2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições:"

Transcrição

1 PRORROGAÇÃO DO EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 24 de Novembro de CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto que será implantado na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro - Amazonas. Configura-se como um centro multilaboratorial, voltado para formação técnica especializada, com foco em inovações tecnológicas para as Cadeias de Valor Locais, com o objetivo de melhorar a dinâmica sócio-econômica-ambiental ribeirinha no Amazonas. Espera-se, a partir da execução do projeto-piloto, experimentar e validar um modelo de política pública que promova sinergicamente geração de oportunidades para desencadear processos de inclusão socioeconômica e fortalecimento do setor primário, considerando as diretrizes de sustentabilidade ecológica e transferência tecnológica. Por meio dos CVDS, pretende-se ampliar as oportunidades de inclusão produtiva e social para os comunitários de Unidades de Conservação de Uso Sustentável no Amazonas, fortalecendo as vocações econômicas locais por meio da capacitação profissional, bem como, o estímulo ao empreendedorismo individual, além de outras formas de inserção ocupacional e de geração de renda, baseado na utilização sustentável dos recursos naturais. O Projeto CVDS será desenvolvido em 3 (três) linhas de ação: a) formação e qualificação técnica de comunitários de acordo com as vocações locais; b) promoção de P&D voltados às cadeias de valor apoiadas pelo programa e c) apoio ao empreendedorismo de base comunitária e incubação de empresas ligadas a essa linha. As atividades serão focadas nas 3 Cadeias de Valor prioritárias: Manejo Madeireiro, Turismo de Base Comunitária e Artesanato. 2. DESCRIÇÃO DAS VAGAS 2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga / 1

2 Assessorar o coordenador geral do projeto em assuntos de cunho administrativo, consoante com os objetivos do programa; Articular, em acordo com a Coordenação Geral, junto às instituições parceiras e gestoras do programa, ações administrativas necessárias para a promoção da melhoria contínua do programa; Contribuir na discussão da metodologia a ser adotada para a execução do projeto; Corresponsabilizar-se, junto ao Coordenador Geral do Projeto, pela elaboração e implementação do plano operacional do CVDS; Encarregar-se da elaboração e arquivamento de documentos e relatórios do projeto; Acompanhar o desempenho e o alcance de metas dos bolsistas; Elaborar textos, planilhas e organização de dados para apresentação pelos demais membros da equipe do projeto; Acompanhar a execução financeira do projeto; Contribuir com a elaboração dos relatórios técnicos junto às demais coordenadorias; Auxiliar as demais coordenadorias na organização de eventos para avaliação e divulgação dos resultados do projeto; Auxiliar os membros da equipe no desempenho de suas atividades; Ter título de Especialista, desejável Mestre ou Doutor, com experiência em coordenação e execução de projetos de CT&I e/ou implantação de processos gerenciais em uma das áreas: economia, administração, contabilidade ou áreas afins; 2.2. Subcoordenador Técnico Pedagógico (Código STP) 1 vaga Assessorar o coordenador geral do projeto em assuntos de cunho pedagógico, consonante com os objetivos do programa; Colaborar com o coordenador geral do Programa na criação e implementação de um cronograma de atividades orientadas envolvendo as atividades de aperfeiçoamento / 2

3 profissionalizantes; Coresponsabilizar-se pela articulação, junto aos parceiros, ações pedagógicas, necessárias para a promoção da melhoria contínua do programa; Elaborar metodologia integrada de acompanhamento pedagógico dos participantes nos cursos profissionalizantes, que preveja ações dentro e fora das dependências do CVDS; Corresponsabilizar-se pelo desempenho dos participantes nos cursos profissionalizantes; Atuar como permanente agente de monitoramento, do ponto de vista pedagógico, quanto ao desenvolvimento das atividades inerentes ao Programa; Participar, sempre que solicitado pelas instituições gestoras do Programa, de reuniões ou atividades inerentes à execução e melhoria do Programa; Ter título de Especialista, desejável Mestre ou Doutor, com experiência em coordenação de projetos de CT&I e/ou implantação de processos pedagógicos nas áreas de pedagogia ou profissionais de educação; 2.3. Subcoordenador Técnico Vocacional (Código STV) 1 vaga Assessorar o coordenador geral do projeto em assuntos de cunho vocacional, dentro das três linhas temáticas que serão trabalhadas, consonante com os objetivos do programa; Elaborar diagnóstico situacional da RDS do Rio Negro relacionado às linhas temáticas do projeto; Corresponsabilizar-se pela definição e acompanhamento do plano de ações para aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos nas cadeias de valor; Planejar e discutir com membros da coordenadoria métodos para a execução, acompanhamento e avaliação das atividades desenvolvidas; / 3

4 Contribuir com a compilação, análise e interpretação dos resultados do projeto; Contribuir na definição de modelos de educação profissional, associados ao desenvolvimento tecnológico; Orientar os comunitários participantes para a aplicação prática dos conhecimentos adquiridos; Auxiliar na elaboração dos relatórios técnicos e financeiros. Ter título de Doutor ou Mestre, com experiência em coordenação de projetos de CT&I e/ou implantação de processos relacionados ao desenvolvimento tecnológico ou socioambiental, preferencialmente com experiência aproximada às linhas temáticas de manejo madeireiro, turismo de base comunitária e artesanato Subcoordenador Técnico Científico (Código STC) 1 vaga Assessorar o coordenador geral do projeto em assuntos de cunho técnico-científico, consonante com os objetivos do programa; Contribuir na discussão da metodologia a ser adotada para a execução do projeto, junto às outras coordenadorias; Planejar e discutir com membros das demais coordenadorias métodos para a execução, acompanhamento e avaliação das atividades desenvolvidas; Revisão de literatura e elaboração de estudos, que tratam de Unidades de Conservação de Uso Sustentável, cadeias de valor, inovação, construção de tecnologias e os diversos custos associados; Desenvolver indicadores que permitam monitorar e avaliar o programa e as ações promovidas pelo CVDS; Desenvolver métodos de integração entre pesquisa, educação profissional e desenvolvimento de tecnologias para a consolidação de negócios; Elaborar estratégias de consolidação de modelos de negócio adequados às cadeias / 4

5 de valor envolvidas; Identificar potenciais projetos de pesquisa e negócios sustentáveis a serem incorporados ao espaço físico e serviços oferecidos pelo CVDS; Compilar, analisar e interpretar os dados do projeto para elaboração de diagnósticos situacionais; Contribuir com a elaboração dos relatórios técnicos; Elaborar artigos científicos; Organizar workshops e reuniões interinstitucionais; Ter título de Doutor ou Mestre, com experiência em coordenação de projetos de CT&I e/ou implantação de processos relacionados ao desenvolvimento tecnológico ou socioambiental, preferencialmente com experiência aproximada às linhas temáticas de manejo madeireiro, turismo de base comunitária e artesanato. 3. CONTRATO E REMUNERAÇÃO Regime de contratação: bolsa Duração: 24 meses Carga horária: 20 horas semanais Remuneração: Doutor R$ 3.540,00 Mestre R$ 2.832,00 Especialista R$ 2.124,00 Local de trabalho: Sede da FAS (Parque Dez de Novembro / Manaus) e comunidades rurais abrangidas pelo projeto na RDS do Rio Negro. Data limite para submissão: 23/01/2015. Os candidatos selecionados serão notificados por ou telefone e entrevistados entre 28 e 30/01/2015, entretanto, poderão ser chamados à medida que os currículos / 5

6 forem enviados, conforme disponibilidade da FAS. Interessados, enviar currículos para o com cópia para e especificando o assunto Vaga CVDS/Código da vaga de interesse. / 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE EMPREENDEDORISMO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE NÚCLEO DE EMPREENDEDORISMO EDITAL Nº 01, 10 DE MARÇO DE 2017 SELEÇÃO PARA BOLSISTAS O Núcleo de Empreendedorismo da Universidade Federal de Sergipe EMPREENDER UFS, torna público a chamada para a seleção de alunos que desejam participar

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE TÉCNICOS BOLSISTAS PROJETO CVDS

EDITAL PARA SELEÇÃO DE TÉCNICOS BOLSISTAS PROJETO CVDS EDITAL PARA SELEÇÃO DE TÉCNICOS BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 04 de Dezembro de 2014. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto que

Leia mais

A extensão e ação comunitária é o canal aberto para a interação do ensino e da pesquisa com a sociedade, estimulando a formação profissional cidadã.

A extensão e ação comunitária é o canal aberto para a interação do ensino e da pesquisa com a sociedade, estimulando a formação profissional cidadã. EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE ATIVIDADES DE EXTENSÃO E DE AÇÃO COMUNITÁRIA PARA 2010 A UNIVERSIDADE POTIGUAR, mantida pela APEC - Sociedade Potiguar de Educação e Cultura S.A., com sede em Natal/RN,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN MCT 1 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN MCT 1 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN 3.1.6 - MCT 1 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Prestação de serviços de pessoa física para a elaboração de documento

Leia mais

CENTRO DE DEFESA DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (CEDECA RIO DE JANEIRO)

CENTRO DE DEFESA DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (CEDECA RIO DE JANEIRO) CENTRO DE DEFESA DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (CEDECA RIO DE JANEIRO) CNPJ Nº 10.832.372/0001-38 EDITAL Nº 001 /2017 O CENTRO DE DEFESA DOS DIREITOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE CEDECA RJ, no

Leia mais

SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS. Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS

SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS. Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS SÍNTESE DO PERFIL E DAS ATRIBUIÇÕES DOS COORDENADORES DAS UNIDADES SOCIOASSISTENCIAIS Perfil e principais atribuições do Coordenador do CREAS Escolaridade de nível superior de acordo com a NOB/RH/2006

Leia mais

EDITAL Nº 024/ PROCESSO DE BUSCA PARA PREENCHIMENTO DE UMA VAGA PARA FUNÇÃO GRATIFICADA DE COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS

EDITAL Nº 024/ PROCESSO DE BUSCA PARA PREENCHIMENTO DE UMA VAGA PARA FUNÇÃO GRATIFICADA DE COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS EDITAL Nº 024/2012 - PROCESSO DE BUSCA PARA PREENCHIMENTO DE UMA VAGA PARA FUNÇÃO GRATIFICADA DE COORDENADOR DE RECURSOS HUMANOS O Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá IDSM está selecionando

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DIVISÃO DE ESPORTE E LAZER DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DIVISÃO DE ESPORTE E LAZER DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS COMUNITÁRIOS DIVISÃO DE ESPORTE E LAZER DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA SEGUNDO TEMPO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

Edital nº 04 / 2015 ATIVIDADES DE ENSINO, EXTENSÃO E PESQUISA Programa POLOS de Cidadania

Edital nº 04 / 2015 ATIVIDADES DE ENSINO, EXTENSÃO E PESQUISA Programa POLOS de Cidadania Edital nº 04 / 2015 ATIVIDADES DE ENSINO, EXTENSÃO E PESQUISA Programa POLOS de Cidadania O Programa Polos de Cidadania da Faculdade de Direito da UFMG faz saber que entre os dias 27 de maio e 08 de junho

Leia mais

VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO EDITAL N 001/2016 SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS NO PARQUE NACIONAL DE JERICOACOARA O Parque Nacional de Jericoacoara (PNJ), Unidade de Conservação Federal administrada

Leia mais

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Termo de Referência Assistente Técnico Junior No âmbito do Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher conveniado com a Secretaria

Leia mais

NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS. ( ):

NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS. ( ): NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS Nº ACORDO EMPRÉSTIMO: 8185-0/BR NÃO OBJEÇÃO - (TERMO DE REFERÊNCIA) Nº DO TDR: 01/2015 DATA: ( 01/03/2014) COMPONENTE:

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

Edição 2015/2016. Justificativa. Finalidade e Relevância

Edição 2015/2016. Justificativa. Finalidade e Relevância PROGRAMA UNIFICADO DE BOLSAS DE ESTUDO PARA ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO Edição 2015/2016 Justificativa Finalidade e Relevância Por um lado, a parceria já consolidada com a iniciativa privada e o poder público

Leia mais

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS:

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Modalidade Produto Área de Ciências Humanas e Direitos Humanos SELECIONA CURRÍCULOS

Leia mais

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - PNAIC

PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - PNAIC PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - PNAIC CHAMADA PARA COMPOSIÇÃO DA EQUIPE DE SUPERVISORES E PROFESSORES FORMADORES PARA O PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA - PNAIC A Coordenação

Leia mais

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA O Centro Universitário Metodista IPA e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por

Leia mais

1. PROJETO SELECIONA PESQUISADORES PARA DIVERSOS PERFIS

1. PROJETO SELECIONA PESQUISADORES PARA DIVERSOS PERFIS CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA Nº 02.1/2017 SELEÇÃO DE PESQUISADORES PROJETO: INTEGRAÇÃO DE TECNOLOGIAS E MÉTODOS APLICADOS À PRÁTICA DE ESCOLA VIRTUAL DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL. 1. PROJETO SELECIONA

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 Seleção Simplificada de Candidatos para a Escola de Conselhos 1.

Leia mais

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do

Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma. Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental. no âmbito do OBJETIVO Iniciar uma discussão sobre a elaboração de uma Estratégia Nacional de Comunicação e Educação Ambiental no âmbito do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza - SNUC DOCUMENTOS DE

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA. No.09/2016 BOLSA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA. No.09/2016 BOLSA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO TERMO DE REFERÊNCIA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA No.09/2016 BOLSA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO Área de Concentração em Desenvolvimento Científico e Tecnológico Linha de Desenvolvimento de CTI

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016 ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016 Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação do idoso, os dados

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001308 - TECNOLOGIA EM LOGISTICA Nivel: Superior Area Profissional: GESTAO DA ADMINISTRACAO Area de Atuacao: LOGISTICA/GESTAO Planejar,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Título do Projeto: Aprimoramento da sistemática de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA CODT 03 (AM) Uma Vaga TERMO DE REFERÊNCIA (TR) Prestação de serviço técnico especializado, modalidade de consultoria

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/ CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO EXTENSIONISTA

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/ CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO EXTENSIONISTA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 - CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO EXTENSIONISTA (Administração; Gestão Ambiental; Engenharia de produção; Engenharia de Alimentos ou Engenharia Agronômica) NO ÂMBITO DO PROJETO CTA/MDA

Leia mais

Prospecção Tecnológica. 30 de agosto de 2012.

Prospecção Tecnológica. 30 de agosto de 2012. Prospecção Tecnológica 30 de agosto de 2012. A ação será executada por: A Equipe O Projeto Prospecção Tecnológica Objetivo Possibilitar a implantação de novas tecnologias que permitam redução de custos,

Leia mais

Sílvia B. C. Czermainski Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul

Sílvia B. C. Czermainski Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul Projeto APLPMFito/RS Implementação da Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos e Política Intersetorial de Plantas Medicinais e Medicamentos Fitoterápicos do R.G.do Sul Sílvia B. C. Czermainski

Leia mais

Prof. Jefferson Monteiro

Prof. Jefferson Monteiro Prof. Jefferson Monteiro Histórico O Programa Segundo Tempo é uma política pública de esporte educacional idealizado e criado em 2003 pelo Ministério do Esporte, destinado a democratizar o acesso à prática

Leia mais

EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES

EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA EDITAL PIBID-UFBA Nº 13/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISORES A Pró-Reitoria de Ensino

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL MDA e MDS e MMA Nº 239 DE 21 DE JULHO DE 2009

PORTARIA INTERMINISTERIAL MDA e MDS e MMA Nº 239 DE 21 DE JULHO DE 2009 PORTARIA INTERMINISTERIAL MDA e MDS e MMA Nº 239 DE 21 DE JULHO DE 2009 Estabelece orientações para a implementação do Plano Nacional de Promoção das Cadeias de Produtos da Sociobiodiversidade, e dá outras

Leia mais

Turismo Caminho indispensável para o desenvolvimento local e regional FEVEREIRO DE 2017

Turismo Caminho indispensável para o desenvolvimento local e regional FEVEREIRO DE 2017 Turismo Caminho indispensável para o desenvolvimento local e regional FEVEREIRO DE 2017 PANORAMA MUNDIAL Chegada de Turistas x Receita Cambial - Em 2015 6,3 milhões de turistas estrangeiros chegaram ao

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PESQUISADOR EM CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS AMAZÔNICOS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- IDSM-OS/MCTI

EDITAL DE SELEÇÃO PARA PESQUISADOR EM CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS AMAZÔNICOS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- IDSM-OS/MCTI EDITAL DE SELEÇÃO PARA PESQUISADOR EM CONSERVAÇÃO E MANEJO DE QUELÔNIOS AMAZÔNICOS INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL- IDSM-OS/MCTI O -IDSM está selecionando um(a) profissional da área de ciências

Leia mais

EDITAL Nº 002/ PROEX

EDITAL Nº 002/ PROEX Processo Seletivo Simplificado Para Função De Formador Do Pacto Nacional Pela Alfabetização Na Idade Certa - Proex - Universidade Estadual Paulista Julio De Mesquita Filho EDITAL Nº 002/2014 - PROEX A

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09 MISSÃO O Serviço Social tem como missão dar suporte psico-social e emocional ao colaborador e sua família. Neste sentido, realiza o estudo de casos, orientando e encaminhando aos recursos sociais da comunidade,

Leia mais

4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO

4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO 4.6. ATENDIMENTO ÀS METAS DO PLANO/PROGRAMA/PROJETO A planilha de atendimento às metas do projeto é apresentada na sequência. Metas Proporcionar os elementos necessários para que seja definido o processo

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORES POR PRODUTOS. Consultor de Cadastro de Museus

TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORES POR PRODUTOS. Consultor de Cadastro de Museus TERMO DE REFERÊNCIA DE CONSULTORES POR PRODUTOS OEI/BRA 09/005 - Desenvolvimento da Gestão Estratégica do IBRAM e dos Museus Brasileiros para o Fortalecimento Institucional na Formulação e Implantação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL N. 17, DE 25 DE JULHO DE 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL N. 17, DE 25 DE JULHO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO - COPA/PROGRAD EDITAL N. 17, DE 25 DE JULHO DE 2014 INSCRIÇÃO À SELEÇÃO DE TUTORES

Leia mais

Prioridades da Agenda de Marco Institucional da MEI

Prioridades da Agenda de Marco Institucional da MEI 2ª REUNIÃO DO COMITÊ DE LÍDERES DA MEI DE 2016 Prioridades da Agenda de Marco Institucional da MEI Gilberto Peralta GE 13 de maio de 2016 MARCO INSTITUCIONAL Emenda Constitucional nº 85 Inserção da inovação

Leia mais

EDITAL Nº 001/2016 CIPEAD/PROGRAD/UFPR

EDITAL Nº 001/2016 CIPEAD/PROGRAD/UFPR EDITAL Nº 001/2016 CIPEAD/PROGRAD/UFPR CHAMADA PARA SELEÇÃO DE TUTORES PRESENCIAIS PARA ATUAR NO PROGRAMA PNAP NAS DIVERSAS OFERTAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DA UFPR NA MODALIDADE

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO E TERMO DE REFERÊNCIA

EDITAL DE CONTRATAÇÃO E TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE CONTRATAÇÃO E TERMO DE REFERÊNCIA O Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) torna público o termo de referência para a contratação de consultor especializado para produzir informações

Leia mais

Caracterização e objetivos do PET

Caracterização e objetivos do PET UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROGRAMA DE EDUCAÇÂO TUTORIAL - PET EDITAL DE SELEÇÃO PARA TUTOR(A) DO GRUPO PET CIVIL (2016) A PROGRAD divulga, pelo presente edital,

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIAMBIENTAL PRSA 2ª 1 / 7 ÍNDICE 1. OBJETIVO... 2 2. ALCANCE... 2 3. ÁREA GESTORA... 2 3.1 ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES... 2 3.1.1 DIRETOR RESPONSÁVEL - RESOLUÇÃO 4.327/14... 2 3.1.2 COORDENADOR ESPONSÁVEL PRSA

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso n.º 206 aprovado pela portaria Cetec nº 733 de 10/09/2015 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e

Leia mais

Oportunidades de estágio/emprego

Oportunidades de estágio/emprego Oportunidades de estágio/emprego 1 Processo Seletivo para Estágio de Direito no TRT de Petrolina O edital se destina ao preenchimento de uma vaga na 1ª Vara do Trabalho de Petrolina, bem como o cadastro

Leia mais

E AUTONOMIA DAS MULHERES

E AUTONOMIA DAS MULHERES E AUTONOMIA DAS Faz-se necessário identificar as organizações de mulheres artesãs e possibilitar a articulação das cadeias produtivas de artesanatos geridas por mulheres. o que orienta o Programa O desafio

Leia mais

DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO

DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO DAS COORDENAÇÃO DE EIXO_TECNOLÓGICO TÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1 - À coordenação de eixo-tecnológico compete: I - Convocar e presidir as reuniões do Colegiado de Curso; II - Submeter à Coordenação

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FATEC PINDAMONHANGABA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FATEC PINDAMONHANGABA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FATEC PINDAMONHANGABA 1. INTRODUÇÃO O objetivo de presente regulamento é estabelecer as normas e os procedimentos gerais do programa de iniciação científica-tecnológica

Leia mais

AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos

AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos AGENDA TERRITORIAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA ALFABETIZAÇÃO E EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Plano de Estratégico de Educação de Jovens e Adultos Vitória ES Março/2010 1.Apresentação A elaboração do

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016 ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI DIRETORIA DE ENSINO EDITAL Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS DE EXTENSÃO O Núcleo de Iniciação

Leia mais

MANUAL ORIENTADOR DA REVISÃO DAS PRIORIDADES DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS PARA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE

MANUAL ORIENTADOR DA REVISÃO DAS PRIORIDADES DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS PARA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS MANUAL ORIENTADOR DA REVISÃO DAS PRIORIDADES DO PLANO NACIONAL DE RECURSOS HÍDRICOS PARA 2016-2020 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE CONSELHO

Leia mais

Projeto Inclusão Social Urbana Nós do Centro. Prefeitura de São Paulo União Européia

Projeto Inclusão Social Urbana Nós do Centro. Prefeitura de São Paulo União Européia Projeto Inclusão Social Urbana Nós do Centro Prefeitura de São Paulo União Européia Histórico do Projeto Cooperação técnica bilateral da Prefeitura de São Paulo com a União Européia com duração de quatro

Leia mais

EDITAL 005/2012 CPADC/ICED/UFOPA

EDITAL 005/2012 CPADC/ICED/UFOPA UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO CENTRO PEDAGÓGICO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO EDITAL 005/2012 CPADC/ICED/UFOPA O Centro Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 03/2012

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 03/2012 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 03/2012 O Instituto Aliança com o Adolescente, associação civil sem fins lucrativos e qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público OSCIP, MJ nº 08015.013735/2002-16,

Leia mais

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ORGANOGRAMA

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ORGANOGRAMA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO ORGANOGRAMA ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DAS ATIVIDADES ESTÁGIOSUPERVISIONADO INTEGRADO AO TRABALHO DE CURSO Colegiado: -Validar o

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE MICRO EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS - MEI.

EDITAL DE SELEÇÃO DE MICRO EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS - MEI. EDITAL DE SELEÇÃO DE MICRO EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS - MEI. PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PRESTADORES DE SERVIÇO MICRO EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS MEI O INSTITUTO GIRASSOL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Artigo 1º - O Programa

Leia mais

SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP

SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 SESSÃO DE APRESENTAÇÃO Cursos Técnicos Superiores Profissionais TeSP Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo

Leia mais

PROJETO VIDA NO TRÂNSITO PARANÁ

PROJETO VIDA NO TRÂNSITO PARANÁ PROJETO VIDA NO TRÂNSITO PARANÁ PACTO NACIONAL PELA REDUÇÃO DE ACIDENTES NO TRÂNSITO Ação do Governo Federal, lançada em 11/05/2011 pelos Ministérios da Saúde e das Cidades; Resposta brasileira à demanda

Leia mais

Regulamento do Programa Institucional de Bolsas de Extensão para Discentes PIBED do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais IFNMG

Regulamento do Programa Institucional de Bolsas de Extensão para Discentes PIBED do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais IFNMG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA NORTE DE MINAS GERAIS Regulamento do Programa Institucional de Bolsas de Extensão

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 011/12

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 011/12 INSTITUTO CULTURAL AMBIENTAL ROSA E SERTÃO Convênio Caixa Econômica Federal / Instituto Rosa e Sertão Projeto Turismo Ecocultural de Base Comunitária do Mosaico Sertão Veredas TERMO DE REFERÊNCIA Nº 011/12

Leia mais

SELEÇÃO. Edital DG nº ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

SELEÇÃO. Edital DG nº ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO SELEÇÃO Edital DG nº001-2013 ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO FACULDADE INTERNACIONAL SIGNORELLI SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO 1 Do objeto 1.1 O presente Edital tem por objetivo a seleção

Leia mais

EDITAL SIMPLIFICADO 001/2016 SELEÇÃO PRECEPTORES PARA ATUAR NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMILIA E COMUNIDADE/2016

EDITAL SIMPLIFICADO 001/2016 SELEÇÃO PRECEPTORES PARA ATUAR NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMILIA E COMUNIDADE/2016 EDITAL SIMPLIFICADO 001/2016 SELEÇÃO PRECEPTORES PARA ATUAR NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMILIA E COMUNIDADE/2016 A Comissão de Residência Multiprofissional em Área Profissional

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTÁGIO

EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTÁGIO EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTÁGIO 2016.1 A BIOCORE A Biocore Tecnologia e Soluções Ambientais é uma empresa movida pelo desafio de assessorar projetos em meio ambiente através de serviços e ações que promovam

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

A gratificação da função foi implementada pela Lei Complementar nº de 15/10/2007 e pela Lei Complementar nº de 01/07/2013.

A gratificação da função foi implementada pela Lei Complementar nº de 15/10/2007 e pela Lei Complementar nº de 01/07/2013. A Diretora da EE NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES, em Guarujá com fundamento na Resolução SE 75 de 30/12/2014, torna público o processo para seleção de docente para a função gratificada de Professor Coordenador

Leia mais

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance

FUNDAÇÃO CARMELITANA MÁRIO PALMÉRIO FACIHUS FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS Educação de qualidade ao seu alcance EDITAL DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO A DOCÊNCIA- PIBID/2014 EDITAL Nº 01/2014- SELEÇÃO DE BOLSISTAS SUPERVISORES PARA O PIBID. O Núcleo de Pesquisa da Faculdade de Ciências Humanas e

Leia mais

AVISO DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 011/2014

AVISO DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 011/2014 AVISO DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 011/2014 A Associação das Cooperativas de Apoio a Economia Familiar (ASCOOB) Entidade Privada Sem Fins Lucrativos, inscrita no, torna público que as inscrições para o Processo

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo Planeamento Estratégico Regional

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul EDITAL PREAE N 45, DE 27 DE JUNHO DE 2016.

Serviço Público Federal Ministério da Educação Fundação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul EDITAL PREAE N 45, DE 27 DE JUNHO DE 2016. EDITAL PREAE N 45, DE 27 DE JUNHO DE 2016. Divulga a abertura de inscrições para processo seletivo visando a seleção de candidato para a contratação de prestador de serviço (pessoa física), por prazo determinado.

Leia mais

AVALIAÇÃO E GESTÃO DA INFORMAÇÃO

AVALIAÇÃO E GESTÃO DA INFORMAÇÃO 8 AVALIAÇÃO E GESTÃO DA INFORMAÇÃO 130 Dentre as atividades de apoio para o desenvolvimento das políticas sociais, o Governo Federal investe em ações de avaliação, gestão da informação, disseminação do

Leia mais

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto

Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a. Função da CPA neste contexto Avaliação de Cursos, Novo Instrumento de Avaliação Institucional e a Função da CPA neste contexto Profa. Dra. Marion Creutzberg Coordenadora da CPA / PUCRS Papel da CPA na avaliação de cursos de graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO Edital de Seleção CURSO DE APERFEIÇOAMENTO: A DIVERSIDADE EM SALA

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA 07/2016 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS

EDITAL DE ABERTURA 07/2016 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS EDITAL DE ABERTURA 07/2016 PARA INSCRIÇÕES E SELEÇÃO CURSO DE GERENCIAMENTO DE PROJETOS 1. DA REALIZAÇÃO A Escola de Governo (EG), através da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH),

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 001/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 001/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Nº 001/2016 O Diretor Geral das Faculdades Integradas Hélio Alonso e a Gerência Acadêmica, no uso de suas atribuições regimentais, tornam público que estão abertas, para

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito Lei nº 345, de 21 de agosto de 2013. Nesta data, 21 de agosto de 2013, SANCIONO a presente Lei. Francisco das Chagas de Oliveira Silva PREFEITO MUNICIPAL Institui o Conselho Municipal de Desenvolvimento

Leia mais

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS

ATUAÇÃO DA CPA. Roteiro. Avaliação do ensino superior. Avaliação do Ensino Superior. Autoavaliação na UFMS ATUAÇÃO DA CPA Avaliação do ensino superior Roteiro Avaliação do Ensino Superior Legislação SINAES Autoavaliação Institucional Dimensões Autoavaliação na UFMS Instrumentos AVALIAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ

PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE DE MEDICINA DE ITAJUBÁ TÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA Artigo 1º - O Programa de Monitoria, mantido pela Faculdade de Medicina de Itajubá,

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 2015 ETEC de Mairiporã Código: 271 Município: Mairiporã EE: Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional:

Leia mais

Universidade Federal do Rio Grande do Norte ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ Colegiado do Curso de Agronomia. Resolução No.04 de 30 de julho de 2014

Universidade Federal do Rio Grande do Norte ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ Colegiado do Curso de Agronomia. Resolução No.04 de 30 de julho de 2014 Universidade Federal do Rio Grande do Norte ESCOLA AGRÍCOLA DE JUNDIAÍ Colegiado do Curso de Agronomia Resolução No.04 de 30 de julho de 2014 Dispõe sobre os critérios e funcionamento das atividades integradoras

Leia mais

Seleção para OFICINEIROS/2017 ESPAÇO CRIANÇA ESPERANÇA DE JABOATÃO

Seleção para OFICINEIROS/2017 ESPAÇO CRIANÇA ESPERANÇA DE JABOATÃO Seleção para OFICINEIROS/2017 ESPAÇO CRIANÇA ESPERANÇA DE JABOATÃO O Espaço Criança Esperança de Jaboatão (ECEJ) abre a seleção 2017 para Oficineiros habilitados a desenvolverem atividades de: Pedagogia

Leia mais

IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA MODALIDADE: PRODUTO CARGO A

IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA MODALIDADE: PRODUTO CARGO A INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA MODALIDADE: PRODUTO CARGO A 01. OBJETO DA CONSULTORIA Contratar Consultoria por produto para desenvolver atividades

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV)

LIZANE SOARES FERREIRA. MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Brasileira, solteira, 39 anos E-mail: lizaneferreira@hotmail.com LIZANE SOARES FERREIRA Formação: MBA em Gestão Empresarial - Fundação Getúlio Vargas (FGV) Especialista em Comércio Exterior com Ênfase

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE CURRICULUM PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (N. 001/2017)

EDITAL DE SELEÇÃO DE CURRICULUM PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (N. 001/2017) EDITAL DE SELEÇÃO DE CURRICULUM PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS (N. 001/2017) 1 - APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL A Casa da Mulher do Nordeste (CMN) é uma organização não governamental feminista, fundada em 1980,

Leia mais

1.5. O candidato deverá indicar, no ato da inscrição, a área a qual está se candidatando.

1.5. O candidato deverá indicar, no ato da inscrição, a área a qual está se candidatando. EDITAL Nº 009/2016 SELEÇÃO DE MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE ASSESSORIA DO ENADE DA FATENE Edital de Seleção de membros que constituirão a Comissão Permanente de Assessoria preparatória para o Exame

Leia mais

CHAMADA 01/2017 PROEPI/PROENS CONVITE AOS CAMPI PARA A REALIZAÇÃO DO SEPIN 2017

CHAMADA 01/2017 PROEPI/PROENS CONVITE AOS CAMPI PARA A REALIZAÇÃO DO SEPIN 2017 CHAMADA 01/2017 PROEPI/PROENS CONVITE AOS CAMPI PARA A REALIZAÇÃO DO SEPIN 2017 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná, por meio da Pró- Reitoria de Extensão, Pesquisa e Inovação

Leia mais

O planejamento das áreas protegidas integradas à paisagem

O planejamento das áreas protegidas integradas à paisagem O planejamento das áreas protegidas integradas à paisagem Stanley Arguedas Mora, Coordenador Tecnico ELAP Márcia Regina Lederman, especialista Áreas Protegidas GIZ Marcos Roberto Pinheiro, consultor Áreas

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ ARACRUZ 2010 INTRODUÇÃO A Iniciação Científica, segundo o Conselho Nacional

Leia mais

Escravo Nem Pensar! seleciona educador(a) para São Paulo (SP)

Escravo Nem Pensar! seleciona educador(a) para São Paulo (SP) Escravo Nem Pensar! seleciona educador(a) para São Paulo (SP) Currículo do(a) interessado(a) deve ser enviado em documento anexado, junto com carta de apresentação, para escravonempensar@reporterbrasil.org.br,

Leia mais

Reabilitação Integral: o desafio de uma política intersetorial. Conselho Nacional de Previdência Social

Reabilitação Integral: o desafio de uma política intersetorial. Conselho Nacional de Previdência Social Reabilitação Integral: o desafio de uma política intersetorial. Conselho Nacional de Previdência Social Junho 2016 Reabilitação Profissional Lei 8213/1991 Artigo 89 Decreto 3048/1999 Artigo 136 A prestação

Leia mais

Planejamento Estratégico

Planejamento Estratégico PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS DIVISÃO DE GESTÃO DA QUALIDADE Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO P.TJAM 67 Planejamento Estratégico Elaborado por: Carla Winalmoller

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014. Anexo 2 Atribuições dos Cargos SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 050/2014 Anexo 2 Atribuições dos Cargos AGENTE DE APOIO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL Acompanhar, auxiliar e orientar os alunos nas Atividades de Vida

Leia mais

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI

PDI Plano de Desenvolvimento Institucional AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI PDI Plano de Desenvolvimento Institucional 2005-2009 6 AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO PDI 6. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Coordenação: Maria Helena Krüger Diretora de Desenvolvimento

Leia mais

O que é um APL? Conjunto significativo de empresas com vínculo entre si: Atividade produtiva predominante. Mesmo território

O que é um APL? Conjunto significativo de empresas com vínculo entre si: Atividade produtiva predominante. Mesmo território O que é um APL? O que é um APL? Um Arranjo Produtivo Local se caracteriza por: Conjunto significativo de empresas com vínculo entre si: Associação Empresarial Entidade ou Governo Instituição de Ensino

Leia mais

CURSO DE RADIOLOGIA. Apontar pelo menos 5 aspectos que configuram a necessidade locorregional que apontam o curso de RADIOLOGIA como prioridade:

CURSO DE RADIOLOGIA. Apontar pelo menos 5 aspectos que configuram a necessidade locorregional que apontam o curso de RADIOLOGIA como prioridade: CURSO DE RADIOLOGIA Demanda de cada curso Apontar pelo menos 5 aspectos que configuram a necessidade locorregional que apontam o curso de RADIOLOGIA como prioridade: Quantitativo de trabalhadores inseridos

Leia mais

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS A Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais - FAPEMIG torna público que está aberto o processo de seleção de

Leia mais

Sustentabilidade e transferência de tecnologia do portal da RedeAPLmineral

Sustentabilidade e transferência de tecnologia do portal da RedeAPLmineral Sustentabilidade e transferência de tecnologia do portal da RedeAPLmineral Sustentabilidade e transferência de tecnologia do portal da RedeAPLmineral JUSTIFICATIVA A Rede Brasileira de Informação de Arranjos

Leia mais