DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA"

Transcrição

1 TERÇA-FEIRA, DE MAIO DE ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO ANO XXXIV - Nº SÃO LUÍS, TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE EDIÇÃO DE HOJE: 16 PÁGINAS 32.ª SESSÃO ORDINÁRIA DA 4.ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 15.ª LEGISLATURA SUMÁRIO RELAÇÃO DE ORADORES ORDEM DO DIA...04 PAUTA...05 PROJETO DE LEI...05 REQUERIMENTO...05 INDICAÇÃO...06 TERMO DE ATA...12 SESSÃO SOLENE...13 MESA DIRETORA Deputado João Evangelista (PSDB) Presidente 1. Vice-Presidente: Deputado Rubens Pereira (PDT) 1. Secretário: Deputado Wilson Carvalho (PSDB) 2. Vice-Presidente: Deputada Graça Paz (PDT) 2. Secretário: Deputado Pavão Filho (PDT) 3. Vice-Presidente: Deputado Rigo Teles (PSDB) 3. Secretário: Deputado Alberto Franco (PSDB) 4. Vice-Presidente: Deputada Janice Braide (PTB) 4. Secretário: Deputado Stênio Resende (PSDB) BLOCO PARLAMENTAR DE LIBERTAÇÃO - PSDB - PL - PT - PDT - PSB - PPS - PMN - PT do B 1. Deputado Aderson Lago (PSDB) 15. Deputada Maura Jorge (PDT) 2. Deputado Alberto Franco (PSDB) 16. Deputado Mauro Bezerra (PDT) 3. Deputado Arnaldo Melo (PSDB) 17. Deputado Manoel Ceará (PL) 4. Deputado Camilo Figueiredo (PDT) 18. Deputado Paulo Neto (PSB) 5. Deputado Carlos Braide (PDT) 19. Deputado Pavão Filho (PDT) 6. Deputado Deusdedith Sampaio (PDT) 20. Deputado Pedro Veloso (PDT) 7. Deputado Domingos Dutra (PT) 21. Deputado Reginaldo Nunes (PL) 8. Deputado Elígio Almeida (PPS) 22. Deputado Rigo Teles (PSDB) 9. Deputado Geovane Castro (PDT) 23. Deputado Rubem Brito (PDT) 10. Deputada Graça Paz (PDT) 24. Deputado Rubens Pereira (PDT) 11. Deputado João Evangelista (PSDB) 25. Deputado Soliney Silva (PSDB) 12. Deputado Julião Amin (PDT) 26. Deputado Stênio Resende (PSDB) 13. Deputado Lourival Mendes (PT do B) 27. Deputado Talvane Hortegal (PT do B) 14. Deputado Luíz Pedro (PDT) 28. Deputada Telma Pinheiro (PSDB) 29. Deputado Wilson Carvalho (PSDB) Líder Deputado Soliney Silva BLOCO PARLAMENTAR DE OPOSIÇÃO - PFL - PV - PMDB - PTB - PP 1. Deputado Alberto Marques (PMDB) 7. Deputado Hélio Soares (PP) 2. Deputado Carlos Alberto Milhomem (PFL) 8. Deputada Janice Braide (PTB) 3. Deputado Carlos Filho (PV) 9. Deputado Joaquim Nagib Haickel (PMDB) 4. Deputado César Pires (PFL) 10. Deputado Manoel Ribeiro (PTB) 5. Deputada Cristina Archer (PTB) 11. Deputado Max Barros (PFL) 6. Deputado Francisco Gomes (PFL) 12. Deputada Teresa Murad (PMDB) Líder Vice-Líderes Deputado César Pires Deputado Antonio Pereira Deputado Francisco Gomes Deputado Joaquim Nagib Haickel LIDERANÇA DO GOVERNO Líder Deputado Carlos Braide LICENCIADO 1. Deputado Antonio Pereira (PFL) 2. Deputado José Lima (PSB) Vice-Líderes Deputada Telma Pinheiro Deputado Geovane Castro Deputado Paulo Neto PARTIDO DOS TRABALHADORES - PT 1. Deputada Helena Barros Heluy

2 2 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 I - Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final Deputado Carlos Braide - PRESIDENTE Deputado Pedro Veloso Reuniões Ordinárias: 3ª Feiras às 11:30 Deputada Telma Pinheiro - VICE-PRESIDENTE Deputado Soliney Silva Glacimar Fernandes Sampaio Deputado Paulo Neto Deputado Julião Amim Deputado Mauro Bezerra Deputado Elígio Almeida Deputado Max Barros Deputado Manoel Ribeiro II - Comissão de Orçamento, Finanças e Fiscalização Deputado Aderson Lago - PRESIDENTE Deputado Luiz Pedro - VICE-PRESIDENTE Deputado Carlos Braide Deputado Soliney Silva Deputado Manoel Ribeiro Deputada Telma Pinheiro Deputado Pedro Veloso Deputado Mauro Bezerra Deputado Geovane Castro Deputado Carlos Alberto Milhomem III - Comissão de Política Agrária, Produção e Desenvolvimento Sustentável Deputado Rubem Brito - PRESIDENTE Deputado Pedro Veloso - VICE-PRESIDENTE Deputado Geovane Castro Deputado Camilo Figueiredo Deputado Francisco Gomes Deputado Luís Pedro - PRESIDENTE Deputado Aderson Lago - VICE-PRESIDENTE Deputado Lourival Mendes Deputado Rubem Brito Deputado César Pires Deputado Lourival Mendes Deputado Aderson Lago Deputado Domingos Dutra Deputado Alberto Marques IV - Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto Deputada Maura Jorge Deputado Mauro Bezerra Deputado Hélio Soares Deputada Helena Barros Heluy V - Comissão de Relações do Trabalho e Administração Pública Deputado Pedro Veloso - PRESIDENTE Deputado Geovane Castro Reuniões Ordinárias: 3ª Feiras às 08:30 Deputado Luís Pedro - VICE-PRESIDENTE Deputado Reginaldo Nunes Lucimar Ribeiro de Melo Deputado Soliney Silva Deputado Manoel Ceará Deputado Elígio Almeida Deputada Cristina Archer Deputada Tereza Murad VI - Comissão de Saúde Deputado Geovane Castro - PRESIDENTE Deputado Julião Amin Deputado Deusdedith Sampaio - VICE-PRESIDENTE Deputado Paulo Neto Deputado Elígio Almeida Deputado Reginaldo Nunes Deputado Antônio Pereira Deputada Telma Pinheiro Deputado Hélio Soares VII - Comissão de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional Deputada Maura Jorge - PRESIDENTE Deputado Geovane Castro - VICE-PRESIDENTE Deputada Telma Pinheiro Deputado Camilo Figueiredo Deputado Hélio Soares Deputado Paulo Neto Deputado Lourival Mendes Deputado Luís Pedro Deputada Teresa Murad VIII - Comissão de Defesa do Consumidor Deputado Julião Amin - PRESIDENTE Deputado Reginaldo Nunes Deputado Aderson Lago - VICE-PRESIDENTE Deputado Elígio Almeida Deputado Paulo Neto Deputado Mauro Bezerra Deputada Maura Jorge Deputado César Pires Deputada Cristina Archer Deputada Helena Barros Heluy Deputado Deusdedith Sampaio Deputado Lourival Mendes Deputado Antônio Pereira IX - Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Deputada Maura Jorge Deputado Manoel Ceará Deputado Luís Pedro Deputada Cristina Archer Deputado Domingos Dutra Reuniões Ordinárias: 5ª Feiras às 08:30 Regina Maria Marinho de Paula Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:30 Valdenise Fernandes Dias Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:30 Maria das Dores Pinto Magalhães Reuniões Ordinárias: 3ª Feiras às 08:30 Silvia Teresa Nogueira Marques Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:00 Elizabeth Rocha Lisboa Ribeiro Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:30 Silvana Roberta Amaral Almeida Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:30 Leilemar Vieira Ribeiro

3 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE X - Comissão de Obras, Serviços Públicos e Habitação Deputado Pedro Veloso - PRESIDENTE Deputado Carlos Braide Reuniões Ordinárias: 3ª Feiras às 08:30 Deputada Maura Jorge - VICE-PRESIDENTE Deputada Helena Barros Heluy Dulcimar Cutrim Fonseca Deputado Julião Amin Deputado Soliney Silva Deputado Domingos Dutra Deputado Rubem Brito Deputado Max Barros Deputado Francisco Gomes XI - Comissão de Meio Ambiente, Minas, Energia Deputada Telma Pinheiro - PRESIDENTE Deputado Deusdedith Sampaio - VICE-PRESIDENTE Deputado Lourival Mendes Deputado Domingos Dutra Deputado Hélio Soares Deputado Paulo Neto - PRESIDENTE Deputado Julião Amin - VICE-PRESIDENTE Deputado Carlos Braide Deputado Soliney Silva Deputado César Pires Deputado Carlos Braide Deputado Camilo Figueiredo Deputado Luís Pedro Deputado Francisco Gomes XII - Comissão de Ética Deputada Telma Pinheiro Deputado Deusdedith Sampaio Deputado Geovane Castro Deputado Domingos Dutra Deputada Cristina Archer XIII - Comissão de Economia, Indústria, Comércio e Turismo Deputado Arnaldo Melo - PRESIDENTE Deputado Aderson Lago Deputado Mauro Bezerra - VICE-PRESIDENTE Deputado Carlos Braide Deputado Alberto Marques Deputado Rubem Brito Deputado Camilo Figueiredo Deputado Carlos Filho Deputado Hélio Soares XIV - Comissão de Legislação Participativa Deputado Reginaldo Nunes - PRESIDENTE Deputado Deusdedith Sampaio Deputado Francisco Gomes - VICE-PRESIDENTE Deputado Elígio Almeida Deputado Paulo Neto Deputado Soliney Silva Deputado Manoel Ceará Deputado Camilo Figueiredo Deputada Helena Barros Heluy Deputado Alberto Marques XV - Comissão de Previdência, Assistência Social e da Família Deputado Reginaldo Nunes - PRESIDENTE Deputado Manoel Ceará - VICE-PRESIDENTE Deputado Mauro Bezerra Deputado Carlos Alberto Milhomem Deputado Antônio Pereira Deputado Pedro Veloso Deputado Camilo Figueiredo Deputado Paulo Neto Deputado Julião Amin Deputado Alberto Marques XVI - Comissão de Segurança Pública e Cidadania Deputado Rubem Brito - PRESIDENTE Deputado Deusdedith Sampaio Deputado Domingos Dutra - VICE-PRESIDENTE Deputado Carlos Braide Reuniões Ordinárias: 3ª Feiras às 8:30 Deputado Manoel Ribeiro Deputado Aderson Lago Suly Rose Coutinho Ferreira Deputado Hélio Soares Deputada Teresa Murad XVII - Comissão da Infância, Juventude e Idoso Deputada Cristina Archer - PRESIDENTE Deputado Reginaldo Nunes - VICE-PRESIDENTE Deputado Manoel Ceará Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:00 Eunes Maria Borges Santos Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:30 Célia Pimentel Reuniões Ordinárias: 5ª Feiras às 08:30 Lúcia Maria Oliveira Furtado Reuniões Ordinárias: 5ª Feiras às 08:30 Iranise Lemos de Castro Reuniões Ordinárias: 5ª Feiras após as sessões ordinárias Leibe Prazeres Barros Deputada Maura Jorge Reuniões Ordinárias: 4ª Feiras às 08:30 Deputado Lourival Mendes Maria Helena Bandeira Tribuzi Deputada Teresa Murad Deputada Helena Barros Heluy XVIII - Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher Deputada Helena Barros Heluy - PRESIDENTE Deputado Rubem Brito Deputada Cristina Archer - VICE-PRESIDENTE Deputado Manoel Ribeiro Deputada Teresa Murad Deputado Antônio Pereira Antônia Andrade Ferreira

4 4 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA 23/05/ a FEIRA 1. o ORADOR (a) - 30 minutos DEPUTADA TERESA MURAD GRANDE EXPEDIENTE TEMPO DOS PARTIDOS E BLOCOS PARLAMENTARES BLOCO PARLAMENTAR DE OPOSIÇÃO - BPOV - 20 MINUTOS BLOCO PARLAMENTAR DE LIBERTAÇÃO - BPL - 40 MINUTOS ORDEM DO DIA SESSÃO ORDINÁRIA DO DIA TERÇA-FEIRA I - PROPOSTA DE EMENDA CONSTITUCIONAL EM DISCUSSÃO E VOTAÇÃO PRIMEIRO TURNO TRAMITAÇÃO ORDINÁRIA 1. PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 002/ 2006, de autoria do Deputado Max Barros, que acrescenta dispositivos aos artigos 13 e 193 da Constituição Estadual. - COM PARECER FAVORÁVEL OFERECIDO PELA COMISSÃO DE CONSTITUI- ÇÃO E JUSTIÇA E REDAÇÃO FINAL. RELATOR DEPUTA- DO MAURO BEZERRA. II PROJETO DE LEI EM 2ª DISCUSSÃO E VOTAÇÃO ÚNICO TURNO REGIME DE PRIORIDADE (art. 241, do R.I.) 1. PROJETO DE LEI Nº 055/06, de autoria do Poder Executivo, oriundo da Mensagem Governamental nº 017/06, que altera dispositivos da Lei nº 8.051, de 19 de dezembro de 2003, que dispõe sobre o Plano Plurianual e da Lei nº 8.272, de 30 de junho de 2005, que dispõe sobre a revisão do PPA, e dá outras providências.- Com parecer favorável oferecido pela Comissão de Orçamento, Finanças e Fiscalização. Relator Deputado Aderson Lago. TRANSFERIDA A DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DA SESSÃO ANTERIOR POR FALTA DE QUORUM REGIMENTAL. III PROJETOS DE LEI EM DISCUSSÃO E VOTAÇÃO PRIMEIRO TURNO TRAMITAÇÃO ORDINÁRIA 1. PROJETO DE LEI Nº 049/06, encaminhado pela Mensagem Governamental nº 016/06, que cria o Conselho de Educação Escolar Indigenista do Maranhão-CEEI-MA, dispõe sobre sua competência e composição e dá outras disposições. COM PARECER FAVO- RÁVEL OFERECIDO PELA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E REDAÇÃO FINAL; COMISSÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA, CULTURA E DES- PORTO, REUNIDAS CONJUNTAMENTE RELATOR DEPU- TADO CARLOS BRAIDE 2. PROJETO DE LEI Nº 154/2005, de autoria do Deputado Carlos Filho, que estabelece a obrigatoriedade do ensino de empreendedorismo nas duas últimas séries do ensino médio das escolas públicas estaduais e dá outras providências. - COM PARECER FAVORÁVEL OFERECIDO PELA COMISSÃO DE CONSTITUI- ÇÃO, JUSTIÇA E REDAÇÃO FINAL, ACATANDO SUBSTITUTIVO APRESENTADO PELA RELATORA DEPUTA- DA TELMA PINHEIRO; PARECER DA COMISSÃO DE EDU- CAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA, CULTURA E DESPORTO, ACOMPANHANDO O PARECER DA COMISSÃO DE CONS- TITUIÇÃO E JUSTIÇA. RELATOR SENHOR DEPUTADO AN- TÔNIO CARLOS BACELAR. TRANSFERIDA A DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DA SESSÃO ANTERIOR POR FALTA DE QUORUM REGIMENTAL. IV PROJETO DE RESOLUÇÃO LEGISLATIVA EM DISCUSSÃO E VOTAÇÃO 1 E 2 TURNO REGIME DE URGÊNCIA 1. PROJETO DE RESOLUÇÃO LEGISLATIVA Nº 015/06, de autoria do Deputado Domingos Dutra, que concede Título de Cidadão Maranhense ao Doutor Carlos Benedito Rodrigues da Silva e dá outras providências. Depende de parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final. TRANSFERIDA A DISCUS- SÃO E VOTAÇÃO DA SESSÃO ANTERIOR POR FALTA DE QUORUM REGIMENTAL. V PROJETO DE RESOLUÇÃO LEGISLATIVA EM DISCUSSÃO E VOTAÇÃO PRIMEIRO TURNO TRAMITAÇÃO ORDINÁRIA 1. PROJETO DE RESOLUÇÃO LEGISLATIVA Nº 024/05, de autoria do Deputado César Pires, que concede Título de Cidadão Maranhense ao Médico Veterinário Benedito Gonçalves Lima. Com parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final. Relator Deputada Telma Pinheiro. TRANSFERIDA A DIS- CUSSÃO E VOTAÇÃO DA SESSÃO ANTERIOR POR FALTA DE QUORUM REGIMENTAL. V REQUERIMENTOS A DELIBERAÇÃO DO PLENÁRIO 1. REQUERIMENTO Nº 072/06, de autoria da Deputada Telma Pinheiro, que requer, seja encaminhada Mensagem de Aplausos e Congratulações ao Jornal O IMPARCIAL, na pessoa do seu Diretor Geral, jornalista Pedro Freire, pela passagem dos 80 anos de existência. - TRANSFERIDA A DISCUSSÃO E VOTAÇÃO DA SESSÃO ANTERIOR POR FALTA DE QUORUM REGIMENTAL. 1. REQUERIMENTO Nº 084/06, de autoria do Deputado Carlos Braide,que requer depois de ouvido o Plenário,seja discutido e votado, em Regime de Urgência o Projeto de Lei Complementar nº 002/06, do Poder Executivo, numa sessão extraordinária a ser realizada logo após a presente sessão. 2. REQUERIMENTO Nº 085/06, de autoria do Deputado Rigo Teles, que requer a dispensa dos trâmites regimentais para a discussão e votação, em regime de urgência, o Projeto de Lei nº 082/ 06, de sua autoria, em uma Sessão Extraordinária a ser realiza logo após a sessão ordinária. 3. REQUERIMENTO Nº 087/06, de autoria do Deputado Rubem Brito, que requer, depois de ouvido o Plenário, seja encaminhado voto de aplauso ao jornalista Caco Barcelos, aos jovens jornalistas-estagiários Nádia Boch e William Santos e ainda ao cinegrafista Caio Gavechini, pela produção da série jornalística veiculada na revista eletrônica semanal Fantástico, da Rede Globo, nas edições de 14 e 21 do corrente Mês e ano, revelando as condições sub-humanas de trabalho, a que são submetidos os jovens trabalhadores maranhenses no corte de cana nos interiores de São Paulo. REQUERIMENTOS A DELIBERAÇÃO DA MESA 1. REQUERIMENTO Nº 086/06, de autoria do Deputado Domingos Dutra, que requer a justificativa da ausência das Sessões Plenárias realizadas dias 08,09 e 10 de maio. 2. REQUERIMENTO Nº 088/06, de autoria do Deputado Rubem Brito, que requer, depois de ouvida a Mesa, que a Comissão de Relações do Trabalho e Administração Pública desta Casa, realize diligências para verificar in loco as condições de trabalho dos cortadores de cana maranhenses na Região de Balsas e de São Raimundo das Mangabeiras, em nosso Estado.

5 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE PAUTA DE PROPOSTAS PARA RECEBIMENTO DE EMENDAS: DATA: 23/05/2006 3ª FEIRA: ORDINÁRIA 1ª SESSÃO: 1. PROJETO DE LEI Nº 105/06, de autoria do Senhor Deputado Manoel Ribeiro, que considera da Utilidade Pública e dá outras providências, a União de Moradores da Vila Catarina, com sede e foro na cidade de Arari, Estado do Maranhão. 2. PROJETO DE LEI Nº 106/06, de autoria do Senhor Deputado Joaquim Nagib Haickel, que autoriza o Poder Executivo desapropriar imóveis na forma que especifica. URGÊNCIA 2ª E ÚLTIMA SESSÃO: 1. PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº 002/06, enviado pela Mensagem Governamental nº 027/06, que altera o inciso III do art. 62, da Lei Complementar nº 20, de (Lei Orgânica da Procuradoria Geral do Estado do Maranhão) e dá outras providências. ORDINÁRIA 2ª SESSÃO: 1. PROJETO DE LEI Nº 102/06, de autoria da Senhora Deputada Maura Jorge, que considera de Utilidade Pública, a Plan Internacional Brasil, com sede em São Luis-MA. 2. PROJETO DE LEI Nº 103/06, de autoria do Senhor Deputado Joaquim Haickel, que dispõe sobre a Alteração do nome do Município de Central do Maranhão, criado pela Lei nº 6.175, de PROJETO DE LEI Nº 104/06, de autoria do Senhor Deputado Elígio Almeida, que considera de Utilidade Pública, a Loja Maçônica Acácia Maranhense, com sede e foro em São Luis-MA. ORDINÁRIA 3ª SESSÃO: 1. PROJETO DE LEI N 097/06, de autoria do Senhor Deputado Alberto Franco, que cria o Dia Estadual do Trabalhador da Construção Civil e dá outras providências. 2. PROJETO DE LEI N 098/06, de autoria do Senhor Deputado Alberto Franco, que dispõe sobre a proibição da cobrança por provas de segunda chamada, provas finais, requerimentos, declarações e outros expedientes pelos estabelecimentos de ensino no Estado do Maranhão e dá outras providências. 3. PROJETO DE LEI N 099/06, de autoria do Senhor Deputado Alberto Franco, que autoriza o Poder Executivo Estadual a conceder votos de aplauso, de regozijo, de louvor ou congratulações, agradecimentos e dá outras providências. 4. PROJETO DE LEI N 100/06, de autoria do Senhor Deputado Aderson Lago, que considera de utilidade pública o Sindicato dos Técnicos Agrícolas do Estado do Maranhão SINTAEMA. 5. PROJETO DE LEI N 101/06, de autoria do Senhor Deputado Alberto Marques, que considera de utilidade pública o Instituto Educacional e Cultural do Maranhão, em São Luís MA. ORDINÁRIA 4ª E ÚLTIMA SESSÃO: 1. PROJETO DE LEI Nº 096/06, de autoria do Senhor Deputado Max Barros, que dispõe sobre proibição de fixação de prazo para aquisição de produtos e utilização de serviços pagos antecipadamente no âmbito do Estado do Maranhão e dá outras providências. 2. PROJETO DE LEI Nº 091/06, de autoria do Senhor Deputado Lourival Mendes. Que dispõe sobre o reconhecimento dos eventos gospel como cultura e dá outras providências. SECRETARIA DA MESA DO PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO, em 22 de maio de VISTO: Sessão Ordinária da Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, realizada em vinte e dois de maio de dois mil e seis. Presidente, em exercício, Senhor Deputado Rubens Pereira. Primeiro Secretário, em exercício, Senhor Deputado Alberto Franco. Segundo Secretário, em exercício, Senhor Deputado Elígio Almeida. Às dezesseis horas presentes os Senhores Deputados Alberto Franco, Alberto Marques, Arnaldo Melo, César Pires, Cristina Archer, Elígio Almeida, Graça Paz, Helena Barros Heluy, Janice Braide, Luiz Pedro, Manoel Ceará, Manoel Ribeiro, Mauro Bezerra, Max Barros, Pedro Veloso, Rigo Teles, Rubem Brito, Rubens Pereira, Talvane Hortegal, Teresa Murad e Wilson Carvalho. Ausentes: Aderson Lago, Camilo Figueiredo, Carlos Alberto Milhomem, Carlos Braide, Carlos Filho, Deusdedith Sampaio, Domingos Dutra, Francisco Gomes, Geovane Castro, Hélio Soares, Joaquim Nagib Haickel, Julião Amin, Lourival Mendes, Maura Jorge, Paulo Neto, Pavão Filho, Reginaldo Nunes, Soliney Silva, Stênio Rezende e Telma Pinheiro. O Presidente João Evangelista (Em missão oficial deste Poder). I ABERTURA RUBENS PEREIRA - Em nome do povo e invocando a proteção de Deus, iniciamos os nossos trabalhos. RUBENS PEREIRA - Com a palavra, o Senhor Segundo Secretário que fará a leitura do texto bíblico e do resumo da Ata da Sessão anterior. O SENHOR SEGUNDO SECRETÁRIO EM EXERCÍCIO DEPUTADO ELIGIO ALMEIDA (lê texto bíblico e Ata) - Ata lida, Senhor Presidente. RUBENS PEREIRA - Ata lida e considerada aprovada. RUBENS PEREIRA - Com a palavra, o Senhor Primeiro Secretário para fazer a leitura do Expediente. O SENHOR PRIMEIRO SECRETÁRIO EM EXERCÍCIO DEPUTADO ALBERTO FRANCO - (lê Expediente). II EXPEDIENTE PROJETO DE LEI Nº 105 / 06 Considera de Utilidade Pública e dá outras providências. Art. 1º - Fica considerada de Utilidade Pública a União de Moradores da Vila Catarina, com sede e for na cidade Arari, Estado do Maranhão. Art. 2º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Plenário Deputado Gervásio Santos do Palácio Manoel Bequimão, em 20 de maio de MANOEL RIBEIRO DEPU- TADO ESTADUAL. PROJETO DE LEI Nº 106 / 06 Autoriza o Poder Executivo desapropriar imóveis na forma que especifica. Art. 1º - Fica o Poder Executivo autorizado a desapropriar os imóveis do centro histórico de São Luis que se encontram desocupados e em precário estado de conservação, com risco de desabamento.

6 6 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 Parágrafo Único A indenização dos prédios desapropriados dar-se-á mediante laudo técnico de avaliação dos mesmos. Art. 2º - Os prédios, após restaurados a fim de que continuarem a integrar e enriquecer o acervo cultural maranhense, terão as seguintes finalidades: I funcionamento de órgãos públicos; II locados para funcionamento de micro e pequenas empresas; III locados a servidores; IV transformados em albergues. Art. 3º - As despesas com a execução da presente Lei correrão à conta de créditos constantes do orçamento em vigor. Art. 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Art. 5º - Revogam-se as disposições em contrário. SALA DAS SESSÕES DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO MARANHÃO, 08 de maio de JOAQUIM NAGIB HAICKEL - Deputado Estadual. JUSTIFICATIVA È preocupante a situação de alguns prédios tombados pela Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, integrantes do acervo histórico desta Capital, tendo em vista que alguns já desabaram pela falta de conservação e outros podem ter o mesmo destino se providências não forem adotadas com alguma urgência. Sabemos que os proprietários não têm interesse na restauração desses imóveis, visto que alguns, após o desabamento, hoje servem como estacionamento de veículos. Não queremos discutir o aspecto econômico da situação, mas a necessidade da manutenção desse belo e acervo arquitetônico-cultural que possuímos e que tem sido um dos pontos obrigatórios dos milhares de turistas que visitam São Luis. E se algo não for feito com urgência. Os nossos guias turísticos em breve tempo dirão aos visitantes: - Naquele local existia um prédio onde nasceu a musa inspiradora de Gonçalves Dias. Naquele outro local existia um prédio onde ficavam os escravos trazidos para São Luis. Vê-se, portanto, que além da falta de interesse para visitas turísticas, seremos considerados responsáveis pelo desaparecimento de um acervo arquitetônico de inestimável valor cultural. Portanto, nossa proposta, com certeza, será um contribuição deste legislativo na busca de solução para conservação dos prédios históricos. Senhor Presidente, REQUERIMENTO Nº 087 / 06 Na forma regimental, requeiro a Vossa Excelência que, depois de ouvido o Plenário, seja encaminhado VOTO DE APLAUSO ao jornalista Caco Barcelos, aos jovens jornalistas-estagiários Nádia Boch e Wiliam Santos, e ainda ao cinegrafista Caio Gavechini, pela produção da série jornalística veiculada na revista eletrônica semanal Fantástico, da Rede Globo, nas edições de 14 e 21 do corrente mês e ano, revelando as condições sub-humanas de trabalho, a que são submetidos os jovens trabalhadores maranhenses que se ocupam do corte da cana nos interiores dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Plenário Deputado Gervásio Santos do Palácio Manoel Bequimão, em São Luís Maranhão, 22 de maio de RUBEM BRITO - Deputado/PDT. NOS TERMOS DO ART. 107 DO REGIMENTO INTERNO, O SR. PRESIDENTE DETERMINOU A INCLUSÃO DO REQUERIMEN- TO NA ORDEM DO DIA EM: Senhor Presidente, REQUERIMENTO Nº 088 / 06 Na forma regimental, requeiro a Vossa Excelência que, depois de ouvida a Mesa, que a Comissão de Relações do Trabalho e Administração Pública desta Casa, realize diligencias para verificar in loco as condições de trabalho dos cortadores de cana maranhenses na Região de Balsas e de São Raimundo das Mangabeiras, em nosso Estado, que de acordo com a fiscalização e autuação do Ministério Público da União divulgadas na Imprensa local e nacional na semana passada, vivem em condições análogas a de escravos; e, ainda também, às regiões do município de Ribeirão Preto, São Paulo e de Conquista, Minas Gerais, onde jovens trabalhadores maranhenses que se ocupam do corte da cana estão sendo submetidos à condições sub-humanas de trabalho, de acordo com o que foi veiculado na revista eletrônica semanal Fantástico, da Rede Globo, nas edições de 14 e 21 do corrente mês e ano. Plenário Deputado Gervásio Santos do Palácio Manoel Bequimão, em São Luís Maranhão, 22 de maio de RUBEM BRITO - Deputado/PDT. NOS TERMOS DO ART. 107 DO REGIMENTO INTERNO, O SR. PRESIDENTE DETERMINOU A INCLUSÃO DO REQUERIMEN- TO NA ORDEM DO DIA EM: Senhor Presidente, INDICAÇÃO Nº 520 / 06 Na forma regimental, requeiro a Vossa Excelência, que após ouvido e manifestado o Plenário, seja encaminhado ofício ao Governador do Estado Dr. José Reinaldo Tavares, solicitando que autorize a de Estado de Saúde do Maranhão Dra. Helena Duailibe, a implantação do Programa de Unidades Sanitárias no Povoado de Prata - Município de Paulino Neves MA, devido a total falta de saneamento básico na região que tem comprometido a saúde da população, principalmente as crianças e idosos. Considerando tratar-se de uma prioridade do vosso Governo, que objetiva a elevação do IDH e a melhoria de qualidade de vida da população, estou confiante que a nossa solicitação será atendida. Plenário Gervásio dos Santos do Palácio MANOEL BEQUIMÃO, Em São Luís, 19 de Maio de TELMA PINHEI- RO - Deputada Estadual- O Senhor dos Exércitos está conosco. Sl. 46.7ª. NA FORMA DO ART. 146 DO REGIMENTO INTERNO, O SR. PRESIDENTE DETERMINOU O ENCAMINHAMENTO DA PRESENTE INDICAÇÃO. Senhor Presidente, INDICAÇÃO Nº 521 / 06 Na forma regimental, requeiro a Vossa Excelência, que após ouvido e manifestado o Plenário, seja encaminhado ofício ao Governador do Estado Dr. José Reinaldo Tavares, solicitando que autorize a de Estado de Saúde do Maranhão Dra. Helena Duailibe, a implantação do Programa Água em Minha Casa compreendendo a perfuração de poço artesiano e rede de abastecimento de água, no povoado de Prata, no Município de Paulino Neves - Maranhão. Considerando que a total falta de Saneamento básico, tem comprometido a saúde daquela população, e por tratar-se de uma prioridade do vosso governo, que objetiva a melhoria da qualidade de vida da população e elevação do IDH, solicitamos o atendimento ao nosso pleito.

7 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE Plenário Gervásio dos Santos do Palácio MANOEL BEQUIMÃO, Em São Luís, 19 Maio de TELMA PINHEIRO - Deputada Estadual-O Senhor dos Exércitos está conosco. Sl. 46.7a NA FORMA DO ART. 146 DO REGIMENTO INTERNO, O SR. PRESIDENTE DETERMINOU O ENCAMINHAMENTO DA PRESENTE INDICAÇÃO. Senhor Presidente, INDICAÇÃO Nº 522 / 06 Na forma regimental, requeiro a V. Exa. que, depois de ouvida a Mesa, seja encaminhado ofício ao Exmo. Sr. Governador do Estado do Maranhão, Dr. José Reinaldo Tavares, solicitando providências no sentido de determinar a PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DA RUA TANCREDO NEVES, no BAIRRO DA AREINHA SÃO LUIS- MA, considerando péssimo estado de conservação em que a mesma se encontra, cheia de buracos, dificultando o trânsito de veículos e pedestres que diariamente circulam pela referida via pública. Os moradores da Rua Tancredo Neves vivem um verdadeiro dilema, durante o período das chuvas a água fica acumulada colaborando para a proliferação de agentes portadores de doenças, durante o verão predomina a poeira que provoca doenças respiratórias em crianças, jovens e adultos. É necessário que a autoridade governamental determine a execução de obras de infra-estrutura básica na comunidade, visando tornar a vida das pessoas mais saudáveis e melhorar o aspecto paisagístico do bairro. Nossa propositura vem atender a um antigo anseio da população residente na RUA TANCREDO NEVES, bairro da AREINHA, que há anos lutam para obter do poder público ações concretas, especificamente no que tange a PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA da rua. Plenário Gervasio Santos do Palácio Manoel Bequimão, em São Luís, 20 de março de ALBERTO FRANCO DEPUTA- DO ESTADUAL PSDB 3º SECRETÁRIO. NA FORMA DO ART. 146 DO REGIMENTO INTERNO, O SR. PRESIDENTE DETERMINOU O ENCAMINHAMENTO DA PRESENTE INDICAÇÃO. O SENHOR PRIMEIRO SECRETÁRIO EM EXERCÍCIO DEPUTADO ALBERTO FRANCO - Expediente lido, Senhor Presidente. RUBENS PEREIRA Expediente lido à publicação. III - PEQUENO EXPEDIENTE. RUBENS PEREIRA Com a palavra, o Deputado Rubem Brito, cinco minutos, sem direito a apartes. O SENHOR DEPUTADO RUBEM BRITO (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, Senhores Deputados, Senhoras Deputadas, distinta audiência, profissionais da imprensa, internautas, ouvintes da Timbira e de outras emissoras de rádio que cobrem esta Sessão. Enfim, Senhores e Senhoras, a Justiça começa a ser feita. Dia 10 de março de 2005, um jovem Prefeito eleito pela maioria do seu povo empalmando o sentimento de mudança do Município de Buriti Bravo, Município a 640 km de distância da capital do Estado, isolado fisicamente devido às péssimas condições de tráfego das estradas, esse Prefeito que foi um exemplo de que se é capaz de derrotar os títeres locais, os chefetes locais e reunindo as esperanças do seu povo, para promover a mudança e uma administração voltada para os seus concidadãos e as suas concidadãs. Esse Prefeito teve a sua vida ceifada, covardemente. Covardemente por aqueles que não se contentaram com a derrota eleitoral lhes imposta pelo povo do Sertão Maranhense. E Buriti Bravo que tem tradições de luta, luta contra o arbítrio, o abuso da autoridade, porque assim herdou dos seus fundadores, dos coronéis da Revolta da Balaiada, 75 anos atrás fundaram o município de Buriti Bravo, os irmãos Moreira Lima, capitaneados pelo Coronel Raimundo Moreira Lima, um dos fundadores de Buriti Bravo já travava a batalha contra o abuso da autoridade. E o João, jovem professor de Matemática, no vigor dos seus 40 anos, no fulgor da sua juventude, dos seus 40 anos de idade, covardemente, barbaramente foi assassinado. Desde então o povo de Buriti Bravo não descansou em clamar por justiça. E como disse, confiando na capacidade técnica da polícia do nosso Estado e sem descansar um só instante diante das dificuldades que nós tínhamos para esclarecer aquele bárbaro crime, hoje a Justiça começa a ser feita. E quero aqui ao mesmo tempo em que registro este fato que nos enche de esperança e de crença na Justiça, quero aqui também parabenizar a uma jovem, uma jovem trabalhadora, trabalhadora da Justiça, quero parabenizar a jovem Juíza da Comarca de Buriti Bravo, Doutora Karla, que decretou a prisão preventiva do autor intelectual deste covarde e bárbaro assassinato do João Leocádio. A Juíza Karla, na sexta-feira, depois de acatar a denúncia do Ministério Público que apontou como mandante deste covarde e bárbaro crime, o ex-prefeito de Buriti Bravo, seu Wellington Coelho, a Juíza, a jovem Juíza, destes jovens que estão ingressando no Serviço Público, na Magistratura, através dos seus méritos nos concursos públicos que a nova Constituição Cidadã pós-88 permitiu, esta jovem Juíza, corajosa, honra a toga que veste e atendendo ao pedido do Ministério Público do nosso Estado, decreta a Prisão Preventiva do ex-prefeito de Buriti Bravo, o senhor Wellington Coelho, como autor intelectual desse bárbaro crime e também dos operadores, dos autores materiais desse crime, os senhores Itamar e Marcão que já se encontram presos há cerca de um ano. De forma que quero destacar a coragem dessa jovem Juíza e dizer que agora só resta à polícia do nosso Estado, agir com rapidez, só resta o Dr. Raimundo Marques e o Dr. Cidones, Delegado de polícia do interior, cumprir a ordem judicial com agilidade e com pressa para que o Seu Wellington Coelho não venha ser beneficiado com um Hábeas Corpus pedido enquanto ele se encontra fora do alcance da Justiça e se encontra tramando para se livrar do castigo, para se livrar da punição para o crime que cometeu. Enfim, senhores e senhoras, a Justiça começa ser feita e acreditamos que o Dr. Raimundo Marques e o Dr. Cidones, irão agir com a pressa e com a urgência que a Justiça requer, para que a Justiça não tarde mais ainda, em Buriti Bravo, e no Maranhão. Muito obrigado. IV ORDEM DO DIA. RUBENS PEREIRA - Não há quorum para deliberação do Plenário. V - GRANDE EXPEDIENTE. RUBENS PEREIRA Estava inscrito da Sessão de quarta-feira, o Deputado Manoel Ribeiro, e ficou transferido para Sessão de hoje. Declina. RUBENS PEREIRA Tempo dos Partidos. BPL, 40 minutos com direito a Aparte. Com a palavra, o Deputado Rubem Brito. Deputado Alberto Franco usará 10 minutos, Deputado Elígio 10 e o Deputado Wilson Carvalho, 10 minutos, então 10 minutos para cada um. O SENHOR DEPUTADO RUBEM BRITO (sem revisão do orador) - Senhor Presidente, mais uma vez, Senhoras e Senhores Deputados, imprensa, internautas e ouvintes das emissoras de rádio que nos acompanha. A Rede Globo de Televisão, na sua revista eletrônica semanal Fantástico, veiculou mais uma matéria nos revelando as

8 8 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 condições sub-humanas nas quais vivem os jovens trabalhadores maranhenses, maranhenses que deixam as suas cidades natais e, certamente, não são daqueles que cantaram o baião do Luiz Gonzaga que tanto ouvimos, só deixo o meu Cariri no último pau de arara, estes maranhenses têm deixado os seus cariris em paus de arara modernos, que são os ônibus clandestinos, sem nenhuma segurança, rumo a interior de Minas, rumo ao interior de São Paulo. Esta matéria que como disse, já tive a oportunidade de dizer aqui, senhores e senhoras, é uma matéria digna de um prêmio ESSO, revela a crueldade deste modelo agro-exportador, desse modelo agro industrial, que está moendo a vida de centenas de milhares de jovens no nosso País e, inclusive no nosso Estado. Semana passada, tivemos também e, pasmem os senhores, como costumo dizer, o desprazer, a tristeza de tomar conhecimento da fiscalização e a autuação do Ministério Público de uma das maiores da usinas de álcool do nosso Estado: a AGROSERRA, uma grande fazenda situada no município de São Raimundo das Mangabeiras, essa usina, esta fazenda, além de produzir soja, produz cana de açúcar e também tem uma usina que produz álcool e lá, Senhores e Senhoras Deputados, foram encontrados, isto não são palavras minhas, são palavras do próprio Ministério Público da União, setecentos trabalhadores temporários, sem nenhuma segurança social, sem nenhum contrato de trabalho e, pasmem os Senhores e as Senhoras, vivendo em condições e esta lá na matéria e, inclusive matéria veiculada no Estado do Maranhão, da semana passada, está lá em condições análogas, em condições semelhantes aos escravos, olhem, uma fazenda desse porte que já foi aqui enaltecida como modelo, até modelo de desenvolvimento para o nosso Estado, essa fazenda mantém até, Deputado Arnaldo Melo, o velho barracão que imaginávamos já fosse coisa só da novela Sinhá Moça ou dos romances da luta contra a escravidão no nosso Estado, imaginávamos que o barracão já tivesse sido banido da história do Desenvolvimento Econômico e Social do nosso Estado e uma grande parte desses 700 trabalhadores rurais estava pendurada no barracão, que lhes fornecia alimentos a preços mais elevados do que o preço do mercado e mantinham esses trabalhadores eternamente pendurados na conta de alimentação, inclusive esse barracão chegou à sofisticação de também lá ter um departamento de Farmácia, Deputado Rigo Teles, que também vendia medicamentos na folha para ser descontado com o salário de jovens trabalhadores que estão sendo consumidos, Deputada Helena Heluy, e eu tenho certeza de que este fato também tem a condenação da nossa colega Deputada e de todos nós que constituímos este Parlamento, nós não podemos mais tolerar essa escravidão moderna, olhem, depois de assistir a muitas palestras, na Semana do Negro no Maranhão e no Brasil, formei a convicção de que essa escravidão é até pior do que aquela a que eram submetidos os nossos irmãos negros vindos da África, no período da colonização do nosso País. Porque lá o escravocrata era responsável pela vida do seu escravo, o escravo integrava o patrimônio daquela família e hoje não, o trabalhador é escravizado e o patrão e o grande agroindustrial entre aspas, não têm nenhuma responsabilidade sobre a vida, sobre a segurança dos seus trabalhadores, de forma, Senhores, que é necessário que esta Casa se some àqueles e àquelas instituições que estão lutando para que esta prática não continue a enodar a nossa tradição de Democracia, a nossa tradição de Nação livre e de Nação democrática, por isso, Senhores, eu apresentei nesta Casa 02 Requerimentos hoje. Um, concedendo um voto de aplauso a estes jornalistas da Rede Globo, responsáveis por esta matéria que nos revelou, a nós maranhenses, essa triste realidade, que, muita das vezes, nós denunciamos desta Tribuna, dos palanques, das praças, mas que não se tem a imagem fria e cruel desta realidade. A estes jornalistas, capitaneados pelo jornalista Caio da Rede Globo vai a nossa Moção de Aplauso pela reportagem que fez coadjuvado com jovens estagiários de jornalismo, e esse Voto de Aplauso, Senhores e Senhoras, não visa apenas repercutir estas denúncias, visa nos somarmos às outras iniciativas, para que possamos inibir, senão erradicar esta prática, mas, pelo menos, inibir estas práticas. Outro Requerimento, Senhor Presidente, que apresentei a esta Casa, propõe que a Comissão de Relações de Trabalho realize diligências, in loco, não só nas regiões de Balsas, e São Raimundo das Mangabeiras, mas também na Região de Conquista, em Minas Gerais e na Região de Ribeirão Preto, para constatarem, in loco, essa realidade e socorrer irmãos maranhenses que estão precisando do apoio das autoridades públicas e daqueles que têm como e que têm a responsabilidade de lhes acudir neste momento de extrema dificuldade, e de escravidão em que passam centenas, como disse, só em São Raimundo das Mangabeiras foram 700 trabalhadores temporários constatados, vivendo em condições sub-humanas, portanto, eu estou apresentando este Requerimento também, mas não vou me limitar a isso e quero pedir aos meus colegas Deputados, às minhas colegas Deputadas, na próxima semana, já estou elaborando com a minha assessoria, um Projeto de Lei estabelecendo que qualquer empresa agro-industrial ou agro-pastoril que for autuada na prática da escravidão de trabalhadores tenha qualquer concessão de benefícios fiscais estabelecidos por lei suspensa, sumariamente, como foi o caso, como é o caso de parcelamentos, de débitos de ICMS ou deferimento ou fornecimento para o Estado ou qualquer benefício fiscal de qualquer natureza, de forma, Senhores e Senhoras, farei isso, na certeza de que este Poder não se negará a tomar medidas que junto com outras medidas federais, que já estão sendo estudadas pelo Ministério do Trabalho, pelo Congresso Nacional que vai desde punições legais até a criminalização do trabalho escravo até o confisco da propriedade de terras, de fazendas que adotem o trabalho escravo como uma prática, de forma, Senhores e Senhoras, precisamos reagir com indignação, mas, sobretudo, com iniciativas que possam vir a banir esta prática, prática cruel, prática que não se coaduna com o estado democrático e o estado de civilidade das tradições brasileiras. Muito obrigado. RUBENS PEREIRA - Com a palavra, o Deputado Alberto Franco para completar o tempo do BPL. O SENHOR DEPUTADO ALBERTO FRANCO (sem revisão do orador) Senhor Presidente, Deputado Rubens Pereira, estimados colegas, distinta galeria, senhores da imprensa. Eu gostaria, Senhor Presidente, antes de dar notícias aos Projetos de Lei, de minha autoria, que estão em tramitação na Casa, de me reportar a uma discussão que está sendo travada na Câmara Municipal de São Luís por conta do Projeto de autoria do Executivo Municipal que cria o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores municipais. Quero aqui reconhecer a importância do Projeto. Trata-se de um Projeto que realmente se constitui num instrumento de conquista dos servidores municipais, moderno, arrojado e que vai garantir direitos aos servidores. Contudo, é preciso ter cautela para um detalhe importante e falo com conhecimento de causa, pois quando fui sindicalista do Sindicato dos Servidores, onde comecei a minha carreira política ao lado de grandes companheiros, junto com os quais organizamos o Sindicato dos Servidores Municipais, a Federação dos Trabalhadores. Naquela época, Deputado César, recordo como hoje, era intenção deliberada da ex-prefeita Conceição Andrade demitir, de forma sumária, sete mil servidores da Prefeitura por conta de um capricho do seu Chefe de Gabinete da época, o Dr. José Carlos Sabóia, salvo engano, foi Deputado Federal, e naquela oportunidade, nós fizemos a mobilização dos servidores, sete mil trabalhadores, e fomos para a porta da Prefeitura, me recordo, na companhia do Vereador José Joaquim, Raimundo Assobia e Ademar Danilo. E naquela época, fizemos um grande movimento na porta da Prefeitura e a Prefeita Conceição Andrade recuou da sua intenção e não demitiu sete mil pais de família, trabalhadores. E esse Projeto, esse Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos é necessário, é importante que se faça, mas vai provocar o desemprego de oito mil servidores na Prefeitura de São Luís que são os servidores que estão aí na condição de contratados precariamente e na condição de servidores sem direitos, instáveis que são os servidores contratados. Essa é uma questão complexa que leva uma discussão jurídica enorme, porque as autoridades precisam deixar de contratar precariamente, e o que é contratar

9 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE precariamente? É contratar por seis meses e depois por mais seis meses, quando houver necessidade para atender a uma urgência. Então, o que vem acontecendo não só no Maranhão, mas no País inteiro? As autoridades públicas, em vez de fazer concurso público, contratam, procuram meios de burlar a Constituição Federal, que exige a realização de concurso público, e para atender até interesses políticos, terceiriza e contrata os servidores sem o concurso público e depois aquele servidor se torna essencial, porque em vez de ficar só seis meses na função, Deputada Graça, ele fica por 10, 15 anos. Aí aparece uma autoridade que diz: olha, você já está há 10, 15 anos contratado, mas agora eu vou fazer o Plano de Cargo, Carreira e Salário e você vai ganhar o olho da rua, como aconteceu no Tribunal de Justiça, como vai acontecer no CINTRA, há professores no CINTRA contratados há mais de quinze anos e, quando aparecer um outro governador aí que achar que deve fazer concurso para o CINTRA, esses professores do CINTRA contratados há mais de 10, 15 anos vão para o olho da rua sem nenhum direito. Então, não me parece justo. Se você for olhar pelo ângulo da justiça social, isso não é justo. Você faz um concurso para empregar cinco mil pessoas e desempregar Qual é a justeza que há nisso? Ah, para atender a um preceito constitucional? Sim, mas você não contratou ao arrepio da Constituição? Então, eu queria fazer aqui um apelo ao Prefeito Tadeu, eu entendo sua intenção e acredito que a Câmara deve aprovar o Estatuto, pois é importante, é um instrumento importante que traz avanços para os servidores que ficarão e para os concursados. Contudo, é preciso olhar com carinho para esses pais de famílias que vão, com a realização do concurso na Prefeitura, perder os seus empregos que estão na condição de contratados. A eles deve ser dada uma atenção especial. O Prefeito deve contribuir para que eles possam fazer um concurso e possam fazer curso de especialização, que eles possam fazer treinamentos, que eles possam ter do Prefeito toda uma atenção especial, que eles possam ter um cursinho preparatório para eles concorrerem, porque eles estão trabalhando, eles não estão tendo tempo de estudar, eles estão trabalhando e vão concorrer com estudantes que vão sair aí preparados, estudantes profissionais que estão se profissionalizando, estudando para fazer concurso. Então, era esse apelo que eu queria fazer ao Prefeito e tenho certeza de que do alto da sua sensibilidade, como tem sido, ele vai, se Deus quiser, dar uma atenção especial, Deputada Graça, a esses servidores que no futuro, queiramos ou não, com a efetivação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários e com a realização de concurso, esses servidores, sim, perderão os seus empregos porque eles não são estáveis, eles não fizeram concurso e terão que dar a vaga para os concursados. Então, é esse apelo que eu faço como fiz aqui em outras oportunidades e chamando a atenção para a sociedade, já que esse é um fato social para o qual nós não podemos fechar os olhos. Os professores do CINTRA, este fato vai acontecer e não demora muito. Estão lá os professores do CINTRA, ninguém é concursado lá, todo mundo é contratado. Contrata por quê? Porque a Constituição diz que a autoridade pode contratar precariamente, e esse precariamente, em vez de ser por seis meses e mais seis meses, fica por 10, 15 anos. É uma burla à Constituição Federal, mas é. Aí aparece um e faz o Plano de Cargos e Carreiras, faz concurso, e esse pai de família vai para a rua sem nenhum direito, como aconteceu aqui no Tribunal de Justiça, mais de três mil pais de famílias, servidores com 10, 15, até 19 anos de serviços prestados para o poder público foram colocados no olho da rua como se fossem objetos descartáveis, sem nenhum direito; alguns estão buscando os seus direitos na Justiça do Trabalho, outros na Justiça Comum. Mas, Senhor Presidente, está tramitando na Casa, na Comissão de Constituição e Justiça, um Projeto de Lei de nossa autoria, que proíbe terminantemente a cobrança de provas de segunda chamada, prova final, requerimentos, declaração e diploma por parte das instituições privadas de ensino superior e de ensino médio. Nós entendemos que, senhores jornalistas, senhores deputados, senhores da sociedade aqui representados pelos cidadãos e cidadãs que estão na galeria, essas instituições se transformaram num verdadeiro balcão de negócios, porque a cobrança das mensalidades é legal, embora seja exorbitante para a nossa realidade, embora seja exorbitante para a realidade da sociedade maranhense. As mensalidades são incompatíveis com a realidade sócio-econômico dos estudantes do Maranhão. Mas, contudo, entretanto, os estudantes..., nós temos que acabar aqui com uma afirmação incorreta em dizer que, nas instituições privadas de ensino superior, só os filhinhos de papai estudam lá. Não é verdade! Os filhinhos de papai estão, em sua maioria, nas públicas. Os filhinhos de papai, Deputado César, a maioria está na UEMA ou na UFMA. No CEUMA, na Faculdade São Luís, na FAMA, na UVA e em tantas outras que existem por aí, estão muitos jovens de famílias humildes que estão se esforçando para cumprir com a mensalidade e quando chegam lá ainda têm que se submeter ao capricho e à exploração dos proprietários dessas instituições que cobram tudo: cobra o diploma, cobra uma declaração, cobra a prova de segunda chamada, cobra a prova final e ao que se está assistindo no Maranhão é que esses proprietários estão enriquecendo subitamente à custa da exploração desses estudantes. O SENHOR DEPUTADO CÉSAR PIRES Deputado, V.Exª. me permite um aparte? O SENHOR DEPUTADO ALBERTO FRANCO Concedo o aparte a V.Exª. O SENHOR DEPUTADO CÉSAR PIRES (aparte) Deputado, eu queria pedir a V. Exª. que embutisse nesse seu Projeto o alcance também às organizações acadêmicas públicas que cobram, de igual modo, que cobram as organizações acadêmicas privadas. E muito mais ainda em relação aos cursos seqüenciais que também são cobrados, nesse caso, 200 reais pela emissão de um diploma ou de uma certificação. Linearmente, eles estão cobrando. Então, hoje há no Maranhão, pelo menos, de 10 a 12 institutos fazendo esse tipo e no final cobram e aí o aluno, ainda que venha a concluir a sua carga horária, fica impedido de receber até mesmo uma declaração para que ele possa ser submetido a um concurso público. Parabéns, Deputado. O SENHOR DEPUTADO ALBERTO FRANCO - Eu quero dizer a V.Exa. que V. Exa. dá uma enorme contribuição a essa proposição, a esse projeto que eu particularmente não tinha conhecimento desse fato o que é realmente que causa perplexidade. Isso tem que acabar, principalmente nas instituições públicas. Nas instituições privadas, então, se constitui um verdadeiro atentado, porque o estudante paga muito caro pela mensalidade e, pagando a mensalidade, ele adquire o direito a ter essas informações e esses benefícios. Eu gostaria, Senhor Presidente, de merecer da Comissão de Constituição e Justiça uma certa urgência no parecer deste projeto, porque ele visa beneficiar não apenas os estudantes de classe média, média alta, como pensam muitos, mas principalmente os jovens de famílias humildes, que estão nas instituições em busca de uma formação acadêmica, com muitos sacrifícios, muitos até ingressando aí nos agiotas, nos bancos oficiais de exploração, para fazer empréstimos e pagar suas mensalidades e ainda chega lá e tem que se submeter a esse tipo de exploração, o que realmente me envergonha. E eu me inspirei numa lei que já existe nos estados do Sul do país, principalmente no Centro-Oeste. No Rio de Janeiro isso já é proibido e não há nenhuma inconstitucionalidade. É legal, é constitucional e nós precisamos fazer isso no Maranhão, porque aqui então é que essas mensalidades são as mais caras do país e incompatíveis com a realidade dos estudantes. Portanto, eu gostaria de merecer da Comissão de Constituição e Justiça uma celeridade para que nós possamos aprovar em regime de urgência esse projeto e já fazer com que ele seja sancionado e essa efetividade possa beneficiar milhares de estudantes, que estão aí submetendo este tipo de exploração. Isso é exploração, porque o dono da Instituição já ganha muito, cobrando mensalidades exorbitantes e ainda tem que explorar o estudante, para requerer uma informação. Quanto é? É tanto, uma prova de segunda chamada é tanto, e é caro. Não é barato, não. Tudo é caro.

10 10 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 Então, eu queria dar noticia desse projeto de lei à imprensa, aos meus colegas e dizer, Deputado César nós apresentamos um projeto nesta casa que é um projeto de indicação que vai para o Governador José Reinaldo Tavares que eu, como professor, como letrado, como pedagogo, como letrado, como professor da rede pública não poderia de deixar aqui como contribuição para o estado do Maranhão esta idéia, porque eu entendo que, enquanto, eu já disse aqui e vou repetir, Deputado César e meus estimados colegas, e vou dizer para todos que estão ouvindo a rádio Timbiras, a internet. Enquanto o Maranhão sustentar o vergonhoso título de campeão em analfabetismo e semianalfabetismo, esse Maranhão não avança para lugar nenhum. Tudo não passa de engodo, de falácia, enquanto o Maranhão for o campeão de analfabetismo, nós precisamos se não erradicar o analfabetismo no Maranhão, se não acabarmos com o analfabetismo, pelo menos tirar o Maranhão desse título vergonhoso... Como agora nós estamos assistindo, o Maranhão é campeão de tudo que não presta, mas nós temos idéia, Deputada Graça, para tirar o Maranhão desse título vergonhoso de campeão de analfabetismo. Nunca mais aqui se falou em complexo siderúrgico. Cadê a discussão do complexo siderúrgico? 70% da mão de obra que seria aplicada no complexo siderúrgico viria de fora, de outros estados e até de outros países. Por que o Maranhão é assim, o povo a maior. Eu vou puxar agora na internet a estatística, Deputado Talvani, que eu tenho certeza que V. Exa. ficará perplexo quando souber quantos maranhenses são analfabetos ou semi-analfabetos, quantos milhões. Isso é uma tristeza. Isso realmente faz com que o Maranhão possa permanecer nesse estágio de estado pobre, miserável, sem nenhuma perspectiva de futuro, apenas se alimentando das falácias dos discursos que não levam a absolutamente nada. Apenas satisfaz o ego de quem está realmente fazendo as políticas de enganação. O projeto, Deputado Max, visa aproveitar os quase 11 mil professores procadianos. Professores que estão aí matriculados no PROCAD para buscar uma formação acadêmica e que muito deles não têm condição de pagar a mensalidade de duzentos reais, cento e oitenta reais. E qual foi a nossa idéia, que foi discutida inclusive pelos técnicos da UEMA? Como fazer para que nos possamos erradicar o analfabetismo no Maranhão, aproveitando esses heróis, esses professores que não têm condições de pagar a UEMA? Então vem a idéia, Deputada Tereza Murad. Nós estamos elaborando o programa voluntário de erradicação do analfabetismo. O que é isso? O professor é voluntário para alfabetizarem jovens e adultos ele quando participa do programa voluntário de alfabetização ele recebe do estado uma bolsa equivalente à prestação da sua Universidade e o professor vai alfabetizar a jovens e adultos nos espaços que o município disponibilizar e são muitos. Lá tem o clube de reggae, lá tem a associação dos moradores, lá tem o Rotary Clube, lá tem a maçonaria, lá tem uma série de escolas disponíveis e que ficam ociosas no horário da noite. O professor vai fazer alfabetização de jovens e adultos voluntariamente e por ser voluntário de um programa revolucionário no Maranhão ele vai receber uma bolsa no valor da sua mensalidade. É simples a idéia, mas ela funciona, porque com isso e Estado vai conseguir alfabetizar milhares e milhares de jovens e adultos que estão na escuridão do conhecimento e por isso não dão a sua contribuição para o Estado avançar. Por outro lado, o Estado vai ganhar, porque vai pagar pouco. Imagine o que é pagar um professor voluntário, dando uma bolsa de 200 reais, vai ganhar o Estado, vai ganhar o professor, porque vai poder pagar a sua faculdade, para concluir o seu curso acadêmico e vai ganhar o jovem que se alfabetizou, e vai ganhar o Maranhão, porque vai sair desse título vergonhoso, que é de ser campeão brasileiro de analfabetismo e semi-analfabetismo. É assim que nós podemos pensar em construir um Maranhão melhor, dando conhecimentos, saber aos maranhenses, porque enquanto nós não dermos importâncias para essa política, tudo, qualquer esforço será em vão. Qualquer esforço será em vão e não me digam que não tem dinheiro, porque pagar os professores voluntários um valor de 200 reais para alfabetizar jovens e adultos, esta lá abalroado o dinheiro, no fundo de educação e até do FUNDEF pode ser utilizado para esta finalidade, tem dinheiro! Precisa a vontade política para fazer determinação e dar prioridade. Quero registrar aqui com muita honra a presença do Vereador Presidente da Câmara de Cururupu, Vereador Orlando, que nos honra com a sua presença aqui nesse momento aqui na galeria da Assembléia. Senhor Presidente, eu tenho dado as contribuições que eu julgo importantes e necessárias para o desenvolvimento do Maranhão, são tantos projetos importantes que nós apresentamos aqui, alguns já estão em vigor dando a sua contribuição para uma sociedade melhor como de o que nós acabamos com a taxa de vestibular da UEMA e esse ano foram 15 mil estudantes que fizeram vestibular gratuitamente na UEMA, o que antes tinham que pagar 75 reais. Nós e quando eu digo nós, fomos nós, porque nenhum deputado faz nada sozinho aqui. Isso é uma conquista do Parlamento, foi do Parlamento Estadual que acabou com a taxa da inscrição do vestibular para os estudantes da rede pública os pobres foi o Parlamento, pela minha iniciativa que instituiu a meia-passagem metropolitana para os estudantes, foi nós que acabamos com o transporte pau-de-arara, Deputado Max Barros, mas ainda, lamentavelmente, as pessoas ainda insistem em transportar pessoas em pau-de-arara. E é lei, a lei proíbe, mais nós vamos acabar, eu queria dizer da minha satisfação de dar esta contribuição para o processo de educação do nosso Estado, dando a contribuição para a erradicação do analfabetismo. Vou trazer o projeto e distribuir para a imprensa, vou trazer as idéias e distribuir para a imprensa e mandar para o Governador, porque isso tem que ser prioritário e urgente e urgente nós não falamos mais aqui do complexo siderúrgico que significava a redenção do estado do Maranhão e era verdade. Ninguém falou mais e no Maranhão é assim: as coisas começam e nunca termina é por isso que as coisas não caminham, o Estado cresce como rabo de cavalo, para baixo e é verdade, tudo o que começa não termina. A discussão do complexo siderúrgico, muita propaganda, televisão, era tanto artista, tanto ator. De repente, acabou e ninguém diz mais nada e fica por isso mesmo. Então, eu quero aqui falar da minha satisfação, Senhor Presidente, ao concluir as minhas palavras. Amanhã eu vou voltar a esta Tribuna para falar dos outros projetos que estão em tramitação na Câmara, aqui na Comissão de Constituição e Justiça, projetos interessantes como o que cria o dia estadual do trabalhador na construção civil. Precisamos dar a este trabalhador o dia, para que eles possam recuperar a auto-estima de trabalhador, realizar os seus eventos de comemoração sendo prestigiados e reconhecidos como trabalhadores importantes da nossa sociedade. Contudo, eram essas as minhas palavras. Muito obrigado pela tolerância e uma boa tarde a todos. RUBENS PEREIRA - Nos Termos do Artigo 107 do Regimento Interno... O SENHOR DEPUTADO RUBEM BRITO - Senhor Presidente, uma Questão de Ordem, uma informação a esta Casa. Eu queria comunicar a esta Casa que o nome completo da Juíza da Comarca de Buriti Bravo é a Senhora Carla Geane Matos de Carvalho Pereira da Silva. Juíza esta a que eu me referi no meu pronunciamento. Muito obrigado. RUBENS PEREIRA Mas V.Exa. quer que seja incluindo o nome da juíza no seu pronunciamento? O SENHOR DEPUTADO RUBEM BRITO - Eu citei apenas o nome de batismo, mas eu estou informando e desejo que V.Exa. inclua no meu pronunciamento o nome completo da juíza Senhora Carla Geane Matos de Carvalho Pereira da Silva. RUBENS PEREIRA Já está autorizado, Deputado. Nos termos do Artigo 107 do Regimento Interno determina a inclusão na Ordem do Dia na Sessão Ordinária de terça-feira, dia 23 de maio (abril) de 2006

11 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE os seguintes itens: Requerimento n.º 084, de autoria do Deputado Carlos Braide; Requerimento 085 /2006, de autoria do Deputado Rigo Teles; Requerimento número 086, de autoria do Deputado Domingos Dutra Requerimento de número 087, de autoria do Deputado Rubem Brito, Requerimento n.º 088 de autoria do Deputado Rubem Brito, Projeto de Lei n.º 049/06, encaminhado pela mensagem governamental 016/06, (lê). Proposta de Emenda Constitucional n.º 002, de autoria do Deputado Max Barros. Bloco Parlamentar de Oposição PPO, 20 minutos. Com a palavra, o Deputado César Pires, por 20 minutos com direito a apartes. O SENHOR DEPUTADO CÉSAR PIRES (sem revisão do orador) - Que Deus continue a abençoar todos nós. Senhor Presidente, senhores da galeria e imprensa, servidores. Senhor Presidente, eu vi e não foi diferente de todos aqueles que assistem televisão, lêem jornal pela manhã, tão grande foi a situação da segurança nacional bem colocadas nas problemáticas vivenciadas pela sociedade paulista. E vi também e ouvi sua Excelência o Presidente Lula, quando ele remetia a responsabilidade da construção intelectual ou pelo menos da ausência da educação, aquela sociedade que segundo em 1980 reclamava em praças públicas da necessidade de a educação alcançá-los. Não os alcançou e isso, segundo ele, gerou os marginais contemporâneos. Mais tarde também sua Excelência o Senhor Presidente disse que a responsabilidade de tudo aquilo que estava acontecendo no Brasil era da elite branca. As críticas vieram logo ou afloraram de toda ordem, tanto televisada quanto em nível de escrita. Talvez a responsabilidade deva ser emitida a nós políticos, mas em particular a sociedade que deposita centenas, milhares e milhões de votos em nós, que nos silenciamos diante da realidade cruel e às vezes nos omitimos de poder utilizar aquilo que deve ser feito, no caso a tribuna para reivindicarmos o direito dos que não têm voz. Eu vi aqui, de igual modo, o Deputado Rubem Brito falar sobre a questão da escravidão e se faria reverência à questão da escravidão negra que para cá para o Brasil também vem cumprir a sua parcela da questão do corte de cana, e nos outros mais serviços daquela época. Essa escravidão, Deputado, de hoje, é pior do que a de antanho, mas naquela época utilizada apenas como referência a escravidão do corpo, mas quero dizer a Vossa Excelência que a pior das escravidões é a escravidão do conhecimento. A ausência dele é que gera todas essas questões que nós estamos vivenciando hoje. Vi também mais tarde, o Deputado Alberto Franco, com propriedade, utilizar alguns projetos como se ali pudesse fazer reversão da situação que nós estamos vivenciando, ações são positivas, mas não alcançam de verdade aquilo que gera a situação que está hoje. Talvez o nosso silêncio enquanto reclamamos dos cortadores de cana que vão para lá e isso não é agora, isso é de há muito tempo, o Maranhão exporta essa mão-deobra e não é diferente do restante do país, sobretudo do nordeste, porque aqui eu já disse que o Brasil tem 74% de analfabetos, 7% analfabeto total, 36% analfabeto rústicos e o reto de analfabetos básicos, todos analfabetos. Pior do que isso, essa Casa se silenciar quando eu vi um jornal agora segunda-feira, numa propaganda de governo dizer que as aulas de colégio tal, porque houve quebra de telhas e havia infiltrações de água. Iam começar no dia 1º de junho, Deputada Helena, olha a que tipo de estado nós estamos, vangloriar-se de dizer que uma aula inicia em 1º de junho e tomar isso como papel de mídia e vinculação e de um sucesso governamental. É um sinal acabado do fracasso com que vive a educação do nosso Estado. E quantas vezes aqui nós tivemos alguém para poder reclamar ou aumentar a sua voz e até em dizer que as aulas não estão acontecendo. Estive agora em final de semana no interior, não tem sido diferente. Nenhuma aula sequer, nesse Estado, você consegue dizer que está atingindo de forma linear o município, uma ou duas aulas, três ou quatro escolas ao todo, e o fracasso é anunciado mais uma vez e nós vamos chegar ao vestibular de janeiro e esses alunos estão condenados à marginalidade no processo competitivo de qualidade, porque à parte das disciplinas, dos conteúdos programáticos nunca, nunca eles tiveram alcance, na competitividade com as organizações privadas, os alunos egressos dela, com certeza o fracasso consegue chegar. E essa Casa quantas vezes levantou aqui dentro para se discutir isso. A nossa Comissão de Educação continua sendo ausente das grandes discussões do nosso Estado em relação à educação e se alguém diz aqui que o que nós queremos reverter esses indicadores com esse silêncio aqui estéril, pusilânime. Pode ter certeza que nós não vamos chegar a lugar nenhum aqui. Eu não quero que amanhã a classe política seja chamada de mentirosa, de pusilânime, por ausência ou omissão de discutir aquilo que gera as conseqüências e nós apenas queremos discutir a conseqüência e não quero mitigar o que está colocado aí dentro. Queremos passar um ungüento nos efeitos, mas na verdade, o comportamento genético nós não queremos combater. Nós nos acovardamos e o umbigo falar maior do que na verdade os nossos discursos não chegaremos nunca a lugar nenhum com esse comportamento pequeno dessa Casa de se omitir e às vezes até eu começo a compreender que tem deputado que tem razão quando denuncia determinado tipo de situação que nega, macula e fere a imagem nossa lá fora, como se tivéssemos vendido de alguma forma para nos silenciarmos em relação que está acontecendo. Quando eu disse que nós tínhamos o secretário tapa-buracos e que não tinha competência necessária para criar um processo pedagógico para reversão disso, alguns me acusaram que eu estava sendo leviano. Nunca fui, estou mostrando com fatos, não há uma reunião com secretários, não há uma reunião com diretores de escolas. E nós na verdade nos acovardarmos, porque eu tenho certeza que os meus pares, os meus colegas, visitam de igual modo a mim, o interior e lá existem as reivindicações dos pais de alunos, as reivindicações dos professores, assistem às reivindicações dos diretores de escolas, que estão sendo jogados a terceiro plano, mas voltam para cá e silenciam, porque alguma coisa a mais devem estar acontecendo que eu desconheço. E aí como nós podemos protestar ou contestar pelos indicadores. Se nós o alimentamos, retroalimentamos todos os dias com o nosso silêncio e a nossa omissão e por mais que a gente vem aqui e faça as críticas, pode ter certeza nunca chegaremos a lugar nenhum com esse silêncio e até mesmo, Deputado, a escravidão que V. Exa. falou nessa questão de princesa Isabel, pode ter certeza, ela foi feita por competência também. Eu quero dizer a vocês que mais tarde os nossos filhos e as mãos da imprensa cobrarão pela nossa omissão quando as mazelas e as conseqüências se agravarem ou as marginalidades aumentarem por falta de ação dessa Casa. E assim é que eu deixo mais uma vez, embora repetindo sempre que não tem eco, discussão para se puxar, aonde está o fio da meada, aonde estão as problemáticas maiores, que geram hoje a ausência de quase 70% de aula e que o governo se vangloria de dizer, vamos iniciar uma aula em 1º de janeiro. Para terminar, senhores, recebo uma missiva de um funcionário público que faz uma alegativa. Segundo ele e coloca com suas próprias mãos aqui, diz assim: o vencimento antigamente era justificado, agora ele vem de ordem bruta, aqui dizia: vencimento, código 42; adicional por Tempo de Serviço, código 15; Gratificação de Magistério, código 130; tiraram os códigos todos e agora você não sabe onde houve falha na sua remuneração. Isso é uma tentação e uma forma perversa quem sabe até de manietar o salário do servidor já tão mal pago e aqui, no mês de março mil e trezentos no salário do servidor, no mês de abril: mil e trezentos no salário do servidor, em março um salário de 293 e 92 centavos aquele que deveria ser colocado no mínimo 303 ninguém sabe de que forma foi criado pelo Governo. Assim, senhores, é o que faço mais uma vez um apelo e, sobretudo, a comissão de Educação dessa Casa que procure pelo ao menos no dia das reuniões estarem presentes, porque da última vez marcaram a reunião e só eu estava presente, como se ali não houvesse importância, mas aqui reivindicar a extensão e a diminuição dos indicadores perversos do Maranhão, mas com omissão pode ter certeza nunca chegaremos lá. VI EXPEDIENTE FINAL. RUBENS PEREIRA - Não há oradores inscritos.

12 12 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 RUBENS PEREIRA Nada mais havendo a tratar, declaro encerrada a presente Sessão. Décimo Terceiro Termo de Ata da Quarta Sessão Legislativa da Décima Quinta Legislatura da Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, lavrado em onze de maio de dois mil e seis. Presidente, em exercício, Senhor Deputado Rubens Pereira. Às nove horas e trinta minutos presentes os Senhores Deputados: Helena Barros Heluy, Lourival Mendes, Manoel Ribeiro, Rubens Pereira e Teresa Murad. Ausentes: Aderson Lago, Alberto Franco, Alberto Marques, Arnaldo Melo, Camilo Figueiredo, Carlos Alberto Milhomem, Carlos Braide, Carlos Filho, César Pires, Cristina Archer, Deusdedith Sampaio, Domingos Dutra, Elígio Almeida, Francisco Gomes, Geovane Castro, Graça Paz, Hélio Soares, Janice Braide, João Evangelista, Joaquim Nagib Haickel, Julião Amin, Luiz Pedro, Manoel Ceará, Maura Jorge, Mauro Bezerra, Max Barros, Paulo Neto, Pavão Filho, Pedro Veloso, Reginaldo Nunes, Rigo Teles, Rubem Brito, Soliney Silva, Stênio Rezende, Talvane Hortegal, Telma Pinheiro e Wilson Carvalho. O Senhor Presidente, em exercício, Deputado Rubens Pereira anunciou que por falta de quorum regimental deixava de haver sessão. E nos termos do parágrafo 3º do art. 101 do Regimento Interno, despachou o seguinte expediente para à publicação: Projeto de Lei nº. 092/06, encaminhado pela Mensagem Governamental nº. 026/06, que autoriza o Poder Executivo a abrir ao FES Centro de Saúde da Liberdade, crédito especial no valor de R$ ,00 (oitocentos e dez mil reais), para o fim que especifica. Projeto de Lei nº. 093/06, que autoriza o Poder Executivo a abrir ao FES Centro de Saúde do Vinhais, crédito especial no valor de R$ ,00 (dois milhões, novecentos e sessenta mil reais). Projeto de Lei nº. 096/06, do Deputado Max Barros, que dispõe sobre proibição de fixação de prazo para aquisição de produtos e utilização de serviços pagos antecipadamente no âmbito do Estado do Maranhão. Requerimentos nºs. 077/06, do Deputado Carlos Braide, que sejam dispensados dos trâmites regimentais, para discussão e votação, em regime de urgência, Sessão Extraordinária, o Projeto de Lei nº. 092/06, que autoriza o Poder Executivo a abrir ao FES - Centro de Saúde da Liberdade, crédito especial de R$ ,00 (oitocentos e dez mil reais), e o Projeto de Lei nºs 093/06, que autoriza o Poder Executivo a abrir ao FES Centro de Saúde do Vinhais, crédito especial de R$ ,00 ( dois milhões, novecentos e sessenta mil reais), para os fins que especificam, encaminhado pela Mensagem Governamental nº. 026/ /06, do Deputado César Pires, ao Centro de Lançamento de Alcântara CLA, no Município de Alcântara, para informar o porquê dos soldados estarem, segundo denúncia formulada a este Gabinete, proibidos de retornarem para a Capital, após o expediente, com o restante do efetivo, ficando obrigados a residirem naquele Município, arcando com suas expensas, inclusive alimentação pós-expediente; 079/06, do Deputado Stênio Rezende, solicitando que sejam submetido a deliberação do Plenário o Parecer nº. 071/06, oriundo da Comissão de Constituição e Justiça e Redação Final. Indicações nº. 491/06, da Deputada Telma Pinheiro, ao Presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Doutor Jorge Rachid, solicitando a implantação de intérprete de língua de sinais na propaganda eleitoral gratuita e 492/06, da mesma Deputada, ao Prefeito Municipal, Senhor Tadeu Palácio, solicitando que seja autorizado à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, na pessoa do Doutor Carlos Rogério Santos Araújo, a instalação de Sistema Neutralizador de Odores nos veículos coletores e compactadores de lixo no Município de São Luís. Para constar foi lavrado o presente Termo de Ata que lido e considerado aprovado será devidamente assinado. Plenário Deputado Gervásio Santos, do Palácio Manoel Bequimão, em São Luís, 11 de maio de Deputado Rubens Pereira - Presidente, em exercício. Décimo Quarto Termo de Ata da Quarta Sessão Legislativa da Décima Quinta Legislatura da Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, lavrado em dezessete de maio de dois mil e seis. Presidente, em exercício, Senhor Deputado Julião Amin. Às nove horas e trinta minutos presentes os Senhores Deputados: Domingos Dutra, Elígio Almeida, Julião Amin, Mauro Bezerra, Max Barros e Rubem Brito. Ausentes: Aderson Lago, Alberto Franco, Alberto Marques, Arnaldo Melo, Camilo Figueiredo, Carlos Alberto Milhomem, Carlos Braide, Carlos Filho, César Pires, Cristina Archer, Deusdedith Sampaio, Francisco Gomes, Geovane Castro, Graça Paz, Helena Barros Heluy, Hélio Soares, Janice Braide, Joaquim Nagib Haickel, Lourival Mendes, Luiz Pedro, Manoel Ceará, Manoel Ribeiro, Maura Jorge, Paulo Neto, Pavão Filho, Pedro Veloso, Reginaldo Nunes, Rigo Teles, Rubens Pereira, Soliney Silva, Stênio Rezende, Talvane Hortegal, Telma Pinheiro, Teresa Murad e Wilson Carvalho. O Presidente João Evangelista (Em missão oficial deste Poder). O Senhor Presidente, em exercício, Deputado Rubens Pereira anunciou que por falta de quorum regimental deixava de haver sessão. E nos termos do parágrafo 3º do art. 101 do Regimento Interno, despachou o seguinte expediente para à publicação: Proposta de Emenda a Constituição nº. 012/06, do Deputado Arnaldo Melo, que altera disposições da Constituição Estadual, tornando de execução obrigatória a programação constante da lei orçamentária anual. Projeto de Lei nº. 103/06, do Deputado Joaquim Nagib Haickel, que dispõe sobre a alteração do nome do Município de Central do Maranhão, criado pela a Lei nº , de 10 de novembro de 1994; 104/2006, do Deputado Elígio Almeida, considera de utilidade pública a Loja Maçonica Acacia Maranhense entidade civil com sede e foro nesta Capital. Emenda nº. 01/06 ao Projeto de Lei n. 087/06, da Deputada Cristina Archer, que acrescente-se ao art. 3º o seguinte parágrafo único: Parágrafo único Os recursos financeiros provenientes das multas aplicadas às empresas infratoras serão destinados ao Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente. Requerimentos nº. 084/06, do Deputado Carlos Braide, solicitando que seja discutido e votado em regime de urgência, em Sessão Extraordinária, o Projeto de Lei Complementar nº. 02/06, do Poder Executivo. 085/06, do Deputado Rigo Teles, solicitando que seja dispensado dos tramites regimentais para discussão e votação, em regime de urgência, em Sessão Extraordinária, o Projeto de Lei nº. 082/06, de sua autoria, que altera a redação do art. 2º da Lei nº , de 10 de novembro de 1994, que cria o Município de Fernando Falcão; 086/06, do Deputado Domingos Dutra, solicitando que sejam justificadas as faltas correspondentes aos dias 08, 09 e 10 do corrente mês, conforme atestado médico em anexo. Indicações nºs. 505 a 510/ 06, do Deputado Julião Amin, ao Secretário de Infra Estrutura, Doutor Ney Bello, solicitando a pavimentação asfáltica nas Ruas da Jaca, Rua do Limão, Rua da Ata, Rua do Abacate, Rua do Bacuri, Avenida da Lima, do Residencial Lima Verde, no Município de Paço do Lumiar; 511 a 513/06, da Deputada Telma Pinheiro, ao Gerente Geral da TELEMAR no Maranhão, Senhor Bernardino Temponi Campos, solicitando a implantação de telefone público, no Povoado de Jaqueira, do Município de São João Batista; no Povoado de Coroatá, do Município de Matinha; no Povoado de Lagoa Seca, do Município de Lago da Pedra; 514 a 517/06, do Deputado Stênio Rezende, ao Secretário de Estado de Segurança Pública, Doutor Raimundo Ferreira Marques e ao Senhor Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Antônio Pinheiro Filho, solicitando a instalação um Trailler Comunitário da Polícia Militar, no Bairros Residencial Pinheiro e Cantinho do Céu e um na Curva do Noventa, próximo ao Posto Esso no Vinhais; 518/06, da Deputada Helena Barros Heluy, ao Gerente Geral da TELEMAR, Senhor Bernardino Temponi Campos, solicitando a instalação de telefone público, na União de Moradores do Bairro do Cruzeiro do Anil UMBCA, na Avenida São Sebastião, 519/06, do Deputado Talvane Hortegal, ao Presidente da Câmara Federal, Deputado Aldo Rebelo,

13 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE bem como aos membros da Bancada Maranhense na Câmara Federal, solicitando urgência na apreciação do projeto de lei que regulamenta a profissão de agente comunitário de saúde, em tramitação naquela Casa Legislativa. Para constar foi lavrado o presente Termo de Ata que lido e considerado aprovado será devidamente assinado. Plenário Deputado Gervásio Santos, do Palácio Manoel Bequimão, em São Luís, 17 de maio de Deputado Julião Amin - Presidente, em exercício. SESSÃO SOLENE DO DIA 18 DE MAIO DE 2006 ÀS 10h30min RUBENS PEREIRA - Declaro aberta a Sessão Solene convocada para entrega do Titulo de Cidadão Maranhense ao doutor Antonio Leite Andrade, de Goiânia, capital do Estado de Goiás. Nomeio uma Comissão composta dos Deputados Manoel Ceará, Teresa Murad para conduzir até este Plenário as autoridades: Tenente Coronel José de Ribamar Pereira da Silva Filho, Comandante da Academia de Policia Militar. Neste ato representando o Coronel Antonio Pinheiro Filho. A Promotora de Justiça, Sirlei Castro Aires, da 18º Promotoria da Comarca de São Luis, neste ato representando o Ministério Público. O Deputado Federal Francisco Escórcio, o Senador João Alberto de Sousa. Nomeio uma Comissão composta pelos Deputados Arnaldo Melo, Manoel Ribeiro e Antonio Pereira, para conduzir até este Plenário o Vice- Governador, Dr. Jura Filho, e o nosso homenageado, Dr. Antonio Leite de Andrade. Convido o Deputado Arnaldo Melo para assumir a Presidência dos trabalhos, eu como autor do Projeto que concede o título de Cidadão irei usar a Tribuna. ARNALDO MELO Concedo a palavra ao Deputado Rubens Pereira como autor do Projeto de Resolução que concedeu o Título de Cidadão Maranhense ao Dr. Antônio Leite Andrade para fazer a saudação ao homenageado em nome deste Poder. O SENHOR DEPUTADO RUBENS PEREIRA - Excelentíssimo Senhor Presidente em exercício Deputado Arnaldo Melo. Excelentíssimo Senhor Vice-Governador do Estado, Jura Filho. Excelentíssimo Senhor Senador João Alberto de Sousa. Excelentíssimo Senhor Senador José Ribamar Fiquene. Excelentíssimo Senhor Deputado Federal Francisco Escórcio. Excelentíssima Senhora Desembargadora Federal do Trabalho, Drª. Ilca da Silva Araújo, neste ato representando a Presidente do TRT do Maranhão, Drª. Kátia Magalhães, Excelentíssima Senhora Promotora de Justiça Sirlei Castro Aires, da 18ª Promotoria Cível da Comarca de São Luís neste ato representando o Ministério Público e o Excelentíssimo Senhor Tenente Coronel José de Ribamar Pereira da Silva Filho, Comandante da Academia da Polícia Militar neste ato representando o Coronel Antonio Pinheiro Filho, Comandante Geral da Polícia Militar. Meu caro homenageado Dr. Antonio Leite, Senhores Deputados, Senhoras Deputadas, galeria, imprensa, convidados. Senhor Presidente, eu, ontem, tive um dia muito corrido e tirei alguns minutos para eu poder fazer este pronunciamento de homenagem ao Senador Antônio Leite e eu telefonei para um amigo meu, que foi para o Deputado Francisco Escórcio, eu lhe disse, Chiquinho, eu gostaria que você me orientasse em algumas palavras para que colocasse no meu pronunciamento em homenagem ao Antônio Leite e você, que é um profundo conhecedor, e tem uma amizade mais antiga com o Senador Antônio Leite do que eu, eu queria que você me desse algumas idéias do que eu devo dizer do Dr.º Antônio Leite e o Chiquinho resumiu com uma palavra só: seu Rubens, o Antônio Leite, a única coisa que se precisa dizer é que é o melhor amigo do Maranhão. Então, eu quero aqui dizer, Senador, que eu com essas palavras resumo todo o meu pronunciamento e dizer que, a partir de hoje, realmente, você como esse grande amigo que é do Maranhão está sendo reconhecido por esta Casa aqui que há muito tempo já deveria ter tido este reconhecimento público pelo que V. Exa. tem feito pelo Maranhão até hoje. Os Títulos de Cidadania por sua importância são outorgados a pessoas ilustres que têm serviços prestados a uma região ou a um Estado específico, independentemente se reside nesse solo ou fora de suas divisas, é, pois resultante de uma válida contribuição com seu justo merecimento, e aqui, Senador, eu quero para os que não o conhecem, eu quero fazer a leitura aqui da biografia, da vida deste homem que nós estamos homenageando neste momento. Antonio Leite de Andrade, nascido em 30 de abril de 1947, em Goiânia, Goiás, filho de Tarcílio Leite de Andrade e Margarida Felipe Leite, tem uma irmã Lívia, médica, doutora em Medicina, que mora em Goiânia, tem 4 filhos, Alexandra, que cursa Medicina, Ana Kely, é advogada, Andréa Carla que cursa Pedagogia e Ana Alexandrina, que iniciou os seus estudos e é ginasta de natação. Antonio Leite fez curso primário, no Instituto de São Francisco de Assis, e o curso ginasial, no Ateneu, e Dom Bosco, em Goiânia, em Brasília, fez o segundo grau, no Centro de Ensino Médio, Ave Branca, CEMAB, e no Centro Integrado de Ensino Médio CIEM - conseguiu êxito no vestibular para o curso de Medicina, na Universidade de Brasília UNB - onde se formou, em 1972, durante o curso de Medicina paralelamente dava aulas de matemática para o 1º e o 2º grau no colégio da Fundação Educação do Distrito Federal e em cursinhos preparatórios para o vestibular, nos finais de semana, quando não dava plantão na rede hospitalar do Distrito Federal, ministrava aulas particulares de matemática, física e biologia. Na UNB fez prova para obter o registro de como professor de matemática. Um dia após se formar em Medicina, foi para o Rio de Janeiro onde fez o curso de especialização em radiologia. Na Clínica Sorocaba onde funcionava e ainda funciona a Clínica Radiológica Doutor Emílio Amorim. Na área médica participou de inúmeros Congressos Nacionais e Internacionais na área de radiologia. Pertenceu ao quadro do Conselho Regional de Medicina do Maranhão e também do Conselho Federal de Medicina. No dia 23 de outubro de 1974, chegou em Imperatriz como médico radiologista, onde nesta cidade implantou o serviço de imagiologia. Assim como dois anos mais tarde o fez também em Araguaína-Tocantins. Atualmente, além do Centro de Diagnóstico em Imagem presta os mesmos serviços em alguns hospitais da cidade. Foi um dos pioneiros na criação e implantação da sede da Associação Médica de Imperatriz. Foi Presidente do Rotary Clube de Imperatriz e representante do Governador do Rotary, na Região Tocantina. Fez um condomínio na cidade de Imperatriz. Condomínio Parque da Lagoa. Hoje, considerada uma das melhores áreas para se morar, em agosto de 2001 inaugurou a faculdade de Imperatriz - FACIMP - que hoje conta com milhares de alunos em 12 cursos em funcionamento e com centenas de colaboradores. Em função da faculdade, funciona a Fazenda Escola Tarcílio Leite, o hospital Escola Governador João Alberto de Sousa, a TV Tocantins Canal 21 e o clube esportivo de lazer da faculdade, este anexo ao mesmo, pertence ao quadro do Conselho de corretores de imóveis do Maranhão. Na área política é suplente do Senador João Alberto e ele exerceu o mandato de Senador, durante 2 meses, no ano de 2005, E aqui, Senhores Deputados, eu quero dar aqui um testemunho. Eu, muitos dos senhores devem estar se perguntando. Mas, o Deputado Rubens, que é lá de Matões, lá às margens do rio Parnaíba, ele ser o autor de um Título de Cidadão para o Senador Antônio Leite, se é uma região tão distante, se o Deputado Rubens não conhece de perto os serviços prestados pelo Antônio Leite, mas aqui, Senador, eu quero dizer que eu aprendi a conhecer V.Exa., e admirar através de um amigo meu irmão, que é o Deputado Francisco Escórcio e eu nesta Casa, quando cheguei, em 1999, eu cheguei aqui conduzido por votos dos maranhenses, mas se não fosse o meu amigo irmão Chiquinho Escórcio ter pego no meu braço, lá em Matões, e me levado para o Maranhão, eu dificilmente teria chegado a esta Casa. Então, eu sabendo da união e da amizade, que tem entre V. Exa. e o Deputado Francisco Escórcio o tanto que o Chiquinho falava de V. Exa. para mim, eu não poderia deixar de ser o autor desta homenagem porque eu tenho que seu Chiquinho aqui estivesse como Deputado ele não deixaria nem um outro Deputado ser o autor desta

14 14 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006 comenda a V. Exa. então eu estou fazendo isso aqui no meu nome e em nome do meu Deputado Francisco Escórcio que eu faço questão de dizer publicamente hoje nós dois estamos em lados políticos opostos, mas eu ainda continuo dizendo para o Maranhão todo que o meu líder político é o Deputado Francisco Escórcio, porque se não fosse ele eu não estaria aqui nesta Casa, agora as conveniências políticas quiseram que hoje nós estivéssemos em lados opostos e em partidos diferentes, mas eu sempre soube conduzir a vida pública com as amizades pessoais, e sempre ser grato às pessoas que me ajudaram. Então, eu quero aqui esta homenagem, fazendo esta homenagem justa a V. Exª., mas também levando este reconhecimento a todo o meu Maranhão da admiração e do carinho que eu tenho pelo Senador Francisco Escórcio. Então, eram estas as minhas palavras, meu muito obrigado e que V. Exª., a partir de hoje sendo mais um maranhense reconhecido por esta Casa, V. Exª. tem uma missão de trabalhar dobrado pelo desenvolvimento do Maranhão. Muito obrigado. ARNALDO MELO - Convido o Deputado Rubens Pereira para assumir os trabalhos e fazer a justa entrega do Título ao ilustre maranhense, Dr. Antonio Leite. É com grande satisfação que esta Casa cumpre esta obrigação, Dr. Antonio Leite. O SENHOR PRESIDENTE DEPUTADO RUBENS PEREI- RA Concedo a palavra ao Dr. Antonio Leite Andrade, nosso homenageado neste dia. O SENHOR ANTONIO LEITE ANDRADE Excelentíssimo Senhor Deputado Rubens Pereira, Primeiro Vice-Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão; Excelentíssimo Senhor Jurandir Ferro do Lago Filho, Vice-Governador do Estado; Excelentíssimo Senhor Senador João Alberto; Excelentíssimo Senhor Senador, Ribamar Fiquene, ex-governador do Estado do Maranhão; Excelentíssimo Senhor, Francisco Escórcio, Deputado Federal; Excelentíssima Senhora Desembargadora Federal do Trabalho, Drª. Ilka Esdra Silva Araújo, neste ato representando a Presidente do TRT, Drª. Kátia Magalhães Arruda; Excelentíssima Senhora Promotora de Justiça, Sirlei Castro Aires, 18ª da Promotoria Cível da Comarca de São Luís, neste ato representando o Ministério Público; Excelentíssimo Senhor Tenente Coronel José de Ribamar Pereira da Silva Filho, Comandante da Academia da Polícia Militar, neste ato representando o Coronel Antonio Pinheiro Filho, Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão; Excelentíssimas Senhoras Deputadas e Excelentíssimos Senhores Deputados, Excelentíssimas autoridades presentes ou representadas, senhoras e senhores. Com grande emoção e felicidade recebi a comunicação oficial da aprovação pelo Plenário desta Assembléia Legislativa do Estado do Maranhão, do Título de Cidadão Maranhense, nesta oportunidade, a mim concedido. Agradeço esta homenagem, em primeiro lugar, a Deus, à minha família e a todos os Deputados e as Deputadas. Para mim que nasci goiano é um privilégio, uma grande honra receber esta homenagem neste Estado no qual estou há mais de 30 anos enraizado. Cheguei ao Maranhão, logo após me formar em Medicina pela Universidade de Brasília, a UNB, e fazer especialização no Rio de Janeiro na Clínica Sorocaba. Escolhi o município de Imperatriz onde na época fui o pioneiro na radiologia, mas no Sul do Maranhão não era apenas no campo da saúde, da Medicina, que as oportunidades se apresentavam ao profissional que quisesse ser um desbravador. Uma outra área também estava à espera de bandeirantes: a educação, especificamente o ensino superior privado, em que mais pelas circunstâncias do que pela busca tornei-me um dos primeiros a acreditar e a realizar o sonho daquela região, ter sua própria faculdade e neste ato acompanhado também pela filosofia do nosso mestre Senador Fiquene. Creio que a maioria, ou todos os Senhores e as Senhoras Parlamentares, sejam mães e pais. Agora imagine não mais se sentirem obrigados a afastarem-se dos seus filhos empurrando-os pela força da necessidade para terras distantes onde seus rapazes e moças deveriam prosseguir os estudos. Imaginem, senhoras e senhores, não apenas o custo financeiro da operação e da manutenção, mas o custo emocional do coração. Imaginem amanhecer e anoitecer sem a presença ali visível em sua casa dos seus entes queridos, é assim que eu também percebo a instituição de ensino superior que criamos, a FACIMP, Dr. Fiquene criou a FAMA, já temos outras faculdades também em Imperatriz, todas no intuito, todos desbravadores de evitar que nossos filhos saiam e que muito embora em outras plagas, que não retornem à cidade de origem. Agora para muitos cursos os estudantes não mais precisam viajar para fora e ir para terras distantes, os estudantes contam com essas faculdades e realmente a região Tocantina deu um avanço significativo nesta área. Já me sentia um cidadão maranhense há muito tempo, mesmo porque já havia sido agraciado com o Título de Cidadão Imperatrizense, mas a cidadania que agora recebo é especialmente importante para mim, porque sinto que ela me torna mais brasileiro, mais compatriota e mais irmão de todos que vivem nas maravilhosas terras maranhenses. Sempre tive o orgulho e o prazer de dizer que os meus filhos Alexandre, Ana Kely, Andréia e a caçulinha Ana Alexandrina, são maranhenses. Tenho certeza de que todos eles hoje se sentem felizes em saber que o pai recebeu o Título de Cidadão Maranhense. O que fiz, até agora, pelo Maranhão não foi mais do que cumprir algumas obrigações cívicas e de cidadania. Obrigações cujo o cumprimento também exigem e exigiam parcerias, apoios, a mão amiga, o conselho bemvindo. Agradeço ao Senador João Alberto de cujo mandato compartilhei por dois meses no exercício pleno das funções de Senador. Ali, naquela Casa de Leis, aproveitei todo o espaço possível, no Plenário, para apresentar projetos e me pronunciar a respeito daquilo que avaliei que fosse importante, muito importante para o Estado como um todo, sempre contando com o inestimável apoio do ex-senador e agora Deputado Federal, Chiquinho Escórcio. Pelos trabalhos apresentados e pelas intenções de realizações futuras, comprometo-me a honrar este Título de Cidadania sempre defendendo as causas do nosso querido Estado. Senhor Presidente, senhoras e senhores, compartilho com os meus familiares e amigos a satisfação deste momento e fico grato aos nobres Deputados e Deputadas, e aos meus queridos concidadãos maranhenses a deferência do Título de Cidadania que ora recebo e que muito me honra e me honrará para sempre. Ao amigo Deputado Rubens Pereira, autor da Proposição, minha gratidão pela generosidade para comigo. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Parlamentares, não posso medir o que fiz pelo Maranhão. Creio que mais tenho a fazer. Entretanto, posso sentir o quanto o Maranhão me faz. Faz-me bem. Faz-me melhor e me faz maior pela grandeza do Título que estou sendo agraciado. Minhas homenagens, sinceras homenagens aos homens e mulheres que dirigem o Maranhão em todas as circunstâncias, em todas as instâncias públicas e privadas, e agora a todos os cidadãos civis, militares e religiosos a quem ouso chamar de meus conterrâneos. Muito obrigado. RUBENS PEREIRA Esta Casa se orgulha em ter concedido esse Título de Cidadão a um homem tão ilustre, como o Dr. Antônio Leite. E aqui, Dr. Antônio Leite, V. Exª. leva o carinho de todos os Deputados e as Deputadas desta Casa, o dia da votação deste Título de Cidadão de V.Exª. todos os Deputados presentes votaram a favor. Então, nós ficamos muito felizes em estar fazendo esta entrega hoje. O Presidente desta Casa, Deputado João Evangelista, mandou pedir desculpas por não estar presente a esta solenidade, a esta Sessão, porque ele tinha compromisso assumido, anteriormente, fora de São Luís. Então, ele manda pedir desculpas, mas dizer que esta Casa, ela é sua, ela é do povo e hoje V. Exª., como maranhense, que é também, é um dos donos desta Casa. Então, nós queremos agradecer a presença de todas as autoridades que vieram aqui prestigiar o Dr. Antônio Leite, todos os convidados, todos os Deputados e a população em geral. RUBENS PEREIRA Nada mais havendo a tratar, declaro encerrada a presente Sessão.

15 TERÇA-FEIRA, 23 DE MAIO DE ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO PODER LEGISLATIVO EDITADO PELA SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Registro no cartório de títulos e documentos sob os números e Rua do Egito, n.º 144, Centro - Fone: FAX: (098) CEP.: São Luís - MA Site: - JOÃO EVANGELISTA Pre sid e nte JORGE VIEIRA Diretor de Comunicação NORMAS DE PUBLICAÇÃO Ao elaborar o seu texto para publicação no Diário da Assembléia, observe atentamente as instruções abaixo: A) edição dos textos enviados à Secretaria de Comunicação em disquete; B) medida da página em formato A4; C) editor de texto padrão: word for windows - versão 6.0 ou superior; D) tipo de fonte: Times New Roman; E) tamanho da letra: 10; F) entrelinhas automático; G) gravar no disquete sem compactar, sem vírus de computador; H) o disquete só deverá ser gerado após o ato oficial estar devidamente assinado; I) utilize tantos disquetes quanto seu texto exigir.

16 16 TERÇA -FEIRA, 23 DE MAIO DE 2006

Câmara Municipal de Carnaubal

Câmara Municipal de Carnaubal Câmara Municipal de Carnaubal ATA DA 2º ( SEGUNDDA) SESSÃO ORDINÁRIA DO 1º PRIMEIRO PERÍODO LEGISLATIVO ANO 2015 Ata da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Carnaubal CE; realizada no dia 24 ( VINTE

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA TERÇA-FEIRA, 10 DE AGOSTO DE 2004 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO Compromisso com omaranhão ANO XXXII Nº 079 SÃO LUÍS, TERÇA-FEIRA, 10 DE AGOSTO DE 2004 EDIÇÃO DE HOJE:

Leia mais

PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA TERÇA-FEIRA, 02 DE AGOSTO DE 2005 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO ANO XXXIII - Nº 081 - SÃO LUÍS, TERÇA-FEIRA, 02 DE AGOSTO DE 2005. EDIÇÃO DE HOJE: 32 PÁGINAS 62.ª

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE INFORMÁTICA NATAL, 08.07.2005 BOLETIM OFICIAL 2222 ANO XVI SEXTA-FEIRA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE INFORMÁTICA NATAL, 08.07.2005 BOLETIM OFICIAL 2222 ANO XVI SEXTA-FEIRA A MESA DIRETORA Deputado ROBINSON FARIA PRESIDENTE Deputada LARISSA ROSADO 1 VICE-PRESIDENTE Deputado RICARDO MOTTA 1 SECRETÁRIO Deputado ALEXANDRE CAVALCANTI 3 SECRETÁRIO Deputado VIVALDO COSTA 2 VICE-PRESIDENTE

Leia mais

LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013.

LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013. LEI Nº 982 DE 16 DE MAIO DE 2013. Dispõe sobre a criação, composição, competência e funcionamento do Conselho Municipal de Esporte e Lazer CMEL. O Povo do Município de Turvolândia Estado de Minas Gerais,

Leia mais

Câmara Municipal de Cubatão

Câmara Municipal de Cubatão 2 ATA DA 1ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DO 2º ANO LEGISLATIVO DA 16ª LEGISLATURA REALIZADA EM 27 DE MAIO DE 2014 PRESIDÊNCIA - Sr. César da Silva Nascimento. SECRETARIAS - Sr. Fábio Alves Moreira e Sr. Ricardo

Leia mais

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA.

Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Ata n. 25 da Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Medeiros Neto BA. Aos quatro (04) dias do Mês de Março (03) do ano de Dois Mil e Treze (2013), às 17:35 horas, com a presença de nove (09) vereadores,

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 1.099, DE 1º DE DEZEMBRO DE 1993 "Dispõe sobre a constituição do Conselho Estadual do Bem-Estar Social e a criação do Fundo Estadual a ele vinculado e dá outras providências." O GOVERNADOR DO ESTADO

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA LEGISLATIVA NATAL, 25.03.2008 BOLETIM OFICIAL 2423 ANO XIX TERÇA-FEIRA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA LEGISLATIVA NATAL, 25.03.2008 BOLETIM OFICIAL 2423 ANO XIX TERÇA-FEIRA A MESA DIRETORA Deputado ROBINSON FARIA PRESIDENTE Deputada MÁRCIA MAIA 1 VICE-PRESIDENTE Deputado RICARDO MOTTA 1 SECRETÁRIO Deputado LUIZ ALMIR 3 SECRETÁRIO Deputado EZEQUIEL FERREIRA 2 VICE-PRESIDENTE

Leia mais

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação PROPOSIÇÕES 2010 2011 Mensagens do Prefeito Municipal 084 79 Anteprojetos de Leis 056 26 Projetos de Leis (de autoria dos Senhores Vereadores) 098 70 Projetos de Leis Complementares 015 8 Projetos de Decretos

Leia mais

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 Povo do Município de Viçosa, por seus representantes legais, aprovou e eu, em seu nome, sanciono e promulgo a seguinte Lei: Das disposições Gerais Art.

Leia mais

I - Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final

I - Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA TERÇA-FEIRA, 03 DE AGOSTO DE 2004 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO Compromisso com omaranhão ANO XXXII Nº 075 SÃO LUÍS, TERÇA-FEIRA, 03 DE AGOSTO DE 2004 EDIÇÃO DE HOJE:

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE HORTOLÂNDIA

CÂMARA MUNICIPAL DE HORTOLÂNDIA NP:00009798 CÂMARA MUNICIPAL DE HORTOLÂNDIA INDICAÇÃO Nº 1931/2013 EXMO. SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE HORTOLÂNDIA Indica Minuta de Projeto de Lei que Dispõe sobre a Criação do Conselho Municipal

Leia mais

CAPÍTULO III DA REESTRUTURAÇÃO

CAPÍTULO III DA REESTRUTURAÇÃO LEI N 3934 DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO E REORGANIZAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICIPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim,

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014 1 ANO XLI - Nº 019 - SÃO LUÍS, QUARTA-FEIRA, 19 DE FEVEREIRO DE 2014. EDIÇÃO DE HOJE: 04 PÁGINAS 179º ANIVERSÁRIO DE INSTALAÇÃO

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO.

CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. Estado do Rio Grande do Norte Município de Mossoró CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDO DE MANUTENÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL E DE VALORIZÃO DO MAGISTÉRIO. REGIMENTO

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1512/2009 SÚMULA: Cria o Conselho Municipal da Educação. Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA QUARTA-FEIRA, 29 DE DEZEMBRO DE 2010 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO ANO XXXVII - Nº 178 - SÃO LUÍS, QUARTA-FEIRA, 29 DE DEZEMBRO DE 2010. EDIÇÃO DE HOJE: 08 PÁGINAS

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições,

O PREFEITO MUNICIPAL DO SALVADOR, CAPITAL DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, CONSELHOS COMUNITÁRIOS Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: CONSELHOS COMUNITÁRIOS ORGAO COLEGIADO GABINETE DO PREFEITO Tornar os cidadãos parte ativa no exercício do governo, mediante

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA QUARTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2006 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO ANO XXXIV - Nº 102 - SÃO LUÍS, QUARTA-FEIRA, 13 DE SETEMBRO DE 2006. EDIÇÃO DE HOJE: 24 PÁGINAS

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014 MENSAGEM

PROJETO DE LEI Nº 001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014 MENSAGEM PROJETO DE LEI Nº 001 DE 02 DE JANEIRO DE 2014 Exmo. Sr. Vereador Tayrone Arcanjo Guimarães DD. Presidente da Câmara Municipal de Rio Piracicaba Rio Piracicaba Minas Gerais MENSAGEM Senhor Presidente,

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES LEI N. 1.022, DE 21 DE JANEIRO DE 1992 "Institui o Sistema Estadual de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e o Conselho Estadual de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia e dá outras providências." O GOVERNADOR

Leia mais

2.037/GS/2013 - DA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE - Enviando a este Poder, resposta ao ofício nº 2.723/2013-DCO, o qual encaminhou pleito desta Casa.

2.037/GS/2013 - DA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE - Enviando a este Poder, resposta ao ofício nº 2.723/2013-DCO, o qual encaminhou pleito desta Casa. ESTADO DA PARAÍBA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA CASA DE EPITÁCIO PESSOA 17ª Legislatura 3ª Sessão Legislativa 64ª SESSÃO ORDINÁRIA E X P E D I E N T E (28.08.2013) MEMORANDO Nº: 51/2013 - DO GABINETE DA DEPUTADA

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 11.620 DE 14 DE MAIO DE 2001. (publicada no DOE nº 91, de 15 de maio de 2001) Institui o Programa de Garantia

Leia mais

O SR. PRESIDENTE (Gim Argello. PTB DF) Sobre a mesa, requerimento que passo a ler. É lido o seguinte:

O SR. PRESIDENTE (Gim Argello. PTB DF) Sobre a mesa, requerimento que passo a ler. É lido o seguinte: 30730 Sexta-feira 15 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Agosto de 2008 O SR. PRESIDENTE (Gim Argello. PTB DF) Sobre a mesa, requerimento que passo a ler. É lido o seguinte: REQUERIMENTO Nº 979, DE 2008 Requeiro,

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 545/2009.

LEI MUNICIPAL Nº 545/2009. LEI MUNICIPAL Nº 545/2009. EMENTA: INSTITUI O PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA, NA EMANCIPAÇÃO SUSTENTADA DAS FAMÍLIAS QUE VIVEM EM SITUAÇÃO DE EXTREMA POBREZA, CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DE ACOMPANHAMENTO DO PROGRAMA,

Leia mais

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA LEGISLATIVA NATAL, 17.09.2008 BOLETIM OFICIAL 2473 ANO XIX QUARTA-FEIRA

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA LEGISLATIVA NATAL, 17.09.2008 BOLETIM OFICIAL 2473 ANO XIX QUARTA-FEIRA A MESA DIRETORA Deputado ROBINSON FARIA PRESIDENTE Deputada MÁRCIA MAIA 1 VICE-PRESIDENTE 1 SECRETÁRIO Deputado LUIZ ALMIR 3 SECRETÁRIO Deputado EZEQUIEL FERREIRA 2 VICE-PRESIDENTE Deputado RAIMUNDO FERNANDES

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO - SMED

CONSELHO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO - SMED CONSELHO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: CONSELHO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER ÓRGÃO COLEGIADO SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO - SMED Formular políticas

Leia mais

Processo Legislativo

Processo Legislativo Processo Legislativo Os Projetos de Lei Ordinária e de Lei Complementar são proposições que visam regular toda a matéria legislativa de competência da Câmara e devem ser submetidos à sanção do prefeito

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE GOIATUBA, Estado de Goiás, APROVA e eu, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO a seguinte lei

A CÂMARA MUNICIPAL DE GOIATUBA, Estado de Goiás, APROVA e eu, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO a seguinte lei PROJETO DE LEI N 0 1.971/06, de 21 de novembro de 2006. Cria cargos que especifica, fixa quantitativos, atribuições, vencimentos e regime jurídico, adequando-a a Emenda Constitucional Federal nº 51/06

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO

CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO ATA DA VIGÉSIMA SÉTIMA SESSÃO ORDINÁRIA DO SEGUNDO PERÍODO DA DÉCIMA OITAVA LEGISLATURA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FARIAS BRITO, CEARÁ. Aos 04 (quatro) dias do mês de setembro de 2013 (dois mil e treze), às

Leia mais

LEI Nº 2198/2001. A Prefeita Municipal de Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais;

LEI Nº 2198/2001. A Prefeita Municipal de Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições legais; LEI Nº 2198/2001 INSTITUI O PROGRAMA DE INCENTIVO AO DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO NA PREFEITURA MUNICIPAL DE IBIRAÇU PDV A Prefeita Municipal de Ibiraçu, Estado do Espírito Santo, no uso de suas atribuições

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 09/2010 Aprova o Regimento Interno da Comissão Interna de Supervisão da Carreira dos Cargos

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123 1234567890123456789012345678901212345678901234567890123456789012123

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA

DIÁRIO DA ASSEMBLEIA ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA SEXTA-FEIRA, 29 DE MAIO DE 2015 1 ANO XLII - Nº 083 - SÃO LUÍS, SEXTA-FEIRA, 29 DE MAIO DE 2015. EDIÇÃO DE HOJE: 04 PÁGINAS 180º ANIVERSÁRIO DE INSTALAÇÃO DA ASSEMBLEIA

Leia mais

LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014.

LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014. LEI Nº 2.699, DE 8 DE SETEMBRO DE 2014. Dispõe sobre adequação da Lei nº 1.253, de 12 de abril de 1996 que instituiu o Conselho de Alimentação Escolar do Município de Ananindeua, e dá outras providências.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA RESOLUÇÃO COEMA N 116, DE 03 DE JULHO DE 2014. Dispõe sobre as atividades de impacto ambiental

Leia mais

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO

LEI Nº 2.998/2007 CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO LEI Nº 2.998/2007 REGULAMENTA O CONSELHO MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO URBANO - COPLAN, CRIADO NO ARTIGO 2º, DA LEI COMPLEMENTAR N.º 037/2006, DE 15 DE DEZEMBRO, QUE DISPOE SOBRE NORMAS DE

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, CONSTITUIÇÃO E COMPOSIÇÃO DO CONSELHO

CAPÍTULO I DA NATUREZA, FINALIDADE, CONSTITUIÇÃO E COMPOSIÇÃO DO CONSELHO LEI Nº 3890 REGULAMENTA A PARTICIPAÇÃO POPULAR NAS AÇÕES SOCIAIS DE PROTEÇÃO, DEFESA E ATENDIMENTO DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE, NOS TERMOS DO INCISO II DO ARTIGO 88 DA LEI FEDERAL Nº 8.069,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE POUSO REDONDO CNPJ 83.102.681/0001-26 Rua Antonio Carlos Thiesen, 74 89.172-000 Pouso Redondo Santa Catarina

PREFEITURA MUNICIPAL DE POUSO REDONDO CNPJ 83.102.681/0001-26 Rua Antonio Carlos Thiesen, 74 89.172-000 Pouso Redondo Santa Catarina PREFEITURA MUNICIPAL DE POUSO REDONDO CNPJ 83.102.681/0001-26 Rua Antonio Carlos Thiesen, 74 89.172-000 Pouso Redondo Santa Catarina LEI N. 1925/06 de 25.07.2006. Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 11.914, DE 20 DE MAIO DE 2003. (publicada no DOE nº 096, de 21 de maio de 2003) Cria o Conselho de Segurança

Leia mais

A VERDADE SOBRE AS FUNERÁRIAS NO MUNICÍPIO DO RJ:

A VERDADE SOBRE AS FUNERÁRIAS NO MUNICÍPIO DO RJ: A VERDADE SOBRE AS FUNERÁRIAS NO MUNICÍPIO DO RJ: Quando Sérgio Arouca assumiu a Secretaria Municipal de Saúde do RJ, publicou um decreto colocando o sistema funerário para controle dos assistentes sociais.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 13 Discurso na solenidade de abertura

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Pesquisa de Opinião Pública Nacional Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Julho de 2008 Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Eleições e Política Corrupção eleitoral

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE INDAIATUBA

CÂMARA MUNICIPAL DE INDAIATUBA 4 11N1 CÂMARA MUNICIPAL DE INDAIATUBA www.camaraindaiatuba.sp.gov.br PROJETO DE LEI N /2012 "Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais CMPDA, e dá outras providências."

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

PAUTA DA 42ª SESSÃO ORDINÁRIA Terça-feira, 07 de julho de 2015. L E I T U R A

PAUTA DA 42ª SESSÃO ORDINÁRIA Terça-feira, 07 de julho de 2015. L E I T U R A 1 CORRESPONDÊNCIAS: PAUTA DA 42ª SESSÃO ORDINÁRIA Terça-feira, 07 de julho de 2015. L E I T U R A Of. S/N Sindicato dos Empregados no Comércio e Serviços de Sobral - 07/07/2015 Assunto: Expressa agradecimentos

Leia mais

Estado do Rio de Janeiro MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS Fundação de Turismo de Angra dos Reis Conselho Municipal de Turismo

Estado do Rio de Janeiro MUNICÍPIO DE ANGRA DOS REIS Fundação de Turismo de Angra dos Reis Conselho Municipal de Turismo REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE TURISMO Capítulo 1 Da Natureza e das Competências Art. 1. O CMT, órgão consultivo e deliberativo, instituído pela Lei nº 433/L.O., de 14 de junho de 1995, alterada

Leia mais

PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA TERÇA-FEIRA, 07 DE DEZEMBRO DE 2004 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO Compromisso com o Maranhão ANO XXXII Nº 138, SÃO LUÍS, TERÇA-FEIRA, 07 DE DEZEMBRO DE 2004. EDIÇÃO

Leia mais

Apesar da Lei que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, datar de janeiro de 2012, até agora, passados dois anos

Apesar da Lei que institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, datar de janeiro de 2012, até agora, passados dois anos O presente projeto de Lei que autoriza a implantação do Corredor Capão Redondo / Campo Limpo / Vila Sonia é apresentado de maneira descolada do Projeto de Lei 0017/2014, ora em 2ª votação, e que autoriza

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE CANOAS Mensagem nº 3, de 2013. Canoas, 25 de janeiro de 2013. A Sua Excelência o Senhor Vereador Juares Carlos Hoy Presidente da Câmara Municipal de Canoas Canoas RS Senhor Presidente, Na forma da legislação

Leia mais

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura)

INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA INDICAÇÃO N O, DE 2011 (Da Comissão de Educação e Cultura) Sugere ao Ministério da Educação a criação da Universidade Federal do Litoral Paulista, com sede na cidade de Santos,

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS LEI Nº 14.830, de 11 de agosto de 2009 Dispõe sobre a criação do Conselho Estadual do Artesanato e da Economia Solidária - CEAES, e adota outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA,

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA QUARTA-FEIRA, 12 DE MAIO DE 2004 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO Compromisso com o Maranhão ANO XXXII Nº 048 SÃO LUÍS, QUARTA-FEIRA, 12 DE MAIO DE 2004 EDIÇÃO DE HOJE:

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 030/2013.

PROJETO DE LEI N.º 030/2013. PROJETO DE LEI N.º 030/2013. Institui o Programa Menor Aprendiz no âmbito do Município de Bela Vista de Minas e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Bela Vista de Minas, Estado de Minas Gerais,

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos)

PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos) *C0051224A* C0051224A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos) Altera o Parágrafo único do art. 66 da Lei nº 6.815, de 19 de agosto de 1980. DESPACHO: ÀS COMISSÕES

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 16 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 26/05/2014. Aos vinte e seis dias do mês de maio do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001

RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 RESOLUÇÃO CNRM/004/2001 A PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA (CNRM), no uso de sua atribuições previstas no art. 5.º do Decreto n.º 80.281, de 05 de setembro de 1977, e considerando o

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS. Capítulo I Da denominação e sede

REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS. Capítulo I Da denominação e sede REGIMENTO INTERNO DA ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO HOSPITAL MATERNO INFANTIL PRESIDENTE VARGAS Capítulo I Da denominação e sede Art. 1º A Associação dos Amigos do Hospital Materno-Infantil Presidente Vargas,

Leia mais

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município Estrutura Administrativa e Principais 01. Câmara Municipal - Lei Orgânica do Município de Teresina, de 05 de abril de 1991. - Votar o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, bem como autorizar abertura de

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 248/2009

RESOLUÇÃO Nº 248/2009 RESOLUÇÃO Nº 248/2009 PROCESSO Nº 07588/2009-000-07-00-0 TIPO: Processo Administrativo PARTE 1: PROPOSIÇÃO DO PRESIDENTE DO TRT 7ª REGIÃO PARTE 2: TRIBUNAL PLENO Vistos, relatados e discutidos os presentes

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI N. 153, DE 1º DE DEZEMBRO DE 1967 Cria a Sociedade Beneficente da Assembléia Legislativa do Estado do Acre. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE FAÇO SABER que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a

Leia mais

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência

Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência Defensoria Pública do Estado de São Paulo Núcleo Especializado dos Direitos do Idoso e da pessoa com Deficiência O que é a Defensoria Pública? A Defensoria Pública do Estado é uma Instituição permanente

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS LEI N o 1.633 DE 14 DE JANEIRO DE 2013. DEFINE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE CAIAPÔNIA E DETERMINA OUTRAS PROVIDÊNCIAS A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO

Leia mais

Lei Complementar Estadual do Maranhão nº 89, de 17 de novembro de 2005. Cria a Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense, e dá outras providências.

Lei Complementar Estadual do Maranhão nº 89, de 17 de novembro de 2005. Cria a Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense, e dá outras providências. Lei Complementar Estadual do Maranhão nº 89, de 17 de novembro de 2005 Cria a Região Metropolitana do Sudoeste Maranhense, e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO MARANHÃO, Faço saber a todos

Leia mais

O SENADO FEDERAL resolve:

O SENADO FEDERAL resolve: PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 27, DE 2015 Altera o inciso II do caput do art. 383 do Regimento Interno do Senado Federal para disciplinar, no âmbito das comissões, a arguição pública dos indicados

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA Projeto de Lei nº 195 de 11 de dezembro de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Dispõe sobre a concessão de

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

Do Colegiado de Curso. Da Constituição do Colegiado

Do Colegiado de Curso. Da Constituição do Colegiado REGULAMENTO INTERNO DO COLEGIADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS - UNITINS Do Colegiado de Curso Art. 1º. O Colegiado de Curso é a instância básica dos cursos de graduação, responsável

Leia mais

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA

DIÁRIO DA ASSEMBLÉIA TERÇA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2004 1 ESTADO DO MARANHÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA PALÁCIO MANOEL BEQUIMÃO Compromisso com o Maranhão ANO XXXII Nº 036 SÃO LUÍS, TERÇA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2004 EDIÇÃO DE HOJE:

Leia mais

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009.

LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. LEI Nº 310/2009, DE 15 DE JUNHO DE 2009. DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE SAÚDE, CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL, DA DIVISÃO DE MEIO-AMBIENTE E

Leia mais

MENSAGEM 055/2015. Senhor Presidente, Senhores Vereadores,

MENSAGEM 055/2015. Senhor Presidente, Senhores Vereadores, MENSAGEM 055/2015 Senhor Presidente, Senhores Vereadores, É com elevada honra que submeto à apreciação de Vossas Excelências e à superior deliberação do Plenário dessa Augusta Casa Legislativa, o Projeto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CARAPICUIBA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO URBANO E HABITAÇÃO Conforme aprovado em reunião do Conselho Municipal de Habitação, realizada aos 29 de maio de 2012; REGIMENTO

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1.º - O Conselho Fiscal do Fundo de Aposentadoria e Pensão do Servidor- FAPS, criado

Leia mais

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA De: Gabinete do Vereador Jimmy Pereira Para: Ação Jovem Brasil Resposta à solicitação de Informações para a formação do Índice de Transparência da Câmara do Rio TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

Data Horário Início Sessão/Reunião Página

Data Horário Início Sessão/Reunião Página 10 12 2013 19h06min 34ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA 1 TERCEIRA SECRETARIA DIRETORIA LEGISLATIVA SETOR DE TRAMITAÇÃO, ATA E SÚMULA 3ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 6ª LEGISLATURA ATA CIRCUNSTANCIADA DA 34ª (TRIGÉSIMA

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, D E C R E T A CAPÍTULO I - DA JORNADA DE TRABALHO

O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições, D E C R E T A CAPÍTULO I - DA JORNADA DE TRABALHO DECRETO Nº 04 DE 18 DE MARÇO DE 1991 Dispõe sobre a jornada de trabalho e registro de freqüência dos servidores públicos estaduais e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no uso de suas

Leia mais

e) Liberdade assistida; f) Semiliberdade; g) Internação, fazendo cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente.

e) Liberdade assistida; f) Semiliberdade; g) Internação, fazendo cumprir o Estatuto da Criança e do Adolescente. REGIMENTO INTERNO DO COMDICA Título I DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Capítulo I - DA NATUREZA Art.1º - O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente COMDICA,

Leia mais

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL

COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DE DEFESA NACIONAL PROJETO DE LEI N o 5.542, DE 2013 Torna obrigatória a aquisição de seguro saúde pelos estrangeiros que ingressarem no País, nas condições que especifica.

Leia mais

Art. 3º Para concretização do disposto nesta Lei fica o Poder Executivo autorizado a suplementar a seguinte dotação orçamentária:

Art. 3º Para concretização do disposto nesta Lei fica o Poder Executivo autorizado a suplementar a seguinte dotação orçamentária: PROJETO DE LEI Nº 124/2014, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2014. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO À ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DO BAIRRO SÃO CRISTÓVÃO, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FIRMAR CONVÊNIO E

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTES E DA JUVENTUDE SUBSECRETARIA DA JUVENTUDE

SECRETARIA DE ESTADO DE ESPORTES E DA JUVENTUDE SUBSECRETARIA DA JUVENTUDE Sugestão de projeto de lei para um CMJ Autor: Poder Executivo Cria o Conselho Municipal da Juventude CMJ e dá outras providências. O povo do Município de, por seus representantes, decreta e eu sanciono

Leia mais

ESTADO DO MARANHAO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ GABINETE DO PREFEITO CAPÍTULO I DA FINALIDADE

ESTADO DO MARANHAO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ GABINETE DO PREFEITO CAPÍTULO I DA FINALIDADE ESTADO DO MARANHAO PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTO ALEGRE DO PINDARÉ GABINETE DO PREFEITO LEI DE N 142/2013 de 18 de abril de 2013. DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

Leia mais

COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 637, DE 2011 I - RELATÓRIO

COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO. PROJETO DE LEI N o 637, DE 2011 I - RELATÓRIO COMISSÃO DE FINANÇAS E TRIBUTAÇÃO PROJETO DE LEI N o 637, DE 2011 Altera a Lei nº 6.830, de 22 de setembro de 1980, para incluir o segurogarantia dentre os instrumentos de garantia nas ações de execução

Leia mais

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial, de 07/07/2011

Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial, de 07/07/2011 Este texto não substitui o original publicado no Diário Oficial, de 07/07/2011 LEI Nº 810 DE 6 DE JULHO DE 2011. Dispõe sobre a reorganização dos Conselhos Escolares do Sistema Estadual de Ensino e dá

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-0378/2009 dos Vereadores Claudio Fonseca (PPS) e Jose Police Neto (PSD) Consolida a legislação municipal sobre alimentação escolar,

PROJETO DE LEI 01-0378/2009 dos Vereadores Claudio Fonseca (PPS) e Jose Police Neto (PSD) Consolida a legislação municipal sobre alimentação escolar, PROJETO DE LEI 01-0378/2009 dos Vereadores Claudio Fonseca (PPS) e Jose Police Neto (PSD) Consolida a legislação municipal sobre alimentação escolar, no Município de São Paulo, como um direito constitucional

Leia mais

Câmara Municipal da Estância Turística de Holambra

Câmara Municipal da Estância Turística de Holambra Tel.: (19) 3802-162 CNPJ 67.172.312/0001-3 Telefax: (19) 3802-1487 ATA DOS TRABALHOS DA a SESSÃO ORDINÁRIA, 1 BIÉNIO DA 6a LEGISLATURA DA CÂMARA MUNICIPAL DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE HOLAMBRA, REALIZADA,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO CONSELHO, ATRIBUIÇÕES E SUA COMPOSIÇÃO Art. 1.º- O Conselho Municipal de Educação de Carlos Barbosa, criado pela Lei Municipal nº1.176 de

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre a transformação da Universidade Virtual do Estado de Roraima UNIVIRR, para a categoria de Fundação Pública e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

1 Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães ESTADO DA BAHIA

1 Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães ESTADO DA BAHIA A 1 CNPJ 04.214.41910001-05 DECRETO N 3.091, DE 05 DE JANEIRO DE 2014. "Dispõe sobre a estrutura organizacional da Procuradoria Geral do Município ". O PREFEITO MUNICIPAL DE LUIS EDUARDO MAGALHÃES,, no

Leia mais

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008

DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 DECRET0 Nº 2.250, DE 30 DE MAIO DE 2008 Publicado no Jornal Correio Paranaense Em, 04.06.2008 Dispõe sobre a Estrutura Regimental da Secretaria Municipal de Governo. O Prefeito Municipal de São José dos

Leia mais