentrar e diversificar as estruturas

Leia mais

Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento

Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento Conselho Municipal de Educação de Santa Marta de Penaguião Projecto de Regimento A Lei de Bases do Sistema Educativo assume que o sistema educativo se deve organizar de forma a descentralizar, desconcentrar

Leia mais

Município de Vieira do Minho

Município de Vieira do Minho CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIEIRA DO MINHO REGIMENTO INTERNO A lei nº 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo19º, nº 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM

MUNICÍPIO DE ALCOUTIM MUNICÍPIO DE ALCOUTIM ACTA N.º 16/2007 Da reunião pública ordinária da Câmara Municipal de Alcoutim Realizada em 26 de Setembro de 2007 --------- Aos vinte e seis dias do mês de Setembro de dois mil e

Leia mais

------------------------------------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------------------------------------ -------- Aos cinco dias do mês de Maio do ano de dois mil e três, reuniu no Salão Nobre dos Paços do Município, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, em reunião ordinária para apreciação e deliberação

Leia mais

DECISÃO N.º 5/2011 SRTCA. Processo n.º 20/2011

DECISÃO N.º 5/2011 SRTCA. Processo n.º 20/2011 DECISÃO N.º 5/2011 SRTCA Processo n.º 20/2011 1. Foi presente, para fiscalização prévia da Secção Regional dos Açores do Tribunal de Contas, o contrato relativo à subscrição e realização do aumento de

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL

CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL CÂMARA MUNICIPAL DO CRATO EDITAL João Teresa Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Crato, em cumprimento do disposto no artigo 91.º da Lei n.º 169/99 de 18 de setembro, torna público que na 27.ª reunião

Leia mais

Estatutos ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO DOURO SUPERIOR DE FINS ESPECÍFICOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E OBJECTIVOS ARTIGO 1º.

Estatutos ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO DOURO SUPERIOR DE FINS ESPECÍFICOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E OBJECTIVOS ARTIGO 1º. Estatutos ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO DOURO SUPERIOR DE FINS ESPECÍFICOS CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E OBJECTIVOS ARTIGO 1º Denominação A Associação adopta a denominação de ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS DO

Leia mais

ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 15 / 03 / 2005

ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 RESUMO DIÁRIO DE TESOURARIA REFERENTE AO DIA 15 / 03 / 2005 CÂMARA MUNICIPAL DE VIANA DO ALENTEJO ACTA N.º 06/2005 REUNIÃO ORDINÁRIA DE CÂMARA DE 16 / 03 / 2005 PRESENÇAS PRESIDENTE : ESTÊVÃO MANUEL MACHADO PEREIRA VEREADORES : JOÃO LUIS BATISTA PENETRA MANUEL

Leia mais

Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e dez, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos Paços

Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e dez, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos Paços ACTA N.º 08/10 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 19 DE ABRIL DE 2010 Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e dez, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões dos

Leia mais

Divisão de Gestão Administrativa e Financeira ATA N.º 27/2014

Divisão de Gestão Administrativa e Financeira ATA N.º 27/2014 ATA N.º 27/2014 ----- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 23 DE DEZEMBRO DE 2014. ----------------------------------------------------------------------- ----- Aos vinte e três dias do mês

Leia mais

O Conselho de Administração tomou as seguintes deliberações: -------------------------------------------------

O Conselho de Administração tomou as seguintes deliberações: ------------------------------------------------- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA EMPRESA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO HABISOLVIS REALIZADA NO DIA VINTE E OITO DIA DO MÊS DE JULHO DE DOIS MIL E NOVE. ------ Aos vinte e oito dias do mês de Julho de dois mil e nove,

Leia mais

ACTA DA REU IÃO ORDI ÁRIA DA CÂMARA MU ICIPAL DE TRA COSO REALIZADA EM 8 DE OVEMBRO DE 2011.

ACTA DA REU IÃO ORDI ÁRIA DA CÂMARA MU ICIPAL DE TRA COSO REALIZADA EM 8 DE OVEMBRO DE 2011. ACTA DA REU IÃO ORDI ÁRIA DA CÂMARA MU ICIPAL DE TRA COSO REALIZADA EM 8 DE OVEMBRO DE 2011. *A1* Aos 8 dias do mês de Novembro do ano 2011, nesta Cidade de Trancoso e sala das sessões dos Paços do Município,

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL, REALIZADA EM 22/05/2014 PRESIDENTE DA CÂMARA: Raul Jorge Fernandes Cunha, Dr. VEREADORES PRESENTES: Pompeu Miguel Noval da Rocha Martins, Dr. Helena Marta de Oliveira

Leia mais

ACTA N.º 46 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 16-06-2011 Local da reunião: Sala das Reuniões da Câmara Municipal de Santarém

ACTA N.º 46 Mandato 2009-2013. Data da reunião extraordinária: 16-06-2011 Local da reunião: Sala das Reuniões da Câmara Municipal de Santarém REUNIÃO DO EXECUTIVO MANDATO 2009-2013 DE 16-06-2011 192 Data da reunião extraordinária: 16-06-2011 Local da reunião: Sala das Reuniões da Câmara Municipal de Santarém Início da reunião: 09,30 horas Términus

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 10-11-2011

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 10-11-2011 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DO DIA 10-11-2011 Presidente - António Fernando Raposo Cordeiro Vereadores - Nina Márcia Pacheco Rodrigues Pinto - Helga Margarida Soares Costa - Rui António Dias da Câmara Carvalho

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM. Preâmbulo

REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM. Preâmbulo REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTARÉM Preâmbulo A Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro estabelece, no seu artigo 19.º, n.º 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE LOUSA ACTA N.º 01/2007

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE LOUSA ACTA N.º 01/2007 1/8 ACTA N.º 01/2007 Aos dezanove dias do mês de Abril de dois mil e sete, pelas vinte horas e trinta minutos reuniu, em Sessão Ordinária, a Assembleia de Freguesia de Lousa, no salão anexo à Junta de

Leia mais

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA. --- DATA DA REUNIÃO: Vinte e dois de Abril de dois mil e treze. -------------------------

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA. --- DATA DA REUNIÃO: Vinte e dois de Abril de dois mil e treze. ------------------------- REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ATA Nº 9/2013 - ABRIL --- DATA DA REUNIÃO: Vinte e dois de Abril de dois mil e treze. ------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA Nº 13/96

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA Nº 13/96 101 ACTA Nº 13/96 Acta da reunião ordinária realizada aos vinte e seis dias do mês de Junho de mil novecentos e noventa e seis. Aos vinte e seis dias do mês de Junho de mil novecentos e noventa e seis

Leia mais

ACTA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE TRINTA DE JUNHO DE DOIS MIL E NOVE Aos trinta dias do mês de Junho de dois mil e nove, na Casa das Artes de Arcos de

ACTA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE TRINTA DE JUNHO DE DOIS MIL E NOVE Aos trinta dias do mês de Junho de dois mil e nove, na Casa das Artes de Arcos de ACTA DA SESSÃO ORDINÁRIA DE TRINTA DE JUNHO DE DOIS MIL E NOVE Aos trinta dias do mês de Junho de dois mil e nove, na Casa das Artes de Arcos de Valdevez, reuniu, em sessão ordinária, a Assembleia Municipal

Leia mais

MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA CÂMARA MUNICIPAL REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIDIGUEIRA

MUNICÍPIO DE VIDIGUEIRA CÂMARA MUNICIPAL REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIDIGUEIRA REGIMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE VIDIGUEIRA A Lei nº.159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19º, n.º. 2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 10

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 10 DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 10 DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 03/05/2002 (Contém folhas) Estiveram presentes os seguintes membros: Presidente: Hermano Manuel Gonçalves Nunes de Almeida (PSD)

Leia mais

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013

Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013 Regimento do Conselho Municipal de Educação de Odivelas 2010/2013 O Decreto-Lei n.º 7/2003, de 15 de Janeiro, tem por objecto os Conselhos Municipais de Educação, regulando as suas competências e composição,

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 06 DE AGOSTO DE 2008 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 06 DE AGOSTO DE 2008 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 06 DE AGOSTO DE 2008 ORDEM DO DIA A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta dos Vereadores Senhores Dr. José Polido, Alberto

Leia mais

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ATA DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Ao décimo primeiro dia do mês de março de dois mil e treze, pelas nove horas e trinta minutos, no edifício da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, reuniu o Conselho

Leia mais

1.1- Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/03/14. 2.1- Resumo do diário de Tesouraria referente ao dia 2007-03-27.

1.1- Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/03/14. 2.1- Resumo do diário de Tesouraria referente ao dia 2007-03-27. 93 ORDEM DE TRABALHOS 1. ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 1.1- Aprovação da acta da reunião ordinária do dia 2007/03/14. 2. DIVISÃO FINANCEIRA 2.1- Resumo do diário de Tesouraria referente ao dia 2007-03-27. 2.2-

Leia mais

REGULAMENTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE DO ACES ALENTEJO CENTRAL 2

REGULAMENTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE DO ACES ALENTEJO CENTRAL 2 REGULAMENTO DO CONSELHO DA COMUNIDADE DO ACES ALENTEJO CENTRAL 2 O Decreto-Lei n.º 28/2008 publicado em Diário da República, 1ª série, Nº 38, de 22 de Fevereiro de 2008, que criou os agrupamentos de Centros

Leia mais

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA ORDEM DO DIA

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA ORDEM DO DIA Câmara Municipal de Matosinhos Reunião ordinária de 01 de Fevereiro de 2011 ------------------------------------------------------------------- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA --------------------------------------------------------------------MUNICIPAL

Leia mais

ACTIVIDADE MUNICIPAL E SITUAÇÃO FINANCEIRA

ACTIVIDADE MUNICIPAL E SITUAÇÃO FINANCEIRA MUNICÍPIO DE VISEU Informação do Presidente da Câmara Municipal AM 27.ABRIL.2012 PRESTAÇÃO DE CONTAS ACTIVIDADE MUNICIPAL E SITUAÇÃO FINANCEIRA Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal Exmos. Senhores

Leia mais

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Nos termos do disposto na alínea a) do artigo 7.º e no n.º 3 do artigo 10.º do Decretolei n.º 305/2009, de 23 de Outubro e dentro dos limites

Leia mais

Conselho Municipal de Educação

Conselho Municipal de Educação 1 Regimento do (CME) do Município de Vila Nova de Paiva A Lei 159/99, de 14 de Setembro estabelece no seu artigo 19, n.º2, alínea b), a competência dos órgãos municipais para criar os conselhos locais

Leia mais

Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e doze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões

Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e doze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões Fl. ATA N.º 25/12 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DA PÓVOA DE VARZIM DE 17 DE DEZEMBRO DE 2012 Aos dezassete dias do mês de Dezembro de dois mil e doze, pelas dezoito horas, na Sala de Reuniões

Leia mais

MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA CÂMARA MUNICIPAL

MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE CERVEIRA CÂMARA MUNICIPAL ATA N.º 3/2014 DO MANDATO 2013/2017, REALIZADA NO DIA 13 DE FEVEREIRO DE 2014, INICIADA ÀS 10.00 HORAS E CONCLUÍDA ÀS 11.45 HORAS SUMARIO ABERTURA... 2 PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA... 2 (AO- 01) ÁGUAS

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 07 DE JANEIRO DE 2015 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 07 DE JANEIRO DE 2015 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 07 DE JANEIRO DE 2015 ORDEM DO DIA ASSUNTOS APRECIADOS AO ABRIGO DO N.º 2 DO ART. 50.º DA LEI N.º 75/2013, DE 12 DE SETEMBRO: 1. Empréstimo

Leia mais

16 JANEIRO 2013 A T A Nº. 2/2013

16 JANEIRO 2013 A T A Nº. 2/2013 16 JANEIRO 2013 A T A Nº. 2/2013 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE VALENÇA REALIZADA NO DIA 2 DE JANEIRO DE 2013. --------------- - - - Aos dezasseis dias de janeiro do ano dois mil e treze,

Leia mais

Ex.ª Srª. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal

Ex.ª Srª. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal Ex.ª Srª. Presidente da Mesa da Assembleia Municipal Exm.º Sr. Presidente da Câmara Exmos. Srs. Vereadores Caros Colegas Ilustres presentes Relativamente à proposta 313 de 2014, que visa apreciar as Demonstrações

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS

JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS MINUTA DA ATA NR.27/2014 --------------- MINUTA DA ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE GALVEIAS REALIZADA NO DIA VINTE E DOIS DE DEZEMBRO DO ANO DE DOIS MIL E CATORZE ----------------------

Leia mais

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZ DE

ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZ DE Ata n.º 14 ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA DEZ DE JULHO DE DOIS MIL E TREZE. ------- Aos dez dias do mês de Julho do ano dois mil e treze, na Sala de Sessões da Câmara Municipal de Mora, reuniu

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 15

CÂMARA MUNICIPAL DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 15 DE PAMPILHOSA DA SERRA ACTA Nº 15 DA REUNIÃO ORDINÁRIA REALIZADA NO DIA 18/07/2001 (Contém 6 folhas) Estiveram presentes os seguintes membros: Presidente: (PSD) Vereador: José Augusto Veiga Nunes de Almeida

Leia mais

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR

Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Câmara Municipal Gondomar REGULAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE GONDOMAR Aprovado pela Câmara em 6/02/2003, alterado em Reunião de Câmara de 18/09/2003 Aprovado pela Assembleia Municipal em

Leia mais

----------------------------------------------- ACTA Nº. 24 ----------------------------------------------------- Aos vinte e nove dias do mês de

----------------------------------------------- ACTA Nº. 24 ----------------------------------------------------- Aos vinte e nove dias do mês de ----------------------------------------------- ACTA Nº. 24 ----------------------------------------------------- Aos vinte e nove dias do mês de Janeiro de dois mil e dez, pelas quinze horas, reuniu no

Leia mais

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA PERÍODO DA ORDEM DO DIA REGULAMENTO DO TRANSITO NA ÁREA DA CIDADE DE VALENÇA

PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA PERÍODO DA ORDEM DO DIA REGULAMENTO DO TRANSITO NA ÁREA DA CIDADE DE VALENÇA 24 - JUNHO - 2009 A C T A N.º /2009 ACTA DA REUNIÃO ORDI- NÁRIA DA CÂMARA MUNI- CIPAL DE VALENÇA REALI- ZADA NO DIA 24 DE JUNHO DE 2009. - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - Aos vinte e quatro dias

Leia mais

ACTA N.º6. Assembleia de Agricultores do Regadio do Açafal

ACTA N.º6. Assembleia de Agricultores do Regadio do Açafal ACTA N.º6 Assembleia de Agricultores do Regadio do Açafal Aos cinco dias do mês de Março do ano de dois mil e treze, pelas catorze horas e trinta minutos, reuniu a Assembleia de Agricultores do Regadio

Leia mais

ATA N.º 17/2015. Ata da Reunião Ordinária de 7/09/2015 Página 1 de 7

ATA N.º 17/2015. Ata da Reunião Ordinária de 7/09/2015 Página 1 de 7 ATA N.º 17/2015 ----- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE SETE DE SETEMBRO DE DOIS MIL E QUINZE. ------------------------------------------------------ ----- Aos sete dias do mês de setembro

Leia mais

MINUTA N.º 2/2015. Reunião realizada em 21 de janeiro de 2015

MINUTA N.º 2/2015. Reunião realizada em 21 de janeiro de 2015 MINUTA N.º 2/2015 Reunião realizada em 21 de janeiro de 2015 ASSUNTOS: Deliberação n.º 11/2015 ---------------------------------------------------------------------- ------- 2.1. CÁLCULO DOS FUNDOS DISPONÍVEIS

Leia mais

Câmara Municipal de Caminha

Câmara Municipal de Caminha 1 ACTA NÚMERO 7/09-13 DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMINHA REALIZADA NO DIA SEIS DE JANEIRO DO ANO DOIS MIL E DEZ Aos seis dias do mês de Janeiro do ano dois mil e dez, no Salão Nobre dos

Leia mais

ATA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2014

ATA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2014 ATA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA 2014 Aos vinte e dois dias do mês de março de dois mil e catorze, pelas quinze horas e dez minutos, reuniu, em segunda convocatória, a Assembleia Geral Ordinária da Confederação

Leia mais

Divisão de Gestão Administrativa e Financeira ATA Nº 02/2014

Divisão de Gestão Administrativa e Financeira ATA Nº 02/2014 ATA Nº 02/2014 ----- ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE VINTE QUATRO DE JANEIRO DE DOIS MIL E CATORZE. -------------------------------------------------- ----- Aos vinte e quatro dias do

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE SÃO JACINTO

JUNTA DE FREGUESIA DE SÃO JACINTO 1 Acta nº 10/2008 JUNTA DE FREGUESIA DE SÃO JACINTO Acta da Reunião ordinária de 30 de Julho de 2008 -------No dia trinta de Julho de dois mil e oito, nesta freguesia de São Jacinto, edifício da Junta

Leia mais

Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia quatro de Setembro de dois mil e seis.

Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia quatro de Setembro de dois mil e seis. Acta da Reunião Ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Figueira Castelo Rodrigo, realizada no dia quatro de Setembro de dois mil e seis. ------ Aos quatro dias do mês de Setembro do ano de dois mil

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SANTA MARIA DA FEIRA O Decreto-Lei nº7/2003, de 15 de Janeiro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 41/2003, de 22 de Agosto, retificada pela

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 05 FEVEREIRO DE 2014 A Câmara deliberou, por unanimidade, justificar a falta da Vice-Presidente, Senhora Dr.ª Felícia Maria Cavaleiro

Leia mais

1.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2013

1.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2013 1.ª REUNIÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 22 DE OUTUBRO DE 2013 A Câmara reconhecendo a urgência de deliberação deliberou, por unanimidade, apreciar o seguinte assunto não incluído na

Leia mais

ABERTURA: ---------------------------------------------------------------------------

ABERTURA: --------------------------------------------------------------------------- Ata n.º 07/2013 Ata da Reunião Extraordinária realizada no dia 23 de dezembro de 2013 Aos vinte e três dias do mês de dezembro do ano dois mil e treze, no edifício-sede do Município, na sala de reuniões

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE * Ata da reunião de 16.12.2013 * Minuta * Fl.1/7 MINUTA DA ATA N.º 35/2013

CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE * Ata da reunião de 16.12.2013 * Minuta * Fl.1/7 MINUTA DA ATA N.º 35/2013 CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE * Ata da reunião de 16.12.2013 * Minuta * Fl.1/7 MINUTA DA ATA N.º 35/2013 MINUTA DA ATA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE PENICHE, REALIZADA NO DIA 16 DE DEZEMBRO

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 13/2003

CÂMARA MUNICIPAL DE MANTEIGAS ACTA N.º 13/2003 80 ACTA N.º 13/2003 Acta da reunião ordinária realizada aos vinte e cinco dias do mês de Junho de dois mil e três. Aos vinte e cinco dias do mês de Junho de dois mil e três reuniu no Salão Nobre dos Paços

Leia mais

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em treze de Outubro de dois mil e dez.

Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em treze de Outubro de dois mil e dez. 127 Acta da reunião ordinária da Câmara Municipal do Concelho de Vila Velha de Ródão levada a efeito em treze de Outubro de dois mil e dez. Acta º22 A os treze dias do mês de Outubro de dois mil e dez,

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE CASTELO DE VIDE ACTA Nº. 4 Ao dia nove de Setembro do ano dois mil e nove, nesta Vila de Castelo de Vide, reuniu na Biblioteca Municipal pelas 10,00 horas, o Conselho

Leia mais

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE

ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE 09-07-2015 113 Acta número treze ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE, REALIZADA NO DIA NOVE DE JULHO DE DOIS MIL E QUINZE Aos nove dias do mês de Julho do ano dois mil e quinze, pelas

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE RIO MAIOR

CÂMARA MUNICIPAL DE RIO MAIOR CÂMARA MUNICIPAL DE RIO MAIOR ACTA Nº 17/2009 REUNIÃO ORDINÁRIA DE 2 DE SETEMBRO DE 2009 Aos dois dias do mês de Setembro de dois mil e nove, nesta cidade de Rio Maior e na sala de Reuniões sita nos Paços

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES

CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES CÂMARA MUNICIPAL DE PAREDES QUADRIÉNIO 2006/2009 ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL 2008/03/06 ÍNDICE REUNIÃO DE 2008/03/06 ASSUNTOS EXTRA ORDEM DO DIA 4 ASSUNTOS DE ANTES DA ORDEM DO DIA 5

Leia mais

R E G I M E N T O. Preâmbulo

R E G I M E N T O. Preâmbulo R E G I M E N T O Preâmbulo A Lei de Bases do Sistema Educativo (Lei n.º 46/86, de 14 de outubro, com a redação que lhe foi dada pela Lei n.º 115/97, de 19 de setembro) e de acordo com as alterações introduzidas

Leia mais

ACTA N.º 05/2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE BENAVENTE

ACTA N.º 05/2014 REUNIÃO ORDINÁRIA DA JUNTA DE FREGUESIA DE BENAVENTE INÍCIO: 18,30 HORAS ENCERRAMENTO:21,00 HORAS No dia três de Março de dois mil e catorze, na Sala de Reuniões do edifício da Junta de Freguesia de Benavente, onde se encontrava pelas dezoito horas e trinta

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SINES

CÂMARA MUNICIPAL DE SINES (Reunião 29-03-2007) Pág. 1 Aos VINTE E NOVE de MARÇO de DOIS MIL E SETE, nesta Cidade de Sines e Sala de Sessões do Edifício dos Paços do Concelho, teve lugar a REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA da Câmara Municipal

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA 1 REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE S. JOÃO DA MADEIRA ACTA Nº 10/2008 - MAIO --- DATA DA REUNIÃO: Vinte de Maio de dois mil e oito. -------------------------------- --- LOCAL DA REUNIÃO: Sala das

Leia mais

Pedagógico para o efeito, também os seus membros se mostraram contrários à realização de um projecto de TEIP3 na Escola, por uma ampla maioria dos

Pedagógico para o efeito, também os seus membros se mostraram contrários à realização de um projecto de TEIP3 na Escola, por uma ampla maioria dos Conselho Geral Acta Aos trinta dias do mês de Outubro de dois mil e doze, reuniu o Conselho Geral da Escola Secundária de Odivelas, em sessão ordinária, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto um: Período

Leia mais

----- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 28 DE JANEIRO DO ANO DE 2011.---------------------------------------------------------------

----- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 28 DE JANEIRO DO ANO DE 2011.--------------------------------------------------------------- ACTA Nº 2/2011 ----- ACTA DA REUNIÃO ORDINÁRIA DESTA CÂMARA MUNICIPAL DE 28 DE JANEIRO DO ANO DE 2011.--------------------------------------------------------------- ----- Aos 28 dias do mês de Janeiro

Leia mais