Necessidades Sociais Satisfeitas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Necessidades Sociais Satisfeitas"

Transcrição

1 152 Oração e Adoração LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6:12). Esta é uma lição importante. Fixamos as condições para o nosso próprio perdão! Podemos perder o perdão de Deus por recusarmos perdoar aos outros? Não será Deus fiel para perdoar mesmo se nós formos infiéis? A resposta é Não, não se estas palavras escritas na Bíblia forem verdade. Elas são verdadeiras! Pode-se orar com um espírito não perdoador e esperar-se que Deus responda? Podemos adorar realmente Deus, e ao mesmo tempo odiar o nosso irmão? Podemos orar por pessoas de quem não gostamos? Podemos adorar o Criador de todos os homens e recusarmos evangelizar os homens de outras raças, nações e tribos? A oração e adoração afetam a nossa atitude em relação aos outros. Pense nisto! Como seres humanos temos certas necessidades sociais que precisam de ser satisfeitas. Qual é o propósito da oração e da adoração se não nos podem ajudar a amar o nosso próximo?

2 Necessidades Sociais Satisfeita 153 Esboço da Lição A. As Condições Para O Perdão B. As Condições Para A Paz Objetivos da Lição Ao terminar esta lição deverá ser capaz de: 1. Reconhecer como o perdão de Deus está relacionado com o nós perdoarmos aos outros. 2. Explicar o que é a cruz do homem e como a carregar através da oração e adoração. Atividades de Aprendizagem 1. Ler mais uma vez os objetivos do curso no início do livro e ver se consegue fazer tudo o que é sugerido. 2. Ler Mateus 6:14-15 e Mateus 11: Rever as perguntas dos Autoavaliaçãos da Unidade 2 A Prioridade da Adoração. 4. Rever a lista de palavras-chave de cada lição e ver se aprendeu o significado de palavras que não conhecia. Palavras-Chave nacionalista racista social tribalista

3 154 Oração e Adoração A. As Condições para o Perdão Objectivo 1. Descrever as condições para o perdão tal como Jesus as apresentou em Mateus 6: A relação do perdão com a oração e a adoração é muito clara nos ensinos de Jesus. Ele referiu-se a ela quando orou e lhe fez uma menção especial depois de ter orado. Qualquer pessoa ama os seus amigos e a maioria consegue perdoar aqueles que ama. Mas, o perdão mencionado por Jesus em Mateus 6:14-15 é em relação àqueles que nos ofenderam. Ele não disse amigos que nos fizeram mal. Jesus apenas disse, os que vos ofenderam. Isto inclui os inimigos e aqueles que se recusam a dizer perdão! 1 Porque é que o perdão ensinado por Jesus é difícil? Note também, Ele não disse Perdoa-nos quando pedirmos perdão àqueles a quem ofendemos. Não, é da outra maneira. Temos de perdoar aos que nos ofenderam. Temos de pedir a Deus que nos perdoe. Como cristãos devemos ir ter com aqueles a quem ofendemos e pedir-lhes que nos perdoem. O perdão de Deus para nós não está baseado em pedirmos desculpas aos outros, quer eles o peçam ou não. Talvez eles se tenham recusado a pedir perdão tanto a nós como a Deus. Isso não nos importa, façamos o que devemos fazer. Temos de lhes perdoar se queremos que Deus nos perdoe! PERDÃO DOS OUTROS

4 Necessidades Sociais Satisfeita Circule a letra que antecede cada afirmação VERDADEIRA. a) Devemos perdoar aos que nos ofendem. b) Só devemos perdoar se os outros nos perdoarem. c) Só devemos perdoar os nossos amigos que nos ofendem. d) Devemos esperar que as pessoas digam perdão para as perdoar. É muito fácil perdoar a quem pede desculpa. Mas é muito difícil dar o perdão a quem não se quer arrepender. De facto, sozinho não conseguirá. O espírito humano não é perdoador. É por isso que a oração e a adoração são tão importantes nesta questão do perdão. O nosso relacionamento com Deus tem de estar certo, antes de podermos ter boas relações com os homens. É por isso que dizemos que o perdão para aqueles que nos ofenderam só vem quando procuramos o reino de Deus acima de tudo. Então, e só então, conseguimos perdoar os que nos ofenderam. É uma das coisas acrescentadas àqueles que colocam o reino de Deus em primeiro lugar. É uma das coisas que Deus nos ajuda a fazer quando adoramos acima de tudo. Portanto, perdoar aos que nos ofenderam faz-se desta maneira: 3 Porque precisamos de orar para podermos perdoar? Estranho, não é? Poder-se-ia pensar que porque Jesus disse que devíamos perdoar aos outros, era isso que devíamos procurar. Então seria assim:

5 156 Oração e Adoração Isto parece a maneira certa, excepto numa coisa. Não estamos à procura do perdão dos que nos ofenderam. Deus pede-nos para lhes perdoarmos! Não estamos à procura do perdão dos outros, mas procuramos perdoar-lhes! É por isso que a última ilustração está errada. Não pode perdoar aos outros por si próprio. Não é natural nem humano. É preciso ajuda de cima. É preciso a ajuda de Deus. Portanto, vamos olhar de novo para a ilustração para obtermos a resposta. Procure a glória e o reino de Deus e Ele ajudá-lo-á a perdoar, mesmo aos seus inimigos. Ele perdoar-lhe-á. 4 Em que diferem as duas ilustrações anteriores? Orando pelo Perdão de Deus Claro, a vida, como crente, começa com a fé e o perdão de Deus. O pecador procura perdão. Deus perdoa-lhe quer ele tenha perdoado ou não aos outros. Ele perdoa-lhe porque ele acredita não por ter deixado de pecar! Mas, assim que o pecador crê, já não é um pecador! É um crente. As palavras de Jesus em Mateus 6:5-13 eram para os crentes! Jesus diz Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e toda estas coisas vos serão acrescentadas (Mateus 6:33). É assim que se torna possível o perdão dos outros. Deus dará o poder e a graça para o fazer! 5 Quando o pecador procura o perdão de Deus: a) é perdoado porque perdoa aos outros. b) é perdoado por causa da sua fé. c) é perdoado porque deixa de pecar. 6 Quando o crente procura o perdão de Deus:

6 Necessidades Sociais Satisfeita 157 a) é perdoado porque perdoa aos outros. b) é perdoado porque se perdoa a si próprio. c) é perdoado porque deixa de pecar. Orando por Graça para Perdoar Tem ódio no seu coração? Existem pessoas a quem se recusa a perdoar? Chama-se a si mesmo um cristão mas não está a agir como um filho de Deus? Não se engane a si próprio. Não passe um outro dia com amargura e espírito não perdoador. Peça para ser feito mais como Jesus. Peça um espírito perdoador, de amor, paz, justiça e alegria. Peça graça para perdoar para ser como Cristo! É isto que Jesus tinha em mente ao dizer que nos devíamos preocupar em primeiro lugar com o reino de Deus. Ele é justiça, paz, e alegria no Espírito Santo. Ponha o reino dentro de si e receberá a graça para perdoar aos outros! 7 O que é que uma pessoa deve fazer se tem amargura no coração? ERRADO PERDÃO DE DEUS PERDÃO DOS OUTROS B. As Condições Para a Paz Objectivo 2. Escrever uma afirmação a explicar como Cristo pode tornar a cruz do homem fácil de carregar. Não é fácil viver em paz com todos os homens. Cada um é diferente. As tribos são diferentes. As nações são diferentes. As

7 158 Oração e Adoração raças são diferentes. As culturas são diferentes. O mundo é feito de muitas classes de pessoas os néscios e os sábios, os ricos e os pobres, etc. Repetimos, viver em paz com todos os homens não é fácil. Os dirigentes mundiais estão constantemente a lutar com este problema, mas fazem muito pouco progresso. O homem ergue-se contra o homem, mulher contra marido, filhos contra pais, nação contra nação. Onde está a resposta para a paz? A resposta está em deixarmos que Jesus nos ajude a transportarmos a nossa cruz. A Cruz do Homem Jesus disse... Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me (Mateus 16:24). A cruz do homem é a autonegação. A auto-negação é impossível para o homem que vive para si. A cruz do homem é difícil de carregar porque exige que desistamos da nossa vontade para podermos viver em paz com os outros. É por isto que os esforços que as nações fazem para a paz não resultam. É por isto que o mundo está cheio de ódio, guerra e violência. 8 O que é a cruz do homem e porque é tão difícil de carregar? Consideremos o problema do homem egoísta. Suponhamos que só havia um homem no mundo. Não haveria ninguém para negar a sua vontade, para argumentar com ele, nem para o preocupar nem dizer não aos seus quereres. É possível que, apesar de ser egoísta, ele pudesse viver em paz. Suponhamos agora que colocamos mais um homem no mundo. Haveria agora duas vontades com que lidar. Se os dois

8 Necessidades Sociais Satisfeita 159 fossem egoístas não se podiam colocar perto um do outro, ou as suas vontades entrariam em conflito. Colocar-se-ia um de cada lado do mundo. Mas o que acontece quando existem mais homens egoístas na terra? Eles têm de viver perto uns dos outros, em breve as suas vontades e atividades começarão a entrar em conflito. Quando isto acontece, de certeza que há uma luta de vontades e haverá problemas. Num mundo com tantos milhares de pessoas não há paz, não há tranquilidade. Porquê? Porque o mundo está cheio de homens egoístas, cada um querendo que a sua vontade se faça na terra. Cada um a ficar zangado com todos os que se lhe opõem. 9 Porque é que quando há várias pessoas geralmente há conflito? Vamos ver o homem egoísta mais de perto. Ele é o centro de tudo o que vê e conhece. Ele julga os outros bons ou maus, pela maneira como o tratam. Os membros da sua família são bons ou maus de acordo com o facto de lhe darem o respeito e as honras que ele pensa merecer. Se o seu irmão se casa com a jovem que ele quer, é mau. Se o seu pai lhe dá um boi, é bom. Olha para as pessoas das outras nações e julga-as como possíveis inimigos, e não boas como as da sua nação. Os da sua raça são melhores do que os de outra raça. Ele faz todos estes julgamentos porque é egoísta, ou tribalista, ou religioso, ou nacionalista, ou, talvez, racista. Podemos ilustrar o que estamos a dizer da seguinte maneira:

9 160 Oração e Adoração NAÇÃO RELIGIÃO EU RELIGIÃO EU NAÇÃO TRIBO O EGOISTA RAÇA TRIBO RAÇA O NACIONALISTA NAÇÃO RELIGIÃO NAÇÃO RELIGIÃO TRIBO RAÇA EU O TRIBALISTA RAÇA TRIBO O RACISTA EU 10 Como é que o egoísta julga os outros? Cada uma destas coisas pode originar problemas, quando se torna o centro da procura humana. Em tempos de guerra, uma pessoa respeitável será julgada má pelo inimigo, não porque o seja em si mesma, mas porque pertence à nação que está em guerra com a sua! Quando o eu, a tribo, a nação, ou a raça, se tornam as coisas mais importantes na vida da pessoa tornam-se o centro dos seus anseios. O seu padrão de bondade depende de qual é o centro das suas vidas. Isto abre a porta a todo o tipo de conflitos. Como crentes, não percamos Cristo de vista, pois Ele é o verdadeiro centro das nossas vidas.

10 Necessidades Sociais Satisfeita 161 EU RELIGIÃO NAÇÃO CRISTO RAÇA TRIBO 11 O centro da vida dos crentes deve ser a) o eu. b) a raça. c) Jesus. d) a religião. O Jugo de Cristo A condição para a paz, tal como Jesus ensinou, era o afastamento do eu, família, tribo, nação, raça, do centro das nossas vidas e colocar lá Cristo e o Seu reino (Romanos 8:6). Fazendo isto, as coisas seriam julgadas boas ou más pela maneira como afetavam o reino de Deus. Isto divide o mundo em dois grupos: aqueles que são filhos do reino de Deus, e aqueles que são filhos do diabo. Os filhos de Deus deveriam ser contentes, felizes, porque deveriam procurar todos a mesma coisa. Eles deviam procurar a vontade de Deus.

11 162 Oração e Adoração 12 Qual é a solução de Cristo para a cruz do homem? O homem egoísta não consegue compreender a ênfase colocada nas coisas de cima. No entanto, o filho de Deus deve amar esse homem e procurar ganhá-lo para o reino de Deus, sabendo que Cristo ao morrer na cruz, morreu para tornar mais leve a cruz da autonegação. Esta é uma cruz que todos os homens devem carregar. Não se pode escapar à necessidade de se negar a si próprio, para poder viver, neste mundo, com os outros. Porém, o homem não abdica dos seus quereres e dos seus direitos. Por causa da sua falta de vontade em se negar a si mesmo, são necessárias leis para fazer com que ele respeite os outros, e se submeta aos seus direitos e desejos. Ele obedece à lei, mas é infeliz e fica zangado porque é egoísta! 13 Qual é a mensagem do crente para o egoísta? Vinde a mim... disse Jesus,... Tomai sobre vós o meu jugo... (Mateus 11:28-29). A cruz é para ser levada individualmente. O homem pecador acha que não pode transportar a cruz da autonegação. Para o crente, Jesus chama -lhe um jugo. Porquê? Porque um jugo é sempre um peso partilhado, carregado com mais alguém. Portanto, Jesus disse Trazei-me a vossa cruz... carregá-la-emos juntos... o meu jugo unir-nos-á sob o peso... e descobrirás que o meu jugo é suave e o meu fardo é leve! 14 Qual é a diferença entre uma cruz e um jugo?

12 Necessidades Sociais Satisfeita 163 Mais uma vez vemos o valor da oração e da adoração. A parte que devemos fazer é o Vinde a mim. Quando vamos a Jesus em oração, o fardo do nosso relacionamento com as pessoas torna-se mais leve. Aqueles que estão a lutar com homens de outras famílias, tribos, nações e raças descobrem que Jesus tem a resposta para os seus problemas. Ao colocar Cristo no centro das nossas vidas é possível viver em paz com todos os homens. Estando preocupados, acima de tudo, com o reino de Deus, abrimos as portas ao perdão mútuo e por consequência somos perdoados por Deus! 15 O jugo de Cristo é suave porque: a) os cristãos não têm tantos problemas como os pecadores. b) Cristo carrega o fardo connosco. c) Cristo tira-nos a nossa cruz. Embora Cristo seja o centro das nossas vidas, a família, a nação, a tribo, a raça e a religião continuam a ser importantes para nós. Ainda amamos os nossos filhos e a nossa família, mas eles não estão no centro da nossa vida Cristo está. Isto significa que todos os que acreditam em Cristo são nossos irmãos e irmãs, não importa qual a sua nação, raça, religião ou tribo. 16 Qual é a relação entre os homens de diferentes nações que têm Cristo no centro das suas vidas? Portanto, a oração e a adoração são importantes. Ajudamnos a pôr Cristo no centro das nossas vidas. Quando isto acontece, é possível viver-se em paz com todos os homens!

13 164 Oração e Adoração Autoavaliação RESPOSTAS BREVES Escreva a resposta certa no espaço em branco. 1 Porque precisamos de orar para perdoar? 2 Como é que o estar-se preocupado com o reino de Deus, acima de tudo, nos ajuda a orar sobre o perdão? 3 Como é possível perdoar aos que nos ofenderam? 4 O que é a cruz do homem? 5 Como é que o homem egoísta julga o bom e o mau no mundo que o rodeia? 6 Enumere cinco coisas que se podem tornar o centro da vida de certas pessoas. 7 Qual é a solução de Cristo para a cruz do homem?

14 Necessidades Sociais Satisfeita 165 Respostas às Perguntas de Estudo 9 Porque todos querem fazer a sua vontade. 1 Porque exige que perdoemos a todos os que nos ofendem. 10 Ele julga os outros pela maneira como o tratam. 2 a) V b) F c) F d) F 11 c) Jesus 3 O espírito humano não é perdoador. Precisamos da ajuda de Deus. 12 Colocar Cristo no centro da vida. 4 Numa o homem está a procurar o reino; na outra está a procurar perdoar aos outros. 13 Cristo, ao morrer na cruz, tornou a cruz da autonegação mais leve. 5 b) é perdoado por causa da sua fé. 14 Uma cruz é levada sozinha; um jugo é um peso partilhado. 6 a) é perdoado porque perdoa aos outros. 15 b) Cristo carrega o fardo connosco. 7 Pedir para ser como Jesus; pedir graça para perdoar. 16 Eles são irmãos e irmãs na família de Deus. 8 Autonegação. Exige que desistamos da nossa vontade para podermos viver em paz com os outros.

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas

LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas LIÇÃO 8 Necessidades Sociais Satisfeitas E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6:12). Esta é uma lição importante. Fixamos as condições para o nosso próprio

Leia mais

202 Oração e Adoração. Respostas dos Autoavaliaçãos

202 Oração e Adoração. Respostas dos Autoavaliaçãos 202 Oração e Adoração Respostas dos Autoavaliaçãos Lição 1 1 Porque não têm a certeza se há Deus ou se Ele ouve as suas orações. 2 No amor não há temor, o perfeito amor lança fora todo o temor. 3 Torna-se

Leia mais

Neste grupo de pedidos, a coisa pela qual o Senhor Jesus nos ensina a orar, em primeiro lugar é pelo pão.

Neste grupo de pedidos, a coisa pela qual o Senhor Jesus nos ensina a orar, em primeiro lugar é pelo pão. Mensagem de 20.03.2011 Pr. Jacson Andrioli Pai Nosso parte IV Mateus 6.9-15 PEDIDOS: Depois de nos dirigirmos a Deus chamando-o de Pai, depois de admitirmos que Ele é Pai nosso (não apenas meu), depois

Leia mais

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer.

SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS. Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. SOMOS VENCEDORES EM CRISTO JESUS Quero usar a figura de um atleta - é alguém que sabe que tem um potencial pra vencer. Você sabia que no Reino de Deus todos nós somos atletas de Cristo? Paulo usa essa

Leia mais

Sim! Quero tornar-me um Cristão por David Batty

Sim! Quero tornar-me um Cristão por David Batty Sim! Quero tornar-me um Cristão por David Batty Lição103 Primeira Edição Nome do Aluno Data do Início Data do Fim Sim! Quero Tornar-me um Cristão Lição 103 David Batty 1ª Edição As referências Bíblicas

Leia mais

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu

Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! - O perdão do teu passado - Um propósito para a tua vida futura - Uma morada no céu Eis-te aqui! Eis um livro com uma mensagem! Uma mensagem que vai responder à tua pergunta o que posso fazer aqui na terra? Há uma mensagem que responde a todas as tuas perguntas e dúvidas. Este livro demonstra

Leia mais

DAVE Certo. Bem, temos dois erros opostos que podemos cair quando falamos de batalha espiritual. Um erro é ignorá-la. O outro é focar somente nela.

DAVE Certo. Bem, temos dois erros opostos que podemos cair quando falamos de batalha espiritual. Um erro é ignorá-la. O outro é focar somente nela. BATALHA ESPIRITUAL Mateus 6:13, Efésios 6:11, Romanos 8:37 Em nossos últimos encontros, estivemos falando sobre oração e sobre as duas áreas críticas o ser perdoado, e o perdoar outras pessoas. Agora,

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO

ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO CONTEÚDOS ENSINO RELIGIOSO - 9º ANO Coleção Interativa UNIDADE 1 Preparo para o céu 1 - Rota errada A seriedade do pecado Características do pecado Solução 2- Giro de 180 graus Sentimento de culpa Verdadeiro

Leia mais

Exames de Unidade e Relatório do Aluno EXAMES DE UNIDADE E FOLHAS DE RESPOSTA EXEMPLO DE PERGUNTA VERDADEIRO OU FALSO

Exames de Unidade e Relatório do Aluno EXAMES DE UNIDADE E FOLHAS DE RESPOSTA EXEMPLO DE PERGUNTA VERDADEIRO OU FALSO Exames de Unidade e Relatório do Aluno 207 Oração e Adoração EXAMES DE UNIDADE E FOLHAS DE RESPOSTA INSTRUÇÕES Quando completar o estudo de cada unidade, realize o Exame de Unidade usando o enunciado e

Leia mais

COISAS DOS MAIS QUE VENCEDORES. 26 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "Mas em todas estas coisas. somos MAIS DO QUE VENCEDORES,

COISAS DOS MAIS QUE VENCEDORES. 26 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. Mas em todas estas coisas. somos MAIS DO QUE VENCEDORES, COISAS DOS MAIS QUE VENCEDORES 26 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "Mas em todas estas coisas somos MAIS DO QUE VENCEDORES, 1 / 6 por aquele que nos amou" (Romanos 8:37) É assim que devemos

Leia mais

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa

Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa Nº 23 C 6º Domingo da Páscoa - 1.5.2016 A paz de Cristo A paz de Cristo Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz. Tu nos dás a tua paz, Senhor Jesus, mas também nos convidas ao esforço de fazer a paz. Para

Leia mais

Guião da Lição 25 SOMOS A IGREJA QUE ELE FUNDOU

Guião da Lição 25 SOMOS A IGREJA QUE ELE FUNDOU Guião da Lição 25 SOMOS A IGREJA QUE ELE FUNDOU A família e os nossos amigos mais próximos, que são como uma família, são muito importantes para nós. Tratam-se todos, de uma comunidade de pessoas ligadas

Leia mais

O Pai Nosso Explorando Mateus 6:9 13

O Pai Nosso Explorando Mateus 6:9 13 O Pai Nosso Explorando Mateus 6:9 13 Mestre, por favor, nos ensine a orar. Quando os discípulos de Jesus Lhe perguntaram como deveriam orar, Jesus lhes ensinou esta oração. Todas as citações bíblicas usadas

Leia mais

OBJETIVO: Que a criança compreenda que o culto infantil é um momento de adoração a Deus.

OBJETIVO: Que a criança compreenda que o culto infantil é um momento de adoração a Deus. OBJETIVO: Que a criança compreenda que o culto infantil é um momento de adoração a Deus. Caça Palavras Procure as palavras que estão em destaque abaixo: Oração a criança fala com Deus. Louvor a criança

Leia mais

As melhores coisas da vida são de graça. Não creiam nisso!

As melhores coisas da vida são de graça. Não creiam nisso! As melhores coisas da vida são de graça. Não creiam nisso! As melhores coisas da vida não são de graça. Sucesso e vitória não vêm sozinhos, requerem preparo e realização. A amizade não é unilateral; para

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

Conhecer Deus Pessoalmente

Conhecer Deus Pessoalmente 1 2 Conhecer Deus Pessoalmente Introdução Conhecer Jesus.. p. 4 Lição 1 Conhecer a Salvação p. 12 Lição 2 Conhecer a Comunhão.. p. 17 Lição 3 Conhecer o Espírito Santo. p. 22 Lição 4 Conhecer o Crescimento.

Leia mais

Felicidade e a certeza

Felicidade e a certeza Felicidade e a certeza INTRODUÇÃO 1ª Razão Conflitos culturais 2 Um crê que pode comer de tudo; já outro, cuja fé é fraca, come apenas alimentos vegetais. 17 Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida,

Leia mais

Lição 7 Trabalhar com Amor

Lição 7 Trabalhar com Amor Lição 7 Trabalhar com Amor Muitos rapazes assistiam à aula do António, mas ele estava a ter algumas dificuldades em ensinar. Ele preparava com cuidado as lições, e ensinava o melhor que podia. Esforçava-se

Leia mais

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Crendo em Deus, em oração. Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Crendo em Deus, em oração Aula 01/03/2015 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira O Que é Oração? É pedir? É reclamar? É repetir as mesmas palavras em ocasiões específicas, todos os dias ou às vezes? É estar

Leia mais

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017

MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 MENSAGEM DO BISPO AUXILIAR DOM LAMPRA CÁ ALUSIVA AO ANO 2017 Caros irmãos em Cristo, Hoje celebramos a Solenidade da Maternidade Divina de Maria, o Dia Mundial da Paz e o Primeiro dia do Ano Civil 2017.

Leia mais

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO

VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO 1 Diagramação Henrique Turola 2 Guilherme Parada Pinheiro VIDA CRISTÃ E O CRISTÃO São Paulo 2013 3 Copyright Guilherme Parada Pinheiro 6571/1 100 40 2013 O conteúdo desta obra é

Leia mais

Gloria in excelsis Deo - O Cântico dos Anjos

Gloria in excelsis Deo - O Cântico dos Anjos Gloria in excelsis Deo - O Cântico dos Anjos Lucas 2.14 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens aos quais ele concede o seu favor. O coral dos anjos É pena que não nos impressiona, mas o que

Leia mais

Nº20A Domingo V da Quaresma Acreditai!

Nº20A Domingo V da Quaresma Acreditai! Nº20A Domingo V da Quaresma - 6.4.2014 Acreditai! Nos amigos confiamos plenamente! Sabemos que jamais nos enganarão e que estarão presentes sempre que deles precisarmos. Nos amigos nós acreditamos: temos

Leia mais

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "ELE te declarou, ó homem, o que é bom;

O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. ELE te declarou, ó homem, o que é bom; O QUE DEUS QUER DE MIM? 09 de Dezembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "ELE te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR requer de ti, 1 / 6 senão que pratiques a justiça, e ames a

Leia mais

MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA

MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA MANUAL DE CÉLULAS PASTOR TONY SILVEIRA 2000 Tony Silveira Todos os Direitos reservados. Proibida a Reprodução não Autorizada PRINCÍPIOS DE ORAÇÃO INDICE 1. ORAÇÃO EFICAZ 3 2. ORAÇÃO POR NÓS PRÓPRIOS 4

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo II Ensinos Diretos de Jesus Objetivos Explicar, à luz da Doutrina Espírita, o

Leia mais

Nº 36 C Domingo XXXI do Tempo Comum

Nº 36 C Domingo XXXI do Tempo Comum Nº 36 C Domingo XXXI do Tempo Comum-3.11.13 Como Zaqueu, quero acolher-te e mudar, Senhor Escuta-me, Senhor. Como Zaqueu, quero procurar-te, nem que seja preciso deixar coisas que me enchem a casa e a

Leia mais

Curso de Teologia de Leigos

Curso de Teologia de Leigos Curso de Teologia de Leigos O MISTÉRIO DA CRIAÇÃO; DEUS MANTÉM E SUSTENTA A CRIAÇÃO; DEUS REALIZA O SEU PROJETO: A DIVINA PROVIDÊNCIA; A DIVINA PROVIDÊNCIA E AS CAUSAS SEGUNDAS; A DIVINA PROVIDÊNCIA E

Leia mais

Orações Semanais para a Quaresma

Orações Semanais para a Quaresma Orações Semanais para a Quaresma Nesta Quaresma iremos realizar uma pequena oração no inicio ou no fim de cada reunião, pretendendo assim criar o hábito de oração em grupo, mas relembrando sempre que somos

Leia mais

ESTUDO 1: VOCÊ PODE TER CERTEZA DA SUA SALVAÇÃO

ESTUDO 1: VOCÊ PODE TER CERTEZA DA SUA SALVAÇÃO VIDA FRUTÍFERA ESTUDO 1: VOCÊ PODE TER CERTEZA DA SUA SALVAÇÃO O homem sabe que algo está errado com a humanidade. Criado à imagem de Deus, parece incapaz de comportar-se como filho Dele e sua tendência

Leia mais

Necessidades de Segurança Providenciadas

Necessidades de Segurança Providenciadas 182 Oração e Adoração LIÇÃO 10 Necessidades de Segurança Providenciadas... mas livra-nos do mal... (Mateus 6:13). O diabo é real. É como um leão rugidor procurando alguém que possa devorar. Ele vem vestido

Leia mais

O Que Devemos Saber Sobre a Oração

O Que Devemos Saber Sobre a Oração O Que Devemos Saber Sobre a Oração Os discípulos pediram para Jesus lhes ensinar a orarem! Mateus 6:9-15 Portanto, orem assim: Pai nosso, que estás no céu, que todos reconheçam que o teu nome é Santo.

Leia mais

DISCIPULADO DE BATISMO I.P. A MENSAGEM DA ULTIMA HORA

DISCIPULADO DE BATISMO I.P. A MENSAGEM DA ULTIMA HORA DISCIPULADO DE BATISMO I.P. A MENSAGEM DA ULTIMA HORA LIÇÃO N 01 Batismo nas Águas O batismo nas águas não é opcional: é um mandamento deixado por Jesus. Aquele que aceita Jesus como Senhor e Salvador

Leia mais

Nº18A Domingo III da Quaresma

Nº18A Domingo III da Quaresma Nº18A Domingo III da Quaresma-23.3.2014 Conduz-me Jesus aos poços do teu Evangelho Conduz-me, Jesus, aos poços do teu Evangelho para beber junto de ti a água que mata a sede de felicidade. a água que me

Leia mais

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes!

Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum Sede felizes! Nº 11 A Domingo IV do Tempo Comum-2.2.2014 Sede felizes! Combatei a miséria e reparti do que é vosso com os outros. Sede pacientes, tolerantes, dialogantes, humildes. Tende esperança no meio da escuridão,

Leia mais

Pequenos Estudos Comunitários

Pequenos Estudos Comunitários Pequenos Estudos Comunitários O Perdão MCR Agosto de 2010 O perdão Perdão : remissão de pena ou de ofensa ou de dívida; desculpa; indulto. Forma de civilidade com que se pede desculpa. A sensação de liberdade

Leia mais

O João 3:16 é altamente eficaz na explicação objetiva do ministério salvador de Jesus.

O João 3:16 é altamente eficaz na explicação objetiva do ministério salvador de Jesus. APLICANDO O PLANO DE SALVAÇÃO JO 3:16 O João 3:16 é altamente eficaz na explicação objetiva do ministério salvador de Jesus. Dicas: Ore antes por você, para que seja guiado por Deus. Ore antes pela pessoa

Leia mais

Respostas aos Testes de Autoavaliação

Respostas aos Testes de Autoavaliação Respostas aos Testes de Autoavaliação 323 Respostas aos Testes de Autoavaliação Lição 1 1. b) problemas. 2. a) obediência a Deus e à sua Palavra. 3. d) alegria. 4. c) seduzir-nos. 5. a) Todas as pessoas

Leia mais

2ºano de catequese 1. DESCOBRIR O AMOR DE DEUS NA ESCUTA DA SUA PALAVRA. Paróquia de Forjães 26 de Fevereiro de 2005

2ºano de catequese 1. DESCOBRIR O AMOR DE DEUS NA ESCUTA DA SUA PALAVRA. Paróquia de Forjães 26 de Fevereiro de 2005 Tu tens um amigo que te ama: Nós temos um amigo que nos ama, Que nos ama, que nos ama. Nós temos um amigo que nos ama: 1. DESCOBRIR O AMOR DE DEUS NA ESCUTA DA SUA PALAVRA Presidente: Em nome do Pai e

Leia mais

O Plano de Deus para Salvação, 2ª Parte

O Plano de Deus para Salvação, 2ª Parte A ESSÊNCIA DE TUDO, Nº6 O Plano de Deus para Salvação, 2ª Parte Em A Essência de Tudo, Nº5: O Plano de Deus para Salvação, 1ª Parte, vimos quatro conceitos que ilustram como funciona o plano de Deus para

Leia mais

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o futuro com esperança. Como o testemunho de vida da

Leia mais

A BÍBLIA E A ORAÇÃO 1 João 5:14,15

A BÍBLIA E A ORAÇÃO 1 João 5:14,15 A BÍBLIA E A ORAÇÃO 1 João 5:14,15 Quero dar a todos as boas vindas a este encontro, quando Dave Butts e eu vamos falar sobre a oração. Dave é presidente do Ministério Colheita, e presidente do Conselho

Leia mais

Valores de uma Igreja RELACIONAL

Valores de uma Igreja RELACIONAL Valores de uma Igreja RELACIONAL O que já aprendemos... A Igreja deve valorizar e incentivar os relacionamentos Os que criam mantinham-se unidos e tinham tudo em comum... Da multidão dos que creram, uma

Leia mais

Paróquia S. Salvador do Burgo - Arouca Advento 2015

Paróquia S. Salvador do Burgo - Arouca Advento 2015 1ª Semana de Advento (29 de Novembro a 5 de Dezembro) Catequista responsável: Ana Maria (2º e 7º ano) Palavra da semana: CARIDADE Estás a preparar-te para um caminho que te leva ao Natal. O Natal é um

Leia mais

CONVITE. c Mateus C

CONVITE. c Mateus C CONVITE Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas

Leia mais

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 4 T/2013. Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social

Palavra & Vida Sugestões Didáticas 4 T/2013. Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social Palavra & Vida Sugestões Didáticas 4 T/2013 Dulce Helena da Silva Mota de Lima Educadora Religiosa / Professora e Assistente Social Lição 2- Pais, criem seus filhos Texto Bíblico: PROVÉRBIOS 22.6 Objetivos

Leia mais

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus,

Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, Nº 8 C Domingo II do Tempo Comum-20.1.13 Do Evangelho de hoje, retiramos vários ensinamentos para a nossa vida. Naquele casamento, onde estava Jesus, ia haver uma grande tristeza, porque o vinho se tinha

Leia mais

Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma A escolha certa

Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma A escolha certa Nº 12 C 1º Domingo da Quaresma-14.2.2016 A escolha certa Conforme dissemos nos Xavierinhos da semana passada, a Quaresma começou na passada quartafeira, quarta-feira de cinzas. Como a maior parte dos meninos

Leia mais

O amor O faz diferente!

O amor O faz diferente! O amor O faz diferente! Quem eu deveria ser? Que as escrituras apresentam o homem como criatura de Deus Criado diretamente por Deus Colocado em posição exaltada Que o homem foi feito a imagem e semelhança

Leia mais

Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João

Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João Por que e para que Jesus morreu na cruz? Evangelho de João 3.16-17 INTRODUÇÃO Do texto lido, faço à igreja duas perguntas: Por quejesus morreu na cruz? Para que Jesus morreu na cruz? O por que e o para

Leia mais

ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR

ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR A ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam isto proclamamos a respeito da Palavra

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (09.03.2015) Nenhum profeta é bem recebido Guia: 2.º Ciclo: Professor José Martins 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Re+ Deixa Deus entrar na tua própria casa. Re+ Deixa-te tocar

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida ~ USA 1 Oferta Lição 10 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Qual é o significado da oferta e quais são as minhas responsabilidades nesta área? O assunto da oferta é extremamente controverso na cristandade hoje

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 12 DE OUTUBRO DE 2013 TEMA: SOLICITUDE PELA VIDA PASSAGEM: LUCAS 12: 22-34

PREGAÇÃO DO DIA 12 DE OUTUBRO DE 2013 TEMA: SOLICITUDE PELA VIDA PASSAGEM: LUCAS 12: 22-34 PREGAÇÃO DO DIA 12 DE OUTUBRO DE 2013 TEMA: SOLICITUDE PELA VIDA PASSAGEM: LUCAS 12: 22-34 LUCAS 12:22-34 E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre

Leia mais

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES

COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES COMUNIDADE EVANGÉLICA ALIANÇA CRISTÃ Mensagem para Grupos Familiares TEMA: ANDANDO NO ESPÍRITO LÚDIO MARCONDES VAMOS DISCUTIR O ASSUNTO? TEXTO BASE: Gálatas 5:22,23 INTRODUÇÃO: Quando decidimos seguir

Leia mais

Como obter vitória sobre o pecado

Como obter vitória sobre o pecado Como obter vitória sobre o pecado Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 15 de novembro de 2009 Como obter vitória sobre o pecado? O evangelho é uma declaração de vitória sobre o pecado. É no evangelho que

Leia mais

FESTA DO PAI-NOSSO 2º Ano. 14 de junho de Catequese Paroquial de Santa Maria da Feira Núcleo: Missionários Passionistas

FESTA DO PAI-NOSSO 2º Ano. 14 de junho de Catequese Paroquial de Santa Maria da Feira Núcleo: Missionários Passionistas FESTA DO PAI-NOSSO 2º Ano 14 de junho de 2014 Catequese Paroquial de Santa Maria da Feira Núcleo: Missionários Passionistas MONIÇÃO ANTES DO CÂNTICO DE ENTRADA (Criança) Olá, nós as crianças do 2º ano

Leia mais

Lição 5 Como Ser um Obreiro

Lição 5 Como Ser um Obreiro Lição 5 Como Ser um Obreiro O António está muito contente. Ele está a descobrir que pode ser obreiro do Senhor. Porque ele tem estudado muito a Bíblia e tem passado o tempo a orar e a procurar Deus, o

Leia mais

Nº 5 C Natal e Sagrada Família

Nº 5 C Natal e Sagrada Família Nº 5 C Natal e Sagrada Família Esta semana celebramos nascimento de Jesus, no dia de Natal e depois a festa da Sagrada Família. A Sagrada Família é composta por Maria, José e o Menino Jesus. A Sagrada

Leia mais

Hinos. Concentração. 11/ Pág. 1

Hinos. Concentração.  11/ Pág. 1 Hinos Concentração www.hinosdosantodaime.com.br 11/2013 1.0 Pág. 1 01 FIRMEZA Marcha - Padrinho Sebastião - 03 Firmeza, firmeza no amor Firmeza, firmeza aonde estou Eu estou firme com meu Jesus Eu estou

Leia mais

Como ser. Salvo TRIMESTRE LIÇÃO.

Como ser. Salvo TRIMESTRE LIÇÃO. Como ser TRIMESTRE Salvo LIÇÃO 05 www.classedaescolasabatina.com.br LIÇÃO4 relembrando SALVAÇÃO A BASE: UM DOM UMA INICIATIVA UM SACRIFÍCIO O RESULTADO: UMA LIBERTAÇÃO UMA VIDA ETERNA VERSO PARA MEMORIZAR!!

Leia mais

VIVER NO ESPÍRITO E NÃO NA CARNE. Vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em você.

VIVER NO ESPÍRITO E NÃO NA CARNE. Vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em você. VIVER NO ESPÍRITO E NÃO NA CARNE Vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em você. Rm 8:9 X CARNE ESPÍRITO X Por isso digo:vivam pelo Espírito, e de

Leia mais

Necessidades Básicas Supridas

Necessidades Básicas Supridas LIÇÃO 7 Necessidades Básicas Supridas Necessidades Básicas Supridas 135 O pão nosso de cada dia nos dá hoje ( Mateus 6: 11). Nos dá. Isto agora já soa mais como as orações que geralmente fazemos. Dá-me

Leia mais

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia Meu louvor somente à Ti darei Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 18ª Semana do Tempo Comum Manifestai,

Leia mais

O Plano de Salvação Encontro

O Plano de Salvação Encontro O Plano de Salvação Encontro 17 1. Competência a ser construída: Evangelizar usando a Bíblia. Já vimos que o testemunho é a primeira e mais fácil ferramenta de evangelização que podemos usar. Agora queremos

Leia mais

Rede Nacional de Intercessão: persista na oração até alcançar a graça Seg, 04 de Janeiro de :02

Rede Nacional de Intercessão: persista na oração até alcançar a graça Seg, 04 de Janeiro de :02 Jesus nos ensinou a perseverança na oração até que nossa causa seja resolvida, ou até sentirmos a doce paz em nosso coração, como prova de que Ele já nos respondeu, mesmo que ainda não tenhamos visto sua

Leia mais

Da Religiosidade para Cristo Do Ceticismo para a Fé Do Materialismo para a Generosidade

Da Religiosidade para Cristo Do Ceticismo para a Fé Do Materialismo para a Generosidade Recapitulando: Saulo Tomé Zaqueu Da Religiosidade para Cristo Do Ceticismo para a Fé Do Materialismo para a Generosidade Hoje: Do Individualismo para a Vida em Comunidade http://www.youtube.com/watch?v=x7kc-olchoc

Leia mais

Nº 14 B - Domingo VII do Tempo Comum Levanta-te e anda

Nº 14 B - Domingo VII do Tempo Comum Levanta-te e anda Nº 14 B - Domingo VII do Tempo Comum -19.2.2012 Levanta-te e anda No Evangelho de hoje ouvimos como os amigos de um paralítico tiveram que esforçar-se muito para pedir a Jesus que curasse o seu amigo,

Leia mais

O JUIZO DO SERVO DE DEUS

O JUIZO DO SERVO DE DEUS O JUIZO DO SERVO DE DEUS ANTES CRESCEI NA GRAÇA E NO CONHECIMENTO DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. A ELE SEJA DADA A GLÓRIA, ASSIM AGORA, COMO NO DIA DA ETERNIDADE. AMÉM. 2PEDRO 3:18 Introdução

Leia mais

LITURGIA DOMINICAL VII DOMINGO TEMPO COMUM ANO A

LITURGIA DOMINICAL VII DOMINGO TEMPO COMUM ANO A LITURGIA DOMINICAL VII DOMINGO TEMPO COMUM ANO A Orações próprias do VII Domingo do Tempo comum (Missal Romano, p. 401); Prefácio dos Domingos do Tempo Comum VIII (Missal Romano, p. 483); Oração Eucarística

Leia mais

AMOR PROVADO Ninho Bagunçado (Décimo primeiro ao décimo nono ano)

AMOR PROVADO Ninho Bagunçado (Décimo primeiro ao décimo nono ano) AMOR PROVADO Ninho Bagunçado (Décimo primeiro ao décimo nono ano) a) Manter uma identidade pessoal e uma identidade para o casamento > Dependência exagerada - A identidade do cônjuge é um reflexo do seu

Leia mais

Igreja de Deus Unida,

Igreja de Deus Unida, Igreja de Deus Unida, uma Associação Internacional Guias de Estudo Bìblico Para a Juventude Volume 1 Lição 7 O Espírito Santo Deus, nosso Criador, compreende que todos nós enfrentamos circunstâncias que

Leia mais

Também por nós foi crucificado

Também por nós foi crucificado Também por nós foi crucificado Uma morte diferente Conhecemos muitos factos importantes da vida de Jesus. Hoje vamos reflectir melhor no facto mais importante: a Sua Morte! Porque é assim tão importante

Leia mais

O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós.

O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós. O EMPREGADO QUE NÀO QUIS PERDOAR Lição 32 1 1. Objetivos: Ensinar que precisamos perdoar aos outros que pecam contra nós. 2. Lição Bíblica: Mateus 18.21-35 (Leitura bíblica para o professor e base bíblica

Leia mais

Lição 25. frutos. carne. e do. Espírito

Lição 25. frutos. carne. e do. Espírito Lição 25 Os Mistérios de Deus Estudo Bíblico Lição 25 Os frutos da carne e do Espírito Gálatas 5:17 Esta publicação não é para ser vendida ou negociada de forma alguma. - Ela é inteiramente grátis http://www.osmisteriosdedeus.com

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Segunda-feira da 8ª Semana do Tempo Comum Ó Deus,

Leia mais

Acha que já tentou de tudo, mas o problema persiste?

Acha que já tentou de tudo, mas o problema persiste? Sentindo-se incomodado? Está tendo dificuldade de convivência com um colega ou um irmão ou irmã mais nova? Acha que já tentou de tudo, mas o problema persiste? Sei que não quer perder a calma,...... mas

Leia mais

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes SALVAÇÃO 2 Devocional Céus Abertos Pastor Carlito Paes 3 ROTEIRO Salvação Parte 1 Introdução O problema: A necessidade de salvação A providência: A solução para o pecado Três aspectos da salvação Salvação

Leia mais

Você é capaz de se lembrar como se conjuga os verbos? Lembra? É... eu também não gostava muito disso, sabia? Então vamos lembrar juntos:

Você é capaz de se lembrar como se conjuga os verbos? Lembra? É... eu também não gostava muito disso, sabia? Então vamos lembrar juntos: Bem, hoje gostaria de falar sobre algo que talvez você não goste nem um pouco: nossa querida Língua Portuguesa Ah, fala sério pastor! Vai dar aula de Português? Obviamente não! Vou apenas compartilhar

Leia mais

Os fundamentos da paz

Os fundamentos da paz Os fundamentos da paz Uma entrevista com Prem Rawat Entrevista, Página 1 Entrevistadora: - É realmente uma honra para mim entrevistar alguém que viaja pelo mundo levando uma mensagem fundamental, uma mensagem

Leia mais

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos.

Aula 2. Até sexta, pela Graça de Deus, bons estudos. Aula 2 Prezados professores, estou enviando os slides ( texto definitivo) da nossa aula 2 baseada nos capítulos 2, 10 e 12 do nosso livro e na nossa confissão de fé. Sugerimos que leiam novamente os três

Leia mais

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo

EVANGELISMO. Uma ideia nada popular. razão externa: religião como fenômeno particular. razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo EVANGELISMO Uma ideia nada popular razão externa: religião como fenômeno particular razão interna: confusão entre evangelismo e proselitismo O QUE EVANGELISMO NÃO É? Não é um convite para ir uma reunião

Leia mais

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2;

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29 1. Jesus ensinava. Encontre no Sermão do Monte exemplos do uso das seguintes estratégias pedagógicas: a) ilustrações: b) aplicações: c) linguagem

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO

ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO ESTUDO BÍBLICO I A SALVAÇÃO EM JESUS CRISTO SAMUEL CORNÉLIO AGOSTO 2016 www.abracandoapalavra.org A Salvação em JESUS CRISTO Um Novo Nascimento De acordo com a Bíblia, O Santo, Eterno, Soberano e Todo

Leia mais

O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5)

O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5) O chamado de ESTEVÃO (Atos 6:3-5) Introdução: Cemitério de Avião Você como um avião enferrujado Nós como juventude enfatizamos o seu chamado Se você estiver enferrujado, Deus pode te usar hoje para ser

Leia mais

O Poder do Amor. Sim há uma força maior do que nós A força do amor que provém de Deus. O Amor

O Poder do Amor. Sim há uma força maior do que nós A força do amor que provém de Deus. O Amor O Poder do Amor Eu vejo um mundo preocupado em achar Uma solução pra situação Vejo pessoas sem paz no coração Sem compreender o que fazer Mas há uma força maior do que nós O amor tem poder pra transformar

Leia mais

O Cristo consolador. Roteiro 1

O Cristo consolador. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, O Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações Roteiro 1 O Cristo consolador Objetivo Explicar

Leia mais

Uma Relação Familiar

Uma Relação Familiar 36 Oração e Adoração LIÇÃO 2 Uma Relação Familiar... Pai-nosso... (Mateus 6:9). A oração deve começar com uma compreensão da nossa identidade. Paulo diz-nos em Romanos 12:3,... digo a cada um de entre

Leia mais

Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15

Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15 Mateus 15:18 Mateus 15:18 Mateus 15:18 Mateus 15:18 Mas as coisas que saem da boca vem do coração, e são essas que tornam o homem impuro. Mas as coisas que saem da boca vem do coração, e são essas que

Leia mais

Nº 16 C 2º Domingo da Quaresma

Nº 16 C 2º Domingo da Quaresma Nº 16 C 2º Domingo da Quaresma-21.2.2016 É bom estar com Jesus Jesus, quando os amigos me abandonarem e não tiver ninguém com quem desabafar, Jesus, quando me faltar a coragem para iniciar um novo dia

Leia mais

Jesus ensinou seus discípulos a servir

Jesus ensinou seus discípulos a servir Jesus ensinou seus discípulos a servir Mateus 20:25-28 Jesus os chamou e disse: Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre

Leia mais

O que você precisa saber antes de começar

O que você precisa saber antes de começar O que você precisa saber antes de começar Meu objetivo neste Guia de estudo não é apenas convencê-la de que Deus a chama para ser uma guerreira de oração, mas também para lhe mostrar como se tornar a melhor

Leia mais

Voltado a Deus I. O Imperativo Divino

Voltado a Deus I. O Imperativo Divino Deus trabalha movido por oração. Quando Deus quer fazer certa coisa, Ele inspira oração para que Ele possa agir. Ele somente trabalha desta forma. Em Gênesis 20 lemos a primeira estória sobre cura narrada

Leia mais

Músicas para missa TSL

Músicas para missa TSL Músicas para missa TSL Músicas antes da entrada Anjos Se acontecer um barulho perto de você é um anjo chegando para receber suas orações e levá-las à Deus. Então abra o coração e comece a louvar, sinta

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

Mas o fruto do Espírito é amor (Gálatas 5:22)

Mas o fruto do Espírito é amor (Gálatas 5:22) Lição 7 para 18 de fevereiro de 2017 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. Toda a vara em mim, que não dá fruto, a tira; e limpa toda aquela que dá fruto, para que dê mais fruto. (João 15:1-2)

Leia mais

Por que Deus nos Criou?

Por que Deus nos Criou? A ESSÊNCIA DE TUDO, Por que Deus nos Criou? Nº4: Você já se perguntou por que Deus criou os seres humanos, e qual é o nosso propósito? A Bíblia diz que Deus criou a humanidade para Sua glória. Todo o que

Leia mais