Processo de Seleção Stricto-Sensu Edital 2014/2

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processo de Seleção Stricto-Sensu Edital 2014/2"

Transcrição

1 Processo de Seleção Stricto-Sensu Edital 2014/2 Do Público-Alvo O Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física (UEM/UEL) tem como público alvo docentes que atuam no magistério superior, médio e fundamental, pesquisadores, graduados em Educação Física/Esporte ou portadores de diplomas de outros cursos de graduação, que tenham interesse em aprofundar conhecimentos relacionados às áreas de concentração do Programa e preparar-se para o exercício de suas funções profissionais. VAGAS em Maringá MESTRADO: 02 Vagas DOUTORADO: 01 Vaga Das Vagas Do Cronograma Período de inscrição: de 02 de junho a 30 de junho de VAGAS em Londrina MESTRADO: 20 vagas DOUTORADO: 11 Vagas Homologação das inscrições: 07 de julho de Site: Período de seleção: de 14 a 18 de julho (mestrado) e 21 a 22 de julho (doutorado) de Divulgação do resultado: 25 de julho de 2014, pelo site a partir das 14 horas. Não será informado resultado por telefone. Obs: Em caso de desistência do candidato o valor referente à taxa de inscrição não será devolvido. Do Período de Matrícula MATRÍCULAS em Maringá e em Londrina Os candidatos aprovados deverão efetivar a matrícula no período de 28 a 30 de julho de Do Período das Aulas O período letivo terá início em 04 de agosto de 2014 e as aulas serão ministradas ao longo da semana letiva. As atividades acadêmicas poderão ocorrer tanto no campus da Universidade Estadual de Londrina, como no campus da Universidade Estadual de Maringá. Da Inscrição No ato da inscrição os candidatos deverão escolher a linha de pesquisa pretendida e indicar até dois possíveis orientadores pertencentes ao quadro docente da instituição à qual o candidato efetuou o pagamento da taxa de inscrição. O candidato ao processo seletivo somente poderá se inscrever em uma das duas instituições (UEM ou UEL). 1

2 Da Seleção A seleção dos candidatos, cujas inscrições forem homologadas, estará a cargo da Comissão Examinadora de Seleção. Para o Mestrado, constará de duas etapas: ETAPA 1: Prova escrita (dissertativa) eliminatória; ETAPA 2: - Apresentação (10 min) do anteprojeto de pesquisa com arguição eliminatória; - Entrevista e análise do Currículo Lattes classificatória A lista dos candidatos ao curso de Mestrado aprovados na prova escrita será divulgada no dia 16 julho de 2014, a partir 14 horas, e estará disponível no site: Para o Doutorado, constará de uma etapa: ETAPA 1: - Apresentação (10 min) do anteprojeto de pesquisa com arguição eliminatória; - Entrevista, análise do Currículo Lattes e do Memorial Descritivo classificatória Comprovante de pagamento da taxa de inscrição; Da Documentação para Mestrado e Doutorado Formulário de inscrição devidamente preenchido e assinado, com indicação da linha de pesquisa escolhida pelo candidato; Cópia autenticada do Histórico Escolar da Graduação; Curriculum Vitae, no modelo Plataforma Lattes do CNPq ( devidamente documentado, paginado e encardenado anexar comprovantes (fotocópias) de acordo com a ordem de citação impressa; 2 (duas) cópias do anteprojeto de pesquisa na linha pretendida com, no máximo, 10 páginas, fonte times new roman, tamanho 12, espaço 1,5, parágrafos justificados, papel A4, devendo incluir, no mínimo, os seguintes tópicos: a) título; b) introdução (problematização); c) justificativa; d) objetivos; e) metodologia; f) referências. 2 (duas) cópias do Memorial Descritivo a partir da graduação com, no máximo, 10 páginas, fonte times new roman, tamanho 12, espaço 1,5, parágrafos justificados, papel A4 (EXCETO PARA O PROCESSO SELETIVO DO MESTRADO). Comprovante de aprovação em Exame de Proficiência em língua inglesa obtido nos últimos 24 meses para a seleção do Mestrado. Comprovantes de aprovação em Exame de Proficiência em língua inglesa e em segunda língua estrangeira (Espanhol, Francês, Italiano ou Alemão), obtido nos últimos 24 meses, para a seleção do Doutorado. A proficiência em língua estrangeira obtida em curso de mestrado, independente da data de realização, poderá ser aproveitada, no ato da inscrição, mediante comprovação. Comprovante de aprovação em Exame de Proficiência em língua portuguesa obtido nos últimos 24 meses para candidatos estrangeiros cuja língua materna não seja o português. 2

3 Para inscrição na UEM fotocópia autenticada do diploma de graduação ou documento equivalente que comprove estar o candidato em condições de concluir o Curso de Graduação até o prazo final de realização da matrícula no Programa; Até o final do curso de pós-graduação o estudante deverá apresentar fotocópia autenticada do diploma do curso de graduação; fotocópia autenticado do RG; fotocópia autenticado do CPF; fotocópia autenticado do Título de Eleitor; fotocópia autenticado do Documento Militar; fotocópia autenticada da Certidão de Nascimento ou Casamento; Candidatos Estrangeiros deverão apresentar ainda cópia do passaporte com visto de permanência no país, cópias autenticadas do diploma de graduação e tradução do mesmo, por órgão oficial. Obs.: as fotocópias poderão ser autenticadas na Secretaria do Programa quando apresentadas juntamente com os originais. Para inscrição na UEL fotocópia autenticada do diploma de graduação ou documento equivalente que comprove estar o candidato em condições de concluir o Curso de Graduação até o prazo final de realização da matrícula no Programa; Até o final do curso de pós-graduação o estudante deverá apresentar fotocópia autenticada do diploma do curso de graduação; fotocópia do CPF; fotocópia do RG; fotocópia do Documento Militar; fotocópia da Certidão de Nascimento ou Casamento; Candidatos Estrangeiros deverão apresentar ainda cópia do passaporte com visto de permanência no país, cópias autenticadas do diploma de graduação e tradução do mesmo, por órgão oficial. Para a Proficiência em Língua inglesa (Mestrado e Doutorado): EXAME PONTUAÇÃO MÍNIMA (MESTRADO e DOUTORADO) CiPAe EDF CCAA Londrina 80 TOEFL ibt (Test for English as a Foreign Language, internet-based) 70 TOEFL IPT (Test for English as a Foreign Language, institutional testing program) Universidade Cambridge - CAE (Certificate in Advanced English) 450 A, B ou C Michigan 80 TEAP (Test of English for Academic and Professional purposes) 8,0 IELTS (International English Language Testing System) 6,5 Proficiência realizada pelo Departamento de Letras da UEM ou Departamento equivalente de universidades federais ou estaduais que possuam Programa de Pós-Graduação em Educação Física, recomendado pela CAPES. 3

4 Para a proficiência em Língua Espanhola (Doutorado): EXAME PONTUAÇÃO MÍNIMA TEPLE (Test de Proficiencia en la Lengua Española) 70 DELE - Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira Nível B2 Nível B2 Intermédio ou Avançado C1 E C2 Proficiência realizada pelo Departamento de Letras da UEM ou Departamento equivalente de universidades federais ou estaduais que possuam Programa de Pós-Graduação em Educação Física, recomendado pela CAPES Para a proficiência em Língua Alemã (Doutorado): EXAME GOETHE-ZERTIFIKAT B1: ZERTIFIKAT DEUTSCH FÜR JUGENDLICHE Proficiência realizada pelo Departamento de Letras da UEM ou Departamento equivalente de universidades federais ou estaduais que possuam Programa de Pós-Graduação em Educação Física, recomendado pela CAPES PONTUAÇÃO MÍNIMA B2, C1 ou C2 Para a proficiência em Língua Italiana (Doutorado): EXAME PONTUAÇÃO MÍNIMA CELI (Certificato di Conoscenza della Lingua Italiana emitido pela Universidade de Perugia) CILS (Certificato di Italiano come Lingua Straniera - emitido pela Universidade de Siena) VALI (Valutazione di Lettura in Lingua Italian) 65 Proficiência realizada pelo Departamento de Letras da UEM ou Departamento equivalente de universidades federais ou estaduais que possuam Programa de Pós-Graduação em Educação Física, recomendado pela CAPES Para a proficiência em Língua Francesa (Doutorado): EXAME PONTUAÇÃO MÍNIMA Test d'évaluation Linguistique DELF (Diplôme d Etudes en Langue Française) DALF (Diplômes Approfondi en Langue Française) ELFA Examen de Lecture en Français Pour des Buts Académiques 65 Proficiência realizada pelo Departamento de Letras da UEM ou Departamento equivalente de universidades federais ou estaduais que possuam Programa de Pós-Graduação em Educação Física, recomendado pela CAPES 4

5 Da Taxa de Inscrição A taxa de inscrição deverá ser paga à instituição a que pertence o provável orientador, pretendido pelo candidato. Para INSCRIÇÕES em Maringá As inscrições serão efetivadas somente via Internet no site: a partir da qual será gerado um boleto bancário para recolhimento do preço público de inscrição, correspondente ao valor de R$ 100,00 Caso não possua disponibilidade de acesso à Internet para realização da inscrição, o candidato poderá dirigir-se à Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Educação Física para a sua efetivação. O candidato deverá apresentar a documentação para efetivação da inscrição, acompanhado do comprovante de recolhimento do preço público de inscrição. Para INSCRIÇÕES em Londrina As inscrições serão efetivadas somente via Internet no site: a partir da qual será gerado um boleto bancário para recolhimento do preço público de inscrição, correspondente ao valor de R$ 100,00. Caso não possua disponibilidade de acesso à Internet para realização da inscrição, o candidato poderá dirigir-se ao Centro de Educação Física e Esporte para a sua efetivação. O candidato deverá apresentar a documentação para efetivação da inscrição, acompanhado do comprovante de recolhimento do preço público de inscrição. Da Entrega da Documentação A documentação completa poderá ser encaminhada via SEDEX, com data de postagem até dia 30/06/2014, à instituição a qual o candidato efetuou o pagamento da taxa de inscrição, conforme abaixo: Para ENTREGA DE DOCUMENTOS em Maringá Universidade Estadual de Maringá Departamento de Educação Física Secretaria do Programa de Pós-Graduação em Educação Física Horário: das 8:00 às 11:30h e das 13:30 às 17:00h Av. Colombo, 5790, Campus Universitário CEP Maringá PR Fone/Fax (44) Do Endereço para Envio dos Documentos Para ENTREGA DE DOCUMENTOS em Londrina Universidade Estadual de Londrina Centro de Educação Física e Esporte Secretaria de Pós-Graduação Horário: das 8:30 às 11:30h e das 14:00 às 17:00h Rodovia Celso Garcia Cid km 380, Campus Universitário Cx. Postal CEP Londrina PR Fone/Fax: (43) Das Disposições Finais É de exclusiva responsabilidade do candidato inscrito acompanhar a publicação/divulgação dos atos relativos ao edital de inscrição para o Processo de Seleção, divulgados na internet, no endereço eletrônico obrigando-se a atender aos prazos e condições estipulados neste edital e nos que forem publicados durante a execução da seleção pública. Os casos omissos neste edital serão analisados pelo Colegiado do Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física (PEF) UEM/UEL. 5

6 Das Áreas de Concentração, Linhas de Pesquisa e Relação de Docentes Áreas de Concentração Desempenho Humano e Atividade Física Práticas Sociais em Educação Física Linhas de Pesquisa Ajustes e respostas fisiológicas e metabólicas ao exercício físico Atividade física relacionada à saúde Fatores psicossociais e motores relacionados ao desempenho humano Trabalho e formação em Educação Física Docentes UEL Antonio Carlos Dourado (M) Crivaldo Gomes Cardoso Júnior (M) Jefferson Rosa Cardoso (M/D) Luiz Claudio Reeberg Stanganélli (M) Maria Fatima Glaner (M/D) UEL Crivaldo Gomes Cardoso Júnior (M) Denilson de Castro Teixeira (M/D) Marcelo Romanzini (M) Maria Fatima Glaner (M/D) UEM Antonio Stabeline Neto (M) Nelson Nardo Junior (D) UEL Jefferson Rosa Cardoso (M/D) José Luis Lopes Vieira (M/D) UEL Jorge Both (M) 6

7 Do Programa de Tópicos e das Referências para Prova A prova escrita será composta por dois conjuntos de temas/questões: a) temas de conhecimento geral (3,0 pontos); b) temas/questões de conhecimento específico (7,0 pontos). Os temas de conhecimento geral remetem ao entendimento epistemológico do campo constitutivo da educação física. Os temas/questões de conhecimento específico estão relacionados às Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa do Programa. Serão aprovados na prova escrita os candidatos que obtiverem nota total igual ou superior a 6,0 (seis) e não obtiverem 0,0 (zero) na questão geral. TÓPICOS DE CONHECIMENTO GERAL 1.Educação física e campo epistemológico 2.Pós-graduação, formação e produção de conhecimento Referências DAOLIO, J. O ser e o tempo da pesquisa sociocultural em educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. v. 29, n. 1, FENSTERSEIFER, P. Educação física: atividade epistemológica e objetivismo. Filosofia e Educação (Revista Digital Online). Grupo de Estudos e Pesquisas Paideia. Campinas: Unicamp, v. 2, n. 2, out mar p FERON, A. V.; SILVA, M.M. A igreja do diabo e a produção de conhecimento na educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte. v. 29, n. 1, 2007, p

8 TÓPICOS DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: DESEMPENHO HUMANO E ATIVIDADE FÍSICA Tópicos da Linha de Pesquisa: Ajustes e Respostas Fisiológicas e Metabólicas ao Exercício Físico 1. Fisiologia aplicada ao esporte 2. Adaptações neuromusculares, morfológicas e metabólicas induzidas pelo treinamento com pesos 1. Recursos ergogênicos no esporte 2. Conceitos tradicionais e novos conceitos sobre intolerância ao exercício 3. Respostas cardiovasculares e exercício 4. Respostas e adaptações cardiorrespiratórias ao exercício físico 5. Variáveis fisiológicas relacionadas ao desempenho 6. Controle ponderal e exercício físico Referências AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE. Progression models in resistance training for healthy adults. Med. Sci. Sports. Exerc., v.41, n.3, p , BENEKE, R.; LEITHÄUSER, R.M.; OCHENTEL O. Blood lactate diagnostics in exercise testing and training. Int. J. Sports Physiol. Perfor. V. 6, P. 8-24, BERNSTEIN, A.; SAFIRSTEIN, J.; ROSEN, J.E. Athletic Ergogenic Aids. Bulletin - Hospital for Joint Diseases, v.61, n.3-4, p , LOENNEKE, J.P.; WILSON, G.J.; WILSON, J.M. A mechanistic approach to blood flow occlusion. Int J Sports Med, v.31, n.1, p.1-4, COOPER, C.E. Drugs and ergogenic aids to improve sport performance. Essays in Biochemistry. V.44, P.1-10, DAVISON, R.; VAN SOMEREN, K.A.; JONES, A.M. Physiological monitoring of the olympic athlete. Journal of Sports Sciences, v.27, n.13, p , FAUDE, O.; KINDERMANN, W.; MEYER, T. Lactate Threshold Concepts: How Valid are They? Sports Med, v.39, n.6, p , HUGHSON, R. L. Oxygen uptake kinetics: historical perspective and future directions. Appl. Physiol. Nutr. Metab. n.34, p , JENSEN, M.D. Role of body fat distribution and the metabolic complications of obesity. J. Clin. Endocrinol. Metab., v.93, n.11, p. S57 S63, SHARPLES, A.P.; STEWART, C.E. Myoblast models of skeletal muscle hypertrophy and atrophy. Curr Opin Clin Nutr Metab Care v.14, p , 2011 SMITH, A.E.; KENDALL, K.L.; FUKUDA D.H.; CRAMER J.T.; STOUT, J.R. Determination of aerobic and anaerobic performance: a methodological consideration. Physiol. Meas. v.32, p ,

9 WILMORE, J.H.; COSTILL, D.L.; KENNEY, W.L. Auxílios ergogênicos desempenho. In: Fisiologia do esporte e do exercício. 4ª ed., São Paulo: Manole, 2010 Tópicos da Linha de Pesquisa: Atividade Física relacionada à Saúde 1. Atividade física, aptidão física e saúde no desenvolvimento humano 2. Comportamentos de risco para a saúde em diferentes períodos do desenvolvimento humano 3. Determinantes pessoais e ambientais do sedentarismo 4. Métodos de pesquisa, medidas e avaliação em atividade física e saúde 5. Tratamento de doenças crônicas não transmissíveis obesidade mediante o modelo translacional 6. Recomendações para a prática de atividade física 7. Transição epidemiológica e atividade física 8. Promoção da saúde e atividade física de pessoas com deficiência 9. A atividade física sistematizada e o desenvolvimento das capacidades motoras na infância, préadolescência e adolescência. 10. O treinamento com pesos em idosos Referências AMERICAN COLLEGE OF SPORTS MEDICINE. Manual do ACSM para avaliação da aptidão física relacionada à saúde. São Paulo: Guanabara Koogan, CASTRO-PIÑERO, J.; ARTERO, E.G.; ESPAÑA-ROMERO, V.; ORTEGA, F.B.; SJÖSTRÖM, M; SUNI, J. et al. Criterionrelated validity of field-based fitness tests in youth: A systematic review. Br. J. Sports. Med., Apr 12 [Epub ahead of print], CERVANTES, C.M.; PORRETTA, D.L. Physical activity measurement among individuals with disabilities: a literature review. Adapted Physical Activity Quarterly, n.27, , HASKELL, W.L.; LEE, I.M.; PATE, R.R.; POWELL, K.E.; BLAIR, S.N., FRANKLIN, B.A., et al. Physical activity and public health. Updated recommendation for adults from the American College of Sports Medicine and the American Heart Association. Circulation., n.116, p , LAU, D.C.W. et al Canadian clinical practice guidelines on the management and prevention of obesity in adults and children. C.M.A.J., v.176, n.8, Apr MALINA, R.M., Bouchard C, Bar-Or O. Crescimento, maturação e atividade física. Phorte Editora: São Paulo, MONTEIRO, C.A., CONDE, W.L., POPKIN, B.M. Income-specific trends in obesity in Brasil: American Journal of Public Health, v.97, n.10, Oct NAHAS, M.V. Atividade física, saúde e qualidade de vida. 4.ed. Londrina: Midiograf, REYNOLDS, K. D.; SPRUIJT-METZ Translational research in childhood obesity prevention. Evaluation & The Health Professions, v. 29, n. 2, p , RIMMER, J. H. Health promotion for people with disabilities: the emerging paradigm shift from disability prevention to prevention of secondary conditions. Physical Therapy, v.79, n.5, p ,

10 THOMAS, J.; NELSON, J.; SILVERMAN, S.J. Métodos de pesquisa em atividade física. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, Desenvolvimento Motor Tópicos da Linha de Pesquisa: Fatores Psicossociais e Motores Relacionados ao Desempenho Humano 1. Perspectivas teóricas do desenvolvimento motor e as diferentes abordagens usadas para explicar o processo de desenvolvimento. 2. Características, seqüências e instrumentos de avaliação das fases e dos estágios no desenvolvimento motor. Aprendizagem Motora 3. Fatores intervenientes no processo de aprendizagem de habilidades motoras. 4. Curvas de aprendizagem, designs experimentais, desempenho, prática e estágios de aprendizagem no processo de aprendizagem de habilidades motoras. Controle Motor 5. Perspectivas teóricas do controle motor e as diferentes abordagens usadas para explicar o processo de regulação do movimento humano. 6. Aspectos sensoriais, perceptivos e atencionais aplicados ao controle motor. Biomecânica 7. Aspectos biomecânicos do tecido ósseo, articular e muscular. 8. Princípios e aplicações da instrumentação em biomecânica aplicada à análise do movimento humano. Psicologia do Esporte e do Exercício Físico 9. Teorias e modelos da psicologia do esporte e do exercício que buscam explicar as variáveis intervenientes no desempenho humano. 10. Fatores pessoais, ambientais e de liderança intervenientes no desempenho humano. Referências HAMILL, J.; KNUTZEN, K.M. Bases biomecânicas do movimento humano. São Paulo: Manole, HAYWOOD, K.M., GETCHELL, N. Desenvolvimento motor ao longo da vida. Porto Alegre: Artmed Editora, SCHMIDT, R. A.; WRISBERG, C.A. Aprendizagem e performance motora: uma abordagem da aprendizagem baseada no problema. São Paulo, ArtMed, TEIXEIRA, L. A. Controle motor. São Paulo: Manole, WEINBERG, R. S; GOULD, D. Fundamentos da psicologia do esporte e do exercício. 4. ed. Porto Alegre: Artmed,

11 ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: PRÁTICAS SOCIAIS EM EDUCAÇÃO FÍSICA Tópicos da Linha de Pesquisa: Trabalho e Formação em Educação Física 1. O estudo da constituição do conhecimento profissional em educação física 2. A formação de professores e os estudos sobre os saberes docentes 3. Práticas corporais, escola e formação de professores 4. Transformações tecnológicas, trabalho e formação Referências DINIZ, M. Os donos do saber: profissões e monopólios profissionais. Rio de Janeiro: REVAM, FACCI, M. G. D. Formação de professores: valorização ou esvaziamento do trabalho do professor? Campinas, SP: Autores Associados, 2004 FREIDSON, E. O renascimento do profissionalismo: teoria, profecia e política. São Paulo: EDUSP, PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez,