NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 003

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 003"

Transcrição

1 NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 00 MONTAGEM DE BANCO DE CAPACITORES SEM CONTROLE AUTOMÁTICO DIRETORIA DE ENGENHARIA CORPORATIVA

2 1. OBJETIVO Estabelecer a padronização da montagem de bancos de capacitores fixos nas redes de distribuição 2. CAMPO DE APLICAÇÃO Esta NTD aplica-se à instalação de banco de capacitores nas redes de distribuição trifásicas, urbanas e rurais, na tensão nominal de 1,8 kv, dentro da área de concessão das empresas distribuidoras do Grupo Rede.. RESPONSABILIDADE QUANTO AO CUMPRIMENTO Cabe às áreas responsáveis pelo projeto, construção, operação, manutenção e fiscalização de redes de distribuição da concessionária, zelar pelo cumprimento das prescrições contidas nesta norma. 4. INSTRUÇÕES 4.1. Conexão -Os capacitores deverão ser conectados em estrela não aterrada Potências -As potências nominais padronizadas dos bancos de capacitores são as seguintes: 150 kvar formado por unidades de 50 kvar; 00 kvar formado por unidades de 100 kvar; 600 kvar formado por 6 unidades de 100 kvar; 900 kvar formado por 9 unidades de 100 kvar; 4.. Proteção contra sobretensões Os pára-raios deverão ser instalados quando a menos de cem metros do local do banco de capacitores, não houver outros pára-raios já instalados na rede (em outros equipamentos ou entrada de ramais de AT subterrâneos) 4.4. Proteção contra sobrecorrentes - A proteção contra sobrecorrentes deverá ser feita por intermédio de chaves-fusíveis, com elos fusíveis dimensionados conforme tabela abaixo: Banco de capacitores Elo - fusível Potência - kvar Corr. Nom. (A) Tipo K K K K 4.5. Aterramento -As caixas dos capacitores devem ser aterradas e a prumada da malha de terra deve ser interligada ao neutro da rede secundária, quando esta for disponível no local (ver figura ilustrativa); 5. MONTAGEM A seguir estão mostrados os desenhos e detalhes relativos à montagem do banco de capacitores. EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 2/8

3 - ESTRUTURAS - MONTAGEM E AFASTAMENTOS PADRONIZADOS Neutro da rede de BT Neutro da rede de BT EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 /8

4 - ESTRUTURAS - MONTAGEM E AFASTAMENTOS PADRONIZADOS ARRANJO BANCO DE 900 kvar ARRANJO BANCO DE 600 kvar ARRANJO BANCO DE 00 OU 150 kvar EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 4/8

5 INSTALAÇÃO E CONEXÃO DOS PÁRA-RAIOS 26 EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 5/8

6 - DIAGRAMA DE CONEXÕES E ATERRAMENTO REDE DE AT Pára-raios Capacitor Neutro da rede de BT Prumada do aterramento OBSERVAÇÕES 1 - ; 2 - O desenho da malha de terra acima, é apenas ilustrativo. A quantidadede hastes, a configuração e a profundidade do aterramento deverão ser definidos através de projeto específico, de forma a se obter o valor da resistência de terra padronizada (20 Ohms em tempo seco e 10 Ohms em tempo úmido); - Se no local de instalação do religador houver rede de BT passante, conectar a prumada de descida dos pára-raios ao neutro. Nesse caso, o aterramento poderá ser feito com 6(seis) hastes. 24 EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 6/8

7 6. RELAÇÃO DE MATERIAL ITEM CÓDIGO REDE RELAÇÃO DE MATERIAL MONTAGEM DO BANCO DE CAPACITORES DESCRIÇÃO POSTE DT COM PÁRA- RAIOS SEM PÁRA- RAIOS POSTE CIRCULAR COM PÁRA- RAIOS SEM PÁRA- RAIOS 1 Tabela 1 CONECTOR ESTRIBO NORMAL GRAMPO, LINHA VIVA, BIMET, TRONCO 6 AWG A 250 MCM, DERIV 6 A 2/0 AWG 841 CABO, PROTEGIDO, ALUMINIO, 5 MM2, 8.7/15 KV 10,50 10,50 10,50 10, CHAVE, FUSIVEL, MONOPOLAR, C, DISTRIBUICAO,15 KV,00 A,100 A, 10 KA, 95 KV 5 Tabela 2 ELO FUSÍVEL CRUZETA, CONCRETO, RETANGULAR, 90 X 90 X MM, 250 DAN, 18 MM MAO FRANCESA, PLANA, 2 MM (LARGURA) X 620 MM (COMPRIMENTO), 5 MM Novo SUPORTE PARA BANCO DE CAPACITORES CAPACITOR, POTENCIA, MONOFASICO,15 KV, V, 50 KVAR, 60 HZ, NBI 110 KV ou 0 ou 0 ou 0 ou CAPACITOR, POTENCIA, MONOFASICO,15 KV,7.960 V, 100 KVAR, 60 0 ou, 6 0 ou, 6 0 ou, 6 0 ou, 6 HZ, NBI 110KV ou 9 ou 9 ou 9 ou CABO, COBRE, COBERTO, XLPE, 16 MM2, 15 KV, ISOLACAO NA COR CINZA 2,5 0 2, PARA-RAIOS, DISTR, POLIMERICO, ZNO S/ CENTELHADOR, 12 KV, 10 KA, EM CORPO POLIMERICO EM BORRACHA DE SILECONE PROTETOR, ISOLANTE PARA BUCHA DE 15 KV CABO, ISOLADO, COBRE, SINGELO, BITOLA 10 MM2, PRETO, 0,6/1 KV 6,5 4,5 6,5 4, PARAFUSO, CABECA QUADRADA, M16 X 2, 00 MM, COM PORCA PARAFUSO, CABECA QUADRADA, M16X2, COMP 125 MM, C/ PORCA, ZINC A QUENTE PARAFUSO, CABECA QUADRADA, M16 X 2, 200 MM, COM PORCA PARAFUSO, ROSCA DUPLA, M16 X 2, 600 MM, COM: 4 PORCAS ARRUELA, QUADRADA, 8 X MM, FURO: 18 MM CONECTOR, CUNHA RAMAL, COBRE ESTANHADO, MULTIPLO (III,IV,V), TRONCO 2.54 A 6.55 MM2, DERIV A 4.65 MM2, SERIE AMARELO/VERMELHO/AZUL CONECTOR, CUNHA RAMAL, LIGA DE COBRE ESTANHADO, TIPO II, TRONCO.17 A 8.12 MM2, DERIVACAO.17 A 5.21 MM2, SERIE VERDE CORDOALHA, ACO, ZINCADO, DIAM 6,4 MM, FORM 7 FIOS, CATEG MR CONECTOR TIPO CUNHA PARA ATERRAMENTO HASTE, ATERRAMENTO, SIMPLES, MM, MM, 254 MICRONS Tabela CARTUCHO, METÁLICO ARAME, LISO, FG, NR 14 BWG 4,5 4,5 4,5 4, SELA, CRUZETA, 110 MM PARAFUSO, CABECA ABAULADA, M16 X 2, 50 MM, COM: PORCA PARAFUSO, CABECA ABAULADA, M16 X 2, 150 MM, COM: PORCA CINTA, PARA POSTE, CIRCULAR, 190 MM CINTA, PARA POSTE, CIRCULAR, 200 MM CINTA, PARA POSTE, CIRCULAR, 210 MM CINTA, PARA POSTE, CIRCULAR, 220 MM Tabela 1: aplicação de conector estribo normal REDE AT CÓDIGO REDE DESCRIÇÃO 2 CAA 5 mm CONECTOR, ESTRIBO NORMAL, BITOLA 4 E 2 AWG, ESTRIBO 2 AWG, SERIE VERMELHA 50 mm2 1/0 CAA 95 mm CONECTOR, ESTRIBO NORMAL, BITOLA 1/0 E 2/0 AWG, ESTRIBO 2 AWG, SERIE AZUL 4/0 CAA 150 mm CONECTOR, ESTRIBO NORMAL, BITOLA /0 E 4/0 AWG, ESTRIBO 2 AWG, SERIE AZUL 185 mm2 6,4 MCM CA 1149 CONECTOR, ESTRIBO NORMAL, BITOLA 6.4 MCM, ESTRIBO 1/0 AWG, SERIE AMARELA EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 7/8

8 Tabela 2: aplicação de elo fusível BANCO CÓDIGO (KVAR) REDE DESCRIÇÃO ELO, FUSIVEL, DISTRIBUICAO, BOTAO, 6 A, TIPO K, COMPRIMENTO 500 MM, BOTAO 12.5 MM ELO, FUSIVEL, DISTRIBUICAO, BOTAO, 15 A, TIPO K, COMPRIMENTO 500 MM, BOTAO 12.5 MM ELO, FUSIVEL, DISTRIBUICAO, BOTAO, 25 A, TIPO K, COMPRIMENTO 500 MM, BOTAO 12.5 MM ELO, FUSIVEL, DISTRIBUICAO, BOTAO, 40 A, TIPO K, COMPRIMENTO 500 MM, BOTAO 12.5 MM Tabela : aplicação de cartucho metálico REDE AT CÓDIGO REDE DESCRIÇÃO 2 CAA 5 mm CARTUCHO, APLICACAO CONECTOR CUNHA, METALICO, TIPO VERMELHO 50 mm2 1/0 CAA 95 mm2 4/0 CAA CARTUCHO, APLICACAO CONECTOR CUNHA, METALICO, TIPO AZUL 150 mm2 185 mm2 6,4 MCM CA CARTUCHO, APLICACAO CONECTOR CUNHA, METALICO, TIPO AMARELO 7. ELABORAÇÃO Equipe de Trabalho Engenharia Corporativa Grupo de Especificação e Padronização da Distribuição - GEPD Luiz Fernando Ferreira Vianna REDE Raul Szczypior / Esmeraldo Ribeiro Neto CEMAT Dário Parente CELPA Claudinei Crepaldi CELTINS Roberto Oishi Jesus REDE SUL-SUDESTE 8. APROVAÇÃO Clécio José Ramalho Diretor de Engenharia Diretoria Corporativa José Eduardo Constanzo Vice-presidente de Engenharia Diretoria Corporativa EMISSÃO: Dezembro/08 REVISÃO: 00 8/8

NORMA TÉCNICA DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA - DPE

NORMA TÉCNICA DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA - DPE NORMA TÉCNICA DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA - DPE 1- OBJETIVO Padronizar a estrutura de montagem da chave tripolar sob carga SF6 15 kv do fabricante Arteche. 2- APLICAÇÃO DO TIPOS DE MONTAGEM

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 002

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 002 NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 002 INSTALAÇÃO DE RELIGADOR AUTOMÁTICO NOVA COOPER POWER SYSTEMS DIRETORIA DE ENGENHARIA CORPORATIVA 1. OBJETIVO Padronizar a estrutura de montagem do religador automático

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 004

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 004 NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 004 INSTALAÇÃO DE RELIGADOR AUTOMÁTICO VIPER S SHANGHAI G & W ELECTRIC DIRETORIA DE ENGENHARIA CORPORATIVA 1. OBJETIVO Padronizar a estrutura de montagem do religador

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 006

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 006 NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 006 INSTALAÇÃO DE RELIGADOR AUTOMÁTICO TIPO ESV da COOPER POWER DIRETORIA DE ENGENHARIA CORPORATIVA 1. OBJETIVO Padronizar as estruturas de montagem do religador automático

Leia mais

AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS

AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS 1000 (máximo) 1750 450 500 600 VISTA LATERAL 1800 12000 100 1000 150 7300 VISTA FRONTAL VISTA SUPERIOR (1) Sem escala. (2) Medidas em milímetros. (3) Deverá atender os

Leia mais

ÍNDICE NTD-15 MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL TRIFÁSICA E MONOFÁSICA 13,8 E 34,5 KV

ÍNDICE NTD-15 MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL TRIFÁSICA E MONOFÁSICA 13,8 E 34,5 KV ÍNDICE APRESENTAÇÃO....2 1-OBJETIVO...3 2-AMPLITUDE... 3 3-RESPONSABILIDADE QUANTO AO CUMPRIMENTO...3 4-INSTRUÇÕES GERAIS...3 5-CONDUTORES...4 6-PROCEDIMENTOS...5 6.1- Afastamentos padronizados...5 6.2-Engastamento

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE CONVENCIONAL EQUIPAMENTOS. Sumário

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE CONVENCIONAL EQUIPAMENTOS. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Banco Regulador de Tensão 6.1. Em Plataforma 6.1.1. Vista Lateral 6.1.2. Vista Frontal

Leia mais

MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA TRIFÁSICA 13,8 E 34,5 KV NTD-016

MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA TRIFÁSICA 13,8 E 34,5 KV NTD-016 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 2 1-OBJETIVO...3 2-AMPLITUDE...3 3-RESPONSABILIDADE QUANTO AO CUMPRIMENTO...3 4-INSTRUÇÕES GERAIS...3 5-PROCEDIMENTOS...5 5.1-Afastamentos padronizados na estrutura...5 5.2-Afastamentos

Leia mais

NORMA TÉCNICA NTE INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE TENSÃO MONOFÁSICOS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DPE

NORMA TÉCNICA NTE INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE TENSÃO MONOFÁSICOS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DPE NORMA TÉNIA NTE - 034 INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE TENSÃO MONOÁSIOS DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO E ENGENHARIA DPE SISTEMA DE DOUMENTOS NORMATIVOS SUBSISTEMA DE NORMAS TÉNIAS INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO 2ª EDIÇÃO ABRIL 2015 DIRETORIA DE DISTRIBUIÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E PROJETOS FICHA TÉCNICA Coordenação: José Cezar Nonato Participantes: Eleomar da Silva, José

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA ENTRADA CLIENTE. Sumário

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA ENTRADA CLIENTE. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Ramal de Entrada Subterrâneo 6.1. CE2H ES Poste de Concreto de Seção Circular 6.2.

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO - NTE 034 INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE TENSÃO MONOFÁSICOS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO. Cuiabá Mato Grosso - Brasil

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO - NTE 034 INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE TENSÃO MONOFÁSICOS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO. Cuiabá Mato Grosso - Brasil NORMA TÉNIA DE DISTRIBUIÇÃO - NTE 034 INSTALAÇÃO DE REGULADORES DE TENSÃO MONOÁSIOS EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO uiabá Mato Grosso - Brasil SUMÁRIO 1. OBJETIVOS...3 2. AMPO DE APLIAÇÃO...3 3. RESPONSABILIDADE

Leia mais

NORMA TÉCNICA MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA COM CONDUTORES NUS DE SISTEMAS TRIFÁSICOS DE MÉDIA TENSÃO.

NORMA TÉCNICA MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA COM CONDUTORES NUS DE SISTEMAS TRIFÁSICOS DE MÉDIA TENSÃO. NORMA TÉCNICA NTE 026 MONTAGEM DE S DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA COM CONDUTORES NUS DE SISTEMAS TRIFÁSICOS DE MÉDIA TENSÃO - 1,8 E 4,5 kv- Cuiabá Mato Grosso - Brasil NTE 026 11ª Edição GPS/NT 1/12/2012

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO 44/81 3. Deverão ser afixadas, com parafusos, placas identificando as chaves-facas com os dizeres FONTE, CARGA e BY PASS ; 4. Todos os reguladores de tensão deverão ser solidamente conectados ao neutro

Leia mais

SUMÁRIO. CÓDIGO: NTD DATA DE VIGÊNCIA: 02/05/2016 TÍTULO: Estruturas de Banco de Reguladores de Tensão VERSÃO NORMA: 1.

SUMÁRIO. CÓDIGO: NTD DATA DE VIGÊNCIA: 02/05/2016 TÍTULO: Estruturas de Banco de Reguladores de Tensão VERSÃO NORMA: 1. SUMÁRIO REGULADOR DE TENSÃO ESTRELA ATERRADO 23 kv...2 REGULADOR DE TENSÃO DELTA ABERTO 13,8 kv...7 REGULADOR DE TENSÃO DELTA FECHADO 13,8 kv... 11 ALTERAÇÕES... 15 Estruturas Instalações de Equipamentos

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE MULTIPLEXADA BT ESTRUTURAS BÁSICAS

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE MULTIPLEXADA BT ESTRUTURAS BÁSICAS Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Condições Gerais 5. Requisitos Ambientais 6. Estruturas Básicas 6.1. Estrutura Tangente com Isolador Roldana SI-1 6.2. Estrutura

Leia mais

AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS

AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS 11 metros = 150 12 metros = 150 450 1000 máximo 11 metros = 850 12 metros = 1450 800 450 450 11 metros = 1700 12 metros = 1800 11 ou 12 metros 100 11 metros = 1300 12

Leia mais

REDE COMPACTA PARA-RAIOS. Sumário

REDE COMPACTA PARA-RAIOS. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estruturas de Transição Rede Compacta Rede Nua com Para-Raios 6.1. Estrutura CE3.N3

Leia mais

AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS

AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS AFASTAMENTOS MÍNIMOS PADRONIZADOS 11 metros = 150 12 metros = 150 900 300 600 1000 máximo 1000 máximo 11 metros = 850 12 metros = 1450 900 100 11 metros = 1300 12 metros = 1300 800 450 350 11 metros =

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA PT.DT.PDN COM CABOS BAIXA TENSÃO PRÉ-REUNIDOS

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA PT.DT.PDN COM CABOS BAIXA TENSÃO PRÉ-REUNIDOS SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.05.009 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA ENGENHARIA E CADASTRO-SP SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

PD Redes de Distribuição Aérea Urbana 24,2kV. Padrão Técnico da Distribuição. Diretoria de Planejamento e Engenharia

PD Redes de Distribuição Aérea Urbana 24,2kV. Padrão Técnico da Distribuição. Diretoria de Planejamento e Engenharia PD-4.002 Redes de Distribuição Aérea Urbana 24,2kV Padrão Técnico da Distribuição Diretoria de Planejamento e Engenharia Gerência de Engenharia Da Distribuição PD-4.002 Redes de Distribuição Aérea Urbana

Leia mais

RELAÇÃO DE MATERIAIS PADRONIZADOS - REDE DE DISTRIBUIÇÃO CLASSE 15 KV REDE SUL / SUDESTE

RELAÇÃO DE MATERIAIS PADRONIZADOS - REDE DE DISTRIBUIÇÃO CLASSE 15 KV REDE SUL / SUDESTE RELAÇÃO DE MATERIAIS PADRONIZADOS - DE DISTRIBUIÇÃO CLASSE 15 KV SUL / SUDESTE AFASTADOR, ARMACAO SECUNDARIA, ACO CARBONO 1010-1020, ZINCADO A QUENTE, DIMENSOES: 1000 X700 10002599 MM, 4 FUROS, NORMAS

Leia mais

Comunicado MS/PM - 053/2016. Assunto: Instalação de religadores dos fornecedores ABB e Schneider em Redes de Distribuição Aéreas Urbanas 15 kv.

Comunicado MS/PM - 053/2016. Assunto: Instalação de religadores dos fornecedores ABB e Schneider em Redes de Distribuição Aéreas Urbanas 15 kv. Comunicado MS/PM - 053/2016 Assunto: Instalação de religadores dos fornecedores ABB e Schneider em Redes de Distribuição Aéreas Urbanas 15 kv. Prezados Senhores, A CEMIG D através da Gerência de Engenharia

Leia mais

REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA

REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA Redes de Distribuição de Baixa e Média Tensão CANOAS- RS MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO PROJETO EXECUTIVO 1. OBJETIVO: Fornecer informações necessárias sobre os

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO T Í T U L O REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL POSTE DUPLO T CÓDIGO PT.PN.03.13.0012 VERSÃO Nº ATA Nº APROVAÇÃO DATAA DATA DA VIGÊNCIA 00-27/05/2011 27/05/2011

Leia mais

A N E X O VI M Ó D U L O S C O N S T R U T I V O S D E M E D I Ç Ã O D E E N E R G I A

A N E X O VI M Ó D U L O S C O N S T R U T I V O S D E M E D I Ç Ã O D E E N E R G I A A N E X O VI M Ó D U L O S C O N S T R U T I V O S D E M E D I Ç Ã O D E E N E R G I A C A T Á L O G O R E F E R E N C I A L DE M Ó D U L O S P A D R Õ E S D E C O N S T R U Ç Ã O D E S U B E S T A Ç Õ

Leia mais

Conferência do Projeto

Conferência do Projeto 214-DPDORC4B 22/4/214 1 de 5 12/2/214 1:9.23 CARACTERIZAÇÃO Data Projeto Nº Pedido Finalidade 16/7/213 Título Implantação de SE Descrição da Obra: Tipo da Obra: IMPLANTAÇÃO EXPANSÃO DA REDE ELÉTRICA (ALTA

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE CONVENCIONAL AMARRAÇÕES, ATERRAMENTO, CONEXÕES E CRUZAMENTOS

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE CONVENCIONAL AMARRAÇÕES, ATERRAMENTO, CONEXÕES E CRUZAMENTOS Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Amarrações em MT 7. Amarrações em BT 8. Cruzamento Aéreo em MT 9. Cruzamento Aéreo

Leia mais

1. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Diretoria de Infraestrutura

1. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Diretoria de Infraestrutura 1. FINALIDADE MEMORIAL DESCRITIVO Fornecimento de energia elétrica a três edifícios da Universidade Federal do Sul da Bahia, com a sede sendo a Reitoria localizada na Rua Itabuna, s/n, Rod. Ilhéus Vitória

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO. PROJETO ELÉTRICO POSTO DE TRANSFORMAÇÃO TRIFÁSICO 225 kva/13,8kv 220/127 V SEDE DE PROMOTORIAS - PRIMAVERA DO LESTE MT

MEMORIAL DESCRITIVO. PROJETO ELÉTRICO POSTO DE TRANSFORMAÇÃO TRIFÁSICO 225 kva/13,8kv 220/127 V SEDE DE PROMOTORIAS - PRIMAVERA DO LESTE MT MEMORIAL DESCRITIVO PROJETO ELÉTRICO POSTO DE TRANSFORMAÇÃO TRIFÁSICO 225 kva/13,8kv 220/127 V SEDE DE PROMOTORIAS - PRIMAVERA DO LESTE MT Cuiabá, MT Maio / 2014 2 Assunto: PROJETO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO ATERRAMENTO EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO ATERRAMENTO EM REDES DE DISTRIBUIÇÃO 1/8 1. Objetivo Estabelecer critérios básicos para a instalação de sistemas de aterramento das instalações e equipamentos utilizados em redes aéreas de distribuição. 2. Aplicação Distribuição. 3. Documentos

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.02.04 REDE CONVENCIONAL TRANSFORMADORES

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD 035.02.04 REDE CONVENCIONAL TRANSFORMADORES Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estruturas Trifásicas com Transformadores 6.1. Estrutura M1 com Transformador 6.2.

Leia mais

Estruturas para Instalação de Equipamentos Especiais nas Redes de Distribuição de Energia Elétrica. Padronização. Revisão 01 08/2014 NORMA ND.

Estruturas para Instalação de Equipamentos Especiais nas Redes de Distribuição de Energia Elétrica. Padronização. Revisão 01 08/2014 NORMA ND. Estruturas para Instalação de Equipamentos Especiais nas Redes de Distribuição de Energia Elétrica Padronização 08/24 NORMA ELEKTRO Eletricidade e Serviços S.A. Diretoria de Operações Rua Ary Antenor de

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-004 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO URBANA

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-004 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO URBANA NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-004 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 1 2. ASPECTOS GERAIS... 1 3. EXCEÇÕES... 1 4. TENSÕES DE FORNECIMENTO...

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PT.DT.PDN REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEA MONTAGEM ELÉTRICA 01

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PT.DT.PDN REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEA MONTAGEM ELÉTRICA 01 SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.05.022 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA ENGENHARIA SP MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA - ES SUMÁRIO 1. OBJETIVO...

Leia mais

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PT.DT.PDN REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEA MONTAGEM ELÉTRICA 01

PADRÃO TÉCNICO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PT.DT.PDN REDES DE DISTRIBUIÇÃO SUBTERRÂNEA MONTAGEM ELÉTRICA 01 SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.05.022 01 APROVADO POR PAULO JORGE TAVARES DE LIMA ENGENHARIA SP MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA - ES SUMÁRIO 1. OBJETIVO...

Leia mais

Sistema Normativo Corporativo

Sistema Normativo Corporativo Sistema Normativo Corporativo PADRÃO TÉCNICO TÍTULO VERSÃO Nº ATA Nº DATA DATA DA VIGÊNCIA 00-06//2009 06//2009 APROVADO POR José Rubens Macedo Junior TÍTULO SUMÁRIO. RESUMO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE CONVENCIONAL - ESTRUTURAS BÁSICAS

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE CONVENCIONAL - ESTRUTURAS BÁSICAS Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Termos e definições 6. Condições Gerais 7. Engastamento 7.1. Engastamento Simples 7.2. Engastamento F1

Leia mais

Rede de Distribuição Aérea de Média Tensão em condutores nus para áreas com Poluição Salina PARTE 3 SEÇÃO 3-B

Rede de Distribuição Aérea de Média Tensão em condutores nus para áreas com Poluição Salina PARTE 3 SEÇÃO 3-B Rede de Distribuição Aérea de Média Tensão em condutores nus para áreas com Poluição Salina PARTE 3 SEÇÃO 3-B Rede de Distribuição Aérea de Média Tensão em condutores nus para áreas com Poluição Salina

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-005 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO RURAL

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-005 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO RURAL NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-005 INSTALAÇÕES BÁSICAS PARA CONSTRUÇÃO DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO RURAL SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 2 2. ASPECTOS GERAIS... 2 3. EXCEÇÕES... 2 4. TENSÕES DE FORNECIMENTO...

Leia mais

Padronização de Estruturas e Critérios para Utilização de Postes de Concreto Duplo T em Redes Urbanas. Norma. Revisão 04 03/2014 NORMA ND.

Padronização de Estruturas e Critérios para Utilização de Postes de Concreto Duplo T em Redes Urbanas. Norma. Revisão 04 03/2014 NORMA ND. Padronização de Estruturas e Critérios para Utilização de Postes de Concreto Duplo T em Redes Urbanas Norma 03/2014 NORMA ELEKTRO Eletricidade e Serviços S.A. Diretoria de Operações Rua Ary Antenor de

Leia mais

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA 1. INTRODUÇÃO 1 2. OBJETIVO 2 3. CAMPO DE APLICAÇÃO. 3 4. TERMINOLOGIA E DEFINIÇÕES 4 5. CONDIÇÕES GERAIS 6 6. AFASTAMENTOS MÍNIMOS 7 Afastamentos Mínimos entre Condutores e

Leia mais

Estruturas para Redes de Distribuição Aéreas com Condutores Nus até 36,2 kv

Estruturas para Redes de Distribuição Aéreas com Condutores Nus até 36,2 kv 1/63 15/12/26 1 OBJETIVO Esta norma padroniza as estruturas básicas, de redes aéreas com condutor nu, monofásicas, bifásica e trifásicas, utilizadas pelas distribuidoras nas tensões nominais de até 36,2

Leia mais

Fornecimento Provisório de Energia Elétrica em Baixa Tensão (Procedimento Interno Uso Exclusivo da Ampla)

Fornecimento Provisório de Energia Elétrica em Baixa Tensão (Procedimento Interno Uso Exclusivo da Ampla) ITA - 010 Rev. 0 MAIO / 2005 Praça Leoni Ramos n 1 São Domingos Niterói RJ Cep 24210-205 http:\\ www.ampla.com Fornecimento Provisório de Energia Elétrica em Baixa Tensão (Procedimento Interno Uso Exclusivo

Leia mais

ÍNDICE NTD-15 MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL TRIFÁSICA E MONOFÁSICA 13,8 E 34,5 KV

ÍNDICE NTD-15 MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL TRIFÁSICA E MONOFÁSICA 13,8 E 34,5 KV ÍNDICE APRESENTAÇÃO....2 1-OBJETIVO...3 2-AMPLITUDE... 3 3-RESPONSABILIDADE QUANTO AO CUMPRIMENTO...3 4-INSTRUÇÕES GERAIS...3 5-CONDUTORES...4 6-PROCEDIMENTOS...5 6.1- Afastamentos padronizados...5 6.2-Engastamento

Leia mais

MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL-13,8kV e 34,5kV

MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA RURAL-13,8kV e 34,5kV MONTAGEM DE S DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA NTD-14 NTD 14 MONTAGEM DE S DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA CONTROLE DE VERSÕES NTD-14 - MONTAGEM DE S DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA Nº.: DATA VERSÃO 1 13/07/4 0 2 03/9 1 NTD 14 MONTAGEM

Leia mais

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO

NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO NORMA DE DISTRIBUIÇÃO UNIFICADA NDU-010 PADRÕES E ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS DA DISTRIBUIÇÃO NDU-010 VERSÃO 3.1 JUNHO/2013 SUMÁRIO Item Descrição Classe Desenho 1. Haste de Aço-Cobre para Aterramento...

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 001

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 001 NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTD-RE- 001 MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO COMPACTA PROTEGIDA CLASSE 15 kv DIRETORIA DE ENGENHARIA CORPORATIVA página APRESENTAÇÃO...3 1. OBJETIVO...4 2. CAMPO DE APLICAÇÃO...4

Leia mais

ATERRAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO NTD

ATERRAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO NTD Página: 1 de 9 Data Elaboração: Dezembro/07 Data Revisão : Setembro/08 1. Objetivo Esta norma tem a finalidade de uniformizar os procedimentos para especificação, execução, medição e inspeção dos serviços

Leia mais

PD Redes de Distribuição Aérea Compacta 15kV. Padrão Técnico da Distribuição. Diretoria de Planejamento, Engenharia e Obras da Distribuição

PD Redes de Distribuição Aérea Compacta 15kV. Padrão Técnico da Distribuição. Diretoria de Planejamento, Engenharia e Obras da Distribuição PD-4.009 Redes de Distribuição Aérea Compacta 15kV Padrão Técnico da Distribuição Diretoria de Planejamento, Engenharia e Obras da Distribuição Gerência de Tecnologia da Distribuição Folha de Controle

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTE - 028

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTE - 028 NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NTE - 028 MONTAGEM DE S PRIMÁRIAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA AÉREA, RURAL, COM CONDUTORES NUS - 13,8 E 34,5 kv DIRETORIA DE ENGENHARIA CORPORATIVA INDICE 1- OBJETIVO...

Leia mais

NORMA TÉCNICA CELG D. Ligações Especiais para Atendimento em Baixa Tensão NTC-74

NORMA TÉCNICA CELG D. Ligações Especiais para Atendimento em Baixa Tensão NTC-74 NORMA TÉCNICA CELG D Ligações Especiais para Atendimento em Baixa Tensão NTC-74 ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA 1. INTRODUÇÃO 1 2. OBJETIVO 2 3. NORMAS E DOCUMENTOS COMPLEMENTARES 3 4. CONDIÇÕES GERAIS DE

Leia mais

Bairro: Zona Rural N e data da ART de projeto: N e data da art de execução:

Bairro: Zona Rural N e data da ART de projeto: N e data da art de execução: P A R A Carga Instalada: Demandas: 86,6 kw KW: 52 KVA: 56 U S O D A C E M I G Desenho: Conteúdo: Cálculo de demanda, carga instalada, situação, diagrama unifilar, quadro de medidores, dimensionamentos

Leia mais

Estruturas para Redes Aéreas Rurais de Distribuição de Energia Elétrica em 34,5 kv. Padronização. Revisão 04 04/2014 NORMA ND.04

Estruturas para Redes Aéreas Rurais de Distribuição de Energia Elétrica em 34,5 kv. Padronização. Revisão 04 04/2014 NORMA ND.04 Estruturas para Redes Aéreas Rurais de Distribuição de Energia Elétrica em 34,5 kv Padronização /2014 NORMA ELEKTRO Eletricidade e Serviços S.A. Diretoria de Operações Rua Ary Antenor de Souza, 321 Jd.

Leia mais

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ESTRUTURAS PARA REDES DE DISTRIBUIÇÃO SECUNDÁRIAS AÉREAS ISOLADAS

CÓDIGO TÍTULO VERSÃO ESTRUTURAS PARA REDES DE DISTRIBUIÇÃO SECUNDÁRIAS AÉREAS ISOLADAS SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO PADRÃO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO PT.DT.PDN.03.05.007 SECUNDÁRIAS AÉREAS ISOLADAS 01 APROVADO POR MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO-ES SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2.

Leia mais

Nas exigências de um determinado material deve prevalecer, respectivamente, o exigido:

Nas exigências de um determinado material deve prevalecer, respectivamente, o exigido: MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0048 EQUIPAMENTOS 1/16 1. FINALIDADE

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA AMARRAÇÕES, DERIVAÇÕES E ATERRAMENTO

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA AMARRAÇÕES, DERIVAÇÕES E ATERRAMENTO Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Amarrações e Ancoragens 6.1. Amarrações para Isoladores 6.2. Amarrações para Espaçadores

Leia mais

PADRONIZAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título ESTRUTURAS PARA MONTAGEM DE REDES AÉREAS DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SECUNDÁRIA COM CABOS MULTIPLEXADOS APRESENTAÇÃO

PADRONIZAÇÃO DE DISTRIBUIÇÃO Título ESTRUTURAS PARA MONTAGEM DE REDES AÉREAS DE DISTRIBUIÇÃO URBANA SECUNDÁRIA COM CABOS MULTIPLEXADOS APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO 1-1 SUMÁRIO SEÇÃO 1 Apresentação SEÇÃO 2 Engastamento de postes SEÇÃO 3 Afastamentos mínimos SEÇÃO 4 Instalações básicas SEÇÃO 5 Cruzamentos SEÇÃO 6 Rabichos SEÇÃO 7 Aterramento 1 OBJETIVO

Leia mais

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 30/11/2007 Revisão e atualização do texto, e adequação ao modelo atual de normativo.

Edição Data Alterações em relação à edição anterior. 2ª 30/11/2007 Revisão e atualização do texto, e adequação ao modelo atual de normativo. Projeto de Rede de Distribuição Aérea Multiplexada em Baixa Tensão Processo `Planejar, Ampliar e Melhorar a Rede Elétrica Atividade Elabora Projetos e Orçamentos Código Edição Data VR01.02-01.07 2ª Folha

Leia mais

Finalidade Fonte de Alimentação Proteção da Rede de Média Tensão Proteção contra Sobretensão: 2.5.

Finalidade Fonte de Alimentação Proteção da Rede de Média Tensão Proteção contra Sobretensão: 2.5. MEMÓRIAL DESCRITIVO 5 2.1. - Finalidade Traçar diretrizes básicas para a implementação dos projetos de iluminação externa do Campus Petrolina e iluminação da via de interligação entre o anel viário e os

Leia mais

SUBSISTEMAS NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA

SUBSISTEMAS NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIUIÇÃO SUBSISTEMAS NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0002 ESTRUTURAS PARA REDES AÉREAS

Leia mais

CUIDADO! ELETRICIDADE CUIDADO! ELETRICIDADE CUIDADO! ELETRICIDADE CUIDADO! ELETRICIDADE PLANTA BAIXA MEDIDAS EM: cm BEP 1 x Ø4" VISTA FRONTAL MEDIDAS EM: cm VISTA CORTE LATERAL: A-A" MEDIDAS EM: cm Av.

Leia mais

SUBESTAÇÃO AÉREA 225KVA PNT IND E COM DE PLASTICOS LTDA.

SUBESTAÇÃO AÉREA 225KVA PNT IND E COM DE PLASTICOS LTDA. Memorial descritivo e de cálculo SUBESTAÇÃO AÉREA 225KVA PNT IND E COM DE PLASTICOS LTDA. 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO 3. CARACTERÍSTICAS DA SUBESTAÇÃO 4. PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

SUMÁRIO. 1. Objetivo Simbologia para Mapeamento Simbologia para Projeto e Cadastramento Nomenclatura Alterações...

SUMÁRIO. 1. Objetivo Simbologia para Mapeamento Simbologia para Projeto e Cadastramento Nomenclatura Alterações... SUMÁRIO 1. Objetivo...2 2. Simbologia para Mapeamento...2 3. Simbologia para Projeto e Cadastramento...4 4. Nomenclatura... 10 5. Alterações... 13 Revisado: Gilnei Santos Aprovado: Leandro Silva Projetos

Leia mais

REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.00. Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea PREÇO (R$) UNITÁRIO TOTAL

REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.00. Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea PREÇO (R$) UNITÁRIO TOTAL Ampliação da SE Ariquemes Bay 15 kv Lista de Rede aérea ITEM DESCRIÇÃO QUANT. 1.00 REDE AÉREA (cabos condutores, tubos e isoladores) 1.1 Cabo de alumínio com alma de aço (CAA), seção 4/0, diâmetro externo

Leia mais

Padrões de Entradas de Serviço para Atendimento à Resolução ANEEL 384/2009 e Programa Luz Legal

Padrões de Entradas de Serviço para Atendimento à Resolução ANEEL 384/2009 e Programa Luz Legal Padrões de Entradas de Serviço para Atendimento à Resolução ANEEL 384/2009 e Programa Luz Legal DDI/SCD/SED Maio/2010 Notas sobre esta revisão (maio/2010) Este manual, originalmente desenvolvido para Entrada

Leia mais

Instalações Básicas de Linhas e Redes de Distribuição Compactas de 24,2 e 36,2 kv

Instalações Básicas de Linhas e Redes de Distribuição Compactas de 24,2 e 36,2 kv ND 2.10 Companhia Energética de Minas Gerais Manual de Distribuição Instalações Básicas de Linhas e Redes de Distribuição Compactas de 24,2 e 36,2 kv Belo Horizonte Minas Gerais Brasil ND-2.10 Classificação:

Leia mais

2 Condutores Elétricos

2 Condutores Elétricos 2 Condutores Elétricos 2.1 Introdução O dimensionamento de um condutor deve ser precedido de uma análise detalhada de sua instalação e da carga a ser suprida. Um condutor mal dimensionado, além de implicar

Leia mais

Entre (F / N), (F / PE) e (F / PEN) Tecnologia de proteção. Varistor de Óxido de Zinco - MOV Tempo de resposta

Entre (F / N), (F / PE) e (F / PEN) Tecnologia de proteção. Varistor de Óxido de Zinco - MOV Tempo de resposta VC L Dispositivo de Proteção contra Surtos (DPS) com tecnologia de proteção baseada na utilização de varistor de óxido de zinco (). -Três locais para marcadores/identificadores; -Encaixe em trilho ( linha

Leia mais

1 FINALIDADE CAMPO DE APLICAÇÃO RESPONSABILIDADES DEFINIÇÕES REFERÊNCIAS DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES...

1 FINALIDADE CAMPO DE APLICAÇÃO RESPONSABILIDADES DEFINIÇÕES REFERÊNCIAS DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES... 05/11/2013 1 de 1 SUMÁRIO 1 FINALIDADE... 2 2 CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3 RESPONSABILIDADES... 2 4 DEFINIÇÕES... 3 4.1 Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT... 3 4.2 Aterramento... 3 4.3 Distribuidora...

Leia mais

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I

PEDIDO DE COTAÇÃO - ANEXO I Folha: 0001 Objeto: Aquisição de Material de e Permanente(Material de Construção e Elétrico) 001 1190 Transformador em poste de 11,5 KVA-15KV, 60Hz alta tensão 1, ZKV, baixa tensão 0/17V. LOTE 001 / SETOR

Leia mais

Acessórios Desconectáveis 600A

Acessórios Desconectáveis 600A 600A APLICAÇÃO Os Acessórios da Prysmian possuem uma concepção de projeto baseada no sistema plugue - tomada, porém para tensões, permitindo fácil conexão e desconexão de um cabo de potência, de um equipamento,

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO. Título

PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO. Título PROCEDIMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO Título ATENDIMENTO DE LIGAÇÃO DE CONSUMIDORES JUNTO À FAIXA DE PRAIA DA ORLA MARÍTIMA Código NTD-00.074 Data da emissão 05.12.2005 Data da última revisão 18.01.2008 Folha

Leia mais

S i s t e m a N o r m a t i vo Corporativo

S i s t e m a N o r m a t i vo Corporativo S i s t e m a N o r m a t i vo Corporativo PADRÃO TÉCNICO VERSÃO Nº DELIBERAÇÃO Nº APROVAÇÃO DATA DATA DE PUBLICAÇÃO 01-06/08/2014 06/08/2014 APROVADO POR RODNEY PEREIRA MENDERICO JÚNIOR DTES-BD SUMÁRIO

Leia mais

NTE - 023 MONTAGEM DE REDES SECUNDÁRIAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA AÉREA TRIFÁSICA, URBANA, COM CONDUTORES ISOLADOS MULTIPLEXADOS

NTE - 023 MONTAGEM DE REDES SECUNDÁRIAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA AÉREA TRIFÁSICA, URBANA, COM CONDUTORES ISOLADOS MULTIPLEXADOS NORMA TÉCNICA NTE - 023 MONTAGEM DE REDES SECUNDÁRIAS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA AÉREA TRIFÁSICA, URBANA, COM CONDUTORES ISOLADOS MULTIPLEXADOS Cuiabá Mato Grosso - Brasil INDICE 1 OBJETIVO...03

Leia mais

Chave Fusível Polimérica tipo MZ uso externo para distribuição

Chave Fusível Polimérica tipo MZ uso externo para distribuição Chave Fusível Polimérica tipo MZ uso externo para distribuição Página 1 de 6 A Chave fusível Polimérica tipo MZ foi desenvolvida para operar em redes de distribuição com tensões de 15, 27 e 38 kv. Especialmente

Leia mais

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado.

5 CONDIÇÕES ESPECÍFICAS 5.1 Material: A armação da caixa deve ser feita com cantoneiras de aço-carbono, ABNT 1010 a 1020, laminado. 1 OBJETIVO Esta Norma padroniza as dimensões e estabelece as condições gerais e específicas da caixa de medição a ser utilizada para alojar TCs e TPs empregados na medição de unidades consumidoras do Grupo

Leia mais

CONHEÇA AQUI O PADRÃO PARA NOVA LIGAÇÃO

CONHEÇA AQUI O PADRÃO PARA NOVA LIGAÇÃO CONHEÇA AQUI O PADRÃO PARA NOVA LIGAÇÃO Para que a Celpa ligue a sua luz pela primeira vez, você precisa estar com o padrão de entrada de energia instalado corretamente. Chamamos de Padrão de Entrada Celpa

Leia mais

LISTA / CATÁLOGO Edição Setembro/2016

LISTA / CATÁLOGO Edição Setembro/2016 LISTA / CATÁLOGO (Revisão) Condições fornecimento 1. Faturamento mínimo R$ 600,00. 2. Condições pagamento 28 ddl. 3. Frete FOB / CIF 4. Faturamento - Até 30 dias OBS: Toda mercadoria será stinada ao nosso

Leia mais

FINALIDADE RAMO DE ATIVIDADE. Pré-moldados CARGA INSTALADA

FINALIDADE RAMO DE ATIVIDADE. Pré-moldados CARGA INSTALADA FINALIDADE Este memorial refere-se ao projeto(de acordo com a NT-002/2011 R03 da COELCE) de implantação de uma subestação aérea de 225kVA, atendendo à BM Pré-Moldados LTDA. Localidade:, Rodovia BR 222,

Leia mais

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INDUSTRIAIS DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS INTRODUÇÃO

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INDUSTRIAIS DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS INTRODUÇÃO INSTALAÇÕES ELÉTRICAS INDUSTRIAIS DIMENSIONAMENTO DE CONDUTORES ELÉTRICOS INTRODUÇÃO Os fatores básicos que envolvem o dimensionamento de um condutor são: tensão nominal; frequência nominal; potência ou

Leia mais

Instalação de Sistema Encapsulado de Medição a Transformador a Seco - SEMTS

Instalação de Sistema Encapsulado de Medição a Transformador a Seco - SEMTS 1- Ramal de Ligação Aéreo em Rede Convencional Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei Robadey Página 1 de 13 2- Ramal de Ligação Aéreo em Rede Compacta Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei Robadey Página 2 de

Leia mais

2. TOMADA DE ENERGIA:

2. TOMADA DE ENERGIA: MEMORIAL DESCRITIVO DO POSTO DE TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA DA EMEII LUZIA MARIA DAIBEM FERRAZ DE ARRUDA RUA LUIZ MARCÍLIO BERNARDO, 03-160, NÚCLEO HABITACIONAL NOBUJI NAGASAWA O presente memorial descritivo

Leia mais

1. Objetivo Estabelecer os procedimentos a serem seguidos na inspeção, ensaios e manutenção em banco de capacitores e seus componentes.

1. Objetivo Estabelecer os procedimentos a serem seguidos na inspeção, ensaios e manutenção em banco de capacitores e seus componentes. 1/7 1. Objetivo Estabelecer os procedimentos a serem seguidos na inspeção, ensaios e manutenção em banco de capacitores e seus componentes. 2. Aplicação Distribuição. 3. Documentos de Referência OT-CPFL

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO

NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO NORMA TÉCNICA DE DISTRIBUIÇÃO PADRÃO DE CONEXÕES PARA REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA - RDA 1ª REVISÃO JULHO 2013 DIRETORIA DE ENGENHARIA SUPERINTENDÊNCIA DE PLANEJAMENTO E PROJETOS GERÊNCIA DE NORMATIZAÇÃO

Leia mais

ANEXO VIII PREÇO DE REFERÊNCIA EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2015

ANEXO VIII PREÇO DE REFERÊNCIA EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2015 PREÇO DE REFERÊNCIA EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2015 1. VALOR DE REFERÊNCIA PARA A LICITAÇÃO O valor de referência para a contratação objeto deste edital é de 157.737,40 (cento e cinquenta e sete

Leia mais

MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA TRIFÁSICA 13,8 E 34,5 KV NTD-016

MONTAGEM DE REDES DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA URBANA TRIFÁSICA 13,8 E 34,5 KV NTD-016 ÍNDICE APRESENTAÇÃO... 2 1-OBJETIVO...3 2-AMPLITUDE...3 3-RESPONSABILIDADE QUANTO AO CUMPRIMENTO...3 4-INSTRUÇÕES GERAIS...3 5-PROCEDIMENTOS...5 5.1-Afastamentos padronizados na estrutura...5 5.2-Afastamentos

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº

COMUNICADO TÉCNICO Nº Página 1 / 14 COMUNICADO TÉCNICO Nº 08-2013 CRITÉRIOS DE ACESSO EM MÉDIA TENSÃO DA CEMIG DISTRIBUIÇÃO SA PARA MICROGERAÇÃO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUÍDAS ADERENTES AO REGIME DE COMPENSAÇÃO 1. OBJETIVO Esse

Leia mais

Conferência do Projeto

Conferência do Projeto 214-DPDORC4 22/4/214 1 de 5 12/2/214 1:3.7 CARACTERIZAÇÃO Data Projeto Nº Pedido Finalidade 16/7/213 Título Implantação de SE Descrição da Obra: Tipo da Obra: IMPLANTAÇÃO EXPANSÃO DA REDE ELÉTRICA (ALTA

Leia mais

PD Redes de Distribuição Aérea Compacta - 34,5 kv. Padrão Técnico da Distribuição. Diretoria de Engenharia. Gerência de Serviços Técnicos

PD Redes de Distribuição Aérea Compacta - 34,5 kv. Padrão Técnico da Distribuição. Diretoria de Engenharia. Gerência de Serviços Técnicos PD-4.014 Redes de Distribuição Aérea Compacta - 34,5 kv Padrão Técnico da Distribuição Diretoria de Engenharia Gerência de Serviços Técnicos Padrão de Distribuição - PD-4.014 REVISADO POR: Alexandre Amaral

Leia mais

Instalações Elétricas Industriais

Instalações Elétricas Industriais Instalações Elétricas Industriais ENG 1480 Professor: Rodrigo Mendonça de Carvalho Dimensionamento de Condutores Elétricos Livro: João Mamede Filho Instalações Elétricas Industriais 2 Dimensionamento de

Leia mais

COMUNICADO TÉCNICO Nº 05 ALTERAÇÕES NAS TABELAS PARA DIMENSIONAMENTO DOS PADRÕES DE ENTRADA DE BAIXA TENSÃO DE USO INDIVIDUAL

COMUNICADO TÉCNICO Nº 05 ALTERAÇÕES NAS TABELAS PARA DIMENSIONAMENTO DOS PADRÕES DE ENTRADA DE BAIXA TENSÃO DE USO INDIVIDUAL Página 1 de 2 COMUNICADO TÉCNICO Nº 05 ALTERAÇÕES NAS TABELAS PARA DIMENSIONAMENTO DOS PADRÕES DE ENTRADA DE BAIXA TENSÃO DE USO INDIVIDUAL 1. OBJETIVO Visando a redução de custos de expansão do sistema

Leia mais

Título do Documento: Redes de Distribuição de Energia Elétrica Aérea Secundária com Condutores Isolados Estruturas (Multiplexada) Tipo: NTC-D-06

Título do Documento: Redes de Distribuição de Energia Elétrica Aérea Secundária com Condutores Isolados Estruturas (Multiplexada) Tipo: NTC-D-06 Título do Documento: Redes de Distribuição de Energia Elétrica Aérea Secundária com Condutores Isolados Estruturas Tipo: Norma Técnica e Padronização REDES DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA AÉREA SECUNDÁRIA

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA Folha: 1/10 (As propostas serão abertas para julgamento às 09:15 horas do dia 23/05/2011). Fornecedor:... Endereço:... Cidade:... Estado:... Telefone: CNPJ / CPF:... Inscrição Estadual:... Fax: Validade

Leia mais

PROJETO ELÉTRICO. SUBESTAÇÃO EXTERNA 300 kva

PROJETO ELÉTRICO. SUBESTAÇÃO EXTERNA 300 kva PROJETO ELÉTRICO SUBESTAÇÃO EXTERNA 300 kva PROPRIERTÁRIO: CREA-SC Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de SC RESPONSÁVEL TÉCNICO: Eng. Luiz André Lago CREA 36.513-5 Sumário 1 Descrição da obra...

Leia mais

NORMA TÉCNICA NTE PADRÃO PRÉ-FABRICADO. Cuiabá Mato Grosso - Brasil

NORMA TÉCNICA NTE PADRÃO PRÉ-FABRICADO. Cuiabá Mato Grosso - Brasil NORMA TÉCNICA NTE - 011 PADRÃO PRÉ-FABRICADO Cuiabá Mato Grosso - Brasil 1. OBJETIVO Esta norma tem por objetivo padronizar, especificar e fixar os critérios e as exigências técnicas mínimas relativas

Leia mais

C HAVE FUSÍVEL T IPO MZ PARA DISTRIBUIÇÃO

C HAVE FUSÍVEL T IPO MZ PARA DISTRIBUIÇÃO C HAVE FUSÍVEL T IPO MZ PARA DISTRIBUIÇÃO Página 1 de 7 A Chave fusível tipo MZ foi desenvolvida para operar em redes de distribuição, nas tensões de 15, 27 e 38 kv. Especialmente projetada para proteger

Leia mais

NTD-12 MONTAGEM DE REDES AÉREAS SECUNDÁRIAS ISOLADAS COM CABOS MULTIPLEXADOS

NTD-12 MONTAGEM DE REDES AÉREAS SECUNDÁRIAS ISOLADAS COM CABOS MULTIPLEXADOS NTD-12 APRESENTAÇÃO 4 1. OBJETIVO 5 2. AMPLITUDE 5. RESPONSABILIDADE QUANTO AO CUMPRIMENTO 5 4. CONCEITUAÇÃO 5 4.1. REDE DE DISTRIBUIÇÃO 5 4.2. REDE DE DISTRIBUIÇÃO URBANA RDU 5 4.. REDE DE DISTRIBUIÇÃO

Leia mais

SOLUÇÕES EM QUALIDADE DE ENERGIA Soluções em média e alta tensão

SOLUÇÕES EM QUALIDADE DE ENERGIA Soluções em média e alta tensão SOLUÇÕES EM QUALIDADE DE ENERGIA Soluções em média e alta tensão 2 Moving together 1. PAINÉIS METÁLICOS, FILTROS DE HARMÔNICOS E BANCOS DE CAPACITORES 1. PAINÉIS METÁLICOS, FILTROS DE HARMÔNICOS E BANCOS

Leia mais

1 FINALIDADE CAMPO DE APLICAÇÃO RESPONSABILIDADES DEFINIÇÕES REFERÊNCIAS CRITÉRIOS GERAIS... 6

1 FINALIDADE CAMPO DE APLICAÇÃO RESPONSABILIDADES DEFINIÇÕES REFERÊNCIAS CRITÉRIOS GERAIS... 6 05/11/2014 1 de 214 SUMÁRIO 1 FINALIDADE... 2 2 CAMPO DE APLICAÇÃO... 2 3 RESPONSABILIDADES... 3 4 DEFINIÇÕES... 4 4.1 Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT... 4 4.2 Aterramento... 4 4.3 Distribuidora...

Leia mais