Êxodo: O Resgate # 32 A nuvem de glória - Êxodo 40 A NUVEM DE GLÓRIA Êxodo 40 Lições sobre a peregrinação do povo de Deus Êxodo 40.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Êxodo: O Resgate # 32 A nuvem de glória - Êxodo 40 A NUVEM DE GLÓRIA Êxodo 40 Lições sobre a peregrinação do povo de Deus Êxodo 40."

Transcrição

1 A NUVEM DE GLÓRIA Êxodo 40 Lições sobre a peregrinação do povo de Deus Êxodo Era uma vez 34 Então a nuvem cobriu a Tenda do Encontro, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. 35 Moisés não podia entrar na Tenda do Encontro, porque a nuvem estava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo. 36 Sempre que a nuvem se erguia sobre o tabernáculo os israelitas seguiam viagem; 37 mas se a nuvem não se erguia, eles não prosseguiam; só partiam no dia em que ela se erguia. 38 De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. Houve um tempo em que a vida era exatamente como J. R. R. Tolkien descreveu no primeiro capítulo de O Hobbit observe Por um curioso acaso, numa manhã distante, na quietude do mundo, quando havia menos barulho e mais verde, e quando os hobbits eram ainda numerosos e prósperos, e Bilbo Bolseiro estava parado à sua porta depois do desjejum, ( ) Gandalf apareceu. [Aquela visita mudaria a vida de Bilbo!] Parece que em algum momento da história (do qual eu nunca fiz parte!) as pessoas conseguiam desfrutar de momentos de descanso e de prazer, elas eram capazes de aproveitar a beleza e os encantos da Criação de Deus, era-lhes possível descansar em casa com sentimentos de dever cumprido, de realização e, principalmente, de contentamento (hoje: saciados, mas muito insatisfeitos ) Gostaria muito de ter vivido naqueles tempos, os quais podem ser bem descritos nas palavras de Bilbo Bolseiro a seu inesperado (e inconveniente) visitante, Gandalf É uma manhã muito agradável sente-se Não há pressa, temos o dia todo pela frente! Que pena que não é mais assim! A vida, como expressou Gandalf, enquanto ele negava o convite de Bilbo, tornou-se uma aventura. As pessoas não têm mais tempo para sentar e desfrutar as coisas bonitas de Deus. Assim como Bilbo, nós -! - 1

2 somos todos arrastados, inesperadamente, para as necessidades que nos são impostas e somos devastados pelas demandas do inesperado. Longe de casa Agora, estamos todos longe de casa! Abandonamos a casa do Pai, pecamos e seguimos pelo nosso próprio caminho. O resultado é que acabamos em trilhas de engano e de decepção, que ora nos leva a lugar nenhum, ora nos faz acabar mal. A jornada ora imposta a nós pelo pecado nos fez desembocar em sofrimentos que podem ser sentidos no corpo, no coração e na convivência com os outros. São dores musculares, dores de cabeça, problemas de coluna, insônia, gastrite, úlcera, obesidade, diabetes, infarto, AVC, bruxismo (ranger ou apertar dos dentes durante o sono), depressão, ansiedade, pânico, divórcio, distanciamento dos amigos, etc. Tolkien consegue pintar muito bem como é a vida nesta jornada, longe de casa A maioria das passagens estava infestada de coisas malignas e perigos terríveis Longos dias após terem partido do vale e deixado a Última Casa Amiga milhas atrás, ainda continuavam subindo. Era uma trilha difícil, uma trilha perigosa, um caminho tortuoso, solitário e comprido. Agora podiam contemplar atrás de si as terras que haviam deixado, estendendo-se lá embaixo. A oeste, muito longe, onde as coisas pareciam azuis e apagadas, Bilbo sabia que estava a sua terra, de coisas seguras e confortáveis, e a pequena toca de hobbit. Teve um calafrio. Fazia um frio cortante lá em cima, e o vento soava estridente entre as rochas As noites eram desconfortáveis e frias, e eles não ousavam cantar nem falar muito alto, pois os ecos eram esquisitos, e o silêncio parecia não gostar de ser interrompido - exceto pelo barulho da água, pelo gemido do vento e pelo trincar das pedras. Estamos longe de casa, e como é horrível o lugar onde estamos! Na música Longe de Casa, Gerson Borges canta assim o nosso estado longe de Deus: É ou não é verdade? Longe de casa, longe de casa, dura pouco a ilusão. Longe de casa, longe de casa, adoece o coração e não há ninguém por perto, longe de casa é um deserto. Longe de casa, longe de casa, só há solidão. -! - 2

3 A caminho de casa A boa notícia é que nós não precisamos viver assim, não estamos fadados a seguir doentes do coração, na ilusão, no deserto e na solidão. Pela graça de Deus nós podemos transformar essa rotina de acontecimentos infelizes em uma jornada de volta ao lar. Nós podemos sair daqui cantando outra estrofe do mesmo cântico de Gerson Borges, aquele que diz assim Eu quero recomeçar, levantar onde caí. Eu tô cansado de mendigar, tendo um pai tão amoroso! Aqueles que já recomeçaram, que já se levantaram onde caíram, mas estão sentindo suas esperanças morrerem, também podem recobrar suas forças, refazendo as suas esperanças. Como? O livro do Êxodo é perfeito para quem quer se levantar e para quem já se levantou do tombo do pecado, ele é ideal para os que desejam recomeçar e indispensável para quem já recomeçou a jornada com Deus. Afinal, o livro conta a história do resgate e da caminhada do povo a caminho de casa - é a história da peregrinação do povo de Deus do Egito à terra de Canaã. História inconclusa Você já observou que o livro de Êxodo tem um final sem conclusão? Observe Êx De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. A história é inconclusa! Por quê? Porque nós ainda não chegamos em casa. Sim, nós já saímos do Egito, pela graça de Deus em Jesus Cristo, nós já nos levantamos onde caímos, mas nós ainda somos peregrinos a caminho do lar. Moisés deixa isso muito claro para o leitor ao terminar o livro da forma como ele terminou. Você chega ao final da história, fecha o livro, dá um suspiro e conclui: É, a viagem ainda não terminou! Seguimos montanha acima, montanha a dentro, carentes da sabedoria da Palavra para seguir. -! - 3

4 O livro começa com um ponto de exclamação e termina com reticências. Lemos, no início da obra, sobre a dor, a opressão e o sabor amargo do sofrimento dos israelitas no Egito. Deus, então, levanta Moisés, prepara Moisés, envia Moisés e usa Moisés na libertação. Depois, já peregrino no deserto, o Senhor entrega as tábuas e a lei ao seu povo resgatado e agora adotado. Deus quer habitar com esse povo, por isso os instrui sobre a construção do tabernáculo. Nesse ínterim, aquela gente sedenta de Deus, mas impaciente e rebelde, constrói um bezerro de ouro. Deus se indigna e pune os líderes da rebelião. Os demais se arrependem e o Senhor prossegue com eles na viagem. Tudo por causa da perfeita mediação de Moisés (uma figura de Cristo). Conflito resolvido, o tabernáculo é construído exatamente como Deus planejou. É quando a glória do Senhor vem sobre o tabernáculo e habita entre o seu povo que continua peregrino a caminho de Canaã. A nuvem de glória A nuvem de glória sobre o tabernáculo, nos versículos finais do livro de Êxodo, ensina-nos sobre a peregrinação do povo de Deus. Há três observações que nós faremos e que servirão de lição tanto para quem quer se levantar onde caiu como para quem quer se reanimar na peregrinação. Há três coisas que jamais podemos nos esquecer. O povo peregrino de Deus precisa da presença de Deus, de perseverança e de propósito para seguir a jornada até o final - presença, perseverança e propósito. 1. A presença de Deus A presença de Deus é indispensável na jornada, assim como o sol é vital para a natureza. Por exemplo: sabe-se que a vitamina D é essencial ao organismo e que a carência dela pode causar, entre outros, doenças como: asma, artrite reumatoide, autismo, pressão alta, osteoporose, fraqueza muscular, depressão e até esquizofrenia. A vitamina D é conseguida por meio da dieta (leite, suco de laranja, salmão e óleo de fígado de bacalhau, entre outros) e da síntese da nossa pele a partir da exposição à luz solar. -! - 4

5 Parece que não, mas, assim como o sol, a presença de Deus é indispensável. Leia comigo mais uma vez o texto e observe os apontamentos que Moisés oferece (observe os verbos): Êx Então a nuvem cobriu a Tenda do Encontro, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. 35 Moisés não podia entrar na Tenda do Encontro, porque a nuvem estava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo. 36 Sempre que a nuvem se erguia sobre o tabernáculo os israelitas seguiam viagem; 37 mas se a nuvem não se erguia, eles não prosseguiam; só partiam no dia em que ela se erguia. 38 De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. Deus cobre, ele enche, ele conduz, ele protege, ele aconchega, ele cuida e muito mais. A vida teria outra dinâmica se não fosse pela presença de Deus. Não haveria colo, nem brilho, nem beleza, nem luz, nem calor, nem conteúdo, nem sabedoria sem Deus, aliás, não haveria vida e ponto. Antes da intervenção de Deus, ou seja: sem Deus lá no Egito, Israel vivia a mais terrível opressão e sofria a mais profunda angústia: Êx 1.14 Tornaram-lhes a vida amarga, impondo-lhes a árdua tarefa de preparar o barro e fazer tijolos, e executar todo tipo de trabalho agrícola; em tudo os egípcios os sujeitavam a cruel escravidão. Vida sem Deus não é vida. Vida sem Deus é sempre uma sequência de enfados mortais. Preste atenção, por exemplo, nos verbos que dão ação à vida sem Deus (Êx 1.14): amargar, impor, arder, exaurir, sujeitar e escravizar. Assim é a vida sem Deus - morte! A vida com a presença de Deus é diferente. As circunstâncias podem não ter uma profunda transformação (afinal, o povo continuava no deserto inconstante - frio à noite e calor de dia), mas o coração de quem tem Deus recebe a dinâmica da graça. Ouça, mais uma vez, os verbos de ação que caracterizam a presença de Deus (Êx ): cobrir, encher, conduzir, proteger, cuidar e aconchegar. -! - 5

6 Lembra-se do filho pródigo? Após suas escolhas erradas na vida, nada acontece de diferente nas circunstâncias, aliás, elas ficaram até piores do que antes, mas uma profunda transformação ocorreu no coração daquele jovem. Lc Caindo em si, ele disse: Quantos empregados de meu pai têm comida de sobra, e eu aqui, morrendo de fome! 18 Eu me porei a caminho e voltarei para meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e contra ti. 19 Não sou mais digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados. 20 A seguir, levantou-se e foi para seu pai. Estando ainda longe, seu pai o viu e, cheio de compaixão, correu para seu filho, e o abraçou e beijou. Quando a presença de Deus enche o nosso coração, quando a graça de Jesus nos cobre, quando o Espírito de Deus nos conduz nós somos totalmente transformados, de dentro para fora. O Pai continua o mesmo, a vida na casa do Pai continua a mesma, a vida fora da casa do Pai continua a mesma porcaria, mas o coração da gente se transforma. Começamos a ver o mundo pelo que ele realmente é sem a graça de Deus; passamos a reconhecer a generosidade de Deus; desenvolvemos gratidão e compaixão; confessamos pecados e buscamos mudança. A presença de Deus faz toda a diferença na vida da gente, e mais há outros fatores (agora sobre Deus) que precisam ser percebidos: Deus é transcendente (superior) Êx Então a nuvem cobriu a Tenda do Encontro, ( ) 36 Sempre que a nuvem se erguia sobre o tabernáculo os israelitas seguiam viagem; ( ) 38 De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. Deus é transcendente. Ele não é um de nós. Ele não é parte da criação. Ele é superior. Deus é imanente (presente) Êx ( ) e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. -! - 6

7 Apesar de superior, Deus se faz presente. Ele se faz caber dentro de um pequeno tabernáculo, simplesmente para dizer: Eu habito no meio de vós!. Deus é santo (puro) Êx Então a nuvem cobriu a Tenda do Encontro, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. 35 Moisés não podia entrar na Tenda do Encontro, porque a nuvem estava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo. Deus é presente, mas ele também é puro. Isso significa que ele não habita com o pecado. Para se chegar à presença de Deus, precisamos do sacrifício de Jesus (prefigurado no livro de Levítico que vem a seguir! Eis um dos motivos porque o livro de Êxodo está inconcluso ). Deus é soberano (autoridade) Êx Então a nuvem cobriu a Tenda do Encontro, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. 35 Moisés não podia entrar na Tenda do Encontro, porque a nuvem estava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo. 36 Sempre que a nuvem se erguia sobre o tabernáculo os israelitas seguiam viagem; 37 mas se a nuvem não se erguia, eles não prosseguiam; só partiam no dia em que ela se erguia. Ele vem quando ele quer e vai quando ele quer. Deus não é domesticável. Deus é gracioso (cuidado) Êx De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. Deus se agrada de cuidar do seu povo. Na caminhada pela vida, nós precisamos da presença de Deus: 1- o Deus que transcende a tudo e a todos, mas que habita conosco; 2- o Deus santo e puro, que não habita com o pecado, mas que proporcionou um caminho até ele (Cristo); 3- o Deus soberano que não se deixa manipular, não se deixa dobrar, tem vontade própria, mas que ao mesmo tempo cuida com graça e amor dos seus filhos. -! - 7

8 2. A perseverança do povo Além da presença de Deus, nós precisamos de perseverança. É importante notar que Deus toma a iniciativa, mas o povo responde com perseverança. Êx Sempre que a nuvem se erguia sobre o tabernáculo os israelitas seguiam viagem; 37 mas se a nuvem não se erguia, eles não prosseguiam; só partiam no dia em que ela se erguia. 38 De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. Perseverança prosseguindo e perseverança esperando. Ambas são necessárias e talvez a mais difícil seja a perseverança na espera. A Bíblia está repleta de exemplos que mostram que na caminhada com Deus há momentos para marchar e também há momentos para aquietar. No Êxodo mesmo, houve a hora de o povo marchar para cruzar o Mar Vermelho e houve o momento de eles esperarem Moisés descer do Sinai. Perseverança é fundamental na jornada com Deus. Paulo diz que a perseverança produz caráter e que o caráter produz esperança (Rm 5.4). Perseverança é resistência, caráter é maturidade e esperança é o forte sentimento de confiança. Lembra-se das provas de enduro? Pois bem, seja de moto, seja de bicicleta, seja a cavalo, o objetivo é resistir aos terrenos acidentados da prova e cruzar a linha de chegada. Perseverança, portanto, é resistência para cumprir a prova (atravessar o sofrimento - seja marchando, seja esperando). Quem resiste ao sofrimento, passa na prova. Amadurece. Aperfeiçoa o caráter. Por perceber crescimento, já aqui e agora, a pessoa resistente, aquela que persevera, começa a desfrutar de uma forte confiança no futuro que está nas mãos de Deus. Pois bem, sentimento algum brotará no coração sem que antes resistamos às provações, sem que antes perseveremos no Senhor. Esperança é fruto de caráter. Caráter é fruto de perseverança. Perseverança se exerce, resistência se adquire, nos terrenos acidentados do sofrimento. O povo de Deus precisa de perseverança. -! - 8

9 Dica para quem deseja perseverar: leia e ore. Leia a Palavra, leia boa literatura, leia biografias, leia a história e cresça na graça da perseverança com a ajuda do Espírito de Deus. Paulo diz assim: Rm Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedentes das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança. 5 O Deus que concede perseverança e ânimo dê-lhes um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, 6 para que com um só coração e uma só voz vocês glorifiquem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo. O povo de Deus precisa de perseverança (resistência) e só Deus pode conceder o tipo de perseverança e de ânimo que precisamos. Pare. Leia. Ore. 3. O propósito da missão Além da presença de Deus e de perseverança, o povo de Deus precisa compreender bem o propósito da sua missão. Êx Então a nuvem cobriu a Tenda do Encontro, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. Nossa missão é clara: portar e proclamar a glória de Deus, receber e repartir tudo o que Deus promete ser e promete conceder a nós na pessoa de Jesus Cristo. A glória de Deus que encheu o tabernáculo se manifestou plenamente a nós na pessoa de Jesus Cristo (Jo 1.14; 2Co 4.6; Hb 1.3). Hoje, quando recebemos a Cristo em nossos corações, esse Deus glorioso vem fazer morada em nós: Jo Se alguém me ama, obedecerá à minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos morada nele. Agora nós temos como propósito glorificar a Deus em nossas vidas: 1Co Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes foi dado por Deus, e que vocês não são de si mesmos? 20 Vocês foram comprados por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o seu próprio corpo. Deus não habita em templos feitos por mãos de homens, ele enche a vida e o coração daqueles que com fé buscam servir a Cristo. O -! - 9

10 propósito da nossa missão é portar e proclamar a glória de Deus. João, o evangelista, é perfeito ao sintetizar tudo isso: Jo Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. 12 Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, 13 os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus. 14 Aquele que é a Palavra tornouse carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade. 15 João dá testemunho dele Somos chamados a receber e a repartir a glória de Deus em Jesus Cristo. A história do Êxodo apontou para esse maravilhoso fato. A nuvem de glória Estamos longe de casa. Afinal Deixamos a casa do Pai. E no caminho, em meio ao sofrimento, fomos achados pelo Pai. Seguimos, agora, de volta para a casa do Pai. A diferença entre hoje e o texto de Êxodo é que a nuvem de glória não nos cobre. Agora ela nos habita. Na medida em que vamos prosseguindo, nós vamos repartindo da glória de Deus em Cristo ao mundo perdido que nos cerca. Receba a Jesus. Deixe Deus te encher de glória. Saia daqui espelhando essa glória. Sigamos rumo à casa do Pai Ele, pelo seu Espírito, será conosco em todas as nossas viagens! (Êx 40.38) Observe como Moisés conclui o livro de Êxodo: Êx De dia a nuvem do Senhor ficava sobre o tabernáculo, e de noite havia fogo na nuvem, à vista de toda a nação de Israel, em todas as suas viagens. A jornada continua e o Senhor vai com a gente! -! - 10

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37

MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 MOISÉS NO MONTE SINAI Lição 37 1 1. Objetivos: Ensinar que quando Moisés aproximou-se de Deus, os israelitas estavam com medo. Ensinar que hoje em dia, por causa de Jesus, podemos nos sentir perto de Deus

Leia mais

Um Lugar Secreto. Este material é parte integrante da Igreja Batista Gênesis

Um Lugar Secreto. Este material é parte integrante da Igreja Batista Gênesis Um Lugar Secreto Texto Base: Êxodo 33.7-11 Moisés costumava montar uma tenda do lado de fora do acampamento; ele a chamava de Tenda do Encontro. Quem quisesse consultar o Senhor, ia à tenda, fora do acampamento.

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

Efatá. Marcos 7:34 depois, erguendo os olhos ao céu, suspirou e disse: Efatá!, que quer dizer: Abre-te!

Efatá. Marcos 7:34 depois, erguendo os olhos ao céu, suspirou e disse: Efatá!, que quer dizer: Abre-te! Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Pr Joaquim Costa Junior 1 Efatá. Marcos 7:34 depois, erguendo os olhos ao céu, suspirou e disse: Efatá!, que quer dizer: Abre-te! Introdução: Efatá significa:

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

Recapitulando: quaresma. um tempo de olhar pra dentro e para o evangelho. um tempo de preparação para a Páscoa

Recapitulando: quaresma. um tempo de olhar pra dentro e para o evangelho. um tempo de preparação para a Páscoa Recapitulando: quaresma um tempo de preparação para a Páscoa um tempo de olhar pra dentro e para o evangelho Recapitulando: o caminho de Jerusalém Lc 9.51 Lc 19.41 perigos e distrações: esquecer o foco

Leia mais

A IDOLATRIA E O ESQUECIMENTO DE DEUS

A IDOLATRIA E O ESQUECIMENTO DE DEUS 1 A IDOLATRIA E O ESQUECIMENTO DE DEUS Êxodo 32.1-8 Tiago Abdalla T. Neto INTRODUÇÃO Você já parou para pensar o quanto somos idólatras? O quanto dependemos de outras coisas e colocamos nossa confiança

Leia mais

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL

ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ESTUDO 4 Palavra Viva RELEMBRANDO SANTIFICAÇÃO Nossos três grandes inimigos: O MUNDO A CARNE O D IABO 'Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque

Leia mais

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015

QUEM É JESUS. Paschoal Piragine Jr 1 31/08/2015 1 QUEM É JESUS Jo 1 26 Respondeu João: Eu batizo com água, mas entre vocês está alguém que vocês não conhecem. 27 Ele é aquele que vem depois de mim, e não sou digno de desamarrar as correias de suas sandálias

Leia mais

Acostumando-se com os Milagres

Acostumando-se com os Milagres Acostumando-se com os Milagres Ap. Ozenir Correia 1. VOCÊ NÃO PERCEBE O TAMANHO DO MILAGRE. Enxame de moscas Naquele dia, separarei a terra de Gósen, em que habita o meu povo, para que nela não haja enxames

Leia mais

Porque Deus mandou construir o tabernáculo?

Porque Deus mandou construir o tabernáculo? Aula 39 Área da Adoração Êxodo 19:5~6 Qual o significado de: vós me sereis reino sacerdotal? Significa que toda a nação, não parte, me sereis reino sacerdotal, povo santo, nação santa. Israel era uma nação

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007)

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Por favor, poderiam abrir em primeira aos Coríntios, a primeira

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!

No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! SÉRIE: QUEM É JESUS? Jesus é o Cordeiro de Deus Data: / 09 / 2010 - Semana 4. No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! 1 / 7 1)

Leia mais

DESPREZO PELA IGREJA PROJETO NEEMIAS 2 EFÉSIOS 3.20-21

DESPREZO PELA IGREJA PROJETO NEEMIAS 2 EFÉSIOS 3.20-21 CELEBRANDO A GRAÇA EFÉSIOS 3.20-21 20 Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, 21 a ele seja a glória na igreja e

Leia mais

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia, quero saudá-lo,

Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia, quero saudá-lo, Olá amigo estamos iniciando mais um programa da série Através da Bíblia, quero saudá-lo, desejando sobre você e toda a sua família as mais preciosas bênçãos do Senhor. É um 1 prazer estar mais uma vez

Leia mais

TEMPOS DE SOLIDÃO (3) DEUS PROVA AS MOTIVAÇÕES DO NOSSO CORAÇÃO Deuteronômio 8:1-3

TEMPOS DE SOLIDÃO (3) DEUS PROVA AS MOTIVAÇÕES DO NOSSO CORAÇÃO Deuteronômio 8:1-3 TEMPOS DE SOLIDÃO (3) DEUS PROVA AS MOTIVAÇÕES DO NOSSO CORAÇÃO Deuteronômio 8:1-3 Há um questionamento que devemos fazer como cristãos: Por que estou procurando andar com Jesus? O que eu questiono é sobre

Leia mais

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso

De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso Água do Espírito De Luiz Carlos Cardoso e Narda Inêz Cardoso EXISTE O DEUS PODEROSO QUE DESFAZ TODO LAÇO DO MAL QUEBRA A LANÇA E LIBERTA O CATIVO ELE MESMO ASSIM FARÁ JESUS RIO DE ÁGUAS LIMPAS QUE NASCE

Leia mais

fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus.

fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. ACESSO A DEUS Texto Base: Rm 5.2 =... pôr intermédio de quem obtivemos igualmente acesso, pela fé, a esta graça na qual estamos firmes; e gloriamo-nos na esperança da glória de Deus. Introdução: Ter acesso

Leia mais

Deus tem o melhor pra mim

Deus tem o melhor pra mim Deus tem o melhor pra mim Is 1:19 "Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o melhor da terra." Numa tradução mais original deste versículo, encontramos algo mais ou menos assim: Is 1:19 "Se vocês estiverem

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP Êxodo! DATA: 1445 a.c.; na caminhada pelo deserto do Sinai. NOME: No hebraico Shemot, nomes, e no grego Êxodo,

Leia mais

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus.

JÓ Lição 05. 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. JÓ Lição 05 1 1. Objetivos: Jô dependeu de Deus com fé; as dificuldades dele o deu força e o ajudou a ficar mais perto de Deus. 2. Lição Bíblica: Jô 1 a 42 (Base bíblica para a história e o professor)

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Para onde vou Senhor?

Para onde vou Senhor? Para onde vou Senhor? Ex 40:33-38 "Levantou também o pátio ao redor do tabernáculo e do altar e pendurou a coberta da porta do pátio. Assim, Moisés acabou a obra. Então a nuvem cobriu a tenda da congregação,

Leia mais

Lição 01 O propósito eterno de Deus

Lição 01 O propósito eterno de Deus Lição 01 O propósito eterno de Deus LEITURA BÍBLICA Romanos 8:28,29 Gênesis 1:27,28 Efésios 1:4,5 e 11 VERDADE CENTRAL Deus tem um propósito original e eterno para minha vida! OBJETIVO DA LIÇÃO Que eu

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

A CAMINHADA DO POVO DE DEUS. Ir. KatiaRejaneSassi

A CAMINHADA DO POVO DE DEUS. Ir. KatiaRejaneSassi A CAMINHADA DO POVO DE DEUS Ir. KatiaRejaneSassi Os desafios da travessia Aqueles que viveram a maravilhosa experiência de conseguir libertar-se da dominação egípcia sentem no deserto o desamparo total.

Leia mais

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz

O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz O CARTAZ Jesus é a Fonte da água viva Significado do Cartaz Completando a coleção do quadriênio junto com o término do Planejamento IELB 2014, temos as imagens menores que apontam para os cartazes anteriores.

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor!

TUDO POR AMOR. Tudo por amor, divinal, infinita graça, salvou a todos nós! Jesus cumpriu o plano de amor, seu sangue, seu sofrer Foi tudo por amor! TUDO POR AMOR A dor, o espinho vil, as lágrimas, o seu sofrer, o meu Senhor na cruz está. Não posso suportar! O que o fez se entregar, pagar o preço lá na cruz? Como um cordeiro foi morrer pra vir me resgatar!

Leia mais

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA

CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA CULTO DE ABERTURA DO SEMESTRE FACULDADES EST- 24/02/2013 2 º DOMINGO DE QUARESMA LITURGIA DE ENTRADA Assim nós invocamos a presença de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém. Hino: HPD II 330 Abraço de

Leia mais

DO CATIVEIRO NO EGITO À LIBERDADE EM CANAÃ

DO CATIVEIRO NO EGITO À LIBERDADE EM CANAÃ 1 DO CATIVEIRO NO EGITO À LIBERDADE EM CANAÃ Esse trajeto feito por Israel demonstra, simbolicamente, a nossa saída do egito (que representa o sistema do mundo que jaz em trevas, afastado de Deus) para

Leia mais

TEMPOS DE SOLIDÃO. Jó 23:8-11

TEMPOS DE SOLIDÃO. Jó 23:8-11 TEMPOS DE SOLIDÃO Jó 23:8-11 Na semana passada, eu falei muito sobre maldições, punições e castigos que Deus envia aos desobedientes e rebeldes. Falei sobre a disciplina Divina, cuja finalidade é o verdadeiro

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

Deus Faz. Novas todas as coisas!

Deus Faz. Novas todas as coisas! Deus Faz Novas todas as coisas! Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas an9gas já passaram; eis que surgiram coisas novas! (2Corín9os 5.17) Aquele que estava assentado no trono disse:

Leia mais

Jesus, o fundamentalismo e a graça. Lucas 15 Quinta- feira, 9 de Abril de 2015. Introdução: O contexto em que Jesus ensinou as três parábolas:

Jesus, o fundamentalismo e a graça. Lucas 15 Quinta- feira, 9 de Abril de 2015. Introdução: O contexto em que Jesus ensinou as três parábolas: 1 Jesus, o fundamentalismo e a graça. Lucas 15 Quinta- feira, 9 de Abril de 2015 Introdução: Temos em Lc 15 um conjunto de três parábolas Cada uma delas conta a mesma história, em palavras diferentes.

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

"Ajuntai tesouros no céu" - 5

Ajuntai tesouros no céu - 5 "Ajuntai tesouros no céu" - 5 Mt 6:19-21 Temos procurado entender melhor através das escrituras, o que Jesus desejou ensinar aos seus discípulos nesta sequência de palavras, e pra isso, estudamos algumas

Leia mais

O NOME DE JESUS A AUTORIDADE DE CRISTO

O NOME DE JESUS A AUTORIDADE DE CRISTO 1 O NOME DE JESUS A AUTORIDADE DE CRISTO Fp 2 9 Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, 10 para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na

Leia mais

1º. Pregação: Tema: Desde o pecado de Adão e Eva somos curados por Deus

1º. Pregação: Tema: Desde o pecado de Adão e Eva somos curados por Deus SEMINÁRIO DE VIDA NO ESPÍRITO Tema geral: Cura Interior Autor: Pe. Fernando PREGAÇÃO: Tema: Curados para Amar Senhor se queres podes me curar Mt. 8, 1-4 1º. Pregação: Tema: Desde o pecado de Adão e Eva

Leia mais

Alguém ora pedindo a bênção de Deus para este culto.

Alguém ora pedindo a bênção de Deus para este culto. ESCOLHA DOIS LEITORES. FAÇA CÓPIAS DO PROGRAMA PARA OS PRESENTES ACOMPANHAREM. AS MÚSICAS ESCOLHIDAS PODEM SER TOCADAS SUAVEMENTE ENQUANTO CADA TEXTO É LIDO. Alguém ora pedindo a bênção de Deus para este

Leia mais

13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278

13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278 13. O DEUS QUE NOS COMPLETA Páginas 272-278 ENCONTRO: Se você pudesse levar um amigo para morar com você, quem seria? EXALTAÇÃO: Leia Efésios 4.1-15. Peça que compartilhem em que o Gf tem ajudado a cada

Leia mais

Batismo do Senhor. Homilia comentada para a Família Salesiana. Mc 1,7-11

Batismo do Senhor. Homilia comentada para a Família Salesiana. Mc 1,7-11 Batismo do Senhor Homilia comentada para a Família Salesiana P. J. Rocha Monteiro, sdb Mc 1,7-11 1. Introdução. Cenário. O tema do Batismo do Senhor poderia ser definido como construir uma igreja para

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17)

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) Tivemos esta manhã a alegria de testemunhar vários baptismos bíblicos. Existem outras coisas e outras cerimónias às quais se dá o nome de baptismo. Existe até uma seita,

Leia mais

Adoração: a satisfação da semelhança

Adoração: a satisfação da semelhança Disciples of Christ Church Ministério vida com vida Pr. Joaquim Costa Jr. 1 Adoração: a satisfação da semelhança Salmos 17:15 Quanto a mim, em retidão contemplarei a tua face; eu me satisfarei com a tua

Leia mais

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado.

Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. 1 Mosaicos #2 Um Novo e superior Testamento Hb 1:1-3 Introdução: Se desejamos compreender o hoje, muitas vezes precisaremos percorrer o passado. Neste sentido a Carta aos Hebreus é uma releitura da lei,

Leia mais

28 Ele se indignou e não queria entrar; saindo, porém, o pai, procurava conciliá-lo. 29 Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo sem

28 Ele se indignou e não queria entrar; saindo, porém, o pai, procurava conciliá-lo. 29 Mas ele respondeu a seu pai: Há tantos anos que te sirvo sem QUAL NOSSO VALOR PARA DEUS? (Lc.15:11-32) 11 Continuou: Certo homem tinha dois filhos; 12 o mais moço deles disse ao pai: Pai, dáme a parte dos bens que me cabe. E ele lhes repartiu os haveres. 13 Passados

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

Etapas da maturidade de Eliseu

Etapas da maturidade de Eliseu Etapas da maturidade de Eliseu TEXTO BÍBLICO BÁSICO 2 Reis 2.5-11 5 - Então os filhos dos profetas que estavam em Jericó se chegaram a Eliseu, e lhe disseram: Sabes que o SENHOR hoje tomará o teu senhor

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

Lição 7 UM TEMPO A SÓS COM DEUS

Lição 7 UM TEMPO A SÓS COM DEUS Lição 7 UM TEMPO A SÓS COM DEUS Para que haja intimidade é preciso haver relacionamento. Se você deseja conhecer mais de Deus e ter intimidade com Ele, então você precisa se relacionar mais tempo com Ele.

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

A Aliança de Yahweh com Abraão

A Aliança de Yahweh com Abraão A Aliança de Yahweh com Abraão Ora, disse o Senhor a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela, e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, te abençoarei, e te engrandecerei o nome.

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

O PROFETA ELISEU Lição 64. 1. Objetivos: Ensinar que mesmo quando a vida é difícil que nunca devemos perder nossa esperança se estamos em Cristo.

O PROFETA ELISEU Lição 64. 1. Objetivos: Ensinar que mesmo quando a vida é difícil que nunca devemos perder nossa esperança se estamos em Cristo. O PROFETA ELISEU Lição 64 1 1. Objetivos: Ensinar que mesmo quando a vida é difícil que nunca devemos perder nossa esperança se estamos em Cristo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 2, 4, 5 (Base bíblica para a

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução Festa do Perdão Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste Cristo Jesus, tu me chamaste Eu te respondo: estou aqui! Tu me chamaste pelo meu nome Eu te respondo: estou aqui! Quero subir à montanha,

Leia mais

sumário 1. rumo ao SINAI... 3 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62

sumário 1. rumo ao SINAI... 3 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62 sumário 1. rumo ao SINAI... 3 2. os mandamentos... 14 3. rebelião no deserto... 31 4. o deserto ouve... 46 5. jericó... 62 6. israel avança... 78 7. o cântico de débora... 95 8. gideão, o guerreiro...

Leia mais

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA

CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA CRISTO EM TI A MANIFESTAÇÃO DA GLÓRIA INTRODUÇÃO Irmãos! A bíblia nos ensina que Deus nos chama a realizar, a ser, a conhecer e a alcançar muitas coisas, tais como, realizar a obra de Deus, a ser santos,

Leia mais

Curso Bíblico. Discipulado de Integração. Discipulado de Integração

Curso Bíblico. Discipulado de Integração. Discipulado de Integração Curso Bíblico Discipulado de Integração Curso Bíblico Gratuito Para Novos Discípulos de Jesus Cristo Quando aceitamos o evangelho, cremos em Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor, temos o nascimento

Leia mais

XVIII DOMINGO DO TEMPO COMUM. «Eu sou o pão da vida: quem vem a Mim nunca mais terá fome, quem acredita em Mim nunca mais terá sede».

XVIII DOMINGO DO TEMPO COMUM. «Eu sou o pão da vida: quem vem a Mim nunca mais terá fome, quem acredita em Mim nunca mais terá sede». XVIII DOMINGO DO TEMPO COMUM «Eu sou o pão da vida: quem vem a Mim nunca mais terá fome, quem acredita em Mim nunca mais terá sede». Perdão, Senhor. «Eu farei que chova para vós pão do céu.» Leitura do

Leia mais

Moisés Bezerril OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO NO PERÍODO MOSAICO. Artigos Digitais. Os uritanos

Moisés Bezerril OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO NO PERÍODO MOSAICO. Artigos Digitais. Os uritanos Moisés Bezerril OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO NO PERÍODO MOSAICO Artigos Digitais Os uritanos Os Cinco Pontos do Calvinismo no Período Mosaico 2012, Editora os Puritanos/Clire 1ª Edição em Português dezembro

Leia mais

E CONHECEREIS A VERDADE, E A VERDADE VOS LIBERTARÁ

E CONHECEREIS A VERDADE, E A VERDADE VOS LIBERTARÁ ADIVINHOS: O que a Bíblia diz sobre eles? Lv 19. 31; Dt 18. 10; Is 8. 19-20; At 16.16-19 CASAMENTO: Posso casar com uma pessoa desigual na fé? II Co 6. 14 18 CARNE DE PORCO: È proibido comer ou não? Col

Leia mais

1. A Luta interna - SEUS SENTIMENTOS (Sl 13:1, 2) ARA Sl 13:1 Até quando, SENHOR? Esquecer-te-ás de mim para sempre? Até quando

1. A Luta interna - SEUS SENTIMENTOS (Sl 13:1, 2) ARA Sl 13:1 Até quando, SENHOR? Esquecer-te-ás de mim para sempre? Até quando SALMO 13:1-6 Até Quando? Pregação na IBR 28/12/14 Sl 13:1-6 Ao mestre de canto. Salmo de Davi Até quando, SENHOR? Esquecer-te-ás de mim para sempre? Até quando ocultarás de mim o rosto? 2 Até quando estarei

Leia mais

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus

A Identidade da Igreja do Senhor Jesus A Identidade da Igreja do Senhor Jesus Atos 20:19-27 (Ap. Paulo) Fiz o meu trabalho como Servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos

Leia mais

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ

A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ A BELA HISTORIA DE JESUS DE NAZARÉ http://cachorritosdelsenor.blogspot.com/ A páscoa Volume 29 Escola: Nome : Professor (a): Data : / / 11 Ola Filhotes, vocês sabem o que é páscoa e quando ela começou?

Leia mais

VIGÍLIA DE LOUVOR JOVEM

VIGÍLIA DE LOUVOR JOVEM VIGÍLIA DE LOUVOR JOVEM Se espera de uma v i g í l i a jo v e m um bom planejamento, divulgação, objetivo e um tema definido acertando em cheio o objetivo proposto no planejamento da vigília. Em uma vigília

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

A Diferença entre DEUS e seu FILHO

A Diferença entre DEUS e seu FILHO A Diferença entre DEUS e seu FILHO João 4.22 Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mateus 15.9 Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos

Leia mais

Poesia. Palavras de Jesus

Poesia. Palavras de Jesus Poesia nas Palavras de Jesus (Ver. Preto & Branco) ( Ricardo Drummond de Melo Rio de Janeiro Primeira Edição 2012 PerSe Poesia nas Palavras de Jesus Ricardo Drummond de Melo 1ª Edição - 2012 Editora PerSe

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

No coração de todos jaz gravado o senso da divindade

No coração de todos jaz gravado o senso da divindade O ROSTO DE MOISÉS Êxodo 34 Lições sobre a piedade do povo de Deus Êxodo 34.29-35 29 Ao descer do monte Sinai com as duas tábuas da aliança nas mãos, Moisés não sabia que o seu rosto resplandecia por ter

Leia mais

LIÇÃO 2 Esteja Preparado

LIÇÃO 2 Esteja Preparado LIÇÃO 2 Esteja Preparado Lembra-se do dia em que começou a aprender a ler? Foi muito difícil, não foi? No princípio não sabemos nada sobre leitura. Depois ensinaramlhe a ler as primeiras letras do alfabeto.

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos

NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER. Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos NOVENA A SÃO PEREGRINO: PROTETOR DOS DOENTES DE CÂNCER Comentarista: Quem foi São Peregrino? São Peregrino, foi um frade da Ordem dos Servos de Maria e ficou conhecido como o protetor contra o câncer.

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE

VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE VIVER ALÉM DA RELIGIOSIDADE É Preciso saber Viver Interpretando A vida na perspectiva da Espiritualidade Cristã Quem espera que a vida seja feita de ilusão Pode até ficar maluco ou morrer na solidão É

Leia mais

Fome. Por Gary Hargrave A PALAVRA VIVA PUBLICAÇÕES

Fome. Por Gary Hargrave A PALAVRA VIVA PUBLICAÇÕES Fome Por Gary Hargrave A PALAVRA VIVA PUBLICAÇÕES Copyright 2006 The Living Word. Tradução para o Português Copyright 2010, The Living Word, associação sem fins lucrativos com sede na Califórnia, EUA.

Leia mais

! O CÓDIGO DE SANTIDADE

! O CÓDIGO DE SANTIDADE UMA VIDA QUE HONRA A DEUS Levítico 17 Lv 17.11 Pois a vida da carne está no sangue, e eu o dei a vocês para fazerem O CÓDIGO DE SANTIDADE Levítico 17 está estrategicamente localizado na abertura da segunda

Leia mais

"porque sem mim nada podereis fazer". (João 15:5b)

porque sem mim nada podereis fazer. (João 15:5b) Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Pr Joaquim Costa Junior 1 "porque sem mim nada podereis fazer". (João 15:5b) Introdução: Deus deseja que seu povo viva juntamente com Cristo nos lugares

Leia mais

Grandes coisas fez o Senhor!

Grandes coisas fez o Senhor! Grandes coisas fez o Senhor! Sl 126:3 "Grandes coisas fez o Senhor por nós, e, por isso, estamos alegres." Este Salmo é um cântico cheio de alegria que se refere ao retorno do povo judeu do cativeiro babilônico,

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966.

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Azusa Revista de Estudos Pentecostais 1 STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Josias Novak 1 1 A promessa do Espírito Em sua exposição Stott afirma que a

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

6ª Aula A Vontade de Deus

6ª Aula A Vontade de Deus 6ª Aula A Vontade de Deus Objetivo do curso: Ajudar cada cristão a orar mais! Ajudar cada cristão a entender que a oração é o meio pelo qual Deus é CONVIDADO a fazer parte de nossas vidas (não há outra

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

Pão e vinho: páscoa com sabor divino! O sabor da obediência.

Pão e vinho: páscoa com sabor divino! O sabor da obediência. Introdução: muitos diálogos na Bíblia nos chamam a atenção. Principalmente, os que envolvem Jesus. Eles invariavelmente, nos ensinam lições, fazem exortações, nos alertam contra perigos, e até nos permitem

Leia mais

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da

A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da O Pentateuco A Palavra PENTATEUCO vem do grego e significa cinco livros. São os cinco primeiros livros da Bíblia. Esses livros falam da formação do mundo, da humanidade, do povo escolhido. As histórias

Leia mais

Capítulo Vinte e Cinco (Chapter Twenty-Five) A Disciplina do Senhor (God s Discipline)

Capítulo Vinte e Cinco (Chapter Twenty-Five) A Disciplina do Senhor (God s Discipline) Capítulo Vinte e Cinco (Chapter Twenty-Five) A Disciplina do Senhor (God s Discipline) Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimem.

Leia mais