Apresentador: Jorge Correia

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Apresentador: Jorge Correia"

Transcrição

1 SÃO TOME E PRINCIPE CENTRO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PARA OS PAÍSES DA SUB-REGIÃO AFRICANA E DA CPLP Apresentador: Jorge Correia Presidente da Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços de São Tomé e Príncipe. Contacto: São Tomé e Príncipe - Abril de 2016

2 ESTRUCTURA DA APRESENTAÇÃO Introdução. Contexto. STP. Apresentação da Instituição (Câmara de STP). - Associados, Missão, Valores e Visão - Os principais parceiros da Câmara de STP Potencialidades de negócio em STP. Vantagens de STP. - Potenciais mercados da Sub-região Africana - Países da CPLP CE-CPLP, Comunidade empresarial Lusófono. Funcionamento do Núcleo da UE. Conclusão.

3 INTRODUÇÃO Com este tema, pretende-se identificar as principais vantagens comparativas que encorajam o empresariado Taiwanês a não ignorar o potencial económico de STP. Por outro lado, pretende-se ilustrar as oportunidades de negócios que as empresas Taiwanesas podem conseguir nos espaços relacionados, regional, continental e mesmo mundial, através de São Tomé e Príncipe.

4 CONTEXTO Assim como a cooperação institucional entre STP e Taiwan tem vindo a ser excelente no domínio Institucional, achamos que essa dinâmica se estenda ao mundo de negócios. Por isso, a Câmara do Comércio está empenhada para que, ao nível do sector privado, sejam accionadas sinergias que facilitem a cooperação entre o tecido empresarial de STP e Taiwan.

5 STP Superfície terrestre Km2; População de (2014); Situação Geográfica - Golfo da Guiné.

6 CÂMARA DO COMÉRCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Instituição da utilidade pública, com cerca de 500 membros. Associados Missão Defender os interesses do sector privado; Promover o desenvolvimento; fortalecer o sector privado; Contribuir para o fomento de ambiente de negócio. Ser reconhecida pelas empresas e demais entidades como representante do sector privado nacional. Visão Valores Transparência Igualdade Profissionalismo Modernidade Competitividade

7 OS PRINCIPAIS PARCEIROS DA CCIAS - STP Governo Organismos Internacionais Outros CNCS INSS OIT BM BAD ONUDI CE-CPLP, CE-PALOP, UE

8 POTENCIALIDADES DE NEGÓ CIO EM STP Agricultura e Agro-indústria Infra- Estruturas Á reas privilegiadas de negócios Pescas Energias Renováveis Turismo Transportes

9 VANTAGENS DE STP Porquê investir em STP? Situação geográfica privilegiada; Ausência conflitos; Estabilidade politica social; de Clima tropical; Legislação Zona franca; Código de Investimento.

10 VANTAGENS DE STP Guiché único para criação de empresa na hora e online; Melhorias recentes no ambiente de negócios Guiché único para comércio externo; Eliminação de alvarás na maior parte das actividades económicas;

11 POTENCIAIS MERCADOS DA SUB-REGIÃO AFRICANA Com uma população estimada em 300 milhões de habitantes. + Ang ol a Cam arõe s Nigéria Re p. Ce ntro Afric an a Congo Braz aville S.Tom é e Prínc ipe Tc hade Guiné Equatorial Congo D e m oc rátic o Gabão

12 CPLP COMUNIDADE DOS PAÍSES DA LÍNGUA PORTUGUESA Cabo- Verde Guine Bissau São Tome e Príncipe CE-CPLP Angola Guine Equatorial Moçambique Brasil Portugal Timor Leste < 272 milhões de habitantes

13 CE-CPLP COMUNIDADE EMPRESARIAL LUSÓ FONA Núcleo - UE Cabo- Verde Núcleo - UE STP Núcleo - UE Guine Bissau Núcleo - UE Brasil Núcleo - UE Portugal UE Mercado de mais de 272 milhões de habitantes Núcleo - UE Timor Leste Núcleo - UE Guine Equatorial Núcleo - UE Moçambiqu e

14 FUNCIONAMENTO DO NÚCLEO DA UE CE-CPLP CCIAS STP Angola Brasil Cabo- Verde Guiné Bissau G. Equat. Portugal Timor Leste UE NUCLEO STP NUCLEOS

15 CONCLUSÃ O São Tomé e Príncipe aberto aos investidores Taiwaneses porque acreditamos no potencial económico do País. A Câmara do Comércio à disposição dos potenciais investidores Taiwaneses na identificação de negócios que proporcionem benefícios mútuos.

16 SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE LUGAR APRAZÍVEL PARA MEDITAÇÃO E TOMADA DE DECISÕ ES ACERTADAS NA VIDA.

17 TEMPO PARA INVESTIR, NUM MAR DE OPORTUNIDADES MUITO OBRIGADO PELA VOSSA ATENÇÃO

Associação de Reguladores de Comunicações e Telecomunicações da CPLP

Associação de Reguladores de Comunicações e Telecomunicações da CPLP Associação de Reguladores de Comunicações e Telecomunicações da CPLP I Fórum Lusófono das Comunicações Mercado Global Lusófono Brasília, 30 de Abril de 2010 Filipe Batista 2010 O que éa ARCTEL? estímulo

Leia mais

Convenção Multilateral entre os Estados- Membros da CPLP para Evitar a Dupla Tributação em Matéria de Impostos sobre o Rendimento

Convenção Multilateral entre os Estados- Membros da CPLP para Evitar a Dupla Tributação em Matéria de Impostos sobre o Rendimento Convenção Multilateral entre os Estados- Membros da CPLP para Evitar a Dupla Tributação em Matéria de Impostos sobre o Rendimento Grupo de Trabalho Dupla Tributação e Protecção do Investimento composto

Leia mais

Agenda da EuropeAid para a Água e Saneamento em São Tomé e Príncipe Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa

Agenda da EuropeAid para a Água e Saneamento em São Tomé e Príncipe Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa Agenda da EuropeAid para a Água e Saneamento em São Tomé e Príncipe Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa Local, 18 de Outubro de 2016 João Rabaça, Director Comercial da CESO Agenda 1 A União

Leia mais

Juntos vamos mais longe. Jorge Santos

Juntos vamos mais longe. Jorge Santos Angola Guiné-Bissau Portugal Brasil Guiné Equatorial São Tomé e Príncipe Cabo Verde Moçambique Timor-Leste Programa de Internacionalização Agronegócio CPLP Jorge Santos Presidente O programa de internacionalização

Leia mais

DESPACHO Nº 1/2015 Exoneração do Delegado da CE-CPLP no Brasil e Presidente do Conselho Empresarial da CE-CPLP

DESPACHO Nº 1/2015 Exoneração do Delegado da CE-CPLP no Brasil e Presidente do Conselho Empresarial da CE-CPLP DESPACHO Nº /205 Exoneração do Delegado da CE-CPLP no Brasil e Presidente do Conselho Empresarial da CE-CPLP Tendo em conta a importância do alargamento do alcance da CE-CPLP ao Brasil; Atendendo ao não

Leia mais

CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL

CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL CONFEDERAÇÃO EMPRESARIAL DA CPLP 2015 2 1. FUNCIONAMENTO DA CE-CPLP 1. FUNCIONAMENTO DA CE-CPLP 1.1 Quem somos? 9 Estados Membros Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique,

Leia mais

Relatório de atividades de cooperação

Relatório de atividades de cooperação CENTRO DE ESTUDOS E FORMAÇÃO Relatório de atividades de cooperação DEZEMBRO 2010/SETEMBRO DE 2011 Presidente do Tribunal de Contas de Portugal Relatório de atividades de cooperação DEZEMBRO 2010/SETEMBRO

Leia mais

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS A ALER E O SEU PAPEL NO APOIO À REGULAÇÃO DE ENERGIAS RENOVÁVEIS IX Conferência RELOP 5 de Dezembro de 2016 O QUE É E PARA QUE SERVE A ALER PROMOTORA A ALER é uma associação sem fins lucrativos que tem

Leia mais

Fazer negócios na Língua Portuguesa 10º Aniversário 2004-2014 DESPACHO Nº 004 / 2014 (Criação da Comissão Especializada da CE-CPLP dos Bancos, Seguradoras e Instituições Financeiras) Na sequênciada realização

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento geoestratégia geoestratégia geoestratégia qualificação recursos recursos recursos relações relações sector sector seguros governação governação governação governação agronegócio

Leia mais

Apresentação pública dos estudos EuropeAid + Novos Mercados CPLP. Fernando Ferreira AEP Matosinhos 12 Setembro 2017

Apresentação pública dos estudos EuropeAid + Novos Mercados CPLP. Fernando Ferreira AEP Matosinhos 12 Setembro 2017 Apresentação pública dos estudos EuropeAid + Novos Mercados CPLP Fernando Ferreira AEP Matosinhos 12 Setembro 2017 Portugal apresenta um crescimento muito acentuado nos níveis e qualidade de atendimento

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento geoestratégia geoestratégia geoestratégia qualificação recursos recursos recursos relações relações sector sector seguros governação governação governação governação agronegócio

Leia mais

UE e os países de língua portuguesa.

UE e os países de língua portuguesa. UE e os países de língua portuguesa http://dossiers.eurocid.pt/lusofonia Índice Língua Demografia do português UE e língua portuguesa UE e países de língua portuguesa Dossiê eletrónico Língua ( ) todas

Leia mais

Parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde para o sector da Água e Saneamento Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa

Parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde para o sector da Água e Saneamento Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa Parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde para o sector da Água e Saneamento Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa Local, 14 de Fevereiro de 2017 João Rabaça, Director Comercial Agenda 1

Leia mais

Compacto para os Países Lusófonos em África Outubro de 2018 Cabo Verde

Compacto para os Países Lusófonos em África Outubro de 2018 Cabo Verde Compacto para os Países Lusófonos em África Outubro de 2018 Cabo Verde Contexto económico e social dos países lusófonos em África - Produto Interno Bruto (PIB) agregado de cerca de USD 149,185.2 milhões

Leia mais

FÓRUM DE NEGÓCIOS PORTUGAL ÁFRICA

FÓRUM DE NEGÓCIOS PORTUGAL ÁFRICA FÓRUM DE NEGÓCIOS PORTUGAL ÁFRICA Oportunidades e Desafios Relações Portugal-África José Carlos F. Pereira O Potencial das Economias Africanas O Potencial das Economias Africanas África tem uma população

Leia mais

Regime de investimento e fiscalidade

Regime de investimento e fiscalidade Regime de investimento e fiscalidade Dia:17/11/2015 Cidade do Mindelo Cabo verde Liza Helena Vaz - PwC AGENDA REFORMA FISCAL TRIBUTAÇÃO EM CABO VERDE PRINCIPAIS INDICADORES INVESTIMENTO vs INCENTIVOS FISCAIS

Leia mais

com base no consenso fundamental alcançado em matérias de cooperação da capacidade produtiva, no âmbito do Plano de Acção para a Cooperação

com base no consenso fundamental alcançado em matérias de cooperação da capacidade produtiva, no âmbito do Plano de Acção para a Cooperação Memorando de Entendimento sobre a Promoção da Cooperação da Capacidade Produtiva do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e Países de Língua Portuguesa (Fórum de Macau) Os Ministérios

Leia mais

CAP. 5- ENQUADRAMENTO ECONÓMICO E FINANCEIRO DA ENERGIA RENOVAVEL EM STP CENTRO DE FORMAÇÃO BRASIL- SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

CAP. 5- ENQUADRAMENTO ECONÓMICO E FINANCEIRO DA ENERGIA RENOVAVEL EM STP CENTRO DE FORMAÇÃO BRASIL- SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE CAP. 5- ENQUADRAMENTO ECONÓMICO E FINANCEIRO DA ENERGIA RENOVAVEL EM STP CENTRO DE FORMAÇÃO BRASIL- SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Junho 2018 Dr. Sleid Costa SUMÁRIO 1-MERCADO DE ENERGIA RENOVÁVEL EM STP 2-INSTITUIÇÕES

Leia mais

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012

Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Assembleia Geral Anual da Portucel Empresa Produtora de Pasta e Papel, S.A. de 10 de Abril de 2012 Proposta relativa ao Ponto 8. da Ordem de Trabalhos Considerando que se encontra vago o cargo de Presidente

Leia mais

XI CONFERÊNCIA DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Brasília, 31 de outubro e 1 de novembro de 2016

XI CONFERÊNCIA DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Brasília, 31 de outubro e 1 de novembro de 2016 XI CONFERÊNCIA DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Brasília, 31 de outubro e 1 de novembro de DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA ANEXO (23 de julho de 2014 a 31 de outubro

Leia mais

Paying Taxes CPLP 2013 Apresentação de resultados

Paying Taxes CPLP 2013 Apresentação de resultados www.pwc.pt Paying Taxes CPLP 213 Apresentação de resultados Jaime Carvalho Esteves 23 de janeiro 213 Agenda 1. Metodologia Paying Taxes 2. Resultados CPLP 3. Comparações 4. Relações económicas entre Portugal

Leia mais

RINSP CPLP REUNIÃO EXTRA-ORDINÁRIA BRASÍLIA, 24/10/2017 PRESTAÇÃO DE CONTAS PARCIAL

RINSP CPLP REUNIÃO EXTRA-ORDINÁRIA BRASÍLIA, 24/10/2017 PRESTAÇÃO DE CONTAS PARCIAL RINSP CPLP REUNIÃO EXTRA-ORDINÁRIA BRASÍLIA, 24/10/2017 PRESTAÇÃO DE CONTAS PARCIAL Advocacia e apoio à criação de INSP nos países que ainda não dispõem dessa estrutura Missão a ST & P não foi realizada

Leia mais

Um Novo Mercado Económico da CPLP

Um Novo Mercado Económico da CPLP Um Novo Mercado Económico da CPLP Com a Co-organização da 1ª Conferência Económica Novo Mercado Económico da CPLP Montebelo Indy Maputo Congress Hotel, Moçambique 18 e 19 de outubro de 2017 Versão de 26

Leia mais

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau)

Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial 1ª Conferência Ministerial 13 de Outubro de 2003

Leia mais

Os Estudantes Estrangeiros Nacionais de Países da CPLP no Ensino Superior em Portugal:

Os Estudantes Estrangeiros Nacionais de Países da CPLP no Ensino Superior em Portugal: Os Estudantes Estrangeiros Nacionais de Países da CPLP no Ensino Superior em Portugal: Contributos para uma Caracterização Conferência Imigração de estudantes internacionais para a União Europeia 12 de

Leia mais

UE e os países de língua portuguesa.

UE e os países de língua portuguesa. UE e os países de língua portuguesa http://dossiers.eurocid.pt/lusofonia Índice Língua Demografia do português UE e língua portuguesa UE e países de língua portuguesa Dossier electrónico Língua ( ) todas

Leia mais

Associação dos Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa

Associação dos Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa IV Encontro dos Quadros de Informática dos Parlamentos de Língua Portuguesa I Introdução Relatório Final O IV Encontro dos Quadros de Informática dos Parlamentos de Língua Portuguesa foi realizado na Assembleia

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2015 ALER PLANO DE ACTIVIDADES

PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2015 ALER PLANO DE ACTIVIDADES PLANO DE ACTIVIDADES PARA 2015 ALER PLANO DE ACTIVIDADES 2015 1 OS EIXOS DE ACTUAÇÃO DA ALER CONHECER Relatórios nacionais com informação técnica, económica e regulatória Repositório de informação com

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA I.ª REUNIÃO DE MINISTROS DO COMÉRCIO DA COMUNIDADE DOS PAÍ- SES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP)

DECLARAÇÃO DE LUANDA I.ª REUNIÃO DE MINISTROS DO COMÉRCIO DA COMUNIDADE DOS PAÍ- SES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) DECLARAÇÃO DE LUANDA I.ª REUNIÃO DE MINISTROS DO COMÉRCIO DA COMUNIDADE DOS PAÍ- SES DE LÍNGUA PORTUGUESA (CPLP) Nós, Maria Idalina Valente, Ministra do Comércio de Angola; Armando Inroga, Ministro da

Leia mais

A ciranda da migração em Portugal e o papel da lusofonia Ana Scott. Departamento de Demografia-Nepo/UNICAMP

A ciranda da migração em Portugal e o papel da lusofonia Ana Scott. Departamento de Demografia-Nepo/UNICAMP A ciranda da migração em Portugal e o papel da lusofonia Ana Scott Departamento de Demografia-Nepo/UNICAMP Esquema da Apresentação A ciranda da História País de Emigrantes... De novo? Quem Emigra? Portugal

Leia mais

ALOCUÇÃO DE BOAS VINDAS DO PRESIDENTE NO VI SEMINÁRIO DA OISC-CPLP. S. Excia. o Gestor do escritório conjunto das Nações Unidas em Cabo Verde

ALOCUÇÃO DE BOAS VINDAS DO PRESIDENTE NO VI SEMINÁRIO DA OISC-CPLP. S. Excia. o Gestor do escritório conjunto das Nações Unidas em Cabo Verde ALOCUÇÃO DE BOAS VINDAS DO PRESIDENTE NO VI SEMINÁRIO DA OISC-CPLP S. Excia. o Presidente da Assembleia Nacional S. Excia. o Gestor do escritório conjunto das Nações Unidas em Cabo Verde S. Excia. o Representante

Leia mais

(DRAFT) CONCLUSÕES DA II REUNIÃO DO FÓRUM DA SOCIEDADE CIVIL DA CPLP Díli, 17 de julho de 2015

(DRAFT) CONCLUSÕES DA II REUNIÃO DO FÓRUM DA SOCIEDADE CIVIL DA CPLP Díli, 17 de julho de 2015 (DRAFT) CONCLUSÕES DA II REUNIÃO DO FÓRUM DA SOCIEDADE CIVIL DA CPLP Díli, 17 de julho de 2015 A II Reunião Fórum da Sociedade Civil da CPLP (FSC-CPLP) realizou-se nos dias 13 a 17 de julho de 2015, em

Leia mais

PORTOS DE CABO VERDE O PAPEL DOS PORTOS AFRICANOS NO COMERCIO GLOBAL E SHIPPING OS FLUXOS E AS POTENCIALIDADES OESTE AFRICANA E ATLÂNTICA,,

PORTOS DE CABO VERDE O PAPEL DOS PORTOS AFRICANOS NO COMERCIO GLOBAL E SHIPPING OS FLUXOS E AS POTENCIALIDADES OESTE AFRICANA E ATLÂNTICA,, POTENCIAL DA LIGAÇÃO ATLÂNTICA SETUBAL, 09 Novembro 2010 O MERCADO AFRICANO POTENCIAL DA LIGAÇÃO ATLANTICA PORTOS DE CABO VERDE O PAPEL DOS PORTOS AFRICANOS NO COMERCIO GLOBAL E SHIPPING OS FLUXOS E AS

Leia mais

MUNDISERVIÇOS MAIO 2009

MUNDISERVIÇOS MAIO 2009 MUNDISERVIÇOS MAIO 2009 Breve Apresentação MundiServiços Companhia Portuguesa de Serviços e Gestão, Lda. Início de actividade: 1988 Actividade principal Consultoria de Gestão e Formação Staff Interno:

Leia mais

VII Seminário Ibérico de Economistas. O MUNDO PANIBÉRICO Um novo actor no contexto da globalização. Leonor Aires Madrid, 14 Junho 2019

VII Seminário Ibérico de Economistas. O MUNDO PANIBÉRICO Um novo actor no contexto da globalização. Leonor Aires Madrid, 14 Junho 2019 VII Seminário Ibérico de Economistas O MUNDO PANIBÉRICO Um novo actor no contexto da globalização Leonor Aires Madrid, 14 Junho 2019 Ordem dos Economistas i. Conceito Panibérico ii. Contexto Cultural Panibérico

Leia mais

Oportunidades de Negócio em S. Tomé e Príncipe 30 de setembro de 2016

Oportunidades de Negócio em S. Tomé e Príncipe 30 de setembro de 2016 Oportunidades de Negócio em S. Tomé e Príncipe 30 de setembro de 2016 A SOFID Critérios de Elegibilidade Produtos e Serviços Atividade SOFID Conclusão MANDATO Instituição financeira de desenvolvimento

Leia mais

A CPLP: ATOR MULTIPOLAR NO MUNDO GLOBAL. Excelentíssimo Presidente da Direção do Círculo de Conexão Lusófona

A CPLP: ATOR MULTIPOLAR NO MUNDO GLOBAL. Excelentíssimo Presidente da Direção do Círculo de Conexão Lusófona Intervenção do Secretário Executivo da CPLP Embaixador Murade Isaac Murargy A CPLP: ATOR MULTIPOLAR NO MUNDO GLOBAL Excelentíssimo Presidente da Direção do Círculo de Conexão Lusófona Dr. Francisco Murteira

Leia mais

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA DECLARAÇÃO DE LUANDA IV REUNIÃO DOS PONTOS FOCAIS DE GOVERNAÇÃO ELETRÓNICA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Os Pontos Focais da Governação Eletrónica da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Leia mais

Cabo Verde Guiné Bissau Guiné Equatorial Portugal. Brasil São Tomé e Príncipe Angola Moçambique Timor Leste PROGRAMA RESUMIDO

Cabo Verde Guiné Bissau Guiné Equatorial Portugal. Brasil São Tomé e Príncipe Angola Moçambique Timor Leste PROGRAMA RESUMIDO Cabo Verde Guiné Bissau Guiné Equatorial Portugal Brasil São Tomé e Príncipe Angola Moçambique Timor Leste PROGRAMA RESUMIDO 27 a 31 de Maio de 2019 Programa Científico Resumido - Provisório 27 DE MAIO

Leia mais

CENTRO DE COORDENAÇÃO MULTINACIONAL PARA A "Zona D"

CENTRO DE COORDENAÇÃO MULTINACIONAL PARA A Zona D CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE ÁFRICA COORDENAÇÃO INTER-REGIONAL PARA SEGURANÇA MARÍTIMA CENTRO DE COORDENAÇÃO MULTINACIONAL PARA A "Zona D" YAOUNDÉ / 11-14 de julho de 2017 Comandante Cyrille Serge

Leia mais

O seu Parceiro de Negócios

O seu Parceiro de Negócios O seu Parceiro de Negócios Sinopse da Empresa O BNU é o primeiro banco emissor de papel-moeda em Macau, com 115 anos de história, no apoio à comunidade local. Há mais de um século que o BNU é parte da

Leia mais

SOUSA GALITO, Maria (2009). Entrevista ao Dr. João Cabral. CI-CPRI, E T- CPLP, º6, pp. 1-6.

SOUSA GALITO, Maria (2009). Entrevista ao Dr. João Cabral. CI-CPRI, E T- CPLP, º6, pp. 1-6. SOUSA GALITO, Maria (2009). Entrevista ao Dr. João Cabral. CI-CPRI, E T- CPLP, º6, pp. 1-6. E T-CPLP: Entrevistas sobre a CPLP CI-CPRI Entrevista ao Dr. João Cabral Director da Associação Comercial de

Leia mais

Panorama da Arbitragem em Portugal e países da CPLP. José Carlos Soares Machado SRS Advogados

Panorama da Arbitragem em Portugal e países da CPLP. José Carlos Soares Machado SRS Advogados Panorama da Arbitragem em Portugal e países da CPLP José Carlos Soares Machado SRS Advogados 1 Nota Histórica Código de Processo Civil Arbitragem regulada em capítulo próprio Não tinha grande expressão

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA E DA BASE DE CONHECIMENTO DO ES NOS PAÍSES E REGIÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA

DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA E DA BASE DE CONHECIMENTO DO ES NOS PAÍSES E REGIÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA DESENVOLVIMENTO DA PESQUISA E DA BASE DE CONHECIMENTO DO ES NOS PAÍSES E REGIÕES DE LÍNGUA PORTUGUESA DESAFIOS E PERSPECTIVAS NO CONTEXTO GLOBAL JOSÉ MAGODE, OBRIGADO PELA ATENÇÃO INTRODUÇÃO -Contexto

Leia mais

ANO DA CPLP PARA A JUVENTUDE PLANO DE ATIVIDADES

ANO DA CPLP PARA A JUVENTUDE PLANO DE ATIVIDADES ANO DA CPLP PARA A JUVENTUDE PLANO DE ATIVIDADES PLANO DE AÇÃO PARA A JUVENTUDE (2018-2022) Agenda 2030 - ODS REUNIÕES ESTATUTÁRIAS PLANO DE ATIVIDADES SECRETARIA GERAL DA CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA JUVENTUDE

Leia mais

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18

Programa de Internacionalização Agronegócios CPLP 2017/18 financiamento financiamento qualificação relações relações sector sector seguros comunicação comunicação desenvolvimento desenvolvimento legislação legislação logística keting keting keting keting mercado

Leia mais

UE e os países de língua portuguesa.

UE e os países de língua portuguesa. UE e os países de língua portuguesa http://dossiers.eurocid.pt/lusofonia Índice Língua Demografia do português UE e língua portuguesa UE e países de língua portuguesa Dossiê eletrónico Língua ( ) todas

Leia mais

Um Novo Mercado Económico da CPLP

Um Novo Mercado Económico da CPLP Um Novo Mercado Económico da CPLP Com o Alto Patrocínio da 1ª Conferência Económica Novo Mercado Económico da CPLP Montebelo Indy Maputo Congress Hotel, Moçambique Março de 2018 Comunidade dos Países de

Leia mais

Indicadores socioeconómicos dos Países de Língua Portuguesa 2013

Indicadores socioeconómicos dos Países de Língua Portuguesa 2013 Indicadores socioeconómicos dos Países de Língua Portuguesa 2013 O #Lusofonia (Cardinal Lusofonia) é uma publicação que se enquadra na promoção do conhecimento público sobre as economias dos Países de

Leia mais

A relevância das Comunicações na Economia do Mundo da Lusofonia. José Luís Livramento

A relevância das Comunicações na Economia do Mundo da Lusofonia. José Luís Livramento A relevância das Comunicações na Economia do Mundo da Lusofonia José Luís Livramento OS SERVIÇOS NA ECONOMIA GLOBAL ENQUADRAMENTO DAS COMUNICAÇÕES NOS SERVIÇOS CPLP, DIMENSÃO ECONÓMICA PRÓPRIA AS COMUNICAÇÕES

Leia mais

Valências e Projeção Internacional do Cluster Português da Água Intervenção no Mercado das Multilaterais

Valências e Projeção Internacional do Cluster Português da Água Intervenção no Mercado das Multilaterais CONTRATAÇÃO DE PROJETOS EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO O SETOR DA ÁGUA E O MERCADO DAS MULTILATERAIS Conferência Pública Inaugural, IST, 17 de maio de 2015 Valências e Projeção Internacional do Cluster Português

Leia mais

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DOS ASSUNTOS DO MAR DA CPLP Díli, 18 de maio de 2016 DECLARAÇÃO DE DÍLI Os Ministros dos Assuntos do Mar da CPLP ou seus representantes de Angola, Brasil, Cabo Verde,

Leia mais

O que é o Agrofórum? Onde terá lugar o Agrofórum? O bilhete de acesso permite ter acesso a quê? Como posso fazer o registo no Agrofórum?

O que é o Agrofórum? Onde terá lugar o Agrofórum? O bilhete de acesso permite ter acesso a quê? Como posso fazer o registo no Agrofórum? O que é o Agrofórum? O maior evento de referência do agronegócio focado nos mercados da CPLP, em que participarão mais de 1200 congressistas, onde as empresas serão as principais protagonistas. Onde terá

Leia mais

Certos da boa receção do presente convite, subscrevemo-nos com a mais elevada estima e consideração.

Certos da boa receção do presente convite, subscrevemo-nos com a mais elevada estima e consideração. A Sua Excelência, Exmos. Senhores, Excelência. Com os nossos mais respeitosos cumprimentos A Confederação Empresarial da CPLP (CE-CPLP), através do seu Instituto de Formação da Guiné Bissau, está a organizar

Leia mais

Missão Empresarial Moçambique 29 Agosto a 6 Setembro Programa

Missão Empresarial Moçambique 29 Agosto a 6 Setembro Programa Moçambique 29 Agosto a 6 Setembro 2018 Programa Jorge Santos Presidente A CAL Câmara Agrícola Lusófona está a organizar uma a Moçambique, entre os dias 29 de Agosto e 6 de Setembro de 2018, no âmbito Projecto

Leia mais

A CPLP: PERSPETIVA INTERNACIONAL E A ABORDAGEM DA POLÍTICA DE INFLUÊNCIA

A CPLP: PERSPETIVA INTERNACIONAL E A ABORDAGEM DA POLÍTICA DE INFLUÊNCIA ESTRATÉGIAS NACIONAIS PARA A PREVENÇÃO E COMBATE AO TERRORISMO VIOLENTO EM ÁFRICA A CPLP: PERSPETIVA INTERNACIONAL E A ABORDAGEM DA POLÍTICA DE INFLUÊNCIA ACSS/STELLENBO SCH UNIVERSITY 10 DE MAIO A CPLP:

Leia mais

XIV Encontro de Quadros de Informática dos Parlamentos de Língua Portuguesa. Proposta de Programa

XIV Encontro de Quadros de Informática dos Parlamentos de Língua Portuguesa. Proposta de Programa REPÚBLICA DE ANGOLA ASSEMBLEIA NACIONAL XIV Encontro de Quadros de Informática dos Parlamentos de Língua Portuguesa - Luanda, 13 a 16 de Maio de 2019 - Proposta de Programa 12 DE MAIO DE 2019 (DOMINGO)

Leia mais

Uso de tecnologias de informação e comunicação nos países de língua portuguesa

Uso de tecnologias de informação e comunicação nos países de língua portuguesa Medical Informatics in Underdeveloped Regions Uso de tecnologias de informação e comunicação nos países de língua portuguesa Regina Ungerer Coordenadora da rede eportuguêse Organização Mundial da Saúde

Leia mais

CAPITULO I BREVE DESCRIÇÃO DO PAÍS

CAPITULO I BREVE DESCRIÇÃO DO PAÍS Workshop de validação do Relatório Nacional de Ponto de Situação das Energias Renováveis em São Tomé e Príncipe CAPITULO I BREVE DESCRIÇÃO DO PAÍS ««CENTRO DE FORMAÇÃO BRASIL- SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Junho

Leia mais

Enlaces útiles/ Esteka Interesgarriak. Jornais e revistas

Enlaces útiles/ Esteka Interesgarriak. Jornais e revistas DEPARTAMENTO DE PORTUGUES // PORTUGALERA DEPARTAMENTUA PORTUGAL Nacionais http://www.publico.clix.pt http://www.expresso.pt http://www.correiomanha.pt http://www.dn.pt http://www.visaoonline.pt http://www.acapital.pt

Leia mais

PERTO DAS EMPRESAS PARA AS LEVAR MAIS LONGE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

PERTO DAS EMPRESAS PARA AS LEVAR MAIS LONGE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE PERTO DAS EMPRESAS PARA AS LEVAR MAIS LONGE OPORTUNIDADES DE NEGÓCIO SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE AMBIENTE DE NEGÓCIOS 03 CULTURA DE NEGÓCIOS 04 O MERCADO 05-09 REACIONAMENTO ECONÓMICO BILATERAL 10-12 OPORTUNIDADES

Leia mais

Construir Parcerias quer dizer ter a oportunidade e a coragem de empreender, no mercado dos Países de Língua Portuguesa, de forma a se obter um

Construir Parcerias quer dizer ter a oportunidade e a coragem de empreender, no mercado dos Países de Língua Portuguesa, de forma a se obter um CRESCIMENTO DESENVOLVIMENTO PARCERIAS Construir Parcerias quer dizer ter a oportunidade e a coragem de empreender, no mercado dos Países de Língua Portuguesa, de forma a se obter um espaço (CONFEDERAÇÃO

Leia mais

Oportunidades EuropeAid no Universo CPLP (Parte I)

Oportunidades EuropeAid no Universo CPLP (Parte I) Oportunidades EuropeAid no Universo CPLP (Parte I) Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa Exponor (Leça da Palmeira), 12 de setembro de 2017 Tiago de Matos Fernandes (TESE) Agenda 1 Caracterização,

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DA CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO NOS PAÍSES PARCEIROS: A REALIZAÇÃO DE AVALIAÇÕES CONJUNTAS Manuela Afonso Camões, I.P.

O DESENVOLVIMENTO DA CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO NOS PAÍSES PARCEIROS: A REALIZAÇÃO DE AVALIAÇÕES CONJUNTAS Manuela Afonso Camões, I.P. O DESENVOLVIMENTO DA CAPACIDADE DE AVALIAÇÃO NOS PAÍSES PARCEIROS: A REALIZAÇÃO DE AVALIAÇÕES CONJUNTAS Manuela Afonso Camões, I.P. Lisboa, 17 de Setembro de 2015 O desenvolvimento da capacidade de avaliação

Leia mais

Português: Língua de oportunidades. Números que falam

Português: Língua de oportunidades. Números que falam Português: Língua de oportunidades Números que falam Agenda 1 A CPLP enquanto mercado económico 2 Economia 3 4 5 6 IDE Fiscalidade Plataformas lusófonas Conclusões Slide 2 507 260 Slide 3 Economia Características

Leia mais

COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA (CPLP)

COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA (CPLP) COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LINGUA PORTUGUESA (CPLP) Profº Marcelo Câmara HISTÓRICO Encontro de Chefes de Estado e de Governo de Língua Portuguesa de São Luís (1989) iniciativa do Presidente José Sarney e

Leia mais

Cooperação Brasil África para o desenvolvimento: conceito, caracterização, desafios

Cooperação Brasil África para o desenvolvimento: conceito, caracterização, desafios 1 Cooperação Brasil África para o desenvolvimento: conceito, caracterização, desafios Lídia Cabral Research Associate, Overseas Development Institute 2 Estrutura da exposição 1. Cooperação brasileira para

Leia mais

CABO VERDE. AERLIS - Oeiras

CABO VERDE. AERLIS - Oeiras CABO VERDE AERLIS - Oeiras 20.01.2010 Relações Económicas com Portugal Cabo Verde Relações Económicas com Portugal Importância de Cabo Verde nos Fluxos Comerciais de Portugal 2004 2005 2006 2007 2008 COMO

Leia mais

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DA SAÚDE DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Programa de Trabalho

III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DA SAÚDE DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Programa de Trabalho III REUNIÃO ORDINÁRIA DE MINISTROS DA SAÚDE DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Programa de Trabalho Local: Centro de Conferências Joaquim Chissano Maputo, 10 a 12 de Fevereiro de 2014 Dia 12

Leia mais

Que estratégias digitais para a CPLP?

Que estratégias digitais para a CPLP? Que estratégias digitais para a CPLP? Que estratégias digitais para a CPLP? Objetivos da CPLP ENFRENTAR A REALIDADE IDENTIFICAR AS FORÇAS E FRAQUEZAS DA CPLP Estratégia digital de cada país IDENTIFICAR

Leia mais

Sessões de encerramento do Projecto P3LP - Coimbra e Porto

Sessões de encerramento do Projecto P3LP - Coimbra e Porto Sessões de encerramento do Projecto P3LP - Coimbra e Porto No âmbito do Projecto P3LP Pontes e Parcerias nos Países de Língua Portuguesa, a PPA realizou em Coimbra e no Porto, respectivamente, nos dias

Leia mais

Seminário Lusófono Parlamentar sobre a. Ratificação e Implementação do Tratado sobre o Comércio de Armas. Praia, Cabo Verde de Julho, 2016

Seminário Lusófono Parlamentar sobre a. Ratificação e Implementação do Tratado sobre o Comércio de Armas. Praia, Cabo Verde de Julho, 2016 Com o suporte de Seminário Lusófono Parlamentar sobre a Ratificação e Implementação do Tratado sobre o Comércio de Praia, 18-19 de Julho, 2016 Programa Segunda-feira, 18 de Julho, 2016 9:00 Registro 9:45

Leia mais

O Ensino Superior e o Estudante Internacional

O Ensino Superior e o Estudante Internacional O Ensino Superior e o Estudante Internacional www.dges.gov.pt João Queiroz (joao.queiroz@dges.gov.pt) ENSINO SUPERIOR EM PORTUGAL O sistema educativo português encontra-se regulado pela Lei de Bases do

Leia mais

PORTUGAL: COMÉRCIO INTERNACIONAL DE LEITE E DERIVADOS

PORTUGAL: COMÉRCIO INTERNACIONAL DE LEITE E DERIVADOS Balança Comercial Portuguesa de Leite e Derivados (Milhares de Euros) Exportação 172.852 226.378 271.971 225.496 268.753 13,3 19,2 Importação 367.724 436.717 518.991 480.416 461.748 6,6-3,9 Saldo -194.872-210.340-247.019-254.920-192.995

Leia mais

Tripartite side event organized by the Mozambican Permanent Mission during the 100th ILC 13 June 2011

Tripartite side event organized by the Mozambican Permanent Mission during the 100th ILC 13 June 2011 Tripartite side event organized by the Mozambican Permanent Mission during the 100th ILC 13 June 2011 1. Invitation (page 2) 2. Agenda (page 3) 3. Mr. Pedro A. Furtado de Oliveira s presentation, IPEC

Leia mais

Fórum sobre. Clima/Variabilidade e Alterações Climáticas - Impactos na Economia na CPLP e em África.

Fórum sobre. Clima/Variabilidade e Alterações Climáticas - Impactos na Economia na CPLP e em África. Centro Internacional de Investigação Climática e Aplicações para a CPLP e África (International Climate Research and Applications Center for CPLP and Africa Countries) Circular Nº 1 08 de Junho de 2018

Leia mais

Enquadramento económico dos mercados regionais da CPLP

Enquadramento económico dos mercados regionais da CPLP www.pwc.com/pt Enquadramento económico dos mercados regionais da CPLP Oportunidades maximizadas? Jaime Carvalho Esteves 19 de Março 2013 Agenda 1. Conceito de hub 2. Relevância da CPLP 3. Os mercados de

Leia mais

Memorando de Entendimento. Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO

Memorando de Entendimento. Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO Memorando de Entendimento Entre A COMUNIDADE DE PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA E A ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE TURISMO Considerando que a Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa doravante designada por

Leia mais

IX REUNIÃO DE MINISTROS DAS COMUNICAÇÕES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Maputo, 19 de Agosto de Declaração de Maputo

IX REUNIÃO DE MINISTROS DAS COMUNICAÇÕES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Maputo, 19 de Agosto de Declaração de Maputo IX REUNIÃO DE MINISTROS DAS COMUNICAÇÕES DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Maputo, 19 de Agosto de 2016 Declaração de Maputo Os Ministros das Comunicações da CPLP ou seus representantes, os

Leia mais

Relatório de atividades de cooperação 2012/2014

Relatório de atividades de cooperação 2012/2014 Proc. n.º -RI/14 Relatório de atividades de cooperação 2012/2014 Guilherme d Oliveira Martins Presidente do Tribunal de Contas Tribunal de Contas de Portugal LISBOA 2014 NOTA INTRODUTÓRIA I - ANO DE 2012

Leia mais

RELATÓRIO SOBRE RECURSOS HUMANOS DA OMS NA REGIÃO AFRICANA. Documento Informativo. ÍNDICE Parágrafos INTRODUÇÃO...1 CATEGORIAS DE CONTRATOS...

RELATÓRIO SOBRE RECURSOS HUMANOS DA OMS NA REGIÃO AFRICANA. Documento Informativo. ÍNDICE Parágrafos INTRODUÇÃO...1 CATEGORIAS DE CONTRATOS... WORLD HEALTH ORGANIZATION REGIONAL OFFICE FOR AFRICA ORGANISATION MONDIALE DE LA ANTÉ BUREAU RÉGIONAL DE L AFRIQUE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE ESCRITÓRIO REGIONAL AFRICANO COMITÉ REGIONAL AFRICANO Quinquagésima-quinta

Leia mais

1. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança PORTUGAL NO MUNDO PROMOVER A PAZ E A SEGURANÇA

1. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança PORTUGAL NO MUNDO PROMOVER A PAZ E A SEGURANÇA 1. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança PORTUGAL NO MUNDO PROMOVER A PAZ E A SEGURANÇA 2º Encontro Conhecimento e Cooperação - Lisboa, 06-06-2013 2. Portugal no Mundo Promover a Paz e a Segurança

Leia mais

Oportunidades de Negócio e Financiamento

Oportunidades de Negócio e Financiamento Oportunidades de Negócio e Financiamento 1 Fundos de Cooperação Europeia 2 Fundos de Cooperação Europeia 3 Fundos de Cooperação Europeia 4 Vantagens para as empresas: 1. Internacionalização de empresas

Leia mais

Principais fatores para garantir a proteção e a segurança no mar

Principais fatores para garantir a proteção e a segurança no mar Principais fatores para garantir a proteção e a segurança no mar Desenvolvido pelo Cap. Mohammed DRISSI Fiduciário da IMRF*, Coordenador para a África Windhoek, Namíbia, de 13 a 17 de maio de 2019 * Federação

Leia mais

de Investimento em Angola e Cabo Verde

de Investimento em Angola e Cabo Verde Conferência Client Perspectivas name appears e Oportunidades here de Investimento em Angola e Cabo Verde PwC Conferência Estruturas de Investimento: Angola Catarina Nunes Agenda Introdução 1 Ficha de Angola:

Leia mais

Caracterização da Investigação em ciências da saúde na CPLP

Caracterização da Investigação em ciências da saúde na CPLP Caracterização da Investigação em ciências da saúde na CPLP Paula Seguro-de-Carvalho Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa paula.carvalho@estesl.ipl.pt Objetivo o objetivo é apresentar uma caracterização

Leia mais

MOÇAMBIQUE V. Castelo

MOÇAMBIQUE V. Castelo MOÇAMBIQUE V. Castelo 27.03.2014 Superfície: 800 mil km 2 PIB: 15 mm USD (2013) e PIB per capita: 585 USD(2013) e Crescimento PIB: 7,0% (2013) e Inflação: 3,3% (2013) e (e) Estimativa Fonte: EIU Dados

Leia mais

Operacionalizar a política de cooperação técnica internacional do país.

Operacionalizar a política de cooperação técnica internacional do país. 1 Competências da ABC Operacionalizar a política de cooperação técnica internacional do país. Coordenar todo o ciclo da cooperação técnica internacional recebida pelo país do exterior e aquela mantida

Leia mais

= DECLARAÇÃO FINAL = 2º FÓRUM DA UNIÃO DE EXPORTADORES DA CPLP

= DECLARAÇÃO FINAL = 2º FÓRUM DA UNIÃO DE EXPORTADORES DA CPLP = DECLARAÇÃO FINAL = 2º FÓRUM DA UNIÃO DE EXPORTADORES DA CPLP De 17 a 18 de Dezembro de 2015, em Braga / Portugal, por iniciativa da União de Exportadores da CPLP (UE CPLP) em parceria com a Confederação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL E VOLUNTARIADO

ASSOCIAÇÃO DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL E VOLUNTARIADO ASSOCIAÇÃO DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL E VOLUNTARIADO QUEM SOMOS A SFA É UMA ASSOCIAÇÃO DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL E VOLUNTARIADO EMPREENDEDORISMO SOCIAL VOLUNTARIADO Missão Juventude Inovação Gratuidade

Leia mais

Cooperação estatística com os países de língua portuguesa Breve balanço e perspetivas de futuro

Cooperação estatística com os países de língua portuguesa Breve balanço e perspetivas de futuro Cooperação estatística com os países de língua portuguesa Breve balanço e perspetivas de futuro Conceição Veiga e Carolina Santos REC Serviço de Relações Externas e Cooperação 20188 Secção Permanente de

Leia mais

DISCURSO DE ABERTURA PRESIDENTE DA ASG-PLP JOÃO RUI AMARAL

DISCURSO DE ABERTURA PRESIDENTE DA ASG-PLP JOÃO RUI AMARAL XII Encontro da Associação dos Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa (ASG-PLP) Dili, 26 a 28 de Setembro de 2011 DISCURSO DE ABERTURA DO PRESIDENTE DA ASG-PLP JOÃO RUI AMARAL (SECRETÁRIO-GERAL

Leia mais

TV Brasil estreia série de documentários Nossa Língua nesta terça (12/7)

TV Brasil estreia série de documentários Nossa Língua nesta terça (12/7) Publicado em TV Brasil (http://tvbrasil.ebc.com.br) 08/07/2016-16h28 TV Brasil estreia série de documentários Nossa Língua nesta terça (12/7) Para incentivar o intercâmbio cultural e o fomento ao audiovisual

Leia mais

Financiamento Internacional

Financiamento Internacional Financiamento Internacional Posicionamento das ONGD portuguesas Formadora: Tânia Santos mecanismo@cesa.iseg.utl.pt Índice 1)Posicionamento das ONGD no financiamento; 2)Cartas de intenção e propostas sucintas;

Leia mais

Cooperação em saúde: passado e presente

Cooperação em saúde: passado e presente Cooperação em Saúde Cooperação em saúde: passado e presente Health cooperation: past and present Teresa Leal Deolinda Cruz Paulo Ferrinho Gabinete de Cooperação e Relações Internacionais, Instituto de

Leia mais

A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP

A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP A FCT e a CooperaçãoemCiênciae Tecnologia com ospaísesdo EspaçoCPLP 2ª CONFERÊNCIA SOBRE O FUTURO DA LÍNGUA PORTUGUESA NO SISTEMA MUNDIAL 30 de outubro2013 Maria João Maia Departamento das Relações Internacionais,

Leia mais

Sustentabilidade: Desafio Actual do Ensino Superior

Sustentabilidade: Desafio Actual do Ensino Superior Os desafios da Gestão e da Qualidade do Ensino Superior nos Países e Regiões de Língua Portuguesa 15 de Novembro de 2011 Sustentabilidade: Desafio Actual do Ensino Superior Instituto Superior Técnico,

Leia mais

Programa Estratégico UNIDO/ GEF 6

Programa Estratégico UNIDO/ GEF 6 Promoção de Investimentos em Energia Renovável e Eficiência Energética no Sector Eléctrico de São Tomé e Príncipe Programa Estratégico UNIDO/ GEF 6 Eng. Gabriel Maquengo MIRNA/DGRNE Director de Energia

Leia mais