INFORMAÇÕES GERAIS 1 Das condições de participação: 2. Da Cotação Eletrônica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMAÇÕES GERAIS 1 Das condições de participação: 2. Da Cotação Eletrônica"

Transcrição

1 PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS - PPRA PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº / 21 de setembro de 2006, do objeto relacionado no item b deste Preâmbulo. a) Dados da Unidade Gestora: Órgão/Entidade: COMPANHIA DE GÁS DO CEARÁ - CEGÁS Unidade Administrativa: COORDENADORIA DE RECURSOS HUMANOS Responsável pela Cotação Eletrônica Nome: Clenes Lacerda Pereira. Telefone: (85) c/c: b) Objeto - conforme especificação abaixo: Quantidade: 01 (um) Unidade: um Descrição Completa do Item: contratação de uma empresa ou pessoa física para elaboração do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais PPRA e Laudo Técnico de Insalubridade e Periculosidade, conforme especificado no Termo de Referência em anexo. c) Dados do provedor do Sistema de Cotação Eletrônica: Endereço para cadastramento e obtenção de chave e senha de acesso: Endereço eletrônico para Cotação Eletrônica: d) Data e período da fase de disputa: 26/09/2013 a 27/09/2013. e) Critério: menor preço, expresso em moeda corrente nacional com duas casas decimais, incluído os valores dos impostos e transporte. f) Regime de entrega / execução: Entrega / execução conforme descrição do objeto. g) Prazo máximo de entrega / execução (em dias corridos): 5 (cinco) dias para realização da visita e inspeção do local indicado no Termo de Referência após assinatura do documento hábil e 30 (trinta) dias para entrega do relatório após a visita. h) Local de entrega / execução: Av. Santos Dumont º andar - sede CEGÁS i) Forma de pagamento: crédito em conta corrente indicada pelo fornecedor, preferencialmente no Banco SAFRA ou BRADESCO. j) Condições de pagamento: 05 (cinco) dias, contados a partir da apresentação da Nota Fiscal/Fatura ou documento equivalente. k) Dotação Orçamentária: Recursos próprios Orçamento 2013 Despesas Administrativas - Serviços de Terceiros - Item 03. Outros Serviços de Terceiros. Pág. 1 / 12

2 INFORMAÇÕES GERAIS 1 Das condições de participação: 1.1 A participação efetiva do fornecedor interessado ficará condicionada a observância dos itens a seguir: submeter-se às presentes exigências assim como as condições de contratação constantes no presente Termo de Participação; concordar com as condições estabelecidas no Termo de Participação mediante utilização da chave e senha de acesso; credenciar-se, previamente, junto ao provedor do Sistema, para obtenção da chave e senha de acesso ao sistema de Cotação Eletrônica; acompanhar as operações no Sistema, responsabilizando-se pelos ônus decorrentes da perda de negócios diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas ou de sua desconexão com o Sistema; responsabilizar-se pelas transações que forem efetuadas em seu nome, no Sistema, 233assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas, inclusive, os riscos inerentes ao uso indevido de sua senha de acesso; o credenciamento junto ao provedor do Sistema implica na responsabilidade legal do fornecedor, ou do seu representante, e na presunção de sua capacidade técnica e jurídica, para participação no processo de Cotação Eletrônica; a utilização da senha pessoal de que trata o subitem deste item, será de responsabilidade exclusiva do fornecedor, incluindo qualquer transação efetuada por ele ou por seu representante, não cabendo ao provedor do Sistema nem ao órgão promotor da Cotação Eletrônica responsabilidade por eventuais danos decorrentes do uso indevido da senha, ainda que por terceiros não autorizados. 1.2 É vedada a participação de: consórcios; empresas impedidas de licitar e/ou contratar com a Administração Pública. 1.3 O Código Nacional de Atividade Econômica (CNAE) inerente ao CNPJ do Fornecedor, deverá abranger o objeto descrito neste Termo de Participação; 2. Da Cotação Eletrônica 2.1 A Cotação Eletrônica consiste no conjunto de procedimentos para aquisição de bens e de serviços comuns de pequeno valor, visando a seleção de proposta mais vantajosa, através da rede corporativa mundial de computadores, no endereço eletrônico constante na alínea c do Preâmbulo deste Termo de Participação observará o seguinte: Este Termo de Participação permanecerá disponível para recepção de propostas por período nunca inferior a 24 (vinte e quatro) horas; os fornecedores interessados em participar do processo de Cotação Eletrônica deverão enviar suas propostas de preço, utilizando, para tanto, exclusivamente, o sistema eletrônico, sendo consideradas inválidas as propostas apresentadas por quaisquer outros meios estranhos a este; salvo as propostas apresentadas para fomentar o processo no que se refere a preço de referência, conforme dispõe o parágrafo único do art.5º do Decreto Nº de 21 de setembro de a participação na Cotação Eletrônica dar-se-á, exclusivamente, após a identificação do usuário e da respectiva senha privativa do fornecedor e subseqüente encaminhamento, por meio do Sistema, de proposta de preço, no período previsto preâmbulo deste Termo de Participação; Pág. 2 / 12

3 2.1.4 as propostas de preços deverão ser registradas, em moeda corrente nacional, para a quantidade total de cada bem, com validade de no mínimo 30 (trinta) dias; durante o prazo estabelecido para o recebimento das propostas, o menor valor ofertado estará sempre disponível para conhecimento público em tempo real. 3. Da divulgação do vencedor 3.1 O fornecedor melhor classificado, considerado vencedor pelo sistema, para efeito de conclusão do processo, deverá encaminhar a seguinte documentação, a ser verificada pelo Órgão/Entidade promotor da Cotação Eletrônica: Em se tratando de pessoa jurídica, deverá ser verificada a condição de regularidade fiscal do participante, com a apresentação da Certidão Negativa de Débito do INSS, Certidão Conjunta de Débitos Relativos a Tributos Federais e à Dívida Ativa da União, Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas, Certidão de Regularidade junto às Fazendas Municipal e Estadual da sede do fornecedor, bem como Certificado de Regularidade do FGTS. Dos fornecedores sediados no Estado do Ceara será exigido também a observância ao disposto na Lei Estadual nº13.623, de Em caso do fornecedor melhor classificado ser pessoa física, deverá para efeitos de conclusão do processo, ser exigida a cópia do documento de Identidade, CPF e comprovante de residência Para os sub itens e deste item 3.1 deverá ser recolhido, pelo Órgão/Entidade promotor da Cotação Eletrônica, no ato do pagamento os valores referentes às contribuições do ISS, INSS e IR, quando for o caso. 3.2 O resultado da Cotação Eletrônica ficará disponível à consulta pública no endereço eletrônico indicado no Preâmbulo deste Termo de Participação. 4. Da contratação 4.1 A contratação será formalizada pela emissão de Pedido / Nota de Empenho que será comunicada ao fornecedor vencedor. 4.2 No caso de item integrante de Ata de Registro de Preços, a contratação só poderá ser realizada quando a proposta vencedora for inferior ao preço registrado vigente, em conformidade com o Decreto Estadual nº / Considerar-se-á efetivamente celebrada a contratação a partir da data da retirada / recebimento do Pedido / Nota de Empenho pelo fornecedor, dando início à contagem, a partir dessa data, do prazo para entrega do objeto contratado, registrado durante o envio de propostas. 5. Do prazo e local de entrega 5.1 O objeto contratado deverá ser entregue no local assinalado, na alínea h do Preâmbulo, sem qualquer modificação de suas especificações e da marca indicada na proposta. 5.2 A entrega do objeto deverá ocorrer no prazo de entrega definido pelo fornecedor durante o envio da proposta, que não poderá ser superior ao prazo assinalado na alínea g do preâmbulo deste Termo de Participação. 5.3 Os atrasos ocasionados por motivo de força maior ou caso fortuito, desde que justificados até 24(vinte e quatro) horas antes do término do prazo de entrega, e aceitos pela CONTRATANTE, não serão considerados como inadimplemento contratual. 5.4 Caso a entrega ocorra em local divergente da Sede Administrativa, a contratada por ocasião do envio do produtos adquiridos, de acordo com a legislação do Estado do Ceará, Decreto /97, artigo 705, II, Alínea b, deverá emitir duas notas fiscais para acompanhar o transporte da mercadoria. Pág. 3 / 12

4 I A primeira nota fiscal será de venda com o código fiscal de operação e prestação (CFOP) se estabelecimento industrial e se estabelecimento comercial se quando estiver localizado dentro do estado do Ceará, ou se estabelecimento industrial ou se estabelecimento comercial quando estiver localizado fora do estado do Ceará, com destaque de impostos, para o seguinte destinatário: DESTINATÁRIO: CIA DE GAS DO CEARA - CEGAS AV. SANTOS DUMONT, 7700, 6 andar, Bairro M. Dias Branco, C.N.P.J.: / Insc. Estadual: CEP.: Fortaleza CE II A segunda nota fiscal emitida deverá ser de remessa por conta e ordem de terceiros, com o código fiscal de operação e prestação (CFOP) se o estabelecimento estiver localizado dentro do estado do Ceará ou se localizado fora do estado do Ceará, sem destaque de impostos, contendo no campo observação o número da nota fiscal de venda, descrita no item I desta cláusula, para o seguinte destinatário: DESTINATÁRIO:CIA DE GAS DO CEARA - CEGAS (Sede operacional) Rodovia Br 116 km 07, Nº BLOCO 04 Bairro Cajazeiras, C.N.P.J.: / Insc. Estadual: CEP: Fortaleza - CE 5.5 As duas Notas Fiscais obrigatoriamente deverão acompanhar o transporte da mercadoria adquirida. 5.6 A CONTRATADA, por ocasião da emissão da nota fiscal eletrônica do fornecimento dos materiais adquiridos, deverá enviar por cópia da nota fiscal (arquivo em PDF) que acompanhará o transporte da mercadoria, juntamente com o arquivo XML, para o seguinte destinatário: 6. Das obrigações da Contratada e do Contratante 6.1. Da Contratada Executar o serviço através de pessoas idôneas, assumindo total responsabilidade por quaisquer danos ou falta que venha a cometer no desempenho de suas funções, podendo a CEGÁS solicitar a substituição daqueles, cuja conduta seja julgada inconveniente; Substituir os profissionais nos casos de impedimentos fortuitos, de maneira que não se prejudiquem o bom andamento e a boa prestação dos serviços Responder pelas despesas relativas a encargos trabalhistas, de seguro de acidentes, impostos, contribuições previdenciárias e quaisquer outras que forem devidas e referentes aos serviços executados por seus empregados, uma vez que os mesmos não têm nenhum vínculo empregatício com a CEGÁS; Responder integralmente, por perdas e danos que vier a causar a CEGÁS ou a terceiros em razão de ação ou omissão, dolosa ou culposa, sua ou dos seus prepostos, independentemente de outras cominações contratuais ou legais a que estiver sujeita; Responsabilizar-se pela conformidade, adequação, desempenho e qualidade dos serviços, garantindo seu perfeito desempenho; Pág. 4 / 12

5 Responder, perante as leis vigentes, pelo sigilo dos documentos manuseados, sendo que a CONTRATADA não deverá, mesmo após o término do contrato, sem consentimento prévio por escrito da CONTRATANTE, fazer uso de quaisquer documentos ou informações especificadas no parágrafo anterior; Facilitar a ação da FISCALIZAÇÃO na inspeção do serviço, prestando, prontamente, os esclarecimentos que forem solicitados pela CONTRATANTE; Responder perante CEGÁS, mesmo no caso de ausência ou omissão da FISCALIZAÇÃO, indenizando-a devidamente por quaisquer atos ou fatos lesivos aos seus interesses, que possam interferir na execução do Contrato, quer sejam eles praticados por empregados, prepostos ou mandatários seus. A responsabilidade se estenderá a danos causados a terceiros, devendo a CONTRATADA adotar medidas preventivas contra esses danos, com fiel observância das normas emanadas das autoridades competentes e das disposições legais vigentes; Responder, pecuniariamente, por todos os danos e/ou prejuízos que forem causados à União, Estado, Município ou terceiros, decorrentes da prestação do serviço; Manter durante toda a execução do serviço em compatibilidade com as obrigações por ela assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas Responsabilizar-se em recolher as solicitações dos serviços, quando contatado, e após a execução dos serviços entregá-las à CONTRATANTE DA CONTRATANTE A CEGÁS exercerá o gerenciamento e a fiscalização para acompanhar e controlar a realização dos serviços; O fato de a CEGÁS inspecionar e fiscalizar os serviços, não elimina, nem atenua as responsabilidades da CONTRATADA, sobre o que for executado Promover os pagamentos dentro dos prazos estipulados neste termo; Fornecer atestados de capacidade técnica quando solicitado, desde que atendidas as obrigações do Termo de Referência; Aplicar as penalidades previstas neste termo, na hipótese do contratado não cumprir o compromisso assumido, mantidas as situações normais de disponibilidade e volume do objeto contratado, arcando a referida empresa com quaisquer prejuízos que tal ato acarretar. 7. Da fiscalização 7.1. A CEGÁS exercerá a Fiscalização e acompanhamento do contrato, através de Diretor responsável e do Gerente do Contrato, especialmente designados para esse fim e visando o seu exclusivo interesse, sem prejuízo, redução ou exclusão da responsabilidade da CONTRATADA, inclusive perante terceiros. 8. Das sanções administrativas 8.1. Caso a LICITANTE adjudicatária se recuse a assinar o Contrato ou convidada a fazê-lo não atenda no prazo fixado, garantida prévia e fundamentada defesa, será considerada inadimplente e estará sujeita às seguintes cominações, independentemente de outras sanções previstas na Lei 8.666/93 e suas alterações: Multa correspondente a 10% (dez por cento) do valor da sua Proposta Vencedora, em caso de recusa de assinar o contrato; Suspensão do direito de licitar pelo prazo máximo de 05 (cinco) anos Independente das sanções civis e penais previstas na Lei nº 8.666/93 e suas alterações serão aplicadas à CONTRATADA multas de: a) 0,3% (três décimos por cento) por dia de atraso na entrega dos documentos, até o limite de 30 (trinta) dias; Pág. 5 / 12

6 b) 2% (dois por cento) ao mês, cumulativos sobre o valor da parcela não cumprida do Contrato; e c) Rescisão do pacto, a critério da CEGÁS, em caso de atraso na entrega dos documentos superior a 30 (trinta) dias Caso o contrato seja rescindido por culpa da CONTRATADA, estará sujeita às seguintes cominações, independentemente de outras sanções previstas na Lei 8.666/93 e suas alterações: a) Advertência; b) Perda integral da garantia de execução do contrato; c) Multa correspondente a 10% (dez por cento) do valor do contrato; d) Suspensão temporária de participação em licitação e impedimento de contratar com a Administração, por prazo não superior a 02 (dois) anos; e) Declaração de inidoneidade para licitar ou contratar com a Administração Pública enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, que será concedida sempre que o contratado ressarcir a Administração pelos prejuízos e após decorrido o prazo da sanção aplicada com base na alínea anterior As multas aplicadas serão descontadas de qualquer crédito existente da CONTRATADA ou cobradas judicialmente Se não for possível o pagamento por meio de desconto, a CONTRATADA ficará obrigada a recolher a multa por meio de Documento correspondente em nome do órgão ou entidade. Se não o fizer, será encaminhado à Assessoria Jurídica desta Companhia para cobrança e processo de execução judicial Nenhuma sanção será aplicada sem o devido Processo Administrativo, que prevê defesa prévia do interessado e recurso nos prazos definidos em lei, sendo-lhe franqueada vista ao processo. 9. Do pagamento ou liquidação financeira 9.1. O pagamento será efetuado, no prazo máximo de 05 (cinco) dias, contados a partir da apresentação da Nota Fiscal/Fatura ou documento equivalente, com o devido atestado de recebimento do objeto, ou da data da entrega efetiva se ocorrer atraso, mediante crédito em conta corrente do fornecedor, preferencialmente no Banco SAFRA ou BRADESCO, indicada na ocasião do envio da primeira proposta, desde que cumpridas as disposições estabelecidas para o recebimento do objeto. 9.2 Quando houver erro de qualquer natureza, na emissão da Nota Fiscal/Fatura ou documento equivalente, o documento será devolvido, imediatamente, para substituição e/ou emissão da Nota de Correção. Esse intervalo de tempo não será considerado para efeito de atualização do valor contratado. 10. Das informações e casos omissos 8.1 Informações poderão ser obtidas no Órgão/Entidade promotor da Cotação Eletrônica, a partir da sua divulgação, sendo resolvidos os casos omissos pela Secretaria de Administração. 11. Da rescisão A CONTRATANTE poderá rescindir o Contrato, independente de Interpelação judicial ou extrajudicial e de qualquer indenização, nos seguintes casos: a) O não cumprimento ou o cumprimento irregular de cláusulas contratuais, especificações ou prazos, por parte da CONTRATADA; b) A decretação de falência ou a instauração de insolvência civil da Contratada; c) O cometimento de infrações à Legislação Trabalhista por parte da CONTRATADA; Pág. 6 / 12

7 d) Razões de interesse público ou da Administração, mediante aviso prévio de no mínimo 30 (trinta) dias, ou na ocorrência das hipóteses do art. 78 da Lei 8.666/93; e) A ocorrência de caso fortuito ou de força maior, regularmente comprovada, impeditiva da execução do Contrato. f) A ocorrência de atraso superior a 30 (trinta) dias na execução dos serviços. Neste caso a CONTRATADA será multada conforme previsto nos itens 8.2 e 8.3 deste Contrato A rescisão ocorrerá mediante a notificação por meio de aviso prévio, com prazo de 30 dias, assegurado o contraditório e a ampla defesa. 12. Do foro 12.1 Para dirimir quaisquer questões decorrentes deste procedimento e da compra dele originada será competente o Foro da Comarca de Capital do Estado do Ceará. Pág. 7 / 12

8 TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO O presente termo tem por objeto a contratação de uma empresa ou pessoa física para elaboração do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais PPRA e Laudo Técnico de Insalubridade e Periculosidade 2. SERVIÇOS A SEREM EXECUTADOS: PPRA - Elaboração do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA, contendo completa descrição das ações preventivas, em observância às prescrições normativas discriminadas na NR-9 a serem realizadas no estabelecimento da Cegás em Maracanaú. Elaboração de Mapa de Risco, de acordo com os normativos previstos na NR-05 do Ministério do Trabalho, contendo as identificações dos locais e dimensão do grau de cada risco. O Relatório deverá ser entregue, no máximo, até 30 (trinta) dias do final do prazo contratual, em arquivo eletrônico, elaborado em editor de texto, do tipo MICROSOFT WORD e/ou MICROSOFT EXCEL e 1 (uma) cópia impressa, devidamente assinada. LAUDO TÉCNICO DE INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE - Apresentar o levantamento técnico pericial do paradigma de cargos e identificar ou não condições de trabalhos insalubres no âmbito do IFPE, que possibilitem ou não a caracterização do pagamento do adicional de insalubridade ou periculosidade, dos funcionários da Cegás conforme estabelece a legislação vigente: NR 15 Atividades e operações insalubres e seus anexos e a NR 16 atividades operações perigosas e seus anexos, constantes da Lei 6.514, de 22 de dezembro de 1977 e da Portaria nº , de 08 de junho de 1978, do Ministério do Trabalho e Emprego; Decreto nº de 15 de janeiro de 1989; Lei Nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, artigos 68 a 70; Lei Nº 8.270, de 17 de dezembro de 1991, artigo 12; Decreto nº 877, de 20 de julho de 1993 e a Orientação Normativa nº 02, de 19 de fevereiro de PÚBLICO ALVO: Funcionários da Companhia de Gás do Ceará - Cegás 4. CONTEÚDO BÁSICO PARA ELABORAÇÃO DOS LAUDOS TÉCNCOS a) Descrição por extenso do título do documento e identificação da entidade emitente, cujos dados devem ser emitidos em formulário próprio; b) Indicação do número de identificação do LTCAT, devidamente datado e assinado por seu signatário, cuidando para que as suas folhas sejam rigorosamente numeradas e rubricadas; Pág. 8 / 12

9 c) Identificação do estabelecimento indicando CNPJ, endereço, nome fantasia, atividade, grau de risco, número de empregados (quantificação de homens e mulheres) e horário de trabalho; d) Objetivo da avaliação expressando a extensão dos trabalhos executados, necessariamente, abrangendo a caracterização das ocorrências de trabalhos em condições insalubres ou periculosas, em conformidade com as NRs 15 e 16 da Portaria MTb 3.214/78 e Decreto nº , de 14 de outubro de 1986, bem como as legislações vigentes quando da celebração da prestação dos serviços; e) Descrição das dependências e instalações periciadas; f) Descrição das atividades periciadas, abrangendo a função e o quantitativo dos empregados periciados; g) Análise qualitativa e quantitativa dos agentes de risco (químicos, físicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes), necessariamente descrevendo a metodologia de ação e critérios técnicos adotados, identificados nos ambientes de trabalho; h) Análise qualitativa e quantitativa dos agentes acima citados, contendo a descrição da metodologia de ação, critérios técnicos e a instrumentação utilizada, necessariamente abrangendo para os estabelecimentos operacionais de comercialização e armazenamento natural, a medição de ruídos, calor, concentração de poeiras e dos agentes químicos, originados de produtos inseticidas empregados nos tratamentos fitossanitários; i) Medida de proteção individual e coletiva existentes, contendo identificação dos Equipamentos de Proteção Individual EPI s utilizados mediante consignação do número do Certificado de Aprovação CA e da avaliação do nível de eficácia de proteção, indicando, inclusive, se o EPI e o EPC são eficazes na proteção aos agentes de risco detectados, concluindo com sim ou não ; j) Fundamentação científica e abordagem sobre a legislação pertinente sobre os riscos identificados, na apresentação explícita das conclusões sobre os efeitos dos agentes classificados insalubres ou periculosos e os valores dos correspondentes adicionais, descrevendo os efeitos da exposição aos agentes de risco e a fundamentação legal; k) Proposição de Medidas de Controle para o Ambiente Avaliado, estipulando prazos para adoção do controle dos riscos, bem como acompanhamento sistemático da eficácia das medidas. l) Bibliografia consultada; m) Nome e identificação profissional do responsável pela elaboração do laudo, informando NIT, PIS/PASEP e o número de registro no respectivo conselho. Pág. 9 / 12

10 5. ESPECIFICAÇÕES RELATIVAS AS AVALIAÇÕES QUANTITATIVAS 5.1 Ruído a) A medição de ruído em toda a jornada poderá ser de modo individual para cada trabalhador ou considerando grupos homogêneos de risco, devendo ser explicitada qual das alternativas foi considerada na medição. Os valores dos níveis de pressão sonora a que estão expostos os trabalhadores devem ser indicados considerados o nível de redução de ruído promovido pelos equipamentos de proteção utilizados; b) As aferições dos níveis de exposição ao agente ruído acima de 80 (oitenta) db (A) devem ser obtidos mediante mensurações realizadas por equipamentos dos grupos de qualidade de zero a dois da classificação IEC ou ANSI SI.4, devendo ser descrita a metodologia utilizada e o 15 tipo do equipamento, conforme exigência contida no item 15.6 da NR-15 da Portaria MTb nº 3.214/78 (Lei nº 6.514/77). Necessariamente devem ser efetivadas por meio de dosímetro ou medidor de pressão sonoro em circuito de resposta lenta (slow) e compensação A ; c) Quando tratar-se de exposições a ruídos de impacto, as medições serão realizadas com medidor de pressão sonora operando em circuito linear e circuito de resposta para impacto. Não dispondo-se de medidor de nível de pressão sonora operando no circuito de resposta para impacto, será válida a leitura feita no circuito de resposta rápida (fast) e circuito de compensação C ; d) Havendo exposição a níveis de pressão sonora variados, devem constar da apresentação dos resultados: a memória dos valores em tabelas ou em gráficos, o tempo de permanência do trabalhador ou grupo de trabalhadores em cada nível de exposição, o cálculo do nível médio de pressão sonora (Lavg = level average), considerada a dose equivalente de exposição ao ruído e a efetiva proteção promovida pelo uso do EPI. 5.2 Calor As exposições ao calor devem ser avaliadas em conformidade com Anexo 3 da NR 15 da Portaria MTb nº 3.214/78, ressaltados os aspectos a seguir: a) Medições efetuadas no local de permanência do trabalhador, à altura da região mais atingida; b) Expressa classificação da atividade em leve, moderada ou pesada, conforme quadros integrantes do referido Anexo e o regime de trabalho se contínuo ou intermitente; c) Os resultados apresentados em unidades de índice de Bulbo Úmido e Termômetro de Globo. Pág. 10 / 12

11 5.3 Aerodispersóides As avaliações dos aerodispersóides devem determinar a natureza, tamanho e concentração das partículas, estendendo-se a verificação da presença de Sílica Livre Cristalizada (Quartzo) objeto das prescrições dispostas no Anexo 12 da Portaria MTb nº 3.214/78, observados os requisitos a seguir: a) Critério de medição por meio de aspiração contínua; b) Emprego de bomba de vazão variável, que propicie a verificação de, no mínimo, duas amostras que possam cobrir toda a jornada de trabalho; e c) Registros dos dados utilizados para os cálculos da concentração da poeira respirável, necessariamente contendo as características da bomba de amostragem, a vazão empregada, a quantidade de poeira coletada, o volume total e o percentual da sílica livre encontrada, compondo os resultados da avaliação. Necessariamente os dados sobre a metodologia empregada devem constar dos informes e análise. 5.4 Produtos Químicos As exposições a produtos químicos devem ser avaliadas e, conformidade com os Anexos 11 e 13 da NR-15 da Portaria MTb nº 3.214/78, abrangendo todas as substâncias empregadas nas rotinas operacionais, salientados ainda os aspectos a seguir: a) Em avaliações qualitativas do emprego de produtos químicos, os resultados da análise devem contemplar as fontes de contaminação, as matérias primas manipuladas na rotina de operação e dados dos boletins ou fichas técnicas de identificação química dos produtos; b) Nas avaliações quantitativas procedidas através de análises de amostragem direta e leitura instantânea, devem ser realizadas pelo menos, 3 (três) campanhas de amostragens em épocas distintas, de acordo com o previsto nos normativos vigentes, conforme agendamento entrem as 16partes, tendo como parâmetro o período de outubro à fevereiro, coletadas na zona respiratória do trabalhador, sendo que os dados das amostragem devem incorporarem-se aos resultados da análise em tabelas com a respectiva média das concentrações e o tempo de exposição despendido em todas as fases de exposição ao agente químico analisado durante a jornada de trabalho. Necessariamente, os dados sobre a metodologia e o tipo de instrumental utilizado também devem constar dos registros da análise; c)as aferições atinentes a atividades com várias fases do trabalho, tais como os serviços de tratamento fitossanitário, devem abranger medições da concentração do agente químico em todas as etapas de operação; e Pág. 11 / 12

12 d)nas amostragens contínuas e de leitura indireta os registros dos exames laboratoriais devem compor os resultados da análise. 6. FORMA DE PAGAMENTO O valor será pago em até 5 dias úteis após a emissão e entrega do mesmo para a Coordenação de Recursos Humanos, bem como a referida nota fiscal. Fortaleza,12 de junho de 2013 Clenes Lacerda Pereira Coordenadora de Recursos Humanos Pág. 12 / 12

SEGURO CAMINHÃO IVECO PREÂMBULO

SEGURO CAMINHÃO IVECO PREÂMBULO SEGURO CAMINHÃO IVECO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de setembro

Leia mais

LEITOR DE CODIGO DE BARRA PREÂMBULO

LEITOR DE CODIGO DE BARRA PREÂMBULO LEITOR DE CODIGO DE BARRA PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

CARROCERIA DO CAMINHÃO MUNK PREÂMBULO

CARROCERIA DO CAMINHÃO MUNK PREÂMBULO CARROCERIA DO CAMINHÃO MUNK PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 /

Leia mais

FRETE DE FORTALEZA-CE PARA CAMAÇARI-BA PREÂMBULO

FRETE DE FORTALEZA-CE PARA CAMAÇARI-BA PREÂMBULO FRETE DE FORTALEZA-CE PARA CAMAÇARI-BA PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20130052/CODECE BANCO BRASIL Nº 521394

COTAÇÃO ELETRÔNICA TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20130052/CODECE BANCO BRASIL Nº 521394 ANEXO ÚNICO DO DECRETO ESTADUAL Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20123340 TERMO DE PARTICIPAÇÃO PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

NOTEBOOK E NETBOOK PREÂMBULO

NOTEBOOK E NETBOOK PREÂMBULO NOTEBOOK E NETBOOK PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de setembro

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº0063 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº0063 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº0063 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 01/2012

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 01/2012 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 01/2012 PREÂMBULO O Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente - CONPAM sito à Rua Osvaldo Cruz, 2366 Dionísio Torres Fortaleza-CE, torna público este Termo de Participação,

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20145151 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20145151 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20145151 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação,

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO 154/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO 154/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO 154/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação,

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA/ESPECIFICAÇÕES BÁSICAS

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA/ESPECIFICAÇÕES BÁSICAS ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA/ESPECIFICAÇÕES BÁSICAS 1. OBJETO 1.1 Prestação de serviços técnicos especializados em Engenharia de segurança do Trabalho, de modo a elaborar o Programa de Prevenção de Riscos

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO 2013110

TERMO DE PARTICIPAÇÃO 2013110 UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI - URCA TERMO DE PARTICIPAÇÃO 2013110 ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 /09 / 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150268 - VIPROC 5815806/2015 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150268 - VIPROC 5815806/2015 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150268 - VIPROC 5815806/2015 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

MATERIAL SOBRESSALENTE PARA MEDIÇÃO REMOTA (Transmissor de pressão e temperatura) PREÂMBULO

MATERIAL SOBRESSALENTE PARA MEDIÇÃO REMOTA (Transmissor de pressão e temperatura) PREÂMBULO MATERIAL SOBRESSALENTE PARA MEDIÇÃO REMOTA (Transmissor de pressão e temperatura) PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº. 28.397, DE 21/09/2006. TP Nº. 014/2014 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº. 28.397, DE 21/09/2006. TP Nº. 014/2014 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº. 28.397, DE 21/09/2006. TP Nº. 014/2014 PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (BOTA, LUVA, PROTETOR AURICULAR, ÓCULOS, CARNEIRAS, CONE, MÁSCARA).

EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (BOTA, LUVA, PROTETOR AURICULAR, ÓCULOS, CARNEIRAS, CONE, MÁSCARA). EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL (BOTA, LUVA, PROTETOR AURICULAR, ÓCULOS, CARNEIRAS, CONE, MÁSCARA). PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO

BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO BOBINA DE PAPEL TERMICO PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO Nº 2014046

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO Nº 2014046 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO Nº 2014046 Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação,

Leia mais

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO

INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO INSPEÇÃO VEICULAR PARA KIT GNV PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397

Leia mais

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL PREÂMBULO

PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL PREÂMBULO PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO E SAÚDE OCUPACIONAL PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual

Leia mais

SISTEMA INFORMATIZADO DE GERENCIAMENTO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS PREÂMBULO

SISTEMA INFORMATIZADO DE GERENCIAMENTO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS PREÂMBULO SISTEMA INFORMATIZADO DE GERENCIAMENTO DE MANUTENÇÃO DE EQUIPAMENTOS PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO TERMO DE PARTICIPAÇÃO - PREÂMBULO. COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 2011/005 - Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

PROTETOR E BLOQUEADOR SOLAR PREÂMBULO

PROTETOR E BLOQUEADOR SOLAR PREÂMBULO PROTETOR E BLOQUEADOR SOLAR PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

LICENÇA DE SOFTWARE ANTIVIRUS PREÂMBULO

LICENÇA DE SOFTWARE ANTIVIRUS PREÂMBULO LICENÇA DE SOFTWARE ANTIVIRUS PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO 20150031 Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20120880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO

COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20120880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 20120880 TERMO DE PARTICIPAÇÃO PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

SERVIÇO DE MOVING PREÂMBULO

SERVIÇO DE MOVING PREÂMBULO SERVIÇO DE MOVING PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de setembro

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PREGÃO ELETRÔNICO Nº 10/2008 ATA DO REGISTRO DE PREÇOS CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DO RAMO DE PRESTAÇÃO DE

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 520 7000 99700-000 Erechim RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 520 7000 99700-000 Erechim RS MINUTA 175/2014 CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º /2014 PROCESSO N.º 8287/2014 - PREGÃO PRESENCIAL N.º 153/2014 AQUISIÇÃO DE PEÇAS PARA CONSERTO DA MÁQUINA M-65 - SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E HABITAÇÃO

Leia mais

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 /01/ 2006. TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº2011 085 DE 29/09/2011. Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD.

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD. ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ

Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ Anexo H MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - PJ CONTRATO n /2007 Contrato de Prestação de Serviços de Consultoria / Instrutoria, que entre si celebram o SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

Leia mais

CAPA PARA TABLET SANSUNG PREÂMBULO

CAPA PARA TABLET SANSUNG PREÂMBULO CAPA PARA TABLET SANSUNG PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21 de

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 32/14

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 32/14 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 32/14 Processo n o. 89/14. Pregão 48/14. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE SANTA ROSA DE VITERBO E A EMPRESA AIR LIQUIDE BRASIL LTDA. Aos 27 (vinte

Leia mais

SEGURO TRANSPORTE NACIONAL PREÂMBULO

SEGURO TRANSPORTE NACIONAL PREÂMBULO SEGURO TRANSPORTE NACIONAL PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

POLÍTICA DE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS DA DURATEX S.A.

POLÍTICA DE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS DA DURATEX S.A. ÍNDICE DURATEX S/A POLÍTICA DE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS DA DURATEX S.A. 1. OBJETIVO 2. PRINCÍPIOS GERAIS 3. REFERÊNCIAS 4. DEFINIÇÕES 4.1. DURATEX 4.2. UNIDADE REQUISITANTE 4.3. UNIDADE DESTINATÁRIA

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Fazenda Departamento Geral de Administração e Finanças TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA Código de Classificação: 13.02.01.15 1 DO OBJETO: A presente licitação tem por objeto a contratação de empresa para prestação dos serviços de cobertura securitária (seguro) para assegurar

Leia mais

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5.

Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul Sistema Cofen/Conselhos Regionais - Autarquia Federal criada pela Lei Nº 5. TERMO DE REFERÊNCIA I DO OBJETO 1.1. Contratação de pessoa jurídica especializada para prestação de serviço de limpeza e desinfecção de caixa d água para subseção de Dourados/MS do Coren/MS, conforme as

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 3520 7000 99700-010 Erechim RS

Estado do Rio Grande do Sul MUNICIPIO DE ERECHIM PREFEITURA MUNICIPAL Praça da Bandeira, 354 Fone: 54 3520 7000 99700-010 Erechim RS MINUTA 261/2015 CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º /2015 PROCESSO N.º 14040/2015 - PREGÃO PRESENCIAL N.º 228/2015 AQUISIÇÃO DE REDES PARA A PROTEÇÃO DE JANELAS - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - Contrato Administrativo

Leia mais

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DO AMAZONAS CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO CONTRATO Nº 002/2013-CMP TERMO DE CONTRATO QUE ENTRE FAZEM, DE UM LADO A CÂMARA MUNICIPAL DE PARINTINS-AM, E DE OUTRO LADO A EMPRESA R. N. SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES LTDA, INSCRITA NO CNPJ Nº. 08.277.259/0001-96,

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO/ MATERIAL PARA MANUTENÇÃO DE BENS IMÓVEIS/ TUBOS DE METALON E DE INOX, QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

CONTRATO N.º 10-04/2013 TERMO DE CONTRATO QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE BLUMENAU E A EMPRESA ROTTA SAÚDE OCUPACIONAL LTDA.

CONTRATO N.º 10-04/2013 TERMO DE CONTRATO QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE BLUMENAU E A EMPRESA ROTTA SAÚDE OCUPACIONAL LTDA. CONTRATO N.º 10-04/2013 TERMO DE CONTRATO QUE CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE BLUMENAU E A EMPRESA ROTTA SAÚDE OCUPACIONAL LTDA. Aos dezoito dias do mês de setembro do ano de 2013 (dois mil e treze), a

Leia mais

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 13/2013 PROCESSO N 787-09.00/13-4 Contrato AJDG n.º 031/2013 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI

ESTADO DE MATO GROSSO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO TAQUARI CONTRATO Nº 051/2016 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO/FORNECIMENTO QUE FAZEM ENTRE SI, DE UM LADO O MUNICIPIO DE ALTO TAQUARI MT E DE OUTRO LADO A EMPRESA ADARI BARBOSA DE QUEIROZ - ME. O Município de

Leia mais

ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009

ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009 ATENÇÃO PARA O TERMO DE REFERÊNCIA ABAIXO. AVISO DE LICITAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA nº 82/2009 O CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO CNPq, fundação pública federal, vinculada ao

Leia mais

Parágrafo Primeiro. O fornecimento do material para veiculação do informativo será de responsabilidade da contratante.

Parágrafo Primeiro. O fornecimento do material para veiculação do informativo será de responsabilidade da contratante. CONTRATO Nº 004/2015 REFERENTE À PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA MUNICIPAL DE QUERÊNCIA E A EMPRESA RÁDIO LÍDER SERVIÇOS E PUBLICIDADE LTDA ME. A Estado de Mato Grosso, Pessoa Jurídica

Leia mais

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 Aos três dias do mês de junho de 2015, o Município de Santo Antônio da Patrulha/RS, neste

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA 1 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO 022/2012 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MIDIA EXTERIOR OUTDOOR - QUE ENTRE SI CELEBRAM O CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SANTA CATARINA E O GRUPO CATARINENSE

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES

EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES EDITAL DE CREDENCIAMENTO N.º 07/2015 PLANTÃO MÉDICO DE ESPECIALIDADES O Município de Não-Me-Toque comunica aos interessados que está procedendo ao CHAMAMENTO PÚBLICO no horário das 8:15 às 11:33h e das

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS, MATERIAL DE LIMPEZA E COPA E COZINHA PARA SUPRIR AS NECESSIDADES DA SECRETARIA DE OBRAS, TRANSPORTE E URBANISMO, DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ TERMO DE REFERÊNCIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO CEARÁ TERMO DE REFERÊNCIA TERMO DE REFERÊNCIA AQUISIÇÃO DE VALE-REFEIÇÃO ELEIÇÕES 2016 1 OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada no fornecimento de 11.958 (onze mil, novecentos e cinquenta e oito) vales-refeições de valor

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO 1.1. Registro de preço, POR LOTES, para eventual aquisição de adesivos e recipientes (lixeiras) para acondicionamento de materiais recicláveis e materiais não recicláveis

Leia mais

PODER EXECUTIVO. Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010

PODER EXECUTIVO. Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010 Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010 REGULAMENTA O SISTEMA DE SUPRIMENTOS NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ.

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras do plano de

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO 01/2010 Processo nº 0.000.000.001735/2010-31 VALIDADE 12 (DOZE) MESES ATA Nº 1/2010 No dia 21 de dezembro do ano de dois mil e dez, no CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO

CONTRATO PARA AQUISIÇÃO ANEXO 6 MINUTA DE CONTRATO PARA AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO/ LIMPEZA, HIGIENIZAÇÃO E DE USO DOMÉSTICO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE DESENVOLVIMENTO DE EXTENSÃO E PESQUISA FUNDEPES

Leia mais

MUNICÍPIO DE CEREJEIRAS CNPJ/MF: 04.914.925/0001-07 End.: Av. das Nações, 1919 CEP 76.997-000 Fone 69 3342-2671 Cerejeiras - Rondônia

MUNICÍPIO DE CEREJEIRAS CNPJ/MF: 04.914.925/0001-07 End.: Av. das Nações, 1919 CEP 76.997-000 Fone 69 3342-2671 Cerejeiras - Rondônia CONTRATO Nº 097/2.015 Termo de Contrato que entre si fazem O Município de Cerejeiras - RO e a Empresa Donizete Neves Klemann - ME. Processos sob o nº 1780/2.015 O MUNICIPIO DE CEREJEIRAS, Estado de Rondônia,

Leia mais

SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO

SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO 1 SECRETARIA DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL SECRETARIA DE PLANEJAMENTO E FORMULAÇÃO DE POLÍTICAS PROJETO BÁSICO 1 DO OBJETO 1.1 Contratação de empresa especializada nos serviços de reforma

Leia mais

Secretaria da Saúde do Estado Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão - CIDH

Secretaria da Saúde do Estado Centro Integrado de Diabetes e Hipertensão - CIDH ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos

Leia mais

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO

Cotação Eletrônica TERMO DE PARTICIPAÇÃO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 / 01 / 2006. PREÂMBULO Termo de Participação via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (IFG)

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (IFG) CONTRATO Nº 08/2010. CONTRATO Nº 08/2010 QUE ENTRE SI CELEBRAM O INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS (IFG) E A EMPRESA REPRESENTAÇÃO NOVA GERAÇÃO LTDA-ME PARA CONFECÇÃO E FORNECIMENTO

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE CONTRATO Nº 014/2012 PROCESSO: 08700.006767/2011-28 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE CRACHÁS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O CADE CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA E A EMPRESA POLINFORMÁTICA.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS/CONTRATO Nº004-B/2016 PROCESSO LICITATÓRIO Nº018/2016 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL N 006/2016 VALIDADE: 12 (doze) meses O Município de Jaguaraçu, neste ato representado por seu

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 039/2015 PROCESSO N.º 0464/2015 19/06/2015 LAUDO MÉDICO PERICIAL

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 039/2015 PROCESSO N.º 0464/2015 19/06/2015 LAUDO MÉDICO PERICIAL CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 039/2015 PROCESSO N.º 0464/2015 19/06/2015 LAUDO MÉDICO PERICIAL I Das Partes CLÁUSULA PRIMEIRA Pelo presente Instrumento e na melhor forma de direito, de um lado o SERVIÇO

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS TIDOS COMO PRODUTOS NÃO AÇO

CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS TIDOS COMO PRODUTOS NÃO AÇO O conteúdo deste documento foi registrado no 5º Ofício de Registros de Títulos e Documentos da Comarca do Rio de Janeiro RJ, sob nº 519456, em 30/07/2002. CONDIÇÕES GERAIS PARA VENDA E COMPRA DE MATERIAIS

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25 CONTRATO Nº. 48/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE JANDAIA DO SUL E A EMPRESA PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS O Município de Jandaia do Sul pessoa jurídica

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 001/2013 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 001/2013 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 001/2013 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 037/2013 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

MINUTA... CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2006

MINUTA... CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2006 MINUTA... CONTRATO ADMINISTRATIVO Nº /2006 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE EQUIPAMENTOS DE INFORMÁTICA, ATRAVÉS DE REGISTRO DE PREÇOS, QUE ENTRE SI FAZEM A JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU NO ESPÍRITO SANTO SEÇÃO

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRA DE PRODUTOS PELA KSR AUTOMOTIVE INDÚSTRIA DO BRASIL LTDA.

TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRA DE PRODUTOS PELA KSR AUTOMOTIVE INDÚSTRIA DO BRASIL LTDA. TERMOS E CONDIÇÕES GERAIS DE COMPRA DE PRODUTOS PELA KSR AUTOMOTIVE INDÚSTRIA DO BRASIL LTDA. 1 ÍNDICE GERAL 1 OBJETO 3 2 SOLICITAÇÃO DE COTAÇÃO E PROPOSTA COMERCIAL 3 3 PEDIDO DE COMPRA E AUTORIZAÇÃO

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO Para realização de suas atividades técnicas e administrativas a Agência Nacional de Telecomunicações Anatel utiliza-se de sistemas informatizados, sendo eles adquiridos no mercado ou desenvolvidos

Leia mais

TERMO DE CONTRATO Nº 008/2013

TERMO DE CONTRATO Nº 008/2013 TERMO DE CONTRATO Nº 008/2013 CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇOES PARA IMPLEMENTAÇÃO, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE CIRCUITO DE ACESSO, DEDICADO A INTERNET VIA SATELITE, QUE ENTRE SI CELEBRAM A CÂMARA

Leia mais

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX

MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX MINUTA CONTRATO DE LOCAÇÃO SESC/AR/DF DF 2015 CL XXX Contrato de locação de container refrigerado que entre si celebram o SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO DF SESC/AR/DF e a Empresa

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001).

INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015. (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). Fl. Rub. INSTRUÇÕES PARA COTAÇÃO ELETRÔNICA 150/2015 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José

Leia mais

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n 037. Processo n 35 /2016 Pregão 13/2016

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n 037. Processo n 35 /2016 Pregão 13/2016 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n 037 Processo n 35 /2016 Pregão 13/2016 Aos dezessete dias do mês de março do ano de 2.016, o MUNICÍPIO DE RIO NEGRO-PR, neste ato representado pelo seu PREFEITO MUNICIPAL, MILTON

Leia mais

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59

ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 ANEXO I TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº: 21218.000183/2011-59 1. DA JUSTIFICATIVA 1.1 Dotar de melhores condições de trabalho a sala 12, da SUREG/AM, na qual atuam os empregados designados para compor

Leia mais

C O N T R A T O X X X / I P P L A N / 2 0 1 3

C O N T R A T O X X X / I P P L A N / 2 0 1 3 C O N T R A T O X X X / I P P L A N / 2 0 1 3 CONTRATANTE: IPPLAN INSTITUTO DE PESQUISA, ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS. CONTRATADO: XXXXXXXXXXXXXXXX OBJETO: Elaboração do Plano Diretor

Leia mais

CONTRATO Nº 002/15. Parágrafo Único a presente contratação não gera qualquer vínculo empregatício da

CONTRATO Nº 002/15. Parágrafo Único a presente contratação não gera qualquer vínculo empregatício da CONTRATO Nº 002/15 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA ÁREA DE INFORMÁTICA PARA LOCAÇÃO DE SISTEMAS E SERVIÇOS DE IMPLANTAÇÃO E TREINAMENTO PROCESSO LICITATÓRIO Nº 002/2015 - PREGÃO PRESENCIAL Nº 002/2015.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ C.N.P.J./MF 76.235.761/0001-94 Rua Mauro Cardoso de Oliveira, 190 Fone: 0**-43-3538-8100 www.andira.pr.gov.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ C.N.P.J./MF 76.235.761/0001-94 Rua Mauro Cardoso de Oliveira, 190 Fone: 0**-43-3538-8100 www.andira.pr.gov. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 034/2015 No dia 01 do mês de Dezembro de 2015, na Prefeitura Municipal de Andirá Pr, situada na Rua Mauro Cardoso de Oliveira, n. 190, Sede - Andirá PR, C ep: 86.380-000, o

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2010

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2010 Fundação Diamantinense de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 001/2010 A Fundação Diamantinense de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão FUNDAEPE torna pública a abertura

Leia mais

CONTRATO N. 75/2005 ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO DIVISÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS SEÇÃO DE ELABORAÇÃO

CONTRATO N. 75/2005 ESTADO DE SANTA CATARINA PODER JUDICIÁRIO DIRETORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO DIVISÃO DE CONTRATOS E CONVÊNIOS SEÇÃO DE ELABORAÇÃO CONTRATO N. 75/2005 TERMO DE CONTRATO DE FORNECIMENTO QUE ENTRE SI CELEBRAM O ESTADO DE SANTA CATARINA, POR INTERMÉDIO DO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA, E A EMPRESA ESMENA DO BRASIL S/A. Pelo presente

Leia mais

CONTRATO nº 09/2004 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO

CONTRATO nº 09/2004 CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO CONTRATO nº 09/2004 A AGÊNCIA REGULADORA DE SERVIÇOS PÚBLICOS DO ESTADO DE ALAGOAS ARSAL, pessoa jurídica de direito público, inscrita no CNPJ/MF sob o No. 04.730.141/0001-10 com sede à Rua Cincinato Pinto,

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0095/2012 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0095/2012 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 0095/2012 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014

ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014 ATA DE REGISTRIO DE PREÇOS Nº 007/2014 EDITAL DE LICITAÇÃO N. º 002/2014 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO Nº 2014 0001 1954 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 28 dias do mês de fevereiro de 2014, na

Leia mais

2. DO PRAZO CONTRATUAL

2. DO PRAZO CONTRATUAL TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE BALDES DE CLORO GRANULADO PARA A MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DOS ESPELHOS D ÁGUA DO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL CONTRATO PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 036/2015 CONVITE Nº 007/2015 CONTRATO CONTRATO QUE FAZEM ENTRE SI A CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE, COM RESULT ASSESSORIA EMPRESARIAL LTDA, PARA A CESSÃO DE USO, NA FORMA DE

Leia mais

EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015. VISANDO O CREDENCIAMENTO FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTA,.

EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015. VISANDO O CREDENCIAMENTO FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTA,. EDITAL CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015. VISANDO O CREDENCIAMENTO FISIOTERAPEUTA E NUTRICIONISTA,. Município de Nova Iguaçu de Goiás, por seu PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA IGUAÇU DE GOIÁS, faz saber pelo presente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE LIMPEZA URBANA Minuta de Contrato CONTRATO que entre si fazem o DEPARTAMENTO MU- NICIPAL DE LIMPEZA URBANA e a empresa XXXXXX, para fornecimento de tinta, conforme Termo de Referência, a ser utilizada na pintura dos

Leia mais

SUPLEMENTO Nº 01. Leia-se: Descrição das atividades desenvolvidas no Projeto Básico, nas áreas: Civil, Elétrica e Mecânica.

SUPLEMENTO Nº 01. Leia-se: Descrição das atividades desenvolvidas no Projeto Básico, nas áreas: Civil, Elétrica e Mecânica. CO.GCM.A.00004.2015 1/19 SUPLEMENTO Nº 01 1. O presente suplemento tem como finalidade, como segue : 1.1. Alterar na QUALIFICAÇÃO TÉCNICA a descrição das atividades no Projeto Básico relacionada em um

Leia mais