Geração Solar Distribuída Uma tendência que virou realidade no Brasil

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Geração Solar Distribuída Uma tendência que virou realidade no Brasil"

Transcrição

1 Geração Solar Distribuída Uma tendência que virou realidade no Brasil

2 ENGIE Quem Somos? 2

3 ENGIE Compromisso com a Transição Energética digital 3D descarbonizada descentralizada 3

4 O futuro da energia no Brasil

5 Tendências Ciclo Entender o Cenário Ações para Viabilizar Levantar Soluções Tendências 5

6 Cenário da matriz energética

7 Transição Energética Matriz Energética Brasileira Térmicas Necessárias por questões de confiabilidade porém altos custos de geração Nucleares Não existe previsão de novas plantas Alternativas Processo de crescimento. Fontes complementares de geração. Hidrelétricas Ausência de novos Projetos. Ex. UHE TAPAJÓS 7

8 Cenário Evolução da Matriz Brasileira Capacidade Instalada brasileira (GW) Horizonte de 10 anos Não Renováveis Outras Renováveis Hidro Não Renováveis 2014: 21,6 GW 2024: 33,0 GW Crescimento de 52% ou 11,4 GW Renováveis Outras Fontes 2014: 21,5 GW 2024: 56,4 GW Crescimento de 162% ou 34,9 GW Hidro 2014: 82,8 GW 2024: 109,9 GW Crescimento de 32% ou 27,1 GW 8

9 Cenário Perfil de Consumo 9

10 Soluções & Tendências

11 Tendência Mudança do Modelo de Geração MODELO ATUAL COMPOSIÇÃO Grandes Usinas (Geração Centralizada) Linhas de Transmissão Subestações Rede de Distribuição AVALIAÇÃO Impactos Ambientais (Implantação) Questões Fundiárias (Desapropriação) Elevadas Perdas Elétricas Elevados Investimentos em Infraestrutura (Construção e modernização) NOVO MODELO COMPOSIÇÃO Pequenas Usinas (Geração Descentralizada) AVALIAÇÃO Sem Impactos Ambientais (Uso de telhados) Sem Desapropriação (Uso de telhados) Reduzidas Perdas Elétricas (Geração no Ponto de Consumo) Reduzidos Investimentos em Infraestrutura (Geração no Ponto de Consumo) Bateriais (próxima tendência) 11

12 Tendência GD e Comportamento de Consumo Percentual de Energia Injetada na Rede 40-60% 0-20% 0-10% Consumo Total do SIN por setor* GDI 43% GDR 34% GDC 23% *Baseados no consumo total, por setor dos últimos 12 meses: EPE 12

13 Tendência Mercado Brasileiro Número de Micro e Minigeradores e Expectativas Expectativa ANEEL Realizados até jul/ Resolução 482/12 Resolução 687/15 13

14 Tendência Geração Distribuída Outros Países Estados Unidos: - Marca de 1 milhão de sistemas instalados em 2016; O POTENCIAL Altos níveis de irradiação Alemanha: - Mais de 1,5 milhões de sistemas instalados; - 4% das casas alemãs possuem um sistema fotovoltaico; - 7,5% do consumo de energia do país provém da energia solar; - O local mais ensolarado tem 20% menos irradiação do que o local menos ensolarado do Brasil! BRASILEIRO EM ENERGIA Austrália: SOLAR - 1,5 milhões de residências com sistemas fotovoltaicos; - Há um painel solar para cada habitante do país. 14

15 Tendência Geração Distribuída Potencial Brasileiro Altos níveis de irradiação 15

16 Tendência Geração Distribuída Viabilidade do Investimento $100, $90,00 $80,00 $70,00 $76,77 Residências e Pequeno Comércio Pay Back: 4,5 à 6 anos 200 $60,00 $50,00 $40,00 Industrias e Grandes Consumidores Pay Back: 7 à 9 anos $30,00 $20,00 $10,00 $0,61 50 $- 0 Capacidade instalada no mundo (em GWp) Custo dos Módulos por Wp 16

17 Soluções e Tendências Resumo Aumento de consumo Mudança do perfil de consumo Necessidades de novas fontes Foco em Renováveis Desejo por tecnologia Tratar como infraestrutura Regulamentação Adequada Conhecimento Geração descentralizada Destaque para Solar FV 17

18 Gerador Solar Fotovoltaico

19 Sistemas Fotovoltaicos O que é? Termo Solar Fotovoltaica Aquecimento Solar (Geração de Energia Elétrica) (Aquecimento de Água) 19

20 Sistemas Fotovoltaicos O que é? 20

21 Sistemas Fotovoltaicos Como Funciona? 00/00/2015 TITRE DE LA PRESENTATION ( MENU "INSERTION / EN-TETE ET PIED DE PAGE") 21

22 Sistemas Fotovoltaicos Possibilidades G C Sistema de Compensação de Energia (net-meetering) Auto-Consumo Remoto Créditos válidos por 5 anos Mesmo CPF ou CNPJ Mesma Distribuidora 00/00/2015 TITRE DE LA PRESENTATION ( MENU "INSERTION / EN-TETE ET PIED DE PAGE") 22

23 Sistemas Fotovoltaicos Possibilidades 10% 60% 20% 10% Geração Compartilhada Múltiplas Unidades Consumidoras Diferentes CPFs ou CNPJs Mesma Distribuidora Vinculo via Consórcio ou SPE Diferentes CPFs ou CNPJs Mesma Distribuidora Mesmo Condomínio 00/00/2015 TITRE DE LA PRESENTATION ( MENU "INSERTION / EN-TETE ET PIED DE PAGE") 23

24 Sistemas Fotovoltaicos Instalações Brasileiras 00/00/2015 TITRE DE LA PRESENTATION ( MENU "INSERTION / EN-TETE ET PIED DE PAGE") 24

25 Obrigado! Carlos Ribeiro (19)

Transição Energética Oportunidades em Energia Solar

Transição Energética Oportunidades em Energia Solar Inovar e crescer, construindo um país melhor Florianópolis, 16 a 18 de maio de 2018 Transição Energética Oportunidades em Energia Solar Maury Garrett Realização: Promoção: SLIDE TITLE Sub-title O novo

Leia mais

Apoio do BNDES ao Setor de Energia Solar Agosto 2016

Apoio do BNDES ao Setor de Energia Solar Agosto 2016 Apoio do BNDES ao Setor de Energia Solar Agosto 2016 O Apoio do BNDES ao Setor de Energia Solar 1. Aspectos Institucionais 2. Aspectos Setoriais 3. Critérios de análise Corporate Finance Project Finance

Leia mais

DIGITAL AGRO SMART GRID E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

DIGITAL AGRO SMART GRID E ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA Aviso Legal Este documento esta protegido por direitos autorais e pode conter informações confidenciais e/ou privilegiadas. E expressamente proibido copiar, modificar, distribuir, remover, adicionar ou

Leia mais

Energia Incentivada Geração Distribuída de Energia Mini e Micro Geração de Energia Conceitos Básicos

Energia Incentivada Geração Distribuída de Energia Mini e Micro Geração de Energia Conceitos Básicos Energia Incentivada Geração Distribuída de Energia Mini e Micro Geração de Energia Conceitos Básicos José Henrique Diniz Consultor ADENOR, SEBRAE e FUNDAÇÃO DOM CABRAL Sócio-Consultor: CONEXÃO Energia

Leia mais

Micro e Minigeração Distribuída REN 482/2012

Micro e Minigeração Distribuída REN 482/2012 Micro e Minigeração Distribuída REN 482/2012 Davi Rabelo Especialista em Regulação Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição SRD Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2017 AGENDA Conceitos

Leia mais

Oportunidades em Geração Fotovoltaica para MPE. Geração Distribuída e Auto Produção

Oportunidades em Geração Fotovoltaica para MPE. Geração Distribuída e Auto Produção Oportunidades em Geração Fotovoltaica para Geração Distribuída e Auto Produção O quanto o custo de energia representa para as Micro e Pequenas empresas Para 68% das Micro e Pequenas Empresas, a energia

Leia mais

Energia Solar Fotovoltaica Conceitos Básicos e Panorama

Energia Solar Fotovoltaica Conceitos Básicos e Panorama Energia Solar Fotovoltaica Conceitos Básicos e Panorama Prof. Fabiano Perin Gasparin Universidade Estadual do Rio Grande do Sul IFRS 08 de agosto de 2018 Roteiro Introdução Energia solar fotovoltaica Sistemas

Leia mais

A GDFV no Brasil: passado, presente e futuro

A GDFV no Brasil: passado, presente e futuro A GDFV no Brasil: passado, presente e futuro Brasília, 12 de junho de 2018 CARLOS EDUARDO CABRAL CARVALHO Assessor da Diretoria da ANEEL ANEEL Missão Missão da ANEEL Planejamento Estratégico 2018-2021

Leia mais

Impactos e Arranjos Regulatórios da Micro Geração Solar Fotovoltaica

Impactos e Arranjos Regulatórios da Micro Geração Solar Fotovoltaica GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS E ANÁLISES COMPARADAS Impactos e Arranjos Regulatórios da Micro Geração Solar Fotovoltaica Painel 3 Rio de Janeiro, 17 de Outubro de 2017 2 Agenda 1 Atual

Leia mais

Micro e Minigeração Distribuída REN 482/2012

Micro e Minigeração Distribuída REN 482/2012 Micro e Minigeração Distribuída REN 482/2012 Davi Rabelo Especialista em Regulação Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição SRD Rio de Janeiro, 17 de outubro de 2017 AGENDA Conceitos

Leia mais

Workshop de Eficiência Energética Gerar sua própria energia é realmente um bom negócio? Jun/17

Workshop de Eficiência Energética Gerar sua própria energia é realmente um bom negócio? Jun/17 Workshop de Eficiência Energética Gerar sua própria energia é realmente um bom negócio? Jun/17 Programação Capítulo 1 Quem somos Capítulo 2 Energia Solar Fotovoltaica no Brasil Capítulo 3 Cases Capítulo

Leia mais

Encontro de negócios da construção pesada. Apresentação: Organização:

Encontro de negócios da construção pesada. Apresentação: Organização: Encontro de negócios da construção pesada Apresentação: Organização: Objetivo Apresentar novas tecnologias que possam auxiliar as empresas da construção pesada na busca de redução nas despesas operacionais

Leia mais

Projetos de Geração Distribuída Neoenergia. Maio de 2016

Projetos de Geração Distribuída Neoenergia. Maio de 2016 Projetos de Geração Distribuída Neoenergia Maio de 2016 GRUPO NEOENERGIA Um dos maiores grupos do setor elétrico brasileiro, maior em números de clientes ( 10,5 milhões ) Atuação em toda a cadeia de produção

Leia mais

Taller de trabajo: Energía Solar Integración y despacho: desafíos para la región

Taller de trabajo: Energía Solar Integración y despacho: desafíos para la región MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Taller de trabajo: Energía Solar Integración y despacho: desafíos para la región Ing. Cristiano Augusto Trein, Ph.D. Ministério de Minas e Energia cristiano.trein@mme.gov.br

Leia mais

Política Energética em Minas Gerais e no Brasil - oportunidades para pequenos negócios e municípios

Política Energética em Minas Gerais e no Brasil - oportunidades para pequenos negócios e municípios Política Energética em Minas Gerais e no Brasil - oportunidades para pequenos negócios e municípios Desenvolvimento do Setor Energético de MG MARCO: Conjugação de esforços entre a SEDECTES, o SEBRAE e

Leia mais

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS E ANÁLISES COMPARADAS. Impactos e Arranjos Regulatórios da Micro Geração Solar Fotovoltaica

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS E ANÁLISES COMPARADAS. Impactos e Arranjos Regulatórios da Micro Geração Solar Fotovoltaica GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS E ANÁLISES COMPARADAS Impactos e Arranjos Regulatórios da Micro Geração Solar Fotovoltaica Painel 3 Rio de Janeiro, 17 de Outubro de 2017 Agenda 1 Atual

Leia mais

Apresentação para ENASE Modernização e Evolução do Modelo Setorial

Apresentação para ENASE Modernização e Evolução do Modelo Setorial Apresentação para ENASE Modernização e Evolução do Modelo Setorial Perspectivas do Setor Elétrico 2017 a 2021 A ótica do Operador Luiz Eduardo Barata Ferreira Diretor Geral Rio de Janeiro, 17 de maio de

Leia mais

Matriz Elétrica Brasileira e

Matriz Elétrica Brasileira e Matriz Elétrica Brasileira e as REI s 3 0 Seminário Inserção de Novas Fontes Renováveis e Redes Inteligentes no Planejamento Energético Nacional Rio de Janeiro, 20 de Setembro de 2016 Jeferson Borghetti

Leia mais

Energias Renováveis Mapeamento do Setor. Fortaleza, 3 de outubro de 2017

Energias Renováveis Mapeamento do Setor. Fortaleza, 3 de outubro de 2017 Energias Renováveis Mapeamento do Setor Fortaleza, 3 de outubro de 2017 Agenda Conteúdo da Apresentação 1. Contexto Brasileiro de Energias Renováveis 2. Energia Solar Fotovoltaica 3. Energia Eólica 4.

Leia mais

A ENERGIA QUE VEM DO SOL CAMPO GANDE MS (22/06/2018)

A ENERGIA QUE VEM DO SOL CAMPO GANDE MS (22/06/2018) A ENERGIA QUE VEM DO SOL CAMPO GANDE MS (22/06/2018) Geração Distribuída conforme o Artigo 14º do Decreto Lei nº 5.163/2004, atualizada pelo decreto 786/2017 é toda produção de energia elétrica proveniente

Leia mais

Energia Solar Integração e Desenvolvimento

Energia Solar Integração e Desenvolvimento Energia Solar Integração e Desenvolvimento Eng. Civil Cristiano Augusto Trein, Ph.D. Cuiabá, 12 de Agosto de 2016 Energia Solar Integração e Desenvolvimento Energia Solar = Integração + Desenvolvimento

Leia mais

O USO DA ENERGIA SOLAR NAS RESIDÊNCIAS E ESTABELECIMENTOS: UMA VISÃO NO MUNDO, BRASIL E PERNAMBUCO I E-BOOK

O USO DA ENERGIA SOLAR NAS RESIDÊNCIAS E ESTABELECIMENTOS: UMA VISÃO NO MUNDO, BRASIL E PERNAMBUCO I E-BOOK O USO DA ENERGIA SOLAR NAS RESIDÊNCIAS E ESTABELECIMENTOS: UMA VISÃO NO MUNDO, BRASIL E PERNAMBUCO # I E-BOOK #ILUMINADOSPELALUZDOSOL Bem vindo(a) a nova era Tecnológica! O maior desafio da humanidade,

Leia mais

Inserção de Usinas Reversíveis no Sistema Elétrico Nacional Fernando José Carvalho de França ONS Operador Nacional do Sistema Elétrico

Inserção de Usinas Reversíveis no Sistema Elétrico Nacional Fernando José Carvalho de França ONS Operador Nacional do Sistema Elétrico Inserção de Usinas Reversíveis no Sistema Elétrico Nacional Fernando José Carvalho de França ONS Operador Nacional do Sistema Elétrico 21 a 23 de maio de 2018 - Bourbon Convention Ibirapuera Hotel - São

Leia mais

Micro e Minigeração Distribuída Light Março/2016

Micro e Minigeração Distribuída Light Março/2016 Micro e Minigeração Distribuída Light Março/2016 Microgeração e Minigeração na Light 133 conexões de Microgeradores e 1 conexão de Minigerador. Todas Fotovoltaicas. (Até 15/03/2016) Fonte: Internet 2015

Leia mais

Abordagem regulatória: Panorama regulatório e legislativo para o setor de geração hidrelétrica

Abordagem regulatória: Panorama regulatório e legislativo para o setor de geração hidrelétrica Abordagem regulatória: Panorama regulatório e legislativo para o setor de geração hidrelétrica Seminário Socioambiental Hidrelétrico Thiago Bao Ribeiro Subsídio de TUSD e TUSD para PCHs CGH Lei 9.427/96

Leia mais

PAINEL 1: COOPERATIVAS E CONSÓRCIOS FOTOVOLTAICOS

PAINEL 1: COOPERATIVAS E CONSÓRCIOS FOTOVOLTAICOS PAINEL 1: COOPERATIVAS E CONSÓRCIOS FOTOVOLTAICOS Cooperativas Fotovoltaicas no Brasil: Recomendações Passo a Passo Marco Olívio Morato de Oliveira - OCB OCB QUEM SOMOS É A ENTIDADE DE REPRESENTAÇÃO DO

Leia mais

Setor Elétrico Brasileiro Presente e Futuro

Setor Elétrico Brasileiro Presente e Futuro MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Setor Elétrico Brasileiro Presente e Futuro Eng. Civil Cristiano Augusto Trein, Ph.D. Ministério de Minas e Energia cristiano.trein@mme.gov.br Julho 2016 Setor Elétrico Brasileiro

Leia mais

SETER ENGENHARIA LTDA

SETER ENGENHARIA LTDA OPORTUNIDADE DA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA Resoluções 482 e 687 ANEEL Estabelece as condições gerais para o acesso aos sistemas de distribuição de energia elétrica, e ao sistema de compensação de energia elétrica,

Leia mais

Modernização Setor Elétrico Brasileiro

Modernização Setor Elétrico Brasileiro Modernização Setor Elétrico Brasileiro Thymos Energia Thaís Prandini Outubro 2017 Sumário Cenário Atual do Setor Elétrico e Projeções Geração Centralizada vs. Distribuída Smart Grid Setor Elétrico Brasileiro

Leia mais

Workshop Energia Solar Fotovoltaica Estratégias Para Expansão da Solar Fotovoltaica no Brasil

Workshop Energia Solar Fotovoltaica Estratégias Para Expansão da Solar Fotovoltaica no Brasil Workshop Energia Solar Fotovoltaica Estratégias Para Expansão da Solar Fotovoltaica no Brasil 25 de outubro de 2018 Energia Solar Fotovoltaica em FURNAS P&D+I em Energia Solar Fotovoltaica Projetos de

Leia mais

Eficiência Energética & Minigeração distribuída Oportunidades para prédios públicos e privados. Madrona Advogados Novembro de 2016

Eficiência Energética & Minigeração distribuída Oportunidades para prédios públicos e privados. Madrona Advogados Novembro de 2016 Eficiência Energética & Minigeração distribuída Oportunidades para prédios públicos e privados Madrona Advogados Novembro de 2016 Micro e Mini Geração Distribuída Histórico e alterações recentes A ANEEL

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA DIMENSIONAMENTO E SIMULAÇÃO DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS

DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA DIMENSIONAMENTO E SIMULAÇÃO DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA DIMENSIONAMENTO E SIMULAÇÃO DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA COM SISTEMAS FOTOVOLTAICOS Acadêmica Milena Paim da Silva Acadêmico Matheus Muller Borges Prof. Dr. Giuliano Arns Rampinelli

Leia mais

SOLUÇÕES INTEGRADAS EM ENGENHARIA E GESTÃO

SOLUÇÕES INTEGRADAS EM ENGENHARIA E GESTÃO SOLUÇÕES INTEGRADAS EM ENGENHARIA E GESTÃO MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUÍDA & FAZENDAS SOLARES ( SOLAR FARM ) EMPREENDIMENTOS FOTOVOLTAICOS Leilão e Contratos de Energia de Reserva (C.E.R. C.E.R.)

Leia mais

Aspectos Jurídicos no Mercado de Geração Distribuída. 17 de Maio de 2018

Aspectos Jurídicos no Mercado de Geração Distribuída. 17 de Maio de 2018 Aspectos Jurídicos no Mercado de Geração Distribuída 17 de Maio de 2018 ADVOCACIA COM FOCO NO DESENVOLVIMENTO DO NEGÓCIO Rodrigo Hsu Ngai Leite, Sócio rleite@leiteroston.com.br Clibas Pacheco, Associado

Leia mais

Atualização Tecnológica como base para inovação nos Processos de Operação em Tempo Real

Atualização Tecnológica como base para inovação nos Processos de Operação em Tempo Real Atualização Tecnológica como base para inovação nos Processos de Operação em Tempo Real 8º SENOP - Seminário Nacional de Operadores de Sistemas e de Instalações Elétricas Foz do Iguaçu 06 de Outubro de

Leia mais

Como posso atuar no setor de Energia Solar?

Como posso atuar no setor de Energia Solar? Como posso atuar no setor de Energia Solar? Conheça a cadeia de valor do setor FV #2 O que eu encontro neste e-book? O e-book destina-se aos profissionais que querem atuar no setor de Energia Solar Fotovoltaica,

Leia mais

Mecanismos de suporte para inserção da energia solar fotovoltaica na matriz elétrica brasileira. Modelos e sugestão para uma transição acelerada

Mecanismos de suporte para inserção da energia solar fotovoltaica na matriz elétrica brasileira. Modelos e sugestão para uma transição acelerada Mecanismos de suporte para inserção da energia solar fotovoltaica na matriz elétrica brasileira Modelos e sugestão para uma transição acelerada Matriz de energia elétrica em 2013 Fonte: MME - Ministério

Leia mais

MECSHOW Wendell Soares Pacheco SENAI/ES Eficiência Operacional

MECSHOW Wendell Soares Pacheco SENAI/ES Eficiência Operacional MECSHOW 2018 Wendell Soares Pacheco SENAI/ES Eficiência Operacional A REDE RENOVÁVEIS E SOLUÇÕES ENERGÉTICAS Linhas de atuação Prestação de serviços técnicos e tecnológicos Gestão de Custos Revisão Energética

Leia mais

WORKSHOP ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL

WORKSHOP ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL WORKSHOP ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO BRASIL Painel 1: Expansão da Geração Solar Fotovoltaica no Brasil FIESP 18 de outubro de 2017 Thiago Barral Superintendente de Projetos de Geração Diretoria de Estudos

Leia mais

Por que investir na Geração Distribuída em Minas Gerais?

Por que investir na Geração Distribuída em Minas Gerais? Por que investir na Geração Distribuída em Minas Gerais? Sérgio Faria Mendes Consultor comercial da Alsol Energias Renováveis Exposolar, 14 de Setembro de 2017. GD SETOR ELÉTRICO Visão geral geração e

Leia mais

Inserção de Fontes Renováveis e Redes Inteligentes no Planejamento da Expansão

Inserção de Fontes Renováveis e Redes Inteligentes no Planejamento da Expansão Ministério de Minas e Energia Inserção de Fontes Renováveis e Redes Inteligentes no Planejamento Energético Nacional Fontes Renováveis e Redes Inteligentes no Planejamento da Expansão Pedro A. M-S. David

Leia mais

POLÍTICA ENERGÉTICA. Mauricio T. Tolmasquim Presidente

POLÍTICA ENERGÉTICA. Mauricio T. Tolmasquim Presidente POLÍTICA ENERGÉTICA 21 de Setembro de 2015 12 th International Conference Brazil Energy and Power BEP 12 Câmara de Comércio Americana do Rio de Janeiro -AmCham Rio Painel Energia e Política Industrial

Leia mais

MINI E MICROGERAÇÃO. Conceitos, Cenário Atual e Perspectivas. Dezembro 2017

MINI E MICROGERAÇÃO. Conceitos, Cenário Atual e Perspectivas. Dezembro 2017 MINI E MICROGERAÇÃO Conceitos, Cenário Atual e Perspectivas Dezembro 2017 REGULAMENTAÇÃO Definições MODELO DE GERAÇÃO DEFINIÇÕES REN nº 687/2015 Principais alterações MICROGERAÇÃO MINIGERAÇÃO SISTEMA DE

Leia mais

Modelos de Negócio, Orçamentação e retorno financeiro Curso Energias Renováveis 02 a 06 de outubro de 2017 Concórdia/SC

Modelos de Negócio, Orçamentação e retorno financeiro Curso Energias Renováveis 02 a 06 de outubro de 2017 Concórdia/SC Modelos de Negócio, Orçamentação e retorno financeiro Curso Energias Renováveis 02 a 06 de outubro de 2017 Concórdia/SC Matias Felipe E. Kraemer Eng. Agrônomo - Me. Desenvolvimento Rural projeto@desenvolt.com

Leia mais

MERCADO FOTOVOLTAICO. Análise de Viabilidade. Onde estão as melhores oportunidades do setor fotovoltaico?

MERCADO FOTOVOLTAICO. Análise de Viabilidade. Onde estão as melhores oportunidades do setor fotovoltaico? MERCADO FOTOVOLTAICO Análise de Viabilidade. Onde estão as melhores oportunidades do setor fotovoltaico? Palestrantes Márcio Takata - Engenheiro Eletricista pela Escola Politécnica da USP, MBA INSPER,

Leia mais

BAHIA. SETOR SOLAR FOTOVOLTAICO ENCONTRO BAIANO DE ENERGIA SOLAR Dez/17

BAHIA. SETOR SOLAR FOTOVOLTAICO ENCONTRO BAIANO DE ENERGIA SOLAR Dez/17 BAHIA SETOR SOLAR FOTOVOLTAICO ENCONTRO BAIANO DE ENERGIA SOLAR Dez/17 BAHIA POTENCIAL FOTOVOLTAICO Geração Centralizada A Bahia possui o maior potencial solar do país, devido a sua grande extensão territorial

Leia mais

POSSIBILIDADES DE REDUÇÃO DO CUSTO DE ENERGIA: MICRO/MINIGERAÇÃO E MERCADO LIVRE DANIEL HOSSNI RIBEIRO DO VALLE SÃO PAULO, 30 DE JUNHO DE 2016

POSSIBILIDADES DE REDUÇÃO DO CUSTO DE ENERGIA: MICRO/MINIGERAÇÃO E MERCADO LIVRE DANIEL HOSSNI RIBEIRO DO VALLE SÃO PAULO, 30 DE JUNHO DE 2016 POSSIBILIDADES DE REDUÇÃO DO CUSTO DE ENERGIA: MICRO/MINIGERAÇÃO E MERCADO LIVRE DANIEL HOSSNI RIBEIRO DO VALLE SÃO PAULO, 30 DE JUNHO DE 2016 SUMÁRIO I. A Comercialização de Energia Elétrica - Relações

Leia mais

Oportunidades na perspectiva da Expansão de ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL PDE2026

Oportunidades na perspectiva da Expansão de ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL PDE2026 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA Oportunidades na perspectiva da Expansão de ENERGIA ELÉTRICA NO BRASIL PDE2026 Low Carbon Business Action Brazil Ubiratan Francisco Castellano Secretaria de Planejamento e

Leia mais

Setor Elétrico Brasileiro e o Programa de Eficiência Energética

Setor Elétrico Brasileiro e o Programa de Eficiência Energética 1 Setor Elétrico Brasileiro e o Programa de Eficiência Energética Setor Elétrico Brasileiro SISTEMA HIDROTÉRMICO Térmicas são complementares às hidrelétricas, baixo custo de transmissão por estarem mais

Leia mais

FÓRUM E MOSTRA TECNOLÓGICA ÁGUA E ENERGIA.

FÓRUM E MOSTRA TECNOLÓGICA ÁGUA E ENERGIA. FÓRUM E MOSTRA TECNOLÓGICA ÁGUA E ENERGIA Sandra Carneiro ANÁLISE TÉCNICA E ECONÔMICA COMPARATIVA DE FONTES DE ENERGIA Vitória (ES), Junho de 2017. Sandra Carneiro PEDRO PACHECO BACHETI 2013 2014 2015

Leia mais

QUE FORMA TEM A SUA ENERGIA?

QUE FORMA TEM A SUA ENERGIA? QUE FORMA TEM A SUA ENERGIA? Brasil Solar Power 2018 AES Tietê e o futuro da geração distribuída Rafael Moura ÍNDICE 1 - A AES Tietê 2 - Nosso portfólio de geração 3 - Case 4 - Estratégia de GD 1 - A AES

Leia mais

A Energia na Cidade do Futuro

A Energia na Cidade do Futuro Ministério de Minas e Energia A Energia na Cidade do Futuro 2º Workshop Perspectivas da Matriz Elétrica Brasileira I Participação das Fontes Renováveis e Alternativas Campinas, 07 de junho de 2013 José

Leia mais

INSERÇÃO DE NOVAS FONTES RENOVÁVEIS NO PLANEJAMENTO ENERGÉTICO BRASILEIRO

INSERÇÃO DE NOVAS FONTES RENOVÁVEIS NO PLANEJAMENTO ENERGÉTICO BRASILEIRO INSERÇÃO DE NOVAS FONTES RENOVÁVEIS NO PLANEJAMENTO ENERGÉTICO BRASILEIRO Mecanismos de promoção das fontes renováveis RIO DE JANEIRO, 30/04/2014 COPPE/UFRJ 1 Mecanismos de promoção de renováveis TARIFA

Leia mais

O impulso à energia solar no Brasil Renata Camargo

O impulso à energia solar no Brasil Renata Camargo O impulso à energia solar no Brasil Renata Camargo Seminário FGV EAESP São Paulo - Novembro 2016 1 - Contexto brasileiro O Brasil e sua matriz 4,4% 2,4% 2,6% 1,1% 7,6% 11,3% 70,6% Hydro Biomass Wind Natural

Leia mais

Programa Fontes Renováveis e Eficiência Energética (ProFREE) Educação Profissional e Capacitação

Programa Fontes Renováveis e Eficiência Energética (ProFREE) Educação Profissional e Capacitação Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável Programa Fontes Renováveis e Eficiência Energética (ProFREE) Educação Profissional e Capacitação Christoph Büdke Cooperação Técnica Alemã Pag. 1 Agenda

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA (SIE)

SISTEMAS DE ENERGIA (SIE) SISTEMAS DE ENERGIA (SIE) Prof.: Bruno Gonçalves Martins bruno.martins@ifsc.edu.br Aula 8 Energia Solar RECAPITULANDO... Energia Solar Geração Fotovoltaica Geração Héliotermica PLANO DE AULA Objetivos

Leia mais

Políticas para Energias Renováveis e Nuclear. na América Latina. O Caso Brasil. Rio de Janeiro - Brasil, 28 de Agosto de 2018

Políticas para Energias Renováveis e Nuclear. na América Latina. O Caso Brasil. Rio de Janeiro - Brasil, 28 de Agosto de 2018 Políticas para Energias Renováveis e Nuclear Roberto C. A. Travassos ELET ROBRAS ELETRONUCLEAR Assistente do Diretor Técnico na América Latina O Caso Brasil Rio de Janeiro - Brasil, 28 de Agosto de 2018

Leia mais

Painel Geração Renovável Energia Solar Fotovoltaica

Painel Geração Renovável Energia Solar Fotovoltaica Painel Geração Renovável Energia Solar Fotovoltaica Dr. Rodrigo Lopes Sauaia Presidente Executivo Encontro Nacional do Setor Elétrico ENASE 2017 Rio de Janeiro (RJ) 18/05/2017 Focos Principais Representar

Leia mais

Geração Distribuída Energia Solar. Eng Carlos Ribeiro

Geração Distribuída Energia Solar. Eng Carlos Ribeiro 04 2014 Geração Distribuída Energia Solar Eng Carlos Ribeiro Grupo Enel Presença no mundo 40 países 97 GW de capacidade instalada 297 TWh de energia elétrica gerada 61 milhões de clientes 84 bilhões de

Leia mais

Mercado de Geração Distribuída Gás Natural

Mercado de Geração Distribuída Gás Natural Mercado de Geração Distribuída Gás Natural Mais do que fornecer gás natural, queremos impulsionar pessoas e empresas com uma solução energética confiável e competitiva + 1,7 milhão de clientes residenciais

Leia mais

Painel 2 Iniciativas e Inovações

Painel 2 Iniciativas e Inovações Painel 2 Iniciativas e Inovações Engº Eletricista Sebastião Dussel 33 anos de atuação no setor elétrico Especialização em: - Engenharia Econômica - FUPAI/EFEI - Sistema de Tarifa de EE Universidade MACKENZIE

Leia mais

ENASE 24 de maio de COGEN Associação da Indústria de Cogeração de Energia. Painel: Geração Renovável

ENASE 24 de maio de COGEN Associação da Indústria de Cogeração de Energia. Painel: Geração Renovável ENASE 24 de maio de 2018 COGEN Associação da Indústria de Cogeração de Energia Painel: Geração Renovável 1 COGEN - Associação da Indústria de Cogeração de Energia www.cogen.com.br Fundada em 5 de Setembro

Leia mais

RENOVE-SE.

RENOVE-SE. RENOVE-SE. A SIMEPE A Simepe atua no segmento de energia solar fotovoltaica e oferece ao cliente a solução completa na geração de energia limpa, desde os serviços de instalação, engenharia e equipamentos,

Leia mais

Perspectivas de Difusão dos RED

Perspectivas de Difusão dos RED SEMINÁRIO INTERNACIONAL Impactos dos Recursos Energéticos Distribuídos (RED) sobre o Setor de Distribuição Perspectivas de Difusão dos RED Amilcar Guerreiro Diretor de Estudos de Energia Elétrica Empresa

Leia mais

SOLUÇÕES INTEGRADAS EM ENERGIA MAIS COMPETITIVIDADE PARA SEU NEGÓCIO

SOLUÇÕES INTEGRADAS EM ENERGIA MAIS COMPETITIVIDADE PARA SEU NEGÓCIO SOLUÇÕES INTEGRADAS EM ENERGIA MAIS COMPETITIVIDADE PARA SEU NEGÓCIO O GRUPO CPFL ENERGIA Grupo com mais de 100 anos de história Maior grupo privado do setor elétrico nacional Controlada pelo Grupo State

Leia mais

COMO ESTRUTURAR UM CONSÓRCIO OU COOPERATIVA?

COMO ESTRUTURAR UM CONSÓRCIO OU COOPERATIVA? COMO ESTRUTURAR UM CONSÓRCIO OU COOPERATIVA? Entendendo como funciona a GERAÇÃO COMPARTILHADA O QUE VOU APRENDER COM ESTE CONTEÚDO? Tópicos Modelos de GERAÇÃO. O que é GERAÇÃO COMPARTILHADA? Conceito de

Leia mais

Se existisse uma maneira que lhe permitisse diminuir os custos com Energia Elétrica da sua empresa ou residência você gostaria de conhecer?

Se existisse uma maneira que lhe permitisse diminuir os custos com Energia Elétrica da sua empresa ou residência você gostaria de conhecer? Se existisse uma maneira que lhe permitisse diminuir os custos com Energia Elétrica da sua empresa ou residência você gostaria de conhecer? Monitore, Controle e Reduza os Custos Energia Elétrica - Altos

Leia mais

Energia Eólica Panorama Geral e a Geração Distribuída

Energia Eólica Panorama Geral e a Geração Distribuída Energia Eólica Panorama Geral e a Geração Distribuída Novembro de 2017 Associados 2 Trajetória Mundial (Capacidade Instalada Acumulada) Fonte: GWEC ABEEólica 3 Trajetória Mundial (Capacidade Instalada

Leia mais

Nova Era. Nova Energia.

Nova Era. Nova Energia. Nova Era. Nova Energia. No mundo 65 milhões de usuários 82,7 GW de capacidade instalada líquida 1,9 milhões de quilômetros de extensão de rede 70,6 bilhões em receita em 2016 Presença global em + de 30

Leia mais

Energia Solar. Alternativa em eletricidade e muita economia

Energia Solar. Alternativa em eletricidade e muita economia Energia Solar Alternativa em eletricidade e muita economia Com Sol tudo melhora A Tecnologia Fotovoltaica é uma alternativa muito econômica, segura, avançada, difundida pelo mundo, e agora se consolida

Leia mais

KM 12% do mercado Segmento fortemente regulado

KM 12% do mercado Segmento fortemente regulado SOBRE O GRUPO ATUAÇÃO VERTICALIZADA GERAÇÃO DE CAPACIDADE 7.038 MW 7% do mercado Fonte predominantemente hidráulica Crescimento em energias renováveis Gás natural como alternativa MERCADO NÃO REGULADO

Leia mais

Desafios e Oportunidades de Operação Marcelo Prais Assessor da Diretoria Geral Rio de Janeiro, 17 de Outubro de 2017

Desafios e Oportunidades de Operação Marcelo Prais Assessor da Diretoria Geral Rio de Janeiro, 17 de Outubro de 2017 O Futuro do Setor Elétrico ics Segurança e Flexibilidade nos Contextos de Brasil e Alemanha Desafios e Oportunidades de Operação Marcelo Prais Assessor da Diretoria Geral Rio de Janeiro, 17 de Outubro

Leia mais

» Presença em 14 países e quatro continentes. » 3ª maior empresa de produção de eletricidade no mundo e

» Presença em 14 países e quatro continentes. » 3ª maior empresa de produção de eletricidade no mundo e » Presença em 14 países e quatro continentes» 3ª maior empresa de produção de eletricidade no mundo e um dos maiores distribuidores de gás na Península Ibérica» 70% da energia com origem em recursos renováveis»

Leia mais

Setor Elétrico Brasileiro: Conjuntura e Perspectivas

Setor Elétrico Brasileiro: Conjuntura e Perspectivas 3 Seminário Inserção de Novas Fontes Renováveis e Redes Inteligentes no Planejamento Energético Nacional Setor Elétrico Brasileiro: Conjuntura e Perspectivas Roberto Brandão Nivalde de Castro 14 de Abril

Leia mais

As vantagens da geração distribuída. Dr. Saulo Piereti Professor Chefe de Departamento IFMT

As vantagens da geração distribuída. Dr. Saulo Piereti Professor Chefe de Departamento IFMT As vantagens da geração distribuída Professor Chefe de Departamento IFMT HISTÓRICO LEGISLAÇÃO Resolução Normativa 482/2012 ANEEL Normatiza a conexão da micro e mini geração ao sistema de distribuição.

Leia mais

SISTEMAS DE ENERGIA. Aula 5 - Geração Distribuída-

SISTEMAS DE ENERGIA. Aula 5 - Geração Distribuída- SISTEMAS DE ENERGIA Aula 5 - Geração Distribuída- Definição A geração distribuída (GD) é caracterizada pela instalação de geradores de pequeno porte, normalmente a partir de fontes renováveis ou mesmo

Leia mais

ENERGIA SOLAR NO BRASIL

ENERGIA SOLAR NO BRASIL ENERGIA SOLAR NO BRASIL Prof. Paulo Cesar C. Pinheiro Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Resistencia (Argentina), 27 de Abril de 2017 XXI Seminario Internacional de Energía y Biocombustibles CAE/AUGM

Leia mais

Energia Solar Fotovoltaica

Energia Solar Fotovoltaica Energia Solar Fotovoltaica O QUE É ENERGIA FOTOVOLTAICA? Energia fotovoltaica é a energia elétrica produzida a partir de luz solar, e pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. Quanto maior

Leia mais

ANTONIO ROBERTO DONADON

ANTONIO ROBERTO DONADON PAINEL 9 GERAÇÃO PRÓPRIA E EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NOS SISTEMAS METROFERROVIARIOS ANTONIO ROBERTO DONADON ANALISTA DE INOVAÇÃO CPFL PIRATININGA 20ª Semana de Tecnologia Metroferroviária P&D Usina Solar Tanquinho

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS. Especialistas em pequenos negócios / / sebrae.com.br

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS. Especialistas em pequenos negócios / / sebrae.com.br ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS Mapeamento da Cadeia Produtiva de Energia Solar Fotovoltaica e Oportunidades para os Pequenos Negócios Brasil Solar Power 06/07/2017 Rio de Janeiro OBJETIVO DA ATUAÇÃO

Leia mais

PERSPECTIVAS DE EXPANSÃO DAS FONTES EÓLICA E SOLAR E SEUS ASPECTOS SOCIOAMBIENTAIS

PERSPECTIVAS DE EXPANSÃO DAS FONTES EÓLICA E SOLAR E SEUS ASPECTOS SOCIOAMBIENTAIS PERSPECTIVAS DE EXPANSÃO DAS FONTES EÓLICA E SOLAR E SEUS ASPECTOS SOCIOAMBIENTAIS GIA / Verônica SM Gomes 1 A EPE E O PLANEJAMENTO ENERGÉTICO "A Empresa de Pesquisa Energética EPE tem por finalidade prestar

Leia mais

O Setor Elétrico do Brasil

O Setor Elétrico do Brasil V SISEE Seminário Internacional do Setor de Energia Elétrica Integração com Energia Renovável O Setor Elétrico do Brasil Desafios para o Século XXI José Antonio Coimbra Secretário-Executivo Rio de Janeiro,

Leia mais

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA E GESTÃO DA ENERGIA

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA E GESTÃO DA ENERGIA GERAÇÃO DISTRIBUÍDA E GESTÃO DA ENERGIA TRANSIÇÃO ELETROENERGÉTICA NO BRASIL GUILHERME FILIPPO THESMARTER E SOUTH AMERICA BRASIL, Fevereiro 2019 1 CONTEÚDO 1. Transição eletroenergética do Sistema Interligado

Leia mais

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA Contribuição ao sistema elétrico e questões regulatórias

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA Contribuição ao sistema elétrico e questões regulatórias gdsolar.com.br GERAÇÃO DISTRIBUÍDA Contribuição ao sistema elétrico e questões regulatórias Ricardo Costa (CEO da GD Solar) 2º Congresso Brasileiro de Geração Distribuída - Fortaleza - 2017 1. Impacto

Leia mais

O potencial hidrelétrico remanescente do Estado de São Paulo. Antonio Celso de Abreu Jr Subsecretário de Energias Renováveis

O potencial hidrelétrico remanescente do Estado de São Paulo. Antonio Celso de Abreu Jr Subsecretário de Energias Renováveis O potencial hidrelétrico remanescente do Estado de São Paulo Antonio Celso de Abreu Jr Subsecretário de Energias Renováveis Maio de 2018 Panorama Biomassa 9,1% Eólica 5% NR 18,6% NR 10% Matriz elétrica:

Leia mais

Elementos característicos da geração de energia a partir das fontes renováveis

Elementos característicos da geração de energia a partir das fontes renováveis WORKSHOP INFRAESTRUTURA ENERGIA A operação do SIN com a expansão das fontes intermitentes na matriz Elementos característicos da geração de energia a partir das fontes renováveis Amilcar Guerreiro Diretor

Leia mais

Energia Solar: limpa e economicamente. vantajosa.

Energia Solar: limpa e economicamente. vantajosa. Energia Solar: limpa e economicamente vantajosa. Apresentação Sócio Fundador da Arion Otimização em Energia Diretor Comercial Diretor de Marketing Diretor de Sistema de Gestão Sócio do MSMG Advogados

Leia mais

Nova Era. Nova Energia.

Nova Era. Nova Energia. Nova Era. Nova Energia. Combinamos os recursos de nossa organização global com as oportunidades de um mundo novo, aberto e conectado. Unimos forças e parcerias para integrar as melhores soluções em energia.

Leia mais

Panorama Mundial e Brasileiro das Energias Renováveis Jurandir Picanço

Panorama Mundial e Brasileiro das Energias Renováveis Jurandir Picanço Panorama Mundial e Brasileiro das Energias Renováveis Jurandir Picanço 09 de maio de 2018 Panorama das Energias Renováveis no Mundo Visão do Futuro Mundo 2050 Fonte: The Solutions Project Stanford University

Leia mais

A Energia Fotovoltaica

A Energia Fotovoltaica A Energia Fotovoltaica É o uso do sol para gerar eletricidade. Isso porque o efeito fotovoltaico consiste na conversão direta da luz solar em energia elétrica. As placas solares são responsáveis por essa

Leia mais

Energia solar. É a solução para sua residência. Economize e preserve o meio ambiente. davantisolar.com.br

Energia solar. É a solução para sua residência. Economize e preserve o meio ambiente. davantisolar.com.br Energia solar É a solução para sua residência. Economize e preserve o meio ambiente. Conquiste sua independência energética com a A Davanti Solar é uma empresa brasileira comprometida em levar mais autonomia

Leia mais

Perspectivas do Setor Elétrico 2018 a 2022 A ótica do Operador

Perspectivas do Setor Elétrico 2018 a 2022 A ótica do Operador Perspectivas do Setor Elétrico 2018 a 2022 A ótica do Operador ENASE 2018 Modernização e evolução do modelo setorial Luiz Eduardo Barata Ferreira Diretor Geral Rio de Janeiro, 23 de maio de 2018 Evolução

Leia mais

Perspectivas e o papel da fonte solar fotovoltaica no Brasil

Perspectivas e o papel da fonte solar fotovoltaica no Brasil Perspectivas e o papel da fonte solar fotovoltaica no Brasil Workshop Energia Fotovoltaica FIESP São Paulo, RESUMO DA APRESENTAÇÃO PAPEL DA EPE MERCADOS PARA FOTOVOLTAICA: LEILÕES DO AMBIENTE REGULADO

Leia mais

Geração Distribuída O caso da Fonte Fotovoltaica

Geração Distribuída O caso da Fonte Fotovoltaica 2º Seminário Inserção de Novas Fontes Renováveis no Planejamento Energético Nacional Geração Distribuída O caso da Fonte Fotovoltaica Glauco Nery Taranto Programa de Engenharia Elétrica Abril / 2014 Bacias

Leia mais

Redução de Custos com Energia e a Geração Distribuída. Fortaleza, 08 de junho de 2017 Reunião CONERGE

Redução de Custos com Energia e a Geração Distribuída. Fortaleza, 08 de junho de 2017 Reunião CONERGE Redução de Custos com Energia e a Geração Distribuída Fortaleza, 08 de junho de 2017 Reunião CONERGE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA RANKING MUNDIAL Fonte : ABESCO Brasil 15º Lugar no Ranking (penúltimo) CONCEITOS

Leia mais

Setor Elétrico Brasileiro: Crescimento e desafios. Márcia Leal Departamento de Energia Elétrica Área de Infraestrutura

Setor Elétrico Brasileiro: Crescimento e desafios. Márcia Leal Departamento de Energia Elétrica Área de Infraestrutura Setor Elétrico Brasileiro: Crescimento e desafios Márcia Leal Departamento de Energia Elétrica Área de Infraestrutura Matriz Elétrica Brasileira (31/08/2015) 13% 23% Térmicas 29% Eólicas 5% Outros 2% Hidro

Leia mais

Programa Fontes Renováveis e Eficiência Energética (ProFREE) Educação Profissional e Capacitação

Programa Fontes Renováveis e Eficiência Energética (ProFREE) Educação Profissional e Capacitação Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável Programa Fontes Renováveis e Eficiência Energética (ProFREE) Educação Profissional e Capacitação Christoph Büdke Cooperação Técnica Alemã Pag. 1 Agenda

Leia mais

Panorama das Energias Renováveis no Brasil. Eng º Luiz Paulo Canedo Diretor EDB Renováveis

Panorama das Energias Renováveis no Brasil. Eng º Luiz Paulo Canedo Diretor EDB Renováveis Panorama das Energias Renováveis no Brasil Eng º Luiz Paulo Canedo Diretor EDB Renováveis SEAERJ 02/10/2018 Da Revolução Industrial às Energias NÃO Renováveis CONFUNDIR 1760 início da revolução industrial

Leia mais