;j; :';i. DISCURSOS CONT[l)()S NESTE VOLUME. -e reclamação contra o ll!lênclo do seu noticiário. de Novaes de outubro... Comunista...

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download ";j; :';i. DISCURSOS CONT[l)()S NESTE VOLUME. -e reclamação contra o ll!lênclo do seu noticiário. de Novaes... 82. . 29 de outubro... Comunista..."

Transcrição

1 ;j; :';i DISCURSOS CONT[l)()S NESTE VOLUME. ALFREDO NEVES: Aniversário da Repüblica Portug uêsa,.manifesto do 'Partido Comuni-sta Português. Emendas ao projeto de regimento ~ e Discordando de homenagens requeridas Págs. Pesar pelo falecimento de funcionário da Casa Emendas ao proieto de regimento , 124 e 134 Pesar pelo falecimento do jornalista Mario Alv es ALOYSIO DE CARVALHO:. Pedindo esclarecimentos sôbre a publicação da Constituição Federal Publicação.ct:e documentos e congratulações pelo advento da Constltu!Qão e 149 Crédito para serviços contra.gafanhotos ATTILIO. VIV ACQUA:. 29 de outubro.....enquadramento de sindicatos. Confederaéão N a c l o n a 1 de Trabalhadores.... CARLOS PRESTES: CongM.tulações pelo 120. aniversário do "Jornal do Comércio" -e reclamação contra o ll!lênclo do seu noticiário a respeito dos discursos dos representantes do Par t i d o Comunista.... Crédito para serviços contra gafanhotos,. neces;;ldlvie de esclarecimentos nos pedidos... Crise econômica; inflaqão, compras de letras de exportação e d~lclt orçamentário. Lucros das grandes lnd'o.strla:s. Defla.çll.o. Recolhi-mento dos Págs. saldos orqamentárlos dos Estados aos cofres federais; outra.s sugestões. O Partido Comunista e.as atlvldades policiais. Apoio ao Govêrno. Serviços pú.blicos.., O golpe de 29 de outubro CLODOMIR CARDOSO: Pesar pelo falecimento do Mi nistro Waldemar Falcão ETELVINO LINS: Emendas ao projeto de reg! mento e 83 Consulta sob;:e dispensa de publicação do proj,eto de regimento... ; Discordando de homenagens 're querida.s pelo Sr. Henrique de Novaes FERREIRA DE SOUZA: Eleição e instalação da Mesa; nú.mero dos seus membros; aplicação do reg!lneuto. vigente em 19 3 O Comissão para -elaborar o projeto de regimento.... Explicação sobr-e os trabalhos da Comissão de Regimento 14 Pesar por desastre na aviação. brasileira ; Informando que a Comissão de Regimento entregou à. Mesa o projeto. Indicação para discussão e votaqão Emendas ao projeto de regimento.. 27, 75,. 77, 123 e 134 -Congratulação pelo 120. aniversário do "Jornal do Ccelo" Parecer da Comissão de Regimento sôbre emendas ao projeto; consulta sôbre discussão independente de prazo 112 Nomeação para o Supr.emo Tribunal Federal e 18! Separação de e.mendas com pa.~ receres contrários e favoráveis...,... 13G

2 ~ ~---~---~-" ""'".,... -X- Págs. Projeto de regimento.. Publlcaçil.o e inclusão na ordem do dia Pesar pelo falecimento do parlamentar Sebastião do Rego Barros. Declaração de voto. 19G FLAVIO GUIMARÃES: Decreto-lei e decr'lto executivo 248 HAMILTON NOGUEIRA: Consulta sobre sessões aos sábados Demissão de funcionários da Organização Lage Epidemia de tifo.. 18, 70, 87 e 105 Çrêd!to para serviços contra fanhotos, necessidades de es- clarecimentos nos pedidos. 28 Retlficaçilo de discurso; sugestão para o aproveitame.nto de hospital de emergência para doentes de tifo Discordando -d e h'omenagens re.queridas Substituição de expressão em requerimento Polftica internacional; protesto contra a condenação do arcebispo primaz da Iugoslávia 122. Aspectos -médico-sociais.do Brasil; hosp!tai.s e depósitos de doentes. Requerimento sobre O Sanatório de Belém de Põrto Alegre A questilo do tifo no Distrito. Federal..Ata da Sociedade Brasileira de Higiene H5 Hospital de Clrnica na Faculdade de Medicina Problema dos gêneros de primeira necessidade, carência de transporte O golpe de 29 de outubro J'acques Maritain e o I>ensamento cristfi.o. Partido de Rep resentacfi.o Popular. In te grallsmo e integralistas Contederacão N a c i o n a 1 doe Trabalhadores; unidade e I>lU ralldade sindical, Q u e S t ll. o <lonstitucional :EENRIQUE DE ~OVAES: lromenag.ern. Requerimento de ln!!criclto nos ana!s e 1!.1 Págs, Usina de Volta Redonda. MInério de ferro e carvão mctalürgico Homenagem a Santos Dumont., 223 IVO D'AQUINO: Congratulações pelo 120. aniversário do" Jornal do Comércio" Crédito para serviços contra gafanhotos Aniversário da República Portuguêsa, -sua lei constitucional e organização do Estauo 67 Epidemia de tifo..., Concordando com substitutivo do Sr. Hamilton Nogueira. 83 Nomeação para o Supremo " Tribunal Federal. Sessão se creta. Voto.secreto 113, 132 e 193 Indicação do Sr. Ferreira de Souza, sobre emendas ao projeto de regimento Voto de congratulações, au _.d.iência -das comissões, prazo para parecer..., Requerendo se Inclua na ordem do dj.a a eleição das co missões permanentes 184 Licença ao Pre-sidente e Vice Presldent e da República para se ausentarem do Pa!s, lei a respeito.e sua promulgação, art. 71 da. Constituição 186 Eleição das comissões parmanestes Licença para o Senador Alfre do Neves :fazer parte de embaixada Crise de produção e transporte. Projeto de decreto do Poder Ex-ecutivo. Confe;deração Nacional dos Trabalhadores Competência do presidente da Repübllca Competência para a nomeação de comissão mista do Senado e'. da ca.mara... ' ll Proj,eto de decreto I>Ublicado em jornais particulares e de creto publicado no "Diário Oficial"; explicação e O b r e discurso anterior.,.., l!60 JO.ii.O VILLASBOAS: Requerendo 1nfor.mac1Jils l!iobre nomeações para o Supremo Tribunal Federal, Tribunal de Contai! e missões diplo mdt1ca.s... ~... _,,,, f :21

3 " : -.::-:;- ~ :-::-.:::,-::::_..:-::,::: :-=:=-:::-_-_-_..; ,.._... -XI Págs. Págs. O 29 de outubro e a ação armada da Democracia 243 MATHIAS OL YMPIO: Discursos lidos. Observações.contra a contribuição d as instituições de previdência para a Fundação Rio Branco Fundação Rio Branco; pedido de. informações Dinheiros dos Institutos de apo.sentadorias C pensões, desvio; Fundação Rio Branco e Instituto Rio Bra,nco:. Instituto Bra,sile!ro de Educação, Ministério do Exterior, alu-.n.os de cor; aposent adoria de diplomatas, conflito com a Constituição. Questão de competência para subscrever informações dadas ao Senado pelas secretarias de Estado. 152 MELLO VIANNA: Regimento do Congresso Na 'cional...,... ~ NOVAES FILHO: 'Homenagem à memória do Conselheiro Antônio Gonçalves Ferreir a pelo centenário do seu nascimento Pesar pelo falecimento do 1\rinistro Waldemar Falcão Protesto contra á condenação do arcebispo primaz da Iugoslávia Pesar pelo falecimento do parlamentar Sebastião do Rego Barros PINTO ALEIXO: Usina de Volta Redonda, congratulações pela inauguração 132 PLINIO POMPEU: Pesar pelo falecimento, do MInistro Waldemar Falcão 34 Proposta de orçamento organizada. pelo Departamento Administrativo do Serv1co.Ptlbl1co. Economia e transporte 155 PRESIDENTE: ln5tala.cão do Senado...: Qi Ex:oHcação!SObre a publlcacll.o da Constitui cão, :... U Con~ulta tsobre eeseoes aoe ed. bados ).{anlfestação pelo 120. ant versár1o do Jornal do Com,rc1o""'. _,. ~...,.._,... : l l. Sugestão para o regimento 18 Pesar por desastre na avlaçfio brasileira Dispensa de parecer escrito ou oral Emendas ao parecer de regimento e 83 Submetendo à dellljeração do Senado homenagem requerida. Qu-estão regimental Comunicando agradeci-mentos do "Jornal do Comércio" a homenagem do Senado 78 Publicação do projeto de regl.mento no Diário do Congresso Preparação das emendas da Comissão de Regimento com pareceres contrários e favoráveis Projeto de regimento. Publicação e inclusão na ordem do dia Convite ao Senado para se fazer representar -na posse do Presidente da República do Chile.. Consulta sobre.. a nomeação do Senador Alfredo Neves para a. representação. 184 Colaboração dos membr:os da Mesa em outras comissões; exceção Eleição das comissões permanentes; nomeação para o Supremo Tribunal Federai Sessões secret-as Suspendendo os trabalhos. Deliberação da Mesa Voto.s congratulat6rios e semelhantes; disposição regimental..., Proposição que depende de apelamento e discussão; artigo-.95 do regimento Q.uorum para apelamento a proposições Comissão para organizar o regimento do Congresso Nacional SObre dispensa. de parecer, artigo 90 do regimento..., 226 Consulta sobre inscrição de documentos nos anais; decisl!.o 262 Votos de felicidades aos Senadores Que representam o Senado no Chile..., 254 WALDEMAR PEDROSA: Apresentando emendas ao pro- 1eto de regimento,,,. 83,

4 I 91 '!li\1 :Wtl ~., l '~.. :,.,(!,.,.,, i '/;:.., :ú ~;;~.,.. ', ~.. MAT.Il:RIAS CONTIDAS NESTE VOLUMÊ I ' ALUNOS DE COR: Pá.gs. Exclusã.o de cargos p1lbllcos 152 APOIAMENTO: Exigência de Quormn para APOSENTADORIA DE DIPLO MATAS: Dlscur.so do. Sr. Mathlas Olymplo ARCEBISPO PRIMAZ DA IUGO SLáVIA: Protesto contra a sua condenação e 149 ASPECTOS""MlllDICO-SOCIAIS DO BRASIL: Discurso do Sr. Hamilton Nogueira ATIVIDADES POLICIAIS: Discurso do Sr. Carlos Prestes 114 AVIAÇÃO BRASILEIRA: Pesar por desastre.. 19 CHILE: Representaçli.o do Senado na posse do Presidente da Re.p1lblica do -....!84 e 225 COM1CIOS P'úBLICOS: Discurso do. Sr. Carlos Prestes 114 COMISSõES: Relação das Elelgão dos membros das e COMISSÃO MISTA: 191 Requerimento n Competência para a nom.,acli.o 225 de -, COMPETll:NCIA.: Do prcsldtmte da Rep'O.blica. 251 CON.FEDERAÇÃO NACIONAL DO TRABALHO: Pág-s. Projeto de decreto do Presidente da Rep1lbllca, explicações do Sr. Ivo d'aqulno sobre ato do Pod er Executivo Explicacões do Sr. Hamilton Nogueira... _ CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES: Projeto de decreto Instituindo a CONFEDERAÇÃ'o NACIONAL DE TRABALHADORES NA INDúS TRIA: Expllcaçã.o do Sr. Attllio Vlvacqua Decreto n CONST1TUI0Ã0 E. CONQUISTAS DEMOCRáTICAS: Publlcaçã.o de docu.mentos e congratulações recebidas pelo seu advento CONSTITUIÇÃO FEDERAL: Pedido de esclarecimento sobre :Pu b1lcaçãó da Expll,cacão do Sr. Presidente.sObre publicaçli.o da Congratulações pela publicaçli.o da CRISE ECONOMICA: Di:;curso do Sr. Carlos Prestes 114 DECRETO-LEI E DECRETO EXECUTIVO: Explicação do Sr. Flávio Guimarães DECRETO: N Reconhece a Confederaclto Nacional. dos Tl'abalhadores nas Indllstrlas 264 DECT... ARAÇÃO DE VOTO: Do Sr. FerNiir:~o de Souza 19G

5 -XIV- DISCURSOS LIDOS: Págs, Observações do Sr. Mathlas Olymplo...,..., DOENTES DE TIFO: Hospital de emergência 76 DOCUMENTOS: Referidos :De lo Sr. Ivo d' Aquino em discurso..., ECONOMIA E TRANSPORTE: Discurso do Sr, Plfnio Pompeu 155 EMENDAS: Ao projeto de regimento, 95, e 140 ENQUADRAMENTO DE SINDI CATOS: D~scurso do Sr. Attilio Vlvacqua 252 FUNDAÇÃO RIO BRANCO: Observação contra as contribuições das Instituições de previdência Pedido de informações ao Ministério das Relações Exte-.. r!ores sôbrc contribuições das instituições de previdência 82 HOMENAGEM: Centenário do nascimento do Conselheiro AntOnio Gonçalves Ferreira Discurso do Sr. Hamilton Nogueira HOSPITAIS E DOEN'.l,'ES: DEPóSITOS DE Discurso do Sr. Hamilton Nogueira INDICAÇõES: N. 1 - Instalação e eleição da Mesa. Comissão para elaborar o projeto de regimento.. 3 N. 2 - Inicio das sessões N. 3 - Discussão e votaçãodo projeto de regimento INCLUSÃO. NOS ANAIS: Discursos discordando de - de requerimento de h o m enagens SO, 81...,... e 82 INSTALAÇÃO DO SENADO: Discurso do Sr. Presidente 5 INSTITUTO DE APOSENTADO RIA E PENSõES: Desvio de dinheiro.,..., Págs, INSTITUTO RIO BRANCO E FUNDAÇÃO RIO BRANCO; Diferenças e atlvldades que caracterizam essas duas entidades..., 152 INTEGRALISMO E INTEGRA LIST.4..S: Discurso do Sr. Hamilton Noguelra..,...,,.,.,,,,, 255 JACQUES MARITAIN: Discurso do Sr. Hamilton Noguelra JORNAL DO COMÉRCIO: Congratulações pelo seu 120. aniversário..., 29, 30 e 31 Omissão de notrclas parlamentares....,..., LICENÇA: Para o Vlce-Presidente da Repú.blica representar o Brasil na posse do Presidente eleito do Chile... ;.... Para o Senador Alfredo Neves fazer. parte da e'mbaixada ao Chile e MESA: Instalação, eleição e dos seus membros MEMBROS DA MESA: número Eleição dos -... Ex.ceção para colaborarem em outras comissões..,... NAVEGAÇÃO.AÉREA: Homenagem a Santos Dumont. NECESSIDADES DO POVO: Problema dos gêneros de primeira necessidade, carestia, transporte, racionamento, NOMEAÇÃO PARA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL: Discursos..... ' e 132 Sessão secreta. e voto secreto 132 NOMEAÇõES NÃO APROVADAS PELO SENADO: Ministros do Supremo Tribunal F.ederal e do Tribunal de Contas e chefes de missões diplomátlc~s. Informações ric qucrldas pelo Sr. VlllasbOas. 21 ( I.I I I,

6 -XV- / ORÇAMENTO: Pá.gs. Proposta do Departamento Administrativo do Serviço Pübllco _ ORGANIZAÇÃO LAGE : Demissão de funcionários PARECER: Dispensa de - escrito ou oral 39 N. 1 - Da Comissão de Regimento sobre emend as ao projeto... : N. 3 - Da Comissão de Constituição e Justiça sobre homenagem a Santos Dumont 228 N. 4 - Da Comissão de Constituição e Ju-stiça sobre congratulaçõe::; pela data de 29 de outubro Dispensa de -,. e,xpllcação do Sr. Presidente, art. 90 do Regimento PARTIDO DE REPRESENTAÇÃO POPULAR: Discurso do Sr. Hamllton Noguelra PESAR: Pelo falecimento de funcionário da Casa Pelo falecimento do Ministro Waldemar Falcão. 3-1, 35 e 36 Pelo. falecimento do j,ornalista Mario Alves....., Pelo falecimento do parlamentar Sebastião do Rêgo Barros 19 5 PROJETO: N..1 - Modifica a competência do tribunal do jürl e dá outras providências... PROJETO DE DECRETO: Do Sr. J;vo d'aquino, instituindo a Confederação Nacional dos Trabalhadores... PROJETO DE RESOLUÇãO: Págs N Autoriza o Sr. Nereu Ramos, Vice-Pre.sldente da Repüblica, a ausentar-se do Pars N. 3 - Concedendo licença ao Sr. Alfr.edo Neves para representar o Senado na posse do Presidente da Repübllca do Chile PROPOSIÇÃO: N. 1 - Crédito para combater a praga de ga-fanhotos.. 37 PROPOSIÇãO DEPENDENTE DE APOIAMENTO: Art. 95 do regimento, e:x:pl!cação do Sr. Presidente 225 PROTESTO: Contra a condenação do arcebispo pri.maz da Iugoslávia 122 e 149 PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO DO CONGRESSO: Projeto, emendas e parecer da Comlssãc:> de Regimento, decisão do Sr. Presidente Declaração de voto do Sr. Ferreira de Souza QUESTÃO DE COMPETlllNCIA: Para subscrever informações dadas ao Senado pelas secretarias de Estado POLíTICA INTERNACIONAL: Discur.so do Sr. Hamilton Noguelra QUORUM: Para apelamento de proposições PORTUGAL:. Aniversário da Rep.übllca Portuguê.sa; Portugal e as. Nações Unidas; democrarla, fasc~smo e corporativismo; Partido Comunista. Português: discurso do Sr. Carlos Pr.e.stes PRAGA DE GAFANHOTOS: Discursos diversos... 37, 38 e 39 PRODUÇXO: Causas da crise, discurso do Sr. Ivo d' Aquino ih REGIMENTO: Aplicação do vigente -em Comissão para elaborar o projeto de Explicação sôbre os trabalhos da Comissão de Entrega do projeto elaborado. Indicação para discussão e votação Prazo para emendas ao projeto de -... :... 27, 75 e 77 1ntegra do projeto do - ;.. 40

7 -XVI- Págs. Pãgs. Emendas ao projeto de , 77, 83, 95, 123, 124, 136 e 140 Projeto de - Se ~!gurará na ordem do dia Designação de relator para separação e apreclaç!l.o de emendas ao projeto de - Discussão e votação Separação das en:iendas com pareceres favor.áve!s e contrários , 136 e 140 R edaçlto final do projeto de Resolução n. 1, Reg-imento Interno do Senado Do Congresso Nacional e 225 REPúBLICA PORTUGU:Il:SA: Aniversário da - à!scursos, G4, 67 e RELAÇÃO: Das comissões.... REQUERIMENTO: N. 1 - Solicitando ao Minls~ têrlo da Eãucaçlto e Saüde lnformações.sobre surtos épldêmicos.... N. 2 - Solicitando ao Presidente da Rep1lblica Informações sobre nomeações de ml.nlstos do Supremo Tribunal Federal e do Tribunal de Contas e de chefes de missões diplomáticas, nlto aprovadas pelo Senado.... N. 3 - Demissão. de funcionários da Organização Lag e N. 4 - Pesar pelo falecimento do Ministro Waldemar Falcão 34 N. 5 - Fundação Rio Branco,.contrl)lu!ção das ln.stitulções de previdência N. 6 -'-Solicitando!nformações ao Ministério da Educação e Sa1lde sobre o Sanatório de Belém em POrto Alegre N. 7 - Homenagem a Santos' Dumont N. 8 - Comissão paro organizar o regimento do Con-..gresso Nacional N Congratulações pela (lata -de 29 de outubro De congr.a.tulal)ões,pela 120. anlversãrio do "Jornal do Comêrclo"..... _,._.... ~ Solidariedade com o povo português pelo anlversá.rio da. Repllbllca do seu pa1s !"lscordando do - do Sr. Ferreira de Souza Retirando o Sr. Ferreira de Souza o - sobre dlscussll.o de emendas ao projeto de regimento Congratulações pela inauguracão da Usina de Volta Redonda..., Transcrição de memorial da So, cledade Brasileira- de Higiene n:.os anais RESOLUÇÃO: N.. 1..:.._ Regimento interno. N. 3 - Concedendo licença ao Senador Alfredo Neves para representar o Senado na posse do Presidente da Rep'(l-., bllca do Chile RETIFICAÇÃO: De discurso, pedido do Sr. H~- ;milton Nogu.eira.... SANATóRIO DE BEL:Il:M DE PORTO ALEGRE: Discurso e requerimento do Sr. 'Hamilton Nogueira 133 e SANTOS DUMONT.: Homenagem a - SESSõES AOS SÁBADOS: consultas.... SESSÕES.SECRETAS; Decisão do Sr. Presidente SINDICATOS: Enqu adramento de - I I I I I I I I SUSPENSÃO DOS TRABALHOS: Deliberàção da Mesa H TRANSPORTE: Cri-se de -, discurso do Sr. Ivo "" d' Aquino TIFO: Réqu.erimentos e dlscur.sos, 18, 'lo, 87, 93, 105 e 145 UNIVERSIDADE DO BRASIL: Hospital de Cllnlca, dlscur.so do Sr. Hamilton Nogueira I'. ~,.

8 I I VINTE E NOVE DE OUTUBRO: Requerimento de congratulações Discursos , 246 e VOLTA REDONDA: Congratulações pela 1naugura.ç!to da Usina de e XV1I Vária do "Jornal do Comércio". 142 VOTO: Declaração de VOTO EM SEPARADO: Contra o parecer n.o 4 da Oomissllo de Constituição e Juatiça VOTOS CONGRATULATORIOS: pt,ge. Questão reglmen tal !14 Vo ros DE FELICITAÇOES:.A Embaixada do Senado no ChUe M

9 Ses~ão P1 eparatória em 23 de Setembro de 1946 PRESIDÊNCIA DO SR. :NEREU RAMOS, PRESIDENTE As 14 horas comparecem os Senho -::es Senadores: Alvaro Maia. Waldemar Pedrosa. Alvaro Adopho. Magalhães Barata. Clodomir Cardoso. Mathias. Olympio. Plínio Pompeu. Georgina A v elino. Ferreira de Souza. Vergniaud Wanderley. Novaes Filho. Etelvina Lins. Cícero de Vasconcelos.. Góes Monteiro. Walter Franco. Aloysio de Carvalho. Pinto Aleixo. Attílio Vivacqua. Henrique de Novaes. Alfredo N eves. Pereira Pinto. Hamilton Nogueira. Carlos Prestes. Mello Vianna. Levindo Coelho. Dario Cardoso. Pedro Ludovico. João Villasbôas. Vespasiano Martins. Flávio Guimarães. Roberto Glasser. Ivo d'aquino. Ernesto Dornelles. O SR. PRESIDENTE- Está aberta a sessão. Convido para Secretários QS Srs. Senadores Hamilton Nogueira e Flávio Guimarães. (SS. EExas. ocupam lugares à Mesa). O. SR. FERREIRA DE SOUZA - Sr. Presidente peço a palavra pela ordem. O SR. PRESIDENTE - Tem a palavra o Sr. Ferreira de Souza. O SR. FERREIRA DE SOUZA (pele.; ordem) - Sr. Presidente, pedi a palavra para enviar à Mesa uma indicação. O Senado começa a reunir-se, sem Regimento que lhe norteie os trabalhos; não dispõe igualmente de normas reguladoras da constituiçolo de sua Mesa. Por essa razão, em companhia dos nobres Senadores Ivo d'aquino e Carlos Prestes, venho sugerir que se convoque para amanhã a <;essão de instalação do Senado e de -:leição de sua Mesa; que se proceda a eleição de um vice-ijresidente. quatro secretários e dois suplentes de secretários, tais como existiam até 1930,,.egu:ando-se as funções dêsses titularp.s dp acôrdo com o Regimento vigorante naquele ano. Assim procedemos porque o Regimento de 1934 se refere a um Senado de composição diversa, com funções também dif.erentes. Restaura-se o Senado nas mesmas condições do dissolvido em 1930, e por isso a Mesa, a nosso ver, deve reger-se, enquanto não houver Regimento, pelo que vigorou até aquela época. A fim de evitar demõras na ela.boração do R.egimento, proponho ainda que V. Ex.". :3r. Presidente, nomeie uma comissão de três membros. para, com a máxima brevidade, redigir o respectivo projeto a ser submetido à Casa. (Muito bem). Vem à Mesa e é lida a seguinte INDICAÇÃO Indicamos se convoque para amanhã a sessão de instalação e eleição da Mesa do Senado Federal com os seguintes membro.s salvo alteração pelo Regimento: a) um vice-presidente. b) quatro secretários. c) dois suplentes de secretário, com as funções que lhes eram

10 -- ~ -4- atribuídas pelo Regimento em ~~igor em Indicamos ainda se nomeie uma comissão <ie três membros para elaborar o projeto de regimento. Sala das Sessões do Senado Federal, 23 de setembro de Ferreira de Souza. - Ivo d' Aquino no. - Luiz Carlos Prestes. O SR. PRESIDENTE - Em discussão a Indicação apresentada pelos srs. Senadores Ferreira de Souza, Ivo d'aquino e Carlos Prestes. (Pausa) Se não houver quem peça a pala Vla, enc errarei a discussão. (Pausa) Está encerrada. Os senhores que a aprovam, queiram levantar-se. (Pausa) Está aprovada. Nomeio a seguinte comissão para elaborar o projeto do Regimento Interno: Senadores Mello Vianna, Ferreira de Souza e Alvaro Adolpho. Nada mais havendo a tratar, convoco os srs. senadores para a sessão de instalação, amanhã, às 14 horas, a fim de se proceder à eleição do vicepresidente, dos quatro secretários e dos respectivos suplentes. Deixam de comparecer com causà justificada, os Srs. Senadores~ Olavo de Oliveira. Adalberto Ribeiro. Durval Cruz. Marcondes Filho. Getulio Vargas (5) Levanta-se a sessão às 14 horas e 20 minutos.

11 1. n Sessão Ordinária da 1. n Legislatura em 24 de Setembro de 1946 PRESIDÊNCIA DO_ SR. ' NEREU RAMOS, PRESIDENTE As 14 horas comparecem os Senhores Senadores: Alvaro Maia. Waldemar Pedrosa. Alvaro Adolpho. Magalhães Barata. Clodomir Cardoso. Mathias Olympio. Plínio Pompeu. Georgina Avelino. Ferreira de Souza. Vergniaud Vauderley. Novaes Filho. Etelvina Lins. Cícero de Vasconcelos. Góes Monteiro. Durval Cruz. Walter Franco. Aloysio de Carvalho. Pinto Aleixo. Attllio Vivacqua. Henrique de Novaes. Alfredo Neves. Pereira Pinto.r Hamilton Nogueira.. Carlos Prestes. Mello Vianna. Levindo Coelho. Dario Cardoso. Pedro Ludovico. João Villasbôas. Vespasiano Martins. Flávio Guimarães. Roberto Glasser: Ivo d'aquino. Ernesto Dornelles. O SR. PRESIDENTE - Está aberta a sessão. Val-se proceder à leitura da ata. O SR. HAMILTON NOGUEIRA (Servindo de 1.0 Secretário) procede à leitura da ata, que é, sem observações, aprovada. O SR. PRESIDENTE - Senhores senadores: Ao instalar a Sessão do Senado da República, quero congratular-me com todos os seus membros pelo advento da nova fase de nossa vida democrática. A Constitl:dção, que acabamos de entregar ao :Pais, restituiu ao Senado sua antiga dignidade de ramo do Poder Legislativo. Reinvestiu-o, assim, em suas altas e grandes funções, porque, a par das atribuições legislativas que conservou, algumas vindas da Constituição de 91, deu-lhe outras, de maneira que o tornou órgão de grande relêvo no mecanismo institucional do pais.. Quando, na América do Norte, os plasmadores do regime que nos serviu de inspiração, criaram o Senado, orientou-os o objetivo de assegurar aos pequenos Estados amparo maior, para que não fôssem sufocados pelos grandes. Assim se exprimiu um dos mais conceituados analistas do regime americano. O Senado, entretanto, além dessa faculdade, adquiriu grande importância através das funções executivas que lhe foram cometidas. Certas nomeações, para terem eficácia, dependiam de sua aprovação. No setor judiciário, foi-lhe atribuído o julgamento de certos casos de impeachments. Basta a menção destas finalidades para se verificar o relêvo que, em nosso mecanismo político, tem o Senado. Não foi apenas a importância dos assuntos de sua competência que deu ao Senado americano o renome com.que vai atravessando a história política daquele grande pais; foi, sobretudo, a alta inteligência, a elevação com que as funções foram exercidas que tornaram aquêle órgão instrumento poderosissimo e incomparável nas instituições americanas.

12 ~~~-::- ~ ~-'::-.. ~.. ~~--- --~-~--~~====,==== tut ~ -6- Está, portanto, em nossas mãos, nas mãos daqueles que receberam do eleitorado brasileiro a missão de integrar êste órgão, de fazer dêle o que tiverem em mira seus criadores. No regime passado, graves eram as acusações que pesavam sôbre as atividades do Senado brasileiro. Foi, talvez, o órgão político mais criticado, criticas, aliás, que não feriram propriamente a instituição. porque ela tinha em vista, sobretudo, a maneira por que suas atribuições eram exercidas. A experiência :republicana, a despeito dos erros do velho Senado, continuou a falar em favor da sua exis.: tência. A experiência do Senado, deformado na Constituição de 1934, levou a constituição de 1946 a restituir a êste ramo do Pode~ Legislativo sua antiga competência. E fê-lo, certa. mente, tendo em vista a necessidade de, a par de uma assembléia maior, mais agitada - porque mais numerosa, como a Câmara dos Deputados - haver outra m_enor, onde, em am ):liente de :naior serenidade, homens de mais id_ade e, portanto, mais experimentados na vida pública, pudessem concorrer com seu cabedal de experiência para temperar os impulsos e o exagêro da.câmara popular. Daí ter a Cor,tstituição de 1946 reinvestido o Senado, como disse de início, na sua antiga dignida.de de ramo do Poder Legislativo. Ao install;tr o Senado Federal, sob.os auspícios de nova Constituição, estou em que interpreto.o sentimento da Nação, concitando a todos para que nos penetremos da responsabilidade que pesa sôbre nossos hombros, a fim de que, pela nossa atuação, pelo desenvolvimento da I?.Ossa atividade, levemos o País à convicção de que não erraram os Constituintes de 1946, reinvestindo o Senado, a que perte;ncemos, na sua antiga dignidade e ampliando até suas funções em benefíçio da República, do regime e da Federação. (Muito bem. Muito be.m. Palmas,,-) Oonsta dá ordem do dia a eleição da Mesa, que se iniciará pela do vicepresidente. Vou suspender a sessão por 6 minutos. para que os srs. senadores preparem sur.s cédulas. (Suspende-se a sessão às 14 horas e 45 1ninutos, reabrindo-se. às 14,50). O SR. PRESIDENTE - Está reaberta a sessão. acham-se presentes 33 senhores senadores. Vai-se proceder à eleição do vice-presidente do Senado. São recolhidas 33 cédulas que, apuradas, dão o seguinte resultado: Votos Mello Vianna Mathias Olympio Levindo Coelho O SR. PRESIDENTE - Proclamo eleito Vice-Presidente do Senado Federal o Sr. Senador Mello Vianna, a quem convido a prestar o compromisso. (Palmas prolongadas) (0 Sr. Mello Vianna dirige-se à Mesa, onde presta o compromis80 regimental.) (Palmas) O SR. PRESIDENTE - Vai-se proceder à eleição do 1. 0 secretário. Para dar oportunidade aos srs. senadores de prepararem suas cédulas, suspendo a sessão por quinze minutos. (Suspende-se a sessão às 15 horas, reabrindo-se às 1'5 e 30 minutos) O SR. PRESIDENTE - Está reaberta a sesjsão. Vai-se proceder à eleição. São recolhidas 33 cédulas, que, apuradas, dão o seguinte resultado: Votos Georgino Avelino Novaes Filho Mathias Olympio l Ferreira de Souza Ivo d' Aquino l Em branco O SR. PRESIDENTE - Proclamo eleito 1. 0 Secretário o Sr. Senador Georgina Avelino, a quem convido a assumir seu cargo. (Palmas) (0 Sr. Georgina Avelino ocilpa seu lugar à Mesa) O SR. PRESIDENTE - Vamos uro.ceder à.eieição do 2. 0 secretário. Suspendo a sessão por cinco minu ~os, para que os senhores senadores possam preparar suas.cédulas. (Suspende-se a sessão às 15,40 minutos, reabri.ndo-se às 1Q,45) O SR. ipresiden!i'e - Vai-se proceder à eleição. São recolhidas 33 cédulas que, a.puradas, dão o. seguinte resultado:

13 -7- I ' Votos João Villasbõas Em branco Proclamo eleito 2. a Secretário o Sf' nhor Senador João Villasbõa.s a quem convido a assumir seu cargo.' (0 Sr. Villasbôas ocupa seu lugar à Mesa) OS~. P~E]SIDENTE- V?-i-se orocede::: ~ elm!;ao do 3. 0 secretario. São recolhidas 34 cédulas que apuradas, dão tado: o seguinte resul~ Votos D&xio Caxdoso Em branco O SR. PRESIDENTE - Proclamo eleito 3. 0 Secretário o Sr. Dario Cardoso. a ouem convido a assumir sem.cargo. (Palmas.) (0 Sr. Dario Cardoso ocupa seu lugar à Mesa.) O SR. PRESIDENTE - Vou suspender a sessão por cinco minutos a fim üe que os srs. senadores prepaxem suas cédulas para.a eleicão do 4. o secretário. (Suspende-se a sessão às 16 horas, reabrindo-se às 16 e 5 minutos.) O SR. PRESIDENTE - Está reaberta a sessão. Vai-se proceder à eleição. São recolhidas 32 cédulas que, apuradas. dão o seguinte resultado: Votos Plínio Pompeu Em branco O SR. PRESIDENTE - Proclamo eleito 4. 0 Secretário o Sr. Senador Plínio Pompeu. Convido S. Ex.a a assumir seu cargo. <Palmas.) (0 Sr. Plínio Pompeu ocupa seu lugar à Mesa.) O SR. PRESIDENTE - Vai~se proceder à. eleição dos suplentes de secretários. Suspendo a sessão oor cinco minut(is, para que os senhores senadores se oossam munir de cédulas (Suspende-se a sessão às 16,15 horas, reabrindo-se às 16,20.) O SR. PRESIDENTE - Está reaberta a sessão. Vai-se proceder à ele! ção. São recolhidas 32 cédulas. que, apuradas. dão o seguinte resultado: Para prim'eiro suplente: Votos Roberto Glasser Cicero de Vasconcellos Nulo l Em branco Para segundo suplente: Adalberto Ribeiro Em branco Nulo... 1 O SR. PRESIDENTE - Proclamo eleitos 1. 0 e 2. 0 suplentes de secretários, respectivamente, os Srs Senadores Robexto Glasser e Adalberto Ribeiro. (Pausa.) O SR. FERREIRA DE SOUZA (Pela ordem) ~ Sr. Presidente. antecipando-me, embora, ao projeto de Regimento. permito-me propor oue as sessões do Senado sejam marcadas para as 14 horas e 30 minutos. e não para as 14. durante tempo regimental. ' Nesse sent:do. envio à Mesa min.'ij.a indicação. (Muito bem.) Vem à Mesa e é lida a seguinte INDICAÇÃO N. 0 2 Indico que as sessões sejam convooadas para as 14,30 horas. funcionando com a duração regi!nental. S. S.. em 24 d e :Setem:Jro. de (a) Ferrezra de Souza. O SR. PRESIDENTE - Em qisc~ssão a indicação que acaba ae ser lida. (Pausa.) Não havendo quem peça a palavra. encerro a discussão. Os senhores que a aprovam, queiram levantar-se. (Pausa.) Está aprovada. Nada mais havendo a tratar. levanto a sessão. convooando outra para amanhã. às 14,30. com a seguinte ORDEM DO DIA do R.egi Trabalhos da Comissão mento. Está encerrada a sessão. (Levanta-se a sessão às 16,40.) ' '

CAPÍTULO III - DA ORGANIZAÇÃO Art. 3º. - O CEMACT funciona através do Plenário, das Câmaras Técnicas, comissões e Secretaria Administrativa.

CAPÍTULO III - DA ORGANIZAÇÃO Art. 3º. - O CEMACT funciona através do Plenário, das Câmaras Técnicas, comissões e Secretaria Administrativa. REGIMENTO DO CEMACT REGIMENTO INTERNO DO CEMACT CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. - Este Regimento estabelece as formas de organização e funcionamento do conselho Estadual de Meio Ambiente,

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO CONSELHO, ATRIBUIÇÕES E SUA COMPOSIÇÃO Art. 1.º- O Conselho Municipal de Educação de Carlos Barbosa, criado pela Lei Municipal nº1.176 de

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO CONSULTIVO DOS JOVENS ADVOGADOS DA OAB/BA. Art. 1º - O Conselho Consultivo dos Jovens Advogados compõe a estrutura

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO CONSULTIVO DOS JOVENS ADVOGADOS DA OAB/BA. Art. 1º - O Conselho Consultivo dos Jovens Advogados compõe a estrutura REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO CONSULTIVO DOS JOVENS ADVOGADOS DA OAB/BA CAPÍTULO I - DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º - O Conselho Consultivo dos Jovens Advogados compõe a estrutura organizacional da Ordem

Leia mais

160945 Agrupamento de Escolas de Esgueira ÍNDICE

160945 Agrupamento de Escolas de Esgueira ÍNDICE ÍNDICE Artigo 1.... 4 Finalidades... 4 Artigo 2.... 4 Composição... 4 Artigo 3.... 4 Competências do Conselho Geral... 4 Artigo 4º... 5 Duração do Mandato... 5 Artigo 5º... 5 Perda do Mandato... 5 Artigo

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DELIBERATIVO SANTOS ATLÉTICO CLUBE

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DELIBERATIVO SANTOS ATLÉTICO CLUBE REGIMENTO INTERNO CONSELHO DELIBERATIVO SANTOS ATLÉTICO CLUBE CAPITULO I - DA MESA DIRETIVA Art. 01 - A Mesa Diretiva do Conselho Deliberativo será composta pelo Presidente, Vice-Presidente e Secretário,

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PRESIDENTES DAS SUBSEÇÕES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES

REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PRESIDENTES DAS SUBSEÇÕES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES 1 REGIMENTO INTERNO DO COLÉGIO DE PRESIDENTES DAS SUBSEÇÕES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES Art. 1º O Colégio de Presidentes das Subseções é órgão de Consulta, Sugestões e de Recomendações ao Conselho

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 002/88

R E S O L U Ç Ã O Nº 002/88 R E S O L U Ç Ã O Nº 002/88 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA UFPI Aprova o Regimento do Conselho de Administração da UFPI. O Reitor da Universidade Federal do Piauí e Presidente do Conselho de Administração,

Leia mais

MENSAGEM Nº, de 2008.

MENSAGEM Nº, de 2008. MENSAGEM Nº, de 2008. = Tenho a honra de submeter à elevada consideração de Vossas Excelências o projeto de Lei anexo, que objetiva criar o Conselho Municipal Antidrogas COMAD. Um dos mais graves problemas

Leia mais

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO

Art. 1º Fica aprovado, na forma do Anexo, o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ. JOSÉ EDUARDO CARDOZO ANEXO PORTARIA Nº 2.588, DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Aprova o Regimento Interno do Conselho Nacional de Arquivos O MINISTRO DE ESTADO DA JUSTIÇA, no uso de suas atribuições previstas nos incisos I e II do parágrafo

Leia mais

FENAJ - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS COMISSÃO NACIONAL DE ÉTICA

FENAJ - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS COMISSÃO NACIONAL DE ÉTICA FENAJ - FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS COMISSÃO NACIONAL DE ÉTICA RESOLUÇÃO CNE Nº 01/2008, REPUBLICADA (*), DE 07/07/2008 Artigo 1º Este Regimento Interno contém as normas que regulam o funcionamento

Leia mais

Outrossim, ficou assim formatado o dispositivo do voto do Mn. Fux:

Outrossim, ficou assim formatado o dispositivo do voto do Mn. Fux: QUESTÃO DE ORDEM Nos termos do art. 131 e seguintes do Regimento do Congresso Nacional, venho propor a presente QUESTÃO DE ORDEM, consoante fatos e fundamentos a seguir expostos: O Congresso Nacional (CN)

Leia mais

CAPÍTULO I. Do Conselho, sua Finalidade e suas Atribuições

CAPÍTULO I. Do Conselho, sua Finalidade e suas Atribuições REGIMENTO INTERNO - ANTIGO CAPÍTULO I Do Conselho, sua Finalidade e suas Atribuições Art. 1º O Conselho Municipal de Educação de Concórdia (CME), órgão deliberativo e consultivo da Administração no setor

Leia mais

Cadastro Organizacional/PMS CMI/SETAD CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI

Cadastro Organizacional/PMS CMI/SETAD CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO Órgão/Sigla: Natureza Jurídica: Vinculação: Finalidade: CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI ÓRGÃO COLEGIADO SECRETARIA MUNICIPAL DO TRABALHO, ASSISTÊNCIA SOCIAL E DIREITOS DO

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2015

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2015 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2015 As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte Emenda ao texto constitucional:

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO. Regimento Interno CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO

CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO. Regimento Interno CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO Regimento Interno CAPÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO DO CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO Art. 1.º O Conselho Nacional do Trabalho, com sede na Capital da República e jurisdição em todo

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ REGIMENTO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ REGIMENTO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ REGIMENTO DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO TERESINA-PI 2005 RESOLUÇÃO Nº 011/84 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Aprova o Regimento do Conselho de

Leia mais

REGIMENTO CONSELHO GERAL. Agrupamento de Escolas da Moita

REGIMENTO CONSELHO GERAL. Agrupamento de Escolas da Moita Agrupamento de Escolas da Moita 171311 Sede Escola Secundária da Moita REGIMENTO do CONSELHO GERAL do Agrupamento de Escolas da Moita 2012 1 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Natureza, responsabilidade,

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 067, DE 2011

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 067, DE 2011 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 067, DE 2011 Regulamenta o exercício das profissões de transcritor e de revisor de textos em braille. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º Na produção de textos no sistema

Leia mais

Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC

Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC 1 Regimento Interno de Atuação do Conselho Fiscal da Fundação das Escolas Unidas do Planalto Catarinense Fundação UNIPLAC Capítulo I Da Natureza, Finalidade e Composição Art. 1 - O Conselho Fiscal é o

Leia mais

PORTARIA Nº 486, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012

PORTARIA Nº 486, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012 Ministério da Cultura Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional Gabinete da Presidência PORTARIA Nº 486, DE 29 DE NOVEMBRO DE 2012 Aprova o Regimento Interno do Conselho Consultivo do Patrimônio

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO I DO PODER LEGISLATIVO Seção II Das Atribuições do Congresso Nacional Art. 49. É da competência exclusiva

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83.

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO. Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO Aprovado pelo Conselho Universitário em sessão realizada no dia 29 de março de 1983 Resolução No. 09/83. REGIMENTO DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

Ao Conselho Deliberativo, como órgão que estabelece as diretrizes de atuação da ASBERGS competem:

Ao Conselho Deliberativo, como órgão que estabelece as diretrizes de atuação da ASBERGS competem: Regimento Interno Objeto Composição e Competência Presidência Reuniões Ordem dos Trabalhos Disposições Gerais Capítulo I Objeto Art. 1.º - Em cumprimento ao Estatuto Social da Associação dos Funcionários

Leia mais

Regimento Interno do Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI Capitulo I Da Natureza e Finalidade

Regimento Interno do Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI Capitulo I Da Natureza e Finalidade Regimento Interno do Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI Capitulo I Da Natureza e Finalidade Art. 1º - O Conselho Municipal do Idoso de Passo Fundo COMUI- possui atribuições de caráter propositivo

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 180 ANOS DO SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR

Leia mais

LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL)

LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL) LEI N. 108/91, DE 17 DE AGOSTO (LEI DO CONSELHO ECONÓMICO E SOCIAL) Com as alterações introduzidas pelas seguintes leis: Lei n.º 80/98, de 24 de Novembro; Lei n.º 128/99, de 20 de Agosto; Lei n.º 12/2003,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO ACADÊMICO DE ENSINO TÉCNICO

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 1, DE 2002-CN(*)

R E S O L U Ç Ã O Nº 1, DE 2002-CN(*) REPUBLICAÇÃO ATOS DO CONGRESSO NACIONAL R E S O L U Ç Ã O Nº 1, DE 2002-CN(*) Faço saber que o Congresso Nacional aprovou, e eu, Ramez Tebet, Presidente do Senado Federal, nos termos do parágrafo único

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DAS MULHERES REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE

CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DAS MULHERES REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE CONSELHO NACIONAL DOS DIREITOS DAS MULHERES REGIMENTO INTERNO CAPITULO I DA CATEGORIA E FINALIDADE Art.1º _ O Conselho Nacional dos Direitos da Mulher CNDM, é órgão colegiado de natureza consultiva e deliberativa,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES - DISTRITO LC-1 REGIMENTO INTERNO DAS CONVENÇÕES CAPÍTULO I DA DISPOSIÇÃO INICIAL

ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES - DISTRITO LC-1 REGIMENTO INTERNO DAS CONVENÇÕES CAPÍTULO I DA DISPOSIÇÃO INICIAL ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE LIONS CLUBES - DISTRITO LC-1 REGIMENTO INTERNO DAS CONVENÇÕES CAPÍTULO I DA DISPOSIÇÃO INICIAL Art. 1 Este Regimento Interno estabelece a Constituição e Finalidade das Convenções

Leia mais

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 4 Cristiano Lopes

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Meta 4 Cristiano Lopes OAB ª Fase Direito Constitucional Meta Cristiano Lopes 0 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. META LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CF, arts. ; Doutrina: Poder legislativo

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I 1 Conselho Municipal do Idoso de São Caetano do Sul Lei n 4.179 de 23/10/2003. R. Heloísa Pamplona, 304 B. Fundação CEP 09520-310 São Caetano do Sul/SP. cmi@saocaetanodosul.sp.gov.br REGIMENTO INTERNO

Leia mais

******************************************************************************** ***

******************************************************************************** *** ******************************************************************************** *** REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS ********************************************************************************

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos)

PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos) *C0051224A* C0051224A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 200, DE 2015 (Do Sr. Pompeo de Mattos) Altera o Parágrafo único do art. 66 da Lei nº 6.815, de 19 de agosto de 1980. DESPACHO: ÀS COMISSÕES

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO FISCAL DO FUNDO DE APOSENTADORIA E PENSÃO DO SERVIDOR- FAPS CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1.º - O Conselho Fiscal do Fundo de Aposentadoria e Pensão do Servidor- FAPS, criado

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE

CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Regimento Interno do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Alagoas. CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADE Art. 1º. O Conselho Superior, instituído pela Lei n 11.892,

Leia mais

Olá, vamos iniciar o curso de Processo Legislativo. Nesta primeira aula, vamos estudar o significado de legislatura e de sessão legislativa.

Olá, vamos iniciar o curso de Processo Legislativo. Nesta primeira aula, vamos estudar o significado de legislatura e de sessão legislativa. MÓDULO I AULA 1 LEGISLATURA - SESSÃO LEGISLATIVA Olá, vamos iniciar o curso de Processo Legislativo. Nesta primeira aula, vamos estudar o significado de legislatura e de sessão legislativa. O que é uma

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 4.302-C, DE 1998

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 4.302-C, DE 1998 COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE LEI Nº 4.302-C, DE 1998 SUBSTITUTIVO DO SENADO FEDERAL AO PROJETO DE LEI Nº 4.302-B, DE 1998, que altera dispositivos da Lei nº 6.019, de 3

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ESTADO DOS DIREITOS HUMANOS AUTORIDADE CENTRAL ADMINISTRATIVA FEDERAL II REUNIÃO DO CONSELHO DAS AUTORIDADES CENTRAIS BRASILEIRAS RESOLUÇÃO N.º 02/ 2000 Dispõe sobre a Aprovação do Regimento Interno e dá outras providências O Presidente do Conselho das Autoridades Centrais

Leia mais

H CONSELHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

H CONSELHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL H CONSELHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL (Criado pela Lei nº 8.389, de 30 de dezembro de 1991) (Regimento Interno aprovado nos termos do Ato da Mesa nº 1, de 2013) H.1 - COMPOSIÇÃO INICIAL DO CONSELHO DE COMUNICAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA ASSEMBLEIA GERAL DA FPAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º (Objeto)

REGULAMENTO INTERNO DA ASSEMBLEIA GERAL DA FPAS DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º (Objeto) REGULAMENTO INTERNO DA ASSEMBLEIA GERAL DA FPAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º (Objeto) O funcionamento da Assembleia Geral rege-se pelo disposto no presente Regulamento e pelas demais disposições dos Estatutos

Leia mais

O SR. PRESIDENTE (Gim Argello. PTB DF) Sobre a mesa, requerimento que passo a ler. É lido o seguinte:

O SR. PRESIDENTE (Gim Argello. PTB DF) Sobre a mesa, requerimento que passo a ler. É lido o seguinte: 30730 Sexta-feira 15 DIÁRIO DO SENADO FEDERAL Agosto de 2008 O SR. PRESIDENTE (Gim Argello. PTB DF) Sobre a mesa, requerimento que passo a ler. É lido o seguinte: REQUERIMENTO Nº 979, DE 2008 Requeiro,

Leia mais

DO CONSELHO MUNICIPAL DE DIREITOS DO IDOSO. Art. 2º. Compete ao Conselho Municipal de Direitos do Idoso:

DO CONSELHO MUNICIPAL DE DIREITOS DO IDOSO. Art. 2º. Compete ao Conselho Municipal de Direitos do Idoso: PROJETO DE LEI Nº 2.093/09, de 30 de junho de 2.009 Dispõe sobre criação do Conselho Municipal de Direitos do Idoso e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE GOIATUBA, Estado de Goiás, faz saber

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE

REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE TÍTULO I DA COMPOSIÇÃO E DAS COMPETÊNCIAS CAPÍTULO I - DA COMPOSIÇÃO Art. 1º O CONSEPE é o órgão colegiado superior que supervisiona e

Leia mais

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS ABERTURA Pessoa da cooperativa que não fará parte da mesa verifica o número de associados presentes certificando o quorum

Leia mais

Seção II Das Reuniões Art. 2 O Parlamento Jovem Brasileiro reunir-se-á em período legislativo único, no segundo semestre de cada ano.

Seção II Das Reuniões Art. 2 O Parlamento Jovem Brasileiro reunir-se-á em período legislativo único, no segundo semestre de cada ano. PARLAMENTO JOVEM BRASILEIRO Módulo 2 - Parlamento Jovem Brasileiro Saiba Mais Anexo I ao Ato da Mesa n 49/04 Câmara dos Deputados Regimento Interno do Parlamento Jovem Brasileiro CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 368/2002

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 368/2002 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 368/2002 Institui o Conselho de Cirurgia do Departamento de Medicina e aprova seu regulamento. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MED-144/02, aprovou

Leia mais

REGIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇAO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA

REGIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇAO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA REGIMENTO DA ASSEMBLEIA GERAL DA ASSOCIAÇAO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA CAPÍTULO I Da Assembleia Geral Artigo 1 Natureza A Assembleia Geral é constituída por todos os associados no pleno gozo dos seus

Leia mais

LEI nº 5.766 de 20-12-1971

LEI nº 5.766 de 20-12-1971 LEI nº 5.766 de 20-12-1971 Cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia e dá outras providências O Presidente da República Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a

Leia mais

C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010

C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010 C 213/20 Jornal Oficial da União Europeia 6.8.2010 COMISSÃO ADMINISTRATIVA PARA A COORDENAÇÃO DOS SISTEMAS DE SEGURANÇA SOCIAL Estatutos da Comissão Administrativa para a Coordenação dos Sistemas de Segurança

Leia mais

REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e

REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e REGULAMENTO Título I DA COSAT Art. 1º - Os servidores (técnico-administrativos e docentes) da Universidade organizarão na sua unidade, acadêmica e administrativa, e nos órgãos suplementares da administração

Leia mais

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I OBJETO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO

REGIMENTO INTERNO CAPITULO I OBJETO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPITULO I OBJETO E ÂMBITO DE APLICAÇÃO 1. O presente Regimento tem por objetivo regulamentar as questões internas de funcionamento dos órgãos de direção, dos grupos de trabalho, assim

Leia mais

OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO

OBJETIVOS E ORGANIZAÇÃO CONSELHO NACIONAL DO TRABALHO (CNT) Órgão criado pelo Decreto nº 16.027, de 30 de abril de 1923, vinculado ao Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio e destinado à consulta dos poderes públicos

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA ESTADO DA BAHIA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO CMDI

PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA ESTADO DA BAHIA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO CMDI PREFEITURA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA ESTADO DA BAHIA SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO CMDI (Extrato) REGIMENTO INTERNO O Conselho Municipal do Idoso de Feira

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL Sete Lagoas 2012 REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO GESTOR DA UNICEASA CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL SUMÁRIO TÍTULO PÁGINA

Leia mais

NR5 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (205.000-5) DO OBJETIVO 5.1 A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - tem como objetivo a prevenção de acidentes e doenças decorrentes do trabalho,

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1580/2010 Dá nova nomenclatura a Conferência, ao Conselho e ao Fundo Municipal de Assistência ao Idoso criado pela Lei nº 1269/2004 e dá outras providencias. Faço saber que a Câmara Municipal de

Leia mais

Estatuto da corte internacional de justiça (Nações Unidas)

Estatuto da corte internacional de justiça (Nações Unidas) Estatuto da corte internacional de justiça (Nações Unidas) Artigo 1 Capítulo I: Organização da Corte (artigos 2-32) Capítulo II: Competência da Corte (artigos 34-38) Capítulo III: Procedimento (artigos

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL. fevereiro 2014

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL. fevereiro 2014 REGIMENTO DO CONSELHO GERAL fevereiro 2014 Agrupamento de Escolas Monte da Lua Regimento do Conselho Geral Capítulo I Enquadramento Legal Índice Artigo 1º Fundamento legal do Conselho Geral...... 2 Capítulo

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE MAFRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º. (Objecto)

REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE MAFRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. Artigo 1.º. (Objecto) REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE JUVENTUDE DE MAFRA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º (Objecto) O presente Regimento Interno tem por objectivo definir o funcionamento e organização do

Leia mais

LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003

LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003 LEI N. 1.513, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2003 Dispõe sobre a gestão democrática do sistema de ensino público do Estado do Acre e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE seguinte Lei: FAÇO SABER

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL

DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO COM REDAÇÃO FINAL CÂMARA DOS DEPUTADOS DEPARTAMENTO DE TAQUIGRAFIA, REVISÃO E REDAÇÃO NÚCLEO DE REDAÇÃO FINAL EM COMISSÕES TEXTO TRANSCRIÇÃO IPSIS VERBIS CPI - SIVAM EVENTO: Reunião Ordinária N : 0454/02 DATA: 21/05/02

Leia mais

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL

REGIMENTO DO CONSELHO GERAL Agrupamento de Escolas Henriques Nogueira Torres Vedras REGIMENTO DO CONSELHO GERAL 2015/2019 abril 2015 ÍNDICE PREÂMBULO 2 CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES GERAIS 2 Artigo 1º - Natureza 2 Artigo 2º - Composição

Leia mais

CAMARJ CAIXA DE ASSISTÊNCIA AOS MEMBROS DA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSELHO CONSULTIVO REGIMENTO INTERNO

CAMARJ CAIXA DE ASSISTÊNCIA AOS MEMBROS DA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSELHO CONSULTIVO REGIMENTO INTERNO 1 CAMARJ CAIXA DE ASSISTÊNCIA AOS MEMBROS DA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CONSELHO CONSULTIVO REGIMENTO INTERNO ARTIGO 1º Este regimento Interno dispõe sobre as atribuições e o funcionamento

Leia mais

FUNCASAL REGIMENTO INTERNO CONSELHO FISCAL

FUNCASAL REGIMENTO INTERNO CONSELHO FISCAL FUNCASAL REGIMENTO INTERNO CONSELHO FISCAL dezembro/2008 Capítulo I Da competência do Conselho Fiscal Art. 1º Como órgão de controle interno da EFPC, compete ao Conselho Fiscal, na forma estabelecida no

Leia mais

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO ADENDO AO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 18, de 2013, primeiro signatário o Senador Jarbas Vasconcelos, que altera o art. 55 da

Leia mais

MINUTA DE REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DE CÂMPUS

MINUTA DE REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DE CÂMPUS MINUTA DE REGIMENTO DO CONSELHO CONSULTIVO DE CÂMPUS CAPÍTULO I Das Disposições Iniciais, Categoria e Finalidades Art. 1º - O Conselho de Câmpus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA REGIMENTO INTERNO CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA ÍNDICE Pág. TÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO DO CONSELHO CAPÍTULO I DA COMPOSIÇÃO......02 CAPÍTULO II DAS ATRIBUIÇÕES

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO DA COMISSÃO NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO - CONATRAE

REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO DA COMISSÃO NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO - CONATRAE REGIMENTO INTERNO DA COMISSÃO NACIONAL PARA A ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO TÍTULO I DA COMISSÃO NACIONAL DE ERRADICAÇÃO DO TRABALHO ESCRAVO - CONATRAE CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º A Comissão Nacional

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 66 Discurso na solenidade de comemoração

Leia mais

Curso de Regimento Interno da Câmara dos Deputados Prof. Gabriel Dezen Junior

Curso de Regimento Interno da Câmara dos Deputados Prof. Gabriel Dezen Junior Curso de Regimento Interno da Câmara dos Deputados Prof. Gabriel Dezen Junior Teste 1 1. ( ) É competência da Mesa da Câmara dos Deputados a decisão de reunião dessa Casa fora do Palácio do Congresso Nacional,

Leia mais

DESCRIÇÃO E EXPLICAÇÃO GERAL DO SISTEMA JUDICIAL DO PANAMÁ

DESCRIÇÃO E EXPLICAÇÃO GERAL DO SISTEMA JUDICIAL DO PANAMÁ DESCRIÇÃO E EXPLICAÇÃO GERAL DO SISTEMA JUDICIAL DO PANAMÁ A administração de justiça é gratuita, expedita e ininterrupta. A gestão e atuação de todo processo terão tramitação simples e não estarão sujeitas

Leia mais

discurso medalha JOÃO MAGABEIRA a MENEZES DIREITO A doutrina e os julgados que enfrentam nas estórias

discurso medalha JOÃO MAGABEIRA a MENEZES DIREITO A doutrina e os julgados que enfrentam nas estórias 1 discurso medalha JOÃO MAGABEIRA a MENEZES DIREITO (25.07.01) Senhoras, Senhores: A doutrina e os julgados que enfrentam nas estórias do dia-a-dia o desafio de construir o direito vivo, para que melhor

Leia mais

DECISÃO COREN/RJ N.º 1821/2012

DECISÃO COREN/RJ N.º 1821/2012 DECISÃO COREN/RJ N.º 1821/2012 Dispõe sobre a criação de Comissão de Ética de Enfermagem Institucional. CONSIDERANDO o disposto no artigo 8º, I, da Lei 5.905/73, que possibilita ao COFEN aprovar seu regimento

Leia mais

Este regulamento entra em vigor a partir desta data.

Este regulamento entra em vigor a partir desta data. O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CÂMPUS HORTOLÂNDIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições regulamentares e considerando a decisão do Conselho de Câmpus

Leia mais

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 3.820, DE 11 DE NOVEMBRO DE 1960.

Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI Nº 3.820, DE 11 DE NOVEMBRO DE 1960. Presidência da República Subchefia para Assuntos Jurídicos Regulamento LEI Nº 3.820, DE 11 DE NOVEMBRO DE 1960. Cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Farmácia, e dá outras providências. O

Leia mais

COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA REGULAMENTO INTERNO

COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA REGULAMENTO INTERNO COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA CAPÍTULO I Disposições Iniciais COLÉGIO DA ESPECIALIDADE DE ENFERMAGEM DE SAÚDE MATERNA E OBSTÉTRICA REGULAMENTO INTERNO Artigo 1º -

Leia mais

REGIMENTO INTERNO ELEITORAL (Aprovado na AGE de 10.08.2011)

REGIMENTO INTERNO ELEITORAL (Aprovado na AGE de 10.08.2011) REGIMENTO INTERNO ELEITORAL (Aprovado na AGE de 10.08.2011) I - Das disposições gerais II - Do processo eleitoral A) Da eleição para a Diretoria e o Conselho Fiscal B) Da eleição para o Conselho de Ética

Leia mais

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas)

SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas) SÍNTESE DAS PRINCIPAIS ATIVIDADES DA SAFL REALIZADAS NOS DIAS 17 E 18/09/2010 BRASÍLIA DF (Prestação de contas às Lojas do Sul de Minas) 17/09/10 (sexta-feira) 10 às 13 hs - Mesa Diretora, Comissões e

Leia mais

Constituição da CIPA: 5.2. Devem constituir CIPA, por estabelecimento...

Constituição da CIPA: 5.2. Devem constituir CIPA, por estabelecimento... 1 Modelos de Documentos para a constituição da CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - Data: 02/01/2006. Realização: Gerência de Políticas de Prevenção e Saúde Ocupacional Objetivos da CIPA:

Leia mais

Dispositivos da Constituição

Dispositivos da Constituição Dispositivos da Constituição DISPOSITIVOS DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL PERTINENTES AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO Art. 19... 1º o controle externo da Câmara Municipal será exercido com o auxílio do Tribunal

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 314, DE 2013

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 314, DE 2013 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 314, DE 2013 Altera o art. 5º da Lei nº 9.717, de 27 de novembro de 1998, para que os regimes próprios de previdência social dos servidores públicos da União,

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Competência da Justiça Militar Paulo Tadeu Rodrigues Rosa* A Justiça Militar é um dos órgãos do Poder Judiciário, com previsão constitucional e Lei de Organização Judiciária que

Leia mais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais

SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais SENADO FEDERAL Comissão de Assuntos Sociais AUDIÊNCIA PÚBLICA REALIZADA NA COMISSÃO DE ASSUNTOS SOCIAIS EM 28 DE JUNHO DE 2006 PARA INSTRUIR O PROJETO DE LEI DO SENADO Nº25, DE 2002, QUE DISPÕE SOBRE O

Leia mais

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS LEI Nº 14.830, de 11 de agosto de 2009 Dispõe sobre a criação do Conselho Estadual do Artesanato e da Economia Solidária - CEAES, e adota outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CATARINA,

Leia mais

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106

CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 CONSELHO TÉCNICO-CIENTÍFICO ATA Nº 106 (4ª Reunião Extraordinária 03/ Março / 2015) De acordo com a deliberação nº2 do Conselho de Gestão, de 28 de outubro de 2010, o Conselho Técnico-Científico da ESSA

Leia mais

REGIMENTO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE LADOEIRO

REGIMENTO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE LADOEIRO REGIMENTO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA DE LADOEIRO REGIMENTO DA ASSEMBLEIA DE FREGUESIA CAPÍTULO I MANDATOS E CONDIÇÕES DO SEU EXERCÍCIO ARTIGO 1º (Natureza e âmbito do mandato) O cumprimento da Constituição

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Discurso na cerimónia de posse

Leia mais

Câmara Municipal de Cubatão

Câmara Municipal de Cubatão 2 ATA DA 1ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DO 2º ANO LEGISLATIVO DA 16ª LEGISLATURA REALIZADA EM 27 DE MAIO DE 2014 PRESIDÊNCIA - Sr. César da Silva Nascimento. SECRETARIAS - Sr. Fábio Alves Moreira e Sr. Ricardo

Leia mais

ARQUIVO HISTÓRICO VIRTUAL DO LEGISLATIVO

ARQUIVO HISTÓRICO VIRTUAL DO LEGISLATIVO ARQUIVO HISTÓRICO VIRTUAL DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO (BRASIL) A história das Câmaras municipais no Brasil começou em 1532, quando São Vicente, hoje atual Estado de São Paulo foi elevada à categoria

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA DE LONDRINA CMDPD REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA DE LONDRINA CMDPD REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA DE LONDRINA CMDPD REGIMENTO INTERNO O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Londrina CMDPD, criado pela Lei Municipal nº

Leia mais

Regulamento do Conselho de Administração da Assembleia da República

Regulamento do Conselho de Administração da Assembleia da República Regulamento do Conselho de Administração da Assembleia da República publicado no Diário da Assembleia da República, II Série C, n.º 11 de 8 de Janeiro de 1991 Conselho de Administração O Conselho de Administração

Leia mais

Regimento da Assembleia Geral do Fórum Académico para a Informação e Representação Externa

Regimento da Assembleia Geral do Fórum Académico para a Informação e Representação Externa Regimento da Assembleia Geral do Fórum Académico para a Informação e Representação Externa CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1º Natureza A Assembleia Geral é o órgão deliberativo máximo do Fórum Académico

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 446, DE 2008

MEDIDA PROVISÓRIA Nº 446, DE 2008 MEDIDA PROVISÓRIA Nº 446, DE 2008 (MENSAGEM Nº 865, DE 2009) Dispõe sobre a certificação das entidades beneficentes de assistência social, regula os procedimentos de isenção de contribuições para a seguridade

Leia mais

O SENADO FEDERAL resolve:

O SENADO FEDERAL resolve: PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 27, DE 2015 Altera o inciso II do caput do art. 383 do Regimento Interno do Senado Federal para disciplinar, no âmbito das comissões, a arguição pública dos indicados

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010.

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010. TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO PRESIDÊNCIA ATO Nº 520/CDOC.SEJUD.GP, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre os procedimentos para publicação de documentos na Biblioteca Digital do Tribunal Superior do Trabalho

Leia mais