Data: 30 de agosto de 2013 Hora: 09h30min (Horário de Brasília) / 08h30min (Horário de Manaus) Local: Endereço Eletrônico:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Data: 30 de agosto de 2013 Hora: 09h30min (Horário de Brasília) / 08h30min (Horário de Manaus) Local: Endereço Eletrônico: www.comprasnet.gov."

Transcrição

1 UASG EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 07/2013 Sistema de Registro de Preços Processo nº / O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, Autarquia Federal, vinculada ao Ministério da Educação, mediante Pregoeira, designada pela Portaria Nº GR/IFAM de 14/08/2013 e Equipe de Apoio aos Pregoeiros, designada pela Portaria Nº GR/IFAM, de 14/08/2013, torna público para conhecimento dos interessados que na data, horário e local abaixo indicado fará realizar na modalidade PREGÃO na forma ELETRÔNICA através do SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, do tipo MAIOR DESCONTO SOBRE O VALOR GLOBAL DO GRUPO DE ITENS. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL O procedimento licitatório obedecerá ao disposto neste Edital e seus anexos, bem como as disposições das Leis Federais nºs de 23/10/1991 e suas alterações, de 17/07/2002, Decretos Federais nºs de 07/07/1997, de 08/08/2000, de 23/01/2013, de 05/09/2004, de 31/05/2005 e de 12/05/2010, Lei Complementar n. 123/2006, de 14/12/2006, Instruções Normativas SLTI/MPOG 02 de 30/04/2008, 01 de 19/01/2010, 04 de 12/11/2010, aplicando-se, subsidiariamente, as normas da Lei 8.666/93, de 21/06/1993, suas alterações e demais legislações correlatas. De acordo com o disposto no Art. 4. do Decreto 5.450/2005, os serviços aqui tratados são de natureza comum e de caráter continuado; a modalidade adotada Pregão Eletrônico, observa, ainda, o disposto no Acórdão 2.471/2008 do Tribunal de Contas da União. De acordo com o Artigo 6 do Decreto Federal de 12 de maio 2010: Consideram-se bens e serviços de informática e automação com tecnologia desenvolvida no País aqueles cujo efetivo desenvolvimento local seja comprovado junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia, na forma por este regulamentada. As instruções estabelecidas neste Edital de licitação determinam os procedimentos que orientarão o presente processo licitatório até a assinatura do respectivo Contrato Administrativo. Alegações de desconhecimento destas instruções, bem como das disposições legais acima especificadas, não serão aceitas como razões válidas para justificar quaisquer erros ou divergências encontradas em seus documentos de habilitação e/ou propostas. Será nula de fato e de direito qualquer limitação ou condição expressa pelo proponente que esteja divergente deste Edital de licitação. DA APROVAÇÃO DO EDITAL O presente Edital foi aprovado pela Procuradoria Federal junto ao IFAM, conforme Parecer Jurídico n PF/IFAM/2013, de ABERTURA: A partir do horário previsto no edital, a sessão pública na internet será aberta por comando da pregoeira com a utilização de sua chave de acesso e senha, iniciando a etapa de lances. Data: 30 de agosto de 2013 Hora: 09h30min (Horário de Brasília) / 08h30min (Horário de Manaus) Local: Endereço Eletrônico: 1 DO OBJETO 1.1 Registro de Preços para Contratação de Empresa para a Prestação de Serviços de Assistência Técnica Especializada em Informática para o Parque Computacional do IFAM. 1.2 Havendo divergências entre as especificações contidas no Termo de Referência e as do sistema, prevalecem as primeiras. 1.3 Em atendimento ao disposto no artigo 3, inciso III do Decreto Federal 7.174, de 12 de maio de 2010, se a empresa for fazer manutenção ou substituição de peças utilizando produto importado, no momento da entrega do objeto, deverá 1

2 ser comprovada a origem do bem ofertado e da quitação dos tributos de importação a ele referente, sob pena de rescisão contratual e multa. 2 FARÃO PARTE DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS DECORRENTE DESTE PREGÃO ELETRÔNICO OS CAMPI DO IFAM: a) IFAM Reitoria. (UNIDADE GERENCIADORA) UASG b) IFAM Campus Manaus Centro. UASG c) IFAM Campus Manaus Distrito Industrial. UASG d) IFAM Campus Manaus Zona Leste. UASG e) IFAM Campus Coari. UASG f) IFAM Campus São Gabriel da Cachoeira. UASG g) IFAM Campus Lábrea. UASG h) IFAM Campus Presidente Figueiredo. UASG i) Campus Tabatinga. UASG j) IFAM Campus Maués. UASG k) IFAM Campus Parintins. UASG DO REGISTRO DE PREÇOS 3.1 O uso do Sistema de Registro de Preços para esta contratação está fundamentado nos incisos I e IV, do art. 3º, do Decreto nº 7.892, de 23 de janeiro de 2013, quando, pelas características do bem ou serviço, houver necessidade de contratações frequentes, e pela natureza do objeto, não for possível definir previamente o quantitativo a ser demandado pela Administração. 3.2 As regras relativas às contratações decorrentes deste Registro de Preços constam na minuta da Ata de Registro de Preços, Anexo II do Edital. 4 CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 4.1 Os interessados em participar desta licitação deverão estar previamente credenciados no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores - SICAF e perante o sistema eletrônico provido pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, por meio do sítio 4.2 As empresas interessadas em participar da presente licitação que não estejam, até a presente data, inscritas no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores - SICAF habilitar-se-ão junto aos Órgãos Cadastradores do Sistema, até o terceiro dia útil anterior à data para a recepção das propostas, mediante a apresentação dos documentos de que tratam os Artigos. 27 a 31, da Lei nº /93; 4.3 Informações relativas ao cadastramento no SICAF poderão ser obtidas por consulta ao sítio link Publicações > Manuais > Manual de Cadastramento de Fornecedores SICAF; 4.4 A participação no pregão eletrônico dar-se-á pela utilização da senha privativa do licitante (Art. 21, 1º, Decreto 5.450/2005); 4.5 Para participação no pregão eletrônico a licitante deverá fazer, no ato do cadastramento de sua proposta, em campo próprio do sistema eletrônico do comprasnet, as seguintes declarações: a) Declaração de que está ciente e concorda com as condições contidas no edital e seus anexos, bem como de que cumpre plenamente os requisitos de habilitação definidos no Edital (Art. 21, 2º, Decreto 5.450/05); b) Declaração, sob as penalidades cabíveis, da inexistência de fato superveniente que possa impedir a sua habilitação neste certame, inclusive na vigência contratual, caso venha a ser contratado (Art. 32, 2º, Lei 8.666/93); c) Declaração de que não emprega menores de dezoito anos em trabalho noturno, perigoso ou insalubre, e não emprega menor de dezesseis anos, em qualquer trabalho, salvo na condição de aprendiz, a partir de 14 (quatorze) anos, nos termos do inciso XXXIII do art. 7º da Constituição Federal de 1988 (Lei nº 9.854/99). d) Declaração se for o caso, de ser empresa enquadrada como ME ou EPP. 2

3 e) Declaração de Elaboração Independente de Proposta, em cumprimento ao parágrafo 2º, artigo 1º da Instrução Normativa nº. 2, de 16 de setembro de 2009, expedida pela Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. 4.6 As licitantes que optarem pelo tratamento diferenciado, detendo a condição de microempresa (ME) ou empresa de pequeno porte (EPP), nos termos da Lei Complementar nº. 123 de 14 de dezembro de 2006, deverão se manifestar por declaração em campo próprio do sistema e quando solicitado pela Pregoeira. 4.7 A declaração falsa relativa ao cumprimento dos requisitos de habilitação e proposta sujeitará o licitante às sanções previstas neste instrumento convocatório (Art. 21, 3º, Decreto 5.450/2005). 4.8 Não poderão participar desta licitação pessoas jurídicas: a) Cujos estatutos ou contratos sociais não incluam o objeto desta licitação; b) Que se encontrem em processo de dissolução, recuperação judicial, recuperação extrajudicial, falência, sob concurso de credores, concordata, fusão, cisão, liquidação ou incorporação; c) Que estejam cumprindo suspensão temporária de participação em licitação e impedidas de contratar com a Administração Pública (STJ - REsp SP1998/ ); d) Que tenham sido declaradas inidôneas para licitar ou contratar com qualquer órgão da Administração Pública Federal, Estadual, Municipal ou do Distrito Federal, enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida sua reabilitação; e) Que tenham sido condenadas civilmente por crime de improbidade administrativa; f) Que tenham débitos inadimplidos perante a Justiça do Trabalho; g) Que estejam reunidas em consórcio, qualquer que seja sua forma de constituição, ou que sejam controladas, coligadas ou subsidiárias integrais entre si ou, ainda, que independentemente, nomeiem um mesmo representante; h) Das quais seja sócio, dirigente ou responsável técnico, servidor de qualquer órgão ou entidade vinculada ao IFAM; i) Estrangeiras que não estejam autorizadas a funcionar neste país. 5 CREDENCIAMENTO E REPRESENTAÇÃO 5.1 O credenciamento dar-se-á pela atribuição de chave de identificação e de senha, pessoal e intransferível, para acesso ao sistema eletrônico (Art. 3º, 1 o do Decreto 5.450/2005); 5.2 Os licitantes ou seus representantes legais deverão estar previamente credenciados junto ao órgão provedor do sistema eletrônico; 5.3 O credenciamento do licitante, bem assim a sua manutenção, dependerá de registro atualizado no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores SICAF (Art. 3º, 2 o do Decreto 5.450/2005); 5.4 O licitante responsabiliza-se formalmente pelas transações efetuadas em seu nome, assumindo como firmes e verdadeiras suas propostas e lances, inclusive os atos praticados diretamente ou por seu representante, não cabendo ao provedor do sistema ou à Reitoria do IFAM responsabilidade por eventuais danos decorrentes de uso indevido da senha, ainda que por terceiros (Art. 13, III, Decreto 5.450/05); 5.5 O credenciamento junto ao provedor do sistema implica a responsabilidade legal do licitante e a presunção de sua capacidade técnica para realização das transações inerentes ao pregão na forma eletrônica (Art. 3º, 6º, Decreto 5.450/2005). 6 ELABORAÇÃO E CADASTRAMENTO DA PROPOSTA 6.1 As Propostas de Preços deverão: 6.1.I. Atender ao disposto no Termo de Referência, ANEXO I deste edital; 3

4 6.1.II. Ser apresentadas pelo MAIOR DESCONTO SOBRE O VALOR GLOBAL DO GRUPO DE ITENS, bem como conter as especificações detalhadas do objeto de forma clara, mediante cadastramento no sistema Pregão Eletrônico, até o dia e hora previstos neste edital; 6.2 Conter o preço ofertado consignado em moeda nacional, expressa em algarismos e por extenso, bem como ser redigidas em língua portuguesa; 6.3 Ter validade pelo período de vigência da Ata de Registro de Preços. 6.4 Ao cadastrar-se a proposta no comprasnet, a especificação completa do item ofertado deverá ser registrada no campo DESCRIÇÃO COMPLEMENTAR. 6.5 Nos preços ofertados ou lances deverão estar considerados e inclusos os tributos, fretes, taxas e as despesas com alimentação e transporte (inclusive as despesas por via aérea, rodoviária e fluvial) necessárias à execução do objeto. 6.6 A apresentação da proposta implicará, por parte da proponente, plena aceitação das condições estabelecidas neste edital e seus anexos; 6.7 Os licitantes deverão encaminhar proposta com a descrição do objeto ofertado até a data e hora marcadas para abertura da sessão por meio do sistema Pregão Eletrônico, quando será encerrada automaticamente a fase de recebimento de propostas (Art. 21, Decreto 5.450/2005); 6.8 A proposta inicial equivale ao primeiro lance na licitação e, se lançada indevidamente, poderá ser desclassificada, com isso o fornecedor não poderá mais participar do certame; 6.9 Os preços propostos não poderão ser reajustados para maior; 6.10 Serão desclassificadas as propostas que não atendam às exigências do presente edital, sejam omissas ou apresentem irregularidades ou defeitos capazes de dificultar o julgamento; 6.11 Até a abertura da sessão, os licitantes poderão retirar ou substituir a proposta anteriormente encaminhada (Art. 21, 4º, Decreto 5.450/2005). 7 ENVIO DE ANEXOS/FOLDERS 7.1 Quando solicitado, a licitante deverá enviar anexos que possibilitem a avaliação técnica dos serviços e/ou materiais ofertados, no prazo de 10 (dez) minutos; 7.2 Os anexos devem estar em língua portuguesa, salvo disposição contrária, expressa; 7.3 A convocação de anexos será feita no decorrer da sessão, momento em que a Pregoeira selecionará na tela do sistema o fornecedor convocado ou ainda por outros meios a serem informados via chat; 7.4 Poderá a Pregoeira, mediante pesquisa por meio da internet, verificar a compatibilidade do serviço/material ofertado pela licitante com o exigido no Termo de Referência deste edital; 7.5 Ocorrendo a possibilidade prevista no subitem anterior, a Pregoeira dispensará a licitante da apresentação de seus anexos; 7.6 Terá sua proposta desclassificada do certame a licitante que não enviar seus anexos quando convocada. 8 ABERTURA DA SESSÃO PÚBLICA 8.1 A partir do horário previsto no edital, a sessão pública na internet será aberta por comando da Pregoeira com a utilização de sua chave de acesso e senha, no sítio 8.2 Todos os horários estabelecidos no edital, no aviso e durante a sessão pública observarão, para todos os efeitos, o horário de Brasília, Distrito Federal, inclusive para contagem de tempo e registro no sistema eletrônico e na documentação relativa ao certame (Art. 17, V, Decreto 5.450/2005); 4

5 8.3 O licitante deverá acompanhar as operações no sistema eletrônico durante o processo licitatório, responsabilizando-se pelo ônus decorrente da perda de negócio diante da inobservância de quaisquer mensagens emitidas pelo sistema ou de sua desconexão (Art. 13, IV do Decreto 5.450/2005). 9 CLASSIFICAÇÃO DAS PROPOSTAS 9.1 A classificação das propostas será pelo critério de MAIOR DESCONTO SOBRE O VALOR GLOBAL DO GRUPO DE ITENS, cujos valores de referência foram obtidos por meio de pesquisas de mercado; 9.2 A Pregoeira verificará as propostas apresentadas e desclassificará, motivadamente, aquelas que não estejam em conformidade com os requisitos estabelecidos neste Edital (Art. 22, 2º, Decreto 5.450//2005); 9.3 A desclassificação de proposta será sempre fundamentada e registrada no sistema, com acompanhamento em tempo real por todos os participantes (Art. 22, 3º, Decreto 5.450/2005); 9.4 O sistema ordenará, automaticamente, as propostas classificadas pela Pregoeira, sendo que somente estas participarão da fase de lance (Art. 23, Decreto 5.450/2005). 10 FORMULAÇÃO DOS LANCES 10.1 Classificadas as propostas, a Pregoeira dará início à fase competitiva, quando então os licitantes poderão encaminhar lances exclusivamente por meio do sistema eletrônico COMPRASNET, sendo imediatamente informados do seu recebimento e respectivo horário de registro e valor (Art. 24, 1º, Decreto 5.450/2005); 10.2 O licitante somente poderá oferecer lance inferior ao último por ele ofertado e registrado pelo sistema (Art. 24, 3º, Decreto 5.450/2005); 10.3 Não serão aceitos dois ou mais lances iguais, prevalecendo aquele que for recebido e registrado primeiro (Art. 24, 4º, Decreto 5.450/2005); 10.4 Durante a sessão pública, os licitantes serão informados, em tempo real, do valor do menor lance registrado, vedado identificação do licitante (Art. 24, 5º, Decreto 5.450/2005); 10.5 A etapa de lances da sessão pública será encerrada por decisão da Pregoeira. O sistema eletrônico encaminhará aviso de fechamento iminente dos lances, após o que transcorrerá período de tempo de até 30 minutos, aleatoriamente determinado, findo o qual será automaticamente encerrada a recepção de lances (Art. 24, 6º e 7º, Decreto 5.450/2005); 10.6 Os lances serão ofertados por descontos sobre o valor global do grupo de itens. 11 DESCONEXÃO DA PREGOEIRA 11.1 No caso de desconexão da Pregoeira, no decorrer da etapa de lances, se o sistema eletrônico permanecer acessível aos licitantes, os lances continuarão sendo recebidos, sem prejuízo dos atos realizados (Art. 24, 10, Decreto 5.450/2005); 11.2 Quando a desconexão da Pregoeira persistir por tempo superior a dez minutos, a sessão do pregão na forma eletrônica será suspensa e reiniciada somente após comunicação aos participantes, no endereço eletrônico utilizado para divulgação (Art. 24, 11, Decreto 5.450/2005). 12 NEGOCIAÇÃO E AJUSTE DÍZIMAS 12.1 Após o encerramento da etapa de lances da sessão pública, o pregoeiro poderá encaminhar, pelo sistema eletrônico, contraproposta ao licitante que tenha apresentado lance mais vantajoso, para que seja obtida melhor proposta, observado o critério de julgamento, não se admitindo negociar condições diferentes daquelas previstas neste edital (Art. 24, 8º, Decreto 5.450/2005); 12.2 A negociação será realizada por meio do sistema, podendo ser acompanhada pelas demais licitantes (Art. 24, 9º, Decreto 5.450/2005); 12.3 O sistema disponibilizará campo próprio para troca de mensagens entre a Pregoeira e os licitantes, após a fase de lances (Art. 22, 5º, Decreto 5.450/2005); 5

6 12.4 Se ao fim da fase de aceitação a divisão do valor global pelo quantitativo do item não for exata, serão consideradas as duas primeiras casas decimais, ficando a Pregoeira autorizado a fazer ajuste de dízimas; 12.5 Quando necessário, o ajuste de dízimas ocorrerá por meio do campo destinado à negociação de valores ou de adjudicação, sendo tal procedimento devidamente justificado pela Pregoeira. 13 JULGAMENTO DAS PROPOSTAS E APLICAÇÃO DO DIREITO DE PREFERÊNCIAS 13.1 Após o encerramento da etapa de lances, o COMPRASNET, automaticamente, assegurará às microempresas e às empresas de pequeno porte (que optarem por usufruir do tratamento diferenciado previsto na Lei Complementar nº. 123/2006) a preferência de desempate quando os preços por elas ofertados forem iguais ou até 5% superiores ao melhor preço registrado por empresa que não se encontre nesta caracterização ( 2º do art. 44 e inciso I do art. 45 da Lei Complementar nº. 123/2006); 13.1.I. Neste caso, após o encerramento dos lances, o COMPRASNET concederá o prazo de 5 (cinco) minutos para a microempresa ou a empresa de pequeno porte apresentar proposta de preço inferior àquela considerada vencedora, sob pena de preclusão (Art. 45, 3º, Lei Complementar nº. 123/2006); 13.2 No caso de equivalência dos valores apresentados pelas microempresas e empresas de pequeno porte que se encontre no intervalo acima informado (5%), o COMPRASNET realizará sorteio entre elas para que se identifique aquela que primeiro poderá apresentar a melhor oferta (Art. 45, inciso III, Lei Complementar nº. 123/2006); 13.3 Não ocorrendo a apresentação de proposta ou a contratação da microempresa ou empresa de pequeno porte, conforme descrito no subitem , serão convocadas as remanescentes que porventura se enquadrem na hipótese prevista no subitem 13.1, na ordem classificatória, para o exercício do mesmo direito (Art. 45, inciso II, Lei Complementar nº. 123/2006); 13.4 O disposto no subitem 13.1 somente se aplicará quando a melhor oferta inicial não tiver sido apresentada por microempresa ou empresa de pequeno porte (Art. 45, 2º, Lei Complementar nº. 123/2006); 13.5 Na hipótese da não adjudicação nos termos anteriormente previstos, o objeto licitado será adjudicado em favor da proposta originalmente vencedora do certame No julgamento da habilitação e das propostas, a Pregoeira poderá sanar erros ou falhas que não alterem a substância das propostas, dos documentos e sua validade jurídica, mediante despacho fundamentado, registrado em ata e acessível a todos, atribuindo-lhes validade e eficácia para fins de habilitação e classificação (Art. 26, 3º, Decreto 5.450/2005). 14 HABILITAÇÃO 14.1 A habilitação da licitante vencedora será verificada após analise e julgamento da Proposta de Preços; 14.2 A habilitação será verificada por meio do SICAF nos documentos por ele abrangidos, compreendendo-se: a) Habilitação jurídica; b) Habilitação econômico-financeira; c) Regularidade fiscal com a Fazenda Nacional, o sistema de Seguridade Social (INSS), o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e Regularidade fiscal perante as Fazendas Estaduais e Municipais, quando for o caso A título de qualificação técnica a licitante vencedora deverá apresentar: I. Atestado de Capacidade Técnica compatível com o objeto oferecido, emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado, que comprove a boa prestação de serviços compatíveis e pertinentes com o objeto desta licitação, em conformidade com o Termo de Referência (autenticado em Cartório); II. Os Atestados deverão explicitar as práticas na prestação de serviços na área de T. I. e expor elementos que possibilitem dimensionar os números de usuários atendidos e o número de chamados (incidentes e serviços por mês) Em cumprimento às disposições contidas no Acórdão nº /2011, do Tribunal de Contas da União (TCU) Plenário, durante a fase de habilitação das licitantes, a pregoeira verificará a existência de registros impeditivos de contratação: 6

7 a) No Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Improbidade Administrativa, mantido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em seu sítio oficial (http://cnj.jus.br); b) No Cadastro Nacional de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS), mantido pela Controladoria Geral da União (CGU) no sítio Portal da Transparência (http://portaltransparencia.gov.br) Na eventualidade de certidões com prazo de validade vencida somente no SICAF, a licitante vencedora deverá enviar, após a fase de aceitação das propostas ou quando solicitado, a documentação atualizada, que terá se for o caso sua veracidade confirmada junto ao sitio do emissor; 14.6 Na existência de ocorrências anteriormente registradas contra a licitante no SICAF, caberá à própria comprovar tê-las sanado através de documentação comprobatória, que deverá ser enviada após a fase de aceitação das propostas ou quando solicitado; 14.7 As microempresas e empresas de pequeno porte deverão apresentar toda a documentação exigida para efeito de comprovação de sua regularidade fiscal, mesmo que esta apresente alguma restrição. Havendo restrição na regularidade fiscal, será assegurado o prazo de 2 (dois) dias úteis, cujo termo inicial corresponderá ao momento em que o proponente for declarado vencedor do certame, prorrogável por igual período, para a regularização da documentação, pagamento ou parcelamento do débito, e emissão de eventuais certidões negativas ou positivas com efeito de certidão negativa I. A não-regularização da documentação nos prazos previstos no subitem acima implicará decadência do direito à contratação, sem prejuízo das sanções previstas no art. 81 da Lei nº , de 21 de junho de 1993, sendo facultado à Reitoria do IFAM convocar os licitantes remanescentes, na ordem de classificação, ou revogar a licitação (artigo 4º, 4º do Decreto nº /2007) A empresa deverá comprovar sua boa situação financeira, aferida com base nos índices de Liquidez Geral (LG), Solvência Geral (SG) e Liquidez Corrente (LC) maior que um (>1), analisada automaticamente pelo SICAF; 14.9 As empresas que apresentarem resultado inferior ou igual a 01 (um) em qualquer dos índices referidos no subitem anterior deverão comprovar o capital mínimo de 10% do valor total da proposta. 15 ENCAMINHAMENTO DA DOCUMENTAÇÃO 15.1 Durante a fase de Aceitação da Proposta a pregoeira convocará a empresa vencedora pelo chat a encaminhar no prazo máximo de 02 (duas) horas, a proposta atualizada. A Proposta Comercial será preenchida em conformidade com o Modelo de Proposta de Preços constante do Anexo IV deste Edital. Deverá ser assinada, digitalizada e conter as especificações detalhadas do objeto, preços unitário e total, percentual de desconto e garantia (se for o caso) Anexo à proposta, a empresa vencedora deverá também enviar a Tabela de composição de preços (Quadros de Serviços e de Materiais) ANEXO I-B do edital, em atendimento ao solicitado no subitem 17.2 do Termo de Referência O envio da proposta deverá ser feito, preferencialmente, pelo sistema comprasnet, por meio da opção Enviar Anexo. No caso da impossibilidade do envio da proposta digitalizada através do comprasnet, a empresa vencedora poderá também enviar através do fone fax (92) ou ainda pelo com posterior encaminhamento dos originais (via Sedex) no prazo de 03 (três) dias úteis para: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas Reitoria Pregão Eletrônico 07/ SRP. Pregoeira Maria Helena Oliveira Nogueira Avenida 7 de Setembro, 1975 Centro Manaus/Amazonas - CEP: Dentro do prazo de 02 (duas) horas, além da proposta assinada e digitalizada, a licitante vencedora deverá enviar também a seguinte documentação: 7

8 a) Atestado de Capacidade Técnica compatível com o objeto oferecido, emitido por pessoa jurídica de direito público ou privado, que comprove a boa prestação de serviços compatíveis e pertinentes com o objeto desta licitação, em conformidade com o Termo de Referência (autenticado em Cartório); b) Documentação pendente no SICAF se houver; c) Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas CNDT Lei Federal de 07/07/2011; d) Certidão Negativa de Falência ou Concordata, expedida pelo distribuidor da sede da licitante. e) Tabela de composição de preços (Quadros de Serviços e de Materiais) ANEXO I-B do edital, em atendimento ao solicitado no subitem 17.2 do Termo de Referência Nos documentos deverá constar sua validade, quando isto não ocorrer a mesma será considerada de 30 (trinta) dias corridos a contar do dia subsequente ao da sua expedição Se a documentação de habilitação não estiver completa e correta ou contrariar qualquer dispositivo deste edital e seus anexos, a Pregoeira considerará o proponente inabilitado, devendo instruir o processo com vistas a possíveis penalidades Constatado o atendimento às exigências fixadas no edital, o licitante será declarado VENCEDOR (Art. 25, 9º, Decreto 5.450/2005); 15.8 A documentação, após rubricada pela Pregoeira e pela Equipe de Apoio, será anexada ao processo. 16 ESCLARECIMENTOS E IMPUGNAÇÃO AO EDITAL 16.1 Os pedidos de esclarecimentos referentes ao processo licitatório deverão ser enviados ao pregoeiro, até três dias úteis anteriores à data fixada para abertura da sessão pública (Art. 19, Decreto 5.450/2005); 16.2 Até 02 (dois) dias úteis antes da data fixada para abertura da sessão pública, qualquer pessoa poderá impugnar o ato convocatório do pregão, na forma eletrônica (Art. 18, Decreto 5.450/2005); 16.3 As impugnações e os pedidos de esclarecimentos deverão ser feitos exclusivamente por meio eletrônico via internet no e- mail: até às 17h do dia em que se encerra o prazo; 16.4 Caberá à Pregoeira, auxiliada pelo setor responsável pela elaboração do edital, decidir sobre a impugnação no prazo de até 24 (vinte e quatro) horas (Art. 18, 1º, Decreto 5.450/2005); 16.5 Acolhida a impugnação contra o ato convocatório, será definida e publicada nova data para a realização do certame (Art. 18, 2º, Decreto 5.450/2005); 16.6 As respostas aos pedidos de esclarecimentos, impugnações, recursos administrativos e demais avisos serão disponibilizados no endereço eletrônico por meio do link Acesso Livre> Pregões > Agendados, para conhecimento da sociedade em geral e dos fornecedores, cabendo aos interessados em participar do certame acessá-lo para a obtenção das informações prestadas. 17 RECURSOS 17.1 Declarado o vencedor, a Pregoeira abrirá o prazo de 30 (trinta) minutos para a manifestação de intenção de recurso; 17.2 Qualquer licitante poderá, durante a sessão pública, de forma imediata e motivada, em campo próprio do sistema, manifestar sua intenção de recorrer, quando lhe será concedido o prazo de 03 (três) dias para apresentar as razões de recurso, ficando os demais licitantes, desde logo, intimados para, querendo, apresentarem contra-razões em igual prazo, que começará a contar do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada vista imediata dos elementos indispensáveis à defesa dos seus interesses (Art. 26 do Decreto nº. 5450/2005); 17.3 A falta de manifestação imediata e motivada do licitante quanto à intenção de recorrer importará na decadência desse direito, ficando a Pregoeira autorizada a adjudicar o objeto ao licitante declarado vencedor (Art. 26, 1º, Decreto nº. 5450/2005); 17.4 O acolhimento de recurso importará na invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveitamento (Art. 26, 2º, Decreto 5450/2005); 8

9 17.5 Não havendo manifestação dos licitantes quanto à interposição de recurso, a Pregoeira adjudicará o objeto licitado, que posteriormente será submetido à homologação pela Autoridade competente do IFAM No caso de interposição de recurso após proferida a decisão e constatada a regularidade dos atos praticados, a Autoridade competente do IFAM adjudicará o objeto e homologará o procedimento licitatório (Art. 8º, V e VI, Decreto 5.450/2013); 17.7 Decididos os recursos e constatada a regularidade dos atos praticados, a autoridade competente adjudicará o objeto e homologará o procedimento licitatório (Art. 27, Decreto 5.450/2005). 18 ASSINATURA E VIGÊNCIA DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS 18.1 Homologada a licitação, o registro de preços será formalizado através da Ata de Registro de Preços na forma da minuta constante do Anexo II e nas condições previstas neste Edital, com o objetivo de registrar formalmente proposta de preços para futuros fornecimentos dos serviços e/ou produtos objeto deste Pregão. A ata de registro de preços implicará compromisso de fornecimento nas condições estabelecidas, após cumpridos os requisitos de publicidade, conforme Art. 14 do Decreto nº /2013; 18.2 A Ata de Registro de Preços estará integralmente vinculada ao presente Edital, inclusive a seus demais Anexos, em todas as suas cláusulas, e às Propostas recebidas e homologadas por ocasião da sessão pública do certame, independentemente de transcrição, bem como obedecerá, na íntegra, ao Decreto nº /2013, à Lei 8.666/93 e a toda a legislação pertinente; 18.3 Quando a proponente vencedora não atender à convocação para assinatura da Ata de Registro de Preços, a ser realizada no prazo máximo de 05 (cinco) dias após a homologação da licitação, será facultado à Administração convocar outros licitantes na ordem de classificação para, após comprovados os requisitos habilitatórios e feito a negociação, assinar a Ata de Registro de Preços, sem prejuízo das sanções previstas neste instrumento; 18.4 O prazo de convocação poderá ser prorrogado uma vez por igual período, quando solicitado pela parte durante seu transcurso, desde que ocorra motivo justificável aceito pela pregoeira da Reitoria do IFAM A Ata de Registro de Preços terá vigência de 12 (doze) meses, improrrogáveis. 19 DOS USUÁRIOS DA ATA 19.1 Desde que devidamente justificada a vantagem, a ata de registro de preços, durante sua vigência, poderá ser utilizada por qualquer órgão ou entidade da administração pública federal que não tenha participado do certame licitatório, mediante anuência da Pró-Reitoria de Administração do IFAM (Art. 22, Decreto 7.892/2013); 19.2 As autorizações para adesão não poderão exceder na totalidade, ao quíntuplo de cada item registrado nesta Ata de Registro de Preços, independente do número de órgãos não participantes que aderirem (Art. 22, 4º, Decreto 7.892/2013). 20 DO PREÇO E DA REVISÃO 20.1 O objeto do presente Edital será prestado pelo preço ofertado na proposta da licitante vencedora, que será fixo e irreajustável, podendo, contudo, ser revisto, observadas as prescrições contidas nos arts. 17 a 19 do Decreto nº 7.892/2013; 20.2 Os preços ajustados já levam em conta todas e quaisquer despesas incidentes na execução do objeto, tais como serviços de frete, tributos, transporte, entregas, entre outros O preço ajustado também poderá sofrer correção desde que reste comprovada a ocorrência de quaisquer das hipóteses previstas na alínea d, do inciso II, do art. 65, da Lei nº 8.666/ SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 21.1 Aquele que, convocado dentro do prazo de validade de sua proposta, não assinar o contrato ou ata de registro de preços, deixar de entregar documentação exigida no edital, apresentar documentação falsa, ensejar o retardamento da execução de seu objeto, não mantiver a proposta, falhar ou fraudar na execução do contrato, comportar-se de modo inidôneo, fizer declaração falsa ou cometer fraude fiscal, garantido o direito à ampla defesa, ficará impedido de licitar e de contratar com a União, e será descredenciado no SICAF, pelo prazo de até cinco anos, sem prejuízo das multas previstas em edital e no contrato e das demais cominações legais (Art. 28, Decreto 5.450/2005). 9

10 21.2 Pelo descumprimento das obrigações no cumprimento do objeto aplicar-se-á multa de 2% (dois por cento) por dia e por ocorrência, até o máximo de 5% (cinco por cento) sobre o valor total do contrato, recolhida no prazo máximo de 15 (quinze) dias corridos, uma vez comunicado oficialmente Pela Inexecução total ou parcial no cumprimento do objeto, poderá garantida a prévia defesa, ser aplicada à CONTRATADA as seguintes sanções: a) Advertência; b) Multa de até 2% (dois por cento) por dia, sobre o valor total da Nota de Empenho; c) suspensão temporária de participar em licitações e impedimento de contratar com a UNIÃO pelo período de até 02 (dois) anos; d) Ser declarada inidônea para licitar e contratar com a Administração Pública enquanto perdurarem os motivos determinantes da punição ou até que seja promovida a reabilitação perante a própria autoridade que aplicou a penalidade, que será concedida sempre que a CONTRATADA ressarcir as CONTRATANTES pelos prejuízos resultantes e após decorrido o prazo da sanção aplicada Os valores das multas aplicadas previstas nos subitens acima serão recolhidos pelo inadimplente à conta dos Órgãos integrantes da Ata de Registro de Preços ou descontados dos pagamentos devidos à empresa contratada, a critério da Administração, sendo que, caso o valor da multa seja superior ao crédito existente, a diferença será cobrada na forma da lei; 21.5 À critério da Administração poderão ser suspensas às penalidades, no todo ou em parte, quando o atraso no cumprimento das obrigações for devidamente justificado pela licitante adjudicada, por escrito, no prazo máximo de 05 (cinco) dias da ocorrência do evento e aceito pela autoridade competente, que fixará novo prazo, este improrrogável, para completa execução das obrigações; 21.6 As penalidades serão obrigatoriamente registradas no SICAF (Art. 28, Parágrafo único, Decreto 5.450/2005). 22 PAGAMENTO 22.1 O pagamento será efetuado à empresa contratada até o 15 (décimo quinto) dia de cada mês e conforme estabelecido no item 14 do Termo de Referência Anexo I. 23 DA DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA 23.1 Em conformidade com o disposto no 2º, do art. 7º, do Decreto nº de 23 de janeiro de 2013, a dotação orçamentária será indicada somente antes da formalização do contrato. 24 DISPOSIÇÕES GERAIS 24.1 Não havendo expediente ou ocorrendo qualquer fato superveniente que impeça a realização do certame na data marcada, a sessão será automaticamente transferida para o primeiro dia útil subsequente, no mesmo horário anteriormente estabelecido, desde que não haja comunicação da Pregoeira em contrário; 24.2 A autoridade competente para aprovação do procedimento licitatório poderá revogá-lo em face de razões de interesse público, por motivo de fato superveniente devidamente comprovado, pertinente e suficiente para justificar tal conduta, devendo anulá-lo por ilegalidade, de ofício ou por provocação de qualquer pessoa, mediante ato escrito e fundamentado (Art. 29, Decreto 5450/2005); 24.3 Cabe à Pregoeira, ou à Autoridade a ela superior, em qualquer fase da licitação promover diligências com vistas a esclarecer ou a complementar a instrução do processo, vedada a inclusão posterior de documentação ou informação que deveria constar desde a realização da sessão pública; 24.4 Não serão aceitos protocolos de entrega ou solicitação de documentos em substituição aos documentos requeridos no presente Edital e seus anexos, salvo o disponibilizado pela unidade cadastradora do licitante; 24.5 Na contagem dos prazos estabelecidos neste Edital e seus Anexos, excluir-se-á o dia do início e incluir-se-á o do vencimento, vencendo-se os prazos somente em dias de expediente normais; 10

11 24.6 O desatendimento de exigências formais não essenciais não importará no afastamento da licitante, desde que sejam possíveis à aferição da sua qualificação e a exata compreensão da sua proposta durante a realização da sessão pública de pregão; 24.7 A ata da sessão será disponibilizada na Internet para acesso livre, imediatamente após o encerramento da sessão pública (Art. 30, 3º, Decreto 5450/2005); 24.8 A existência de preços registrados não obriga os Órgãos integrantes da Ata de Registro de Preços a contratar, facultandose a realização de licitação específica para a aquisição pretendida, assegurada preferência ao fornecedor registrado em igualdade de condições (Art. 16, Decreto 7.892/2013) Aos casos omissos aplicar-se-ão as demais disposições constantes na Lei nº , de 17 de julho de 2002, nos Decretos nº 3.555, de 08 de agosto de 2000, 5.450, de 31 de maio de 2005 e, subsidiariamente, na Lei nº / Quaisquer informações complementares sobre o presente Edital e seus anexos poderão ser obtidas na Comissão Permanente de Licitação da Reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas IFAM, situada na Avenida 7 de Setembro, nº Centro CEP Manaus/AM, Fone/Fax (92) , no horário das 08 às 11h e das 14 às 17h (horário local), de Segunda a Sexta-feira, ou pelo 25 Fazem parte integrante do presente Edital: Anexo I - Termo de Referência; Anexo I A - Descrição dos Itens, Valores estimados e Locais de Prestação dos Serviços; Anexo I B Planilhas: Quadro de Serviços; Quadro de Materiais; Quadro de Atendimento por Chamado. As planilhas estarão disponíveis no portal: > Link Licitações ; Anexo II - Minuta da Ata de Registro de Preços; Anexo III - Minuta do Contrato Anexo IV - Modelo de Proposta. Anexo V Modelo de Atestado de Capacidade Técnica. 26 FORO 26.1 Fica eleito o Foro da Justiça Federal na cidade de Manaus/AM para dirimir quaisquer dúvidas que vierem a surgir no cumprimento das obrigações decorrentes deste processo. Manaus-AM, 19 de agosto de 2013 Maria Helena Oliveira Nogueira Pregoeira 11

12 ANEXO I DO EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 07/2013-SRP TERMO DE REFERÊNCIA 1. OBJETO Serviço de assistência técnica especializada em Informática para o parque computacional do IFAM. 2. JUSTIFICATIVA O presente termo se justifica no fato de que os equipamentos de informática se desgastam naturalmente com a utilização, sendo, pois, necessárias intervenções corretivas, reposições de peças e/ou componentes, a fim de preservar os equipamentos visando minimizar as interrupções das atividades desenvolvidas por meio deles, além de dar suporte aos usuários dos equipamentos de informática quando estes estiverem em dificuldades para desenvolver suas tarefas. 3. ESPECIFICAÇÕES DO OBJETO 3.1. Prestação de serviços de assistência técnica especializada em Informática (solução em hardware e software incluso serviços de suporte técnico a rede, computadores, notebooks e impressoras) e outros serviços necessários à realização de configuração, reparos, consertos e manutenção preventiva e corretiva, por intervenção, de acordo com as necessidades, em equipamentos de informática, com reposição de peças e/ou componentes, incluindo a configuração e ativação de todos os softwares necessários ao funcionamento dos mesmos, visando atender as necessidades da Reitoria e dos Campi, conforme ANEXO I-A Para fins de definição, consideram-se abrangidos pelo objeto do presente termo os seguintes serviços: a) instalação, suporte técnico e manutenção, preventiva e corretiva com reposição de peças, de microcomputadores e periféricos, impressora laser, impressora jato de tinta, monitores, estabilizadores, no breaks, notebooks e periféricos, roteadores, switches e outros equipamentos de informática que se fizerem presentes e necessários; b) instalação, manutenção e ampliação de sistema de cabeamento (pontos lógicos), com fornecimento de material; 4. SERVIÇOS DE INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO 4.1. O serviço de manutenção preventiva e corretiva compreenderá a retificação de defeitos dos equipamentos e a substituição de peças e/ou componentes, quando necessário, além da instalação e ampliação do parque computacional; 4.2. O serviço de suporte técnico englobará eventuais configurações dos equipamentos de informática pertencentes à Instituição para garantir a plena utilização do(s) equipamento(s) pelo(s) usuário(s) em suas atividades do dia-a-dia; 4.3. O serviço de manutenção inclui a configuração e ativação de todos os softwares necessários ao funcionamento dos equipamentos; 4.4. A ocasional manutenção corretiva deverá ser realizada nas dependências da Instituição em uma sala reservada para manutenção, sendo que o deslocamento dos equipamentos será antecedido de autorização do setor solicitante; 4.5. Os equipamentos de informática somente serão retirados das dependências da Instituição mediante autorização do setor de Tecnologia da Informação e do setor de Administração e Manutenção da Instituição. 12

13 4.6. O prazo de garantia dos serviços executados será de 90 (noventa) dias, contados a partir do término da última manutenção efetuada e aceita pela aprovação final. 5. FORNECIMENTO DE PEÇAS 5.1. As peças e/ou componentes para reposição deverão ser novas, exceto no caso de não mais existirem no mercado, ficando a cargo do Departamento de Tecnologia de Informação aprovar ou não as peças e/ou componentes usados em perfeitas condições de uso, cuja garantia deverá ser de 12 (doze) meses; 5.2. A Contratada, ao devolver o equipamento, deverá entregar as peças e/ou componentes que foram substituídas juntamente com as embalagens das novas no setor de Tecnologia da Informação. 6. DA ENTREGA DO EQUIPAMENTO E RECEBIMENTO DOS SERVIÇOS 6.1. Os serviços serão recebidos: a) provisoriamente pelo setor solicitante, imediatamente depois de concluído o serviço, para efeito de posterior verificação de sua conformidade; b) definitivamente após aceitação final pelo responsável/fiscal do contrato, onde se verificará a conformidade dos serviços, em até 02 (dois) dias úteis, contados a partir do recebimento provisório; 6.2. Se após o recebimento provisório constatar-se que os serviços foram mal executados ou que os equipamentos encontram-se com os mesmos defeitos ou outros danos decorrentes da prestação de serviço ou da reposição de peças, o prazo para o recebimento definitivo será suspenso, assim como os respectivos pagamentos, até que a entrega e o recebimento definitivo se concretizem. 7. LOCAIS, HORÁRIOS E DIAS DA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS 7.1. Os locais de execução dos serviços serão nas cidades onde se encontraram os Campi, de acordo com cada item descrito no ANEXO I-A; 7.2. Os horários e dias para atendimento dos chamados e contagem de prazos será o compreendido entre 8h (oito horas) e 18h (dezoito horas), hora local, de segunda a sexta, para todos os Campi. 8. METODOLOGIA DE TRABALHO E SISTEMA DE ATENDIMENTO 8.1. O sistema de atendimento será efetuado por meio de chamados, os quais serão intermediados pelo setor de Tecnologia da Informação, ficando a empresa contratada obrigada a se adequar à sistemática implantada pela Instituição A empresa contratada deverá utilizar o sistema de Tickets da Instituição para receber abertura de chamados técnicos efetuada pelo setor de Tecnologia da Informação, bem como atualizar o andamento do atendimento e finalizá-lo quando concluído O atendimento receberá um número de controle na abertura do ticket, pelo qual a empresa contratada deverá acompanhar e atualizar as solicitações A empresa contratada deverá emitir e enviar, via sistema de Tickets, um relatório técnico para cada atendimento, relacionando o patrimônio do equipamento, a ocorrência do defeito e seu enquadramento de acordo com o ANEXO I-B, o qual deverá ser submetido à aprovação e aceitação do setor de Tecnologia de Informação O IFAM se reserva ao direito de alterar a sistemática de atendimento dos chamados no decorrer da execução contratual sempre que a nova metodologia se mostrar mais vantajosa que a anterior. 13

14 8.6. A fim de viabilizar a implementação / alteração do sistema de atendimento, a empresa contratada deverá dispor, por suas custas, dos recursos logísticos necessários, tais como equipamentos telefônicos, aparelhos de fax, microcomputadores e impressoras. 9. PRAZOS PARA ATENDIMENTO 9.1. Os prazos de atendimento estão estabelecidos no QUADRO DE ATENDIMENTOS POR CHAMADO, constante no ANEXO I-B deste Termo (esse anexo encontra-se disponível no portal: > licitações Para os casos não previstos no referido quadro, aplicam-se subsidiariamente os seguintes prazos: a) atendimento inicial em até 1 (uma) hora, contada a partir da solicitação do setor de Tecnologia de Informação; b) o prazo para conclusão do atendimento dependerá da complexidade dos serviços, não podendo ultrapassar 24 (vinte e quatro) horas, contadas a partir da solicitação do setor de Tecnologia de Informação; 9.3. Os prazos a que se referem os subitens anteriores poderão ser prorrogados após solicitação da empresa contratada, informando os motivos e a nova data, desde que haja anuência do setor de Tecnologia de Informação; 9.4. É de responsabilidade da empresa contratada dispor de mão de obra suficiente para o atendimento da demanda nos prazos estabelecidos; 9.5. A fim de possibilitar o efetivo cumprimento dos prazos estabelecidos, a empresa contratada deverá dispor de no mínimo 01 (um) técnico residente em cada uma das localidades relacionadas no ANEXO I-A; 9.6. O estabelecido no subitem anterior não desobriga a empresa contratada do cumprimento dos prazos, devendo a mesma arcar com os custos decorrentes da eventual necessidade de maior efetivo de mão de obra. 10. REQUISITOS TÉCNICOS São requisitos técnicos a serem exigidos da empresa contratada quando da assinatura do contrato e durante toda sua execução: a) Manter em seus quadros empregados detentores de curso técnico que os habilite para execução dos serviços devendo-se fornecer relação contendo nome, RG, CPF e cargo dos empregados autorizados a atuar no âmbito da Instituição, relação esta que será acompanhada de cópia da referida documentação, além do certificado de conclusão do curso técnico; b) Possuir estoque mínimo de peças, equivalente a pelo menos 5% (cinco por cento) do valor do Contrato, cuja comprovação será feita por meio da entrega de relação especificando peças e quantidades em estoque; c) Apresentação de garantia contratual equivalente a 5% (cinco por cento) do valor do contrato, nos termos da legislação vigente; d) Possuir representação com escritório na cidade de Manaus, cuja comprovação será feita por meio de declaração que informe endereço do estabelecimento, nome do representante e telefone para contato; e) Manter sistema de atendimento telefônico e on-line para recebimento de chamados e suporte durante os dias e horários de expediente; 11. FISCALIZAÇÃO DO CONTRATO 14

15 11.1. As informações, sugestões, dúvidas e demais procedimentos pertinentes a execução e fiscalização deverá ser direcionada ao setor de Tecnologia da Informação, que terá canal de comunicação e um responsável técnico para atender a empresa contratada; Compete ao responsável técnico designado como Fiscal de Contrato: acompanhar a execução dos serviços com o objetivo de garantir o fiel cumprimento do contrato; receber em definitivo os serviços executados e atestar as Notas Fiscais como condição para o pagamento; informar à Administração sobre as ocorrências de descumprimento de cláusula contratual ou qualquer fato que prejudique a execução dos serviços proceder a avaliação periódica dos serviços, a qual se dará da seguinte forma: a) de ofício, mediante avaliação da qualidade técnica dos serviços executados, conferência de faturas, controle dos estoques mínimos e verificação da qualificação técnica dos empregados da contratada. b) Por provocação, quando da existência de reclamações quanto à prestação dos serviços A avaliação periódica dos serviços terá como critérios: a) rapidez na abertura de chamados e prestação de suporte técnico; b) rapidez no atendimento das demandas por manutenção; c) eficácia dos reparos efetuados; d) qualidade das instalações realizadas; Quando existirem irregularidades na execução do contrato, o Fiscal atuará junto ao Preposto da empresa contratada para solucionar as pendências verificadas; A notificação ao Preposto quanto à existência de irregularidades na execução do contrato poderá ser verbal ou por escrito, a depender da gravidade da situação ou da reincidência do fato; Constatando irregularidade passível de notificação por escrito, o Fiscal do Contrato preencherá Termo de Notificação de Ocorrência que relatará a ocorrência, o dia e a hora do acontecido; O Termo de Notificação de Ocorrência será apresentado ao Preposto, o qual, constatando o fato, deverá atestar de pronto seu visto no documento, que ficará sob a guarda do Fiscal Havendo divergências quanto à veracidade dos fatos, deverá o Preposto registrar suas razões no próprio Termo de Notificação de Ocorrência Os Termos de Notificação cientificados pelo Preposto deverão ser repassados à administração para adoção das medidas cabíveis junto á empresa. 12. VIGÊNCIA A contratação se efetivará através da assinatura do competente termo contratual, que vigorará por 12 (doze) meses a partir de sua assinatura e, por tratar-se de serviço continuado imprescindível para não comprometer o desempenho das atividades meio e fim da Instituição, poderá ser prorrogado por iguais e sucessivos períodos até o máximo de 60 (sessenta) meses. 13. SUBCONTRATAÇÃO 15

16 13.1. A subcontratação somente poderá ocorrer sobre a prestação de serviços nos Campi do Interior do Estado, com prévia autorização do IFAM, mediante apresentação de justo motivo que comprove sua viabilidade prática e econômica; O IFAM reserva-se ao direito de não autorizar ou determinar o cancelamento de qualquer subcontratação quando esta mostrar-se desvantajosa para a Administração, devendo a empresa contratada, de imediato, substituir a subcontratada ou assumir a execução dos serviços; A empresa contratada responderá diretamente pela qualidade dos serviços executados por sua subsidiária, inclusive quanto a eventuais prejuízos causados à Administração; As relações de direitos e obrigações incidirão tão somente entre as partes contratantes, cabendo à empresa contratada repassar informações, logística e pagamentos à sua subsidiária; 14. DO PAGAMENTO A empresa contratada deverá emitir Nota Fiscal para todas as execuções ocorridas no mês; Às Notas Fiscais devem ser anexadas cópias das ordens de execução e relatório descritivo de cada item lançado, em conformidade com classificação contida no ANEXO I-B do Termo de Referência; As Notas Fiscais e seus anexos deverão ser protocolizados até o 3º dia corrido do mês subsequente à execução dos serviços no setor de Tecnologia da Informação. 15. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE A CONTRATANTE obriga-se a: dar fiel cumprimento ao estabelecido como objeto da contratação; proporcionar todas as facilidades indispensáveis à boa execução das obrigações contratuais, inclusive, permitir o livre acesso de representantes, prepostos ou empregados da CONTRATADA em suas dependências, desde que devidamente identificados; disponibilizar espaço físico destinado a alocar a CONTRATADA nas dependências dos prédios onde os serviços serão executados; assegurar os recursos orçamentários e financeiros para custear a prestação dos serviços e promover os pagamentos dentro dos prazos convencionados; atestar e liquidar a Nota Fiscal/fatura correspondente ao serviço executado através de Ordem Bancária; observar as leis, decretos, regulamentos, portarias e demais normas legais, direta e indiretamente aplicáveis ao Contrato; acompanhar, controlar e avaliar a prestação de serviços, por meio do setor de Tecnologia de Informação. 16. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA A CONTRATADA obriga-se a: dar fiel cumprimento ao estabelecido como objeto da contratação; atender prontamente os chamados técnicos da CONTRATANTE, em prazo não superior ao máximo estipulado; executar o serviço somente por profissional técnico qualificado da própria empresa; 16

17 ter em seu quadro funcional quantitativo de profissionais suficientes para atender a demanda da Reitoria ou do Campus em que estiver localizada; acondicionar adequadamente os bens defeituosos e os reparados que necessitarem ser deslocados; utilizar apenas peças e componentes que não comprometam a qualidade do equipamento; configurar e ativar os equipamentos, atendendo integralmente às características e às necessidades da CONTRATANTE, responsabilizando-se por todas as conexões, materiais, equipamentos, acessórios e mão-de-obra necessária para o seu perfeito funcionamento; realizar back-up das informações antes da manutenção e, caso necessário, a reinstalação do sistema operacional, que deverá ser o mesmo que se encontrava anteriormente; responder pelas despesas relativas a encargos trabalhistas, de seguro de acidentes, impostos, contribuições previdenciárias e quaisquer outras que forem devidas e referentes aos serviços executados por seus empregados, uma vez que os mesmos não têm nenhum vínculo empregatício com a CONTRATANTE; responder integralmente por perdas e danos que causar à CONTRATANTE ou a terceiros em razão de ação ou omissão, dolosa ou culposa, sua ou dos seus prepostos, independentemente de outras cominações contratuais ou legais a que estiver sujeita; manter, durante a execução do Contrato, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação; abster-se de transferir responsabilidades para terceiros, sejam fabricantes, técnicos ou quaisquer outros prestadores de serviços, sem anuência da CONTRATANTE; observar as leis, decretos, regulamentos, portarias e normas federais, estaduais e municipais, direta e indiretamente aplicáveis ao objeto do Contrato; substituir quaisquer produtos que não estejam dentro do padrão de qualidade ou que comprometa bom estado de conservação dos equipamentos de informática da CONTRATANTE; prestar as informações e os esclarecimentos solicitados pela CONTRATANTE; responsabilizar-se pelo custeio das despesas referente ao transporte, embalagem e seguro quando do deslocamento dos equipamentos de Informática da CONTRATANTE, sem ônus adicionais; estar disponível para atendimento nos dias e horários estabelecidos; dispor, por suas custas, dos recursos logísticos necessários para viabilizar a implantação do sistema de atendimento, tais como equipamentos telefônicos, aparelhos de fax, microcomputadores e impressoras; possuir estoque mínimo de peças, equivalente a pelo menos 5% (cinco por cento) do valor do Contrato, cuja comprovação será feita por meio da entrega de relação especificando peças e quantidades em estoque; possuir representação com escritório na cidade de Manaus; e manter sistema de atendimento telefônico e on-line para recebimento de chamados e suporte durante o horário de expediente. 17. JULGAMENTO DAS PROPOSTAS DE PREÇO O critério de julgamento das propostas de preço será o de maior desconto sobre o valor global do grupo de itens; 17

18 17.2. Para fins de avaliação da exequibilidade da proposta vencedora, a esta deverá ser anexada tabela de composição de preços, conforme disposto no ANEXO I-B; O Percentual de desconto ofertado sobre os valores estimados pela Unidade Gestora será aplicado aos valores unitários das tabelas constantes no anexo I-B, tal qual exemplo abaixo. Exemplo: a) Valor estimado do grupo de itens: R$ ,00 b) Percentual de desconto ofertado pela melhor proposta: 10%; c) Valor do grupo de itens após aplicação do desconto: R$ ,70 d) Valor unitário estimado do serviço: instalação de impressora, scaner, webcam e similares : R$ 100,00; e) Valor unitário do serviço: instalação de impressora, scaner, webcam e similares : R$ 90, Os valores constantes no ANEXO I-B são referenciais para aplicação dos descontos, cujo resultado vinculará a empresa contratada durante toda a execução do objeto. Manaus, 16 de julho de 2013 CARLOS TIAGO GARANTIZADO Equipe de Planejamento da Contratação JOÃO LUIZ CAVALCANTE FERREIRA Equipe de Planejamento da Contratação RODRIGO RODRIGUES PESSOA Equipe de Planejamento da Contratação 18

19 ANEXO I-A DESCRIÇÃO DOS ITENS, VALORES E LOCAIS DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS GRUPO ITEM DESCRIÇÃO VALOR ESTIMADO (R$) 01 1 Serviços de assistência técnica especializada em Informática na Reitoria 2 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática na Reitoria 3 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Manaus Centro 4 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Manaus Centro 5 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Manaus Distrito Industrial 6 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Manaus Distrito Industrial 7 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Manaus Zona Leste 8 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Manaus Zona Leste 9 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Coari 10 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Coari 11 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Presidente Figueiredo 12 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Presidente Figueiredo 13 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Parintins 14 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Parintins 15 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Lábrea 16 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Lábrea 17 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus Tabatinga 18 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus Tabatinga , ,77 LOCALIDADES Rua Ferreira Pena, nº Bairro Presidente Vargas. Manaus/AM ,34 Avenida Sete de Setembro Nº Bairro: Centro ,15 Manaus/AM CEP: ,26 Avenida Governador Danilo de Matos Areosa S/Nº ,36 Bairro: Distrito Industrial. Manaus/AM CEP: ,77 Avenida Cosme Ferreira Nº Bairro: São José ,28 Operário. Manaus/AM CEP: ,78 Estrada Coari Itapéua, Km 2, S/Nº ,62 Bairro: Itapéua. Coari/AM CEP: , ,17 Avenida Onça Pintada, S/Nº Bairro: Galo da Serra. Presidente Figueiredo/AM CEP: ,60 Estada Odovaldo Novo, S/Nº Bairro: Djard Vieira ,77 Parintins/AM CEP: ,31 Avenida 22 de Outubro, S/Nº Bairro: Vila Falcão ,16 Lábrea/AM CEP: ,49 Avenida Santos Dumont, S/Nº Bairro: Expansão ,60 Tabatinga/AM CEP: Serviços de assistência técnica especializada em Informática ,98 Estrada dos Moraes, S/Nº 19

20 no Campus Maués Bairro: Novo. Maués/AM 20 Fornecimento de peças para assistência técnica ,77 CEP: especializada em Informática no Campus Maués 21 Serviços de assistência técnica especializada em Informática no Campus São Gabriel da Cachoeira 22 Fornecimento de peças para assistência técnica especializada em Informática no Campus São Gabriel da Cachoeira ,27 Estrada BR 307, Km 03, estrada do aeroporto, ,50 S/Nº. São Gabriel da Cachoeira/AM CEP: OBSERVAÇÕES 1.1. Para efeito de licitação, os itens objeto da contratação serão agrupados a fim de viabilizar a execução dos serviços em todas as localidades; 1.2. O agrupamento dos itens na licitação não impedirá a posterior contratação individual de cada um pelos respectivos Campi e Reitoria; 1.3. Poderá a Administração decidir pela conveniência da assinatura de um ou mais Contratos, decidindo inclusive quanto à oportunidade da contratação dos itens, na medida das necessidades; 1.4. Sendo contratado pelo menos um dos itens, ficará a empresa contratada obrigada a aceitar em qualquer tempo a contratação dos demais; 1.5. Se durante a execução contratual surgirem serviços ou materiais correlatos ao objeto do contrato que não estejam especificados, caberá, mediante prévia pesquisa de mercado, adequação à tabela por meio da celebração de Termo Aditivo; 1.6. O reajustamento de preços dos serviços somente poderá ocorrer 01 (um) ano após apresentação das propostas na licitação, mediante prévia pesquisa de mercado. 20

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso da atribuição que lhe confere o art. 82, incisos V e VII, da Constituição do Estado, DECRETO N 42.434, DE 09 DE SETEMBRO DE 2003, DOERS. Regulamenta, no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, a modalidade de licitação denominada pregão, por meio eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

UASG 158142 TERMO DE RETIRADA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 29/2011-SRP SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo nº. 23042.

UASG 158142 TERMO DE RETIRADA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 29/2011-SRP SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo nº. 23042. UASG 158142 TERMO DE RETIRADA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 29/2011-SRP SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo nº 23042000821/2011-16 Senhor Licitante, Visando comunicação futura entre o IFAM e sua empresa,

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010

Fundação de Apoio à Tecnologia e Ciência FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 FUNDAÇÃO DE APOIO À CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO N 92092-03/2010 A Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia - FATEC, por meio de sua pregoeira, Claudia Pippi Lorenzoni torna público

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA TERRA DE LUTA E FÉ - DOE ORGÃOS, DOE SANGUE:SALVE VIDAS EDITAL DE CARTA CONVITE 027/2015 A PREFEITA MUNICIPAL DE SANTANA DA BOA VISTA, torna público, para conhecimento dos interessados, que no dia 20 DE NOVEMBRO DE 2015, às 10 horas, reunirse-á a Comissão Permanente

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS PROCESSO SUSEP 15414.003162/2008-71 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2009 A Superintendência de Seguros Privados - SUSEP realizará, às 15 horas do dia 16 de julho de 2009, licitação na modalidade PREGÃO ELETRÔNICO, tipo MENOR PREÇO, conforme autorização da Senhora Chefe do DEAFI,

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS

PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS 1 PREGÃO ELETRÔNICO Nº002/2011/CISMEPA REGISTRO DE PREÇOS O CONSORCIO INTERMUNICIPAL DE SAUDE DO MEDIO PARAIBA, mediante o Pregoeiro Flávio Macharet Barbosa, designado pela Portaria nº 004/2011, de junho

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 002/2010

CARTA CONVITE Nº 002/2010 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado.

ESCLARECIMENTOS. Em virtude do exposto, segue o Anexo A, com os itens mencionados, que para todos os efeitos ficam incorporados ao edital publicado. ESCLARECIMENTOS Em curso nesta Autarquia a licitação nº 0453/13, Processo nº 0363/13, que almeja a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços de medicina e segurança do trabalho. Foi recebido

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL

CLÁUSULA SEGUNDA - DA VINCULAÇÃO AO EDITAL PROCESSO Nº 01550.000345/2009-46. PREGÃO Nº 26/2009. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 1/2010. A FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA, pessoa jurídica de direito público vinculada a Ministério da Cultura, com sede

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DA EDUCAÇÃO EEEP RITA MATOS LUNA JUCÁS CEARÁ Convite N. 004/2015 Natureza da Despesa/ OBJETIVO: Fonte do Recurso Contratação de Serviço de INSTALAÇÃO DE SERVIÇO DE LINK DE INTERNET - 5MB Dotação Orçamentária Data da Emissão 22/06/2015 Data da Licitação

Leia mais

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado.

1.1 O recebimento dos envelopes dar-se-á até às 14:00h do dia 09 de março de 2010, pela Comissão Permanente de Licitação, no endereço acima citado. EDITAL DE CARTA CONVITE N 02/2010 CRM-PR OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E SUPERVISÃO DE PROJETO DE TELEMEDICINA, VIDEOCONFERÊNCIA E EDUCAÇÃO CONTINUADA PARA

Leia mais

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015

PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº. 004/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 06 PREGÃOELETRONICOPARA REGISTRO DE PREÇOS Nº 01/2015 PROCESSO N 004/2015 VALIDADE 12 meses Aos 11 dias do

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009. (publicada no DOE nº 109, de 12 de junho de 2009) Dispõe sobre a Cotação Eletrônica

Leia mais

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006

COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 COMPANHIA DE GAS DO CEARA COTAÇÃO DE PREÇOS Nº 20150378 DECRETO Nº 28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e

Considerando a necessidade de se buscar a redução de custos, em função do aumento da competitividade; e Página 1 de 5 PORTARIA Nº 306, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2001 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO GABINETE DO MINISTRO O MINISTRO DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO, no uso das atribuições

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços

PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços PREGÃO ELETRÔNICO N 12/2007 Sistema de Registro de Preços EDITAL A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10-124-DIREF de 29/06/2006, realizará

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 77/2013 PROCESSO N 3418-09.00/13-1 AJDG Nº 135/13 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo do

Leia mais

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL Curso de Licitação. Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Professor: Antônio Noronha Os 3 Caminhos Possíveis para Aquisição/ Serviços, etc... Licitação; Dispensa de Licitação; Inexigibilidade de Licitação.

Leia mais

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br

Município de Xangri-Lá Fone: (51) 3689-2400 www.xangrila.rs.gov.br EDITAL Nº 62/2012 PREGÃO ELETRÔNICO 34/2012 PROCESSO DE DESPESA: 2318/2012 (SEC. DE EDUCAÇÃO) PROCESSO DE LICITAÇÃO 2318/2012 PROCESSO DE COMPRA 45-12 ABERTURA: 29/03/2012 HORÁRIO: 15 horas O Prefeito

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20...

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº.../20... PROCESSO Nº 1.00.000.003689/2013-00 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES ATA Nº.../20... Ao...do dia do mês de... do ano de 20..., na PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA PGR,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 28/2009

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 28/2009 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 28/2009 Processo nº: 8478AD/2008 Pregão Eletrônico nº: 001/2009 Validade: 06 (seis) meses, de 19/05/2009 a 18/12/2009 Empresa: AMAZON INFORMÁTICA LTDA End: Av. Conselheiro

Leia mais

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013

PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ PROTOCOLO 23064.008432/2013-42 MINUTA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 122/2013 A UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Curitiba,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 028/2009 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JARDIM PAULISTA

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2013 SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo nº. 23042.001360/2012-80. Índice do Edital

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2013 SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo nº. 23042.001360/2012-80. Índice do Edital EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 01/2013 SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS Processo nº. 23042.001360/2012-80 OBJETO: Registro de Preços para eventual aquisição de materiais de consumo de expediente vinculado

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A

PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013 PROCESSO SECOM Nº 0357/2012. Alterações e Normas complementares M I N U T A IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ PREENCHER O RECIBO DE RETIRADA DE EDITAL, CONSTANTE DO ANEXO I E DEVOLVER COM ATÉ 24 HS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME PREGÃO PRESENCIAL Nº 005/2013

Leia mais

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007 DECRETO 8.538/2015 COMPARATIVO COM DECRETO 6.204/2007 Outubro/2015 Importante: Pontos acrescidos estão destacados em verde. Pontos suprimidos estão destacados em vermelho. Decreto nº 8.538, de 6 de outubro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 7 07/10/2015 10:08 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 Vigência Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO

MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO MANUTENÇÃO DO PÁRA RAIOS PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397 / 21

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO DA COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº0195/2014 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NÚCLEO DE LOGÍSTICA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS

ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NÚCLEO DE LOGÍSTICA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NÚCLEO DE LOGÍSTICA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO Nº 09/2007 PROCESSO Nº 0.01.000.000879/2007-37 VALIDADE: 1 (um)

Leia mais

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL

INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL INSCRIÇÃO OU RENOVAÇÃO CADASTRAL 1. DA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO 1.1. Os interessados em se inscrever e/ou renovar o Registro Cadastral junto ao GRB deverão encaminhar a documentação a seguir estabelecida,

Leia mais

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

MODELO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR MODELO CONTRATO N.º /20 CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE ALIMENTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR A (Órgão/Entidade Federal, Estadual ou Municipal), pessoa jurídica de direito público ou privado, com sede à Rua, n.º,

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N" 03/2014 PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N 01/2014

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 03/2014 PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N 01/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N" 03/2014 PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇOS N 01/2014 PROCESSO N 23233.000087/2014-91 VALIDADE: 12 (doze) MESES Aos três dias do mês de julho de dois mil e quatorze,

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 023/2009

CARTA CONVITE Nº 023/2009 IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDENCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319

DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 Processo nº. 200910267000429 Data da Realização: 09/12/2009 Horário: 09:00 horas Local: www.comprasnet.go.gov.br DISPENSA DE LICITAÇÃO ELETRÔNICA Nº. 18319 A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE

Leia mais

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12

CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 CONTRATO DE COMPRA E VENDA PREGÃO ELETRÔNICO Nº 38/11 - REGISTRO DE PREÇOS PROCESSO N 2365-09.00/11-0 AJDG Nº 84/12 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá COORDENADORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO

Tribunal Regional Eleitoral do Amapá COORDENADORIA DE MATERIAL E PATRIMÔNIO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS n.º 25 /2014 PROCESSO n.º 62/2013 (Protocolo nº 6.007). PREGÃO ELETRÔNICO n.º 49/2013 VALIDADE: 12 (doze) meses Aos quatorze dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze,

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRÁS PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 008/2009 EDITAL DE PREGÃO PRESENCIAL Nº 02/2009 1.1 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL 1.1.1.1 TIPO DE LICITAÇÃO: MAIOR DESCONTO OFERTADO

Leia mais

Superintendência de Gestão Orçamentária e Compras Comissão Permanente de Licitação ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 014/2011

Superintendência de Gestão Orçamentária e Compras Comissão Permanente de Licitação ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 014/2011 1 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 014/2011 EDITAL DE LICITAÇÃO N.º 048/2011 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO N.º 2011.0000.4871 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 21 (vinte e um) dias do mês de junho

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009

ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009 ATA DE REGISTRO DE PREÇO nº 001/2009 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA OS SERVIÇOS DE CONFECÇÃO DE CARIMBOS, CONFORME PROCESSO LICITATÓRIO Nº 2008.0701.000825, PREGÃO PRESENCIAL Nº052/2008. Aos 02 dias

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS, no exercício da competência que lhe confere o art. 54, inciso IV, da Constituição Estadual, e DECRETO No. 24.818 de 27 JANEIRO DE 2.005 Regulamenta a realização de pregão por meio da utilização de recursos de tecnologia da informação, denominado pregão eletrônico, para a aquisição de bens e serviços

Leia mais

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license.

AcroPDF - A Quality PDF Writer and PDF Converter to create PDF files. To remove the line, buy a license. DECRETO Nº 5.450, DE 31 DE MAIO DE 2005 Regulamenta o pregão, na forma eletrônica, para aquisição de bens e serviços comuns, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 GABINETE DO GOVERNADOR D E C R E T O Nº 1.093, DE 29 DE JUNHO DE 2004 Institui, no âmbito da Administração Pública Estadual, o Sistema de Registro de Preços

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Prefeitura Municipal de Boa Vista do Buricá SECRETARIA MUNICIPAL DE AGRICULTURA EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2014 O Município de Boa Vista do Buricá, comunica aos interessados

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº. 017/2015 - SRP Aos 27 (vinte e sete) dias de mês de maio do ano de 2015, o Município de Parazinho/RN, CNPJ nº. 08.113.631/0001-29, com sede na Praça Senador

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 007/2015 REFERENTE AO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 124/2014 Pelo presente instrumento, a SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, órgão gerenciador do Registro de Preços, localizada na

Leia mais

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2.

TOMADA DE PREÇOS Nº 001/2010. SESSÃO DE ABERTURA: Local: Rua Pamplona 1200 7º andar Horário: 10:30 horas do dia 08 de março de 2. IMPORTANTE: PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM 03 (TRÊS) DIAS DE ANTECEDENCIA NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP: 01405-001

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO TERMO DE PARTICIPAÇÃO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 005/2014 DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009.

EDITAL OBJETO: CABO GIGALAN CATEGORIA 6 U/UTP 23AWGX4PARES - VERMELHO EM CAIXA DE 305 METROS, CONFORME ESPECIFICAÇÃO TECNICA Nº 036/2009. EDITAL A SÃO PAULO TRANSPORTE S.A. SPTrans, inscrita no CNPJ-MF sob o n.º 60.498.417/0001-58, comunica que se encontra aberta a licitação, EXCLUSIVAMENTE para participação de microempresas e empresas de

Leia mais

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD.

* O ÔNIBUS DEVERÁ TER SUSPENSÃO AR CONDICIONADO, BANHEIRO, GELADEIRA ELÉTRICA, POLTRONA SUPER PULLMAN, TV, SOM, VÍDEO, DVD. ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 14/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO

EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 14/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº 14/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇO PROCESSO 48400.001.219/2015-34 TIPO LICITAÇÃO MENOR PREÇO DATA 10/11/2015 HORÁRIO 10:00 LOCAL www.comprasnet.gov.br (por meio do Sistema Pregão

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28.088 DE 10 DE JANEIRO DE 2006 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do

Leia mais

1 DO OBJETO Aquisição de licença de software de informática para atender as necessidades desta Autarquia, conforme discriminação abaixo:

1 DO OBJETO Aquisição de licença de software de informática para atender as necessidades desta Autarquia, conforme discriminação abaixo: A Superintendência de Seguros Privados SUSEP, no Estado do Rio de Janeiro, mediante Pregoeiro designado pela Portaria SUSEP n 2.527, de 11 de outubro de 2006, torna público que realizará às 14 (catorze)

Leia mais

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA

PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 2. JUSTIFICATIVA PROJETO BÁSICO 1. OBJETO 1.1. Aquisição de cartuchos de toner para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Tocantins -SR/DPF/TO e para a Delegacia de Polícia Federal em Araguaína-TO- DPF/AGA/TO.

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO

CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA 1ª REGIÃO 1 CARTA CONVITE n.º 001/2011 São Paulo, 20 de outubro de 2011. O CONSELHO REGIONAL DE BIOMEDICINA - 1ª REGIÃO, nos termos da autorização constante no Processo Administrativo em epígrafe, vem, por intermédio

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO ELETRÔNICO Nº 59/13 PROCESSO N. 2575-09.00/13-5 Ata AJDG Nº 027/13 Nesta data, compareceu à sede da, órgão administrativo do MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE

Leia mais

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul.

Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. LEI Nº 13.179, DE 10 DE JUNHO DE 2009 Business Online Comunicação de Dados Dispõe sobre a Cotação Eletrônica de Preços no Estado do Rio Grande do Sul. A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. Faço

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012

PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 PROCESSO SELETIVO Nº 004/2012 O Instituto de Gestão e Humanização IGH, torna público para conhecimento dos interessados, que fará realizar Processo Seletivo objetivando a contratação de serviços de Coleta,

Leia mais

PROJETO BÁSICO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 46_/2013. Aquisição de Guarda Chuvas para a Unidade do INPE/CRN em Natal/RN.

PROJETO BÁSICO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 46_/2013. Aquisição de Guarda Chuvas para a Unidade do INPE/CRN em Natal/RN. PROJETO BÁSICO COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº 46_/2013 1. OBJETO Aquisição de Guarda Chuvas para a Unidade do INPE/CRN em Natal/RN. 2. ESPECIFICAÇÕES Guarda Chuva, medindo 0,80 m x 8 x 1,60 m de diâmetro, tipo

Leia mais

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO

Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Prefeitura Municipal de Floriano Peixoto 01.612.289/0001-62 Avenida Alfredo Joahnes Dücker - 99.910-000 - Floriano Peixoto/RS EDITAL DE LICITAÇÃO Processo...: 8/2015 Modalidade.: Convite Número...: 6/2015

Leia mais

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006

REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 REPUBLICA FEDERATIVA DO BRASIL MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES PREGÃO ELETRÔNICO EDITAL Nº 398/2006 PROCESSO : 50600.000884/2006-13 Tipo de Licitação:

Leia mais

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO

ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº28.397, DE 21 DE SETEMBRO DE 2006 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 2014-003 PREÂMBULO 1.Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A

CARTA CONVITE Nº 005/2008 M I N U T A IMPORTANTE : PARA PARTICIPAR DA LICITAÇÃO O INTERESSADO DEVERÁ RETIRAR O EDITAL SOB PROTOCOLO COM ATÉ 24 HORAS DE ANTECEDÊNCIA DO CERTAME NA SEDE DO CONSELHO SITUADO À RUA PAMPLONA, 1200 JD PAULISTA CEP:

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 003/2014 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 003/2014 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2014 HORÁRIO: 10h00min LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro Edifício

Leia mais

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0

PREGÃO Processo nº 000217-04.91/15-0 PREGÃO PE - 31/2015 - SULGÁS A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul - SULGÁS torna público, através de seu Pregoeiro designado, que realizará licitação por meio da utilização de recursos de

Leia mais

EDITAL PROCESSO 4674/2009

EDITAL PROCESSO 4674/2009 EDITAL PROCESSO 4674/2009 A Justiça Federal de Primeiro Grau em Minas Gerais, por intermédio da Pregoeira designada pela Portaria 10/58-DIREF de 24/06/2009 realizará o pregão presencial em epígrafe, regido

Leia mais

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA

Ilustração 1: Secretaria de Desenvolvimento Agrário Centrais de Abastecimento do Ceará S/A CEASA PREÂMBULO ANEXO ÚNICO DO DECRETO Nº 28088, DE 10 /01/ 2006. TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº2011 085 DE 29/09/2011. Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição

Leia mais

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015

Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 Processo nº 0448.1511/15-9 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 066A/2015 DATA DA ABERTURA: 13/11/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRAS Vinculada ao Ministério das Comunicações

TELECOMUNICAÇÕES BRASILEIRAS S/A TELEBRAS Vinculada ao Ministério das Comunicações PREGÃO ELETRÔNICO Nº 006/2012 (EXCLUSIVO PARA MICROEMPRESAS E EMPRESA DE PEQUENO PORTE Dec. 6.204/2007) Processo nº 039/2012 COMPROVANTE DE RECEBIMENTO DO EDITAL Objeto: Contratação de empresa para prestação

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº. 15414.300110/2008-40 PREGÃO ELETRÔNICO Nº

MINISTÉRIO DA FAZENDA SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES PROCESSO Nº. 15414.300110/2008-40 PREGÃO ELETRÔNICO Nº A Superintendência de Seguros Privados SUSEP, no Estado do Rio de Janeiro, mediante Pregoeiro designado pela Portaria SUSEP n 3.053, de 14 de outubro de 2008, torna público que realizará às 14 horas, do

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 136/2015 OBJETO: AQUISIÇÃO ALMOFADA PARA CARIMBO, TINTA PARA CARIMBO, FITA ADESIVA LARGA E COLA EM BASTÃO, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3700 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 095/2014 (Protocolo n. 38.206/2014) O TRIBUNAL

Leia mais

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA

CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 40/2012 PROCESSO Nº 00190.024252/2012-86 A Diretoria de Gestão Interna da Controladoria-Geral da União da Presidência

Leia mais

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010

ESTADO DO PARÁ TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 2010/010 1 O, por intermédio do TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, doravante denominado TCM/PA, CNPJ nº 04.789.665/0001-87, com sede na Travessa Magno de Araújo nº 474, bairro do Telégrafo na cidade de Belém, Estado

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 131/2011

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 131/2011 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 131/2011 Processo nº 23402.001669/2011-52 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO UNITÁRIO POR ITEM Data de Início do cadastramento de Propostas: 03/01/2012

Leia mais

CONVITE Nº 050A/2015

CONVITE Nº 050A/2015 Processo nº 0308.1511/15-3 DEVOLVER ESTE PROTOCOLO ASSINADO PROTOCOLO DE ENTREGA PROCESSO DE LICITAÇÃO CONVITE Nº 050A/2015 DATA DA ABERTURA: 19/08/2015 HORA DA ABERTURA: 09:00 Horas NOME DA EMPRESA: ORIGINAL

Leia mais

ITEM CATMAT DISCRIMINAÇÃO DOS MATERIAIS QUANT.

ITEM CATMAT DISCRIMINAÇÃO DOS MATERIAIS QUANT. CONDIÇÕES GERAIS DA CONTRATAÇÃO PEDIDO DE COTAÇÃO ELETRÔNICA Nº _016/2013 O presente documento complementa as informações publicadas no sítio Comprasnet para o Pedido de Cotação Eletrônica de Preços acima

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 40/2015. Data de Início do cadastramento de Propostas: 23/10/2015 às 08h 00m*

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 40/2015. Data de Início do cadastramento de Propostas: 23/10/2015 às 08h 00m* EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 40/2015 Processo nº 23402.002144/2014-87 Tipo de Licitação: MENOR VALOR POR ITEM Data de Início do cadastramento de Propostas: 23/10/2015 às 08h 00m*

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 058/2013

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 058/2013 LOTE ÚNICO ATA DE REGISTRO DE PREÇOS - Nº 058/2013 EDITAL DE LICITAÇÃO N. º 139/2013 MODALIDADE DE PREGÃO PRESENCIAL PROCESSO Nº 2013 0035 7445 VALIDADE: 12 (DOZE) MESES Aos 26 (vinte e seis) dias do mês

Leia mais

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052

PREFEITURA DE CACHOEIRA DO SUL - RS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DEPARTAMENTO DE COMPRAS Rua Moron, 1.013 Fone/Fax (51) 3724-6052 EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 114/2013 OBJETO: AQUISIÇÃO DE AUTOCLAVE DIGITAL, A PEDIDO DA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE. IMPORTANTE INÍCIO DE ACOLHIMENTO DE PROPOSTAS: 14/10/2013 15h00min. LIMITE PARA

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3700 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 141/2013 (Protocolo n. 82.950/2013) O TRIBUNAL

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ C.N.P.J./MF 76.235.761/0001-94 Rua Mauro Cardoso de Oliveira, 190 Fone: 0**-43-3538-8100 www.andira.pr.gov.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANDIRÁ C.N.P.J./MF 76.235.761/0001-94 Rua Mauro Cardoso de Oliveira, 190 Fone: 0**-43-3538-8100 www.andira.pr.gov. ATA DE REGISTRO DE PREÇOS N 034/2015 No dia 01 do mês de Dezembro de 2015, na Prefeitura Municipal de Andirá Pr, situada na Rua Mauro Cardoso de Oliveira, n. 190, Sede - Andirá PR, C ep: 86.380-000, o

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO N.º 15/2014 PROCESSO N.º 23341.000141/2014-71

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 69/2008. Data Limite para cadastramento de Propostas 18/12/2008 às 14:30 horas *

EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 69/2008. Data Limite para cadastramento de Propostas 18/12/2008 às 14:30 horas * EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO Nº 69/2008 Processo nº 23402.000911/2008-71 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO POR ITEM Data de Início do cadastramento de Propostas: 08/12/2008, às 08:00

Leia mais

Edital de Credenciamento 003/2012

Edital de Credenciamento 003/2012 1/5 Edital de Credenciamento 003/2012 1 DO OBJETO: 1.1. O presente Termo tem por objetivo o credenciamento de Instituições Financeiras autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para prestação

Leia mais

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012

EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº. 05/2012 PROCESSO Nº. 0116/2012 1. INTRODUÇÃO: 1.1 O CONSELHO REGIONAL DE ODONTOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da Pregoeira Angela Ferraz Jaeger, torna público,

Leia mais

LICITAÇÃO COM RESERVA DE COTA DE ATÉ 25% PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 34/2015

LICITAÇÃO COM RESERVA DE COTA DE ATÉ 25% PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 34/2015 LICITAÇÃO COM RESERVA DE COTA DE ATÉ 25% PARA MICROEMPRESA E EMPRESA DE PEQUENO PORTE PREGÃO ELETRÔNICO Nº 34/2015 A FUNDAÇÃO DE ATENDIMENTO SÓCIOEDUCATIVO DO PARÁ - FASEPA, inscrita no CNPJ sob o nº 84.154.186/0001-23,

Leia mais

OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA

OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE LEILÃO - CGTEE Nº 002/2014 OFERTA PÚBLICA DE COMPRA E VENDA DE ENERGIA ELÉTRICA EDITAL DE LEILÃO CGTEE Nº 002/2014 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Leia mais

UASG 153006 TERMO DE RETIRADA DE EDITAL. PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 12/2009 PARTICIPAÇÃO EXCLUSIVA DE ME/EPP Processo nº. 23042.

UASG 153006 TERMO DE RETIRADA DE EDITAL. PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 12/2009 PARTICIPAÇÃO EXCLUSIVA DE ME/EPP Processo nº. 23042. UASG 153006 TERMO DE RETIRADA DE EDITAL PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 12/2009 PARTICIPAÇÃO EXCLUSIVA DE ME/EPP Processo nº. 23042.000864/2009-87 Senhor Licitante, Visando comunicação futura entre o IFAM e sua

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 20150007 PREÂMBULO Termo de Participação, via meio eletrônico, para a seleção da melhor proposta para aquisição por dispensa de licitação, nos termos do Decreto Estadual nº 28.397,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA CONTRATO DE COMPRA E VENDA PROCESSO N. 2900-09.00/14-0 PREGÃO ELETRÔNICO N. 95/14 CONTRATO AJDG N. 178/14 O ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, por intermédio da PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA, órgão administrativo

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina

Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina Rua Esteves Júnior, n. 68, Centro, Florianópolis/SC, CEP 88015-130 Fone: (48) 3251-3701 www.tre-sc.jus.br PREGÃO N. 063/2013 (Protocolo n. 37.054/2013) O TRIBUNAL

Leia mais

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014

EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 EDITAL DE CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2014 O Município de Vale do Sol, RS, através do Prefeito Municipal. Sr. Clécio Halmenschlager, comunica aos interessados que está procedendo ao CREDENCIAMENTO de pessoas

Leia mais