Distrito - VIANA DO CASTELO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Distrito - VIANA DO CASTELO. SINISTRALIDADE Dez de 2014. Observatório de Segurança Rodoviária 18-08-2015. Relatório - Distrito 1"

Transcrição

1 Distrito - VIANA DO CASTELO SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1

2 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO com ACIDENTES E VÍTIMAS e 2005/ e por mês e segundo o dia da semana e segundo as condições de luminosidade e segundo a hora do dia e segundo os factores atmosféricos e segundo a natureza do acidente e segundo a localização e segundo o tipo de via e segundo o concelho UTENTES segundo a categoria de utentes segundo a categoria de veículo segundo o grupo etário NOTAS ANEXOS Listagem dos acidentes com mortos e/ou feridos

3 DEFINIÇÕES Acidente Ocorrência na via pública ou que nela tenha origem envolvendo pelo menos um veículo, do conhecimento das entidades fiscalizadoras (GNR, GNR/BT e PSP) e da qual resultem e/ou danos materiais. com Acidente do qual resulte pelo menos uma vítima. Acidente mortal Acidente do qual resulte pelo menos um morto. com feridos Acidente do qual resulte pelo menos um ferido grave, não tendo ocorrido qualquer morte. com feridos Acidente do qual resulte pelo menos um ferido leve e em que não se tenham registado mortos nem feridos. Vítima Ser humano que em consequência de acidente sofra danos corporais. Morto/Vítima mortal (no local) Vítima cujo óbito ocorra no local do acidente ou durante o percurso até à unidade de saúde. Morto/Vítima mortal a 30 dias * Vítima cujo óbito ocorra no período de 30 dias após o acidente. Ferido grave Vítima de acidente cujos danos corporais obriguem a um período de hospitalização superior a 24 horas e que não venha a falecer nos 30 dias após o acidente. Ferido leve Vítima de acidente que não seja considerada ferido grave e que não venha a falecer nos 30 dias após o acidente. Condutor Pessoa que detém o comando de um veículo ou animal na via pública. Passageiro Pessoa afecta a um veículo na via pública e que não seja condutora. Peão Pessoa que transita na via pública a pé ou que conduza a mão velocípedes de duas rodas sem carro atrelado, carros de crianças ou de pessoas com deficiência motora, carros de mão ou que utilize patins, trotinetes ou outros meios de circulação análogos, sem motor, cadeiras de rodas equipadas com motor elétrico ou ainda as crianças até aos 10 anos de idade que conduzam velocípedes nos passeios. Número de mortos por 100 acidentes com. Indicador de IG = 100xM + 10xFG + 3xFL, em que M é o número de mortos, FG o de feridos e FL o de feridos. Ponto negro Lanço de estrada com o máximo de 200 metros de extensão, no qual se registou, pelo menos, 5 acidentes com, no ano em análise, e cuja soma de indicadores de é superior a 20. * Em conformidade com o Despacho n.º27808/2009, de 31 de Dezembro, o número de "Mortos a 30 dias" assume um carácter definitivo no prazo de seis meses após a ocorrência do acidente. 3

4 EVOLUÇÃO com c/ c/ c/ mortos mortos e/ou f , , , , , , , , , ,2 Evolução dos acidentes c/ e acidentes c/ mortos e/ou f c/ c/ mortos e/ou f. 4

5 Evolução das e feridos 50 F. Graves V. Mortais

6 ACIDENTES E VÍTIMAS 1. e : 2013/ * * * * * c/ , , , , , ,3 3,2 * Variação relativa ao ano anterior 2. e por mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez c/ 68 9,5 4 17,4 4 9,8 72 8,1 80 8,4 5,9 48 6,7 3 13,0 4 9,8 49 5,5 56 5,9 6,3 35 4,9 0 0,0 6 14,6 48 5,4 54 5,7 0,0 56 7,8 1 4,3 6 14,6 67 7,6 74 7,8 1,8 44 6,2 4 17,4 3 7,3 49 5,5 56 5,9 9,1 58 8,1 1 4,3 5 12,2 74 8,3 80 8,4 1, ,1 2 8,7 1 2,4 88 9,9 91 9,6 2, ,6 3 13,0 3 7, , ,2 3,1 69 9,7 0 0,0 2 4,9 87 9,8 89 9,4 0,0 58 8,1 0 0,0 4 9,8 74 8,3 78 8,2 0,0 56 7,8 3 13,0 2 4,9 69 7,8 74 7,8 5,4 54 7,6 2 8,7 1 2,4 71 8,0 74 7,8 3,7 6

7 3. e segundo o dia da semana 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira Sábado Domingo c/ ,5 6 26,1 6 14, , ,9 5, ,0 2 8,7 1 2, , ,0 2, ,8 0 0,0 3 7, , ,4 0, ,8 2 8, , , ,9 1, ,7 4 17,4 3 7, , ,9 4, ,7 1 4,3 6 14, , ,5 1, ,4 8 34, , , ,4 8,3 4. e segundo as condições de luminosidade Dia Noite Aurora ou crep. c/ , , , , ,9 2, ,3 5 21, , , ,5 3,6 12 1,7 2 8,7 1 2,4 13 1,5 16 1,7 16,7 5. e segundo a hora do dia c/ 27 3,8 2 8,7 2 4,9 39 4,4 43 4,5 7,4 12 1,7 0 0,0 1 2,4 13 1,5 14 1,5 0, ,5 1 4,3 3 7, , ,7 1, ,7 2 8,7 7 17, , ,6 1, ,1 9 39,1 5 12, , ,6 6, ,2 2 8,7 7 17, , ,8 1, ,6 6 26, , , ,7 4,5 32 4,5 1 4,3 1 2,4 42 4,7 44 4,6 3,1 7

8 6. e segundo os factores atmosféricos Bom tempo Chuva Outros c/ , , , , ,6 3, ,6 5 21, , , ,4 2,2 8 1,1 0 0,0 1 2,4 8 0,9 9 0,9 0,0 7. e segundo a natureza do acidente Atropelamento Colisão Despiste Atropelamento com fuga Atropelamento de animais Atropelamento de peões Colisão choque em cadeia Colisão com fuga Colisão com outras situações Colisão com veiculo ou obstáculo na faixa de rodagem Colisão frontal Colisão lateral com outro veículo Colisão traseira com outro veículo Despiste com capotamento Despiste com colisão com veículo imobil. ou obstáculo Despiste com dispositivo de retenção Despiste com fuga Despiste com transposição do dispositivo de retenção lateral Despiste sem dispositivo de retenção Despiste simples c/ 2 0,3 0 0,0 0 0,0 2 0,2 2 0,2 0,0 7 1,0 0 0,0 0 0,0 7 0,8 7 0,7 0, ,2 4 17,4 9 22,0 80 9,0 93 9,8 4, ,4 4 17,4 9 22, , ,7 4,2 9 1,3 0 0,0 0 0,0 13 1,5 13 1,4 0,0 4 0,6 0 0,0 1 2,4 3 0,3 4 0,4 0,0 30 4,2 0 0,0 1 2,4 40 4,5 41 4,3 0,0 31 4,3 0 0,0 3 7,3 38 4,3 41 4,3 0, ,3 1 4, , , ,5 1, ,2 7 30,4 9 22, , ,1 5, ,2 1 4,3 1 2, , ,5 1, ,0 9 39, , , ,5 2,5 42 5,9 3 13,0 1 2,4 53 6,0 57 6,0 7,1 29 4,1 0 0,0 1 2,4 40 4,5 41 4,3 0,0 14 2,0 1 4,3 0 0,0 15 1,7 16 1,7 7,1 1 0,1 0 0,0 0 0,0 1 0,1 1 0,1 0,0 3 0,4 1 4,3 0 0,0 2 0,2 3 0,3 33,3 10 1,4 0 0,0 0 0,0 10 1,1 10 1,1 0, ,7 5 21,7 5 12, , ,3 3, , ,5 7 17, , ,8 3,9 8

9 8. e segundo a localização Dentro das localida... Fora das localidades c/ , , , , ,4 2, , , , , ,6 9,3 9. e segundo o tipo de via Arruamento Auto-Estrada Estrada Municipal Estrada Nacional IP/IC Outra Via * c/ ,7 6 26,1 7 17, , ,1 2,1 28 3,9 1 4,3 1 2,4 40 4,5 42 4,4 3,6 45 6,3 1 4,3 3 7,3 55 6,2 59 6,2 2, , , , , ,3 4,1 1 0,1 1 4,3 0 0,0 0 0,0 1 0,1 100,0 34 4,8 1 4,3 4 9,8 32 3,6 37 3,9 2,9 * Estradas Regionais, Estradas Florestais, Pontes, Variantes e Outras Vias 9

10 10. e segundo o concelho Arcos de Valdevez Caminha Melgaco Moncao Paredes de Coura Ponte da Barca Ponte de Lima Valenca Viana do Castelo Vila Nova de Cerveira c/ 51 7,1 1 4,3 2 4,9 66 7,4 69 7,3 2,0 49 6,9 0 0,0 4 9,8 62 7,0 66 6,9 0,0 12 1,7 2 8,7 5 12,2 14 1,6 21 2,2 16,7 49 6,9 2 8,7 2 4,9 56 6,3 60 6,3 4,1 19 2,7 0 0,0 1 2,4 23 2,6 24 2,5 0,0 31 4,3 1 4,3 0 0,0 47 5,3 48 5,0 3, ,6 4 17,4 6 14, , ,0 2,9 56 7,8 7 30,4 2 4,9 67 7,6 76 8,0 12, ,6 5 21, , , ,8 1,8 32 4,5 1 4,3 1 2,4 45 5,1 47 4,9 3,1 10

11 UTENTES 1. segundo a categoria de utentes Condutores Passageiros Peões 16 69, , , ,7 3 13,0 9 22, , ,3 4 17,4 9 22,0 82 9, , , , , ,0 2. segundo a categoria de veículo Peões Veíc. Ligeiros * Veíc. Pesados * Velocípedes * Ciclomotores * Motociclos * Outros 4 17,4 9 22,0 82 9, ,0 8 34, , , ,0 0 0,0 0 0,0 8 0,9 8 0,8 0 0,0 1 2,4 49 5,5 50 5,3 2 8,7 3 7,3 64 7,2 69 7,3 6 26,1 8 19,5 73 8,2 87 9,1 3 13,0 1 2,4 20 2,3 24 2, , , , ,0 * Condutores e passageiros 3. segundo o grupo etário <= >=75 0 0,0 1 2,4 63 7,1 64 6,7 0 0,0 3 7,3 54 6,1 57 6,0 1 4,3 6 14,6 88 9, ,0 3 13,0 1 2,4 74 8,3 78 8,2 2 8,7 4 9,8 70 7,9 76 8,0 2 8,7 1 2,4 69 7,8 72 7,6 3 13,0 7 17,1 68 7,7 78 8,2 1 4,3 6 14,6 76 8,6 83 8,7 1 4,3 0 0,0 52 5,9 53 5,6 1 4,3 2 4,9 61 6,9 64 6,7 0 0,0 3 7,3 58 6,5 61 6,4 1 4,3 2 4,9 45 5,1 48 5,0 3 13,0 2 4,9 41 4,6 46 4,8 5 21,7 3 7,3 68 7,7 76 8, , , , ,0 11

12 NOTAS 12

13 Listagem dos acidentes com mortos e/ou feridos Concelho Datahora M FG Via Km Natureza Arcos de Valdevez : Atropelamento de peões Arcos de Valdevez : IC28 9,600 Despiste com dispositivo de retenção Arcos de Valdevez : Lugar dos Pinheiros - Despiste com capotamento Caminha : Despiste simples Caminha : EN13 80,700 Caminha : EN13 93,041 Colisão com veiculo ou obstáculo na faixa de rodagem Caminha : Praça Conselheiro Silva Torres - Atropelamento de peões Melgaco : EM Colisão frontal Melgaco : EN202 13,700 Melgaco : EN202 21,094 Moncao : Avª D Afonso III - Atropelamento de peões Moncao : EN101 13,150 Despiste com capotamento Moncao : EN202 3,550 Colisão frontal Paredes de Coura : EN301 41,300 Despiste simples Ponte da Barca : Largo do Cruzeiro de Nossa Senhora da Saúde - Despiste com capotamento Ponte de Lima : EN201 33,950 Atropelamento de peões Ponte de Lima : EN201 33,950 Atropelamento de peões Ponte de Lima : EN201 47,250 Ponte de Lima : EN203 21,300 Despiste com colisão com veículo imobil. ou obstáculo Ponte de Lima : EN203 25,800 Atropelamento de peões Ponte de Lima : EN203 31,580 Ponte de Lima : EN204 7,170 Colisão frontal Ponte de Lima : EN308 17,350 Ponte de Lima : ER203 23,080 Valenca : Despiste simples Valenca : Avª da Figueira 11 A - Despiste simples Valenca : EN101 4,850 Despiste simples Valenca : EN13 111,900 Viana do Castelo : Colisão com fuga Viana do Castelo : A28 62,300 Colisão traseira com outro veículo Viana do Castelo : ACC-A28 - Despiste simples Viana do Castelo : Avª da Ribeira de Anha 6 - Atropelamento de peões Viana do Castelo : AVENIDA ALEM DO RIO 0 - Colisão com veiculo ou obstáculo na faixa de rodagem 13

14 Concelho Datahora M FG Via Km Natureza Viana do Castelo : Caminho da Lagoa Despiste simples Viana do Castelo : EN13 54,650 Atropelamento de peões Viana do Castelo : EN13 59,750 Atropelamento de peões Viana do Castelo : EN13 78,000 Viana do Castelo : EN202 4,700 Viana do Castelo : EN203 7,950 Colisão frontal Viana do Castelo : EN308 2,700 Colisão frontal Colisão com veiculo ou obstáculo na faixa de rodagem Viana do Castelo : EN308 7,000 Atropelamento de peões Viana do Castelo : Estrada de Ferreiros Despiste simples Viana do Castelo : Rua Carregais 0 - Despiste simples Viana do Castelo : Rua Estrada Nova Atropelamento de peões Viana do Castelo : Rua Portuzelo 1 - Colisão com outras situações Viana do Castelo : SAIDA-A27 6,600 Despiste com transposição do dispositivo de retenção lateral Vila Nova de Cerveira : EN13 103,680 Atropelamento de peões Vila Nova de Cerveira : Lugar da Várzea - Despiste com capotamento 14

VÍTIMAS A 30 DIAS ANO 2014. Relatório - Anual 19-08-2015 1

VÍTIMAS A 30 DIAS ANO 2014. Relatório - Anual 19-08-2015 1 VÍTIMAS A 30 DIAS ANO 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 4 EVOLUÇÃO GLOBAL... 5 1. Acidentes com : 2010/... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 7 1. Acidentes e segundo o mês... 7 2. Acidentes e segundo o dia da semana... 8

Leia mais

ANO de 2014. Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária. Relatório - Anual 30-07-2015 1

ANO de 2014. Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária. Relatório - Anual 30-07-2015 1 ANO de Sinistralidade Rodoviária Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 4 EVOLUÇÃO GLOBAL... 5 1. Acidentes com : 2005/... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 7 1. Acidentes e por mês... 7 2.

Leia mais

VÍTIMAS A 30 DIAS. Distrito - ÉVORA DEZ Relatório - Distrito 1

VÍTIMAS A 30 DIAS. Distrito - ÉVORA DEZ Relatório - Distrito 1 VÍTIMAS A 30 DIAS Distrito - ÉVORA DEZ 2015 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2010-2015... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2014/2015... 6 2. e segundo o mês... 6 3. e segundo o dia

Leia mais

Distrito - BEJA. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Distrito - BEJA. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1 Distrito - BEJA SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014... 6 2. e por

Leia mais

Distrito - PORTALEGRE. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Distrito - PORTALEGRE. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1 Distrito - PORTALEGRE SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014... 6 2.

Leia mais

Distrito - CASTELO BRANCO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Distrito - CASTELO BRANCO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1 Distrito - CASTELO BRANCO SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014...

Leia mais

Distrito - ÉVORA. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito

Distrito - ÉVORA. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito Distrito - ÉVORA SINISTRALIDADE Dez de 2012 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2003-2012... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2003/2012... 6 2. e por

Leia mais

VIANA DO CASTELO. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária

VIANA DO CASTELO. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária VIANA DO CASTELO SINISTRALIDADE ANO de 2007 Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES...3 EVOLUÇÃO 1998-2007...4 1. Acidentes com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS...6 1. Acidentes e : 2006/2007...

Leia mais

Distrito - FARO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Distrito - FARO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1 Distrito - FARO SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014... 6 2. e por

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 ACIDENTES E VÍTIMAS... 4

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 ACIDENTES E VÍTIMAS... 4 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 ACIDENTES E VÍTIMAS... 4 1. Acidentes e : 2010/2011... 4 2. Acidentes e por mês... 4 3. Acidentes e segundo o dia da semana... 5 4. Acidentes e segundo as condições de luminosidade...

Leia mais

ANO de Sinistralidade Rodoviária: VÍTIMAS no local. Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Anual 1

ANO de Sinistralidade Rodoviária: VÍTIMAS no local. Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Anual 1 ANO de 2015 Sinistralidade Rodoviária: VÍTIMAS no local Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 4 EVOLUÇÃO GLOBAL... 5 1. Acidentes com : 2006/2015... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 7 1.

Leia mais

VÍTIMAS A 30 DIAS ANO Relatório - Anual 1

VÍTIMAS A 30 DIAS ANO Relatório - Anual 1 VÍTIMAS A 30 DIAS ANO 2015 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 4 EVOLUÇÃO GLOBAL... 5 1. Acidentes com : 2010/2015... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 7 1. Acidentes e segundo o mês... 7 2. Acidentes e segundo o dia da semana...

Leia mais

Junho de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente. Observatório de Segurança Rodoviária

Junho de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente. Observatório de Segurança Rodoviária Junho de 2010 Principais Indicadores de Sinistralidade Continente Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2001-2010... 4 1. Acidentes com vítimas no período de Janeiro a Junho...

Leia mais

Mar de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente. Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Mensal

Mar de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente. Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Mensal Mar de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente Observatório de Segurança Rodoviária 4-8- 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 25-... 4 1. Acidentes com vítimas no período de Jan a Mar... 4 2.

Leia mais

SINISTRALIDADE ANO de 2009

SINISTRALIDADE ANO de 2009 Distrito de ÉVORA SINISTRALIDADE ANO de 2009 Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2000-2009... 4 1. Acidentes com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. Acidentes e :

Leia mais

ANO de Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Anual

ANO de Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Anual ANO de Sinistralidade Rodoviária Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 4 EVOLUÇÃO GLOBAL... 5 1. Acidentes com : 2002/... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 7 1. Acidentes e por mês... 7 2.

Leia mais

Distrito de BEJA. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária

Distrito de BEJA. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária Distrito de BEJA SINISTRALIDADE ANO de 2009 Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2000-2009... 4 1. Acidentes com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. Acidentes e : 2008/2009...

Leia mais

Mar de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente. Observatório de Segurança Rodoviária. Relatório - Mensal

Mar de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente. Observatório de Segurança Rodoviária. Relatório - Mensal Mar de Principais Indicadores de Sinistralidade Continente Observatório de Segurança Rodoviária 25-7- 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 28-... 4 1. Acidentes com vítimas no período de Jan a Mar... 4 2.

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via Vítimas segundo os distritos...

ÍNDICE DEFINIÇÕES Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via Vítimas segundo os distritos... ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 2014... 4 1. Vítimas por mês... 4 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 3. Vítimas segundo os distritos... 6 4. Vítimas segundo a natureza do acidente... 7 5. Vítimas

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via Vítimas segundo os distritos...

ÍNDICE DEFINIÇÕES Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via Vítimas segundo os distritos... ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 2014... 4 1. Vítimas por mês... 4 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 3. Vítimas segundo os distritos... 6 4. Vítimas segundo a natureza do acidente... 7 5. Vítimas

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 Distrito de BRAGANÇA 2010 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM 2010... 4 1. Vítimas por mês... 4 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 3. Vítimas segundo a natureza do acidente... 6 4. Vítimas

Leia mais

Distrito - AVEIRO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Distrito - AVEIRO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1 Distrito - AVEIRO SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014... 6 2. e

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 Distrito de BRAGA 2010 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM 2010... 4 1. Vítimas por mês... 4 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 3. Vítimas segundo a natureza do acidente... 6 4. Vítimas

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM Vítimas por mês Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 Distrito do Porto 2010 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM 2010... 4 1. Vítimas por mês... 4 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 3. Vítimas segundo a natureza do acidente... 6 4. Vítimas

Leia mais

ANO de Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária

ANO de Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária ANO de 2007 Sinistralidade Rodoviária Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES...3 PLANO NACIONAL DE PREVENÇÃO RODOVIÁRIA...4 EVOLUÇÃO GLOBAL...5 1. Acidentes e : 1988/2007...5 ACIDENTES

Leia mais

Distrito - VILA REAL. SINISTRALIDADE Dez de 2014. Observatório de Segurança Rodoviária 18-08-2015. Relatório - Distrito 1

Distrito - VILA REAL. SINISTRALIDADE Dez de 2014. Observatório de Segurança Rodoviária 18-08-2015. Relatório - Distrito 1 Distrito - VILA REAL SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014... 6 2.

Leia mais

Distrito de LEIRIA. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária

Distrito de LEIRIA. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária Distrito de LEIRIA SINISTRALIDADE ANO de 2008 Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 1999-2008... 4 1. Acidentes com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. Acidentes e :

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: CASTELO BRANCO. Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: CASTELO BRANCO. Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: CASTELO BRANCO * * Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007 ÍNDICE DEFINIÇÕES...3 INTRODUÇÃO...4 SINISTRALIDADE EM

Leia mais

Distrito - PORTO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1

Distrito - PORTO. SINISTRALIDADE Dez de Observatório de Segurança Rodoviária Relatório - Distrito 1 Distrito - PORTO SINISTRALIDADE Dez de 2014 Observatório de Segurança Rodoviária 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2005-2014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2005/2014... 6 2. e por

Leia mais

ANO de 2013. Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária 23-06-2014. Relatório - Anual

ANO de 2013. Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária 23-06-2014. Relatório - Anual ANO de Sinistralidade Rodoviária Observatório de Segurança Rodoviária -- ÍNDICE DEFINIÇÕES... EVOLUÇÃO GLOBAL.... Acidentes com : /... ACIDENTES E VÍTIMAS........... Acidentes Acidentes Acidentes Acidentes

Leia mais

RELATÓRIO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO

RELATÓRIO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO Os dados aqui apresentados são referentes aos acidentes registrados, em boletins de ocorrência, pelo Detran/AL e pela Polícia Rodoviária Federal em 2010, o que corresponde

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2005 Distrito: Viseu

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2005 Distrito: Viseu MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2005 Distrito: Viseu Mortágua 10368* Cinfães 21573* São Pedro do Sul 19125* Resende 12062* Castro Daire 16836* Carregal do Sal 10490* Lamego

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: VISEU. Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: VISEU. Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: VISEU * * Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007 ÍNDICE DEFINIÇÕES...3 INTRODUÇÃO...4 SINISTRALIDADE EM VISEU...5

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA ESTADUAL DE DEFESA SOCIAL DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/AL RELATÓRIO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO ANO 2009

ESTADO DE ALAGOAS SECRETARIA ESTADUAL DE DEFESA SOCIAL DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/AL RELATÓRIO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO ANO 2009 RELATÓRIO DE ACIDENTES DE TRÂNSITO ANO 29 Os dados aqui apresentados são referentes aos acidentes registrados, em boletins de ocorrência, pelo Detran/AL e pela Polícia Rodoviária Federal em 29, o que corresponde

Leia mais

VÍTIMAS A 30 DIAS. Distrito - LISBOA DEZ 2014 02-09-2015. Relatório - Distrito 1

VÍTIMAS A 30 DIAS. Distrito - LISBOA DEZ 2014 02-09-2015. Relatório - Distrito 1 VÍTIMAS A 30 DIAS Distrito LISBOA DEZ 2014 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 20102014... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2013/2014... 6 2. e segundo o mês... 6 3. e segundo o dia da

Leia mais

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM 2010... 4. 1. Vítimas por mês... 4. 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5

ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM 2010... 4. 1. Vítimas por mês... 4. 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 Distrito de LISBOA 2010 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 VÍTIMAS EM 2010... 4 1. Vítimas por mês... 4 2. Vítimas segundo a localização e o tipo de via... 5 3. Vítimas segundo a natureza do acidente... 6 4. Vítimas

Leia mais

SINISTRALIDADE COM VEÍCULOS DE DUAS RODAS: MEDIDAS RESPEITANTES À VIA PARA A SUA REDUÇÃO BASEADAS NO ESTUDO DE ACIDENTES REAIS OCORRIDOS EM PORTUGAL

SINISTRALIDADE COM VEÍCULOS DE DUAS RODAS: MEDIDAS RESPEITANTES À VIA PARA A SUA REDUÇÃO BASEADAS NO ESTUDO DE ACIDENTES REAIS OCORRIDOS EM PORTUGAL SINISTRALIDADE COM VEÍCULOS DE DUAS RODAS: MEDIDAS RESPEITANTES À VIA PARA A SUA REDUÇÃO BASEADAS NO ESTUDO DE ACIDENTES REAIS OCORRIDOS EM PORTUGAL João Domingues, Miguel Roque, Rui Silva João M. Pereira

Leia mais

Gestão da Segurança. Sinistralidade rodoviária laboral

Gestão da Segurança. Sinistralidade rodoviária laboral Gestão da Segurança Sinistralidade rodoviária laboral Sumário se o Introdução o Missão da Divisão de Trânsito o Causas o Análise de dados o Casos Reais o Conclusão Conceito de Acidente de Viação Facto

Leia mais

Acidentes Rodoviários de Trabalho

Acidentes Rodoviários de Trabalho Acidentes Rodoviários de Trabalho Lisboa, 03 de outubro de 2016 Jorge Jacob Agenda: 1 A evolução recente da sinistralidade rodoviária. 2 A Sinistralidade rodoviária laboral. 3 O combate à sinistralidade

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Distrito de LISBOA. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária

Distrito de LISBOA. SINISTRALIDADE ANO de Observatório de Segurança Rodoviária Distrito de LISBOA SINISTRALIDADE ANO de 2010 Observatório de Segurança Rodoviária ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2001-2010... 4 1. Acidentes com... 4 2. Vítimas... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. Acidentes

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

Acidentes Rodoviários de Trabalho

Acidentes Rodoviários de Trabalho Acidentes Rodoviários de Trabalho Lisboa, 03 de outubro de 2016 Jorge Jacob Agenda: 1 A evolução recente da sinistralidade rodoviária. 2 A Sinistralidade rodoviária laboral. 3 O combate à sinistralidade

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2005 Distrito: Porto

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2005 Distrito: Porto MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2005 Distrito: Porto Póvoa de Varzim 54914* V. do Conde 75473* Trofa 38693* Maia 127369* Matosinhos 167840* Porto 244998* Gondomar 167698*

Leia mais

METODOLOGIAS PARA ANÁLISE E PRODUÇÃO DE

METODOLOGIAS PARA ANÁLISE E PRODUÇÃO DE METODOLOGIAS PARA ANÁLISE E PRODUÇÃO DE CARTOGRAFIA DE SUSCETIBILIDADE DE ACIDENTE RODOVIÁRIO: CASO DE ESTUDO PARA O DISTRITO DE VIANA DO CASTELO (2002 2011) CARLOS GUERRA Escola Superior Agrária do Instituto

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: PORTO. Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: PORTO. Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2006 Distrito: PORTO * * Observatório de Segurança Rodoviária ABRIL 2007 ÍNDICE DEFINIÇÕES...3 INTRODUÇÃO...4 SINISTRALIDADE NO PORTO...5

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2004 Distrito: Porto

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2004 Distrito: Porto MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA EM 2004 Distrito: Porto Póvoa de Varzim 54914* V. do Conde 75473* Trofa 38693* Maia 127369* Matosinhos 167840* Porto 244998* Gondomar 167698*

Leia mais

ANEXO 12 EXTERNALIDADES. Parte I Penalidades por Externalidades Ambientais

ANEXO 12 EXTERNALIDADES. Parte I Penalidades por Externalidades Ambientais ANEXO 12 EXTERNALIDADES Parte I Penalidades por Externalidades Ambientais 1. Qualidade do Ar Estabilização da concentração de NO 2 nas infra-estruturas rodoviárias que integram o Empreendimento Subconcessionado

Leia mais

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016

Safra 2016/2017. Safra 2015/2016 Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado do Paraná Safra 2016/2017 Mar/16 0,6048 0,6048 0,6048 66,04 73,77 Abr 0,6232 0,6232 0,5927 64,72 72,29 Mai 0,5585 0,5878 0,5868

Leia mais

DOSSIER DE IMPRENSA Operação 100% Cool Pela Vida Trave! Dia 24.AGOSTO.2011

DOSSIER DE IMPRENSA Operação 100% Cool Pela Vida Trave! Dia 24.AGOSTO.2011 DOSSIER DE IMPRENSA Operação 100% Cool Pela Vida Trave! Dia 24.AGOSTO.2011 A Polícia de Segurança Pública (PSP), no âmbito das suas atribuições, tem de velar pelo cumprimento das leis e regulamentos relativos

Leia mais

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS

Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS Data Moeda Valor Vista Descrição Taxa US$ 07-Jul-00 Real 0,5816 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,81 14-Jul-00 Real 0,5938 Sem frete - PIS/COFINS (3,65%) NPR 1,8 21-Jul-00 Real 0,6493 Sem frete - PIS/COFINS

Leia mais

MOTO 2007 INTRODUÇÃO VÍTIMAS FROTA MOTOCICLISTAS ACIDENTES FERIDOS 2006 CONCLUSÃO

MOTO 2007 INTRODUÇÃO VÍTIMAS FROTA MOTOCICLISTAS ACIDENTES FERIDOS 2006 CONCLUSÃO INTRODUÇÃO A finalidade deste informativo é apresentar as características dos acidentes com vítimas fatais envolvendo motocicletas ocorridos no Distrito Federal em, acrescentado dos dados sobre acidentes

Leia mais

SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA 2004

SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA 2004 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA SINISTRALIDADE RODOVIÁRIA 2004 Elementos estatísticos Observatório de Segurança Rodoviária MAIO 2005 ÍNDICE INTRODUÇÃO...4 CONTINENTE...5 SINISTRALIDADE...5 DEFINIÇÕES...

Leia mais

ÍNDICE INTRODUÇÃO... 2 APRESENTAÇÕES... 3 FICHAS TEMÁTICAS... 15 O JOGO DO SEMÁFORO... 16 A SOPA DE LETRAS... 17 O JOGO DAS DIFERENÇAS...

ÍNDICE INTRODUÇÃO... 2 APRESENTAÇÕES... 3 FICHAS TEMÁTICAS... 15 O JOGO DO SEMÁFORO... 16 A SOPA DE LETRAS... 17 O JOGO DAS DIFERENÇAS... ÍNDICE INTRODUÇÃO... 2 APRESENTAÇÕES... 3 FICHAS TEMÁTICAS... 15 O JOGO DO SEMÁFORO... 16 A SOPA DE LETRAS... 17 O JOGO DAS DIFERENÇAS... 18 O JOGO DOS SINAIS... 19 AS PALAVRAS EM FALTA... 23 SITUAÇÕES

Leia mais

Acidentes de trânsito com envolvimento de bicicletas, segundo a gravidade e a jurisdição da via - DF, 2003-2010

Acidentes de trânsito com envolvimento de bicicletas, segundo a gravidade e a jurisdição da via - DF, 2003-2010 A topografia quase plana do Distrito Federal favorece trajetos ideais para serem percorridos por ciclistas. O clima da região e o baixo custo de se pedalar são fatores fatore que também contribuem para

Leia mais

FICHA TEMÁTICA VEÍCULOS AGRÍCOLAS 2004-2013

FICHA TEMÁTICA VEÍCULOS AGRÍCOLAS 2004-2013 FICHA TEMÁTICA VEÍCULOS AGRÍCOLAS 2004-2013 Urbanização de Casal de Cabanas, Cabanas Golf, 2734-507 Barcarena Linha Geral: 214 236 800 (9:30-18:00H) Correio eletrónico: transito@ansr.pt URL: http://www.ansr.pt

Leia mais

Diagnóstico de Trânsito na Região. Hortênsias. Assessoria Técnica - Gestão e Planejamento Dados de 2007 a 2013 Fonte: Procergs

Diagnóstico de Trânsito na Região. Hortênsias. Assessoria Técnica - Gestão e Planejamento Dados de 2007 a 2013 Fonte: Procergs Diagnóstico de Trânsito na Região Assessoria Técnica - Gestão e Planejamento Dados de 2007 a 2013 Fonte: Procergs Geral Trânsito Município População FEE 2012 Diagnóstico de Trânsito na Região A Região

Leia mais

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12

TABELA PRÁTICA PARA CÁLCULO DOS JUROS DE MORA ICMS ANEXA AO COMUNICADO DA-87/12 JANEIRO 2,8451 2,7133 2,4903 2,3303 2,1669 1,9859 1,7813 1,6288 1,4527 1,3148 1,1940 1,0684 FEVEREIRO 2,8351 2,6895 2,4758 2,3201 2,1544 1,9676 1,7705 1,6166 1,4412 1,3048 1,1840 1,0584 MARÇO 2,8251 2,6562

Leia mais

ACIDENTES RODOVIÁRIOS José Manuel Santos e Sandra Pinheiro (ULHT TERCUD) Luís Carvalho (SMPCA)

ACIDENTES RODOVIÁRIOS José Manuel Santos e Sandra Pinheiro (ULHT TERCUD) Luís Carvalho (SMPCA) CAMPANHA LOCAL UN ISDR 2010 2015 SEMPRE EM MOVIMENTO, AMADORA É RESILIENTE! ACIDENTES RODOVIÁRIOS 2000 2010 José Manuel Santos e Sandra Pinheiro (ULHT TERCUD) Luís Carvalho (SMPCA) ACIDENTES RODOVIÁRIOS

Leia mais

Paranhana Encosta da Serra

Paranhana Encosta da Serra Diagnóstico de Trânsito na Região Paranhana Encosta da Serra Assessoria Técnica - Gestão e Planejamento Dados de 2007 a 2013 Fonte: Procergs Geral Trânsito Município População FEE 2012 Diagnóstico de Trânsito

Leia mais

Metropolitano Delta do Jacuí

Metropolitano Delta do Jacuí Diagnóstico de Trânsito na Região Metropolitano Delta do Jacuí Assessoria Técnica - Gestão e Planejamento Dados de 2007 a 2013 Fonte: Procergs Geral Trânsito Município População FEE 2012 Diagnóstico de

Leia mais

Estudo Sobre a sinistralidade no Porto

Estudo Sobre a sinistralidade no Porto Estudo Sobre a sinistralidade no Porto Grupo 204 David Senra Alves Diogo Miguel Gomes Assis Fábio Alexandre Matoseiro Dinis Joana Sofia Terra Pereira José Miguel Mesquita Teixeira Wilson Fernando Gonçalves

Leia mais

VÍTIMAS A 30 DIAS. Distrito - LISBOA DEZ 2013 08-08-2014. Relatório - Distrito

VÍTIMAS A 30 DIAS. Distrito - LISBOA DEZ 2013 08-08-2014. Relatório - Distrito VÍTIMAS A 30 DIAS Distrito - LISBOA DEZ 2013 1 ÍNDICE DEFINIÇÕES... 3 EVOLUÇÃO 2010-2013... 4 1. com... 4 2.... 5 ACIDENTES E VÍTIMAS... 6 1. e 2012/2013... 6 2. e segundo o mês... 6 3. e segundo o dia

Leia mais

Alto da Serra do Botucaraí

Alto da Serra do Botucaraí Diagnóstico de Trânsito na Região Alto da Serra do Botucaraí Assessoria Técnica - Gestão e Planejamento Dados de 2007 a 2013 Fonte: Procergs Geral Trânsito Município População FEE 2012 Diagnóstico de Trânsito

Leia mais

Comando Distrital Operações Socorro Viana do Castelo. Grupo de Trabalho para Análise da Problemática dos Incêndios Florestais

Comando Distrital Operações Socorro Viana do Castelo. Grupo de Trabalho para Análise da Problemática dos Incêndios Florestais Comando Distrital Operações Socorro Viana do Castelo Grupo de Trabalho para Análise da Problemática dos Incêndios Florestais 12 Fevereiro 2014 o Distrito Concelho Habitantes Hab/Km 2 Área 10 Concelhos

Leia mais

ALTO MINHO DE FEVEREIRO 2014 COMO EXPORTAR O ALTO MINHO

ALTO MINHO DE FEVEREIRO 2014 COMO EXPORTAR O ALTO MINHO ALTO MINHO 2020 11 DE FEVEREIRO 2014 COMO EXPORTAR O ALTO MINHO VIANA DO CASTELO CENTRO DE CAPTAÇÃO CENTRO CATAPULTADOR PARA REGIÃO C.I.M. CENTRO COORDENADOR PROJECTOS PARA VIANA DO CASTELO MUSEU DO MAR

Leia mais

ALTO MINHO DE FEVEREIRO 2014 COMO EXPORTAR O ALTO MINHO

ALTO MINHO DE FEVEREIRO 2014 COMO EXPORTAR O ALTO MINHO ALTO MINHO 2020 11 DE FEVEREIRO 2014 COMO EXPORTAR O ALTO MINHO VIANA DO CASTELO CENTRO DE CAPTAÇÃO CENTRO CATAPULTADOR PARA REGIÃO C.I.M. CENTRO COORDENADOR PROJECTOS PARA VIANA DO CASTELO MUSEU DO MAR

Leia mais

Planeamento urbano: A Engenharia de Tráfego aplicada na melhoria da segurança e da mobilidade em meio urbano.

Planeamento urbano: A Engenharia de Tráfego aplicada na melhoria da segurança e da mobilidade em meio urbano. i AGRADECIMENTOS Aos meus pais por tudo, principalmente pela confiança que sempre depositaram em mim. À minha orientadora, professora Cláudia Beato pelos conselhos dados ao longo da tese. Aos meus colegas

Leia mais

Evolução da Sinistralidade Rodoviária. A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

Evolução da Sinistralidade Rodoviária. A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária Evolução da Sinistralidade Rodoviária A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária DIMENSÃO DO PROBLEMA Relatório da Organização Mundial de Saúde (WHO) sobre Prevenção Rodoviária (2009) 2004 2030 POS

Leia mais

Década de Ação pela. Segurança no Trânsito VEÍCULOS SEGUROS

Década de Ação pela. Segurança no Trânsito VEÍCULOS SEGUROS Década de Ação pela Segurança no Trânsito VEÍCULOS SEGUROS Prof. João M. P. Dias jdias@dem.ist.utl.pt www.dem.ist.utl.pt/acidentes NIAR Núcleo de Acidentes Rodoviários IDMEC Instituto de Engenharia Mecânica

Leia mais

Manual do Código da Estrada

Manual do Código da Estrada O condutor de um veículo em marcha deve manter entre o seu veículo e o que o precede a distância suficiente para evitar acidentes em caso de súbita paragem ou diminuição de velocidade deste. O condutor

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. Roberto de Lucena)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. Roberto de Lucena) PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Do Sr. Roberto de Lucena) Altera a Lei nº 9.503 de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para tornar obrigatório o uso de cadeirinha no transporte

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO COM VÍTIMAS NO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE ANO 2011

INFORMAÇÕES SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO COM VÍTIMAS NO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE ANO 2011 EMPRESA DE TRANSPORTES E TRÂNSITO DE BELO HORIZONTE S/A BHTRANS DIRETORIA DE ATENDIMENTO E INFORMAÇÃO DAI GERÊNCIA DE COORDENAÇÃO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO - COGI GERÊNCIA DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO - GPDOC

Leia mais

ACES com programação completa cobertura total ACES com programação parcial - cobertura ainda incompleta

ACES com programação completa cobertura total ACES com programação parcial - cobertura ainda incompleta ACES Início Conclusão 00 0 0 Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Nov Dez Alto Minho -0-00 -0-0 Alto Tâmega e Barroso 8-06-00-07-0 Aveiro Norte 0-09-00-0-0

Leia mais

Ministério da Administração Interna. Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

Ministério da Administração Interna. Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária Ministério da Administração Interna Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária ANUÁRIO DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA Parque de Ciências e Tecnologia de Oeiras Avenida de Casal de Cabanas, Urbanização de Cabanas

Leia mais

Caracterização das lesões Os Acidentes de Trânsito que envolveram pacientes ocupantes de motocicletas produziram, predominantemente, lesões medulares,

Caracterização das lesões Os Acidentes de Trânsito que envolveram pacientes ocupantes de motocicletas produziram, predominantemente, lesões medulares, Acidentes de Trânsito Motocicleta Caracterização dos pacientes Considerando o período de Janeiro a Junho de 2013, nos hospitais da Rede SARAH, entre as internações motivadas por Acidente de Trânsito, 47,0%

Leia mais

Antes do sinal vertical, posso ultrapassar? Não. Sim.

Antes do sinal vertical, posso ultrapassar? Não. Sim. Antes do sinal vertical, posso ultrapassar? Não. Sim. Ao efectuar a ultrapassagem, devo estar especialmente atento: À sinalização existente. Às características do meu veículo e à largura da faixa de rodagem.

Leia mais

Fundo de Garantia de Operações - FGO

Fundo de Garantia de Operações - FGO f. Fundo de Garantia de - FGO Fundo de Garantia de - FGO CNPJ nº 10.983.890/0001-52 O valor das garantias concedidas pelo FGO, em 2015, estão demonstrados nas tabelas I-a; I-b; I-c, I-d, I-e e 1- contratadas

Leia mais

Equipe Técnica. Governo do Estado do Amapá Departamento Estadual de Trânsito Coordenadoria Técnica Núcleo de Engenharia

Equipe Técnica. Governo do Estado do Amapá Departamento Estadual de Trânsito Coordenadoria Técnica Núcleo de Engenharia Equipe Técnica Benedito Costa e Silva Agente Administrativo Leonidas da Rosa Luz Técnico em Infraestrutura Denyson Wasley Santiago Técnico em Infraestrutura Charles Oliveira da Silva Estágiario Agradecimentos

Leia mais

INFORMAÇÕES SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO COM VÍTIMAS NO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE ANO 2010

INFORMAÇÕES SOBRE ACIDENTES DE TRÂNSITO COM VÍTIMAS NO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE ANO 2010 EMPRESA DE TRANSPORTES E TRÂNSITO DE BELO HORIZONTE S/A BHTRANS DIRETORIA DE ATENDIMENTO E INFORMAÇÃO DAI GERÊNCIA DE COORDENAÇÃO DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO - COGI GERÊNCIA DE PESQUISA E DOCUMENTAÇÃO - GPDOC

Leia mais

IPC-Fipe. 3ª quadrissemana de agosto/16. 26 de agosto de 2016

IPC-Fipe. 3ª quadrissemana de agosto/16. 26 de agosto de 2016 3ª quadrissemana de agosto/16 26 de agosto de 2016 Os INFORMATIVOS ECONÔMICOS da (SPE) são elaborados a partir de dados de conhecimento público, cujas fontes primárias são instituições autônomas, públicas

Leia mais

Estudo de circulação da Rua de Costa

Estudo de circulação da Rua de Costa Estudo de circulação da Rua de Costa Cabral PELOURO DA MOBILIDADE Apresentação preliminar - Março 2015 ENQUADRAMENTO No âmbito do projeto Via Livre, que envolve a STCP, PM e DMGVP, a rua de Costa Cabral

Leia mais

DADOS PRELIMINARES MOTO 2010 INFORMATIVO N 5 ACIDENTES COM VÍTIMA ENVOLVENDO MOTO DISTRITO FEDERAL, 2010

DADOS PRELIMINARES MOTO 2010 INFORMATIVO N 5 ACIDENTES COM VÍTIMA ENVOLVENDO MOTO DISTRITO FEDERAL, 2010 ACIDENTES COM VÍTIMA ENVOLVENDO INTRODUÇÃO O objetivo deste informativo é apresentar as principais estatísticas dos acidentes com vítima envolvendo motos ocorridos no Distrito Federal em e, a partir desses

Leia mais

COMITÉ PERMANENTE CP 2 AMBIENTE E SEGURANÇA ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA 2O1O

COMITÉ PERMANENTE CP 2 AMBIENTE E SEGURANÇA ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA 2O1O COMITÉ PERMANENTE CP 2 AMBIENTE E SEGURANÇA ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA 2O1O 1 2 ANUÁRIO ESTATÍSTICO DE SEGURANÇA RODOVIÁRIA 2O1O Índice 4 Apresentação 5 Caracterização da rede 8 Circulação

Leia mais

TRÂNSITO E ACIDENTES

TRÂNSITO E ACIDENTES TRÂNSITO E ACIDENTES Roberta Atherton Magalhães Dias A ocorrência de acidentes de trânsito é cada vez mais comum e cresce em gravidade. Conforme dados do relatório anual de estatística de 2007, do Departamento

Leia mais

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE

RECALL SMITHS LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE DOCUMENTO 2 LISTA DOS PRODUTOS ENVOLVIDOS, IMPORTADOS AO BRASIL PELA CIRÚRGICA FERNANDES, COM INFORMAÇÕES SOBRE PRODUTOS VENDIDOS E EM ESTOQUE 100.105.025 644425 10 10 fev/05 fev/10 9660 10/10/2005 13/10/2005

Leia mais

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo

Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Valores de ATR e Preço da Tonelada de Cana-de-açúcar - Consecana do Estado de São Paulo Safra 2015/2016 Mensal Acumulado Cana Campo (1) Cana Esteira (2) R$/Kg ATR R$/Kg ATR R$/Ton. R$/Ton. Abr/15 0,4909

Leia mais

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940

Vênus Em Aquário 25 Dez 1939. Vênus Em Peixes 18 Jan 1940. Vênus Em Áries 12 Fev 1940. Vênus Em Touro 8 Mar 1940. Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Aquário 25 Dez 1939 Vênus Em Peixes 18 Jan 1940 Vênus Em Áries 12 Fev 1940 Vênus Em Touro 8 Mar 1940 Vênus Em Gêmeos 4 Abr 1940 Vênus Em Câncer 6 Maio 1940 Vênus Em Gêmeos 5 Jul 1940 Vênus Em

Leia mais

Perdas salariais da categoria desde novembro de 1990. Docentes das Universidades Estaduais da Bahia

Perdas salariais da categoria desde novembro de 1990. Docentes das Universidades Estaduais da Bahia Perdas salariais da categoria desde novembro de 1990 Docentes das Universidades Estaduais da Bahia Itapetinga, 10 de Abril de 2012 Sobre o estudo de perdas O estudo feito pelo DIEESE teve como objetivo

Leia mais

Atualização de $ 602,77 de Abr-2006 para Mai-2011 pelo índice INPC. Valor atualizado: $ 784,48

Atualização de $ 602,77 de Abr-2006 para Mai-2011 pelo índice INPC. Valor atualizado: $ 784,48 CONTINUO de $ 602,77 de 2006 para Mai-2011 pelo índice INPC. Valor atualizado: $ 784,48 06=0,12%; Mai-06=0,13%; Jun-06=-0,07%; Jul-06=0,11%; Ago-06=-0,02%; Set- 06=0,43%; Nov-06=0,42%; Dez-06=0,62%; Jan-07=0,49%;

Leia mais

MONITORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE

MONITORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE MONITORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE Realizado no âmbito da Comissão de Acompanhamento procedente do Protocolo entre o ICAP e a APCV º Semestre Comparação ANUAL Índice Introdução Actividade Geral Envolvimento das

Leia mais

MONITORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE

MONITORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE MONITORIZAÇÃO DA ACTIVIDADE Realizado no âmbito da Comissão de Acompanhamento procedente do Protocolo entre o ICAP e a APCV º Semestre Comparação ANUAL Índice Introdução Actividade Geral Envolvimento das

Leia mais

RELATÓRIO ESTATÍSTICO CRIMINAL 1º, 2º e 3º TRIMESTRE - 2013

RELATÓRIO ESTATÍSTICO CRIMINAL 1º, 2º e 3º TRIMESTRE - 2013 ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA COORDENADORIA DE ANÁLISE E PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO RELATÓRIO ESTATÍSTICO CRIMINAL 1º, 2º e 3º TRIMESTRE - 213 Curitiba - Outubro/13 ESTADO DO

Leia mais

ANTP COMISSÃO DE TRÂNSITO GT SEGURANÇA O REGISTRO DEACIDENTES NOBRASIL:

ANTP COMISSÃO DE TRÂNSITO GT SEGURANÇA O REGISTRO DEACIDENTES NOBRASIL: ANTP COMISSÃO DE TRÂNSITO GT SEGURANÇA O REGISTRO DEACIDENTES NOBRASIL: A QUESTÃO DA FALTA DE PADRONIZAÇÃO DO FORMULÁRIO Engo. José Antonio Oka jaoka@uol.com.br 26/04/13 Gestão da Segurança Viária Nesta

Leia mais

Acidentes de Trânsito com Vítimas Fatais no RS. Fonte de dados: Sistema de Consultas Integradas - SSP

Acidentes de Trânsito com Vítimas Fatais no RS. Fonte de dados: Sistema de Consultas Integradas - SSP Acidentes de Trânsito com Vítimas Fatais no RS Fonte de dados: Sistema de Consultas Integradas - SSP INTRODUÇÃO Projetos Dados e Informações Metodologia Aplicação Padronização Informações Coleta Confiabilidade

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES CAMPO DE FÉRIAS

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES CAMPO DE FÉRIAS CAMPO DE FÉRIAS PLANO ANUAL DE ATIVIDADES ÍNDICE TIPOLOGIA E DURAÇÃO DOS CAMPOS DE FÉRIAS... 3 Não residenciais... 3 Residenciais... 3 PLANO ANUAL DE ATIVIDADES... 4 Não Residenciais... 4 Residenciais...

Leia mais

Grupos Disponíveis Para Venda - 25/05/2015 10:58:48

Grupos Disponíveis Para Venda - 25/05/2015 10:58:48 25/05/2015 10:59:09 Página 1 Grupo: 000894 Prazo: 084 Prazo Restante: 062 Assembleia Atual: 023 11/06/2015 Vencimento: 08/06/2015 Participantes: 600 Cotas Vagas: 000 Característica: 1 SORTEIO - 1 SORTEIO

Leia mais

CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRÂNSITO

CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRÂNSITO Realização: CONGRESSO INTERNACIONAL DE TRÂNSITO Porto Alegre/RS, 17 a 20 de julho de 2012. Prof.ª Me. Ivanise Rotta Chefe da Divisão de Educação para o Trânsito ivaniserotta@gmail.com Agetran +55 (67)

Leia mais