Curso Técnico Subsequente em Materiais Didáticos Bilíngue (Libras/Português) MATRIZ CURRICULAR. Móduloe 1 Carga horária total: 400h

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Curso Técnico Subsequente em Materiais Didáticos Bilíngue (Libras/Português) MATRIZ CURRICULAR. Móduloe 1 Carga horária total: 400h"

Transcrição

1 Curso Técnico Subsequente em Materiais Didáticos Bilíngue (Libras/Português) CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Móduloe 1 Carga horária total: 400h Projeto Integrador I 40 Não tem Aprendizagem Infantil Bilíngue 40 Não tem Português como Segunda Língua 40 Não tem Língua Brasileira de Sinais 80 Não tem Didática de Material Pedagógico Bilíngue para Crianças 40 Não tem Comunicação Visual I 80 Não tem Tecnologias da Informação e Comunicação 40 Não tem Expressão Corporal 40 Não tem

2 Módulo 2 Carga horária total: 400h Projeto Integrador Módulo II 60 Filmagem e Edição 60 Comunicação Visual II 80 Língua Brasileira de Sinais II 40 Animação 60 Artes Visuais 40 Tradução e Interpretação de Histórias Infantis 60 Módulo 3 Carga horária total: 560h Projeto Integrador do Módulo III 200 Optativa: Oficina de Multimídia e Animação 160 Optativa: Oficina de Artes Visuais 160 Língua Brasileira de Sinais 40

3 Unidade Curricular PROJETO INTEGRADOR DO MÓDULO I: Propiciar e desenvolver habilidades de construção de projetos para elaboração de material didático bilíngue. Inter-relacionar os conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares do módulo I de forma integrada através da constituição de um projeto de material didático. Unidade Curricular COMUNICAÇÃO VISUAL I: Conhecer os princípios da forma e do desenho. Desenvolver projetos gráficos utilizando recursos digitais para desenho vetorial e layout. Unidade Curricular TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO : Utilizar um computador e softwares de editoração de documentos Compreender a lógica de funcionamento da Internet e cuidados em relação ao seu uso Utilizar as funcionalidades essenciais de um Ambiente Virtual de Ensino Aprendizagem Unidade Curricular EXPRESSÃO CORPORAL: Conhecer, criar e recriar possibilidades diversas de expressão corporal. Desenvolver a consciência corporal. Ampliar o vocabulário da linguagem do movimento, explorando diferentes formas, planos, níveis e dimensões. Compreender as relações entre corpo, emoção, subjetividade e cultura. Unidade Curricular APRENDIZAGEM INFANTIL BILÍNGUE: Relacionar as principais fases do desenvolvimento infantil ao uso de materiais didáticos bilíngue. Compreender contextos da educação infantil bilíngue a partir de noções teóricas de processos de aprendizagem. Unidade Curricular PORTUGUÊS COMO SEGUNDA LÍNGUA: Reconhecer a língua portuguesa como segunda língua na educação infantil. Compreender o uso da língua portuguesa como segunda língua para a criação de materiais didáticos infantis. Compreender as significações do português para os educandos surdos.

4 Unidade Curricular LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS: Compreender o processo histórico da formação do Povo Surdo e da Língua de Sinais. Compreender como se dá o processo de constituição das culturas e identidades surdas. Reconhecer os parâmetros básicos que constituem a língua de sinais sinalizada e escrita Sistema Signwriting. Unidade Curricular DIDÁTICA DE MATERIAIS PEDAGÓGICOS BILÍNGUES PARA CRIANÇAS: Conhecer os princípios educativos e as práticas sociais relacionadas à produção do material pedagógico bilíngue. Compreender os conceitos de infância; Compreender o conceito de material didático e material didático bilíngue; Estabelecer a relação e diferença entre os conteúdos da educação infantil e o conhecimento do material pedagógico bilíngue. Unidade Curricular PROJETO INTEGRADOR DO MÓDULO II : Desenvolver a capacidade para a construção de projetos de redesign materiais didáticos bilíngues para infância. Inter-relacionar os conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares dos módulos I e II por meio da elaboração de projeto de materiais didáticos bilíngues para a infância. Unidade Curricular COMUNICAÇÃO VISUAL II: Ser capaz de analisar criticamente materiais gráficos compreendendo como se configuram as mensagens visuais. Saber utilizar recursos digitais para produção e tratamento de imagens. Unidade Curricular FILMAGEM E EDIÇÃO: Elaborar roteiros e desenvolver vídeos educacionais na pedagogia bilíngue (Libras/Português).. Unidade Curricular LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS: Refletir criticamente sobre o uso social da Língua de Sinais, tanto sinalizada como escrita. Dominar os aspectos estruturais do conto com abordagem no uso e ensino de LIBRAS.

5 Unidade Curricular TRADUÇÃO E INTERPRETAÇÃO DE HISTÓRIAS INFANTIS: Perceber que a história é importante tanto como fonte de prazer como pela contribuição que oferece ao desenvolvimento da criança. Buscar a identificação da criança surda na produção/contação de histórias. Conhecer a origem da contação de histórias e sua importância no desenvolvimento da imaginação. Suscitar o imaginário através da contação de histórias encontrando ideias para solucionar questões. Mobilizar conhecimentos através de histórias/contos/fábulas para desenvolver respostas inéditas, criativas e eficazes para problemas de comunicação e conhecimento de mundo. Unidade Curricular ANIMAÇÃO: Conhecer os elementos da Linguagem audiovisual e os princípios de animação aplicando-os maneira adequada no desenvolvimento de materiais didáticos. Conhecer os recursos para produzir as fotografias e animá-las digitalmente. Unidade Curricular ARTES VISUAIS: Analisar, refletir e compreender os diferentes processos e técnicas artísticas. Conhecer e compreender critérios culturalmente construídos de matrizes filosófica, histórica, sociológica, antropológica, semiótica, científica, tecnológica entre outros. Explorar criativamente materiais e técnicas artísticas. Unidade Curricular PROJETO INTEGRADOR MÓDULO III: Desenvolver habilidades de construção de projetos para elaboração de material didático bilíngue para crianças surdas. Inter-relacionar os conhecimentos adquiridos nas unidades curriculares do módulo I e do módulo II de forma integrada através da constituição de um projeto de material didático bilíngue. Desenvolver técnicas de criatividade para a elaboração de projetos. Unidade Curricular OFICINA DE ARTES VISUAIS: Desenvolver um conjunto de atividades relacionadas às técnicas bidimensionais e tridimensionais de artes visuais. Reconhecer os elementos da linguagem visual. Unidade Curricular OFICINA DE MULTIMÍDIA E ANIMAÇÃO: Desenvolver materiais educacionais dinâmicos e interativos.

Curso Técnico Subsequente em Tradução e Interpretação de Libras Nome do Curso

Curso Técnico Subsequente em Tradução e Interpretação de Libras Nome do Curso Curso Técnico Subsequente em Tradução e Interpretação de Libras Nome do Curso CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 400h Libras I 160h Não há Sujeito Surdo, Diferença,

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo:

Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo: ! Estrutura Curricular do Curso de Comunicação em Mídias Digitais Código/Currículo: 392009 12.2 DETALHAMENTO DA COMPOSIÇÃO CURRICULAR [ Portaria PRG/G/n 035/2016] 1. Conteúdos Básicos Profissionais 1.1

Leia mais

Curso PROEJA FIC ENSINO FUNDAMENTAL BILÍNGUE LIBRAS/PORTUGUÊS COM PROFISSIONALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL: EDIÇÃO DE IMAGENS

Curso PROEJA FIC ENSINO FUNDAMENTAL BILÍNGUE LIBRAS/PORTUGUÊS COM PROFISSIONALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL: EDIÇÃO DE IMAGENS Curso PROEJA FIC ENSINO FUNDAMENTAL BILÍNGUE LIBRAS/PORTUGUÊS COM PROFISSIONALIZAÇÃO EM FOTOGRAFIA DIGITAL: EDIÇÃO DE IMAGENS CÂMPUS PALHOÇA BILÍNGUE MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total:

Leia mais

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 1 INTRODUÇÃO 1.3. Os fundamentos pedagógicos da BNCC Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global (dimensões

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Departamento de Administração Escolar

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Departamento de Administração Escolar Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução 002/CUn/2007, de 02 de março de 2007 O Curso de Licenciatura em Letras/LIBRAS é uma iniciativa da Universidade Federal de Santa Catarina, com

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Perfil Código Nome da Disciplina Caráter Requisito Departam ento Ofertante Teóricos Práticos Créditos Estágio Campo Total Carga Horária 1º

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda

Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda CÂMPUS ARARANGUÁ MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 0h PROCESSOS CRIATIVOS DESENHO DA FIGURA HUMANA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL SISTEMA

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS Discutir e fomentar conhecimentos sobre a compreensão das potencialidades,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 013/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar;

RESOLUÇÃO Nº 013/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar; RESOLUÇÃO Nº 013/2016-CEPE/UNESPAR Convalida as alterações e prazos de vigência da matriz curricular do curso Superior de Escultura do campus Curitiba I - EMBAP. Considerando o art. 7º, incisos I, II e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 015/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar;

RESOLUÇÃO Nº 015/2016-CEPE/UNESPAR. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII do Regimento Geral da Unespar; RESOLUÇÃO Nº 015/2016-CEPE/UNESPAR Convalida as alterações e prazos de vigência na matriz curricular do curso Superior de Pintura do campus Curitiba I - EMBAP. Considerando o art. 7º, incisos I, II e VII

Leia mais

Ementário do Curso de Design de Moda - Matriz

Ementário do Curso de Design de Moda - Matriz Ementário do Curso de Design de Moda - Matriz 2011.1 Disciplina: INTRODUÇÃO AO DESIGN DE MODA (60h) Terminologias e conceitos da área. Descrição dos conceitos da área. Contextualização e processo de moda.

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Design de Moda - Bacharelado Campus: Tom Jobim Missão Formar profissionais reflexivos e com sensibilidade artística para a construção do pensamento e cultura de moda, aptos

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA. 1º semestre: EIXO 1 A TRAJETÓRIA EDUCACIONAL NEB 60 TOTAL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA. 1º semestre: EIXO 1 A TRAJETÓRIA EDUCACIONAL NEB 60 TOTAL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA COMPONENTE CURRICULAR EIXO TEMÁTICO CH CR REQUISITOS 1º semestre: EIXO 1 A TRAJETÓRIA EDUCACIONAL Língua Portuguesa NEB 60 Educação e Tecnologias

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Prof. Dr. Paulo de Tarso Mendes Luna

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 7 semestres. Prof. Dr. Paulo de Tarso Mendes Luna Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução 12/CGRAD/2015 de 09/09/2015 Fornecer meios para formação de profissionais capazes para atuar em ambientes dinâmicos plurais, atendendo necessidades

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 22 DE ABRIL DE 2014

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 22 DE ABRIL DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.550, DE 22 DE ABRIL DE 2014 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN

GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN GRADE CURRICULAR DO BACHARELADO INTERDISCIPLINAREM ARTES E DESIGN http://www.ufjf.br/biad/ ESTRUTURA CURRICULAR DO 1º CICLO Bacharelado interdisciplinar em Artes e Design 3 anos Componentes curriculares

Leia mais

PEDAGOGIA 2º PERÍODO MANHÃ EDUC3012 CIÊNCIAS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA I 45h EDUC3022 FUNDAMENTOS SOCIO-HISTÓRICO-FILOSÓSIFCO DA EDUCAÇÃO II 45h EDUC3001

PEDAGOGIA 2º PERÍODO MANHÃ EDUC3012 CIÊNCIAS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA I 45h EDUC3022 FUNDAMENTOS SOCIO-HISTÓRICO-FILOSÓSIFCO DA EDUCAÇÃO II 45h EDUC3001 PEDAGOGIA 1º PERÍODO TARDE EDUC3004 FUNDAMENTOS SOCIO-HISTÓRICO-FILOSÓFICO. DA EDUCAÇÃO I 45h EDUC3003 IDENTIDADE CULTURA E SOCIEDADE I 45h EDUC3002 IDEOLOGIA - DISCURSO E PRÁTICA PEDAGÓGICA 45h EDUC3010

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015

PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 PLANEJAMENTO 1º TRIMESTRE/2015 TURMA: 2º ano PERÍODO: 23/02 a 22/05 DISCIPLINA/PROFESSOR/A OBJETIVO CONTEÚDOS Currículo Ana Paula Froes Língua Portuguesa: Língua Portuguesa: Realizar leituras acompanhando

Leia mais

GABARITO PROVA INTEGRADORA - ICA - NOITE

GABARITO PROVA INTEGRADORA - ICA - NOITE GABARITO PROVA INTEGRADORA - ICA - NOITE Análise Crítica da Mídia 1932 1 C 1932 2 A 1932 3 A 1932 4 A 1932 5 C Animação 1937 1 E 1937 2 B 1937 3 C 1937 4 D 1937 5 C 1937 6 D Comunicação e Sociedade 1949

Leia mais

Pedagogia. 1º PERÍODO Carga Horária e Creditação

Pedagogia. 1º PERÍODO Carga Horária e Creditação Cep: 37200000 Pedagogia Matriz Curricular 1 (entrada no mês de Fevereiro) Nivelamentos Leitura e Produção de textos 60 Gramática 60 Carga Horária Total 120 Educação a Distância: Primeiras Aproximações

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 8 semestres. Prof. Me. Marcos Luchi

CURRÍCULO DO CURSO. Mínimo: 8 semestres. Prof. Me. Marcos Luchi Documentação: Reconhecimento do Curso - Portaria nº365/02/07/2014 e Publicado no DOU do dia 3/7/2014. Resolução nº 002/CEG/2009, de 11/03/2009 Curso reconhecido pela portaria nº 362 de 02.07.2014, publicado

Leia mais

Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI)

Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI) Do Espaço Geográfico ao Cinematográfico: Um estudo de caso no Ensino Médio Inovador (ProEMI) Éricka Araújo Santos UEPB ericka21.araujo@hotmail.com Josandra Araújo Barreto de Melo (Orientadora) UEPB ajosandra@yahoo.com.br

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Campus: Niterói Missão O Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores busca a formação de profissionais generalistas, críticos,

Leia mais

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - EAD (Currículo iniciado em 2016)

EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - EAD (Currículo iniciado em 2016) EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA - EAD (Currículo iniciado em 2016) ANATOMIA HUMANA APLICADA À EDUCAÇÃO FÍSICA D0041/I 68 H Introdução ao estudo da anatomia humana.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA DIURNO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA DIURNO 0 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA DIURNO PERFIL COD. DISCIPLINA DEPTO CRÉDITOS T P PCC E TOTAL 17131-0 Filosofia da Educação I 17133-6 História da Educação I 1 17138-7 Sociologia Sociedade e Educação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Pedagogia

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM Curso de Pedagogia Cód. Disc. 11594 MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA GRADE 10 Currículo Pleno aprovado pelo Conselho de Curso para o ano de 2018 DISCIPLINAS 1º SEMESTRE Fundamentos Históricos, Sociológicos e Filosóficos

Leia mais

Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017

Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Perfil do Aluno Final do 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Perfil de aprendizagens específicas do aluno à saída 1.º Ciclo do Ensino Básico Tendo em atenção as características estruturais e humanas das Escolas

Leia mais

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO

CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS º PERÍODO CURSO: PEDAGOGIA EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO Estudo da história geral da Educação e da Pedagogia, enfatizando a educação brasileira. Políticas ao longo da história engendradas

Leia mais

PROGRAMA DE OFICINA de ARTES DISCIPLINA DE OFERTA DE ESCOLA

PROGRAMA DE OFICINA de ARTES DISCIPLINA DE OFERTA DE ESCOLA PROGRAMA DE OFICINA de ARTES DISCIPLINA DE OFERTA DE ESCOLA Oficina de Artes é uma disciplina cujo nome releva da noção de ofício, no sentido que lhe é conferido atualmente pelo operador plástico, enquanto

Leia mais

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014 CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA DA ÁREA DE LETRAS GERAL PORTARIA Nº 258, DE 2 DE JUNHO DE 2014 O Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), no uso de suas

Leia mais

Curso de Especialização Lato Sensu - Ensino de Ciências - EaD

Curso de Especialização Lato Sensu - Ensino de Ciências - EaD Curso de Especialização Lato Sensu - Ensino de Ciências - EaD CÂMPUS FLORIANÓPOLIS MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Carga horária total: 210 Introdução ao Estudo a Distância Introdução à Pesquisa em Ensino de

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM DESIGN Introdução ao Design Conceitos históricos da evolução do design, conceitos de inovação e criatividade aplicadas à prática profissional do designer,

Leia mais

Prof. Renato da Anunciação REITOR Profª Aurina Oliveira Santana DIRETORA GERAL Prof. Durval de Almeida Souza DIRETOR DE ENSINO Prof.

Prof. Renato da Anunciação REITOR Profª Aurina Oliveira Santana DIRETORA GERAL Prof. Durval de Almeida Souza DIRETOR DE ENSINO Prof. Prof. Renato da Anunciação REITOR Profª Aurina Oliveira Santana DIRETORA GERAL Prof. Durval de Almeida Souza DIRETOR DE ENSINO Prof. Juliano Marques de Aguilar DIRETOR ADMINISTRATIVO Cursos FIC Os Cursos

Leia mais

CURRÍCULO DO CURSO. Resolução nº 09/2015/CGRAD, de 15/07/2015 Curso Reconhecido pela Portaria nº499 de 01/07/2015 e Publicada no D.O.U em 02/07/2015.

CURRÍCULO DO CURSO. Resolução nº 09/2015/CGRAD, de 15/07/2015 Curso Reconhecido pela Portaria nº499 de 01/07/2015 e Publicada no D.O.U em 02/07/2015. Documentação: Objetivo: Titulação: Diplomado em: Resolução nº 09/2015/CGRAD, de 15/07/2015 Curso Reconhecido pela Portaria nº499 de 01/07/2015 e Publicada no D.O.U em 02/07/2015. Formar o professor da

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Artigo 1º - O Estágio Supervisionado de que trata este regulamento refere-se à formação de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 010/2017 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM PLANIFICAÇAO DE OFICINA DE TEATRO ANO: 8º Ano ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/5

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA, SANTIAGO DO CACÉM PLANIFICAÇAO DE OFICINA DE TEATRO ANO: 8º Ano ANO LECTIVO: 2008/2009 p.1/5 p.1/5 SÓCIO-AFECTIVA 1. Dinâmica do Grupo 2. Dinâmica Individual 0. Aprofundar a dinâmica do Grupo Reconhecimento da nova realidade do Grupo. Comunicação com o outro e com o Grupo. Argumentação e negociação

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

EXAMES ÉPOCA RECURSO E MELHORIA

EXAMES ÉPOCA RECURSO E MELHORIA Artes Visuais e Tecnologias Artísticas Dia Hora Ano Unidade Curricular Sala 09.30 h 2º HA: do Renascimento ao Barroco 3 1º Desenho e Imagem por Computador 16 14.30 h 3º Educação e Dinâmicas Sociais 3 14.30

Leia mais

PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO

PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO PROGRAMA CURRICULAR - ENSINO MÉDIO DISCIPLINA Arte 2EM FUNDAMENTAÇÃO: - Composição - Movimentos e Períodos Objetiva-se possibilitar a apreciação e experimentação, ao aluno, das diversas manifestações artísticas,

Leia mais

Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias

Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA Vamos brincar de construir as nossas e outras histórias Ano 02

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Campus: Petrópolis Missão O CST em Design de Moda tem como missão formar profissionais para a indústria da moda, levando em consideração

Leia mais

Curso: Licenciatura em Pedagogia

Curso: Licenciatura em Pedagogia Curso: Licenciatura em Pedagogia Módulo: Formação Humanística números de variáveis, com as respectivas abrangendo Nacionais- que tratam de complemento a formação do aluno no ser NF-301 Projeto Experimental

Leia mais

Matemática 40 X Informática 40 X. Antropometria 40 X. Modelagem I 80 X Técnicas de Montagem I 40 X Materiais e processos têxteis I 40 X

Matemática 40 X Informática 40 X. Antropometria 40 X. Modelagem I 80 X Técnicas de Montagem I 40 X Materiais e processos têxteis I 40 X Curso Técnico Concomitante ao Ensino Médio em Modelagem do Vestuário CÂMPUS GASPAR MATRIZ CURRICULAR Módulo 1 Carga horária total: 320h Matemática 40 X Informática 40 X Antropometria 40 X Desenho Técnico

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA (currículo em implantação progressiva a parir de )

CURSO DE PEDAGOGIA (currículo em implantação progressiva a parir de ) CURSO DE PEDAGOGIA (currículo em implantação progressiva a parir de 2009.1) CRIAÇÃO DO CURSO DECRETO 476/60, DE 19/01/60 PARECER 579/CNE/59, 02/12/59 RECONHECIMENTO DO CURSO DECRETO 75590/75, DE 10/04/75

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã/SP Área de conhecimento: Ciências da Natureza Componente Curricular: Biologia

Leia mais

Atividades no COINES 2016 O INES de Portas Abertas

Atividades no COINES 2016 O INES de Portas Abertas Atividades no COINES 2016 O INES de Portas Abertas TURNO TÍTULO Vagas para sorteio externo OFICINA: O INTÉRPRETE DE LIBRAS NO TEATRO. 12 MINICURSO: LITERATURA SURDA: ESTRATÉGIAS TRADUTÓRIAS DE INCORPORAÇÃO

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - Cetec. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico

Leia mais

ELEMENTOS ESTRUTURANTES DA LINGUAGEM PLÁSTICA TÉCNICAS BÁSICAS DA ANIMAÇÃO STOP MOTION OFICÍNA DAS ARTES. 2º Período /

ELEMENTOS ESTRUTURANTES DA LINGUAGEM PLÁSTICA TÉCNICAS BÁSICAS DA ANIMAÇÃO STOP MOTION OFICÍNA DAS ARTES. 2º Período / ELEMENTOS ESTRUTURANTES DA LINGUAGEM PLÁSTICA TÉCNICAS BÁSICAS DA ANIMAÇÃO STOP MOTION OFICÍNA DAS ARTES 2º Período / 2011-2012 0 Março / 12º C Estagiário: David Cascais Duração 90 minutos Aula nº 0-03-2012

Leia mais

COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES: CH Teórica 60. CH Prática

COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES: CH Teórica 60. CH Prática COMPONENTES CURRICULARES COMPLEMENTARES: Teórica Prática EAD Pré-requisitos 1. Aquisição do Português por Lusofalantes 2. Discurso e Educação Ambiental 3. Drama em Língua a 4. Drama em Língua Inglesa 5.

Leia mais

01 - Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações e problemas do quotidiano;

01 - Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações e problemas do quotidiano; COLÉGIO TERESIANO DE BRAGA PLANIFICAÇÃO ANUAL - EDUCAÇÃO VISUAL E TECNOLÓGICA COMPETÊNCIAS GERAIS 01 - Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar

Leia mais

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André Objetivos Gerais: Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André # Promover as competências necessárias para as práticas de leitura e escrita autônomas

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO BRANCO COORDENAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação Ano letivo de 2012/2013

Critérios Específicos de Avaliação Ano letivo de 2012/2013 Departamento de Expressões e Representação Ano Letivo 2012/2013 Disciplina de Modelação e Animação 3D - 11º e 12º ano Critérios Específicos de Avaliação Ano letivo de 2012/2013 1. Introdução à disciplina

Leia mais

NÚCLEO TEMÁTICO I CONCEPÇÃO E METODOLOGIA DE ESTUDOS EM EaD

NÚCLEO TEMÁTICO I CONCEPÇÃO E METODOLOGIA DE ESTUDOS EM EaD UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ-UFPR SETOR DE EDUCAÇÃO CURSO DE PEDAGOGIA MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL CURSO DE PEDAGOGIA MAGISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INFANTIL E DOS ANOS

Leia mais

Ensino Médio Integrado

Ensino Médio Integrado Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Integrado Código: 0262 ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Área de Conhecimento: Linguagens. Componente Curricular: Educação Física Série: 1ª Eixo

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso Superior de Tecnologia em Design de Moda Campus: Tom Jobim Missão Formar profissionais reflexivos e com sensibilidade artística para a construção do pensamento e cultura

Leia mais

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017

PLANIFICAÇÃO CURRICULAR Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO CURRICULAR Educação Pré-escolar Ano lectivo 2016/2017 ÁREAS COMPONENTES APRENDIZAGENS A PROMOVER Construção da identidade e da auto estima *Conhecer e aceitar as suas caraterísticas pessoais

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 24 DE OUTUBRO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N , DE 24 DE OUTUBRO DE 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 4.337, DE 24 DE OUTUBRO DE 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso Superior de Tecnologia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer nº 034/07-CEG, que aprova o Projeto Político

Leia mais

Faculdade Pernambucana de Saúde PSICOLOGIA. Detalhamento da Matriz Curricular

Faculdade Pernambucana de Saúde PSICOLOGIA. Detalhamento da Matriz Curricular Faculdade Pernambucana de Saúde PSICOLOGIA Detalhamento da Matriz Curricular Eixo Temático Módulo Carga Horária Código subjetividade: o sujeito o seu meio e a cultura O Homem como ser Social 70 PSI01-01

Leia mais

FACULDADE CNEC CAMPO LARGO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR Nº 005 PARA ALUNOS INGRESSANTES ATÉ 1º SEMESTRE 2017

FACULDADE CNEC CAMPO LARGO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR Nº 005 PARA ALUNOS INGRESSANTES ATÉ 1º SEMESTRE 2017 FACULDADE CNEC CAMPO LARGO CURSO LICENCIATURA EM PEDAGOGIA MATRIZ CURRICULAR MATRIZ CURRICULAR Nº 005 PARA ALUNOS INGRESSANTES ATÉ 1º SE 2017 DISCIPLINA CH 1º 3º 4º COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO ESTATÍSTICA

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR PEDAGOGIA. MÓDULO Introdutório Orientações Gerais sobre o Curso e Normas de Formatação de Trabalhos

MATRIZ CURRICULAR PEDAGOGIA. MÓDULO Introdutório Orientações Gerais sobre o Curso e Normas de Formatação de Trabalhos MATRIZ CURRICULAR PEDAGOGIA MÓDULO Introdutório Orientações Gerais sobre o Curso e Normas de Formatação de Trabalhos MÓDULO Fundamentos da Educação Fundamentos Psicológicos da Educação Fundamentos Filosóficos

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Plano de Trabalho Docente ETEC MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Componente

Leia mais

PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL

PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL PROJETO: PRESERVAÇÃO, CONSERVAÇÃO E DEVOLUÇÃO DO LIVRO DIDÁTICO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO MATO GROSSO DO SUL Campo Grande 2015 1. JUSTIFICATIVA Considerando a Resolução/FNDE nº 42, de

Leia mais

CURSO DE PSICOLOGIA ASMEC OURO FINO

CURSO DE PSICOLOGIA ASMEC OURO FINO CURSO DE PSICOLOGIA ASMEC OURO FINO Um dos 5 (cinco) cursos mais procurados do País, devido seu altíssimo grau de empregabilidade e área de atuação! O Curso de Psicologia das Faculdades Integradas ASMEC

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Pedagogia Missão O Curso de Pedagogia tem por missão a formação de profissionais de educação autônomos e cooperativos, capazes de pensar, investigar, decidir, planejar,

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 2010/2 EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO TURMA: 2010/2 EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 055/2005-COU/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 055/2005-COU/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 055/2005-COU/UNICENTRO ESTA RESOLUÇÃO ESTÁ REVOGADA PELA RESOLUÇÃO Nº 23/2009-COU/ UNICENTRO. Aprova o Currículo do Curso de Graduação em Arte-Educação da UNICENTRO, Campus Universitário de

Leia mais

UFV - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA

UFV - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA UFV - UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CCH - CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES DCM - DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PROPOSTA DA MATRIZ CURRICULAR 1. Disciplinas obrigatórias A Matriz Curricular

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMEC CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2011 EDITAL N.º 01/2011, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011.

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMEC CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2011 EDITAL N.º 01/2011, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011. DA 1 / 14 PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM EDITAL N.º 01/2011, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2011. Cargo 01 PROFESSOR LICENCIADO PLENO PEDAGOGIA MAGISTÉRIO PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL.

Leia mais

CURSO DE DESIGN - BACHARELADO

CURSO DE DESIGN - BACHARELADO CURSO DE - BACHARELADO Currículo Novo - 2009/01 Duração: 2 800 horas - 174 créditos - 8 semestres ICET INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS 04334 FILOSOFIA HISTÓRIA DA ARTE E DA TECNOLOGIA I 25094

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

Resolução 032/94 - CONSEPE

Resolução 032/94 - CONSEPE Resolução 032/94 - CONSEPE Altera grade curricular e define ementas de disciplinas do curso de Pedagogia oferecido pelo Centro de Ciências da Educação - FAED. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO

DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO Perfil de aprendizagens específicas para o 1.º Ciclo do Ensino Básico (art. 7.º do Despacho normativo 1-F/2016, de 5 de Abril) ÁREA DE PORTUGUÊS Distinguir a informação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EDUCAÇÃO DE SURDOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EDUCAÇÃO DE SURDOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM EDUCAÇÃO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO EDUCAÇÃO DE SURDOS Unidade Promotora: Faculdade de Educação Unidade Parceira:

Leia mais

ANEXO I. Conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais.

ANEXO I. Conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais. ANEXO I I. EIXOS COGNITIVOS a) Dominar linguagens: dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa. b) Compreender

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA Campus de Realeza Turno Noturno Fase Nº. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Pré Requisito 1. GLA001

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMEC CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2011

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - SEMEC CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2011 CONCURSOPÚBLICON.º01/2011DASECRETARIAMUNICIPALDEEDUCAÇÃO SEMEC 1 / 15 PREFEITURA MUNICIPAL DE BELÉM, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2011. ANEXO 03 INFORMAÇÕES DOS CARGOS Cargo 01 PROFESSOR LICENCIADO PLENO PEDAGOGIA

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: Carga Horária Semestral: 80 h Semestre do Curso: 8º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: Carga Horária Semestral: 80 h Semestre do Curso: 8º PLANO DE ENSINO Curso: PEDAGOGIA PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Disciplina: Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS Carga Horária Semestral: 80 h Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Reflexão acerca

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL - LICENCIATURA Campus de Chapecó Turno Noturno Fase Nº. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Pré Requisito 1. GLA001

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de LIBRAS INTERMEDIÁRIO. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC PRONATEC de LIBRAS INTERMEDIÁRIO. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL

CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS PORTUGUÊS E ESPANHOL MATRIZ CURRICULAR NOTURNO Fase Nº. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas 1. Leitura e produção textual I 4 60 2. Introdução a informática 4

Leia mais

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I

ANEXO I. QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I ANEXO I QUADRO DE OFICINAS INTEGRANTES DOS PROGRAMAS DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA DO CUCA (COM EMENTAS) Categoria I Desemho básico Desemho intermediário Desemho básico de observação Desenho de observação Fotografia

Leia mais

distingue nem caracteriza tipos de projeção axonométrica e cónica distingue, mas não caracteriza tipos de projeção axonométrica e cónica

distingue nem caracteriza tipos de projeção axonométrica e cónica distingue, mas não caracteriza tipos de projeção axonométrica e cónica PERFIL DE APRENDIZAGENS Educação Visual - 3º ciclo Departamento de Expressões Domínio: Técnica T9 Ano 2016/17 9ºANO Meta / Objetivo Nível Descritores Obs.: 1. Compreender diferentes tipos de projeção.

Leia mais

ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 3.1 ADAPTAÇÃO NOTAS DE 8 A 10 INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA

ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 3.1 ADAPTAÇÃO NOTAS DE 8 A 10 INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA ANEXO I QUESITOS A SEREM CONTEMPLADOS NA AVALIAÇÃO DE CADA CATEGORIA 1 ADAPTAÇÃO INEDITISMO NA FORMA DA ADAPTAÇÃO; TRADUÇÃO CRIATIVA DESAFIO DA ADAPTAÇÃO REINVENÇÃO COM RESPEITO À OBRA ORIGINAL ADAPTADA

Leia mais

PARECER Nº 010/2016-PROGRAD. ASSUNTO: Convalidação de alterações efetuadas no Projeto Pedagógico do Curso Licenciatura em Artes Visuais

PARECER Nº 010/2016-PROGRAD. ASSUNTO: Convalidação de alterações efetuadas no Projeto Pedagógico do Curso Licenciatura em Artes Visuais PROTOCOLO N.º 14.119.880-7 PARECER Nº 010/2016-PROGRAD ASSUNTO: Convalidação de alterações efetuadas no Projeto Pedagógico do Curso Licenciatura em Artes Visuais INTERESSADO: Colegiado do Curso de Licenciatura

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR - UFF

MATRIZ CURRICULAR - UFF Curso: CINEMA E AUDIOVISUAL Titulação: LICENCIADO Habilitação: - Enfâse: - Linha de Formação: - Currículo: 57.02.002 Versão: 1 Turno: Noturno (OB) Carga horária obrigatória: 1900 (O) Carga horária optativa:

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL 9ºANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL 9ºANO PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL 9ºANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO O aluno è capaz de: identificar a evolução histórica dos elementos de construção e representação da perspetiva; distinguir

Leia mais

Centro Universitário Adventista de São Paulo - Campus EC Matriz Curricular do Curso de Letras - Licenciatura

Centro Universitário Adventista de São Paulo - Campus EC Matriz Curricular do Curso de Letras - Licenciatura Centro Universitário Adventista de São Paulo - Campus EC Matriz Curricular do Curso de Letras - Licenciatura Início: 2013 - CONSU 2012-41 de 29/11/2012 I Ano, I Semestre I Ano, II Semestre Teoria e Prática

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL - 9.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO VISUAL - 9.º ANO DE EDUCAÇÃO VISUAL - 9.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO O aluno è capaz de: identificar a evolução histórica dos elementos de construção e representação da perspetiva; distinguir e caracterizar

Leia mais

TCC. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso de Educação Artística Habilitação em Artes Plásticas FAAC/UNESP - Bauru. Regulamento. Ano Letivo de 2017

TCC. TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso de Educação Artística Habilitação em Artes Plásticas FAAC/UNESP - Bauru. Regulamento. Ano Letivo de 2017 TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Curso de Educação Artística Habilitação em Artes Plásticas FAAC/UNESP - Bauru Regulamento Ano Letivo de 2017 Curso de Artes Visuais - modalidades Licenciatura e Bacharelado

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Anual

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Departamento da Educação Pré-Escolar Planificação Anual Construção da Conhecer e aceitar as suas características pessoais e a sua identidade identidade e da social e cultural, situando-as em relação às de outros. autoestima Reconhecer e valorizar laços de pertença

Leia mais

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO

161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TIPO PÁGINA: 1 INGRESSOS DE 20041 161-1 LICENCIATURA PLENA EM PEDAGOGIA Regime Regular NÚMERO MÍNIMO DE PERÍODOS 1 NÚMERO MÁXIMO DE PERÍODOS 9 CARGA HORÁRIA 3640 1 132 FUNDAMENTOS ÉTICOS DE EDUCAÇÃO 30 OBRIGATORIA

Leia mais

Metrologia 30 Não há Eletricidade 60 Não há Tecnologia dos Materiais I 30 Não há

Metrologia 30 Não há Eletricidade 60 Não há Tecnologia dos Materiais I 30 Não há Curso Técnico Subsequente em Eletromecânica Técnico em Eletromecânica CÂMPUS LAGES MATRIZ CURRICULAR Módulo/Semestre 1 Carga horária total: 285h Introdução à Eletromecânica 15 Não há Qualidade, meio ambiente,

Leia mais

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos

02/05/14. Para início de Conversa. Tema 1 - A importância das Artes na Infância. Objetivos Tema 1 - A importância das Artes na Infância Para início de Conversa Objetivos Conhecer a importância do ensino das artes na educação infantil. Compreender a diferença das abordagens inatista e pragmática

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: LIBRAS Código da Disciplina: NDC139 Curso: Faculdade de Pedagogia Semestre de oferta da disciplina: 7 período Faculdade responsável: NDC Programa em vigência a partir

Leia mais

Edicão Numero 98 de 23/05/2007. Ministério da Educação Gabinete do Ministro

Edicão Numero 98 de 23/05/2007. Ministério da Educação Gabinete do Ministro Edicão Numero 98 de 23/05/2007 Ministério da Educação Gabinete do Ministro! #%# #% ' #0 :,2039,4574.088480 09 ;4/4!74 7,2,&3 ;078 /,/05,7,%4/48!74&3 701070390,480 :3/480208970/0 $%# $% & 34 :84 /0 8:,8,97

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: ENGENHARIA DE PETRÓLEO Campus: NITERÓI Missão O Curso de Engenharia de Petróleo da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólida formação técnica

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS

EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS. Linguagem Oral e Escrita. Matemática OBJETIVOS E CONTEÚDOS EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais