Valor da URH URH de Agosto: R$ 121,60

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Valor da URH URH de Agosto: R$ 121,60"

Transcrição

1 TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS OAB/DF Valor da URH URH de Agosto: R$ 121,60 APRESENTAÇÃO Prezado(a) Colega, Bastante oportuna a publicação da Tabela de Honorários, uma vez promovida a sua necessária atualização, em conformidade com o que estabelece o Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994). Como se trata de um instrumento útil também aos que utilizam os serviços advocatícios, nunca é demais observar que a advocacia, ainda que não seja uma atividade mercantilista, não possui caráter filantrópico ou de gratuidade. O profissional, por seu trabalho, há de ser remunerado. Além dos pressupostos legais e regulamentares, com a edição desta Tabela de Honorários, o nosso Código de Ética determina a moderação na contratação dos honorários, não permitindo que o advogado se associe ao cliente. Como qualquer trabalhador ou profissional, o advogado há de ser remunerado pelo trabalho desenvolvido. Deve-se reconhecer, ao lado disso, que o advogado, em seu trabalho, é o único profissional capaz de concretizar os valores humanos mais relevantes, ao defender os direitos fundamentais à vida, à liberdade, ao trabalho, à família, à igualdade e à segurança jurídica. Em resumo, o advogado, no seu ministério privado, exerce função relevante, concretizando o conceito ideal de cidadania. A profissão do advogado é de meios, e não de fins. Por essa razão, o valor pago tem o nome de honorários, vocábulo latino de pro honore pela honra de usar um profissional que tem no seu exercício uma função social. Estefânia Viveiros Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Distrito Federal RESOLUÇÃO N º 04, de 15 de dezembro de O Conselho da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 58, I e V, da Lei n.º 8.906, de , bem como pelo art. 111 do Regulamento Geral do EAOAB, reunido em Sessão Plenária realizada em 15 de dezembro de 2005; CONSIDERANDO o disposto no art. 22, da Lei n.º 8906/94 e no art. 41 do Código de Ética e Disciplina da OAB; CONSIDERANDO a necessidade da atualização da TABELA DE HONORÁRIOS, visando a preservar a dignidade da classe, obstar o aviltamento dos valores dos serviços profissionais e manter a justa remuneração do advogado; e CONSIDERANDO a necessidade de fixar e uniformizar os valores mínimos de honorários cobrados pelos Advogados do Distrito Federal, resolve: Art. 1º Aprovar a anexa TABELA DE HONORÁRIOS que servirá, após publicada na imprensa oficial e no Jornal da Ordem, de referência a todos os advogados inscritos nesta Seccional, orientando os na contratação de seu trabalho profissional, a fim de evitar excessos, e principalmente, o aviltamento nos valores, de modo que não atentem contra a dignidade da Advocacia. Parágrafo Único. A Tabela destina-se, ainda, a prestar auxílio aos Juízes na fixação de honorários de Advogado Dativo e do Assistente Judiciário, bem como a servir de referência nos arbitramentos judiciais de honorários advocatícios, nos casos em que a legislação o determinar ou possibilitar. Art. 2º A presente Resolução entra em vigor em todo o Distrito Federal a partir da sua publicação no Diário Oficial. Art. 3º Ficam revogadas as disposições em contrário. Brasília-DF, 15 de dezembro de ESTEFÂNIA VIVEIROS Presidente da OAB/DF FRANCISCO JOSÉ DE CAMPOS AMARAL Relator Disposições Introdutórias Art. 1º O Advogado deve contratar os seus honorários por escrito e previamente, observando as regras do Código de Ética Disciplina, da Lei n.º 8906/94, do Regulamento Geral do EAOAB, do Código de Processo Civil e desta Tabela. É admissível, mas desaconselhável, o pacto verbal. Art. 2º A presente Tabela fixa honorários mínimos na contratação dos serviços, devendo ser levado em consideração a maior ou menor complexidade da causa, o trabalho e o tempo necessário, a importância do interesse econômico e os conhecimentos do Advogado, a sua experiência e o seu conceito como profissional e a condição econômica do cliente. Art. 3º Os honorários serão contratados tomando por base a URH Unidade Referencial de Honorários, cujo valor será fornecido mensalmente pela Diretoria da Seccional. Art. 4º É lícito ao Advogado contratar valor superior ao previsto na Tabela. Cumpre, entretanto, obrigatoriamente, ao Advogado, em atendimento ao dever de zelar pela dignidade da profissão, observar os limites mínimos aqui fixados, não contratando honorários a eles inferiores (concorrência desleal), sob pena das sanções legais. Art. 5º É aconselhável incluir no contrato de prestação de serviços cláusulas relativas ao valor dos honorários, ao reajustes, às eventuais majorações por acréscimo dos serviços inicialmente previstos, às condições e forma de pagamento, inclusive hipótese de acordo, às despesas com custas, diárias de viagens etc. Também é

2 aconselhável incluir no contrato cláusulas relativas à forma e às condições de resgate dos encargos gerais, judiciais e extrajudiciais, inclusive eventual remuneração de outro profissional, advogado ou não, para desempenho de serviço auxiliar ou complementar técnico e especializado, ou com incumbência, pertinente fora da Comarca. Art. 6º Salvo estipulação diversa, um terço dos honorários é devido no início do trabalho, outro terço até a decisão de primeiro grau e o restante no final. Art. 7º Nos honorários pactuados não se compreende a prestação de serviços em quaisquer processos acessórios, preventivos ou incidentes, que serão contratados à parte. Art. 8º Quando não for ajustado em contrário, os honorários pactuados compreendem somente o patrocínio da causa em primeiro grau e interposição ou resposta de recurso para o segundo grau, não estando incluída a sustentação oral perante o Tribunal. Art. 9º O Advogado poderá receber, como honorários, parte dos bens em litígio, desde que previsto no contrato, com a aquiescência de todos os interessados, guardadas as proporções entre o valor estipulado, com base na presente Resolução, e o valor real dos bens recebidos em pagamentos. Art. 10. É vedado ao advogado custear a causa, exceto quando o não-pagamento das despesas implicar o arquivamento, deserção ou qualquer prejuízo para o cliente, sem que isto constitua obrigação do profissional nem o sujeite a penalidades. Art. 11. Havendo necessidade de arbitramento e cobrança judicial dos honorários advocatícios, deve o Advogado renunciar ao patrocínio da causa. Art. 12. Todas as despesas judiciais ou extrajudiciais, tais como a de locomoção, alimentação, hospedagem, viagem, transporte, certidões, cópias etc serão suportadas pelo cliente, devendo o Advogado contratado fazer a devida prestação de contas. Art. 13. Havendo acordo entre as partes à revelia do Advogado, este não terá compromisso de redução de honorários. Art. 14. O contrato de honorários que, pelo decurso do tempo ou pela superveniência de circunstâncias imprevisíveis à época do ajuste, se torne excessivamente oneroso para o Advogado poderá ser objeto de revisão. Art. 15. O Advogado substabelecido com reserva de poderes deverá sempre ajustar sua remuneração com o substabelecente. I - ADVOCACIA TRABALHISTA 1) Patrocínio de reclamação trabalhista pelo Reclamante De 10 a 30% do valor da condenação,se procedente ou em caso de acordo 2) Patrocínio de reclamação trabalhista pelo Reclamado De 10 a 30% sobre o valor total dos pedidos 3) Inquérito para apuração de falta grave 3.1)Representando Empregador De 10 a 30% sobre o valor total da causa 3.2)Representando Empregado De 10 a 30% do valor recebido pelo empregado na reintegração ou da rescisão contratual 4) Elaboração e apresentação de Razões e Contra-Razões de Recurso Ordinário, de Recurso Adesivo, ou Agravo de Petição 30 URH 5) Elaboração e apresentação de Razões e Contra-Razões de Recurso de Revista 40 URH 6) Embargos de Terceiro, como mandatário especial De 10 a 20% do valor do bem 7) Processos Cautelares De 10 a 20% do valor da causa 8) Dissídio Coletivo / Acordo Coletivo 8.1) Representando Empresas Até 250 empregados = 90 URHAcima de 251 empregados = 120 URH 8.2) Representando Sindicato de Empresas 120 URH 8.3) Representando Sindicatos de Empregados 120 URH 9) Ação de Reintegração Trabalhista De 10 a 30% do valor da causa 10)Ação de Consignação em pagamento De 10 a 30% do valor da causa 11)Elaboração de Defesa e acompanhamento de Processos decorrentes de aplicação de multas pela DRT De 10 a 30% sobre o valor da multa 12) Comissão de Conciliação Prévia 12.1)Representando o Empregador De 10 a 20% do valor do benefício financeiro 12.2) Representando o Empregado De 10 a 20% do valor do benefício financeiro. 13) Ações de Acidente do Trabalho (ajuizamentoou contestação) De 10 a 20% do valor do benefício. 14) Processo de Execução, como mandatário especial De 10 a 20% do valor da execução 15) Embargos à execução ou à penhora como mandatário especial De 10 a 20% do valor da execução II ADVOCACIA DE FAMÍLIA E SUCESSÕES 1)Ação de Anulação de Casamento. 50 URH 2)Ação de Separação Judicial Consensual 2.1)Não havendo bens a partilhar 40 URH 2.2)Havendo bens a partilhar 40 URH + 5% do valor total dos bens 3)Ação de Separação Judicial Litigiosa 3.1)Havendo bens a partilhar 60 URH + 5% do valor total dos bens 3.2)Não havendo bens a partilhar 60 URH 4) Ação de Divórcio Direto 4.1)Havendo bens a partilhar 60 URH + 5% do valor total dos bens 4.2)Não havendo bens a partilhar 60 URH 5)Ação de Conversão de Separação em Divórcio 40 URH 5.1) Consensual 40 URH 5.2) Litigioso 60 URH 6) Ação de Investigação de Paternidade 60 URH 7) Ação Negatória de Paternidade 60 URH

3 8)Ação de Alimentos, Exoneração e Revisão De 10 a 20% sobre o valor anual dos alimentos, tendo como valor mínimo 40 URH 9) Ação de Regulamentação de Visita 40 URH 10) Interdição 30 URH 11) Inventário De 5 a 10% sobre o valor total dos bens 12)Sobrepartilha De 5 a 10% sobre o valor total dos bens 13) Arrolamento De 5 a 10% sobre o valor total dos bens 14) Dissolução de União Estável Litigioso = 60 URH + 5 a 10% do valor total dos bens Consensual = 40 URH + 5 a 10% do valor dos bens. 15) Emancipação 30 URH 16)Requerimento de tutela, curatela ou sua renovação 30 URH 17) Pedidos de Alvará 10 URH 18) Anulação de Testamento 40 URH 19) Adoção 30 URH 20) Ações que envolvem Guarda de Filhos 30URH 21) Ações de Partilha de Bens 40 URH + 5% do valor dos bens que couberem ao cliente III- ADVOCACIA CÍVEL E COMERCIAL 1) Ação de Despejo (ajuizamento ou contestação) De 10 a 20% sobre o valor do anual do aluguel 2) Renovatória de Locação ou Revisional (ajuizamento ou contestação) De 10 a 20% sobre o valor anual do aluguel 3) Revisão de Aluguel (ajuizamento ou Contestação) De 10 a 20% sobre o valor anual do novo aluguel 4) Ações Possessórias De 10 a 15% sobre o valor do bem 5) Ação de Usucapião De 10 a 20% sobre o valor do bem 6) Ação de Divisão ou Demarcação 6.1)Não contestada 10% do valor do quinhão que couber ao cliente 6.2)Contestada De 10 a 20% sobre o valor do quinhão que couber ao cliente 7) Ação de Dissolução e Liquidação de Sociedades 15% sobre os haveres do cliente na sociedade 8)Dissolução de Sociedade Comercial de fato 60 URH 9)Ação de Prestação de Contas 1ª Fase = 30 URH 2ª Fase = 30 URH 10) Desapropriações 20% sobre a diferença entre o preço depositado e a condenação 10.1) Desapropriação Indireta 20% sobre o valor da condenação 11) Processo de Execução (para propor ou embargar), Ação Monitória ou Ação de Cobrança De 10 a 20% sobre o valor do débito, tendo como valor mínimo 15 URH 12) Embargos de Terceiro, Oposição e Assistência De 10 a 20% sobre o valor da causa 13) Procedimentos Específicos: 13.1) Pedido de recuperação judicial até sentença de cumprimento ou encerramento 40 URH 13.2) Pedido de recuperação extrajudicial até sentença de cumprimento ou encerramento 40 URH 13.3) Pedido de habitação de crédito e seu acompanhamento até o final da decisão De 10 a 20% do valor do crédito 13.4) Pedido de impugnação de crédito e seu acompanhamento até o final da decisão 40 URH 13.5) Pedido de falência e seu acompanhamento até final decisão que não decrete ou decrete a falência 40 URH 13.6) Pedido de autofalência e seu acompanhamento até final decisão que decrete a falência 40 URH 13.7) Pedido de restituição ou reivindicação até final decisão 40 URH 13.8) Pedido de embargos de terceiro De 10 a 20% da causa 13.9) Patrocinar direitos ou representar interesses do falido em juízo ou de sócios com responsabilidade ilimitada, excluída a defesa no juízo criminal, até final decisão de encerramento da falência 40 URH 13.10) Patrocinar direitos ou representar interesses do falido em juízo ou de sócios com responsabilidade ilimitada, excluída a defesa no juízo criminal, especificamente no pedido de extinção de obrigações até final decisão 40 URH 13.11) Patrocinar direitos e interesses da massa falida, representada pelo administrador judicial 40 URH 13.12) Auxiliar o administrador judicial na recuperação ou na falência 40 URH 13.13) Representar credor na Assembléia Geral de Credores 30 URH 13.14) Auxiliar a Assembléia Geral de Credores 30 URH 14)AÇÕES CAUTELARES 40 URH 15)TODAS AS DEMAIS AÇÕES 30 URH IV-ADVOCACIA CRIMINAL Valor Mínimo: 1)Habeas Corpus Requerido durante horário de funcionamento da Justiça 60 URH Requerido em horário de Plantão Judicial 100 URH Requerido perante o Tribunal 70 URH 2)Defesa em Processo de Rito Sumário 30 URH 3)Defesa em Processo de Rito Comum ou Ordinário 70 URH 4)Processo em Processo de Rito Especial 60 URH 5)Defesa em Processo de Competência do Tribunal Júri 100 URH- Primeira Fase 80 URH- Segunda Fase 6)Propositura de Queixa-Crime ou Representação em Juízo 40 URH 7) Requerimento de Concessão de Fiança ou Suspensão Condicional da Pena 40 URH 8)Pedido de Relaxamento do Flagrante ou Revogação de Prisão Preventiva 40 URH 9)Pedido de Revisão de Processo 40 URH 10)Assistência ao Ministério Público 50 URH V-ADVOCACIA TRIBUTÁRIA, FISCAL, ADMINISTRATIVA E PREVIDENCIÁRIA

4 1)Defesa perante a 1ª Instância Administrativa De 10 a 20% sobre o valor da notificação 2) Recurso para 2ª Instância Administrativa De 10 a 20% sobre o valor da notificação 3) Ação Anulatória ou Contestação De 10 a 20% sobre o valor da notificação VI- ADVOCACIA ELEITORAL Valor Mínimo 1)Queixa, Representação ou Impugnação 30 URH 2)Defesa perante Juízo Eleitoral 30 URH 3)Defesa perante o TER 40 URH 4)Defesa perante o TSE 50 URH 5)Mandado de Segurança ou Hábeas Corpus 50 URH VII-ADVOCACIA PERANTE OS JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS ( JUSTIÇA COMUM E FEDERAL) 1) Juizados Cíveis -Como patrono do Autor ou Réu De 10 a 30% sobre o valor econômico da causa, incluindo as Razões e Contra- Razões de eventual Apelação para Turma Recursal 2) Juizados Criminais 30 URH VIII - ADVOCACIA PERANTE OS TRIBUNAIS 1)Elaboração e apresentação de Memorial 30 URH 2)Sustentação Oral 30 URH 3)Elaboração e apresentação de Razões e Contra-Razões ou seu Recurso Adesivo juntos aos Tribunais, como mandatário especial 40 URH 4) Elaboração e apresentação de Agravo Regimental 40 URH 5)Ação Rescisória 45 URH 6) Revisão Criminal 45 URH 7)Simples acompanhamento de recurso sem prática de qualquer ato judicial 3 URH por mês 8)Representação 25 URH 9)Pedido de Correição Parcial 40 URH 10)Argüição de Exceção de Suspeição ou Impedimento 40 URH 11)Agravo de Instrumento 35 URH 12)Embargos Infringentes 40 URH 13)Embargos de Declaração 30 URH 14)Suspensão de Segurança 40 URH 15)Medidas Cautelares 40 URH 16) Argüição de Inconstitucionalidade de lei 40 URH 17) Pedidos de Homologação de Sentença Estrangeria 50 URH 18) Demais Ações Originárias nos Tribunais 40 URH 19) Demais recursos 40 URH IX - ADVOCACIA EXTRAJUDICIAL Valor Mínimo 1) Consulta no escritório 3 URH por hora 2) Parecer escrito 10 URH 3) Elaboração de Contratos, Distratos, Estatutos e outros instrumentos legais 10 URH 4)Comparecimento a Escritura Pública 10 URH 5)Participação em Assembléias de Condomínios ou Sociedades 10 URH 6)Registro ou Impugnação de marcas ou patentes 10 URH 7) Acompanhamento de Clientes perante órgãos administrativos 4 URH cada vez. 8)Exame dos autos em órgãos administrativos 4 URH 9)Petição de requerimento avulso perante os órgãos administrativos 3 URH 10) Elaboração ou assistência de Testamento 10 URH 11) Assistência em separação consensual por escritura pública: 11.1) Não havendo bens a partilhar: 20 URH 11.2) Havendo bens a partilhar: 20 URH + 2,5% sobre o valor total dos bens 12) Assistência em divórcio direto consensual por escritura pública: 12.1) Não havendo bens a partilhar: 30 URH 12.2) Havendo bens a partilhar: 30 URH + 2,5% sobre o valor total dos bens 13) Inventário com partilha: 40 URH + 5% sobre o valor total dos bens 13.1) Inventário negativo: 20 URH 14) Assistência em inventário com partilha por escritura pública: 20URH + 2.5% sobre o valor total dos bens X AÇÕES DE RITO SUMÁRIO 1) Com valor estimável De 10 a 20% sobre o valor efetivo da causa 2) Se inestimável 15 URH XI AÇÕES DIVERSAS 1)Ação Popular 50 URH 2)Mandado de Segurança 50 URH 3)Mandado de Injunção 50 URH 4)Habeas data 40 URH

5 5)Pedidos de Homologação de Sentença Estrangeira 50 URH 6) Acompanhamento de Carta Precatória 6.1) Sem audiência 30 URH 6.2) Com audiência 40 URH 7) Restauração de Autos 50 URH 8) Ação Civil Pública 50 URH XII HONORÁRIOS PERICIAIS Arbitramento judicial de honorários advocatícios De 10 a 20% sobre o valor dos honorários arbitrados XIII DIÁRIAS E LOCOMOÇÃO 1) Diária fora do Distrito Federal Reembolso das despesas comprovadas + 5 URH 2)Diária fora do Brasil Reembolso das Despesas comprovadas URH

Dispõe sobre a tabela referencial de honorários advocatícios no Estado de Alagoas e dá outras providências.

Dispõe sobre a tabela referencial de honorários advocatícios no Estado de Alagoas e dá outras providências. RESOLUÇÃO Nº 01/06 Dispõe sobre a tabela referencial de honorários advocatícios no Estado de Alagoas e dá outras providências. O Conselho da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DE ALAGOAS, no uso

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 24/2013 C. PLENO OAB-AC

RESOLUÇÃO Nº 24/2013 C. PLENO OAB-AC RESOLUÇÃO Nº 24/2013 C. PLENO OAB-AC O Conselho Pleno da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DO ACRE, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 58, I e V, da Lei n.º 8.906, de 04/07/94,

Leia mais

Resolução OAB/AC Nº /2011

Resolução OAB/AC Nº /2011 Resolução OAB/AC Nº /2011 O Conselho Pleno da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DO ACRE, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 58, I e V, da Lei n.º 8.906, de 04/07/94, bem como

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS

TABELA DE HONORÁRIOS TABELA DE HONORÁRIOS Disposições Introdutórias ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Art. 1º O advogado deve contratar seus honorários por escrito e previamente, observando as regras do Código de Ética Disciplina,

Leia mais

VALOR ATUAL IGPM ACUMULADO CORREÇÃO PARTE GERAL: 1 - Ações de Jurisdição Contenciosa ou que assumam este caráter: 2.084,74 3,8476 80,21 2.

VALOR ATUAL IGPM ACUMULADO CORREÇÃO PARTE GERAL: 1 - Ações de Jurisdição Contenciosa ou que assumam este caráter: 2.084,74 3,8476 80,21 2. 2 0 0 7 PARTE GERAL: 1 - Ações de Jurisdição Contenciosa ou que assumam este caráter: 2.084,74 3,8476 80,21 2.164,95 2 - Recursos: A) interposição de qualquer recurso 1.042,37 3,8476 40,11 1.082,47 B)

Leia mais

1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER

1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER Tabela de honorários de advogados dativos - 2013 (Resolução-Conjunta TJMG/AGE/ OAB 001/2013) ANEXO I - PARTE ESPECIAL 1 - AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER Salvo outra disposição

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 23 239 Art. 20, II Lei 9.94/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 SEM CUSTAS - Já abrangidas nas custas

Leia mais

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$

CLASSES PROCESSUAIS DO 1º GRAU DA JUSTIÇA ESTADUAL ( % ) VRTEES'S R$ PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO Outros Procedimentos Atos e expedientes Habilitação para Casamento 2 214 237 239 Art. 20, II Lei 9.974/13 ISENTO Instrução de Rescisória 240 Já abrangidas nas custas da ação

Leia mais

URH = R$ 240,00 ANO 2014

URH = R$ 240,00 ANO 2014 ANEXO I ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO ESTADO DO PIAUÍ TABELA DE HONORÁRIOS PROFISSIONAIS CAPÍTULO I Diárias e despesas de Locomoção 1. Diária em qualquer lugar do país, além das despesas

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL RESOLUÇÃO OAB/MS N. 33/2010 Tabela de Honorários Advocatícios no âmbito da OAB/MS. O Conselho da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DE MATO GROSSO DO SUL, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

(Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 15.08.2005 DOE 23/09/2005)

(Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 15.08.2005 DOE 23/09/2005) TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - 2005 (Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 15.08.2005 DOE 23/09/2005) Normas Gerais 1 O advogado deve contratar, por escrito, a prestação dos serviços profissionais,

Leia mais

2 - A forma e as condições de pagamento das custas e encargos, judiciais e extrajudiciais, deverão integrar o contrato.

2 - A forma e as condições de pagamento das custas e encargos, judiciais e extrajudiciais, deverão integrar o contrato. Tabela de honorários ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO TOCANTINS TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS NORMAS GERAIS 1 - O advogado deve contratar, por escrito, a prestação dos serviços profissionais,

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil Seção de Santa Catarina

Ordem dos Advogados do Brasil Seção de Santa Catarina TABELA DE HONORÁRIOS BÁSICOS Resolução nº 12/96 Aprovada na Sessão do Conselho Secional da OAB/SC, realizada em 05/07/96, a unanimidade de votos, e publicada no Diário da Justiça do Estado nº 9560. 1-

Leia mais

INICIAÇÃO A ADVOCACIA CIVEL ASPECTOS GERAIS

INICIAÇÃO A ADVOCACIA CIVEL ASPECTOS GERAIS COBRANÇA DE HONORÁRIOS ASPECTOS GERAIS ESTATUTO DA ADVOCACIA CAPÍTULO VI Dos Honorários Advocatícios Art. 22. A prestação de serviço profissional assegura aos inscritos na OAB o direito aos honorários

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Roraima

Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Roraima Ordem dos Advogados do Brasil Seccional de Roraima TABELA DE HONORÁRIOS MÍNIMOS 1. AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTECIOSA 1.1 Salvo disposição em contrário, em todas as ações contenciosas ou que assumam esse caráter,

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás Casa do Advogado Jorge Jungmann

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Goiás Casa do Advogado Jorge Jungmann 1. AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA PERCENTUAL MÍNIMO VALOR MÍNIMO APROVADO 15/04/2009 Salvo disposição em contrário, em todas as ações contenciosas ou que assumam esse caráter, deverá ser cobrado o percentual

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL DO ACRE RESOLUÇÃO Nº 017/2007 C. PLENO - OAB/AC

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL DO ACRE RESOLUÇÃO Nº 017/2007 C. PLENO - OAB/AC RESOLUÇÃO Nº 017/2007 C. PLENO - OAB/AC Aprova as Normas Gerais para a contratação de honorários de Advogado, bem como a respectiva Tabela de Honorários. O CONSELHO PLENO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DA OAB/RS

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DA OAB/RS 1. ATIVIDADES AVULSAS OU EXTRAJUDICIAIS 1.1 Consulta R$ 200,00 Consulta em condições excepcionais R$ 400,00 1.2 Hora técnica R$ 200,00 1.3 Hora intelectual R$ 400,00 1.4 Acompanhamento ou exame de documentos

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Conselho Seccional do Maranhão Fone: 2107-5403/Fone Fax: 2107-5435 Email: gabinete@oabma.org.br

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Conselho Seccional do Maranhão Fone: 2107-5403/Fone Fax: 2107-5435 Email: gabinete@oabma.org.br RESOLUÇÃO Nº002/2012 O CONSELHO SECCIONAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, por seu Presidente, ao fim assinado, no exercício da competência outorgada pelo art. 58, inciso V da Lei 8.906/94, e na forma

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - julho/1998 a 2005

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - julho/1998 a 2005 TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - julho/1998 a 2005 Normas Gerais 1 O advogado deve contratar, por escrito, a prestação dos serviços profissionais, fixando o valor dos honorários, reajuste e condições

Leia mais

Tabela de Honorários Completa. Parte Geral

Tabela de Honorários Completa. Parte Geral Tabela de Honorários Completa (Extraída do site da OAB/SP, disponível em nossos links) Parte Geral 1 AÇÕES DE JURISDIÇÃO CONTENCIOSA OU QUE ASSUMAM ESTE CARÁTER: Salvo outra disposição na presente, 20%

Leia mais

Edital nº 05/2010. Seleção de Professores

Edital nº 05/2010. Seleção de Professores Edital nº 05/2010 Seleção de Professores O Diretor da Faculdade de Direito de Sorocaba, no uso de suas atribuições, FAZ Saber que estão abertas as inscrições para o PROCESSO SELETIVO para preenchimento

Leia mais

Art. 1º - O artigo 2º da resolução 004/2013 passa a ter a seguinte redação: Art. 2º - A tabela de honorários advocatícios é a seguinte: PARTE GERAL

Art. 1º - O artigo 2º da resolução 004/2013 passa a ter a seguinte redação: Art. 2º - A tabela de honorários advocatícios é a seguinte: PARTE GERAL RESOLUÇÃO N.º /2015 Altera a resolução nº 004/2013, atualizando os valores e Normas Gerais para contratação de Honorários de Advogado, bem como edita a respectiva Tabela de Honorários Mínimos de acordo

Leia mais

Na fixação de honorários advocatícios é conveniente a adoção dos seguintes princípios:

Na fixação de honorários advocatícios é conveniente a adoção dos seguintes princípios: Na fixação de honorários advocatícios é conveniente a adoção dos seguintes princípios: I. a prestação de serviços advocatícios assegura aos inscritos na OAB o direito a honorários contratados ou, na falta

Leia mais

(Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 21.3.2005)

(Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 21.3.2005) TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS 2015 Atualizada em 12/01/2015 Publicada em 15/01/2015 A atualização monetária da Tabela de Honorários Advocatícios 2015 foi calculada com base na Tabela Prática para Cálculo

Leia mais

Tabela de Honorários Completa

Tabela de Honorários Completa Página 1 de 11 Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de São Paulo Tabela de Honorários Completa TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS (Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 21.3.2005) Aprovada a

Leia mais

Tabela de Honorários Completa

Tabela de Honorários Completa Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de São Paulo Tabela de Honorários Completa TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - 2013 A atualização monetária da Tabela de Honorários Advocatícios 2013 foi calculada

Leia mais

CERTIDÃO. Daniel Paulo Maia Teixeira Secretário-Geral da OAB/MT

CERTIDÃO. Daniel Paulo Maia Teixeira Secretário-Geral da OAB/MT CERTIDÃO Certifico que na última sessão do Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso, realizada em 26 de julho de 2013, ficou decidido que a partir de 01 de agosto de 2013 a

Leia mais

ANEXO I TABELA DE HONORÁRIOS

ANEXO I TABELA DE HONORÁRIOS ANEXO I TABELA DE HONORÁRIOS Valor da UAD Unidade Advocatícia aprovada pela Resolução No.08 de 9 de fevereiro de 2010 da OAB Ceará R$ 50,00 (cinqüenta reais) INDICATIVO Percentuais Valores 1.ATIVIDADES

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO SETOR JURÍDICO DA ASSEMP

REGIMENTO INTERNO DO SETOR JURÍDICO DA ASSEMP REGIMENTO INTERNO DO DA ASSEMP O Setor Jurídico da ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DA PREFEITURA DE BELO HORIZONTE, doravante denominado Jurídico-ASSEMP, será regido de acordo com este regimento e

Leia mais

Aprova as normas gerais para a contratação de honorários de advogado, bem como a respectiva Tabela de Honorários.

Aprova as normas gerais para a contratação de honorários de advogado, bem como a respectiva Tabela de Honorários. ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia RESOLUÇÃO N 17/03-CP Aprova as normas gerais para a contratação de honorários de advogado, bem como a respectiva Tabela de Honorários. O Presidente

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS 2013

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS 2013 2. CONSULTA PARACERES E OUTROS SERVIÇOS 2.1 Consultas - verbais, em horários de expediente - verbais, fora do horário de expediente - verbais na cidade sede do cliente - verbais em domicílio do cliente,

Leia mais

20% sobre o sucesso obtido

20% sobre o sucesso obtido A. Regras e Princípios Gerais Aplicáveis Em Todos Os Casos 1. Tabela Mínima de Honorários pro-labore Os valores constantes desta tabela são os mínimos que o advogado pode praticar no Estado do Amazonas

Leia mais

A critério da conveniada, a prestação de serviços, em caráter especial, poderá ser realizada em qualquer localidade do território nacional.

A critério da conveniada, a prestação de serviços, em caráter especial, poderá ser realizada em qualquer localidade do território nacional. Convênio Jurídico ÂMBITO SOARES HENTZ Advogados é um escritório de advocacia que atende à cidade de Ribeirão Preto e região. Para maiores esclarecimentos, consultar: www.soareshentz.adv.br. Dedica-se à

Leia mais

Valor atualizado da URH: R$ 749,91. 1- Por hora (consulta) 1.1 - Mínimo: 0,5 URH R$ 374,96 2- Por escrito (parecer) 2.1 - Mínimo: 5 URH R$ 3.

Valor atualizado da URH: R$ 749,91. 1- Por hora (consulta) 1.1 - Mínimo: 0,5 URH R$ 374,96 2- Por escrito (parecer) 2.1 - Mínimo: 5 URH R$ 3. ANEXO II Valores em Reais Valor atualizado da URH: R$ 749,91 TABELA I CONSULTAS E PARECERES 1- Por hora (consulta) 1.1 - Mínimo: 0,5 URH R$ 374,96 2- Por escrito (parecer) 2.1 - Mínimo: 5 URH R$ 3.749,55

Leia mais

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível

Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Relatório de Atividades desenvolvidas pela DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS de Janeiro a Dezembro de 2002. Capital Área Cível Atendimentos 11874 Ações ajuizadas 1770 Acordos 1135 Contestações 307

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia RESOLUÇÃO Nº 005/2014 CP

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia RESOLUÇÃO Nº 005/2014 CP ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção do Estado da Bahia RESOLUÇÃO Nº 005/2014 CP Dispõe sobre remuneração dos serviços advocatícios e aprova tabela de honorários advocatícios no Estado da Bahia. O Conselho

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO ESTADO DO PIAÚI TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO ESTADO DO PIAÚI TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL CONSELHO SECCIONAL DO ESTADO DO PIAÚI Resolução n x, de 07 de fevereiro de 2014 TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS O Conselho da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SECCIONAL DO

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DA OAB/RS

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DA OAB/RS 1. ATIVIDADES AVULSAS OU EXTRAJUDICIAIS 1.1 Consulta R$ 200,00 Consulta em condições excepcionais R$ 500,00 1.2 Hora intelectual R$ 500,00 1.3 Acompanhamento ou exame de documentos em órgão público R$

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: Altera a Lei nº 8.245, de 18 de outubro de 1991, que dispõe sobre as locações de imóveis urbanos e os procedimentos pertinentes. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Esta Lei introduz alteração na Lei

Leia mais

PARECERES E OUTROS SERVIÇOS AVULSOS

PARECERES E OUTROS SERVIÇOS AVULSOS SERVIÇO Valor Mínimo CONSULTAS, PARECERES E OUTROS SERVIÇOS AVULSOS 1. CONSULTAS VERBAIS 1.1 sem litígio R$ 300.00 1.2 em discussão ou litígio R$ 500.00 1.3 no domicílio do cliente (acrescentar) R$ 200.00

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tabelas de Honorários

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tabelas de Honorários Tabelas de Honorários Atualização, até o mês de DEZ/2009, pelo índice mensal (IGP-M FVG) dezembro/2009 I II Consultas e Pareceres 1 - Verbal 1.1 - Sem litígio - cada uma 600,57 1.2 - Em discussão ou litígio

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR PROMULGADA Nº 155, de 15 de abril de 1997. Institui a Defensoria Pública no Estado de Santa Catarina.

LEI COMPLEMENTAR PROMULGADA Nº 155, de 15 de abril de 1997. Institui a Defensoria Pública no Estado de Santa Catarina. LEI COMPLEMENTAR PROMULGADA Nº 155, de 15 de abril de 1997 Procedência Dep. João H. Blasi Natureza PC/15/96 DO. 15.655 de 15/04/97 DA. 4.408 de 15/04/97 Fonte ALESC/Div.Documentação Institui a Defensoria

Leia mais

Resolução nº 17, de 14 de julho de 2010

Resolução nº 17, de 14 de julho de 2010 Resolução nº 17, de 14 de julho de 2010 Dispõe sobre a nova Tabela de Honorários da OAB Ceará, com base no novo valor de UAD, aprovado pela Resolução No. 08 de 09 de fevereiro de 2010. O Conselho da Ordem

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DO ESTADO DO AMAZONAS

TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DO ESTADO DO AMAZONAS TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DO ESTADO DO AMAZONAS Atualização Monetária em: 30/04/2012 - INPC Unidade de Honorários Advocatícios (UHA) = R$ 50,24 *Nos Casos Em Que Os Valores Mínimos Decorrem De

Leia mais

As causas em que se considera dispensável a intervenção do Ministério Público

As causas em que se considera dispensável a intervenção do Ministério Público Racionalização da Intervenção do no Cível Abril de 2010 1. Separação judicial consensual onde não houver interesse de 2. Ação declaratória de união estável e respectiva partilha de bens. 3. Ação ordinária

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 50/98 APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA DA FD EM CONVÊNIO COM A OAB/SP.

RESOLUÇÃO CONSEPE 50/98 APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA DA FD EM CONVÊNIO COM A OAB/SP. RESOLUÇÃO CONSEPE 50/98 APROVA O REGULAMENTO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL DE ADVOCACIA DA FD EM CONVÊNIO COM A OAB/SP. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS Resolução do Conselho Seccional nº 16/1995 Revogada pela Resolução do Conselho Seccional nº 01 de 28/mai/2004

TABELA DE HONORÁRIOS Resolução do Conselho Seccional nº 16/1995 Revogada pela Resolução do Conselho Seccional nº 01 de 28/mai/2004 RESOLUÇÃO Nº 16/1995 Dispõe sobre a Tabela de Honorários Advocatícios do Estado do Paraná. O Egrégio Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, no uso das atribuições que lhe confere a

Leia mais

Conselho da Justiça Federal

Conselho da Justiça Federal RESOLUÇÃO Nº 440, DE 30 DE MAIO DE 2005 Dispõe sobre o pagamento de honorários de advogados dativos, peritos, tradutores e intérpretes, em casos de assistência judiciária gratuita e disciplina os procedimentos

Leia mais

SUMÁRIO 1. DICAS PARA A REALIZAÇÃO DE UMA BOA PROVA

SUMÁRIO 1. DICAS PARA A REALIZAÇÃO DE UMA BOA PROVA SUMÁRIO 1. DICAS PARA A REALIZAÇÃO DE UMA BOA PROVA 2. PRINCIPAIS TEMAS DISCUTIDOS NA JUSTIÇA DO TRABALHO 2.1 Gratuidade de Justiça 2.2 Honorários Advocatícios 2.3 HOMOLOGAÇÃO DE VERBAS RESCISÓRIAS E MULTA

Leia mais

lpublicação patrocinada pela:

lpublicação patrocinada pela: /N/1 i=> I E F=í. Fí. El ^^vc^^^d^czi^^ir u m pi erre@ um pierre.adv.br Tabela de Honorários Advocatícios da OAB/RS Gestão 2010-2012 lpublicação patrocinada pela: RIO GRANDE DO SUL Caixa de Assistência

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE SERGIPE ARQUIVO GERAL DO JUDICIÁRIO

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE SERGIPE ARQUIVO GERAL DO JUDICIÁRIO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE SERGIPE ARQUIVO GERAL DO JUDICIÁRIO TABELA DE TEMPORALIDADE DE DOCUMENTOS UNIFICADA - JUSTIÇA ESTADUAL - 1º GRAU - MENOR INFÂNCIA E JUVENTUDE CLASSES CNJ Correspondente Código

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO

CARTA DE APRESENTAÇÃO CARTA DE APRESENTAÇÃO Prezados Senhores, Vimos, por meio desta, apresentar a proposta e áreas de atuação de nosso escritório de advocacia, devidamente registrado perante a Ordem dos Advogados do Brasil

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais. Remuneração justa. Valorização de todos.

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais. Remuneração justa. Valorização de todos. Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Remuneração justa. Valorização de todos. Honorários - Remuneração justa. Valorização de todos. Apresentação Pelo artigo 22 do Estatuto da Advocacia,

Leia mais

Tabela de Honorários

Tabela de Honorários Tabela de Honorários Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Tabela de Honorários 2012 Remuneração justa. Valorização de todos. Apresentação Pelo artigo 22 do Estatuto da Advocacia, a prestação

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Tabela de Honorários 2012. Remuneração justa. Valorização de todos.

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Tabela de Honorários 2012. Remuneração justa. Valorização de todos. Apresentação Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Tabela de Honorários 2012 Remuneração justa. Valorização de todos. Pelo artigo 22 do Estatuto da Advocacia, a prestação do serviço profissional

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 543, DE 13 DE JANEIRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 543, DE 13 DE JANEIRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 543, DE 13 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre as Tabelas de Custas e a Tabela de Porte de Remessa e Retorno dos Autos e dá outras providências. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso

Leia mais

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Remuneração justa. Valorização de todos. Honorários - Remuneração justa. Valorização de todos.

Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Remuneração justa. Valorização de todos. Honorários - Remuneração justa. Valorização de todos. Ordem dos Advogados do Brasil - Seção de Minas Gerais Remuneração justa. Valorização de todos. Honorários - Remuneração justa. Valorização de todos. Apresentação Pelo artigo 22 do Estatuto da Advocacia,

Leia mais

VALOR (R$) ou FORMA de CÁLCULO (Cód. Tributário RJ)

VALOR (R$) ou FORMA de CÁLCULO (Cód. Tributário RJ) TAXA JUDICIÁRIA: Classes processuais - Justiça Estadual (1º GRAU) Cód. VALOR (R$) ou FORMA de CÁLCULO (Cód. Tributário RJ) JUIZADOS DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE 547 Seção Cível 1385 Cartas 1450 Carta de

Leia mais

DE LÉO, PAULINO E MACHADO ADVOGADOS

DE LÉO, PAULINO E MACHADO ADVOGADOS 01 02 Apresentação DE LÉO, PAULINO E MACHADO ADVOGADOS é um escritório que foi constituído para atuar nas mais diversas áreas do Direito Empresarial, tendo como principal objetivo a prestação de serviços

Leia mais

1 Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães ESTADO DA BAHIA

1 Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães ESTADO DA BAHIA A 1 CNPJ 04.214.41910001-05 DECRETO N 3.091, DE 05 DE JANEIRO DE 2014. "Dispõe sobre a estrutura organizacional da Procuradoria Geral do Município ". O PREFEITO MUNICIPAL DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES,, no

Leia mais

RESOLUÇÃO STJ N. 1 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2014.

RESOLUÇÃO STJ N. 1 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2014. RESOLUÇÃO STJ N. 1 DE 4 DE FEVEREIRO DE 2014. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL

Leia mais

Tabela de Honorários atualizada pelo IGPM-FGV do período de 01/01/2011 a 31/12/2011 de 5,0977% conforme site http://www.calculos.

Tabela de Honorários atualizada pelo IGPM-FGV do período de 01/01/2011 a 31/12/2011 de 5,0977% conforme site http://www.calculos. Tabela de Honorários atualizada pelo IGPM-FGV do período de 0/0/0 a //0 de 5,0977% conforme site http://www.calculos.com ATIVIDADES AVULSAS OU EXTRAJUDICIAIS 0 Quando houver, aplica-se o valor do percentual

Leia mais

RESOLUÇÃO AGE Nº 279, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. (Texto Consolidado)

RESOLUÇÃO AGE Nº 279, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. (Texto Consolidado) RESOLUÇÃO AGE Nº 279, DE 6 DE OUTUBRO DE 2011. (Texto Consolidado) Regulamenta o oferecimento e a aceitação de seguro garantia e da carta de fiança no âmbito da Advocacia Geral do Estado - AGE. O ADVOGADO-GERAL

Leia mais

Da Atividade da Advocacia

Da Atividade da Advocacia Art. 1º São atividades privativas de advocacia: I - a postulação a qualquer órgão do Poder Judiciário e aos juizados especiais; (Vide ADIN 1.127-8) Exceções: 1)Justiça do Trabalho (art. 791 da CLT) Art.

Leia mais

VOLUME I CAPÍTULO I. Administrativo

VOLUME I CAPÍTULO I. Administrativo Sumário -~ VOLUME I CAPÍTULO I Administrativo Contestação à reclamação administrativa... Defesa administrativa em notificação por falta de alvará de licença de localização... Defesa administrativa à Secretaria

Leia mais

Tabela de Honorários Completa OAB SP

Tabela de Honorários Completa OAB SP Tabela de Honorários Completa OAB SP TABELA DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS (Aprovada na reunião do E. Conselho Seccional de 21.3.2005) Corrigida pelo IGPM da Fundação Getúlio Vargas, em 31/01/2007, conforme

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO PARÁ RESOLUÇÃO Nº 17, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2010.

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO PARÁ RESOLUÇÃO Nº 17, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2010. RESOLUÇÃO Nº 17, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2010. Dispõe sobre a nova Tabela de Honorários Mínimos de Serviços Advocatícios a serem cobrados no âmbito da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Pará e dá

Leia mais

SUMÁRIO. Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição

SUMÁRIO. Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição SUMÁRIO Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição Apresentação - Marco Antonio Araujo Junior Sobre os autores 1.1 Introdução princípios e poderes 1.2 Ato administrativo 1.3 Organização da Administração

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção de São Paulo SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA STJ. Atualizado em 08/09/2015

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL Seção de São Paulo SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA STJ. Atualizado em 08/09/2015 SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA STJ Atualizado em 08/09/2015 RESOLUÇÃO STJ/GP N. 3 DE 5 DE FEVEREIRO DE 2015. Dispõe sobre o pagamento de custas judiciais e porte de remessa e retorno de autos no âmbito do

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS e documentos correlatos

TABELA DE HONORÁRIOS e documentos correlatos Página 1 de 15 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SECCIONAL Nº 02/2008 Dispõe sobre a Tabela de Honorários Advocatícios do Estado do Paraná. O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, no uso

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS. Valor da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2013. R$ 67,80

TABELA DE HONORÁRIOS. Valor da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2013. R$ 67,80 TABELA DE HONORÁRIOS da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2013. 67,80 AÇÕES CÍVEIS / ADMINISTRATIVAS / FISCAIS / PREVIDENCIÁRIAS / ELEITORAIS E CONTENCIOSAS EM GERAL Descrição de Ações e Procedimentos

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS. Valor da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2014. R$ 72,40

TABELA DE HONORÁRIOS. Valor da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2014. R$ 72,40 TABELA DE HONORÁRIOS da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2014. R$ 72,40 AÇÕES CÍVEIS / ADMINISTRATIVAS / FISCAIS / PREVIDENCIÁRIAS / ELEITORAIS E CONTENCIOSAS EM GERAL Descrição de Ações e

Leia mais

ANEXO I ADVOCACIA TRABALHISTA

ANEXO I ADVOCACIA TRABALHISTA ANEXO I ADVOCACIA TRABALHISTA 1-Patrocínio de reclamação trabalhista em defesa do Empregado: Honorários mínimos de 20% do valor do proveito econômico integral bruto obtido pelo cliente com a condenação,

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SECCIONAL Nº 04/2012

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SECCIONAL Nº 04/2012 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SECCIONAL Nº 04/2012 Dispõe sobre a Tabela de Honorários Advocatícios no Estado do Paraná. O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, no uso das atribuições

Leia mais

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO Nº 001 DE 13 DE MARÇO DE 2002. CONSIDERANDO as conclusões apresentadas pelo Fórum de Juízes Distribuidores da 2ª Região;

CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO Nº 001 DE 13 DE MARÇO DE 2002. CONSIDERANDO as conclusões apresentadas pelo Fórum de Juízes Distribuidores da 2ª Região; CORREGEDORIA-GERAL PROVIMENTO Nº 001 DE 13 DE MARÇO DE 2002 A Excelentíssima Doutora MARIA HELENA CISNE CID, Corregedora- Geral da Justiça Federal da 2ª Região, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS. Valor da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2015. R$ 78,19

TABELA DE HONORÁRIOS. Valor da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2015. R$ 78,19 TABELA DE HONORÁRIOS da URH atualizada nos termos da resolução n. 01/2015. R$ 78,19 AÇÕES CÍVEIS / ADMINISTRATIVAS / FISCAIS / PREVIDENCIÁRIAS / ELEITORAIS E CONTENCIOSAS EM GERAL Descrição de Ações e

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO-LEI Nº 05, DE 15 DE MARÇO DE 1975. (Redação atual) INSTITUI O CÓDIGO TRIBUTÁRIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, no uso das atribuições

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Colégio de Procuradores de Justiça

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Colégio de Procuradores de Justiça Publicado no DOE de 13.09.2012 RESOLUÇÃO Nº 005/2012 Altera parcialmente o Anexo I da Resolução nº 010/2008, do do Ministério Público do Estado do Espírito Santo, que trata das atribuições funcionais e

Leia mais

Apresentação. Compromisso com resultado, dentro de parâmetros éticos e de excelência profissional.

Apresentação. Compromisso com resultado, dentro de parâmetros éticos e de excelência profissional. Apresentação Compromisso com resultado, dentro de parâmetros éticos e de excelência profissional. Pitombeira, Albano e Cortez Advogados tem por fundamento o compromisso com resultado, dentro de parâmetros

Leia mais

RESOLUÇÃO N 05/2010 RESOLVE:

RESOLUÇÃO N 05/2010 RESOLVE: RESOLUÇÃO N 05/2010 DIVULGA A TABELA INFORMATIVA DOS VALORES MÍNIMOS DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS NO ÂMBITO DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL DO RIO GRANDE DO NORTE. O Conselho Seccional da Ordem

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39 SUMÁRIO Apresentação da Coleção...15 CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 1. Antecedentes históricos da função de advogado...19 2. O advogado na Constituição Federal...20 3. Lei de regência da

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS e documentos correlatos Revogada pela Resolução do Conselho Seccional nº 02 de 12/dez/2008

TABELA DE HONORÁRIOS e documentos correlatos Revogada pela Resolução do Conselho Seccional nº 02 de 12/dez/2008 Página 1 de 1 RESOLUÇÃO Nº 01/2004 Dispõe sobre a Tabela de Honorários Advocatícios do Estado do Paraná. O Egrégio Conselho da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, no uso das atribuições que

Leia mais

Honorários advocatícios

Honorários advocatícios Honorários advocatícios Os honorários advocatícios são balizados pelo Código de Processo Civil brasileiro (Lei de n. 5.869/73) em seu artigo 20, que assim dispõe: Art. 20. A sentença condenará o vencido

Leia mais

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos.

RETROATIVIDADE DO SEGURO: O Protector possibilita a contratação de cobertura retroativa para fatos desconhecidos de até 5 anos. SEGURADO: Sócio Administrador (Pessoa Física) Limite: São 6 opções entre R$ 100.000 e R$ 500.000. O limite do seguro poderá ser utilizado para um ou uma série de sinistros indenizados durante a vigência

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tabelas de Honorários

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tabelas de Honorários I II Consultas e Pareceres 1 - Verbal 1.1 - Sem litígio - cada uma 713,01 1.2 - Em discussão ou litígio - cada uma 1.639,93 2 - Escrita (parecer) 5.276,31 Diligências Profissionais Avulsas 1 - Acompanhar

Leia mais

invalidez complementadas/pagas pelo INSS e pelos Fundos de Pensão. A Lei n. 7.713/1988 e demais legislação aplicável prevêem que a

invalidez complementadas/pagas pelo INSS e pelos Fundos de Pensão. A Lei n. 7.713/1988 e demais legislação aplicável prevêem que a 1 AÇÃO VISANDO A TRIBUTAÇÃO DA APOSENTADORIA POR INVALIDEZ, INCLUSIVE, COMPLEMENTAÇÃO/SAQUE PAGOS PELOS FUNDOS DE PENSÃO (FUNCEF, PREVI, TELOS, outros) CONTRA A UNIÃO A legislação tributária garante a

Leia mais

DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS

DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS DIREITO CIVIL DIREITO DE FAMÍLIA PROF. FLÁVIO MONTEIRO DE BARROS MÓDULO I Conceito de família; Conteúdo e Conceito do Direito de Família; Natureza da Divisão; Divisão da matéria; Eficácia horizontal dos

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tabelas de Honorários

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SEÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Tabelas de Honorários I II Consultas e Pareceres 1 - Verbal 1.1 - Sem litígio - cada uma 845,53 1.2 - Em discussão ou litígio - cada uma 1.944,72 2 - Escrita (parecer) 6.256,91 Diligências Profissionais Avulsas 1 - Acompanhar

Leia mais

Fredie Didier Jr. Ravi Peixoto

Fredie Didier Jr. Ravi Peixoto Fredie Didier Jr. Professor-associado da Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia (graduação, mestrado e doutorado). Coordenador do curso de graduação da Faculdade Baiana de Direito, Membro

Leia mais

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o

5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o 5) COMPROMISSO PARTICULAR DE VENDA E COMPRA E OUTRAS AVENÇAS PARTES CONTRATANTES COMPROMISSÁRIO VENDEDOR:..., brasileiro, solteiro, produtor rural, inscrito no CPF sob o n.... e no RG sob o n...., residente

Leia mais

AMN A Z E V E D O, M A R Q U E S & N OVERSA Sociedade de Advogados, R.I.

AMN A Z E V E D O, M A R Q U E S & N OVERSA Sociedade de Advogados, R.I. Tabela de Honorários dos Advogados e Solicitadores (Portaria n.º 1386/2004, de 10 de Novembro repristinada pela Portaria n.º 210/2008, de 29 de Fevereiro) A Lei n.º 34/2004, de 29 de Julho, que procedeu

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS)

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) CURSO DE DIREITO REGULAMENTO ESTÁGIO SUPERVISIONADO (NÚCLEO DE PRÁTICAS JURÍDICAS) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA E DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO TÍTULO I DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

Leia mais

Portaria PGFN nº 164, de 27.02.2014 - DOU de 05.03.2014

Portaria PGFN nº 164, de 27.02.2014 - DOU de 05.03.2014 Portaria PGFN nº 164, de 27.02.2014 - DOU de 05.03.2014 Regulamenta o oferecimento e a aceitação do seguro garantia judicial para execução fiscal e seguro garantia parcelamento administrativo fiscal para

Leia mais

TABELA DE HONORÁRIOS e documentos correlatos compilados

TABELA DE HONORÁRIOS e documentos correlatos compilados Página 1 de 16 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SECCIONAL Nº 04/2012 Dispõe sobre a Tabela de Honorários Advocatícios do Estado do Paraná. O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Paraná, no uso

Leia mais

INCIDÊNCIA DE QUESTÕES - Ministério Público Estadual. Penal. Tema %

INCIDÊNCIA DE QUESTÕES - Ministério Público Estadual. Penal. Tema % INCIDÊNCIA DE QUESTÕES - Ministério Público Estadual Penal Crimes contra o patrimonio 10,29 Causas de extinção da punibilidade 5,88 Tipicidade 5,88 Estatuto do desarmamento 4,41 Maria da Penha 4,41 Concurso

Leia mais

LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR

LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR ATUALIZAÇÃO 9 De 1.11.2014 a 30.11.2014 VADE MECUM LEGISLAÇÃO 2014 CÓDIGO CIVIL PÁGINA LEGISLAÇÃO ARTIGO CONTEÚDO 215 Lei 10.406/2002 Arts. 1.367 e 1.368-B Art. 1.367. A propriedade fiduciária em garantia

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2013 Visitas Orientadas 72 Horas Obrigatórias Visitas Justiça

Leia mais

NPJ - Núcleo de Prática Jurídica

NPJ - Núcleo de Prática Jurídica NPJ - Núcleo de Prática Jurídica O Núcleo de Prática Jurídica - NPJ da FSG constitui-se como o espaço que promove a articulação entre o ensino, a pesquisa e a extensão e é voltado para a formação prática

Leia mais