Camadas do TCP/IP. Camada de Rede Protocolo IP. Encapsulamento dos Dados. O Protocolo IP. IP visto da camada de Transporte.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Camadas do TCP/IP. Camada de Rede Protocolo IP. Encapsulamento dos Dados. O Protocolo IP. IP visto da camada de Transporte."

Transcrição

1 Camadas do TCP/IP Camada de Protocolo IP TE090 s de Computadores UFPR Prof. Eduardo Parente Ribeiro Aplicação Transporte ou Serviço Roteamento ou Inter-rede Enlace ou Interface de FTP, TELNET, SMTP, BOOTP, RIP, TFTP, DNS TCP IP ICMP IGMP UDP ARP RARP Ethernet,, Token Ring, FDDI Linhas Seriais ponto a ponto: PPP RENPAC (X.5 etc), Frame Relay, ATM 1 O Protocolo IP Encapsulamento dos APLICAÇÃO de Aplicação Voz Telefone Circuito Físico ou virtual Telegrama Datagrama TRANSPORTE ROTEAMENTO Segmentos TCP ou Datagramas UDP Datagramas IP ENLACE Quadros (frames) 3 HARDWARE Bits Pacote de dados codificados 4 Característica Entrega sem conexão (conectioless Delivery) Entrega Não Confiável (Non reliable delivery) Entrega com melhor esforço (Best Effort Delivery) IP visto da camada de Transporte Independência e Isolamento da tecnologia da subrede, numeração, topologia Endereçamento uniforme, hierarquia de niveis (rede / maquina) 5 6

2 3 bits = 4 bytes Endereçamento Composição do Endereço IP ENDEREÇO IP COMPLETO Host Host Host Host Endereço da HOST ID Endereço da Máquina quatro campos sequenciais de números decimais inteiros separados por pontos (.) 7 8 Analogia Revisão: Binário, Decimal, Hexadecimal Endereço de Host Byte Rua Tupinambás Endereço de rede Binário B Hexadecima 43 Decimal 9 10 Análise do Endereço IP em binário Exemplo: =

3 Classe A Classe B Classe C Classe D Classe E Classes Classe A Endereços de Classe A Exemplo: Endereço de rede 7 bits = 18 redes Endereço de Host 4 bits = 16 milhões de Hosts Endereços de Classe B Exemplo: Endereços de Classe C Exemplo: Endereço de rede 14 bits = redes Endereço de rede 1 bits = milhões de redes Endereço de Host 8 bits = 54 Hosts Classe B Endereço de Host 16 bits = Hosts Classe C Endereços de Classe D e E Endereços Especiais Broadcast limitado 1110xxxx.xxxxxxxx.xxxxxxxx Classe D Endereço IP em Multicasting HOST ID = Tudo em um HOST ID = Tudo em zero Broadcast limitado Broadcast direto na rede Endereço da rede dada por 11110xxx.xxxxxxxx.xxxxxxxx = Tudo em zero HOST ID Emitente na mesma rede Classe E Classe Reservada X.X.X (por ex.: ) Interface para loopback 18

4 As Classes e os Endereços IP possíveis Classe A B C Endereços válidos a a a Amplitude 7 - redes com 4 - hosts/rede 14 redes com 16 - hosts/rede 1 redes com 8 - hosts/rede Sub-redes É conveniente dividir uma rede em sub-redes para minimizar os problemas de trafego, colisão, de segurança e disponibilidade 19 0 Máscara de Sub- Máscara de Sub- Endereço da Endereço IP HOST ID Endereço do Host Em binário Máscara de Sub- Classe C (: ) ( ) Endereço da Sub-rede SUBNET HOST ID 1 Dado o endereço IP de rede: Dividir em até 8 sub-redes São necessários 3 bits máscara de sub-rede Máscara de Sub-rede com máscara de sub-rede Endereços Possíveis de Sub-s Variamos os 3 bits emprestados de 3 Máscara de Sub-rede com máscara de sub-rede Endereços possíveis de Hosts por sub-rede Endereços de Sub-s Endereços possíveis de Hosts em cada sub-rede de até de até de até de até de até de até de até de até

5 Exemplo Matriz RDSI Roteador Filial 1 Filial CIDR (Classless Interdomain Routing) Amenizar o problema de esgotamento dos endereços IP Conceito de Supernet RFC Partição em 4 zonas a Europa a América do Norte a América do Sul e Central a Asia e Pacífico 5 6 Máscaras de para as três classes Máscara de para um endereço sem classe Classe A ( ) Em binário Endereço do host IP Classe B ( ) Máscara de ( ou máscara de 1 bits) Classe C ( ) Endereço de ( ) 7 8 Possíveis Hosts Endereço de : Máscara: até 046 Endereços Privados RFC 1918, "Address Allocation for Private Internets", fevereiro de (prefixo 10/8) (prefixo 17.16/1) (prefixo /16) 046 Endereços possíveis de Hosts: de até

6 Exercício Mascaras usuais O endereço do roteador de uma sub-rede com mascara é Qual o endereço de broadcast desta sub-rede? Qual o endereço da sub-rede? Qual a faixa de endereços de maquinas? 31 bin dec #sub Exercício - faixa O Datagrama IP Qual a faixa de endereços designada por /0, ou seja com mascara )? Quantos endereçõs nesta faixa? Versão Hlen Tipo de Serviço Tamanho Total (octetos) Identificação Flags Deslocamento do fragmento TTL - Time to live. Protocolo Checksum do cabeçalho Endereço IP ORIGEM Endereço IP DESTINO Opções IP (se alguma) Encaminhamento dos Pacotes Gateway Como mandar este pacote para ? R o u t e r Host A Gateway G1 C G B Os gateways podem ser: roteadores ou computadores com duas placas de rede G4 G3 D E 35 36

7 Micro 1 Como a mensagem trafega numa WAN? G3 E G4 F F Tabela de Roteamento do Gateway G1 Distância ou custo (métrica) Próximo Gateway (next hop) A 0 - B D B 0 - A A G1 Gateway (roteador) C G Micro Se existirem duas rotas possíveis, apenas uma deverá estar na Tabela de Roteamento 37 C 0 - D 1 G E 1 G3 F G3 38 Roteamento na camada IP APLICAÇÃO APLICAÇÃO TCP TRANSPORTE TRANSPORTE IP ROTEAMENTO ENLACE ROTEAMENTO ENLACE ROTEAMENTO ENLACE Tipos de Roteamento Estático - A tabela de roteamento é configurada de forma manual pelo operador Dinâmico - A tabela é dinâmicamente configurada, com informações trocadas entre os Roteadores HARDWARE HARDWARE HARDWARE Comparação Tabela de rotas estática Estático - mais simples, suficiente para a maioria dos casos, porem se a tabela de rotas é muito complexa torna-se de dificil manutenção Dinâmico - mais complexo, indicado para roteadores fazendo a interconexão de diversas redes O roteador irá comparar o endereço IP desejado com as informações contida na tabela e enviará o pacote para o destino apropriado. local : saída pela interface apropriada Específica : envio para o gateway especificado Máquina específica : envio para o gateway especificado Rota padra : envio para o gateway padrão O roteador só se preocupa com o próximo salto (next hop) 41 4

8 Roteamento Dinâmico Sistemas Autônomos (AS) o protocolo mais usado é o RIP (Routing Information Protocol -implementado pelo programa routed): os roteadores trocam informações entre si sobre as redes, as distâncias entre elas (métrica) e o próximo roteador para onde deve ser encaminhada a mensagem o RIP consome largura de banda, pois a cada 30 segundos os roteadores de cada rede fazem a difusão (broadcast) das atualizações do RIP o protocolo HELLO é semelhante porém utiliza o tempo como métrica ou invés do numero de nós. o protocolo OSPF (Open Shortest Path First) é mais moderno e mais eficiente que o RIP porém exige um roteador com processador mais evoluído e com mais memória IGP AS1 AS3 EGP AS EGP: Exterior Gateway Protocol Protocolos Interiores e Exteriores IGP: Interior Gateway Protocol ( RIP, Hello, OSPF) EGP: Exterior Gateway Protocol (GGP, BGP-Border Gateway Protocol) 45 Endereçamento IP: Introdução endereço IP: identificador de 3-bits para interfaces de roteadores e hosts Interface: conexão entre roteador ou host e enlace físico Roteador tem tipicamente múltiplas interfaces Hosts podem ter múltiplas interfaces endereços IP são associados com interfaces, não com o host ou com o roteador = Pacotes que não podem ser roteados isto acontece se a rede de destino não consta da tabela de roteamento de um dos roteadores o nó emissor se enganou e está tentando enviar uma mensagem para um endereço que não existe o roteador foi configurado de maneira errada e não possui informações sobre a rede destino todas as rotas para esta rede estão fora de funcionamento (um roteador distante do caminho apresentou defeito) a mensagem é interrompida e o usuário é avisado com uma mensagem: Destination Unreachable 47 ICMP - Internet Control Message Protocol Mensagens de Erro e Controle É encapsulada dentro de um datagrama IP, mas não é considerada um camada superior Pedido de echo: ping 48

9 ICMP -Tipo e Código Formato da mensagem ICMP Tipo 0 resposta de eco 3 destino inatingível 4 reduzir envio 5 redireciona (muda rota) 8 pedido de eco 11 tempo excedido (datagrama) 1 problema no parametrto (datagrama) 13 pedido de marca de tempo 14 resposta de marca de tempo 17 pedido de mascara de endereço 18 resposta de mascara de endereço Código (Destino inatingível) 0 rede inatingível 1 máquina inatingível protocolo inatingível 3 porta inatingível 4 fragmentação necessária 5 falha na rota fornecida 6 rede destino desconhecida 7 máquina destino desconhecida 8 máquina fonte isolada 9 comunicação com rede destino proibidada administrativamente 11 comunicação com máquina destino proibidada administrativamente 1 máquina inatingível para tipo de serviço Tipo Código Checksum Identificador opcionais... Numero de sequência 50 IGMP - Internet Group Management Protocol Implementa a gerência de grupos para o serviço de Multicasting Conceito de Unicast; Multicast; Broadcast Hardware multicast x IP multicast Mapeamento do endereço de multicast IP (8bits) Ethernet (3 bits) Embora trafegue num datagrama IP não é um protocolo de nível superior Formato de mensagem IGMP Ver. Tipo 0 Checksum Endereço de grupo Cabeçalho Datagrama IP Tipo: 0 (pergunta do roteador), 1 (resposta da máquina) 51 5 Tunelamento para Multicast Referências 1 1 Kurose, Ross, s de Computadores e a Internet, Pearson Ed., 001. Douglas Comer, Internetworking with TCP/IP, 3rd ed., Prentice-Hall, Andrew Tanenbaum, Computer Networks, 3rd ed., Prentice-Hall, Flávio B. Marasca, TCP/IP Básico, Fundação CPqD. R1 Internet sem suporte para multicast R1 Programa de roteamento: mrouted 53 54

Capítulo 5 Sumário. Formato das Mensagens ICMP. Tipos de Mensagens ICMP

Capítulo 5 Sumário. Formato das Mensagens ICMP. Tipos de Mensagens ICMP 1 Capítulo 5 Sumário Formato das Mensagens ICMP Tipos de Mensagens ICMP Solicitação de Eco / Resposta de Eco Destino Inatingível Tempo Esgotado (time-out) Source Quench Redirecionamento 2 Aplicação Telnet

Leia mais

Redes de Computadores. Protocolos TCP/IP

Redes de Computadores. Protocolos TCP/IP Redes de Computadores Protocolos TCP/IP Sumário 2! Endereços IP (lógicos) Sub-redes! Endereços Ethernet (físicos)! Conversão de endereços IP/Ethernet! Pacotes IP! Números de portos! Segmentos UDP! Segmentos

Leia mais

Redes de Computadores Nível de Rede

Redes de Computadores Nível de Rede Comunicação de Dados por Fernando Luís Dotti fldotti@inf.pucrs.br Redes de Computadores Nível de Rede Fontes Fontes principais: principais: Redes Redes de de Computadores Computadores -- das das LANs,

Leia mais

Capítulo 4 - Sumário

Capítulo 4 - Sumário 1 Capítulo 4 - Sumário Características do O Datagrama IP (Campos do Cabeçalho) Tamanho do Datagrama, MTU da Rede e Fragmentação 2 Aplicação Telnet HTTP FTP POP3 SMTP DNS DHCP Transporte TCP (Transmission

Leia mais

Parte 3: Camada de Rede

Parte 3: Camada de Rede Parte 3: Camada de Rede Objetivos: Visão Geral: Entender os princípios dos serviços da Camada de Rede: Roteamento (seleção de caminho). Implementação na Internet. Serviços da Camada de Rede. Princípios

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Nível de rede Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Nível de rede Trabalho sob a Licença Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil Creative Commons. Para visualizar uma

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Nível de rede Inst tituto de Info ormátic ca - UF FRGS Redes de Computadores Nível de rede Aula 6 Aplicação Apresentação Sessão Transporte Rede Enlace Físico Protocolo nível de aplicação Protocolo nível

Leia mais

Revisão de Introdução às TCP-IP INTERNET. Redes de Computadores TCP/IP

Revisão de Introdução às TCP-IP INTERNET. Redes de Computadores TCP/IP Revisão de Introdução às Redes de Computadores TCP-IP INTERNET Redes de Computadores TCP/IP MODELO DE REFERENCIA TCP/IP FLUXO DE DADOS MODELOS DE REFERÊNCIA MODELO DE REFERENCIA TCP/IP MODELOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade IV Camada de Rede. Luiz Leão

FUNDAMENTOS DE REDES DE COMPUTADORES Unidade IV Camada de Rede. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático 4.1 Protocolo IP 4.2 Endereçamento IP 4.3 Princípios de Roteamento Introdução O papel da camada de rede é transportar pacotes

Leia mais

ROUTER. Alberto Felipe Friderichs Barros

ROUTER. Alberto Felipe Friderichs Barros ROUTER Alberto Felipe Friderichs Barros Router Um roteador é um dispositivo que provê a comunicação entre duas ou mais LAN s, gerencia o tráfego de uma rede local e controla o acesso aos seus dados, de

Leia mais

TCP/IP Protocolos e Arquiteturas

TCP/IP Protocolos e Arquiteturas TCP/IP Protocolos e Arquiteturas Prof. Airton Ribeiro de Sousa 2016 Introdução ao TCP/IP Para que os computadores de uma rede possam trocar informações entre si, é necessário que todos adotem as mesmas

Leia mais

Resumo P2. Internet e Arquitetura TCP/IP

Resumo P2. Internet e Arquitetura TCP/IP Resumo P2 Internet e Arquitetura TCP/IP Internet: Rede pública de comunicação de dados Controle descentralizado; Utiliza conjunto de protocolos TCP/IP como base para estrutura de comunicação e seus serviços

Leia mais

CCNA 1 Roteamento e Sub-redes. Kraemer

CCNA 1 Roteamento e Sub-redes. Kraemer CCNA 1 Roteamento e Sub-redes Roteamento e Sub-redes Introdução Protocolo roteado Visão geral de roteamento Endereçamento de sub-redes Introdução IP é o principal protocolo roteado da Internet IP permite

Leia mais

Redes de Computadores e a Internet

Redes de Computadores e a Internet Redes de Computadores e a Internet Magnos Martinello Universidade Federal do Espírito Santo - UFES Departamento de Informática - DI Laboratório de Pesquisas em Redes Multimidia - LPRM 2010 Capítulo 4:

Leia mais

Conceito de Serviço Universal. Conceito de Serviço Universal. Arquitetura de uma internet. Hardware básico de uma internet. Serviço universal:

Conceito de Serviço Universal. Conceito de Serviço Universal. Arquitetura de uma internet. Hardware básico de uma internet. Serviço universal: Redes de Computadores Antonio Alfredo Ferreira Loureiro loureiro@dcc.ufmg.br Camada de Rede Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais Motivação para interconexão Motivação

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de rede: protocolo ipv4, endereçamento, classes, cálculo de sub-rede, CIDR Versão 1.0 Março de 2017 Prof. Jairo jairo@uni9.pro.br professor@jairo.pro.br http://www.jairo.pro.br/

Leia mais

Funcionalidades da camada de rede

Funcionalidades da camada de rede Camada de Rede Objetivo Conhecer as características, funcionalidades e protocolos da camada de rede, especialmente os protocolos IP e ICMP Entender as principais características e princípios operacionais

Leia mais

Capítulo 4 A camada de REDE

Capítulo 4 A camada de REDE Capítulo 4 A camada de REDE slide 1 Introdução A camada de rede slide 2 Repasse e roteamento O papel da camada de rede é transportar pacotes de um hospedeiro remetente a um hospedeiro destinatário. Repasse.

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Redes de Computadores I Nível de Rede (IP) Prof. Helcio Wagner da Silva. p.1/36 Introdução

Leia mais

Aula 5 Camada de rede (TCP/IP):

Aula 5 Camada de rede (TCP/IP): Aula 5 Camada de rede (TCP/IP): Protocolos da Camada de Rede; Endereços IP (Versão 4); ARP (Address Resolution Protocol); ARP Cache; RARP (Reverse Address Resolution Protocol); ICMP. Protocolos da Camada

Leia mais

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO

Prof. Luís Rodolfo. Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Prof. Luís Rodolfo Unidade III REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÃO Redes de computadores e telecomunicação Objetivos da Unidade III Apresentar as camadas de Transporte (Nível 4) e Rede (Nível 3) do

Leia mais

Camada de rede. Introdução às Redes de Computadores

Camada de rede. Introdução às Redes de Computadores Rede Endereçamento Tradução de endereços de enlace Roteamento de dados até o destino Enlace Físico Provê os meios para transmissão de dados entre entidades do nível de transporte Deve tornar transparente

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Departamento de Informática UFPE Redes de Computadores Nível de Redes - Exemplos jamel@cin.ufpe.br Nível de Rede na Internet - Datagramas IP Não orientado a conexão, roteamento melhor esforço Não confiável,

Leia mais

Protocolos da camada de redes. Professor Leonardo Larback

Protocolos da camada de redes. Professor Leonardo Larback Protocolos da camada de redes Professor Leonardo Larback Protocolos da camada de redes Na camada de redes (modelo OSI) operam os protocolos IP, ARP, RARP, ICMP etc. Em conjunto a esses protocolos, abordaremos

Leia mais

Camada de Rede. Redes de Computadores. Motivação para interconexão. Motivação para interconexão (DCC023) Antonio Alfredo Ferreira Loureiro

Camada de Rede. Redes de Computadores. Motivação para interconexão. Motivação para interconexão (DCC023) Antonio Alfredo Ferreira Loureiro Redes de Computadores (DCC023) Antonio Alfredo Ferreira Loureiro loureiro@dcc.ufmg.br Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal de Minas Gerais Motivação para interconexão Diferentes tecnologias

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Prof. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul brivaldo@facom.ufms.br 20 de julho de 2017 Visão Geral 1 Protocolo de Internet: IP 2 ICMP IPv6 Camada de Rede da Internet hosts, funções de roteamento da

Leia mais

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM

Capítulo 2 - Sumário. Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM 1 Endereço IP Classe de Endereços IP Endereços IP Especiais Endereços IP Privativos Capítulo 2 - Sumário Endereçamento em Sub-redes, Super-Redes (CIDR) e VLSM Endereçamento Dinâmico (DHCP) Mapeamento IP

Leia mais

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços

Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços Curso de extensão em Administração de sistemas GNU/Linux: redes e serviços - italo@dcc.ufba.br Gestores da Rede Acadêmica de Computação Departamento de Ciência da Computação Universidade Federal da Bahia,

Leia mais

RCO2. Redes Locais: Interligação de LANs com roteadores

RCO2. Redes Locais: Interligação de LANs com roteadores RCO2 Redes Locais: Interligação de LANs com roteadores Pontes e switches: ativos de camada de enlace 2 Pontes e switches: aprendem que estações estão em cada porta Mas pode haver problemas! Considere a

Leia mais

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento. Capítulo 8 - Mensagens de Erro e de Controle do Conjunto de Protocolos TCP/IP

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento. Capítulo 8 - Mensagens de Erro e de Controle do Conjunto de Protocolos TCP/IP CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento Capítulo 8 - Mensagens de Erro e de Controle do Conjunto de Protocolos TCP/IP 1 Objetivos do Capítulo Descrever o ICMP; Descrever o formato de mensagem

Leia mais

Redes de Computadores e a Internet

Redes de Computadores e a Internet Redes de Computadores e a Internet Magnos Martinello Universidade Federal do Espírito Santo - UFES Departamento de Informática - DI Laboratório de Pesquisas em Redes Multimidia - LPRM 2010 Capítulo 4:

Leia mais

Máscara de rede. Endereços especiais. Utilizando parte de um byte na máscara de sub-rede. Exemplo. Exemplo. Exemplo

Máscara de rede. Endereços especiais. Utilizando parte de um byte na máscara de sub-rede. Exemplo. Exemplo. Exemplo Infra Estruturas Computacionais Número único 32 bits associado à um host: Notação em decimal para cada byte: 129.52.6.34 Professor: André Ferreira andre.ferreira@ifba.edu.br Dividido em duas partes: Prefixo:

Leia mais

NÃO AUTORIZO O USO DE QUALQUER EQUIPAMENTO DE ÁUDIO E VÍDEO!

NÃO AUTORIZO O USO DE QUALQUER EQUIPAMENTO DE ÁUDIO E VÍDEO! Endereçamento IP Endereçamento IP O crescimento explosivo da Internet tem ameaçado esgotar o estoque de endereços IP (Previsão inicial 2008). São usados para expandir o endereçamento IP sem que esse estoque

Leia mais

Visão geral do TCP/IP

Visão geral do TCP/IP Visão geral do TCP/IP Índice Introdução Tecnologia TCP/IP TCP IP Roteando em ambientes IP Interior Routing Protocols RIP IGRP EIGRP OSPF IS-IS integrado Protocolos de Roteamento Externo EGP BGP Implementação

Leia mais

Interligação de Redes

Interligação de Redes IP 1 Interligação de Redes Protocolos TCP/IP FEUP/DEEC/RCD 22/3 MPR/JAR IP 2 Pilha Protocolar TCP/IP Acesso à rede (subrede)» Interface ao meio físico» Carta de rede, device driver Rede (internetworking)»

Leia mais

Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol. Introdução ao Protocolo ICMP. Introdução ao Protocolo ICMP. Introdução ao Protocolo ICMP

Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol. Introdução ao Protocolo ICMP. Introdução ao Protocolo ICMP. Introdução ao Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol Introdução ao Volnys Borges Bernal Matteo Nava ilnava;volnys@lsi.usp.br Introdução ao Introdução ao O que é o protocolo? = Internet Control Message Protocol Protocolo

Leia mais

Protocolos de Interligação de Redes Locais e a Distância Protocolos de Rede. Thiago Leite

Protocolos de Interligação de Redes Locais e a Distância Protocolos de Rede. Thiago Leite Protocolos de Interligação de Redes Locais e a Distância Protocolos de Rede Thiago Leite thiago.leite@udf.edu.br 1 Falha de Conexão 2 Funções da camada de rede transmissão fim-a-fim precisa conhecer a

Leia mais

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2

Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Tecnologia de Redes de Computadores - aula 2 Prof. Celso Rabelo Centro Universitário da Cidade 1 Objetivo 2 3 O cabeçalho O CABEÇALHO Os campos 4 Conceitos Gerais Clássico Classe A Classe B Classe C Classe

Leia mais

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014

Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação 20/5/2014 Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Departamento de Engenharia de Electrónica e Telecomunicações e de Computadores Redes de Computadores (LEIC/LEETC/LERCM) Nome: Nº de aluno: 3ª Ficha de Avaliação

Leia mais

Classes de endereços IP - Os bits de endereços IP são reservados um para a classe de rede e os outros para computador (host).

Classes de endereços IP - Os bits de endereços IP são reservados um para a classe de rede e os outros para computador (host). Administração de redes Endereço IP Endereço IP - O endereço IP, na versão 4 (IPv4), é um número de 32 bits (IPV4), contendo 4 bytes (vale lembrar que 1 byte contém 8 bits), portanto 4 bytes contém 32 bits,

Leia mais

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama

Interconexão de Redes Parte 2. Prof. Dr. S. Motoyama Interconexão de Redes Parte 2 Prof. Dr. S. Motoyama 1 Software IP nos hosts finais O software IP nos hosts finais consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain name system)

Leia mais

Protocolo IPv4 atinge seu limite

Protocolo IPv4 atinge seu limite Protocolo IPv4 atinge seu limite São Paulo O protocolo de navegação IPv4, desenvolvido nos anos 1960 e adotado como padrão em 1981, atingiu seu limite de navegação. Dessa forma, não será mais possível

Leia mais

CCNA Exploration (Protocolos e Conceitos de Roteamento) OSPF

CCNA Exploration (Protocolos e Conceitos de Roteamento) OSPF CCNA Exploration (Protocolos e Conceitos de Roteamento) OSPF Cronograma Introdução Encapsulamento de mensagens Protocolos Hello Algoritmo OSPF Distância administrativa Autenticação Configuração básica

Leia mais

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP

MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP MÓDULO 8 Modelo de Referência TCP/IP A internet é conhecida como uma rede pública de comunicação de dados com o controle totalmente descentralizado, utiliza para isso um conjunto de protocolos TCP e IP,

Leia mais

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP

Camada de Rede. Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Endereçamento de Rede Protocolo IP Camada de Rede Protocolo mais importante: IP IPv4 (mais utilizada) IPv6 (atender ao crescimento das redes e a necessidade de novos endereços). PDU: Pacote

Leia mais

Redes de Computadores e Aplicações. Aula 37 Roteamento IP Unicast Dinâmico RIP

Redes de Computadores e Aplicações. Aula 37 Roteamento IP Unicast Dinâmico RIP Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do N Campus Currais Novos Redes de Computadores e Aplicações Aula 37 Roteamento IP Unicast Dinâmico RIP Prof. Diego Pereira

Leia mais

Redes TCP-IP. Protocolo ICMP. Pilha TCP/IP. Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol. Introdução ao Protocolo ICMP

Redes TCP-IP. Protocolo ICMP. Pilha TCP/IP. Protocolo ICMP Internet Control Message Protocol. Introdução ao Protocolo ICMP Volnys 1999-2003 1 Volnys 1999-2003 2 Pilha TCP/IP Internet Control Message Protocol Introdução ao Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br Introdução ao = Internet Control Message Protocol Protocolo auxiliar

Leia mais

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas

Protocolos de Rede. Protocolos em camadas Protocolos de Rede Prof. Alexandre Beletti Protocolos em camadas Existem protocolos em diferentes camadas dos modelos de estudo (OSI e TCP/IP) Lembre-se de diferencias tipos de programas de tipos de protocolos

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Endereçamento e Ethernet Prof. Jó Ueyama Junho/2013 1 slide 1 Redes Locais LAN: Local Area Network concentrada em uma área geográfica, como um prédio ou um campus. 2 slide 2 Tecnologias

Leia mais

Sumário Capítulo 1 Introdução à Certificação Cisco... 1 Capítulo 2 Redes de Computadores... 21

Sumário Capítulo 1 Introdução à Certificação Cisco... 1 Capítulo 2 Redes de Computadores... 21 Sumário Capítulo 1 Introdução à Certificação Cisco... 1 Por que Ser um Profissional Certificado... 2 CCNA 4... 3 A Carreira de Certificação Cisco... 4 Profissional de Suporte... 6 Engenheiro de Projeto...

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 11

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 11 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 11 Índice 1. ROTEAMENTO...3 1.1 Introdução... 3 1.2 O roteamento e seus componentes... 3 1.3 Tabelas de roteamento... 3 1.4 Protocolos de roteamento... 3

Leia mais

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP:

Aula 4. Pilha de Protocolos TCP/IP: Aula 4 Pilha de Protocolos TCP/IP: Comutação: por circuito / por pacotes Pilha de Protocolos TCP/IP; Endereçamento lógico; Encapsulamento; Camada Internet; Roteamento; Protocolo IP; Classes de endereços

Leia mais

Curso de Pós-Graduação Lato-Sensu em Redes de Computadores. Arquitetura TCP/IP. Hermes Senger DC/UFSCar 2012

Curso de Pós-Graduação Lato-Sensu em Redes de Computadores. Arquitetura TCP/IP. Hermes Senger DC/UFSCar 2012 Curso de Pós-Graduação Lato-Sensu em Redes de Computadores Arquitetura TCP/IP Hermes Senger DC/UFSCar 2012 Nota: Notas de aula do prof. Hélio Crestana Guardia. Objetivos do Curso: Apresentar a arquitetura

Leia mais

PTC Aula Roteamento intra-as na Internet: OSPF 5.4 Roteamento entre os ISPs: BGP. (Kurose, p ) (Peterson, p.

PTC Aula Roteamento intra-as na Internet: OSPF 5.4 Roteamento entre os ISPs: BGP. (Kurose, p ) (Peterson, p. PTC 3450 - Aula 23 5.3 Roteamento intra-as na Internet: OSPF 5.4 Roteamento entre os ISPs: BGP (Kurose, p. 280-306) (Peterson, p. 147-163) 23/06/2017 Muitos slides adaptados com autorização de J.F Kurose

Leia mais

Redes de Computadores 2 Prof. Rodrigo da Rosa Righi - Aula 6

Redes de Computadores 2 Prof. Rodrigo da Rosa Righi - Aula 6 Agenda Redes de Computadores 2 Prof. Rodrigo da Rosa Righi - Aula 6 professor.unisinos.br/righi rrrighi@unisinos.br Camada de Rede na Internet Formato de Datagrama IP Fragmentação IP ICMP Camada de Rede

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com BENEFÍCIOS MODELO OSI Menor complexidade; Interfaces padronizadas; Interoperabilidade entre

Leia mais

Redes de computadores. Monteiro, Emiliano S. Professor Out/2016

Redes de computadores. Monteiro, Emiliano S. Professor Out/2016 Redes de computadores Monteiro, Emiliano S. Professor Out/2016 Algoritmos de Roteamento Algoritmos não adaptativos: não baseiam suas decisões de roteamento em medidas ou estimativas de tráfego e da topologia

Leia mais

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento

Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Capítulo 6 - Protocolos e Roteamento Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 53 Roteiro (1 / 2) O Que São Protocolos? O TCP/IP Protocolos de Aplicação Protocolos de Transporte Protocolos

Leia mais

Protocolos em Redes de Dados. Luís Rodrigues. O protocolo IP. Endereçamento NAT PAT Pacote IP ICMP. Aula 02. Encaminhamento IP IPV6 FCUL

Protocolos em Redes de Dados. Luís Rodrigues. O protocolo IP. Endereçamento NAT PAT Pacote IP ICMP. Aula 02. Encaminhamento IP IPV6 FCUL Aula 02 Os protocolos O protocolo V6 FCUL 2004-2005 O protocolo Corresponde ao nível rede do modelo OSI. Executa-se sobre os mais diversos protocolos do nível de comunicação de dados. Em cada passo, é

Leia mais

Capítulo 5. A camada de rede

Capítulo 5. A camada de rede Capítulo 5 A camada de rede slide slide 1 1 slide 2 Questões de projeto da camada de rede Comutação de pacote: store-and-forward Serviços fornecidos à camada de transporte Implementação do serviço não

Leia mais

Rede de computadores Protocolos IP. Professor Carlos Muniz

Rede de computadores Protocolos IP. Professor Carlos Muniz Rede de computadores Professor Carlos Muniz Protocolo de Internet IP é um acrônimo para a expressão inglesa "Internet Protocol" (ou Protocolo de Internet), que é um protocolo usado entre duas ou mais máquinas

Leia mais

Introdução a Redes e a Internet. Introdução ao Computador 2010/01 Renan Manola

Introdução a Redes e a Internet. Introdução ao Computador 2010/01 Renan Manola Introdução a Redes e a Internet Introdução ao Computador 2010/01 Renan Manola Modelo OSI Criado pela ISO (International Organization for Standarization) Lançado em 1984 Criado baseado nos padrões da época

Leia mais

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet.

Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Protocolo TCP/IP. Conexão de Redes. Protocolo TCP/IP. Arquitetura Internet. Origem: Surgiu na década de 60 através da DARPA (para fins militares) - ARPANET. Em 1977 - Unix é projetado para ser o protocolo de comunicação da ARPANET. Em 1980 a ARPANET foi dividida em ARPANET e MILINET.

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E REDES INDUSTRIAIS

REDES DE COMPUTADORES E REDES INDUSTRIAIS PETROBRAS ENGENHEIRO(A) DE EQUIPAMENTOS JÚNIOR - ELETRÔNICA ENGENHEIRO(A) JÚNIOR - ÁREA: AUTOMAÇÃO REDES DE COMPUTADORES E REDES INDUSTRIAIS QUESTÕES RESOLVIDAS PASSO A PASSO PRODUZIDO POR EXATAS CONCURSOS

Leia mais

Redes de computadores e a Internet. Prof. Gustavo Wagner. A camada de rede

Redes de computadores e a Internet. Prof. Gustavo Wagner. A camada de rede Redes de computadores e a Internet Prof. Gustavo Wagner Capitulo Capítulo 4 A camada de rede NAT: Network Address Translation resta da Internet 138.76.29.7 10.0.0.4 rede local (ex.: rede doméstica) 10.0.0/24

Leia mais

Modelo OSI x Modelo TCP/IP

Modelo OSI x Modelo TCP/IP Modelo OSI x Modelo TCP/IP OSI TCP/IP 7 Aplicação 6 Apresentação 5 Aplicação 5 Sessão 4 3 2 1 Transporte 4 Transporte Rede 3 Internet Enlace 2 Link de dados Física 1 Física Modelo de Referência OSI/ISO

Leia mais

Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama

Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Aula-16 Interconexão de Redes IP (Internet Protocol) Prof. Dr. S. Motoyama Software de IP nos hosts finais O software de IP consiste principalmente dos seguintes módulos: Camada Aplicação; DNS (Domain

Leia mais

Sub-Redes. Alberto Felipe Friderichs Barros

Sub-Redes. Alberto Felipe Friderichs Barros Sub-Redes Alberto Felipe Friderichs Barros Exercícios 8- Descubra se os ips de origem e destino se encontram na mesma rede: a) IP Origem: 10.200.150.4 IP Destino: 10.200.150.5 Máscara de rede: 255.255.255.0

Leia mais

# $ % & ' ( ) * ' ( ) *! " " Orientador +, -

# $ % & ' ( ) * ' ( ) *!   Orientador +, - #$ %&'()* '()*!"" Orientador +,- ."%&/0#12 3"/%'0)/))&/ )4506 7" %/0)/))&/ 8906 8)) :"'/0)/))&/ '% '); Um roteador recebe em alguma de suas interfaces um pacote vindo da rede local ou da rede externa.

Leia mais

PTC Aula A camada de rede (2/2) (Kurose, p ) 24/03/2017

PTC Aula A camada de rede (2/2) (Kurose, p ) 24/03/2017 PTC 2550 - Aula 05 1.4 A camada de rede (2/2) (Kurose, p. 224-306) 24/03/2017 Muitos slides adaptados com autorização de J.F Kurose and K.W. Ross, All Rights Reserved Endereçamento IP : introdução endereço

Leia mais

Formação para Sistemas Autônomos OSPF. Formação para Sistemas Autônomos

Formação para Sistemas Autônomos OSPF. Formação para Sistemas Autônomos OSPF Licença de uso do material Esta apresentação está disponível sob a licença Creative Commons Atribuição Não a Obras Derivadas (by-nd) http://creativecommons.org/licenses/by-nd/3.0/br/legalcode Você

Leia mais

IPv6 FEUP MPR. » Espaço de endereçamento pequeno» Usado de forma descontínua» Algumas alterações para resolver estes problemas

IPv6 FEUP MPR. » Espaço de endereçamento pequeno» Usado de forma descontínua» Algumas alterações para resolver estes problemas IPv6 1 IPv6 FEUP MPR IPv6 2 A Necessidade de um Novo IP IPv4» Espaço de endereçamento pequeno» Usado de forma descontínua» Algumas alterações para resolver estes problemas subredes e superredes (CDIR)»

Leia mais

Interfaces de Redes, IP e NAT

Interfaces de Redes, IP e NAT Interfaces de Redes, IP e NAT IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm Interface de Rede As interfaces de rede no GNU/Linux estão localizadas no diretório

Leia mais

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento

CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento CCNA 2 Conceitos Básicos de Roteadores e Roteamento Capítulo 9 - Princípios Básicos de Solução de ProblemasP com Roteadores 1 Objetivos do Capítulo Aplicar e compreender os comandos: ping, telnet, show

Leia mais

Capítulo 4: Conceitos de Roteamento

Capítulo 4: Conceitos de Roteamento Capítulo 4: Conceitos de Roteamento Protocolos de roteamento 1 Capítulo 4 4.0 Conceitos de Roteamento 4.1 Configuração inicial de um roteador 4.2 Decisões de roteamento 4.3 Operação de roteamento 4.4 Resumo

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL SP CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO PESQUISA PROTOCOLO ICMP

INSTITUTO FEDERAL SP CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO PESQUISA PROTOCOLO ICMP INSTITUTO FEDERAL SP CAMPUS DE PRESIDENTE EPITÁCIO PESQUISA PROTOCOLO ICMP PROF: KLEBER MANRIQUE TREVISANI SABRINA TAVERA RODRIGUES PRONTUARIO : 1580248 Presidente Epitácio SP 2016 Pesquisa Realize uma

Leia mais

Modelo de Referência TCP/IP

Modelo de Referência TCP/IP Modelo de Referência TCP/IP Redes de Computadores Charles Tim Batista Garrocho Instituto Federal de São Paulo IFSP Campus Campos do Jordão garrocho.ifspcjo.edu.br/rdc charles.garrocho@ifsp.edu.br Técnico

Leia mais

Tecnologia de Redes. Arquitetura de Rede de Computadores

Tecnologia de Redes. Arquitetura de Rede de Computadores Volnys B. Bernal (c) 1 Tecnologia de Redes Arquitetura de Rede de Computadores Volnys Borges Bernal volnys@lsi.usp.br http://www.lsi.usp.br/~volnys Volnys B. Bernal (c) 2 Agenda Modelo de Referênica OSI

Leia mais

OSI e TCP/IP. Professor: Leandro Engler Boçon Disciplina: Redes e Serviços

OSI e TCP/IP. Professor: Leandro Engler Boçon   Disciplina: Redes e Serviços OSI e TCP/IP Professor: Leandro Engler Boçon E-mail: leandro@facear.edu.br Disciplina: Redes e Serviços 1 Bibliografia Tanembaum. Andrew S. Redes de Computadores. Editora campus 3ª edição. Rio de Janeiro.

Leia mais

Camada de Rede. Prof. Tiago Alves de Oliveira 1

Camada de Rede. Prof. Tiago Alves de Oliveira 1 Camada de Rede 1 Sumário Introdução; Internet Protocol IP; Fragmentação do Datagrama IP; Endereço IP; Sub-Redes; CIDR Classes Interdomain Routing NAT Network Address Translation Sumário ICMP Internet Control

Leia mais

Modelo de Camadas. Redes de Computadores

Modelo de Camadas. Redes de Computadores Modelo de Camadas Redes de Computadores Sumário Visão Geral de uma Rede de Computadores Protocolos Modelo de Camadas Porque utilizar Tipos de Modelos de Referência Modelo de Referência ISO/OSI Histórico

Leia mais

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour

Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet. Edgard Jamhour Modelo em Camadas Arquitetura TCP/IP/Ethernet Edgard Jamhour Ethernet não-comutada (CSMA-CD) A Ethernet não-comutada baseia-se no princípio de comunicação com broadcast físico. a b TIPO DADOS (até 1500

Leia mais

Endereços de Classes IP

Endereços de Classes IP Endereços de Classes IP G P S I R E D E S D E C O M P U TA D O R E S P E D R O M O N TEIR O 1 0 º / 1 3 ª N º 1 3 O IP é um protocolo da Camada de rede É um endereço lógico único em toda a rede, portanto,

Leia mais

Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP

Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP Aula 6 Modelo de Divisão em Camadas TCP/IP Camada Conceitual APLICATIVO TRANSPORTE INTER-REDE INTERFACE DE REDE FÍSICA Unidade de Dados do Protocolo - PDU Mensagem Segmento Datagrama /Pacote Quadro 01010101010100000011110

Leia mais

Redes. DIEGO BARCELOS RODRIGUES Ifes - Campus Cachoeiro de Itapemirim

Redes. DIEGO BARCELOS RODRIGUES Ifes - Campus Cachoeiro de Itapemirim Redes DIEGO BARCELOS RODRIGUES dbarcelos@ifes.edu.br 1 Agenda Correção do Trabalho de Casa Exercício Ponto Extra Roteamento o Estático o Dinâmico 2 Exercício Valendo Ponto Extra Utilize VLSM para distribuir

Leia mais

A Camada de Rede. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II

A Camada de Rede. Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II A Camada de Rede Romildo Martins Bezerra CEFET/BA Redes de Computadores II A Camada de Rede e o protocolo IP... 2 O protocolo IP... 2 Formato do IP... 3 Endereçamento IP... 3 Endereçamento com Classes

Leia mais

ROTEAMENTO REDES E SR1 ETER-FAETEC. Rio de Janeiro - RJ ETER-FAETEC

ROTEAMENTO REDES E SR1 ETER-FAETEC. Rio de Janeiro - RJ ETER-FAETEC ROTEAMENTO REDES E SR1 Rio de Janeiro - RJ INTRODUÇÃO A comunicação entre nós de uma rede local é realizada a partir da comutação (seja por circuito, seja por pacotes). Quem realiza essa função é o switch

Leia mais

Redes de Computadores 2

Redes de Computadores 2 Agenda Histórico e Motivação Redes de Computadores 2 Prof. Rodrigo da Rosa Righi - Aula 7b professor.unisinos.br/righi rrrighi@unisinos.br IPV6 Datagrams IPV6 Diferenças IPV4 e IPV6 Endereços IPV6 Interoperabilidade

Leia mais

3 Interligação de redes (Camada de rede)

3 Interligação de redes (Camada de rede) 3 Interligação de redes 3 Interligação de redes (Camada de rede) 1/53 3.1 Conceitos 3.1 Conceitos de interligação de redes Internetworking 2/53 Introdução Objectivos da interligação de redes através do

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Prof. Me. Martinele Redes de Computadores Endereço lógico IP AGENDA Endereço IPV4 Estrutura do endereço IP Classes de endereço IP Máscara de sub-rede Endereço lógico IP Todo o host em uma rede TCP/IP recebe

Leia mais

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s:

Rede d s d e d Com o pu p t u ado d r o es Conceitos Básicos M d o e d los o de d Re R de d s: Tecnologia em Redes de Computadores Redes de Computadores Professor: André Sobral e-mail: alsobral@gmail.com Conceitos Básicos Modelos de Redes: O O conceito de camada é utilizado para descrever como ocorre

Leia mais

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC

Endereçamento IP. Departamento Engª Electrotécnica ISEC Endereçamento IP Departamento Engª Electrotécnica ISEC Objectivos Visão geral sobre o endereçamento IPv4 e IPv6 Administração do espaço de endereçamento Obtenção de endereços Atribuição de endereços (manual

Leia mais

Roteamento IP e Sub-redes

Roteamento IP e Sub-redes Roteamento IP e Sub-redes 1.0. Introdução Ao longo dos últimos anos, a Internet passou por duas dificuldades principais de escala ao sofrer um crescimento ininterrupto: o esgotamento do espaço dos endereços

Leia mais

Trabalho 2. Tema: Questionário de comparações entre IPv6 e IPv4. Matéria: Redes 2. Professores: Bruno César Vani e Kleber Manrique Trevisani

Trabalho 2. Tema: Questionário de comparações entre IPv6 e IPv4. Matéria: Redes 2. Professores: Bruno César Vani e Kleber Manrique Trevisani Trabalho 2 Tema: Questionário de comparações entre IPv6 e IPv4. Matéria: Redes 2 Professores: Bruno César Vani e Kleber Manrique Trevisani Aluno: Nathison Gomes Chaves Lopes Módulo: 3 Curso: Análise e

Leia mais

PTC Aula O Protocolo da Internet (IP): Repasse e Endereçamento na Internet. (Kurose, p ) (Peterson, p ) 06/06/2017

PTC Aula O Protocolo da Internet (IP): Repasse e Endereçamento na Internet. (Kurose, p ) (Peterson, p ) 06/06/2017 PTC 3450 - Aula 19 4.3 O Protocolo da Internet (IP): Repasse e Endereçamento na Internet (Kurose, p. 254-262) (Peterson, p. 124-163) 06/06/2017 Muitos slides adaptados com autorização de J.F Kurose and

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA 1. A arquitetura TCP/IP possui diferentes protocolos organizados em uma estrutura hierárquica. Nessa arquitetura, exemplos de protocolos das camadas de Rede, Transporte e Aplicação, são, respectivamente,

Leia mais

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA 1. A arquitetura TCP/IP possui diferentes protocolos organizados em uma estrutura hierárquica. Nessa arquitetura, exemplos de protocolos das camadas de Rede, Transporte e Aplicação, são, respectivamente,

Leia mais

3º Semestre. Aula 02 Introdução Roteamento

3º Semestre. Aula 02 Introdução Roteamento Disciplina: Dispositivos de Redes I Professor: Jéferson Mendonça de Limas 3º Semestre Aula 02 Introdução Roteamento 2014/1 Roteiro de Aula O que é Roteamento? IP X Protocolos de Roteamento Roteamento Direto

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Comunicação de Dados II Aula 04 Endereçamento IPv6 Prof: Jéferson Mendonça de Limas Esgotamento IPv4 RFC 1700, blocos de tamanho específicos Classe A (/8) 16 milhões de Hosts

Leia mais

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva

Redes de Computadores. Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Redes de Computadores Aula: Roteamento Professor: Jefferson Silva Perguntinhas básicas J n O que é rotear? n O que é uma rota? n Porque rotear? n Como sua requisição chega no facebook? Conceitos n Roteamento

Leia mais