INOVAÇÃO QUALIDADE GARANTIA. Juntos construimos um futuro mais sustentável. catálogo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INOVAÇÃO QUALIDADE GARANTIA. Juntos construimos um futuro mais sustentável. catálogo"

Transcrição

1 INOVAÇÃO QUALIDADE GARANTIA Juntos construimos um futuro mais sustentável catálogo

2 índice EMPRESA 03 FORNECIMENTO E QUALIDADE 05 GAMA DE PRODUTOS PARA COLOCAÇÃO ADESIVOS CIMENTOS COLA MONO-COMPONENTES LENA 1 BASIC 11 LENA 1 12 LENA 2 BASIC 13 LENA 2 14 LENA 3 15 LENA 4 16 PASTAS ADESIVAS LENA 5 BASIC 17 LENA 5 18 CIMENTOS COLA BI-COMPONENTES LENA 6 19 COLAS BASE POLIURETÂNICA LENA 7 20 LENA 8 21 JUNTAS JUNTAS LENA COR LENA LENA JUNTAS ESPECIAIS LENA 325 EPOXI 28 JUNTAS ELÁSTICAS LENA SILICONE 29 LENA SILIFLEX 30 LENA CORDÃO POLIETILENO 31 GAMA DE PRODUTOS PARA CONSTRUÇÃO ARGAMASSAS DE REBOCO LENA LENA 210/ LENA 220/ LENA ARGAMASSAS DE ALVENARIA, BETONILHA E AUTONIVELANTES ARGAMASSAS DE ALVENARIA LENA LENA ARGAMASSAS DE BETONILHA LENA LENA LENA ARGAMASSAS AUTONIVELANTES LENA LENA SOLUÇÕES TÉCNICAS E REABILITAÇÃO ARGAMASSAS DE ACABAMENTO LENA LENA LENA ARGAMASSAS DE REABILITAÇÃO DE REBOCOS HIDRÁULICOS LENA 820/ ESPECIAL LENA ETICS LENA LENA LENA 825-P 64 LENA ARGAMASSAS DE REPARAÇÃO DE BETÃO LENA LENA LENA LENA LENA LENA REABILITAÇÃO À BASE DE CAL LENA LENA LENA LENA LENA 859-P 78 LENA SISTEMAS DE IMPERMEABILIZAÇÃO LENA LENA LENA LENA LENA REDE 90 GR/m 2 86 LENA BANDA 87 PRODUTOS COMPLEMENTARES LENA LENA LENA

3 simbologia PAREDES INTERIORES PAREDES PAREDES INTERIORES E PAVIMENTOS INTERIORES PAVIMENTOS PAVIMENTOS INTERIORES E PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES PAREDES E PAVIMENTOS PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E PAREDES E TETOS INTERIORES PAREDES E TETOS PAREDES E TETOS INTERIORES E PRODUTO HIDROFUGADO MANUAL PROJETADO ESPESSURA DE 2mm PRODUTO DISPONÍVEL EM VÁRIAS FLEXIBILIDADE OBRAS DE RENOVAÇÃO COLAGEM DE CERÂMICA BETUMAÇÃO DE JUNTAS SILOS SECAGEM RÁPIDA FLUIDEZ FICHA TÉCNICA IMPERMEABILIDADE Edição: Fevereiro/2014 A reprodução total ou parcial de textos, imagens e ilustrações é proibida sem a autorização da Diamantino Brás Franco, Lda. A informação apresentada neste manual não dispensa a consulta das respectivas fichas técnicas de cada produto.

4 empresa 03 A Diamantino Brás Franco, Lda. inicia a sua atividade em 1982, em Leiria, como um dos primeiros fabricantes de cimentos cola. Atualmente dispõe de 3 linhas independentes de produção diária de cimentos cola e argamassas, dotada de equipamento completamente automatizado, fruto de um desenvolvimento tecnológico permanente. Comercialmente é designada por LENA Argamassas, que representa a marca registada, propriedade da Diamantino Brás Franco, Lda., e que constitui a referência do nome dos seus produtos. Desde as argamassas de reboco, de alvenaria e betonilha, até aos produtos técnicos e de reabilitação, cimentos cola, juntas e impermeabilizações, a LENA Argamassas dispõe de uma vasta gama de produtos e soluções com elevado nível de desempenho e durabilidade, contribuindo assim, para a eco-eficiência e sustentabilidade da indústria da construção. Com uma unidade autónoma de produção de inertes calcários, a LENA Argamassas distingue-se pela sua versatilidade e capacidade de adaptar as granulometrias das matérias-primas às suas necessidades. Permite-lhe selecionar o produto com as características desejadas, indo de encontro às exigências técnicas estabelecidas para as argamassas.

5 04 Com uma equipa jovem e dinâmica, a LENA Argamassas procura promover os seus produtos junto de arquitetos, projetistas, engenheiros, aplicadores, construtores, armazenistas e empreiteiros com o apoio da equipa técnico-comercial especializada abrangente em todo o país, além de proporcionar formações técnicas personalizadas junto das empresas e Universidades. Atualmente a LENA Argamassas aposta na divulgação e fornecimento de argamassas para a reabilitação, tendo vindo a alargar a sua gama de produtos nesta área. O parque edificado português carece de uma reabilitação urgente, conferindo aos seus ocupantes uma melhor qualidade de vida e um conforto habitacional superior. Neste sentido, a LENA Argamassas encara a reabilitação como uma prioridade e como uma forma de dinamização do mercado nacional da construção. Os mercados externos, como o Europeu e o Africano são atualmente grande investimento da LENA Argamassas, tendo já uma forte presença em alguns destes mercados, apostando cada vez mais na divulgação dos produtos junto destes, através de técnico-comerciais locais. A LENA Argamassas tem investido em parcerias comerciais, com empresas de renome a nível nacional e internacional, considerando ser uma estratégia de crescimento e uma forma de chegar a novos clientes, tendo sempre como principio uma forte relação de confiança. No catálogo encontrará toda a gama de produtos disponível, agrupados em 7 famílias de produtos e acompanhadas com as respetivas especificações técnicas.

6 fornecimento O fornecimento das argamassas fabris pode ser efetuado tanto em saco, constituindo paletes de 1620 kg, como em sistema de silo com capacidade de armazenamento de argamassa pronta com aproximadamente 30 toneladas. Ambos, em saco ou silo, representam francas vantagens em detrimento das argamassas produzidas em estaleiro, tais como: 05 Maior organização do estaleiro; Desperdício reduzido na aplicação; Formulações estudadas com respetiva ficha técnica e ficha de segurança; Matérias-primas devidamente selecionadas, previamente controladas e armazenadas ao abrigo das intempéries e isentas de detritos; Rigoroso controlo do fabrico com registos e cumprindo a diretiva obrigatória dos produtos da construção Marcação CE. Recorde-se que as argamassas produzidas em estaleiro não estão abrangidas por qualquer tipo de controlo, de fabrico nem de qualidade do produto final. Quando, numa obra, estão previstos elevados consumos das argamassas de reboco, alvenaria e betonilha justifica-se o consumo destas argamassas em granel que integra o transporte e a elevação em obra. Além disso, este sistema é caracterizado pela elevada produtividade e baixo custo em obra, economia de espaço em estaleiro e de operadores e está adaptado para ser utilizado em grandes distâncias, quer na horizontal quer na vertical. qualidade Com um laboratório de Qualidade e Investigação & Desenvolvimento perfeitamente equipado e dirigido por profissionais especializados, a LENA Argamassas é completamente independente ao nível dos ensaios laboratoriais exigidos para a marcação CE dos produtos e para o desenvolvimento de novas soluções.

7 06 01 xxxxxxxxxxxx gama de produtos xxxxxxxxxxxxxxx para colocação xxxxxxxx adesivos CIMENTOS COLA MONO-COMPONENTES LENA 1 BASIC LENA 1 LENA 2 BASIC LENA 2 LENA 3 LENA 4 PASTAS ADESIVAS LENA 5 BASIC LENA 5 CIMENTOS COLA BI-COMPONENTES LENA 6 COLAS BASE POLIURETÂNICA XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX LENA 7 LENA XXXXXXXXXXXXX 8

8 XXXXXXXXXXXXXXXX ADESIVOS 07 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Os Adesivos estão sujeitas, desde 1 de abril de 2004, ao cumprimento integral da norma europeia de especificação de xxxxxxxxxx produto xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx EN Esta norma identifica xxxxxxxxxxxxx: 3 grupos principais: Cimentos-Cola (C); Cimentos Cola (C); Colas em dispersão aquosa (D); Colas em dispersão aquosa (D); Colas de resinas de reação (R). Colas de resinas de reação (R). No que diz respeito aos cimentos cola, norma prevê divisão No que diz respeito aos cimentos cola, a norma prevê a divisão em duas classes: em duas classes: C1 - Cimento cola normal; C2 C1 - Cimento cola de normal; características melhoradas. C2 - Cimento cola de características melhoradas. Dentro destas classes, os cimentos cola, podem ainda diferenciar-se com a atribuição de caraterísticas especiais, identificadas através das seguintes siglas: Dentro E - destas Tempo classes, aberto os cimentos alongado. cola, Permite podem aplicar ainda diferenciar-se panos mais com a longos atribuição de material de caraterísticas sem perder especiais, o efeito identificadas colante. Tempo através das seguintes aberto de siglas: 30 minutos. T - Deslizamento reduzido. Garante um deslocamento E Tempo aberto alongado. Permite aplicar panos mais praticamente nulo da peça quando aplicada sobre o cimento longos de material sem perder o efeito colante. Tempo cola, em superfícies verticais. aberto de 30 minutos. T F - Presa Deslizamento rápida. Garante reduzido. uma secagem Garante um rápida deslocamento do cimento praticamente cola, não superior nulo da a 6h. peça quando aplicada sobre o cimento S cola, - Deformabilidade. em superfícies verticais. Traduz a capacidade de um cimento cola F Presa para ser rápida. deformado, Garante acompanhando uma secagem rápida as tensões do cimento geradas entre cola, não o ladrilho superior e a superfície 6h. de suporte. S Deformabilidade. Traduz a capacidade de um cimento cola para ser deformado, acompanhando as tensões geradas entre o ladrilho e a superfície de suporte.

9 08 Na escolha de um cimento cola de características melhoradas, este deve ser à base de ligantes mistos, isto é, composto por cimento e resinas em pó. Esta especificidade garante a flexibilidade em fachadas, a resistência a temperaturas elevadas e aumenta o poder de adesividade em peças de baixa porosidade. Para além dos cimentos cola, também as colas de dispersão e as colas de reação se encontram divididas em duas classes: D1- cola em dispersão aquosa normal R1- cola de resinas de reação normal D2- cola em dispersão aquosa melhorada R2 - cola de resinas de reação melhorada A escolha das colas a utilizar, em cada situação, depende do tipo de suporte, da porosidade e da dimensão da peça a colar, do ambiente (interior ou exterior), da superfície (vertical ou horizontal) e do comportamento pretendido para o conjunto. Em caso de dúvida quanto ao tipo de cola a utilizar, consulte previamente os nossos serviços técnicos. VALORES NORMATIVOS DOS ADESIVOS SEGUNDO A NORMA NP EN 12004:2008 Classes CIMENTOS COLA C1 C2 Aderência inicial à tração 0,5 MPa 1 MPa Aderência à tração após ação do calor 0,5 MPa 1 MPa Aderência à tração após imersão em água 0,5 MPa 1 MPa Aderência à tração após ciclos gelo-degelo 0,5 MPa 1 MPa Tempo aberto (após 20 min) 0,5 MPa Características opcionais T Deslizamento reduzido 0,5 mm E Tempo aberto alongado (aderência à tração após 30 min.) 0,5 MPa F Aderência rápida à tração 0,5 MPa S1 Cimento cola deformável 2,5 mm e < 5 mm S2 Cimento cola altamente deformável 5 mm DISPERSÕES AQUOSAS D1 D2 Aderência inicial ao corte 1 MPa 1 MPa Aderência ao corte após ação do calor 1 MPa 1 MPa Aderência ao corte após imersão em água 0,5 MPa Aderência ao corte após temperatura elevada 1 MPa Tempo aberto (após 20 min) 0,5 MPa Características opcionais T Deslizamento reduzido 0,5 mm E Tempo aberto alongado (aderência à tração após 30 min.) 0,5 MPa Classes COLAS DE REAÇÃO R1 R2 Aderência inicial ao corte 2 MPa Aderência ao corte após imersão em água 2 MPa Aderência ao corte após choque térmico 2 MPa Tempo aberto (após 20 min) 0,5 MPa Características opcionais T Deslizamento reduzido 0,5 mm

10 COLAGEM DE CERÂMICA EM INTERIORES Pavimentos Paredes Suporte Porosidade Peças Dimensões Peças Suporte Porosidade Peças Dimensões Peças 09 Betonilha Madeira Cerâmica Metal/PVC/Borracha Vinílicos Alta/Média Baixa Todas < 30x30 m < 40x40 cm < 50x50 cm < 60x60 cm < 80x80 cm Reboco Gesso Gesso cartonado Madeira Cerâmica Pintura (*) Metal/PVC/Borracha Alta/Méida Baixa Todas < 30x30 cm < 40x40 cm < 50x50 cm < 60x60 cm Lena 1 Basic X X X X X X Lena 1 X X X X X X CIMENTOS COLA MONO-COMPO- NENTES Lena 2 Basic X X X X X X Lena 2 X X X X X X Lena 3 X X X X X X X X X Lena 4 X X X X PASTAS ADESIVAS Lena 5 Basic X X X X X Lena 5 X X X X X X X X CIMENTOS COLA BI-COMPONENTES Lena 6 X X X X X X X X X COLAS BASE POLIURETÂNICA Lena 7 X X X X X X X X X X X X X X Lena 8 X X COLAGEM DE CERÂMICA EM Pavimentos Paredes Suporte Porosidade Dimensões Peças Suporte Porosidade Dimensões Peças Betonilha Cerâmica Metal/PVC/Borracha Alta/Média Baixa Todas < 30x30 m < 40x40 cm < 50x50 cm < 60x60 cm < 80x80 cm Reboco/Betão Cerâmica Pintura (*) Metal/PVC/Borracha Alta/Méida Baixa Todas < 30x30 cm < 40x40 cm < 50x50 cm < 60x60 cm Lena 1 Basic Lena 1 CIMENTOS COLA MONO-COMPONENTES Lena 2 Basic X X X X X Lena 2 X X X X X X X X Lena 3 X X X X X X X X Lena 4 X X X PASTAS ADESIVAS CIMENTOS COLA BI-COMPONENTES COLAS BASE POLIURETÂNICA Lena 5 Basic Lena 5 Lena 6 X X X X X X X X X Lena 7 X X X X X X X X X X X Lena 8 NOTA: Nas colagens exteriores é sempre aconselhável dupla colagem. (*) Sobre suportes pintados, garantir que a tinta se encontra totalmente aderente, caso contrário deverá proceder-se à sua remoção. É aconselhável realizar alguns cortes na tinta de forma a criar áreas de contato direto com o suporte cimentício.

11 GERAL DOS ADESIVOS 10 PREPARAÇÃO DE : Os suportes devem estar isentos de poeiras, descofrantes, matérias desagregadas ou instáveis, eflorescências, ou de outros materiais que possam prejudicar a aderência do cimento cola. Os suportes devem apresentar-se, ainda, devidamente desempenados. DO PRODUTO: Aplicar a cola sobre o suporte, em áreas adequadas aos ritmos de trabalho e condições de temperatura e humidade, apertando-a convenientemente; Posteriormente, regularizar a superfície com pente ou talocha dentada; Sobre esta, aplicar a peça a colar, apertando-a até que se obtenha o esmagamento do cordão de cola, percutindo-a com maço de borracha. A espessura da camada de cola não deve ser no final e após esmagamento do cordão inferior a 7 mm. Em peças de maior dimensão, em fachadas, ou sempre que se pretenda obter maior eficiência, proceder a colagem dupla, aplicando a cola em simultâneo no suporte e no tardoz da peça. As peças a colar devem apresentar-se secas, isentas de poeiras e restos de descofrantes. Prever juntas entre as peças, que deverão ser preenchidas com argamassas de junta LENA Cor. RESTRIÇÕES E CONSELHOS COMPLEMENTARES Dupla Colagem No caso dos cimentos cola, não aplicar a temperaturas ambiente e de suporte inferiores a 5 ºC e superiores a 30 ºC, face à reação hidráulica do produto. A água de amassadura não deve conter quaisquer impurezas (argila, matéria orgânica), devendo, de preferência, ser potável. Não aplicar produto que tenha passado o seu tempo aberto, não devendo ser o produto amolentado com adição de água posteriormente. Não adicionar quaisquer outros produtos à mistura, aplicando-se o cimento cola tal como apresentado na sua embalagem original e preparado de acordo com as respetivas recomendações.

12 LENA 1 Basic CIMENTO COLA PARA COLAGEM DE PEÇAS POROSAS 11 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES COLAGEM DE CERÂMICA POROSA Sacos de 25 kg Paletes 60 sacos Ligantes hidráulicos, inertes calcários e siliciosos e aditivos Branco e Cinza CAMPOS DE Peças de pequenas dimensões, de alta e média absorção, como azulejo e terracota, em paredes e pavimentos interiores. Suportes de base cimentícia: rebocos, betonilhas. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 5,5 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Valores médios PRODUTO EM PASTA Branco Cinza Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC - Água amassadura 22 % 22 % - Massa volúmica Kg/m3 - Tempo de ajustabilidade 20 minutos - Tempo de vida da mistura 2 horas - Tempo de espera para betumar 24 horas - Colocação em serviço 7 dias - Consumo teórico Norma de Referência Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 - PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe A1 (WT) EN Aderência inicial 0,9 N/mm 2 0,8 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 0,7 N/mm 2 0,7 N/mm 2 EN 1348 Temperatura de serviço -30ºC a +80ºC - 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

13 12 LENA 1 CIMENTO COLA PARA COLAGEM DE PEÇAS POROSAS PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES COLAGEM DE CERÂMICA POROSA C1 E Sacos de 25 kg Paletes 60 sacos Ligantes hidráulicos, inertes calcários e siliciosos e aditivos Branco e Cinza CAMPOS DE Peças de pequenas e médias dimensões, de alta e média absorção, como azulejo, terracota e monocozedura, em paredes e pavimentos interiores. Suportes de base cimentícia: rebocos, betonilhas. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 6 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Valores médios PRODUTO EM PASTA Branco Cinza Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 24 % 24 % Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de ajustabilidade 20 minutos Tempo de vida da mistura 2 horas Tempo de espera para betumar 24 horas Colocação em serviço 7 dias Consumo teórico Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe A1 (WT) EN Aderência inicial 1,1 N/mm 2 1,0 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ação do calor 0,8 N/mm 2 0,8 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 0,9 N/mm 2 0,9 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ciclos gelo-degelo 0,8 N/mm 2 0,8 N/mm 2 EN 1348 Tempo Aberto (após 30 min) 0,7 N/mm 2 0,6 N/mm 2 EN 1346 Temperatura de serviço -30ºC a +80ºC 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

14 LENA 2 BASIC CIMENTO COLA DE LIGANTES MISTOS 13 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E COLAGEM DE CERÂMICA BAIXA POROSIDADE C2 te Sacos de 25 kg Paletes 60 sacos Ligantes mistos, inertes calcários e siliciosos e aditivos Branco e Cinza CAMPOS DE Peças de pequenas e médias dimensões, de baixa absorção e porosidade, como grés extrudido e monocozedura, em pavimentos e paredes interiores e exteriores. Colagem de peças em paredes exteriores até 20x20 cm. Suportes de base cimentícia: rebocos, betonilhas. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 6 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Valores médios PRODUTO EM PASTA Branco Cinza Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 24 % 24 % Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de ajustabilidade 20 minutos Tempo de vida da mistura 2 horas Tempo de espera para betumar 24 horas Colocação em serviço 7 dias Deslizamento 0,2 mm EN 1308 Consumo teórico Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial 1,2 N/mm 2 1,1 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ação do calor 1,0 N/mm 2 1,0 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 1,0 N/mm 2 1,0 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ciclos gelo-degelo 1,0 N/mm 2 1,0 N/mm 2 EN 1348 Tempo Aberto (após 30 min) 0,9 N/mm 2 0,8 N/mm 2 EN 1346 Temperatura de serviço -30ºC a +80ºC 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

15 14 LENA 2 CIMENTO COLA DE LIGANTES MISTOS PARA PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E COLAGEM DE CERÂMICA QUALQUER POROSIDADE FLEXIBILIDADE Sacos de 25 kg Paletes 60 sacos Ligantes mistos, inertes calcários e siliciosos e aditivos Branco e Cinza CAMPOS DE Peças cerâmicas de qualquer absorção e porosidade, em pavimentos e paredes interiores e exteriores. Colagem de peças de grés e grés porcelânico em paredes exteriores com dimensões máximas de 40x40 cm. Suportes de base cimentícia: rebocos, betonilhas. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 6 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Valores médios PRODUTO EM PASTA Branco Cinza Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 24 % 24 % Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de ajustabilidade 30 minutos Tempo de vida da mistura 3 horas Tempo de espera para betumar 24 horas Colocação em serviço 7 dias Deslizamento 0,2 mm EN 1308 Consumo teórico Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial 1,8 N/mm 2 1,7 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ação do calor 2,0 N/mm 2 2,0 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 1,2 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ciclos gelo-degelo 1,2 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1348 Tempo Aberto (após 30 min) 1,3 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1346 Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

16 LENA 3 CIMENTO COLA DE ALTAS PRESTAÇÕES 15 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E COLAGEM DE CERÂMICA QUALQUER POROSIDADE FLEXIBILIDADE c2 TES1 Sacos de 25 kg Paletes 60 sacos Ligantes mistos, inertes calcários e siliciosos e aditivos Branco e Cinza CAMPOS DE Peças cerâmicas (grés extrudido e porcelânico) e pedra natural, desde que estável, em pavimentos e paredes interiores e exteriores. Indicado na colagem sobre piso radiante, sobre impermeabilizantes de base cimentícia, em piscinas e em sobreposições de grés sobre grés. Na colagem em fachadas é aconselhável a aplicação de peças com dimensões até 50x50 cm e espessura até 2 cm. Suportes de base cimentícia: rebocos, betonilhas e sobre suportes não porosos. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Valores médios PRODUTO EM PASTA Branco Cinza Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 24 % 24% Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de ajustabilidade 30 minutos Tempo de vida da mistura 3 horas Tempo de espera para betumar 24 horas Colocação em serviço 7 dias Deslizamento 0,2 mm EN 1308 Consumo teórico Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial 2,3 N/mm 2 2,2 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ação do calor 2,5 N/mm 2 2,5 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 1,2 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ciclos gelo-degelo 1,2 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1348 Tempo Aberto (após 30 min) 1,5 N/mm 2 1,5 N/mm 2 EN 1346 Deformação transversal 2,5 mm e < 5 mm EN Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 6 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

17 16 LENA 4 CIMENTO COLA DE PRESA RÁPIDA PAVIMENTOS INTERIORES E COLAGEM DE CERÂMICA SECAGEM RÁPIDA E FLUIDEZ C2 F Sacos de 25 kg Paletes 60 sacos Cimentos especiais, ligantes sintéticos, inertes calcários e siliciosos e aditivos. Cinza CAMPOS DE Colagem rápida de peças cerâmicas em pavimentos interiores e exteriores. Colagem de peças em pavimentos exteriores até 50x50 cm. Indicado em trabalhos em que haja um curto prazo de execução, tais como áreas comercias, repartições públicas, hospitais, renovação de cozinhas e casas de banho, entre outros. Suportes de base cimentícia e suportes não porosos. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 24 % Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de ajustabilidade 20 minutos Tempo de vida da mistura 1 hora Tempo de espera para betumar 6 horas Colocação em serviço 48 horas Consumo teórico Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial (após 6h) 0,8 N/mm 2 EN 1348 Aderência inicial 1,8 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ação do calor 1,5 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 1,2 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ciclos gelo-degelo 1,2 N/mm 2 EN 1348 Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 6 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). 6 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

18 LENA 5 BASIC PASTA ADESIVA 17 PAREDES INTERIORES COLAGEM DE CERÂMICA D1 E Baldes de 25 kg Resinas sintéticas em dispersão aquosa, inertes e aditivos. Pasta adesiva pronta a aplicar. No entanto, é necessário homogeneizar o produto com misturador elétrico a baixa rotação, antes da sua aplicação (ver aplicação geral dos cimentos cola). Branco. CAMPOS DE Peças cerâmicas de pequenas e médias dimensões (até 40x40 cm), de qualquer absorção e porosidade em paredes interiores. Suportes de base cimentícia, gesso e gesso cartonado. 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Colagem sobre gesso cartonado PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de espera para betumar Min. 48 horas Colocação em serviço 8 a 15 dias Consumo teórico 3 a 4 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial ao corte 1,5 N/mm 2 EN 1324 Aderência após ação do calor 3,5 N/mm 2 EN 1324 Tempo aberto (após 30 min) 1,5 N/mm 2 EN 1346 Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC

19 18 LENA 5 PASTA ADESIVA DE ALTAS PRESTAÇÕES PAREDES INTERIORES COLAGEM DE CERÂMICA SOBRE CERÂMICA OBRAS DE RENOVAÇÃO D2 E Baldes de 10 kg e 25 kg Resinas sintéticas em dispersão aquosa, inertes e aditivos. Branco. CAMPOS DE Peças cerâmicas de média e grande dimensão (até 60x60 cm), de qualquer absorção e porosidade em paredes interiores. Suportes de base cimentícia, gesso, gesso cartonado, madeira, cerâmica e tinta. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de espera para betumar Min. 48 horas Colocação em serviço 8 a 15 dias Consumo teórico 3 a 4 Kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial ao corte 3,3 N/mm 2 EN 1324 Aderência após ação do calor 5,9 N/mm 2 EN 1324 Aderência após imersão em água 1,0 N/mm 2 EN 1324 Aderência após temperatura elevada 4,0 N/mm 2 EN 1324 Tempo Aberto (após 30 min) 1,5 N/mm 2 EN 1346 Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC Pasta adesiva pronta a aplicar. No entanto, é necessário homogeneizar o produto com misturador elétrico a baixa rotação, antes da sua aplicação (ver aplicação geral dos cimentos cola). 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

20 LENA 6 CIMENTO COLA BI-COMPONENTE 19 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E COLAGEM DE CERÂMICA E DE PEDRA NATURAL FLEXIBILIDADE ELEVADA C2 TES2 Kit de 26 kg (Sistema Monopack) (20 kg Componente A + 6 kg Componente B) Ligantes hidráulicos, inertes calcários e siliciosos, aditivos e resinas em dispersão. Branco e Cinza CAMPOS DE Colagem de pedras naturais (mármores, calcários, granitos) e peças cerâmicas de qualquer absorção e porosidade, em pavimentos e paredes interiores e exteriores. Indicado na sobreposição de grés sobre grés. Colagem de peças em fachadas até 60x60x2 cm. Suportes de base cimentícia e cerâmica. Misturar o componente A (pó) com o componente B (resina) na sua totalidade, sem qualquer outra adição. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (ver aplicação geral dos cimentos cola). RECOMENDAÇÕES No caso de peças com dimensões superiores a 60x60x2 cm, deve-se recorrer à fixação mecânica (grampeamento). 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Valores médios PRODUTO EM PASTA Branco Cinza Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC - Massa volúmica Kg/m 3 - Tempo de ajustabilidade 30 minutos - Tempo de vida da mistura 3 horas - Tempo de espera para betumar 24 horas - Colocação em serviço 7 dias - Deslizamento 0,3 mm EN 1308 Consumo teórico Colagem simples: 4 Kg/m 2 Colagem dupla: 6 Kg/m 2 - PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe E (WFT) EN Aderência inicial 3,0 N/mm 2 2,9 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ação do calor 3,0 N/mm 2 3,0 N/mm 2 EN 1348 Aderência após imersão em água 1,2 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1348 Aderência após ciclos gelo-degelo 1,2 N/mm 2 1,2 N/mm 2 EN 1348 Tempo Aberto (após 30 min) 1,7 N/mm 2 1,7 N/mm 2 EN 1346 Deformação transversal 5,0 mm EN Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC -

21 20 LENA 7 COLA DE BASE POLIURETÂNICA BI-COMPONENTE PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E COLAGEM DE CERÂMICA E DE PEDRA NATURAL FLEXIBILIDADE ELEVADA R2 T Kit de 10 kg (Sistema Monopack) (9,08 kg Componente A + 0,92 kg Componente B) Adesivo de poliuretano de dois componentes, isento de solventes. Bege CAMPOS DE Adesivo de elevada elasticidade e resistência à humidade, permitindo realizar a colagem de peças cerâmicas e pedras naturais sensíveis à água, de grandes dimensões e de qualquer absorção e porosidade, em pavimentos e paredes interiores e exteriores. Suportes de base cimentícia, cerâmica, metal, borracha, PVC. 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de vida da mistura 40 minutos Tempo de espera para betumar 24 horas Colocação em serviço 3 dias Deslizamento 0,1 mm EN 1308 Consumo teórico 2 a 4 kg/m 2 PRODUTO ENDURECIDO Reação ao Fogo Classe F EN Aderência inicial ao corte 8,0 N/mm 2 EN Aderência após imersão em água 8,0 N/mm 2 EN Aderência após choque térmico 8,0 N/mm 2 EN Alongamento à rotura 35% Temperatura de serviço -40ºC a +110ºC Misturar o componente A com o componente B (endurecedor) na sua totalidade, sem qualquer outra adição. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, até se obter uma pasta consistente. Uma vez misturados, a viscosidade do produto aumenta, alcançandose a trabalhabilidade ideal para uma aplicação com recurso a talocha dentada.

22 LENA 8 COLA DE BASE POLIURETÂNICA PARA VINíLicOS 21 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES COLAGEM DE VINÍLICOS Baldes de 15 kg Resina em dispersão aquosa, isento de solventes. Bege CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +10ºC a 30ºC Massa volúmica Kg/m 3 Viscosidade ± mpa.s Tempo de secagem 48 horas Consumo teórico g/m 2 CAMPOS DE Adesivo de elevada adesividade, especialmente concebido para a colagem de pavimentos vinílicos e alcatifa, em pavimentos e paredes interiores. Suportes de base cimentícia, madeira, suportes radiantes. Adesivo pronto a aplicar. No entanto, é necessário homogeneizar o produto com misturador elétrico a baixa rotação, antes da sua aplicação. LENA 8 é aplicado sobre o suporte, com recurso a talocha metálica (pente 2/3 mm), deixando-se secar cerca de minutos (até perder a cor esbranquiçada), colocando-se em seguida o pavimento. 6 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

23 22 02 juntas juntas LENA cor Juntas Finas 0-12 mm LENA 310 Juntas Rústicas 2-20 mm LENA 320 JUNTAS ESPECIAIS LENA 325 EPOXI JUNTAS ELÁSTICAS LENA SILICONE LENA SILIFLEX Fundos de Junta LENA CORDÃO POLIETILENO

24 JUNTAS 23 O desempenho dos revestimentos cerâmicos, principalmente o comportamento dos mesmos em fachadas, depende em grande medida do projeto e das características das argamassas utilizadas na betumação das juntas, das peças cerâmicas e das pedras naturais. Além de um cimento cola flexível, são as juntas que irão absorver as dilatações e contrações das peças devido a ações de origem higrotérmica e dos movimentos dos revestimentos como um todo. De uma forma prática fazer uma junta, seja de ladrilho ou de movimento, é partir o material de uma forma geometricamente correta antes que ele parta sozinho. Num projeto de execução de juntas num edifício ou habitação devem estar previstas as juntas de ladrilho em função do tipo e da dimensão da peça e juntas de movimento em função da arquitetura da edificação. As juntas de movimento são projetadas para absorver os movimentos dos revestimentos em fachadas, coberturas e terraços. De um modo geral, podem agrupar-se da seguinte forma: Juntas de dilatação Têm como função absorver os movimentos de um edifício como um todo; Juntas periféricas Devem existir no encontro de materiais de natureza diferente e no encontro de planos verticais perpendiculares (esquinas); Juntas intermédias (fracionamento) Em fachadas e terraços de grande desenvolvimento devem estar previstas juntas de fracionamento numa área máxima de 40 m 2 ou numa distância máxima de 8 m.

25 24 Tanto as juntas periféricas como as juntas intermédias devem ter uma largura mínima de 5 mm e serem preenchidas com selante elástico. As juntas de dilatação, geralmente, têm uma largura entre 1 e 2 cm e são igualmente preenchidas com um cordão de polietileno, delimitador de profundidade, e com um selante elástico. A LENA Argamassas oferece uma gama completa de produtos, tanto para o preenchimento das juntas de ladrilho como para a realização das juntas de movimento. As argamassas para juntas de ladrilho encontram-se disponíveis numa vasta variedade de cores, com acabamento fino e rústico - LENA Cor. Para além destas, dispõe também de juntas epoxi (LENA 325 Epoxi) para ambientes quimicamente agressivos. Para a realização de juntas de movimento de maior exigência técnica, a LENA Argamassas dispõe de selantes elásticos (LENA Silicone e LENA Siliflex). VALORES NORMATIVOS DAS JUNTAS SEGUNDO A NORMA EN 13888:2002 JUNTAS Tipo Classe JUNTAS CIMENTÍCIAS Normal CG 1 Melhorada com absorção de água reduzida CG 2W Melhorada com alta resistência à abrasão CG 2Ar Melhorada com alta resistência à abrasão e absorção de água reduzida CG 2ArW JUNTAS DE RESINAS REACTIVAS RG GERAL DAS JUNTAS LENA COR PREPARAÇÃO DE LENA Cor deve ser aplicado sobre suportes de base cimentícia, devendo as juntas apresentar-se secas e isentas de poeiras ou sujidades. A betumação das juntas deve ser realizada após 48 horas da colagem das peças cerâmicas, aconselhando-se, em todo o caso, a verificação da secagem conveniente do cimento cola, antes da aplicação do LENA Cor. DA ARGAMASSA 1. LENA Cor deve ser amassado mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com a quantidade de água recomendada, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos. LENA Cor não deve ser aplicado em aguada, devendo-se usar a consistência adequada especialmente em cores escuras; 2. Aplicar LENA Cor com uma talocha de borracha, em superfícies pequenas e na diagonal em relação à direção das juntas, assegurando um conveniente enchimento e aperto da argamassa; 3. Quando iniciado o endurecimento do produto limpar o excedente com uma esponja húmida e limpa. Evitar o excesso de água que poderá manchar a junta. Após 24 horas, realizar uma limpeza geral com um pano seco ou húmido.

26 CONSELHOS COMPLEMENTARES LENA Cor, não deve ser aplicado a temperaturas ambiente e de suporte inferiores a 5 ºC e superiores a 30 ºC, face à reação hidráulica do produto. A água de amassadura não deve conter quaisquer impurezas (argila, matéria orgânica), devendo, de preferência, ser potável. Não aplicar produto que tenha passado o seu tempo aberto, não devendo ser o produto amolentado com adição de água posteriormente. Não adicionar quaisquer outros produtos à mistura, aplicando-se a argamassa tal como apresentada na sua embalagem original e preparado de acordo com as respetivas recomendações. Respeitar a água de amassadura. Não utilizar demasiada água nem ácidos fortes na limpeza das superfícies betumadas. 25 CONSUMO TEÓRICO DAS JUNTAS REVESTIMENTOS kg/ m 2 (~ 8mm de espessura) Formato das peças [cm] Largura da junta (1 mm) Kg/m 2 2,5x2,5* 0,51 10x10 0,26 10x20 0,19 15x15 0,17 20x20 0,13 20x30 0,11 30x30 0,09 33x33 0,08 35x35 0,07 30x60 0,06 40x40 0,06 45x45 0,06 50x50 0,05 60x60 0,04 *Considerando 4 mm para espessura da pastilha. Para o cálculo do consumo da argamassa de junta segundo outras especificações utiliza-se a seguinte fórmula: Consumo = 0,16 x L x H x A + B A x B L = largura da junta (mm) H = altura da peça (mm) A x B = tamanho da peça (cm)

27 26 LENA 310 juntas Finas PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E BETUMAÇÃO DE JUNTAS 0 A 12 mm PRODUTO HIDROFUGADO PRODUTO DISPONÍVEL EM VÁRIAS EN CG 2W Sacos de 5 kg Caixas de 4 sacos Ligantes mistos, inertes calcários, aditivos e pigmentos minerais. 23 cores consultar carta de cores Pág. 94. CAMPOS DE Betumação de peças de revestimento cerâmico ou pedra natural, em pavimentos e paredes interiores e exteriores, em juntas de 0 a 12 mm. LENA 310 pode ser utilizada em piscinas. As cores azul forte, limão, verde forte e vermelho devem ser apenas aplicadas no interior. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 28 a 30% Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de vida da mistura 1,5 hora Transitabilidade (tráfego pedonal) 24h Consumo teórico Tabela de consumos pág.25 PRODUTO ENDURECIDO Resistência à flexão 7 MPa EN Resistência à compressão 25 MPa EN Absorção de água (após 30 min) 0,8 g EN Absorção de água (após 240 min) 2 g EN Retração 1 mm/m EN Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC Suportes de base cimentícia. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 1,5 litros de água por cada saco de 5 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos. A cor Preto deve ser amassada somente com 1,4L de água (Ver Aplicação geral das Juntas LENA Cor). 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

28 LENA 320 juntas RÚSTICAS 27 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E BETUMAÇÃO DE JUNTAS 2 A 20 mm PRODUTO HIDROFUGADO PRODUTO DISPONÍVEL EM VÁRIAS EN CG 2W Sacos de 25 kg Ligantes mistos, inertes calcários, aditivos e pigmentos minerais. 5 cores consultar carta de cores Pág. 94. CAMPOS DE Betumação de peças de revestimento cerâmico ou pedra natural, em pavimentos e paredes interiores e exteriores, em juntas de 2 a 20 mm. Suportes de base cimentícia. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS: PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Água amassadura 19 a 20% Massa volúmica Kg/m 3 Tempo de vida da mistura 1,5 hora Transitabilidade (tráfego pedonal) 24h Consumo teórico Tabela de consumos pág.25 PRODUTO ENDURECIDO Resistência à flexão 7 MPa EN Resistência à compressão 25 MPa EN Absorção de água (após 30 min) 1 g EN Absorção de água (após 240 min) 2 g EN Retração 2 mm/m EN Temperatura de serviço -40ºC a +90ºC Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, com 5 litros de água por cada saco de 25 kg, até se obter uma pasta macia, consistente e sem grumos (Ver Aplicação geral das Juntas LENA Cor). 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

29 28 LENA 325 EPOXI juntas EPOXI BI-COMPONENTE PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E BETUMAÇÃO DE JUNTAS 2 a 15 mm IMPERMEABILIDADE PRODUTO DISPONÍVEL EM VÁRIAS EN RG Kit de 10 kg (Sistema Monopack) (9,5kg Componente A + 0,5kg Componente B) Resina epóxi, endurecedor e inertes siliciosos. Branco, cinza e preto, (outras cores, para quantidades mínimas de fornecimento de 500 kg). CAMPOS DE Betumação de peças cerâmicas e pedra natural em pavimentos e paredes interiores e exteriores. Betumação de juntas com 2 a 15 mm de largura. Especialmente indicado para ambientes quimicamente agressivos como: hospitais, indústria alimentar e química e piscinas públicas. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Proporção da Mistura (Comp. A: Comp. B) 95:5 Massa volúmica kg/ m 3 Tempo de vida da mistura > 1 hora Transitabilidade (tráfego pedonal) 24h Consumo teórico Betumação: Tabela de consumos pág. 25 PRODUTO ENDURECIDO Resistência à flexão 30 MPa EN Resistência à compressão 45 MPa EN Absorção de água (após 240 min) 0,1 g EN Temperatura de serviço -40ºC a +110ºC Todo o tipo de suportes. Misturar o componente A com o componente B (endurecedor) na sua totalidade sem qualquer outra adição. Misturar mecanicamente, com misturador elétrico de baixa rotação, até se obter uma pasta homogénea. 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco.

30 LENA SILICONE SELANTE DE BASE ACÉTICA 29 PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E BETUMAÇÃO DE JUNTAS FLEXIBILIDADE Bisnaga de 300ml Caixas de 12 unidades Silicone de base Acética Branco, transparente, cinza e preto CAMPOS DE Silicone de elevada elasticidade e excelente resistência aos UV s e às intempéries, permitindo realizar a selagem de juntas de fracionamento e juntas de ligação entre elementos da construção civil (sistemas de vidro, caixilharias de alumínio, PVC e madeira) de juntas com larguras compreendidas entre 4 a 25 mm. Adequado para piscinas. Não admite pintura. Juntas de fracionamento e de ligação de elementos da construção civil. LENA Silicone é fornecido pronto a usar. É aplicado manualmente ou com recurso a pistola de ar comprimido. O selante deve ser comprimido de forma a penetrar em profundidade na junta a preencher, evitando o aprisionamento de bolhas de ar. Realizar o acabamento numa única passagem com uma espátula metálica ou de plástico molhada. O fundo da junta deve ser previamente preenchido com LENA Cordão Polietileno, de modo a que o silicone se possa mover livremente. RECOMENDAÇÕES Não recomendado para aplicações em betão, mármore (mancha), chumbo, cobre, aço galvanizado, polietileno, polipropileno e superfícies betuminosas Não aplicar sobre superfícies sensíveis aos solventes. 18 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 40ºC Massa volúmica 970 Kg/m 3 Tempo de formação de película 13 min (23ºC e 55% HR) Consumo teórico 3m (junta 10x10) c/ 1 cartucho de 300ml PRODUTO ENDURECIDO Resistência à tração 2,0 N/mm 2 DIN Dureza Shore A 18 DIN Módulo de elasticidade 0,30 N/mm 2 DIN Alongamento à rutura 600% DIN Movimento máximo permitido ± 25% Temperatura de serviço -50ºC a 120ºC

31 30 LENA SILIFLEX SELANTE DE BASE POLIURETÂNICA PAREDES E PAVIMENTOS INTERIORES E BETUMAÇÃO DE JUNTAS FLEXIBILIDADE Bisnaga de 300ml Caixas de 12 unidades Selante de base Poliuretânica Branco, cinza CAMPOS DE Selante de médio módulo de elasticidade, de elevada aderência, resistência à humidade e ao envelhecimento, permitindo realizar a selagem de juntas de dilatação, juntas de ligação de elementos da construção, vedação de coberturas e construções metálicas, de juntas com larguras compreendidas entre 4 a 25 mm. Pintável com tintas aquosas ou acrílicas. Juntas de dilatação e de ligação de elementos da construção civil. LENA Siliflex é fornecido pronto a usar. O selante deve ser comprimido de forma a penetrar em profundidade na junta a preencher, evitando o aprisionamento de bolhas de ar. Realizar o acabamento numa única passagem com uma espátula metálica ou de plástico, molhada. O fundo da junta deve ser previamente preenchido com LENA Cordão Polietileno, de modo a que o silicone se possa mover livremente. RECOMENDAÇÕES Não recomendado para aplicações em polietileno, polipropileno, Teflon e superfícies betuminosas. Não deve ser utilizado em aplicações permanentemente submersas, a não ser que seja utilizado um primário e realizados os respetivos ensaios prévios. 12 meses a partir a data de fabrico, na embalagem original e em lugar seco. CARACTERíSTICAS TÉCNICAS PRODUTO EM PASTA Valores médios Norma de Referência Temperaturas de aplicação +5ºC a 30ºC Massa volúmica Kg/m 3 Velocidade de cura Consumo teórico 3mm/24 horas (23ºC e 55% HR) 3m (junta 10x10) c/ 1 cartucho de 300ml PRODUTO ENDURECIDO Dureza Shore A 35 ISO 868 Módulo de elasticidade 0,40 N/mm 2 ISO 8339 Alongamento à rutura 400% ISO 37 Resistência à rutura 0,5 N/mm 2 ISO 8339 Recuperação elástica > 70% ISO 7389 Temperatura de serviço -30ºC a 80ºC

32 LENA CORDÃO CORDÃO DE POLIETILENO 31 CARACTERíSTICAS TÉCNICAS Rolos de 600M com diâmetro de 10mm Rolos de 150M com diâmetro de 20mm Polietileno CORDÃO DE POLIETILENO Aspeto Cinza Diâmetro 10 e 20mm Massa Volúmica 25 kg/m 3 Cinza CAMPOS DE Cordão de polietileno extrudido, utilizado para o correto dimensionamento de juntas elásticas, em superfícies verticais, horizontais, em interiores e exteriores. Permite a execução de juntas em pavimentos industriais, comerciais, piscinas e fachadas, antes da selagem final com os selantes LENA Silicone ou LENA Siliflex. LENA Cordão Polietileno é não absorvente, flexível, não adere aos selantes e as suas características permanecem inalteradas ao longo do tempo. Suportes admitidos para LENA Silicone e LENA Siliflex Ilimitada Absorção de água Temperatura de serviço 0,5% vol. -40ºC a +100ºC

33 xxxxxxxxxxxx gama de produtos xxxxxxxxxxxxxxx para construção xxxxxxxx argamassas de reboco ARGAMASSA DE CHAPISCO LENA 205 ARGAMASSAS DE REBOCO PROJETADO Interior LENA 210/211 Exterior LENA 220/221 ARGAMASSAS DE REBOCO MANUAL e PROJETADO XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX Interior e Exterior XXXXXXXXXXXXX LENA 224

34 XXXXXXXXXXXXXXXX ARGAMASSAS DE REBOCO 33 xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx Os rebocos são argamassas de revestimento, utilizadas para xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx revestir paredes, muros e tetos e que, geralmente, recebem xxxxxxxxxx como xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx acabamento pintura ou revestimentos xxxxxxxxxxxxx: cerâmicos. Estas argamassas têm Cimentos-Cola como função (C); proteger a alvenaria e a estrutura contra a ação Colas das intempéries, dispersão contribuindo aquosa (D); também para o isolamento térmico Colas e acústico de resinas do de edifício, reação conferindo (R). estanqueidade à água, segurança ao fogo, durabilidade e resistência mecânica. A escolha No de uma que diz argamassa respeito equilibrada aos cimentos e de cola, formulação a norma constante prevê a divisão deve em constituir duas classes: a primeira preocupação das três entidades envolvidas: projetistas, fiscalização e construtores. C1 - Cimento cola normal; C2 - Cimento cola de características melhoradas. As argamassas de reboco LENA, formuladas a partir de matériasprimas destas devidamente classes, controladas os cimentos cola, e enriquecidas podem ainda com diferenciar-se adjuvantes Dentro com (retentores a atribuição de água, de caraterísticas introdutores especiais, de ar, hidrofugantes, identificadas através fibras, das seguintes siglas: inertes E - leves, Tempo resinas), aberto asseguram alongado. um Permite comportamento aplicar panos adequado mais às funções longos de de proteção material e sem revestimento, perder o apresentando efeito colante. retração Tempo controlada, aberto além de 30 de minutos. possuírem propriedades adicionais que as diferenciam T - Deslizamento das argamassas reduzido. tradicionais Garante feitas um em deslocamento obra. praticamente nulo da peça quando aplicada sobre o cimento Estes cola, revestimentos em superfícies são aplicados verticais. diretamente sobre a generalidade F dos - Presa materiais, rápida. constituintes Garante uma dos secagem paramentos rápida verticais do cimento do tipo corrente, cola, não de superior forma manual a 6h. ou projetada, com uma espessura entre S 10 - Deformabilidade. e 20 mm por camada. Traduz Dependendo a capacidade do material de um cimento selecionado cola e da para espessura ser deformado, aplicada, acompanhando o rendimento conseguido as tensões geradas sobre um suporte entre o plano ladrilho é cerca e a superfície de 16 kg/m de suporte. 2, para uma espessura na ordem de 10 mm.

35 VALORES NORMATIVOS DOS REBOCOS SEGUNDO A NORMA EN 998-1: Classe de compressão Resistência à compressão CS-I 0,4 a 2,5 N/mm 2 CS-II 1,5 a 5,0 N/mm 2 CS-III 3,5 a 7,5 N/mm 2 CS-IV 6 N/mm 2 Absorção de água por capilaridade W 0 Capilaridade Não especificado W 1 c 0,4 kg/m 2 min 0,5 W 2 c 0,2 kg/m 2 min 0,5 Condutibilidade térmica T1 T2 0,1 W/m.K 0,2 W/m.K GERAL DAS ARGAMASSAS DE REBOCO PREPARAÇÃO DE : Os suportes devem estar isentos de poeiras, descofrantes, matérias desagregadas ou instáveis, eflorescências, ou de outros materiais que possam prejudicar a aderência da argamassa. Quando aplicado sobre suportes de baixa absorção (betão armado) é necessário aplicar uma camada de argamassa de chapisco ou salpico LENA 205 ou então aplicar o primário de aderência LENA 870. Este primário pode ser aplicado diretamente sobre o suporte na proporção (1:1) (1 parte de água para 1 parte de LENA 870) ou então pode ser adicionado na água de amassadura da argamassa (ver produto pág.90). Sobre esta camada, aplicar uma camada de reboco LENA de acordo com as regras tradicionais da arte. PREPARAÇÃO DA ARGAMASSA: A argamassa deve ser amassada em equipamento adequado, com doseamento automático de água, que possui um regulador de caudal, permitindo um ajuste da quantidade de água introduzida na mistura de acordo com a trabalhabilidade final pretendida. : A aplicação do reboco pode ser realizada por projeção mecânica ou manual, sobre o suporte de alvenaria. A aplicação projetada é efetuada com recurso a uma máquina de projetar constituída por um fuso, uma mangueira e um bico para projeção. A preparação do trabalho deve considerar a execução de panos completos, de forma a minimizar as juntas de trabalho. Contudo, e sempre que tal se mostre inviável, deve a retoma, incluindo a execução de arestas de vãos e de panos de parede, realizar-se num prazo máximo de 12 horas. Os panos de reboco devem ser reforçados com redes de fibra de vidro com características adequadas à aplicação em cada caso, para reforço mecânico das argamassas de revestimento, em pontos singulares. Em casos particulares, pode considerar-se a utilização deste tipo de reforço em toda a superfície a revestir. As redes devem ter tratamento anti-alcalino e devem ter aberturas, passo de malha e gramagem selecionados em função da aplicação, da argamassa e das ações a que o revestimento fica sujeito. Os reforços com redes de fibra de vidro devem ser efetuados nas seguintes zonas: Zonas heterogéneas de suporte revestidas em continuidade (ligações alvenaria-estrutura); Vértice dos vãos; Zonas do suporte fendilhadas; Zonas em que seja necessário fazer enchimentos localizados, usando camadas de reboco mais espessas que nas zonas adjacentes.

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt Pág. 2 juntas em cor para mosaico,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt rebetop color Pág. 2 utilização Revestimento

Leia mais

MANUAL TÉCNICO.

MANUAL TÉCNICO. MANUAL TÉCNICO COLAS DE CONSTRUÇÃO ARGAMASSAS DE BETUMAÇÃO CADERNO DIERA CONFORT: ISOLAMENTO TÉRMICO SOLUÇÕES TÉCNICAS E REABILITAÇÃO ACABAMENTO E DECORAÇÃO IMPERMEABILIZAÇÃO LIMPEZA E ADITIVOS TINTAS

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt rebetop pedra Pág. 2 utilização Rebetop

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt Pág. 2 rebetop decor raiada areada utilização

Leia mais

Apresentação da NP EN 12004: A1:2012

Apresentação da NP EN 12004: A1:2012 Joaquim Valente de Almeida LEP/ccMCS materials.habitat Seminário Colagem de Produtos Cerâmicos segundo a NP EN 12004:2008 (Colas para ladrilhos) CTCV/Coimbra 13/11/2013 1 Objectivo e campo de aplicação

Leia mais

MORCEMSEAL LINHA REABILITAÇÃO MORCEMSEAL TODO 1 TUDO EM 1

MORCEMSEAL LINHA REABILITAÇÃO MORCEMSEAL TODO 1 TUDO EM 1 MORCEMSEAL TUDO EM 1 Argamassa monocomponente de alta resistência, para a passivação, reparação e proteção de estruturas DESCRIÇÃO COMPOSIÇÃO CARACTERISTICAS E APLICAÇÕES SUPORTES Argamassa tixotrópica

Leia mais

5. Limitações: A argamassa 1201 Matrix Assentamento de Vedação e Encunhamento não deve ser utilizada para assentamento de blocos silico-calcário.

5. Limitações: A argamassa 1201 Matrix Assentamento de Vedação e Encunhamento não deve ser utilizada para assentamento de blocos silico-calcário. 1. Descrição: A argamassa 1201 Matrix Assentamento de Vedação e Encunhamento é indicado para o assentamento de blocos para alvenaria de vedação e fixação de alvenarias (blocos de concreto, cerâmicos, e

Leia mais

Sistema Colas e Betumação

Sistema Colas e Betumação Sistema Colas e Betumação Inseparáveis. Índice Aspetos gerais Glossário pag. 6 Normativas pag. 7 GUIA DE ESCOLHA pag. 8 Colas para cerâmica FASSACOL pag. 12 FASSACOL PLUS pag. 13 fassaflex BASIC pag. 14

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua D. Nuno Alvares Pereira, 53 2490 114 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt Pág. 2 rebetop therm

Leia mais

Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais

Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais Pedro Sequeira Dina Frade José Severo Associação Portuguesa de Fabricantes de Argamassas e ETICS Colagem de Cerâmica e Rochas Ornamentais TEKtónica, Lisboa, 2014.05.09

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt Pág. 2 top endur utilização Top Endur

Leia mais

Instruções de aplicação da Pedra Natural

Instruções de aplicação da Pedra Natural Instruções de aplicação da Pedra Natural 1. É importante a correcta escolha das ferramentas e dos utensílios para a aplicação: máquina radial ou mesa de corte com água com disco de diamante, plano dentado,

Leia mais

quadro de escolha para colagem

quadro de escolha para colagem quadro de escolha para colagem São 3 os parâmetros que determinam a cola a utilizar em função dos trabalhos a realizar: 1º suporte 2º local 3º as peças a colar A natureza: Onde: Destino/uso: Natureza:

Leia mais

Anexo D. Ficha Técnica Sika Icosit K 101 N.

Anexo D. Ficha Técnica Sika Icosit K 101 N. Anexo D Ficha Técnica Sika Icosit K 101 N. Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 04.104 Versão nº 1 Icosit K 101 N Ligante epoxi estrutural em dois componentes Descrição do produto

Leia mais

SILICONES E ISOLAMENTOS

SILICONES E ISOLAMENTOS S I L I C O N ES E I S O L A M EN TO S 110 01 ESPUMA POLIURETANO MANUAL PREGO LÍQUIDO FEPM750PT 750 ml 12 FLUX FIX EPRO100 é monocomponente, de longa duração para preenchimento, isolamento e colagem, com

Leia mais

* import amo-nos. Os novos craques da Weber vão alinhar na sua equipa

* import amo-nos. Os novos craques da Weber vão alinhar na sua equipa * import amo-nos Os novos craques da Weber vão alinhar na sua equipa Conheça a de colagem Com os novos craques a alinhar na sua equipa, vamos vencer no campeonato da colagem de cerâmica! O mercado está

Leia mais

rejuntamento flexível

rejuntamento flexível 01 Descrição: O votomassa é uma argamassa a base de cimento Portland indicado para rejuntar revestimentos cerâmicos, em pisos e paredes, com juntas de 2 a 10 mm em áreas internas e externas. 02 Classificação

Leia mais

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto VEDAFLEX é um selante impermeável de elasticidade permanente. Tem ótima resistência a intempéries e raios solares, sem alterar as características mecânicas. Apresenta grande aderência a metal,

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt rebetop monomassa Pág. 2 produto hidrofugado.

Leia mais

Colagem de Cerâmicos e Rochas Ornamentais Enquadramento normativo - Marcação CE

Colagem de Cerâmicos e Rochas Ornamentais Enquadramento normativo - Marcação CE Colagem de Cerâmicos e Rochas Ornamentais Enquadramento normativo - Marcação CE Workshop AICCOPN, Porto,13/03/2014 Baio Dias baiodias@ctcv.pt Diretor Adjunto Técnico 1 Enquadramento Normativo Normas aplicáveis

Leia mais

Marcação CE em colas para construção. Saint-Gobain Weber Cimenfix César Correia

Marcação CE em colas para construção. Saint-Gobain Weber Cimenfix César Correia Marcação CE em colas para construção Saint-Gobain Weber Cimenfix César Correia Conforme Requisitos Essenciais Resistência mecânica e estabilidade Segurança em caso de incêndio Higiene, saúde e ambiente

Leia mais

FERRAMENTAS FERRAMENTAS E ACESSÓRIOS E ACESSÓRIOS.

FERRAMENTAS FERRAMENTAS E ACESSÓRIOS E ACESSÓRIOS. FERRAMENTAS FERRAMENTAS E ACESSÓRIOS E ACESSÓRIOS _1 RASPADOR PARA REBOCO E MONOMASSA 46051 Raspador para reboco/monomassa 15x25cm 20 peças RASPADOR DE ALUMÍNIO PARA GESSO 460ALL 15 peças TALOCHA EM AÇO

Leia mais

Hardyconcret cimento Autonivelante. Sistema autonivelante de base cimentícea BOLETIM TÉCNICO. Hardyconcret. Autonivelante

Hardyconcret cimento Autonivelante. Sistema autonivelante de base cimentícea BOLETIM TÉCNICO. Hardyconcret. Autonivelante BOLETIM TÉCNICO Hardyconcret Cimento Autonivelante DESCRIÇÃO DO PRODUTO Hardyconcret cimento autonivelante, é composto por uma combinação de cimentos, aditivos especiais, acrílico de ultima geração e agregados

Leia mais

Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação

Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação Isolamento Térmico com Grés Cerâmico Manual de Instalação www.candigres.com :: candigres@candigres.com Índice Pág. 1.0 Cálculo do Material necessário 4 2.0 Preparação do suporte 4 2.1 Condições Gerais

Leia mais

one-flex n SP Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características

one-flex n SP Ficha técnica Aplicações recomendadas Materiais Suportes Características Ficha técnica one-flex n SP one-flex n SP é um adesivo de elevado desempenho que não produz pó, do tipo C2 TE S1, segundo a norma EN 12004, adequado para a colocação de todos os tipos de ladrilhos cerâmicos

Leia mais

Construction. Argamassa colorida para selagem de juntas entre 1 e 8 mm, com classificação CG2 WA segundo a EN Descrição do produto

Construction. Argamassa colorida para selagem de juntas entre 1 e 8 mm, com classificação CG2 WA segundo a EN Descrição do produto Ficha de Produto Edição de novembro de 2014 Nº de identificação: 07.019 Versão nº 3 SikaCeram CleanGrout Argamassa colorida para selagem de juntas entre 1 e 8 mm, com classificação CG2 WA segundo a EN

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt Pág. 2 rebetop rpt permite trocas gasosas

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@topeca.pt www.topeca.pt rebetop kal reboco de renovação de antigas

Leia mais

Sistema de impermeabilização de piscinas. > Sistema POOL 120

Sistema de impermeabilização de piscinas. > Sistema POOL 120 Sistema de impermeabilização de piscinas > Sistema POOL 120 23 Piscinas Sistema de impermeabilização de piscinas Tela impermeabilizante multicamada especialmente desenhada para garantir a total estanqueidade

Leia mais

Texsalastic. Impermeabilização Eficaz. EN e EN ARGAMASSA IMPERMEÁVEL E FLEXÍVEL BICOMPONENTE. De acordo com:

Texsalastic. Impermeabilização Eficaz. EN e EN ARGAMASSA IMPERMEÁVEL E FLEXÍVEL BICOMPONENTE. De acordo com: Texsalastic ARGAMASSA IMPERMEÁVEL E FLEXÍVEL BICOMPONENTE Impermeabilização Eficaz De acordo com: EN 1504-9 e EN 1504- ama TEXSALASTIC é uma argamassa impermeável e flexível bicomponente. É composto por

Leia mais

PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS

PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS PATOLOGIA DA CONSTRUÇÃO ESTUDO DE CASOS Vasco Peixoto de Freitas Vasco Peixoto de Freitas FC_FEUP Novembro de 2007-1 www.patorreb.com Estrutura do Site Vasco Peixoto de Freitas FC_FEUP Novembro de 2007-2

Leia mais

THERMO INDUSTRY a.s., Na Spravedlnosti 1533, Pardubice, Czech Republic, Company Reg. Number: Dados de produto AERO-THERM pavimento

THERMO INDUSTRY a.s., Na Spravedlnosti 1533, Pardubice, Czech Republic, Company Reg. Number: Dados de produto AERO-THERM pavimento Dados de produto AERO-THERM pavimento 1 Forma do material Função Composição Espessura de aplicação Tempo de vida útil Informação técnica base Selante à base de água Reflexão térmica, isolamento térmico

Leia mais

SIKADECOR NATURE MICROCIMENTO. queremos

SIKADECOR NATURE MICROCIMENTO. queremos SIKADECOR NATURE MICROCIMENTO queremos emocionarte Índice 5 O Microcimento 6 Vantagens criatividade EXCLUSIVIDADE acabamentos 7 9 11 12 14 16 18 20 23 24 Aplicações Salas Quartos Cozinhas Casas de banho

Leia mais

Quadro de escolha para colagem

Quadro de escolha para colagem Quadro de escolha para colagem A seleção do tipo de cola depende da análise dos 3 parâmetros seguintes: 1º suporte 2º local 3º as peças a colar Novo (cimento, betão, gesso, ) A natureza: Antigo (cerâmica,

Leia mais

Sistemas para paredes

Sistemas para paredes Sistemas para paredes Wall Tech Descrição geral Aplicações Integra-se perfeitamente aos sistemas de pisos em MMA, formando um sistema monolítico único. Ideal para ambientes internos, é aplicável diretamente

Leia mais

A obrigatoriedade da marcação CE

A obrigatoriedade da marcação CE Adesivos cimentícios e a EN 12004: A obrigatoriedade da marcação CE Rogério Tomás, Cimentos Cola, Lda. Concreta 2004 1 Adesivos cimentícios, o que são? Argamassas para a colagem de peças cerâmicas, pedra

Leia mais

MasterTile FLX 421. Adesivo especial para a colocação cerâmicas de grés porcelânico ou de baixa absorção. DESCRIÇÃO CAMPO DE APLICAÇÃO PROPRIEDADES

MasterTile FLX 421. Adesivo especial para a colocação cerâmicas de grés porcelânico ou de baixa absorção. DESCRIÇÃO CAMPO DE APLICAÇÃO PROPRIEDADES DESCRIÇÃO Adesivo especial para a colocação de peças de grés porcelânico ou de baixa absorção que contém cimento, agregados finos e resinas sintéticas especiais. CAMPO DE APLICAÇÃO Aplicável em pavimentos

Leia mais

Desempenho relativo das argamassas de argila expandida na execução de camadas de forma

Desempenho relativo das argamassas de argila expandida na execução de camadas de forma Desempenho relativo das argamassas de argila expandida na execução de camadas de forma Ana Sofia Ferreira (IST) Jorge de Brito (IST) Fernando Branco (IST) º Congresso Nacional de Argamassas de Construção

Leia mais

aditivo para rejuntamento

aditivo para rejuntamento 01 Descrição: votomassa deve ser misturado ao votomassa flexível ou similar. Usado em substituição à água na mistura, o produto melhora a impermeabilidade e a resistência do, proporcionando um rejunte

Leia mais

Sistema de colagem elástica para painéis em fachadas

Sistema de colagem elástica para painéis em fachadas Ficha de Produto Edição de Agosto de 2007 Nº de identificação: 5.43 Versão nº 4 SikaTack -Panel Sistema de colagem elástica para painéis em fachadas Descrição do sistema SikaTack -Panel é um sistema de

Leia mais

Construction. Sikatop -121 Surfaçage. Argamassa hidráulica pré-doseada de elevado desempenho para impermeabilização, reparação, revestimento e colagem

Construction. Sikatop -121 Surfaçage. Argamassa hidráulica pré-doseada de elevado desempenho para impermeabilização, reparação, revestimento e colagem Ficha de Produto Edição de maio de 2016 Nº de identificação: 07.014 Versão nº 2 NP EN 1504 NP EN 12004 Sikatop -121 Surfaçage Argamassa hidráulica pré-doseada de elevado desempenho para impermeabilização,

Leia mais

MasterEmaco A 220. Adjuvante líquido para a preparação de argamassas melhoradas. Antes: PCI EMULSION DESCRIÇÃO DO PRODUTO

MasterEmaco A 220. Adjuvante líquido para a preparação de argamassas melhoradas. Antes: PCI EMULSION DESCRIÇÃO DO PRODUTO DESCRIÇÃO DO PRODUTO é uma dispersão aquosa, de resinas especiais modificadas. CAMPO DE APLICAÇÃO é um adjuvante liquido baseado em resinas especiais para a melhoria de argamassas de obra e produção de

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt topeca endur classic Pág. 2 utilização

Leia mais

tratamento de juntas invisíveis

tratamento de juntas invisíveis tratamento de juntas invisíveis massa cimentícia BrasiMassa materiais necessários Massa cimentícia BrasiMassa. Fibatape AR (álcali-resistente) 5 cm de largura. Fibatape AR (álcali-resistente) 10 cm de

Leia mais

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS

Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior. Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema de Isolamento Térmico pelo Exterior Reboco Delgado Armado sobre Poliestireno Expandido - ETICS Sistema TEPROTERM 2 / 19 1. INTRODUÇÃO I Cerca de 1/3 do consumo mundial de energia destina-se a habitações

Leia mais

Selante profissional monocomponente de elevado desempenho, pintável e resistente aos agentes atmosféricos, para fachadas de betão, pedra e EIFS

Selante profissional monocomponente de elevado desempenho, pintável e resistente aos agentes atmosféricos, para fachadas de betão, pedra e EIFS Ficha de Produto Edição de Abril de 2013 Nº de identificação: 05.006 Versão nº 1 SikaHyflex -250 Facade SikaHyflex -250 Facade Selante profissional monocomponente de elevado desempenho, pintável e resistente

Leia mais

AVALIAÇÃO IN-SITU DA ADERÊNCIA DE MATERIAIS DE REVESTIMENTO

AVALIAÇÃO IN-SITU DA ADERÊNCIA DE MATERIAIS DE REVESTIMENTO AVALIAÇÃO IN-SITU DA ADERÊNCIA DE MATERIAIS DE REVESTIMENTO Inês Flores-Colen (I.S.T) Jorge de Brito (I.S.T) Fernando A. Branco (I.S.T.) Introdução Índice e objectivo Ensaio de arrancamento pull-off Estudo

Leia mais

Tabela de preços. * impor tamo-nos

Tabela de preços. * impor tamo-nos Tabela de preços * impor tamo-nos índice O UNIVERSO DE SOLUÇÕES WEBER condições gerais 3 colagem e betumação de cerâmica 6 revestimento e renovação de fachadas argamassas técnicas regularização e nivelamento

Leia mais

3M TM Adesivo Selante 4000 UV de Cura Rápida para o Mercado Náutico

3M TM Adesivo Selante 4000 UV de Cura Rápida para o Mercado Náutico 3M TM Adesivo Selante 4000 UV de Cura Rápida para o Mercado Náutico Dados Técnicos Junho / 2010 Descrição do Produto Edição: 00 O Adesivo Selante Híbrido 4000 é um mono componente, que cura para formar

Leia mais

Diretrizes de Projeto de Revestimento de Fachadas com Argamassa

Diretrizes de Projeto de Revestimento de Fachadas com Argamassa Diretrizes de Projeto de Revestimento de Fachadas com Argamassa 6. Procedimento de Execução Elaboração Estruturas de Concreto e Revestimentos de Argamassa 92 Instruções para a contratação de mão-de-obra

Leia mais

SOLUÇÕES PARA INTERIORES

SOLUÇÕES PARA INTERIORES SOLUÇÕES PARA INTERIORES TINTAS PLÁSTICAS Muráqua Paredes & Tectos Tinta plástica destinada à pintura de paredes interiores e tectos. Passimur Quartos & Salas Tinta plástica decorativa para interiores

Leia mais

Cola elástica de fácil espalhamento para pavimentos de madeira

Cola elástica de fácil espalhamento para pavimentos de madeira Ficha de Produto Edição de Julho de 2012 Nº de identificação: 05.108 Versão nº 1 SikaBond AT-80 Cola elástica de fácil espalhamento para pavimentos de madeira Descrição do produto SikaBond AT- 80 é uma

Leia mais

Desempenho em serviço Prof. Maristela Gomes da Silva

Desempenho em serviço Prof. Maristela Gomes da Silva Desempenho em serviço Prof. Maristela Gomes da Silva Departamento de Engenharia Civil Bibliografia referência para esta aula ISAIA, G. C. (editor) Materiais de Construção Civil e Princípios de ciência

Leia mais

ÁREAS Impermeabilização de fundação com cimento polimérico. Baldrame, sapata e contra piso em contato com o solo.

ÁREAS Impermeabilização de fundação com cimento polimérico. Baldrame, sapata e contra piso em contato com o solo. 1 ÁREAS Impermeabilização de fundação com cimento polimérico. Baldrame, sapata e contra piso em contato com o solo. INDICE 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 01 2. MATERIAIS... 01 3. CUIDADOS INICIAIS... 02 4.

Leia mais

Paredes Fichas de Aplicação

Paredes Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação e Revestimento Painel Perfurado Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros Suplementos de Soluções Recomendadas Viroc

Leia mais

Adesivos Estruturais Jet-Weld TM TE-030 TE-031 TE-100 TS-230

Adesivos Estruturais Jet-Weld TM TE-030 TE-031 TE-100 TS-230 Dados Técnicos Agosto/99 Descrição do Produto TE-030 TE-031 TE-100 TS-230 Produto extrusivo, com rápido tempo de cura inicial, utilizado para colagem de madeira. Produto extrusivo com rápido tempo de cura

Leia mais

Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco

Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco Contribuição das argamassas em camada fina para a redução da transmissão térmica da alvenaria Projecto cbloco A. Baio Dias 12 de Novembro 2008 UMinho, Portugal 1 Projecto cbloco 1. Objectivos do Projecto

Leia mais

ESPUMA PARA TELHAS. Data: 13/01/12 Pág. 1 de 7

ESPUMA PARA TELHAS. Data: 13/01/12 Pág. 1 de 7 Data: 13/01/12 Pág. 1 de 7 Dados técnicos: Base Poliuretano Consistência Espuma estável Sistema de endurecimento Polimerização pela humidade do ar Formação de pele Ca. 8 min. (20 C/65% H.R.) Tempo de secagem

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO

FICHA TÉCNICA DO PRODUTO FICHA TÉCNICA DO PRODUTO TOPECA, Lda Rua do Mosqueiro 2490 115 Cercal Ourém PORTUGAL Tel.: 00 351 249 580 070 Fax.: 00 351 249 580 079 geral@ topeca. pt www.topeca.pt Pág. 2 silitop barreira utilização

Leia mais

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE VIDRO

MAXIJUNTA - PASTILHAS DE VIDRO INDICAÇÕES: Argamassa colante de assentamento e rejuntamento simultâneo flexível, de alta adesividade, para áreas internas e externas. Assentamento e rejuntamento de pastilhas de vidro, pastilhas de coco

Leia mais

Ecoplac Cimentícia. Base Coat. Passo a Passo. Tratamento de Juntas com Base Coat

Ecoplac Cimentícia. Base Coat. Passo a Passo. Tratamento de Juntas com Base Coat Passo a Passo Após a fixação das Placas Cimentícias deixando 3mm a 5mm de dilatação entre elas, limpar a superfície a ser aplicada, retirando qualquer elemento que prejudique sua aderência (poeira, óleo,

Leia mais

multiuso COLA MUITO ficha técnica do produto

multiuso COLA MUITO ficha técnica do produto 01 DESCRIÇÃO: votomassa branca é uma argamassa que proporciona alta aderência e flexibilidade no assentamento de uma ampla variedade de revestimentos 02 CLASSIFICAÇÃO TÉCNICA: ANTES Colante Branca ACIII

Leia mais

Argamassas e Equipamentos

Argamassas e Equipamentos Componentes: Argamassas e Equipamentos Engº Fábio Campora Argamassa Equipamentos Logística de obra Equipe de aplicação Argamassa Definição Argamassa Mistura homogênea de agregados miúdos, aglomerantes

Leia mais

Argamassas mistas. Prof. M.Sc. Ricardo Ferreira

Argamassas mistas. Prof. M.Sc. Ricardo Ferreira Argamassas mistas Prof. M.Sc. Ricardo Ferreira Argamassas mistas de cimento, cal e areia destinadas ao uso em alvenarias e revestimentos Prof. M.Sc. Ricardo Ferreira Fonte: NBR 7200:1998 NBR 13529:2013

Leia mais

Argamassas de Revestimento

Argamassas de Revestimento Argamassas de Revestimento q Argamassa de revestimento é utilizada para revestir paredes, muros e tetos, os quais, geralmente, recebem acabamentos como pintura, cerâmicos, laminados, etc; q O revestimento

Leia mais

GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES. FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de

GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES. FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de GUIÃO TÉCNICO CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS PAREDES SIMPLES FICHA TÉCNICA DOW Nº 14 Nº de pág.: 5 16 de Setembro de 2005 www.construlink.com CORRECÇÃO DE PONTES TÉRMICAS - PAREDES SIMPLES A necessidade

Leia mais

CAL HIDRÁULICA NATURAL (NHL) PARA. Reabilitação e Construção Sustentável

CAL HIDRÁULICA NATURAL (NHL) PARA. Reabilitação e Construção Sustentável CAL HIDRÁULICA NATURAL (NHL) PARA Reabilitação e Construção Sustentável INTRODUÇÃO Fundada em 1891, a Secil Argamassas orgulha-se de ser um dos fabricantes mais antigos de Cal Hidráulica Natural (NHL),

Leia mais

Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado. Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014

Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado. Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014 Soluções de reabilitação de paredes/fachadas com desempenho térmico melhorado Luís Silva Coimbra, 31 de Julho 2014 Introdução As exigências da reabilitação na relação com o existente A compatibilidade

Leia mais

cerâmica interna ficha técnica do produto

cerâmica interna ficha técnica do produto 01 Descrição: Argamassa leve de excelente trabalhabilidade, formulada especialmente para aplicação de revestimentos cerâmicos em áreas s. Excelente para o assentamento de revestimentos cerâmicos em ambientes

Leia mais

PINTURA & ACABAMENTOS

PINTURA & ACABAMENTOS PINTURA & ACABAMENTOS 01/05/2005 Pag.: 1 de 12 LEGENDA TXE-123 PIE-100 primer anti-corrosivo epoxi primer de aderência - epoxi isocianato PAE-200 primer selador epoxi de alta espessura SELADORA VLU-400

Leia mais

REVESTIMENTOS. Curso Técnico em Edificações Disciplina: Técnicas de Construção Civil 3 Profª Nayra Y. Tsutsumoto

REVESTIMENTOS. Curso Técnico em Edificações Disciplina: Técnicas de Construção Civil 3 Profª Nayra Y. Tsutsumoto REVESTIMENTOS Curso Técnico em Edificações Disciplina: Técnicas de Construção Civil 3 Profª Nayra Y. Tsutsumoto REVESTIMENTOS O que é revestimento? Revestimentos mais comuns Argamassas Cerâmicos Pedra

Leia mais

AQUOSOS CONSTRUÇÃO CIVIL

AQUOSOS CONSTRUÇÃO CIVIL AQUOSOS CONSTRUÇÃO CIVIL Primários/Isolantes SELCRIL ISOLAQUA Primário acrílico aquoso de cor branca, indicado para o exterior e interior. Foi concebido com resinas acrílicas de fácil penetração e de excelente

Leia mais

Tinta acrílica especial para betão e reboco

Tinta acrílica especial para betão e reboco Ficha de Produto Edição de Abril de 2011 Nº de identificação: 03.203 Versão nº 1 Sikagard -660 ES Tinta acrílica especial para betão e reboco Descrição do produto Utilizações Características / Vantagens

Leia mais

FLEXÍVEIS Suportam deformações de amplitude variável, dependendo de seu reforço à tração.

FLEXÍVEIS Suportam deformações de amplitude variável, dependendo de seu reforço à tração. IMPERMEABILIZAÇÃO Têm a função de proteger a edificação contra patologias que poderão surgir como possível infiltração de água. Classificação RÍGIDAS Baixa capacidade de deformação FLEXÍVEIS Suportam deformações

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Biomassa Bloco de Vidro Código: BV001

Ficha Técnica de Produto Biomassa Bloco de Vidro Código: BV001 1. Descrição: A Argamassa é mais uma argamassa inovadora, de alta tecnologia e desempenho, que apresenta vantagens econômicas e sustentáveis para o assentamento de blocos de vidro em sistemas de vedação

Leia mais

COMPOUND ADESIVO. -colagem de concreto, ferro, madeira, azulejo, cerâmica, pedra, fibrocimento, vidro e plásticos; -reparos em concreto;

COMPOUND ADESIVO. -colagem de concreto, ferro, madeira, azulejo, cerâmica, pedra, fibrocimento, vidro e plásticos; -reparos em concreto; Produto COMPOUND ADESIVO é um adesivo estrutural de base epóxi que apresenta altas resistências em baixas idades, média fluidez, possibilitando grande facilidade para manuseio. Proporciona alto rendimento

Leia mais

BIANCO. Misturar antes de usar. Adicionar BIANCO à água de amassamento na diluição indicada

BIANCO. Misturar antes de usar. Adicionar BIANCO à água de amassamento na diluição indicada Produto BIANCO é uma resina sintética, de alto desempenho, que proporciona excelente aderência das argamassas aos mais diversos substratos. Confere maior plasticidade, aumenta a impermeabilidade e evita

Leia mais

A argamassa seca de confiança

A argamassa seca de confiança A argamassa seca de confiança PREFASEC é a família de produtos da Morteros Tudela Veguín que engloba as argamassas utilizadas nas obras de alvenaria (muros, rebocos, estuques, rejuntes, ), bem como outros

Leia mais

A aposta em soluções de baixo custo

A aposta em soluções de baixo custo Em que pensamos quando falamos em soluções de baixo custo? Materiais baratos? Sistemas de execução rápida e simples? Soluções duradouras? Solução inicial mais barata vs solução global mais económica? Qual

Leia mais

Ficha técnica StoPox WHG Deck 100

Ficha técnica StoPox WHG Deck 100 Revestimento de proteção, base epóxi, para estruturas em contacto permanente com água Característica Aplicação Propriedades Interior e exterior exposto às condições atmosféricas Como revestimento de proteção

Leia mais

LINHA BRICOLAGE BRICOLAGE LINHA

LINHA BRICOLAGE BRICOLAGE LINHA CONSTRUÇÃO Bricocem Cimento Rápido Bricocem Argamassa Cinza Bricocem Argamassa Rápida Bricocem Argamassa Refractária Bricocem Pasta Niveladora Bricocem Cimento Cola Flexível Bricocem Junta Impermeável

Leia mais

Ultracolor Plus CG2. CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO EN O Ultracolor Plus é uma argamassa cimentícia (C) para juntas (G) melhorada (2), de classe CG2.

Ultracolor Plus CG2. CLASSIFICAÇÃO SEGUNDO EN O Ultracolor Plus é uma argamassa cimentícia (C) para juntas (G) melhorada (2), de classe CG2. CG2 CONFORME À NORMA EUROPEIA ARGAMASSA EN 13888 CIMENTÍCIA JUNTAS PARA Ultracolor Plus Argamassa de elevadas prestações, modificada com polímero, antieflorescências, para a betumação de juntas de 2 a

Leia mais

DIATHONITE DEUMIX Reboco desumidificante, permeável ao vapor de água, ecocompatível, térmico

DIATHONITE DEUMIX Reboco desumidificante, permeável ao vapor de água, ecocompatível, térmico ISOLAMENTOS TÉRMICOS E ACÚSTICOS - rebocos DIATHONITE DEUMIX Reboco desumidificante, permeável ao vapor de água, ecocompatível, térmico 1348314 Reboco desumidificante pré-doseado, reforçado por fibras,

Leia mais

MasterEmaco N 5100 FC

MasterEmaco N 5100 FC DESCRIÇÃO é uma argamassa de presa rápida, monocomponente, modificada com polímeros, para nivelamentos superficiais após trabalhos de reparação. CAMPOS DE APLICAÇÂO é utilizado em reparações de camada

Leia mais

A sua casa sem um pingo de infiltrações.

A sua casa sem um pingo de infiltrações. A sua casa sem um pingo de infiltrações. Gama Anti-Humidade e Infiltrações HIDROFUGANTE FACHADAS WB 141-0002 Hidrofugante aquoso baseado numa emulsão de silicone, ideal para aplicação em materiais de construção

Leia mais

Os materiais de proteção térmica devem apresentar:

Os materiais de proteção térmica devem apresentar: Os materiais de proteção térmica devem apresentar: Elevado calor específico Reduzida condutividade térmica Garantia de integridade durante a evolução do incêndio Resistência mecânica adequada Custo viável

Leia mais

BASE QUÍMICA EPOXI E POLIURETANO,

BASE QUÍMICA EPOXI E POLIURETANO, ADESIVOS E SELANTES BASE QUÍMICA NOSSOS ADESIVOS E SELANTES SÃO FORMULADOS A PARTIR DAS BASES QUÍMICAS EPOXI E POLIURETANO, DEVIDO SUAS EXCELENTES PROPRIEDADES MECÂNICAS E QUÍMICAS. ADESIVO EPOXI RETAPOX

Leia mais

REVESTIMENTOS VERTICAIS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I

REVESTIMENTOS VERTICAIS. Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I REVESTIMENTOS VERTICAIS Prof. MSc. Eng. Eduardo Henrique da Cunha Engenharia Civil 7º Período Turma A01 Disc. Construção Civil I O CONCEITO FUNCIONAL É um elemento funcional do edifício com funções bem

Leia mais

Cola elástica de fácil espalhamento, para colagem contínua de pavimentos de madeira

Cola elástica de fácil espalhamento, para colagem contínua de pavimentos de madeira Ficha de Produto Edição de outubro de 2013 Nº de identificação: 05.109 Versão nº 1 SikaBond -50 Parquet Cola elástica de fácil espalhamento, para colagem contínua de pavimentos de madeira Descrição do

Leia mais

LUIZA. Execução do Revestimento de Fachada de Argamassa. Santos / SP. Universidade Santa Cecília Santos / SP. Universidade Santa Cecília Santos / SP

LUIZA. Execução do Revestimento de Fachada de Argamassa. Santos / SP. Universidade Santa Cecília Santos / SP. Universidade Santa Cecília Santos / SP Execução do Revestimento de Fachada de Argamassa Aluno(s): Lucio Vinicius Andrade Carlini Luiza Pautz Aguiar Professor : Damin Santos / SP LUIZA 1 Revestimento Função Proteger os elementos da vedação e

Leia mais

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45

SAC 0800-VEDACIT DEMAIS DEPARTAMENTOS (11) DE SEGUNDA A SEXTA DAS 8H ÀS 17H45 Produto VEDAFIX é um adesivo e selador de base acrílica, compatível com cimento e cal. Tem ação adesiva, o que aglutina as partículas do cimento e dos agregados, proporcionando melhor trabalhabilidade

Leia mais

Soluções em Adesão Estrutural, Fixação e Vedação para Indústria Náutica

Soluções em Adesão Estrutural, Fixação e Vedação para Indústria Náutica Engineered Polymers Soluções em Adesão Estrutural, Fixação e Vedação para Indústria Náutica Polymers Sealants Polymers Adhesives PP&F Asia Polymers South America Aperfeiçoando a produção de barcos com

Leia mais

ÁREAS Impermeabilização em cortina - lado interno com cimento polimérico Poço de elevador.

ÁREAS Impermeabilização em cortina - lado interno com cimento polimérico Poço de elevador. 1 ÁREAS Impermeabilização em cortina - lado interno com cimento polimérico Poço de elevador. INDICE 1. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 01 2. MATERIAIS... 01 3. CUIDADOS INICIAIS... 02 4. TRATAMENTO: FISSURAS E

Leia mais

2203 ARGAMASSA MATRIX MASSA DE PROJEÇÃO Revestimento Interno/Externo Projetado

2203 ARGAMASSA MATRIX MASSA DE PROJEÇÃO Revestimento Interno/Externo Projetado 1. Descrição: A argamassa 2203 Matrix Massa de Projeção é indicada para revestimento projetado em áreas internas e externas, como também para fachadas de até 80 metros de altura. 2. Classificação: A argamassa

Leia mais

Colagem de Cerâmicos em Fachadas'

Colagem de Cerâmicos em Fachadas' Colagem de Cerâmicos em Fachadas' Coimbra 13. Novembro. 2013 Agenda Causas das patologias mas antigamente...? Como resolver... Exemplos Reabilitação Conclusões Reboco SUPORTE: Alvenaria de tijolo cerâmico

Leia mais

7F-140 C-FLOOR SEALER E140 Verniz selante epoxi para pavimentos

7F-140 C-FLOOR SEALER E140 Verniz selante epoxi para pavimentos DESCRIÇÃO C-Floor Sealer E140 é um verniz selante epoxi para pavimentos cujas principais propriedades são: - Aglutinador de superfícies pouco consistentes - Selante de substratos porosos - Elevada capacidade

Leia mais

MONTAGE MONTAGE MONTAGE AGARRE IMEDIATO TRANSPARENTE PROFISSIONAL

MONTAGE MONTAGE MONTAGE AGARRE IMEDIATO TRANSPARENTE PROFISSIONAL MONTAGE MONTAGE MONTAGE AGARRE IMEDIATO TRANSPARENTE PROFISSIONAL MONTAGE AGARRE IMEDIATO FIXE CARGAS PESADAS NO INTERIOR OU EXTERIOR INTERIOR E EXTERIOR REFORÇADO COM FIBRAS MATERIAIS POROSOS EXTERIOR

Leia mais

A especificação do betão segundo a NP EN Paulo Cachim Universidade de Aveiro

A especificação do betão segundo a NP EN Paulo Cachim Universidade de Aveiro A especificação do betão segundo a NP EN 206-1 Paulo Cachim Universidade de Aveiro pcachim@ua.pt Enquadramento Estruturas de betão DL 301-2007 Projeto EN 1992 CONSTITUINTES EN 197 Cimento EN 450 Cinzas

Leia mais

Oque é? Conjunto estabelecido pela associação da tinta de acabamento a respectivas massas e fundos, através de ferramentas/utensílios específicos.

Oque é? Conjunto estabelecido pela associação da tinta de acabamento a respectivas massas e fundos, através de ferramentas/utensílios específicos. Sistemas de pintura Oque é? Conjunto estabelecido pela associação da tinta de acabamento a respectivas massas e fundos, através de ferramentas/utensílios específicos. Sua aplicação resulta em uma película

Leia mais