BALANCETE DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "BALANCETE DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS"

Transcrição

1 Object. Descrição Dotação Pagamento Tx. Ex. 1 EDUCAÇÃO , ,04 14,17% 1.1 Educação Pré-Escolar Reparação de Edifícios Escolares 2.900,00 304,92 10,51% Aquisição Maquinaria e Equipamento Escolar , ,20 20,29% Aquisição e Reparação Material de Transporte 100,00 0,00% Apetrechamento Inf. das Escolas E. Pré-Escolar Computadores Software Informático 1.2 Ensino Básico Reparação de Edifícios Escolares , ,41 25,69% Aquisição Maquinaria e Equipamento Escolar , ,92 31,89% Aquisição e Reparação Material de Transporte ,00 887,67 2,47% Conteúdos Multimédia Educativos Planos de Segurança nas Escolas , ,00 98,91% Rede de Bibliotecas Escolares , ,92 82,38% Centro Escolar ,00 0,00% Centro Escolar de ,00 0,00% Construção de Cantina EB1/JI Esmojães ,00 0,00% Construção de Cantina EB ,00 0,00% Centro Escolar de ,00 0,00% Centro Escolar de Guetim ,00 0,00% Centro Escolar de Silvalde 2 PATRIMÓNIO, CULTURA E CIÊNCIA , ,88 12,90% 2.2 Cultura Aquisição de Equipamento para Biblioteca, Arq. Histórico e Arquivo Construção de uma Biblioteca ,00 689,05 4,62% Projecto , ,60 66,42% Obra , ,74 12,90% Fiscalização , Castro D Ovil Projecto , ,49 19,11% Obra 5.000,00 0,00% Instalação Arquivo Municipal - FACE ,00 3 TEMPOS LIVRES E DESPORTO , ,73 83,45% 3.1 Reparação de Piscinas , ,25 39,52% 3.3 Piscina no Parque da Cidade 890,00 0,00% 3.4 Recuperação do Parque de Campismo , ,62 23,69% BALANCETE DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Melhoria dos equipamentos nível "Desporto p/ Todos" Construção de um pavilhão desportivo na freguesia , ,46 95,82%

2 Projecto Obra 3.14 Construção de um campo de futebol em relva sintética nas freguesias de Paramos e Silvalde Construção dos Apois aos Campos de Futebol em Relva Sintética - Paramos e Silvalde Manutenção dos Campos de Futebol em Relva Sintética Paramos , ,20 70,65% Silvalde , ,20 70,65% 3.15 Plano de Segurança no Pavilhão Desportivo de 3.050,00 4 ACÇÃO SOCIAL ,00 0,00 0,00% 4.1 Criação de Parques Infantis no Município Obra 100, Equipamento 100, Centro de Actividades de Paramos , Centro de Actividades de 10,00 5 HABITAÇÃO , ,22 0,00% 5.1 Projectos , , ,91 28,04% Guetim Paramos Silvalde , ,31 97,12% 5.8 Reabilitação do Parque de Habitação Social de 5.9 Reconstrução do Bairro Novo , Projecto , Obra 6 ORDENAMENTO DO TERRITÓRIO E URBANISMO 6.1 Planeamento Territorial e Ambiente Urbano , ,00 9,62% Revisão do PDM , ,00 32,37% Estudo Conceptual do Parque Urbano de , Terrenos e Recursos Naturais Aquisição de Terrenos (Parque da Cidade / Acessibilidades) ,00 7 AMBIENTE , ,03 9,32% 7.1 Aquisição de Equipamento para os Jardins , ,23 57,22% 7.2 Reparação de Material Transporte , ,94 12,47% 7.3 Saneamento básico de novas expansões urbanas no Concelho de 7.5 Renovação do Parque João de Deus , Espaços Verdes Urbanos , ,86 47,53% 7.10 Rede de Drenagem de Águas

3 Rede de Águas Pluviais na Rua São Martinho de Rede de Abastecimento de Águas e de Drenagem de Águas Residuais Domesticas - Bairro do Pisco (Silvalde) Construçao de 100 Ramais de Abastecimento de Água e 200 Ramais de Saneamento no Concelho de - 4ª Fase Instalação de Rede de Águas Pluviais na Freguesia de Silvalde Instalação de Rede de Águas Pluviais na Avenida 8, entre as Ruas , ,00 0,77% ,00 0,00% 6.300, Instalação de Rede de Águas Pluviais na Rua 43 - Silvalde 9.450, Protecção Civil - Melhoramentos Fundiários ,00 8 SANEAMENTO BÁSICO E HIGIENE PÚBLICA , ,98 15,07% 8.1 Rede de Esgotos Conservação e Reconversão Rede , ,20 45,88% Reparação de Material Transporte , ,45 26,31% Aquisição e Reparação de Equipamento 5.270, ,65 49,03% Construção de 100 ramais de saneamento no concelho de Rede de Drenagem de Águas residuais Domesticas - Estação Elevatoria, Aldeia Nova () Limpeza de Elevatóriase Desobstrução de Colectores de Saneamento no Município de Instalação da Rede de Águas Residuais Domesticas e Respectiva Estação Elevatoria na Travessa da Rua da Lagarta Reparação e Substituição do Colector de Saneamento na Rua do Golfe - Silvalde Reparação e Substituição do Colector de Saneamento entre a CP de Silvalde e a Praia de Paramos Rede de Abastecimento e de Drenagem de Águas Residuais Domésticas - Rua da Divisão - Rede de Abastecimento e de Drenagem de Águas Residuais Domésticas - Rua da Longa - Instalação de Rede de Águas Residuais Domésticas na Rua do Monte - Paramos ,00 378,68 3,65% ,00 0,00% ,00 0,00% ,00 0,00% ,00 0,00% ,00 0,00% 5.250,00 0,00% ,00 0,00% ,00 0,00% Instalação de Rede de Águas Residuais Domésticas na Travessa da Rua do Lameirão ,00 0,00%

4 Construção de 65 Ramais de Saneamento no Concelho de 8.2 Higiene Publica 30,00 0,00% Aquisição e Reparação de Matérial de Transporte , ,55 4,28% Aquisição e Reparação de Equipamento , ,18 17,95% 8.3 Resíduos sólidos Aquisição e Reparação de Matérial de Transporte para a Recolha de Resíduos Aquisição e Reparação de Equipamento para a Recolha de Resíduos , ,72 17,58% ,00 0,00% Aquisição de 4 viaturas RSU's , ,55 9 EQUIPAMENTO RURAL E URBANO , ,22 13,80% 9.1 Cemitérios Melhoramentos no Cemitério de 500,00 0,00% 9.2 Mercados e Feiras Recuperação da Feira Semanal , ,22 13,86% Água DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E ABASTECIMENTO PÚBLICO , ,19 14,26% Rede Água do município , ,79 30,55% Reparação de Material Transporte , ,59 25,29% Aquisição de Contadores , ,68 25,30% Reparação e Substituição da Conduta de Abastecimento de Água na Rua , Reparação e Substituição da Conduta de Abastecimento de Água na Rua , Energia Reservatórios e Grupos Electrobomba de Abastecimento de Água - Pavilhão Desportivo de , Rede de Abastecimento , ,38 22,28% Eficiência Energética - Regulação de fluxo luminoso , Turismo Equipamentos - Nave Polivalente, Ténis, Piscinas, Balneário Marinho e Centro Multimeios Equipamentos para as Praias , Centro Multimeios - Beneficiação Equipamento , , ,75 29,59% 11 TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES , ,67 54,22% 11.1 Melhoramentos de Passeios e Arruamentos , ,04 68,06% 11.2 Reparação de ruas Reparação de Prejuízos causados pelas intempéries em arruamentos. 1ª.fase Reparação de Prejuízos causaddos pelas intempéries -2ª.fase

5 Rua 32 Nascente, entre as Ruas 15 e 17 em Fresagem e Reforço de Pavimento em Arruamentos Degradados da Zona Urbana Reparação de Arruamentos em Cubos na Zona Urbana ( Recuperar Rasante e Sinalização Horizontal Reparação/ Construção de Passeios na Zona Urbana , ,56 99,99% , , ,25 81,33% 11.3 Sinalização de trânsito , ,82 40,47% 12 REQUALIFICAÇÃO DE ÁREAS URBANAS , ,21 56,53% 12.1 Reabilitação da ex-fábrica de Conservas Brandão Gomes & Cª Projecto 5.000, Obra , ,86 99,03% Equipamento , ,85 81,17% Manutenção , Obra 12.4 Requalificação Urbana da Beira-Mar Projecto 4.900, Obra ,00 90,75 0,20% Construção de Plataforma para Implementação de Apoios de Pesca Artesanal , Projecto de Valorização do Canal Ferroviário , ,00 22,22% Aquisição de Terrenos em 2 Quarteirões da Beira Mar , Demolição de 2 Quarteirões de Construção , Conclusão da Intervenção - Marginal Sul de , Substituição de Mobiliário Urbano Degradado , ,75 77,88% ADMINISTRAÇÃO DOS SERVIÇOS MUNICIPAIS Reparação Paços do Município e Edifícios Municipais , ,41 25,97% , ,28 38,16% 13.3 Ampliação de Armazéns ,00 0,00% Aquisição de Material de Tranporte/Reparações - Adm. Fin. Aquisição de Material de Tranporte/Reparações - Eq. Básicos , ,81 22,61% , ,63 13,98% 13.6 Equipamento Básico - Obras , ,96 33,15% 13.7 Modernização Administrativa 3.710,00 0,00% 13.8 Equipamento Diverso para Edifícios Municipais Equipamento Informática , ,58 81,86% Software informático , ,30 90,49%

6 Equipamento administrativo , ,93 41,63% 13.9 Aquisição e Reparação Equipamento Armazém , ,92 6,69% Aplicação das Tecnologias da "Sociedade da Informação" à aproximação CM - Munícipe 500,00 0,00% Gestão Integrada de Sistemas de Arquivo 6.050, ,00 100,00% Projecto de Adaptação Energética dos Edificios Municipais Construção/Adaptação Energética para Edificios Municipais ,00 0,00% ,50 0,00% TOTAL GERAL , ,58 32,19%

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação

EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS ANO CONTABILÍSTICO 2011. Até ao mês de Rectificação EXECUÇÃO DO PLANO PLURIANUAL DE S ANO CONTABILÍSTICO 2011 Pagina : 1 1. FUNÇOES GERAIS 239.200,00 505.000,00 744.200,00 177.311,45 177.311,45 74.13 23.83 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 232.200,00

Leia mais

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015

PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015 PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS 2015 11:27 2014/10/27 Grandes Opções do Plano - Func. Plano Pag. 1 PÁGINA : 1 01 RENOVAR O MUNICIPIO 517.058,00 636.758,00 330.000,00 277.500,00 227.500,00 1352058,00

Leia mais

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS

MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS MODIFICAÇÕES AO PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS Página : 1 1. FUNÇOES GERAIS 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA 1.1.1. ADMINISTRAÇAO GERAL 1.1.1. 01 2002 I 1 AQUISIÇAO/REPARAÇAO DE OUTRO MATERIAL

Leia mais

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009

MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DA PESQUEIRA DO ANO 2009 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 200.000,00 200.000,00 200.000,00 1.1. 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. ADMINISTRAÇÃO GERAL 180.000,00 180.000,00 180.000,00 1.1.1. 01 2005 ADMINISTRAÇÃO GERAL 55.000,00

Leia mais

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2014

Plano PluriAnual de Investimentos do ano 2014 Plano PluriAnual Investimentos do ano (b)=+ finido não finido previsto +++ 1 FUNÇÕES GERAIS 1 001 ADMINISTRAÇÃO GERAL 1 001 2002/2 Aquisição mobiliário 0102 070109 O 01 01/2002 12/ 4 17.288 1 001 2002/3

Leia mais

Execução Anual das Grandes Opções do Plano

Execução Anual das Grandes Opções do Plano das Grandes Opções do Plano 1 FUNÇÕES GERAIS 1 111 ADMINISTRAÇÃO GERAL de Ano Anos seguintes Anos Anteriores Ano 1 111 2002/169 Aquisição de equipamento e mobiliário 0102 070109 O 01/2003 12/2013 35.00

Leia mais

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo

A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento. Participativo Cecília Branco Programa Urbal Red 9 Projecto Orçamento Participativo Reunião de Diadema Fevereiro 2007 A Participação Voluntária No Planeamento, Execução E Controlo Social Do Orçamento Participativo Município

Leia mais

SANTA CRUZ FREGUESIA EM MOVIMENTO

SANTA CRUZ FREGUESIA EM MOVIMENTO Boletim Informativo Concelho da Praia da Vitória SANTA CRUZ FREGUESIA EM MOVIMENTO Edição do Município da Praia da Vitória em colaboração com a Junta de Freguesia de Santa Cruz agosto 2013 ROBERTO MONTEIRO

Leia mais

MUNICÍPIO DE SOURE CÂMARA MUNICIPAL. 9ª Reunião Ordinária, realizada no dia 12 de Maio de 2010, pelas 16h15. ACTA EM MINUTA

MUNICÍPIO DE SOURE CÂMARA MUNICIPAL. 9ª Reunião Ordinária, realizada no dia 12 de Maio de 2010, pelas 16h15. ACTA EM MINUTA MUNICÍPIO DE SOURE CÂMARA MUNICIPAL 9ª Reunião Ordinária, realizada no dia 12 de Maio de 2010, pelas 16h15. ACTA EM MINUTA A Câmara Municipal de Soure deliberou, nos termos do artigo 92.º da Lei n.º 169/99,

Leia mais

118 104,70 118 104,70 100 389,00 Complexo Desportivo de Ançã 1 895 482,42 493 147,06 419 175,00 Município de Cantanhede Total

118 104,70 118 104,70 100 389,00 Complexo Desportivo de Ançã 1 895 482,42 493 147,06 419 175,00 Município de Cantanhede Total Município de Arganil Município de Arganil Total Beneficiário Designação Município de Cantanhede/INOVA, EMM Projeto Designação Investimento Total Elegivel Feder Centro Educativo de Coja (Escola do 1.º Ciclo

Leia mais

Abastecimento de Água

Abastecimento de Água AA Abastecimento de Água Tipo de cliente Doméstico Não doméstico IPSS's Autarquia 0 a 10 m3 0,6300 0 a 50 m3 0,9500 0 a 50 m3 0,9500 0,0500 11 a 20 m3 1,0000 51 a 80 m3 1,3000 51 a 80 m3 1,3000 0

Leia mais

Tabela de Preços 2015

Tabela de Preços 2015 Tabela de Preços 215 Factor de actualização para 215 - Instituto Nacional de Estatística, I.P.; Boletim Mensal de Estatística Outubro de 214; Índice de Preços no Consumidor Variação média dos últimos 12

Leia mais

Diagnóstico de Necessidades de Formação

Diagnóstico de Necessidades de Formação Diagnóstico de Necessidades de Formação No presente ano, foi levado a cabo, numa iniciativa conjunta do Formação e de Recursos Humanos, o levantamento das necessidades de formação através de contactos

Leia mais

1. Funções Gerais 20.810,54 17.270,49 119.750,00 119.750,00 100.000,00 100.000,00 100.000,00 78.000,00 535.831,03

1. Funções Gerais 20.810,54 17.270,49 119.750,00 119.750,00 100.000,00 100.000,00 100.000,00 78.000,00 535.831,03 PÁGINA : 1 1. Funções Gerais 20.810,54 17.270,49 119.750,00 119.750,00 100.000,00 100.000,00 100.000,00 78.000,00 535.831,03 1.1. Serviços Gerais de 20.810,54 17.270,49 113.850,00 113.850,00 100.000,00

Leia mais

ANEXO 2 - GUIA DE RECURSOS LOCAIS. No âmbito do Programa Rede Social, a elaboração do Guia de Recursos Locais

ANEXO 2 - GUIA DE RECURSOS LOCAIS. No âmbito do Programa Rede Social, a elaboração do Guia de Recursos Locais ANEXO 2 - GUIA DE RECURSOS LOCAIS No âmbito do Programa Rede Social, a elaboração do Guia de Recursos Locais do Concelho de Vouzela, pretende ser um instrumento facilitador da articulação entre os recursos

Leia mais

Mapa de Pessoal da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho para 2014

Mapa de Pessoal da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho para 2014 Gabinete de Apoio ao Presidente Técnico Superior Ciências da Informação 1 1 1 1 Técnico Superior Jornalismo 1 1 0 3 0 0 3 0 1 1 Gabinete de Auditoria Técnico Superior 1 1 1 1 Serviço Municipal de Proteção

Leia mais

MANUAL PROCESSOS PREDIAIS

MANUAL PROCESSOS PREDIAIS MANUAL Página : 3 / 11 ÍNDICE 1 OBJECTIVO...4 2 ÂMBITO...4 3 INSTRUÇÃO DO PROCESSO...4 3.1. Projecto... 4 3.2. Tela Fina.4 4 REGRAS A TER EM CONTA NA ELABORAÇÃO DO PROJECTO E EM OBRA...5 4.1. Ampliações

Leia mais

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS

CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS CAPÍTULO I ÁGUA, SANEAMENTO, ÁGUAS RESIDUAIS E RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS Ligações de Água de Abastecimento Público a) Colocação de Contadores (cada serviço) 10,85 Ligação, Aferição, Interrupção e Restabelecimento

Leia mais

R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8

R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8 R E L A T Ó R I O E C O N T A D E G E R Ê N C I A 2 0 0 8 índice Índice (numeração conforme a indicação no POCAL) índice... 2 5 - Balanço... 3 6 Demonstração de Resultados... 9 7 Mapas de Execução Orçamental...

Leia mais

Plano de gestão dos espaços verdes

Plano de gestão dos espaços verdes Construção do lago (parque verde) Plano de gestão dos espaços verdes Numa época em que a nossa sociedade atravessa crises a vários níveis, os espaços verdes não são uma excepção e também a sua gestão implica

Leia mais

Portfolio. Vias de Comunicação, Obras de Urbanização e outras Infraestruturas

Portfolio. Vias de Comunicação, Obras de Urbanização e outras Infraestruturas Portfolio Vias de Comunicação, Obras de Urbanização Reservatório de Baguim do Monte Águas de Gondomar, S.A. 2009 Duas células, 2 x 2.000,00 m³ Capacidade Total do Reservatório, 4.000,00 m³ Conduta Adutora

Leia mais

CONTRATAÇÃO ADMINISTRATIVA !"#"#"$ % &

CONTRATAÇÃO ADMINISTRATIVA !##$ % & TACHINHA & FILHOS LDA. SOMAGUE-EDIÇOR-ENGENHARIA S.A SOMAGUE-EDIÇOR-ENGENHARIA S.A TECNOVIA AÇORES - SOCIEDADE DE EMPREITADAS LDA. COSTA EMPREITEIROS LDA. CONSÓRCIO SOMAGUE - EDIÇOR E MARQUES S.A JOÃO

Leia mais

MUNICÍPIO DE ESTREMOZ TABELA DE TARIFAS E PREÇOS DE SERVIÇOS NOTA JUSTIFICATIVA

MUNICÍPIO DE ESTREMOZ TABELA DE TARIFAS E PREÇOS DE SERVIÇOS NOTA JUSTIFICATIVA NOTA JUSTIFICATIVA 1 - A presente tabela de tarifas e preços de serviços fundamenta-se na Lei das Finanças Locais, aprovada pela Lei n.º 2/2007, entrando em vigor imediatamente após a sua aprovação no

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICIPIO DE MORA DO ANO 2013 PÁGINA : 1 1. Funções gerais 25.122,75 53.500,00 53.500,00 55.105,00 51.456,00 53.001,00 238.184,75 1.1. Serviços gerais de 12.275,53 30.500,00 30.500,00 31.415,00 27.054,00 27.866,00 129.110,53 administração

Leia mais

1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00. 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública

1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00. 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública PÁGINA : 1 1. Funções gerais 377.419,00 377.419,00 377.419,00 1.1. Serviços gerais de 230.507,00 230.507,00 230.507,00 administração pública 1.1.1. Administracao geral 230.507,00 230.507,00 230.507,00

Leia mais

Freguesia de Vila Cova à Coelheira Concelho de Vila Nova de Paiva

Freguesia de Vila Cova à Coelheira Concelho de Vila Nova de Paiva INDÍCIE: Introdução Informação da actividade da Junta de Freguesia Funções Gerais Funções Sociais Funções económicas Situação Financeira da Freguesia INTRODUÇÃO: De acordo com o disposto na alínea o),

Leia mais

CADASTRO COMÉRCIO E SERVIÇOS

CADASTRO COMÉRCIO E SERVIÇOS TOPONÍMIA CADASTRO COMÉRCIO E SERVIÇOS GEOREFERENCIAÇÃO DE EQUIPAMENTOS COLECTIVOS GEOREFERENCIAÇÃO DE PATRIMÓNIO GEOREFERENCIAÇÃO DE ESPAÇOS VERDES CIRCUITOS RECOLHA SELECTIVA (ECOPONTOS) GEOREFERENCIAÇÃO

Leia mais

MUNICÍPIO DO FUNCHAL

MUNICÍPIO DO FUNCHAL ANEXO A Anexo ao art. 1 do Programa de Concurso A empresa adjudicatária deverá assegurar a limpeza das instalações, tendo em conta as exigências dos serviços, designadamente, serviços de limpeza a serem

Leia mais

CONTRATO INTERADMINISTRATIVO

CONTRATO INTERADMINISTRATIVO CONTRATO INTERADMINISTRATIVO Considerando que a delegação de competências é um instrumento de gestão autárquica, consagrado na Lei n. 75/2013, de 12 de Setembro, no capítulo II, do Titulo IV do Anexo 1,

Leia mais

TARIFÁRIO PARA 2013 CARTAGUA, ÁGUAS DO CARTAXO, S.A.

TARIFÁRIO PARA 2013 CARTAGUA, ÁGUAS DO CARTAXO, S.A. CARTAGUA, ÁGUAS DO CARTAXO, S.A. TARIFÁRIO PARA 2013 O presente tarifário está de acordo com o adicional ao protocolo aprovado relativo à aplicação do tarifário dos serviços de água e saneamento do Cartaxo

Leia mais

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação

TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA. TEMAS VETORIAIS Designação Cidade 1_2000 Cidade - Edifícios 1_2000 Cidade - Toponímia 1_2000 TEMAS DE SIG DISPONÍVEIS NO MUNICÍPIO DE MIRANDELA Cidade - Altimetria 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Anexos 1_5000 Cidade - Aqueduto

Leia mais

Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro. Estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais CAPÍTULO I

Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro. Estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais CAPÍTULO I Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro Estabelece o quadro de transferência de atribuições e competências para as autarquias locais A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º

Leia mais

1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE. 1.1 Identificação

1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE. 1.1 Identificação 1. CARACTERIZAÇÃO DA ENTIDADE 1.1 Identificação Espinho é uma cidade situada no distrito de Aveiro, região Norte e subregião do Grande Porto. Segundo os censos de 2001, o concelho tem uma população residente

Leia mais

Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana

Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana Associação para o Desenvolvimento do Baixo Guadiana A Associação Odiana Esta Associação, sem fins lucrativos, fundada pelos municípios de Alcoutim, Castro Marim e Vila Real de Santo António em Dezembro

Leia mais

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009

DEMONSTRATIVO DA DESPESA POR ÓRGÃO E FUNÇÕES Anexo 9 - Lei 4.320/64 TOTAL GERAL: UF: MINAS GERAIS MUNICÍPIO: GUARANESIA FOLHA: 1 ORÇAMENTO 2009 FOLHA: 1 CÓDIGO DESCRIÇÃO Legislativa Judiciaria Essencial a Justica 646.000.00 565.180.00 646.000.00 565.180.00 FOLHA: 2 CÓDIGO DESCRIÇÃO Administracao Defesa Nacional Seguranca Publica 1.583.973.00 61.132.00

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO - PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER Identificação de Programas. Lei Autorizativa

ESTADO DE MATO GROSSO - PREFEITURA MUNICIPAL DE COLIDER Identificação de Programas. Lei Autorizativa CAMARA MUNICIPAL ACAO DO LEGISLATIVO Atender as necessidades do Municipio, viabilizar aprovacoes de Projetos de Leis de interesse do municipio; suporte tecnico politico. Oferecer suporte conceitual de

Leia mais

GeoLoulé: Plataforma SIG da C. M. Loulé. Agenda. Objectivo. Enquadramento. Historial. Equipa. Arquitectura. MuniSIG Web. Casos Práticos.

GeoLoulé: Plataforma SIG da C. M. Loulé. Agenda. Objectivo. Enquadramento. Historial. Equipa. Arquitectura. MuniSIG Web. Casos Práticos. Agenda Objectivo Enquadramento Historial Equipa Arquitectura MuniSIG Web Casos Práticos ArcGIS Mobile Futuro Objectivo Criar uma infra-estrutura de suporte a todas as aplicações de informação geográfica

Leia mais

MUNICIPIO DE PORTEL N.º Identificação (NIPC) 506 196 445

MUNICIPIO DE PORTEL N.º Identificação (NIPC) 506 196 445 Proposta de Alteração ao Regulamento do Plano Diretor Municipal de Portel _ Resultado da conferência de serviços e abertura do período de discussão pública Em cumprimento da deliberação tomada em reunião

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO DO ANO 2015

E N T I D A D E P L A N O P L U R I A N U A L D E I N V E S T I M E N T O S DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO DO ANO 2015 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 33.356,00 25.856,00 7.500,00 1.002.856,00 677.500,00 380.000,00 2.093.712,00 1.1. SERVIÇOS GERAIS DE 33.356,00 25.856,00 7.500,00 1.002.856,00 677.500,00 380.000,00 2.093.712,00

Leia mais

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 02 FEVEREIRO DE 2011 ORDEM DO DIA

REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 02 FEVEREIRO DE 2011 ORDEM DO DIA REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE SESIMBRA REALIZADA NO DIA 02 FEVEREIRO DE 2011 ORDEM DO DIA ASSUNTO APRECIADO AO ABRIGO DO ART. 83.º DA LEI N.º 169/99, DE 18 DE SETEMBRO, REPUBLICADA PELA LEI

Leia mais

Obras de acabamento do Polivalente da Escola da Retorta

Obras de acabamento do Polivalente da Escola da Retorta OBRAS PÚBLICAS 1 - EQUIPAMENTOS ESCOLARES: Obras de acabamento do Polivalente da Escola da Retorta Campo Reparação da Escola da Gandra Reparação da Escola das Saibreiras Imp. de um P.T. na Escola C+S D.António

Leia mais

AGRUPAM ENTO SUB- ALINEA ALÍNEA RUBRICA SUBAGRUP AMENTO 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES

AGRUPAM ENTO SUB- ALINEA ALÍNEA RUBRICA SUBAGRUP AMENTO 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES CÓDIGO P AM 01 ASSEMBLEIA MUNICIPAL DESPESAS CORRENTES 01 DESPESAS COM O PESSOAL 0102 ABONOS VARIÁVEIS OU EVENTUAIS 010204 AJUDAS DE CUSTO 500 010213 OUTROS SUPLEMS E PRÉMIOS 01021302 OUTROS 30.000 30.000

Leia mais

1- CONTEXTO E CARACTERIZAÇÃO GERAL DO AGRUPAMENTO

1- CONTEXTO E CARACTERIZAÇÃO GERAL DO AGRUPAMENTO 1- CONTEXTO E CARACTERIZAÇÃO GERAL DO AGRUPAMENTO 1.1- Enquadramento territorial e contexto físico O Concelho da Moita onde se localiza o Agrupamento de escolas Fragata do Tejo está situado na região de

Leia mais

ESTADO DO PARANA Programa de Trabalho Folha: 1 Prefeitura Municipal de Honorio Serpa Abril de 2014 - Anexo 6, da Lei 4.320/64

ESTADO DO PARANA Programa de Trabalho Folha: 1 Prefeitura Municipal de Honorio Serpa Abril de 2014 - Anexo 6, da Lei 4.320/64 ESTADO DO PARANA Programa de Trabalho Folha: 1 Orgao...: 02 CHEFIA DE GABINETE Unidade Orcamentaria: 02.01 GABINETE DO PREFEITO 04.000.0000.0.000.000 Administracao 25.230,05 25.230,05 04.122.0000.0.000.000

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO PARA 2014

PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO PARA 2014 PLANO DE ACTIVIDADES E ORÇAMENTO PARA 2014 No âmbito das suas competências e de acordo com o estabelecido na alínea a) do n.º 2 do artigo 34º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, alterada e republicada

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SINES Plano de Pormenor da Cidade Desportiva. Proposta de Plano. Regulamento

CÂMARA MUNICIPAL DE SINES Plano de Pormenor da Cidade Desportiva. Proposta de Plano. Regulamento CÂMARA MUNICIPAL DE SINES Plano de Pormenor da Cidade Desportiva Proposta de Plano Regulamento Novembro de 2011 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS... 2 ARTIGO 1º OBJECTIVO E ÂMBITO 2 ARTIGO 2º RELAÇÃO COM OUTROS

Leia mais

Escola Básica do 1º Ciclo de Vale Figueira EB Miquelina Pombo

Escola Básica do 1º Ciclo de Vale Figueira EB Miquelina Pombo Escola Básica Elias Garcia Escola Básica Miquelina Pombo Escola Básica da Sobreda Escola Básica do 1º Ciclo de Vale Figueira EB Miquelina Pombo A Escola Básica do 1º Ciclo de Vale Figueira nº 1 (E.B. Miquelina

Leia mais

SI INOVAÇÃO INOVAÇÃO PRODUTIVA E EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO

SI INOVAÇÃO INOVAÇÃO PRODUTIVA E EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO SI INOVAÇÃO INOVAÇÃO PRODUTIVA E EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO CRITÉRIOS DE INSERÇÃO DE PROJECTOS NO PÓLO DE COMPETITIVIDADE E TECNOLOGIA TURISMO 2015 TIPOLOGIAS DE INVESTIMENTO ELEGÍVEIS 1. No âmbito dos

Leia mais

José Evilásio de Araújo Prefeito

José Evilásio de Araújo Prefeito LEI Nº 1.745/2012. Dispõe sobre a Revisão da Parcela Anual do Plano Plurianual para o exercício financeiro de 2013 e dá outras providências. O Prefeito do Município de Taquaritinga do Norte, Estado de

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA E A JUNTA DE FREGUESIA DE SALVADOR

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA E A JUNTA DE FREGUESIA DE SALVADOR PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO E DELEGAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ENTRE A CÂMARA MUNICIPAL DE SERPA E A JUNTA DE FREGUESIA DE SALVADOR Entre: A Câmara Municipal de Serpa, representada pelo seu Presidente, João Manuel

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Porto, 28 de novembro de 2012 Objectivo do FDU - Turismo Promover o desenvolvimento de projetos de investimento que contribuam para a regeneração,

Leia mais

Eco Demo Demolições Ecologia e Construção, SA

Eco Demo Demolições Ecologia e Construção, SA Eco Demo Demolições Ecologia e Construção, SA ÍNDICE INTRODUÇÃO...4 POLÍTICA DE QUALIDADE AMBIENTE E SEGURANÇA...5 PORTFÓLIO Demolições e Remoção de Amianto Escola Básica e Secundária Drº Pascoal José

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Data da última atualização: maio 2015 1 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia (ACES

Leia mais

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012

DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012 ENTIDADE ORÇAMENTO DA DESPESA DOTAÇÕES INICIAIS MUNICIPIO DO PORTO SANTO ( POR CLASSIFICAÇÃO ORGÂNICA/ECONÓMICA ) DO ANO 2012 PÁGINA : 1 01 ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL 4.684.112,00 01.01 ADM/OPERAÇÕES FINANCEIRAS

Leia mais

FARMÁCIA ESTAÇÃO COMBOIOS

FARMÁCIA ESTAÇÃO COMBOIOS FARMÁCIA ESTAÇÃO COMBOIOS DMM 2º piso Laboratórios Presidente DMM 2º piso Oficinas Silo mergulho VTS Piscina Edifício II ITN Secretaria Edifício Social Parque incêndios Pavilhão Refeitório PRAIA Entrada

Leia mais

DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA O ANO DE 2009

DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA O ANO DE 2009 DOCUMENTOS PREVISIONAIS PARA O ANO DE 2009 - ORÇAMENTO DA RECEITA E DA DESPESA - PLANO PLURIANUAL DE INVESTIMENTOS - GRANDES OPÇÕES DO PLANO - RESUMO DE ORÇAMENTO APROVADO EM: C.A. / / C.M. / / A.M. /

Leia mais

Orçamento 01 280.554,00 200,00 300,00 10.100,00 10.000,00 4.900,00. 30.750,00 04.01.23.99.01 Atestados, Confirmações e

Orçamento 01 280.554,00 200,00 300,00 10.100,00 10.000,00 4.900,00. 30.750,00 04.01.23.99.01 Atestados, Confirmações e Pag.: 1 04.01.23.99.03 1.500,00 Transladações 04.02 Multas e outras penalidades 04.02.99 Multas e penalidades diversas 05 Rendimentos da propriedade 05.02 Juros - Sociedades financeiras 05.02.01 Bancos

Leia mais

Assunto: Abertura de procedimento para desratização e desinfestação do Concelho de Guimarães pelo prazo de 36 meses CADERNO DE ENCARGOS

Assunto: Abertura de procedimento para desratização e desinfestação do Concelho de Guimarães pelo prazo de 36 meses CADERNO DE ENCARGOS CADERNO DE ENCARGOS Assunto: Abertura de procedimento para desratização e desinfestação do Concelho de Guimarães pelo prazo de 36 meses CADERNO DE ENCARGOS CLÁUSULAS TÉCNICAS E ESPECIAIS 1- OBJECTO DO

Leia mais

ENTIDADE DATA ANO PAGINA. MPS PERIODO : Janeiro A Novembro - 2014/11/01 a 2014/11/30 2014/12/15 2014 1

ENTIDADE DATA ANO PAGINA. MPS PERIODO : Janeiro A Novembro - 2014/11/01 a 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 MPS PERIODO : Janeiro A Novembro - 2014/11/01 a 2014/11/30 2014/12/15 2014 1 11.1 Caixa Tesouraria 3.960.417,85 3.959.930,82 3.960.417,85 3.959.930,82 487,03 12.1.1 BANIF Conta 23019378771 447.183,47 436.858,67

Leia mais

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL (CLDS) ESPINHO VIVO EIXO 1 EMPREGO, FORMAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E EMPREENDEDORISMO 01 - BALCÃO DE EMPREGABILIDADE; O Balcão de Empregabilidade pretende apoiar os desempregados

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 Nº do Dimensão Data de Designação documento em bytes criação 53,4 KB 08/04/2011 24,6 KB 08/04/2011 72,2 KB 29/04/2011

PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 Nº do Dimensão Data de Designação documento em bytes criação 53,4 KB 08/04/2011 24,6 KB 08/04/2011 72,2 KB 29/04/2011 PRESTAÇÃO DE CONTAS 2010 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2010, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE URUSSANGA - PREFEITURA

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE URUSSANGA - PREFEITURA Página: 1 02 GABINETE DO PREFEITO 02.01 GABINETE DO PREFEITO 235.500,00 13.904,00 47.188,90 188.311,10 13.904,00 47.188,90 0,00 235.500,00 13.904,00 47.188,90 188.311,10 13.904,00 47.188,90 0,00 0201.04

Leia mais

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICÍPIO DE ALMEIRIM DO ANO 2012

E N T I D A D E P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L MUNICÍPIO DE ALMEIRIM DO ANO 2012 PÁGINA : 1 1. FUNÇÕES GERAIS 196.000,00 196.000,00 196.000,00 1.2. Segurança e ordem públicas 196.000,00 196.000,00 196.000,00 1.2.1. Protecção civil e luta 196.000,00 196.000,00 196.000,00 contra incêndios

Leia mais

PLANEAMENTO URBANO ARQUITECTURA ENGENHARIA AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA FORMAÇÃO GESTÃO E DIRECÇÃO DE OBRA FISCALIZAÇÃO DE OBRA

PLANEAMENTO URBANO ARQUITECTURA ENGENHARIA AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA FORMAÇÃO GESTÃO E DIRECÇÃO DE OBRA FISCALIZAÇÃO DE OBRA PLANEAMENTO URBANO ARQUITECTURA ENGENHARIA AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA FORMAÇÃO GESTÃO E DIRECÇÃO DE OBRA FISCALIZAÇÃO DE OBRA PERFIL A EXECUATUR é uma estrutura técnica de fornecimento de serviços nos domínios

Leia mais

Normas Técnicas. Georreferenciação de Processos de Urbanização e Edificação do Município de Ponte de Lima V.2.1-2012

Normas Técnicas. Georreferenciação de Processos de Urbanização e Edificação do Município de Ponte de Lima V.2.1-2012 Normas Técnicas Georreferenciação de Processos de Urbanização e Edificação do Município de Ponte de Lima V.2.1-2012 1. Introdução De acordo com o Regime Jurídico da Urbanização e Edificação, designadamente

Leia mais

Concurso Público. Serviços de Limpeza nas Instalações Desportivas situadas na Taipa afectas ao Instituto do Desporto

Concurso Público. Serviços de Limpeza nas Instalações Desportivas situadas na Taipa afectas ao Instituto do Desporto Concurso Público Serviços de Limpeza nas Instalações Desportivas situadas na Taipa afectas ao Instituto do Desporto Requisitos para a prestação dos serviços de limpeza 1. Instalações desportivas, prazo,

Leia mais

Plano de Activi dades

Plano de Activi dades 2008 Plano de Activi dades 2 Educação e Formação Gestão das Actividades de Enriquecimento Curricular AEC s Em articulação com o Agrupamento Conde Castelo Melhor e Município de Pombal. Com Apoio ao Estudo,

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS POR TEMPO INDETERMINADO

CONTRATO DE TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS POR TEMPO INDETERMINADO CONTRATO DE TRABALHO EM FUNÇÕES PÚBLICAS POR TEMPO INDETERMINADO Cargo/Carreira/Categoria Atribuições/Competências/Actividades UNIDADE DE AMBIENTE, SERVIÇOS URBANOS, INFRA-ESTRUTURAS E EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS

Leia mais

ESTRADAS E INFRAESTRUTURAS DE SERVIÇOS INFRA-ESTRUTURAS NO DOMÍNIO PÚBLICO RODOVIÁRIO

ESTRADAS E INFRAESTRUTURAS DE SERVIÇOS INFRA-ESTRUTURAS NO DOMÍNIO PÚBLICO RODOVIÁRIO ESTRADAS E INFRAESTRUTURAS DE SERVIÇOS ENQUADRAMENTO Enquadramento A utilização do domínio público rodoviário por serviços de utilidade pública tem acompanhado a evolução de uma sociedade em desenvolvimento

Leia mais

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.

RESUMO FREGUESIA DE BENFICA. Ano :2012 (Unidade: EUR) Receitas Montante Despesas. Corrente... Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432. RESUMO Ano :2012 Receitas Montante Despesas Montante Corrente... 4.349.118,00 Corrente... Capital... 2,00 Capital... Outras Receitas... 0,00 3.432.383,80 960.736,20 Total 4.349.120,00 Total 4.393.120,00

Leia mais

BOLETIM. N.º 2 Abril/14. Informação das Actividades da Junta de Freguesia

BOLETIM. N.º 2 Abril/14. Informação das Actividades da Junta de Freguesia JUNTA DE FREGUESIA UNIÃO DE FREGUESIAS DE ABRUNHEIRA, VERRIDE E VILA NOVA DA BARCA MUNICÍPIO DE MONTEMOR-O-VELHO N.º 2 Abril/14 BOLETIM Informação das Actividades da Junta de Freguesia Informação das Actividades

Leia mais

Departamento de Água e Saneamento Básico

Departamento de Água e Saneamento Básico Departamento de Água e Saneamento Básico ACTUALIZAÇÃO DE TARIFAS 2006 - Considerando que o cumprimento de normas comunitárias sobre a qualidade da água obriga à realização de determinadas obras, cujos

Leia mais

CodCurso Curso 212201 Artes do Espectáculo - Cenografia, Figurinos e Adereços 212202 Artes do Espectáculo - Interpretação 212203 Artes do Espectáculo

CodCurso Curso 212201 Artes do Espectáculo - Cenografia, Figurinos e Adereços 212202 Artes do Espectáculo - Interpretação 212203 Artes do Espectáculo CodCurso Curso 212201 Artes do Espectáculo - Cenografia, Figurinos e Adereços 212202 Artes do Espectáculo - Interpretação 212203 Artes do Espectáculo - Interpretação e Animação Circense 212204 Artes do

Leia mais

CORRENTES CAPITAL TOTAL RECEITAS 17 526 004 7 283 896 24 809 900 DESPESAS 12 372 900 12 437 000 24 809 900

CORRENTES CAPITAL TOTAL RECEITAS 17 526 004 7 283 896 24 809 900 DESPESAS 12 372 900 12 437 000 24 809 900 ANÁLISE DO ORÇAMENTO: RECEITA E DESPESA O orçamento para 2014 volta a ser mais contido que o anterior, situando-se em 24.809.900, ou seja menos 4,3% que o de 2013. Como se verá mais à frente, o plano de

Leia mais

TOTAL - FISCAL 12.823.048 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 12.823.048

TOTAL - FISCAL 12.823.048 TOTAL - SEGURIDADE 0 TOTAL - GERAL 12.823.048 ORGAO : 14000 - JUSTICA ELEITORAL UNIDADE : 14101 - TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL 0570 GESTAO DO PROCESSO ELEITORAL 12.823.048 02 126 0570 2365 ATUALIZACAO E MANUTENCAO DO SISTEMA DE VOTACAO E APURACAO 02

Leia mais

T RI R SMO Crédit i o t a o a Inve v sti t m ento t no Tu T ris i mo Proto t co c lo l Ba B n a cá c r á io 2 7 d e e Se S t e em

T RI R SMO Crédit i o t a o a Inve v sti t m ento t no Tu T ris i mo Proto t co c lo l Ba B n a cá c r á io 2 7 d e e Se S t e em TURISMO Crédito ao Investimento no Turismo Protocolo Bancário Luís Coito 27 de Setembro de 2010 TURISMO INCENTIVOS FINANCEIROS AO SECTOR Intensidade de Auxílio Abrangência Empresarial Crédito ao Investimento

Leia mais

M.EVORA PERIODO : 2014/01/02 a 2014/12/30 2014 2015/02/20 1

M.EVORA PERIODO : 2014/01/02 a 2014/12/30 2014 2015/02/20 1 M.EVORA PERIODO : 2014/01/02 a 2014/12/30 2014 2015/02/20 1 254 010201 020220 AUDITORIA FINANCEIRA 50.767,50 40.005,00 10.762,50 10.762,50 10.762,50 10.762,50 266 05 020203 RENOVAÇÃO DE SERVIÇO DE MANUTENÇÃO

Leia mais

Chama-se a atenção que a contagem do prazo a que se refere o n.º 1 do artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 73/2009 de 31 de Março, só se inicia a partir da

Chama-se a atenção que a contagem do prazo a que se refere o n.º 1 do artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 73/2009 de 31 de Março, só se inicia a partir da a) OBRAS COM FINALIDADE AGRÍCOLA, QUANDO INTEGRADAS NA GESTÃO DAS EXPLORAÇÕES LIGADAS À ATIVIDADE AGRÍCOLA, NOMEADAMENTE, OBRAS DE EDIFICAÇÃO, OBRAS HIDRÁULICAS, VIAS DE ACESSO, ATERROS E ESCAVAÇÕES, E

Leia mais

PEDIDO DE EMISSÃO DO ALVARÁ DE LICENÇA DE OBRA DE EDIFICAÇÃO E/OU DEMOLIÇÃO

PEDIDO DE EMISSÃO DO ALVARÁ DE LICENÇA DE OBRA DE EDIFICAÇÃO E/OU DEMOLIÇÃO Registo nº. Data: / / O Funcionário Exmº. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Cascais PEDIDO DE EMISSÃO DO ALVARÁ DE LICENÇA DE OBRA DE EDIFICAÇÃO E/OU DEMOLIÇÃO IDENTIFICAÇÃO DO REQUERENTE (Preencher

Leia mais

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014

Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Relatório de Atividades à Assembleia de Freguesia relativo ao período entre 21 de abril a 20 de junho de 2014 Representação Externa No período em análise no âmbito das suas funções, a Presidente da Junta

Leia mais

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende SEMINÁRIO: QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO ÃO Porto, 3 e 4 de Novembro de 2005 O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende Carla Dias carla.dias@cm-esposende.pt

Leia mais

GUIA DE PROJECTO E OBRA

GUIA DE PROJECTO E OBRA GUIA DE PROJECTO E OBRA Processos Prediais Direcção de Engenharia 2010 ÍNDICE 1. Âmbito de Aplicação e Objectivos... 3 2. Competências e Responsabilidades... 3 2.1 Projectista... 3 2.2 ÁGUAS DO SADO...

Leia mais

Apresentação Presentación Presentation

Apresentação Presentación Presentation Cineteatro Louletano Loulé Casino de Lisboa Museu do Oriente-Lisboa Museu da Marionete-Lisboa Multiusos de Viseu-Viseu Escola de Hotelaria do Porto Bancadas/Tribunas Telescópicas - Banco Corrido Bancadas

Leia mais

MIGUEL SCHMITT-PRYM, Prefeito Municipal de Panambi, Faço saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte

MIGUEL SCHMITT-PRYM, Prefeito Municipal de Panambi, Faço saber que a Câmara Municipal de Vereadores aprovou e eu sanciono e promulgo a seguinte LEI MUNICIPAL Nº 1.528/96 DE 23 DE OUTUBRO DE 1996. INSTITUI NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA ORGANIZACIONAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PANAMBI, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. MIGUEL SCHMITT-PRYM, Prefeito Municipal

Leia mais

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS -

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL DE ESPINHO - INSTITUIÇÕES ADERENTES E RESPECTIVOS CONTACTOS - Data da Última Actualização: Fevereiro 2011 1 Agrupamento de Centros de Saúde do Grande Porto IX - Espinho/Gaia

Leia mais

Água. Água - Tarifa Variável. Escalão Intervalo (m3) Preço. 1 0 a 5 0,30 2 > 5 a 15 0,40 3 > 15 a 25 0,80 4 > 25 a 50 1,00 5 > 50 2,00

Água. Água - Tarifa Variável. Escalão Intervalo (m3) Preço. 1 0 a 5 0,30 2 > 5 a 15 0,40 3 > 15 a 25 0,80 4 > 25 a 50 1,00 5 > 50 2,00 Fixação de preços cobrados pelo município nos serviços de água, saneamento e resíduos, nos termos das recomendações da Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos (ERSAR) Água Utilizadores domésticos:

Leia mais

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE GUARDA

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE GUARDA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE GUARDA Ponto 2.3 Análise, discussão e votação do Plano e Orçamento para o ano 2014 DOCUMENTO PARA ANÁLISE Constitui uma competência material da Junta de Freguesia a elaboração

Leia mais

Certificação de Sistema de Gestão Relatório de Auditoria

Certificação de Sistema de Gestão Relatório de Auditoria Certificação de Sistema de Gestão Relatório de Auditoria Organização: Morada: MUNICÍPIO DE CANTANHEDE Praça Marquês de Marialva 3060-133 Cantanhede Representante: Drª Helena Teodósio Sede, Armazém e Estaleiro,

Leia mais

Nº do. Dimensão em Designação documento. Data de criação. bytes

Nº do. Dimensão em Designação documento. Data de criação. bytes PRESTAÇÃO DE CONTAS 2008 Junto se remetem os Documentos de Prestação de Contas referentes à Gerência de 2008, organizados em conformidade com o POCAL e de acordo com a Resolução n.º 04/2001 2.ª Secção,

Leia mais

What We re Doing For Cycling no município do Seixal

What We re Doing For Cycling no município do Seixal What We re Doing For Cycling no município do Seixal SEIXAL Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados e estudantes 47 800 ficam no concelho (50%) Seixal: 94 km2 158 269 habitantes 94 600 empregados

Leia mais

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 Anexo 1.50 Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: acesso pela rodovia SP 122 Ribeirão Pires Paranapiacaba, Santo André SP, Brasil. Autoria: a vila foi construída pela

Leia mais

INQUÉRITO ÀS ALTERAÇÕES DE UTILIZAÇÃO DOS EDIFÍCIOS (Q6)

INQUÉRITO ÀS ALTERAÇÕES DE UTILIZAÇÃO DOS EDIFÍCIOS (Q6) INSTRUMENTO DE NOTAÇÃO DO SISTEMA ESTATÍSTICO NACIONAL (LEI Nº 22/2008 DE 13 DE MAIO) DE RESPOSTA CONFIDENCIAL E OBRIGATÓRIA, REGISTADO NO INE SOB O Nº XXX VÁLIDO ATÉ AAAA/MM/DD Contactos para resposta

Leia mais

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO

E N T I D A D E DOTAÇÕES INICIAIS P L A N O D E A C T I V I D A D E S M U N I C I P A L DO ANO 2015 CÂMARA MUNICIPAL DE MONTIJO PÁGINA : 1 2. FUNÇÕES SOCIAIS 294.765,04 66.575,50 1.451.453,00 1.451.453,00 1.812.793,54 2.1. EDUCAÇÃO 247.595,04 66.000,00 1.123.723,00 1.123.723,00 1.437.318,04 2.1.1. ENSINO NÃO SUPERIOR 247.595,04

Leia mais

Reabilitação Urbana: oportunidades do novo regime jurídico

Reabilitação Urbana: oportunidades do novo regime jurídico Reabilitação Urbana: oportunidades do novo regime jurídico 8 Março 2013 O QUE MUDOU NO ÚLTIMO ANO Alteração do RJRU da Lei das Rendas Publicação do PDM Agravamento / escassez do crédito Insolvências na

Leia mais

LEI Nº 2.669, DE 30 DE ABRIL DE 2014.

LEI Nº 2.669, DE 30 DE ABRIL DE 2014. LEI Nº 2.669, DE 30 DE ABRIL DE 2014. Abre Crédito Adicional Especial, autoriza a alteração do Plano Plurianual e da Lei Orçamentária Anual para inclusão da programação decorrente da criação da Secretaria

Leia mais

GENERAL AGREEMENT ON TARIFFS AND TRADE

GENERAL AGREEMENT ON TARIFFS AND TRADE GENERAL AGREEMENT ON TARIFFS AND TRADE RESTRICTED GPR/34 19 June 1986 Special Distribution Committee on Government Procurement LIST OF ENTITIES FOR PORTUGAL Communication from the Commission of the European

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA COVILHÃ

CÂMARA MUNICIPAL DA COVILHÃ E D I T A L CARLOS ALBERTO PINTO, Presidente da Câmara Municipal da Covilhã. TORNA PÚBLICO, em cumprimento do disposto no artigo 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas

Leia mais

Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA

Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA Assistente Técnico Secretariado Administrativa 12.º ano de escolaridade 12.º ano de escolaridade complexidade, na área de secretariado, designadamente, gestão de agenda;

Leia mais

Município de Mora. Balanço do Mandato

Município de Mora. Balanço do Mandato Município de Mora Balanço do Mandato 2009-2011 1ª Edição 2012 Propriedade, Edição e Coordenação Câmara Municipal de Mora Texto, Fotografia e Concepção Gráfica Gabinete de Informação da Câmara Municipal

Leia mais