Eng. Civil Viviane Riveros Silva Oliveira Líder da Área de Fiscalização do CREA-TO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Eng. Civil Viviane Riveros Silva Oliveira Líder da Área de Fiscalização do CREA-TO"

Transcrição

1 Eng. Civil Viviane Riveros Silva Oliveira Líder da Área de Fiscalização do CREA-TO

2 Agente Administrativa da área Registro e Cadastro Líder da área de Registro e ART Líder de Área de Fiscalização 2018 até o momento Graduada pelo CEULP/ULBRA 2018

3

4 CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO TOCANTINS - CREA-TO Engenheiros, Técnicos de Segundo Grau das modalidades mencionadas Autarquia Federal de fisc calização do ex xercício das profissões Agrônomos, Tecnólogos das modalidades mencionadas Geólogos, Geógrafos, Meteorologistas,

5 Papel Institucional 1 - Primeira e Segunda instâncias, 2 - Orientar e fiscalizar o exercício profissional, verificando e valorizando o exercício legal e ético das profissões do Sistema Confea/Crea. Missão: Desempenhar a fiscalização do exercício profissional de forma ética e eficaz em defesa da sociedade. Visão: Ser uma instituição reconhecida e respeitada pelos profissionais e sociedade. Defende a sociedade no que diz respeito à qualidade ética e, coibindo a prática do exercício ilegal dessas profissões

6 LEGISLAÇÃO PERTINENTE LEI Nº 5.194, DE 24 DEZ Regula o exercício das profissões de Engenheiro, Arquiteto e Engenheiro Agrônomo, e dá outras providências. LEI Nº DE 7 DE DEZ Institui a "Anotação de Responsabilidade Técnica" na prestação de serviçoss de Engenharia, de Arquitetura e Agronomia; autoriza a criação, pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia - CONFEA, de uma Mútua de Assistência Profissional, e dá outras providências. RESOLUÇÃO Nº 218, DE 29 DE JUNHO DE Discrimina atividades das diferentes modalidades profissionaiss da Engenharia, Arquitetura e Agronomia. RESOLUÇÃO Nº 1.025, DE 30 DE OUTUBRO DE Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional, e dá outras providências.

7 ATRIBUIÇÕES DO ENGENHEIRO CIVIL Art. 7º da Res. 218/73 - Compete ao ENGENHEIRO CIVIL ou ao ENGENHEIRO DE FORTIFICAÇÃO e CONSTRUÇÃO: I - o desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º desta Resolução, referentes a edificações, estradas, pistas de rolamentos e aeroportos; sistema de transportes, de abastecimento de água e de saneamento; portos, rios, canais, barragens e diques; drenagem e irrigação; pontes e grandes estruturas; seus serviços afins e correlatos. RESOLUÇÃO N 1.073, DE 19 DE ABRIL DE 2016

8

9 ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA Lei Federal 6.496/77 - Resolução 1.025/09 do Confea

10 Art. 1º da Lei 6.496/77- Todo contrato, escrito ou verbal, para a execução de obras ou prestação de quaisquer serviços profissionais referentes à Engenharia, à Arquitetura e à Agronomia fica sujeito à "Anotação de Responsabilidade Técnica" (ART). Origem contrato Escrito Verbal ART resultado Identificar Responsável Técnico Formar o acervo técnico

11 Art. 9º da Res. 1025/ Quanto à tipificação, a ART pode ser classificada em: ART específica I ART de obra ou serviço, relativa à execução de obras ou prestação de serviços inerentes às profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea; ART de Cargo ou Função II ART de obra ou serviço de rotina, denominada ART múltipla, que especifica vários contratos referentes à execução de obras ou à prestação de serviços em determinado período; e III ART de cargo ou função, relativa ao vínculo com pessoa jurídica para desempenho de cargo ou função técnica.

12 ART Fora de Época ART fora de época: permite regularizar obras e serviços concluídos sem a devida ART: esta ART será regida, em seu procedimento de análise e liberação, pela Resolução 1.050/2013 que dispõe sobre a regularização de obras e serviços de Engenharia e Agronomia concluídos sem a devida Anotação de Responsabilidade Técnica.

13 TAXAS - RESOLUÇÃO Nº 1.067, DE 25 DE SETEMBRO DE 2015 Art º O valor da ART referente à execução de obra incidirá sobre o valor do custo da obra. 3º O valor da ART referente à prestação de serviço incidirá sobre o valor do contrato.

14 ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DA ART: 1) Conhecer o contrato: - Dados do contratante; - Endereço da obra/serviço; - Data de início; - Valor do contrato; - Atividades técnicas. 2) Se o contrato prevê o início do prazo a partir da emissão de uma Ordem de Serviço, devo aguardarr a emissão dessa OS para fazer a ART.

15 CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO - CAT Resolução 1.025/09 do Confea O acervo técnico é o conjunto das atividades desenvolvidas ao longo da vida do profissional compatíveis com suas atribuições e registradas no Crea por meio de anotações de responsabilidade técnica art.

16 TIPOS DE CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO Constituirão o acervo técnico do profissional as atividades finalizadas cujas ARTs correspondentes atendam às seguintes condições: I tenham sido baixadas; ou II não tenham sido baixadas, mas tenha sido apresentado atestado que comprove a execução de parte das atividades nela consignadas.

17 CONFORME RES. 1025/2009 DO CONFEA Art. 48. A capacidade técnico-profissional de uma pessoa jurídica é representada pelo conjunto dos acervos técnicos dos profissionais integrantes de seu quadro técnico. Parágrafo único. A capacidade técnico-profissional de uma pessoa jurídica varia em função da alteração dos acervos técnicos dos profissionais integrantes de seu quadro técnico. Art. 55. É vedada a emissão de CAT em nome da pessoa jurídica. Parágrafo único. A CAT constituirá prova da capacidade técnico- somente se o responsável técnico profissional da pessoa jurídica indicado estiver a ela vinculado como integrante de seu quadro técnico.

18 PARA SOLICITAR A CAT: Somente por meio do Ambiente Profissional DOCUMENTOS NECESSÁRIOS: Requerimento do Anexo III da Resoluçãoo n 1.025/09 (original ou cópia autenticada); Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), inicial e uma complementar para cada aditivo que alterar valor ou prazo do contrato, devidamente assinada pelo profissional e contratante (original ou cópia autenticada); Contrato de Obra ou Serviço e eventuais Termos Aditivos (cópia); Atestado Técnico (somente original e com firma reconhecida das assinaturas, exceto nos casos de órgão público); ART de Fiscalização, quando se tratar de obras públicas, exceto nos casos de laudo técnico e subcontratação (cópia); Laudo Técnico com respectiva ART, no caso em que a contratante não possua em seu quadro técnico profissional legalmente habilitado nas profissões do Sistema Confea/Crea (original ou cópia autenticada); Livro de ordem no caso de execução ou fiscalização de obras iniciadas a partir de 01/01/2018 (Resolução n 1094/17, do Confea).

19 PRAZOS: Para análise: 05 (cinco) dias úteis, a contar do processamento do pagamento da taxa; Para reanálise: 02 (dois) dias úteis, a sistema; As diligências não atendidas no prazo no arquivamento da solicitação. ATENDIMENTO: Presencial e telefônico: Gerência Técnica, das 14 às 18 horas; Telefones: (63) /9859. contar da inclusão de documentos no de 60 (sessenta) dias implicarão OBSERVAÇÕES: Os documentos deverão ser anexados em formato PDF colorido; O arquivo do Atestado Técnico deverá ser anexado separadamente; Todas as solicitações de Certidão de Acervo Técnico com Laudo Técnico somente serão aprovadas após verificação in locoo pela Fiscalização do Crea-TO; Todos os documentos, com exceção do Atestado Técnico, podem ser objeto de conferência por servidor do Crea, desdee que apresentados os respectivos originais.

20 CONHECENDO O SISTEMA Site:

21 AMBIENTE PÚBLICO Área referente a serviços públicos

22

23

24

25 AMBIENTE PROFISSIONAL Todas as funcionalidades do sistema

26

27

28

29

30 COMO PREENCHER UMA ART? 1 Art de projeto de obra residencial 2 Art de obra/serviço de obra residencial 3 Art de cargo/função

31 1 CADASTRAR CONTRATANTE Cadastrar dados do contratante

32 2 PREENCHER ART

33 FORMA DE REGISTRO DA ART Inicial: relativa à primeira ou única Anotação de Responsabilidade Técnica do profissional no respectivo contrato. Substituição: relativa à anotação de responsabilidade técnica que, vinculada à ART inicial, substitui os dados anotados quando houver a necessidade de corrigir dados que impliquem a modificação da caracterização do objeto ou da atividade técnica contratada ou houver a necessidade de corrigir erro sanável de preenchimento da ART; Complementar: relativa à Anotação de Responsabilidade Técnica do mesmo profissional que, vinculada à ART inicial, complementa os dados anotados quando: Complementar aditivo de prazo: houver alteração contratual ou aditivo contratual, que prorrogue o prazo de execução da obra/serviço; Complementar aditivo de valor: informa o aditivo de valor contratual com ou sem alteração da faixa de recolhimento da ART.

34

35 PARTICIPAÇÃO TÉCNICA Individual: indica que a atividade, objeto do contrato, é desenvolvida individualmente pelo profissional. Coautor ART Principal: indica que uma atividade técnica caracterizada como intelectual objeto de contrato único é desenvolvida em conjunto por mais de um profissional de mesma competência. Somente o primeiro profissional irá registrar esse tipo de participação técnica, cuja taxa de recolhimento da ART variará conforme o valor do contrato. (Selecionar a opção ART Principal.) Coautor vinculada: deve vinculá-la à ART de Coautor-ART Principal, e sua taxa de recolhimento será o valor mínimo. (Digitar o número da ART Principal e não deve selecionar a opção de ART Principal.) Corresponsável - ART Principal: indica que uma atividade caracterizada como executiva, objeto de contrato único, é desenvolvida em conjunto por mais de um profissional de mesma competência. Somente o primeiro profissional irá registrar esse tipo de participação técnica, cuja taxa de recolhimento da ART variará conforme o valor do contrato. (Selecionar a opção ART Principal.) Corresponsável vinculada: deve vinculá-la à ART de Corresponsável-ART Principal, e sua taxa de recolhimento será o valor mínimo. (Digitar o número da ART Principal e não deve selecionar a opção de ART Principal.) Equipe ART Principal: indica que diversas atividades complementares, objetos de contrato único, são desenvolvidas em conjunto por mais de um profissional com competências diferenciadas. Somente o primeiro profissional irá registrar esse tipo de participação técnica, cuja taxa de recolhimento da ART variará conforme o valor do contrato. Equipe vinculada: deve vinculá-la à primeira ART de Equipe ART Principal, e sua taxa de recolhimento será o valor mínimo. (Digitar o número da ART Principal e não deve selecionar a opção de ART Principal.)

36

37 ADICIONAR ATIVIDADE Nível de Atividade: identifica o nível de responsabilidade técnica sobre a atividade a ser desenvolvida pelo próprio profissional, individualmente ou por outros profissionais vinculados ao contrato. Direta: Corresponde ao trabalho próprio. É o nível usual de atividade do profissional. Quando elabora um projeto, executa uma obra, faz uma vistoria, uma perícia, etc., o profissional está atuando neste nível. Fiscalização: O profissional examina ou verifica se a execução obedece às especificações e prazos estabelecidos, bem como o projeto. Supervisão: Atividade de acompanhar, analisar e avaliar, de plano superior, o desempenho dos responsáveis pela execução de programas, projetos ou serviços.

38 ATIVIDADE PROFISSIONAL Atividade Profissional: identifica a modalidade da atividade a ser desenvolvida pelo profissional para a execução da obra ou prestação do serviço. Execução: Atividade de materialização na obra do que é previsto nos projetos, e do que é decidido por si ou por outro profissional legalmente habilitado. Instalação: Atividade que implica em colocar ou dispor, convenientemente, peças, equipamentos e acessórios necessários à determinada obra ou serviço técnico. Laudo: Atividade que consiste em elaborar uma peça escrita, fundamentada, na qual o profissional expõe as observações e estudos efetuados, bem como as respectivas conclusões.

39 ATIVIDADE Atividade: identifica a atividade a ser desenvolvida pelo profissional para a execução da obra ou prestação do serviço. Disponível para pesquisa em lista de atividades ou poderá digitar palavraschave da atividade de interesse, para o sistema filtrar e disponibilizar uma lista e o profissional escolher e clicar sobre a atividade que melhor define o serviço.

40 UNIDADE DE MEDIDA E QUANTIDADE Unidade de medida: informa a unidade de medida da parcela da obra ou serviço a ser executada pelo profissional. Quantidade: informa a medida da parcela da obra ou serviço a ser executada pelo profissional.

41

42

43

44

45 ART DE CARGO/FUNÇÃO

46

47 COMO SOLICITAR UMA CERTIDÃO DE ACERVO TÉCNICO CAT? E outros tipos de certidões

48

49

50 PENALIDADES LEI Nº 5.194, DE 24 DEZ 1966

51 ART AS PENALIDADES APLICÁVEIS POR INFRAÇÃO DA PRESENTE LEI SÃO AS SEGUINTES, DE ACORDO COM A GRAVIDADE DA FALTA: a) advertência reservada; b) censura pública; c) multa; d) suspensão temporária do exercício profissional; e) cancelamento definitivo do registro. Art O cancelamento do registro será efetuado por má conduta pública e escândalos praticados pelo profissional ou sua condenação definitiva por crime considerado infamante. Art As pessoas não habilitadas que exercerem as profissões reguladas nesta Lei, independentemente da multa estabelecida, estão sujeitas às penalidades previstas na Lei de Contravenções Penais.

52 MULTAS

53 OBRIGADA! Contatos: ART Fiscalização Registro

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia

Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia Introdução PROFISSÕES REGULAMENTADAS O QUE SÃO? POR QUE EXISTEM? CONSELHOS PROFISSIONAIS O QUE SÃO? O QUE FAZEM? Profissões regulamentadas * Medicina

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1025/09 CONFEA. Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional.

RESOLUÇÃO Nº 1025/09 CONFEA. Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional. RESOLUÇÃO Nº 1025/09 CONFEA Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional. Procedimentos para registro, baixa, cancelamento e anulação da ART e registro do Atestado

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA CIVIL. Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA CIVIL. Julgamento de Processos 1 II - PROCESSOS DE ORDEM A II. I - REQUER CERTIDÃO DE ACERVO TECNICO 2 UGI MOGI GUAÇU Nº de Ordem 1 Proposta CAT (fl.17) Processo/Interessado A-868/1995 V3 Relator JOSÉ FLORIANO DE AZEVEDO MARQUES NETO

Leia mais

ART- ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA. Superintendência de Fiscalização - SUPFIS

ART- ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA. Superintendência de Fiscalização - SUPFIS ART- ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA Superintendência de Fiscalização - SUPFIS ART- ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA Procedimento obrigatório por lei Registro pela Internet: 100% eletrônico Comodidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP INFORMAÇÃO 113/2012 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº 179163/2012 176799/2012 INTERESSADO: FRANCISCO JOSÉ VELA ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO O profissional Engenheiro Civil Francisco José

Leia mais

CREA-SC. Fundado em 17 de março de 1958, após ser desmembrado do CREA 10ª REGIÃO (RS E SC);

CREA-SC. Fundado em 17 de março de 1958, após ser desmembrado do CREA 10ª REGIÃO (RS E SC); CREA-SC Fundado em 17 de março de 1958, após ser desmembrado do CREA 10ª REGIÃO (RS E SC); Congrega atualmente 50.000 profissionais registrados (37.000 de nível superior e 13.000 de nível técnico) e 12.700

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART OBRA OU SERVIÇO/DEFENSORIA

MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART OBRA OU SERVIÇO/DEFENSORIA MANUAL DE PREENCHIMENTO DE ART OBRA OU SERVIÇO/DEFENSORIA A ART relativa à execução de obra ou à prestação de serviço, objeto de contrato único, deve ser registrada antes do início da respectiva atividade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP INFORMAÇÃO 041/2013 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº 45787/2013 INTERESSADO: FLÁVIO BOSKOVITZ ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO O sr. Flávio Boskovitz, protocolou junto ao CREA-SP consulta

Leia mais

2º Congresso Brasileiro de Geração Distribuída. Auditório da FIEC. 25 a 26 de outubro de 2017

2º Congresso Brasileiro de Geração Distribuída. Auditório da FIEC. 25 a 26 de outubro de 2017 2º Congresso Brasileiro de Geração Distribuída Auditório da FIEC 25 a 26 de outubro de 2017 SISTEMA CONFEA / CREA É o sistema que fiscaliza o exercício das profissões na área tecnológica. Lei Federal 5.194/66

Leia mais

ART ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA 2011

ART ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA 2011 ART ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA TABELA 01 Contrato VALORES PARA PAGAMENTO COM CONTRATOS FORMALIZADOS Faixa Valor do Contrato Taxa 1ª Até 8.000,00 33,00 2ª De 8.000,01 a 15.000,00 83,00 3ª De 15.000,01

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1025/09 CONFEA. Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional.

RESOLUÇÃO Nº 1025/09 CONFEA. Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional. RESOLUÇÃO Nº 1025/09 CONFEA Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional. PROCEDIMENTOS Registro Baixa Cancelamento Anulação da ART Registro do Atestado Emissão da

Leia mais

Djalma Campos Guimarães Filho

Djalma Campos Guimarães Filho Palestra CREA-SP Djalma Campos Guimarães Filho CREA-SP Para acessar o sistema CREANet, é necessário que seu navegador (browser) não restrinja a exibição de Popups. Clique aqui para saber como configurar

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 1.049, DE 27 DE SETEMBRO DE 2013

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 1.049, DE 27 DE SETEMBRO DE 2013 RESOLUÇÃO Nº 1.049, DE 27 DE SETEMBRO DE 2013 Altera as tabelas de valores referentes ao registro de Anotação de Responsabilidade Técnica, serviços, multas e anuidades de pessoas físicas e jurídicas. O

Leia mais

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL

ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ÉTICA E LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL Disciplina: Ética e Legislação Profissional Assunto: Legislação Profissional / Confea/Crea Prof. Ederaldo da Silva Azevedo Aula 2 e-mail: ederaldoazevedo@yahoo.com.br 1.

Leia mais

PRINCIPAIS NORMATIVOS PERTINENTES AO SISTEMA CONFEA/CREA S. Leis, decretos, resoluções, atos do CREA/PB.

PRINCIPAIS NORMATIVOS PERTINENTES AO SISTEMA CONFEA/CREA S. Leis, decretos, resoluções, atos do CREA/PB. PRINCIPAIS NORMATIVOS PERTINENTES AO SISTEMA CONFEA/CREA S Leis, decretos, resoluções, atos do CREA/PB. LEIS Lei Nº 11000 (15/12/2004) Ementa: Altera dispositivos da Lei nº 3.268, de 30 de setembro de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP LEI Nº 5.194/1966

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP LEI Nº 5.194/1966 LEI Nº 5.194/1966 DECRETO FEDERAL 23.196/1933 Engenheiros Agrônomos DECRETO FEDERAL 23.569/1933 Conselho de Engenharia e Arquitetura DECRETO-LEI Nº 8.620/1946 Conselho Federal e Regionais CRISTALIZA O

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP INFORMAÇÂO 109/2012 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº. 157785/2012 INTERESSADO: Antonio de Sousa Neto ASSUNTO: Consulta Técnica 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO Consulta realizada pelo Senhor Antonio de Sousa Neto -

Leia mais

COMO PREENCHER ART DE OBRA E SERVIÇO SISTEMA CREAÁGIL

COMO PREENCHER ART DE OBRA E SERVIÇO SISTEMA CREAÁGIL COMO PREENCHER ART DE OBRA E SERVIÇO SISTEMA CREAÁGIL 1 OBJETIVO: Apresentar procedimentos para o preenchimento de Anotação de Responsabilidade Técnica - ART de Obra e Serviço on-line pelo Portal CreaÁgil.

Leia mais

CREA-SP CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE SÃO PAULO

CREA-SP CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE SÃO PAULO 01 CREA-SP CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE SÃO PAULO 02 No Brasil, existem profissões: Regulamentadas E não regulamentadas O Estado regulamenta uma profissão se entender que

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 1.058, DE 26 DE SETEMBRO DE 2014. Altera as Resoluções nº 479, de 2003; 524, 528, 529 e 530, de 2011 e revoga a Resolução nº 1049, de 2013. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA Confea,

Leia mais

Ética, Profissão e Cidadania Professor Paulo Sérgio Walenia. 10/18/2017 UTFPR Campus Curitiba DAELT Ética, Profissão e Cidadania 1

Ética, Profissão e Cidadania Professor Paulo Sérgio Walenia. 10/18/2017 UTFPR Campus Curitiba DAELT Ética, Profissão e Cidadania 1 Ética, Profissão e Cidadania Professor Paulo Sérgio Walenia 1 Nesta aula os seguintes assuntos serão abordados: Lei Resoluções Modelo de 2 LEI 6496/77 Institui a "Anotação de Responsabilidade Técnica"

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

CONSIDERAÇÕES INICIAIS CONSIDERAÇÕES INICIAIS PERÍCIA AGRONÔMICA IMPORTÂNCIA PERÍCIA AGRONÔMICA Atuação como perito judicial; Ação de desapropriação de imóvel rural; Ação de inventário de imóvel rural; VALORAÇÃO DA INDENIZAÇÃO

Leia mais

CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ATO NORMATIVO Nº 53, DE 04 DE DEZEMBRO DE 2012 Dispõe sobre as alterações das tabelas de valores referentes ao registro de ART, Serviços, Multas e Anuidades de Pessoas Físicas e Jurídicas devidas ao Crea-ES,

Leia mais

Sistema Confea/Crea, Atuação Profissional e ART. Engº Agrônomo Gustavo de Faria Freitas

Sistema Confea/Crea, Atuação Profissional e ART. Engº Agrônomo Gustavo de Faria Freitas Sistema Confea/Crea, Atuação Profissional e ART Engº Agrônomo Gustavo de Faria Freitas Conselhos Profissionais Autarquias federais criadas para regulamentar e fiscalizar o exercício profissional (OAB e

Leia mais

COMO PREENCHER ART DE CARGO E FUNÇÃO SISTEMA CREAÁGIL

COMO PREENCHER ART DE CARGO E FUNÇÃO SISTEMA CREAÁGIL COMO PREENCHER ART DE CARGO E FUNÇÃO SISTEMA CREAÁGIL 1 OBJETIVO: Apresentar procedimentos para o preenchimento de Anotação de Responsabilidade Técnica - ART de Cargo e Função on-line pelo Portal CreaÁgil.

Leia mais

CONTROLE DE EXPEDIÇÃO DE ATOS NORMATIVOS DO CREA-PE

CONTROLE DE EXPEDIÇÃO DE ATOS NORMATIVOS DO CREA-PE CONTROLE DE EXPEDIÇÃO DE ATOS NORMATIVOS DO CREA-PE ATO Nº DATA DE EXPEDIÇÃO EMENTA/ASSUNTO SITUAÇÃO ATUAL 001/82 24/09/1982 002/82 24/09/1982 003/83 07/12/1983 "Dispõe sobre o registro de empresas de

Leia mais

Receituário Agronômico. Aspectos legais e a fiscalização

Receituário Agronômico. Aspectos legais e a fiscalização Receituário Agronômico Aspectos legais e a fiscalização CONFEA / CREA O CONSELHO FEDERAL Órgão regulador das profissões. A ele compete baixar as Resoluções e demais normativos que dão corpo ao exercício

Leia mais

ATO ADMINISTRATIVO Nº 21 DE 08 DE DEZEMBRO 2010.

ATO ADMINISTRATIVO Nº 21 DE 08 DE DEZEMBRO 2010. ATO ADMINISTRATIVO Nº 21 DE 08 DE DEZEMBRO 2010. Dispõe sobre os valores de Anuidades de Pessoas Físicas e Jurídicas, de Anotação de Responsabilidade Técnica ART, de Serviços e de Multas no exercício de

Leia mais

Sistema CONFEA/CREA Fiscalização das Profissões de Base Tecnológica e Ética Profissional

Sistema CONFEA/CREA Fiscalização das Profissões de Base Tecnológica e Ética Profissional Sistema CONFEA/CREA Fiscalização das Profissões de Base Tecnológica e Ética Profissional Seminário de Gestão de Segurança de Barragens em Mineração Eng. Minas José Margarida da Silva Eng. Geólogo João

Leia mais

Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional e dá outras providências.

Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional e dá outras providências. Resolução nº 1.023, do CONFEA, de 30 de maio de 2008. RESOLUÇÃO Nº 1.023, DO CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA - CONFEA, DE 30 DE MAIO DE 2008. Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade

Leia mais

1 de :03

1 de :03 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DE GOIÁS CREA-GO RELATÓRIO E VOTO FUNDAMENTADO CREA-GO Processo: 215454/2012 Folha: Assinat.: Órgão Plenário Processo n. 215454/2012

Leia mais

INFORMAÇÃO 111/2012 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº /2012 INTERESSADO: SAAE Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA

INFORMAÇÃO 111/2012 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº /2012 INTERESSADO: SAAE Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA INFORMAÇÃO 111/2012 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº 170480/2012 INTERESSADO: SAAE Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Guarulhos ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO O SAAE- Serviço Autônomo

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ANEXO DA DECISÃO PL/SP Nº 1022/2014 ATO ADMINISTRATIVO Nº 28/2014 Dispõe sobre os valores de Anuidades de Pessoas Físicas e Jurídicas, de Anotação de Responsabilidade Técnica - ART, de Serviços e de Multas

Leia mais

COMO PREENCHER ART PARA CONCESSÃO DE BLOCO DE NUMERAÇÃO DE RECEITAS

COMO PREENCHER ART PARA CONCESSÃO DE BLOCO DE NUMERAÇÃO DE RECEITAS COMO PREENCHER ART PARA CONCESSÃO DE BLOCO DE NUMERAÇÃO DE RECEITAS RECEITUÁRIO AGRONÔMICO - Para emissão de Receituário Agronômico em Software próprio SISTEMA CREAÁGIL 1 OBJETIVO: Apresentar procedimentos

Leia mais

CAU/MS EXERCÍCIO PROFISSIONAL FISCALIZAÇÃO ÉTICA ORIENTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATENDIMENTO VALORIZAÇÃO DA ARQUITETURA DISCIPLINA INFORMAÇÃO

CAU/MS EXERCÍCIO PROFISSIONAL FISCALIZAÇÃO ÉTICA ORIENTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATENDIMENTO VALORIZAÇÃO DA ARQUITETURA DISCIPLINA INFORMAÇÃO W W W. C A U M S. G O V. B R CAU/MS CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DE MATO GROSSO DO SUL EXERCÍCIO PROFISSIONAL DISCIPLINA INFORMAÇÃO FISCALIZAÇÃO ÉTICA ORIENTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATENDIMENTO VALORIZAÇÃO

Leia mais

Manual de Procedimentos Operacionais. Requerimento de ART e Acervo Técnico

Manual de Procedimentos Operacionais. Requerimento de ART e Acervo Técnico Check List CAT sem registro de atestado CAT sem registro de atestado Preenchimento Se não houver dados, será solicitado o preenchimento. Se contiver rasura ou estiver ilegível, deverá ser recusado o requerimento.

Leia mais

TABELAS DE ANUIDADES 2015

TABELAS DE ANUIDADES 2015 1 Resolução nº. 528/2011, do Confea, alterada pela Resolução nº. 1.058/2014 Anuidade Profissional Art. 2º A anuidade profissional é devida a partir de 1º de janeiro de cada ano, podendo a mesma ser cobrada

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1.025, DE 30 DE OUTUBRO DE 2009.

RESOLUÇÃO Nº 1.025, DE 30 DE OUTUBRO DE 2009. RESOLUÇÃO Nº 1.025, DE 30 DE OUTUBRO DE 2009. Dispõe sobre a Anotação de Responsabilidade Técnica e o Acervo Técnico Profissional, e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA

Leia mais

Manual. Construção de edificações residenciais multifamiliares. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XII

Manual. Construção de edificações residenciais multifamiliares. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XII Manual A Engenharia nos Empreendimentos Construção de edificações residenciais multifamiliares Anexo XII CONSTRUÇÃO DE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS MULTIFAMILIARES 1- Empreendimento Descrição: Trata-se da

Leia mais

Manual. Loteamentos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XVIII

Manual. Loteamentos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XVIII Manual A Engenharia nos Empreendimentos Loteamentos Anexo XVIII LOTEAMENTOS 1- Empreendimento Descrição: Entende-se como loteamento o empreendimento que trata da subdivisão de gleba em lotes destinados

Leia mais

CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ATO NORMATIVO Nº 36, DE 7 DE DEZEMBRO DE 2010 Dispõe sobre os valores de registro de ART devidas ao Crea-ES, para o exercício de 2011 e dá outras providências. O CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho BAIXA DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA IT. 44 00 1 / 5 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para solicitação de baixa de Anotação de Responsabilidade Técnica ART. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA IT 01

Leia mais

CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CREA-ES CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESPÍRITO SANTO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ATO NORMATIVO Nº 57, DE 12 DE NOVEMBRO DE 2013 Dispõe sobre as alterações das tabelas de valores referentes ao registro de ART, Serviços, Multas e Anuidades de Pessoas Físicas e Jurídicas devidas ao Crea-ES,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP INFORMAÇÂO 016/2013 - DAP PROTOCOLO Nº. 1585/2013 INTERESSADO: Alexandre da Rocha Corrêa ASSUNTO: Consulta Técnica 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO O Sr. Alexandre da Rocha Corrêa questiona se a atividade

Leia mais

Manual. Cartório de registro. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo X

Manual. Cartório de registro. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo X Manual A Engenharia nos Empreendimentos Cartório de registro Anexo X CARTÓRIO DE REGISTRO 1 Empreendimento Descrição: Cartório de Registro é o empreendimento cuja atividade exercida está sob a responsabilidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 1.043, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 1.043, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 1.043, DE 28 DE SETEMBRO DE 2012 Altera as tabelas de valores referentes ao registro de Anotação de Responsabilidade Técnica, serviços, multas e anuidades de pessoas físicas e jurídicas. O

Leia mais

ENTENDIMENTO Nº. 11/2001 CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL - CEEI

ENTENDIMENTO Nº. 11/2001 CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL - CEEI ENTENDIMENTO Nº. 11/2001 CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA INDUSTRIAL - CEEI Dispõe sobre o registro de Acervo Técnico e emissão da Certidão de Acervo Técnico CAT no CREA-CE A CÂMARA ESPECIALIZADA DE

Leia mais

CREA-RS. Anotação de Responsabilidade Técnica - ART - Eng. Minas SANDRO SCHNEIDER Gerente de Registro e ART

CREA-RS. Anotação de Responsabilidade Técnica - ART - Eng. Minas SANDRO SCHNEIDER Gerente de Registro e ART Anotação de Responsabilidade Técnica - ART - Eng. Minas SANDRO SCHNEIDER Gerente de Registro e ART Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) Lei Federal 6.496/77 - Resolução 1.025/09 do Confea Origem

Leia mais

O Sistema Confea/ Crea

O Sistema Confea/ Crea O Sistema Confea/Crea é regido pela Lei nº 5.194, de 24/dez/1966. O Sistema Confea/ Crea O Conselho Federal e os Conselhos Regionais são autarquias* dotadas de personalidade jurídica de direito público,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 523, DE 3 DE OUTUBRO DE 2011

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA CONFEA RESOLUÇÃO Nº 523, DE 3 DE OUTUBRO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 523, DE 3 DE OUTUBRO DE 2011 Fixa os valores de registro da Anotação de Responsabilidade Técnica ART e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA CONFEA,

Leia mais

Atribuição e Titulação

Atribuição e Titulação Atribuição e Titulação 1.1 Legislação Federal Lei n. 2.800, de 18 de junho de 1956 Cria os Conselhos Federais e Regionais de Química dispõe sobre a profissão do químico e dá outras providências. Lei n.

Leia mais

O QUE É O CREA O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia Crea, é a entidade que em cada estado do país fiscaliza, controla, orienta e aprimora na

O QUE É O CREA O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia Crea, é a entidade que em cada estado do país fiscaliza, controla, orienta e aprimora na Conhecendo o CREA O que é, o que faz, sua estrutura, e esclarecimentos sobre suas reais atribuições O QUE É O CREA O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia Crea, é a entidade que em cada estado do

Leia mais

Manual. Construção de edificações residenciais unifamiliares. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XIII

Manual. Construção de edificações residenciais unifamiliares. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XIII Manual A Engenharia nos Empreendimentos Construção de edificações residenciais unifamiliares Anexo XIII CONSTRUÇÃO DE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAS UNIFAMILIARES Empreendimento Descrição: Trata-se da construção

Leia mais

Anexo da Decisão PL 1758/2017

Anexo da Decisão PL 1758/2017 SERVIÇOS Anexo da Decisão PL 1758/2017 (Atualização dos valores de anuidades, serviços e multas para o exercício 2018) As taxas de serviços devidas ao Confea e aos Creas no exercício 2018 constam na tabela

Leia mais

Introdução à Engenharia

Introdução à Engenharia Introdução à Engenharia gandhiferrari@gmail.com http://www.facebook.com/profgandhiferrari http://www.twitter.com/gandhiferrari http://profgandhiferrari.wordpress.com O que é o Sistema CONFEA / CREA / MÚTUA

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº 1, DE 16 DE JUNHO DE 2000

ATO NORMATIVO Nº 1, DE 16 DE JUNHO DE 2000 ATO NORMATIVO Nº 1, DE 16 DE JUNHO DE 2000 Dispõe sobre a documentação a ser exigida para o registro e a expedição da Certidão de Acervo Técnico aos profissionais do Sistema CONFEA/CREA-SP. O Conselho

Leia mais

FISCALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS E EXECUÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE TELECOMUNICAÇÕES EM EDIFICAÇÕES.

FISCALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS E EXECUÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE TELECOMUNICAÇÕES EM EDIFICAÇÕES. Av. César Hilal, 700-1º andar - Bento Ferreira - Vitória - ES CEP 29050-662 Tel.: (27) 3334-9900 FAX: (27) 3324-3644 CEEE FISCALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES DE ELABORAÇÃO DE PROJETOS E EXECUÇÃO DE INSTALAÇÕES

Leia mais

PLS 58/2008 Identificação de Obras Públicas Inacabadas

PLS 58/2008 Identificação de Obras Públicas Inacabadas Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia Assessoria Parlamentar PLS 58/2008 Identificação de Obras Públicas Inacabadas Interface com Sistema Confea/Crea Objetivo PLS: Identificar todas as

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA CIVIL Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA CIVIL Julgamento de Processos 1 I - PROCESSOS DE VISTAS I. I - PROCESSOS QUE RETORNAM À CÂMARA APÓS VISTAS CONCEDIDAS/REDISTRIBUIÇÃO 2 UGI SÃO JOSÉ DO RIO PRETO Nº de Ordem 1 Processo/Interessado SF-1313/2014 Relator CREA-SP RENATO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA-CREA-PA. CADASTRO DE CURSO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA-CREA-PA. CADASTRO DE CURSO CADASTRO DE CURSO As instituições de ensino que ministram cursos regulares das áreas de agronomia, engenharia, geografia, geologia e meteorologia devem efetuar o seu cadastramento e de seus cursos regulares,

Leia mais

Considerando que a Lei n 6.664, de 26 de junho de 1979, disciplina a profissão. de geógrafo;

Considerando que a Lei n 6.664, de 26 de junho de 1979, disciplina a profissão. de geógrafo; 1 PROJETO DE RESOLUÇÃO Dispõe sobre as atividades, atribuição de títulos e competências profissionais para os diplomados nos campos profissionais abrangidos pelas diferentes Modalidades das Categorias

Leia mais

Programa de Capacitação de Agentes Fiscais SANTA MARIA: 14/08/2013

Programa de Capacitação de Agentes Fiscais SANTA MARIA: 14/08/2013 Programa de Capacitação de Agentes Fiscais SANTA MARIA: 14/08/2013 CONCEITOS RESÍDUO: Resíduos nos estados sólido, semi-sólido ou líquido resultantes de atividades industriais, domésticas, hospitalar,

Leia mais

NBR Aspectos polêmicos da NBR : Avaliação de bens -Procedimentos Gerais. Sérgio Antão Paiva Teresina 2016

NBR Aspectos polêmicos da NBR : Avaliação de bens -Procedimentos Gerais. Sérgio Antão Paiva Teresina 2016 NBR 14.653-1 Aspectos polêmicos da NBR 14653-1: Avaliação de bens -Procedimentos Gerais. Sérgio Antão Paiva Teresina 2016 Responsabilidade pela vistoria Na NBR 14.653-1 atual : 7.3.2 A vistoria deve ser

Leia mais

DISCIPLINA: Introdução à Engenharia Ambiental. Assunto: Atribuições do Engenheiro Ambiental

DISCIPLINA: Introdução à Engenharia Ambiental. Assunto: Atribuições do Engenheiro Ambiental Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Departamento de Estudos Básicos e Instrumentais DEBI Curso de Engenharia Ambiental DISCIPLINA: Introdução à Engenharia Ambiental Assunto: Atribuições do Engenheiro

Leia mais

CARTA DE SERVIÇOS - COMPROMISSO COM A SOCIEDADE - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo

CARTA DE SERVIÇOS - COMPROMISSO COM A SOCIEDADE - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo CARTA DE SERVIÇOS - COMPROMISSO COM A SOCIEDADE - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo 4. Atribuições do Crea-ES Art. 34 da Lei 5.194/66 - São atribuições dos Conselhos

Leia mais

Manual. Estruturas de diversão e parques temáticos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XVI

Manual. Estruturas de diversão e parques temáticos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XVI Manual A Engenharia nos Empreendimentos Estruturas de diversão e parques temáticos Anexo XVI ESTRUTURAS DE DIVERSÃO E PARQUES TEMÁTICOS 1- Empreendimento Descrição: Entende-se como estruturas de diversão

Leia mais

Dados da ART divergindo com os dados da documentação apresentada, deverão ser corrigidos através de ART de correção e/ou substitutiva.

Dados da ART divergindo com os dados da documentação apresentada, deverão ser corrigidos através de ART de correção e/ou substitutiva. O QUE É ACERVO TÉCNICO? O Acervo Técnico é o conjunto das atividades desenvolvidas ao longo da vida do profissional, compatíveis com suas atribuições desde que registradas no Crea por meio de ARTs -Anotações

Leia mais

Decisão da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica (CEEE-RJ )

Decisão da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica (CEEE-RJ ) Reunião : Ordinária N : 4 : Extraordinária N : Decisão da Câmara Especializada : CEEE/RJ nº 432/2017 Referência : Processo nº 2017500121/Protocolo nº 2017500121 Interessado : LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE

Leia mais

Manual. Hipermercados e rede de Supermercados. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo III

Manual. Hipermercados e rede de Supermercados. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo III Manual A Engenharia nos Empreendimentos Hipermercados e rede de Supermercados Anexo III HIPERMERCADOS E REDE DE SUPERMERCADOS 1- Empreendimento Descrição: Entende-se como hipermercados e rede de supermercados

Leia mais

Manual. Indústria de artefatos plásticos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XXV

Manual. Indústria de artefatos plásticos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XXV Manual A Engenharia nos Empreendimentos Indústria de artefatos plásticos Anexo XXV INDÚSTRIA DE ARTEFATOS DE PLÁSTICOS 1- Empreendimento Descrição: Entende-se como indústria de artefatos de plásticos a

Leia mais

Sr. Presidente, A Lei /2010, em seu art. 2º, prevê que as atividades e atribuições dos arquitetos e urbanistas consistem em:

Sr. Presidente, A Lei /2010, em seu art. 2º, prevê que as atividades e atribuições dos arquitetos e urbanistas consistem em: Parecer: 14/2012-AJU Interessado: CAU-DF. Assunto: Consulta. Atribuições de Arquitetos e Urbanistas. Elaboração de projetos de arquitetura. Atividade exclusiva de Arquitetos. Ementa: Direito Civil. Atribuições

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA CONFEA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA CONFEA ANEXO DA DECISÃO Nº PL-1293/2010 RESOLUÇÃO Nº 515, DE 24 DE SETEMBRO DE 2010. Fixa os valores das anuidades de pessoas físicas a serem pagas aos Conselhos Regionais de Engenharia, Arquitetura e Agronomia

Leia mais

Auditoria da Controladoria Geral da União - CGU

Auditoria da Controladoria Geral da União - CGU União - CGU Informações do Sistema Confea/Crea 2015-2016 Informações do Sistema Confea/Crea 2015-2016 Informações levantadas pela União CGU nos seguintes Creas: Relatório de Auditoria Institucional do

Leia mais

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002.

RESOLUÇÃO. Currículo revogado conforme Res. CONSEPE 71/2002, de 18 de dezembro de 2002. RESOLUÇÃO CONSEPE 44/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL, DO CÂMPUS ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, no uso da atribuição que

Leia mais

Manual. Jardins, parques urbanos e zoológicos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XIX

Manual. Jardins, parques urbanos e zoológicos. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XIX Manual A Engenharia nos Empreendimentos Jardins, parques urbanos e zoológicos Anexo XIX JARDINS, PARQUES URBANOS E ZOOLÓGICOS 1- Empreendimento Descrição: Os jardins e parques urbanos constituem elementos

Leia mais

Para saber tudo sobre a Nova Resolução acesse: CONFEA: CREA-PA:

Para saber tudo sobre a Nova Resolução acesse: CONFEA:  CREA-PA: Para saber tudo sobre a Nova Resolução acesse: CONFEA: www.confea.org.br/normativos CREA-PA: www.creapa.com.br Sede: Tv. Doutor Moraes, 194 - Nazaré - Belém PA - CEP: 66.035-080 Ouvidoria: ouvidoria@creapa.com.br

Leia mais

ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015

ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 ENTIDADES DE FISCALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO DAS PROFISSÕES LIBERAIS CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a criação de Acervos Técnicos de Pessoas

Leia mais

Manual. Empresa de controle integrado de vetores e pragas. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XV

Manual. Empresa de controle integrado de vetores e pragas. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XV Manual A Engenharia nos Empreendimentos Empresa de controle integrado de vetores e pragas Anexo XV EMPRESAS DE CONTROLE INTEGRADO DE VETORES E PRAGAS 1- Empreendimento Descrição: Entende-se como controle

Leia mais

O Crea-RJ e suas Novas Perspectivas

O Crea-RJ e suas Novas Perspectivas O Crea-RJ e suas Novas Perspectivas O Sistema Confea/Crea Os Conselhos Federal e Regionais são autarquias dotadas de personalidade jurídica de direito público, constituindo serviço público federal. O Sistema

Leia mais

REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA. Especialidades

REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA. Especialidades REGISTRO DE PESSOA JURÍDICA Especialidades OBJETIVO: A padronização dos procedimentos de inclusão, alteração e cancelamento de registros, em todas as UGI s, UOP s e UPS s, visando o melhoramento contínuo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ESPERANÇA NOVA Comissão de Licitação

PREFEITURA MUNICIPAL DE ESPERANÇA NOVA Comissão de Licitação JULGAMENTO - PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Tomada de Preços n 35/2017 Processo n 05/2017 Trata-se de Pedido de Impugnação ao Edital de Tomada de Preços n 05/2017, Processo n 35/2017, que tem como objeto a contratação

Leia mais

O Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, e

O Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições, e INSTRUÇÃO N.º 2551 Dispõe sobre os procedimentos para registro de profissional e concessão de atribuições provisórias, até que se definam as atribuições definitivas pelas Câmaras Especializadas. O Presidente

Leia mais

Eng. Jovanilson Freitas

Eng. Jovanilson Freitas Palestrante: Eng. Jovanilson Freitas Coordenador Nacional das Coordenadorias de Câmaras Especializadas de Engenharia Elétrica- CCCEE / 2016; Presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INDICAÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento; 2- Indicação de responsável

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INDICAÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento; 2- Indicação de responsável DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INDICAÇÃO DE RESPONSÁVEL TÉCNICO (Cópias e originais ou cópias autenticadas) 1- Requerimento; 2- Indicação de responsável (eis) técnico (s) para atividades técnicas da Empresa

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP INFORMAÇÂO 046/2013 - DAP PROTOCOLO Nº. 74324/2013 INTERESSADO: Prefeitura Municipal de Jacupiranga ASSUNTO: Consulta Técnica 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO A Prefeitura Municipal de Jacupiranga questiona

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CONFEA ANEXO DA DECISÃO PL-2041/2015 (Atualização dos valores de anuidades, serviços e multas para o exercício 2016) SERVIÇOS As taxas de serviços devidas ao Confea e aos Creas no exercício 2016 constam na tabela

Leia mais

ATO Nº 33. CONSIDERANDO a exigência do registro das empresas de Engenharia Eletricista, estabelecida na Lei 5.194/66 e na Resolução 247 do CONFEA;

ATO Nº 33. CONSIDERANDO a exigência do registro das empresas de Engenharia Eletricista, estabelecida na Lei 5.194/66 e na Resolução 247 do CONFEA; ATO Nº 33 Dispõe sobre o exercício de atividades no campo da Engenharia Eletricista (Eletrotécnica, Eletrônica e Comunicação). O CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP INFORMAÇÃO 098/2013 DAP/SUPCOL PROTOCOLO Nº 155437/2013 INTERESSADO: ROSANGELA PINSARD HENRIQUES ASSUNTO: CONSULTA TÉCNICA 1. IDENTIFICAÇÃO E HISTÓRICO Consulta de Rosangela Pinsard Henriques, referente

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O 1024/ CONFEA LIVRO DE ORDEM

R E S O L U Ç Ã O 1024/ CONFEA LIVRO DE ORDEM R E S O L U Ç Ã O 1024/2009 - CONFEA LIVRO DE ORDEM NÃO HÁ DEFESA ADEQUADA, A NÃO SER A ESTUPIDEZ, PARA A RESISTÊNCIA AO IMPACTO DE UMA NOVA IDÉIA P. W. Bridgman A FISCALIZAÇÃO ATUANTE EVITA FRAUDE; A

Leia mais

Manual. Obras de infraestrutura viária - rodovias e vias urbanas. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XXIII

Manual. Obras de infraestrutura viária - rodovias e vias urbanas. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo XXIII Manual A Engenharia nos Empreendimentos Obras de infraestrutura viária - rodovias e vias urbanas Anexo XXIII OBRAS DE INFRAESTRUTURA VIÁRIA - RODOVIAS E VIAS URBANAS 1- Empreendimento Descrição: As obras

Leia mais

Cada qual vê o que quer,

Cada qual vê o que quer, Cada qual vê o que quer, pode ou consegue enxergar Porque eu sou do tamanho do que vejo E não do tamanho da minha Altura (Fernando Pessoa) ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS Eng. Civil e Advogado JOSÉ TADEU DA

Leia mais

ATO NORMATIVO Nº. 32/09

ATO NORMATIVO Nº. 32/09 ATO NORMATIVO Nº. 32/09 Dispõe sobre os valores das anuidades de pessoas físicas a serem pagas ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Espírito Santo - Crea-ES para o exercício

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL. Resolução 1024/09 do Confea Dispõe sobre a obrigatoriedade de adoção do Livro de Ordem

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL. Resolução 1024/09 do Confea Dispõe sobre a obrigatoriedade de adoção do Livro de Ordem SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Livro de Ordem Lei Federal 5194/66 Regula o exercício das profissões Lei Federal 8078/90 Código de Defesa do Consumidor Lei Federal 6496/77 Institui a Anotação de Responsabilidade

Leia mais

Ética, Profissão e Cidadania Professor Paulo Sérgio Walenia. 9/20/2010 UTFPR Campus Curitiba DAELT Ética, Profissão e Cidadania 1

Ética, Profissão e Cidadania Professor Paulo Sérgio Walenia. 9/20/2010 UTFPR Campus Curitiba DAELT Ética, Profissão e Cidadania 1 Ética, Profissão e Cidadania Professor Paulo Sérgio Walenia 1 Nesta seção os seguintes assuntos serão abordados: Resolução 473 Resolução 218 e outras correlatas O Ato n 2 Deliberações normativas da CEEE

Leia mais

1º São requisitos preliminares para o registro de que trata o caput deste artigo : (1) a) b) c) d)

1º São requisitos preliminares para o registro de que trata o caput deste artigo : (1) a) b) c) d) Publicada no D.O.U. - 15/12/93 Seção 1 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 148, DE 26 DE NOVEMBRO DE 1993 (Alterada pela Resolução Normativa CFA n.º 179, de 25/04/96) (Revogada pela Resolução Normativa CFA nº 304,

Leia mais

JOSÉ BORGES DE SOUSA ARAÚJO

JOSÉ BORGES DE SOUSA ARAÚJO Convênio de Cooperação Mútua que entre si celebram o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Piauí Crea/PI e a Prefeitura Municipal de Paulistana-PI Pelo presente instrumento

Leia mais

Manual. Extração e beneficiamento de recursos minerais e/ ou fósseis. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo VII

Manual. Extração e beneficiamento de recursos minerais e/ ou fósseis. A Engenharia nos Empreendimentos. Anexo VII Manual A Engenharia nos Empreendimentos Extração e beneficiamento de recursos minerais e/ ou fósseis Anexo VII EXTRAÇÃO E BENEFICIAMENTO DE RECURSOS MINERAIS E/OU FÓSSEIS 1- Empreendimento Descrição: Trata-se

Leia mais

CANCELAMENTO DE AUTO DE INFRAÇÃO NO ÂMBITO DO CONFEA

CANCELAMENTO DE AUTO DE INFRAÇÃO NO ÂMBITO DO CONFEA CANCELAMENTO DE AUTO DE INFRAÇÃO NO ÂMBITO DO CONFEA JOSÉ FERNANDES LEITE Gerente - GTE FINALIDADE art. 43 da Portaria nº 100/2014: Desenvolver, coordenar e executar as atividades de assistência técnica

Leia mais