DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 1º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 1º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:"

Transcrição

1 GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental a apresentação de uma lista legível, limpa e organizada. Rasuras podem invalidar a lista. - Nas questões que exigem cálculos eles deverão ser apresentados na lista para que possam ser corrigidos. - Questões discursivas deverão ser respondidas na própria lista. - Não há necessidade de folhas em anexo, todas as respostas serão exclusivamente na lista. - O não atendimento a algum desses itens faculta ao professor o direito de desconsiderar a lista. - A lista deve ser feita a caneta, somente os cálculos podem ser a lápis. P1 III bimestre 01) (UFOP-JUNHO/2009) Sobre as células do tecido muscular esquelético, indique a alternativa incorreta. a) Possuem filamentos finos de actina ancorados à linha Z. b) Regulam a contração por meio do controle da liberação de cálcio do retículo sarcoplasmático. c) São cilíndricas e bem alongadas. d) Contêm um único núcleo central. 02) (PISM - UFJF/2008) Na natureza, alguns animais podem sofrer auto-amputação de uma parte do corpo para escapar do perigo, como as lagartixas, que possuem um mecanismo de perder a cauda (autotomia caudal). Quando elas fazem isso, o pedaço da cauda solto fica se mexendo de um lado para o outro por alguns segundos e esse movimento atrai a atenção do predador (Revista Ciência Hoje das Crianças outubro de 2005). Considerando que a musculatura da cauda é estriada esquelética, formada por fibras brancas conhecidas também como rápidas, glicolíticas ou do tipo II, é INCORRETO afirmar que: a) essas fibras são também chamadas de brancas por terem pouca ou nenhuma mioglobina. b) as fibras brancas são pobres em mitocôndrias e estão adaptadas a contrações bruscas e potentes. c) as fibras brancas atingem a capacidade máxima de contração mais rapidamente e com mais força que as vermelhas, embora a atividade seja mantida por tempo mais curto. d) as fibras musculares brancas obtêm energia para contração quase que exclusivamente por fermentação, a partir de glicose e glicogênio. e) as fibras brancas são ricas em mioglobina e mitocôndrias e estão adaptadas a movimentos lentos e duradouros. 03) (UFC/2006) A liberação dos íons cálcio e magnésio no processo de contração de uma fibra muscular estriada esquelética envolve diversos componentes celulares, exceto o: a) lisossomo. b) retículo endoplasmático. c) sarcoplasma.

2 d) sistema T. e) retículo sarcoplasmático. 04) (PUC-MG/2007) Observe o esquema, que representa células do tecido muscular estriado cardíaco humano. Sobre esse assunto, assinale a afirmativa INCORRETA. a) A contração dessa musculatura, em condições normais, depende de um sistema próprio gerador de impulsos. b) As células musculares cardíacas apresentam, em seu citoplasma, actinas, miosinas e mioglobinas. c) As células musculares cardíacas podem realizar contração, mesmo sem estímulos do sistema nervoso central. d) As células musculares cardíacas apresentam intenso consumo de oxigênio que é recebido diretamente do sangue contido nos átrios e nos ventrículos. 05) (UFPI/2003) As células musculares são diferentes das células nervosas porque: a) contêm genes diferentes. b) possuem maior número de genes. c) usam códigos genéticos diferentes. d) possuem menor número de genes. e) expressam genes diferentes. 06) (UFTM/2007) Na final do campeonato de atletismo, João sagrou-se campeão na modalidade salto com vara, enquanto Pedro venceu na modalidade maratona. Para realizar o trabalho muscular requerido na final de cada uma dessas provas, a musculatura esquelética dos atletas precisou contar com certo aporte de energia. Basicamente, quatro diferentes processos poderiam fornecer a energia necessária para o trabalho muscular desses atletas durante as provas: I. reserva celular de ATP; II. reserva celular de fosfocreatina; III. reserva celular de glicogênio; IV. formação de ATP pela respiração aeróbica. Pode-se dizer que, do início ao final da prova, na musculatura esquelética de a) João e na musculatura esquelética de Pedro, a obtenção de energia deu-se pelo processo I, apenas. b) João e na musculatura esquelética de Pedro, a obtenção de energia deu-se pelo processo IV, apenas. c) João, a obtenção de energia deu-se predominantemente pelos processos I e II, enquanto na musculatura

3 esquelética de Pedro, deu-se predominantemente pelo processo IV. d) ambos os atletas, a obtenção de energia deu-se por todos os processos, predominando, em ambos os casos, o processo IV. e) ambos os atletas, a obtenção de energia deu-se por todos os processos, predominando, no caso de João, o processo III e, no caso de Pedro, o processo IV. 07) (FGV/2007) Paulo não é vegetariano, mas recusa-se a comer carne vermelha. Do frango, come apenas o peito e recusa a coxa, que alega ser carne vermelha. Para fundamentar ainda mais sua opção, Paulo procurou saber no que difere a carne do peito da carne da coxa do frango. Verificou que a carne do peito a) é formada por fibras musculares de contração lenta, pobres em hemoglobina. Já a carne da coxa do frango é formada por fibras musculares de contração rápida, ricas em mitocôndrias e mioglobina. A associação da mioglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura. b) é formada por fibras musculares de contração rápida, pobres em mioglobina. Já a carne da coxa é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mitocôndrias e mioglobina. A associação da mioglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura. c) é formada por fibras musculares de contração rápida, ricas em mioglobina. Já a carne da coxa é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mitocôndrias e hemoglobina. A associação da hemoglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura. d) é formada por fibras musculares de contração rápida, ricas em mioglobina. Já a carne da coxa é formada por fibras musculares de contração lenta, ricas em mitocôndrias e hemoglobina. A associação da hemoglobina, que contém ferro, com o oxigênio confere à carne da coxa uma cor mais escura. Já a mioglobina, que não contém ferro, confere à carne do peito do frango uma coloração pálida. e) e a carne da coxa não diferem na composição de fibras musculares: em ambas, predominam as fibras de contração lenta, pobres em mioglobina. Contudo, por se tratar de uma ave doméstica e criada sob confinamento, a musculatura peitoral, que dá suporte ao vôo, não é exercitada. Deste modo recebe menor aporte sanguíneo e apresenta-se de coloração mais clara. 08) (UFV/2002) Preocupados com a boa forma física, os freqüentadores de uma academia de ginástica discutiam sobre alguns aspectos da musculatura corporal. Nessa discussão, as seguintes afirmativas foram feitas: I - O tecido muscular estriado esquelético constitui a maior parte da musculatura do corpo humano. II - O tecido muscular liso é responsável direto pelo desenvolvimento dos glúteos e coxas. III - O tecido muscular estriado cardíaco, por ser de contração involuntária, não se altera com o uso de esteróides anabolizantes. Analisando as afirmativas, pode-se afirmar que: a) apenas II e III estão corretas. b) apenas I está correta. c) apenas II está correta. d) I, II e III estão corretas. e) apenas I e II estão corretas. 09) (UFRGS/2005) Considere as afirmações a seguir sobre o tecido muscular esquelético. I. Para que ocorra contração muscular, há necessidade de uma ação conjunta dos íons cálcio e da energia liberada pelo ATP, o que promove um deslizamento dos filamentos de actina sobre os de miosina na fibra muscular.

4 II. Exercícios físicos promovem um aumento no volume dos miócitos da musculatura esquelética, através da produção de novas miofibrilas. III. Em caso de fadiga muscular, parte do ácido lático produzido através da fermentação lática passa para a corrente sangüínea e é convertida em aminoácidos pelo fígado. Quais estão corretas? a) Apenas I. b) Apenas II. c) Apenas I e II. d) Apenas II e III. e) I, II e III. 10) (PUC-RJ/2004) Dentre os tecidos animais, há um tecido cuja evolução foi fundamental para o sucesso evolutivo dos seres heterotróficos. Aponte a opção que indica corretamente tanto o tipo de tecido em questão como a justificativa de sua importância. a) Tecido epitelial queratinizado - permitiu facilitar a desidratação ao impermeabilizar a pele dos animais. b) Tecido conjuntivo ósseo - permitiu a formação de carapaças externas protetoras para todos os animais, por ser um tecido rígido. c) Tecido muscular - permitiu a locomoção eficiente para a predação e fuga, por ser um tecido contrátil. d) Tecido nervoso - permitiu coordenar as diferentes partes do corpo dos animais, por ser um tecido de ação lenta. e) Tecido conjuntivo sangüíneo - permitiu o transporte de substâncias dentro do corpo do animal, por ser um tecido rico em fibras colágenas e elásticas. 11) (PISM-UFJF/2002) O tradicional bife de carne de boi é constituído por: a) tecido muscular liso, que se caracteriza por apresentar contrações involuntárias. b) tecido muscular estriado fibroso, que se caracteriza por apresentar contração involuntária. c) tecido muscular liso, que se caracteriza por apresentar contrações constantes e vigorosas. d) tecido muscular estriado, caracterizado por apresentar contrações peristálticas reguladas pelo cálcio. e) tecido muscular estriado esquelético, que se caracteriza por realizar contrações voluntárias. 12) (UFAC/2008) As células desse tecido tem origem mesodérmica, mostra diversas estriações ao microscópio óptico, suas células tem aspecto de fibras e um aglomerado dessas fibras forma um feixe que é envolvido por uma bainha de tecido conjuntivo. As células organizam-se formando um sincício que permite a rápida resposta a estímulos." A descrição refere-se a (ao): a) tecido epitelial, de fato sua origem é mesodérmica. b) tecido adiposo e a organização em sincício é sua característica marcante. c) tecido muscular esquelético já que as fibras organizam-se formando feixes. d) tecido muscular liso, porque suas células são envolvidas por tecido conjuntivo. e) tecido conjuntivo, dado que ao microscópio óptico suas células mostram um padrão estriado. QUESTÕES DISCURSIVAS 13) (UNICAMP/2007) As pessoas são incentivadas a praticar atividades físicas visando uma vida saudável. Especialistas em fisiologia do exercício determinaram a percentagem de fibras do tipo I e do tipo II

5 encontradas em músculos estriados esqueléticos de quatro grupos de pessoas: atletas maratonistas(*), atletas velocistas(**), pessoas sedentárias e pessoas com atividade física moderada. Os resultados desse estudo são mostrados na figura abaixo. (*) corredores de longas distâncias (**) corredores de curtas distâncias (ex.: 100 metros) TABELA Fibra muscular tipo I Contração lenta Metabolismo aeróbico Alta densidade de mitocôndrias Fibra muscular tipo II Contração rápida Metabolismo anaeróbico Baixa densidade de mitocôndrias (Figura e tabela adaptadas de Fox, E.L; Mathews, D.K. Bases Fisiológicas da Educação Física e dos Desportos.Rio de Janeiro: Editora Guanabara, 1986, p ) a) Analise as informações da tabela e indique, entre os quatro grupos de pessoas (A, B, C ou D), mostrados na figura, qual grupo corresponde aos maratonistas e qual grupo corresponde aos velocistas. Justifique. b) Se os dois grupos de atletas não fizerem um treinamento adequado, pode ocorrer nesses atletas dor muscular intensa durante ou após uma competição. A que se deve essa dor muscular? Explique. 14) (PISM-UFJF)

6 em A e B: Observe a figura ao lado e identifique o tipo de músculo encontrado Observe a figura ao lado e identifique o tipo de músculo encontrado em A e B: b) Considerando o processo de respiração celular realizado pela célula muscular presente em A, analise a afirmativa abaixo. Você concorda com ela? Justifique sua resposta.um corredor que irá participar de uma competição de longa distância ( metros) deve começar a corrida com o mesmo ritmo de um outro que irá correr numa prova de curta distância (100 metros). c) Com referência ao tipo de músculo identificado em B, qual a sua relação com o peristaltismo do esôfago, estômago e intestino? Quais as conseqüências dessa relação no processo digestivo? 15) (UNICAMP/2001) Ciência ajuda natação a evoluir. Com esse título, uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo sobre os jogos olímpicos (18/09/00) informa que: Os técnicos brasileiros cobiçam a estrutura dos australianos: a comissão médica tem 6 fisioterapeutas, nenhum atleta deixa a piscina sem levar um furo na orelha para o teste do lactato e a Olimpíada virou um laboratório para estudos biomecânicos tudo o que é filmado em baixo da água vira análise de movimento. a) O teste utilizado avalia a quantidade de ácido láctico nos atletas após um período de exercícios. Por que se forma o ácido láctico após exercício intenso? b) O movimento é a principal função do músculo estriado esquelético. Explique o mecanismo de 16) UFPR - "Só uma pessoa com bom condicionamento cardiovascular terá energia suficiente para suportar uma carga de exercícios de musculação", diz o professor Ney Pereira, coordenador do Curso de Pós- Graduação em Educação Física e Fisioterapia da Universidade Gama Filho - RJ." (A Nova Estética Muscular, VEJA 16/06/99) Sobre o assunto, é correto afirmar: 01) No adulto, o músculo estriado cardíaco, quando lesado, é regenerado a partir do tecido epitelial adjacente, o qual tem grande capacidade de regeneração. 02) O oxigênio que o organismo recebe durante a realização de atividade física é distribuído pelo sangue

7 através do plasma sangüíneo. 04) A contração do músculo estriado cardíaco é importante para que o sangue circule no interior dos vasos. 08) O músculo estriado esquelético, muito trabalhado nas academias para a obtenção de um melhor resultado estético, depende do sistema nervoso para se contrair. 16) No caso de um atleta, além da atividade física, uma alimentação equilibrada se faz necessária. Os nutrientes encontrados nos alimentos ingeridos são absorvidos pelos vasos sangüíneos do tecido epitelial de revestimento do intestino. 32) Para que um indivíduo consiga realizar exercícios de musculação, a estrutura óssea é muito importante, pois o esqueleto é um conjunto de estruturas rígidas em que se ligam as fibras do músculo estriado cardíaco. 64) As glândulas sudoríparas, responsáveis pela excreção do suor, são importantes durante a atividade física, pois eliminam do organismo resíduos metabólicos e ajudam a manter constante a temperatura corpórea. 17) (Unicamp ª Fase) - O tecido muscular cardíaco apresenta fibras a) lisas, de contração voluntária e aeróbia. b) lisas, de contração involuntária e anaeróbia. c) estriadas, de contração voluntária e anaeróbia. d) estriadas, de contração involuntária e aeróbia. 18) (UFC-2006) - A liberação dos íons cálcio e magnésio no processo de contração de uma fibra muscular estriada esquelética envolve diversos componentes celulares, exceto o: a) lisossomo. b) retículo endoplasmático. c) sarcoplasma. d) sistema T. e) retículo sarcoplasmático. 19) (UFC-2002) - O alimento passa do esôfago para o estômago como resultado de uma onda peristáltica. Assinale a alternativa que mostra o tecido responsável pela peristalse do sistema digestório. a) Tecido muscular esquelético b) Tecido muscular liso c) Tecido conjuntivo d) Tecido adiposo e) Tecido epitelial 20) (FUABC-SP) - Considere as seguintes características: I. controle voluntário; II. controle involuntário; III. ações rápidas e de curta duração; IV. ações lentas e de longa duração; V. auto-estimulação e ritmo espontâneo. Segundo essas características, o músculo não-estriado difere do músculo cardíaco por apresentar: a) I. b) II. c) III. d) IV. e) V.

Lista de exercícios Aluno (a): Professor: Mário Neto Disciplina: Ciências Naturais

Lista de exercícios Aluno (a): Professor: Mário Neto Disciplina: Ciências Naturais Lista de exercícios Aluno (a): Turma: 1ª série: (Ensino médio) Professor: Mário Neto Disciplina: Ciências Naturais No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as

Leia mais

CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DOS SISTEMAS TEGUMENTAR, LOCOMOTOR E REPRODUTOR ESTUDO DIRIGIDO 2

CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DOS SISTEMAS TEGUMENTAR, LOCOMOTOR E REPRODUTOR ESTUDO DIRIGIDO 2 CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS DOS SISTEMAS TEGUMENTAR, LOCOMOTOR E REPRODUTOR ESTUDO DIRIGIDO 2 1. (UEL) Considere os tipos de fibras musculares e as ações a seguir: I. cardíaca; II. estriada; III. lisa. a)

Leia mais

QUESTÕES DE BIOLOGIA PROFESSORA: MARCIA ARAGÃO. Questões Biologia I

QUESTÕES DE BIOLOGIA PROFESSORA: MARCIA ARAGÃO. Questões Biologia I QUESTÕES DE BIOLOGIA PROFESSORA: MARCIA ARAGÃO Questões Biologia I 1) O tecido nervoso é fundamental para o funcionamento do nosso corpo. Sem ele, não seríamos capazes de responder aos estímulos do meio,

Leia mais

Lista de exercícios da recuperação semestral Aluno (a):

Lista de exercícios da recuperação semestral Aluno (a): Lista de exercícios da recuperação semestral Aluno (a): Turma: 1ª série: Professor: Mário Neto (Ensino médio) Disciplina: Biologia Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Questão 2: O citoesqueleto é fundamental para o adequado funcionamento das células. Sobre o citoesqueleto, é INCORRETO afirmar que ele:

Questão 2: O citoesqueleto é fundamental para o adequado funcionamento das células. Sobre o citoesqueleto, é INCORRETO afirmar que ele: QUESTÕES OBJETIVAS Questão 1: Antibióticos do grupo das penicilinas têm sido usados no combate às doenças bacterianas. Sobre as bactérias, é CORRETO afirmar que são classificadas como: a) procariontes,

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: MARIO NETO DISCIPLINA: CIÊNCIA NATURAIS SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem 01) (UFOP-JUNHO/2009) Sobre as células do tecido muscular esquelético, indique a alternativa

Leia mais

Resumo Teórico: Histologia O Estudo dos Tecidos Vivos

Resumo Teórico: Histologia O Estudo dos Tecidos Vivos Nesse texto, vamos falar um pouco sobre os diversos tecidos que formam nosso corpo. Vamos entender as características de cada tipo de tecido e sua relação com o funcionamento do nosso corpo. Resumo Teórico:

Leia mais

1. TECIDO MUSCULAR. Figura 1: Tipos de tecido muscular: liso, estriado cardíaco, estriado esquelético

1. TECIDO MUSCULAR. Figura 1: Tipos de tecido muscular: liso, estriado cardíaco, estriado esquelético 1. TECIDO MUSCULAR De origem mesodérmica, os tecidos musculares têm como principal característica a capacidade de contração, que terá como resultado a locomoção e outros tipos de movimento, como a contração

Leia mais

CARACTERÍSTICAS. Certos componentes das células musculares recebem nomes especiais: sarcoplasmático. o Membrana plasmática sarcolema;

CARACTERÍSTICAS. Certos componentes das células musculares recebem nomes especiais: sarcoplasmático. o Membrana plasmática sarcolema; TECIDO MUSCULAR TECIDO MUSCULAR CARACTERÍSTICAS GERAIS Responsável pelos movimentos corporais; Constituído por células alongadas (fibras), contendo grande quantidade de filamentos citoplasmáticos (miofibrilas),

Leia mais

Bio. Professores: Alexandre Bandeira Rubens Oda Monitor: Julio Junior. Bio.

Bio. Professores: Alexandre Bandeira Rubens Oda Monitor: Julio Junior. Bio. Semana 20 Professores: Alexandre Bandeira Rubens Oda Monitor: Julio Junior Tecido muscular e contração 26 jun RESUMO Tecido muscular é um tecido contráctil que garante o deslocamento do corpo, movimentar

Leia mais

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII NOME: TURMA: DATA:

CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII NOME: TURMA: DATA: CIÊNCIAS FÍSICAS E BIOLÓGICAS FUNDAMENTAL NII NOME: TURMA: DATA: Atividade de estudo - Tecidos Responda as questões: 1. Quais são as diferenças de funcionamento entre a musculatura lisa e estriada? Em

Leia mais

TECIDOS MUSCULARES Fonte fibras musculares ou miócitos actina miosina Tipos de tecido muscular estriado esquelético estriado cardíaco liso

TECIDOS MUSCULARES Fonte fibras musculares ou miócitos actina miosina Tipos de tecido muscular estriado esquelético estriado cardíaco liso TECIDOS MUSCULARES Fonte: http://www.sobiologia.com.br/conteudos/histologia/epitelio25.php Os tecidos musculares são de origem mesodérmica e relacionam-se com a locomoção e outros movimentos do corpo,

Leia mais

TECIDO MUSCULAR QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS?

TECIDO MUSCULAR QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? QUAIS SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS? Músculos representam 40% da nossa massa corporal; Apresenta células altamente contráteis, responsáveis pela: Movimentação do corpo: locomoção e flexibilidade; Movimentação

Leia mais

TECIDO MUSCULAR & TECIDO NERVOSO

TECIDO MUSCULAR & TECIDO NERVOSO TECIDO MUSCULAR & TECIDO NERVOSO MÓDULO 3 HISTOLOGIA TECIDO MUSCULAR & TECIDO NERVOSO Apesar de parecerem muito diferentes, o tecido muscular e o tecido nervoso são compostos por células excitáveis que

Leia mais

TECIDO MUSCULAR. 1º ANO 2013 Prof a. Rose Lopes. na oca traz corpos humanos reais plastificados/

TECIDO MUSCULAR. 1º ANO 2013 Prof a. Rose Lopes.  na oca traz corpos humanos reais plastificados/ TECIDO MUSCULAR 1º ANO 2013 Prof a. Rose Lopes http://aletp.com/2007/02/21/exposicao na oca traz corpos humanos reais plastificados/ O tecido muscular é formado por: Fibras musculares (células contráteis);

Leia mais

SISTEMA MUSCULAR. Estriado cardíaco. Miócitos estriados com um ou dois núcleos centrais.

SISTEMA MUSCULAR. Estriado cardíaco. Miócitos estriados com um ou dois núcleos centrais. SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica, sendo caracterizado pela propriedade de contração e distensão de suas células, o que determina a movimentação dos membros e das vísceras. Há

Leia mais

Tecnologia de Carnes e Derivados

Tecnologia de Carnes e Derivados Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Campo Mourão Tecnologia de Carnes e Derivados Curso: Engenharia de Alimentos e Tecnologia de Alimentos Profª. Msc. Maria Rita Alaniz

Leia mais

Sistema Músculo Esquelético. Profª Talita Silva Pereira

Sistema Músculo Esquelético. Profª Talita Silva Pereira Sistema Músculo Esquelético Profª Talita Silva Pereira SISTEMA MUSCULAR O tecido muscular é de origem mesodérmica, sendo caracterizado pela propriedade de contração e distensão de suas células, o que determina

Leia mais

Histologia do tecido muscular. Professora: Me. Gilcele Berber

Histologia do tecido muscular. Professora: Me. Gilcele Berber Histologia do tecido muscular Professora: Me. Gilcele Berber Corpo humano 40 a 50 % músculos. OS MÚSCULOS BIOLOGIA, 1º Ano Classificação e características do tecido muscular FIBRA MUSCULAR Características

Leia mais

BIOLOGIA HUMANA 11º TD

BIOLOGIA HUMANA 11º TD BIOLOGIA HUMANA 11º TD SISTEMA MUSCULAR ESQUELÉTICO - Todo o Esqueleto Humano é revestido por músculos que se ligam ao esqueleto por intermédio de tendões. raquelopes08 Sistema Musculoesquelético Tecido

Leia mais

TECIDO MUSCULAR (parte 2)

TECIDO MUSCULAR (parte 2) TECIDO MUSCULAR (parte 2) Profª Patrícia Mendes Disciplina: Histologia Geral e Embriologia Curso: Medicina Veterinária www.faculdadevertice.com.br TIPO: MÚSCULO CARDÍACO Músculo Cardíaco Características

Leia mais

Atividades de Histologia Animal II

Atividades de Histologia Animal II DISCIPLINA: Biologia I DATA: 30/08/2017 Atividades de Histologia Animal II 01 - (Enem cancelado 2009) As células possuem potencial de membrana, que pode ser classificado em repouso ou ação, e é uma estratégia

Leia mais

Níveis de Organização do Corpo Humano

Níveis de Organização do Corpo Humano Níveis de Organização do Corpo Humano Ao estudar o corpo humano, podemos analisá-lo por meio de diferentes níveis de organização. Podemos estudá-lo analisando os sistemas do corpo ou então seus tecidos

Leia mais

Os tecidos. Tecidos biológicos. Aula 1 e 2. Tecido epitelial Tecido conjuntivo. 1º bimestre. Professora calina

Os tecidos. Tecidos biológicos. Aula 1 e 2. Tecido epitelial Tecido conjuntivo. 1º bimestre. Professora calina 1º bimestre Professora calina Aula 1 e 2 Tecidos biológicos Tecido epitelial Tecido conjuntivo Tecidos do corpo humano Tecido é um conjunto de células desempenham uma mesma função. semelhantes que Tecido

Leia mais

PROPEDÊUTICO Tecido Muscular

PROPEDÊUTICO Tecido Muscular HISTOLOGIA PROPEDÊUTICO Tecido Muscular Profa. Dra. Constance Oliver Profa. Dra. Maria Célia Jamur PRINCIPAIS FUNÇÕES DO MÚSCULO Função primária: CONTRAÇÃO Sua finalidade é executar TRABALHO MECÂNICO CLASSIFICAÇÃO

Leia mais

FUNÇÕES VITAIS ANIMAIS. Movimentação e Contração muscular

FUNÇÕES VITAIS ANIMAIS. Movimentação e Contração muscular FUNÇÕES VITAIS ANIMAIS Movimentação e Contração muscular 1. MOVIMENTAÇÃO Inclui locomoção, deslocamento de células e propulsão de alimentos (e líquidos). Gera calor. http://www.fillosdegalicia.com.br http://www.myspace.com

Leia mais

Tecido Muscular Estriado Esquelético Fibra Muscular Estriada

Tecido Muscular Estriado Esquelético Fibra Muscular Estriada Tecido Muscular - Célula muscular: Fibra muscular - Membrana Plasmática: Sarcolema - Citoplasma: Sarcoplasma - Retículo endoplasmático: Retículo sarcoplasmático - Mitocôndrias: Sarcossomas Sarcolema Sarcoplasma

Leia mais

Escola Monteiro Lobato Disciplina: Ciências Professora: Sharlene Regina Turma: 8º ano 1º bimestre 2017

Escola Monteiro Lobato Disciplina: Ciências Professora: Sharlene Regina Turma: 8º ano 1º bimestre 2017 Escola Monteiro Lobato Disciplina: Ciências Professora: Sharlene Regina Turma: 8º ano 1º bimestre 2017 Organização dos seres vivos Tecidos do corpo humano Histologia Histologia é a ciência que estuda os

Leia mais

Lista de exercícios de Biologia - Prof. João Paulo. Tecido muscular

Lista de exercícios de Biologia - Prof. João Paulo. Tecido muscular Lista de exercícios de Biologia - Prof. João Paulo Tecido muscular 01) (UFOP-JUNHO/2009) Sobre as células do tecido muscular esquelético, indique a alternativa incorreta. a) Possuem filamentos finos de

Leia mais

BIOLOGIA. Identidade dos Seres Vivos. Sistema Esquelético e Muscular Humano Parte 2. Prof. Daniele Duó

BIOLOGIA. Identidade dos Seres Vivos. Sistema Esquelético e Muscular Humano Parte 2. Prof. Daniele Duó BIOLOGIA Identidade dos Seres Vivos Parte 2 Prof. Daniele Duó Tecido Muscular Características 1. Excitabilidade: capacidade de receber e responder a estímulos; 2. Contratilidade: capacidade de encurtar-se

Leia mais

LISTA DE ATIVIDADES :TAREFÃO DE CIÊNCIAS ALUNO(a): TURMA: Valor: 0-2 pontos. PROFESSOR(a): CHRISTIANE FRÓES

LISTA DE ATIVIDADES :TAREFÃO DE CIÊNCIAS ALUNO(a): TURMA: Valor: 0-2 pontos. PROFESSOR(a): CHRISTIANE FRÓES LISTA DE ATIVIDADES :TAREFÃO DE CIÊNCIAS ALUNO(a): TURMA: Valor: 0-2 pontos PROFESSOR(a): CHRISTIANE FRÓES DATA: / / A lista de exercícios deste tarefão estão relacionadas aos seguintes conteúdos: Capitulo

Leia mais

Eletrofisiologia 13/03/2012. Canais Iônicos. Proteínas Integrais: abertas permitem a passagem de íons

Eletrofisiologia 13/03/2012. Canais Iônicos. Proteínas Integrais: abertas permitem a passagem de íons Eletrofisiologia Proteínas Integrais: abertas permitem a passagem de íons Seletividade Alguns íons podem passar outros não Tamanho do canal Distribuição de cargas Aberto ou fechado Proteínas Integrais:

Leia mais

Das células ao organismo: CCAT Prof: Jéssica Macedo Ciências 2019

Das células ao organismo: CCAT Prof: Jéssica Macedo Ciências 2019 Das células ao organismo: OS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO CCAT Prof: Jéssica Macedo Ciências 2019 As células - Todos os seres vivos são formados por células; - Células: Unicelulares - Pluricelulares - Células

Leia mais

TECIDO MUSCULAR (parte 1)

TECIDO MUSCULAR (parte 1) TECIDO MUSCULAR (parte 1) Profª Patrícia Mendes Disciplina: Histologia Geral e Embriologia Curso: Medicina Veterinária www.faculdadevertice.com.br COMO OCORREM OS MOVIMENTOS? As atividades musculares são

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 3ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA QUESTÕES FECHADAS

COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 3ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA QUESTÕES FECHADAS COLÉGIO XIX DE MARÇO Educação do jeito que deve ser 2016 3ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA QUESTÕES FECHADAS Aluno (a): Nº Ano: 2º Turma: Data: 24/11/2016 Nota: Professor(a): Regina Volpato e Karina Berti Valor

Leia mais

Tecido Muscular. Prof. Dr. Leonardo Augusto Kohara Melchior Disciplina de Histologia UFAC / CCBN / CCSD

Tecido Muscular. Prof. Dr. Leonardo Augusto Kohara Melchior Disciplina de Histologia UFAC / CCBN / CCSD Tecido Muscular Prof. Dr. Leonardo Augusto Kohara Melchior Disciplina de Histologia UFAC / CCBN / CCSD Definição e função Caracteriza por células alongadas dotadas da capacidade de encurtar seu comprimento,

Leia mais

CONTRAÇÃO MUSCULAR. Letícia Lotufo. Estrutura. Função. Fonte: Malvin et al., Concepts in humam Physiology

CONTRAÇÃO MUSCULAR. Letícia Lotufo. Estrutura. Função. Fonte: Malvin et al., Concepts in humam Physiology CONTRAÇÃO MUSCULAR Fibra muscular lisa Núcleo Estrias Fibra muscular cardíaca Núcleo Letícia Lotufo Discos Intercalares Músculo Tipos de músculo Estrutura Função Esquelético Cardíaco Liso Célula cilíndrica

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Fred DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser 2017 3ª PROVA PARCIAL DE BIOLOGIA QUESTÕES FECHADAS Aluno(a): Nº Ano: 2º Turma: Data: 23/11/17 Nota: Professor(a): Regina e Karina Valor da Prova: 20

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 1º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P2

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 1º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P2 GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P2 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

importantíssimo para o funcionamento do corpo humano Origem MESODÉRMICA Presença de miofibrilas contidas no citoplasma

importantíssimo para o funcionamento do corpo humano Origem MESODÉRMICA Presença de miofibrilas contidas no citoplasma Estudado por um ramo da ciência MIOLOGIA Células altamente especializadas importantíssimo para o funcionamento do corpo humano Origem MESODÉRMICA Presença de miofibrilas contidas no citoplasma maior quantidade

Leia mais

LISTA: TECIDO MUSCULAR II BIOLOGIA-ANDERSON MOREIRA

LISTA: TECIDO MUSCULAR II BIOLOGIA-ANDERSON MOREIRA 1. (UFOP) é um produto comercial produzido com a toxina botulínica, que age bloqueando a função nervosa. É utilizado no tratamento de pessoas que sofrem de contrações anormais dos músculos e no tratamento

Leia mais

TECIDO MUSCULAR CONTINUAÇÃO...

TECIDO MUSCULAR CONTINUAÇÃO... TECIDO MUSCULAR CONTINUAÇÃO... MÚSCULO CARDÍACO Células alongadas e ramificadas Se prendem por meio de junções intercelulares complexas Estriações transversais Um ou dois núcleos centralmente Circundadas

Leia mais

01- O tecido conjuntivo é muito diversificado, podendo ser subdividido em outros quatro tecidos. a) Quais são esses tecidos? R.: R.

01- O tecido conjuntivo é muito diversificado, podendo ser subdividido em outros quatro tecidos. a) Quais são esses tecidos? R.: R. PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================ 01- O tecido conjuntivo é muito diversificado,

Leia mais

Exercício Físico.

Exercício Físico. Exercício Físico Importância do exercício físico O genoma humano espera e requer que os humanos sejam fisicamente ativos para um funcionamento normal do organismo e manutenção da saúde Benefícios à saúde

Leia mais

Recuperação Contínua. 8º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo

Recuperação Contínua. 8º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo Recuperação Contínua 8º anos- 1º PERÍODO 2012 Professores: Cláudio Corrêa Janine C. Bandeira Maria Aparecida Donangelo Microscopia Campo microscópico Visualização AT = valor da objetiva X valor ocular

Leia mais

2. Os espermatozoides estão entre as células humanas que possuem maior número de mitocôndrias.

2. Os espermatozoides estão entre as células humanas que possuem maior número de mitocôndrias. 3º EM Biologia A Marli Aval. Trimestral 04/07/12 1. Um pesquisador colocou células de raiz de cebola, hemácias humanas e alguns paramécios, separadamente, em três tubos de ensaio numerados e contendo água

Leia mais

SISTEMA MUSCULAR 1. INTRODUÇÃO

SISTEMA MUSCULAR 1. INTRODUÇÃO SISTEMA MUSCULAR 1. INTRODUÇÃO O sistema muscular está associado com o movimento. Não somente com aquele que resulta em deslocamento. Os batimentos cardíacos, a inspiração e a expiração são outros exemplos

Leia mais

Metabolismo muscular. Sarcômero: a unidade funcional do músculo Músculo cardíaco de rato. Músculo esquelético de camundongo

Metabolismo muscular. Sarcômero: a unidade funcional do músculo Músculo cardíaco de rato. Músculo esquelético de camundongo Metabolismo muscular Sarcômero: a unidade funcional do músculo Músculo cardíaco de rato Músculo esquelético de camundongo Tipos de fibras musculares: Músculo liso: este tipo contrai em resposta a impulsos

Leia mais

SISTEMA MUSCULAR. Prof. Íris de Santana

SISTEMA MUSCULAR. Prof. Íris de Santana SISTEMA MUSCULAR Prof. Íris de Santana Tecido Muscular Função Movimentos corporais Estabilização das posições corporais Armazenamento e movimentação de substâncias no corpo Geração de calor Morfologia

Leia mais

Tecido Muscular. Tecido muscular estriado esquelético - voluntário (sistema nervoso somático)

Tecido Muscular. Tecido muscular estriado esquelético - voluntário (sistema nervoso somático) Tecido Muscular 3 variedades: Tecido Muscular Tecido muscular estriado esquelético - voluntário (sistema nervoso somático) Tecido muscular estriado cardíaco - involuntário (sistema nervoso autônomo) Tecido

Leia mais

8º Ano/Turma: Data / /2014

8º Ano/Turma: Data / /2014 Estudante: Educadora: Daiana Araújo 8º Ano/Turma: Data / /2014 C.Curricular: Ciências Naturais 1. Abaixo está esquematizada uma célula vegetal. Sabendo-se que a estrutura 1 corresponde ao cloroplasto e

Leia mais

Histologia. Professora Deborah

Histologia. Professora Deborah Histologia Professora Deborah Histologia Histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) é o estudo dos tecidos biológicos, sua formação, estrutura e função. Tecidos É um conjunto de células que

Leia mais

Biologia. (5168) Tecido Muscular / (5169) Tecido Nervoso. Professor Enrico Blota.

Biologia. (5168) Tecido Muscular / (5169) Tecido Nervoso. Professor Enrico Blota. Biologia (5168) Tecido Muscular / (5169) Tecido Nervoso Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia TECIDO MUSCULAR / TECIDO NERVOSO TECIDO MUSCULAR O tecido muscular é composto pelas

Leia mais

Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Tegumentar, Reprodutor e Locomotor. Profa. MSc. Ângela Cristina Ito

Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Tegumentar, Reprodutor e Locomotor. Profa. MSc. Ângela Cristina Ito Ciências Morfofuncionais dos Sistemas Tegumentar, Reprodutor e Locomotor Profa. MSc. Ângela Cristina Ito Durante toda a unidade 2, vimos conversando sobre o sistema esquelético. Você conheceu suas funções,

Leia mais

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DO SER HUMANO. CIÊNCIAS Prof. Simone Camelo

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DO SER HUMANO. CIÊNCIAS Prof. Simone Camelo NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DO SER HUMANO CIÊNCIAS Prof. Simone Camelo MOLÉCULAS CÉLULAS TECIDOS ÓRGÃOS SISTEMAS ORGANISMO TECIDOS Conjunto de células semelhantes, que desempenham a mesma função. Existem quatro

Leia mais

TRABALHO PARA RECUPERAÇÃO OPCIONAL - BIOLOGIA I

TRABALHO PARA RECUPERAÇÃO OPCIONAL - BIOLOGIA I GRUPO EDUCACIONAL PRO CAMPUS JUNIOR ALUNO(A): 1ª Série - Ensino Médio Rua Rui Barbosa, 724 Centro/Sul Fone: (86) 2106-0606 Teresina PI Site: www.procampus.com.br E-mail: procampus@procampus.com.br TURMA

Leia mais

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia

Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais. Equipe de Biologia Cap. 8: A arquitetura corporal dos animais Equipe de Biologia Histologia Estuda os tecidos orgânicos. Tecido: Agrupamento de células com as mesmas características e função. Além de suas próprias células,

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de exercícios de Ciências - 3º Bimestre Nome: Ano: 8º A / B Prof. N.: / /17 1) Sobre o Sistema Nervoso Central, marque a alternativa correta que mostra corretamente

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE FISIOLOGIA DA CONTRAÇÃO MUSCULAR

EXERCÍCIOS SOBRE FISIOLOGIA DA CONTRAÇÃO MUSCULAR Lista de exercícios SOBRE FISIOLOGIA DA CONTRAÇÃO MUSCULAR 1) (UFMG 2003) Observe a figura abaixo, onde estão representados alguns aspectos da organização estrutural do músculo esquelético. a) Nomeie a

Leia mais

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profª Ana Gardênia

Aulas Multimídias Santa Cecília. Profª Ana Gardênia Aulas Multimídias Santa Cecília Profª Ana Gardênia HISTOLOGIA O ESTUDO DOS TECIDOS Do grego, hyston, tecido + logos, estudos. Cada grupo de células reunidas para executar uma ou mais funções específicas

Leia mais

TECIDO MUSCULAR células musculares todo movimento postura miofibrilas ou miofilamentos tecido conjuntivo vasos sanguíneos

TECIDO MUSCULAR células musculares todo movimento postura miofibrilas ou miofilamentos tecido conjuntivo vasos sanguíneos TECIDO MUSCULAR Tecido formado por células musculares, as quais se caracterizam por ser altamente contráteis, são responsáveis por todo movimento e postura do corpo. Elas são alongadas e se contraem devido

Leia mais

03/08/2018. Sistemas Humanos. Prof. Leonardo F. Stahnke

03/08/2018. Sistemas Humanos. Prof. Leonardo F. Stahnke Sistemas Humanos Prof. Leonardo F. Stahnke Sistema Epitelial Compreende a pele humana, que é constituída pela epiderme (mais externa) e pela derme (mais interna). Sua função é proteger a pele de agentes

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 1º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P1

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 1º. ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P1 GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios 3º bimestre P1 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as

Leia mais

01- O modelo tridimensional a seguir é uma representação esquemática de uma célula eucariota observada ao microscópio eletrônico.

01- O modelo tridimensional a seguir é uma representação esquemática de uma célula eucariota observada ao microscópio eletrônico. PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================ 01- O modelo tridimensional a seguir

Leia mais

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS E PRINCIPAIS TIPOS DE TECIDOS

NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS E PRINCIPAIS TIPOS DE TECIDOS NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO DOS SERES VIVOS E PRINCIPAIS TIPOS DE TECIDOS Profª MSc Monyke Lucena Átomos Compostos químicos Célula Tecidos Órgão Sistema Organismo Os animais apresentam diferentes tipos de tecidos,

Leia mais

Tecido muscular Capítulo 5

Tecido muscular Capítulo 5 Tecido muscular Capítulo 5 1 MÚSCULO ESTRIADO ESQUELÉTICO As células do músculo estriado esquelético são originadas da fusão dos mioblastos. Figura 5.1 - Fusão dos mioblastos para formar o músculo estriado

Leia mais

Liso 4/5/2010. Existem 3 tipos de Tecido Muscular

Liso 4/5/2010. Existem 3 tipos de Tecido Muscular Prof. Sandro de Souza Liso Existem 3 tipos de Tecido Muscular Forma a parede de diversos órgãos. São constituídos de fibras fusiformes, mas muito mais curtas do que as fibras musculares esqueléticas: têm,

Leia mais

Tecnologia de Produtos de Origem Animal

Tecnologia de Produtos de Origem Animal UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA DEAS Tecnologia de Produtos de Origem Animal Prof. Daniel M. Tapia T. Eng. Agrônomo MSc. INTRODUÇÃO Produto de qualidade Aquele que atende perfeitamente, de forma

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia. O Músculo Estriado Esquelético

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia. O Músculo Estriado Esquelético Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia O Músculo Estriado Esquelético Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade de Ciências

Leia mais

Revisão Reta Final (Fuvest-Unicamp-Unifesp) BIOLOGIA (Citologia 1) Prof. Landin

Revisão Reta Final (Fuvest-Unicamp-Unifesp) BIOLOGIA (Citologia 1) Prof. Landin Revisão Reta Final (Fuvest-Unicamp-Unifesp) BIOLOGIA (Citologia 1) Prof. Landin 01. (UNICAMP discursiva) Ao estudar para o vestibular, um candidato percebeu que ainda tinha dúvidas em relação aos processos

Leia mais

BIOLOGIA MÓDULO I do PISM (triênio )

BIOLOGIA MÓDULO I do PISM (triênio ) BIOLOGIA MÓDULO I do PISM (triênio 005-007) QUESTÕES OBJETIVAS 0. O esquema ao lado representa a síntese protéica realizada Ribossomo por polirribossomos livres de uma célula eucariota. RNAm Polirribossomo

Leia mais

FISIOLOGIA DO SISTEMA MUSCULAR

FISIOLOGIA DO SISTEMA MUSCULAR FISIOLOGIA DO SISTEMA MUSCULAR ELYZABETH DA CRUZ CARDOSO. PROFA TITULAR DA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - UFF INSTITUTO DE SAÚDE DE NOVA FRIBURGO. DISCIPLINAS DE FISIOLOGIA HUMANA CURSOS DE ODONTOLOGIA

Leia mais

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia. O Músculo Estriado Esquelético

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia. O Músculo Estriado Esquelético Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - UFVJM Disciplina de Fisiologia O Músculo Estriado Esquelético Prof. Wagner de Fátima Pereira Departamento de Ciências Básicas Faculdade de Ciências

Leia mais

OS TECIDOS PROF LUIS BRUNO

OS TECIDOS PROF LUIS BRUNO OS TECIDOS PROF.: LUIS BRUNO HISTOLOGIA E TECIDOS Histologia (do grego hystos = tecido + logos = estudo) é o estudo dos tecidos biológicos, sua formação, estrutura e função. Tecidos, é um conjunto de células

Leia mais

REVISÃO CONSULTEC BIOLOGIA-ANDERSON MOREIRA

REVISÃO CONSULTEC BIOLOGIA-ANDERSON MOREIRA 1. (UNCISAL) Uma pessoa que faz academia fica inchada porque a atividade física estimula as células já existentes a aumentarem o seu volume e consequentemente vemos o crescimento do bíceps, gastrocnêmio

Leia mais

Composição Celular do Músculo

Composição Celular do Músculo Tecido Muscular Composição Celular do Músculo Células alongadas com grande quantidade de filamentos citoplasmáticos de proteínas contráteis (geradoras de força para contração) = miofibrilas Células musculares

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 19 RESPIRAÇÃO CELULAR ANAERÓBIA

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 19 RESPIRAÇÃO CELULAR ANAERÓBIA BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 19 RESPIRAÇÃO CELULAR ANAERÓBIA 2 CH 3 CH 2 OH + 20 2 2 CH 3 COOH + 2H 2 O { ETANOL { ÁCIDO ACÉTICO Como pode cair no enem? (FGV) Sovar a massa do pão significa amassá-la vigorosamente,

Leia mais

REVISAO PARA O SIMULADO. 1)Observe a imagem do núcleo celular. -Determine a função das estruturas a seguir. a)carioteca. ... b)cromatina. ...

REVISAO PARA O SIMULADO. 1)Observe a imagem do núcleo celular. -Determine a função das estruturas a seguir. a)carioteca. ... b)cromatina. ... PROFESSOR(A): ANDRÉA ALMEIDA ALUNO(A): Nº SÉRIE: 8º ANO TURMA: TURNO: / /2018. REVISAO PARA O SIMULADO 1)Observe a imagem do núcleo celular. -Determine a função das estruturas a seguir. a)carioteca. b)cromatina.

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA. Aluno(a) :... Série/Ano:...2º... Turma:... Data: 09 / 11 / 2011 Professor: Marcos Morris e Juliana Brandão 4º Bimestre P5

PROVA DE BIOLOGIA. Aluno(a) :... Série/Ano:...2º... Turma:... Data: 09 / 11 / 2011 Professor: Marcos Morris e Juliana Brandão 4º Bimestre P5 1 PROVA DE BIOLOGIA Caro(a) aluno(a), estas são as instruções para este caderno de prova discursiva. Aluno(a) :... Série/Ano:...2º... Turma:... Data: 09 / 11 / 2011 Professor: Marcos Morris e Juliana Brandão

Leia mais

A CARNE. Componentes da Carne. Tecido muscular. Tecido Adiposo. Tecido Conjuntivo 22/2/2011

A CARNE. Componentes da Carne. Tecido muscular. Tecido Adiposo. Tecido Conjuntivo 22/2/2011 A CARNE Ana Maria Bridi ambridi@uel.br Professora dodepartamento de Zootecnia da UEL http://www.uel.br/pessoal/ambridi Componentes da Carne Tecido muscular Tecido Adiposo Tecido Conjuntivo 1 Tecido Muscular

Leia mais

Professora Lígia Cazarin

Professora Lígia Cazarin Tecidos do corpo humano Professora Lígia Cazarin Tecido Função Tipos de células 1.Epitelial 1.2 Glandular Matriz extracelular Localização 2.Conjuntivo 2.1 Propriamente dito 2.2 Cartilaginoso 2.3 Ósseo

Leia mais

Tema B ORGANIZAÇÃO MICROSCÓPICA E CONTRAÇÃO MUSCULAR

Tema B ORGANIZAÇÃO MICROSCÓPICA E CONTRAÇÃO MUSCULAR ORGANIZAÇÃO MICROSCÓPICA E CONTRAÇÃO MUSCULAR 1 Constituição da fibra muscular 2 Caracterização das funções gerais dos principais elementos - Placa motora; miofibrilhas; proteínas contráteis (actina e

Leia mais

Conjunto de células semelhantes e interdependentes. Condição básica da multicelularidade. Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho

Conjunto de células semelhantes e interdependentes. Condição básica da multicelularidade. Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Conjunto de células semelhantes e interdependentes Condição básica da multicelularidade Vantagens: aumento do tamanho, divisão de trabalho Origens embrionárias dos tecidos animais: Ectoderme Mesoderme

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Fred. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Fred DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

RCB0106. Sistema Locomotor. Músculo Esquelético. Profa. Dra. Constance Oliver Profa. Dra. Maria Célia Jamur

RCB0106. Sistema Locomotor. Músculo Esquelético. Profa. Dra. Constance Oliver Profa. Dra. Maria Célia Jamur RCB0106 Sistema Locomotor Músculo Esquelético Profa. Dra. Constance Oliver Profa. Dra. Maria Célia Jamur HISTOLOGIA As células são unidades funcionais básicas Os tecidos são arranjos celulares funcionais

Leia mais

Contração e Excitação do Músculo Liso

Contração e Excitação do Músculo Liso Contração e Excitação do Músculo Liso Qual a função do musculo liso? O músculo liso encontra-se nas paredes de vários órgãos e tubos do organismo, incluindo vasos sanguíneos, tracto gastrointestinal, bexiga,

Leia mais

Anatomia e funcionamento do aparelho locomotor

Anatomia e funcionamento do aparelho locomotor Anatomia e funcionamento do aparelho locomotor APARELHO LOCOMOTOR SISTEMA ESQUELÉTICO SISTEMA ARTICULAR SISTEMA MUSCULAR PASSIVO UNIÃO ATIVO Funções do esqueleto Sustentação; Proteção; Movimento; Homeostase

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Mário Neto. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2017 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da natureza SÉRIE: 8º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

PROFESSORA:ANDRÉA ALMEIDA

PROFESSORA:ANDRÉA ALMEIDA PROFESSORA:ANDRÉA ALMEIDA Menor porção viva de um organismo Cresce Morre Capacidade de se auto-duplicar (reprodução) Eucarioto Presença de núcleo celular Partes básicas Membrana plasmática Citoplasma Núcleo

Leia mais

Sistema muscular Resistência Muscular Localizada Flexibilidade Osteoporose Esteróides Anabolizantes

Sistema muscular Resistência Muscular Localizada Flexibilidade Osteoporose Esteróides Anabolizantes MÚSCULOS, ARTICULAÇÕES, FORÇA, FLEXIBILIDADE E ATIVIDADE FÍSICAF Sistema muscular Resistência Muscular Localizada Flexibilidade Osteoporose Esteróides Anabolizantes APARELHO LOCOMOTOR HUMANO Constituição

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1º. ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1º. ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Biologia SÉRIE: 1º ALUNO(a): Lista de Exercícios P1 4º Bimestre Prova dia 09/11 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015

PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROVA DE BIOLOGIA 3 o TRIMESTRE DE 2015 PROFa. FLÁVIA CARLETE NOME Nº 8º ANO A prova deve ser feita com caneta azul ou preta. É terminantemente proibido o uso de corretor. Respostas com corretor serão

Leia mais

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade I Tecnologia 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 2.1 Conteúdo Tecidos 3 CONTEÚDOS E HABILIDADES Habilidade

Leia mais

O tecido muscular é constituído por fibras musculares. Apresenta contratibilidade.

O tecido muscular é constituído por fibras musculares. Apresenta contratibilidade. O tecido muscular é constituído por fibras musculares. Apresenta contratibilidade. Estriado esquelético Estriado cardíaco Liso Epimísio t.conjuntivo Perimísio septos que separam os feixes Endomísio lâmina

Leia mais

Músculo esquelético. Dinâmica da contração muscular. Biofísica 2018 / Ciências Biológicas / FCAV UNESP

Músculo esquelético. Dinâmica da contração muscular. Biofísica 2018 / Ciências Biológicas / FCAV UNESP Músculo esquelético Dinâmica da contração muscular Biofísica 2018 / Ciências Biológicas / FCAV UNESP Vias de comunicação do sistema nervoso Transmissão Via aferente Processamento SNC Transmissão Via eferente

Leia mais

COLÉGIO EQUIPE DE JUIZ DE FORA. Listão de Férias ano

COLÉGIO EQUIPE DE JUIZ DE FORA. Listão de Férias ano Listão de Férias 2016 8 ano 1) Indique a alternativa que não apresenta informações corretas sobre o sistema urinário humano. a) A filtração do sangue ocorre em uma estrutura chamada néfron. b) O sistema

Leia mais

Tecidos nervoso e muscular. Capítulos 9 e 10 Histologia Básica Junqueira e Carneiro

Tecidos nervoso e muscular. Capítulos 9 e 10 Histologia Básica Junqueira e Carneiro Tecidos nervoso e muscular Capítulos 9 e 10 Histologia Básica Junqueira e Carneiro Tecido nervoso Divisão anatômica do sistema nervoso central e periférico Neurônios Corpo celular- Contêm uma massa de

Leia mais

Disciplina: Anatomia e Fisiologia. Tecido muscular. Vera Campos. Programa Nacional de Formação em Radioterapia. Mestrado Profissional em Física Médica

Disciplina: Anatomia e Fisiologia. Tecido muscular. Vera Campos. Programa Nacional de Formação em Radioterapia. Mestrado Profissional em Física Médica Disciplina: Anatomia e Fisiologia Tecido muscular Vera Campos Programa Nacional de Formação em Radioterapia Tecido Muscular Tipos de tecido O tecido muscular, responsável pelos movimentos corporais, é

Leia mais