NORMAS PARA UM TRANSPORTE SEGURO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMAS PARA UM TRANSPORTE SEGURO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS"

Transcrição

1 ESTAS NORMAS SÃO DESTINADAS A COMPLEMENTAR AS EXIGÊNCIAS DE QUALQUER LEI E REGULAMENTO LOCAL E NACIONAL, BEM COMO O CÓDIGO INTERNACIONAL DE CONDUTA DA FAO SOBRE DISTRIBUÇÃO E UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS. A INFORMAÇÃO CONTIDA NESTE MANUAL REVELA O CONHECIMENTO DETIDO PELA FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE PROTECÇÃO DAS PLANTAS (GCPF), NO ENTANTO NÃO SE PODE ACEITAR QUALQUER RESPONSABILIDADE NO QUE RESPEITA À UTILIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO NEM DE QUALQUER CONSELHO DADO.

2 NORMAS PARA UM TRANSPORTE SEGURO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS 1

3 ÍNDICE 1 Organização 2 Considerações Gerais 3 Transporte por estrada Considerações Adicionais 4 Carregamento e Expedição 5 Procedimentos de emergência 6 Apêndices 2

4 INTRODUÇÃO As orientações contidas neste Manual incidem sobre o transporte de produtos fitofarmacêuticos, em quantidades que variam desde grandes carregamentos efectuados entre fabricas, até pequenas embalagens distribuídas aos agricultores. As condições exigidas para um transporte seguro dos produtos fitofarmacêuticos são praticamente as mesmas que para muitos outros produtos químicos. As orientações fornecidas, irão ajudar a garantir que os produtos fitofarmacêuticos são transportados em segurança. Os princípios básicos de segurança são aplicáveis a todos os tipos de transporte. No entanto, o transporte por estrada e geralmente o mais utilizado para a distribuição de produtos fitofarmacêuticos, e é também aquele em que é mais provável a ocorrência de acidentes. Consequentemente, este manual incide predominantemente sobre o transporte por estrada. E importante considerar que o destino final dos produtos fitofarmacêuticos é bastante diverso e que por vezes o transporte tem de ser efectuado entre grandes distâncias, longe de qualquer ajuda imediata. Neste âmbito, é necessário dar particular destaque à necessidade de uma boa formação/instrução ao nível dos condutores. Estas orientações são principalmente direccionadas para os gestores de armazéns, responsáveis pela expedição e gestores de transporte das empresas. No entanto, todas as pessoas intervenientes no processo devem ter a preocupação de fazer cumprir as regras. Estas boas práticas complementam as regulamentações definidas pelas autoridades nacionais e internacionais sobre as condições de transporte e, incluem diversas regras, entre as quais se destacam o acondicionamento de produtos nas respectivas embalagens, a etiquetagem, a sua correcta expedição, os cuidados no carregamento e no descarregamento, os requisites a preencher pelo material de transporte, e a adequada sinalização dos veículos, sem esquecer a formação dos condutores, considerada de grande importância. 3

5 ORGANIZAÇÃO A prática de um transporte seguro depende de uma gestão adequada e organizada. Enquanto que a supervisão de determinadas partes do processo podem ser delegadas, a pessoa responsável pela Gestão de todo o processo de transporte precisa de ter conhecimento e controlo de todas as actividades. Alem disso, as responsabilidades de cada um devem ser compreendidas por todas as pessoas relacionadas com o transporte. Em qualquer operação de transporte existem duas funções principais: A preparação e carregamento das mercadorias e os veículos que as irão transportar; A parte das actividades associadas ao transporte que devem ser supervisionadas directamente pelo responsável de armazém ou operador de transportes, sendo que, para cada item ambos tem uma função especifica. Por exemplo, o fornecedor é normalmente quem providencia a equipa de carregamento e sendo directamente responsável pela carga garante a autorização do carregamento. Ao mesmo tempo, o transportador deve certificar-se de que a carga que transporta esta convenientemente acondicionada. 4

6 5

7 CONSIDERAÇÕES GERAIS Embalagem Símbolos e Etiquetas Considerações Climáticas Métodos de carregamento e equipamento 6

8 CONSIDERAÇÕES GERAIS Embalagem Deve-se ter atenção à qualidade das embalagens, quando as cargas são transportadas a longas distancias, em estradas cujo grau de conservação é mau. Um deficiente ou inadequado embalamento pode provocar um derrame acidental do produto durante o seu transporte, e apresentar riscos de segurança. Em todas as embalagens deve haver uma identificação da actuação e das normas, capazes de contrariar as condições normais de transporte e proporcionar o desejável grau de segurança. Símbolos e Etiquetas Respeitar as Leis e Regulamentações Os símbolos nas etiquetas das embalagens e nas unidades de transporte de mercadorias perigosas, são regulamentados por estatutos e por códigos de segurança internacionais. O objectivo é garantir que os potenciais riscos sejam comunicados a todos os que manuseiam as mercadorias no percurso de distribuição. No locais onde não existem tais regulamentações, recomenda-se que os símbolos e etiquetas estejam conforme as recomendações das Nações Unidas sobre o assunto. 6.1 Matérias Tóxicas 3 Matérias Líquidas Inflamáveis Exemplos de símbolos de risco recomendados pelas Nações Unidas, a maioria normalmente utilizados em produtos fitofarmacêuticos - Anexo 2. 7

9 Considerações Climáticas Em condições climáticas amenas, os produtos fitofarmacêuticos são estáveis. Contudo, se forem submetidos a climas com extremos níveis de temperaturas ou humidade, durante o seu armazenamento ou transporte, pode ocorrer a decomposição de alguns produtos e a estabilidade das embalagens pode ser fortemente afectada. Qualquer destas situações poderá resultar em problemas durante o transporte. Mantenha as embalagens secas durante o carregamento e transporte De um modo geral, os produtos fitofarmacêuticos deviam ser armazenados e transportados em locais cobertos de forma a estarem protegidos de: Chuva, Luz directa do sol (particularmente importante em países com climas quentes). Mesmo quando os produtos são transportados em unidades fechadas, tais como contentores, a água pode ser um contratempo. Por exemplo, se forem utilizadas embalagens molhadas ou materiais húmidos, como material para amortecer e proteger a carga, isso pode dar origem a um aumento de condensação na unidade de transporte e danificar a carga. Como evitar estragos provocados pela condensação: Utilizar apenas unidades de transporte cujo interior é seco; As embalagens, incluindo paletes, devem ser secas antes de serem carregadas; Utilizar apenas materiais secos para amortecer e proteger a carga. Métodos de Carregamento e Equipamento 8

10 O Equipamento de carregamento tal como uma plataforma deve ser adequadamente seleccionada Deve existir a preocupação de assegurar o correcto manuseamento das embalagens (carga) durante o carregamento e descarregamento. De um modo geral, recomenda-se a utilização de um meio mecânico adequado à manipulação da carga, reduzindo assim o risco de prejuízo. A utilização de um equipamento inadequado com deficiente manipulação técnica pode danificar seriamente a embalagem e aumentar o risco de derramamento. Deve ser utilizado apenas equipamento previamente aprovado pelo gestor de armazém. Os trabalhadores encarregados de efectuar o carregamento e descarregamento da carga devem ser devidamente treinados na utilização do equipamento. As ferramentas ou instrumentos que podem danificar as embalagens, não devem ser utilizadas. As paletes não devem ter pregos ou parafusos salientes. 9

11 Ao introduzir num veiculo um contentor com um monta cargas, é necessário garantir que o piso tem capacidade para suportar o peso do monta cargas carregado. descarregar grandes tambores ou outras embalagens pesadas empurrando-os pela parte traseira de um camião, evitando que eles sejam largados de forma descontrolada no chão. Se o meio mecânico para manipulação da carga não estiver disponível, o descarregamento deve ser correctamente controlado evitando assim possíveis prejuízos. empurrar tambores pela parte traseira de uma camioneta directamente para o chão As embalagens pesadas devem ser cuidadosamente controladas durante o descarregamento TRANSPORTE POR ESTRADA CONSIDERAÇÕES ADICIONAIS 10

12 Selecção do transportador Selecção e treino do condutor Equipamento de segurança e roupa protectora Planeamento do Itinerário Instruções para os condutores 11

13 TRANSPORTE POR ESTRADA - CONSIDERAÇÕES ADICIONAIS Este capítulo destina-se principalmente aos operadores comerciais de transporte e aos fornecedores que distribuam quantidades significativas de produtos fitofarmacêuticos. No entanto, todos aqueles que transportem produtos fitofarmacêuticos por estrada, deviam familiarizar-se com o seu conteúdo, e se possível seguir as recomendações. Como por exemplo, não deixar produtos fitofarmacêuticos num veiculo que não esteja fechado ou vigiado. Isto aplica-se igualmente quer para um agricultor que recolhe algumas embalagens para sua própria utilização, quer para um transportador que entrega um carregamento completo. Selecção do Transportador Se os produtos não forem distribuídos nos veículos do próprio fornecedor, há que verificar com cuidado se o transportador escolhido é adequado e competente para manusear mercadorias perigosas. A verificação deve incluir uma inspecção às instalações do transportador e aos seus procedimentos para garantir que as normas necessárias são cumpridas; Por exemplo: Inspeccionar as instalações das empresas transportadoras de forma a garantir a sua qualidade O "design" e construção dos veículos deve ser adequado às cargas que irão transportar. 12

14 A manutenção deve ser efectuada regularmente, ser eficaz e basear-se nos princípios de uma inspecção sistemática e exaustiva. Os produtos fitofarmacêuticos devem ser transportados em veículos equipados com uma cabine ou compartimento separado para o condutor. Isto evita que o condutor seja afectado por eventuais fumes, vapores ou poeiras. Utilizar apenas veículos equipados com cabine e compartimento de carga separados 13

15 Selecção e Treino do Condutor Selecção A selecção de condutores que irão transportar mercadorias perigosas, requer especial atenção, em relação a: Uma atitude responsável perante a segurança das estradas; Conhecimento das normas medicas; Boa capacidade de condução; Capacidade para avaliar situações potencialmente perigosas e tomar as devidas precauções. Treino Os condutores devem receber formação adequada sobre os seguintes aspectos: Regulamentações Procedimentos de operação; Produtos (propriedades e perigos) Separação da carga Segurança da carga Lidar com derrames Primeiros socorros Utilização de equipamento de segurança e roupa protectora Luta contra incêndios Técnicas de condução segura Procedimentos de emergência Os condutores devem receber treino adequado 14

16 Habilitações Os condutores dos veículos com peso bruto superior a 3500Kg tem de estar habilitados com carta ADR. Equipamento de Segurança e Roupa Protectora Devem ser efectuadas verificações regulares aos veículos para assegurar que os mesmos estão equipados com os itens abaixo definidos e que são mantidos em boas condições: Os veículos devem estar equipados com um extintor, roupa protectora, estojo de primeiros socorros e equipamento de limpeza Extintores Os extintores devem ter capacidade suficiente para combater um incêndio em início. Para veículos ate 3500Kg, é necessário um extintor de 2 Kg colocado no interior da cabine, para combater um incêndio de origem eléctrica, mais um extintor de 2 Kg colocado no exterior da cabine para combater um incêndio no exterior do veiculo. Para veículos com peso bruto superior a 35(X)Kg, este extintor é substituido por uma unidade de 6Kg. Estojo de Primeiros Socorros O estojo de primeiros socorros, que inclui um frasco de colírio para lavar os olhos, deve ser guardado na cabine do condutor, em local de fácil acesso. Roupa Protectora A roupa protectora destinada ao uso dos condutores no caso de haver necessidade de manusear embalagens danificadas ou derramamentos, deve incluir: Luvas de borracha; 15

17 Protecção ocular; Avental de borracha ou de plástico; Botas de borracha. Equipamento de Limpeza É necessário haver uma pequena quantidade de material absorvente, por exemplo, um saco com pedra pomes Juntamente com uma pá, uma escova e sacos de plástico grosso, para limpar pequenos derrames. Planeamento de Itinerário O itinerário dos veículos deve ser planeado antecipadamente, especialmente quando são transportadas grandes quantidades de mercadorias perigosas. Seleccionar estradas que evitem problemas e ofereçam boas condições de condução, ainda que seja necessário prolongar a distância. Na definição do itinerário é necessário seleccionar as estradas que ofereçam menor perigo. Alguns princípios gerais a adoptar são: Organizar os planos de horário de modo a que não se excedam os limites seguros de velocidade nem as horas de condução do condutor; Seleccionar as estradas que ofereçam boas condições de condução; Na escolha de estradas alternativas, escolher aquelas que evitem potenciais problemas; Evitar túneis ou pontes que restrinjam a deslocação de mercadorias perigosas. Instruções para os Condutores 16

18 Instruções Gerais Estacionamento e Vigilância: Os condutores devem ter conhecimento de que o estacionamento de veículos que transportam produtos fitofarmacêuticos deve ser efectuado num local seguro, devidamente fechado e mantido sob vigilância. Os veículos sem vigilância são uma atracção para crianças curiosas e pessoas não autorizadas. Os condutores devem ter informação detalhada sobre os possíveis locais de estacionamento durante a noite. Nunca abandonar veículos que não estejam trancados ou supervisionados Procedimentos: Para além de serem treinados para lidar com emergências, os condutores devem também ter instruções sobre os procedimentos adequados a ter, no caso de acidente: (I) Acidentes de natureza geral, sem quaisquer fugas ou derramamentos de produto; (II) Acidentes que envolvam fuga ou derramamento de produto; (III) Acidentes que causem incêndios; (IV) Contacto telefónico do expedidor para receber conselhos especializados quer durante as horas normais de trabalho, quer fora delas. Nota: Mais informação é dada na Secção 5. Informação sobre o produto Aos condutores deve sempre ser fornecido um inventario detalhado do material carregado e informação sobre a natureza da mercadoria que transportam. 17

19 Os condutores devem receber instruções por escrito para lidar com situações de emergência Instruções por Escrito Os condutores de veículos que transportam mercadorias perigosas devem receber instruções por escrito (ex.: Ficha de Segurança de Transporte) concedendo informação de emergência que, no caso de um acidente, permita identificar o seguinte: Produtos transportados; A natureza dos perigos; As precauções a ter, e acções necessárias no caso de emergência; O fornecedor, incluindo seu endereço e um numero de telefone. Dado a que o condutor pode ficar incapacitado, devido a um acidente ou doença: A ficha de segurança deve ser guardada na cabine do condutor do veiculo, em local facilmente visível e prontamente acessível. No veiculo deve existir apenas informação sobre os produtos transportados. Documentos e informação relacionada com carregamentos anteriores deve ser retirada do veiculo. 18

20 CARREGAMENTO E EXPEDIÇÃO Inspecções de Pré-carregamento Unidades de transporte Arrumação e segurança de carga Lista de verificação da expedição Inspecção do descarregamento 19

21 CARREGAMENTO E EXPEDIÇÃO Inspecções de Pré-carregamento Embalagens Antes do inicio do carregamento, todas as embalagens devem ser devidamente inspeccionadas de forma a garantir que se encontram em boas condições para serem transportadas. Esta inspecção inclui a verificação dos símbolos e etiquetas bem como as condições gerais de embalamento - deve ser dada particular atenção a mercadorias que estiveram armazenadas durante algum tempo. Os principais pontos a observar são: Embalagens que se encontram danificadas, seriamente corroídas ou que mostrem evidencia de haver fugas, nunca devem ser carregadas; Nunca permitir que embalagens danificadas sejam carregadas Embalagens contendo mercadorias classificadas como "Perigosas" devem estar devidamente identificadas com as etiquetas de perigo; Qualquer embalagem estragada durante o carregamento deve ser substituída; Os produtos fitofarmacêuticos devem ser transportados em embalagens devidamente assinaladas. utilize etiquetas ilegíveis ou em más condições; As etiquetas devem ser posicionadas na embalagem de modo a que possam ser facilmente vistas durante o seu armazenamento e transporte; As paletes devem estar isentas de estragos ou outros sinais de fraqueza. 20

22 Unidades de Transporte Antes de qualquer unidade de transporte (camião, vagão, contentor, etc.) ser carregada, deve ser cuidadosamente examinada e rejeitada se for considerada em más condições. Os principais pontos a considerar são: A condição geral da estrutura tem que ser sólida, sem danos ou defeitos, tais como pneus ou luzes danificadas, que são prováveis de afectar a segurança; As coberturas exteriores e pisos não devem conter buracos/fendas e de preferencia serem impermeáveis; As portas devem funcionar bem e os dispositivos de fecho devem estar em boas condições; As etiquetas antigas (aviso de perigo) referentes a anteriores carregamentos devem ser retiradas para que não hajam mal entendidos. Veículos em más condições, que apresentem riscos de segurança não devem ser carregados O espaço para carregamento deve ser limpo, seco e sem parafusos, pregos, e outros objectos salientes, que possam perfurar as embalagens; Martelar os pregos e estilhaços antes do carregamento No caso da unidade de transporte ser utilizada para o transporte de alimentos, deve ser imediatamente rejeitada; 21

23 Se existir evidência de que a unidade é regularmente utilizada para o transporte de alimentos, esta deve ser rejeitada Deve-se ter atenção ao peso aprovado por eixo e ao maior peso permitido na unidade de transporte carregada. Arrumação e Segurança de Carga No planeamento da arrumação e segurança da carga é importante ter em conta as forças que podem actuar sobre a mercadoria durante as várias fases do trajecto (ex.: as forças impostas por aceleração e travagem de veículos, vagons do comboio ou o movimento dos navios no mar). Todas estas forças originam fortes tensões que podem causar graves prejuízos, a menos que o carregamento esteja bem seguro. O carregamento deve ser planeado tendo em conta os seguintes pontos: O peso deve ser distribuído de maneira uniforme; se devem colocar mercadorias pesadas em cima de outras mais leves; se devem carregar líquidos sobre mercadorias secas. Contudo, é necessário ter em conta a resistência e peso da respectiva carga; Quando se tem de transportar duas camadas de produtos diferentes em embalagem idênticas, o menos perigoso devera ser colocado por cima; 22

24 Distribua o peso de forma uniforme carregar tambores em cima de caixas de cartão ou outras embalagens leves Embalagens, particularmente sacos ou outros materiais, que se podem danificar facilmente devem ser protegidas de cantos salientes e pontiagudos, mediante o uso de material amortecedor apropriado; 23

25 Quando a carga consiste de embalagens instáveis ou de embalagens de vários tipos, devem utilizar-se pranchas de madeira, cartão duro ou outro material adequado entre as camadas, permitindo a estabilidade das pilhas; As instruções especiais indicadas nas embalagens devem ser cumpridas na Integra. Por exemplo, mercadorias marcadas com "este lado para cima" ou com uma altura máxima de empilhamento; Todas as embalagens que contenham líquidos devem ser carregadas com as tampas para cima; Mercadorias que podem causar danos através de manchas ou odores não devem ser carregadas no mesmo contentor que as mercadorias susceptíveis de sofrerem os danos; 0 carregamento total deve estar firme e seguro de forma a prevenir o seu movimento durante o trajecto. Segurar a carga de forma a evitar o seu movimento durante o transporte No caso de unidades de transporte fechadas: As embalagens próximo das portas devem estar seguras de forma a prevenir a sua queda quando as portas forem abertas As mercadorias consideradas perigosas que constituam somente parte da carga, devem ser arrumadas próximo da porta, facilitando o acesso. 24

26 Segurar as embalagens próximo das portas de forma a evitar a sua queda Separação de Carga Os produtos fitofarmacêuticos devem ser transportados separadamente de outras mercadorias. Quando o carregamento misto for inevitável, o risco de contaminação de outras mercadorias deve ser minimizado através de uma separação eficaz na unidade de transporte. Quando o carregamento misto for inevitável, pode ser utilizada uma caixa para segregar e segurar pequenas quantidades de produtos fitofarmacêuticos 25

27 Os produtos fitofarmacêuticos nunca devem ser transportados em conjunto com produtos alimentares, rações para animais ou outros produtos destinados ao consumo ou utilização humana (ex.: produtos farmacêuticos, tabaco ou roupa). Os produtos fitofarmacêuticos nunca devem ser transportados no mesmo espaço de carga de alimentos transportar produtos fitofarmacêuticos juntamente com passageiros ou animais. Caso o transporte conjunto seja inevitável, os produtos fitofarmacêuticos deverão estar devidamente separados dos passageiros ou animais. 26

28 Mantenha os produtos fitofarmacêuticos separados de passageiros e animais Os produtos que são incompatíveis (ex.: agentes oxidantes e substâncias inflamáveis), não devem ser transportados na mesma unidade de transporte, a não ser que possam ser separados de forma a que não exista contacto possível. O transporte dos produtos fitofarmacêuticos em veículos tais como carros ou furgonetas não é recomendável. Contudo, se for necessário transportar pequenas quantidades de produtos neste tipo de veículos, é essencial que eles estejam adequadamente separados e convenientemente seguros, utilizando por exemplo uma caixa. É necessário que o veículo se mantenha bem ventilado. Lista de Verificação da Expedição A experiência prática, adquirida ao longo dos anos, tem demonstrado que uma lista de verificação da expedição é uma contribuição importante para o transporte seguro dos produtos fitofarmacêuticos. A lista de verificação deve ser conferida quer pelo expedidor da mercadoria quer pelo condutor, para tal eles tem de responder com "sim" ou "não" a um número de perguntas específicas sobre a mercadoria e a unidade transporte. Um exemplo de uma lista de verificação adequada encontra-se no Apêndice 1. Inspecção do Descarregamento Após o descarregamento estar completo, as embalagens e as unidades de transporte devem ser inspeccionadas pelo receptor. É necessário: Verificar que as quantidades e tipos de produtos entregues coincidem com a Guia de Transporte. Se houver diferenças, é necessário assinalar se a perda se deu no trajecto; Inspeccionar a estrutura principal da unidade de transporte e suas coberturas, tais como lonas, para ver se existem sinais de fugas ou derramamentos. Se estas forem encontradas, deve-se descontaminar a unidade imediatamente, e verificar se a limpeza esta completa; Verificar novamente toda a mercadoria entregue para ver se não há fugas, tampas ou fechos soltos, ou outros danos. Caso seja necessário, deve-se voltar a embalar os produtos, antes do seu armazenamento, em embalagens adequadas e devidamente etiquetadas; Substituir as etiquetas danificadas; 27

29 Utilize material absorvente para limpar qualquer derramamento Lave com água as partes contaminadas do veículo 28

30 PROCEDIMENTOS DE EMERGÊNCIA Resposta imediata Primeiros socorros Contenção Combate ao incêndio Limpeza e descontaminação 29

31 PROCEDIMENTOS DE EMERGÊNCIA Em caso de acidente, as atitudes a tomar nos primeiros minutos podem ser de uma importância vital. Uma acção eficiente, especialmente para conter qualquer fuga ou derramamento, pode impedir que um incidente relativamente pequeno se transforme em algo mais grave. Resposta Imediata No caso de derramamento ou fuga: Desligar o motor; fumar; Identificar o nome e a natureza dos produtos transportados na ficha de segurança de transporte ou nas etiquetas individuais dos produtos. Prestar atenção aos procedimentos e recomendações nelas indicadas; No caso de acidentes que envolvam produtos fitofarmacêuticos, consultar a ficha de segurança de transporte Permanecer junto da unidade, mas na direcção contrária ao vento de qualquer produto químico derramado; Isolar a área afectada e manter as pessoas e tráfego afastados; Caso seja necessário enviar alguém para chamar os serviços de emergência (polícia, bombeiros, ambulância); abrir ou fechar as portas da unidade de transporte, a menos que o mesmo seja aconselhado por uma pessoa competente vestindo roupa protectora adequada. Primeiros Socorros 30

32 Consultar a ficha de segurança de transporte ou as etiquetas individuais dos produtos; Se os produtos entrarem em contacto com os olhos, lavar imediatamente com água limpa e manter a lavagem durante 10 minutos. Procurar ajuda médica. Retirar de imediato o vestuário contaminado; Após contacto com a pele, lavar imediatamente com sabão e muita água. No caso de maior contaminação, ou qualquer dor ou desconforto, contactar um médico. Retirar a roupa contaminada e lavar a pele com sabão e muita àgua. Se o produto tiver sido absorvido ou inalado, procurar ajuda médica imediatamente. Contenção Tratar todos os derramamentos com cuidado até haver um conselho técnico disponível. Evitar o contacto com a pele e inalação de vapores; Como medida de precaução, em casos de derramamento, usar roupa protectora; Conter pequenos derramamentos líquidos cobrindo-os com terra, areia ou outro material adequado; Grandes quantidades de derrames podem ser contidas através da construção de uma represa de terra ou areia em torno da área contaminada; No caso de se derramar um produto em pó, minimizar a extensão do derrame cobrindo com terra, areia, ou com um oleado. Ter atenção para que o derramamento dos produtos não se infiltre nas sarjetas, rede de esgotos, rios ou outros cursos de agua. Se já tiver havido contaminação, informar de imediato as autoridades competentes; Rectificar a posição de rotura das embalagens para evitar mais fugas; Colocar as embalagens com fugas ou danos graves em bidons de maior tamanho ou em sacos de plástico grosso; 31

33 Separar as embalagens danificadas das outras mercadorias e coloca-las em terreno baldio, longe de habitações e fornecimentos de agua. Conter os derrames de forma a prevenir a contaminação do ambiente Combate ao Incêndio Os condutores devem saber apagar pequenos fogos localizados, por exemplo na cabine do condutor ou no motor, utilizando os meios disponíveis. O objectivo é impedir que o fogo se aproxime da carga. Como as faíscas eléctricas são uma causa comum de incêndio nos veículos, a fonte de alimentação deve ser isolada, desligando a bateria. Incêndios que afectam a carga No caso de um incêndio mais sério deve-se chamar os serviços de emergência. Deve-se ter atenção a: Evitar a inalação de fumo; Pulverizar com água os bidons mais próximos do incêndio que contenham líquidos inflamáveis; O equipamento de respiração deve ser utilizado no combate ao incêndio quando este afectar a carga; Os meios mais adequados para extinguir um fogo que envolva produtos fitofarmacêuticos são: pó, espuma e pulverizar com água (não em jactos); Evitar excessivos volumes de água para que o escoamento de água contaminada se reduza ao mínimo; Devem ser feitos todos os esforços para recolher a agua contaminada. Caso seja necessário, construir uma represa utilizando terra ou areia, de forma a prevenir o seu escoamento para qualquer tipo de curso de agua; Eliminar a agua contaminada de uma forma segura. 32

34 Limpeza e Descontaminação Ter em atenção as precauções de segurança constantes na ficha de segurança de transporte e nas etiquetas dos produtos; Antes do início das operações de limpeza, deve ser pedido um conselho de um perito, se possível do fornecedor ou outro indivíduo qualificado; Usar sempre roupa protectora durante as operações de limpeza; Se possível, trabalhar sempre com o vento pelas costas; fumar, beber ou comer durante as operações de limpeza; Varrer os materiais utilizados para absorver os derrames, e coloca-los, com uma pá, num contentor que se possa fechar de forma a garantir a sua eliminação segura; O solo contaminado com produtos fitofarmacêuticos deve ser removido para uma eliminação segura; Todas as embalagens danificadas ou vazias devem ser removidas para eliminação. Nunca descarregar as embalagens indiscriminadamente; fumar, comer ou beber durante as operações de limpeza Se existir a suspeita de contaminação de produtos alimentares, rações para animais ou outros bens de consumo, estes devem ser destruídos. Os alimentos contaminados nunca devem se consumidos. Pode ser fatal; A roupa fortemente contaminada não deve ser novamente utilizada, eliminando-a de forma segura (ex.: rasgando ou cortando e queimando); A roupa pouco contaminada deve ser lavada com detergente e várias mudanças de água, separadamente de outras roupas; 33

35 As embalagens não danificadas devem ser inspeccionadas para verificar se houve contaminação, e caso seja necessário devem ser descontaminadas tomando as devidas precauções; Após a limpeza, deve-se lavar todo o equipamento e partes do veiculo contaminadas. Nunca lavar sem primeiro ter removido a maior quantidade possível do produto derramado; Todos os materiais contaminados devem ser eliminados de forma segura e apropriada. Recolher o desperdício contaminando para uma eliminação segura 34

36 APÊNDICES 1 Lista de verificação de despacho 2 Etiquetas de Perigo 3 Referências úteis 4- Lista geral de verificação 35

37 APÊNDICES Lista de Verificação de Despacho Apêndice 1 - Verificações a fazer pelo Expedidor e Condutor 1 - Os produtos preparados para o carregamento estão de acordo com o tipo e quantidade indicados na Guia de Remessa? Expedidor Condutor 2. As embalagens a serem carregadas estão em boas condições, sem quaisquer sinais de fuga? 3. As etiquetas das embalagens e símbolos indicadores de perigo encontram-se em boas condições? 4. As embalagens para carregamento estão secas? A carga esta bem protegida contra a humidade? 5. A condição geral do veículo permite um transporte seguro? 6. O espaço para colocar a carga encontra-se devidamente limpo sem objectos salientes (ex.: pregos ou parafusos)? 7. Tem a certeza que o mesmo espaço destinado à carga não transporta produtos alimentares, bebidas, rações para animais ou outros bens de consume? 8. O veiculo contem equipamento de segurança? 9. A carga encontra-se correctamente arrumada, segura e separada? 10. O veiculo contem sinalizações de perigo devidamente visíveis? 36

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010)

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO CE N.o 1907/2006 - REACH) Versão 5.1 (19/12/2012) - Página 1/5 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 5. 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico.

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 5. 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. Página : 1 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. Atenção 1 Identificação da substância/ preparação e da sociedade/ empresa Identificador do produto Designação Comercial : AR Reconstituido K/AR Comprimido/

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA PROMI-FERTIL 20-20-20 + 0,5 MgO + Micros 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Uso do produto: PROMI-FERTIL 20-20-20+ 0,5 MgO

Leia mais

MÓDULO IV SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

MÓDULO IV SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Programa de formação sobre a aplicação de MÓDULO IV SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS TEMA 1 ASPECTOS TOXICOLÓGICOS DA APLICAÇÃO DE PRODUTOS FITOFARMACÊTICOS TENDO EM CONSIDERAÇÃO A

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA PROMINOL P 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Uso do produto: PROMINOL P Adubo Empresa responsável pela comercialização:

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade / empresa Identificação da substância / preparação Nome comercial: LUSO EXTRUDER Código do produto: TPVE 301 Utilização da substância / da preparação:

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA BIOESTIM K 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Uso do produto: BIOESTIM K Adubo Empresa responsável pela comercialização:

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06

FICHA TÉCNICA DE SEGURANÇA DO PRODUTO QUÍMICO - FISPQ Data da Revisão: 06.03.06 01. Identificação do Produto e da Empresa. Nome do Produto: Rotosafe Bro 700 001 OR 0050 nº Material: 110319 Nome da Empresa: Domingos Araújo Neto Endereço: Av. Francisco Sá, 3405 Monte Castelo Fortaleza

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO (CE) n 1907/2006 - REACH) Data : 11/05/2015 Página 1/6 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO DA

Leia mais

ARMAZENAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS

ARMAZENAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS ARMAZENAGEM DE PRODUTOS QUÍMICOS 2011 Índice 1. Sinalização... 3 2. Organização do Armazém... 3 3. Estabelecer um esquema de armazenamento para:... 4 4. Manter em local visível... 6 5. Deveres do Responsável

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA PROMI FERTIL Especial Hortícolas 18-8-6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Data de emissão: 13 / 03 / 08 Nome do produto: Promi-Fertil Especial Hortícolas 18-8-6 Uso do

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ

FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO - FISPQ PRODUTO: BATERIA MOURA 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Nome da Empresa: Endereço: Bateria Moura Acumuladores Moura

Leia mais

Pode causar irritação na mucosa e dores abdominais. Não são conhecidos casos de irritação nas vias respiratórias.

Pode causar irritação na mucosa e dores abdominais. Não são conhecidos casos de irritação nas vias respiratórias. Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos - FISPQ FISPQ nº 032 Página 1 / 5 Data da última revisão 08/05/2008 1 Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Tinta P.V.A.para Artesanato

Leia mais

II- CUIDADOS NA AQUISIÇÃO, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E DESCARTE DE EMBALAGENS

II- CUIDADOS NA AQUISIÇÃO, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E DESCARTE DE EMBALAGENS II- CUIDADOS NA AQUISIÇÃO, TRANSPORTE, ARMAZENAMENTO E DESCARTE DE EMBALAGENS Exposição: Fatores que minimizam o risco. Cuidados com Aquisição. Transporte. Armazenamento. Máquinas e equipamentos em bom

Leia mais

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS

FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS PP. 1/7 FICHAS DE PROCEDIMENTO PREVENÇÃO DE RISCOS 1 TAREFA ARMAZENAGEM DE MATERIAIS, EQUIPAMENTOS E RESÍDUOS 2 DESCRIÇÃO O trabalho preventivo no armazenamento de produtos perigosos, visa não só a protecção

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1 Página : 1 Etiqueta 2.2 : Gás não inflamável e não tóxico. 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial : N Ficha de Segurança : Uso : Gas Refrigerante. Identificação

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUÍMICO NBR 14725 1/7 FISPQ NRº. 004 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome da Empresa: Hidroazul Indústria e Comércio Ltda Endereço: Rua João Dias Neto, 18 D Cataguases MG CEP: 36770-902. Telefone da Empresa: (32)

Leia mais

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ

Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico FISPQ Página 1 de 6 1. Identificação do produto e da empresa Nome da empresa: Ashland Especialidades Químicas Ltda. Endereço: Av. São Jerônimo, 6000 Prédio 9 Americana SP CEP 13470-310 Telefone da empresa: +55

Leia mais

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

INDUFIX FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 014 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Indufix Código interno: 2000 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO (CE) n 1907/2006 - REACH) Versão 3.1 (25/06/2015) - Página 1/6 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SIPFOL MAX

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SIPFOL MAX FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SIPFOL MAX 1. IDENTIFICAÇÃO DA PREPARAÇÃO E DA EMPRESA Nome do produto: Identificação: Tipo de formulação: Utilização: SIPFOL MAX Aminoácidos, magnésio e oligoelementos Concentrado

Leia mais

Produto: MAXPREN LAJE PRETO FISPQ n 040 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Produto: MAXPREN LAJE PRETO FISPQ n 040 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: MAXPREN LAJE PRETO Código do produto: 16100 Nome da empresa: Maxton Brasil Endereço: Rua Ivo

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Cógigo do produto Uso específico Ver Ficha Téchnica do Produto. Métodos de aplicação Ver Ficha Téchnica do Produto. Nome da Empresa

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ )

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTO QUIÍMICO ( FISPQ ) 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Anti Ruído Tradicional Aplicação: Reparação e emborrachamento de veículos. Fornecedor: Nome: Mastiflex Indústria e Comércio Ltda Endereço : Rua

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010)

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO CE N.o 1907/2006 - REACH) Versão 4.1 (26/04/2011) - Página 1/5 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1. Identificação da substância/preparação e da sociedade / empresa Identificação da substância / preparação Nome comercial: ECOPICRIL BRANCO Utilização da substância /da preparação: Pintura para marcação

Leia mais

Nota Técnica. Requisitos Gerais para a armazenagem de óleos usados:

Nota Técnica. Requisitos Gerais para a armazenagem de óleos usados: Nota Técnica ARMAZENAGEM DE ÓLEOS USADOS Para efeitos do presente documento, considera-se a definição de óleos usados constante na alínea b) do artigo 2.º do Decreto-lei n.º 153/2003. Define-se reservatório

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: CONCRECOR. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José dos Campos - SP e-mail: concrecor@concrecor.com.br

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010)

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO CE N.o 1907/2006 - REACH) Data: 30/01/2012 Página 1/5 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO DA

Leia mais

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Produto: CURATON CQ FISPQ n 052 emissão 02/02/09 Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Curaton CQ Código do produto: 11130 Nome

Leia mais

RELATÓRIO TÉCNICO. ph (Solução 0,2%) Aproximadamente 2,00. Ponto de Ebulição 110ºC Densidade 1,150 ( 20ºC ) Completamente solúvel em água.

RELATÓRIO TÉCNICO. ph (Solução 0,2%) Aproximadamente 2,00. Ponto de Ebulição 110ºC Densidade 1,150 ( 20ºC ) Completamente solúvel em água. RELATÓRIO TÉCNICO I - DADOS GERAIS: Nome do Produto: ÁCIDO MURIÁTICO Composição: Água e Ácido Clorídrico Estado Físico: Líquido Cuidados para conservação: Conservar o produto na embalagem original. Proteger

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1

FICHA DE SEGURANÇA Edição revista no : 1 Página : 1 T : Tóxico F+ : Extremamente Etiqueta 2.1 : Gás inflamável inflamável. 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Designação Comercial : N Ficha de Segurança : Uso : Esterilização

Leia mais

EXTRUTOP FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

EXTRUTOP FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA FISPQ 017 REVISÃO: 30/03/2014 PÁGINA 1/6 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Extrutop Código interno: AGM215 e AGM216 Empresa: Indutil Indústria de Tintas Ltda. e-mail: indutil@indutil.com.br

Leia mais

Distribuição e Venda de Produtos Fitofarmacêuticos

Distribuição e Venda de Produtos Fitofarmacêuticos IMPLEMENTAÇÂO DO DECRETO LEI 173/2005 Distribuição e Venda de Produtos Fitofarmacêuticos Algumas orientações para a construção e beneficiação das instalações bem como para o armazenamento de produtos fitofarmacêuticos

Leia mais

HI 701-25 Reagente para Cloro Livre

HI 701-25 Reagente para Cloro Livre Data de revisão: 2013-07-15 Motivo da Revisão: Conformidade com o Regulamento (CE) No. 1272/2008 SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/MISTURA E DA SOCIEDADE/EMPRESA HI 701-25 Identificador do produto:

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver Ficha Técnica do Produto. Métodos de aplicação Ver Ficha Técnica do Produto. Nome da Empresa

Leia mais

Designação do Produto Food Universal (Deterg./Desinf.) - Multiusos. Aplicação

Designação do Produto Food Universal (Deterg./Desinf.) - Multiusos. Aplicação PÁGINA: 1 de 5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Ref.ª HSEL126 Designação do Produto Food Universal (Deterg./Desinf.) - Multiusos Aplicação Detergente neutro de aplicação geral 2. COMPOSIÇÃO Informação relevante

Leia mais

INQUÉRITO SOBRE O ESTADO DOS LABORATÓRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E SEGURANÇA

INQUÉRITO SOBRE O ESTADO DOS LABORATÓRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E SEGURANÇA INQUÉRITO SOBRE O ESTADO DOS LABORATÓRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E SEGURANÇA Na sequência da Circular nº04/cd/03, de 17 de Janeiro, vimos por este meio solicitar a colaboração dos Responsáveis pelos Laboratórios

Leia mais

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A

Classificação e Rotulagem de Perigo dos Ingredientes que Contribuem para o Perigo: N. A Nome do Produto: VERCLEAN 900 FISQP N.º: 02 Página: 1/7 Última Revisão: 08/04/13 1. Identificação do Produto e da Empresa Nome do Produto: DETERGENTE VERCLEAN 900 Código Interno de Identificação: 101 Nome

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA PROFERTIL ÍNDICE 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 - COMPOSIÇÃO / INFORMAÇÃO SOBRE OS COMPONENTES

FICHA DE SEGURANÇA PROFERTIL ÍNDICE 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 - COMPOSIÇÃO / INFORMAÇÃO SOBRE OS COMPONENTES PÁGINA: 1/6 ÍNDICE 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 2 - COMPOSIÇÃO / INFORMAÇÃO SOBRE OS COMPONENTES 3 - IDENTIFICAÇÃO DOS PERIGOS 4 - PRIMEIROS SOCORROS 5 - MEDIDAS DE COMBATE A INCÊNDIO 6 -

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança De acordo com o Regulamento (CE) No 1907/2006

Ficha de Dados de Segurança De acordo com o Regulamento (CE) No 1907/2006 Ficha de Dados de Segurança De acordo com o Regulamento (CE) No 1907/2006 Soft Care Crema Revisão: 2012-11-26 Versão 02 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1 Identificador

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver a Ficha Técnica do Produto Só para uso profissional Métodos de aplicação Ver a Ficha Técnica

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO CE N.o 1907/2006 - REACH) Data: 29/06/2011 Página 1/5 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO DA

Leia mais

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA:

FISPQ (FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS.) DETERGENTE EUCALIPTO GEL 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1- IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1 Nome Comercial: Detergente Eucalipto Gel Maranso 1.2 Código de Venda:004 1.3 Nome do Fabricante: QOB MATERIAIS DOMISSANEANTES LTDA EPP Rua Ministro Joaquim

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO (CE) n 1907/2006 - REACH) Versão 2.1 (30/01/2014) - Página 1/5 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (Regulamento REACH (CE) nº 1907/2006 - nº 453/2010) SECÇÃO 1: IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Ficha de dados de segurança página: 1/6 1. Designação de substância/preparação e empresa KUMULUS S Uso: Fitossanitário, fungicida Empresa: BASF Portuguesa, Lda. Rua 25 de Abril, nº 1 P - 2689-538 PRIOR

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI MASTER HARD SS Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere, 198

Leia mais

De acordo com o Regulamento (CE) 453/2010

De acordo com o Regulamento (CE) 453/2010 1 of 5 SECÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/MISTURA E DA SOCIEDADE/EMPRESA 1.1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome do produto: Phosphate Buffered Saline (10x) Referência(s) de catálogo: MB25201, 1000 ml Marca:

Leia mais

EC Ficha de Segurança do Produto

EC Ficha de Segurança do Produto 1 Identificação do produto e fornecedor Nome do produto TESTE DE DESPISTAGEM Aplicação / utilização Determinação Quantitativa de Cloro/Halogéneos Produtor DEXSIL CORPORATION USA Fornecedor AMBICARE INDUSTRIAL,

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Data de preparação 18-Nov-2010 Numero de revisão 1 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE/EMPRESA Nome do produto Cat No. Sinónimos Utilizações recomendadas CM0945 Produtos químicos de

Leia mais

Ibo hydro-stop 1/5 REGISTO FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA MOD.QAS.033. Revisão 01 Data 28-11-06. Data da edição: 23-01-2008 Edição nº: 00

Ibo hydro-stop 1/5 REGISTO FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA MOD.QAS.033. Revisão 01 Data 28-11-06. Data da edição: 23-01-2008 Edição nº: 00 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1. Nome: 1.2. Aplicações: Aditivo impermeabilizante para argamassas de cimento. 1.2. Entidade Responsável: 1.3. Telefone de Emergência: Saint-Gobain WEBER

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6

FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6 FICHA DE SEGURANÇA 2001/58/CE Data de revisão: 08/04/2014 Pág. 1 de 6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1.1 Descrição do artigo: Limpa Churrasqueiras HUJE 1.2 Utilizações previstas: Limpeza de Gorduras

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos RATOKILL PÓ DE CONTATO

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos RATOKILL PÓ DE CONTATO RATOKILL PÓ DE CONTATO CÓDIGOS : 313, 314, 325 e 326. Páginas 1 de 5 01 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO: Nome do produto... : RATICIDA RATOKILL PÓ DE CONTATO Fabricante... : INSETIMAX INDÚSTRIA QUÍMICA LTDA

Leia mais

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FISPQ FICHA DE INFORMAÇÃO DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS PÁGINA: 1/5 SEÇÃO 1.0 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: BIOCLEANER CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO: 0120/5521 NOME DO FABRICANTE: BIOCHEMICAL PRODUTOS QUIMICOS LTDA ENDEREÇO: RUA: PAPA SÃO

Leia mais

Material Safety Data Sheet OK5011 K5011 AWLGRIP 2 H/S SKY BLUE Version No: 2 Revision Date: 22/07/2003. 1. Identificação da preparação e da companhia

Material Safety Data Sheet OK5011 K5011 AWLGRIP 2 H/S SKY BLUE Version No: 2 Revision Date: 22/07/2003. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver Ficha Técnica do Produto. Só para uso profissional Métodos de aplicação Ver Ficha Técnica do

Leia mais

weber.col classic plus

weber.col classic plus 1/6 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: 1.1. Nome: 1.2. Aplicações: Cimento-Cola. Este produto destina-se à colagem de cerâmica. 1.2. Entidade Responsável: 1.3. Telefone de Emergência: Saint-Gobain

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Página 1 de 5 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1. Identificador do produto 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas

Leia mais

Li-Ion Batteries BU Measuring

Li-Ion Batteries BU Measuring Data de emissão: Data da redacção: 10/08/2015 Substitui a ficha: 12/03/2015 Versão: 2.7 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa Identificador do produto Nome comercial Li-Ion

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição nº 4 Pag: 1 de 5 Produto: MICROTHIOL SPECIAL DISPERSS 1 IDENTIFICAÇÃO DA PREPARAÇÃO E DA EMPRESA NOME COMERCIAL DO PRODUTO UTILIZAÇÃO DA SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO EMPRESA FABRICANTE MICROTHIOL SPECIAL

Leia mais

Nome do produto: BIOAGLOPAR PET

Nome do produto: BIOAGLOPAR PET Data da última revisão: 17/04/2014 Pagina 1/5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: Bioaglopar PET NCM: 3209.10.20 - Código interno de identificação do produto: 1.3.2.004 - Nome da

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 2

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA Edição revista (*) Nº : 2 Página : 1 2.3 : Gás tóxico. 8 : Substância corrosiva. Environmentally hazardous substance or mixture. Perigo 1 Identificação da substância/ preparação e da sociedade/ empresa Identificador do produto

Leia mais

de Segurança de Produtos Químicos

de Segurança de Produtos Químicos 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA: Nome do Produto: Impermeabilizante acrílico a base d água. Fornecedor:. Av Eng Juarez de Siqueira Britto Wanderley, 380 Jd Vale do Sol CEP: 12.238-565 São José

Leia mais

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem

Ingredientes que contribuam para o perigo: Nome químico ou genérico N CAS % Classificação e rotulagem FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS FISPQ Nome do produto: DENINPLUS 400-N Página 1 de 5 1. Identificação do produto e da empresa Nome do produto: DENINPLUS 400-N Nome da Empresa: INDÚSTRIA

Leia mais

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos

01 Identificação do produto e da Empresa. 02 Composição e informações sobre os ingredientes. 03 Identificação de perigos Página: 01/05 01 Identificação do produto e da Empresa Natureza Química : Limpador de Uso Geral Autorização de Funcionamento / MS : nº 3.02.599-9 Registro no Ministério da Saúde : 3.2599.0103.001-4 Aceita

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA PARA PRODUTOS QUÍMICOS 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do produto: CJI URETANO AR ENDURECEDOR Nome da empresa: Endereço: Rua Hermínio Poltroniere,

Leia mais

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725

FISPQ - Ficha de Informação de Segurança de Produtos Químicos em acordo com a NBR-14725 Página 1 1. Identificação do produto e da empresa Nome comercial: Código Interno de Produto : 000000238838 Identificação da sociedade/empresa Clariquimica Comercio de Produtos Quimicos Ltda. Rua Manoel

Leia mais

Ficha de Dados de Segurança Segundo Regulamento (CE) nº. 1907/2006

Ficha de Dados de Segurança Segundo Regulamento (CE) nº. 1907/2006 Página 1/6 1 Identificação da preparação e da empresa Área de aplicação do produto: Produto de limpeza/manutenção profissional para as indústrias alimentar e bebidas. Fabricante/Fornecedor: JohnsonDiversey

Leia mais

NOME DO PRODUTO: MEGA PODIUM Revisão 01 FISPQ Nº 00030 Página 1de 5

NOME DO PRODUTO: MEGA PODIUM Revisão 01 FISPQ Nº 00030 Página 1de 5 FISPQ Nº 00030 Página 1de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: MEGA PODIUM NOME COMERCIAL MEGA PODIUM (COLA UNIVERSAL) NOME DO FABRICANTE JN COM E IND DE PROD QUIMICOS LTDA RUA A

Leia mais

MULTI USO TRADICIONAL

MULTI USO TRADICIONAL Pag. 1 de 6 SEÇÃO 1.0 INFORMAÇÕES DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome Comercial do Produto : Identificação da Empresa: VALÊNCIA IND. E COMÉRCIO DE MATERIAIS DE LIMPEZA LTDA. ENDEREÇO: Rua Soldado Arlindo Sardanha,11.Parque

Leia mais

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5

Revisão 15 Abril/13 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 FISPQ N o 0002-13 Página 1 de 5 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME COMERCIAL Thinner 2750 NOME DO FABRICANTE ANJO QUIMICA DO BRASIL LTDA Rodovia SC, 447 Km 02 Criciúma Santa Catarina CEP: 88.817-440

Leia mais

ROBERT BOSCH LIMITADA

ROBERT BOSCH LIMITADA F0LHA...: 1 de 5 1 _ Identificação do Produto e Fabricante Nome do Produto: Acumulador elétrico de energia Nome do Fabricante sob licença da Robert Bosch Ltda.: Enertec do Brasil Ltda. Endereço: Av. Independência,

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA (REGULAMENTO CE N.o 1907/2006) Data: 17/02/2010 Página 1/5 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA 1 IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Identificação da substância/preparação:

Leia mais

Material Safety Data Sheet OP9011 TROWELABLE FAIRING COMPOUND CURING AGENT Version No: 2 Revision Date: 18/02/2003

Material Safety Data Sheet OP9011 TROWELABLE FAIRING COMPOUND CURING AGENT Version No: 2 Revision Date: 18/02/2003 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Ver Ficha Técnica do Produto. Só para uso profissional Métodos de aplicação Ver Ficha Técnica do

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Ficha de dados de segurança página: 1/6 1. Designação de substância/preparação e empresa GOLIATH GEL Empresa: BASF Portuguesa, Lda. - P - 2689-538 PRIOR VELHO Portugal Endereço útil: BASF Española S. A.

Leia mais

Sob condições normais de uso não deve apresentar riscos significativos à saúde. Não se espera nenhum efeito sobre o meio ambiente

Sob condições normais de uso não deve apresentar riscos significativos à saúde. Não se espera nenhum efeito sobre o meio ambiente 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Lubrificante para corrente Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116

Leia mais

FOLHA DE DADOS DE SEGURANÇA de acordo com a Directiva CE 2001/58/CE ACRYL 1K MATT Versão 1 Data de impressão 16/05/2007

FOLHA DE DADOS DE SEGURANÇA de acordo com a Directiva CE 2001/58/CE ACRYL 1K MATT Versão 1 Data de impressão 16/05/2007 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE/EMPRESA Informação do Produto Nome do produto : Código do produto : L0290158 Companhia : Lechler SpA Via Cecilio 17 22100 Como Telefone : +39031586111

Leia mais

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA. : Irritante para os olhos. Possibilidade de efeitos cancerígenos. Pode causar sensibilização em contacto com a pele.

FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA. : Irritante para os olhos. Possibilidade de efeitos cancerígenos. Pode causar sensibilização em contacto com a pele. Página : 1/5 1. IDENTIFICAÇÃO DA PREPARAÇÃO E DA SOCIEDADE / EMPRESA Nome do produto : Utilização do produto Substância(s) activa(s) Identificação da empresa : Agricultura Fungicida para Uso Profissional

Leia mais

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Níquel Solução 80%

Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico Nome do produto: Cloreto de Níquel Solução 80% 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E EMPRESA Nome comercial: Cloreto de Níquel Solução 80% Código interno de identificação do produto: A022 Nome da Empresa: Endereço: Estrada Municipal Engenheiro Abílio Gondin

Leia mais

ENDURIT PISO A.N. COMPONENTE A

ENDURIT PISO A.N. COMPONENTE A ENDURIT PISO A.N. COMPONENTE A 1 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA NOME DO PRODUTO: ENDURIT PISO AN COMPONENTE A FABRICANTE: POLIPISO DO BRASIL ENDEREÇO: AVENIDA GERALDO ANTÔNIO TRALDI, Nº 400. DISTRITO

Leia mais

PRIMEIRO A SEGURANÇA. Armazenamento e Manuseamento Seguro de Produtos de Limpeza e de Desinfecção. Seguir as Regras de Segurança:

PRIMEIRO A SEGURANÇA. Armazenamento e Manuseamento Seguro de Produtos de Limpeza e de Desinfecção. Seguir as Regras de Segurança: Seguir as Regras de Segurança: 1. Seguir sempre as recomendações e instruções de aplicação dos produtos de limpeza e de desinfecção. 2. Observar os pictogramas de perigo, as advertências de perigo e as

Leia mais

De acordo com o Regulamento (CE) 453/2010. 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas

De acordo com o Regulamento (CE) 453/2010. 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas 1 de 5 SECÇÃO 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA/MISTURA E DA SOCIEDADE/EMPRESA 1.1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO Nome do produto: Urea Referência(s) de catálogo: MB19701, 1000 g Marca: NZYTech Número REACH: não

Leia mais

Ficha de dados de segurança

Ficha de dados de segurança Página 1 de 5 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1. Identificador do produto 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas

Leia mais

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol

Rebrilhar Catalisador Ureia-Formol 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome comercial do Produto: Nome da Empresa: Rebrilhar Resinas e Vernizes Ltda. Endereço: Rua Luiz de Moraes Rego, nº. 505 Jardim do Bosque Leme/SP Telefones: 19-35186900

Leia mais

PARASIL N90 SELANTE DE SILICONE NEUTRO 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO E DA COMPANHIA / EMPRESA

PARASIL N90 SELANTE DE SILICONE NEUTRO 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO E DA COMPANHIA / EMPRESA PARASIL N90 SELANTE DE SILICONE NEUTRO 1. IDENTIFICAÇÃO DA SUBSTÂNCIA / PREPARAÇÃO E DA COMPANHIA / EMPRESA Nome do Produto: Nome da Companhia: PARASIL N90 MACROFLEX COMERCIAL LTDA. RUA DONA ALZIRA, 765

Leia mais

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia

Ficha de Segurança. 1. Identificação da preparação e da companhia 1. Identificação da preparação e da companhia Nome do Produto/Preparação Código do produto Uso específico Thinner Métodos de aplicação Ver a Ficha Técnica do Produto Nome da Empresa International Paint

Leia mais

FICHA DE SEGURANÇA. Ampola Química R-Cas

FICHA DE SEGURANÇA. Ampola Química R-Cas Página: 1 de 5 F : Altamente Inflamável Xn : Nocivo Apresentamos os novos e correspondentes Pictogramas, segundo o novo Regulamento CRE (classificação, rotulagem e embalagem) (Regulamento (CE) n.º 1272/2008),

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS

FICHA DE INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA DE PRODUTOS QUÍMICOS 1 IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto: Tinta para demarcação Suprivia base d água Código interno: BA5215 e outros Empresa: Suprivias Indústria e Comercio de Materiais para Demarcação

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA 1. IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA Nome do produto Cristalizador de vidros Código interno de identificação 00.00.000.000 Nome da empresa Endereço Aeroflex Indústria de Aerosol Ltda. Rod. BR 116 km

Leia mais

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção

Segurança e Higiene no Trabalho. Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados. Guia Técnico. um Guia Técnico de O Portal da Construção Guia Técnico Segurança e Higiene no Trabalho Volume XIII Trabalho em Espaços Confinados um Guia Técnico de Copyright, todos os direitos reservados. Este Guia Técnico não pode ser reproduzido ou distribuído

Leia mais

MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS

MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Acidentes com Programa de formação sobre a aplicação de MÓDULO VIII ACIDENTES COM PRODUTOS FITOFARMACÊUTICOS Acidentes com Os são seguros se forem utilizados com cuidado, de acordo com todas as indicações

Leia mais

Ficha de dados de segurança Em conformidade com 1907/2006/CE, Artigo 31.º

Ficha de dados de segurança Em conformidade com 1907/2006/CE, Artigo 31.º página: 1/5 * 1 Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1 Identificador do produto 1.2 Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas Utilização

Leia mais

FISPQ N 193 N da Revisão 04 FIREGUARD

FISPQ N 193 N da Revisão 04 FIREGUARD Página 1 de 5 1 - Identificação do Produto e da Empresa Nome do produto: Nome da empresa: Anchortec Industrial e Comercial Ltda. Endereço: Rua Tenente Onofre Rodrigues de Aguiar, 800, Mogi das Cruzes -

Leia mais

: Ambi Pur Aerosol Fresh & Pure

: Ambi Pur Aerosol Fresh & Pure Data de emissão: 21/11/2011 Data da redacção: Versão: 1.0 SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1. Identificador do produto Tipo de produto químico Nome comercial Código

Leia mais