FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA"

Transcrição

1 FICHA DE DADOS DE SEGURANÇA SECÇÃO 1: Identificação da substância/mistura e da sociedade/empresa 1.1. Identificador do produto Nome comercial ou designação da mistura Número de registo Sinónimos Nenhum. Código de produto A Component FX70 6MP (FX706MP1PTSA, FX706MP1A, FX706) Data de publicação 16Dezembro2015 Número da versão 01 Data de revisão Data de substituição 1.2. Utilizações identificadas relevantes da substância ou mistura e utilizações desaconselhadas Utilizações identificadas Três componentes grout epoxy aquático multiusos Componente A. Utilizações Nenhum conhecido. desaconselhadas 1.3. Identificação do fornecedor da ficha de dados de segurança Fabricante Simpson StrongTie Company Inc. Endereço 5956 W. Las Positas Blvd, Pleasanton, CA País EUA Número de telefone Fornecedor S&P Clever Reinforcement Company AG Endereço Seewernstrasse 127, CH 6423 Seewen País Suíça Número de telefone Número de telefone de emergência Telefone de emergência (334090) (Código de acesso): Geral na UE 112 (Disponível 24 horas por dia. A informação sobre o produto/fds poderá não estar disponível para o Serviço de Emergência.) SECÇÃO 2: Identificação dos perigos 2.1. Classificação da substância ou mistura A mistura foi avaliada e/ou testada quanto aos seus perigos físicos, para a saúde e para o ambiente e aplicase a seguinte classificação. Classificação de acordo com o regulamento (CE) N.º 1272/2008, na sua última redacção Perigos para a saúde Corrosão/irritação cutânea Lesões/irritações oculares graves Sensibilização cutânea Mutagenicidade em células germinativas Carcinogenicidade Categoria 2 Categoria 2 Categoria 1 Categoria 2 Categoria 2 Perigos para o ambiente Perigoso para o ambiente aquático, perigo de Categoria 2 longo prazo para o ambiente aquático H315 Provoca irritação cutânea. H319 Provoca irritação ocular grave. H317 Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. H341 Suspeito de provocar anomalias genéticas. H351 Suspeito de provocar cancro. H411 Tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros. Resumo dos perigos Pode ser inflamado por calor, faíscas ou chamas. Suspeito de provocar cancro. Provoca irritação cutânea. Provoca irritação ocular grave. Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. Suspeito de provocar anomalias genéticas. Perigoso para o ambiente quando despejado em cursos de água Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

2 2.2. Elementos do rótulo Rótulo em conformidade com o Regulamento (CE) n.º 1272/2008, na redação atual Contém: Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas, Éter butilglicidílico, Éter ocresilglicidílico Pictogramas de perigo Palavrasinal Advertências de perigo H315 H317 H319 H341 H351 H411 Recomendações de prudência Prevenção P261 P280 Resposta P305 + P351 + P338 P308 + P313 P333 + P313 Armazenamento Eliminação P501 Informação suplementar no rótulo 2.3. Outros perigos Atenção Provoca irritação cutânea. Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. Provoca irritação ocular grave. Suspeito de provocar anomalias genéticas. Suspeito de provocar cancro. Tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros. Evitar respirar as névoas ou vapores. Usar luvas de protecção/protecção ocular/protecção facial. SE ENTRAR EM CONTACTO COM OS OLHOS: enxaguar cuidadosamente com água durante vários minutos. Se usar lentes de contacto, retireas, se tal lhe for possível. Continuar a enxaguar. EM CASO DE exposição ou suspeita de exposição: consulte um médico. Em caso de irritação ou erupção cutânea: consulte um médico. Conservar afastado de materiais incompatíveis. Eliminar o conteúdo/recipiente de acordo com os regulamentos locais/regionais/nacionais/internacionais. Nenhum. Não é uma substância ou mistura PBT ou mpmb. SECÇÃO 3: Composição/informação sobre os componentes 3.2. Misturas Informação geral Designação química % N.º CAS / N.º CE N.º de registo REACH N.º de INDICE Notas Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas Classificação: Skin Irrit. 2;H315, Skin Sens. 1;H317, Eye Irrit. 2;H319, Aquatic Chronic 2;H411 Éter butilglicidílico Classificação: Flam. Liq. 3;H226, Acute Tox. 4;H302, Skin Sens. 1;H317, Acute Tox. 4;H332, STOT SE 3;H335, Muta. 2;H341, Carc. 2;H351, Aquatic Chronic 3;H412 Éter ocresilglicidílico Classificação: Skin Irrit. 2;H315, Skin Sens. 1;H317, Acute Tox. 3;H331, Muta. 2;H341, Aquatic Chronic 2;H X C Lista de abreviaturas e símbolos que podem ser utilizados acima Nota C: Algumas substâncias orgânicas podem ser comercializadas numa forma isomérica específica ou na forma de uma mistura de diversos isómeros. Nesses casos, o fornecedor deve indicar no rótulo se a substância é um isómero específico ou uma mistura de isómeros. Comentários sobre a composição O texto completo de todas as advertências de perigo encontrase na secção 16. Todas as concentrações são dadas em percentagem por peso, excepto se o ingrediente for um gás. As concentrações dos gases são dadas em percentagem por volume Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

3 SECÇÃO 4: Medidas de primeiros socorros Informação geral Retirar imediatamente todo o vestuário contaminado. EM CASO DE exposição ou suspeita de exposição: consulte um médico. Assegurar que o pessoal médico está consciente do) materia(iais envolvido) e que toma precauções para se proteger. Lavar a roupa contaminada antes de a voltar a usar Descrição das medidas de primeiros socorros Inalação Deslocar para o ar fresco. Chamar um médico se os sintomas se manifestarem ou persistirem. Contacto com a pele Remover imediatamente o vestuário contaminado e lavar a pele com água e sabão. Em caso de eczema ou outra doença da pele, consultar um médico e mostrar esta ficha. Retirar a roupa contaminada e lavála antes de a voltar a usar. Contacto com os olhos Ingestão 4.2. Sintomas e efeitos mais importantes, tanto agudos como retardados 4.3. Indicações sobre cuidados médicos urgentes e tratamentos especiais necessários SECÇÃO 5: Medidas de combate a incêndios Perigos gerais de incêndio 5.1. Meios de extinção Meios de extinção adequados Meios de extinção inadequados 5.2. Perigos especiais decorrentes da substância ou mistura Lavar os olhos imediatamente com bastante água por pelo menos 15 minutos. Retirar as lentes de contacto se as tiver e se as puder retirar. Continuar a enxaguar. Consultar o médico no caso de surgir irritação persistente. Enxaguar a boca. Consultar um médico se surgirem sintomas. Não provocar o vómito a não ser por indicação de um centro de informação antivenenos ou de um médico. Em caso de vómito, manter a cabeça baixa para que o conteúdo do estômago não penetre nos pulmões. Nunca administrar nada pela boca a pessoas inconscientes. Os sintomas podem incluir ardência, lacrimejamento, vermelhidão, inchaço e embaçamento da visão. Irritação da pele. Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. Dermatites. Erupção cutânea. Pode causar vermelhidão e dor. Forneça medidas de apoio geral e trate sintomaticamente. Os sintomas podem ser retardados. Líquido combustiveis. Névoa de água. Espuma. Pó químico seco. Dióxido de carbono (CO2). Não utilizar água como extintor, pois esta causa o alastramento do incêndio. Durante incêndios podemse formar gases perigosos. Pode ocorrer decomposição acima de 260 C (500 F). Não deixar a água de controlo do incêndio entrar nos esgotos ou em cursos de água Recomendações para o pessoal de combate a incêndios Equipamento de proteção Removver ou isolar todas as fontes de ignição. Evacuar o pessoal para uma área segura. Usar especial para as pessoas água pulverizada para manter frescos os recipientes expostos ao incêndio. envolvidas no combate a incêndios Procedimentos específicos de combate a incêndios Métodos específicos Em caso de incêndio e/ou explosão não respirar os fumos. Retirar recipientes da área do incêndio, caso possa ser feito sem riscos. Usar procedimentos normais para a extinção de incêndios e considerar o perigo doutros materiais envolvidos. Retirar recipientes da área do incêndio, caso possa ser feito sem riscos. Em caso de incêndio, deve ser envergado equipamento autónomo de respiração e vestuário de protecção completo. Em caso de incêndio e/ou explosão não respirar os fumos. SECÇÃO 6: Medidas a tomar em caso de fugas acidentais 6.1. Precauções individuais, equipamento de proteção e procedimentos de emergência Para o pessoal não Manter afastado todo o pessoal desnecessário. Afastar as pessoas e mantêlas numa direcção envolvido na resposta à contrária ao vento em relação ao derrame. Eliminar todas as fontes de ignição (não fumar, não emergência provocar chamas, faíscas nem foguear nas áreas imediatamente circundantes) Usar equipamento e roupas apropriadas de protecção durante a limpeza. Evite a inalação de vapores ou névoa. Não tocar em recipientes danificados ou em material derramado sem vestuário protector apropriado. Ventilar dependências fechadas antes de entrar. As autoridades locais devem ser avisadas se uma quantidade importante de derramamento não pode ser controlada. Para o pessoal responsável pela resposta à emergência 6.2. Precauções a nível ambiental Manter afastado todo o pessoal desnecessário. Usar equipamento e roupas apropriadas de protecção durante a limpeza. Usar a protecção individual recomendada na secção 8 da FDS. Evitar a libertação para o ambiente. Contactar as autoridades locais em caso de derrame para sistemas de drenagem/ambiente aquático. Prevenir dispersão ou derramamento ulterior se for mais seguro assim. Não contaminar a água. Evitar a eliminação em dispositivos de drenagem, em cursos de água ou no solo Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

4 6.3. Métodos e materiais de confinamento e limpeza Eliminar todas as fontes de ignição (não fumar, não provocar chamas, faíscas nem foguear nas áreas imediatamente circundantes) Ventile a área contaminada. Evitar acumulação de cargas electrostáticas. Utilizar apenas ferramentas antichispa. Manter materiais combustíveis (madeira, papel, óleo, etc.) longe do material derramado. Este produto é miscível em água. Grandes derrames: Estancar o fluxo de material, caso possa fazêlo sem riscos. Sempre que possível, conter o material derramado. Utilizar material não combustível, como vermiculite, areia ou terra para absorver o produto e colocar num contentor para eliminação posterior. Evitar que o produto entre no sistema de esgotos. Após a recuperação do produto, enxaguar a área com água. Pequenos derrames: Limpar com material absorvente (pano, pedaço de lã, por exemplo). Limpar bem a superfície para remover contaminações residuais. Recolher em recipientes aprovados e vedar com segurança Remissão para outras secções Nunca repor a substância derramada na embalagem original para reutilização. Para informação sobre a protecção individual consultar o ponto 8 da FDS. Para informações sobre a eliminação, consultar o ponto 13 da FDS. SECÇÃO 7: Manuseamento e armazenagem 7.1. Precauções para um manuseamento seguro 7.2. Condições de armazenagem segura, incluindo eventuais incompatibilidades 7.3. Utilização(ões) final(is) específica(s) Pedir instruções específicas antes da utilização. Não manuseie o produto antes de ter lido e percebido todas as precauções de segurança. Não manusear, armazenar, nem abrir perto de uma chama, de fontes de calor ou de ignição. Proteger o material da luz directa do sol. Não comer, beber ou fumar durante a utilização Evitar respirar as névoas ou vapores. Evitar o contacto com a pele. Evitar o contacto com os olhos. Evitar a exposição prolongada. Evitar o contacto com a roupa. As mulheres grávidas não devem trabalhar com o produto se houver o mais pequeno risco de exposição. Pessoas susceptíveis a reacções alérgicas não devem manusear este produto. Proporcionar ventilação adequada. Usar equipamento de protecção pessoal adequado. Respeitar as regras de boa higiene industrial. Evitar a libertação para o ambiente. Não deitar os resíduos no esgoto. Armazenar em local fechado à chave. Manter ao abrigo de calor, faíscas e chama nua. Conservar no recipiente original bem fechado. Armazenar em lugar fresco e seco, ao abrigo da luz solar directa. Armazenar em local bem ventilado. Armazenar afastado de materiais incompatíveis (ver Secção 10 da FDS). Proteger de danos físicos. Três componentes grout epoxy aquático multiusos Componente A. SECÇÃO 8: Controlo da exposição/proteção individual 8.1. Parâmetros de controlo Valoreslimite de exposição profissional Portugal. VLEs. Normas sobra a exposição relativa à profissão aos agentes químicos (NP 1796) Componentes Éter butilglicidílico (CAS ) Valoreslimite biológicos Processos de monitorização recomendados Nível derivado de exposição sem efeito (DNEL) Concentrações previsivelmente sem efeitos (PNEC) Cat. Valor TWA 3 ppm Não estão anotados limites de exposição biológica para o(s) ingrediente(s). Seguir os procedimentos de monitorização convencionais. Orientações de exposição Norma Portuguesa relativa aos valoreslimite de exposição profissional: designação relativa à pele Éter butilglicidílico (CAS ) Perigo de absorção cutânea. Valoreslimite de limiar segundo a ACGIH dos EUA designação relativa à pele Éter butilglicidílico (CAS ) Perigo de absorção cutânea Controlo da exposição Controlos técnicos adequados Exaustores de ar gerais e locais à prova de explosão. Deve ser utilizada uma boa ventilação geral (habitualmente 10 mudanças de ar por hora). As velocidades de ventilação devem corresponder às condições. Caso se aplique, utilizar confinamento de processos, ventilação local por exaustão ou outros controlos de manutenção para que os níveis no ar permaneçam abaixo dos limites de exposição recomendados. Caso não tenham sido estabelecidos limites de exposição, manter os níveis no ar a um nível aceitável. É obrigatória a existência de instalações para lavar os olhos e chuveiro de emergência ao manusear este produto Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

5 Medidas de proteção individual, nomeadamente equipamentos de proteção individual Informação geral Usar o equipamento de protecção individual exigido. O equipamento de protecção pessoal deve ser escolhido em conformidade com as normas CEN e em cooperação com o fornecedor do equipamento de protecção pessoal. Proteção ocular/facial Proteção da pele Proteção das mãos Outras Proteção respiratória Perigos térmicos Medidas de higiene Controlo da exposição ambiental SECÇÃO 9: Propriedades físicoquímicas 9.1. Informações sobre propriedades físicas e químicas de base Aspeto Estado físico Líquido. Forma Líquido. Cor Cor de âmbar transparente. Odor Doce. Limiar olfactivo ph Ponto de fusão/ponto de congelação Ponto de ebulição inicial e intervalo de ebulição Ponto de inflamação 82,0 C (179,6 F) Taxa de evaporação Inflamabilidade (sólido, gás) Limites superior/inferior de inflamabilidade ou de explosividade Limite de inflamabilidade inferior (%) Limite de inflamabilidade superior (%) Pressão de vapor Densidade de vapor Densidade relativa 1,12 Solubilidade(s) Solúvel Coeficiente de repartição: noctanol/água Temperatura de autoignição Temperatura de decomposição Viscosidade Propriedades explosivas Propriedades comburentes 9.2. Outras informações COV (% em massa) 2 g/l (A + B + C) Utilizar óculos de segurança com protectores laterais (ou óculos completos). Use luvas adequadas resistentes a produtos químicos. São recomendadas luvas de nitrilo, borracha butílica ou neopreno. Usar roupas adequadas resistentes a produtos químicos. Recomendase o uso de roupas normais de trabalho (mangas compridas e calça compridas). Se os controlos de manutenção não mantiverem as concentrações no ar abaixo dos limites de exposição recomendados (quando aplicável) ou dentro de níveis aceitáveis (nos países em que não tiverem sido estabelecidos limites de exposição), é obrigatório o uso de um aparelho respiratório aprovado. Quando necessário, usar equipamento de protecção térmica individual adequado. Observar sempre boas medidas de higiene pessoal, tais como lavarse depois de manusear o material e antes de comer, beber ou fumar. Lavar frequentemente as roupas de trabalho e os equipamentos protectores para remoção de contaminantes. A roupa de trabalho contaminada não pode sair do local de trabalho. Confinar derrames e prevenir fugas, observando também os regulamentos nacionais em matéria de emissões. O gestor ambiental tem de ser informado de todas as fugas importantes Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

6 SECÇÃO 10: Estabilidade e reatividade Reatividade Estabilidade química Possibilidade de reações perigosas Condições a evitar Materiais incompatíveis Produtos de decomposição perigosos SECÇÃO 11: Informação toxicológica O produto é estável e não reactivo nas condições normais de utilização, armazenamento e transporte. O material é estável em condições normais. Nenhuma reacção perigosa nas condições normais de utilização. Evitar calor, faíscas, chamas nuas e outras fontes de ignição. Evitar temperaturas que excedam o ponto de inflamação. Contacto com materiais incompatíveis. Agentes comburentes. Ácidos. Bases orgânicas. Aminas. O fogo ou altas temperaturas criam: Monóxido de carbono. Dióxido de carbono. Aldeídos. Ácidos. Substâncias orgânicas. Informação geral A exposição profissional à substância ou à mistura pode causar efeitos adversos. Informações sobre vias de exposição prováveis Inalação A inalação prolongada pode ser prejudicial. Contacto com a pele Provoca irritação cutânea. Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. Contacto com os olhos Provoca irritação ocular grave. Ingestão Pode causar malestar se ingerido. Contudo, não é provável que a ingestão constitua uma via de exposição profissional. Pode irritação do aparelho digestivo. Sintomas Os sintomas podem incluir ardência, lacrimejamento, vermelhidão, inchaço e embaçamento da visão. Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. Irritação da pele. Pode causar vermelhidão e dor. Dermatites. Erupção cutânea Informações sobre os efeitos toxicológicos Toxicidade aguda Componentes Éter butilglicidílico (CAS ) Agudo Pode ter um efeito irritante e provocar indisposição. Espécie Oral LD50 Coelho Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas (CAS ) Agudo Dérmico LD50 Oral LD50 Corrosão/irritação cutânea Lesões/irritações oculares graves Sensibilização respiratória Sensibilização cutânea Mutagenicidade em células germinativas Carcinogenicidade Toxicidade reprodutiva Toxicidade para órgãosalvo específicos exposição única Toxicidade para órgãosalvo específicos exposição repetida Perigo de aspiração Informações sobre misturas versus informações sobre substâncias Outras informações Rato Rato Provoca irritação cutânea. Provoca irritação ocular grave. Resultados dos testes 1660 mg/kg > 2000 mg/kg > 5000 mg/kg Devido à falta parcial ou total de dados não é possível fazer a classificação. Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. Suspeito de provocar anomalias genéticas. Suspeito de provocar cancro. Devido à falta parcial ou total de dados não é possível fazer a classificação. Devido à falta parcial ou total de dados não é possível fazer a classificação. Devido à falta parcial ou total de dados não é possível fazer a classificação. Devido à falta parcial ou total de dados não é possível fazer a classificação. Não existe informação disponível. As propriedades toxicológicas, ecotoxicológicas, físicas e químicas podem não estar completamente investigadas. Os dados acima, sobre os perigos, foram estimados com base na melhor informação disponível Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

7 SECÇÃO 12: Informação ecológica Toxicidade Tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros. As informações dadas estão baseadas nos componentes e na ecotoxicidade de produtos similares. Componentes Espécie Resultados dos testes Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas (CAS ) Peixe LC50 Salmo gairdneri Aquático Crustáceos EC50 Daphnia magna Persistência e degradabilidade Não é de esperar que o produto seja facilmente biodegradável Potencial de bioacumulação Coeficiente de partição noctanol/água (log Kow) Éter butilglicidílico (CAS ) 0,63 Fator de bioconcentração (BCF) Mobilidade no solo Não há dados disponíveis Resultados da Não é uma substância ou mistura PBT ou mpmb. avaliação PBT e mpmb 1,5 mg/l, 96 horas 2,7 mg/l, 48 horas Outros efeitos adversos Não são esperados quaisquer outros efeitos adversos para o ambiente (como destruição da camada de ozono, potencial de criação fotoquímica de ozono, rotura do sistema endócrino, potencial aquecimento global). SECÇÃO 13: Considerações relativas à eliminação Métodos de tratamento de resíduos Resíduos Dispor em observação das definições da autoridade responsável local. Os recipientes vazios ou os revestimentos podem conservar alguns resíduos do produto Este material e o respectivo recipiente devem ser eliminados de forma segura (consultar: Instruções de eliminação). Embalagens contaminadas Código da UE em matéria de resíduos Métodos de eliminação/informação Precauções especiais Os contentores vazios devem ser levados para um local aprovado para a manipulação de resíduos para a reciclagem ou a destruição Visto que os recipientes vazios podem reter resíduos do produto, seguir os avisos constantes no rótulo mesmo após o recipiente estar vazio O código do resíduo deve ser atribuido discutindo com o utilizador, o produtor e a companhia que se ocupa da destruição dos resíduos. Recolher para reciclar ou eliminar em recipientes vedados em local de eliminação de resíduos autorizado. Este produto e o seu recipiente devem ser eliminados como resíduos perigosos. Impedir este material de escorrer para os sistemas de abastecimento/saneamento de águas. Não contaminar fontes, poços ou cursos de água com o produto ou recipientes usados. Eliminar o conteúdo/recipiente de acordo com os regulamentos locais/regionais/nacionais/internacionais. Eliminar de acordo com as normas aplicáveis. SECÇÃO 14: Informações relativas ao transporte ADR Número ONU UN Designação oficial de MATÉRIA PERIGOSA DO PONTO DE VISTA DO AMBIENTE, LÍQUIDA, N.S.A. (Produto de transporte da ONU reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas) Classes de perigo para efeitos de transporte Classe 9 Risco subsidiário N do perigo (ADR) Código de restrição em (E) túneis Grupo de embalagem III Perigos para o Sim ambiente Precauções especiais Ler as instruções de segurança, a FDS e os procedimentos de emergência antes do para o utilizador manuseamento. RID Número ONU UN Designação oficial de transporte da ONU MATÉRIA PERIGOSA DO PONTO DE VISTA DO AMBIENTE, LÍQUIDA, N.S.A. (Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas) Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

8 14.3. Classes de perigo para efeitos de transporte Classe 9 Risco subsidiário Grupo de embalagem III Perigos para o Sim ambiente Precauções especiais para o utilizador Ler as instruções de segurança, a FDS e os procedimentos de emergência antes do manuseamento. ADN Número ONU UN Designação oficial de transporte da ONU MATÉRIA PERIGOSA DO PONTO DE VISTA DO AMBIENTE, LÍQUIDA, N.S.A. (Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas) Classes de perigo para efeitos de transporte Classe 9 Risco subsidiário Label(s) Grupo de embalagem III Perigos para o Sim ambiente Precauções especiais para o utilizador IATA UN number UN proper shipping name Ler as instruções de segurança, a FDS e os procedimentos de emergência antes do manuseamento. UN3082 ENVIRONMENTALLY HAZARDOUS SUBSTANCE, LIQUID, N.O.S. (Reaction product: bisphenola(epichlorohydrin)) Transport hazard class(es) Class 9 Subsidiary risk Packing group III Environmental hazards Yes Special precautions Read safety instructions, SDS and emergency procedures before handling. for user IMDG UN number UN UN proper shipping ENVIRONMENTALLY HAZARDOUS SUBSTANCE, LIQUID, N.O.S. (Reaction product: name bisphenola(epichlorohydrin)) Transport hazard class(es) Class 3 Subsidiary risk Packing group III Environmental hazards Marine pollutant Yes EmS FA, SF Special precautions Read safety instructions, SDS and emergency procedures before handling. for user Transporte a granel em Não aplicável. conformidade com o anexo II da Convenção MARPOL e o Código IBC SECÇÃO 15: Informação sobre regulamentação Regulamentação/legislação específica para a substância ou mistura em matéria de saúde, segurança e ambiente Regulamentos da UE Regulamento (CE) n.º 1005/2009 relativo às substâncias que empobrecem a camada de ozono, Anexo I e II, na última redação que lhe foi dada Regulamento (CE) n.º 850/2004 relativo a poluentes orgânicos persistentes, Anexo I na redacção em vigor Regulamento (CE) N.º 689/2008 relativo à exportação e importação de produtos químicos perigosos, Anexo I, parte 1, na redacção em vigor Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

9 Regulamento (CE) N.º 689/2008 relativo à exportação e importação de produtos químicos perigosos, Anexo I, parte 2, na redacção em vigor Regulamento (CE) N.º 689/2008 relativo à exportação e importação de produtos químicos perigosos, Anexo I, parte 3, na redacção em vigor Regulamento (CE) N.º 689/2008 relativo à exportação e importação de produtos químicos perigosos, Anexo V na redacção em vigor Regulamento (CE) n.º 166/2006 Anexo II Registo das Emissões e Transferências de Poluentes, na última redação que lhe foi dada Regulamento (CE) N.º 1907/2006, REACH n.º 10 do Artigo 59.º Lista de de substâncias candidatas tal como publicada pela ECHA. Autorizações Regulamento (CE) n.º 1907/2006 REACH Anexo XIV Substância sujeita a autorização, na sua última redacção Restrições à utilização Regulamento (CE) n.º 1907/2006, REACH Anexo XVII Substâncias sujeitas a restrição aplicável à colocação no mercado e à utilização, na redacção em vigor Éter ocresilglicidílico (CAS ) Diretiva 2004/37/CE: relativa à proteção dos trabalhadores contra riscos ligados à exposição a agentes cancerígenos ou mutagénicos durante o trabalho, na última redação que lhe foi dada Diretiva 92/85/CEE: relativa à segurança e à saúde das trabalhadoras grávidas, puérperas ou lactantes, na última redação que lhe foi dada Éter butilglicidílico (CAS ) Outros regulamentos da UE Diretiva 2012/18/UE relativa ao controlo dos perigos associados a acidentes graves que envolvem substâncias perigosas Éter butilglicidílico (CAS ) Éter ocresilglicidílico (CAS ) Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas (CAS ) Directiva 98/24/CE relativa à protecção da segurança e da saúde dos trabalhadores contra os riscos ligados à exposição a agentes químicos no trabalho. Éter butilglicidílico (CAS ) Éter ocresilglicidílico (CAS ) Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas (CAS ) Directiva 94/33/CE relativa à protecção dos jovens no trabalho Éter butilglicidílico (CAS ) Éter ocresilglicidílico (CAS ) Produto de reacção: bisfenola(epicloridrina); resinas epoxídicas (CAS ) Outros regulamentos O produto é classificado e rotulado de acordo com as directivas da CE ou das leis nacionais respectivas. Esta Ficha de dados de segurança está de acordo com os requisitos do Regulamento (CE) N.º 1907/2006 e suas actualizações. As mulheres grávidas não devem trabalhar com o produto se houver o mais pequeno risco de exposição. Regulamentos nacionais Avaliação da segurança química SECÇÃO 16: Outras informações Cumprir os regulamentos nacionais de trabalho com agentes químicos. Os jovens com idade inferior a 18 anos não estão autorizados a trabalhar com este produto, segundo a directiva europeia 94/33/CE relativa à protecção dos jovens no trabalho. Não foi efectuada qualquer Avaliação da Segurança Química. Lista das abreviaturas Referências Informação acerca do método de avaliação conducente à classificação da mistura DL50: Dose letal, 50%. LC50: Concentração letal, 50%. ECHA CHEM A mistura foi classificada com base nos dados dos testes quanto aos perigos físicos. A classificação quanto aos perigos para a saúde e para o ambiente foi obtida por uma combinação de métodos de cálculo e dados de testes, quando disponíveis. Para mais pormenores, consultar as Secções 9, 11 e Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10

10 Texto integral de todas as advertências de perigo mencionadas de forma abreviada nas secções 2 a 15 Informação sobre formação Declaração de exoneração de responsabilidade H226 Líquido e vapor inflamáveis. H302 Nocivo por ingestão. H315 Provoca irritação cutânea. H317 Pode provocar uma reacção alérgica cutânea. H319 Provoca irritação ocular grave. H331 Tóxico por inalação. H332 Nocivo por inalação. H335 Pode provocar irritação das vias respiratórias. H341 Suspeito de provocar anomalias genéticas. H351 Suspeito de provocar cancro. H411 Tóxico para os organismos aquáticos com efeitos duradouros. H412 Nocivo para os organismos aquáticos com efeitos duradouros. Seguir as instruções da formação ao manusear este material. A informação fornecida nesta ficha de segurança é a mais correcta de que dispomos até à data da sua publicação. A informação prestada destinase apenas a dar conselhos que proporcionem uma utilização, manuseamento, processamento, armazenamento, transporte e eliminação seguros. E não deve ser considerada uma garantia ou especificação de qualidade Número da versão: 01 Data de revisão: Data de publicação: 16Dezembro / 10