SUSTENTABILIDADE. Qualquer projeto surge de uma idéia que brota, ao mesmo tempo, na cabeça e no coração de quem a pensa (autor desconhecido)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUSTENTABILIDADE. Qualquer projeto surge de uma idéia que brota, ao mesmo tempo, na cabeça e no coração de quem a pensa (autor desconhecido)"

Transcrição

1 Qualquer projeto surge de uma idéia que brota, ao mesmo tempo, na cabeça e no coração de quem a pensa (autor desconhecido) TERMO DE REFERENCIA PRS - DOC 002/2011 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA ATENDER AO PROJETO DE SUSTENTABILIDADE DA CERON, NO MUNICÍPIO DE JI-PARANÁ NO ESTADO DE RONDONIA

2 1. OBJETO Contratação de empresa para atender ao projeto de Sustentabilidade da Eletrobras Distribuição Rondônia, no município de Ji-Paraná no estado de Rondônia LOCAL DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS E HORÁRIO Nome da Escola/Instituição onde o projeto será desenvolvido: Ji-Paraná: EEEFM José Francisco dos Santos Endereços: Ji-Paraná: Rua Porto Velho, Bairro Dom Bosco Ji-Paraná RO (Escola José Francisco) Entidade Mantenedora: Ji-Paraná: EEEFM José Francisco dos Santos - Secretaria Estadual de Educação de Porto Velho SEDUC Modalidades de Ensino: Ensino Fundamental e Médio - Regular de 1º ao 9º ano e Ensino Médio Período de Funcionamento: 1º turno: matutino, 2º turno: vespertino e 3º turno: noturno Equipe Gestora Diretor: Luis Fernando Seriguelli Equipe Técnica Pedagógica: Professores, Vice Diretora, Secretária, Supervisoras, Orientadoras e Psicóloga, coordenadoras pedagógicas Clientela: 1º turno: matutino, 2º turno: vespertino e 3º turno: noturno. Capacidade Operacional Número de alunos: 1411 alunos Estrutura Física: Possui 15 salas de aula, 01 Secretaria, Sala de Leitura, Sala de Vídeo, Biblioteca, Sala dos Professores, Sala de recursos audiovisual, Sala de Saúde, Orientação e APP, Direção e Vice - Direção. Possui um pavilhão onde fica localizado bloco de banheiro, refeitório, cozinha, depósito de merenda, depósito de material em geral e Sala de Oficina Pedagógica e Educação Física, Psicologia, arquivo da Secretaria, Sala de Musica, 01 quadra esportiva coberta, 01 quadra esportiva descoberta, 01 espaço com palco para pequenas apresentações.

3 2. JUSTIFICATIVA A fim de melhor orientar os presentes e os futuros consumidores da Eletrobras Distribuição Rondônia quanto ao uso eficiente e racional e seguro de energia elétrica. O PROJETO usando as suas ferramentas, através de um Programa Educacional/Musical, desenvolverá, incluindo informações sobre gênero, meio ambiente, saúde e cidadania, ações visando a formação e difusão de uma cultura de conservação e uso racional da energia elétrica junto ao público escolar. A proposta é que, através da música e suas ferramentas, oportunizar aos alunos, professores, servidores, pais e comunidade utilizando os métodos do PROCEL e o Kit Multimídia, para o consumo eficiente de energia. Para isso será usado material didático como: cartilhas, música, composição, paródia, protótipo de uma residência padrão, palestras e visita à ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDONIA. Aos participantes será dada a oportunidade de acompanhar o consumo de energia elétrica nas suas residências buscando indicadores quanto ao alcance da disseminação da idéia do uso consciente da energia elétrica, concorrendo a premiação específica. O projeto pretende oportunizar a construção da cidadania, através da inclusão da música e suas práticas na escola. Para atingir esse objetivo a Empresa usará como ferramenta principal a música, que como qualquer outra arte, acompanha historicamente o desenvolvimento da humanidade, e com maior ou menor intensidade está na vida do ser humano, despertando emoções e sentimentos de acordo com a capacidade de percepção que cada um poderá desenvolver. O ensino e as práticas ligadas à música na escola são capazes de contribuir para o desenvolvimento pessoal, cognitivo, da inteligência e pensamento crítico do educando. Para a execução deste projeto, a Empresa/Associação contratada disponibilizará através de Contrato. com a Eletrobras Distribuidora Rondônia, facilitadores/ oficineiros de música com o perfil citado no item 9 a fim de responderem pela execução do presente termo de referência, bem como pelo seu acompanhamento e prestação de contas, inclusive com apresentação à Eletrobrás Distribuição Rondônia dos indicadores pré-estabelecidos e das ações/resultados previstos neste Termo. 3. FUNDAMENTAÇÃO O Contrato. entre a Empresa/Associação contratada tem embasamento no Plano de Ação da Sustentabilidade biênio 2010 / 2011, já aprovado em diretoria e previsão do uso 0,42% da ROL em projetos de sustentáveis de responsabilidade social. 4. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE Designar um (a) empregado (a) como Representante da Administração gestor (a) do contrato em Ji-Paraná, especialmente para acompanhar e fiscalizar a execução do contrato, observando se os parâmetros e rotinas estabelecidas dentro do plano de ação estão sendo cumpridas; Prover a escola participante do projeto das informações que o projeto pretende difundir relativos ao uso racional e seguro da energia elétrica e outros.

4 5. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 5.1 Ter sob sua responsabilidade profissionais com capacidade técnica conforme esse Termo de referencia, cumprindo a periodicidade, pagamento conforme a execução das atividades fixadas no cronograma com base no valor e quantidade hora/aula efetivamente praticada; 5.2 Cumprir a legislação trabalhista, previdenciária e social dos profissionais alocados nos postos de trabalho, inclusive no que se refere à jornada de trabalho, horários e periodicidade para a execução das atividades fixadas pela Centrais Elétricas de Rondônia S.A - Ceron e ao pagamento de salário no prazo legal em conformidade com as determinações da Lei, convencional ou constitucional; 5.3 Assumir inteira responsabilidade pela execução das atividades, prestando os serviços dentro dos parâmetros e rotinas estabelecidas para cada posto de trabalho e observar as recomendações aceitas pela boa técnica, normas e legislação; 5.4 Responsabilizar-se civil e penalmente, na forma e termos da lei, pelos danos causados à Centrais Elétricas de Rondônia S.A - Ceron ou ao seu patrimônio, ou a terceiros, decorrentes da culpa, dolo, negligência, omissão, imperícia ou imprudência do profissional alocado no posto de trabalho, na execução dos serviços objeto deste Termo de Referência; 5.5 Manter disponibilidade de efetivo dentro dos padrões desejados, para reposição imediata no(s) caso(s) de afastamento dos facilitadores/oficineiros (as), por motivo de faltas, férias, licença médica, acidentes de que possam ser vítimas e outros impedimentos, bem como impedir que o facilitador/oficineiro (a) que cometer falta disciplinar qualificada como de natureza grave, seja mantido ou retorne às atividades nas dependências da CONTRATANTE; 5.6 Responsabilizar-se pelo encaminhamento e o tratamento médico dos (as) facilitadores/oficineiros alocados, em caso de doença ou mal súbito, ou quaisquer acidentes de que possam ser vítimas quando em serviço, por tudo quanto as Leis trabalhistas e previdenciárias lhes assegurem e demais exigências legais, quando exigíveis, para o exercício das atividades; 5.7 Cumprir, além dos postulados legais vigentes de âmbito federal, estadual ou municipal, as exigências mínimas de segurança e medicina do trabalho da CONTRATANTE; 5.8 Manter conduta adequada na utilização dos materiais, equipamentos, ferramentas, utensílios e equipamentos de segurança, objetivando a correta execução dos serviços; 5.9 Em caso de efetuar os pagamentos por oficinas, fornecer mensalmente, anexo à nota fiscal, a comprovação de pagamento dos facilitadores/oficineiros prestadores de serviço, objeto deste Termo de Referência; 5.10 Repor, no prazo máximo de 24 (vinte e quatro) horas, qualquer objeto da Administração e/ou de terceiros que tenha sido danificado ou extraviado por quaisquer dos facilitadores/oficineiros alocados nos postos de trabalho objeto desse Termo; 5.11 Fornecer mensalmente, anexo à nota fiscal: a folha de pagamento de todos os profissionais alocados em cada posto de trabalho, cópia autenticada da respectiva Guia de Recolhimento de Contribuições Previdenciárias (GRPS) e relatórios dos postos de trabalho apontando as faltas não cobertas e os atrasos para descontos do valor da fatura mensal;

5 5.12 Orientar todos (as) profissionais alocados, quanto a necessidade de acatar as orientações do (a) empregado (a) Representante da Administração (gestor (a) do contrato) inclusive quanto ao cumprimento das Normas Internas; Responder pela observação e cumprimento das normas de segurança que envolvem a atividade objeto desse termo, direta e indiretamente; 5.14 Não transferir a terceiros, por qualquer forma, nem mesmo parcialmente, nem subcontratar quaisquer dos serviços objeto da contratação, sob pena de rescisão contratual; 5.15 Aceitar nas mesmas condições contratuais, os acréscimos ou supressões que se fizerem nos serviços até 25% (vinte e cinco por cento) do valor contratado; 5.16 Manter, durante toda a execução do contrato, em compatibilidade com as obrigações assumidas, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na Licitação; 5.17 Comunicar à CONTRATANTE quaisquer fatos ou circunstâncias detectadas por seus profissionais, quando da execução dos serviços, que prejudiquem ou possam prejudicar a qualidade dos serviços ou comprometer a integridade de pessoas e do patrimônio da CONTRATADA; 5.18 Disponibilizar número telefônico fixo e móvel, , fax ou bip, objetivando a comunicação rápida no que tange aos serviços contratados; 5.19 Não serão admitidos pagamento de salário inferiores ao piso garantido pela legislação trabalhista, acordos, convenções ou dissídios coletivos das categorias alocadas nos postos de trabalho objetos de Termo Referência; 5.20 Requerer e acompanhar junto aos responsáveis pelos menores, que venham participar do projeto, autorização por escrito para participação no projeto ou de ações que dele derivem; 5.21 Requerer autorização específica quando houver apresentação requerida pela contratante fora da escola. 6. HORÁRIO DA REALIZAÇÃO DO PROJETO Este projeto será desenvolvido em período oposto ao que o estudante encontra-se em sala de aula, oferecendo oportunidade para a iniciação e aprimoramento musical, para manifestação de talentos e a melhoria no desempenho escolar das crianças, adolescentes, jovens. Os (as) alunos (as) que têm aula no período da manhã serão atendidos pelo projeto no período da tarde. Os (as) alunos (as) que têm aula no período da tarde serão atendidos pelo projeto no período da manhã. Os ensaios se darão conforme cronograma anexo e parte desse Termo. As apresentações se darão de acordo com agenda prévia de 20 dias, e quando as mesmas se derem fora da escola contarão com o apoio da Centrais Elétricas de Rondônia S/A - CERON para transporte, alimentação, quando se justificar e for aprovado pelo gestor do contrato na CERON e se fizer necessário será providenciado hospedagem quando as referidas forem fora do município de Ji-Paraná.

6 7. ACOMPANHAMENTO E FISCALIZAÇÃO DO PROJETO Este projeto será realizado pela empresa ou associação ganhadora do certame licitatório e será acompanhado por profissional representante da Centrais Elétricas de Rondônia S/A - CERON - Processo de Sustentabilidade Administração em Ji-Paraná Regional Centro previamente designado pela Empresa CONTRATANTE, que fará também a fiscalização das atividades. Ao final do período de 12 (doze) meses o representante da Centrais Elétricas de Rondônia S/A - CERON deverá elaborar relatório das atividades desenvolvidas no projeto. 8. REQUISITOS TÉCNICOS 8.1- PERFIL DA EMPRESA/ASSOCIAÇÃO PARA EXECUÇÃO DA PARTE ADMINISTRATIVA E DE ACOMPANHAMENTO DO PROJETO A Empresa/Associação contratada junto à Centrais Elétricas de Rondônia S/A - CERON para a execução dos serviços descritos no presente projeto básico precisará: Ser entidade que já realiza atividades musicais dentro de escolas e possui instrumentos próprios para o desenvolvimento das atividades musicais. Ter certificação de utilidade pública municipal e estadual. Ser instituída juridicamente e estar prestando serviço na área musical há pelo menos 5(cinco) anos; Ter registro ou participação como membro de Associação Civil de caráter Cultural, Educativo que envolva Educação Pedagógica e Direitos Humanos, com estudos, pesquisa, projetos, eventos e programas que utilizem como Linguagem as manifestações artísticas, e promovam a consciência cidadã. A entidade em seus afins deve poder reunir interessados em atividades artísticas, culturais, ambientais, educativas, filantrópicas, folclóricas, sociais e cidadãs a fim de desenvolver estudos, pesquisas, projetos, programas e apresentações de trabalhos, possam servir e desenvolver a arte-educação e sua produção artístico cultural e promover eventos e ações de educação para Eficiência Energética; Ter atestado de capacidade técnica comprovando a execução de serviços como os descritos no objeto desta licitação fornecidos por pessoas jurídicas de direito público ou privado, em papel timbrado, que comprovem a prestação dos mesmos. O atestado deverá conter os seguintes dados: - escopo do projeto; - metodologia que foi adotada ; - data de início e término do trabalho; - resultados que foram alcançados; 8.2 Os (as) profissionais que trabalharão fazendo parte da equipe de execução do projeto precisarão apresentar o perfil mínimo conforme descrito abaixo:

7 9 PERFIL DO (a) PROFISSIONAL PARA EXECUÇÃO DA PARTE MUSICAL DO PROJETO 9.1 Comprovar através de certificado, experiência na área de música e para o assistente/monitor do professor regente estar inscrito no projeto e freqüentando as aulas de música; 9.2 Ter o Ensino Médio Completo comprovado através de certificado emitido pela instituição de ensino e para o assistente/monitor do professor regente, ensino fundamental completo; 9.3 Ter Experiência com atuação e regência de grupos musicais e ou Fanfarras junto à escolas com no mínimo 6 (seis) meses (Comprovado em declarações de instituição de ensino assinado por seu diretor(a) e para o assistente/monitor do professor regente ter conhecimento elementar de música para assistir (apoiar) alunos iniciante e estar freqüentando as aulas de música do projeto. 10 PERFIL DO (a) PROFISSIONAL PARA EXECUÇÃO DA PARTE DE REGÊNCIA DE CORAL DO PROJETO 10.1 Ter experiência de Regência de Coral (Comprovado em declarações de instituição de ensino assinado por seu diretor(a); 10.2 Ter o Ensino Médio Completo comprovado através de certificado emitido pela instituição de ensino; 10.3 Experiência com atuação em Trabalhos Sociais de no mínimo 6 (seis) meses anos comprovado através de declaração assinada pelo responsável da ação/projeto. 11. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS Planos de Ações para o Projeto no desenvolvimento de ações musicais relacionadas a aulas de violino, viola, violoncello, contrabaixo, canto coral e formação de orquestra, em parceria Empresa/Associação, sendo os instrumentos musicais que e outros que serão necessários a execução do projeto de responsabilidade da empresa/associação contratada. Plano de Ação META 01 Como AULAS DE VIOLINO, VIOLA, VIOLONCELLO, CONTRABAIXO, CANTO CORAL, FORMAÇÃO DE ORQUESTRA E COMPOSIÇÃO DE PARÓDIA. Ensinar teoria musical, conceitos básicos de História da Música, prática de coral, instrumentos de cordas friccionadas, formação de Orquestra e composição de paródia. Quem Estrutura física Recursos Manutenção dos dos instrumentos Quando Oficineiros autônomos que prestarão serviço à conveniada de acordo com este Termo de Referência. Sala de Música em escola. Papel sulfite, tinta para impressora, fotocópias, caderno de música, cordas para violino, violoncello, viola e contrabaixo. violino, viola, violoncello e contrabaixo. Durante 12 meses, no período de julho de 2011 a julho/2012, (exceto período de Férias escolares ) de acordo com o Contrato. firmado. Aulas: As 40 horas de cada facilitador/oficineiro serão distribuídas mensalmente de acordo com

8 Resultados Propostos o cronograma em anexo atendendo um total de no mínimo 60 (sessenta) alunos divididos em turmas de acordo com o curso. Aprender noções básicas de teoria musical, conceitos básicos de História da Música, prática de coral, instrumento de cordas friccionadas, formação de Orquestra e composição de paródia. 1) Buscar informar-se sobre eficiência energética (uso racional e seguro de energia elétrica). 2) Orientar quanto aos 8 objetivos do milênio 3) Orientar quanto as questões de Gênero e aos princípios de empoderamento das mulheres Igualdade significa negócios. Ter paródias que façam referencia aos itens citados (1, 2, 3) Plano de Ação META 02 Como ENSAIOS DE VIOLINO, VIOLA, VIOLONCELLO, CONTRABAIXO, CANTO CORAL, ORQUESTRA E PARÓDIA. A partir do material didático, partituras, kits de ensaio, letras de música, recursos multimídia, definidos pelo coordenador (a) do projeto. Quem Estrutura física Recursos Manutenção dos instrumentos Quando Resultados Facilitador/Oficineiros autônomos que prestarão serviço à conveniada de acordo com este Termo de Referência. Sala de Música na escola. Instrumentos musicais, material multimídia e espaço adequado Nas dependências da escola violino, viola, violoncello e contrabaixo. Durante 12 meses, no período de julho a julho/2012, (exceto período de férias escolares ) de acordo com o Contrato. firmado. Aulas: As 40 horas de cada oficineiro serão distribuídas mensalmente de acordo com o cronograma em anexo atendendo um total de no mínimo 60 (sessenta) alunos divididos em turmas de acordo com o curso. Possibilitar a equipe técnica pedagógica aferir a respeito do desenvolvimento cognitivo literário dos discentes; Escolher livros que possam contribuir com a educação e a formação dos alunos; Possibilitar o conhecimento sobre eficiência energética ( uso racional e seguro de energia elétrica) através do material cedido pela Eletrobras Distribuição Rondônia Explorar nos livros (quando oportuno) conceitos de gênero, empoderamento das mulheres, os oito objetivos do milênio, cidadania e diversidade entre outros; Plano de Ação META 03 Como APRESENTAÇÃO DE VIOLINO, VIOLA, VIOLONCELLO, CONTRABAIXO, CANTO CORAL E FORMAÇÃO DE ORQUESTRA Com o coral formado e ensaiado, serão realizadas as apresentações públicas. Com a orquestra formada e ensaiada, serão realizadas as apresentações públicas. Quem Local Regentes de coral, da Orquestra e alunos vinculados ao projeto Apresentação no I FESTIVAL DA CANÇÃO da Eletrobras Distribuição Rondônia em 2011 em Ji-Paraná. Apresentação em datas festivas, na Empresa.

9 Recursos Manutenção dos instrumentos Quando Resultados Instrumentos musicais, material multimídia e espaço adequado dentro da escola violino, viola, violoncello e contrabaixo Durante 12 meses, a partir da assinatura do contrato, OS ou outro instrumento (exceto período de férias escolares ) de acordo com o Contrato. firmado. Aulas: As 40 horas de cada oficineiro serão distribuídas mensalmente de acordo com o cronograma em anexo atendendo um total de no mínimo 60 (sessenta) alunos divididos em turmas de acordo com o curso. Informar e conscientizar quanto ao uso eficiente e seguro da energia elétrica Orientar quanto a equidade de Gênero, empoderamento das mulheres e os 8 objetivos do milênio, Participar de eventos. Criar, desenvolver e preparar o Coral e Orquestra Realização pessoal dos participantes. Maior envolvimento com a música. Melhor relacionamento com a escola e a comunidade. Desenvolvimento pessoal. Incentivar interesse pela música. Criar melhores expectativas de futuro. Despertar novos talentos. Despertar crianças, adolescentes e jovens para a música Conteúdo Programático História da Música Reconhecimento de no mínimo dois períodos da história Reconhecimento visual e auditivo dos Instrumentos musicais Teoria Musical: Propriedade da música, melodia, harmonia e ritmo As sete notas musicais Pauta ou Pentagrama Estudo das claves / Claves de Sol e Fá Leitura de notas nas claves de Sol e Fá Percepção Musical Execução de exercícios ritmos com palmas, pés e voz. Divisão rítmica com o mínimo de 03 figuras musicais Composição Como compor paródia Participação e importância da mulher na história da musica. META 01 Como Quem Reunião para discutir a seleção de material didático e apoio a ser utilizado. Através de reunião com a equipe do projeto Coordenadores deste projeto, oficineiros e equipe pedagógica.

10 Local Recursos Quando Resultados 12. FESTIVAL Sala de Música na escola Material didático, material de estudo Assim que o Contrato./Contrato seja assinado. Possibilitar a equipe técnica pedagógica aferir a respeito do desenvolvimento cognitivo literário dos discentes; Escolher material didático e de apoio que possam contribuir com a educação e a formação dos alunos; Possibilitar o conhecimento sobre eficiência energética (uso racional e seguro de energia elétrica) através do material cedido pela Centrais Elétricas e Rondônia S/A- CERON; Explorar nos livros (quando oportuno) conceitos de gênero, empoderamento das mulheres, os oito objetivos do milênio, cidadania e diversidade entre outros O I FESTIVAL DA CANÇÃO em Ji-Paraná Regional Norte é a concretização do Projeto e tem em sua primeira etapa a realização de oficinas musicais que resultam em composições de paródias, apresentação de alunos do piano, coral e orquestra. Plano de Ação META 01 ENSAIOS PARA O FESTIVAL DA CANÇÃO Como Quem Local Recursos Quando Resultados através de ensaios do coral, piano, orquestra e das paródias compostas. Facilitadores/ Oficineiros e alunos inscritos para o projeto Sala de Música da escola. Instrumentos, partituras, estantes, tinta para impressora, papel sulfite. Durante 12 meses, no período de julho a julho/2012, (exceto período de férias escolares ) de acordo com o Contrato. firmado. Aulas: 2 ou 3 dias da semana na escola, (conforme disponibilidade) com duração de 3 horas por turno (manhã e tarde), atendendo um total de no mínimo 90 (noventa) alunos divididos em turmas de acordo com o curso. Realizar o I FESTIVAL DA Manter atividades culturais e extracurriculares para os alunos; Motivar os alunos a participarem de atividades extraclasse; Despertar novos talentos; Despertar jovens protagonistas do fazer musical; Possibilitar aumentar a auto-estima dos alunos; Melhorar interesse pela leitura e o fazer musical; Criar melhores expectativas de futuro; Concretizar as ações de responsabilidade social da Centrais Elétricas de Rondônia - CERON; Rondônia, difundindo o conceito de Eficientização energética; Mídia espontânea positiva para a Centrais Elétricas de Rondônia - CERON; META 02 APRESENTAÇÕES DO I FESTIVAL DA CANÇÃO 2011 Divulgando através da mídia escrita, eletrônica, televisiva e falada a proposta do Projeto Agendando e inscrevendo os candidatos no festival Como Realizando as apresentações na Escola José Francisco e nas dependências da Instituição promotora do evento (Centrais Elétricas de Rondônia S/A CERON ) Quem Local Recursos Produção do evento Os inscritos para o festival do A definir Instrumentos, partituras, estantes; Palco, sonorização, cadeiras, decoração, iluminação, divulgação, banner Institucional, classificação e premiação dos vencedores

11 Quando Resultados Conforme agenda de trabalho/hora aula prevista no cronograma, parte desse projeto básico. Apresentar as paródias através dos seus intérpretes; Realização pessoal dos participantes; Maior envolvimento com o fazer musical; Melhor relacionamento da escola e comunidade; Desenvolvimento pessoal; Criar melhores expectativas de futuro; Despertar novos talentos; Criar interesse pelas artes; Concretizar as ações de responsabilidade social da EMPRESA, difundindo o conceito de eficientização energética; Mídia espontânea positiva para a Centrais Elétricas de Rondônia - CERON; 13. INVESTIMENTO NO PROJETO 13.1 RECURSOS FINANCEIROS As despesas decorrentes do serviço objeto deste Termo de Referência, correrão por conta dos recursos próprios da CERON sob a rubrica FORMAÇÃO DE PREÇO DOS SERVIÇOS No preço proposto deverão estar incluídas todas as despesas com salários, encargos trabalhistas e previdenciários e demais insumos necessários à composição do preço, incluindo material didático para o projeto, manutenção técnica de instrumentos, sonorização para apresentações e traje (que dê ampla visibilidade a marca da empresa e do programa), para coral e orquestra bem como os cenários para apresentações CUSTO MENSAL ESTIMADO O custo estimado mensal para atender a presente despesa está citado nas tabelas abaixo, considerando mão de obra, material, suporte para as presentações perfazendo o valor total de R$ 8.224,00 (Oito mil duzentos e vinte e quatro reais/mês). QUEM LOCAL Valor H/A Total Hora/mês Valor Salário Encargos Sociais TOTAL 01 professor para aula e regência de Coral 01 professor para aula de violino, viola, violoncello, contrabaixo e regência de orquestra 04 assistentes/monitores do professor regente Ji-Paraná 30, ,00 384, ,00 Ji-Paraná 30, ,00 384, ,00 Ji-Paraná 10, ,00 512, ,00 01 professor aula e Teoria Musical Ji-Paraná 30, ,00384, ,00 Taxa Administrativa Ji-Paraná 1.200,00

12 Material didático, manutenção técnica de instrumentos, sonorização nas apresentações e traje para coral e orquestra e cenários para apresentações. Ji-Paraná 1.200,00 TOTAL 8.224,00 Investimento Mensal DESCRIÇÃO VALOR TOTAL RECURSOS HUMANOS R$ 5.824,00 MATERIAL R$ 1.200,00 TAXA ADMINISTRATIVA R$ 1.200,00 TOTAL R$ 8.224, REPACTUAÇÃO Na hipótese de renovação do Contrato, a adequação aos novos preços de mercado, e desde que observado o interrégno mínimo de 1 (um) ano, a contar da data da apresentação da proposta ou do orçamento a que a proposta se referir, ou da data da última repactuação, os preços poderão ser repactuados, cabendo à conveniada, no escopo de sua solicitação, justificar e comprovar a variação dos componentes dos custos do Contrato, apresentando, inclusive, Memória de Cálculo e Planilhas apropriadas para análise e posterior aprovação pela CONTRATANTE, vedada a inclusão, por ocasião da repactuação, de antecipações e de benefícios não previstos originalmente. 16. PERÍODO DE MOBILIZAÇÃO DA CONVENIADA E DISTRIBUIÇÃO DOS POSTOS 16.1 Será concedido à conveniada a título de Mobilização, o prazo de até 05 (cinco) dias úteis para o início dos serviços, contados a partir da data de início da vigência e eficácia do Contrato. 17. EXECUÇÃO / VIGÊNCIA E PRORROGABILIDADE O prazo de execução do Contrato será de 12 meses, e o de vigência de 15 meses, contados a partir da data de assinatura do Contrato, podendo ser prorrogado conforme legislação vigente. ANEXOS Anexo I - Regulamento do I Festival da Canção. Anexo II Custo com encargos considerando facilitadores/ oficineiros Anexo III Indicadores do Programa

13 ANEXO I REGULAMENTO I FESTIVAL DA CANÇÃO PROJETO CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A EMPRESA/ASSOCIAÇÃO A ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA em parceria com a Empresa/Associação através do Projeto torna público, para conhecimento dos interessados, o presente Edital, que estabelece normas para participação no I FESTIVAL DA DO OBJETO Constitui objeto do presente Festival a premiação de melhores intérpretes e autores de paródias para crianças e jovens que apresentem composições e execuções de temas musicais conforme pré-estabelecidos ou adaptados de músicas parodiadas de renome e reconhecimento regional e Nacional e que estejam devidamente matriculados no projeto em parceria Empresa/Associação. DAS CONDIÇÕES Poderão participar do concurso os alunos matriculados no projeto em parceria Empresa/Associação, brasileiros natos ou estrangeiros naturalizados, maiores de 18 (dezoito anos) ou menores de idade desde que autorizados pelos seus respectivos responsáveis. É vedada a participação no Concurso dos membros da Comissão Julgadora, seus familiares e dos oficineiros deste projeto. Cada concorrente e/ou grupo poderá participar com uma ou duas composições originais no idioma português, para ser interpretado no I FESTIVAL DA em parceria Associação de Amigos da Orquestra/Projeto Orquestra Em Ação, que ocorrerá no mês de novembro de Um mesmo concorrente não poderá participar com duas ou mais composições e não poderá ser o (a) intérprete de duas ou mais músicas. As músicas deverão ser entregues, à comissão, com os textos digitados em Word for Windows, tipo Arial, corpo 12 (doze), em espaço simples, utilizando-se folhas tamanho A4, numeradas e com gravação em CD ou MD (pode ser gravação caseira). Parágrafo único: O material não será devolvido em hipótese alguma ao candidato e fará parte do acervo midiático da Eletrobrás Distribuição Rondônia. A inscrição para a participação no I FESTIVAL DA deverá ocorrer até 10 dias da data prevista para o mesmo. Na data da inscrição da música parodiada deverá ser apresentado, concomitantemente, o nome e dados do(a) intérprete da musica, sendo que o(a) mesmo(a) deverá ser, obrigatoriamente, aluno(a) regular da escola participante, estar inscrito(a) e ter participação ativa no projeto em parceria com Empresa/Associação. DA SELEÇÃO A seleção será realizada por uma Comissão composta por no mínimo 01 (Hum) componente cursando técnico em música e os demais componentes em número de 02(dois) sendo músicos, licenciando em artes e/ou professores de português.

14 Parágrafo Único havendo a necessidade o corpo de jurados poderá ter um número maior ao citado no caput anterior, mas sempre com disposição de número ímpar para a situação de voto de minerva em caso de empates técnicos. Os trabalhos da Comissão serão coordenados pelo titular ou representante devidamente indicado pela coordenação do Projeto conforme Contrato. assinado com a CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON, razão social da Eletrobras Distribuição Rondônia. As decisões da Comissão são irrecorríveis, podendo esta deixar de conceder os prêmios em função da qualidade das músicas apresentadas. DA SELEÇÃO FINAL Da totalidade das músicas inscritas, serão selecionadas 12 músicas, através de escolha interna para serem apresentadas no I FESTIVAL DA em 2011 na cidade de Ji Paraná. O festival deverá acontecer em novembro de 2011, em dias ainda a serem definidos, nas dependências da EEEFM Professor José Francisco dos Santos, ou outro local previamente definido na cidade de Ji-Paraná-RO. A divulgação da melhor composição de paródia, de melhor intérprete e correspondente premiação acontecerá no último dia do evento em cerimônia apropriada. A inscrição e interpretação da música e/ou paródia é de responsabilidade exclusiva do autor, com auxilio do Projeto em parceria com a Empresa/Associação. A não confirmação ou a falta no dia marcado para a apresentação implicará em desclassificação automática do concorrente, considerando a composição e o intérprete. DA PREMIAÇÃO Serão concedidos os seguintes prêmios, para a categoria de crianças e jovens, oferecidos pela CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON, razão social da Eletrobrás Distribuição Rondônia, para os alunos inscritos e que se apresentarem no festival. Melhor composição de paródia 1º Lugar: R$ 200,00 (Duzentos reais) + troféu 2º Lugar: R$ 150,00 (Cento e Cinqüenta reais) + troféu 3º Lugar: R$ 100,00 (Cem reais) + medalha 4º Lugar: R$ 50,00 (Cinqüenta reais) + medalha Obs.: Todas as composições de paródia serão parte integrante do acervo midiático da CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON, razão social da Eletrobrás Distribuição Rondônia e não serão devolvidas em hipótese alguma ao candidato. Melhor Intérprete: 1º Lugar: R$ 200,00 (Duzentos reais) + troféu 2º Lugar: R$ 150,00 (Cento e Cinqüenta reais) + troféu 3º Lugar: R$ 100,00 (Cem reais) + medalha 4º Lugar: R$ 50,00 (Cinqüenta reais) + medalha

15 Um mesmo concorrente poderá ganhar os dois prêmios (sendo pela composição de paródia e caso ele (a) mesmo (a) seja o (a) intérprete da música). DAS DISPOSIÇÕES FINAIS A inscrição no presente Concurso implica na aceitação tácita das normas deste Edital. As composições não selecionadas NÃO serão devolvidas aos seus autores, passando a fazer parte do acervo da CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON, razão social da Eletrobrás Distribuição Rondônia e da Empresa/Associação. Os casos omissos nesse Regulamento serão resolvidos pela equipe organizadora. A Ficha de inscrição deverá conter: título do texto; pseudônimo; nome do(s) autor(es); CPF e RG do participante e/ou dos responsáveis; endereço; cidade / UF; CEP; ; nº telefone; nº fax. Declaro estar ciente que a presente inscrição implica na minha concordância com todas as normas estabelecidas pelo Regulamento do "I Festival da Canção de Ji Paraná", realizado pela CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A CERON - razão social da Eletrobrás Distribuição Rondônia em parceria com a Empresa/Associação, através do Projeto Porto Velho, 07 de julho de 2011

16 ANEXO II CUSTO COM ENCARGOS CONSIDERANDO FACILITADORES/OFICINEIROS QUEM LOCAL Valor x Total + enc. sociais h/aula hora/mês INSS 20% ISS 5% TOTAL 01 professor para aula e regência Ji-Paraná R$ 31,50 x 32 + R$ 336,00 R$ 1.344,00 de Coral 01 professor para aula de violino, Ji-Paraná R$ 31,50 x 32 + R$ 336,00 R$ 1.344,00 viola, violoncello, contrabaixo e regência de orquestra 04 assistentes/monitores do professor Ji-Paraná R$ 10,50 x R$ 448,00 R$ 1,792,00 regente Aula e Teoria Musical Ji-Paraná R$ 31,50 x 32 + R$ 336,00 R$ 1.344,00 Taxa Administrativa JI-Paraná R$ 1.200,00 Material didático, manutenção técnica de instrumentos, sonorização para as apresentações, traje para coral e orquestra e cenários para apresentações Ji-Paraná R$ 1.200,00 TOTAL R$ 8.224,00 INVESTIMENTO MENSAL DESCRIÇÃO VALOR TOTAL RECURSOS HUMANOS R$ 5.824,00 MATERIAL R$ 1.200,00 TAXA ADMINISTRATIVA R$ 1.200,00 TOTAL R$ 8.224,00

17 ANEXO III INDICADORES INDICADORES A SEREM ACOMPANHADOS PELO COLABORADOR DA ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA E APRESENTADOS À EMPRESA MENSALMENTE E TOTALIZADOS AO FINAL DOS TRABALHOS. a) Número de inscritos e participantes, perfil (grau de escolaridade e expectativas quanto ao projeto b) Participação, assiduidade, sociabilidade, comunicação, índices mensais de freqüência nas aulas e ensaios oportunizados pelo projeto Índice de evasão, de permanência e de aprendizado juntamente com os índices de conclusão, de capacitação, de aprendizado, de melhoria na sociabilidade; c) Apresentações extra projeto, na escola ou fora dela e o resultado das mesmas. Fotos; d) Trabalhos e ações efetivadas para a divulgação do item eficiência energética; e) Mudanças, se houver, no índice de evasão escolar, no índice de aprovação e reprovação; f) Participação dos pais e ou familiares de cada criança; g) Mídias voluntárias (sem despesas para a Empresa) relativas ao projeto; h) Premiação para a Empresa/Associação ou algum reconhecimento dos órgãos de controle como governo, prefeitura, outros, com referencia ao projeto; i) O projeto tem servido de base para estudos acadêmicos? De que forma? Se sim, quais?; j) Outros que no decorrer do projeto a CONTRATANTE e a conveniada entenderem como necessário(s); k) Registros fotográficos e de imagem; l) Acompanhar o cronograma financeiro aprovado, apresentando os comprovantes previstos em contrato; m) Verificação das atividades envolvidas no período, com observação se elas ocorreram dentro do prazo previsto; n) Preenchimento do relatório de atividades apontando quaisquer ocorrências relevantes ao andamento do projeto.

SUSTENTABILIDADE TERMO DE REFERENCIA SUSTENTABILIDADE 2013

SUSTENTABILIDADE TERMO DE REFERENCIA SUSTENTABILIDADE 2013 TERMO DE REFERENCIA SUSTENTABILIDADE 2013 Qualquer projeto surge de uma idéia que brota, ao mesmo tempo, na cabeça e no coração de quem o pensa (autor desconhecido) CANÇÃO@ENERGIA.ESCOLA CONTRATAÇÃO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA EDITAL N.º 7/2015 PROEC/UFPR III Concurso Nacional de Composição Música Hoje A Universidade Federal do Paraná, em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba/Instituto Curitiba de Arte e Cultura/Camerata

Leia mais

Nota de Prorrogação do Prêmio UPB Educação: Iniciativas que transformam

Nota de Prorrogação do Prêmio UPB Educação: Iniciativas que transformam Nota de Prorrogação do Prêmio UPB Educação: Iniciativas que transformam A UPB torna pública a prorrogação do prazo, até o dia 30/06/2014, das inscrições dos relatos de iniciativa para concorrerem ao Prêmio

Leia mais

2.4 As inscrições poderão ser feitas no período de 14 de Julho de 2014 a 30 de Setembro de 2014, nos seguintes locais:

2.4 As inscrições poderão ser feitas no período de 14 de Julho de 2014 a 30 de Setembro de 2014, nos seguintes locais: PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DE CASTANHAL ESCOLA DE MÚSICA MESTRE ODILON 7º FESTIVAL DE MÚSICA CASTANHALENSE FEMUC PRÊMIO ANTONIO JOSÉ LEMOS DA SILVA - MÚSICO (CALANGO) EDITAL REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1: Objetivando valorizar e incentivar a produção musical nacional e oportunizar visibilidade a novos talentos, A SOCIEDADE RURAL DO PARANÁ, REDE MASSA/TV CIDADE E MASSA

Leia mais

2.1. Serão aceitas e analisas somente as inscrições que obedecerem às condições abaixo expostas:

2.1. Serão aceitas e analisas somente as inscrições que obedecerem às condições abaixo expostas: A ESCOLA DE MÚSICA E ORQUESTRA FILARMÔNICA MUSICALIZAR, pessoa jurídica de direito PRIVADO sem fins lucrativos, faz saber que fará realizar chamamento público para cadastro de pessoas físicas, para preenchimento

Leia mais

PREFEITURA DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DE CASTANHAL ESCOLA DE MÚSICA MESTRE ODILON 8º FESTIVAL DE MÚSICA CASTANHALENSE FEMUC PRÊMIO

PREFEITURA DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DE CASTANHAL ESCOLA DE MÚSICA MESTRE ODILON 8º FESTIVAL DE MÚSICA CASTANHALENSE FEMUC PRÊMIO PREFEITURA DE CASTANHAL FUNDAÇÃO CULTURAL DE CASTANHAL ESCOLA DE MÚSICA MESTRE ODILON 8º FESTIVAL DE MÚSICA CASTANHALENSE FEMUC PRÊMIO PROFESSORA CLAUDECI DASMASCENO EDITAL REGULAMENTO LICITAÇÃO PÚBLICA

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Departamento Regional do Amapá MOSTRA DE MÚSICA SESCANTA AMAPÁ 2011 REGULAMENTO

SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Departamento Regional do Amapá MOSTRA DE MÚSICA SESCANTA AMAPÁ 2011 REGULAMENTO SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO Departamento Regional do Amapá MOSTRA DE MÚSICA SESCANTA AMAPÁ 2011 REGULAMENTO O Serviço Social do Comércio - Departamento Regional no Amapá realiza a Mostra de Música SESCanta

Leia mais

EDITAL DE LICITAÇÃO/REGULAMENTO. PROCESSO Nº 054/2011. CONCURSO Nº 004/2011.

EDITAL DE LICITAÇÃO/REGULAMENTO. PROCESSO Nº 054/2011. CONCURSO Nº 004/2011. EDITAL DE LICITAÇÃO/REGULAMENTO. PROCESSO Nº 054/2011. CONCURSO Nº 004/2011. MODALIDADE: CONCURSO 004/2011. TIPO: MELHOR CANÇÃO, LETRA E INTERPRETAÇÃO. INTERESSADA: -MT. AUTORA: COMISSÃO PERMANENTE DE

Leia mais

CONCURSO Nº 002 REGULAMENTO DO CONCURSO FESTIVAL METROPOLITANO DE MÚSICA VOZES DA TERRA 14ª EDIÇÃO - 2015

CONCURSO Nº 002 REGULAMENTO DO CONCURSO FESTIVAL METROPOLITANO DE MÚSICA VOZES DA TERRA 14ª EDIÇÃO - 2015 CONCURSO Nº 002 REGULAMENTO DO CONCURSO FESTIVAL METROPOLITANO DE MÚSICA VOZES DA TERRA 14ª EDIÇÃO - 2015 A Prefeitura do Município de Feira de Santana, através da Fundação Municipal da Tecnologia da Informação,

Leia mais

I FESTIVAL DE MÚSICA DA FLORESTA REGULAMENTO

I FESTIVAL DE MÚSICA DA FLORESTA REGULAMENTO I FESTIVAL DE MÚSICA DA FLORESTA REGULAMENTO A FUNDAÇÃO AMAZONAS SUSTENTÁVEL, Fundação de Direito Privado, inscrita no CNPJ/MF nº 09.351.359/0001-88, doravante FAS, representado, neste ato, por seu Superintendente-Geral,

Leia mais

Projeto O COEP e a Escola Caminhando Juntos na Construção da Cidadania IX FESTIVAL DE MÚSICA - 2015 REGULAMENTO

Projeto O COEP e a Escola Caminhando Juntos na Construção da Cidadania IX FESTIVAL DE MÚSICA - 2015 REGULAMENTO Rede Nacional de Mobilização Social Projeto O COEP e a Escola Caminhando Juntos na Construção da Cidadania IX FESTIVAL DE MÚSICA - 2015 REGULAMENTO coeppe2@gmail.com www.coepbrasil.org.br selma.tavares@embrapa.br

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 003/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 003/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS AO CURSO BÁSICO DA ESCOLA MUNICIPAL DE MÚSICA MAESTRO IVAN SILVA. A Escola Municipal de Música Maestro Ivan Silva da

Leia mais

Festival de Musica de Juazeiro Edição 2008 FESTIVAL EDESIO SANTOS DA CANCAO TROFEU: 50 ANOS DE BOSSA. Art. 1 Da Promoção e Realização

Festival de Musica de Juazeiro Edição 2008 FESTIVAL EDESIO SANTOS DA CANCAO TROFEU: 50 ANOS DE BOSSA. Art. 1 Da Promoção e Realização Festival de Musica de Juazeiro Edição 2008 FESTIVAL EDESIO SANTOS DA CANCAO TROFEU: 50 ANOS DE BOSSA Art. 1 Da Promoção e Realização O FMJ O Festival de Musica de Juazeiro é uma promoção da Prefeitura

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIDEIRA SECRETARIA DE TURISMO E CULTURA 17º FECAVI FESTIVAL DA CANÇÃO DE VIDEIRA 27, 28 DE FEVEREIRO E 1º DE MARÇO DE 2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIDEIRA SECRETARIA DE TURISMO E CULTURA 17º FECAVI FESTIVAL DA CANÇÃO DE VIDEIRA 27, 28 DE FEVEREIRO E 1º DE MARÇO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE VIDEIRA SECRETARIA DE TURISMO E CULTURA 17º FECAVI FESTIVAL DA CANÇÃO DE VIDEIRA 27, 28 DE FEVEREIRO E 1º DE MARÇO DE 2015 1. OBJETIVO O FECAVI 2015 (Festival da Canção de Videira)

Leia mais

REGULAMENTO DO VESTIBULAR PREMIADO 2013

REGULAMENTO DO VESTIBULAR PREMIADO 2013 REGULAMENTO DO VESTIBULAR PREMIADO 2013 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art.1º A Faculdade Nacional de Educação e Ensino Superior do Paraná FANEESP sediada no município de Araucária/PR, na Av. das Araucárias,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURÉM XXXI FESTIVAL DA CANÇÃO OUREMENSE REGULAMENTO

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURÉM XXXI FESTIVAL DA CANÇÃO OUREMENSE REGULAMENTO REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º A Prefeitura Municipal de Ourém realizará o XXXI FESTIVAL DA CANÇÃO OUREMENSE, respeitando a legislação municipal e criando alternativas para incentivar

Leia mais

Prefeitura Municipal de Resende Estado do Rio de Janeiro Superintendência Municipal de Licitações e Contratos EDITAL DE CONCURSO Nº 02 / 2014

Prefeitura Municipal de Resende Estado do Rio de Janeiro Superintendência Municipal de Licitações e Contratos EDITAL DE CONCURSO Nº 02 / 2014 Prefeitura Municipal de Resende Estado do Rio de Janeiro Superintendência Municipal de Licitações e Contratos EDITAL DE CONCURSO Nº 02 / 2014 Data e horário de realização: 08 de novembro de 2014, às 19h,

Leia mais

ESCOLHA DA VOZ DE BEBEBRIBE / CE 1ª EDIÇÃO

ESCOLHA DA VOZ DE BEBEBRIBE / CE 1ª EDIÇÃO ESCOLHA DA VOZ DE BEBEBRIBE / CE 1ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. DA PROMOÇÃO: 1.1 A escolha de A Voz de Beberibe/CE 1ª Edição, doravante também denominada de A Voz Beberibe, é promovida pelo Projeto Com Amor

Leia mais

EDITAL do 2º FESTIVAL de CANTO do TCE/RJ

EDITAL do 2º FESTIVAL de CANTO do TCE/RJ EDITAL do 2º FESTIVAL de CANTO do TCE/RJ O segundo Festival de Canto do TCE/RJ, promovido pelo Momento Cultural do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) e pela Associação dos Servidores

Leia mais

Prefeitura Municipal de Resende Superintendência Municipal de Licitações e Contratos

Prefeitura Municipal de Resende Superintendência Municipal de Licitações e Contratos Prefeitura Municipal de Resende Superintendência Municipal de Licitações e Contratos EDITAL DE CONCURSO Nº 01/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 8624/2014 A Superintendência Municipal de Licitações e Contratos

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 114/2014-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 114/2014-UAB-UEM EDITAL Nº 114/2014-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 079/2014-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 079/2014-UAB-UEM EDITAL Nº 079/2014-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Superintendente da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage FUNALFA, no uso de suas atribuições, faz saber que estão abertas as inscrições para o 6º Festival Nacional de Teatro de

Leia mais

1º FEMASF FESTIVAL DE MUSICA DA ASSOCIAÇÃO SABESP - FRANCA

1º FEMASF FESTIVAL DE MUSICA DA ASSOCIAÇÃO SABESP - FRANCA Regulamento TÍTULO 1 - DA PROMOÇÃO: O 1 FEMASF FESTIVAL DE MUSICA DA ASSOCIAÇÃO SABESP -, promovido pela ASSOCIAÇÃO SABESP Departamento de Franca, através de sua diretoria Cultural, terá apenas uma categoria,

Leia mais

XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014)

XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014) XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014) REGULAMENTO Capítulo I DA INSCRIÇÃO E ENTREGA DOS DOCUMENTOS DO CONCURSO DE MPB VOCAL Art. 1º. As inscrições dos sócios deverão ser feitas nos clubes

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 098/2012-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 098/2012-UAB-UEM EDITAL Nº 098/2012-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (PRESENCIAL)

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, TURISMO E CULTURA DEPARTAMENTO DE CULTURA 1ª SELEÇÃO DE BANDAS E MÚSICOS DO MUNICÍPIO DE COLOMBO

SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, TURISMO E CULTURA DEPARTAMENTO DE CULTURA 1ª SELEÇÃO DE BANDAS E MÚSICOS DO MUNICÍPIO DE COLOMBO SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, TURISMO E CULTURA DEPARTAMENTO DE CULTURA 1ª SELEÇÃO DE BANDAS E MÚSICOS DO MUNICÍPIO DE COLOMBO REGULAMENTO I DA PROMOÇÃO, REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO A 1ª Seleção

Leia mais

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE AÇÕES VOLUNTÁRIAS DO PROGRAMA VOLUNTÁRIOS VALE

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE AÇÕES VOLUNTÁRIAS DO PROGRAMA VOLUNTÁRIOS VALE EDITAL PARA A SELEÇÃO DE AÇÕES VOLUNTÁRIAS DO PROGRAMA VOLUNTÁRIOS VALE A VALE S.A., no cumprimento de sua missão de transformar recursos naturais em prosperidade e desenvolvimento sustentável, tem implementado

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE MONITORES DE OFICINAS DE INCLUSÃO SOCIAL, ECONOMICA E DIGITAL.

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE MONITORES DE OFICINAS DE INCLUSÃO SOCIAL, ECONOMICA E DIGITAL. PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE MONITORES DE OFICINAS DE INCLUSÃO SOCIAL, ECONOMICA E DIGITAL. INTRODUCÃO A Prefeitura Municipal de Registro, através do FUNSSOL - Fundo Solidário de Desenvolvimento

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015

REGULAMENTO DO PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO DO PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015 I OBJETIVO DA PREMIAÇÃO 1.1 - O PRÊMIO SINEPE/PR DE PRÁTICAS INOVADORAS EM EDUCAÇÃO EDIÇÃO 2015 é uma iniciativa do SINEPE/PR

Leia mais

REGULAMENTO REALIZAÇÃO - OBJETIVOS PARTICIPAÇÃO

REGULAMENTO REALIZAÇÃO - OBJETIVOS PARTICIPAÇÃO REGULAMENTO REALIZAÇÃO - OBJETIVOS PARTICIPAÇÃO Art. 1º - O 28º REPONTE DA CANÇÃO é uma realização da PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LOURENÇO DO SUL, através da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Projeto Coletivo de Criação Edital nº 002 04-2010 EDITAL DE APOIO A PROJETOS DE GRAVAÇÃO DE MÚSICAS INÉDITAS

PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Projeto Coletivo de Criação Edital nº 002 04-2010 EDITAL DE APOIO A PROJETOS DE GRAVAÇÃO DE MÚSICAS INÉDITAS PROGRAMA DE AÇÃO CULTURAL Projeto Coletivo de Criação Edital nº 002 04-2010 EDITAL DE APOIO A PROJETOS DE GRAVAÇÃO DE MÚSICAS INÉDITAS O COLETIVO DE CRIAÇÃO torna público A SELEÇÃO que fará realizar visando

Leia mais

1º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA DA UNIUBE 1º UNIUBE FEST -

1º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA DA UNIUBE 1º UNIUBE FEST - 1º FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA DA UNIUBE 1º UNIUBE FEST - REGULAMENTO Capítulo I DO OBJETO Art. 1º. O FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE MÚSICA DA UNIUBE, doravante designado como I UNIUBE FEST, instituído

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S.A. GERÊNCIA DE RECURSOS HUMANOS PROJETO BÁSICO PS/TGE/009/2005. CONTRAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA PARA REALIZAÇÃO DE CONCURSO PÚBLICO. 1 - Objeto Contratação de empresa especializada em realização de concurso público destinado ao preenchimento

Leia mais

Edital 02/2015 Saldo Remanescente

Edital 02/2015 Saldo Remanescente Edital 02/2015 Saldo Remanescente EDITAL Nº 02/2015 CMDCA EDITAL DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS PARA FINANCIAMENTO NO ANO DE 2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA, no

Leia mais

Edital para Exposições na Galeria de Artes do SESC

Edital para Exposições na Galeria de Artes do SESC Edital para Exposições na Galeria de Artes do SESC A Coordenação Cultura do SESC-TO; através da Promotoria de Artes Plásticas, comunica aos interessados que estará recebendo de 20 de março a 20 de novembro

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO EDITAL N 004 DO III FESTIVAL DE ARTES DAS ESCOLAS DE PALMAS (FAES-PALMAS) SEMED/PMP/TO, DE 06 DE OUTUBRO DE 2011. Abertura A Secretaria Municipal

Leia mais

FESTIVAL DE QUADRILHAS 2015

FESTIVAL DE QUADRILHAS 2015 FESTIVAL DE QUADRILHAS 2015 REGULAMENTO. A Secretaria da Cultura, em parceria com a Prefeitura Municipal de Granja/CE, realiza o Festival Regional de Quadrilhas Juninas e estabelece o seguinte regulamento

Leia mais

FESTIVAL DE TEATRO AMADOR DE TRÊS LAGOAS/MS 1.ª EDIÇÃO

FESTIVAL DE TEATRO AMADOR DE TRÊS LAGOAS/MS 1.ª EDIÇÃO FESTIVAL DE TEATRO AMADOR DE TRÊS LAGOAS/MS Local: EDITAL DE INSCRIÇÕES PARA ATRAÇÕES E REGULAMENTO FESTIVAL DE TEATRO AMADOR DE TRÊS LAGOAS/MS 1.º EDIÇÃO 2013 A Comissão Organizadora do projeto Festival

Leia mais

REGULAMENTO ESTÁGIOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO UTFPR

REGULAMENTO ESTÁGIOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS DOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO E DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Resolução nº 22/08

Leia mais

6º FESTIVAL DE MUSICA ERNESTO LIRA 2015

6º FESTIVAL DE MUSICA ERNESTO LIRA 2015 REGULAMENTO Art. 1 - Da Promoção: O 6º Festival de Música Ernesto Lira atividade cultural, de abrangência Estadual, será promovida pela Prefeitura Municipal de Laranjeiras e coordenada pela Secretaria

Leia mais

EDITAL PRÊMIO DE MÚSICA DAS MINAS GERAIS 2015

EDITAL PRÊMIO DE MÚSICA DAS MINAS GERAIS 2015 EDITAL PRÊMIO DE MÚSICA DAS MINAS GERAIS 2015 O Prêmio de Música das Minas Gerais 2015 é um concurso aberto a músicos e grupos musicais, com residência no Estado de Minas Gerais, realizado com recursos

Leia mais

CONCURSO DE MÚSICAS DE CARNAVAL 2014 14ª edição

CONCURSO DE MÚSICAS DE CARNAVAL 2014 14ª edição CONCURSO DE MÚSICAS DE CARNAVAL 2014 14ª edição Data: 18, 19 e 20 de fevereiro de 2014 Local: Rua Victor Meirelles - Centro Horário: 20h I INTRODUÇÃO: O Concurso Carnavalesco de Marchinhas e Marchas-Rancho

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012 O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DA BAHIA - SESI/DR/BA, doravante denominado SESI/DR/BA, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria e dependentes, e alunos da Rede

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO SECRETARIA DE CULTURA, TURISMO E EVENTOS CONCURSO DE MÚSICA E DANÇA DE MATA DE SÃO JOÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO SECRETARIA DE CULTURA, TURISMO E EVENTOS CONCURSO DE MÚSICA E DANÇA DE MATA DE SÃO JOÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE MATA DE SÃO JOÃO SECRETARIA DE CULTURA, TURISMO E EVENTOS CONCURSO DE MÚSICA E DANÇA DE MATA DE SÃO JOÃO PARTE II DANÇA TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. O Concurso de Música

Leia mais

PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA. Regulamento do Prêmio

PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA. Regulamento do Prêmio PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA Regulamento do Prêmio O PRÊMIO CAERN DE FOTOGRAFIA é uma iniciativa da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) com o objetivo de premiar os melhores trabalhos

Leia mais

ATO CONVOCATÓRIO - AJFAC Nº 06/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA COMPOSIÇÃO DO CORO JOVEM SINFÔNICO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS

ATO CONVOCATÓRIO - AJFAC Nº 06/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA COMPOSIÇÃO DO CORO JOVEM SINFÔNICO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS ATO CONVOCATÓRIO - AJFAC Nº 06/2015 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA COMPOSIÇÃO DO CORO JOVEM SINFÔNICO DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS A ASSOCIAÇÃO JOSEENSE PARA O FOMENTO DA ARTE E DA CULTURA - AJFAC, associação civil

Leia mais

Projeto Festival Clube da Viola. Resumo do Projeto

Projeto Festival Clube da Viola. Resumo do Projeto Projeto Festival Clube da Viola Resumo do Projeto A música brasileira é um dos elementos culturais que contribuem para a criação e o fortalecimento de uma idéia de pertencimento nacional, promovendo uma

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 061/2014-UAB-UEM

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 061/2014-UAB-UEM EDITAL Nº 061/2014-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO: A abertura de inscrições para o processo seletivo de TUTORIA (A Distância) para

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB EDITAL Nº 068/2012-UAB-UEM A Coordenadora da UAB da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições, TORNA PÚBLICO A abertura de inscrições do processo seletivo para contratação de TUTOR (A DISTÂNCIA)

Leia mais

I CONCURSO ESTADUAL DE VIDEOAULAS

I CONCURSO ESTADUAL DE VIDEOAULAS GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DE RONDÔNIA I CONCURSO ESTADUAL DE VIDEOAULAS O GOVERNO DE RONDÔNIA, por intermédio da SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, torna pública para conhecimento

Leia mais

REGULAMENTO 6º CONCURSO DE LEITORES - 2015

REGULAMENTO 6º CONCURSO DE LEITORES - 2015 REGULAMENTO 6º CONCURSO DE LEITORES - 2015 APRESENTAÇÃO A prefeitura Municipal de Colatina através da Secretaria Municipal de Cultura e da Biblioteca Municipal promove o 6º CONCURSO DE LEITORES, com a

Leia mais

IV PRÊMIO CIDADE DE TERESINA DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO REGULAMENTO

IV PRÊMIO CIDADE DE TERESINA DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO REGULAMENTO IV PRÊMIO CIDADE DE TERESINA DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO REGULAMENTO O Prefeito Municipal de Teresina, Firmino da Silveira Soares Filho e o Superintendente da STRANS (Superintendência Municipal de Transportes

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO OS ÁRABES E A 25 DE MARÇO

REGULAMENTO CONCURSO OS ÁRABES E A 25 DE MARÇO REGULAMENTO CONCURSO OS ÁRABES E A 25 DE MARÇO O Concurso Os Árabes e a 25 de Março tem como finalidade preservar e difundir a memória cultural da comunidade árabe no Brasil, por meio da premiação de curtas-metragens

Leia mais

EDITAL Nº 224, DE 24 DE SETEMBRO DE 2013

EDITAL Nº 224, DE 24 DE SETEMBRO DE 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº 224, DE 24 DE SETEMBRO

Leia mais

23º CONCURSO DE SEGURANÇA E EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

23º CONCURSO DE SEGURANÇA E EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO CAPÍTULO I OBJETIVO ART. 1º O 23º Concurso de SEGURANÇA E EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO" - SEDUTRAN será promovido pela Secretaria de Transportes da Prefeitura Municipal de Campinas, por intermédio da Empresa

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA E S C O L A D E G O V E R N O

PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA E S C O L A D E G O V E R N O PREFEITURA MUNICIPAL DE CORUMBÁ SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO PÚBLICA E S C O L A D E G O V E R N O Processo nº 18284/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO TEMPORÁRIO DE AGENTE DE APOIO ESCOLAR-II, FUNÇÃO:

Leia mais

PRÊMIO PETECA 2014 Educação, Cultura e Arte no Combate ao Trabalho Infantil REGULAMENTO

PRÊMIO PETECA 2014 Educação, Cultura e Arte no Combate ao Trabalho Infantil REGULAMENTO REGULAMENTO 1. Apresentação 1.1. O Programa de Educação contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente estabelece, pelo presente Regulamento, as regras para a realização do Prêmio Peteca 2014.

Leia mais

Festival Nossa Música Pela Paz E Contra As Drogas

Festival Nossa Música Pela Paz E Contra As Drogas PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA Festival Nossa Música Pela Paz E Contra As Drogas REGULAMENTO I- Da Promoção O Festival Nossa Música Pela Paz E Contra As Drogas é

Leia mais

XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014)

XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014) XVI MARATONA CULTURAL ACESC CONCURSO MPB VOCAL (2014) REGULAMENTO Capítulo I DA INSCRIÇÃO E ENTREGA DOS DOCUMENTOS DO CONCURSO DE MPB VOCAL Art. 1º. As inscrições dos sócios deverão ser feitas no Dpto.

Leia mais

PROJETO BÁSICO TGD/005/2006

PROJETO BÁSICO TGD/005/2006 PROJETO BÁSICO TGD/005/2006 PROGRAMA DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PEE CICLO 2005/2006. PROJETO: IMPLANTAÇÃO DE POSTE PADRÃO OBJETO: IMPLANTAÇÃO, COM FORNECIMENTO DE POSTES PADRÃO COM ACESSÓRIOS, EM 2.870 UNIDADES

Leia mais

BOLSA FUNARTE DE CRIAÇÃO LITERÁRIA

BOLSA FUNARTE DE CRIAÇÃO LITERÁRIA BOLSA FUNARTE DE CRIAÇÃO LITERÁRIA O Presidente da Fundação Nacional de Artes Funarte, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V do artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto nº. 5.037 de 7/4/2004,

Leia mais

I CONCURSO MUNICIPAL AMADOR DE FOTOGRAFIAS REGULAMENTO

I CONCURSO MUNICIPAL AMADOR DE FOTOGRAFIAS REGULAMENTO I CONCURSO MUNICIPAL AMADOR DE FOTOGRAFIAS REGULAMENTO 1 TEMA: BELEZAS NATURAIS DE JAGUARÉ 1 OBJETIVO Despertar os munícipes para a necessidade da conservação dos recursos naturais, apresentar a multiplicidade

Leia mais

EDITAL PRELIMINAR DO OBJETIVO

EDITAL PRELIMINAR DO OBJETIVO EDITAL PRELIMINAR O Prêmio de Música das Minas Gerais 2014 é um concurso aberto a músicos e grupos musicais, com residência no Estado de Minas Gerais, realizado com recursos da Lei Estadual de Incentivo

Leia mais

FESTIVAL DA PAZ REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL

FESTIVAL DA PAZ REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL FESTIVAL DA PAZ REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL O concurso de teatro, paródias, músicas, danças/coreografias, arte e poesia, iniciativa desenvolvida pelo Centro dos Direitos Humanos Dom Adriano Hipólito

Leia mais

EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA APRESENTAÇÃO ARTISTICA MUSICAL NA MOSTRA DE MUSICA CANÇÃO DA MATA 2016.

EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA APRESENTAÇÃO ARTISTICA MUSICAL NA MOSTRA DE MUSICA CANÇÃO DA MATA 2016. EDITAL DE CREDENCIAMENTO PARA APRESENTAÇÃO ARTISTICA MUSICAL NA MOSTRA DE MUSICA CANÇÃO DA MATA 2016. O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO, DEPARTAMENTO REGIONAL DO AMAZONAS, entidade de direito, sem fins lucrativos,

Leia mais

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 029/2015 José Carlos Anziliero Amaral, Prefeito Municipal de Três Passos, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

Promoção e realização Do objeto Da finalidade Do cronograma

Promoção e realização Do objeto Da finalidade Do cronograma REGULAMENTO I Promoção e realização: O SESCANÇÃO 2015 Mostra Sergipana de Música é uma realização sem fins lucrativos do Serviço Social do Comércio Sesc em Sergipe, entidade integrante do Sistema Fecomércio

Leia mais

FESTIVAL DE MÚSICA RÁDIO MEC E RÁDIO NACIONAL REGULAMENTO 2015

FESTIVAL DE MÚSICA RÁDIO MEC E RÁDIO NACIONAL REGULAMENTO 2015 FESTIVAL DE MÚSICA RÁDIO MEC E RÁDIO NACIONAL REGULAMENTO 2015 1. DOS OBJETIVOS 1.1 O Festival visa revelar e divulgar gravações de obras musicais inéditas*, abrindo espaço na programação da Rádio Nacional,

Leia mais

Centro Universitário de Brusque Unifebe

Centro Universitário de Brusque Unifebe 1 Edital Proppex n 17/2012 Seleção de Candidatos - Projetos Sociais e de Extensão (Atividades Complementares) 2º Semestre Letivo de 2012 A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, no uso de suas

Leia mais

CONVOCATÓRIA PARA PROGRAMAÇÃO DO CASARÃO DOS PONTOS DE CULTURA DURANTE O 25º FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS FIG 2015

CONVOCATÓRIA PARA PROGRAMAÇÃO DO CASARÃO DOS PONTOS DE CULTURA DURANTE O 25º FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS FIG 2015 CONVOCATÓRIA PARA PROGRAMAÇÃO DO CASARÃO DOS PONTOS DE CULTURA DURANTE O 25º FESTIVAL DE INVERNO DE GARANHUNS FIG 2015 1 DO OBJETO 1.1. Constitui objeto da presente CONVOCATÓRIA a seleção de propostas

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE BRASÍLIA PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO NOTA Nº E-042/2013

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE BRASÍLIA PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO NOTA Nº E-042/2013 EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE BRASÍLIA PROCESSO PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS DE NÍVEL MÉDIO NOTA Nº E-042/2013 A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS, empresa

Leia mais

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

PREFEITURA DE MONTES CLAROS SECRETARIA MUNCIPAL DE PLANEJAMENTO E GESTÃO EDITAL nº 005/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONTRATAÇÃO E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA DA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTE E JUVENTUDE A Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão,

Leia mais

REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015

REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015 REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015 VIA EVENTOS LTDA-ME, doravante denominado VIA EVENTOS, faz saber, para conhecimento de artistas, bandas e grupos musicais da Bahia, que estão abertas

Leia mais

PRÊMIO CREA-RS DE JORNALISMO ESPECIAL 80 ANOS

PRÊMIO CREA-RS DE JORNALISMO ESPECIAL 80 ANOS REGULAMENTO PRÊMIO CREA-RS DE JORNALISMO ESPECIAL 80 ANOS DISPOSIÇÕES GERAIS 1º. O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul, sob coordenação da Gerência de Comunicação e Marketing

Leia mais

CONCURSO CULTURAL PRODUÇÃO DE VÍDEO "ORGULHO DE FAZER CEST

CONCURSO CULTURAL PRODUÇÃO DE VÍDEO ORGULHO DE FAZER CEST CONCURSO CULTURAL PRODUÇÃO DE VÍDEO "ORGULHO DE FAZER CEST A Faculdade Santa Terezinha (CEST), com o intuito de reforçar na sociedade a imagem de solidez do ensino e qualidade CEST, articulado com o melhor

Leia mais

1 FESTIVAL DE MÚSICA DO COLÉGIO MÓDULO REGULAMENTO

1 FESTIVAL DE MÚSICA DO COLÉGIO MÓDULO REGULAMENTO 1 FESTIVAL DE MÚSICA DO COLÉGIO MÓDULO REGULAMENTO 01. DA REALIZAÇÃO: O Colégio Módulo promoverá o 1 Festival de Música, direcionado ao público interno da Instituição, familiares e amigos. 02. DO OBJETIVO:

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA EDITAIS DE CULTURA 2008

GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA EDITAIS DE CULTURA 2008 Seleção Pública de Projetos na área de Audiovisual/ Implantação e Programação de Espaços de Exibição Cinematográfica Utilizando Tecnologia Digital e Analógica Chamada pública nº 0002/2008 O ESTADO DO RIO

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA FUNORTE: MONTES CLAROS PELO OLHAR UNIVERSITÁRIO 2015

CONCURSO DE FOTOGRAFIA FUNORTE: MONTES CLAROS PELO OLHAR UNIVERSITÁRIO 2015 CONCURSO DE FOTOGRAFIA FUNORTE: MONTES CLAROS PELO OLHAR UNIVERSITÁRIO 2015 1- GERAL O concurso de fotografia MONTES CLAROS PELO OLHAR UNIVERSITÁRIO é uma iniciativa das Faculdades Integradas do Norte

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 14/2008

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS ANEXO A TERMO DE REFERÊNCIA GEMAP 14/2008 MINISTÉRIO D FZEND SUPERINTENDÊNCI DE SEGUROS PRIVDOS NEXO TERMO DE REFERÊNCI GEMP 14/2008 1 DO OJETO Visa o presente à contratação de empresa especializada para a prestação de serviços contínuos de Motorista

Leia mais

PROGRAMA DE COMPROMETIMENTO E GRATUIDADE - PCG EDITAL 005/2015 EDITAL DE REMATRÍCULAS PROCEDIMENTOS DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO

PROGRAMA DE COMPROMETIMENTO E GRATUIDADE - PCG EDITAL 005/2015 EDITAL DE REMATRÍCULAS PROCEDIMENTOS DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO PROGRAMA DE COMPROMETIMENTO E GRATUIDADE - PCG EDITAL 005/2015 EDITAL DE REMATRÍCULAS PROCEDIMENTOS DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO O Diretor do Departamento Regional do Serviço Social do Comércio / Sesc Administração

Leia mais

THE VOICE ACESC 2015

THE VOICE ACESC 2015 THE VOICE ACESC 2015 REGULAMENTO Capítulo I DA INSCRIÇÃO Art. 1º. As inscrições dos clubes na ACESC deverão ser feitas entre os dais 15 (quinze) e 31 (trinta e um) de Agosto. Art. 2º. Cada clube participante

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 01/2015 A Prefeitura Municipal de Jaboticabal, Estado de São Paulo, através do Centro de Integração Empresa Escola - CIEE e com autorização do Prefeito Municipal Exmo. Srº

Leia mais

3º FESTIVAL DE MÚSICA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO

3º FESTIVAL DE MÚSICA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO 3º FESTIVAL DE MÚSICA DO SERVIDOR PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA REGULAMENTO A Secretaria da Administração do Estado da Bahia torna público o Regulamento do 3º Festival de Música do Servidor Público do Estado

Leia mais

EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO

EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO DO ESTADO DE MATO GROSSO O Tribunal de Justiça/MT realiza o II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DOS MAGISTRADOS E SERVIDORES DO /MT, mediante

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO ECOMUSEU ILHA GRANDE OLHARES: ÁGUA E VIDA NA ILHA GRANDE

EDITAL DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO ECOMUSEU ILHA GRANDE OLHARES: ÁGUA E VIDA NA ILHA GRANDE EDITAL DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DO ECOMUSEU ILHA GRANDE OLHARES: ÁGUA E VIDA NA ILHA GRANDE DO CONCURSO 1. O CONCURSO de fotografia Olhares: Água e Vida na Ilha Grande, doravante denominado simplesmente

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA EDITAL 001/SECULT/2014 - PRÊMIO SELEÇÃO DE MÚSICOS PARA NÚCLEOS DO PROJETO ESCOLA LIVRE DE MÚSICA DE FLORIANÓPOLIS - 2014 REGULAMENTO O Município de Florianópolis através da Secretaria Municipal da Cultura,

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA - EDIÇÃO ESTADUAL/2009

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA - EDIÇÃO ESTADUAL/2009 O DEPARTAMENTO REGIONAL DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA - SESI/AM, doravante denominado Instituidor, por intermédio de sua Superintendência Executiva, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria

Leia mais

2.1 Esta promoção terá Início em 01/08/2011 e término em 30/08/2011.

2.1 Esta promoção terá Início em 01/08/2011 e término em 30/08/2011. PROMOÇÃO PARA ESCOLHA DO NOME DA BEBIDA ENERGÉTICA DOS REFRIGERANTES QUINARI Indústria e Comércio de Bebidas Quinari LTDA. Estrada Colonial Bairro: Democracia n. 4035 69925-000 Senador Guiomard AC CNPJ/MF

Leia mais

REGULAMENTO DO VESTIBULAR PREMIADO 01/2015

REGULAMENTO DO VESTIBULAR PREMIADO 01/2015 oiio REGULAMENTO DO VESTIBULAR PREMIADO 01/2015 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art.1º A Faculdade Nacional de Educação e Ensino Superior do Paraná FANEESP. - sediada no município de Araucária /PR, a Av.

Leia mais

PROJETO BÁSICO Nº 007

PROJETO BÁSICO Nº 007 PROJETO BÁSICO Nº 007 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM PROJETO DE ENGENHARIA PARA ELABORAÇÃO DO SISTEMA DE PROTEÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO, E SPDA (SISTEMA DE PROTEÇÃO CONTRA DESCARGA ATMOSFÉRICA)

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL EDITAL DE LICITAÇÃO nº 002/2012 TOMADA DE PREÇOS PARA PRESTADORES DE SERVIÇOS E PRESTAÇÕES DE CONTAS NA GESTÃO DE PROJETOS A CBHb, de acordo com a Lei 10.264 de 16 de julho de 2001 Lei Agnelo/Piva, regulamentada

Leia mais

ANEXO ÚNICO DECRETO Nº 15.337, DE 21 DE AGOSTO DE 2015. V PRÊMIO CIDADE DE TERESINA DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO REGULAMENTO CAPÍTULO I.

ANEXO ÚNICO DECRETO Nº 15.337, DE 21 DE AGOSTO DE 2015. V PRÊMIO CIDADE DE TERESINA DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO REGULAMENTO CAPÍTULO I. ANEXO ÚNICO DECRETO Nº 15.337, DE 21 DE AGOSTO DE 2015. V PRÊMIO CIDADE DE TERESINA DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO REGULAMENTO O prefeito municipal de Teresina, Firmino da Silveira Filho e o superintendente da

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL MINIMETRAGEM 2010

REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL MINIMETRAGEM 2010 REGULAMENTO CONCURSO CULTURAL MINIMETRAGEM 2010 1. O presente regulamento tem por objeto a abertura do Concurso Cultural MiniMetragem 2010, que visa incentivar a pesquisa de idéias, conceitos, estética,

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA

SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA R E G U L A M E N T O 2º FESTIVAL DE MPB DE ITAPEMIRIM-ES A Prefeitura Municipal de Itapemirim - ES, através da Secretaria Municipal de Cultura e Secretaria Municipal de

Leia mais

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS

PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS PRÊMIO FUNARTE DE APOIO A ORQUESTRAS O Presidente da Fundação Nacional de Arte FUNARTE,, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V, artigo 14 do Estatuto aprovado pelo Decreto 5037 de 07/04/2004,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA Concurso nº 11/2011 Processo nº 001.014976.11.0 PRÊMIO IVO BENDER Bolsa de estímulo à criação dramatúrgica REGULAMENTO A Secretaria

Leia mais

VERSÃO ATUALIZADA EM 18/09/2014 REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015

VERSÃO ATUALIZADA EM 18/09/2014 REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015 VERSÃO ATUALIZADA EM 18/09/2014 REGULAMENTO I PRÊMIO CAYMMI DE MÚSICA EDIÇÃO 2014/2015 VIA EVENTOS LTDA-ME, doravante denominado VIA EVENTOS, faz saber, para conhecimento de artistas, bandas e grupos musicais

Leia mais