PROCEDIMENTO PARA A DEFESA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PROTEÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIVERSIDADE DE ITAÚNA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCEDIMENTO PARA A DEFESA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PROTEÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIVERSIDADE DE ITAÚNA"

Transcrição

1 PROCEDIMENTO PARA A DEFESA DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM PROTEÇÃO DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DA UNIVERSIDADE DE ITAÚNA O Coordenador do Curso de Mestrado da Universidade de Itaúna (UIT), Professor Dr. Gregório Assagra de Almeida, no uso de suas atribuições e de acordo com o estabelecido no Regimento do Programa de Pós-Graduação em Direito, torna público o seguinte Procedimento para Defesa de Dissertação de Mestrado: 1. DOS REQUISITOS Conforme Regimento do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Itaúna, cumprido o mínimo de créditos exigidos pelo Mestrado, o aluno deverá se matricular em regime de elaboração de dissertação, até o depósito da mesma. São requisitos para defesa da dissertação: I ter cumprido, no mínimo, 27 créditos (ou estar cumprindo no semestre da defesa). Todavia, ainda que haja a defesa, o aluno só fará jus ao certificado de conclusão de curso após o cumprimento de todos os requisitos exigidos no Regimento Interno. II estar matriculado em regime de Elaboração de Dissertação de Mestrado (exceto os discentes da primeira turma do mestrado); III apresentação de dissertação devidamente aprovada pelo Professor Orientador por meio de parecer específico; IV participação efetiva em grupo de pesquisa liderado por professor da Universidade de Itaúna, apresentando a declaração assinada pelo professor coordenador. V Publicação de, no mínimo, 1 (um) artigo jurídico em periódico ou livro, reconhecidos pelo sistema Qualis da CAPES. O prazo máximo para o depósito da dissertação é de 23 meses a contar da matrícula, prorrogável, excepcionalmente e por sérias razões, por até 06 (seis) meses, a critério do Colegiado do Mestrado, após parecer favorável do Professor Orientador. 2. DA BANCA DE QUALIFICAÇÃO Até dez dias depois de ser efetuado o depósito da dissertação, será realizada banca de qualificação, com a presença do orientador e de outro professor doutor. Mediante requerimento fundamentado do orientador do candidato, a coordenação poderá dispensar o mestrando de realização da banca de qualificação.

2 3. DA CONSTITUIÇÃO DA BANCA EXAMINADORA Conforme Regimento do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Itaúna, a Banca Examinadora será proposta pelo Professor Orientador e homologada pela Coordenação do Mestrado. A Banca Examinadora será composta por: Professor Orientador do mestrando, que será, preferencialmente, o presidente da Banca Examinadora; 01 (um) membro do corpo docente do presente Mestrado; 01 (um) membro suplente, nas mesmas condições acima; e 01 (um) membro externo ao Mestrado em Direito da Universidade de Itaúna, a ser convidado pelo Coordenador do Mestrado, portador, no mínimo do grau de Doutor ou equivalente, mediante proposta do professor orientador; Na hipótese de participação de coorientadores na Banca Examinadora de dissertação, estes não serão considerados para efeito de integralização do número mínimo de componentes previsto para as bancas. Os convites aos membros da Banca Examinadora deverão ser entregues pelo mestrando. As cartas-convites serão elaboradas com base nos modelos do Anexo 2 Carta-Convite e serão entregues juntamente com uma via da dissertação, devendo o mestrando recolher o aceite dos mesmos. Em caso de convite de membros não residentes em Itaúna, todas as despesas durante a estadia para participação na Banca Examinadora, tais como transporte, hospedagem e outras, serão por conta do mestrando. Em caso de recusa ou impossibilidade de aceite do convite para participação na Banca Examinadora, o mestrando deverá juntamente com o Professor Orientador, buscar outra possibilidade para composição, submetendo-a novamente à homologação da Coordenação do Mestrado. 4. DO AGENDAMENTO DA DEFESA Uma vez cumpridos os requisitos previstos nesta e nas demais normas pertinentes, o mestrando poderá solicitar o agendamento de sua defesa, mediante o seguinte procedimento: I Fazer solicitação por escrito na Secretaria de Pós-Graduação do Mestrado.

3 II Entregar a documentação abaixo na Secretaria de Pós-Graduação no prazo de no máximo 20 dias antes do prazo final para defesa do trabalho: a Solicitação por escrito; b Parecer do Professor Orientador com a aprovação da dissertação, atestando que a mesma se encontra apta para defesa perante Banca Examinadora, conforme modelo disponível no Anexo 1 Parecer de Aprovação da Dissertação. c declaração do coordenador do grupo de pesquisa no sentido de que participou efetivamente do mesmo. (Modelo disponível no Anexo 3 Declaração de Participação em Grupo de Pesquisa). d comprovação de publicação de, no mínimo, 1 (um) artigo jurídico em periódico ou livro, reconhecidos pelo sistema Qualis da CAPES, conforme orientações disponíveis no Anexo 4 Comprovação de Publicação. e comprovação de aprovação em, no mínimo, 27 créditos do Programa de Mestrado, através de cópia do Histórico no mestrado. O candidato poderá defender a sua dissertação no semestre em que estiver cursando o 27º crédito, contudo, só receberá o certificado de conclusão de curso e consequente diploma, após ter cumprido com êxito todos os créditos exigidos no Regimento Interno. f comprovação de matrícula em regime de Elaboração de Dissertação de Mestrado, por intermédio de cópia do Histórico no mestrado. O candidato deverá fazer o requerimento na Secretaria (exceto os discentes da primeira turma do mestrado). g apresentação dos aceites à carta-convite de todos os membros da Banca- Examinadora, conforme modelo do Anexo 2 Carta-Convite. Em um prazo de até 15 dias após a apresentação da documentação, a Secretaria de Pós-Graduação comunicará por o agendamento da defesa de dissertação ao mestrando. O agendamento se fará conforme disponibilidade e conveniência da Universidade de Itaúna, cabendo ao mestrando comunicar a data agendada aos membros da Banca Examinadora. 5. DA ENTREGA DOS EXEMPLARES DA DISSERTAÇÃO

4 Os requisitos de formatação exigidos para elaboração da dissertação serão de acordo com as NBR , NBR 6023, NBR10.520, NBR 6027, NBR , todas da ABNT. Deverão ser elaboradas 5 (cinco) vias da dissertação, encadernadas, ficando o mestrando encarregado de entregá-las aos membros da banca examinadora (professor orientador, professor interno, professor externo e professor suplente), bem como à secretaria do mestrado. Para o depósito final da dissertação, após a defesa, o aluno deverá se dirigir pessoalmente à biblioteca da Universidade de Itaúna, para confecção da ficha catalográfica da dissertação pelo bibliotecário responsável. A Ficha Catalográfica é uma ficha que contém as informações necessárias para identificar e recuperar uma obra. A elaboração da ficha catalográfica compreenderá a descrição de informações como autor, título, ano, orientador, local de publicação e data de publicação. O objetivo da catalogação de teses e dissertações na Universidade de Itaúna é contribuir para que a produção técnico-científica receba um tratamento descritivo-temático padronizado, permitindo sua efetiva recuperação. Após a produção da Ficha Catalográfica, a mesma deverá ser inserida no texto da Dissertação. 6. DA DEFESA DA DISSERTAÇÃO Conforme Regimento, a defesa de dissertação terá caráter público. A arguição e a defesa de dissertação terão início com a apresentação do conteúdo do trabalho, pelo candidato, com prazo máximo de 20 (vinte) minutos. Cada examinador da dissertação terá um máximo de 30 (trinta) minutos para proceder à arguição, dispondo o candidato de igual tempo para cada defesa. Após a arguição e a defesa, os membros da Banca Examinadora deliberarão, em sessão reservada, sobre o resultado a ser atribuído ao candidato ao Grau de Mestre. O resultado final será proferido de comum acordo pela banca, podendo ser conferidas as seguintes menções: Aprovado ; Aprovado com Revisão em até noventa dias ; Reformulação com nova Defesa ; ou

5 Reprovado. Poderá ser acrescentada ao resultado Aprovado a expressão com Distinção, desde que o discente tenha obtido nas disciplinas cursadas na UI média de notas igual ou superior a 90 e que a decisão da Banca Examinadora seja unânime quanto à excelência do trabalho. No caso de mestrando Aprovado com Revisão em até noventa dias, hipótese em que a Banca Examinadora condicionou a aprovação do trabalho à apresentação de modificações e/ou correções, o mestrando deverá no prazo de até 90 (noventa) dias corridos da data da defesa apresentar ao Professor Orientador as alterações exigidas. O trabalho com as alterações e correções solicitadas será examinado por todos os membros da Banca Examinadora em até 15 dias, sendo a aprovação definida pela maioria simples, por intermédio de parecer por escrito, conforme modelo do Anexo 5 Parecer de Avaliação de alterações e correções de Dissertação, entregue ao mestrando, que deverá protocolizar tais pareceres na Secretaria de Pós-Graduação, no prazo de até 10 dias da data da entrega do trabalho com as alterações. O não cumprimento do prazo máximo estabelecido no item anterior, acarretará a anulação da decisão anterior da Banca Examinadora, sendo necessária nova defesa da dissertação ou tese, desde que não tenham sido esgotados os prazos máximos para a defesa. Em caso de Reformulação com nova Defesa, a Banca Examinadora, mediante proposta justificada, dará oportunidade ao mestrando para apresentação de novo trabalho e nova defesa, desde que não tenham sido esgotados os prazos máximos para a defesa. De cada defesa de dissertação deverá ser lavrada uma ata, a ser arquivada pela Secretaria de Pós-Graduação, conforme modelo do Anexo 6 Ata de Defesa de Dissertação, registrando, de maneira fundamentada, o voto da Banca Examinadora. 7. DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO O depósito da versão final da dissertação, seguindo todos os requisitos acima, já com as modificações eventualmente solicitadas pela banca e a ficha catalográfica, deverá ser realizado na Secretaria de Pós-Graduação sendo, em três vias: 01 (uma) via impressa, encadernada com capa dura, conforme as normas da ABNT. 01(uma) via em arquivo eletrônico gravado em CD, contendo um único arquivo em PDF; e

6 01(uma) via para o da secretaria do mestrado, contendo um único arquivo em PDF. Junto com o depósito final da dissertação, o aluno deverá apresentar pessoalmente à Secretaria de Pós-Graduação uma autorização de divulgação da dissertação, preenchida e assinada pelo aluno em 2 (duas) vias, conforme modelo do Anexo 7 Autorização de Divulgação de Dissertação. 8. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Os casos omissos serão resolvidos pelo colegiado do Mestrado da Universidade de Itaúna. Itaúna, 21 de outubro de Prof. Dr. Gregório Assagra de Almeida Coordenador do Curso de Mestrado

7 ANEXOS Compõem este Procedimento os seguintes anexos, abaixo identificados: Anexo 1 Parecer de Aprovação da Dissertação Anexo 2 Carta-Convite Anexo 3 Declaração de Participação em Grupo de Pesquisa Anexo 4 Comprovação de Publicação Anexo 5 Parecer de Avaliação de alterações e correções de Dissertação Anexo 6 Ata de Defesa de Dissertação Anexo 7 Autorização de Divulgação de Dissertação

8 ANEXO 1 PARECER DE APROVAÇÃO DE DISSERTAÇÃO Eu,, na qualidade de Professor-Orientador do Mestrando aprovo sua dissertação de título, atestando que a mesma se encontra apta para defesa perante Banca Examinadora, em data a ser definida junto à Universidade de Itaúna. Orientador: Mestrando: Itaúna, de de

9 ANEXO 2 CARTA CONVITE Itaúna, de de Prezado(a) Professor(a) Doutor(a): Temos a grata satisfação de convidá-lo(a) para participar como membro ( ) titular ( ) suplente da Banca Examinadora de Defesa da Dissertação do(a) aluno(a):, intitulada. A defesa terá lugar na Universidade de Itaúna, na seguinte data: de de, no horário de :. Em anexo encaminhamos um exemplar da dissertação. Antecipamos agradecimentos pela sua participação na Banca Examinadora. Atenciosamente, Prof. Dr. Gregório Assagra de Almeida Coordenador do Mestrado da Universidade de Itaúna

10 Aceite: Data: ANEXO 3 DECLARAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO EM GRUPO DE PESQUISA Eu,, na qualidade de Coordenador do Grupo de Pesquisa atesto a participação efetiva do mestrando nas atividades deste Grupo de Pesquisa. Coordenador: Mestrando: Itaúna, de de.

11 ANEXO 4 COMPROVAÇÃO DE PUBLICAÇÃO Mestrando: Título do artigo publicado: Periódico de Publicação: Qualis do Periódico: Edição/Número/Volume de Publicação: Data de Publicação: Para comprovar a publicação de artigo, anexar: Cópia da capa da Publicação; Cópia do sumário da publicação contendo o título do artigo publicado; Cópia do artigo feita a partir do livro ou periódico no qual foi editado;

12 ANEXO 5 PARECER DE AVALIAÇÃO DE ALTERAÇÕES E CORREÇÕES DE DISSERTAÇÃO Eu,, na qualidade de membro da Banca Examinadora e tendo participado da defesa nº. da dissertação de título: do mestrando (a) realizada em de de, aprovado com restrições, conforme ata de defesa e folha de modificações, atesto para os devidos fins que as alterações e correções solicitadas foram consideradas ( ) SATISFATÓRIAS / ( ) INSATISFATÓRIAS pelos motivos determinados a seguir: Itaúna, de de.

13 (Membro da Banca) ANEXO 6 ATA DE DEFESA DE DISSERTAÇÃO Defesa Nº DATA DA DEFESA: HORA DE INÍCIO: LOCAL: CANDIDATO: ORIENTADOR(ES):. BANCA EXAMINADORA: (nomes completos, CPF) (Presidente) TÍTULO DA DISSERTAÇÃO: Em sessão pública, após exposição por cerca de minutos, o candidato foi arguido oralmente pelos membros da banca tendo como resultado: ( ) APROVADO

14 ( ) APROVADO COM RESTRIÇÕES conforme folha de modificações ( ) REFORMULAÇÃO COM NOVA DEFESA ( ) REPROVADO JUSTIFICATIVA: Na forma regulamentar, foi lavrada a presente ata que é abaixo assinada pelos membros da banca, na ordem acima determinada, e pelo candidato: Itaúna, de de. (Presidente)

15 Candidato: ANEXO 7 AUTORIZAÇÃO DE DIVULGAÇÃO DE DISSERTAÇÃO Eu, (NACIONALIDADE), (ESTADO CIVIL), (PROFISSÃO), residente e domiciliado na (ENDEREÇO)Na cidade de, Estado de, portador do documento de identidade número:, na qualidade de titular dos direitos morais e patrimoniais de autor da obra (TÍTULO DA DISSERTAÇÃO), dissertação de mestrado apresentada à Universidade de Itaúna em / / (DATA DE DEPÓSITO DEFINITIVO) AUTORIZO a Universidade de Itaúna, a reproduzir, disponibilizar na rede mundial de computadores Internet e permitir a reprodução por meio eletrônico, da minha dissertação de mestrado. Itaúna, de de. Assinatura do Aluno:

16

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 52/2011, DE 13 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 52/2011, DE 13 DE SETEMBRO DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE CAMPO REAL CURSO DE NUTRIÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caracterização A elaboração do Trabalho de Curso fundamenta-se nas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Nutrição,

Leia mais

REGULAMENTO DA DEFESA DE DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM AUTOMAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS - IFSP DO OBJETIVO

REGULAMENTO DA DEFESA DE DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM AUTOMAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS - IFSP DO OBJETIVO REGULAMENTO DA DEFESA DE DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM AUTOMAÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS - IFSP DO OBJETIVO Normatiza as atividades relacionadas à defesa de dissertação e estabelece

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 013/2013 - CEPE

RESOLUÇÃO nº 013/2013 - CEPE RESOLUÇÃO nº 013/2013 - CEPE Regulamenta a Monografia como Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação, no âmbito da Faculdade Santa Terezinha, a partir do 2º semestre letivo de 2013 O Presidente do Conselho

Leia mais

R E S O L V E. Artigo 3º - Esta portaria gera efeitos a partir de 01 de março de 2012, revogadas as disposições em contrário.

R E S O L V E. Artigo 3º - Esta portaria gera efeitos a partir de 01 de março de 2012, revogadas as disposições em contrário. P O R T A R I A N º 0 27/ 2 0 1 5 - P BF A Prof.ª Dr.ª Débora de Mello Gonçales Sant Ana, coordenadora do Programa de Pós-graduação em Biociências e fisiopatologia, no uso de suas atribuições legais e

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE DEFESA PELO MESTRANDO (PRÉ-DEFESA)

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE DEFESA PELO MESTRANDO (PRÉ-DEFESA) PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE DEFESA PELO MESTRANDO (PRÉ-DEFESA) Este roteiro não dispensa a leitura da Norma Complementar Nº007 (05/09/2012) e do Regimento Interno do PPGEP-S 1. Sobre os

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA. Capítulo I Da Origem e Finalidade

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA. Capítulo I Da Origem e Finalidade REGULAMENTO DA MONOGRAFIA Capítulo I Da Origem e Finalidade Art. 1º. A monografia é exigida nos cursos de pós-graduação lato sensu, conforme resolução nº 1 de 3 de abril de 2001 do CNE/CES (Conselho Nacional

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC. TÍTULO I Dos Objetivos

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC. TÍTULO I Dos Objetivos Regimento REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC UFABC TÍTULO I Dos Objetivos Art. 1º - As atividades dos Cursos de Pós-Graduação abrangem estudos e trabalhos de formação

Leia mais

Curso de Engenharia de Computação Regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso

Curso de Engenharia de Computação Regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso 1 Centro Universitário de Araraquara UNIARA Departamento de Ciências da Administração e Tecnologia Curso de Engenharia de Computação Regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso Capítulo I Das disposições

Leia mais

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC);

Art. 1. O presente Regulamento tem por objetivo normatizar o conjunto de atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão Curso (TCC); Regulamenta o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), fixados no Projeto Pedagógico dos cursos de graduação da Faculdade Sequencial, e dá outras providências: O COLEGIADO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, no uso

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º- O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

NORMAS DE TRABALHO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CÂMPUS CERES DO IF GOIANO

NORMAS DE TRABALHO DE CURSO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CÂMPUS CERES DO IF GOIANO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CÂMPUS CERES NORMAS DE TRABALHO DE CURSO DOS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA

FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA 1. Prazos Os prazos para entrega de Trabalho Final encerram em 30 de maio (1º

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Faculdade de Tecnologia de Americana Curso Superior de Tecnologia em Logística REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Americana, SP 2015 SUMÁRIO 1 SOBRE O TRABALHO

Leia mais

PROCEDIMENTOS REFERENTES À DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

PROCEDIMENTOS REFERENTES À DISSERTAÇÃO DE MESTRADO MESTRADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO PROCEDIMENTOS REFERENTES À DISSERTAÇÃO DE MESTRADO 2015 Coordenadores : Prof. Byron Leite Dantas Bezerra Prof. Bruno José Torres Fernandes ETAPA 1 O aluno que pretende

Leia mais

Regulamento de TCC do curso de Fisioterapia

Regulamento de TCC do curso de Fisioterapia Regulamento de TCC do curso de Fisioterapia A atividade de trabalho de conclusão de curso é desenvolvida em área escolhida pelo aluno, sob a orientação professor (es) orientador(es). O aluno descreverá

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar

Leia mais

Catalão / GO, 04 de novembro de 2010. Resolução CONSUP FACULDADE CESUC 002/2010

Catalão / GO, 04 de novembro de 2010. Resolução CONSUP FACULDADE CESUC 002/2010 Catalão / GO, 04 de novembro de 2010. Resolução CONSUP FACULDADE CESUC 002/2010 Estabelece normas para a realização do Trabalho de Curso (TCC) obrigatório nos cursos de graduação da Faculdade de Ensino

Leia mais

PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO PROCEDIMENTOS NECESSÁRIOS PARA DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Assim que a dissertação estiver pronta para ser defendida, o mestrando deverá tomar as seguintes providências: 1º Definir com o orientador

Leia mais

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento visa normatizar as atividades relacionadas a Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais

Leia mais

R E G U L A M E N T O da M O N O G R A F I A

R E G U L A M E N T O da M O N O G R A F I A COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA - C E C - R E G U L A M E N T O da M O N O G R A F I A Pró-Reitoria de Educação Superior e Educação Continuada 2013 1 UNIVERSIDADE DO VALE DO PARAÍBA UNIVAP PRÓ-REITORIA

Leia mais

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DO IAPAR

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DO IAPAR 1 DEFESA DE DISSERTAÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU DO IAPAR 1 OBJETIVO A presente norma tem por objetivo definir e orientar procedimentos para a defesa de Dissertação pelo corpo discente

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA NO CURSO DE DIREITO

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA NO CURSO DE DIREITO PORTARIA N Institui normas para elaboração, apresentação e divulgação de monografia final no curso de Direito da Faculdade Maurício de Nassau-FMN- João Pessoa. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS - UNEAL REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA Este Regulamento e a Resolução do Conselho Superior da Uneal (CONSU/UNEAL) que o aprovou foram publicados na edição do Diário Oficial do Estado de 26 de

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso

RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ FACULDADE DE DIREITO RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso Regulamenta a elaboração e a defesa de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. O Colegiado

Leia mais

Capítulo II Da Banca

Capítulo II Da Banca A Comissão de Avaliação de Projetos do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola, em reunião realizada em 19/10/2011, aprovou as normas para Defesa de Projeto de Pesquisa, nos seguintes termos:

Leia mais

comprovante de submissão de 1 artigo em Revista Qualis B1, B2, A1 e A2, HOMOLOGAR no colegiado;

comprovante de submissão de 1 artigo em Revista Qualis B1, B2, A1 e A2, HOMOLOGAR no colegiado; 1/5 Checklist PÓS-DEFESA (DEVERES DO MESTRANDO) Art. 77 º O discente tem um prazo máximo de noventa dias para entregar, na Secretaria do Programa, os exemplares definitivos do trabalho, a contar da aprovação

Leia mais

CAPÍTULO II DA CARGA HORÁRIA

CAPÍTULO II DA CARGA HORÁRIA Regulamentação do Trabalho de Conclusão de Curso do Bacharelado em Ciências Econômicas com Ênfase em Controladoria CAPÍTULO I DA MONOGRAFIA 1. Este documento regulamenta, no âmbito do Bacharelado em Ciências

Leia mais

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO-UnC Curso de Psicologia REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA/TCC (TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA)

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO-UnC Curso de Psicologia REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA/TCC (TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA) UNIVERSIDADE DO CONTESTADO-UnC Curso de Psicologia REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DA MONOGRAFIA/TCC (TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE PSICOLOGIA) 2004 S U M Á R I O 1 CONCEITO, OBJETIVOS E ETAPAS....3 2

Leia mais

Art. 2º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. Professora Sandra Denise Kruger Alves Chefe do DEC

Art. 2º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. Professora Sandra Denise Kruger Alves Chefe do DEC RESOLUÇÃO DEC No 01/2013 Fixa normas para Elaboração e Apresentação dos Trabalhos de Conclusão do Curso de Graduação em Engenharia Civil. A Chefia do Departamento do Curso de Engenharia Civil, no uso de

Leia mais

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FACULDADE DE MEDICINA DE MARÍLIA Este roteiro não dispensa a leitura do Regulamento do Curso de Pós- Graduação Stricto Sensu Mestrado Acadêmico

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA REGULAMENTO DA MONOGRAFIA FINAL DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DAS FACULDADES INTEGRADAS DE VITÓRIA Este regulamento normatiza as atividades relacionadas com o Projeto de Monografia e a Monografia Final da

Leia mais

REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA ETF-TO

REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA ETF-TO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA ESCOLA TÉCNICA FEDERAL DE PALMAS DIRETORIA DE ENSINO REGULAMENTO PARA O TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS SUPERIORES DE

Leia mais

Instituto Educacional Cândida de Souza

Instituto Educacional Cândida de Souza Belo Horizonte, 5 de janeiro de 2011 PORTARIA Nº 01/2011 INSTITUI PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO, ORIENTAÇÃO, CONSTITUIÇÃO DE BANCA EXAMINADORA, AVALIAÇÃO E ENTREGA DA VERSÃO FINAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I Definições e Finalidade Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Leia mais

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM NORMAS COMPLEMENTARES DE TRABALHO DE CURSO (MONOGRAFIA)

FACULDADE SANTA TEREZINHA CEST COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM NORMAS COMPLEMENTARES DE TRABALHO DE CURSO (MONOGRAFIA) NORMAS COMPLEMENTARES DE TRABALHO DE CURSO (MONOGRAFIA) Art. 1º. O presente documento tem por finalidade normatizar, no âmbito dos Cursos de Graduação da Faculdade Santa Terezinha CEST, o Trabalho de Curso

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA REGIMENTO INTERNO.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA REGIMENTO INTERNO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DE TECNOLOGIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MATEMÁTICA REGIMENTO INTERNO Título I Dos Objetivos Artigo 1º - O Programa de Pós-Graduação em

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ REGIMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ REGIMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ REGIMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO Belém-PA, janeiro/2015 REGIMENTO DO PROGRAMA DE MESTRADO EM DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESTADO DO PARÁ CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO DA PROPOSTA DE MONOGRAFIA

REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO DA PROPOSTA DE MONOGRAFIA REGULAMENTO DA MONOGRAFIA DA PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CEFET-SP DO OBJETIVO Normatiza as atividades relacionadas à monografia da pós-graduação lato sensu do CEFET-SP. Art. 1º. Os objetivos da monografia

Leia mais

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE CAPÍTULO I Da Natureza e dos Objetivos Art. 1. Com base no disposto no Art. 77 do Regulamento da Graduação da Universidade

Leia mais

CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO

CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO 2013 CURSOS DE MESTRADO ACADÊMICO E DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOTECNOLOGIA REGULAMENTO

Leia mais

FACULDADE DO GUARUJÁ

FACULDADE DO GUARUJÁ FACULDADE DO GUARUJÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 01/2011 REGULAMENTO DE TCC TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS GERAIS Artigo 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se em pré-requisito para

Leia mais

NORMAS GERAIS 1 PLANO DE TRABALHO SOLICITADO AOS CANDIDATOS PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO

NORMAS GERAIS 1 PLANO DE TRABALHO SOLICITADO AOS CANDIDATOS PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO 1 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL (PPGI-MP) NORMAS GERAIS 1 PLANO DE TRABALHO SOLICITADO AOS CANDIDATOS PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO Conforme decisão da Comissão Coordenadora

Leia mais

Deliberação Colegiado PGP nº 04/2012

Deliberação Colegiado PGP nº 04/2012 Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Curitiba Mestrado em Planejamento e Governança Pública PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Deliberação Colegiado PGP nº

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 04, DE 09 DE JUNHO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 04, DE 09 DE JUNHO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 04, DE 09 DE JUNHO DE 2015 Institui regulamento referente ao Trabalho de Conclusão de Curso para o curso de Medicina do Instituto Metropolitano de Ensino Superior. O PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE ALTA FLORESTA - FAF

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE ALTA FLORESTA - FAF REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA FACULDADE DE ALTA FLORESTA - FAF Alta Floresta/2011 1 SUMÁRIO 1 DA CONCEPÇÃO DO TC... 3 2 DA COORDENAÇÃO... 4 3 DO PROJETO DO TCC...

Leia mais

Regulamento da Monografia do Curso de Graduação em Direito

Regulamento da Monografia do Curso de Graduação em Direito Regulamento da Monografia do Curso de Graduação em Direito Regulamento que disciplina a Monografia para os alunos do Curso de Direito do Centro Universitário Salesiano de São Paulo - UNISAL Unidade Universitária

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE BIOMEDICINA

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE BIOMEDICINA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO

Leia mais

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso.

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso. 1 Estabelece procedimentos para a realização do Trabalho de Conclusão TC II, no âmbito da graduação, bacharelados e licenciaturas, para fins de conclusão de curso, nos termos regimentais. Art. 1º. Os alunos

Leia mais

Procedimento para entrega da versão final de Dissertação ou Tese

Procedimento para entrega da versão final de Dissertação ou Tese Procedimento para entrega da versão final de Dissertação ou Tese Estabelece os passos necessários para a entrega da versão final da dissertação ou tese do concluinte dos programas de pós-graduação da UFABC.

Leia mais

NORMAS DA PÓS GRADUAÇÃO SENSO ESTRITO

NORMAS DA PÓS GRADUAÇÃO SENSO ESTRITO NORMAS DA PÓS GRADUAÇÃO SENSO ESTRITO NORMAS DA PÓS GRADUAÇÃO SENSO ESTRITO Artigo 1º - A pós-graduação compreenderá dois níveis de formação, que levam aos graus de mestre e doutor. único O título de mestre

Leia mais

RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 01/2013 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU EM AMBIENTE E SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA

RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 01/2013 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU EM AMBIENTE E SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 01/2013 CONSELHO DO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTU SENSU EM AMBIENTE E SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA Aprova as normas para entrega dos exemplares definitivos da Dissertação

Leia mais

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC ESPECÍFICO PARA O CURSO DE DIREITO

CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC ESPECÍFICO PARA O CURSO DE DIREITO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC ESPECÍFICO PARA O CURSO DE DIREITO 2 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ART. 1 - O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades

Leia mais

Trabalho de Conclusão do Curso (TCC)

Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) CURSO DE ENFERMAGEM Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) O Trabalho de Conclusão de Curso ou Monografia constitui um instrumento que possibilita ao acadêmico a oportunidade de demonstrar o grau de habilidade

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Curso de Ciências Contábeis REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Boa Vista, agosto de 2013. SUMÁRIO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 TÍTULO II DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO...

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Engenharias

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Engenharias CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Engenharias BELO HORIZONTE 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA

Leia mais

FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA

FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA FACULDADES EST - PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TEOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM TEOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA BANCAS DE DEFESA 1. Prazos Os prazos para entrega de Trabalho Final encerram em 30 de maio (1º

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC GOVERNADOR VALADARES 2010 TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO INTRODUÇÃO Todo aluno

Leia mais

NORMAS DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA/QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC

NORMAS DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA/QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC NORMAS DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA/QUÍMICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - UFABC O curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia/Química da Universidade Federal do ABC (UFABC) está

Leia mais

Regulamento para Programa de Orientação

Regulamento para Programa de Orientação Regulamento para Programa de Orientação Capítulo I Disposição Geral Art. 1. O Título de Pós-Graduação Lato Sensu em Direito será conferido ao aluno que, além de ter cursado com frequência e aproveitamento

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM Mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares Da Rocha

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM Mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares Da Rocha REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO Art. 1º - Este regulamento fixa as normas para o Trabalho de Curso (TC) do Curso de Graduação em Direito do Centro Universitário Eurípides de Marília

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO PELO MESTRANDO

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO PELO MESTRANDO PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO PELO MESTRANDO Este roteiro não dispensa a leitura da Norma Complementar Nº002 (05/09/2012) alterado em 04/12/2013 e do Regimento Interno do PPGEP-S

Leia mais

Unicamp Universidade Estadual de Campinas. Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso

Unicamp Universidade Estadual de Campinas. Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso Unicamp Universidade Estadual de Campinas FT - Faculdade de Tecnologia Limeira - SP Normas para o Trabalho de Conclusão de Curso Revisão 2012 I Objetivo Artigo 1. O objetivo do Trabalho de Conclusão de

Leia mais

REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO

REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO 1 REGULAMENTO TCC DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO: BACHARELADO e LICENCIATURA DA FACULDADE SÃO SEBASTIÃO 2015 2 SUMÁRIO REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO... 3 CAPÍTULO I GENERALIZAÇÕES... 3 CAPÍTULO

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I. DA FINALIDADE E OBJETIVO Art. 1º. Este Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas aos Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DA FEAFLOR- FACULDADE DE EDUCAÇÃO - ALTA FLORESTA

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DA FEAFLOR- FACULDADE DE EDUCAÇÃO - ALTA FLORESTA REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DA FEAFLOR- FACULDADE DE EDUCAÇÃO - ALTA FLORESTA Alta Floresta/2010 1 SUMÁRIO 1 DA CONCEPÇÃO DO TC 3 2 DA COORDENAÇÃO 4 3 DO PROJETO DO TCC 4 4

Leia mais

F A C U L D A D E N A Z A R E N A D O B R A S I L REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO B A C H A R E L A D O E M T E O L O G I A

F A C U L D A D E N A Z A R E N A D O B R A S I L REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO B A C H A R E L A D O E M T E O L O G I A F A C U L D A D E N A Z A R E N A D O B R A S I L REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO B A C H A R E L A D O E M T E O L O G I A 2 CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1 FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, SEUS OBJETIVOS E ESTRUTURA Art. 1º Por Trabalho de Conclusão do Curso

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ANIMAL - PPGBA

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ANIMAL - PPGBA 1 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOLOGIA ANIMAL - PPGBA I - Objetivos Art. 1º - O Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal (PPGBA) destina-se a proporcionar aos candidatos portadores

Leia mais

APRESENTAÇÃO MANUAL E REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO AINDA SUJEITO À APROVAÇÃO DO CONSEPE.

APRESENTAÇÃO MANUAL E REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO AINDA SUJEITO À APROVAÇÃO DO CONSEPE. APRESENTAÇÃO MANUAL E REGULAMENTO DE MONOGRAFIA DO CURSO DE DIREITO AINDA SUJEITO À APROVAÇÃO DO CONSEPE. A UNISA UNIVERSIDADE CIDADE DE SANTO AMARO, a fim de propiciar aos acadêmicos de Direito os meios

Leia mais

Regimento do Programa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional

Regimento do Programa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional Regimento do Programa do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional TÍTULO I OBJETIVOS Art. 1º O Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional, em nível de Mestrado, tem por objetivos:

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA GRADUAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA * TÍTULO I DA NATUREZA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA GRADUAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA * TÍTULO I DA NATUREZA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA GRADUAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA * TÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC é exigência obrigatória para integralização curricular

Leia mais

Normas para Elaboração do Trabalho de Conclusão do Curso de Psicologia

Normas para Elaboração do Trabalho de Conclusão do Curso de Psicologia Normas para Elaboração do Trabalho de Conclusão do Curso de Psicologia Petrolina PE Julho de 2015 1 Capítulo I Da natureza do TCC Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um componente obrigatório

Leia mais

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL BRAVA GENTE REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL BRAVA GENTE REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL BRAVA GENTE REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Porto Alegre, 2011 1 Sede Pão dos Pobres Rua da República 801, Bloco P2, Sala 16 Porto Alegre

Leia mais

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA CURSO DE ZOOTECNIA. Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso I e II

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA CURSO DE ZOOTECNIA. Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso I e II UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA CURSO DE ZOOTECNIA Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso I e II Presidente Prudente 2009 CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS E CARACTERÍSTICAS Art. 1. o - O Trabalho de Conclusão

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA REGULAMENTO DE MONOGRAFIA Lavras - 2010 Regulamento de Monografia CAPÍTULO I DA ORIGEM E FINALIDADE Art. 1º - Este regulamento disciplina a apresentação, depósito e a avaliação da Monografia de conclusão

Leia mais

RESOLUÇÃO N 019/2015 - CONSELHO SUPERIOR

RESOLUÇÃO N 019/2015 - CONSELHO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 019/2015 - CONSELHO SUPERIOR Aprova o Regulamento dos Trabalhos de Conclusão dos Cursos de Licenciatura do IFPI. O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

i. Pré-projeto de Mestrado - PPM

i. Pré-projeto de Mestrado - PPM 004 Assunto Finalidade Versão/Substitui a Versão A /não há 07/05/2014 Entrada em Critérios para a Dissertação de Mestrado Vigor 07/05/2014 Esta diretriz estabelece os critérios para as etapas de construção

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES

CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO (TCC) CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso - TCC é um componente obrigatório dos cursos de Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA I INTRODUÇÃO O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é relevante para a formação profissional do discente, tem a função

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC OU ATIVIDADE EQUIVALENTE DO CURSO DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO NA ÁREA DA ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC OU ATIVIDADE EQUIVALENTE DO CURSO DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO NA ÁREA DA ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC OU ATIVIDADE EQUIVALENTE DO CURSO DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO NA ÁREA DA ADMINISTRAÇÃO I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. O presente Regulamento

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 001/2011-PPGEd/CE/UFRN Dispõe sobre o processo interno de mudança do nível de Mestrado para o nível de Doutorado no Programa de Pós- Graduação em Educação do Centro de Educação da Universidade

Leia mais

Regulamentação para Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Regulamentação para Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Regulamentação para Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Material elaborado pelo corpo docente da EBRAMEC / CIEFATO Para os cursos da Escola Brasileira de Medicina Chinesa Direção Geral: Reginaldo de Carvalho

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2012-PPGMAPSI/UNIR DE 01 DE OUTUBRO DE 2012. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DO EXAME DE QUALIFICAÇÃO, DEFESA E ENTREGA DA VERSÃO FINAL DA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. RESOLVE:

RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. RESOLVE: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. Aprova as Normas Regulamentadoras da operacionalização da Monografia

Leia mais

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA JURÍDICA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DIREITO UNISAL CAMPINAS, CAMPUS LICEU SALESIANO

REGULAMENTO DE MONOGRAFIA JURÍDICA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DIREITO UNISAL CAMPINAS, CAMPUS LICEU SALESIANO REGULAMENTO DE MONOGRAFIA JURÍDICA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM DIREITO UNISAL CAMPINAS, CAMPUS LICEU SALESIANO ESCOLHA DO ORIENTADOR E ELABORAÇÃO DO PROJETO DE PESQUISA 1. A escolha do tema e

Leia mais

A apresentação do TCC é parte da avaliação final do aluno para o qual será atribuída as menções satisfatório e insatisfatório.

A apresentação do TCC é parte da avaliação final do aluno para o qual será atribuída as menções satisfatório e insatisfatório. ORIENTAÇÕES PARA O T.C.C: O trabalho de conclusão de curso (TCC) é desenvolvido ao longo dos 5º e 6º semestres do curso, durante a realização das Orientações do Trabalho de Conclusão de Curso, as quais

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2015. PARTE I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC será desenvolvido

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC -

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC - Sociedade de Medicina Veterinária da Bahia União Metropolitana para o Desenvolvimento da Educação e Cultura CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC - Lauro de Freitas Bahia Brasil

Leia mais

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP

NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP Normas do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (Estruturas) - EESC/USP 1 NORMAS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL (ESTRUTURAS) DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE SÃO CARLOS DA USP I - COMPOSIÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA Art. 1. Este Regulamento normatiza as atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão de Curso do Curso

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO DA MONOGRAFIA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO DA MONOGRAFIA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ORIENTAÇÃO DA MONOGRAFIA JURÍDICA DO CURSO DE DIREITO ÍNDICE TÍTULO I DA CONSTITUIÇÃO, FINALIDADE E OBJETIVO TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO CAPÍTULO I - DA COORDENAÇÃO CAPÍTULO II -

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 03/2014

RESOLUÇÃO N. 03/2014 RESOLUÇÃO N. 03/2014 Regulamenta os Trabalhos de Conclusão de Curso de Graduação e de Pós-Graduação da Faculdade Palotina O DIRETOR GERAL da Faculdade Palotina, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS MATEMÁTICAS E DE COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES AOS PROCESSOS SELETIVOS nº. 016/2015 PROGRAMA DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E MATEMÁTICA COMPUTACIONAL

Leia mais

PRODUÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO

PRODUÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO PRODUÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIREITO Dispõe sobre a forma de operacionalização do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Direito. CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO EM PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIEDADE

UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO EM PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIEDADE UNIVERSIDADE DA REGIÃO DE JOINVILLE UNIVILLE REGIMENTO INTERNO DO CURSO DE MESTRADO EM PATRIMÔNIO CULTURAL E SOCIEDADE Campus I Joinville 2008 SUMÁRIO CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS... 03 CAPÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (Aplicado aos cursos de Graduação e Pós-Graduação Lato e Stricto Sensu) Aprovado no Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e Conselho de Administração

Leia mais

Entregar 1 exemplar definitivos do trabalho para biblioteca (+ CD com PDF)

Entregar 1 exemplar definitivos do trabalho para biblioteca (+ CD com PDF) 1/5 Checklist PÓS-DEFESA (DEVERES DO MESTRANDO) Art. 78 º O discente tem um prazo máximo de noventa dias para entregar, na Secretaria do Programa, os exemplares definitivos do trabalho, a contar da aprovação

Leia mais

DO PROJETO DE MONOGRAFIA. Art. 2º. A elaboração da monografia deverá ser precedida de elaboração e aprovação de projeto de monografia.

DO PROJETO DE MONOGRAFIA. Art. 2º. A elaboração da monografia deverá ser precedida de elaboração e aprovação de projeto de monografia. Art. 1º. Este regulamento é aplicável aos cursos que em seu projeto definiram a monografia como trabalho final, conforme previsto no Regimento Interno do Instituto Superior do Ministério Público ISMP.

Leia mais