ENTREVISTA COM O MINISTRO GERAL ESPECIAL JMJ FREI MICHAEL PERRY

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENTREVISTA COM O MINISTRO GERAL ESPECIAL JMJ FREI MICHAEL PERRY"

Transcrição

1 ENTREVISTA COM O MINISTRO GERAL ESPECIAL FREI MICHAEL PERRY 12

2 Se nós, os franciscanos, permanecermos perto dos pobres, descobriremos uma outra face de Deus ESPECIAL Moacir Beggo (*) A Jornada Mundial da Juventude foi um tempo de graça para os franciscanos. De um lado, o Papa Francisco, que humildemente revelou ao mundo a inspiração para o seu Pontificado: São Francisco de Assis. Do outro lado, o Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores e representante do Poverello de Assis, o norte-americano Frei Michael Perry surpreendeu a todos com sua cordialidade, proximidade, simplicidade e alegria. Desde a sua eleição, no dia 22 de maio último, havia uma expectativa com relação ao novo Ministro, talvez devido ao fato de que ele pouco aparecia nas mídias. Mas bastaram algumas horas ao seu lado para quebrar qualquer distanciamento. Franciscanos e franciscanas ou simpatizantes de São Francisco descobriram logo que poderiam ter a atenção de Frei Michael. Conclusão: o Ministro Geral teve de passar por uma sessão de fotos. Todos queriam uma foto ao lado dele como lembrança. Gentilmente, Frei Michael atendeu a todos, da mesma forma que aceitou dar esta entrevista no dia 26 de julho, no Convento Santo Antônio, onde se hospedou durante a. Frei Michael fala da escolha do Papa pelo nome Francisco e tudo que representa o carisma franciscano, os desafios da Ordem Franciscana no mundo atual, a crise de vocações, o futuro dos jovens na Igreja e conta um pouco de sua vida e sua vocação. Acompanhe! Comunicações Como o sr. recebeu essa maior visibilidade da Ordem Franciscana que o Papa Francisco provocou ao se inspirar em São Francisco de Assis? Frei Michael Perry Antes de tudo, quero agradecer por essa oportunidade de falar com os frades e com toda a Família Franciscana. Depois, falando especificamente, temos o impacto da vida e da escolha do nome de Francisco feita pelo Cardeal Bergoglio, agora Papa Francisco, que é jesuíta e se inspira em São Francisco de Assis. Vejo que talvez o mais importante não é o fato de ter escolhido este nome, mas antes a sua própria vida, a coerência de sua vida. Durante todo o tempo de seu serviço, de seu ministério sacerdotal na Argentina, ele procurava sempre uma proximidade aos pobres. Eu diria que ele compreendeu algo que também Francisco compreendera na sua vida: que se nós, os franciscanos, pudermos permanecer perto dos pobres, poderemos descobrir uma outra face de Deus. E esta presença, esta face de Deus nos ajuda a entrar na profundidade da nossa vocação franciscana. Se nós não tivermos outras coisas além dessas duas palavras sine proprio (sem nada), que nos colocam numa relação nova de irmãos e irmãs, que mundo nós poderemos sonhar juntos? Somente assim, poderemos entrar na profundidade das bem-aventuranças. Estou certo de que, na sua vida, o Papa Francisco está vivendo as bem-aventuranças. E isto talvez seja o maior desafio: a coerência, o testemunho de um discípulo de Jesus. Comunicações - É possível ser simples nesse mundo globalizado? Frei Michael - Não, não é possível! É mais do que possível. É possível se nós pudermos de fato nos unirmos e darmo-nos as mãos, e juntos irmos ao encontro de Jesus. Volto a me referir às bem-aventuranças que se encontram no Capítulo 5 do Evangelho de São Mateus. Ali Jesus fala das pessoas que são puras de coração. Essa pureza do coração depende realmente da nossa abertura, da nossa atitude, de nosso acolhimento da presença de Jesus a cada dia. Creio 13

3 Frei Michael conversa com os participantes do Encontro com os Gerais na Tijuca 14 que também nós não fazemos uma escolha em viver ou não a simplicidade. É uma obrigação que vem do Evangelho. Jesus, ele mesmo, viveu esta vida. Estou certo de que também São Paulo nos convida a colocarmos tudo nas mãos de Deus, todas as preocupações, tudo enfim. Porém, para vivermos esta simplicidade, nós temos que ir, sair. Sair fisicamente, indo ao encontro dos pobres, dos sofredores, dos oprimidos. Creio que se nós fizermos esse movimento físico, talvez possamos começar o caminho mental e espiritual na direção da simplicidade. Porém, estou certo de que primeiro devemos fazer esse movimento físico, caso contrário há o risco de não chegarmos aonde o Senhor nos quer levar. Comunicações - Na Ordem, hoje, o sr. consegue apontar algum exemplo deste deslocamento físico na direção do pobre? Frei Michael - Eu diria que aqui, no Rio de Janeiro, há alguns exemplos de frades que estão vivendo nas favelas. E isso é muito importante. Há dois tipos de movimento de que quero falar. Diria que um é esse movimento de ir em direção aos pobres e de inserir-se entre eles. E há um outro movimento possível aqui no Brasil e em todo o território americano, que é ir em missão. E isso vale para todos os frades do mundo. Esses dois movimentos: na direção dos pobres, inserir-se entre eles, e esse movimento missionário. Nós, frades, temos dificuldades de sairmos das grandes cidades e irmos às periferias, e também às regiões amazônicas. É impossível para nós pensarmos em viver sem internet - eu também vivo esta experiência -, mas podemos fazer essa experiência. Esses tipos de experiências em comunidades inseridas no meio dos pobres e outras novas formas evangélicas, enfim esta vida missionária pode nos ajudar a descobrir a simplicidade. Porém, a simplicidade não é um valor em si mesmo, é um serviço ao Reino de Deus. Tenho que contribuir para a transformação do mundo. Também as Palavras do Evangelho ganham seu sentido enquanto buscam a transformação do mundo. Comunicações - Há, hoje, uma crise de vocações na vida religiosa, principalmente na Europa. Como reverter esse quadro? Frei Michael - Em primeiro lugar, hoje no mundo, há uma grande crise de identidade. Não só dentro da Ordem, da Igreja, mas do mundo. Há uma profunda crise antropológica de identidade. Não quero comentar a política social no Brasil, mas não podemos ignorar que nesses últimos dois ou três meses surgiram tantas manifestações. Podemos ficar na superficialidade dizendo que isso é simples reflexo do descontentamento com o governo, com a corrupção, com a falta de trabalho, especialmente para os jovens. Recentemente, o Papa Francisco falou dessa crise global do desemprego. Estou certo de que por trás de tudo isso há uma crise de identidade humana e dos valores humanos, seja no Brasil, no México, nos

4 Frei Michael ficou muito à vontade no Espaço Franciscano e sentou no chão durante a Oração da Manhã Nós, frades, temos dificuldades de sairmos das grandes cidades e irmos às periferias. FREI MICHAEL PERRY Estados Unidos, na Ásia. Em quase todas as partes do mundo, há essa crise de identidade. Eu penso que isso não é uma consequência direta da globalização, mas faz parte do processo de globalização. Ainda podemos fazer duas leituras dessa experiência, duas maneiras de vê-la e interpretá-la: podemos fazer uma leitura negativa ou uma leitura positiva. E nós, como franciscanos, temos a obrigação de fazer uma leitura positiva, e isto porque acreditamos na Encarnação. Jesus está também presente no meio desta crise, e talvez Ele nos convide não a superarmos, mas a vivermos essa experiência e nela reaprendermos os verdadeiros valores humanos e espirituais de nossa vida. Comunicações - Como é ser representante de São Francisco? Fale um pouco de sua vida, sua história, sua família, vocação e formação. Frei Michael - Como disse há pouco, ainda não consigo imaginar que me encontro agora como servidor e Ministro Geral. Posso dizer que, antes disso, me considero um pecador e um simples frade. Como eu partilhei com os frades na Polônia, recentemente, em um encontro com mais de 200 frades da formação inicial, também vivi algumas crises na minha vida. Então, eu quero falar um pouco da minha vida. Foram tantas crises que me ensinaram muito. Quando estudava Direito na Universidade, fui convidado pelos protestantes para fazer uma experiência missionária numa região muito pobre nos Estados Unidos, onde havia uma comunidade de frades. Então, através desta experiência com os protestantes metodistas, descobri a experiência com os frades e os pobres, descobri que talvez Deus tivesse algo diferente para mim. Eu fui até a Universidade Franciscana, e ao seminário, para experimentar, para ver. Penso também que sou um produto da globalização no modo de ver as coisas. E assim pensava em fazer uma experiência franciscana por um tempo e, depois de um ano, faria uma avaliação e veria se continuava ou não... É um pouco estranho, porque até há poucos anos eu continuava a levar adiante esse modo de ver as coisas. Durante quase toda a minha vida franciscana, fiz o que me parecia ser o caminho que o Senhor queria me propor. Durante o estudo de Teologia queria fazer uma experiência com os pobres e então fui. 15

5 Frei Dênis brinca com Frei Michael e o Geral responde com o mesmo gesto Vivi uma semana sem dinheiro e, quando voltei para casa, trazia comigo 500 dólares. E quando quis fazer uma experiência missionária na África, os superiores me deram autorização. Depois da Teologia, depois da ordenação, quando queria retornar à África, também estavam de acordo, então fui e fiquei dois anos como estudante, e seis anos como superior de uma missão na República Democrática do Congo. Depois, voltei aos Estados Unidos e dei aulas por dois anos numa escola de Chicago e então senti, em mim e também nos superiores, o desejo de aprofundar o estudo de antropologia e missiologia. Depois fiz doutorado em Antropologia Religiosa na Universidade de Birminghan, na Inglaterra. Terminado o curso, fui trabalhar na Conferência Episcopal Norte-americana como assessor de política internacional. Com essa experiência, os meus superiores me liberaram para trabalhar na Franciscans International em Nova York - uma organização não governamental que se compromete nas Nações Unidas pela justiça, pobreza e sustentabilidade do planeta em nome dos mais pobres -, onde pude colaborar com a Família Franciscana junto à ONU, levando as autoridades maiores a fazerem uma reflexão profunda sobre a crise e sobre as consequências de suas ações. Depois de dois anos, fui trabalhar na Cáritas dos Estados Unidos, desenvolvendo a temática da paz e da reconciliação. Depois de um ano, fui eleito Provincial da minha Província. Como a vida, às vezes, é estranha! Eu, que 16

6 vivi quase o tempo todo fora da minha Província, fui escolhido Provincial. Agora, digo assim porque a mão de Deus estava sobre mim não porque eu quisesse ter essas responsabilidades, mas porque o Senhor me confiou esse serviço. E assim, com onze meses, fui como Provincial ao Capítulo Geral, com todo um programa que havíamos estabelecido na Província para seis anos, e os frades me escolheram como Vigário Geral. Eu não queria ser Vigário Geral. Depois, com a nomeação do Frei José Carballo como arcebispo e secretário da Congregação dos Religiosos, depois de um tempo de discernimento com representantes de todas as Conferências OFM no mundo, o Senhor fez comigo o que fez com o Profeta Jeremias: pegou-me e me virou no avesso, mais uma grande surpresa na minha vida, como ele sempre faz! Essa é um pouco da minha história, mas o mais importante para mim agora é procurar a mesma coerência na minha vida que encontro na vida de Francisco, também na vida do Papa Francisco, e na de Jesus. Comunicações - E a família? Frei Michael - Nasci nos EUA de uma família irlandesa. Tenho também a nacionalidade irlandesa. Sempre fui um irlandês-americano. Isso me ajudou muito, no mundo, a ter uma identidade unificada. Eu tenho três irmãos e uma irmã. Oito sobrinhos e, ontem à noite (26), chegou o quarto sobrinho neto. Meus pais já morreram faz alguns anos. Comunicações - Quais os desafios para um jovem frade hoje? Propomos que devemos ser homens de oração, mas muitas vezes deixamos que o serviço, o trabalho, as distrações, nos privem da oração. Frei Michael - Antes de tudo, quando os jovens entram na Ordem, que está presente em 112 países, fica difícil traçar os desafios, pois são um tanto diversos. Porém, em geral, há alguns desafios que parecem estar mais ou menos presentes em quase todas FREI MICHAEL PERRY as partes do mundo. Um deles é a mudança da vida cotidiana anterior ao ingresso na Ordem para aquilo que propomos atualmente como forma de vida franciscana. Às vezes, esta proposta de vida dos frades aos jovens não se mostra coerente. Propomos que devemos ser homens de oração, mas muitas vezes deixamos que o serviço, o trabalho, as distrações, nos privem da oração. Assim convidamos os jovens a serem homens de oração e nós, no entanto, não o somos verdadeiramente. Esta é uma contradição que para eles é um desafio. Voltemos, então, à pergunta sobre a simplicidade. Nós, frades menores, temos que nos perguntar sobre o nosso estilo de vida. Quero saber para qual forma de vida estamos convidamos os jovens para seguir o Cristo. Todos nós, frades menores, devemos nos converter seja mentalmente seja no uso das coisas, e deixarmo-nos converter pelo Senhor. Porque os jovens são muito inteligentes e eles veem logo as contradições. E as contradições que se encontram em nossa vida provocam crises na vida deles. E aquilo que os jovens procuram é autenticidade e uma coerência na vida. E também a partir dos estudos desenvolvidos no Brasil, no México, na África e no mundo, os jovens procuram estar mais próximos dos pobres e dos sofredores. E, então, vindo para junto de nós, com o passar do tempo, eles aprendem um estilo de vida que os distancia dos pobres e dos sofredores, e isso os põe em crise. Talvez uma outra maneira de responder a isso é: não devemos deixar de nos questionar sobre esse desejo dos jovens. Eles podem nos ajudar a clarear o nosso sentido de vida. É uma graça que eles venham, mas devemos ser honestos. Eu queria acrescentar que nos nossos programas de formação temos que acentuar mais o acompa- ESPECIAL Postulantes da Província tiram fotos com Frei Michael 17

7 nhamento pessoal e isto em nível de formação inicial, e, na formação permanente, temos que fazer a mesma coisa. É preciso formar os guardiães para que eles possam formar e acompanhar os frades. Na verdade, nós todos precisamos ajudar no acompanhamento espiritual porque há tantos obstáculos com que nos deparamos, e decisões que tomamos que não são boas para nós. Precisamos de pessoas não tanto que julguem, mas nos ajudem a retomar a vida evangélica. Isso é muito importante: como formar os guardiães para fazerem isso? Quantas vezes deixamos um ou outro na Fraternidade sofrendo sem nunca perguntar: Como você está?. Nós comentamos entre nós: Ele é assim, Ele tem problemas, mas ninguém vai diretamente a ele perguntar: Como você está? O que podemos fazer para ajudá-lo?. A tua vida vale a pena e eu tenho um compromisso para com você, porque no Corpo de Cristo se um membro sofre, todos os outros sofrem também!. Comunicações - O que o sr. achou do encontro com os Ministros Gerais e do encontro com os jovens? Qual a impressão que teve do Espaço Franciscano na? Frei Michael - Diria que entre os Ministros Gerais há um grande desejo de formar comunhão na Família Franciscana. Porque, de outro modo, essas fragmentações que fazem parte da globalização, enfraquecem o nosso testemunho. Estou certo de que, graças a Deus, nesse momento da história humana, temos a necessidade de nos ajudarmos reciprocamente. E isso faz parte da força do testemunho franciscano no mundo de hoje. Quanto aos jovens, há uma grande fome e sede por um significado na vida. Há um grande desejo de encontrar uma pessoa na vida. E esta pessoa aparece no canto oficial da, que diz: Cristo te convida. E foi com base numa pesquisa com os jovens que uma Religiosa, presente no encontro com os Ministros Gerais, chegou à conclusão de que muitos jovens deixam a Igreja mas não abandonam a sua procura por Deus. Eles estão procurando uma experiência espiritual profunda, que, às vezes, não se encontra na Igreja. Não a encontram, porque, muitas vezes, quando vêm à igreja encontram uma liturgia morta, uma pregação que não é bem preparada e apresentada, e uma forma de oração muito vazia. Falta alegria, energia e esperança. Eu não posso simplesmente responsabilizar os jovens porque eles estão procurando onde há vida. Eles estão procurando onde há esperança e onde há amor 18

8 MINISTRO GERAL CELEBRA EUCARISTIA NO S. ANTÔNIO A Fraternidade do Convento Santo Antônio Serviço de Animação Vocacional da Província da do Rio de Janeiro e os frades, do Brasil e do exterior, Imaculada. que estavam hospedados no Convento por ocasião Antes de iniciar a celebração, Frei Michael da Jornada Mundial da Juventude, reuniram-se lembrou que esta era a quarta vez que visitava o à Mesa do Senhor na sexta-feira (26/7) com o Brasil. As duas primeiras viagens foram ao Norte Ministro Geral da Ordem dos Frades Menores, Frei do país e, neste ano, participou do Encontro de Michael Perry, que foi eleito representante de São Evangelização da Ordem, em Canindé (CE), e Francisco há poucos meses. agora participa da. Segundo o Ministro Geral, O Ministro Provincial, Frei Fidêncio três dimensões do povo brasileiro chamaram a sua Vanboemmel, deu as boas vindas a Frei Michael atenção. A primeira é alegria fraternal, a segunda e ao Vigário Geral da Terceira Ordem Regular é a unidade da Família Franciscana, e a terceira é (TOR), Frei Amando Trujillo, e a todos da Família um desejo profundo de encontrar Jesus, confessou, Franciscana presentes na celebração, explicando dizendo que essas três dimensões quer colocar que o Convento em obras já tem uma história de em prática na sua vida e na vida da Ordem. Ele 405 anos. Frei Michael, muito fraterno, presidiu a também agradeceu à Província e à Fraternidade celebração em italiano e português. Sua homilia, do Convento Santo Antônio, em nome do guardião, em italiano, foi traduzida por Frei Diego Melo, do Frei Ivo Müller, pela acolhida fraterna a ele. verdadeiro. Creio que isso deva colocar-nos em crise, a nós, franciscanos, e a Igreja, para deixarmo-nos transformar por esta experiência. Ao mesmo tempo, os jovens que vimos aqui na e na Tenda Franciscana, eles ainda encontram esperança, alegria e amor na Igreja, e esta experiência que nós vivemos aqui é cheia de energia e alegria. E tem a música que nos ajuda também a agradecer ao Senhor e há uma forma de oração que nos ajuda a nos expressarmos. Eu creio que nós, como franciscanos, inspirados pela forma de pregar de Francisco e seus primeiros companheiros, devemos procurar tocar o coração das pessoas, e responder com água e pão que satisfaçam a sede e fome de Deus. Isso requer criatividade e coragem. Mesmo cometendo erros, prefiro correr riscos a criar espaços mortos. Não nos contentamos em esperar a morte. É essa atitude com nossa vocação franciscana, com nosso desejo e futuro em Cristo. Buscamos a Cristo para descobrirmos e encontrarmos a vida. Isso nos dá esperança, alegria, criatividade e energia. Este é o nosso futuro com os jovens: nossa transformação pessoal e comunitária. (*) Colaboraram Frei Bruno Varriano, Frei Walter de Carvalho Jr. e Frei Gustavo Medella 19

Os encontros de Jesus. sede de Deus

Os encontros de Jesus. sede de Deus Os encontros de Jesus 1 Jo 4 sede de Deus 5 Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. 6 Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou

Leia mais

f r a n c i s c o d e Viver com atenção c a m i n h o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot

f r a n c i s c o d e Viver com atenção c a m i n h o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot Viver com atenção O c a m i n h o d e f r a n c i s c o Herança espiritual da Congregação das Irmãs Franciscanas de Oirschot 2 Viver com atenção Conteúdo 1 O caminho de Francisco 9 2 O estabelecimento

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo.

1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. 1. Com o Dízimo, aprendemos a AGRADECER a Deus e ao próximo. Ao contribuir com o dízimo, saímos de nós mesmos e reconhecemos que pertencemos tanto à comunidade divina quanto à humana. Um deles, vendo-se

Leia mais

Músicos, Ministros de Cura e Libertação

Músicos, Ministros de Cura e Libertação Músicos, Ministros de Cura e Libertação João Paulo Rodrigues Ferreira Introdução Caros irmãos e irmãs; escrevo para vocês não somente para passar instruções, mas também partilhar um pouco da minha experiência

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros

Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros Tema 8: Vocação - um novo relacionamento Deus se revela através dos outros DEUS SE REVELA ATRAVÉS DOS OUTROS Ser Marista com os outros: Experimentar caminhos de vida marista comunitariamente INTRODUÇÃO

Leia mais

Como utilizar este caderno

Como utilizar este caderno INTRODUÇÃO O objetivo deste livreto é de ajudar os grupos da Pastoral de Jovens do Meio Popular da cidade e do campo a definir a sua identidade. A consciência de classe, ou seja, a consciência de "quem

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5

AGUAS PROFUNDAS. Lc 5 1 Lc 5 AGUAS PROFUNDAS 1 Certo dia Jesus estava perto do lago de Genesaré, e uma multidão o comprimia de todos os lados para ouvir a palavra de Deus. 2 Viu à beira do lago dois barcos, deixados ali pelos

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL.

UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. UMA VIDA DE PAZ, PACIÊNCIA E AMABILIDADE EM UM MUNDO HOSTIL. Como sabemos o crescimento espiritual não acontece automaticamente, depende das escolhas certas e na cooperação com Deus no desenvolvimento

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo!

HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! HOMILIA: A CARIDADE PASTORAL A SERVIÇO DO POVO DE DEUS (1 Pd 5,1-4; Sl 22; Mc 10, 41-45) Amados irmãos e irmãs na graça do Batismo! A vida e o ministério do padre é um serviço. Configurado a Jesus, que

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE

LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE LEMA: EU VIM PARA SERVIR (Mc 10,45) TEMA: FRATERNIDADE: IGREJA E SOCIEDADE Introdução A CF deste ano convida-nos a nos abrirmos para irmos ao encontro dos outros. A conversão a que somos chamados implica

Leia mais

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011

Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 Vivendo a Liturgia - ano A / outubro 2011 27ºDOMINGO DO TEMPO COMUM (02/10/11) Parábola dos Vinhateiros Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Construir a Igreja

Leia mais

JANEIRO Escola para formadores

JANEIRO Escola para formadores JANEIRO Escola para formadores De 02 a 28, as Irmãs da casa de formação, tiveram a oportunidade de participar da escola para formadores. A mesma é promovida pela Associação Transcender, com sede em São

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE

A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações I. O CONVITE A Regra daterceira Ordem da Sociedade de São Francisco iii) Ordem para Admissões e Renovações como ordenado pelo Capítulo Interprovincial da Terceira Ordem na Revisão Constitucional de 1993, e subseqüentemente

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou.

AS CONEXÕES. QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. Lição 4 AS CONEXÕES QUEBRA GELO: Cite o nome de uma pessoa que mais te influenciou na vida. Comente como essa pessoa é, e explique como te influenciou. VERSO DA SEMANA: Sim, qualquer que seja o tipo de

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

Crescimento orgânico: A Importância do Cristão Contagiante

Crescimento orgânico: A Importância do Cristão Contagiante Pr. Rodrigo Leitão Crescimento orgânico: A Importância do Cristão Contagiante 2 Coríntios 5.18-20 Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014

Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014 Vozes do fogo Mensagem da II Assembleia Internacional da Missão Marista Nairóbi, 16-27 de setembro de 2014 Preambulo Há cerca de 150.000 anos, por obra de Deus Pai, surgiu nesta terra africana o primeiro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 68 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

Semana 2: Estenda um Convite

Semana 2: Estenda um Convite Semana 2: Estenda um Convite Incluído: 1. Preparação do líder 2. Guia da lição 1. PREPARAÇÃO DO LÍDER VISÃO GERAL DA LIÇÃO Como podem adolescentes dar a conehcer à seus amigos que querem desesperadamente

Leia mais

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE

PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE PROVÍNCIA MARISTA DO BRASIL NORTE Espiritualidade Apostólica Marista Ir. José Milson de Mélo Souza Ano de Deus Pai LADAINHA DE SÃO MARCELINO CHAMPAGNAT (Ir. José Milson) V. Senhor, tende piedade de nós.

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Lição 0 Já nasceu de novo? (volte para a página 5) Perguntaram a John Wesley porque razão ele pregava várias vezes, acerca de devem nascer de novo. Ele respondeu, porque vocês devem nascer de novo! Já

Leia mais

O líder influenciador

O líder influenciador A lei da influência O líder influenciador "Inflenciar é exercer ação psicológica, domínio ou ascendências sobre alguém ou alguma coisa, tem como resultado transformações físicas ou intelectuais". Liderança

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE

JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE A Novena de Natal deste ano está unida à Campanha da Fraternidade de 2013. O tema Fraternidade e Juventude e o lema Eis-me aqui, envia-me, nos leva para o caminho da JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE Faça a

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

TESTEMUNHOS HOSPITALEIROS

TESTEMUNHOS HOSPITALEIROS TESTEMUNHOS HOSPITALEIROS Feliz por gastar a vida servindo Emília da Conceição Nogueira Irmã Hospitaleira do Sagrado Coração de Jesus 1. Dados biográficos e vocação 2. Jesus continua a fascinar-me 3. Cem

Leia mais

De um Povo Heróico O Brado Retumbante

De um Povo Heróico O Brado Retumbante De um Povo Heróico O Brado Retumbante De um Povo Heróico O Brado Retumbante Cristianismo e Resp. Social Sabedoria Bíblica e Responsabilidade Social Quando vocês estiverem fazendo a colheita da sua lavoura

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 2 Data: 18/10/2010 Hora: 16h00 Duração: 23:43 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

Madre Assunta Marchetti e a missão scalabriniana

Madre Assunta Marchetti e a missão scalabriniana Madre Assunta Marchetti e a missão scalabriniana MADRE ASSUNTA Exalou o perfume de Deus. Foi uma presença de amor. Doou sua vida aos órfãos e irmãos em necessidade. Um exemplo a seguir. Uma vida de santidade.

Leia mais

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele

Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele O Plantador e as Sementes Era uma vez, numa cidade muito distante, um plantador chamado Pedro. Ele sabia plantar de tudo: plantava árvores frutíferas, plantava flores, plantava legumes... ele plantava

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

Roberto Serpa Ser CRENTE

Roberto Serpa Ser CRENTE Ser CRENTE Roberto Serpa Ser CRENTE romance www.booksprintedizioni.it Copyright 2012 Roberto Serpa Tutti i diritti riservati Sobre o autor Roberto Serpa, brasileiro, nascido no Rio de Janeiro, onde viveu

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

UM LÍDER DO TEMPLO VISITA JESUS

UM LÍDER DO TEMPLO VISITA JESUS Bíblia para crianças apresenta UM LÍDER DO TEMPLO VISITA JESUS Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Byron Unger; Lazarus Adaptado por: M. Maillot; Sarah S. Traduzido por: Berenyce Brandão Produzido

Leia mais

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre

No Dia do Juízo, quando o Filho do Homem, na Sua glória, vier nos julgar, escreve o evangelista Mateus, Ele nos questionará sobre Caridade e partilha Vivemos em nossa arquidiocese o Ano da Caridade. Neste tempo, dentro daquilo que programou o Plano de Pastoral, somos chamados a nos organizar melhor em nossos trabalhos de caridade

Leia mais

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal.

Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. Confira a entrevista do Pastor Juanribe Pagliarin, da Rádio SuperVida FM, concedida para a Onda Gospel, em Portugal. ONDA GOSPEL - Quando revelou ao seu amigo, Luis Melancia a vontade de adquirir a rádio,

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

pensamentos para o seu dia a dia

pensamentos para o seu dia a dia pensamentos para o seu dia a dia Israel Belo de Azevedo 1Vida e espiritualidade 1 Adrenalina no tédio O interesse por filmes sobre o fim do mundo pode ser uma forma de dar conteúdo ao tédio. Se a vida

Leia mais

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA

Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Preparar o ambiente com Bíblia, Cruz, velas, fotos e símbolos missionários. 1. ACOLHIDA Animador(a): Neste ano, em preparação para as comemorações de seu Centenário, a Diocese de Guaxupé iniciou, na quinta-feira

Leia mais

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco!

Quem Desiste num momento de crise é porque realmente é um fraco! Paixão do Povo de Cristo x Paixão de Cristo Texto Base: provérbios 24.10 na Linguagem de Hoje: Quem é fraco numa crise, é realmente fraco. Na Bíblia A Mensagem : Quem Desiste num momento de crise é porque

Leia mais

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas

Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Espiritualidade do Câmbio Sistêmico ou Mudança de Estruturas Uma breve meditação sobre Mudança de Estruturas O objetivo desta meditação é redescobrir a dimensão espiritual contida na metodologia de mudança

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento).

Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). O Caminho de Emaús Faz um exercício de relaxamento coloca-te na presença de Deus. Reza um salmo (aquele que o teu coração pedir no momento). Leitura: Lc 24, 13-35 Todos nós percorremos frequentemente o

Leia mais

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015]

Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] 1 Manual de Respostas do Álbum Líturgico- catequético No Caminho de Jesus [Ano B 2015] Página 9 Na ilustração, Jesus está sob a árvore. Página 10 Rezar/orar. Página 11 Amizade, humildade, fé, solidariedade,

Leia mais

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal.

Lembro-me do segredo que ela prometeu me contar. - Olha, eu vou contar, mas é segredo! Não conte para ninguém. Se você contar eu vou ficar de mal. -...eu nem te conto! - Conta, vai, conta! - Está bem! Mas você promete não contar para mais ninguém? - Prometo. Juro que não conto! Se eu contar quero morrer sequinha na mesma hora... - Não precisa exagerar!

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.

Mateus 4, 1-11. Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto. Mateus 4, 1-11 Respondeu-lhe Jesus: «Vai-te, Satanás, pois está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele prestarás culto.». Este caminho de 40 dias de jejum, de oração, de solidariedade, vai colocar-te

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Sal da TERRA e luz do MUNDO

Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da TERRA e luz do MUNDO Sal da terra e luz do mundo - jovens - 1 Apresentação pessoal e CMV Centro Missionário Providência Canto: vós sois o sal da terra e luz do mundo... MOTIVAÇÃO: Há pouco tempo

Leia mais

LIBERTANDO OS CATIVOS

LIBERTANDO OS CATIVOS LIBERTANDO OS CATIVOS Lucas 14 : 1 24 Parábola sobre uma grande ceia Jesus veio convidar àqueles que têm fome e sede para se ajuntarem a Ele. O Senhor não obriga que as pessoas O sirvam, mas os convida

Leia mais

para Pessoas, que procuram Trabalho e Ajuda!

para Pessoas, que procuram Trabalho e Ajuda! ASPEC apresenta ProCura para Pessoas, que procuram Trabalho e Ajuda! A partir de Maio 2008 subiram os números do desemprego dramaticamente! CONSEGUIREMOS NÓS IGNORAR A SITUAÇÃO E DESVIAR O OLHAR? SERÁ

Leia mais

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos.

Músicas para Páscoa. AO REDOR DA MESA F Gm C C7 F Refr.: Ao redor da mesa, repartindo o pão/ A maior riqueza dos que são irmãos. Músicas para Páscoa AO PARTIRMOS O PÃO E C#m #m B7 E7 A C#M Refr.: Ao partirmos o pão reconhecemos/ Jesus Cristo por nós ressuscitado./ Sua paz B7 E A B7 E recebemos e levamos,/ Ao nosso irmão que está

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Visita às Obras da Vila Brejal Minha

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

Geração compaixão A Revolução do Amor!

Geração compaixão A Revolução do Amor! 1 Geração compaixão A Revolução do Amor! A velocidade com que o tempo passa, nos mostra claramente a fugacidade da vida. Já estamos em 2016! E este será um ano diferente para a juventude adventista no

Leia mais

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica

OBLATOS ORIONITAS. linhas de vida espiritual e apostólica OBLATOS ORIONITAS linhas de vida espiritual e apostólica Motivos inspiradores da oblação orionita laical O "carisma" que o Senhor concede a um fundador, é um dom para o bem de toda a Igreja. O carisma

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI

Lição 07 A COMUNIDADE DO REI Lição 07 A COMUNIDADE DO REI OBJETIVO: Apresentar ao estudante, o ensino bíblico sobre a relação entre a Igreja e o Reino de Deus, para que, como súdito desse reino testemunhe com ousadia e sirva em amor.

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

por Adelita Roseti Frulane

por Adelita Roseti Frulane A Companhia da Imaculada e São Domingos Sávio por Adelita Roseti Frulane Em 28 de dezembro de 1854, em Roma, o Papa Pio IX proclamou o Dogma de Fé da Imaculada Conceição de Maria Santíssima. E em Turim,

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA 1 40 dias vivendo para Jesus 12/05/2013 At 1 4 Um dia, quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem: Fiquem em Jerusalém e esperem até que o Pai

Leia mais

A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS

A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS Quinta-feira, 25 de Março de 2010 (Vídeo) P. Santo Padre, o jovem

Leia mais

Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Mostra-me o Teu amor, dá-me a Tua salvação.

Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Mostra-me o Teu amor, dá-me a Tua salvação. I Domingo do Advento I Domingo do Advento Quero estar preparado para Te abrir a porta, Senhor. Mostra-me o Teu amor, dá-me a Tua salvação. Podes contar comigo. Estou atento para Te escutar e para que tenhas

Leia mais

Honestidade e Respeito Justiça e Paz Amizade e Verdade Determinação e Responsabilidade Gratidão e Disciplina Gentileza e Obediência Integridade e

Honestidade e Respeito Justiça e Paz Amizade e Verdade Determinação e Responsabilidade Gratidão e Disciplina Gentileza e Obediência Integridade e Honestidade e Respeito Justiça e Paz Amizade e Verdade Determinação e Responsabilidade Gratidão e Disciplina Gentileza e Obediência Integridade e Honra PERCA E INVERSÃO DE VALORES: Um Tema antigo! Ai dos

Leia mais

O Espírito de Religiosidade

O Espírito de Religiosidade O Espírito de Religiosidade Pr. Alcione Emerich Como vive um Cristão Salvo contaminado ou infectado pelo Espírito de Religiosidade Hoje será um Culto de Libertação, vamos quebrar esta maldição em nossas

Leia mais

Chantilly, 17 de outubro de 2020.

Chantilly, 17 de outubro de 2020. Chantilly, 17 de outubro de 2020. Capítulo 1. Há algo de errado acontecendo nos arredores dessa pequena cidade francesa. Avilly foi completamente afetada. É estranho descrever a situação, pois não encontro

Leia mais

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo

Freelapro. Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Palestrante: Pedro Quintanilha Freelapro Título: Como o Freelancer pode transformar a sua especialidade em um produto digital ganhando assim escala e ganhando mais tempo Quem sou eu? Eu me tornei um freelancer

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

Sinopse I. Idosos Institucionalizados

Sinopse I. Idosos Institucionalizados II 1 Indicadores Entrevistados Sinopse I. Idosos Institucionalizados Privação Até agora temos vivido, a partir de agora não sei Inclui médico, enfermeiro, e tudo o que for preciso de higiene somos nós

Leia mais

Eis aqui uma escola única!

Eis aqui uma escola única! Informativo1 Novembro 2015 Eis aqui uma escola única! Entrevista p.2 Formação p.2 Convivência p.3 Missões p.4 Vida espiritual p.5 Caros leitores, É um prazer poder escrever o primeiro Informativo da Escola

Leia mais

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1

Anexo 2.1 - Entrevista G1.1 Entrevista G1.1 Entrevistado: E1.1 Idade: Sexo: País de origem: Tempo de permanência 51 anos Masculino Cabo-verde 40 anos em Portugal: Escolaridade: Imigrações prévias : São Tomé (aos 11 anos) Língua materna:

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais