EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL"

Transcrição

1 ISSN Ano CLII N o - 02 Brasília - DF, segunda-feira, de junho de 205 Sumário. PÁGINA Atos do Poder Judiciário... Presidência da República... Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento... 3 Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação... 3 Ministério da Cultura... 6 Ministério da Defesa... 9 Ministério da Educação... 3 Ministério da Fazenda Ministério da Justiça Ministério da Pesca e Aquicultura Ministério da Previdência Social Ministério da Saúde Ministério das Comunicações... 5 Ministério de Minas e Energia Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão... 9 Ministério do Trabalho e Emprego Ministério dos Transportes Conselho Nacional do Ministério Público Ministério Público da União... 0 Tribunal de Contas da União Poder Judiciário Entidades de Fiscalização do Exercício das Profissões Liberais. 54. Atos do Poder Judiciário SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PLENÁRIO EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL DECISÕES Ação Direta de Inconstitucionalidade e Ação Declaratória de Constitucionalidade (Publicação determinada pela Lei nº 9.868, de ) Acórdãos AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 2.65 () ORIGEM : ADI SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL PROCED. : SANTA CATARINA R E L ATO R : MIN. EROS GRAU pelo código REDATOR DO ACÓRDÃO RISTF : MIN. GILMAR MENDES REQTE.(S) : GOVERNADOR DO ESTADO DE SANTA CA- TA R I N A A D V. ( A / S ) : PGE-SC - WALTER ZIGELLI INTDO.(A/S) : ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SANTA CATARINA Decisão: Após o voto do Senhor Ministro Eros Grau (relator), que julgava procedente integralmente a ação e declarava a inconstitucionalidade da Lei nº.908/200, do Estado de Santa Catarina, no que foi acompanhado pelos votos dos Senhores Ministros Cezar Peluso, Gilmar Mendes e Carlos Velloso, pediu vista dos autos o Senhor Ministro Carlos Britto. Falou pelo requerente o Dr. Loureno Weissheimer. Presidência do Senhor Ministro Nelson Jobim. Plenário, Decisão: Renovado o pedido de vista do Senhor Ministro Carlos Britto, justificadamente, nos termos do º do artigo º da Resolução nº 278, de 5 de dezembro de Presidência do Senhor Ministro Nelson Jobim. Plenário, Decisão: Após o voto-vista do Senhor Ministro Ayres Britto, julgando improcedente a ação direta, e os votos do Senhor Ministro Dias Toffoli e da Senhora Ministra Cármen Lúcia, que acompanhava o Relator, julgando-a procedente, pediu vista dos autos a Senhora Ministra Ellen Gracie. Ausente, neste julgamento, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. Presidência do Senhor Ministro Cezar Peluso. Plenário, Decisão: Colhidos os votos da Ministra Rosa Weber e do Ministro Celso de Mello, o Tribunal, por maioria, julgou procedente o pedido formulado na ação direta para declarar a inconstitucionalidade da Lei nº.908/200, do Estado de Santa Catarina, vencido o Ministro Ayres Britto. Não votaram os Ministros Roberto Barroso, Teori Zavascki, Luiz Fux e Ricardo Lewandowski, por sucederem, respectivamente, aos Ministros Ayres Britto, Cezar Peluso, Eros Grau (Relator) e Carlos Velloso. Ausentes, neste julgamento, os Ministros Marco Aurélio, Gilmar Mendes e Dias Toffoli, estes dois últimos com votos proferidos em assentada anterior. Presidiu o julgamento o Ministro Ricardo Lewandowski. Plenário, Ação Direta de Inconstitucionalidade. 2. Direito do Consumidor. 3. Telefonia. 4. Assinatura básica mensal. 5. Lei n..908, de 25 de setembro de 200, do estado de Santa Catarina. 6. Inconstitucionalidade formal. 7. Afronta aos arts. 2, XI, e 22, IV, da Constituição Federal. 8. É inconstitucional norma local que fixa as condições de cobrança do valor de assinatura básica, pois compete à União legislar sobre telecomunicações, bem como explorar, diretamente ou mediante autorização, concessão ou permissão seus serviços. 9. Ação direta julgada procedente. Secretaria Judiciária JOÃO BOSCO MARCIAL DE CASTRO Secretário. DESPACHOS DA PRESIDENTA DA REPÚBLICA MENSAGEM Presidência da República N o - 93, de 29 de maio de 205. Encaminhamento ao Congresso Nacional do texto do Tratado entre a República Federativa do Brasil e o Reino da Bélgica sobre Auxílio Jurídico Mútuo em Matéria Penal, assinado em Brasília, em 7 de maio de N o - 94, de 29 de maio de 205. Encaminhamento ao Congresso Nacional do texto do Acordo sobre Auxílio Jurídico Mútuo em Matéria Penal entre a República Federativa do Brasil e o Reino Hachemita da Jordânia, firmado em Brasília, em 23 de outubro de N o - 95, de 29 de maio de 205. Encaminhamento ao Congresso Nacional do texto do Tratado entre a República Federativa do Brasil e a República de El Salvador sobre Auxílio Jurídico Mútuo em Matéria Penal, assinado em El Salvador, em 29 de maio de N o - 96, de 29 de maio de 205. Encaminhamento ao Congresso Nacional do texto da Convenção Relativa à Citação, Intimação e Notificação no Estrangeiro de Documentos Judiciais e Extrajudiciais em Matéria Civil e Comercial, assinada em Haia, em 5 de novembro de 965. CASA CIVIL INSTITUTO NACIONAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DESPACHO DO DIRETOR-PRESIDENTE Em 29 de maio de 205 Entidade: AR AHEAD, vinculada à AC CERTISIGN JUS, AC CER- TISIGN RFB, AC CERTISIGN MULTIPLA Processo n o : / , / , / Acolhe-se as Notas nº 366/205/DSB/PFE-ITI/PGF/AGU e 343, 348/205/APG/PFE-ITI/PGF/AGU que opinam pelo deferimento do pedido de credenciamento de nova Instalação Técnica da AR AHEAD, vinculada à AC CERTISIGN JUS, AC CERTISIGN RFB, AC CERTISIGN MULTIPLA, denominada - IT GARANTIA, localizada na Avenida Rebouças, 3970, 2º Subsolo, LUC 2057, Pinheiros, São Paulo-SP, para as Políticas de Certificados credenciadas. Em vista disso, e consoante com o disposto no item , do DOC- ICP-03, defere-se o credenciamento. ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO PORTARIA N o - 66, DE 29 MAIO DE 205 Prorroga, por um ano, a validade do 3º Concurso Público para o Cargo de Procurador do Banco Central do Brasil. O ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO, no uso da atribuição prevista no art. 5 da Portaria nº 93, de 4 de abril de 203, tendo em vista o disposto nos arts. 30 e 3 da Lei nº 2.269, de 2 de junho de 200, na Lei Complementar nº 73, de 0 de fevereiro de 993, na Lei nº 9.650, de 27 de maio de 998, e no Decreto nº 6.944, de 2 de agosto de 2009, resolve: Art. º Prorrogar, por um ano, a contar de 7 de junho de 205, o prazo de validade do 3º Concurso Público para o Cargo de Procurador do Banco Central do Brasil, na forma estabelecida no subitem 9.3 do Edital nº /203-BCB/PGBC-DEPES, de 6 agosto de 203, publicado no Diário Oficial da União de 7 de agosto de 203. Art. 2 o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. LUÍS INÁCIO LUCENA ADAMS

2 2 ISSN SECRETARIA DE PORTOS AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES A Q U AV I Á R I O S RESOLUÇÃO N o , DE 29 DE MAIO DE 205 O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS - ANTAQ, no uso da competência que lhe é conferida pelo art. 20, inciso IV, do Regimento Interno, considerando o que consta do processo n /204-2 e tendo em vista o que foi deliberado na 384ª Reunião Ordinária da Diretoria, realizada em de maio de 205, resolve: Art. º Pela impossibilidade de concessão do instrumento autorizativo em favor da empresa Constantinos & Santos Ltda., CNPJ nº /000-02, localizada na rua Rio Jary, nº 53, sl. B, Área Portuária - Santana/AP, em razão de não dispor das condições essenciais para a obtenção da outorga, nos termos do que dispõe a legislação de regência, é dizer, a Lei nº 2.85, de 203; o Decreto nº 8.033, de 203; e a norma aprovada pela Resolução nº AN- TAQ, de 204. pelo código Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS Art. 2º Determinar que a Superintendência de Outorgas - SOG e a Superintendência de Fiscalização e Coordenação das Unidades Regionais - SFC, ambas desta Agência, avaliem os critérios de conveniência e oportunidade no que tange à celebração do Termo de Ajustamento de Conduta - TAC, vis a vis com o disposto no parágrafo único, do art. 42, da norma aprovada pela Resolução nº ANTAQ e, bem assim, a questão envolvendo o sobrestamento ou arquivamento dos presentes autos. Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. MÁRIO POVIA RESOLUÇÃO N o , DE 29 DE MAIO DE 205 O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS-ANTAQ, no uso da competência que lhe é conferida pelo inciso IV do art. 20 do Regimento Interno, considerando o que consta do processo nº /20-23 e o que foi deliberado pela Diretoria Colegiada em sua 384ª Reunião Ordinária, realizada em de maio de 205, resolve: Art. º Arquivar o processo nº /20-23, tendo em vista o requerimento da empresa Itaituba Indústria de Cimentos do Pará S/A, CNPJ nº / , referente ao Anúncio Público nº 7/203-ANTAQ, no qual desiste da obtenção de outorga de autorização para exploração de instalação portuária na modalidade de Estação de Transbordo de Cargas - ETC. Art. 2º Determinar que a Superintendência de Administração e Finanças, desta Agência, proceda à devolução da garantida de proposta em questão. Art. 3º Determinar que a Superintendência de Fiscalização e Coordenação das Unidades Regionais, desta Agência, acompanhe o desenrolar do procedimento de obtenção da outorga pretendida, vis a vis com eventuais fiscalizações em curso junto àquela instalação portuária. Art. 4º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. MÁRIO POVIA SUPERINTENDÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO E COORDENAÇÃO DAS UNIDADES REGIONAIS UNIDADE REGIONAL DE MANAUS DESPACHOS DA CHEFE Em 20 de janeiro de 205 Processo nº / N o Empresa penalizada: M. R. Guimarães Canto Navegação - ME, CNPJ nº / Objeto e Fundamento Legal: Aplicação de penalidade de multa pecuniária no valor de R$ 445,50, pela prática das infrações tipificadas nos incisos XIX e XXI do art. 20 da norma aprovada pela Resolução nº 92-ANTAQ, de 23//2007. Em 3 de março de 205 Processo nº / N o Empresa penalizada: Trevo da Amazônia Navegação e Transportes Ltda.- EPP, CNPJ nº / Objeto e Fundamento Legal: Aplicação de penalidade de multa pecuniária no valor de R$ 7.350,00, pela prática da infração tipificada no inciso I do art. 24 da norma aprovada pela Resolução nº 558-ANTAQ, de /2/2009. Processo nº / N o Empresa penalizada: Empresa de Navegação A. R. Transporte Ltda. - EPP, CNPJ nº / Objeto e Fundamento Legal: Aplicação de penalidade de multa pecuniária no valor de R$ 525,00, pela prática da infração tipificada no inciso XXX do art. 20 da norma aprovada pela Resolução nº 92-ANTAQ, de 23//2007. Processo nº / N o - - Empresa penalizada: Edilberto Pereira Sarubi - EPP, CNPJ nº / Objeto e Fundamento Legal: Aplicação de penalidade de multa pecuniária no valor de R$ 8,55, pela prática da infração tipificada no inciso XXI do art. 20 da norma aprovada pela Resolução nº 92-ANTAQ, de 23//2007. Processo nº / N o Empresa penalizada: Silva Transporte Marítimo de Carga e Passageiro Eireli - ME, CNPJ nº / Objeto e Fundamento Legal: Aplicação de penalidade de multa pecuniária no valor de R$ 750,08, pela prática das infrações tipificadas nos incisos III, IX, XIX e XXX do art. 20 da norma aprovada pela Resolução nº 92- ANTAQ, de 23//2007. DANIELLE FELIPE DE CARVALHO UNIDADE REGIONAL DE PARANAGUÁ DESPACHO DO CHEFE Em 29 de abril de 205 Processo nº /205-4 N o Empresa penalizada: ENELZITA FERNANDES PARANA- GUÁ - ME, CNPJ nº / Objeto e Fundamento Legal: Aplicação de penalidade de multa pecuniária no valor total de R$ 3.750,00, pela prática da infração tipificada no inciso XI, do art. 2 da norma aprovada pela Resolução nº 250-ANTAQ, de 9/06/202. FÁBIO AUGUSTO GIANNINI COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ C.N.P.J /000-6 BALANÇO PATRIMONIAL - JANEIRO/205 AT I V O Circulante , 04 Realizável a Longo Prazo ,45 Investimentos. 474, 42 Imobilizado ,82 Intangível ,69 Ativo Compensado ,49 Total do Ativo ,9 PA S S I V O Circulante ,89 Não Circulante ,52 Patrimônio Líquido ,0 Capital Reservas de Lucros ,8 Lucros/Prej.Acumulados ( ,45) Prejuízo do Exercicio Passivo Compensado ( ,85) ,49 Total do Passivo ,9 NILANE SOUZA DE MENEZES Contadora CRC-CE 6629 CPF PORTARIA N o -, DE 25 DE MAIO DE 205 O DIRETOR-PRESIDENTE DA COMPANHIA DOCAS DO CEARÁ, no uso de suas atribuições estatutárias; Considerando a decisão da Diretoria Executiva da CDC, em sua 2050ª Reunião Ordinária, realizada em e Deliberação do CONSAD nº 07/205, de , resolve: Art. º - Aprovar o Regulamento Interno da Guarda Portuária do Porto de Fortaleza; Art. 2º - Determinar a disponibilização do mesmo no endereço eletrônico e a publicação desta Portaria do Diário Oficial da União. MÁRIO JORGE CAVALCANTI MOREIRA SECRETARIA DE AVIAÇÃO CIVIL AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL RESOLUÇÃO N o - 358, DE 28 DE MAIO DE 205 Altera a Resolução nº 354, de 7 de março de 205. O DIRETOR-PRESIDENTE DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL - ANAC, no exercício da prerrogativa de que trata o art. 6º do Regimento Interno aprovado pela Resolução nº 0, de 5 de setembro de 2009, tendo em vista o disposto nos arts. 8º, inciso XXV, da Lei nº.82, de 27 de setembro de 2005, 2º, parágrafo único, alínea "a", da Lei nº 6.009, de 26 de dezembro de 973, 4º, inciso XXVI, e, inciso III, do Anexo I ao Decreto nº 5.73, de 20 de março de 2006, e considerando o que consta do processo nº /204-65, resolve, ad referendum da Diretoria: Art. º Promover as seguintes alterações na Resolução nº 354, de 7 de março de 205: I - o art. º passa a vigorar a com a seguinte redação: "Art. º Estabelecer, nos termos desta Resolução, a metodologia de cálculo e a aplicação do fator X no valor de 0,560% (quinhentos e sessenta milésimos por cento) no reajuste tarifário anual das tarifas aeroportuárias (TA) e de uso das comunicações e dos auxílios de rádio e visuais em área terminal de tráfego (TAT) constantes do Anexo 4 - Tarifas do Contrato de Concessão do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante - RN (ASGA), concedido por meio do Leilão nº 0/20." (NR) II - o Anexo à Resolução nº 354, de 7 de março de 205, passa a vigorar na forma do Anexo desta Resolução. Parágrafo único. O Anexo desta Resolução encontra-se publicado no Boletim de Pessoal e Serviço - BPS desta Agência (endereço eletrônico e igualmente disponível em sua página "Legislação" (endereço eletrônico na rede mundial de computadores. Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. MARCELO PACHECO DOS GUARANYS Diretor-Presidente

3 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento GABINETE DA MINISTRA PORTARIA N o - 08, DE 28 DE MAIO DE 205 A MINISTRA DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁ- RIA E ABASTECIMENTO, INTERINA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição, tendo em vista a necessidade do atendimento a projetos governamentais sob a responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e o que consta do Processo n o /205-, resolve: Art. o Alterar o inciso III do parágrafo único do art. 3 o da Portaria Ministerial n o.232, de 23 de dezembro de 2008, que passa a vigorar com a seguinte redação: "Art. 3 o... Parágrafo único... III -... d) as máquinas, os equipamentos e os implementos adquiridos deverão manter, durante a sua vida útil, identificação do órgão concedente dos recursos, na forma do Anexo I. e) as dimensões, proporções e cores a serem aplicadas na identificação do Anexo I devem seguir as disposições contidas no Manual de Uso da Marca do Governo Federal, emitido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República - SECOM/PR." (NR) Art. 2 o Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. MARIA EMILIA JABER ANEXO I Código: 20 Total de Vagas: (uma) Cargo: Assistente em C&T - Classe 3 - Padrão I Área: Apoio Administrativo Nome do Candidato Nota Final Classificação Final ALEX PEREIRA DA CUNHA BORGES 80,68 º CICERO GOMES DOS REIS 63,00 2º Código: 302 Total de Vagas: (uma) Cargo: Tecnologista - Classe Pleno - Padrão I Área: Desenvolvimento Tecnológico Nome do Candidato ALINE BESSA VELOSO Nota Final 93,54 Classificação Final º Código: 307 Total de Vagas: (uma) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno - Padrão I Área: Gestão Administrativa SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SERVIÇO NACIONAL DE PROTEÇÃO DE CULTIVARES DECISÕES DE 29 DE MAIO DE 205 O Serviço Nacional de Proteção de Cultivares - SNPC, em cumprimento ao disposto no inciso II, do art. 40 e art. 46 da Lei n.º 9.456/97, resolve: N o EXTINGUIR os direitos de proteção, pela renúncia da empresa Könst Breeding B.V., da Holanda, da cultivar de alstroemeria (Alstroemeria L.), denominada Konspart, Certificado de Proteção nº N o EXTINGUIR os direitos de proteção, pela renúncia da empresa Rijk Zwaan Zaadteelt en Zaadhandel B.V., da Holanda, da cultivar de melão (Cucumis melo L.) denominada Caribbean Star, Certificado de Proteção nº N o EXTINGUIR os direitos de proteção, pela renúncia da empresa Corn Bak B. V., da Holanda, das cultivares de gusmânia (Gusmania Ruiz et Pav.), denominadas Switch, Certificado de Proteção nº 00784; e Soledo, Certificado de Proteção nº Fica aberto o prazo de 60 (sessenta) dias para recurso, contados da publicação destas Decisões. FABRICIO SANTANA SANTOS Coordenador SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL NO ESTADO DE SANTA CATARINA PORTARIAS DE 25 DE MAIO DE 205 O SUPERINTENDENTE FEDERAL DE AGRICULTURA EM SANTA CATARINA, no uso das atribuições contidas no inciso XXII, art. 44, do Regimento Interno das Superintendências Federais de Agricultura, aprovado pela Portaria Ministerial nº 428, de 09 de junho de 200, e em conformidade com a Instrução Normativa nº 22 de 20 de junho de 203, publicada no DOU de 2 de junho de 203, que define as normas para habilitação de Médico Veterinário para a emissão de Guia de Trânsito Animal - GTA, resolve: N o Cancelar a pedido da interessada a habilitação concedida a médica veterinária TAMARA ZANETTE VASSOLER CRMV/SC N o para emitir Guia de Trânsito Animal - GTA, conforme Processo nº / no Estado de Santa Catarina. Fica revogada a Portaria nº 67 de 7/03/205. N o Habilitar a Médica Veterinária ZULEIKA FERNANDES, inscrita no CRMV/SC sob nº 04966, para emitir Guia de Trânsito Animal - GTA, para a (s) espécie (s) e Município(s) constante(s) do Processo nº / no Estado de Santa Catarina. Estas Portarias entram em vigor na data de sua publicação. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL Nome do Candidato Nota Final Classificação Final CRISTIANO ELIAS CARDOSO 00,29 º ELTON KLEITON ALBUQUERQUE DE ALMEIDA 84, 2º DIEGO LOPES DA SILVA 8,4 3º Código: 308 Total de Vagas: (uma) Cargo: Analista em C&T - Classe Júnior - Padrão I Área: Gestão Administrativa Nome do Candidato Nota Final Classificação Final SÍLVIA MARIA BARROS 7, 57 º 2. Relação dos candidatos classificados para as vagas reservadas para pessoas declaradas negras ou pardas (COTA), conforme a Lei Federal nº 2.990/204, por código, cargo, área e nota final: Código: 20 Total de Vagas: 2 (duas) Cargo: Assistente em C&T - Classe 3 - Padrão I Área: Apoio Administrativo Nome do Candidato Nota Final Classificação Final CLAYTON MARTINS SILVA 6, 0 0 º GILMAR DE SOUSA SILVA 07,00 2º NEIL MEDEIROS 05,00 3º WALTER AIRES DA SILVA 98,00 4º. JACIR MASSI AGÊNCIA ESPACIAL BRASILEIRA PORTARIA N o - 90, DE 28 DE MAIO DE 205 O PRESIDENTE DA AGÊNCIA ESPACIAL BRASILEI- RA, no uso de suas atribuições, em conformidade com a Portaria nº 47 de 8 de fevereiro de 204, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão - MP, publicada no Diário Oficial da União de 9 de fevereiro de 204, que autorizou a realização de Concurso Público para provimento de cargos efetivos nesta Agência, considerando o disposto no art. 3 da Portaria MP nº 450, de 6 de novembro de 2002, e em cumprimento ao Edital nº /204, da Agência Espacial Brasileira, publicado no Diário Oficial da União de 4 de agosto de 204, resolve: Retificar a Portaria de Homologação nº 59, de 23 de março de 205, do resultado final do Concurso Público realizado pela AEB, publicada no Diário Oficial da União nº 56, Seção, de 24 de março de 205, visando atender: ao disposto no Capítulo XIV, Item 4.4 do Edital nº /204, para provimento de cargos efetivos de TECNO- LOGISTAS da Carreira de Desenvolvimento Tecnológico, de ANA- LISTAS e ASSISTENTES da Carreira de Gestão, Planejamento e Infraestrutura em Ciência e Tecnologia da Lei 8.69/93; ao disposto no Art. 6, Anexo II do Decreto nº 6.944/2009; ao disposto no Art. 3º da Lei nº 2.990/204; ao disposto no Art. 42 do Decreto nº 3.298/99; e em atendimento ao Mandado de Segurança nº , 5ª Vara Federal de Primeiro Grau do Distrito Federal - por ordem de classificação para lotação nesta Agência:. Relação dos candidatos classificados para as vagas reservadas para pessoas portadoras de necessidades especiais por código (PCD), cargo, área e nota final: CINTHIA MACHADO DE OLIVEIRA XAVIER 97,00 5º JOSILENE CARDOSO DA SILVA 97,00 6º PEDRO HENRIQUE CÔRTES DE SOUSA 95,00 7º WALLACE MIRANDA BASTOS 93,00 8º MARIANA PESSOA DIAS 93,00 9º Código: 302 Total de Vagas: 3 (três) Cargo: Tecnologista - Classe Pleno - Padrão I Área: Desenvolvimento Tecnológico Nome do Candidato Nota Final Classificação Final ALEXANDRE MACEDO DE OLIVEIRA 04,4 º JULIANO RAPHAEL SIMÕES DE SOUZA 00,39 2º OZIEL LOPES DA COSTA 98,29 3º ALINE BESSA VELOSO 93,54 4º GENILSON DE MELO CARVALHO 9,43 5º ISABELA MORENO CORDEIRO DE SOUSA 90,7 6º PEDRO HENRIQUE LOPES BATISTA 90,00 7º KLEBER RENATO DA PAIXÃO ATAÍDE 89,43 8º RUBENS MOREIRA DE ALMEIDA 87,29 9º Código : 303 Total de Vagas: (uma) Cargo: Tecnologista - Classe Júnior - Padrão I Área: Desenvolvimento Tecnológico Nome do Candidato Nota Final Classificação Final LEANDRO RIBEIRO REIS 5, 36 º EDUARDO FERREIRA DOS SANTOS 0, 44 2º FABIANA PEREIRA LOBO RIBEIRO 08 3º EDSON CALLE DA SILVA 96,57 4º FÁBIO DE OLIVEIRA MÁXIMO 93,86 5º Código : 305 Total de Vagas: 2 (duas) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno - Padrão I Área: Gestão da Política Espacial Nome do Candidato Nota Final Classificação Final GABRIEL SALLES MARIA DE MACEDO REGO 3, 00 º LUCAS BELMINO FREITAS 0,4 2º pelo código

4 4 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 Código : 307 Total de Vagas: 2 (duas) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno - Padrão I Área: Gestão Administrativa Nome do Candidato Nota Final Classificação Final THAIS DE ARAUJO PEDROSA 6, 39 º JOAO SERGIO BESERRA DE LIMA 5, 00 2º CLÁUDIO JOSÉ DE OLIVEIRA SOUZA 0, 86 3º BERTRAND RUSSEL ALMEIDA 09,43 4º FÁBIO LEMOS MOTA 08,7 5º FILIPE TORRI DA ROSA 05,32 6º ELIANA CRISTINA FELIPE REIS 98,57 7º DENISE CECÍLIA SOUZA COELHO 96,43 8º MARCIO DA SILVA BARBOSA 96,36 9º Código : 308 Total de Vagas: (uma) Cargo: Analista em C&T - Classe Júnior - Padrão I Área: Gestão Administrativa Nome do Candidato Nota Final Classificação Final HENRIQUE FERNANDES NASCIMENTO 32,4 º RAFAEL DUARTE DE PAULA SILVA 06,00 2º FERNANDA TERCETTI NUNES PEREIRA 05,7 3º RANGEL LUIZ LUSTOSA FERREIRA 04,50 4º EVALDO MATHEUS 04,43 5º COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS 3. Relação geral dos candidatos (PCD, COTA e AMPLA), classificados por código, cargo, área e nota final: Código: 20 Quantidade de Vagas: 2 (doze) Cargo: Assistente em C&T - Classe 3 - Padrão I Área: Apoio Administrativo Nome do Candidato Nota Final Classificação Final PRISCILA HARDMAN RODRIGUES DE CARVALHO 20,6 º CLAYTON MARTINS SILVA 6, 00 2º RODRIGO ALVES DE LIMA 6, 00 3º JOSE SERGIO MARQUES DOS SANTOS 4, 00 4º DANUSA PEGORARO SZIMANSKI 2, 00 5º ANTONIO CRISTOVAO DOS SANTOS 0, 00 6º ERISVALDO GONÇALVES DE OLIVEIRA ROCHA 09,00 7º PAULO ESTEVÃO DE OLIVEIRA 09,00 8º FABIO APRIGIO DO NASCIMENTO 08,50 9º GILMAR DE SOUSA SILVA 07,00 0º RENATA SILVA DE OLIVEIRA VALDEVINO 06,60 º LEONARDO GOMES RODRIGUES 05,50 2º ANDRÉ LUIZ DE OLIVEIRA 05,33 3º ANGELO PELLI JUNIOR 05,00 4º GISELE DOSUALDO ROCHA COLUCCI 05,00 5º NEIL MEDEIROS 05,00 6º ROBERTA BORGES RIBEIRO DE SOUZA 04,83 7º CAROLINA JORGE E COSTA 04,50 8º ROBSON QUEIROZ DE AMORIM 03,50 9º IRENE MENDONÇA VAZ 02,20 20º DANIEL DE PIETRO DA ROCHA 0,00 2º MARCELLA MUCURY TEIXEIRA GARCIA 0,00 22º ELDER TACIANO ROMÃO DA SILVA 00,00 23º EDGAR DE ALMEIDA TEIXEIRA 99,3 24º FELIPE MATHIAS CASTELLO BRANCO 99,00 25º ROSAMIRA FRANCISCA DE SOUZA 99,00 26º RONALDO LUIZ DE OLIVEIRA 99,00 27º ALLAN MOTA E SILVA 98,33 28º WALTER AIRES DA SILVA 98,00 29º SHOICHI SHIBUYA KISHI 97,00 30º RAFAEL RANGEL AVELINO DA SILVA 97,00 3º CINTHIA MACHADO DE OLIVEIRA XAVIER 97,00 32º VAINE SOTTO MAYOR PEREIRA 97,00 33º JOSILENE CARDOSO DA SILVA 97,00 34º LEA TIEMI USSAMI JUSTINIANO 96,38 35º JONSINEI TEIXEIRA DA SILVA 96,00 36º SABRINA MELISSA DE MACÊDO E SILVA 95,83 37º ANDRE DE LANNA SETTE FIUZA LIMA 95,00 38º PEDRO HENRIQUE CORTES DE SOUSA 95,00 39º DOUGLAS RODRIGUES DOS SANTOS 94,3 40º LUCIANO DA SILVA ALVES 94,00 4º ALEX PEREIRA DA CUNHA BORGES 80,68 42º Código : 30 Quantidade de Vagas: 5 (cinco) Cargo: Tecnologista - Classe Pleno 3 - Padrão I Área: Desenvolvimento Tecnológico Nome do Candidato Nota Final Classificação Final CRISTIANO AUGUSTO TREIN 08,99 º JAIME AUGUSTO DA SILVA 08,00 2º ADEMIR LUIZ XAVIER JÚNIOR 05,4 3º AMELIA NAOMI ONOHARA 97,00 4º RODRIGO LEONARDI 96,57 5º EDUARDO DO COUTO E SILVA 90,43 6º Código : 302 Quantidade de Vagas: 6 (dezesseis) Cargo: Tecnologista - Classe Pleno - Padrão I Área: Desenvolvimento Tecnológico Nome do Candidato Nota Final Classificação Final ZENON KOUZAK 26,43 º MARIANA DE MAGALHÃES RODRIGUES BARBOSA 26,2 2º GABRIEL FIGUEIRÓ DE OLIVEIRA 25,93 3º GUSTAVO BERNARDES SOUSA 23,29 4º LEONARDO ZANDONADI MOURA 2,25 5º TULIO CONRADO CAMPOS DA SILVA 2,07 6º FERNANDA LINS LEAL UCHOA DE LIMA 9, 8 6 7º CARLOS EDUARDO QUINTANILHA VAZ DE OLIVEIRA 7, 43 8º FABIO REZENDE PRADO DOS SANTOS 6, 93 9º RUI CARLOS BOTELHO ALMEIDA DA SILVA 2, 4 0º RODRIGO BADIA PICCININI, 75 º ADRIANA ELYSA ALIMANDRO CORRÊA 0, 64 2º FELIPE FERREIRA FRAGA 09,64 3º PEDRO LUIZ KALED DA CÁS 08,64 4º RODRIGO CAMARGO GOMES 06,86 5º JONATHAN DE ANDRADE SILVA ARAUJO 06,68 6º FELIPE PONTES GUIMARÃES 05,43 7º THIAGO DE MATOS BATISTA 05,04 8º THIAGO ALMEIDA SIQUEIRA 04,39 9º ALEXANDRE MACEDO DE OLIVEIRA 04,4 20º DENIS COCUROCI 03,82 2º RAFAEL ALVES DE SOUZA RIBEIRO 02,39 22º SAMUEL DE OLIVEIRA 02,07 23º CLAUDEMIR STENICO 00,43 24º JULIANO RAPHAEL SIMÕES DE SOUZA 00,39 25º MARCEL WILLIAN REIS SALES 99,93 26º MARCOS VAZ CARDOSO 99,29 27º CRISTIANO QUEIROZ VILANOVA 99, 28º DENILSON PAULO SOUZA DOS SANTOS 99,00 29º CARLOS ROBERTO BRAGA 98,82 30º KIM MORAES MOTA 98,57 3º OZIEL LOPES DA COSTA 98,29 32º MARIA APARECIDA DE SOUZA OLIVEIRA 98, 33º GUSTAVO DOS SANTOS DE CAMPOS 97,75 34º MARIA SALETE VACELI QUINTILIO 97,57 35º RONNE TOLEDO 97,36 36º JORGE GONÇALVES BEZERRA JÚNIOR 96,43 37º PAULO MAGALHÃES MARCIANO DA ROCHA 96,29 38º ERICH LOPES BRAITBACK DE OLIVEIRA 95,96 39º JORGE PEIXOTO DE MORAIS NETO 93,86 40º WILLIAM DUARTE MIRANDA 93,86 4º ALINE BESSA VELOSO 93,54 42º LETICIA HIME 93,43 43º WANESSA DE ALVARENGA SILVA 93,4 44º EDUARDO PALHARES JÚNIOR 92,50 45º SAULO COUTINHO DE FARIA 92,00 46º GENILSON DE MELO CARVALHO 9,43 47º ISABELA MORENO CORDEIRO DE SOUSA 90,7 48º PEDRO HENRIQUE LOPES BATISTA 90,00 49º KLEBER RENATO DA PAIXÃO ATAÍDE 89,43 50º Código : 303 Quantidade de Vagas: 3 (três) Cargo: Tecnologista - Classe Júnior - Padrão I Área: Desenvolvimento Tecnológico Nome do Candidato Nota Final Classificação Final RENATO SHIMIZU 27,00 º LEANDRO RIBEIRO REIS 5, 36 2º ISAAC TELES DE SOUZA 4, 29 3º EDUARDO FERREIRA DOS SANTOS 0, 44 4º PEDRO HENRIQUE DÓRIA NEHME 09,7 5º PAULO HONDA OTA 09,39 6º FABIANA PEREIRA LOGO RIBEIRO 08,00 7º PAULO FELIPE MARQUES GOMES FERRARI 07,57 8º MARINA ATSUMI OIKAWA 06,43 9º GUSTAVO BARRETO CAVALCANTE 06,29 0º NICOLLAS ALEXANDRE VIEIRA DE FREITAS PEREIRA 02,7 º VITOR DOS SANTOS SOUSA 02,43 2º GUSTAVO LUIZ SANDRI 99,43 3º FERNANDO RODRIGUES FERREIRA 99,4 4º Código : 304 Quantidade de Vagas: (uma) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno 3 - Padrão I Área: Gestão da Política Espacial Nome do Candidato Não houve classificado Nota Final 0 Classificação Final 0 Código : 305 Quantidade de Vagas: 9 (nove) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno - Padrão I Área: Gestão da Política Espacial Nome do Candidato Nota Final Classificação Final RODOLPHO EMERSON SILVA DE VASCONCELLOS 22,00 º RENATA CORREA RIBEIRO 2,29 2º ANTONIO CARLOS DE SOUZA JUNIOR* 5, 43 3º FABIANY MARIA MADE E VELLASCO 20,43 4º MICHELE CRISTINA SILVA MELO 7, 47 5º NICOLE ISABEL DOS REIS 7, 04 6º ARTHUR PULLEN SOUSA 5, 86 7º HELEN WERNIK NASCIMENTO 5, 43 8º PEDRO ANTONIO BAVARESCO 3, 86 9º OSÓRIO VILELA FILHO 3, 32 0º GABRIEL SALLES MARIA DE MACEDO REGO 3, 00 º PEDRO LUIZ SIMPSON JUNIOR, 4 2º MARIANA RODRIGUES DE MOURA 0, 39 3º GILLS VILAR LOPES 09,89 4º GUSTAVO FERNANDO GONCALVES DOS SANTOS 06,57 5º CLAUDIA TERESA CARVAJAL GARCIA 05,79 6º RENATO WILLIAN BRUNO 05,43 7º RODOLFO MILHOMEM DE SOUSA 02,36 8º CARLOS AUGUSTO GURGEL SOUSA 02,4 9º ANA MARIA DOS SANTOS CARNASCIALI 02,00 20º LUCAS BELARMINO FREITAS 0,4 2º DANIEL WARTCHOW 99,7 22º PEDRO ARAÚJO PIETRAFESA 99,64 23º RÚBIA PEREIRA RODRIGUES 98,89 24º ANSELMO AUGUSTO 98,57 25º JOSEFA MORGANA VITURINO DE ALMEIDA 97,86 26º BERNARDO SOUZA MELLO VISCARDI 95,86 27º MARIANA OLIVEIRA ZEWE 95,57 28º pelo código

5 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN ALEXANDRE FRANCISCO SOUSA LEITE 94,25 29º ALIXANDRO WERNECK LEITE 90,7 30º HELENA CRISTINA SIMÕES VASCONCELOS 89,43 3º CARLA POLIANA SANTOS 84,43 32º RODRIGO DE OLIVEIRA VILELA 82,4 33º FERNANDO AQUINO MARTINS 80,7 34º CARLOS DO CARMO WEIDIG 73,86 35º *Subjudice Código: 306 Quantidade de Vagas: 3 (três) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno 3 - Padrão I Área: Gestão Administrativa Nome do Candidato Nota Final Classificação Final ELDER LOUREIRO DE BARROS CORREIA 3, 00 º LUCIA HELENA MICHELS FREITAS 95,50 2º Código : 307 Quantidade de Vagas: 2 (doze) Cargo: Analista em C&T - Classe Pleno - Padrão I Área: Gestão Administrativa Nome do Candidato Nota Final Classificação Final MARCIO AKIRA HARADA 27,43 º ASLEI ANDRADE DA SILVA 26,75 2º CAROLINA PEREIRA PEDROSO 24,57 3º NADIA BANDEIRA SACENCO KORNIJEZUK 22,29 4º GUILHERME PEREIRA SOUTO 2,00 5º PAULO EDUARDO ROCHA PINTO 20,57 6º JEAN CARLOS BORGES BRITO 9, 8 6 7º IGOR BARROS CAVALCANTE 9, 7 8º PATRÍCIA BARCELLOS PEREIRA 8, 8 6 9º SIMONNY VALÉRIA SOARES 7, 5 7 0º THAIS DE ARAUJO PEDROSA 6, 3 9 º WASHINGTON HENRIQUE CARVALHO ALMEIDA 6, 0 0 2º CRISTIANE TORISU 5, 8 6 3º KAMILA RODRIGUES ROSENDA 5, 8 4º JOAO SERGIO BESERRA DE LIMA 5, 0 0 5º GILSON FERNANDO BOTTA 4, 8 6 6º ANDRÉ LUIZ GAMA DE SOUZA 4, 0 0 7º CLAUDIO AUGUSTO NOVAIS FERRAZ, 4 3 8º CLÁUDIO JOSÉ DE OLIVEIRA SOUZA 0, 8 5 9º TÁSSIA DE MELO ARRAES 0, º BERTRAND RUSSEL ALMEIDA 09,43 2º MARCELO SANTOS RAMOS 09,4 22º RICARDO MARQUES DE CARVALHO 08,86 23º FÁBIO LEMOS MOTA 08,7 24º ELIZABETE ANA BONAVIGO 08,4 25º LEONARDO NEMER AFONSO 07,79 26º OTÁVIO AUGUSTO DE OLIVEIRA CRUZ FILHO 07,6 27º JOAO GUILHERME LEAL MENDONCA 06,57 28º JOAO GUILHERME VOGADO ABRAHÃO 05,7 29º FILIPE TORRI DA ROSA 05,32 30º TAISA BRAGA DE ALMEIDA 03,00 3º KATIA SERVULO DE LIMA ROCHA 02,25 32º RAQUEL BUITRON VUELTA 02,4 33º ADRIANA MENEZES NOGUEIRA 0,29 34º LUCIA HELENA GIMENEZ ARMESTO 0,4 35º GINA CAMILO DE OLIVEIRA 00,82 36º CRISTIANO ELIAS CARDOSO 00,29 37º JÚLIO MÁRCIO BARRETO FREIRE 99,7 38º ELIANA CRISTINA FELIPE REIS 98,57 39º DANIEL CHAVES WEBBER 97,25 40º DENISE CECÍLIA SOUZA COELHO 96,43 4º MARCIO DA SILVA BARBOSA 96,36 42º Código : 308 Quantidade de Vagas: 5 (cinco) Cargo: Analista em C&T - Classe Júnior - Padrão I Área: Gestão Administrativa j Nome do Candidato Nota Final Classificação Final FABIANE KUNRATH SIEMIONKO 43,7 º FLAVIA ALVARES PACHECO 39,43 2º HENRIQUE FERNANDES NASCIMENTO 32,4 3º CAROLINA MAGNO RODRIGUES DA COSTA CHAVES 28,64 4º THEMIS ALEXANDRA AGUIAR SLAIBI 27,86 5º DALMO COELHO CÓRDOVA FILHO 27,7 6º LEONARDO PASSINATO E SILVA 27,64 7º JOSELY MODA 27,00 8º DOUGLAS ANDRADE DA SILVA 25,4 9º MAURÍCIO ROMEIRO BASTOS 24,86 0º THALES CARVALHO SOARES DA SILVA 24,54 º NEWTON DA SILVA MIRANDA JUNIOR 23,7 2º HENRIQUE SÉRGIO BARROS CAVALCANTI JÚNIOR 9, 79 3º RICARDO OLIVEIRA ROCHA 8, 43 4º SILVIA MARIA BARROS 7, 57 5º ANA LUIZA CARNEIRO DE LIMA 6, 07 6º RAFAEL NEVES CARVALHO 4, 6 7º DANIELA ALMEIDA 4, 00 8º ULYSSES DA ROCHA REZENDE 07,57 9º MARTA DE CASTRO HERMES MEIRA LIMA 07,00 20º RAFAEL DUARTE DE PAULA SILVA 06,00 2º FERNANDA TERCETTI NUNES PEREIRA 05,7 22º JOSÉ RAIMUNDO BRAGA COELHO CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DIRETORIA DE GESTÃO E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DESPACHO DO DIRETOR Em 29 de maio de ª Relação de Revalidação de Credenciamento - Lei 8.00/90. Entidade Credenciamento CNPJ Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Assistência do HCFMRPUSP / / Fundação Universidade Federal do Amapá-UNIFAP / /000-8 LUIZ ALBERTO HORTA BARBOSA EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL pelo código

6 6 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205. Ministério da Cultura GABINETE DO MINISTRO DESPACHO DO MINISTRO Em 29 de maio de 205 N o Processo/MinC nº / PRONAC nº Nos termos do º, do art. 50 da Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 999, recebo o recurso interposto pelo proponente Henrique Douglas Nunes, às fls. (90-92) dos autos do Processo nº / e NEGO PROVIMENTO, adotando as razões contidas no Parecer nº 00278/205/CONJUR/MinC/CGU/AGU, de 07 de maio de 205, à fl. 02/02v e no Despacho nº 0237/205CON- JUR/MinC/CGU/AGU, de 07 de maio de 205, à fl. 03. Determino o encaminhamento dos autos à SEFIC, para as demais providências cabíveis. JOÃO LUIZ SILVA FERREIRA COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS AGÊNCIA NACIONAL DO CINEMA DELIBERAÇÃO N o - 39, DE 28 DE MAIO DE 205 A DIRETORA-PRESIDENTE SUSBSTITUTA da ANCINE, no uso das atribuições legais elencadas pela Resolução de Diretoria Colegiada nº. 59/204, e em cumprimento ao disposto na Lei nº. 8.33, de 23/2/99, Lei nº , de 20/07/993, Medida Provisória nº , de 06/09/200, Decreto nº , de 04//2002, e Decreto nº 8.283, de 03/07/204, resolve: Art. º Aprovar a análise complementar do projeto audiovisual abaixo relacionado, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos através da comercialização de certificados de investimento e através da formalização de contratos de coprodução nos termos dos arts. º, 3º e 3º-A da Lei nº , de 20/07/993 respectivamente, e mediante patrocínio, na forma prevista no art. º-A da Lei nº , de 20/07/ SUPER PODERES Processo: /202-6 Proponente: Caravela Filmes LTDA. Cidade/UF: Rio de Janeiro/RJ CNPJ: / Valor total do orçamento aprovado: de R$ ,00 para R$ ,00 Valor aprovado no artigo º da Lei nº /93: De R$ ,00 para R$ ,00 Banco: 00- agência: 25-3 conta corrente: Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: de R$ ,00 para R$ ,66 Banco: 00- agência: 25-3 conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º da Lei nº /93: de R$ ,0 para R$ ,44 Banco: 00- agência: 25-3 conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: 25-3 conta corrente: Aprovado na Reunião de Diretoria Colegiada nº 568, realizada em 9/05/205. Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 2º Aprovar o redimensionamento do projeto audiovisual abaixo relacionado, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos através do art. 39, inciso X, Medida Provisória nº , de 06/09/200, introduzido pelo art. 4 da Lei nº de 3/05/ Águias da Cidade - Terceira temporada Processo: / Proponente: Radar Cinema e Televisão Ltda. Cidade/UF: Cotia/SP CNPJ: / Valor total aprovado: de R$ ,80 para R$ ,80 Valor aprovado no artigo Art. 39, inciso X, MP nº /0: R$ ,38 Banco: 00- agência: conta corrente: Aprovado na Reunião de Diretoria Colegiada nº 569, realizada em 26/05/205. Prazo de captação: até 3/2/207. Art. 3º Convalidar, na forma do art. 55 da Lei 9.784/99, os termos do Despacho Decisório da Superintendente nº 7, de 22/05/205, art. 2º, publicado no Diário Oficial da União, página 5, seção 0, em 26/05/205. Art. 4º Esta Deliberação entra em vigor na data de sua publicação. ROSANA DOS SANTOS ALCÂNTARA DELIBERAÇÃO N o - 40, DE 29 DE MAIO DE 205 A DIRETORA-PRESIDENTE SUSBSTITUTA da ANCINE, no uso das atribuições legais elencadas pela Resolução de Diretoria Colegiada nº. 59/204, e em cumprimento ao disposto na Lei nº. 8.33, de 23/2/99, Lei nº , de 20/07/993, Medida Provisória nº , de 06/09/200, Decreto nº , de 04//2002, e Decreto nº 8.283, de 03/07/204, resolve: pelo código Art. º Aprovar a análise complementar do projeto audiovisual relacionado abaixo, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos através da formalização de contratos de coprodução nos termos do art. 3º da Lei nº , de 20/07/993, e mediante patrocínio, na forma prevista no art. º-A da Lei nº , de 20/07/ O Sertão Vai Virar Mar e o Mar Vai Virar Sertão Processo: /204-0 Proponente: República Pureza Filmes LTDA. Cidade/UF: Rio de Janeiro / RJ CNPJ: / Valor total aprovado: de R$ ,00 para R$ ,00 Valor aprovado no artigo º da Lei nº /93: de R$ ,00 para R$ 0,00 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: de R$ ,00 para R$ ,00 Banco: 00- agência: 344-X conta corrente: X Valor aprovado no artigo 3º da Lei nº /93: de R$ 0,00 para R$ ,24 Banco: 00- agência: 344-X conta corrente: Aprovado na Reunião de Diretoria Colegiada nº 564, realizada em 22/04/205. Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 2º Aprovar a análise complementar do projeto audiovisual relacionado abaixo, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos através da comercialização de certificados de investimento e através da formalização de contratos de coprodução nos termos dos arts. º e 3º-A da Lei nº , de 20/07/993 respectivamente, e mediante patrocínio, na forma prevista no art. º-A da Lei nº , de 20/07/ Aquarius Processo: / Proponente: Cinemascópio Produções Cinematográficas e Artísticas Cidade/UF: Olinda/PE CNPJ: / Valor total aprovado: de R$ ,00 para R$ ,00 Valor aprovado no artigo º da Lei nº /93: de R$ ,00 para R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: de R$ ,00 para R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º-A da Lei nº /93: de R$ 0,00 para R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Aprovado na Reunião de Diretoria Colegiada nº 568, realizada em 9/05/205. Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 3º Esta Deliberação entra em vigor na data de sua publicação. ROSANA DOS SANTOS ALCÂNTARA SUPERINTENDÊNCIA DE FOMENTO DESPACHO DA SUPERINTENDENTE Em 28 de maio de 205 N o A SUPERINTENDENTE DE FOMENTO SUBSTITUTA da ANCINE, no uso das atribuições legais conferidas pela Portaria no 40 de 03 de julho de 202; e em cumprimento ao disposto na Lei nº. 8.33, de 23 de dezembro de 99, Lei nº , de 20 de julho de 993, Medida Provisória nº , de 06 de setembro de 200, Decreto nº , de 04 de novembro de 2002, e considerando o inciso II do art. 3 da Resolução de Diretoria Colegiada nº 59 da ANCINE, decide: Art. º Aprovar os projetos audiovisuais relacionados abaixo, para o qual as proponentes ficam autorizadas a captar recursos nos termos do art. º-A da Lei nº , de 20/07/ QUIETA Processo: / Proponente: FILMES DE ABRIL PRODUÇÕES AUDIO- VISUAIS LTDA. Cidade/UF: São Paulo / SP CNPJ: /000-4 Valor total aprovado: R$ ,00 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: 82-0 conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/ BIZARROS PEIXES DAS FOSSAS ABISSAIS Processo: / Proponente: MARÃO DESENHOS ANIMADOS LTDA. ME Cidade/UF: Nilópolis/RJ CNPJ: / Valor total aprovado: R$ ,00 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/ KILLER JOKER Processo: / Proponente: EXTREMUM PRODUÇÕES CULTURAIS LT- DA. - ME Cidade/UF: Curitiba/PR CNPJ: /000-2 Valor total aprovado: R$ ,00 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 2º Aprovar o projeto audiovisual relacionado abaixo, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos nos termos dos arts. º, º-A e 3º da Lei nº , de 20/07/ NÃO SOMOS SANTOS Processo: / Proponente: INFLUÊNCIA FILMES LTDA. ME Cidade/UF: Criciúma/SC CNPJ: /000-4 Valor total aprovado: R$ ,00 Valor aprovado no artigo º da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: 82-0 conta corrente: Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: 82-0 conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: 82-0 conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 3º Aprovar o projeto audiovisual relacionado abaixo, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos nos termos dos arts. º-A e 3º-A da Lei nº , de 20/07/ RONALDO, POR FAVOR Processo: / Proponente: ARQUIPÉLAGO LTDA Cidade/UF: Belo Horizonte/MG CNPJ: / Valor total aprovado: R$ ,0 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º-A da Lei nº /93: R$ ,94 Banco: 00- agência: conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/ BELO MONTE: UM MUNDO ONDE TUDO É POSSÍVEL Processo: / Proponente: INDIANA PRODUÇÕES CINEMATOGRÁFI- CAS LTDA. Cidade/UF: Rio de Janeiro / RJ CNPJ: / Valor total aprovado: R$ ,00 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 4º Aprovar o projeto audiovisual relacionado abaixo, para o qual a proponente fica autorizada a captar recursos nos termos dos arts. º-A e 3º da Lei nº , de 20/07/ MAR ABERTO Processo: /205-2 Proponente: KON TIK REALIZAÇÕES AUDIOVISUAIS LTDA. Cidade/UF: Brasília/DF CNPJ: / Valor total aprovado: R$ ,00 Valor aprovado no artigo º-A da Lei nº /93: R$ ,00 Banco: 00- agência: conta corrente: Valor aprovado no artigo 3º da Lei nº /93: R$ ,50 Banco: 00- agência: conta corrente: Prazo de captação: até 3/2/206. Art. 5º Este despacho decisório entra em vigor na data de sua publicação. RENATA DEL GIUDICE SECRETARIA DE FOMENTO E INCENTIVO À C U LT U R A PORTARIA N o - 3, DE 29 DE MAIO DE 205 O SECRETÁRIO DE FOMENTO E INCENTIVO À CUL- TURA, no uso de suas atribuições legais, que lhe confere a Portaria nº 354, de 8 de fevereiro de 205 e o art. 4º da Portaria nº 20, de 30 de março de 200, resolve:

7 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN Art..º - Aprovar o(s) projeto(s) cultural(is), relacionado(s) no(s) anexo(s) desta Portaria, para o(s) qual(is) o(s) proponente(s) fica(m) autorizado(s) a captar recursos, mediante doações ou patrocínios, na forma prevista no º do artigo 8 e no artigo 26 da Lei n.º 8.33, de 23 de dezembro de 99, alterada pela Lei nº 9.874, de 23 de novembro de 999. Art. 2.º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação. CARLOS BEYRODT PAIVA NETO ANEXO I ÁREA: ARTES CÊNICAS (Artigo 8, º ) Festival Nipobrasileiro Associação Cultural e Esportiva de Maringá - ACEMA CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Maringá - PR; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3//205 Resumo do Projeto: O projeto 26º Festival Nipobrasileiro contempla a programação cultural de evento tradicional de Maringá - PR com apresentações de espetáculos de artes cênicas, música instrumental e folclórica relacionadas à cultura oriental dos nipo-descendentes em solo brasileiro. O projeto será realizado em setembro de 205 e terá duração de dez dias e público esperado de 00 mil pessoas CAUBY! CAUBY! Nitiren Produções Artísticas Ltda CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Audições, ensaios, montagem e temporada de 4 meses nas cidades do Rio e Sao Paulo, do premiado musical de Flavio Marinho com Diogo Vilela, Marcus Alvisi, grande elenco e banda ao vivo. A montagem é essencialmente nacional, faz uma homenagem ao artista Cauby Peixoto e comemora os 45 anos de carreira do ator Diogo Vilela. Pretendemos chegar a 48 apresentações ou mais Circulação do espetáculo teatral Florescerro Lucas André Fiorindo CNPJ/CPF: /000-9 Processo: Cidade: Maringá - PR; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 5/0/205 Resumo do Projeto: Circulação do espetáculo teatral "Florescerro" pelas cidades paranaenses de Maringá, Paranavaí, Campo Mourão e Cascavel, num total de quatro apresentações, nos meses de Julho a Setembro de 205, difundindo e compartilhando o trabalho autoral do Grupo de Pesquisa teatral AJNA dentro da cena do Teatro Contemporâneo do interior do Paraná. Todas as apresentações serão gratuitas e seguidas de um debate entre os artistas e o público acerca do processo criativo, da dramaturgia própria e do Teatro Contemporâneo em si CURITIBA CIA. DE DANÇA - PROJETO 205 Nicole Vanoni C Pessuti Produções -Me CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Curitiba - PR; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realizar a produção integral e circulação de uma obra coreográfica inédita, criação de LUIZ FERNANDO BONGIOVANNI, título provisório " Pequeno Compêndio', encenado pela CURITIBA CIA. DE DANÇA (PR), contemplando as seguintes cidades: Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza e Vitória, totalizando 6 apresentações, além da realização de Oficinas de Dança, Exposição de Fotografia e Registro em DVD da obra coreográfica para posterior distribuição Dança para Pimpolhos Lamira Artes Cênicas Ltda CNPJ/CPF:.59.55/ Processo: Cidade: Palmas - TO; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 30//205 Resumo do Projeto: A proposta Cultural pretende circular com o espetáculo infantil de Dança GIBI, por 02 capitais brasileiras, 0 (uma) cidade na Região Centro-Oeste e 0 (uma) cidade na Região Sul, sendo elas Goiânia/GO e Curitiba/PR, realizando 02 apresentações por cidade, totalizando 04 espetáculos nestas regiões do Brasil Expresso do Teatro Baiano Maré Produções Culturais Eireli ME CNPJ/CPF: /000-7 Processo: Cidade: Salvador - BA; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 30/2/205 Resumo do Projeto: O projeto consiste na circulação de espetáculos baianos em comunidades e bairros populares da capital soteropolitana. A proposta é realizar apresentações em espaços públicos, especialmente adaptados, tais como auditórios, praças e ginásios. Estima-se promover a circulação de 0 espetáculos, em 0 comunidades, realizando 02 apresentações em cada local, todas gratuitas. O projeto será realizado no período de setembro a dezembro. Estima-se atingir cerca de 0 mil pessoas. EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL pelo código Falecida na Pátria de Chuteiras Tamara Ribeiro Fraislebem CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Campinas - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Montagem do espetáculo de teatro "Falecida na Pátria de Chuteiras", baseado na obra "A Falecida" de Nelson Rodrigues e em sua paixão por futebol; e circulação gratuita com 4 apresentações em 7 cidades brasileiras FESTA DA ARTE BRASILEIRA ODOIA CULTURA RAIZ LTDA - ME CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Recife - PE; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: A Festa da Arte Brasileira é um festival de arte integradas que celebra o pensamento e a estética Armorial, pensada pelo escritor e dramaturgo paraibano radicado em Pernambuco, Ariano Suassuna. Na sua primeira edição, em 205, o evento homenageia os 60 anos de publicação da peça Auto da Compadecida. A Festa da Arte Brasileira vai reunir apresentações de dança, circo, teatro e música, além de exibição de filmes, palestras e oficinas, tudo voltado para a valorização da arte popular brasileira. O festival é itinerante e vai acontecer em três edições anuais: uma Taperoá, no interior da Paraíba e cidade da infância de Ariano; uma no Recife, cidade em que o escritor viveu toda a sua vida; e uma em Brasília, a Capital Federal do Brasil Gata Em Telhado de Zinco Quente - Brasília e Belo Horizonte TAPA produções artísticas CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: São Paulo - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: O Grupo TAPA conseguiu com que o Banco do Brasil seja parceiro e patrocinador neste grande clássico da dramaturgia mundial, "Gata em Telhado de Zinco Quente", de Tennessee Williams. Serão duas temporadas de 5 semanas em Brasília e 5 semanas em Belo Horizonte(sendo 25 apresentações em cada cidade, num total de 50 apresentações nos teatros dos CCBBs) MINHA VIDA FORA DE SÉRIE - ª TEMPO- RADA DELIRIUM PRODUÇÕES CNPJ/CPF: /000-3 Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Montagem e temporada de 3 meses de espetáculo teatral juvenil multimídia e musicado, baseado no bestseller MINHA VIDA FORA DE SÉRIE - ª TEMPORADA, de autoria de Paula Pimenta, com adaptação e encenação de Delson Antunes, a realizar-se na cidade do Rio de Janeiro, em teatro a definir, de novembro de 205 a janeiro de 206, aos sábados e domingos, totalizando 25 apresentações Nos porões da loucura - montagem e temporada Ana Cristina Nunes de Gusmão CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Belo Horizonte - MG; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Montagem do espetáculo "Nos porões da loucura", baseado no livro de Hiram Firmino. A adaptação e direção do texto será de Pedro Paulo Cava, com assistência de direção e produção de Ana Gusmão, figurinos de Ronaldo Fraga, trilha sonora de Marcus Viana, cenário de Décio Noviello e luz de Jair Raso. 20 atores representarão o cotidiano dos hospícios públicos de Minas Gerais nas décadas de 70 e 80. Uma temporada de 8 espetáculos será realizada em um teatro de grande porte de BH O Homem Que Se Perdeu A Si Mesmo - Montagem e temporada Geraldo Ricardo Figueiredo CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Belo Horizonte - MG; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Montagem do espetáculo "O Homem Que Se Perdeu A Si Mesmo", baseado em três contos do escritor italiano Giovanni Papini com temporada em Belo Horizonte. Direção de Elvécio Guimarães, produção e adaptação de Ricardo Figueiredo, trilha sonora original de Marcus Viana, iluminação de Joana D Arc, cenários de Felício Alves e figurinos de Ricca. No elenco estão Heloísa Duarte, Ricardo Figueiredo, Guilherme Ruggio, Letícia Lôpo e Rafaela Perboni. 24 apresentações serão realizadas em teatro da Capital OS REALISTAS TUDO BEM PRODUCOES ARTISTICAS LTDA CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Montagem de espetáculo teatral, com estreia na cidade do Rio de Janeiro. OS REALISTAS. Texto de Will Eno; Direção de Enrique Diaz; Elenco: Debora Bloch, Guilherme Weber, Fernando Eiras e Mariana Lima. 02 (dois) meses de temporada no RJ, seguida de 02 (dois) meses de temporada em São Paulo (SP). O cronograma abrangerá pesquisas, ensaios, montagem, estreia, temporadas, divulgação e prestação de contas. Estima-se que sejam realizadas 56 apresentações: Rio de Janeiro - 08 semanas de quinta a domingo, somando 32 apresentações; São Paulo - 08 semanas de sexta a domingo, somando 24 apresentações OS SETE AFLUENTES DO RIO OTA Dueto Produções e Publicidade Ltda. CNPJ/CPF: /000-0 Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Após ser apresentado com grande sucesso de público e crítica em 2003, 2004 e 2005, propomos 48 apresentações, de sexta a domingo, sendo 24 em São Paulo e 24 no Rio de Janeiro, do espetáculo teatral Os Sete Afluentes do Rio Ota, de autoria de Robert Lepage, e direção de Monique Gardenberg e Michele Matalon Só Acontece Comigo Renato Fechine Pimentel CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Salvador - BA; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/08/205 Resumo do Projeto: O projeto consiste na realização de uma nova temporada do espetáculo Só Acontece Comigo, monólogo encenado pelo músico, humorista e ator baiano Renato Fechine. A direção é de Nelson Freitas e o texto de Renato Fechine. O espetáculo é uma comédia bem humorada com histórias inusitadas do cotidiano. Após quase três anos em cartaz, o espetáculo busca promover uma nova temporada no segundo semestre de 205, em um teatro ainda a definir. O projeto busca promover uma temporada com 08 apresentações TEMPORADA GAZETA DE TEATRO- Cuiaba no circuito nacional das grandes pecas Gazeta Promoções Artísticas Ltda. CNPJ/CPF: /000-7 Processo: Cidade: Cuiabá - MT; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: A temporada Gazeta de Teatro é um circuito teatral que celebra a interface da cadeia produtiva das artes cenicas local com a cadeia produtiva das artes cênicas nacional, buscando um intercambio entre artistas e produtores da área, ao mesmo tempo que busca a formação de plateia para o setor, cultivando um senso de identidade e continuidade dos valores culturais, ao mesmo tempo em que se transmite conhecimento, contribuindo assim para promover o respeito à diversidade cultural e à criatividade humana. Na sua 7 edicao, pretende realizar mais 36 apresentacoes durante o ano de 205 e TRANSMusical Juliano Barreto de Carvalho CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Porto Alegre - RS; Valor Aprovado R$: R$ ,30 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Montar e estrear a obra de teatro-musical TRANSMusical na cidade de Porto Alegre. Acreditando na cultura como agente transformador da sociedade. O espetáculo revela os dramas vividos por três artistas transformistas, propondo reflexão e questionamento; apresentando as canções, dança e dramaturgia criadas a partir de vivência e pesquisa da realidade das travestis, transformistas e transsexuais. Haverá 4 apresentações na temporada de estréia da espetáculo UMA LOUÇA QUEBRADA E NENHUMA ROU- PA LAVADA Cooperativa Paulista de Teatro CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: São Paulo - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realização de temporada e turnê da peça UMA LOUÇA QUEBRADA E NENHUMA ROUPA LAVADA, da Cooperativa Paulista de Teatro - Núcleo: MERAKI CIA. TEATRAL, por 07 cidades, num total de 30 apresentações, sendo 8 na Cidade de São Paulo e 2 distribuídas nas cidades de: Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, Campo Grande/MS, Araçatuba/SP, Catanduva/SP e Ribeirão Preto/SP. Estimamos atingir aproximadamente 5000 pessoas. Com ingressos a preços populares e com 0% dos ingressos GRATUITAMENTE para Associações e ONG's. A peça é inspirada em depoimentos reais, entrevistas e pesquisas do grupo acerca de diversas formas de violência contra a mulher. Com uma encenação hibrida e dinâmica as atrizes propõem um jogo cênico intenso que retrata diversas situações de agressâo de genero.

8 8 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ÁREA: 3 MÚSICA (Artigo 8, º ) FESTIVAL UNICANTO DE CORAIS Associação Coral Unicanto da Imaculada Conceição de Londrina CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Londrina - PR; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 0//205 Resumo do Projeto: A Realização do 2º Festival Unicanto de Corais promove o encontro de corais de todo o território nacional, bem como do exterior, dando ênfase ao repertorio com musicas eruditas e clássicas Festival de Música Erudita do Espírito Santo - de 06 a 29 de Novembro de 205 COMPANHIA DE ÓPERA DO ESPÍRITO SANTO CNPJ/CPF: /000-9 Processo: Cidade: Vitória - ES; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 0/2/205 Resumo do Projeto: O Festival de Musica Erudita do Espírito Santo, consiste na montagem de 0 ópera, 02 concerto de Gala e 0 Concerto em homenagem a um artista Capixaba, de 06 a 29 de Novembro de 205, Theatro Carlos Gomes Alegre Choro do Paraná - turnê 205 William Eugênio Versori CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Campo Mourão - PR; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Produção e turnê de um espetáculo musical com choros compostos por músicos paranaenses durante o século XX e também por jovens compositores contemporâneos. A primeira etapa da turnê será realizada em quatro cidades do interior do Paraná, sendo Maringá; Campo Mourão; Goioerê e Cascavel. Serão quatro apresentações: 0 (uma) Maringá/PR; 0 (uma) Campo Mourão/PR; 0 (Goioerê/PR) e 0 (uma) Cascavel/PR Amostra Coral Mondai ASSOCIAÇÃO CORAL 25 DE JULHO CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Mondaí - SC; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realizar a amostra de Canto do Coral de Mondai, promovendo o intercâmbio cultural através de encontros de corais Municipais, Regionais e Estaduais, e permitindo a participação em eventos, a fim de fomentar e difundir a cultura através do canto coral Canto das Águas - um olhar sobre o Velho Chico CANTAREIRA ARTE E CULTURA LTDA - ME CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Mairiporã - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Canto das Águas - um olhar sobre o Velho Chico, é o encontro musical entre grupos regionais do baixo, médio e alto Rio São Francisco e orquestra de câmara dos maestros Ênio Antunes e Rafael Amadeu. Apresentando um repertório musical com 2 arranjos autorais, montagem e circulação de espetáculo musical gratuito em espaços públicos das 07 capitais dos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas II Circuito Cultural UPF Fundação Universidade de Passo Fundo CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Passo Fundo - RS; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Incentivar as atividades artísticas desenvolvidas pelos grupos artísticos da Universidade de Passo Fundo, mostrando sua produção artística, e a capacidade de criação no contexto da atual produção cultural através de 20 apresentações gratuitas dos grupos artísticos da Universidade de Passo Fundo Opereta A Volta José Murilo Bernardo De Lima CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Uberaba - MG; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: A Opereta "A Volta", é uma obra de Murilo Limma e conta a história de Valentina e Bernardo, um casal influente que adora das festas em sua casa. O casal tem uma filha, Júlia, que vive trancada em seu quarto e que tem apenas um amigo, Artur. Na casa trabalham duas empregadas, Rosana e Teresa e o jardineiro Miguel. Toda a trama se passa durante os preparativos para a grande festa realizada anualmente, denominada Festa da Reconciliação. Serão realizadas 02 noites de apresentação. COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS pelo código Orquestra de Teutônia - Circuito Foz do Chapecó R. H. PRODUÇÕES MUSICAIS E CULTURAIS LTDA CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Sagrada Família - RS; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realizar uma série de apresentações da Orquestra de Teutônia no entorno da barragem da Foz do Chapecó no sentido de levar interação cultural aquelas comunidades recentemente impactadas com a implantação de uma usina hidroelétrica. Objetivando-se assim usar a cultura como fator de re-agregação social dos grupos atingidos. Sendo um total de 2 apresentações Orquestra Sinfônica de Jerusalém no Brasil STRAWINSKI PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA. CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: São Paulo - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: O presente projeto pretende realizar no Brasil uma tourné da Orquestra Sinfônica de Jerusalém, a qual é regida pelo seu Diretor Musical, o Maestro Frédéric Chaslin. Estimase que serão realizados 7 (sete) concertos em diversas capitais do Brasil, sendo que as apresentações seguirão provisoriamente a seguinte lógica: apresentação em Salvador, apresentação em Belo Horizonte, apresentação no Rio de Janeiro, 2 apresentações em São Paulo, apresentação em Curitiba, apresentação em Porto Alegre. Sendo certo que as cidades ainda não foram confirmadas e poderão ser substituídas por outras que atendam às necessidades do projeto PRACATUNS - Primeiro Festival Percussivo do Candeal Associação Pracatum Ação Social - APAS CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Salvador - BA; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 0/0/205 Resumo do Projeto: O Festival, que traz como anfitrião o artista Carlinhos Brown, acontecerá no espaço cultural Guetho Square, nobairro do Candeal de Brotas em Salvador - Ba, no período de 27, 28 e 29 de novembro de 204. Terá como eixos temáticos três aspectos da musica percussiva contemporânea: de Efeito, de Rua e Eletrônica. O evento serágratuito para um público aproximado de 3000 pessoas e terá na programação: Show Cases, Master Classes, Fórum e Exposição e Lançamento de Instrumentos Musicais PROJETO CONSTRUINDO MÚSICA L C DRUZIAN CONSULTORIA CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Montenegro - RS; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realização de oficinas de MÚSICA INSTRUMENTAL com 50 crianças e adolescentes, durante doze meses, em cinco diferentes municípios do Estado do Rio Grande do Sul, de forma a fomentar a cultura em locais de vulnerabilidade social e acesso restrito à cultura. Serão realizadas 5 apresentações (concertos) gratuitos à comunidade, como mostra dos trabalhos realizados nas oficinas. Municípios de realização do projeto: Esteio, Estância Velha, Novo Hamburgo, Guaíba e Porto Alegre (Ilha das Flores) Quintas Musicais - NOITE INSTRUMENTAL SALA DE PRODUCAO LTDA. - EPP CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: São Paulo - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realizar o projeto "QUINTAS MUSI- CAIS - NOITE INSTRUMENTAL", sendo 2 (doze) apresentações na capital da cidade de São Paulo/SP, com a proposta de divulgar a música instrumental a preços populares ao público de todas as idades São João Arco Verde Ponto Sonoro Entretenimento Eireli CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Recife - PE; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 23//205 Resumo do Projeto: Realizar o São João de 205, da cidade de Arco Verde, um evento que enfatiza o patrimônio cultural do Recife. A cidade de Arcoverde vem sendo considerada a capital do São João, com aprovação de 94% dos turistas e visitantes da festa, tendo sido incluída pela EMBRATUR na rota de festas turísticas e culturais indicadas aos estrangeiros durante a copa de 204. Cada ano, a festa traz um tema que permeia toda a sua realização, desde a decoração, com uma cidade cenográfica, até a escolha dos artistas folclóricos. Serão 0 polos temáticos que esperam receber 70 mil pessoas por dia, totalizado 700 mil pessoas em 0 dias, as quais entrarão em contato com a genuína cultura nordestina, levando um legado de preservação do patrimônio cultural brasileiro. A festa terá a duração de 0 dias, de 9 a 28 de junho de Tocar & Encantar ll Forma Cultural CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Itu - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Produzir o projeto "Tocar & Encantar ll" através do aprendizado de Música Instrumental como um meio de mobilização e de transformação social de jovens de 2 a 6 anos de idade, de ambos os sexos, da rede pública de ensino, bem como levar a democratização e o acesso da arte do aprendizado da música instrumental à periferia da cidade de Itu-SP. ÁREA: 4 ARTES VISUAIS (Artigo 8, º ) Lendas na Rua: Revendo e Ouvindo o Folclore Brasileiro SOPA Arte Musico Visual CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: São Paulo - SP; Valor Aprovado R$: R$ 2.300,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Apresentar em 6 cidades do Estado de São Paulo, o trabalho musico visual da dupla SOPA ArtBr, tendo como tema as lendas de origem dos personagens mais significativos do folclore brasileiro. A instalação em espaços públicos de um mural interativo de arte urbana que narra em linguagem de historia em quadrinhos as lendas do folclore nacional, acompanhado de um site informativo, apresentações musicais e palestras, apresenta uma visão contemporânea e universalmente acessível da riqueza e diversidade cultural do país, propondo a fusão de linguagens através da interatividade Rio 450 anos Pré Olímpico Tatiana Flores Produções Artísticas Eireli CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Será realizada uma exposição de fotografias do Rio de Janeiro pela artista Emanuelle Bernard e de seus aprendizes da Rocinha. É um projeto cultural, que divulga e celebra os 450 anos do Rio de Janeiro no Brasil e em outras cidades internacionais, mas também com um vies social. Além disso, a iniciativa promove o Rio de Janeiro antes de as Olimpíadas começarem. ÁREA: 5 PATRIMÔNIO CULTURAL (Artigo 8, º ) A Escola vai ao Museu José Edson Franco de Godoy CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Mogi Guaçu - SP; Valor Aprovado R$: R$ ,00 Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: A proposta deste projeto é realizar apresentações museológicas-musicais no Navio Museu Franco de Godoy em Mogi Guaçu, São Paulo. As apresentações duram cerca de 3h30 (três horas e trinta minutos) cada e fazem parte delas atividades para perpetuar e conhecer a cultura indígena nacional, além de apresentações musicais. Às crianças é proporcionada uma viagem pela história desta cultura, e também pela história da música e pelo som dos instrumentos, ampliando seu universo de conhecimento e sua leitura de mundo. Ao final, haverá plantio de mudas nativa nos terrenos do museu. Serão 24 escolas atendidas, totalizando 48 palestras e 48 apresentações musicais, e espera-se um público de aproximadamente pessoas, entre alunos, professores e pessoas da comunidade. ANEXO II ÁREA: 3 MÚSICA (Artigo 26, º ) As Cantrizes - Rio de Janeiro Trampo Produções Culturais Ltda - ME CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Serie de 8 shows musicais em Sao Paulo, no Predio Historico dos Correios, onde atrizes que também trabalham como cantoras, irão mostrar seu trabalho. Estao convidadas Marisa Orth, Alesandra Maestrini, Selma Reis, Zezé Motta, Inez Viana, Soraya Ravenle, e outras 2 a escolher. Este projeto foi selecionado no Edital dos Centros Culturais dos Correios e será apresentado no Rio de Janeiro

9 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN Brasília Moto Capital Festival CENTRO DE ESTUDOS ESPECIAIS E DESENVOLVI- MENTO DE PROJETOS E PESQUISAS - CEESP CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Brasília - DF; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 30/09/205 Resumo do Projeto: Realizar o Brasília Moto Capital Festival, entre os dias 22 a 26 no mês de julho, no Parque de Exposição Granja dotorto/df, com a participação de bandas locais, nacionais e internacionais, visando fomentar o mercado da música independente, em espaço criado especialmente para os shows, sendo considerado por especialistas o maior do gênero na América Latina e estará em sua XII Edição, com cobrança de ingressos a preços populares, para um público de mais de pessoas Semana Cultural de Portugal em Salvador - 4a. Edicao Instituto Cultural Lusófono CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Salvador - BA; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 30/2/205 Resumo do Projeto: A Semana Cutural de Portugal em Salvador (4ª edição) vai promover e divulgar a cultura portuguesa, bem como proporcionar o intercâmbio cultural entre a cultura portuguesa com a cultura baiana. A programação dos dois dias, 6 e 7 de junho de 205,, no Hotel Sheraton da Bahia, envolve açoes de estreitamento culttural entre os portugueses e baianos, através de palestras, da música, das artes visuais, artes cênicas,literatura, palestra e gastronomia UAI SÔ Creosolino Desiderio da Silveira CNPJ/CPF: Processo: Cidade: Igarapé - MG; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: O Festival Cultural UAI SÔ, tem como, principal papel dar publicidade aos artistas,produtores culturais,entidades culturais com ou sem fins lucrativos,gestores e comunidade em geral que esteja inserida na diversidade cultural imaterial e material de Minas Gerais,mostrando para população carioca toda cultura mineira.serão 4 dias de atrações culturais no RJ,que acontecera com um grande evento com encontro de escritores,grupo de teatros,sarais,artesanatos, gastronomia mineira,doces, congado,oficinas,palestras,comida feita no fogão de lenha,biscoitos fritos e assados na hora,além de destacar o turismo e moda de MG.O projeto também terá três encontros regionais para degustações, e troca de experiência antes da apresentação no RJ ÁREA: 4 ARTES VISUAIS (Artigo 26, º ) Morgan-Snell, expressão figurativa brasileira no século XX C-Art Brasil Arte e Edições Ltda CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realizar exposição da artista brasileira Morgan-Snell no Centro Cultural Correios do Rio de Janeiro. Serão esculturas de bronze e de gesso, desenhos e pinturas, além de reproduções de murais criados pela artista, e de um audiovisual. Prevemos ainda a realização de projeto educativo e a publicação de catálogo que acompanha a mostra VETORES: artes visuais em debate Parâmetro Empreendimentos Culturais LTDA. - ME CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Florianópolis - SC; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: Realizar um ciclo de palestras com curadores e críticos de artes visuais de várias regiões do país para aprofundar a discussão sobre a produção de artes visuais contemporânea e, com isso, qualificar o circuito de arte. ÁREA: 6 HUMANIDADES (Artigo 26, º ) Solução Jovem Engenho Produções Artísticas Ltda CNPJ/CPF: / Processo: Cidade: Rio de Janeiro - RJ; Valor Aprovado R$: Prazo de Captação: 0/06/205 à 3/2/205 Resumo do Projeto: O projeto Solução Jovem tem como objetivo identificar e estimular ações criativas culturais e esportivas que já aconteçam entre as juventudes das zonas menos favorecidas das periferias de grandes cidades, de estados como: RJ, SP e PE. Buscará encontrar e fortalecer talentos e promover a qualificação de jovens com propostas de geração de renda, cidadania e autonomia por meio de seminários, técnicas de empreendedorismo, acesso à tecnologias, festivais, concursos e oficinas nas áreas de economia criativa, cultura, esporte e desenvolvimento humano. EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL pelo código Ministério da Defesa COMANDO DA MARINHA TRIBUNAL MARÍTIMO S E C R E TA R I A - G E R A L DIVISÃO DOS SERVIÇOS CARTORIAIS ACÓRDÃOS Proc. n o /203 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: B/M "VITOR MANOEL". Incêndio com explosão a bordo de barco a motor, provocando a perda total da embarcação e lesão corporal grave (fratura exposta na perna direita) a seu condutor, enquanto abicada a uma praia em frente ao Matadouro Oriximiná, rio Trombetas, no município de Oriximiná, PA. Sem registro de poluição ao meio ambiente hídrico. Causa não apurada com a devida precisão. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: incêndio com explosão a bordo de barco a motor, provocando a perda total da embarcação e lesão corporal grave (fratura exposta na perna direita) a seu condutor, enquanto abicada a uma praia em frente ao Matadouro Oriximiná, rio Trombetas, no município de Oriximiná, PA. Sem registro de poluição ao meio ambiente hídrico; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM em sua promoção de fls. 2 a 24. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 02 de dezembro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: Comboios E/M "AVANTE" / balsa "SW BAR- CELONA" e o E/M "JEAN FILHO LII"/ balsas "GIOVANA VII" e "ISABELE XXV". Abalroamento entre a balsa "GIOVANA VII" e a balsa "SW BARCELONA", durante navegação no rio Tajapuru, Breves, PA, com danos materiais na balsa "SW BARCELONA", sem danos pessoais, tampouco registro de poluição hídrica. Causa não apurada com a devida precisão. Infrações ao RLESTA e à Lei nº 8.374/9. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: abalroamento entre a balsa "GIOVANA VII" e a balsa "SW BAR- CELONA", durante navegação no rio Tajapuru, Breves, PA, com danos materiais na balsa "SW BARCELONA", sem registro de acidentes pessoais, tampouco de poluição ao meio ambiente hídrico; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; c) decisão: julgar o acidente da navegação, previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, e suas consequências, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos conforme promoção da D. Procuradoria Especial da Marinha-PEM (fls. 28/30) destes autos; e d) medidas preventivas e de segurança: considerando o disposto no artigo 33, Parágrafo Único da Lei nº 9.537/97 (LESTA), oficie-se a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, agente local da Autoridade Marítima, comunicando a infração ao art. 2, I, (não possuir a documentação relativa à habilitação ou ao controle de saúde), ao art. 9, I, (não portar os certificados ou documentos equivalentes exigidos), e ao art. 23, VIII, (descumprir qualquer outra regra prevista, não especificada nos incisos anteriores) todos do RLESTA, e a infração ao art. 5 da Lei nº 8.374/9 (não apresentação do comprovante de pagamento do bilhete de seguro obrigatório DPEM), cometidas pelo proprietário das embarcações E/M "JEAN FILHO LII" e Balsas "ISABELE XXV" e "GIOVANNA VII", a pessoa jurídica J. F. de Oliveira Navegação Ltda. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 9 de outubro de 204. Proc. n o 28.66/204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: Chalana sem nome. Naufrágio de pequena embarcação a remo, durante navegação no rio Paraguai, altura do km.522, na localidade do Porto Geral de Corumbá, MS, com lançamento na água dos seus dois ocupantes e consequente morte, vítima de afogamento de um deles, o seu condutor, e o desaparecimento da embarcação. Provável imprudência da própria vítima fatal. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: naufrágio de pequena embarcação a remo, durante navegação no rio Paraguai, altura do km.522, na localidade do Porto Geral de Corumbá, MS, com lançamento na água dos seus dois ocupantes e consequente morte, vítima de afogamento de um deles, o seu condutor, e o desaparecimento da embarcação; b) quanto à causa determinante: provável imprudência da própria vítima fatal; e c) decisão: julgar o acidente da navegação, previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, e suas consequências como decorrente de provável imprudência da própria vítima fatal, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM em sua manifestação às fls. 9 a 94. Publique-se. Comuniquese. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 27 de novembro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: R/E "JOÃO AMAZONAS". Queda de tripulante durante execução de faina de rotina, a bordo de rebocador, resultando-lhe sérias lesões. Não houve registros de danos à embarcação, tampouco registro de poluição ao meio ambiente hídrico. Tropeço da vítima no cabo de aço do conjunto de atracação. Infortúnio da própria vítima. Infração à Lei nº 8.374/9. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: queda de tripulante durante execução de faina de rotina, que provocou a perda das pregas vocais e da laringe da vítima, sem danos materiais e sem registro de poluição hídrica; b) quanto à causa determinante: tropeço da vítima no cabo de aço do conjunto de atracação. Caso fortuito; c) decisão: julgar o fato da navegação, previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de infortúnio da própria vítima, mandando arquivar os autos, conforme promoção da D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM, às fls. 377/378 dos presentes autos; e d) Medidas preventivas e de segurança: Considerando o disposto no artigo 33, Parágrafo Único da Lei nº 9.537/97 (LESTA), oficie-se à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, Agente local da Autoridade Marítima comunicando a infração à Lei nº 8.374/9, c/c artigo 9-I do RLESTA, apurada no decorrer do inquérito, cometida pelo proprietário/responsável pelo R/E "JOÃO AMAZONAS" ao deixar de apresentar o comprovante de pagamento do Bilhete de Seguro Obrigatório DPEM, para as providências que se fizerem necessárias. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 2 de outubro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: Bote "LUIZ SACHINSKI". Naufrágio de bote motorizado, provocando a perda total da embarcação e o óbito de um tripulante no lago de Itaipu, proximidade da Vila Bananal e Boca Brava, no município de Santa Terezinha de Itaipu, PR. Mudança imprevisível e irresistível das condições climáticas provocando fortes e grandes ondas. Caso Fortuito. Infrações à Lei nº 8.374/9 e ao RLESTA. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: naufrágio de bote motorizado, provocando a perda total da embarcação e o óbito de um tripulante, durante navegação; no lago de Itaipu, proximidade da Vila Bananal e Boca Brava, município de Santa Terezinha de Itaipu, PR; b) quanto à causa determinante: mudança imprevisível e irresistível das condições climáticas provocando fortes e grandes ondas; c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de fortuna do mar, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Capitania Fluvial do Rio Paraná, agente local da Autoridade Marítima, as infrações ao art. 2, inciso III (habilitação desatualizada), do RLESTA, e ao art. 5, caput, da Lei nº 8.374/9 (não apresentação de bilhete de seguro obrigatório DPEM, em vigor na data do acidente), cometidas pelo Sr. Luiz Sachinski, proprietário do bote de mesmo nome; e a infração ao art. 5, caput, da Lei nº 8.374/9 (não apresentação de bilhete de seguro obrigatório DPEM, em vigor na data do acidente), cometida pelo proprietário da embarcação "NAVEGANTE", não identificado nos autos. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 05 de fevereiro de 205. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: N/M "CSCL EUROPE". Acidente sofrido por tripulante a bordo de navio estrangeiro, em manobra de amarração de springs, no berço nº 26, do Terminal de Contêineres do Porto de Paranaguá (TCP), PR. Sem registros de danos ao mercante, tampouco de poluição ao meio ambiente marinho. Com pedido de arquivamento de autoria da Procuradoria Especial da Marinha - PEM. Causa não apurada com a devida precisão. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: acidente com tripulante a bordo de navio estrangeiro, durante manobra de amarração de springs, no berço 26, do terminal de contêineres do porto de Rio Grande, RS, provocando-lhe lesões de natureza grave. Não houve danos ao navio, tampouco registro de poluição ao meio ambiente hídrico; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o fato da navegação previsto no art. 5, alínea "e" da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos, como requerido pela Douta Procuradoria Especial da Marinha em sua manifestação de fls. 64 a 65. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 27 de novembro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: N/M "ZIM SAN DIEGO". Queda de tripulante a bordo do navio, provocando-lhe lesões corporais. Canal de acesso ao Porto de Rio Grande, RS. Sem registros de danos ao navio, tampouco de poluição ao meio ambiente hídrico. Infortúnio da própria vítima. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: queda de tripulante a bordo do navio estrangeiro, provocando-lhe lesões corporais. Canal de acesso ao Porto de Rio Grande, RS. Sem danos ao navio, tampouco registro de poluição ao meio ambiente hídrico; b)

10 0 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 quanto à causa determinante: infortúnio da própria vítima; e c) decisão: julgar o fato da navegação previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de infortúnio da própria vítima, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM, em sua promoção de fl. 0. Publiquese. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 06 de novembro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: B/M sem nome. Lesão corporal de natureza grave - escalpelamento parcial - em condutora menor inabilitada, quando navegava no rio Cafezal, em frente à Comunidade São Joaquim, no município de Barcarena, PA provocando-lhe deformação estética permanente. Provável Infortúnio da própria vítima que teve os cabelos que estavam soltos, puxados pela ventoinha do motor localizado na parte externa da embarcação, através da grade proteção. Infrações à Lei nº 8.374/9 e ao RLESTA. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: lesão corporal de natureza grave - escalpelamento parcial - em condutora menor inabilitada, quando navegava no rio Cafezal, em frente à Comunidade São Joaquim, no município de Barcarena, PA, provocandolhe deformação estética permanente; não houve danos à embarcação, tampouco registro de poluição ao meio ambiente hídrico; b) quanto à causa determinante: provável infortúnio da própria vítima que teve os cabelos que estavam soltos, puxados pela ventoinha do motor localizado na parte externa da embarcação, através da grade proteção; c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, equiparado àqueles de natureza fortuita, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM; e d) medidas preventivas e de segurança: considerando o disposto no Parágrafo Único, do artigo 33, da Lei nº 9.537/97 (LESTA) deve-se oficiar à Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, agente local da Autoridade Marítima, as infrações ao art. 5, da Lei nº 8.374/9 (ausência de seguro DPEM); art. 6, inciso I, do RLESTA (deixar de inscrever ou registrar a embarcação), e art. 7, inciso III, do RLESTA (deixar de marcar no casco o nome da embarcação e o porto de inscrição), cometidas pelo Sr. Francisco de Oliveira Mendes, proprietário da embarcação sem nome a época do fato. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 03 de fevereiro de 205. COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: N/M "COSTA NEO ROMANTICA". Morte de passageiro a bordo de navio de passageiro, estrangeiro, durante navegação em águas territoriais brasileiras (proximidades do litoral de Macapá, AP). Infarto do miocárdio seguido de três episódios de edema pulmonar. Fortuidade. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: morte de passageiro a bordo de navio mercante estrangeiro, durante navegação em águas territoriais brasileiras (litoral de Macapá, AP); b) quanto à causa determinante: infarto do miocárdio seguido de três episódios de edema pulmonar; e c) decisão: julgar o fato da navegação previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de caso fortuito, mandando arquivar os autos, conforme requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM (fls. 5/52). Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 04 de dezembro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: L/M "LALA". Água aberta e naufrágio de embarcação cerca de 0,80 milhas náuticas a nordeste (NE) da ilha dos Remédios, município de Balneário Barra do Sul, SC., com posterior resgate da embarcação, apresentando danos, resultado do acidente. Não houve acidentes pessoais, tampouco registro de poluição ao meio ambiente marinho. Ação de fortes ondas, provocando rachaduras no casco. Caso fortuito. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: água aberta e naufrágio de embarcação, quando navegava cerca de 0,80 milhas náuticas a nordeste (NE) da ilha dos Remédios, município de Balneário Barra do Sul, SC, com posterior resgate da embarcação, apresentando danos, resultado do acidente. Não houve acidentes pessoais, tampouco registro de poluição ao meio ambiente marinho; b) quanto à causa determinante: ação de fortes ondas, provocando rachaduras no casco. Caso fortuito; e c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de caso fortuito, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM em sua promoção de fls. 50 a 5. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 02 de dezembro de 204. Proc. n o /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: R/E "MORRO DOS CONVENTOS I". Colisão de hélice de rebocador contra objeto submerso não identificado, provocando ruptura em uma das pás do hélice, durante navegação no rio Araranguá, nas proximidades do atracadouro no bairro Distrito Hercílio Luz, no município de Araranguá, SC. Não houve acidentes pessoais tampouco registro de poluição ao meio ambiente hídrico; existência de objeto submerso imperceptível ao condutor da embarcação. Infração ao RLESTA. Arquivamento. pelo código Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: colisão de hélice de rebocador contra objeto submerso não identificado, provocando a ruptura em uma das pás do hélice, durante navegação no rio Araranguá, nas proximidades do atracadouro no bairro Distrito Hercílio Luz, no município de Araranguá, SC. Não houve acidentes pessoais, tampouco registro de poluição ao meio ambiente hídrico; b) quanto à causa determinante: existência de objeto submerso imperceptível ao condutor da embarcação; c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de caso fortuito, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM; e d) medidas preventivas e de segurança: considerando o disposto no Parágrafo Único, do artigo 33, da Lei nº 9.537/97 (LESTA). Oficiar a Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna, agente local da Autoridade Marítima, a infração ao RLESTA, art. 24 (descumprimento do art. 8º, inciso V, alínea "b", da LESTA), cometida pelo comandante do R/E "MORRO DOS CONVENTOS I", MOC Rinaldo Silvério. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 04 de dezembro de 204. Proc. nº /204 Relatora: Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha EMENTA: B/M "ABRE ÁGUAS FERNANDES". Naufrágio de embarcação próximo à praia do Totó, Z-3, Lagoa dos Patos, município de Pelotas, RS, com danos materiais, porém sem ocorrência de acidentes pessoas e poluição hídrica. Ação imprevisível e irresistível de mudança climática que se abateu na região. Fortuidade. Infração ao RLESTA. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: naufrágio de embarcação próximo à praia do Totó, Z-3, Lagoa dos Patos, município de Pelotas, RS, com danos materiais, porém sem ocorrência de acidentes pessoas e poluição hídrica; b) quanto à causa determinante: ação imprevisível e irresistível de mudança climática que se abateu na região; c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de caso fortuito, mandando arquivar os autos como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha, em sua promoção de fls. 6 a 63; e d) medidas preventivas e de segurança: considerando o disposto no Parágrafo Único do artigo 33, da Lei nº 9.537/97 (LESTA), oficiar à Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul, agente local da Autoridade Marítima, comunicando a infração ao art., do RLESTA (Conduzir embarcação sem habilitação para operá-la), cometida pelo proprietário/condutor do bote "ABRE ÁGUAS FERNANDES", Sr. Cleberson Fernandes Tavares. Publique-se. Comunique-se. Registrese. Rio de Janeiro, RJ, em 05 de fevereiro de 205. Proc. n o / 20 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: Lanchas "FLAMAR III" e "BVLGARI MX". Abalroação. Erro de manobra. Imperícia e imprudência dos representados. Condenação. Autora: a Procuradoria. Representados: Maguaraci Felipe Rodrigues da Silva (Comandante da lancha "FLAMAR III"), Revel e João Luis da Silva Júnior (Comandante da lancha "BVLGARI MX") (Adv. Dr. Rafael Campos Giro - OAB/RJ Nº 8.696). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por maioria quanto à pena nos termos do voto do Exmo. Sr. Juiz-Relator: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: abalroação entre lanchas, com danos materiais e ferimentos leves em dois ocupantes; b) quanto à causa determinante: erro de manobra, descumprimento das regras 5, 6 e 7 do RIPEAM; e c) decisão: julgar o acidente da navegação como decorrente da imprudência e imperícia dos representados, condenando ambos à pena de repreensão e ao pagamento das custas divididas, na forma dos artigos 4, alínea "a" e 2, ambos da Lei nº 2.80/54, sendo acompanhado pelos Exmos. Srs. Juízes Nelson Cavalcante e Silva Filho, Sergio Bezerra de Matos e Maria Cristina de Oliveira Padilha. O Exmo. Sr. Juiz-Revisor acompanhou o Exmo. Sr. Juiz-Relator, porém, aplicava à pena de multa no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais), sendo acompanhado pelo Exmo. Sr. Juiz Geraldo de Almeida Padilha, ambos foram vencidos; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar a Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, agente local da Autoridade Marítima, quanto a infração: condutor inabilitado, por parte do proprietário da L/M "BVL- GARI MX", Maxximus Serviços Marítimos. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 04 de novembro de 204. Proc. n o /202 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: Lancha "TAINÁ" e canoa sem denominação. Abalroação e morte de um ocupante. Desrespeito às regras de segurança para navegação. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representado: Lindalci Maciel de Souza (Proprietário/Condutor inabilitado da L/M "TAINÁ") (Adva. Dra. Lycia Kameda - DPU/RJ) ȦCORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: abalroação entre lancha e canoa, com danos materiais e a morte de um ocupante; b) quanto à causa determinante: total desrespeito às regras mínimas de segurança para a navegação; e c) decisão: julgar o acidente da navegação como decorrente da imprudência e imperícia do representado, condenando-o à pena de multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) e custas, na forma dos artigos 4, alínea "a" e 2, inciso VII, da Lei nº 2.80/54. Publique-se. Comunique-se. Registrese. Rio de Janeiro, RJ, em 04 de novembro de 204. Proc. n o /203 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: R/M "TS ATIRADO" e draga "BALDER R". Abalroação. Erro de manobra. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representado: Kilder Muniz Espíndola (Mestre do Rb "TS ATIRADO") (Adv. Dr. Rafael Monteiro Lima Alves - OAB/RJ Nº 37.73). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: abalroação entre comboio e draga, com danos materiais; b) quanto à causa determinante: erro de manobra; e c) decisão: julgar o acidente da navegação como decorrente de imperícia do representado, condenando-o à pena de repreensão e isentando-o de custas, na forma dos artigos 4, alínea "a" e 2, inciso I, da Lei nº 2.80/54. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 25 de novembro de 204. Proc. n o /204 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: B/P "NOVA SCKIN" e embarcação não identificada nos autos. Abalroamento de barco pesqueiro e comboio não identificado nos autos, seguido de naufrágio do primeiro, no rio Amazonas, próximo ao Farol do Patacho, município de Curuá, PA, sem registro de acidentes pessoais ou poluição hídrica. Causa não apurada com a devida precisão. Autoria indeterminada. Infração à Lei nº 8.374/9. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: abalroamento de barco pesqueiro e comboio não identificado nos autos, seguido de naufrágio do primeiro, no rio Amazonas, próximo ao Farol do Patacho, município de Curuá, PA, sem registro de acidentes pessoais ou poluição hídrica; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no artigo 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de autoria e origem indeterminadas, mandando arquivar os autos como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha. Oficiar à Capitania Fluvial de Santarém, agente local da Autoridade Marítima, a infração ao art. 5 (não apresentação de bilhete de seguro obrigatório DPEM válido na data do acidente da navegação), cometida pelo proprietário do B/P "NOVA SCKIN", Jaison Cerdeira da Silva. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 2 de março de 205. Proc. n o 28.76/204 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: N/M "BALTIC MERCHANT". Arribada de navio estrangeiro. Desembarque de tripulante morto por causa natural. Arribada forçada justificada. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: arribada de navio estrangeiro em porto nacional; b) quanto à causa determinante: desembarque de tripulante morto por causa natural; e c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a" da Lei nº 2.80/54, como arribada forçada justificada, mandando arquivar os autos. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 0 de março de 205. Proc. n o /204 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: B/P "MAUÁ I". Avaria na máquina da embarcação. Causa não apurada com a devida precisão. Infrações à Lei nº 8.374/9 e ao RLESTA. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: avaria na máquina da embarcação; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação, tipificado no art. 4, alínea "b", da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha-PEM. Oficiar à Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul, agente local da Autoridade Marítima, as infrações ao art. 5 da Lei nº 8.374/99 e ao art. e art. 6, inciso I do RLESTA, todas cometidas pelo proprietário e condutor do Bote "MAUÁ I", o Sr. Andrigo dos Santos Cruz. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 0 de março de 205. Proc. n o 28.79/204 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: Embarcação "D C". Incêndio seguindo de naufrágio. Causa não apurada com a devida precisão. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: incêndio seguindo de naufrágio; b) quanto à causa determinante: não foi apurada com a devida precisão; e c) decisão: mandar arquivar os autos, considerando o acidente da navegação previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos, como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 26 de março de 205.

11 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN Proc. n o 28.88/204 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: N/S "DEEPSEA METRO II". Incêndio, provocando-lhe avarias. Causa não apurada com a devida precisão. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: incêndio a bordo de navio sonda, provocando-lhe avarias; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação previsto no artigo 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos, conforme promoção da PEM. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 7 de março de 205. Proc. n o /204 Relator: Juiz Marcelo David Gonçalves EMENTA: B/P "BRUNA V". Inexistência de fato ou acidente da navegação. Infrações ao RLESTA e à Lei nº 8.374/9. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente ou fato da navegação: xxx; b) quanto à causa determinante: xxx; e c) decisão: arquivar os autos como requerido pela D. Procuradoria Especial da Marinha - PEM (fls. 88/89), devido a inexistência de fato ou acidente da navegação. Oficiar à Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul, agente local da Autoridade Marítima, as infrações ao art. 7, III, do RLESTA e ao art. 5, da Lei nº 8.374/9, ambas cometidas pelo proprietário do B/P "BRUNA V", Sr. Olcimar Costa da Rosa. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 26 de março de 205. Proc. nº 25.89/20 Relator: Juiz Fernando Alves Ladeiras EMENTA: Plataforma "OCEAN AMBASSADOR". Queda de baleeira na água, durante recolhimento, em faina de teste, em mar aberto, com danos materiais, óbito de duas pessoas e lesões em outras duas. Abertura dos gatos "Triple 5" a cerca de 5 metros acima do nível do mar, por possível falha ou inadequação do referido equipamento. Caso fortuito, em relação aos Representados. Exculpar os Representados. Medidas preventivas e de segurança. Arquivamento. Autora: A Procuradoria. Representados: Brasdril Sociedade de Perfurações Ltda. (Armadora), Ronald Ray Williams (Gerente de Instalação), John Derrick Ness (Representante do Departamento de Segurança), Jason Paul Gibson (Supervisor) e Osildo Rodrigues Pereira (Tripulante) (Adv. Dr. Pedro Calmon Filho - OAB/RJ Nº 9.42). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: queda de baleeira, quando era içada para bordo da plataforma "OCEAN AM- BASSADOR", em mar aberto, após exercícios de acionamento do turco e do motor da baleeira, com danos materiais, duas vítimas fatais e outras duas com lesões graves, mas sem registro de poluição ao meio ambiente; b) quanto à causa determinante: abertura dos gatos "Triple 5" a cerca de 5 metros acima do nível do mar, por possível falha ou inadequação do referido equipamento; c) decisão: julgar o fato da navegação, tipificado no art. 5, letra "e" (exposição a risco), da Lei nº 2.80/54, como decorrente de caso fortuito, acolhendo a tese das defesas dos Representados, Brasdril Sociedade de Perfurações Ltda., armadora da embarcação, Ronald Ray Williams, OIM (Gerente de Instalação Offshore) da plataforma, John Derrick Ness, representante do departamento de segurança de equipamentos da plataforma, Jason Paul Gibson, supervisor da plataforma, e Osildo Rodrigues Pereira, tripulante da plataforma, exculpando-os daquilo que foram acusados na exordial da D. Procuradoria Especial da Marinha, mandando arquivar os presentes autos; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Diretoria de Portos e Costas, representante da Autoridade Marítima, enviando cópia do Acórdão e das provas colhidas ao longo deste Processo, fls. 22, 240 e 535 a 97, incluindo DVDs e CD, para que se estude a necessidade de alguma recomendação especial às embarcações brasileiras ou as de qualquer bandeira em águas jurisdicionais brasileiras que tenham a bordo os "gatos Triple 5", de modo a prevenir, para que fatos como este em tela não se repitam, expondo a risco as pessoas, embarcações ou o meio ambiente. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 2 de outubro de 204. EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL Proc. n o /204 Relator: Juiz Fernando Alves Ladeiras EMENTA: B/P "SIEMPRE BELUSO". Arribada forçada e justificada de barco de pesca estrangeiro. Queda involuntária do Comandante do barco de pesca, a bordo, em alto mar, que necessitou ser evacuado para porto nacional, para atendimento médico. Não acolher a fundamentação da D. Procuradoria Especial da Marinha, de incompetência do Tribunal Marítimo. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: arribada de barco de pesca estrangeiro, para porto nacional, com danos materiais, mas sem registro de poluição ao meio ambiente; b) quanto à causa determinante: necessidade de evacuação médica do seu Comandante, espanhol, que sofreu lesão na perna esquerda, decorrente de queda a bordo, durante faina de pesca em alto mar; e c) decisão: não acolher a fundamentação da D. Procuradoria Especial da Marinha, de incompetência do Tribunal Marítimo para julgar o caso em tela, e julgar o acidente da navegação, tipificado no art. 4, letra "a" (arribada), da Lei nº 2.80/54, como forçada e justificada, mandando arquivar os presentes autos. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 04 de novembro de 204. pelo código Proc. n o 28.76/204 Relator: Juiz Fernando Alves Ladeiras EMENTA: N/M "MAULLIN". Materialidade não comprovada de acidente ou fato da navegação. Com pedido de arquivamento da D. Procuradoria Especial da Marinha. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: xxx; b) quanto à causa determinante: xxx; e c) decisão: materialidade não comprovada de acidente ou fato da navegação, acolhendo a promoção da Douta Procuradoria Especial da Marinha, mandando arquivar os presentes autos. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 26 de março de 205. Proc. n o /204 Relator: Juiz Fernando Alves Ladeiras EMENTA: L/M "LABADEE". Incêndio seguido de naufrágio. Destruição total da embarcação. Causa não apurada com a devida precisão. Com pedido de arquivamento da D. Procuradoria Especial da Marinha. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão dos acidentes da navegação: incêndio seguido de naufrágio da Lancha "LABADEE", após suspender da praia de Palmas, navegando com destino ao Saco do Céu, com danos materiais de monta, mas sem registro de danos pessoais ou ambientais; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar os acidentes da navegação, tipificados no art. 4, letra "a" (incêndio seguido de naufrágio), da Lei nº 2.80/54, como decorrentes de causa indeterminada, mandando arquivar os presentes autos, conforme promoção da Douta Procuradoria Especial da Marinha. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 26 de março de 205. Proc. n o 28.90/204 Relator: Juiz Fernando Alves Ladeiras EMENTA: L/M "3 AMIGOS I". Naufrágio. Falha no motor da embarcação por causa não apurada com a devida precisão, que ficou a deriva e foi emborcada pelo efeito das ondas, nas proximidades da praia norte de Itapirubá, Imbituba, SC. Com pedido de arquivamento da D. Procuradoria Especial da Marinha. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: naufrágio da L/M "3 AMIGOS I", na praia norte de Itapirubá, Imbituba-SC, lançando na água os seus três ocupantes, com danos materiais e pessoais, mas sem vítima fatal e sem registro de poluição ao meio ambiente hídrico; b) quanto à causa determinante: falha no motor da embarcação por causa não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação, tipificado no art. 4, letra "a" (naufrágio), da Lei nº 2.80/54, como decorrente de causa não apurada acima de qualquer dúvida, mandando arquivar os presentes autos, conforme promoção da Douta Procuradoria Especial da Marinha. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 03 de março de 205. Proc. n o / 20 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: Balsa "PIPES 80". Fato da navegação. Queda na água de caminhão transportado em travessia por balsa, durante faina de desembarque, em águas interiores, sem registro de danos pessoais e nem ambientais. Rio Itapecuru-Mirim, Santa Rita, Maranhão. Ruptura dos cabos de amarração da Balsa. Infrações ao RLESTA e à Lei nº 8.374/9. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representados: José Ribamar Alves de Oliveira (Encarregado da balsa "PIPES 80") e José Raimundo da Silva Ferreira (Mestre da balsa "PIPES 80") (Adv. Dr. Francisco Coelho de Sousa - OAB/MA Nº 4.600) e Município de Santa Rita (Adv. Dr. Antônio Carlos Muniz Catanhede - OAB/MA Nº 4.82). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: queda na água de caminhão transportado pela balsa "PIPES 80", durante faina de desembarque na margem direita do rio Itapecuru-Mirim, Sítio do Meio, Santa Rita, MA, sem registro de danos ambientais, provocando avarias no caminhão e perda parcial da carga nele transportada; b) quanto à causa determinante: ruptura dos cabos de amarração da Balsa; e c) decisão: julgar o fato da navegação capitulado no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de imperícia do º e 2º Representados e imprudência do 3º Representado, responsabilizando José Ribamar Alves de Oliveira, José Raimundo da Silva Ferreira, condenando-os à pena de multa de R$ 200,00 (duzentos reais) para cada um, com fundamento no art. 2, inciso VII e 5º e art. 24, inciso IX, todos da mesma lei e o Município de Santa Rita, condenando-o à pena de multa de R$.000,00 (mil reais), com fundamento no art. 2, inciso VII e 5º, art. 24, inciso IX e º. Custas proporcionais na forma da lei; e d) medida preventiva e de segurança: oficiar à Capitania dos Portos do Maranhão, agente da Autoridade Marítima, as infrações aos art. 3 e art. 5, inciso I, do RLESTA e ao art. 5, da Lei nº 8.374/9, cometidas pelo Município de Santa Rita, para as providências cabíveis, com fundamento no art. 33, parágrafo único, da Lei nº 9.537/97. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 3 de novembro de 204. Proc. n o / 2 0 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: R/E "TUCUXI I" e balsa "CITY XV". Acidente da navegação. Incêndio a bordo da balsa durante faina de transferência de gasolina em águas interiores, sem registro de danos ambientais. Rio Amazonas, Parintins, Amazonas. Utilização de bomba inadequada. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representado: Cidade Transportes Ltda. (Armadora da balsa "CITY XV"), Revel. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: incêndio a bordo da balsa "CITY XV" atrelada ao empurrador "TU- CUXI I", quando realizava transferência de gasolina para um caminhão pipa, atracada à margem direita do rio Amazonas, Parintins, AM, sem registro de danos ambientais; b) quanto à causa determinante: utilização de bomba inadequada para a transferência de combustível; c) decisão: julgar o acidente da navegação capitulado no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de imprudência da Representada, responsabilizando a pessoa jurídica Cidade Transportes Ltda., condenando-a à pena de multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) com fundamento no art. 2, inciso VII e 5º, art. 24, inciso IX e º e art. 27, 2º, todos da mesma lei. Custas na forma da lei; e d) medida preventiva e de segurança: oficiar à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental, agente da Autoridade Marítima, a infração ao art. 22, inciso III, do RLESTA, cometida por Manuel Florêncio de Figueiredo Neto e Farney Barroso de Albuquerque, respectivamente, proprietário e comandante do empurrador "TUCUXI I", para as providências cabíveis, com fundamento no art.33, parágrafo único, da Lei nº 9.537/97. Publique-se. Comuniquese. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 06 de novembro de 204. Proc. n o /202 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: Moto aquática "ABSINTO II". Fato da navegação. Queda na água seguida de morte do condutor de moto aquática, sem registro de danos materiais e ambientais. Represa de Furnas, Paraguaçu, Minas Gerais. Inobservância de norma de segurança da navegação. Infrações ao RLESTA e à Lei nº 8.374/9. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representado: Walker Cardoso Prado (Proprietário) (Adv. Dr. Vitor de Mattos Alves - OAB/RJ Nº ). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: queda na água e morte de Fagner Ximenes Caetano, condutor não habilitado da moto aquática "ABSINTO II", durante navegação na represa de Furnas, Paraguaçu, MG, sem registro de danos materiais e ambientais; b) quanto à causa determinante: inobservância de norma de segurança da navegação; c) decisão: julgar o fato da navegação capitulado no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de negligência do Representado, responsabilizando Walker Cardoso Prado, condenandoo à pena de multa de R$ 3.000,00 (três mil reais), com fundamento no art. 2, inciso VII e 5º, art. 24, inciso IX e º e art. 27, 2º, todos da mesma lei. Custas na forma da lei; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Capitania dos Portos de São Paulo, agente da Autoridade Marítima, as infrações ao art. 6, inciso I, do RLESTA e ao art. 5, da Lei nº 8.374/9, cometidas pelo proprietário, para as providências cabíveis, com fundamento no art. 33, parágrafo único, da Lei nº 9.537/97. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 24 de março de 205. Proc. nº 28.44/203 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: Plataforma "PETROBRAS XIX". Fato da navegação. Vazamento de gás a bordo de embarcação estrangeira operada em águas brasileiras, sem registro de danos pessoais e nem ambientais. Bacia de Campos, Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro. Causa não apurada. Indícios de fortuidade. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: vazamento de gás a bordo da plataforma "PETROBRAS XIX", quando operava no campo de Marlim, bacia de Campos, Campos dos Goytacazes, RJ, sem registro de danos pessoais e nem ambientais; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o fato da navegação capitulado no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como de origem desconhecida, porém com indícios de fortuidade, mandando arquivar os Autos, conforme a promoção da PEM. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 03 de março de 205. Proc. n o /204 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: Balsa "EBMA I". Acidente da navegação. Naufrágio de embarcação brasileira atracada em trapiche brasileiro, sem registro de danos pessoais e nem ambientais. Rio Mariarí Grande, Breves, Pará. Causa não apurada. Infração à Lei nº 8.374/9. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: naufrágio de balsa "EBMA I", quando atracada no trapiche da comunidade de São Pedro, rio Mariarí Grande, Breves, PA, sem registro de danos pessoais e nem ambientais; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; c) decisão: julgar o acidente da navegação capitulado no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem desconhecida, mandando arquivar os Autos, conforme a promoção da PEM; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, agente da Autoridade Marítima, a infração ao art. 5, da Lei nº 8.374/9, cometida pelo

12 2 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 proprietário da Embarcação, para as providências cabíveis, com fundamento no art. 33, parágrafo único, da Lei nº 9.537/97. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 24 de fevereiro de 205. Proc. n o /204 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: L/M "FINISTERRE II". Acidente da navegação. Incêndio a bordo de embarcação brasileira em vaga seca, sem registro de danos pessoais e nem ambientais. Marina de Cacolaco, Angra dos Reis, Rio de Janeiro. Causa não apurada. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: incêndio a bordo da L/M "FINISTERRE II", quando em vaga seca na marina Cacolaco, baía da Ribeira, Angra dos Reis, RJ, sem registro de danos pessoais e nem ambientais; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação capitulado no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem desconhecida, mandando arquivar os Autos, conforme a promoção da PEM. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 26 de fevereiro de 205. COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS Proc. n o 29.08/204 Relator: Juiz Sergio Bezerra de Matos EMENTA: Traineira "DOIS MENINOS". Acidente da navegação. Naufrágio de embarcação brasileira amarrada à poita em águas interiores, sem registro de danos pessoais e nem ambientais. Mangaratiba, Rio de Janeiro. Causa não apurada. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: naufrágio da traineira "DOIS MENINOS", quando amarrada à poita nas proximidades da ilha de Itacuruçá, Mangaratiba, RJ, sem registro de danos pessoais e nem ambientais; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o acidente da navegação capitulado no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem desconhecida, mandando arquivar os Autos, conforme a promoção da PEM. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 07 de abril de 205. Proc. nº /20 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: E/M "NOVO GUAMÁ IV". Colisão da antena de comunicações de empurrador com linha de transmissão e descarga de volts de linha de energia da CELPA, provocando lesões nas mãos direita e esquerda e amputação traumática do terceiro quirodáctilo da mão direita de tripulante, sem danos ao meio hídrico. Rompimento do cabo de nylon de 2,5 pol ao rebocar uma balsa, desgovernando o empurrador e fazendo sua antena de comunicações atingir a linha de transmissão da CELPA. Imprudência. Imperícia. Exculpar. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representados: Sergio Natalino Pastana (Marinheiro Fluvial Auxiliar de Máquina), Revel e Raimundo Cardoso Lobato (Proprietário/Armador), Revel. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente e o fato da navegação: colisão da antena de comunicações de empurrador com linha de transmissão e descarga de volts de linha de energia da CELPA, provocando lesões nas mãos direita e esquerda e amputação traumática do terceiro quirodáctilo da mão direita de tripulante, sem danos ao meio hídrico; b) quanto à causa determinante: rompimento do cabo de nylon de 2,5 polegadas ao rebocar uma balsa, desgovernando o empurrador e fazendo sua antena de comunicações atingir a linha de transmissão da CELPA; c) decisão: julgar o acidente e o fato da navegação, previstos no art. 4 alínea "a" e art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de imprudência e imperícia de Sergio Natalino Pastana, condenando-o à pena de repreensão e multa no valor de R$ 300,00 (trezentos reais), de acordo com o art. 2, incisos I e VII, da Lei n 2.80/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94 e custas processuais. Exculpar o segundo representado, Raimundo Cardoso Lobato. Oficiar à Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, agente local da Autoridade Marítima, a infração ao RLES- TA, art. 9, inciso II, e a infração ao art. 5 da Lei nº 8.374/9, cometidas pelo proprietário do E/M "NOVO GUAMÁ IV", Raimundo Cardoso Lobato; e d) medidas preventivas e de segurança: deverá ser avaliado pela CPAOR se a altura da rede elétrica de 3000 volts da CELPA expõe a risco a segurança da navegação no local próximo ao estaleiro, determinando as medidas cabíveis decorrentes. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 26 de agosto de 204. Proc. nº /20 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: Moto aquática "KD" x Canoa "FAMILY". Abalroação entre uma moto aquática desgovernada e uma canoa de madeira fundeada à margem de uma lagoa, provocando ferimentos leves em uma criança e avarias na proa das duas embarcações, sem danos ao meio ambiente. Utilização incorreta do dispositivo de segurança para cortar o funcionamento da moto aquática em caso de queda na água do condutor que se encontrava passada pelo seu punho, ao invés de presa ao colete ou amarrada firmemente ao punho. Negligência. Imprudência. Condenação. pelo código Autora: A Procuradoria. Representado: Adriano Pasold (Proprietário/Condutor inabilitado da moto aquática "KD"), Revel. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente e fato da navegação: abalroação entre uma moto aquática desgovernada e uma canoa de madeira fundeada à margem de uma lagoa, provocando ferimentos leves em uma criança e avarias na proa das duas embarcações, sem danos ao meio ambiente; b) quanto à causa determinante: utilização incorreta do dispositivo de segurança para cortar o funcionamento da moto aquática em caso de queda na água do condutor que se encontrava passada pelo seu punho, ao invés de presa ao colete ou amarrada firmemente ao punho; c) decisão: julgar o acidente e o fato da navegação previstos no art. 4, alínea "a" e no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de negligência e imprudência de Adriano Pasold, condenando-o à pena de multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), de acordo com o art. 2, inciso VII, 5º, combinado com os artigos 24 e 27, da Lei nº 2.80/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94 e ao pagamento das custas processuais; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Delegacia da Capitania dos Portos em São Francisco do Sul, agente local da Autoridade Marítima, a infração ao RLESTA, art. 6, inciso I (não transferiu a embarcação para o seu nome no prazo legal), cometida pelo proprietário da moto aquática Arnold Pasold. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de janeiro, RJ, em 09 de dezembro de 204. Proc. n o /202 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: B/M "SALMISTA DE DAVI I". Navegar com a tripulação incompleta em desacordo com o CTS e com excesso de passageiros a bordo expondo a risco a segurança da navegação e das vidas a bordo, sem ocorrência de danos pessoais, materiais ou ambientais. Falta de controle no acesso de passageiros a bordo e a sua não recontagem antes de iniciar a viagem aliado a ação voluntária de suspender com excesso de passageiros e sem estar com a tripulação completa. Negligência. Imprudência. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representados: Sebastião Lopes Gomes (Comandante), Robson Antonio Pereira Lourinho (Marinheiro Fluvial Auxiliar de Convés) e Sebastião França Gomes (Marinheiro Fluvial de Convés) (Adva. Dra. Maria de Nazaré Ramos Nunes dos Santos - OAB/PA Nº 0.383). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: navegar com a tripulação incompleta em desacordo com o CTS e com excesso de passageiros a bordo expondo a risco a segurança da navegação e das vidas a bordo, sem ocorrência de danos pessoais, materiais ou ambientais; b) quanto à causa determinante: falta de controle no acesso de passageiros a bordo e a sua não recontagem antes de iniciar a viagem aliado a ação voluntária de suspender com excesso de passageiros e sem estar com a tripulação completa; e c) decisão: julgar o fato da navegação previsto no art. 5, alíneas "a" e "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de negligência e imprudência de Sebastião França Gomes e negligência de Robson Antonio Pereira Lourinho, condenando ambos à pena de repreensão e multa no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais), de acordo com o art. 2, incisos I e VII, 5º, combinado com o art.24, inciso IX, da Lei nº 2.80/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94 e exculpando Sebastião Lopes Gomes. Custas processuais igualmente divididas. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 0 de fevereiro de 205. Proc. n o 27.05/202 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: B/M "SEM NOME 8". Escalpelamento de ocupante, a bordo de embarcação não inscrita, provocando-lhe lesões permanentes no couro cabeludo, sem danos ao meio ambiente. Falta de proteção mecânica do eixo do motor propulsor. Negligência. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representado: Manoel de Jesus Andrade Pernambuco (Proprietário/Condutor inabilitado) (Adv. Dr. Eraldo Silva Júnior - DPU/RJ). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente e ou fato da navegação: escalpelamento de ocupante, a bordo de embarcação não inscrita, provocando-lhe lesões permanentes no couro cabeludo, sem danos ao meio ambiente; b) quanto à causa determinante: falta de proteção mecânica do eixo do motor propulsor; c) decisão: julgar o fato da navegação, previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, condenando por negligência Manoel de Jesus de Andrade Pernambuco, deixando de aplicar a pena em face do art. 43 da Lei nº 2.80/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94, sem custas processuais; e d) medidas preventivas e de segurança: Oficiar à Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, agente local da Autoridade Marítima, as infrações ao RLESTA, art. 6, inciso I, art. 5, inciso I e a infração à Lei nº 8.374/9 (DPEM), cometidas pelo proprietário do B/M "SEM NOME 8", Manoel de Jesus Andrade Pernambuco. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 03 de fevereiro de 205. Proc. n o 27.33/202 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: B/M "COMTE RAIFRAN". Escalpelamento de ocupante a bordo de embarcação durante navegação, provocando-lhe a perda de 40% do couro cabeludo. Proteção mecânica inadequada do eixo propulsor. Imprudência. Negligência. Condenação. Autora: a Procuradoria. Representado: Raimundo Pereira Rocha (Proprietário) e Nazaré Pereira Rocha (Condutor) (Adv. Dr. Renan de Araujo de Souza - DPU/RJ). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: escalpelamento de ocupante a bordo de embarcação durante navegação, provocando-lhe a perda de 40% do couro cabeludo; b) quanto à causa determinante: proteção mecânica inadequada do eixo propulsor; c) decisão: julgar o fato da navegação, previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como decorrente de negligência, condenando Nazaré Pereira Rocha, e como decorrente da imprudência de Raimundo Pereira Rocha, deixando-lhes de aplicar a pena de acordo com o art. 43, da Lei nº 2.80/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94. Isentos de custas processuais; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, agente local da Autoridade Marítima, a infração ao RLESTA, art. 6, inciso I e a infração à Lei nº 8.374/9 cometidas por Raimundo Pereira Rocha e a infração ao RLES- TA, art., cometida por Nazaré Pereira Rocha. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 02 de dezembro de 204. Proc. n o /202 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: B/P "CRUZEIRO". Morte de pescador realizando pescaria amadora a bordo de barco pesqueiro. Causa não apurada com a devida precisão. Arquivar o inquérito. Exculpar. Autora: A Procuradoria. Representado: Izequias de Medeiros Rocha (Condutor/Armador) (Adv. Dr. Saulus Silva Alexandrino - OAB/BA Nº 25.60). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: morte de pescador realizando pescaria amadora a bordo de barco pesqueiro; b) quanto à causa determinante: não foi apurada com a devida precisão; e c) decisão: julgar o fato da navegação, previsto no art. 5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar o inquérito. Exculpar Izequias de Medeiros Rocha; sendo acompanhado pelos Exmos. Srs. Juízes Marcelo David Gonçalves, Sergio Bezerra de Matos e Maria Cristina de Oliveira Padilha. O Exmo. Sr. Juiz Nelson Cavalcante, em voto próprio, exculpava o representado por entender inexistir fato da navegação, sendo acompanhado pelo Exmo. Sr. Juiz Fernando Alves Ladeiras, ambos foram vencidos; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Delegacia da Capitania dos Portos em Porto Seguro, agente local da Autoridade Marítima, a infração ao RLESTA, art. (contratar tripulante sem habilitação para operá-la), cometida pelo proprietário do B/P "CRUZEIRO", o POP Izequias de Medeiros Rocha. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em 7 de março de 205. Proc. n o /203 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: B/M "CAPITÃO MARCLEISSON II". Incêndio a bordo de embarcação, provocando a perda de sua superestrutura, alastrado para as embarcações "SÃO FRANCISCO DO CANINDÉ IX" e "KELVIN NILTON", sem registro de danos pessoais e poluição ambiental. Causa não apurada com a devida precisão. Infrações ao RLESTA. Arquivamento. Com pedido de arquivamento. ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do acidente da navegação: incêndio a bordo de embarcação, provocando a perda de sua superestrutura, alastrado para as embarcações "SÃO FRANCISCO DO CANINDÉ IX" e "KELVIN NILTON", sem registro de danos pessoais e poluição ambiental; b) quanto à causa determinante: não apurada com a devida precisão; c) decisão: julgar o acidente da navegação, previsto no art. 4, alínea "a", da Lei nº 2.80/54, como de origem indeterminada, mandando arquivar os autos, conforme promoção da PEM; e d) medidas preventivas e de segurança: oficiar à Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental as infrações ao RLESTA, art. (conduzir embarcação ou contratar tripulante sem habilitação para operá-la) e art. 4, inciso II (possuir Rol de Equipagem ou Rol Portuário em desacordo com o Cartão de Tripulação de Segurança), cometidas por Rizo Nelson da Costa Bentes e pelo proprietário do B/M "CAPITÃO MARCLEISSON II", Vanderlei de Oliveira Pereira. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de Janeiro, RJ, em de novembro de 204. Proc. n o /203 Relator: Juiz Geraldo de Almeida Padilha EMENTA: Plataforma "DAN SWIFT". Amputação do 5 quirodáctilo (dedo mínimo) de tripulante da plataforma "DAN SWIFT", no momento em que executava acabamento de peça em chapa inox dobrada em "U" na escova rotativa do esmeril de coluna. Descuido da própria vítima Federico Nonan Imus ao realizar faina de acabamento de uma peça em chapa inox dobrada em "U", com sua mão esquerda muito próxima da escova rotativa do esmeril de coluna. Imperícia. Condenação. Autora: A Procuradoria. Representado: Federico Nonan Imus (Condutor de Máquinas) (Adv. Dr. Thiago Ribeiro de Oliveira - DPU/RJ). ACORDAM os Juízes do Tribunal Marítimo, por unanimidade: a) quanto à natureza e extensão do fato da navegação: amputação do 5 quirodáctilo (dedo mínimo) de tripulante da plataforma "DAN SWIFT", no momento em que executava acabamento de peça em chapa inox dobrada em "U" na escova rotativa do esmeril de coluna; b) quanto à causa determinante: descuido da própria vítima Federico Nonan Imus ao realizar faina de acabamento de uma peça em chapa inox dobrada em "U", com sua mão esquerda muito próxima da escova rotativa do esmeril de coluna; e c) decisão: julgar o fato da navegação, previsto no art.5, alínea "e", da Lei nº 2.80/54, condenando Federico Nonan Imus, deixando-lhe de aplicar a sanção administrativa em face do art. 43 da Lei nº 2.80/54, com a redação dada pela Lei nº 8.969/94. Custas processuais na forma da Lei. Publique-se. Comunique-se. Registre-se. Rio de janeiro, RJ, em 02 de dezembro de 204. Rio de Janeiro-RJ, 29 de maio de 205.

13 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN Ministério da Educação FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE PORTARIA N o - 39, DE 28 DE MAIO DE 205 A Reitora da Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, no uso de suas atribuições, conferidas pelo Decreto de 4/03/203, publicado no DOU de 5/03/203, resolve: Prorrogar, por 0 (um) ano, a contar da publicação das homologações, a validade dos Concursos Públicos para Professor Adjunto A, nas áreas de conhecimento: Enfermagem na Saúde da Criança e do Adolescente, homologado pela Portaria nº 328, publicada no DOU de 06/06/204 e Fisioterapia Aplicada à Neurologia e Supervisão de Estágio, homologado pela Portaria nº 329, publicada no DOU de 06/06/204. MIRIAM DA COSTA OLIVEIRA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE PORTARIA N o - 990, DE 29 DE MAIO DE 205 O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGI- PE, no uso de suas atribuições legais e considerando o que consta no Processo nº /204-07; resolve: Art. º - Homologar o resultado do Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Efetivo do Departamento de Letras Estrangeiras/Cidade Universitária Prof. José Aloísio de Campos, objeto do Edital nº. 005/205, publicado no D.O.U. de 27/02/205, conforme informações que seguem: Matérias de Ensino Língua Francesa e Estágio Supervisionado de Francês Disciplinas Compreensão e Expressão Oral em Língua Francesa; Expressão Escrita em Língua Francesa; Fonética Francesa; Francês Instrumental; História da Língua Francesa; Língua Francesa I, II, III, IV, V, VI, VII e VIII; Seminário de Língua Francesa; Temas de Cultura e Civilização Francófonas; Tradução e Versão em Português/Francês; Francês para Fins Específicos I, II, III e IV; Estágio Supervisionado de Francês I, II, III e IV. C a rg o / N í v e l Professor Assitente-A - Nível I Regime de Trabalho Dedicação Exclusiva Resultado Final º LUGAR: WELLINGTON JÚNIO COSTA - 75,09 2º LUGAR: VIVIANE ARAÚJO ALVES DA COSTA PEREIRA - 67,85 3º LUGAR: KALL LYWS BARROSO SALES - 65,87 Art. 2º - Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação no Diário Oficial da União. ANGELO ROBERTO ANTONIOLLI FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL RESOLUÇÃO N o - 5 DE 28 DE MAIO DE 205 Estabelece os critérios e as formas de transferência de recursos financeiros do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE). FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Lei Complementar nº 0, de 4 de maio de Decreto-Lei nº 200, de 25 de fevereiro de 967. Lei nº 8.666, de 2 de junho de 993. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 996. Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 997. Lei nº de de dezembro de 997. Lei nº 0.880, de 9 de junho de Lei nº.494, de 20 de junho de Lei nº.947, de 6 de junho de Decreto nº 5.450, de 3 de maio de Decreto nº 7.507, de 27 de junho de 20. O PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO DO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO (FNDE), no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 4, do Anexo I, do Decreto n. º 7.69, de 2 de março de 202, publicado no DOU de 6 de março de 202, e pelos arts. 3º, 5º e 6º do Anexo da Resolução CD/FNDE nº 3, de 30 de setembro de 2003, e pelo código CONSIDERANDO a necessidade de oferecer transporte escolar para o acesso e a permanência dos alunos das escolas da educação básica pública, residentes em área rural, por meio de assistência financeira, em caráter suplementar, aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios, contribuindo, assim, para a diminuição dos índices de repetência e evasão escolar; e, CONSIDERANDO a necessidade de estabelecer as orientações e instruções necessárias à consecução do disposto na Lei nº 0.880, de 9 de junho de 2004, que institui o Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar; RESOLVE "AD REFERENDUM": Art. º Aprovar os critérios e as normas para transferência, execução e prestação de contas dos recursos financeiros do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (PNATE) aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios. Art. 2º O PNATE consiste na transferência, em caráter suplementar, aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios, de recursos financeiros destinados a custear a oferta de transporte escolar aos alunos da educação básica pública, residentes em área rural, com o objetivo de melhorar as condições de acesso à educação. I - DOS PARTICIPANTES DO PROGRAMA Art. 3º Participam do PNATE: I - o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FN- DE), responsável pela normatização, assistência financeira em caráter suplementar, abertura das contas correntes para repasse dos recursos, acompanhamento, fiscalização, aprovação da prestação de contas dos recursos repassados, cooperação técnica e avaliação da efetividade da aplicação dos recursos do programa, diretamente ou por delegação; II - os Entes Executores (EEx) responsáveis pelo recebimento, execução e prestação de contas dos recursos financeiros transferidos pelo FNDE à conta do PNATE, sendo: a) os estados e o Distrito Federal, responsáveis pelo atendimento aos alunos das escolas da educação básica pública das respectivas redes estaduais e do Distrito Federal, nos termos do inciso VII do art. 0 da Lei nº 9.394, de 996; b) os municípios, responsáveis pelo atendimento aos alunos das escolas da educação básica pública das respectivas redes municipais, nos termos do inciso VI do art. da Lei nº 9.394, de 996; III - o Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (CACS/FUNDEB), responsável pelo acompanhamento e controle social, bem como pelo recebimento, análise e encaminhamento, ao FNDE, da prestação de contas do Programa, conforme estabelecido no 3, art. 24 da Lei nº.494, de Parágrafo único. Compete aos municípios, Distrito Federal e Estados, regulamentar, por meio de instrumento legal próprio, os critérios e procedimentos para operacionalização do Programa de Transporte Escolar, destinados aos alunos da Educação Básica das suas respectivas redes de ensino. II - DA TRANSFERÊNCIA E MOVIMENTAÇÃO DOS RECURSOS Art. 4º A transferência de recursos financeiros no âmbito do PNATE será realizada de forma automática, sem necessidade de convênio, ajuste, acordo, contrato ou instrumento congênere, mediante depósito em conta corrente especifica, conforme disposto na Lei nº 0.880, de Art. 5º O cálculo do montante de recursos a serem destinados a cada EEx tem como base o número de alunos da educação básica pública, residentes em área rural e que utilizam o transporte escolar, constantes do Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) do Ministério da Educação (MEC) do ano imediatamente anterior. º A tabela com os valores per capitas e o montante de recursos financeiros de que trata o art. 5º anterior serão disponibilizados, em cada exercício, no endereço eletrônico e. g o v. b r / p r o g r a m a s / t r a n s p o r t e - e s c o l a r / t r a n s p o r t e - e s c o l a r - c o n s u l tas em "Previsão de Atendimento" e poderão ser alterados por decisão do Conselho Deliberativo do FNDE. 2º É de responsabilidade dos EEx o acompanhamento das transferências financeiras efetuadas pelo FNDE no âmbito do PNA- TE, de forma a garantir a aplicação tempestiva dos recursos creditados a seu favor. 3º A assistência financeira de que trata esta Resolução fica limitada ao montante dos recursos orçamentários consignados na Lei Orçamentária Anual para esse fim, acrescida das suplementações, quando autorizadas, e submetidas aos dispositivos do Plano Plurianual do Governo Federal (PPA) e da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Art. 6º Os valores apurados na forma do art. 5º, observando a disponibilidade de limite financeiro no FNDE, a partir de 206, serão transferidos diretamente a cada EEx, em 0 (dez) parcelas, no período de fevereiro a novembro do ano em curso, e deverão ser utilizados exclusivamente no custeio de despesas com o transporte escolar dos alunos da educação básica da rede pública de ensino. Art. 7º A transferência de recursos de que trata o Artigo 4º será feita mediante o depósito em conta corrente específica, aberta e mantida exclusivamente em instituições financeiras oficiais com as quais o FNDE mantenha parceria. º Os saldos existentes nas contas bancárias de outras instituições financeiras deverão ser transferidos para as contas atuais abertas pelo FNDE no prazo máximo de 90 dias contados da publicação desta Resolução. 2º A solicitação de alteração de agência bancária, por parte dos EEx, será admitida mediante solicitação feita ao FNDE no mês de janeiro, podendo ser revista somente no mesmo período do exercício seguinte. 3º As contas bancárias abertas na forma estabelecida no caput ficarão bloqueadas para movimentação até que o representante dos EEx compareça à agência do banco onde a conta foi aberta e proceda à entrega e à chancela dos documentos necessários a sua movimentação, de acordo com as normas bancárias vigentes. 4º Nos termos dos Acordos de Cooperação Mútua celebrados entre o FNDE e as instituições financeiras oficiais, os EEx são isentos do pagamento de tarifas bancárias pela manutenção e movimentação das contas correntes abertas para as ações do PNATE, de 04 (quatro) extratos bancários do mês corrente e de (um) do mês anterior, bem como pelo recebimento de um cartão magnético com uso restrito para consultas a saldos e extratos. 5º A identificação de incorreções na abertura das contas correntes na forma prevista no caput, faculta ao FNDE, independentemente de autorização dos EEx, solicitar ao banco o seu encerramento e, quando necessário, os bloqueios, estornos e/ou transferências bancárias indispensáveis à regularização. 6º Enquanto não utilizados na sua finalidade, os recursos do PNATE deverão ser, obrigatoriamente, aplicados em caderneta de poupança, quando a previsão do seu uso for igual ou superior a um mês ou em fundo de aplicação financeira de curto prazo ou operação de mercado aberto lastreada em títulos da dívida pública federal, se a sua utilização ocorrer em prazo inferior a um mês. 7º A aplicação financeira de que trata o parágrafo anterior deverá ser na mesma conta corrente na qual os recursos financeiros foram creditados pelo FNDE, inclusive quando se tratar de caderneta de poupança. 8º Excepcionalmente, desde que não haja agência do banco parceiro indicado pelo FNDE na sede do município, poderá ser realizado, no decorrer do exercício, direto no caixa, (um) saque mensal para atender a despesas de pequeno vulto, limitados ao montante total de dez por cento do valor estabelecido na alínea "a" do inciso II do art. 23 da Lei nº 8.666, de 2 de junho de 993, a cada exercício financeiro. 9º O produto das aplicações financeiras deverá ser obrigatoriamente computado a crédito da conta corrente específica, ser aplicado exclusivamente no custeio das ações do Programa e ficar sujeito às mesmas condições de prestação de contas exigidas para os recursos transferidos. 0 O FNDE, independentemente de autorização do titular da conta do PNATE, obterá junto aos bancos, sempre que necessário, os saldos e extratos das contas correntes, inclusive os de aplicações financeiras. Art. 8º Os saldos existentes nas contas bancárias do PNATE em 3 de dezembro serão reprogramados para o exercício subsequente, sem a necessidade de anuência do FNDE. º A parcela do saldo referido no caput deste artigo que exceder a 30% (trinta por cento) do valor repassado em cada exercício, será deduzida do recurso a ser transferido no exercício post e r i o r. 2º O desconto a que se refere o parágrafo anterior poderá ser revisto pelo FNDE, mediante justificativa dos EEx, obrigatoriamente, acompanhada de cópias de empenhos, de cheques, da conciliação bancária e de notas fiscais que comprovem a impropriedade da dedução. 3º A parcela do saldo a que se refere o º deste artigo, quando superior ao valor a ser repassado aos EEx, deverá ser restituído ao FNDE observando o disposto nos artigos 3 e 4 desta Resolução. 4º Para fins de prestação de contas, o FNDE considerará os saldos informados pelas instituições bancárias. 5º Na impossibilidade de obtenção dos saldos junto às instituições bancárias, será considerado aquele declarado pelo ente executor no SIGPC. 6º Eventuais inconsistências constatadas na análise da prestação de contas de cada programa serão objeto de verificação post e r i o r. Art. 9º Aos estados, em conformidade com o art. 2º, 5º, da Lei nº 0.880, de 2004, é facultado autorizar o FNDE a efetuar o repasse do valor correspondente aos alunos matriculados nos estabelecimentos estaduais de ensino diretamente aos seus respectivos municípios. º O repasse, quando autorizado na forma estabelecida no caput deverá ser feito exclusivamente para o município onde está registrado o quantitativo de alunos estaduais no censo escolar do ano anterior ao atendimento. 2º A autorização prevista no caput não prejudica a transferência dos recursos devidos pelo estado aos municípios em virtude do transporte de alunos matriculados nos estabelecimentos de ensino estaduais nos municípios, nos termos do Inciso VII do art. 0 da Lei nº 9.394, de º A autorização para o repasse dos recursos diretamente aos municípios deverá ser formalizada, mediante ofício ao FNDE, até o 5º dia útil do mês de fevereiro. 4º A forma de repasse autorizada no parágrafo anterior somente poderá ser revista no exercício subseqüente ao da autorização, sendo que, quando não houver manifestação por parte dos estados, ficará mantida a forma definida no exercício anterior. 5º A autorização de que trata o caput somente poderá ser efetivada quando se destinar à totalidade dos municípios do estado, que apresentarem matrícula no censo escolar de alunos abrangidos por esta Resolução. 6º Mediante justificativa, com anuência dos municípios e prévia autorização do FNDE, o procedimento previsto no parágrafo anterior poderá ser, excepcionalmente, autorizado para parte dos municípios do estado. 7º Os estados que não formalizarem a autorização prevista no caput deste artigo deverão executar diretamente os recursos financeiros recebidos, ficando vedado o repasse, a qualquer título, para seus respectivos municípios.

14 4 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 Art. 0 Os valores transferidos no âmbito do PNATE não poderão ser considerados pelos estados, pelo Distrito Federal e pelos municípios no cômputo dos 25% (vinte e cinco por cento) de impostos e transferências devidos à manutenção e ao desenvolvimento do ensino, por força do disposto no art. 22 da Constituição Federal. Art. Os EEx deverão incluir em seus respectivos orçamentos os recursos recebidos para a execução do PNATE, nos termos estabelecidos no º, do art. 6º, da Lei nº 4.320, de 7 de março de 964. III - DA REVERSÃO E DEVOLUÇÃO DE VALORES AO FNDE Art. 2 Ao FNDE é facultado estornar ou bloquear, conforme o caso, valores creditados na conta corrente dos EEx, mediante solicitação direta ao agente financeiro depositário dos recursos, nas seguintes situações: I - ocorrência de depósitos indevidos; II - determinação do Poder Judiciário ou requisição do Ministério Público; III - constatação de irregularidades na execução do Programa; IV - constatação de incorreções nos dados cadastrais das contas correntes. Parágrafo único. Inexistindo saldo suficiente na conta corrente para efetivar o estorno ou o bloqueio de que trata este artigo, e não havendo a previsão de repasses a serem efetuados, os EEx ficarão obrigados a restituírem os recursos ao FNDE, no prazo de 5 (cinco) dias úteis a contar do recebimento da notificação, na forma do artigo seguinte. Art. 3 As devoluções de recursos financeiros referentes ao PNATE, independente do fato gerador, que lhes deram origem, deverão ser efetuadas em agência do Banco do Brasil S/A, mediante utilização da Guia de Recolhimento da União (GRU), disponível no site (no menu "Serviços"), na qual deverão ser indicados a razão social e o CNPJ dos EEx. º As orientações e os códigos necessários para o preenchimento da GRU referida no caput estão disponíveis no site no menu "Serviços". 2º Os valores referentes às devoluções de que trata este artigo deverão ser registrados no Sistema de Gestão de Prestação de Contas (Contas On Line) - SiGPC, ao qual deverá ser anexada uma via da respectiva GRU, autenticada pelo agente financeiro, para apresentação ao FNDE. 3º Eventuais despesas bancárias decorrentes das devoluções de que tratam o caput correrão a expensas dos EEx depositante, não podendo ser cobertas com recursos do PNATE e nem lançadas na respectiva prestação de contas IV - DA UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS Art. 4 Os recursos repassados à conta do PNATE destinarse-ão a: I - Manutenção de veículos escolares rodoviários com Certificado de Registro de Veículo, devidamente regularizado pelo órgão competente em nome do EEx, tais como: a) pagamento de despesas com reforma, seguros, licenciamento, impostos e taxas (do ano em curso), pneus, câmaras e serviços de mecânica em freio, suspensão, câmbio, motor, elétrica e funilaria, recuperação de assentos, combustível e lubrificantes e outros serviços necessários para adequada manutenção do veículo; II - Manutenção de veículos escolares aquaviários com Registro de Propriedade da Embarcação, devidamente regularizado pelo órgão competente em nome do EEx, tais como: a) - pagamento de despesas com reforma, seguros, impostos e taxas (do ano em curso), registro na autoridade marítima competente, peças e serviços de mecânica do motor, conjunto de propulsão e equipamentos embarcados, combustíveis e lubrificantes e outros serviços necessários para adequada manutenção da embarcação. III - pagamento de serviços contratados junto a terceiros, obedecidas, por parte do prestador de serviço, as exigências previstas nos artigos 36 e 38, da Lei nº 9.503, de 997, desde que utilizados para cobrir despesas realizadas na contratação de veículos adequados para o transporte de escolares, que estejam em conformidade com as disposições do Código de Trânsito Brasileiro ou às Normas da Autoridade Marítima, assim como às eventuais legislações complementares no âmbito estadual, distrital e municipal. IV - aquisição de passe estudantil quando houver oferta de serviço regular de transporte coletivo de passageiros. º É vedada a realização de despesas com tarifas bancárias, multas, pessoal e tributos, quando não incidentes sobre os materiais e serviços contratados para a consecução dos objetivos do PNATE; 2º Todas as despesas deverão ser em moeda corrente do país e guardar compatibilidade com a marca e modelo do veículo, e ser executadas diretamente pelos EEx de conformidade com a lei aplicável à espécie, observado, no que couber, a quilometragem percorrida, hora navegada ou aluno transportado; 3º O condutor do veículo destinado ao transporte de escolares deverá atender aos requisitos estabelecidos no Código de Trânsito Brasileiro ou na norma estabelecida pela autoridade marítima no caso de veículo aquaviário; 4º Na utilização dos recursos do PNATE os EEx deverão observar os procedimentos previstos na Lei nº 8.666/993, no Decreto nº 5.450, de 3 de maio de 2005, e nas legislações correlatas dos estados, do Distrito Federal ou dos municípios. 5º Todos os comprovantes de despesas realizadas com recursos transferidos a conta do programa devem ser originais ou equivalentes, na forma da legislação regulamentar à qual os EEx estiverem sujeitos, devendo os recibos, faturas, notas fiscais e quaisquer outros documentos comprobatórios serem emitidos em nome dos EEx, devidamente identificados com o nome do PNATE/FNDE, e arquivados em sua sede, ainda que utilize serviços de contabilidade COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS pelo código de terceiros, pelo prazo de 0 (dez) anos contados da data da aprovação da prestação de contas anual do FNDE pelo Tribunal de Contas da União (TCU), referente ao exercício de repasse dos recursos. 6º A documentação de que trata o parágrafo anterior deverá ficar à disposição do Tribunal de Contas da União (TCU), do FNDE, do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal e do CACS/FUNDEB para subsidiar, sempre que necessário, os trabalhos de auditoria, de fiscalização, de inspeção e de análise da prestação de contas do programa. 7º O FNDE divulgará em seu site a posição do julgamento de suas contas anuais pelo Tribunal de Contas da União. V - DO ACOMPANHAMENTO, DO CONTROLE SOCIAL e DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Art. 5 O acompanhamento e o controle social sobre a aplicação dos recursos do PNATE serão exercidos junto aos respectivos EEx pelos Conselhos de Acompanhamento e Controle Social (CACS) do FUNDEB, constituídos na forma estabelecida no 3 do art. 24 da Lei nº.494, de Art. 6 A prestação de contas consiste na comprovação pelos EEx da execução dos recursos recebidos à conta do PNATE, incluídos os rendimentos auferidos, e deve ser enviada por meio do Sistema de Gestão de Prestação de Contas (Contas Online) - SiGPC até 28 de fevereiro do ano subsequente ao da efetivação do crédito. º Os conselhos (CACS/FUNDEB) de que trata o artigo 6 deverão emitir o parecer conclusivo sobre a prestação de conta dos recursos repassados à conta do PNATE, no Sistema de Gestão de Conselhos (SIGECON), até 30 de abril do ano subsequente ao da efetivação do crédito, observados os seguintes aspectos: I - caso a funcionalidade "Enviar", tanto do SiGPC quanto do SIGECON, não esteja disponível na data estabelecida no caput e no parágrafo anterior, o prazo para envio da prestação de contas será aquele estabelecido em resolução do Conselho Deliberativo do FN- DE. II - na hipótese de omissão do envio do parecer conclusivo do CACS/FUNBEB, o FNDE solicitará ao presidente do colegiado que regularize a situação no SIGECON no prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da ciência da solicitação, bem como notificará o gestor responsável pelos EEx, por meio do SiGPC, para adotar as providências necessárias para que o CACS/FUNDEB envie o parecer conclusivo no SIGECON, no prazo estabelecido. 2º O comprovante digital de envio das prestações de contas das EEx deve ser mantido, em arquivo, em sua sede, ainda que utilize serviços de contabilidade de terceiros à disposição do FNDE, dos órgãos de controle interno e externo e do Ministério Público Federal, pelo prazo de 0 (dez) anos contados a partir da aprovação da prestação de contas do FNDE, pelo TCU, referente ao exercício da transferências dos recursos aos EEX. 3º A não apresentação da prestação de contas até a data prevista no caput, ou a constatação de irregularidade por ocasião da sua análise, faculta ao CACS/FUNDEB adotar providências junto aos EEx para regularização da situação. 4º Quando o município não tiver constituído o CACS/FUNDEB, por não possuir matrícula na rede municipal, a prestação de contas relativa ao atendimento dos alunos da rede estadual, objeto da autorização a que se refere o Artigo 9º, deverá ser remetida para análise do conselho estadual respectivo. 5º Quando a prestação de contas de que trata o caput não for apresentada ao FNDE, este notificará o gestor responsável pelos EEx, estabelecendo o prazo de 30 (trinta) dias a contar da data da ciência da notificação para que regularize a situação no SiGPC ou apresente as devidas justificativas, sem prejuízo da suspensão dos repasses de que trata o artigo 20. 6º As notificações do FNDE ao responsável pela prestação de contas dos EEx serão inseridas na caixa de entrada do SiGPC, podendo ser utilizados outros meios, desde que assegurada a certeza da ciência, ressaltando que enquanto não for dada ciência da notificação emitida em seu nome, o gestor responsável pelos EEx ficará impossibilitado de realizar procedimentos no SiGPC, inclusive enviar a prestação de contas. 7º O FNDE, por intermédio do SIGPC, acompanhará o recebimento da prestação de contas, acompanhada do parecer conclusivo do CACS/FUNDEB, providenciará a sua análise e adotará os seguintes procedimentos: I - na hipótese de concordância com o parecer favorável do CACS/FUNDEB, e confirmada a regularidade da documentação apresentada, aprovará a prestação de contas; II - na hipótese de parecer desfavorável ou discordância com a posição firmada no parecer do CACS/FUNDEB, ou, ainda, com os dados informados no demonstrativo da receita e da despesa no SIGPC, notificará os EEx para, no prazo de até 30 (trinta) dias, providenciar a regularização da prestação de contas ou a devolução dos recursos recebidos. 8º Sanadas as irregularidades a que se refere o Inciso II do parágrafo anterior, o FNDE aprovará a prestação de contas dos EEx. 9º Esgotado o prazo estabelecido no Inciso II do 7º deste artigo sem que os EEx regularizem suas pendências, o FNDE não aprovará a prestação de contas. 0 Na hipótese da não apresentação ou da não aprovação da prestação de contas, o FNDE providenciará a instauração da Tomada de Contas Especial ou a inscrição do débito e registro dos responsáveis no Cadastro Informativo dos créditos não quitados de órgãos e entidades federais, nos termos do artigo 5º, 2º, e artigo, ambos da Instrução Normativa TCU nº 56, de 5 de dezembro de O gestor, responsável pela prestação de contas, que permitir, inserir ou fizer inserir documentos ou declaração falsa ou diversa da que deveria ser inscrita, com o fim de alterar a verdade sobre os fatos, será responsabilizado civil, penal e administrativamente, naquilo que couber. Art. 7 Os EEx que, por motivo de força maior ou caso fortuito, não apresentarem ou não tiverem aprovadas as prestações de contas, deverão apresentar as devidas justificativas ao FNDE. º Considera-se caso fortuito, dentre outros, a falta ou a não aprovação, no todo ou em parte, da prestação de contas, por dolo ou culpa do gestor anterior. 2º Na falta da apresentação ou da não aprovação, no todo ou em parte, da prestação de contas por culpa ou dolo do gestor dos EEx sucedidos, as justificativas a que se refere o caput deverão ser obrigatoriamente apresentadas pelos gestor que estiver no exercício do cargo à época em que for levantada a omissão ou a irregularidade pelo FNDE, acompanhadas, necessariamente, de cópia autenticada de Representação protocolizada junto ao respectivo órgão do Ministério Público, para adoção das providências cíveis e criminais da sua alçada. 3º É de responsabilidade do gestor sucessor a instrução obrigatória da Representação, nos moldes legais exigidos, a ser protocolada no Ministério Público com, no mínimo, os seguintes documentos: I - qualquer documento disponível referente à transferência dos recursos, inclusive extratos da conta corrente específica do PNA- TE; II - relatório das ações empreendidas com os recursos transferidos; III - qualificação do ex-gestor, inclusive com o endereço atualizado, se houver; IV - documento que comprove a situação atualizada quanto à adimplência dos EEx perante o FNDE, a ser obtido por meio do endereço eletrônico 4º A representação de que trata o 2º deste artigo dispensa o gestor atual dos EEx de apresentar ao FNDE as certidões relativas ao prosseguimento da medida adotada. 5º Na hipótese de não serem apresentadas ou aceitas as justificativas de que trata este artigo, será instaurada a correspondente Tomada de Contas Especial em desfavor do gestor sucessor, na qualidade de co-responsável pelo dano causado ao Erário, quando se tratar de omissão da prestação de contas cujo prazo para apresentação ao FNDE tiver expirado em sua gestão. 6º As disposições deste artigo aplicam-se, inclusive, aos repasses dos recursos financeiros do PNATE efetuados em data anterior à publicação desta Resolução, ressalvados os atos praticados com base em normativos vigentes à época. VII - DA FISCALIZAÇÃO DA APLICAÇÃO DOS RE- CURSOS Art. 8 A fiscalização da aplicação dos recursos financeiros relativos ao PNATE é de competência do MEC, do FNDE, do CACS/FUNDEB e dos órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, mediante a realização de auditorias, de fiscalizações, de inspeções e da análise dos processos que originarem as prestações de contas. º Os órgãos e entidades referidos no caput deste artigo poderão celebrar convênios ou acordos, em regime de mútua cooperação, para auxiliar e otimizar o controle do PNATE. 2º A fiscalização do MEC, do FNDE e dos órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal ocorrerá de ofício, a qualquer momento, ou será deflagrada, isoladamente ou em conjunto, sempre que for apresentada denúncia formal de irregularidade identificada no uso dos recursos do PNATE. 3º O FNDE realizará nos EEx, a cada exercício financeiro, auditagem da aplicação dos recursos do Programa, por sistema de amostragem, podendo, para tanto, requisitar o encaminhamento de documentos e demais elementos que julgar necessários, bem assim realizar fiscalização in loco ou, ainda, delegar competência a outro órgão ou entidade pública para fazê-lo. VIII - DA SUSPENSÃO E DO RESTABELECIMENTO DOS REPASSES Art. 9 O FNDE suspenderá o repasse dos recursos financeiros à conta do PNATE, nos termos do º do art. 5º da Lei nº 0.880, de 2004, quando: I - a prestação de contas não for apresentada na forma e/ou no prazo estabelecido no Artigo 7, ou ainda, as justificativas a que se refere o Artigo 8 não vierem a ser apresentadas pelos EEx ou aceitas pelo FNDE;; II - a prestação de contas não for aprovada; III - os recursos forem utilizados em desacordo com os critérios estabelecidos para a execução do PNATE, mediante constatação de análise técnica documental do FNDE, auditoria ou outros meios; IV - houver determinação judicial, com prévia apreciação pela Procuradoria Federal no FNDE. Art. 20 O restabelecimento do repasse dos recursos do PNA- TE aos EEx ocorrerão quando: I - na hipótese da omissão, a prestação de contas for apresentada na forma prevista no artigo 7; II - na hipótese da não aprovação das contas, sanada a irregularidade; III - nas hipóteses da omissão de prestar contas ou da impossibilidade da comprovação da aplicação dos recursos em conformidade com os critérios estabelecidos para execução do PNATE, desde que o administrador seja outro que não o faltoso, o sucessor apresente justificativa que demonstre o impedimento de fazê-la acompanhada, necessariamente, da cópia autenticada de Representação protocolizada no respectivo órgão do Ministério Público, para adoção das providências cíveis e criminais de sua alçada;

15 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN IV - instaurada a tomada de contas especial nos termos do artigo 84 do Decreto-Lei nº 200, de 967; V - motivado por decisão judicial, após apreciação pela Procuradoria Federal no FNDE. º O EEx fará jus a restabelecimento do repasse, inclusive de parcelas integrais desde que a pendência que motivou a suspensão seja regularizada até o último dia útil do mês de outubro do ano em curso. 2º Quando o restabelecimento do repasse a que se refere este artigo ocorrer após o envio da Tomada de Contas Especial ao Tribunal de Contas da União (TCU), o FNDE, por meio da Diretoria Financeira, deverá providenciar o encaminhamento da documentação ao TCU, acompanhada de manifestação acerca da sua suficiência e pertinência para sanar a omissão ou a irregularidade praticada e da informação de que foi efetuado o restabelecimento do repasse dos recursos financeiros aos EEx. 3º O disposto neste artigo aplica-se, inclusive, aos repasses efetuados neste exercício em data anterior à publicação desta Resolução, ressalvados os atos praticados com base em normativos vigentes à época. IX - DAS DENÚNCIAS Art. 2 Qualquer pessoa, física ou jurídica, poderá apresentar denúncia de irregularidades identificadas na aplicação dos recursos do PNATE ao MEC, ao FNDE, ao TCU, aos órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, ao Ministério Público e ao CACS/FUNDEB, contendo, necessariamente: I - uma exposição sumária do ato ou fato censurável, que possibilite sua perfeita determinação; II - a identificação do órgão da Administração Pública e do responsável por sua prática, bem assim a data do ocorrido. º Quando a denúncia for apresentada por pessoa física, deverão ser fornecidos o nome legível, o endereço e cópia autenticada de documento que ateste a sua identificação. 2º Quando o denunciante for pessoa jurídica (partido político, associação civil, entidade sindical, etc), deverá ser encaminhada cópia de documento que ateste sua constituição jurídica e fornecer, além dos elementos referidos nos incisos I e II deste artigo, o endereço da sede da representada. Art. 22 As denúncias quando dirigidas ao FNDE deverão ser encaminhadas, conforme o caso, se formuladas por pessoa física, à Ouvidoria, e se formulada por pessoa jurídica, à Auditoria Interna, no seguinte endereço: I - se via postal, Setor Bancário Sul, Quadra 2, Edifício FNDE, CEP Brasília / DF; II - se via eletrônica, ou conforme o caso. X - DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 23 Observados o disposto no artigo 5º desta Resolução e as normas aplicáveis às transferências entre entes públicos, em caso de desmembramento de municípios, o de origem criará mecanismos de repasse e controle da cota de recursos pertinente ao novo município, permanecendo responsável pela prestação de contas dos recursos transferidos. Art. 24 Os EEx obrigam-se a fornecerem ao FNDE, quando solicitadas, informações sobre a execução do PNATE para subsidiar ações de acompanhamento, monitoramento e melhoria do programa. Art. 25 Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogando a Resolução CD/FNDE nº 2, de 7 de março de 2 0. RENATO JANINE RIBEIRO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA PORTARIAS DE 29 DE MAIO DE 205 O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ES- TUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA - INEP, no exercício de suas atribuições, conforme estabelece o Inciso VI, do Art. 6, do Anexo I, do Decreto nº 6.37, de 20 de dezembro de 2007 e, combinado com o disposto na Portaria MEC nº.350, de 25 de novembro de 200 e na Portaria INEP nº 334, de 2 de julho de 203, resolve: EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL N o Art. º Credenciar como Posto Aplicador do Exame de Certificação de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros - CELPE-BRAS - o Instituto Tecnológico de Estudos Superiores de Monterrey - México - situado a Av. Eugenio Garza Sada 250, Monterrey, Nuevo León, México. (Processo nº /205-4). Paragrafo único - O credenciamento é válido por 5 (cinco) anos a partir da publicação dessa Portaria. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Nº Art. º Credenciar como Posto Aplicador do Exame de Certificação de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros - CELPE-BRAS - a Escola de Línguas "Family English", localizada a Rua Kopnychar, Casa 9, São Petersburgo - Rússia. (Processo nº /205-04). Paragrafo único - O credenciamento é válido por 5 (cinco) anos a partir da publicação dessa Portaria. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. JOSÉ FRANCISCO SOARES pelo código SECRETARIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR DESPACHOS DA SECRETÁRIA Em 29 de maio de 205 Dispõe sobre a decisão de processo administrativo instaurado em face da FACUL- DADE EDUCACIONAL CORNÉLIO PROCÓPIO - FACED (cód. 798). Processo MEC nº / Nº 43 - A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto nº 8.066, de 7 de agosto de 203, tendo em vista os instrumentos de avaliação dos cursos de graduação e as normas que regulam o processo administrativo na Administração Pública Federal, e com fundamento expresso nos art. 206, VII, 209, I e II, e 2, º, todos da Constituição, no art. 46 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 996, no art. 2º, I, VI e XIII, da Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 999, e no Capítulo III do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, e as razões expostas na Nota Técnica nº 905/205-CGSE/DISUP/SE- RES/MEC, determina que: I. Seja vedada a possibilidade de dispensa de visita no próximo ato autorizativo da FACULDADE EDUCACIONAL CORNÉ- LIO PROCÓPIO - FACED (cód. 798). II. Seja vedada a abertura de novos processos de regulação referentes à autorização de cursos presenciais e na modalidade de educação a distância - EAD, credenciamento EAD, aditamentos ao ato de credenciamento ou recredenciamento institucional ou EAD que impliquem em expansão ou alteração da abrangência geográfica da FACULDADE EDUCACIONAL CORNÉLIO PROCÓPIO - FACED (cód. 798), em especial aqueles referidos no art. 57, incisos II e III, da Portaria Normativa MEC nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro 200, por 2 (dois) anos. III. Seja vedada a abertura de novos cursos de pós-graduação lato sensu nas modalidades presencial e a distância da FACULDADE EDUCACIONAL CORNÉLIO PROCÓPIO - FACED (cód. 798), por 2 (dois) anos. IV. Sejam revogadas as medidas cautelares iniciais e adicionais em face da FACULDADE EDUCACIONAL CORNÉLIO PROCÓPIO - FACED (cód. 798), aplicadas por meio do Despacho nº 208, de 203, e da Portaria nº 36, de 204. V. Seja mantido o trâmite do processo de Recredenciamento nº , sendo vedado o cancelamento ou arquivamento do processo até a expedição do respectivo novo ato regulatório autorizativo, sob pena de imediata adoção de medidas para aplicação de penalidades previstas no Decreto nº 5.773, de 2006, incluindo a de descredenciamento. VI. Seja notificada a Instituição de que a aplicação dessas penalidades não prejudica a decisão de outros processos de supervisão em trâmite nesta Secretaria, nem afastam o seu agravamento, em se averiguando novas deficiências. VII. Seja notificada a FACULDADE EDUCACIONAL CORNÉLIO PROCÓPIO - FACED (cód. 798) do teor do Despacho e intimada da possibilidade de apresentação de recurso contra a decisão de aplicação das penalidades ao Conselho Nacional de Educação, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da publicação deste Despacho, nos termos do artigo 53 do Decreto nº 5.773, de Dispõe sobre a decisão de processo administrativo instaurado em face da FACUL- DADES INTEGRADAS DE ARIQUEMES - FIAR (cód. 833). Processo MEC nº / Nº 44 - A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto nº 8.066, de 7 de agosto de 203, tendo em vista os instrumentos de avaliação dos cursos de graduação e as normas que regulam o processo administrativo na Administração Pública Federal, e com fundamento expresso nos art. 206, VII, 209, I e II, e 2, º, todos da Constituição, no art. 46 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 996, no art. 2º, I, VI e XIII, da Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 999, e no Capítulo III do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, e as razões expostas na Nota Técnica nº 906/205-CGSE/DISUP/SE- RES/MEC, determina que: I.Seja vedada a possibilidade de dispensa de visita no próximo ato autorizativo da FACULDADES INTEGRADAS DE ARIQUEMES - FIAR (cód. 833). II.Seja vedada a abertura de novos processos de regulação referentes à autorização de cursos presenciais e na modalidade de educação a distância - EAD, credenciamento EAD, aditamentos ao ato de credenciamento ou recredenciamento institucional ou EAD que impliquem em expansão ou alteração da abrangência geográfica da FA- CULDADES INTEGRADAS DE ARIQUEMES - FIAR (cód. 833), em especial aqueles referidos no art. 57, incisos II e III, da Portaria Normativa MEC nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro 200, por 2 (dois) anos. III.Seja vedada a abertura de novos cursos de pós-graduação lato sensu nas modalidades presencial e a distância da FACULDADES INTEGRADAS DE ARIQUEMES - FIAR (cód. 833), por 2 (dois) anos. IV.Sejam revogadas as medidas cautelares iniciais e adicionais em face da FACULDADES INTEGRADAS DE ARIQUEMES - FIAR (cód. 833) aplicadas por meio do Despacho nº 98, de 202, e da Portaria nº 36, de 204. V.Seja mantido o trâmite do processo de Recredenciamento nº , sendo vedado o cancelamento ou arquivamento do processo até a expedição do respectivo novo ato regulatório autorizativo, sob pena de imediata adoção de medidas para aplicação de penalidades previstas no Decreto nº 5.773, de 2006, incluindo a de descredenciamento. VI.Seja notificada a Instituição de que a aplicação dessas penalidades não prejudica a decisão de outros processos de supervisão em trâmite nesta Secretaria, nem afastam o seu agravamento, em se averiguando novas deficiências. VII.Seja notificada a FACULDADES INTEGRADAS DE ARIQUE- MES - FIAR (cód. 833) do teor do Despacho e intimada da possibilidade de apresentação de recurso contra a decisão de aplicação das penalidades ao Conselho Nacional de Educação, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da publicação deste Despacho, nos termos do artigo 53 do Decreto nº 5.773, de Decide o Processo Administrativo n /203-99, com aplicação de penalidade perante a FACULDADE CEN- TRAL DE CRISTALINA. Nº 45 - A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso das atribuições que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto nº 8.066, de 7 de agosto de 203, em atenção ao disposto nos arts. 206 e 209 da Constituição, art. 46 da Lei n 9.394, de 20 de dezembro de 996, arts. 2º e 3º da Lei nº 0.86, de 4 de abril de 2004, arts. 2, 45 e 50 da Lei nº 9.784, de 29 de janeiro de 999, e no capítulo III do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, acolhendo a íntegra da Nota Técnica CGSE/DISUP/SERES/MEC nº 907/205, inclusive como motivação, determina que: I. Fica vedada a possibilidade de dispensa de avaliação in loco na obtenção do novo ato autorizativo do recredenciamento da FACUL- DADE CENTRAL DE CRISTALINA (cód. 696). II. Fica vedada a abertura de processos de regulação, por dois anos, para a FACULDADE CENTRAL DE CRISTALINA, referentes à autorização de cursos, presenciais e a distância, credenciamento para educação a distância, e aditamentos ao ato de credenciamento institucional que impliquem em expansão ou alteração da abrangência geográfica. III. Fica vedada, por dois anos, para a FACULDADE CENTRAL DE CRISTALINA, a abertura de novos cursos de pós-graduação lato sensu, nas modalidades presencial e a distância. IV. Seja revogada a medida cautelar de limitação da quantidade de ingressos de novos alunos, imposta à FACULDADE CENTRAL DE CRISTALINA pelo Despacho SERES/MEC n 208, de 203. V. Sejam revogadas as medidas cautelares incidentais adicionais, em face da FACULDADE CENTRAL DE CRISTALINA, aplicadas por meio da Portaria SERES/MEC nº 36, de 204. VI. Seja mantido o trâmite do Processo e-mec n , retirado o sobrestamento, para o recredenciamento da FACULDADE CENTRAL DE CRISTALINA, vedado seu cancelamento ou arquivamento. VII. Seja a instituição notificada do teor da decisão, por meio eletrônico, pelo Sistema de Comunicação da caixa de mensagens do e- MEC, conforme disposto no art. º da Portaria Normativa MEC nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 200. MARTA WENDEL ABRAMO PORTARIA N o - 398, DE 29 DE MAIO DE 205 A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto n 8.066, de 7 de agosto de 203, tendo em vista o Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, e suas alterações, a Portaria Normativa nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 200, e a Portaria Normativa nº, de 2 de janeiro de 204, ambas do Ministério da Educação, e a Instrução Normativa n 4, de 3 de maio de 203, republicada em 29 de julho de 203, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, resolve: Art. º Ficam autorizados os cursos superiores de graduação, conforme planilha anexa, ministrados pelas Instituições de Educação Superior, nos termos do disposto no artigo 35, do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, alterado pelo Decreto nº 6.303, de 2 de dezembro de Parágrafo único. As autorizações a que se refere esta Portaria são válidas exclusivamente para os cursos ministrados nos endereços citados na planilha anexa. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. MARTA WENDEL ABRAMO

16 6 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ANEXO (Autorização de Cursos) Nº de Ordem Registro e-mec nº Curso Nº de vagas totais anuais LOGÍSTICA (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA CIDADE DE FEIRA DE SANTANA Mantida Mantenedora Endereço de funcionamento do curso UNEF UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FEIRA DE SANTANA LTDA AVENIDA DEPUTADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES, S/N, SUBAÉ, FEIRA DE SANTANA/BA EDUCAÇÃO FÍSICA (Bacharelado) 60 (cento e sessenta) FACULDADE SETE DE SETEMBRO ORGANIZACAO SETE DE SETEMBRO DE CULTURA E ENSINO LTDA AVENIDA VEREADOR JOSÉ MOREIRA, 000, CENTRO, PAULO AFONSO/BA ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE JUVÊNCIO TERRA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR JUVENCIO TERRA LTDA - ME AVENIDA OTÁVIO SANTOS, 32, CENTRO, VITÓRIA DA C O N Q U I S TA / B A MEDICINA VETERINÁRIA (Bacharelado) 40 (cento e quarenta) FACULDADE REGIONAL DE ALAGOINHAS UNIRB - UNIDADES DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LT D A RUA MANOEL ROMÃO, S/N, ESPAÇO CLUBE DE CAMPO, ALAGOINHAS VELHA, ALAGOINHAS/BA ODONTOLOGIA (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE JOÃO PES- SOA CENESUP - CENTRO NACIONAL DE ENSINO SUPE- RIOR LTDA AVENIDA PRESIDENTE EPITÁCIO PESSOA, 67, ESTADOS, JOÃO PESSOA/PB NUTRIÇÃO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE NATALENSE DE ENSINO E CULTURA ASSOCIACAO PARAIBANA DE ENSINO RENOVADO- ASPER PRAÇA PEDRO II, 055, ALECRIM, NATAL/RN GESTÃO HOSPITALAR (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA CIDADE DE FEIRA DE SANTANA UNEF UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FEIRA DE SANTANA LTDA AVENIDA DEPUTADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES, S/N, SUBAÉ, FEIRA DE SANTANA/BA COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS GASTRONOMIA (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE CARUARU SER EDUCACIONAL S.A. AC ENTRONCAMENTO DA BR 232 COM A BR 04, 25, AGAMENON MAGALHÃES, CARUARU/PE RADIOLOGIA (Tecnológico) 40 (quarenta) FACULDADE DE SÃO VICENTE UNIAO BRASILEIRA EDUCACIONAL LTDA. AVENIDA CAPITÃO MOR AGUIAR, 798, CENTRO, SÃO VI- CENTE/SP AGRONEGÓCIO (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE PITÁGORAS DE LINHARES EDITORA E DISTRIBUIDORA EDUCACIONAL S/A AVENIDA SÃO MATEUS, 458, ARAÇÁ, LINHARES/ES ZOOTECNIA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE TERRA NORDESTE SOCIEDADE UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONALIZANTE S/S - SUDEP FATENE VITICULTURA E ENOLOGIA (Tecnológico) CORONEL CORREIA, 9, SOLEDADE, CAUCAIA/CE 200 (duzentas) FACULDADE REGIONAL DA BAHIA UNIRB - UNIDADES DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA AVENIDA TAMBURUGY, 474, PATAMARES, SALVADOR/BA LT D A ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE ATENEU SOCIEDADE EDUCACIONAL EDICE PORTELA LTDA RUA PE. JOÃO PIAMARTA, 6, MONTESE, FORTALE- ZA/CE MATEMÁTICA (Licenciatura) 80 (oitenta) FACULDADE DAS AMÉRICAS SOCIEDADE EDUCACIONAL DAS AMERICAS LTDA RUA AUGUSTA, 520, 508 A, CONSOLAÇÃO, SÃO PAU- LO/SP FISIOTERAPIA (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE SETE LAGOAS EDUCACIONAL MARTINS ANDRADE LTDA - EPP RUA ITÁLIA PONTELO, 86, CHÁCARA DO PAIVA, SETE LAGOAS/MG NUTRIÇÃO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE RUY BARBOSA ABEP - ACADEMIA BAIANA DE ENSINO PESQUISA E EXTENSAO LTDA RUA ESPÍRITO SANTO, 575, PITUBA, SALVADOR/BA ODONTOLOGIA (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE ALAGOAS FAPEC - FUNDACAO ALAGOANA DE PESQUISA, EDU- CACAO E CULTURA AVENIDA PRESIDENTE ROOSEVELT, 200, SERRARIA, MACEIÓ/AL ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE ESTÁCIO EURO- PANAMERICANA DE HUMANIDADES E TECNOLOGIAS - ESTÁCIO EURO- PA N IREP SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR, MEDIO E FUNDAMENTAL LTDA. RUA HOWARD ARCHIBALD ACHESON JUNIOR, 393, JAR- DIM DA GLÓRIA - GRANJA VIANA, COTIA/SP ADMINISTRAÇÃO (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE DO TRABALHO INSTITUTO EDUCACIONAL MARIA RANULFA LTDA - EPP ENGENHARIA CIVIL (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE IDEAU INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DO ALTO URUGUAI LTDA AVENIDA PAES LEME, 485, OSVALDO REZENDE, UBER- LÂNDIA/MG RUA JÚLIO BORELLA, 3553, CENTRO, MARAU/RS QUÍMICA (Licenciatura) 80 (oitenta) FACULDADE DAS AMÉRICAS SOCIEDADE EDUCACIONAL DAS AMERICAS LTDA RUA AUGUSTA, 520, 508 A, CONSOLAÇÃO, SÃO PAU- LO/SP ARQUITETURA E URBANISMO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE SERGIPANA ASSOCIACAO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RE- NOVADO OBJETIVO-ASSUPERO RUA OSCAR VALOIS GALVÃO, 355, GRANGERU, ARACA- JU/SE MÚSICA (Licenciatura) 60 (sessenta) INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ MODERNO-CENTRO DE ENSINO, EDUCACAO E CUL- TURA LTDA AVENIDA FELICIANO COELHO, 25, TREM, MACAPÁ/AP ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE JUVÊNCIO TERRA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR JUVENCIO TERRA LTDA - ME AVENIDA OTÁVIO SANTOS, 32, CENTRO, VITÓRIA DA C O N Q U I S TA / B A ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 20 (cento e vinte) FACULDADE DE MINAS BH LAEL VARELLA EDUCACAO E CULTURA LTDA AVENIDA CRISTIANO MACHADO, 200, LARANJEIRAS, BELO HORIZONTE/MG ODONTOLOGIA (Bacharelado) 00 (cem) UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL FUNDACAO UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL RUA FRANCISCO GETÚLIO VARGAS, 30, BLOCO A, PE- TRÓPOLIS, CAXIAS DO SUL/RS TEOLOGIA (Bacharelado) 200 (duzentas) FACULDADE DO PLANALTO CENTRAL INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE FORMOSA LT- DA - ME RUA 5, 90, SETOR PRIMAVERA, PARQUE VILA VERDE, FORMOSA/GO GESTÃO FINANCEIRA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE CIDADE DO SALVADOR INSTITUTO MANTENEDOR DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LTDA - ME PRAÇA DA INGLATERRA, 02, ED. NOBRE, COMÉRCIO, S A LVA D O R / B A GASTRONOMIA (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE LÍDER ASSOCIACAO DE ENSINO SUPERIOR ANGLO LIDER - AESAL AV. ALMIRANTE TAMANDARÉ, 00, CENTRO, SÃO LOU- RENÇO DA MATA/PE DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE JUVÊNCIO TERRA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR JUVENCIO TERRA LTDA - ME AVENIDA OTÁVIO SANTOS, 32, CENTRO, VITÓRIA DA C O N Q U I S TA / B A ODONTOLOGIA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE BRASILEIRA EMPRESA BRASILEIRA DE ENSINO PESQUISA E EX- TENSAO S.A. - EMBRAE RUA JOSÉ ALVES, 30, GOIABEIRAS, VITÓRIA/ES ODONTOLOGIA (Bacharelado) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE LAURO F R E I TA S CETEBA - CENTRO DE ENSINO E TECNOLOGIA DA BAHIA LTDA ESTRADA DO COCO KM 4,5, S/N, CENTRO, LAURO DE F R E I TA S / B A pelo código

17 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN ENFERMAGEM (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE DO PANTANAL MATOGROSSENSE CENTRO DE EDUCACAO DO PANTANAL LTDA - EPP AVENIDA SETE DE SETEMBRO, S/N, SALA 3, DNER, CÁ- CERES/MT ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) INSTITUTO BAIANO DE ENSINO SUPERIOR ASSOCIACAO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RE- NOVADO OBJETIVO-ASSUPERO LOGÍSTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE ALAGOANA DE ADMINISTRAÇÃO ASSOCIACAO DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS- AESA AVENIDA JORGE AMADO, 780, BOCA DO RIO, SALVA- DOR/BA AVENIDA ENGENHEIRO PAULO BRANDÃO NOGUEIRA, 60, LOTEAMENTO STELLA MARIS, JATIUCA, MA- CEIÓ/AL PORTARIA N o - 399, DE 29 DE MAIO DE 205 A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto n 8.066, de 7 de agosto de 203, tendo em vista o Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, e suas alterações, a Portaria Normativa nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 200, e a Portaria Normativa nº, de 2 de janeiro de 204, ambas do Ministério da Educação, e a Instrução Normativa n 4, de 3 de maio de 203, republicada em 29 de julho de 203, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, resolve: Art. º Ficam autorizados os cursos superiores de graduação, conforme planilha anexa, ministrados pelas Instituições de Educação Superior, nos termos do disposto no artigo 35, do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, alterado pelo Decreto nº 6.303, de 2 de dezembro de Parágrafo único. As autorizações a que se refere esta Portaria são válidas exclusivamente para os cursos ministrados nos endereços citados na planilha anexa. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. (Autorização de Cursos) ANEXO MARTA WENDEL ABRAMO Nº de Registro Curso Nº de vagas totais Mantida Mantenedora Endereço de funcionamento do curso Ordem e-mec nº anuais RADIOLOGIA (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE ARTHUR SÁ EARP NETO FUNDACAO OCTACILIO GUALBERTO AVENIDA BARÃO DO RIO BRANCO, 905 A 003, CENTRO, PE- TRÓPOLIS/RJ AGRONEGÓCIO (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE PITÁGORAS DE LONDRINA EDITORA E DISTRIBUIDORA EDUCACIONAL S/A RUA EDWY TAQUES DE ARAÚJO,.00, GLEBA PALHANO, LON- DRINA/PR AGRONOMIA (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE DE SORRISO UNIC SORRISO LTDA AVENIDA NOÊMIA TONELLO DALMOLIN, 2499, PARQUE UNI- VERSITÁRIO, SORRISO/MT LOGÍSTICA (Tecnológico) 50 (cinquenta) FACULDADE CENTRO MATO-GROSSENSE FUNDACAO EDUCACIONAL CLAUDINO FRANCIO RUA RUI BARBOSA, 380, CENTRO, SORRISO/MT LOGÍSTICA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE EVANGÉLICA DE TAGUATINGA FACULDADE EVANGELICA DE TAGUATINGA LTDA - ME QNM 34 ÁREA ESPECIAL 0 - M NORTE "JK SHOPPING" HÉLIO PRATES, 0, SETOR M NORTE, TAGUATINGA, BRASÍLIA/DF CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE MA- ADEA - SOCIEDADE DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIO- RUA JOSÉ DE ALENCAR, S/N, FAROL, MACEIÓ/AL CEIÓ NAL AVANCADO LTDA PEDAGOGIA (Licenciatura) 200 (duzentas) FACULDADE ATENEU SOCIEDADE EDUCACIONAL EDICE PORTELA LTDA RUA SÃO VICENTE DE PAULO, 300, ANTONIO BEZERRA, FOR- TA L E Z A / C E REDES DE COMPUTADORES ( Te c n o l ó g i c o ) ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 80 (cento e oitenta) FACULDADE ALIANÇA 200 (duzentas) FACULDADE JOSÉ AUGUSTO VIEIRA FUNDACAO JOSE AUGUSTO VIEIRA PRAÇA NOSSA SENHORA APARECIDA, 40, CIDADE NOVA, LA- G A RTO / S E GESTÃO PÚBLICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SO- CIAIS APLICADAS DO ARAGUAIA CIESPI-CENTRO INTEGRADO DE EDUCACAO SUPERIOR DO PIAUI LTDA FACULDADES CATHEDRAL DE ENSINO SUPERIOR DE BARRA DO GARCAS - ME HISTÓRIA (Licenciatura) 200 (duzentas) FACULDADE SUMARÉ INSTITUTO SUMARE DE EDUCACAO SUPERIOR ISES LT- DA RUA SÃO PEDRO, 965, CENTRO, TERESINA/PI AVENIDA ANTONIO FRANCISCO CORTES, S/N, CIDADE UNIVER- SITÁRIA, BARRA DO GARÇAS/MT AVENIDA CRUZEIRO DO SUL, 400, CANINDÉ, SÃO PAULO/SP ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE PITÁGORAS DE UBERLÂNDIA EDITORA E DISTRIBUIDORA EDUCACIONAL S/A AVENIDA DOS VINHEDOS, 200, MORADA DA COLINA, UBER- LÂNDIA/MG ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DE ENSINO DE MINAS GERAIS ASSOCIACAO OBJETIVO DE ENSINO SUPERIOR - ASSO- BES PEDAGOGIA (Licenciatura) 80 (oitenta) FACULDADE MOGIANA DO ESTADO DE SÃO PA U L O GASTRONOMIA (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) ASSOCIACAO MOGIANA PARA DESENVOLVIMENTO DA EDUCACAO FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE LAU- CETEBA - CENTRO DE ENSINO E TECNOLOGIA DA BA- RO FREITAS HIA LTDA AVENIDA VILARINHO, 2.060, VENDA NOVA, BELO HORIZON- TE/MG AVENIDA PADRE JAIME, 2600, CENTRO, MOGI GUAÇU/SP ESTRADA DO COCO KM 4,5, S/N, CENTRO, LAURO DE FREI- TA S / B A EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL LOGÍSTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE CNEC CAMPO LARGO CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE RUA RUI BARBOSA, 54, PRÉDIO ESCOLAR, CENTRO, CAMPO LARGO/PR ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE UNIME - UNIAO METROPOLITANA PARA O DESENVOL- VIMENTO DA EDUCACAO E CULTURA LTDA. AVENIDA LUIS TARQUÍNIO PONTE, 600, CENTRO, LAURO DE F R E I TA S / B A SISTEMAS PARA INTERNET (Tecnológico) 50 (cinquenta) INSTITUTO CENECISTA DE ENSINO SUPERIOR DE SANTO ÂNGELO CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE RUA PROFESSOR DOUTOR JOÃO AUGUSTO RODRIGUES, 47, HARMONIA, SANTO ÂNGELO/RS ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) INSTITUTO ITAPETININGANO DE ENSINO SU- PERIOR CENTRO INT DE ESTUDOS SUP PESQ E TECNOLOGIA- CIESPT RUA IZOLINA DE MORAIS ROSA, 727, VILA NASTRI, ITAPETI- NINGA/SP GESTÃO COMERCIAL (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE PITÁGORAS DE LINHARES EDITORA E DISTRIBUIDORA EDUCACIONAL S/A AVENIDA SÃO MATEUS, 458, ARAÇÁ, LINHARES/ES FARMÁCIA (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE DE TECNOLOGIA GESTÃO & MARKETING IBGM - INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTAO & MARKE- TING LTDA - EPP RUA JOAQUIM FELIPE, 250, BOA VISTA, RECIFE/PE PSICOLOGIA (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE ALIANÇA CIESPI-CENTRO INTEGRADO DE EDUCACAO SUPERIOR DO PIAUI LTDA RUA SÃO PEDRO, 965, CENTRO, TERESINA/PI GESTÃO HOSPITALAR (Tecnológico) 50 (cinquenta) FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE JARU UNICENTRO - UNIAO CENTRO RONDONIENSE DE ENSI- NO SUPERIOR AVENIDA VEREADOR OTAVIANO PEREIRA NETO, S/N, GLEBA 53A, SETOR 02, JARU/RO JORNALISMO (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE CAMPINA GRANDE INSTITUTO CAMPINENSE DE ENSINO SUPERIOR LTDA RUA PREFEITO ANTÔNIO CARVALHO DE SOUZA, S/N, ESTAÇÃO VELHA, CAMPINA GRANDE/PB pelo código

18 8 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO RI- BEIRA UNISEPE UNIAO DAS INSTITUICOES DE SERVICO, ENSI- NO E PESQUISA LTDA RUA OSCAR YOSHIAKI MAGÁRIO, 85, TÉRREO, JARDIM DAS PALMEIRAS, REGISTRO/SP PEDAGOGIA (Licenciatura) 40 (cento e quarenta) FACULDADE SUMARÉ INSTITUTO SUMARE DE EDUCACAO SUPERIOR ISES LT- DA AVENIDA CRUZEIRO DO SUL, 400, CANINDÉ, SÃO PAULO/SP DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE TOBIAS BARRETO SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E DE PESQUISA DE SERGIPE LTDA - SESPS RUA DELMIRO GOUVEIA, 800, COROA DO MEIO, ARACAJU/SE GESTÃO DE RECURSOS HUMA- NOS (Tecnológico) 20 (cento e vinte) FACULDADE DE MINAS LAEL VARELLA EDUCACAO E CULTURA LTDA AVENIDA CRISTIANO FERREIRA VARELLA, 655, RODOVIA BR 6 KM 70, UNIVERSITÁRIO, MURIAÉ/MG JORNALISMO (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE LAU- RO FREITAS CETEBA - CENTRO DE ENSINO E TECNOLOGIA DA BA- HIA LTDA ESTRADA DO COCO KM 4,5, S/N, CENTRO, LAURO DE FREI- TA S / B A SERVIÇO SOCIAL (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE ALAGOANA DE ADMINISTRA- ÇÃO ASSOCIACAO DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS-AESA AVENIDA ENGENHEIRO PAULO BRANDÃO NOGUEIRA, 60, LO- TEAMENTO STELLA MARIS, JATIUCA, MACEIÓ/AL RADIOLOGIA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE INTEGRAL DIFERENCIAL INTEGRAL - GRUPO DE ENSINO SUPERIOR DO PIAUI S/C LT D A RUA VETERINÁRIO BUGYJA BRITO, 354, HORTO FLORESTAL, TERESINA/PI GESTÃO DE RECURSOS HUMA- NOS (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA CIDA- UNEF UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FEIRA DE DE DE FEIRA DE SANTANA SANTANA LTDA AVENIDA PRESIDENTE DUTRA, S/N, COLÉGIO SANTO ANTÔNIO, CAPUCHINHOS, FEIRA DE SANTANA/BA ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE DE TECNOLOGIA DO AMAPÁ PIRES & CIA LTDA - EPP RUA PEDRO SIQUEIRA, 333, JARDIM MARCO ZERO, MACAPÁ/AP ODONTOLOGIA (Bacharelado) 00 (cem) CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO INSTITUTO EURO AMERICANO DE EDUCACAO CIENCIA TECNOLOGIA AVENIDA CASTANHEIRA, 3.700, ÁGUAS CLARAS, BRASÍLIA/DF CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS ( Te c n o l ó g i c o ) 00 (cem) FACULDADE SÃO FRANCISCO DA PARAÍBA VERA CLAUDINO EDUCACAO SUPERIOR LIMITADA - ME AVENIDA BRASIL, S/N, RODOVIA 393, JARDIM ADALGISA, CA- JAZEIRAS/PB PORTARIA N o - 400, DE 29 DE MAIO DE 205 A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto n 8.066, de 7 de agosto de 203, tendo em vista o Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, e suas alterações, a Portaria Normativa nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 200, e a Portaria Normativa nº, de 2 de janeiro de 204, ambas do Ministério da Educação, e a Instrução Normativa n 4, de 3 de maio de 203, republicada em 29 de julho de 203, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, resolve: Art. º Ficam autorizados os cursos superiores de graduação, conforme planilha anexa, ministrados pelas Instituições de Educação Superior, nos termos do disposto no artigo 35, do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, alterado pelo Decreto nº 6.303, de 2 de dezembro de Parágrafo único. As autorizações a que se refere esta Portaria são válidas exclusivamente para os cursos ministrados nos endereços citados na planilha anexa. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. (Autorização de Cursos) ANEXO MARTA WENDEL ABRAMO Nº de Ordem Registro e-mec nº Curso GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS (Tecnológico) Nº de vagas totais anuais 40 (cento e quarenta) Mantida Mantenedora Endereço de funcionamento do curso FACULDADE JOSÉ AUGUSTO VIEIRA FUNDACAO JOSE AUGUSTO VIEIRA PRAÇA NOSSA SENHORA APARECIDA, 40, CIDADE NO- VA, LAGARTO/SE PEDAGOGIA (Licenciatura) 00 (cem) FACULDADE SANTO AUGUSTO SOCIEDADE EDUCACIONAL SANTO AUGUSTO LTDA - ME RUA FRANCISCO FUCILINI, 485, FAISA PRÉDIO, SANTA FÉ, SANTO AUGUSTO/RS PSICOLOGIA (Bacharelado) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE ANHANGUERA DE LIMEIRA ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA RUA CLARINO PEIXOTO DE OLIVEIRA, 280, JARDIM MA- RIA BRUSHI MODENEIS, LIMEIRA/SP ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SIS- TEMAS (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE ESTÁCIO EURO- PANAMERICANA DE HU- MANIDADES E TECNOLOGIAS - ESTÁCIO EUROPAN IREP SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR, ME- DIO E FUNDAMENTAL LTDA. RUA HOWARD ARCHIBALD ACHESON JUNIOR, 393, JAR- DIM DA GLÓRIA - GRANJA VIANA, COTIA/SP PEDAGOGIA (Licenciatura) 200 (duzentas) FACULDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA SOCIEDADE BRASILEIRA DE EDUCACAO E CULTURA S/S LTDA - ME AV. PARANAIBA, 374, CENTRO, GOIÂNIA/GO ODONTOLOGIA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE REGIONAL DE ALAGOINHAS UNIRB - UNIDADES DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LTDA LOGÍSTICA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE SUMARÉ INSTITUTO SUMARE DE EDUCACAO SUPE- RIOR ISES LTDA RUA MANOEL ROMÃO, S/N, ESPAÇO CLUBE DE CAMPO, ALAGOINHAS VELHA, ALAGOINHAS/BA AVENIDA TUCURUVI, 470, TUCURUVI, SÃO PAULO/SP ODONTOLOGIA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE GUAIRACÁ SESG - SOCIEDADE DE EDUCACAO SUPERIOR GUAIRACA LTDA RUA XV DE NOVEMBRO, 7.050, CENTRO, GUARAPUA- VA / P R ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SIS- TEMAS (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DE VITÓRIA DA CONQUISTA INSTITUTO MANTENEDOR DE ENSINO SUPE- RIOR DA BAHIA LTDA - ME RUA UBALDINO FIGUERA, 200, EXPOSIÇÃO, VITÓRIA DA CONQUISTA/BA DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE LAURO FREITAS CETEBA - CENTRO DE ENSINO E TECNOLO- GIA DA BAHIA LTDA ESTRADA DO COCO KM 4,5, S/N, CENTRO, LAURO DE F R E I TA S / B A ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE DOCTUM DE PEDAGOGIA DA SERRA INSTITUTO ENSINAR BRASIL RUA D, 80, CIVIT II, SERRA/ES FISIOTERAPIA (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE ANHANGÜERA DE RIBEIRÃO PRETO ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA AVENIDA EDUARDO ANDRÉA MATARAZZO, 89, VIA NORTE, RIBEIRÃO PRETO/SP FARMÁCIA (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DE NATAL SOCIEDADE EDUCACIONAL CARVALHO GO- MES LTDA AVENIDA ENGENHEIRO ROBERTO FREIRE,.54, ESTRA- DA DE PONTA NEGRA, CAPIM MACIO, NATAL/RN PRODUÇÃO PUBLICITÁRIA (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE DAS AMÉRICAS SOCIEDADE EDUCACIONAL DAS AMERICAS LT D A RUA AUGUSTA, 520, 508 A, CONSOLAÇÃO, SÃO PAU- LO/SP LOGÍSTICA (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE ATENEU SOCIEDADE EDUCACIONAL EDICE PORTELA LT D A RUA PE. JOÃO PIAMARTA, 6, MONTESE, FORTALE- ZA/CE LOGÍSTICA (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE LÍDER ASSOCIACAO DE ENSINO SUPERIOR ANGLO LIDER - AESAL AV. ALMIRANTE TAMANDARÉ, 00, CENTRO, SÃO LOU- RENÇO DA MATA/PE pelo código

19 Nº 02, segunda-feira, de junho de 205 ISSN ODONTOLOGIA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE CAPIXABA DE NOVA VENÉCIA EMPRESA CAPIXABA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSAO S/A RUA JACOBINA, 65, SÃO FRANCISCO, NOVA VENÉ- CIA/ES DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 00 (cem) ESCOLA SUPERIOR DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO DE RIO CLARO ASSOCIACAO DE ESCOLAS REUNIDAS LTDA. RUA SETE, 93, CENTRO, RIO CLARO/SP GEOPROCESSAMENTO (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DO PANTANAL MATOGROSSENSE CENTRO DE EDUCACAO DO PANTANAL LTDA - EPP AVENIDA SÃO LUIZ, 2522, CIDADE NOVA, CÁCERES/MT ENFERMAGEM (Bacharelado) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE LÍDER ASSOCIACAO DE ENSINO SUPERIOR ANGLO LIDER - AESAL AV. ALMIRANTE TAMANDARÉ, 00, CENTRO, SÃO LOU- RENÇO DA MATA/PE GESTÃO FINANCEIRA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE SUMARÉ INSTITUTO SUMARE DE EDUCACAO SUPE- RIOR ISES LTDA AVENIDA TUCURUVI, 470, TUCURUVI, SÃO PAULO/SP FARMÁCIA (Bacharelado) 00 (cem) INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO AVAN- ÇADA DE VITÓRIA ASSOCIACAO VITORIANA DE ENSINO SUPE- R I O R - AV I E S AVENIDA NOSSA SENHORA DA PENHA,.800, VERME- LHO, VITÓRIA/ES LOGÍSTICA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE JOSÉ AUGUSTO VIEIRA FUNDACAO JOSE AUGUSTO VIEIRA PRAÇA NOSSA SENHORA APARECIDA, 40, CIDADE NO- VA, LAGARTO/SE FARMÁCIA (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE PARANAENSE ASSOCIACAO UNIFICADA PAULISTA DE ENSI- RUA DOM PEDRO II, 432, BATEL, CURITIBA/PR NO RENOVADO OBJETIVO-ASSUPERO REDES DE COMPUTADORES (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADES INTEGRADAS MATO-GROSSENSES DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS INSTITUTO CUIABANO DE EDUCACAO AVENIDA EUROPA, 63, JARDIM TROPICAL, CUIABÁ/MT GESTÃO COMERCIAL (Tecnológico) 20 (cento e vinte) FACULDADE ANHANGUERA DE ANÁPOLIS ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA AVENIDA UNIVERSITÁRIA, 683, CENTRO, ANÁPOLIS/GO ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE DE TECNOLOGIA GESTÃO & MARKETING IBGM - INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTAO & RUA JOAQUIM FELIPE, 250, BOA VISTA, RECIFE/PE MARKETING LTDA - EPP FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO BERNARDO ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA AVENIDA SENADOR VERGUEIRO, 505, JARDIM DO MAR, SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP BIOMEDICINA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADES INTEGRADAS DO TAPAJÓS INSTITUTO SANTARENO DE EDUCACAO SUPE- RUA ROSA VERMELHA, 335, AEROPORTO VELHO, SAN- RIOR TA R É M / PA DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DA CIDADE DE FEI- RA DE SANTANA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (Bacharelado) UNEF UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FEIRA DE SANTANA LTDA AVENIDA DEPUTADO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES, S/N, SUBAÉ, FEIRA DE SANTANA/BA 00 (cem) FACULDADE SETE DE SETEMBRO EDUCADORA SETE DE SETEMBRO LTDA AVENIDA IMPERADOR, 330, CENTRO, FORTALEZA/CE FARMÁCIA (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE REGIONAL DA BAHIA UNIRB - UNIDADES DE ENSINO SUPERIOR DA AVENIDA TAMBURUGY, 474, PATAMARES, SALVADOR/BA BAHIA LTDA GESTÃO DE SEGURANÇA PRIVADA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE SUMARÉ INSTITUTO SUMARE DE EDUCACAO SUPE- RIOR ISES LTDA ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) FACULDADE PIAUIENSE FONOAUDIOLOGIA (Bacharelado) 50 (cinquenta) INSTITUTO SUPERIOR E CENTRO EDUCACIONAL LUTE- RANO - BOM JESUS - IELUSC PORTARIA N o - 40, DE 29 DE MAIO DE 205 AVENIDA CRUZEIRO DO SUL, 400, CANINDÉ, SÃO PAU- LO/SP SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR PIAUIENSE BR 343, KM 7,5, S/N, FLORIÓPOLIS, PARNAÍBA/PI LT D A ASSOCIACAO EDUCACIONAL LUTERANA BOM JESUS/IELUSC RUA MAFRA, 84, BAIRRO SAGUAÇU, JOINVILLE/SC A SECRETÁRIA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, no uso da atribuição que lhe confere o Decreto nº 7.690, de 2 de março de 202, alterado pelo Decreto n 8.066, de 7 de agosto de 203, tendo em vista o Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, e suas alterações, a Portaria Normativa nº 40, de 2 de dezembro de 2007, republicada em 29 de dezembro de 200, e a Portaria Normativa nº, de 2 de janeiro de 204, ambas do Ministério da Educação, e a Instrução Normativa n 4, de 3 de maio de 203, republicada em 29 de julho de 203, da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, resolve: Art. º Ficam autorizados os cursos superiores de graduação, conforme planilha anexa, ministrados pelas Instituições de Educação Superior, nos termos do disposto no artigo 35, do Decreto nº 5.773, de 9 de maio de 2006, alterado pelo Decreto nº 6.303, de 2 de dezembro de Parágrafo único. As autorizações a que se refere esta Portaria são válidas exclusivamente para os cursos ministrados nos endereços citados na planilha anexa. Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. (Autorização de Cursos) ANEXO MARTA WENDEL ABRAMO EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL Nº de Registro Curso Nº de vagas totais Mantida Mantenedora Endereço de funcionamento do curso Ordem e-mec nº anuais PROCESSOS GERENCIAIS (Tecnológico) 00 (cem) INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE AME- RICANA ASSOCIACAO CAMPINEIRA DE ENSINO SUPERIOR E C U LT U R A RUA DO CARPINTEIRO, 240 E 270, JARDIM WERNER PLAAS, AMERICANA/SP DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 80 (cento e oitenta) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE JOÃO PESSOA CENESUP - CENTRO NACIONAL DE ENSINO SUPERIOR LT D A AVENIDA PRESIDENTE EPITÁCIO PESSOA, 67, ESTADOS, JOÃO PESSOA/PB RADIOLOGIA (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) BIOMEDICINA (Bacharelado) 80 (cento e oitenta) FACULDADE DE MEDICINA DO ABC FUNDACAO DO ABC AVENIDA PRÍNCIPE DE GALES, 82, PRÍNCIPE DE GALES, SANTO ANDRÉ/SP FACULDADE MÉTODO DE SÃO PAULO CENTRO DE ENSINO METODO - EIRELI AVENIDA JABAQUARA,.34, MIRANDÓPOLIS, SÃO PAULO/SP CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE DO NOROESTE DE MINAS CENTRO BRASILEIRO DE EDUCACAO E CULTURA LTDA RODOVIA MG 88, KM 67. FAZENDINHA. CAIXA POSTAL., S/N, FAZENDINHA, PARACATU/MG SISTEMAS PARA INTERNET (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE DE TECNOLOGIA, EDUCAÇÃO SUPERIOR E PROFISSIONAL CETESP CENTRO TECNOLOGICO DE EDUCACAO SUPE- RIOR E PROFISSIONAL LTDA RUA PAISSANDU, 627, CENTRO, TERESINA/PI GESTÃO DA PRODUÇÃO INDUSTRIAL ( Te c n o l ó g i c o ) 20 (cento e vinte) FACULDADE LA SALLE SOCIEDADE PORVIR CIENTIFICO AVENIDA UNIVERSITÁRIA, 000W, BANDEIRANTES, LUCAS DO RIO VERDE/MT ENGENHARIA ELÉTRICA (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE ANHANGUERA DE BELO HORI- ZONTE ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA AVENIDA PRESIDENTE ANTONIO CARLOS, 4.57, SÃO FRAN- CISCO, BELO HORIZONTE/MG GESTÃO DE SEGUROS (Tecnológico) 240 (duzentas e quarenta) ESCOLA SUPERIOR NACIONAL DE SEGU- ROS FUNDACAO ESCOLA NACIONAL DE SEGUROS FUNEN- SEG RUA SENADOR DANTAS, 74, SUBSOLO, LOJA, 2, 3 E 4 AN- DARES, CENTRO, RIO DE JANEIRO/RJ pelo código

20 20 ISSN Nº 02, segunda-feira, de junho de LOGÍSTICA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE ESTÁCIO DO AMAPÁ - ESTÁ- CIO AMAPÁ IREP SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR, MEDIO E FUN- DAMENTAL LTDA. RODOVIA JUSCELINO KUBITSCHEK, S/N, KM 02, JARDIM EQUATORIAL, MACAPÁ/AP REDES DE COMPUTADORES (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE CDL CAMARA DE DIRIGENTES LOJISTAS DE FORTALEZA RUA 25 DE MARÇO, 882, CENTRO, FORTALEZA/CE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE SANTA TEREZINHA ASSOCIACAO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE S LUIZ AVENIDA CASEMIRO JÚNIOR, 2, ANIL, SÃO LUÍS/MA ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E BIOLÓGICAS E DA SAÚDE UNIC EDUCACIONAL LTDA AVENIDA PAULO CEZAR PEREIRA ARANDA, 24, JARDIM RI- VA, PRIMAVERA DO LESTE/MT REDES DE COMPUTADORES (Tecnológico) 20 (cento e vinte) FACULDADE ANHANGUERA DE SÃO BER- NARDO ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA AVENIDA SENADOR VERGUEIRO, 505, JARDIM DO MAR, SÃO BERNARDO DO CAMPO/SP MARKETING (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DOCTUM DE VITÓRIA INSTITUTO ENSINAR BRASIL RUA JOAQUIM LEOPOLDINO LOPES, 230, CONSOLAÇÃO, VI- TÓRIA/ES EDUCAÇÃO FÍSICA (Licenciatura) 00 (cem) FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS DE VITÓRIA DA CONQUISTA INSTITUTO MANTENEDOR DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LTDA - ME RUA UBALDINO FIGUERA, 200, EXPOSIÇÃO, VITÓRIA DA C O N Q U I S TA / B A DESIGN DE INTERIORES (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE ESTÁCIO DE SÁ DE GOIÁS SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR ESTACIO DE SA LT- DA RUA 67-A, 26, QUADRA 40, SETOR NORTE FERROVIÁRIO, GOIÂNIA/GO ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA (Bacharelado) COMERCIALIZAÇÃO PROIBIDA POR TERCEIROS 200 (duzentas) FACULDADE DE TECNOLOGIA DO NORDES- TE - FATENE SOCIEDADE UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONALIZANTE S/S - SUDEP FATENE RUA MATOS VASCONCELOS, 626, DAMAS, FORTALEZA/CE MEDICINA VETERINÁRIA (Bacharelado) 200 (duzentas) FACULDADE REGIONAL DA BAHIA UNIRB - UNIDADES DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LT D A AVENIDA TAMBURUGY, 474, PATAMARES, SALVADOR/BA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU DE SÃO LUÍS SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E DE PESQUISA DE SERGIPE LTDA - SESPS RUA IGNÁCIO MOURÃO RANGEL, 39, QUADRA 36, PARQUE JARACATI, RENASCENÇA, SÃO LUÍS/MA REDES DE COMPUTADORES (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE SUMARÉ INSTITUTO SUMARE DE EDUCACAO SUPERIOR ISES LT- AVENIDA TUCURUVI, 470, TUCURUVI, SÃO PAULO/SP DA ENGENHARIA MECÂNICA (Bacharelado) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE ANHANGUERA DE CASCAVEL ANHANGUERA EDUCACIONAL LTDA RUA ROCHA POMBO, 2.005, REGIÃO DO LAGO 4, CASCA- VEL/PR PEDAGOGIA (Licenciatura) 200 (duzentas) FACULDADE DE TECNOLOGIA DO NORDES- TE - FATENE SOCIEDADE UNIVERSITARIA DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONALIZANTE S/S - SUDEP FATENE RUA MATOS VASCONCELOS, 626, DAMAS, FORTALEZA/CE ARQUITETURA E URBANISMO (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE DE SANTA CATARINA ASSOCIACAO UNIFICADA PAULISTA DE ENSINO RENO- VADO OBJETIVO-ASSUPERO ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) INSTITUTO TAUBATÉ DE ENSINO SUPERIOR ASSOCIACAO DE ENSINO SAO JOSE DOS CAMPOS "AESJC" ODONTOLOGIA (Bacharelado) 80 (oitenta) UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS SOCIEDADE PELOTENSE DE ASSISTENCIA E CULTU- R A ( S PA C ) RUA SALVADOR DI BERNARDI, 503, CAMPINAS, SÃO JOSÉ/SC AVENIDA DOM PEDRO I, 3.575, ESQUINA COM R. ANTÔNIO CASTILHO MARCONDES, JARDIM EULÁLIA, TAUBATÉ/SP RUA FÉLIX DA CUNHA, 42, CENTRO, PELOTAS/RS ENGENHARIA AMBIENTAL (Bacharelado) 00 (cem) FACULDADE DE MACAPÁ UNIAO DE FACULDADES DO AMAPA LTDA RODOVIA DUCA SERRA, S/N, KM 05, CABRALZINHO, MACA- PÁ/AP FARMÁCIA (Bacharelado) 75 (setenta e cinco) FACULDADE EVANGÉLICA FACULDADE EVANGELICA DE BRASILIA SS LTDA - ME SGAS QUADRA 90, CONJUNTO E, S/N, ASA SUL, BRASÍ- LIA/DF PROCESSOS GERENCIAIS (Tecnológico) 60 (sessenta) FACULDADE DE CONCHAS CETEL CENTRO DE ESTUDOS E TREINAMENTO DE EDUCAO LUDICA S/S LTDA - ME RUA ITAIPU, 57, VILA SEMINÁRIO, CONCHAS/SP AGRONEGÓCIO (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE PROMOVE DE JANAÚBA ASSOCIACAO EDUCATIVA DO BRASIL - SOEBRAS RUA PIO XII, 00, CENTRO, JANAÚBA/MG GEOGRAFIA (Licenciatura) 200 (duzentas) FACULDADE AMADEUS SESA - SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR AMADEUS LT D A RUA ESTÂNCIA, 937, CENTRO, ARACAJU/SE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ( Te c n o l ó g i c o ) 00 (cem) FACULDADE DE TECNOLOGIA DA PARAÍBA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DA PARAIBA SOCIE- DADE SIMPLES LTDA BR 230 KM4, S/N, ESTRADA DE CABEDELO, CABEDELO/PB ODONTOLOGIA (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS E SO- CIAIS PRODUÇÃO MULTIMÍDIA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE DE DESENVOLVIMENTO DO RIO GRANDE DO SUL CIÊNCIAS CONTÁBEIS (Bacharelado) 80 (oitenta) FACULDADE MOGIANA DO ESTADO DE SÃO PAULO AGES EMPREENDIMENTOS EDUCACIONAIS LTDA FADERGS - FACULDADE DE DESENVOLVIMENTO DO RIO GRANDE DO SUL S.A. ASSOCIACAO MOGIANA PARA DESENVOLVIMENTO DA EDUCACAO AVENIDA UNIVERSITÁRIA, 23, PARQUE DAS PALMEIRAS, CENTRO, PARIPIRANGA/BA RUA GENERAL VITORINO, 25, CENTRO, PORTO ALEGRE/RS AVENIDA PADRE JAIME, 2600, CENTRO, MOGI GUAÇU/SP GESTÃO DE TURISMO (Tecnológico) 80 (oitenta) FACULDADE DAS AMÉRICAS SOCIEDADE EDUCACIONAL DAS AMERICAS LTDA RUA AUGUSTA, 520, 508 A, CONSOLAÇÃO, SÃO PAULO/SP PSICOLOGIA (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE CAPIXABA DA SERRA EMPRESA CAPIXABA DA SERRA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSAO LTDA RUA BARÃO DO RIO BRANCO, 20, COLINA DE LARANJEI- RAS, SERRA/ES ADMINISTRAÇÃO (Bacharelado) 40 (quarenta) INSTITUTO FEDERAL DO SUL DE MINAS GERAIS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCACAO, CIENCIA E TEC- NOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS RODOVIA MACHADO PARAGUAÇU, KM 3, SANTO ANTÔNIO, MACHADO/MG RADIOLOGIA (Tecnológico) 50 (cento e cinquenta) FACULDADE METROPOLITANA DE MANAUS IME INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO LTDA AVENIDA CONSTANTINO NERY, 3000, CHAPADA, MANAUS/AM EVENTOS (Tecnológico) 48 (quarenta e oito) FACULDADE TECNOLÓGICA DENTAL CEEO DENTAL DIAGNOSTICO E TRATAMENTO LTDA - ME RUA DA INDEPENDENCIA, 290, CENTRO, IGREJINHA/RS ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 200 (duzentas) FACULDADE REGIONAL DE ALAGOINHAS UNIRB - UNIDADES DE ENSINO SUPERIOR DA BAHIA LT D A ESTÉTICA E COSMÉTICA (Tecnológico) 00 (cem) FACULDADE DE EDUCAÇÃO DE PORTO VE- LHO UNIRON - UNIAO DAS ESCOLAS SUPERIORES DE RON- DONIA LTDA. RUA ALTINO ROCHA ( ANTIGA MANOEL ROMAO), 00, UNIRB ALAGOINHAS, ALAGOINHAS VELHA, ALAGOI- NHAS/BA AVENIDA MAMORÉ, 403, 3 MARIAS, PORTO VELHO/RO CIÊNCIAS CONTÁBEIS (Bacharelado) 20 (cento e vinte) FACULDADE ORÍGENES LESSA ASSOCIACAO LENCOENSE DE EDUCACAO E CULTURA RODOVIA OSNI MATEUS, S/N, KM 08, SÃO JUDAS TADEU, LENÇÓIS PAULISTA/SP pelo código

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO ANEXO II INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS CANDIDATOS AUTODECLARADOS NEGROS EDITAL 74 DE 03/12/2015 TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM ADUCAÇÃO INSCRICAO CAMPUS CARGO NOME 19941 CAMPUS PATROCÍNIO TÉCNICO EM ALEX DE SOUZA

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

I ATOS E PORTARIAS DA DIREÇÃO DO FORO 1. Portarias

I ATOS E PORTARIAS DA DIREÇÃO DO FORO 1. Portarias PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL DE 1º GRAU SEÇÃO JUDICIÁRIA DA BAHIA Boletim Interno Informativo Nº 186/2005 Salvador, 20 de outubro de 2005 (Quinta-feira). TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO Presidente:

Leia mais

1.1.8 ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS QUALQUER ÁREA DE FORMAÇÃO/BELÉM 10057072, Augusto Rolim Dias Arruda, 68.

1.1.8 ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS QUALQUER ÁREA DE FORMAÇÃO/BELÉM 10057072, Augusto Rolim Dias Arruda, 68. MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS (ANTAQ) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE ESPECIALISTA EM REGULAÇÃO DE SERVIÇOS DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS,

Leia mais

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015.

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015. Certifico que, Ademir dos Santos Ferreira, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Certifico que, Almir Junio Gomes Mendonça, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Engenheiro

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 Professor Responsável: MARTA REGINA DE JESUS Dias / Hora / Local: 6a. Feira - 09/08 das 9:00 às 12:00h

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015 O Sesc em Minas comunica a relação nominal com as notas da prova ocorrida entre os dias 07/06/2015 à 14/06/2015 Considerando o que está previsto no subitem 5.1.3.1 do Descritivo

Leia mais

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL Adriana da Conceição Palhares Lopes Alexandra Rodrigues Barbosa Ana Salomé Lopes Queirós Andreia Dias da Costa Bianca Patricia Gonçalves Ramos Carina Filipa Monteiro Rodrigues

Leia mais

Relatório de Diplomas Registrados pela Universidade Federal de Minas Gerais Diplomas Registrados - 38ª Remessa. Assunto: Farmácia

Relatório de Diplomas Registrados pela Universidade Federal de Minas Gerais Diplomas Registrados - 38ª Remessa. Assunto: Farmácia 2640 RD.2013/2 11/09/2013 ACÁCIA TROTA 2013/09.00879 Universidade Federal de Minas Gerais 2666 RD.2013/2 12/09/2013 AILTON BATISTA JUNIOR Ciências Contábeis 2013/09.00916 Universidade Federal de Minas

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007 MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 17, DE 08 DE OUTUBRO DE 2007 - RESULTADO DO CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos : A 1248 1 Ana Garcia Amarante 1239 2 André Carneiro Rodrigues 124 3 Beatriz Branco Ramos 151 4 Camila Alves Salgado 16485 5 Daniel Emídio Costa dos Santos 1648 6 Débora Barroso Fernandes 16528 Hugo Paulo

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

Amanda Cardoso de Melo

Amanda Cardoso de Melo Aime Pinheiro Pires participou da palestra: Empreendedor De Sucesso, Amanda Cardoso de Melo Amanda Loschiavo Amoiré Santos Ribeiro Ana Carolina Pereira Pires Ana Carolina Pioto Magalhães Ana Cristina Angelo

Leia mais

RESULTADO PARCIAL DO ENSINO MÉDIO E TÉCNICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MODALIDADE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SOCIOEDUCACIONAL

RESULTADO PARCIAL DO ENSINO MÉDIO E TÉCNICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MODALIDADE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SOCIOEDUCACIONAL RESULTADO PARCIAL DO ENSINO MÉDIO E TÉCNICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL MODALIDADE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL SOCIOEDUCACIONAL O Diretor do Câmpus Uberaba no uso de suas atribuições conferidas pela

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC SECRETARIA GERAL DE CURSOS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC SECRETARIA GERAL DE CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC SECRETARIA GERAL DE CURSOS RESULTADO DAS SOLICITAÇÕES DE RETORNO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PARA O 1º PERÍODO LETIVO DE 2016. BASE LEGAL: ARTIGO 103 DO REGIMENTO GERAL

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A. Homologação do Concurso N. 001/2013. Número de Publicação: CONCURSO PÚBLICO N 001/2013

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A. Homologação do Concurso N. 001/2013. Número de Publicação: CONCURSO PÚBLICO N 001/2013 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A Homologação do Concurso N. 001/2013 Número de Publicação: BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A CONCURSO PÚBLICO N 001/2013 O Diretor - Presidente do Banco

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Tarde

Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Tarde Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Colocação : 25 Aluno : Matheus Rodrigues Cavalcante Colocação : 26 Aluno : Ana Paula Santos Lira Colocação : 27 Aluno

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

DE JANEIRO BOLETIM OFICIAL Nº 10/2003. Em, 31 DE JULHO DE 2003

DE JANEIRO BOLETIM OFICIAL Nº 10/2003. Em, 31 DE JULHO DE 2003 RIO FEDERAÇÃO DE KICK BOXING DO ESTADO DO DE JANEIRO BOLETIM OFICIAL Nº 10/2003 Em, 31 DE JULHO DE 2003 O Presidente da Federação de Kick Boxing do Estado do Rio de Janeiro, no uso de suas atribuições

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Cancerologia Cirúrgica - 3 anos

Cancerologia Cirúrgica - 3 anos Cancerologia Cirúrgica - 3 anos IGOR FERREIRA PACHECO 801465 3º 60,079 SERGIO DA SILVA PEREIRA 803209 4º 58,241 UPE - UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO KERGINALDO JÁCOME DA COSTA FILHO 801616 5º 52,368 JERÔNIMO

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ

Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ Poder Judiciário Página 1 of 6 Justiça Federal - 2a Região Seção Judiciária do RJ ATA DA 7ª SESSÃO DE JULGAMENTO DO ANO DE 2015 DA 05ªTR, REALIZADA NO DIA 30/06/2015 ÀS 14:00 h QUANDO PUBLICADAS AS DECISÕES,

Leia mais

ANALISTA DE INFORMÁTICA / SISTEMAS

ANALISTA DE INFORMÁTICA / SISTEMAS EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA - EMPREL ANALISTA DE INFORMÁTICA / SISTEMAS ALEXANDRE CANTINHO SALSA JUNIOR 900861 30º 60,00 ANA CECILIA VITAL DE ANDRADE, 901526 14º 67,00 ANDRE LUIZ DE OLIVEIRA LOPES

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

Ana Carolina Pereira Pires

Ana Carolina Pereira Pires Aimê Pinheiro Pires universidades e centros de pesquisa na geração de novos negócios, Ana Carolina Pereira Pires Ana Cristina Angelo Rocha Ana Paula Andrade Galvão Andre Araujo André Lopes Andre Luiz Santos

Leia mais

Relatório de Resultado por Curso 3,00 54,00 56,00 60,00 70,00 58,00 9,00 10,00 11,00 12,00 21,00

Relatório de Resultado por Curso 3,00 54,00 56,00 60,00 70,00 58,00 9,00 10,00 11,00 12,00 21,00 Av. Professor Mário Werneck, 25 Buritis 3050 Belo Horizonte/MG 1º Vestibular e Exame de Seleção de 15 do IFMG Campus Santa Luzia Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo 54 139 13 5423 3 57 191 117 2 2 172

Leia mais

CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA

CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANDRÊSSA CAIXETA SOUZA 0 Desclassificado

Leia mais

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA - VESTIBULAR 2014.2 LISTAGEM DE NOTAS APÓS REVISÃO

UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA - VESTIBULAR 2014.2 LISTAGEM DE NOTAS APÓS REVISÃO 14001001871-6 AFONSO RIBEIRO TRAVASSOS 14001002104-8 ALVARO HENRIQUE BARBOSA DE MIRANDA Biologia 17,50 17,50 14001000714-9 AMANDA MIRELLA KIYOMURA DE PAULA 14001001834-4 AMANDA VAZ LIMA 14001001717-8 ANA

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO ESCOLA DE CONTAS CONSELHEIRO OTACÍLIO SILVEIRA - ECOSIL D E C L A R A Ç Ã O

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO ESCOLA DE CONTAS CONSELHEIRO OTACÍLIO SILVEIRA - ECOSIL D E C L A R A Ç Ã O Declaramos, para os devidos fins, que ADEMARIO FÉLIX DE ARAÚJO FILHO, participou da palestra O FUTURO DO BRASIL, proferida por MAÍLSON FERREIRA DA NÓBREGA, por ocasião da Aula Magna de abertura do Mestrado

Leia mais

Hospital Sofia Feldman

Hospital Sofia Feldman Hospital Sofia ldman Relatório de Remuneração de Médicos Referente a Mês/Ano: 07/2015 NOME DO TRABALHADOR ROBERTO SALES MARTINS VERCOSA PAULO MAX GARCIA LEITE LUCAS BARBOSA DA SILVA JOAO BATISTA MARINHO

Leia mais

CUMPRIMENTO DE DECISÃO JUDICIAL.

CUMPRIMENTO DE DECISÃO JUDICIAL. CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DE DO CONCURSO PÚBLICO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS DO QUADRO DE PRAÇAS DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, PARA O ANO DE 2016 (CFSd QPPM/2016) CUMPRIMENTO DE

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL FOLHA DE RESULTADOS CORTA-MATO ESCOLAR 2013 PROVA: Corta-Mato Escolar - Fase de Ilha ORGANIZAÇÃO: S. Desporto de S. Miguel / A. Atletismo de S. Miguel DATA: 16 de

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

AMANDA COSTA DE MORAIS

AMANDA COSTA DE MORAIS O Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Administração da UFMG certifica que o(a) aluno(a) AMANDA COSTA DE MORAIS participou da 7ª Discussão Temática Diversidade e inovação: cultura empreendedora

Leia mais

Programação. Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação

Programação. Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação Programação Dia 31/05 1º período do curso de Engenharia de Computação 1ª PALESTRA DO DIA: 19h As perspectivas mercadológicas na era da Tecnologia da Informação para Utilização de Software nas Empresas

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

RESULTADO DO EXAME NACIONAL DE ACESSO - 2012

RESULTADO DO EXAME NACIONAL DE ACESSO - 2012 1. Candidatos da Rede Publica Classificados e aptos a solicitar matrícula prévia no período de 13/02/2012 à 17/02/2012. 2012-PROFMAT-526.0006-0 ALECIO SOARES SILVA Classificado 2012-PROFMAT-526.0175-9

Leia mais

1º Ciclo 1ª Categoria. 5.º Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Classificação Nome Escola 1º 9 Vasco Batista. 2º 2 Rodrigo de Carvalho F.

1º Ciclo 1ª Categoria. 5.º Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Classificação Nome Escola 1º 9 Vasco Batista. 2º 2 Rodrigo de Carvalho F. 1º 9 Vasco Batista Matriz 2º 2 Rodrigo de Carvalho F. Junior y 3º 7 Beatriz Cunha São Roque 4º 1 Isabel Maria C. R. da Ponte Medina y 5º 5 Maria João Cabral 6º 4 Ângela Oliveira 7º 6 Letícia Rego 8º 3

Leia mais

ADEMIR CATARINO DE SÁ ADRIANE GONÇALVES DE SOUZA ADRIELE SALES DA SILVA ALAN KARDEK SILVA BARROS

ADEMIR CATARINO DE SÁ ADRIANE GONÇALVES DE SOUZA ADRIELE SALES DA SILVA ALAN KARDEK SILVA BARROS NOME ADEMIR CATARINO DE SÁ ADRIANA DE JESUS DE BRITO ADRIANA OLIVEIRA SOUZA ADRIANE GONÇALVES DE SOUZA ADRIELE FATIMA ROCHA ADRIELE SALES DA SILVA ALAN KARDEK SILVA BARROS ALDAIR FEREIRA MELO ALINE FERREIRA

Leia mais

Processo seletivo - Programa Aprendiz CSN - Maio 2015 Selecionados - curso Mecânica Próxima etapa: Dinâmica de Grupo e Entrevista

Processo seletivo - Programa Aprendiz CSN - Maio 2015 Selecionados - curso Mecânica Próxima etapa: Dinâmica de Grupo e Entrevista ABRAHAO JUNIOR DE SOUZA PEREIRA ALAN SILVA DE ASSIS ALEXANDRE DE SOUZA PEREIRA FILHO ALYSSON DA COSTA ESTEVES ANA CLARA SILVA CABRAL ANDRE DA SILVA VIEIRA JUNIOR ANDRE LUIZ DE OLIVEIRA DOMINGOS ARTHUR

Leia mais

GRUPOS QUE UTILIZARÃO OS ALOJAMENTOS

GRUPOS QUE UTILIZARÃO OS ALOJAMENTOS V CONGRESSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO VALE DO SÃO FRANCISCO - CEFIVASF Petrolina, PE Complexo Multieventos UNIVASF 30 de abril a 2 de maio de 2015 GRUPOS QUE UTILIZARÃO OS ALOJAMENTOS GRUPO ALOJAMENTO PROFESSORA

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste

Faculdade de Tecnologia da Zona Leste São Paulo, 23 de janeiro de 2015. Prezados Discentes; O diretor da FATEC-ZL, encerrou na presente data, os trabalhos da primeira etapa do processo de transferência, conforme os critérios estabelecidos

Leia mais

Adriane Cristina de Jesus

Adriane Cristina de Jesus Adriane Cristina de Jesus Alexandre Coelho Rodrigues Gomes Alexandre Montenegro Nascimento Vilarinhos Ana Carolina Nogueira Ana Carolina Rodrigues Oliveira Ana Luiza de Paiva Silva Ana Luiza dos Anjos

Leia mais

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 List of Players Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 No Name Feder Club 1. Alexandre Aranda, Ini Conservatório de Música 2. Alexandre Alves, InfA Conservatório de Música 3. Alexandre Magalhães, InfA

Leia mais

VESTIBULAR 1º SEM 2015

VESTIBULAR 1º SEM 2015 Ampla Concorrência Curso : 012 Engenharia de Computação 1º 1448967 JOAO PAULO TINOCO ALVARENGA 93,0 Convocado 2º 1464090 GABRIEL BARROSO RUBIAO 89,0 Convocado 3º 1441526 ITALO NICOLA PONCE PASINI JUDICE

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N 001/2011 RESULTADO FINAL - ORDEM CLASSIFICAÇÃO

CONCURSO PÚBLICO EDITAL N 001/2011 RESULTADO FINAL - ORDEM CLASSIFICAÇÃO 135 CARLUCIA MADALENA DE OLIVEIRA 484.124.365 92,50 HABILITADO 1 HABILITADO 138 CARMEM LUCIA VIEIRA LIETE NOGUEIRA 206.656.658 87,50 HABILITADO 2 HABILITADO 176 CRISTIAN SAMUEL E SILVA MIKALAUSKA 214.491.596

Leia mais

PROCESSO DE INGRESSO - 2012 3 REMANEJAMENTO EXTRA. SSA 3ª Fase - 2012

PROCESSO DE INGRESSO - 2012 3 REMANEJAMENTO EXTRA. SSA 3ª Fase - 2012 330 - ENGENHARIA CIVIL - Bacharelado 1ª ENTRADA N - Noite 1005450100565149 GABRIELLA KATARINE SILVA NETO REMANEJADO 58,318 UNIVERSAL 4971019955975653 GUILHERME MARINHO DE ASSIS FERNANDES ANGE MATRICULADO

Leia mais

EDITAL CIRCULA MINAS - INTERCÂMBIO 2015 - SELEÇÃO DE NOVEMBRO/2015

EDITAL CIRCULA MINAS - INTERCÂMBIO 2015 - SELEÇÃO DE NOVEMBRO/2015 EDITAL CIRCULA MINAS - INTERCÂMBIO 2015 - SELEÇÃO DE NOVEMBRO/2015 PRÉ INSCRIÇÃO RECEBIDA INTEGRANTES DA PROPOSTA (EM CASO DE GRUPO, CIA OU COLETIVOS) CPF/CNPJ ÁREA ORIGEM DATA DA VIAGEM DESTINO PROTOCOLO

Leia mais

TREINAMENTO BOLSAS DE 100%

TREINAMENTO BOLSAS DE 100% S BOLSAS DE 100% Francisco Júnior Bruno da Silva Quintão Nelson França Gomes João Marcos Freitas Alves Raul Ramos Rodriguez Montador de Andaime BOLSAS DE 40% Peter David Marciano Erick Douglas Paulo Victor

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DO PLANALTO 11a REGIÃO MILITAR (Cmdo Mil de Bsb/1960) REGIÃO TENENTE-CORONEL LUIZ CRULS

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DO PLANALTO 11a REGIÃO MILITAR (Cmdo Mil de Bsb/1960) REGIÃO TENENTE-CORONEL LUIZ CRULS MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO COMANDO MILITAR DO PLANALTO 11a REGIÃO MILITAR (Cmdo Mil de Bsb/1960) REGIÃO TENENTE-CORONEL LUIZ CRULS DIVULGAÇÃO DO RESULTADO DOS RECURSOS DOS CANDIDATOS AO ESTÁGIO

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 Crédito no dia 30/07/15 Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 NOME Nº DE PROCESSO ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0012546-17.2012.8.19.0211 ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0007033-68.2012.8.19.0211

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468.

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468. CARGO Área de Atuação Nº CPF NOME DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 BÁRBARA CRISTINA DOS CORREIA Nota Final

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR/2012 - FUNEDI/UEMG - 25/01/2012 LISTAGEM DE CANDIDATOS APROVADOS - ORDEM ALFABÉTICA

CONCURSO VESTIBULAR/2012 - FUNEDI/UEMG - 25/01/2012 LISTAGEM DE CANDIDATOS APROVADOS - ORDEM ALFABÉTICA CONCURSO VESTIBULAR/0 - FUNEDI/UEMG - /0/0 00 ALINE APARECIDA GONÇALVES MOREIRA ALINE FERNANDA RIBEIRO ANDRADE 0 ALINE INES DE OLIVEIRA CAMPOS ALLAN EDUARDO DE SOUZA ANDRÉ FÁVERO SILVA 0 ARNALDO MESQUITA

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO ESCOLA DE CONTAS CONSELHEIRO OTACÍLIO SILVEIRA - ECOSIL D E C L A R A Ç Ã O

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO ESCOLA DE CONTAS CONSELHEIRO OTACÍLIO SILVEIRA - ECOSIL D E C L A R A Ç Ã O Declaramos, para os devidos fins, que PAULO ROBERTO DINIZ DE OLIVEIRA, participou no dia 10 de março de 2015, no horário das 10h00 às 12h00, do treinamento sobre o Envio das Prestações de Contas do Exercício

Leia mais

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts CIRCUITO PORTUGAL TOUR 0 ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 0.0.0 APRENDIZ - 00 + NOVOS Prova- corrida 00 mts + natação 0 mts + corrida 00 mts A LUISA CUNHA Casa Benfica de Abrantes 00 0:: A0 INÊS IACHIMOVSCHI

Leia mais

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Nº de Oferta Ordem Pontuação Nome do Docente 758 1 100 Andreia Cristina de Sousa Gomes 758 2 100 Cidália Maria Faria Mendes de Sousa 758 3 100 Marta Raquel Cardoso

Leia mais

GESTÃO PÚBLICA EAD 2013.1 2ª E ÚLTIMA CHAMADA (LISTA DE ESPERA)

GESTÃO PÚBLICA EAD 2013.1 2ª E ÚLTIMA CHAMADA (LISTA DE ESPERA) GESTÃO PÚBLICA EAD 2013.1 2ª E ÚLTIMA CHAMADA (LISTA DE ESPERA) Todos os candidatos convocados deverão comparecer para efetuar cadastramento nos dias 03/05/2013, no horário das 8 às 11h e das 14 às 17h

Leia mais

PORTARIA No- 331, DE 14 DE ABRIL DE 2015

PORTARIA No- 331, DE 14 DE ABRIL DE 2015 PORTARIA No- 331, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Concede autorização e renovação de autorização a estabelecimentos e equipes de saúde para retirada e transplante de órgãos. A Secretária de Atenção à Saúde, no

Leia mais

FAETEC 2014.1 - Edital de Vagas Remanescentes. 2a Reclassificação

FAETEC 2014.1 - Edital de Vagas Remanescentes. 2a Reclassificação Seleção: Ensino Técnico de Nível Médio na forma articulada: integrada Unidade Escolar: ETE Adolpho Bloch Curso: Hospedagem Turno: Diurno 15 16 17 18 19 20 21 39430 40423 40708 42151 42191 42949 43655 2522302

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA DO CHS Vivian Heringer Pizzinga APROVADO 1 Luiza do Carmo Louzada APROVADO 2 Thais Klein de Angelis APROVADO 3 Alessandra Teixeira Marques Pinto APROVADO 4 Mercedes Duarte e Silva APROVADO 5 Carlos Emmanuel

Leia mais

U n i v e r s i d a d e d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o. C e n t r o d e C i ê n c i a s S o c i a i s

U n i v e r s i d a d e d o E s t a d o d o R i o d e J a n e i r o. C e n t r o d e C i ê n c i a s S o c i a i s GRADE HORÁRIA MANHÃ/TARDE 2014/2 2º SEMESTRE 1º PERÍODO SALA 7002 F História do do Pensamento Político I História do Política I Política I I I História do Política I Política I Introdução à Introdução

Leia mais

ADRIANO JOSÉ CAVALCANTI SILVA CRM AL 03616 ENDEREÇO: AV.HUMBERTO MENDES, 140 FAROL (82) 3326-6816

ADRIANO JOSÉ CAVALCANTI SILVA CRM AL 03616 ENDEREÇO: AV.HUMBERTO MENDES, 140 FAROL (82) 3326-6816 ADRIANO JOSÉ CAVALCANTI SILVA CRM AL 03616 ENDEREÇO: AV.HUMBERTO MENDES, 140 FAROL (82) 3326-6816 ALAN TEIXEIRA BARBOSA CRM AL 02229 RUA COMENDADOR PALMEIRA, 122 FAROL (82) 3223-5517 ALBERTO ANTUNES DOS

Leia mais

LISTA DE CLASSIFICADOS

LISTA DE CLASSIFICADOS LISTA DE CLASSIFICADOS Curso: Web Design Comparecer para a matrícula do dia (Segunda à Sexta) Horário:das 09h às 12h e 13h às 17h Ord Nome Candidato RG Pont Período Matrícula 1 Allana Araujo Baroni 235033068

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO VICE REITORIA DE ENSINO DE PÓS GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO VICE REITORIA DE ENSINO DE PÓS GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO VICE REITORIA DE ENSINO DE PÓS GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO PRÓ REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS FORMAÇÃO DE EQUIPES DE ALUNOS QUE PARTICIPARÃO DOS 5º JOGOS MUNDIAIS

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR - 2014

CONCURSO VESTIBULAR - 2014 FIP - FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS Data - 5/8/2014 COMPROV - COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES PAG - 1 RELACÃO DOS CANDIDATOS CLASSIFICADOS E APROVADOS MEDICINA - ORDEM POSIÇAÕ ORDEM INSCRIÇÃO NOME

Leia mais

REPRESENTANTES - 5ª CCR

REPRESENTANTES - 5ª CCR REPRESENTANTES - 5ª CCR Unidade Procurador(a) E-mail Telefones 5ªCCR Composição 5ª CCR Denise Vinci Túlio Coordenadora Rodrigo Janot Monteiro de Barros Membro-Titular Valquíria Oliveira Quixadá Nunes Membro-Titular

Leia mais

BOLETIM ELETRÔNICO DE SERVIÇOS

BOLETIM ELETRÔNICO DE SERVIÇOS BOLETIM ELETRÔNICO DE SERVIÇOS Campus Floriano Teresina (PI), 31 de outubro de 2014. PORTARIA Nº001/2014, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2014. Designar os servidores Lázaro Miranda Carvalho, Professor do Ensino

Leia mais

DESPACHO DIGES 1066 DESPACHO

DESPACHO DIGES 1066 DESPACHO 1 de 5 11/06/2015 18:57 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO DESPACHO DIGES 1066 DESPACHO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DE ESTUDOS PARA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO E STRICTO SENSU RESULTADO

Leia mais

LOCAL: Auditório CEAM- O candidato deve pegar um transporte alternativo e pedir ao motorista que o deixe no CEAM que fica logo após o Porto Itaguaí

LOCAL: Auditório CEAM- O candidato deve pegar um transporte alternativo e pedir ao motorista que o deixe no CEAM que fica logo após o Porto Itaguaí DINÂMICA DE GRUPO DIA: 11/08/2008 CARGO: APRENDIZ I - Operação Portuária 1. Aline Aparecida Ramos Muniz 2. Carla Cristina Gonçalves Silva 3. Carolina de Sousa 4. Douglas Leite Cardoso 5. Erick Rodrigo

Leia mais

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio Local de atuação : ARMAÇÃO DE BUZIOS 1 15 Bárbara Audára Brito Gomes APTO 19/02/1965 11 8 9 6 34 2 22 Wellington Santos da Luz APTO 19/05/1976 10 7 9 6 32 segunda-feira, 18 de abril de 2005 Pag. 1 de 19

Leia mais

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO Certificamos para os devidos que ESTEVÃO JÚNIOR participou da atividade de extensão de Simulado da OAB, promovida pelas Faculdades Kennedy de Minas Gerais, no dia 07 de outubro de 2015, com carga horária

Leia mais

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas

MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS. Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas MINISTÉRIO DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Gabinete do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas Aviso n.º 6326/2003 (2.ª série). O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas faz publicar por círculos

Leia mais

RESULTADO DA ANÁLISE CURRICULAR LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

RESULTADO DA ANÁLISE CURRICULAR LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA APRENDIZAGEM MOTORA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO RESULTADO DA ANÁLISE CURRICULAR LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA ANA PAULA ZANINI DA SILVA DESCLASSIFICADA ITEM 2.1.1 LUIZ FERNANDO MARIANO MONTEIRO 47 PONTOS

Leia mais

MONTE ALEGRE TÉCNICO EM COMÉRCIO EXTERIOR CANDIDATOS COTISTAS COM RENDA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS E DENTRO DA RESERVA POR ETNIA

MONTE ALEGRE TÉCNICO EM COMÉRCIO EXTERIOR CANDIDATOS COTISTAS COM RENDA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS E DENTRO DA RESERVA POR ETNIA TÉCNICO EM COMÉRCIO EXTERIOR CANDIDATOS COTISTAS COM RENDA ATÉ 1,5 SALÁRIOS MÍNIMOS E DENTRO DA RESERVA POR ETNIA Não foram encontrados candidatos inscritos nessa categoria! TÉCNICO EM COMÉRCIO EXTERIOR

Leia mais

Resultado Final - Turma Gestão em TI

Resultado Final - Turma Gestão em TI Resultado Final - Turma Gestão em TI Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Resultado Etapa 1 Resultado Etapa 2 Resultado Final Alexandre Antunes Barcelos 7,080 5,118 6,295 Centro Federal

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

RESULTADO DAS SOLICITAÇÕES DE MUDANÇA DE TURNO MATERNAL PARA O 1 ANO DA ED. INFANTIL

RESULTADO DAS SOLICITAÇÕES DE MUDANÇA DE TURNO MATERNAL PARA O 1 ANO DA ED. INFANTIL Srs. Pais e/ou Responsáveis, RESULTADO DAS SOLICITAÇÕES DE MUDANÇA DE TURNO O colégio Marista de natal, em resposta às solicitações realizadas pelos senhores para troca de turno em 2015, informa que, até

Leia mais

Cursos Profissionais Turma 1P1 Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos

Cursos Profissionais Turma 1P1 Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Turma 1P1 Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Nome * Bruno Miguel de Sá Gonçalves b 3,818 TGPSI Fábio Daniel de Sá Gonçalves b 3,727 TGPSI Leandro Filipe da Silva Veiga b 3,364 TGPSI

Leia mais