REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA"

Transcrição

1 REGULAMENTO GERAL DA PRIMEIRA LIGA MACAÍBA Art. 1º - A liga tem por finalidade: A confraternização entre os times, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem sadiamente disputada. I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 2º A Primeira Liga será disputado por 08 equipes, em formato de duas chaves sendo chave A e B. ÚNICO: As equipes não poderão abdicar da condição de disputante após o começo da mesma. E, os atletas das equipes, só serão considerados apresentando a ficha de inscrição e algum documento oficial com foto. Art. 3º FORMA DE DISPUTA: 1º As equipes jogarão entre si, em turno único, na fase classificatória em um rodízio simples para cada chave. 2º A 1ª e 2ª equipe de cada chave com a melhor campanha na soma dos pontos, disputarão as semifinais, sendo o 1 da chave A contra o 2 da chave B e o 2 da chave A contra o 1 da chave B, e em caso de empate serão seguidos os critérios de desempate citados neste regulamento. 3º Para a segunda fase, que serão jogos eliminatórios, fica decidido que, em caso de empate haverá penalidades, sendo 03 para cada time. Persistindo o empate, as penalidades continuarão de forma alternada até que haja um vencedor, e assim, há de se repetir na partida final. Art. 4º CONTAGEM DE PONTOS: A) VITÓRIA... 3 PONTOS B) EMPATE... 1 PONTO C) DERROTA... 0 PONTO II DAS INSCRIÇÕES DE EQUIPES E ATLETAS: Art. 5º Cada equipe deverá inscrever o mínimo de 10 atletas. E máximo de 16 atletas, sendo que nos dias dos jogos poderão ser relacionados no máximo 13 atletas, ficando a cargo dos times a escolha dos mesmos. 1º Será obrigatório à apresentação de documento nos dias das partidas. Art. 6º Um jogador inscrito por uma equipe poderá somente participar dos jogos pela mesma. E será eliminado do campeonato se transgredir este artigo. 1

2 Art. 7º A equipe que incluir em uma partida atleta que tiver jogado em outra equipe, ou que não esteja regularmente inscrito perderá os pontos em favor da equipe adversária. Art. 8º As equipes deverão entregar uma relação com os atletas que desejam inscrever, juntamente com as cópias dos documentos. 1º A inscrição ocorrerá no dia 17/09/2016 (sábado), às 15:00 horas no campo de Paulinho Macaíba. 2º Atletas poderão ser inscritos até o dia do primeiro jogo (09/10/2016). Art. 9º A taxa de inscrição no valor de R$120,00 deverá ser paga no ato da inscrição. Art. 10º No ato da inscrição serão recebidos pelos representantes dos times 30 rifas no valor de R$2,00 reais. 1º Os times deverão pagar pelas rifas no dia da primeira partida (09/10/2016). 2º O prêmio da rifa será uma chuteira. 3º O sorteio se dará logo após as duas primeiras partidas. III DOS DESEMPATES: Art. 11º EMPATE ENTRE DUAS OU MAIS EQUIPES 1 - Nº de vitórias 2 - Saldo de gols 3 - Gols Pró 4 - Confronto direto 5 - sorteio. IV DO EQUIPAMENTO Art. 12º As equipes deverão se apresentar devidamente uniformizadas para os jogos. Art. 13º OS EQUIPAMENTOS OBRIGATÓRIOS SÃO: 1) camisas padronizadas e numeradas. 2) Chuteiras. 3) Caneleiras. ÚNICO A equipe que não cumprir o artigo perderá os pontos da partida em favor da equipe adversária. O placar será de 01 (um) a 00 (zero) e o gol será computado para o goleiro titular da equipe adversária desde que registrado em súmula. Art. 14º O goleiro deverá usar obrigatoriamente camisa diferente das demais. Art. 15º É proibido aos jogadores durante a realização das partidas, utilizar: brincos, pircieng, anéis, correntes, e qualquer outro objeto de mesma natureza. 2

3 Art. 16º Somente se ocorrer igualdade de uniformes em um jogo, poderão ser usados coletes. V DA COMPETIÇÃO Art. 17º Os jogos terão duração de 50 minutos corridos, divididos em dois períodos iguais de 25 minutos e intervalo de 10 minutos. Art. 18º Cada equipe será composta por 07 jogadores. Art. 19º O número mínimo de jogadores para o início ou continuação de uma partida será de 05 atletas. Art. 20º Não haverá limite no número de substituições. Art. 21º As substituições de jogadores poderão ser feitas em qualquer tempo do jogo e não serão anotadas na súmula do jogo, devendo ocorrer dentro do espaço delimitado no campo. Art. 22º O jogador substituído poderá retornar ao jogo. Art. 23º Os jogos serão realizados em dias e horários determinados pela tabela oficial. Art. 24º Haverá tolerância de no máximo 10 minutos para o início do primeiro jogo, sendo os demais realizados a seguir no horário constante na tabela oficial, cada equipe deverá entregar a relação dos atletas com 10 minutos de antecedência as suas respectivas partidas. Art. 25º A equipe que não estiver em campo no horário determinado, devidamente uniformizada e em condições de jogo, perderá os pontos da partida em favor da equipe adversária. O placar será de 01 (um) a 00 (zero) para a equipe que estiver completa e presente, e o gol será computado para o goleiro titular da equipe adversária desde que registrado em súmula. VI DAS EXPULSÕES E DO NÃO COMPARECIMENTO. Art. 27º O jogador expulso de uma partida cumprirá a suspensão automática de um (01) jogo na partida imediatamente posterior. Caso a expulsão seja de caráter muito agressivo ou por conduta de brigas o jogador será expulso do evento. 3

4 Art. 28º A equipe que deixar de comparecer para jogar qualquer partida de qualquer fase, ou comparecer com menos de 05 (cinco) atletas será eliminada do campeonato (WXO). Art. 29º Caso determinada equipe seja eliminada na primeira rodada do campeonato, por WO, a mesma estará fora do restante da competição. Art. 30º A equipe que, por qualquer motivo for eliminada do campeonato, terá seus resultados anteriores mantidos e os subsequentes serão de 01 (um) a 00 (zero) para seus adversários, e o gol será computado para o goleiro titular da equipe adversária desde que registrado em súmula. Art. 31º Atletas, técnicos ou representantes de equipe, inscritos em determinado time, mesmo não uniformizados, poderão ser citados na súmula de jogo e penalizados se necessário. VII DAS DISPOSIÇÕES FINAIS: Att. 32º As equipes deverão arcar com os custos do campo no dia de seus jogos (R$30,00). Art. 33º Os jogos serão dirigidos por árbitros contratados e os custos estão inclusos na inscrição. Art. 34º O árbitro é a autoridade competente para adiar ou suspender um jogo, se houver motivo de relevância, e sendo maior autoridade onde qualquer decisão tomada pelo mesmo não será revogada. Art. 35º O árbitro escalado não poderá ser impugnado pelas equipes. Art. 36º A premiação da será: 1º lugar: Troféu, medalhas e premiação de R$500,00. 2º lugar: Troféu, medalhas e premiação de R$200,00. Artilheiro: Troféu. Melhor Goleiro: Troféu. Melhor Jogador: Troféu. Havendo saldo em caixa, poderá haver premiação para o terceiro colocado, sendo também de troféu e medalhas. Art. 37º O melhor goleiro será o titular de um dos times finalistas que menos levou gol. 4

5 Art. 38º Somente concorrerá ao troféu de goleiro menos vazado o atleta que tiver participação na posição de goleiro em pelo menos 80% dos jogos. Art. 39º Para eleição do melhor jogador, os donos e capitães das equipes deverão votar após a partida final, com a restrição de não poder votar nos jogadores de sua equipe. Art. 40º Para apuração do artilheiro, serão considerados todos os jogos, inclusive as finais. Art. 41º As faltas de campo serão punidas das seguintes formas: Cartão amarelo: advertência; Cartão vermelho: o jogador é expulso e não poderá ser substituído. 1º O atleta que acumular dois cartões amarelos em jogos distintos, cumprirá suspensão automática de 01 jogo. 2º Para os jogos das semifinais os cartões amarelos serão zerados, considerando as penalidades por expulsão. Caso determinado atleta seja punido com cartão amarelo no último jogo do 1º turno, completando-se assim 02 cartões amarelos, ele deverá cumprir suspensão automática. Art. 45º O presente regulamento entra em vigor na data de sua aprovação pelos representantes, revogadas as disposições em contrário. 5

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG

REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG BELO HORIZONTE AGOSTO DE 2014 REGULAMENTO GERAL I COPA SOCIETY OAB/MG REALIZAÇÃO Arte do Esporte www.artedoesporte.com.br I DAS FINALIDADES 3 II DA ORGANIZAÇÃO E EXECUÇÃO 3 III PERÍODO DE INSCRIÇÃO E REALIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013.

www.grude6.com.br grude6@yahoo.com.br REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. REGULAMENTO DO V TORNEIO GRUDE6 DE FUTSAL 2013. I - DOS OBJETIVOS: Art. 1º - O evento visa proporcionar aos servidores do Poder Judiciário Federal e instituições convidadas a integração e socialização

Leia mais

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL

IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY DA ASTRIFE 2013 REGULAMENTO GERAL I. DAS FINALIDADES Artigo 1 O IV CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SOCIETY, tem por finalidade congregar todas as pessoas que trabalham

Leia mais

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal

Regulamento da. 2ª Copa UniBH de Futsal Regulamento da 2ª Copa UniBH de Futsal FINALIDADE O presente regulamento contêm as normas que regem na 2ª Copa Futsal UniBH, sendo conhecedores de seu conteúdo todos os inscritos que se submetem sem ressalvas

Leia mais

4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO

4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO 4º CAMPEONATO DE FÉRIAS DOS BANCÁRIOS FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO O 4º Campeonato de Férias dos Bancários iniciará em 06 de julho e terá suas finais no dia 18 de julho de 2015 no Clube dos Bancários, na

Leia mais

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS.

3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. 3ª COPA QUIOSQUE NATUREZA DE FUTEBOL SUÍÇO INTER-ACADEMIAS. REGULAMENTO OFICIAL CAPÍTULO I OBJETIVOS ART. 1º - A 3ª Copa Quiosque Natureza de Futebol Suíço Inter-Academias, que será realizada no 2º semestre

Leia mais

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI)

FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 8 o CAMPEONATO MUNICIPAL DE FUTSAL MASCULINO/ FUNPEEL Troféu Luiz Carlos Heidrich (LULI) 1. DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO 1.1. O 8º Campeonato Municipal de Futsal Masculino será promovido e

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO TÉCNICO CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º. Este regulamento é o documento composto conjunto das disposições que regem a Campeonato Brasileiro de Handebol dos Surdos 2015, nas categorias

Leia mais

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN

Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN Seletiva Estadual Universitária de RUGBY SEVEN LOCAL/ DATA/ HORÁRIO Local: Campo Federação Paulista de Rugby Parque Esportivo do Trabalhador (Antigo CERET) Rua Canuto de Abreu, s/número - Tatuapé Data:

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES REGULAMENTO GERAL

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES REGULAMENTO GERAL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESPORTES REGULAMENTO GERAL VII CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SUÍÇO - 2011 VII CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL DOS SERVIDORES DA UNIOESTE / 2011 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO

Leia mais

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013

VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 VI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL FEMININO - 2013 DAS FINALIDADES Artigo 1º - Visando divulgar, incentivar e revelar novos talentos da prática da modalidade de futebol feminino, a Secretaria de Esportes,

Leia mais

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO

7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO 7º JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE REGULAMENTO I - DOS OBJETIVOS Art. 01 - A 7º edição dos JOGOS REGIONAIS DA SAÚDE é um evento promovido pelos Servidores da Secretaria de Estado da Saúde SES Art. 02 - O campeonato

Leia mais

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015

DANONE COPA DAS NAÇÕES 2015 REGULAMENTO DE SÃO PAULO CAPÍTULO 1 DA FINALIDADE Artigo 1º - A DANONE COPA DAS NAÇÕES tem por objetivo, incentivar a prática esportiva no meio estudantil e comunitário, e promover o intercâmbio, a socialização

Leia mais

PORTARIA 001. Altera Artigos do Regulamento

PORTARIA 001. Altera Artigos do Regulamento 8ª COPA FUPESP - FEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO 2012 PORTARIA 001 Altera Artigos do Regulamento A Comissão Organizadora, nos termos do Artigo 5º do Regulamento Geral,

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II FINALIDADES E ORGANIZAÇÃO DA COMPETIÇÃO

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II FINALIDADES E ORGANIZAÇÃO DA COMPETIÇÃO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º - O presente Regulamento tem por finalidade disciplinar a COPA LINCARD DE FUTEBOL SOCIETY, que em 2015 chega a sua 10ª edição consecutiva. Art. 2º - Os participantes

Leia mais

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013

LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 LIGA NACIONAL MASCULINA 2013 REGULAMENTO ESPECÍFICO Capítulo I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 Este Regulamento tem como finalidade, determinar as condições em que será disputada a LIGA NACIONAL

Leia mais

TROFÉU OTÁVIO ARCHANJO DE MELO

TROFÉU OTÁVIO ARCHANJO DE MELO TROFÉU OTÁVIO ARCHANJO DE MELO CAMPEONATO INTERNO DE FUTEBOL SUÍÇO 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DOS FINS E DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º: O Campeonato Interno de Futebol Suíço tem como finalidade principal

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DO DIVINÓPOLIS CLUBE CATEGORIA MÁSTER CLASSE 1964

REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DO DIVINÓPOLIS CLUBE CATEGORIA MÁSTER CLASSE 1964 REGULAMENTO CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY DO DIVINÓPOLIS CLUBE CATEGORIA MÁSTER CLASSE 1964 Artigo 1º - Apresentação A Divinópolis Clube com a Gestão 2010 / 2012 juntamente com o Departamento de Futebol

Leia mais

REGULAMENTO BASQUETE 2009

REGULAMENTO BASQUETE 2009 REGULAMENTO BASQUETE 2009 Organização: Fórum das Associações dos Servidores das Agências Reguladoras Patrocínio: DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO BASQUETE - 2009 Art.01 - Este regulamento é o conjunto

Leia mais

BOLETIM REGULAMENTAR 2013 RUGBY TAG CEUS

BOLETIM REGULAMENTAR 2013 RUGBY TAG CEUS BOLETIM REGULAMENTAR 2013 RUGBY TAG CEUS CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS 1. Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pela Federação Paulista de Rugby.

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 REALIZAÇÃO APOIO ASSOCIAÇÃO MASTER DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE QUADRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO Regulamento

Leia mais

COMPETIÇÕES CITADINAS REGULAMENTO COPA BANCO DO BRASIL 2015

COMPETIÇÕES CITADINAS REGULAMENTO COPA BANCO DO BRASIL 2015 COMPETIÇÕES CITADINAS REGULAMENTO COPA BANCO DO BRASIL 2015 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Regulamento da COPA BANCO DO BRASIL é o conjunto das regras estabelecidas pela Comissão Organizadora

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO

REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E DA PARTICIPAÇÃO Artigo 01º - A COPA BH 2015 DE FUTEBOL7 Série Ouro, é uma competição promovida pela Liga BHF7, sob chancela da Confederação Brasileira

Leia mais

15ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL

15ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL 15ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO EVENTO Art. 1º - A 15ª Copa MB será realizada em 2014 e tem por finalidade promover ampla mobilização das instituições de

Leia mais

IX Copa de Futebol Society do UniCEUB REGULAMENTO GERAL

IX Copa de Futebol Society do UniCEUB REGULAMENTO GERAL IX Copa de Futebol Society do UniCEUB REGULAMENTO GERAL 2015 REGULAMENTO GERAL TÍTULO I Dos Princípios Gerais Art. 1. A IX Copa de Futebol Society do UniCEUB, competição de caráter lúdico-desportivo, tem

Leia mais

REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas

REGULAMENTO. Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes. Este regulamento contém 08 páginas REGULAMENTO Open de Futsal 2007 Realização: Prefeitura de Betim Promoção: Secretaria Municipal de Esportes Leia sempre que tiver dúvidas! Este regulamento contém 08 páginas 1 REGULAMENTO GERAL I Das Disposições

Leia mais

XXVI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL- 2014

XXVI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL- 2014 XXVI TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL- 2014 DAS FINALIDADES: Artigo 1º - A TAÇA CIDADE DE SÃO PAULO DE FUTEBOL organizada e dirigida pela Coordenadoria de Gestão das Políticas e Programas de Esporte

Leia mais

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CAMPEONATO DA DURAÇÃO DO JOGO: Dois (2) tempos de vinte e cinco (25) minutos. DO HORÁRIO e DIA de jogo marcado: Para esta edição do 2 Campeonato de Futebol de Sete Categoria Sênior

Leia mais

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas.

REGULAMENTO GERAL. ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. REGULAMENTO GERAL CAPITULO 1 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ARTIGO I: A COPA BIG-ESPORTES DE FUTSAL IJUI/RS, somente poderá participar as instituições com suas equipes convidadas. ARTIGO II: Da Cerimônia de

Leia mais

12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA

12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA 12 o CAMPEONATO DE FUTEBOL SUIÇO QUARENTINHAS 2015 REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO AB - CURITIBA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 o Esta competição será coordenada pela Associação Brasil Núcleo

Leia mais

JOGOS RECREATIVOS ESPECIAIS DE MATO GROSSO DO SUL JORES 2015

JOGOS RECREATIVOS ESPECIAIS DE MATO GROSSO DO SUL JORES 2015 GOVERNADO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO FUNDAÇÃO DE DESPORTO E LAZER DE MATO GROSSO DO SUL GERÊNCIA GERAL DE DESENVOLVIMENTO DE ATIV. DESPORTIVAS JOGOS RECREATIVOS ESPECIAIS

Leia mais

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE

REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE REGULAMENTO DOS JOGOS DA SAÚDE 2015 ÍNDICE CAPÍTULO I Da Organização...3; CAPÍTULO II Dos Objetivos...3; CAPÍTULO III Da Coordenação...3; CAPÍTULO IV Data e local...4; CAPÍTULO V Das Inscrições...4; CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO COPA SANTA CATARINA 2015

REGULAMENTO COPA SANTA CATARINA 2015 REGULAMENTO COPA SANTA CATARINA 2015 Os artigos abaixo enumerados têm como objetivo maior regular ascompetições da ACEF no calendário esportivo do ano de 2015, bemcomo disciplinar as equipes afiliadas

Leia mais

Federação Gaúcha de Rugby FGR

Federação Gaúcha de Rugby FGR Federação Gaúcha de Rugby FGR Regulamento do Circuito Gaúcho de Rugby SevensFeminino ( CGR 7 s Feminino ). Capítulo I - Disposições Gerais O Circuito Gaúcho de Rugby Sevens ( CGR 7 s ) é um evento promovido

Leia mais

NATIONAL BASKETBALL ASSOCIATION NBA 3X. Regulamento CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

NATIONAL BASKETBALL ASSOCIATION NBA 3X. Regulamento CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS NATIONAL BASKETBALL ASSOCIATION NBA 3X Regulamento CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - Os Torneios de Basquetebol 3x3 NBA, doravante denominados NBA 3x, são competições oficiais, promovidas e dirigidas

Leia mais

16ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL

16ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL 16ª COPA MERCANTIL DO BRASIL DE FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO EVENTO Art. 1º - A 16ª Copa MB será realizada em 2015 e tem por finalidade promover ampla mobilização das instituições de

Leia mais

COPA TV TEM DE FUTSAL REGULAMENTO 2015

COPA TV TEM DE FUTSAL REGULAMENTO 2015 I - DA PROMOÇÃO E OBJETIVOS Art. 1 - A COPA TV TEM DE FUTSAL é uma promoção da TV TEM, com a coordenação técnica das Ligas Catanduvense e Riopretense de Futsal. Art. 2 O objetivo da COPA TV TEM DE FUTSAL

Leia mais

Liga de Rugby do Vale

Liga de Rugby do Vale REGULAMENTO DO TORNEIO Torneio de Rúgbi de Areia 58º Jogos Regionais de Caraguatatuba Liga de Rugby do Vale Capítulo I - Disposições Gerais Art. 1º - O Torneio de Rúgbi de Areia em Caraguatatuba, é um

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO

REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO REGULAMENTO TÉCNICO ATLETISMO 1 A Competição de Atletismo do JIUDESC 2014 será regida pelas Regras Internacionais da IAAF e pelo que dispõe este Regulamento. 2 Cada Centro poderá inscrever, no máximo,

Leia mais

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF

Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Associação Brasileira de Escolinhas de Futebol e Futsal- ABEFF Diretoria de Competições Regulamento da Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol Copa do Brasil de Escolinhas de Futebol 2016 Categorias Sub

Leia mais

34 ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO EFIPAN REGULAMENTO CAPÍTULO I GENERALIDADES

34 ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO EFIPAN REGULAMENTO CAPÍTULO I GENERALIDADES 34 ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO EFIPAN REGULAMENTO CAPÍTULO I GENERALIDADES Art. 1º - O ENCONTRO DE FUTEBOL INFANTIL PAN AMERICANO - EFIPAN, organizado pela ESCOLINHA DE FUTEBOL FLAMENGO

Leia mais

SELETIVAS MINEIRAS PARA A LIGA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO 2015

SELETIVAS MINEIRAS PARA A LIGA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO 2015 SELETIVAS MINEIRAS PARA A LIGA DO DESPORTO UNIVERSITÁRIO 2015 -REGULAMENTO GERAL- SÚMARIO PRINCIPIOS GERAIS 03 MODALIDADES 03 PODERES 03 COMISSÃO DE HONRA 04 COMITÊ ORGANIZADOR 04 Coordenação Geral 04

Leia mais

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE

COLÉGIO MOTIVA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ESPORTES COORDENAÇÃO DE EVENTOS BASQUETE BASQUETE Art. 1º - As competições da modalidade de Basquete serão regidas pelas regras oficiais da FIBA, em consonância com este regulamento específico e o Regulamento Geral da competição. a) Fase Classificatória

Leia mais

LOJA DAS CORTINAS & PERSIANAS OLIVEIRAS 69-3223-2436

LOJA DAS CORTINAS & PERSIANAS OLIVEIRAS 69-3223-2436 REGULAMENTO GERAL DA 4ª COPA DE FUTSAL ENTREAMIGOS SÉRIE OURO E PRATA 2015 APOIO: REPRESENTANTE: JÚLIO CÉSAR 69-9262-3994 LOJA DAS CORTINAS & PERSIANAS OLIVEIRAS 69-3223-2436 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Regulamento do Campeonato Gaúcho de Rugby 2013 1ª Divisão - Categoria Principal

Regulamento do Campeonato Gaúcho de Rugby 2013 1ª Divisão - Categoria Principal Regulamento do Campeonato Gaúcho de Rugby 2013 1ª Divisão - Categoria Principal Introdução O Campeonato Gaúcho de 2013 da primeira divisão ( CGR 2013 Principal ) terá por objetivo a consolidação dos principais

Leia mais

2º TORNEIO KICK-OFF / WORTEN

2º TORNEIO KICK-OFF / WORTEN 2º TORNEIO KICK-OFF / WORTEN DOSSIER DO TORNEIO 1. Introdução A nossa empresa conta com alguns anos de experiência na organização de eventos desportivos, surgindo este no seguimento de outros por nós realizados.

Leia mais

APCEF/MA REGULAMENTO GERAL DE COMPETIÇÕES FUTEBOL SOCIETY E FUTSAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

APCEF/MA REGULAMENTO GERAL DE COMPETIÇÕES FUTEBOL SOCIETY E FUTSAL CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O Regulamento Geral de Competições, aqui denominado RGC, é o conjunto das regras estabelecidas pela Comissão de Competições, que rege os Campeonatos de

Leia mais

CONTATO MILTON ROBERTO

CONTATO MILTON ROBERTO CONTATO MILTON ROBERTO Tel- 51-97979257 SETTI Tel 51-96397857 11ª COPA SICREDI/AFUBRA/CURVA DO RIO DE FUTEBOL SETE- Categorias Adultas e a 6ª COPINHA Categorias de Base 2015/2016. REGULAMENTO ESPECÍFICO

Leia mais

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012

REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 REGULAMENTO D0 II CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN FEMININO 2012 1 - Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I I MACEIÓ-AL, 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1º - O esporte é considerado um fenômeno cultural da humanidade capaz de propiciar inúmeros benefícios aos seus praticantes.

Leia mais

CÂMARA MUNICPAL DO NORDESTE GABINETE DO DESPORTO TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO NORDESTE 2015

CÂMARA MUNICPAL DO NORDESTE GABINETE DO DESPORTO TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO NORDESTE 2015 CÂMARA MUNICPAL DO NORDESTE I.INTRODUÇÃO Com a organização do Torneio de Futsal Inter-Freguesias do Nordeste 2015, o gabinete do Desporto pretende proporcionar à população concelhia um espaço privilegiado

Leia mais

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO

REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO XI JOGOS MACABEUS NACIONAIS DAS ESCOLAS JUDAICAS RIO DE JANEIRO / BRASIL 06 a 09 de setembro de 2012 REGULAMENTO GERAL INTRODUÇÃO A Macabi Rio, entidade filiada à Macabi Brasil, e organizadora há 19 anos

Leia mais

Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022

Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 46ª COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 I - DAS FINALIDADES

Leia mais

COPA CENTRO AMÉRICA DA JUVENTUDE 2015

COPA CENTRO AMÉRICA DA JUVENTUDE 2015 OBJETIVO COPA CENTRO AMÉRICA DA JUVENTUDE 2015 Proporcionar, no período de cerca de trinta (30) dias, à família estudantil em faixas etárias previamente determinadas neste regulamento, uma competição de

Leia mais

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015

ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE DESPORTOS PARA DEFICIENTES INTELECTUAIS DO ESTADO DE SÃO PAULO REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA TAÇA SÃO PAULO DE FUTSAL-2015 DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO Art. 1º - A Taça São Paulo de Futsal - 2015 será disputado por equipes com atletas com deficiência intelectual. Art.

Leia mais

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO Campeonato Nacional Feminino 2ª Divisão 2010_11 FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO A. Clubes Apurados B. Modelo Competitivo C. Marcação de Jogos D. Arbitragem E. Inscrição das

Leia mais

Federação Paulista de Futebol 7 Society

Federação Paulista de Futebol 7 Society I - DENOMINAÇÃO, FINALIDADE E EQUIPES PARTICIPANTES. Artigo 01 - O Campeonato Taça Cidade de SP de Futebol 7 Society, Categoria Principal, da temporada de 2013, tem por finalidade congregar, difundir e

Leia mais

Regulamento Geral 04 a 08 de agosto de 2015

Regulamento Geral 04 a 08 de agosto de 2015 Regulamento Geral 04 a 08 de agosto de 2015 Realização: Apoio: Oraganização: Capítulo I Das finalidades Art. 1º - O Jogos dos Advogados Mineiros - JAM -, regido pelo presente regulamento, é um grande torneio

Leia mais

16ª TAÇA CAMPINA GRANDE DE HANDEBOL REGULAMENTO GERAL

16ª TAÇA CAMPINA GRANDE DE HANDEBOL REGULAMENTO GERAL Capítulo I - Dos Princípios Gerais 16ª TAÇA CAMPINA GRANDE DE HANDEBOL REGULAMENTO GERAL Art. 1º- A 16ª TAÇA CAMPINA GRANDE DE HANDEBOL tem a cooperação técnica da Confederação Brasileira de Handebol e

Leia mais

Federação Paulista de Futebol

Federação Paulista de Futebol Federação Paulista de Futebol RUA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL, 55 SÃO PAULO - SP Telefone 2189-7000 Fax 2189-7022 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 45ª COPA SÃO PAULO HITACHI DE FUTEBOL JÚNIOR - 2014 I - DAS

Leia mais

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa

REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa REGULAMENTO I Copa Integração de Futsal e Vôlei de Praia do IFPB Campus Sousa Sousa, 20 de abril de 2012 CAPÍTULO I DAS INSCRIÇÕES Art. 1º. Os times interessados em participar I Copa Integração de Futsal

Leia mais

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014

CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 CIRCUITO VERÃO SESC DE ESPORTES 2013/2014 I. DA COMPETIÇÃO II. DA COORDENAÇÃO III. DAS FASES DA COMPETIÇÃO IV. DAS INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES V. DA PREMIAÇÃO VI. DA ARBITRAGEM VII. DA IDENTIFICAÇÃO VIII.

Leia mais

36º CAMPEONATO DE INVERNO DE FUTEBOL DO ITAMIRIM NOVOS "B"

36º CAMPEONATO DE INVERNO DE FUTEBOL DO ITAMIRIM NOVOS B 36º CAMPEONATO DE INVERNO DE FUTEBOL DO ITAMIRIM CHAVE VERDE 1 PAIS E FILHOS / CAPITAL TRADE 2 PIRUIUSERS 3 FAMÍLIA SANDRI 4 NETMÍDIA DESIGN 5 MAMUTES 6 MBB 7 AL JAZIRAH CHAVE VERMELHA 1 TPT 2 MEC 3 CHOPPELADA

Leia mais

ÍNDICE. Capítulo I Das Disposições Gerais Página 02. Capítulo II Da Direção da Competição Página 03. Capítulo III Do Sistema de Disputa Página 04

ÍNDICE. Capítulo I Das Disposições Gerais Página 02. Capítulo II Da Direção da Competição Página 03. Capítulo III Do Sistema de Disputa Página 04 ÍNDICE Capítulo I Das Disposições Gerais Página 02 Capítulo II Da Direção da Competição Página 03 Capítulo III Do Sistema de Disputa Página 04 Capítulo IV Da Contagem de Pontos Página 06 Capítulo V Das

Leia mais

REGULAMENTO D0 I CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY 2012-2ª DIVISÃO

REGULAMENTO D0 I CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY 2012-2ª DIVISÃO REGULAMENTO D0 I CAMPEONATO MINEIRO DE 2012-2ª DIVISÃO 1 - Disposições Gerais Todas as partidas serão disputadas de acordo com as Leis do jogo em vigor conforme estipulado pelo IRB. Se surgirem dúvidas

Leia mais

FEDERAÇÃO DOS CLUBES DE EMPREGADOS DA PETROBRAS Fundada em 18 de março de 1995 REGULAMENTO GERAL DOS VI JOGOS INTERCEPES

FEDERAÇÃO DOS CLUBES DE EMPREGADOS DA PETROBRAS Fundada em 18 de março de 1995 REGULAMENTO GERAL DOS VI JOGOS INTERCEPES REGULAMENTO GERAL DOS VI JOGOS INTERCEPES Este regulamento tem por finalidade dispor as normas das disputas para o VI Jogos INTERCEPES (Fases Regionais e Nacional) em sua versão 2014, devidamente escrito

Leia mais

Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO

Câmara Municipal de Montemor-o-Velho. Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO Câmara Municipal de Montemor-o-Velho Unidade de Desporto XVII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2014 REGULAMENTO Montemor-o-Velho, Maio de 2014 Índice REGULAMENTO... 3 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO CATARINENSE DE RUGBY COPA CATARINENSE 2015 Série A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE RUGBY FECARU

REGULAMENTO CAMPEONATO CATARINENSE DE RUGBY COPA CATARINENSE 2015 Série A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE RUGBY FECARU REGULAMENTO CAMPEONATO CATARINENSE DE RUGBY COPA CATARINENSE 2015 Série A FEDERAÇÃO CATARINENSE DE RUGBY FECARU CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS O Campeonato Catarinense de Rugby Série A, Categoria Adulta

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS. Taça Fundação INATEL

NORMAS ESPECÍFICAS. Taça Fundação INATEL NORMAS ESPECÍFICAS Taça Fundação INATEL FUTEBOL - ÉPOCA 2009-2010 Taça Fundação INATEL NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código

Leia mais

Regulamento - FEBAPB 2015-2016

Regulamento - FEBAPB 2015-2016 CAMPEONATO PARAIBANO DE BADMINTON ABERTO DE DUPLAS TAÇA SUPER BADMINTON Atos Administrativos Do Objetivo 1 I CAMPEONATO PARAIBANO DE BADMINTON O I Campeonato Paraibano de Badminton terá inicio em Janeiro

Leia mais

DEPARTAMENTO TÉCNICO DE FUTEBOL AMADOR CAMPEONATO ESTADUAL DA CATEGORIA JÚNIOR

DEPARTAMENTO TÉCNICO DE FUTEBOL AMADOR CAMPEONATO ESTADUAL DA CATEGORIA JÚNIOR DEPARTAMENTO TÉCNICO DE FUTEBOL AMADOR CAMPEONATO ESTADUAL DA CATEGORIA JÚNIOR EDIÇÃO 2009 REGULAMENTO ARTIGO 1º - O CAMPEONATO ESTADUAL DA CATEGORIA JÚNIOR EDIÇÃO 2009, será promovido, organizado e dirigido

Leia mais

Estamos divulgando a proposta e formato do campeonato de futebol society 2014 entre as concessionários de veículos do Estado.

Estamos divulgando a proposta e formato do campeonato de futebol society 2014 entre as concessionários de veículos do Estado. OF/SIN 010/14 13 de fevereiro de 2014 ASSOCIADOS SINCODIV/ES AT.: TITULARES / RH / RESP. EQUIPES C/C: VITOR MURILLO / LARISSA RAGAZZI ASSUNTO: 7ª COPA SINCODIV/ES DE SOCIETY 2014 Estamos divulgando a proposta

Leia mais

REGULAMENTO D0 CAMPEONATO PAULISTA DE RUGBY 1ª DIVISÃO 2013

REGULAMENTO D0 CAMPEONATO PAULISTA DE RUGBY 1ª DIVISÃO 2013 REGULAMENTO D0 CAMPEONATO PAULISTA DE RUGBY 1ª DIVISÃO 2013 FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY FPR Capítulo I - Disposições Gerais O Campeonato Paulista de Rugby 1ª divisão, Categoria Adulta Masculino, é promovido

Leia mais

PROJETO I JOGOS INTERNOS ESTUDANTIS DO IFBA CÂMPUS FEIRA DE SANTANA. De 28 de outubro à 19 de Dezembro 2014.

PROJETO I JOGOS INTERNOS ESTUDANTIS DO IFBA CÂMPUS FEIRA DE SANTANA. De 28 de outubro à 19 de Dezembro 2014. PROJETO I JOGOS INTERNOS ESTUDANTIS DO IFBA CÂMPUS FEIRA DE SANTANA De 28 de outubro à 19 de Dezembro 2014. APRESENTAÇÃO Desde Junho de 2012, tramitam no Conselho Superior do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO TORNEIO POR EQUIPES CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba TennisClassic é um série de eventos competitivos disputada entre as melhores equipes nas categorias por idade, de

Leia mais

REGULAMENTO D0 V CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN 2014 I ETAPA NOVA LIMA - MG CATEGORIA ADULTO FEMININO

REGULAMENTO D0 V CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN 2014 I ETAPA NOVA LIMA - MG CATEGORIA ADULTO FEMININO REGULAMENTO D0 V CAMPEONATO MINEIRO DE RUGBY SEVEN 2014 I ETAPA NOVA LIMA - MG CATEGORIA ADULTO FEMININO 1 - Disposições Gerais Dias 13 e 14 de setembro - CATEGORIAS ADULTO FEMININO Endereço em breve.

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIPAMPA EDIÇÃO 2013 Art. 1º- Os Jogos Universitários da UNIPAMPA serão realizados pela

Leia mais

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE

3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2014 3ª OLIEMDOPE 3ª OLIMPÍADA ENTRE EMPRESAS DE DOUTOR PEDRINHO 2015 3ª OLIEMDOPE REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º A Olimpíada Entre

Leia mais

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL Diretoria de Competições

FEDERAÇÃO CEARENSE DE FUTEBOL Diretoria de Competições COPA UNIMED FORTALEZA DE FUTEBOL 2011 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO REC CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - A Copa Unimed Fortaleza de Futebol 2011, doravante denominada Copa, será

Leia mais

Confederação Brasileira de Futebol

Confederação Brasileira de Futebol Confederação Brasileira de Futebol Diretoria de Competições Regulamento Específico da Competição Copa do Nordeste 2015 1 SUMÁRIO DEFINIÇÕES... 3 CAPÍTULO I - DA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO... 4 CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO_2015. Página 1

REGULAMENTO_2015. Página 1 1 - Regras 1.1 - O Sesimbra Summer Cup será disputado em conformidade com as regras da FIFA, com excepção do previsto neste regulamento. 1.2 As equipas participantes podem ser equipas federadas, equipas

Leia mais

REGULAMENTO D0 CAMPEONATO PAULISTA DE RUGBY 1ª DIVISÃO 2014

REGULAMENTO D0 CAMPEONATO PAULISTA DE RUGBY 1ª DIVISÃO 2014 REGULAMENTO D0 CAMPEONATO PAULISTA DE RUGBY 1ª DIVISÃO 2014 FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY FPR Capítulo I - Disposições Gerais O Campeonato Paulista de Rugby 1ª divisão, Categoria Adulta Masculino, é promovido

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO... 03 CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS... 03 CAPÍTULO III DA COORDENAÇÃO... 03 CAPÍTULO IV DAS FASES DE DISPUTA...

SUMÁRIO CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO... 03 CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS... 03 CAPÍTULO III DA COORDENAÇÃO... 03 CAPÍTULO IV DAS FASES DE DISPUTA... Edição 2015 SUMÁRIO CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO... 03 CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS... 03 CAPÍTULO III DA COORDENAÇÃO... 03 CAPÍTULO IV DAS FASES DE DISPUTA... 05 CAPÍTULO V DA COMPOSIÇÃO DAS REGIÕES... 06 CAPÍTULO

Leia mais

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br

FEDERAÇÃO GOIANA DE FUTEBOL www.fgf.esp.br CAMPEONATO GOIANO DE FUTEBOL PROFISSIONAL DA DIVISÃO DE ACESSO (2 a DIVISÃO) 2015 N O R M A S E S P E C I A I S CAPÍTULO I Da Denominação e Participação Art. 1º - O Campeonato Goiano de Profissionais da

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL

REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL REGULAMENTO GERAL DO JICOF JOGOS INTERNOS DO COLÉGIO FRACTAL CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Os jogos internos do COLÉGIO FRACTAL (JICOF) têm por finalidade principal humanizar a prática desportiva, valorizando

Leia mais

CERIMONIAL DE ABERTURA

CERIMONIAL DE ABERTURA XXIII JOGOS ESTUDANTIS DO COLÉGIO SÃO JOSÉ PORTO UNIÃO SC CERIMONIAL DE ABERTURA DATA: 19 de abril de 2015 (terça-feira) LOCAL: Ginásio de Esportes do Colégio São José. HORÁRIO: 9:00 horas - Concentração

Leia mais

PAULISTÃO 2013 I - DENOMINAÇÃO, FINALIDADE E EQUIPES PARTICIPANTES.

PAULISTÃO 2013 I - DENOMINAÇÃO, FINALIDADE E EQUIPES PARTICIPANTES. I - DENOMINAÇÃO, FINALIDADE E EQUIPES PARTICIPANTES. Artigo 01 - O Campeonato de Futebol 7 Society, Categoria Principal, em todas as suas Divisões, na temporada de 2014, tem por finalidade congregar, difundir

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

CAMPEONATO CARIOCA DE QUADRAS 2011

CAMPEONATO CARIOCA DE QUADRAS 2011 CAMPEONATO CARIOCA DE QUADRAS 2011 1. GERAL O Campeonato Carioca de Quadras será disputado por quadras de 4 a 6 jogadores, devendo ser indicado um capitão jogador. Caso a soma dos valores de handicap dos

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO ADULTO MASCULINO DO DISTRITO FEDERAL BRABA 2015

REGULAMENTO CAMPEONATO ADULTO MASCULINO DO DISTRITO FEDERAL BRABA 2015 REGULAMENTO CAMPEONATO ADULTO MASCULINO DO DISTRITO FEDERAL BRABA 2015 I - APRESENTAÇÃO ARTIGO 1º - A Associação de Basquetebol da Grande Brasília, doravante denominada BRABA, é a responsável por promover

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO II TORNEIO DA UNIRB

REGULAMENTO GERAL DO II TORNEIO DA UNIRB CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA REGULAMENTO GERAL DO II TORNEIO DA UNIRB CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1. O II TORNEIO UNIRB tem como finalidade promover a integração

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA JUVENTUDE, ESPORTE E LAZER S E J E L REGULAMENTO ESPECÍFICO CATEGORIA A

SECRETARIA DE ESTADO DA JUVENTUDE, ESPORTE E LAZER S E J E L REGULAMENTO ESPECÍFICO CATEGORIA A SECRETARIA DE ESTADO DA JUVENTUDE, ESPORTE E LAZER S E J E L REGULAMENTO ESPECÍFICO CATEGORIA A REGULAMENTO ESPECÍFICO DO ATLETISMO 1. A Competição de Atletismo será realizada de acordo com as regras oficiais

Leia mais

DAS COMPETIÇÕES Art. 1º Art. 2º Parág. 1º Parág. 2º Parág. 3º Parág. 4º Parág. 5º Art. 3º Art. 4º Parág. Único

DAS COMPETIÇÕES Art. 1º Art. 2º Parág. 1º Parág. 2º Parág. 3º Parág. 4º Parág. 5º Art. 3º Art. 4º Parág. Único DAS COMPETIÇÕES Art. 1º - O presente regulamento visa disciplinar, fixar diretrizes e estabelecer as normas para o "11 o GRAND PRIX NACIONAL DE JUDÔ". Todos dispositivos das NORMAS GERAIS PARA EVENTOS

Leia mais

REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO 2015

REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO 2015 REGULAMENTO CAMPEONATO SERGIPANO 2015 Introdução Atr.1º. O Campeonato Sergipano de Tênis de Mesa uma competição organizada pela Federação de Tênis de Mesa de Sergipe (FTM-SE), que conta com apoio e autorização

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO DE BILHAR 2015 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e de toda a região,

Leia mais

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O

XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 R E G U L A M E N T O DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º - O XXIV CIRCUITO ESTADUAL DE VOLEIBOL DE PRAIA 2013 / 2014 é uma promoção e realização da Federação

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 I - OBJETIVOS: Incentivar a integração de todos como também valorizar e estimular a prática esportiva, como fator de

Leia mais