PARA RAIOS SURGE ARRESTERS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PARA RAIOS SURGE ARRESTERS"

Transcrição

1 PARA RAIOS SURGE ARRESTERS

2 Nexans, líder mundial na indústria de cabos Total de venda de 6,2 bilhões de euros em 201 A mais completa variedade de cabos e sistema de cabeamento Plantas em mais de 40 países funcionários pelo mundo Ofertas completas para cada segmento do mercado Especialista em acessórios para cabos de energia Vendas em mais de 90 países 841 funcionários pelo mundo Mais de 0 anos de experiência em acessórios para cabos A Nexans fornece treinamento ao instalador e ferramentas de preparo dos cabos Comprometida com a qualidade: Certificado pela ISO 9001 e laboratórios elétricos Desenvolvedora e fabricante líder na Europa em acessórios elétricos

3 Especialista Global Um histórico de mais de 0 anos em acessórios elétricos

4 Especialista em para raios desconectáveis e blindados i/2 i/2 U Os Para Raios são utilizados para proteção de equipamentos como: cubículos, transformadores, cabos, acessórios. O trabalho deles é fornecer proteção contra sobretensões atmosféricas e oscilações, desviando-as à terra. É um item de custo relativamente baixo comparado à outros equipamentos das estações. Para Raios SWITCH TRANSFOR -MADOR

5 Compacto, protegido e seguro Segurança fornecida por uma camada de borracha condutiva

6 Vantagens dos sistemas dos Para Raios blindados Sem distância mínima necessária: pode ser instalado em subestações compactas Seguro ao toque acidental quando energizado Livre de Manutenção Características U-I Estáveis, mesmo após múltiplos descargas Baixa tensão residual Design resistente à explosão e rompimento Produtos Certificados pela Atex Instalação rápida e fácil sem ferramentas especiais Fácil de desconectar Completamente impermeável Grau de proteção IP67: resistente à poeira e água Resistente à UV, ozônio, produto químico, excesso de força mecânica Variação de temperatura de -30 C a +1 C Uma faixa completa por 12 a 42 kv Completamente qualificado de acordo com a

7 Uma linha completa de acessórios com possibilidades para detecção de tensão, teste nos cabos e montagens múltiplas

8 16SA Design PARA RAIOS INTERFACE A Até 24 kv Para Raios descarregadores de sobretensão incluindo: Suporte de montagem. 2. Encaixe EPDM condutivo Tipo A - Interface de 20 A conforme descrito pela 4 CENELEC EN 0180 e Contato por pino.. Disco de contato Desvio em cobre. 7. Elementos da válvula em óxido de metal. 8. Espaçador em alumínio. 9. Tampa de aço.. Conexão do aterramento Camada EPDM de isolamento moldada entre o encaixe e a capa. 12. Capa EPDM condutiva Modelo do Para Raio Corrente In descarga nominal (ka) Tensão Ur Nominal (kv) Tensão Uc operacional contínua máxima (kv) Tensão residual de corrente ka [1/20 μs] (kv) Tensão residual de corrente de ka [8/20 μs] (kv) Resistência a impulsos de alta corrente (ka) 16SA-12 16SA-1 16SA-18 16SA-21 16SA

9 Confiabilidade garantida por testes de descargas parciais, corrente de referência e frequência de energia industrial realizados peça a peça na fábrica

10 300SA PARA RAIO INTERFACE C Até 36 kv Design 1. Interface projetada para encaixar ao conector T 430TB e 434TB. 2. Encaixe EPDM condutivo. 3. Capa EPDM condutiva. 4. Camada EPDM de isolamento moldada entre o encaixe e a capa.. Receptáculo para haste de contato. 6. Elementos da válvula de óxido de metal. 7. Tampa de aço. 8. Conexão do aterramento. 9. Ponto de Aterramento. Tipo de Para Raio Corrente In descarga nominal (ka) Tensão Ur Nominal (kv) Tensão Uc operacional contínua máxima (kv) Tensão residual de corrente ka [1/20 μs] (kv) Tensão residual de corrente de ka [8/20 μs] (kv) Resistência ao impulso de alta corrente (ka) Dimensões (mm) L1 L2 300SA--1N 300SA--18N 300SA--22N 300SA--24N 300SA--30N 300SA--36N 300SA--4N

11 Rapidez e facilidade de instalação com a tecnologia slip-on

12 247 mm 400PB-XSA PARA RAIO INTERFACE C Até 36 kv Design 1. Encaixe EPDM condutivo. 2. Capa EPDM condutiva. 3. Camada EPDM de isolamento moldada entre o encaixe e a capa. 4. Haste de contato.. Fio terra. 6. Conexão do aterramento. 7. Tampa de aço. 8. Elementos da válvula em óxido de metal. 9. Tipo C - Interface de 630 A conforme descrito pela CENELEC EN 0180 e Tipo de Para Raio Corrente In descarga nominal (ka) Tensão Ur Nominal (kv) Tensão Uc operacional contínua máxima (kv) Tensão residual de corrente ka [1/20 μs] (kv) Tensão residual de corrente de ka [8/20 μs] (kv) Resistência ao impulso de alta corrente (ka) Dimensões (mm) L1 L2 400PB-SA-1L 400PB-SA-18L 400PB-SA-22L 400PB-SA-24L 400PB-SA-30L 400PB-SA-1N 400PB-SA-18N 400PB-SA-22N 400PB-SA-24N 400PB-SA-30N 400PB-SA-36N 400PB-SA-4N

13 Manutenção zero

14 800SA PARA RAIO INTERFACE C Até 42 kv 170 mm mm Design 1. Interface projetada para encaixar ao conector T 484TB. 2. Encaixe EPDM condutivo. 3. Camisa EPDM condutiva. 4. Camada EPDM de isolamento moldada entre o encaixe e a camisa.. Receptáculo para haste de contato. 6. Elementos da válvula de óxido de metal. 7. Tampa de aço. 8. Conexão do aterramento. 9. Aterramento L2 1 2 Dia. 7 mm 3 L Dia. 6 mm Tipo do descarregador de sobretensão Corrente In descarga nominal (ka) Tensão Ur Nominal (kv) Tensão Uc operacional contínua máxima (kv) Tensão residual de corrente ka [1/20 μs] (kv) Tensão residual de corrente de ka [8/20 μs] (kv) Resistência ao impulso de corrente (ka) Dimensões (mm) L1 L2 800SA--1N 800SA--18N 800SA--22N 800SA--24N 800SA--30N 800SA--36N 800SA--4N

15 Características U-I Estáveis, mesmo após múltiplas descargas

16 Uma faixa completa de 12 a 36 kv Aplicações e dimensões convencionais 220 mm 4 mm 18 mm 290 mm 180 mm 7 mm Conector T tipo 400TB ou 440TB Para raio do tipo 400PB-SA ou 400PB-S Para raio tipo 300SA Conector T do tipo 430TB/G ou 434TB/G

17 instalações internas e externas

18 Catálogo completo Este documento é uma seleção de nossa linha completa de produtos. Somos também fabricantes de Emendas termocontráteis e contráteis a frio, terminações poliméricas (Muflas), e todos os tipos de conectores metálicos.

19 a Nexans company Catalogue 2006 a Nexans company Medium voltage separable connectors and bushings - Interface A - Medium voltage separable connectors and bushings - Interface B - Catalogue 2006

20 ACESSÓRIOS DE CABOS DE ENERGIA Produtos Importados, fabricados nas fábricas da Nexans na Alemanha, Bélgica, Reino Unido, França e Itália. facebook.com/nexansbrasil 08/2016 Nexans Network Solutions N.V. - Div. Euromold

Terminais Desconectáveis

Terminais Desconectáveis Terminais Desconectáveis Nexans, líder global em cabos Total de venda de 6,2 bilhões de euros em 2015 A mais completa variedade de cabos e sistema de cabeamento Plantas em mais de 40 países 26.000 funcionários

Leia mais

} CONECTOR TORQUIMÉTRICO (SÉRIE C) Conexão de cabos de baixa tensão ao gerador. } CONECTOR TORQUIMÉTRICO COM PARAFUSO DE UNIÃO (SÉRIE SB)

} CONECTOR TORQUIMÉTRICO (SÉRIE C) Conexão de cabos de baixa tensão ao gerador. } CONECTOR TORQUIMÉTRICO COM PARAFUSO DE UNIÃO (SÉRIE SB) WINDLINK Acessórios de Energia para Aplicações Eólicas } CONECTOR TORQUIMÉTRICO (SÉRIE C) Conexão de cabos de baixa tensão ao gerador. } CONECTOR TORQUIMÉTRICO COM PARAFUSO DE UNIÃO (SÉRIE SB) Conexão

Leia mais

MANUAL DE MONTAGEM BUCHA DE PASSAGEM CAPACITIVA 250 A e 630 A MODELO BPDE

MANUAL DE MONTAGEM BUCHA DE PASSAGEM CAPACITIVA 250 A e 630 A MODELO BPDE MANUAL DE MONTAGEM BUCHA DE PASSAGEM CAPACITIVA 250 A e 630 A MODELO BPDE VERSÃO: JUL 07 / JAN 11 / JUN 13 ELOS Eletrotécnica Ltda. Rua Joinville, 3670 83.020-000 São José do Pinhais (Curitiba) PR BRASIL

Leia mais

Disjuntores Automáticos Modulares Disjuntores Automáticos modulares 1. Informações gerais

Disjuntores Automáticos Modulares Disjuntores Automáticos modulares 1. Informações gerais Aparelhagem Modular em calha DIN Disjuntores Automáticos modulares. formações gerais. Função Protecção contra correntes de curto-circuito Protecção contra sobreintensidades Corte Isolamento. Selecção Dados

Leia mais

3M Terminal Contrátil a Frio QT-II Série 5620

3M Terminal Contrátil a Frio QT-II Série 5620 3M Terminal Contrátil a Frio QT-II Série 5620 Corpo Isolador em Borracha de Silicone Classe Tensão 3,6/6 kv a 8,7/15 kv Ambientes Internos Boletim Técnico Março 2014 Descrição do produto Os conjuntos de

Leia mais

Acessórios Desconectáveis 600A

Acessórios Desconectáveis 600A 600A APLICAÇÃO Os Acessórios da Prysmian possuem uma concepção de projeto baseada no sistema plugue - tomada, porém para tensões, permitindo fácil conexão e desconexão de um cabo de potência, de um equipamento,

Leia mais

LINHA Bt100. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt100

LINHA Bt100. Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão. Bt100 LINHA LINHA CARACTERÍSTICAS CONSTRUTIVAS Dimensões Altura: 2200mm., Largura: 700/900/1100mm., Profundidade: 400/600/800mm. Outras configurações conforme consulta; Estrutura fabricada em chapa de 1,90mm.

Leia mais

1. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Diretoria de Infraestrutura

1. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO Diretoria de Infraestrutura 1. FINALIDADE MEMORIAL DESCRITIVO Fornecimento de energia elétrica a três edifícios da Universidade Federal do Sul da Bahia, com a sede sendo a Reitoria localizada na Rua Itabuna, s/n, Rod. Ilhéus Vitória

Leia mais

Entre (F / N), (F / PE) e (F / PEN) Tecnologia de proteção. Varistor de Óxido de Zinco - MOV Tempo de resposta

Entre (F / N), (F / PE) e (F / PEN) Tecnologia de proteção. Varistor de Óxido de Zinco - MOV Tempo de resposta VC L Dispositivo de Proteção contra Surtos (DPS) com tecnologia de proteção baseada na utilização de varistor de óxido de zinco (). -Três locais para marcadores/identificadores; -Encaixe em trilho ( linha

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA ENTRADA CLIENTE. Sumário

ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA ENTRADA CLIENTE. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Ramal de Entrada Subterrâneo 6.1. CE2H ES Poste de Concreto de Seção Circular 6.2.

Leia mais

Diego Amaral, 16 de Outubro de 2015 PPHV Para raios Workshop

Diego Amaral, 16 de Outubro de 2015 PPHV Para raios Workshop Diego Amaral, 16 de Outubro de 2015 PPHV Para raios Workshop Conteúdo Treinamento Para raios de Alta Tensão. Overview - O que é? - Para que serve?. Portfólio ABB - Para raios de baixa tensão - Para raios

Leia mais

Terminais e Emendas para Cabos Elétricos

Terminais e Emendas para Cabos Elétricos Terminais e Emendas para Cabos Elétricos Jul. 2015 QUEM SOMOS: A KIT Acessórios, com sede no Rio de Janeiro, vem se dedicando exclusivamente a produção de acessórios para cabos elétrico desde 1991. Em

Leia mais

Finalidade Fonte de Alimentação Proteção da Rede de Média Tensão Proteção contra Sobretensão: 2.5.

Finalidade Fonte de Alimentação Proteção da Rede de Média Tensão Proteção contra Sobretensão: 2.5. MEMÓRIAL DESCRITIVO 5 2.1. - Finalidade Traçar diretrizes básicas para a implementação dos projetos de iluminação externa do Campus Petrolina e iluminação da via de interligação entre o anel viário e os

Leia mais

3 Boletim Técnico Terminal Contrátil a Frio QTIII Série 7672 S8 (RW)

3 Boletim Técnico Terminal Contrátil a Frio QTIII Série 7672 S8 (RW) Boletim Técnico Terminal Contrátil a Frio QTIII Série 7672 S8 (RW) 1- Descrição do produto: O Terminal Contrátil a Frio M MR QTIII 7672-S-8 é um produto que atende os requisitos da norma IEEE 48 classe

Leia mais

Medium voltage products UniSec HBC Quadro de média tensão isolado a ar para a distribuição secundária

Medium voltage products UniSec HBC Quadro de média tensão isolado a ar para a distribuição secundária Medium voltage products UniSec HBC Quadro de média tensão isolado a ar para a distribuição secundária Quadro de média tensão isolado a ar para a distribuição secundária UniSec, o quadro de MT isolado a

Leia mais

K-FLEX K-FLEX TWIN SOLAR SYSTEM 32 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO

K-FLEX K-FLEX TWIN SOLAR SYSTEM 32 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO K-FLEX 32 UMA NOVA GERAÇÃO DE MATERIAIS DE ISOLAMENTO K-FLEX TWIN SOLAR SYSTEM K-FLEX SOLAR R Acoplamento rápido à compressão Sistema completo para instalações de painéis solares térmicos Fácil e rápido

Leia mais

REDE COMPACTA PARA-RAIOS. Sumário

REDE COMPACTA PARA-RAIOS. Sumário Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Estruturas de Transição Rede Compacta Rede Nua com Para-Raios 6.1. Estrutura CE3.N3

Leia mais

ECOM EMPRESA DE CONSTRUÇÕES, CONSULTORIA E MEIO AMBIENTE LTDA.

ECOM EMPRESA DE CONSTRUÇÕES, CONSULTORIA E MEIO AMBIENTE LTDA. PROJETO DE INSTALAÇÕES ELETRICAS DE BAIXA TENSÃO MERCADO DO SÃO JOAQUIM BAIRRO SÃO JOAQUIM, TERESINA - PI TERESINA PI AGOSTO/2014 MEMORIAL DESCRITIVO INST. ELÉTRICAS DE BAIXA TENSÃO 1.0 IDENTIFICAÇÃO Obra:

Leia mais

I. Fatores a serem considerados durante o Projeto

I. Fatores a serem considerados durante o Projeto I. Fatores a serem considerados durante o Projeto 1. Adaptação do projeto ao meio ambiente; 2. Escolha do nível de tensão; 3. Seleção dos condutores fase (tipo e tamanho); 4. Seleção dos cabos pára-raios;

Leia mais

0322, 0324, Válvula solenoíde piloto, de plástico

0322, 0324, Válvula solenoíde piloto, de plástico Válvula solenoíde piloto, de plástico Construção A válvula solenoíde piloto 3/2 vias de acionamento direto consiste de um eletroímã removível com revestimento em plástico e corpo da válvula em plástico.

Leia mais

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados.

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. Transmissores CA/CC Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. As Vantagens A classe de precisão é de 0,5 não há necessidade de reajustar as faixas comutáveis.

Leia mais

SUBESTAÇÃO AÉREA 225KVA PNT IND E COM DE PLASTICOS LTDA.

SUBESTAÇÃO AÉREA 225KVA PNT IND E COM DE PLASTICOS LTDA. Memorial descritivo e de cálculo SUBESTAÇÃO AÉREA 225KVA PNT IND E COM DE PLASTICOS LTDA. 1 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 2. IDENTIFICAÇÃO 3. CARACTERÍSTICAS DA SUBESTAÇÃO 4. PROJETO ELÉTRICO MEMORIAL DESCRITIVO

Leia mais

REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA

REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA REMANEJAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO AÉREA Redes de Distribuição de Baixa e Média Tensão CANOAS- RS MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO PROJETO EXECUTIVO 1. OBJETIVO: Fornecer informações necessárias sobre os

Leia mais

Foram projetados poços de aterramento com hastes de cobre e interligações feitas com solda exotérmicas e ligações mecânicas.

Foram projetados poços de aterramento com hastes de cobre e interligações feitas com solda exotérmicas e ligações mecânicas. SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. MEMORIAL DESCRITIVO... 4 2.1 SISTEMA DE ATERRAMENTO - CONCEPÇÃO... 5 2.2 SISTEMA DE ATERRAMENTO - MEDIÇÃO... 6 2.3 SISTEMA DE CAPTAÇÃO... 6 3. MATERIAIS APLICADOS... 7 3.1

Leia mais

Transdutores para Alta Tensão / Shunt

Transdutores para Alta Tensão / Shunt ProLine Tecnologia de Interface Transdutores para Alta Tensão / Shunt Medição confiável de correntes CC até na faixa de ka com alto nível de precisão A Tarefa As correntes a serem medidas são associadas

Leia mais

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA AMARRAÇÕES, DERIVAÇÕES E ATERRAMENTO

Sumário ORIENTAÇÃO TÉCNICA - DISTRIBUIÇÃO OTD REDE COMPACTA AMARRAÇÕES, DERIVAÇÕES E ATERRAMENTO Sumário 1. Objetivo 2. Âmbito de Aplicação 3. Documentos de Referência 4. Requisitos Ambientais 5. Condições Gerais 6. Amarrações e Ancoragens 6.1. Amarrações para Isoladores 6.2. Amarrações para Espaçadores

Leia mais

Proteção com Tecnologia e Qualidade

Proteção com Tecnologia e Qualidade Linha Eletromec Fusíveis e Seccionadoras, Minidisjuntores, Interruptores diferenciais residuais, Protetores contra Surto, Disjuntores em caixa moldada. Proteção com Tecnologia e Qualidade Tendo os produtos

Leia mais

Catálogo de Produtos. Soluções 3M. para Instalações Elétricas

Catálogo de Produtos. Soluções 3M. para Instalações Elétricas Catálogo de Produtos Soluções 3M para Instalações Elétricas Índice Pág. Fitas Isolantes Premium...3 Fitas Isolantes Uso Geral...5 Acessórios para Instalações Elétricas...6 Fitas Elétricas Especiais....9

Leia mais

Para-Raios 3EL2 Proteção Superior até 550 kv

Para-Raios 3EL2 Proteção Superior até 550 kv Certificado conforme IEC 60099-4 Edição 2.1 (2006) Para-Raios 3EL2 Proteção Superior até 550 Peso leve. Alto desempenho. Power Transmission and Distribution Simplesmente irresistível. Resistindo a desgaste

Leia mais

Medidor Trifásico SDM630D

Medidor Trifásico SDM630D Medidor Trifásico SDM630D MANUAL DO USUÁRIO Conteúdo 1 INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA... 3 1.1 PESSOAL QUALIFICADO... 3 1.2 FINALIDADE... 4 1.3 MANUSEIO... 4 2 INTRODUÇÃO... 5 2.1 ESPEFICICAÇÕES... 5 3 DIMENSÕES...

Leia mais

Família de produtos. Nutsteel. T= Tempo ou uso industrial E= Explosão N= Não acendível A= Segurança aumentada. Família de produtos.

Família de produtos. Nutsteel. T= Tempo ou uso industrial E= Explosão N= Não acendível A= Segurança aumentada. Família de produtos. ETEDEDO A CODIFICAÇÃO Tomada T TM A 2 10 A X 01 utsteel Família de produtos T= Tempo ou uso industrial E= Explosão = ão acendível A= Segurança aumentada º pólos 2 3 4 Modelo A = Cilíndrica baixa B = Cilíndrica

Leia mais

58.P3 58.P4. SÉRIE 58 Relé modular de interface 7-10 A

58.P3 58.P4. SÉRIE 58 Relé modular de interface 7-10 A SÉRIE SÉRIE 3 ou 4 contatos - relé modular de interface, 31 mm de largura, com conexão Push-in Interface ideal para sistemas eletrônicos e para PLC..P3.P4 Tipo.P3 3 contatos, 10 A Tipo.P4 4 contatos, 7

Leia mais

Utilização Eficiente de Canaletas Metálicas para a Prevenção de Problemas de Compatibilidade Eletromagnética em Instalações Elétricas

Utilização Eficiente de Canaletas Metálicas para a Prevenção de Problemas de Compatibilidade Eletromagnética em Instalações Elétricas Utilização Eficiente de Canaletas Metálicas para a Prevenção de Problemas de Compatibilidade Eletromagnética em Instalações Elétricas (EMField, short paper 02-2008) Ricardo L. Araújo*, Leonardo M. Ardjomand,

Leia mais

Chave Fusível Polimérica tipo MZ uso externo para distribuição

Chave Fusível Polimérica tipo MZ uso externo para distribuição Chave Fusível Polimérica tipo MZ uso externo para distribuição Página 1 de 6 A Chave fusível Polimérica tipo MZ foi desenvolvida para operar em redes de distribuição com tensões de 15, 27 e 38 kv. Especialmente

Leia mais

ATERRAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO NTD

ATERRAMENTO DE REDE DE DISTRIBUIÇÃO NTD Página: 1 de 9 Data Elaboração: Dezembro/07 Data Revisão : Setembro/08 1. Objetivo Esta norma tem a finalidade de uniformizar os procedimentos para especificação, execução, medição e inspeção dos serviços

Leia mais

CONSIDERAÇÕES SOBRE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA

CONSIDERAÇÕES SOBRE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA CONSIDERAÇÕES SOBRE INTERFERÊNCIA ELETROMAGNÉTICA. - 1 Todo o aterramento/conexão à terra e vinculação de terras (bonding) deverá atender aos códigos e regulamentos aplicáveis. Proteção de Circuito - 2

Leia mais

Função Atuação. no. G4 Flange 3/2 Solenóide/Mola 1,30 0, xxxx.*****

Função Atuação. no. G4 Flange 3/2 Solenóide/Mola 1,30 0, xxxx.***** Série 97105 Namur 3/ ou 5/ vias com placas adaptadoras, inclusive no fornecimento Comutação sem overlaping, função de comutação garantida mesmo com baixo fluxo de ar Retorno por mola na eventualidade de

Leia mais

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO

MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO MEMORIAL TÉCNICO DESCRITIVO Obra: Mirante de Santo Antônio Finalidade: Projeto de instalações elétricas de baixa tensão Local: Sítio Jatobá Piancó - PB Proprietário: Prefeitura Municipal de Piancó - PB

Leia mais

Fontes de Alimentação

Fontes de Alimentação ProLine Tecnologia de Interface Fontes de Alimentação Fonte de alimentação de 24 Vcc A Tarefa Os transmissores e condicionadores de sinais não alimentados pela malha de medição precisam de alimentação

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DA DISTRIBUIÇÃO COBERTURA TIPO MANTA PARA REPARO DE CONDUTORES COBERTOS CLASSE TENSÃO 15 e 35 kv

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DA DISTRIBUIÇÃO COBERTURA TIPO MANTA PARA REPARO DE CONDUTORES COBERTOS CLASSE TENSÃO 15 e 35 kv EMD-.014 1/06 DESENHO MANTA COBERTURA- CLASSE 15 kv Código Tensão Dimensões (mm) CEB (kv) Largura Comprimento 92020176 13,8 140 200 92020174 13,8 200 400 DESENHO MANTA COBERTURA CLASSE 35 kv Código Tensão

Leia mais

POSTOS DE COMANDO EM POLIAMIDA Tamanhos 1, 2 e 3 (segurança aumentada)

POSTOS DE COMANDO EM POLIAMIDA Tamanhos 1, 2 e 3 (segurança aumentada) POSTOS DE COMANDO EM POLIAMIDA Tamanhos 1, 2 e 3 (segurança aumentada) NA98603-24 Atmosferas explosivas Zonas 1 e 2, 21 e 22 - Grupos IIA, IIB e IIC Grau de proteção: IP 66 IEC 60529, CENELEC EN 60529

Leia mais

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA

ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA ÍNDICE SEÇÃO TÍTULO PÁGINA 1. INTRODUÇÃO 1 2. OBJETIVO 2 3. CAMPO DE APLICAÇÃO. 3 4. TERMINOLOGIA E DEFINIÇÕES 4 5. CONDIÇÕES GERAIS 6 6. AFASTAMENTOS MÍNIMOS 7 Afastamentos Mínimos entre Condutores e

Leia mais

2 Condutores Elétricos

2 Condutores Elétricos 2 Condutores Elétricos 2.1 Introdução O dimensionamento de um condutor deve ser precedido de uma análise detalhada de sua instalação e da carga a ser suprida. Um condutor mal dimensionado, além de implicar

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO 2. CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS 1. APRESENTAÇÃO

1. APRESENTAÇÃO 2. CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS 1. APRESENTAÇÃO smart CCM 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Os Centros de Controle de Motores de Baixa Tensão, modelo smart CCM são unidades modulares padronizadas, desenvolvidas em conformidade com a norma IEC 61439, garantindo

Leia mais

ProLine Tecnologia de Interface. Transmissores de Temperatura para Alta Tensão. ProLine P 44000

ProLine Tecnologia de Interface. Transmissores de Temperatura para Alta Tensão. ProLine P 44000 ProLine Tecnologia de Interface Transmissores de Temperatura para Alta Tensão Medição precisa de temperatura sob altas tensão de até 6,6 kv. Quando é preciso medir temperaturas com termômetros de resistência

Leia mais

SERVIçOS EM BUCHAS Trench França THE PROVEN POWER.

SERVIçOS EM BUCHAS Trench França THE PROVEN POWER. SERVIçOS EM BUCHAS Trench França Quem É Trench FranÇA? NOSSA PROPOSTA seu benefício A Trench França tem fabricado buchas e transformadores de corrente por mais de 60 anos. Anteriormente conhecida pelo

Leia mais

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e arcondicionado. Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado

Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e arcondicionado. Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado Medição eletrônica de pressão Transmissor de pressão para aplicações de refrigeração e arcondicionado Modelo R-1, com sensor metálico thin-film hermeticamente soldado WIKA folha de dados PE 81.45 outras

Leia mais

O que é Aterramento? É A LIGAÇÃO INTENCIONAL DE UM EQUIPAMENTO OU UM SISTEMA À TERRA DE MODO A CRIAR UM CAMINHO SEGURO E DE BAIXA RESISTÊNCIA.

O que é Aterramento? É A LIGAÇÃO INTENCIONAL DE UM EQUIPAMENTO OU UM SISTEMA À TERRA DE MODO A CRIAR UM CAMINHO SEGURO E DE BAIXA RESISTÊNCIA. ATERRAMENTO BT O que é Aterramento? É A LIGAÇÃO INTENCIONAL DE UM EQUIPAMENTO OU UM SISTEMA À TERRA DE MODO A CRIAR UM CAMINHO SEGURO E DE BAIXA RESISTÊNCIA. FUNÇÕES DO ATERRAMENTO Desligamento Automático

Leia mais

GE Industrial Solutions. Fix-o-Rail. Quadros de embutir e sobrepor. GE imagination at work

GE Industrial Solutions. Fix-o-Rail. Quadros de embutir e sobrepor. GE imagination at work GE Industrial Solutions Fix-o-Rail Quadros de embutir e sobrepor GE imagination at work Fix-o-Rail Quadros de distribuição de baixa tensão em conformidade com a Norma NBR IEC 60439-3. Fix-o-Rail são quadros

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA ILUMINAÇÃO PÚBLICA CONEXÃO A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

ORIENTAÇÃO TÉCNICA ILUMINAÇÃO PÚBLICA CONEXÃO A REDE DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA 1/6 1. Objetivo Estabelecer orientações técnicas da conexão dos condutores de alimentação da estrutura de iluminação pública com a rede de distribuição de energia elétrica. 2. Aplicação Iluminação pública.

Leia mais

Legrand Cabling Systems

Legrand Cabling Systems Legrand Cabling Systems Módulo VII Outras normas Visão geral sobre outras normas ANSI/EIA/TIA que possuem relação com a ANSI/TIA 568.C 03/2016 CENTRO DE SUPORTE TÉCNICO / FORMAÇÃO Paulo Morais (31) 9 9922-4489

Leia mais

SOLUÇÕES EM QUALIDADE DE ENERGIA Soluções em média e alta tensão

SOLUÇÕES EM QUALIDADE DE ENERGIA Soluções em média e alta tensão SOLUÇÕES EM QUALIDADE DE ENERGIA Soluções em média e alta tensão 2 Moving together 1. PAINÉIS METÁLICOS, FILTROS DE HARMÔNICOS E BANCOS DE CAPACITORES 1. PAINÉIS METÁLICOS, FILTROS DE HARMÔNICOS E BANCOS

Leia mais

Conteúdo. N.º do art.: MLC500T EX2 Cortina de luz de segurança, emissor

Conteúdo. N.º do art.: MLC500T EX2 Cortina de luz de segurança, emissor N.º do art.: 68040318 MLC500T30-1800-EX2 Cortina de luz de segurança, emissor A imagem pode divergir Conteúdo Dados técnicos Receptores apropriados Desenhos dimensionados Ligação elétrica Diagramas de

Leia mais

Documento sujeito a alterações. Moving together

Documento sujeito a alterações. Moving together INEMOTOR MT Documento sujeito a alterações. Moving together 2 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Os centros de controle de motores em média tensão, modelo Inemotor MT, são invólucros metálicos, isolados a

Leia mais

Aprovado: Leandro N. da Silva Equipamentos Pára-Raios de Distribuição Página 1 de 5

Aprovado: Leandro N. da Silva Equipamentos Pára-Raios de Distribuição Página 1 de 5 1. Objetivo Definir as características dos pára-raios de resistor não linear de óxido zinco, sem centelhadores,com invólucro polimérico, para instalação ao tempo, em postes, fabricadas de acordo com as

Leia mais

FINALIDADE RAMO DE ATIVIDADE. Pré-moldados CARGA INSTALADA

FINALIDADE RAMO DE ATIVIDADE. Pré-moldados CARGA INSTALADA FINALIDADE Este memorial refere-se ao projeto(de acordo com a NT-002/2011 R03 da COELCE) de implantação de uma subestação aérea de 225kVA, atendendo à BM Pré-Moldados LTDA. Localidade:, Rodovia BR 222,

Leia mais

1. TRANSFORMADORES DE CORRENTE Isolamento seco

1. TRANSFORMADORES DE CORRENTE Isolamento seco 1. TRANSFORMADORES DE CORRENTE Isolamento seco 4 INTRODUÇÃO Os transformadores de corrente foram desenhados para reduzir as correntes para valores tratáveis e proporcionais às principais originais. Separam

Leia mais

skido efetiva alternativa LED às lâmpadas fluorescentes de baixa potência principais vantagens

skido efetiva alternativa LED às lâmpadas fluorescentes de baixa potência principais vantagens SKIDO skido efetiva alternativa LED às lâmpadas fluorescentes de baixa potência CARATERíSTICaS LUMINária Estanquicidade do bloco óptico: IP 65 (*) Estanquicidade bloco acessórios: IP 65 (*) Resistência

Leia mais

Easy9 A melhor escolha

Easy9 A melhor escolha Easy9 A melhor escolha Segurança Conforto Praticidade > PROTEÇÃO DA INSTALAÇÃO Disjuntores modulares Easy9 A oferta de disjuntores modulares Easy9 é destinada ao comando e à proteção da instalação elétrica

Leia mais

PATCH PANEL LCS² - CAT.6 24 CONECTORES

PATCH PANEL LCS² - CAT.6 24 CONECTORES INDICE Pagina 335 61 335 64 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 1 2. APRESENTAÇÃO 1 3. INSTALAÇÃO 2 4. CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 2 5. CONEXÃO 2 6. DIMENSÕES GERAIS 2 7. CONEXÃO DO RJ45 2 7. CONEXÃO DO RJ45 3 8. NORMAS

Leia mais

Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos.

Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos. 1 Soluções inovadoras em fios e cabos elétricos. Somos um dos maiores fabricantes mundiais de fios e cabos, com mais de 170 anos de história de progresso contínuo em nível global e mais de 40 anos no Brasil.

Leia mais

Manual de instruções

Manual de instruções Manual de instruções Carregador de Bateria Monofásico Versão: 4 Sumario 1. Descrição---------------------------------------------------------------------- 3 1.1 Composição Básica----------------------------------------------

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DE LTs. Prof. Dr. Alexandre Rasi Aoki

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DE LTs. Prof. Dr. Alexandre Rasi Aoki CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DE LTs Prof. Dr. Alexandre Rasi Aoki AGENDA Cabos condutores Isoladores e ferragens Estruturas das LTs Cabos para-raios Prof. Dr. Alexandre Rasi Aoki TE-140 2 CABOS CONDUTORES Prof.

Leia mais

Fonte de Alimentação Remota

Fonte de Alimentação Remota GE Iluminação Guia de Instalação Fonte de Remota (Para as Séries EP e E) Características Para aplicação em locais remotos Adequado para locais secos ou úmidos ATES DE IICIAR eia cuidadosamente estas instruções.

Leia mais

3.5 mm distância entre pinos 1 contato 12 A Para c.i. ou base série 95 A2 A

3.5 mm distância entre pinos 1 contato 12 A Para c.i. ou base série 95 A2 A .3 =.7.3 =.7.3 =.7 Série 4 - Mini relé para circuito impresso 8 - - 6 A Características 4.3 4.5 4.6 e contatos - Baixo perfil (altura 5.7 mm) 4.3 - contato A (3.5 mm de distância entre pinos dos contatos)

Leia mais

Nas exigências de um determinado material deve prevalecer, respectivamente, o exigido:

Nas exigências de um determinado material deve prevalecer, respectivamente, o exigido: MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS DE DISTRIBUIÇÃO SUBSISTEMA NORMAS E ESTUDOS DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS DE DISTRIBUIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-313.0048 EQUIPAMENTOS 1/16 1. FINALIDADE

Leia mais

Amplificador Eletrônico pq 11

Amplificador Eletrônico pq 11 Amplificador Eletrônico pq 11 Controla um solenóide proporcional Instalado diretamente sobre a válvula Opera com sinais teóricos de tensão ou corrente Admite operação de CLP Circuitos compensadores de

Leia mais

Painéis de Média Tensão

Painéis de Média Tensão Painéis de Média Tensão ARCO INTERNO APROVADO 20kA/1s CEPEL - RJ Sumário Apresentação... 2 Principais Componentes... 3 Células de Entrada/Saída e Transição... 4 Células de Seccionamento... 5 Células de

Leia mais

Dados técnicos. Dados gerais. Tipo de saída Intervalo de comutação s n 4 mm

Dados técnicos. Dados gerais. Tipo de saída Intervalo de comutação s n 4 mm Designação para encomenda Características Distância de conexão elevada mm nivelado Homologação ATEX para zona 2 e zona 22 Acessório BF 2 EXG-2 Dados técnicos Dados gerais Função de comutação Normalmente

Leia mais

Contatores e combinações de contatores

Contatores e combinações de contatores Dispositivo 5/06/005 :7 Page 7 RH Tamanho Posição de montagem Os contatores são projetados para fixação em superfície vertical. cionamento em C e CC Montagem em superfície horizontal (somente para RH cionamento

Leia mais

IV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ENGENHARIA INERCIAL MONTAGEM QUALIFICADA DE CIRCUITOS ELETRÔNICOS PARA APLICAÇÃO ESPACIAL

IV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ENGENHARIA INERCIAL MONTAGEM QUALIFICADA DE CIRCUITOS ELETRÔNICOS PARA APLICAÇÃO ESPACIAL IV SIMPÓSIO BRASILEIRO DE ENGENHARIA INERCIAL, 9'6$%(, 1 PALESTRA MONTAGEM QUALIFICADA DE CIRCUITOS ELETRÔNICOS PARA APLICAÇÃO ESPACIAL Alirio Cavalcanti de Brito 17 de novembro de 2004 MONTAGEM COM QUALIFICAÇÃO

Leia mais

Conteúdo. N.º do art.: MLC510R14-450H/A Cortina de luz de segurança, receptor

Conteúdo. N.º do art.: MLC510R14-450H/A Cortina de luz de segurança, receptor N.º do art.: 68017104 MLC510R14-450H/A Cortina de luz de segurança, receptor A imagem pode divergir Conteúdo Dados técnicos Emissores apropriados Desenhos dimensionados Ligação elétrica Operação e indicação

Leia mais

Catálogo de Lâmpadas de LED Ano: 2012

Catálogo de Lâmpadas de LED Ano: 2012 Catálogo de Lâmpadas de LED V.2012.C06 Iluminação LED O mercado de iluminação está passando por mais uma revolução no que se refere à forma de emissão da luz elétrica, possibilitando novas aplicações e

Leia mais

Série 41 - Mini relé para circuito impresso A. Características. Conexão plug-in / Relé circuito impresso

Série 41 - Mini relé para circuito impresso A. Características. Conexão plug-in / Relé circuito impresso Características 1 e 2 contatos - Baixo perfil (altura 15.7 mm).31-1 contato 12 A (3.5 mm de distância entre pinos dos contatos).52-2 contatos 8 A (5 mm de distância entre pinos dos contatos).61-1 contato

Leia mais

Luminária AlphaLED Ex nc / Ex tb (com alojamento p/ driver)

Luminária AlphaLED Ex nc / Ex tb (com alojamento p/ driver) Luminária lpha Ex nc / Ex tb (com alojamento p/ driver) YnC Não centelhante, à prova de tempo e jatos d água. Características Construtivas Luminária a prova de tempo e para área explosiva, com corpo, tampa,

Leia mais

INVERSOR DE EMERGÊNCIA SLIM

INVERSOR DE EMERGÊNCIA SLIM INVERSOR DE EMERGÊNCIA SLIM O Inversor de Emergência SLIM trata-se de um dispositivo que deve ser acoplado juntamente com um reator, transformando as luminárias fluorescentes em sistemas de iluminação

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ESTIMATIVA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA ESTIMATIVA MÊS DE REFERÊNCIA DOS S: MAIO / 2009 ITEM MATERIAL UN QUANT. 1 REDE DE DISTRIBUIÇÃO: Rede de distribuição a ser executada parte no sistema embutido e parte no sistema aparente com eletroduto de pvc, fiação,

Leia mais

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas

VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria. Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas VBWK Módulo de Entrada em MT para Instalações em Alvenaria Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Solução Integrada para Instalações em Alvenaria O kit de entrada em média tensão VBWK

Leia mais

Conteúdo. N.º do art.: MLC500T H/A Cortina de luz de segurança, emissor

Conteúdo. N.º do art.: MLC500T H/A Cortina de luz de segurança, emissor N.º do art.: 68016115 MLC500T14-1500H/A Cortina de luz de segurança, emissor A imagem pode divergir Conteúdo Dados técnicos Receptores apropriados Desenhos dimensionados Ligação elétrica Operação e indicação

Leia mais

Aquecimento de espelho por infravermelhos

Aquecimento de espelho por infravermelhos 30 Os aquecedores de espelhos por infravermelhos são de construção em grande parte idêntica à dos aquecimentos de vidros e quadros. No entanto, para a superfície é usado um vidro de espelho especial resistente

Leia mais

Distribuição e proteção de circuitos elétricos de baixo tensão Correntes nominais ajustáveis Correntes nominais até 1600A Disparador eletrônico de

Distribuição e proteção de circuitos elétricos de baixo tensão Correntes nominais ajustáveis Correntes nominais até 1600A Disparador eletrônico de Distribuição e proteção de circuitos elétricos de baixo tensão Correntes nominais ajustáveis Correntes nominais até 1600A Disparador eletrônico de sobrecorrente para sobrecarga e curto circuito Conformidade

Leia mais

O aterramento é uma instalação imperativa em todos os equipamentos e sistemas elétricos visandosobretudo dar segurança aos usuários.

O aterramento é uma instalação imperativa em todos os equipamentos e sistemas elétricos visandosobretudo dar segurança aos usuários. ATERRAMENTO Hamilton N. R. Schaefer Depto de Física UFSC Florianópolis SC O aterramento é uma instalação imperativa em todos os equipamentos e sistemas elétricos visandosobretudo dar segurança aos usuários.

Leia mais

Materiais Elétricos Lançamentos/2016

Materiais Elétricos Lançamentos/2016 WWW.SOPRANO.COM.BR Materiais Elétricos Lançamentos/2016 Botoeiras e Sinalizadores A linha de botoeiras e sinalizadores foi projetada para o mercado de automação de máquinas, acionamentos e comandos comerciais

Leia mais

LUMINÁRIA FLUORESCENTE (segurança aumentada)

LUMINÁRIA FLUORESCENTE (segurança aumentada) LUMINÁRIA FLUORESCENTE (segurança aumentada) NA96372-73 NA96534-55 Atmosferas explosivas Zonas 1 e 2, 21 e 22 - Grupos IIA, IIB e IIC Grau de proteção: IP 66/67 NBR IEC 60079-10, NBR IEC 60079-1, NBR IEC

Leia mais

Proteção contra sobretensão e filtro antiparasitário

Proteção contra sobretensão e filtro antiparasitário roteção contra sobretensão e filtro antiparasitário roteção contra sobretensão para alimentação de energia O sistema completo Os equipamentos de proteção da família "compact" oferecem um conceito de instalação

Leia mais

Memória Descritiva Descarregadores de Sobretensão

Memória Descritiva Descarregadores de Sobretensão Memória Descritiva Descarregadores de Sobretensão Memória descritiva DST - 17/04/08 1 Índice Generalidades... 3 1. Descarregadores de Sobretensão Tipo 1... 4 1.1. Descarregadores de sobretensões PRF1 Master...

Leia mais

Pressostatos de ar e água CS

Pressostatos de ar e água CS Ficha técnica Pressostatos de ar e água CS Os pressostatos CS possuem ajuste de faixa, ajustável, e um contato integrado de três polos operado por pressão. Sua posição de contato depende da pressão no

Leia mais

C HAVE FUSÍVEL T IPO MZ PARA DISTRIBUIÇÃO

C HAVE FUSÍVEL T IPO MZ PARA DISTRIBUIÇÃO C HAVE FUSÍVEL T IPO MZ PARA DISTRIBUIÇÃO Página 1 de 7 A Chave fusível tipo MZ foi desenvolvida para operar em redes de distribuição, nas tensões de 15, 27 e 38 kv. Especialmente projetada para proteger

Leia mais

DISJUNTORES. Funções. b Proteção contra curtos-circuitos b Proteção dos cabos contra sobrecargas 1P. Disjuntores. 2P Disjuntores.

DISJUNTORES. Funções. b Proteção contra curtos-circuitos b Proteção dos cabos contra sobrecargas 1P. Disjuntores. 2P Disjuntores. 5 ka 127/230 V - 3 ka 230/400 V NOVIDADE NOVIDADE NOVIDADE DISJUNTORES b Proteção contra curtos-circuitos b Proteção dos cabos contra sobrecargas 2 A - EZ9F33102 4 A - EZ9F33104 6 A EZ9F13106 EZ9F33106

Leia mais

Sensor transmissor sensor do valor de medição Construção

Sensor transmissor sensor do valor de medição Construção Sensor transmissor sensor do valor de medição Construção GEMÜ 12 Sensor transmissor com contato Reed (alternador) biestável instalado. GEMÜ 1251-1257 Sensor transmissor com contato Reed (NA) biestável

Leia mais

Motores Energia Automação Tintas

Motores Energia Automação Tintas Motores Energia Automação Tintas Automação Minidisjuntores MDW Disjuntores em Caixa Moldada Predial DWP Interruptores Diferenciais Residuais RDW Dispositivo de Proteção Contra Surto SPW Índice Minidisjuntores

Leia mais

CUIDADO! ELETRICIDADE CUIDADO! ELETRICIDADE CUIDADO! ELETRICIDADE CUIDADO! ELETRICIDADE PLANTA BAIXA MEDIDAS EM: cm BEP 1 x Ø4" VISTA FRONTAL MEDIDAS EM: cm VISTA CORTE LATERAL: A-A" MEDIDAS EM: cm Av.

Leia mais

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO

1. FINALIDADE. Estabelecer os requisitos a serem atendidos para o fornecimento de medidor eletrônico de energia elétrica. 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0015 MEDIDOR ELETRÔNICO DE ENERGIA ELÉTRICA COM SAÍDA RS485 1/8 1. FINALIDADE Estabelecer os requisitos a

Leia mais

FieldLink MC. para controle de movimentos

FieldLink MC. para controle de movimentos FieldLink MC para controle de movimentos A LEONI Business Unit Industrial Solutions oferece uma grande variedade de produtos para cabeamento de acionamento, atendendo às tendências em relação à complexidade

Leia mais

Caixa de Junção em alumínio Ex e / Ex ia

Caixa de Junção em alumínio Ex e / Ex ia Tomadas/Plugs Painéis Caixa de Junção em alumínio Ex e / Ex ia Segurança aumentada, tempo e jatos potentes d água Características Construtivas Caixa de junção com régua de bornes, montada em invólucro

Leia mais

Dimensões (em mm; 1 mm = 0,03937 polegadas) Z6F; Cargas nominais 5 kg até 500 kg. Z6; Carga nominal 500 kg (G), 1 t (F) B

Dimensões (em mm; 1 mm = 0,03937 polegadas) Z6F; Cargas nominais 5 kg até 500 kg. Z6; Carga nominal 500 kg (G), 1 t (F) B Célula de Tipo Bending Beam Z6 U Fole de metal soldado U s nominais: 5 kg t U Células de carga e acessórios para montagem fabricados com materiais à prova de ferrugem U Precisão de até 6.000 divisões em

Leia mais

SPDA - SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFERICAS ( PARA-RAIOS ) Principais mudanças da norma NBR5419-Parte 3

SPDA - SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFERICAS ( PARA-RAIOS ) Principais mudanças da norma NBR5419-Parte 3 SPDA - SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGAS ATMOSFERICAS ( PARA-RAIOS ) Principais mudanças da norma NBR5419-Parte 3 A nova norma NBR5419 teve com o diretriz a IEC 62305 e se divide em 4 partes bem distintas,

Leia mais

Projetor Ex nr / Ex tb (com alojamento p/ reator e auxiliares)

Projetor Ex nr / Ex tb (com alojamento p/ reator e auxiliares) Projetor Ex nr / Ex tb (com alojamento p/ reator e auxiliares) AZnR16 Respiração restrita e jatos potentes d água Características Construtivas Projetor industrial com corpo e tampa fabricado em liga de

Leia mais

AVISO. Guarde Estas Instruções Utilize somente de maneira informada pelo fabricante. Caso tenha alguma pergunta, comunique-se com o fabricante.

AVISO. Guarde Estas Instruções Utilize somente de maneira informada pelo fabricante. Caso tenha alguma pergunta, comunique-se com o fabricante. GE Iluminação Guia de Instalação Luminária LED Albeo Iluminação Linear (Série ALC4) Características 5 anos de garantia Classificada para locais úmidos ANTES DE INICIAR Leia cuidadosamente estas instruções.

Leia mais