UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CAMPUS DE PALMAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CAMPUS DE PALMAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CAMPUS DE PALMAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL Assunto: equivalência de disciplinas Esta coordenação, visando uma otimização do tempo e da disponibilidade de vagas em disciplinas para os alunos, fez um levantamento junto aos cursos do campus de disciplinas que poderiam ser cursadas pelos alunos da engenharia ambiental e ter uma equivalência garantida. Conforme deliberado pelo colegiado do Curso de Engenharia Ambiental, a relação a seguir das disciplinas de outros cursos do campus de Palmas da UFT foi aprovada como equivalentes às respectivas disciplinas do nosso curso, grade As disciplinas relacionadas nesta lista, não dependerão de parecer do professor responsável pela mesma, tendo seu processo de equivalência referendado pela coordenação, mas não isenta o aluno a solicitar a equivalência por meio de processo administrativo. A equivalência de disciplinas fora desta lista não é de responsabilidade da coordenação, ficando a critério do professor responsável, e as que já aparecem nesta lista em que não há equivalência, não poderão ser aproveitadas. Os alunos devem ficar atentos ao período de inclusão de disciplinas em outros cursos para solicitar inclusão, a matrícula dependerá de parecer da coordenação do curso em questão, que poderá ter seus próprios critérios para deferir ou não a solicitação de matrícula. Att, Prof. Fernán Vergara Coordenado de curso

2 Hidráulica Resistência dos Materiais Engenharia de alimentos resistência dos Materiais I Desenho técnico Topografia Engenharia Civil A topografia I equivale A topografia II não equivale Arquitetura e Urbanismo Hidrologia Metodologia Científica Engenharia de alimentos Ciência da computação Ciências Econômicas Cálculo diferencial e integral I Ciência da Computação Ciências Econômicas Engenharia de Alimentos

3 Cálculo diferencial e integral II Ciência da Computação Ciências Econômicas Engenharia de Alimentos Cálculo diferencial e integral III Ciência da Computação Engenharia de Alimentos Física I Ciência da Computação Engenharia de Alimentos Física II Engenharia de Alimentos Física III Engenharia de Alimentos Cálculo Numérico Computação Engenharia de Alimentos

4 Informática das Engenharias Curso Ciência da Computação /Disciplina introdução à Programação Ciências contábeis Ciências Econômicas Obs: a disciplina no curso de ciências contábeis será aceita somente para quem a cursou até 2012/2 Mecânica da Engenharia Engenharia de alimentos Fenômenos de transporte Engenharia de alimentos /Elétrica Probabilidade e estatística - Estatística Computação Comunicação Estatística I (Economia) 1 Estatística II (Economia) 1 Química geral Engenharia de alimentos

5 Química analítica Engenharia de alimentos Química Orgânica Engenharia de alimentos Educação ambiental Pedagogia Relação de disciplinas de outros cursos que serão aceitas como optativas a partir de 2013/1 Projeto de Sistemas de Esgotos Sanitários Engenharia Civil; Mecânica dos Solos Engenharia Civil; Higiene e Segurança do Trabalho engenharia Civil; Bioquímica (cursada na engenharia de alimentos) equivalente à Bioquímica para Engenharia Ambiental (optativa); Sistemas Prediais Hidráulicos e Sanitários (engenharia civil) equivalente a Sistemas Hidráulicos Prediais (optativa);

Curso: ENGENHARIA CIVIL Semestre: Turma: Ano: Período: 1º 2016s1-A 2016 Noturno

Curso: ENGENHARIA CIVIL Semestre: Turma: Ano: Período: 1º 2016s1-A 2016 Noturno 1º 2016s1-A 2016 Noturno Comunicação e Expressão Fundamentos de Cálculo Informática Aplicada à Engenharia Desenho Técnico Aux. por Computador Física Geral Introdução à Engenharia Civil Fundamentos de Cálculo

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil

Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil Estrutura Curricular do Curso de Engenharia Civil 1º Semestre 1. Cálculo Diferencial e Integral I 2. Desenho Básico 3. Física I 4. Laboratório de Física I 1º Básica 5. Química Geral 6. Introdução a Engenharia

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 08/2011 Altera a Resolução n. 15/2006 do CONSEPE, que aprova a Projeto Pedagógico do

Leia mais

FACULDADE SANTA RITA

FACULDADE SANTA RITA FACULDADE SANTA RITA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL BACHARELADO Matriz Curricular 1º SEMESTRE Introdução à Engenharia Geometria Analítica e Álgebra Linear 04 80 Cálculo I 04 80 Tópicos de Economia para Engenharia

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS ENGENHARIA CIVIL HORÁRIOS 2014-1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS ENGENHARIA CIVIL HORÁRIOS 2014-1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS ENGENHARIA CIVIL HORÁRIOS 2014-1 1º PERÍODO Química Geral Prof. Adão Química Geral Prof. Adão () Prof. Regiani Turma B Prof. Marielle (Turma B) Prof. Adão () Prof. Christian

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA CIVIL MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Civil do CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTACIO RADIAL DE SÃO PAULO tem por missão graduar Engenheiros Civis

Leia mais

1º período. 2º período

1º período. 2º período 1º período Eixo Disciplina CH Pré-requisito Correquisito (C) 1 Cálculo I 90 9 Contexto Social e Profissional do Engenheiro Civil 30 7 Desenho Técnico 30 1 Geometria Analítica e Álgebra Vetorial 90 2 Laboratório

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 092/2015

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 092/2015 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 092/2015 Altera a Deliberação CONSEP Nº 275/2014, que altera o Currículo do Curso de Engenharia Civil para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade

Leia mais

TURMA 2015-1 -2º PERÍODO 2º SEMESTRE 2015 # TURNO NOTURNO GN

TURMA 2015-1 -2º PERÍODO 2º SEMESTRE 2015 # TURNO NOTURNO GN TURMA 2015-2 -1º PERÍODO 2º SEMESTRE 2015 # TURNO NOTURNO FN Leitura e Introdução ao Leitura e Produção Introdução à Química Produção de de Texto Texto às Introdução ao Analítica e Álgebra Linear Analítica

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão Curso: Engenharia Civil SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Civil da UNESA tem por missão formar Engenheiros Civis com sólida formação básica e profissional, alinhada com as diretrizes

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS DELIBERAÇÃO Nº 006/2013 CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

2º SEMESTRE. Cálculo I 04 00 60 Introdução ao Cálculo Álgebra Linear e Geometria Analítica

2º SEMESTRE. Cálculo I 04 00 60 Introdução ao Cálculo Álgebra Linear e Geometria Analítica Resolução CONSUN Nº 34/2014 de 29/10/2014 COD. NOME DA DISCIPLINA T P CH Pré-Requisito 1º SEMESTRE Introdução à 04 00 60 Introdução ao Cálculo 04 00 60 Química Geral Antropologia 02 00 30 Desenho Técnico

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PRIMEIRO PERÍODO Calculo I 4 72 60 - Geometria Analítica 4 72 60 - Introdução a Engenharia Civil 4 72 60 - Metodologia Cientifica 4 72 60 - Filosofia Geral

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Paragrafo único. Pela inclusão das disciplinas do currículo 0002-B, do curso de Arquitetura e Urbanismo.

R E S O L U Ç Ã O. Paragrafo único. Pela inclusão das disciplinas do currículo 0002-B, do curso de Arquitetura e Urbanismo. RESOLUÇÃO CONSEACC/IT 10/2015 ALTERA O ROL DE DISCIPLINAS INSUSCETÍVEIS DE AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, DO CAMPUS ITATIBA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho

Leia mais

C:\Documents and Settings\Usuario\Desktop\Júlio\Arquivos finais_esa\grade-eng.sanitária-v.final_17.02.12.doc

C:\Documents and Settings\Usuario\Desktop\Júlio\Arquivos finais_esa\grade-eng.sanitária-v.final_17.02.12.doc 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Curso de Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental Grade Curricular válida a partir de 29/11/2011 Natureza Créditos Horas-aula Disciplinas Obrigatórias 210 3.150

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Art. 2º Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando a Resolução CONSEACC/IT 10/2015. Itatiba, 24 de novembro de 2015.

R E S O L U Ç Ã O. Art. 2º Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando a Resolução CONSEACC/IT 10/2015. Itatiba, 24 de novembro de 2015. RESOLUÇÃO CONSEACC/IT 21/2015 ALTERA O ROL DE DISCIPLINAS INSUSCETÍVEIS DE AVALIAÇÃO DE SUFICIÊNCIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO, DO CAMPUS ITATIBA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho

Leia mais

Curso: ENGENHARIA CIVIL Semestre: Turma: Ano: Período: 1º 2015s2-A 2015 Noturno. Central. Informática Aplicada à Engenharia

Curso: ENGENHARIA CIVIL Semestre: Turma: Ano: Período: 1º 2015s2-A 2015 Noturno. Central. Informática Aplicada à Engenharia 1º 2015s2-A 2015 Noturno Turma: Comunicação e Expressão Física Geral Desenho Técnico Aux. por Computador Informática Aplicada à Engenharia Fundamentos de Cálculo Introdução à Engenharia Civil Física Geral

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Primeiro Semestre (Manhã) Carga Horária Total: 450 Horas. Segundo Semestre (Manhã)

MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO. Primeiro Semestre (Manhã) Carga Horária Total: 450 Horas. Segundo Semestre (Manhã) MATRIZ CURRICULAR ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO Primeiro Semestre (Manhã) Cálculo I 90 h Básico - Experimental I 90 h Básico - Geometria Analítica 36 h Básico - Introdução à Engenharia de Controle

Leia mais

CÓD. 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01

CÓD. 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01 Aprovado no CONGRAD 25.08.2015 Vigência: retroativa aos ingressantes de 2014/2 5129 - CURSO DE ENGENHARIA QUÍMICA MANHÃ E TARDE MATRIZ CURRICULAR - Currículo nº 01 I NÚCLEO DE CONTEÚDOS BÁSICOS Matemática

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DO TURNO NOTURNO PARA TURMAS A PARTIR DE JULHO DE 2013

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DO TURNO NOTURNO PARA TURMAS A PARTIR DE JULHO DE 2013 ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA DO TURNO NOTURNO PARA TURMAS A PARTIR DE JULHO DE 2013 Curso de Bacharelado em Engenharia Elétrica Vagas no Vestibular: 40 (quarenta) regime semestral

Leia mais

SERIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL CRÉDITOS DEPARTAMENTO PRÉ REQUISITO

SERIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL CRÉDITOS DEPARTAMENTO PRÉ REQUISITO SERIAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL PRIMEIRO ANO Fundamentos de Química Geral Física I Física II Cálculo Diferencial e Integral I Desenho Básico Geometria Analítica e Vetores Introdução à Ciência

Leia mais

BCT001 Inserção na Vida Universitária 40 0 40. BCT002 Leitura e Produção de Texto 1 40 0 40

BCT001 Inserção na Vida Universitária 40 0 40. BCT002 Leitura e Produção de Texto 1 40 0 40 ESTRUTURA CURRICULAR DOS CURSOS O desenho curricular do curso de Engenharia de Energias segue as Diretrizes Gerais da UNILAB, as quais preveem os seguintes Núcleos de Formação nos cursos de graduação:

Leia mais

III Integralização Curricular do Curso de Engenharia de Produção

III Integralização Curricular do Curso de Engenharia de Produção III Integralização Curricular do Curso de Engenharia de Produção 1º SEMESTRE Carga Horária PRÉ-REQUISITO 1. Álgebra e Geometria Analítica 60-60 04-2. Antropologia Teológica 45-30 02-3. Cálculo Diferencial

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão. Objetivo Geral Curso: ENGENHARIA ELÉTRICA SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Missão O Curso de Engenharia Elétrica da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar engenheiros com sólidos e atualizados conhecimentos científicos

Leia mais

Missão. Objetivos Específicos

Missão. Objetivos Específicos CURSO: Engenharia Ambiental e Sanitária Missão O Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Estácio de Sá tem por missão formar profissionais com sólida formação técnico científica nas áreas

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COMUNICAÇÃO E ARTES CCECA. 01 DE Graduação Plena em Pedagogia Pós-Graduação em Educação

CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COMUNICAÇÃO E ARTES CCECA. 01 DE Graduação Plena em Pedagogia Pós-Graduação em Educação CIDADE: Teresina CAMPUS: Torquato Neto Total de Vagas: 36 (20 Vagas Dedicação Exclusiva e 16 Vagas 40 Horas) CENTRO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO COMUNICAÇÃO E ARTES CCECA CURSO: Licenciatura Plena em Pedagogia

Leia mais

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA TRANSFERÊNCIAS DE CURSO COM BOLSA PROUNI 2015/2

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA TRANSFERÊNCIAS DE CURSO COM BOLSA PROUNI 2015/2 PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA TRANSFERÊNCIAS DE CURSO COM BOLSA PROUNI 2015/2 1. Abertura O Coordenador do PROUNI, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS,

Leia mais

Calendário 1º semestre 2011 - Engenharia Civil. Janeiro

Calendário 1º semestre 2011 - Engenharia Civil. Janeiro Calendário 1º semestre 2011 - Engenharia Civil Janeiro 01 Confraternização Universal Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb 01-31 Férias de verão 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25

Leia mais

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal)

X (X-X): Total de Créditos (Carga Teórica semanal-carga Prática semanal) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Curso: Engenharia Agrícola e Ambiental Matriz Curricular 1 Período IB 157 Introdução à Biologia 4 (2-2) IT 103 Técnicas Computacionais em Engenharia 4 (2-2)

Leia mais

Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Introdução à Engenharia de Controle e Automação Introdução à Engenharia de Controle e Automação O CURSO DE ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FACIT Renato Dourado Maia Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros Fundação Educacional Montes

Leia mais

Geometria Introdução ao Química Geral / Introdução à 07:10 h às 08:00. Produção de. Analítica e. Engenharia. Texto. Algébra Linear

Geometria Introdução ao Química Geral / Introdução à 07:10 h às 08:00. Produção de. Analítica e. Engenharia. Texto. Algébra Linear CIVIL GOITACAZES MANHÃ TURMA 2015-2-1º PERÍODO 2º SEMESTRE 2015 # TURNO NOTURNO ED Leitura e Introdução ao Química Introdução à 07:10 às 08:00 Produção de Engenaria Algébra Linear 08:00 às 08:50 Leitura

Leia mais

NOTAS MÍNIMAS NO ENEM 2012, ENTRE OS CANDIDATOS CONVOCADOS, CONSIDERANDO ATÉ A ÚLTIMA CHAMADA.

NOTAS MÍNIMAS NO ENEM 2012, ENTRE OS CANDIDATOS CONVOCADOS, CONSIDERANDO ATÉ A ÚLTIMA CHAMADA. Administração Matutino Administração Noturno Agronomia Biomedicina A. C. 656.01 A 1 582.98 A 2 623.08 A. C. 630.01 A 1 595.10 A 2 633.89 A 3 451.66 A. C. 582.74 A 1 591.39 A 2 577.87 A 3 506.48 A. C. 629.86

Leia mais

1º PERÍODO 1º SEMESTRE 2014 # TURNO NOTURNO GN # SALA # Nº DE ALUNOS

1º PERÍODO 1º SEMESTRE 2014 # TURNO NOTURNO GN # SALA # Nº DE ALUNOS ALTERADO EM: 15/1/013 1º PERÍODO 1º SEMESTRE 014 # TURNO NOTURNO FN # SALA # Nº DE ALUNOS METODOLOGIA CIENTÍFICA METODOLOGIA CIENTÍFICA Leitura e Produção de Texto Introdução à Programação de Computadores

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO

ESTRUTURA CURRICULAR - 2012/1º semestre (Aprovada pela Resolução nº 01 CONSEPE, de 09/02/2012). 1º PERÍODO 2º PERÍODO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI INSTITUTO DE CIÊNCIA, ENGENHARIA E TECNOLOGIA - TEÓFILO OTONI CURSO DE GRADUAÇÃO - ENGENHARIA CIVIL ESTRUTURA CURRICULAR

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS GRADE CURRICULAR DO CURSO DE BACHARELADO EM BIOTECNOLOGIA CAMPUS DE ARARAS PERFIL 1 215090 Física para 1 04 220612 Tópicos em Matemática I 04 220663 Introdução a 04 220671 Fundamentos de Química 04 220680

Leia mais

COORDENAÇÃO: Profª Gisela do Couto Bemfica. 1 Período - UNIDADE VENDA NOVA- TURMA FN. 1 Período - UNIDADE VENDA NOVA- TURMA GN

COORDENAÇÃO: Profª Gisela do Couto Bemfica. 1 Período - UNIDADE VENDA NOVA- TURMA FN. 1 Período - UNIDADE VENDA NOVA- TURMA GN 1 Período - UNIDADE VENDA NOVA- TURMA FN Geo. Analítica e Álgebra Linear Leitura e Produção Textos Química Introdução ao Cálculo Int.à Engenharia Informática FERNANDA ZILLI CELSO CYPRIANO 09/09/15 SORAYA

Leia mais

CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I- NÚCLEO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS

CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO. MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 I- NÚCLEO DOS CONTEÚDOS BÁSICOS Aprovado no CONGRAD de: 24.09.2013 Retificado no CONGRAD de: 13.05.2014 Vigência: retroativa aos ingressantes de 2014/1 CÓD. 483 - CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 03 CÓD.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: ENGENHARIA ELÉTRICA MISSÃO DO CURSO O Curso de Engenharia Elétrica tem por missão a graduação de Engenheiros Eletricistas com sólida formação técnica que

Leia mais

FÍSICA EXPERIMENTAL II 30 CÁLCULO II 60 CÁLCULO I FÍSICA GERAL I 60 GEOMETRIA ANALÍTICA CÁLCULO I INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO 60

FÍSICA EXPERIMENTAL II 30 CÁLCULO II 60 CÁLCULO I FÍSICA GERAL I 60 GEOMETRIA ANALÍTICA CÁLCULO I INTRODUÇÃO A COMPUTAÇÃO 60 Matriz curricular Engenharia Civil 1º PERIODO CÁLCULO I 90 FÍSICA EXPERIMENTAL I 30 QUIMICA 60 GEOMETRIA DESCRITIVA 60 INTRODUÇÃO A ENGENHARIA 30 GEOMETRIA ANALÍTICA 60 SOCIOLOGIA 60 Carga Horária Total

Leia mais

EDITAL Nº 00012-2013 SELEÇÃO DE DOCENTES 2014/1

EDITAL Nº 00012-2013 SELEÇÃO DE DOCENTES 2014/1 EDITAL Nº 00012-2013 SELEÇÃO DE DOCENTES 2014/1 O Diretor da Faculdade Capixaba da Serra, torna pública a abertura de inscrições, no período de 25 de setembro a 30 de outubro do corrente ano, nas áreas

Leia mais

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2011 197 ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 198 Currículos dos Cursos do CCE UFV Engenheiro Ambiental ATUAÇÃO O curso de Engenharia Ambiental da UFV

Leia mais

Resolução nº 015, de 25 de fevereiro de 2014.

Resolução nº 015, de 25 de fevereiro de 2014. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Conselho Superior Resolução nº

Leia mais

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br

ENGENHARIA CIVIL. COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br ENGENHARIA CIVIL COORDENADOR José Carlos Bohnenberger bohnen@ufv.br UFV Catálogo de Graduação 2009 187 Engenheiro Civil ATUAÇÃO Ao Engenheiro Civil compete o desempenho das atividades profissionais previstas

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 47/99

RESOLUÇÃO CONSEPE 47/99 RESOLUÇÃO CONSEPE 47/99 ALTERA O PLANO CURRICULAR E O REGIME DO CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL MODALIDADE MECÂNICA, COM ÊNFASE EM AUTOMOBILÍSTICA, DO CÂMPUS DE ITATIBA. O Presidente do Conselho de Ensino,

Leia mais

A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015.

A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015. Ingresso Extravestibular 2016/1 - Transferência A PUCRS oferece a possibilidade de ingresso extravestibular nos cursos de graduação através de transferência a partir de 17 de setembro de 2015. Não serão

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO N.º 08/2014 Altera a estrutura curricular do Curso de Engenharia Civil, modalidade

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 144/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 144/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 144/2012 Altera o Currículo do Curso de Engenharia Civil para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº CIV- 574/2012, aprovou e eu

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR

ESTRUTURA CURRICULAR ESTRUTURA CURRICULAR O currículo proposto busca atender além do perfil do formando, também competências e habilidades necessárias ao profissional para garantir uma boa formação tanto teórica quanto prática

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando a Resolução CONSEACC/IT 9/2015 e demais disposições contrárias.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando a Resolução CONSEACC/IT 9/2015 e demais disposições contrárias. RESOLUÇÃO CONSEACC/IT 19/2015 ALTERA O ROL DE DISCIPLINAS INSUSCETÍVEIS DE EXAME DE PROFICIÊNCIA, DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DO CAMPUS ITATIBA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO USF. O Presidente do Conselho Acadêmico

Leia mais

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br

ENGENHARIA AMBIENTAL. COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br ENGENHARIA AMBIENTAL COORDENADORA Ann Honor Mounteer ann@ufv.br 180 Currículos dos Cursos do CCE UFV Currículo do Curso de Engenharia Engenheiro ATUAÇÃO O curso de Engenharia da UFV habilita o futuro profissional

Leia mais

HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA

HORÁRIO SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA 1º A 2016 Noturno Central 1S/2016 Introdução à Engenharia de Controle à Automação Lógica e Matemática Discreta Física Geral Física Geral Fundamentos de Cálculo Lógica e Matemática Discreta Algoritmos e

Leia mais

CONSIDERANDO: os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de profissionais;

CONSIDERANDO: os critérios e os padrões de qualidade estabelecidos pela UFPB para formação de profissionais; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 34/2011 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Química Industrial, Bacharelado,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM 1 CURSOS OFERECIDOS CIÊNCIAS CONTÁBEIS Reconhecimento: Decreto nº 79.651, de 04/05/77 2 Observação: 1. São pré-requisitos do Curso de Ciências Contábeis - Contabilidade I para Contabilidade II - Contabilidade

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA ENGENHARIA CIVIL, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, ENGENHARIA MECÂNICA E ARQUITETURA E URBANISMO

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORIA ENGENHARIA CIVIL, ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, ENGENHARIA MECÂNICA E ARQUITETURA E URBANISMO UNIDADE CENTRAL DE EDUCAÇÃO FAEM FACULDADE LTDA FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ UCEFF FACULDADES Credenciada pela portaria nº 3.376, de 17 dezembro de 2003. CURSOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, ENGENHARIA

Leia mais

1º PERÍODO TURMA A DIA/SEMANA HORÁRIO DISCIPLINAS. 07:00h Introdução à Engenharia Civil (Demarcus) Quinta-Feira. Química 10:40h (Sandra Martins)

1º PERÍODO TURMA A DIA/SEMANA HORÁRIO DISCIPLINAS. 07:00h Introdução à Engenharia Civil (Demarcus) Quinta-Feira. Química 10:40h (Sandra Martins) 1º PERÍODO TURMA A Introdução à Engenharia Civil (Demarcus) Quinta-Feira Química (Sandra Martins) Sexta-Feira Segunda-Feira Terça-Feira Quarta-Feira Cálculo Diferencial e Integral I (Maysa) Geometria Analítica

Leia mais

DIVULGAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DOCENTE PARA FINS DE INGRESSO NA UniEVANGÉLICA

DIVULGAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DOCENTE PARA FINS DE INGRESSO NA UniEVANGÉLICA DIVULGAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DOCENTE PARA FINS DE INGRESSO NA UniEVANGÉLICA A UniEVANGÉLICA estará recebendo currículos Lattes dos interessados em trabalhar como professor, com contrato por tempo

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 11/2011

RESOLUÇÃO Nº 11/2011 Resolução 11/2011-CCEPE Página 1 de 8 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CONSELHO COORDENADOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 11/2011 EMENTA: Fixa o quantitativo de

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II - SUMARÉ

CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II - SUMARÉ FACULDADE NETWORK CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II - SUMARÉ 1 semestre de 2015 DIRIGENTES DA INSTITUIÇÃO Reitoria Entidade Mantenedora Profª Tânia Cristina Bassani Cecilio Mestrado: Educação

Leia mais

Assunto: Solicitação de Aproveitamento de Estudos 2015/2

Assunto: Solicitação de Aproveitamento de Estudos 2015/2 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE Memo CORAC S/N Sapucaia do Sul, 2 de abril de 2015. Aos alunos dos cursos superiores do Câmpus Sapucaia do Sul Assunto: Solicitação

Leia mais

Histórico da Oferta de Cursos do Câmpus Pato Branco

Histórico da Oferta de Cursos do Câmpus Pato Branco Histórico da Oferta de Cursos do Câmpus Pato Branco Inauguração da UNED - Pato Branco - Curso Nível Médio em Edificações - Curso Nível Médio em Eletrônica Incorporação da Fundação de Ensino Superior de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO Setor de Ciências Agrárias e Ambientais Unidade Universitária de Irati CURRÍCULO PLENO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE - UNICENTRO Setor de Ciências Agrárias e Ambientais Unidade Universitária de Irati CURRÍCULO PLENO CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL (540/I Integral 02 e SEM_02) (Para alunos ingressos entre 2006 a 2008) CÓD. D. DEPTOS. DISCIPLINAS 1º 2º 3º 4º 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª C/H 0872/I DEMAT/I Cálculo I 3 51 0873/I

Leia mais

CRONOGRAMA N3. Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira 16/12/2013 17/12/2013 18/12/2013 19/12/2013 20/12/2013

CRONOGRAMA N3. Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira 16/12/2013 17/12/2013 18/12/2013 19/12/2013 20/12/2013 Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira 16/12/2013 17/12/2013 18/12/2013 19/12/2013 20/12/2013 ADM 2 Matemática Economia ADM 4 Adm RH II Matemática Financeira CRONOGRAMA N3 ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA TRANSFERÊNCIAS DE CURSO COM BOLSA PROUNI 2015/1

PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA TRANSFERÊNCIAS DE CURSO COM BOLSA PROUNI 2015/1 PROGRAMA UNIVERSIDADE PARA TODOS PROUNI EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA TRANSFERÊNCIAS DE CURSO COM BOLSA PROUNI 2015/1 1. Abertura O Coordenador do PROUNI, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos UNISINOS,

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DA ENGENHARIA CIVIL

ESTRUTURA CURRICULAR DA ENGENHARIA CIVIL CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR COORDENADORIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR DA ENGENHARIA

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta resolução entra em vigor nesta data, revogando as disposições contrárias. Campinas, 24 de setembro de 2014.

R E S O L U Ç Ã O. Esta resolução entra em vigor nesta data, revogando as disposições contrárias. Campinas, 24 de setembro de 2014. RESOLUÇÃO COSU 12/2014 REFEREDA A PORTARIA GR 27/2014, QUE APROVA O VALOR DAS MESALIDADES, TAXAS E EMOLUMETOS ESCOLARES DA UIVERSIDADE SÃO FRACISCO USF A SEREM PRATICADOS O AO LETIVO DE 2015. O Presidente

Leia mais

RESOLVE: Art. 1 o Aprovar o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, modalidade Bacharelado, do Centro de Tecnologia, no Campus I.

RESOLVE: Art. 1 o Aprovar o Projeto Político Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, modalidade Bacharelado, do Centro de Tecnologia, no Campus I. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N 23/2008 Aprova o Projeto Político-Pedagógico do Curso de Engenharia Elétrica, do Centro

Leia mais

RESOLUÇÃO CONSEPE 70/2002

RESOLUÇÃO CONSEPE 70/2002 RESOLUÇÃO CONSEPE 70/2002 ALTERA A CARGA HORÁRIA DOS CURRÍCULOS DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO, DO CÂMPUS DE ITATIBA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa

Leia mais

ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br

ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL. COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br ENGENHARIA AGRÍCOLA E AMBIENTAL COORDENADOR Antônio Teixeira de Matos atmatos@ufv.br 70 Currículos dos Cursos do CCA UFV Engenheiro Agrícola e Ambiental ATUAÇÃO Compete ao Engenheiro Agrícola e Ambiental

Leia mais

VAGAS QUE PODERÃO SER OFERTADAS COM TITULAÇÃO DE MESTRADO NA SEGUNDA ETAPA, CASO NÃO TENHAMOS CANDIDATOS COM TÍTULO DE DOUTOR NA PRIMEIRA ETAPA

VAGAS QUE PODERÃO SER OFERTADAS COM TITULAÇÃO DE MESTRADO NA SEGUNDA ETAPA, CASO NÃO TENHAMOS CANDIDATOS COM TÍTULO DE DOUTOR NA PRIMEIRA ETAPA VAGAS QUE PODERÃO SER OFERTADAS COM TITULAÇÃO DE MESTRADO NA SEGUNDA ETAPA, CASO NÃO TENHAMOS CANDIDATOS COM TÍTULO DE DOUTOR NA PRIMEIRA ETAPA CENTRO DE LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE LETRAS

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II - SUMARÉ

CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II - SUMARÉ FACULDADE NETWORK CATÁLOGO DE CURSO DA FACULDADE NETWORK CAMPUS II - SUMARÉ 2 semestre de 2013 DIRIGENTES DA INSTITUIÇÃO Reitoria Entidade Mantenedora Profª Tânia Cristina Bassani Cecilio Mestrado: Educação

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS

Universidade Estadual de Maringá PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS E ASSUNTOS COMUNITÁRIOS EDITAL N O 001/2011-PRH 2 - DAS ÁREAS DE CONHECIMENTO, N O DE VAGAS, REGIME E LOCAL DE TRABALHO CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRONÔMICAS (01) Bioquímica Graduação em Química ou

Leia mais

RELATÓRIO GERAL DE VAGAS REMANESCENTES PARA OCUPAÇÃO EM 2011.

RELATÓRIO GERAL DE VAGAS REMANESCENTES PARA OCUPAÇÃO EM 2011. Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional RELATÓRIO GERAL DE VAGAS REMANESCENTES PARA OCUPAÇÃO EM 2011. O total de vagas remanescentes será

Leia mais

Calendário de PROVA FINAL - 2º /2011

Calendário de PROVA FINAL - 2º /2011 Dia: 14/12/2011 (QUARTA-FEIRA) Introdução à Metodologia Física Experimental I 2º Período e 2º Período de Engenharia de Produção 2º Período Engenharia Química, 2º Período Engenharia de Controle e Automação,

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 095/2015

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 095/2015 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 095/2015 Altera a Deliberação CONSEP Nº 147/2012, que altera o Currículo do Curso de Engenharia de Produção Mecânica para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIAS EXTERNA E INTERNA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UENF (Aprovado pela Câmara de Graduação em 15 de setembro de 2015)

EDITAL DE TRANSFERÊNCIAS EXTERNA E INTERNA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UENF (Aprovado pela Câmara de Graduação em 15 de setembro de 2015) EDITAL DE TRANSFERÊNCIAS EXTERNA E INTERNA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UENF (Aprovado pela Câmara de Graduação em 15 de setembro de 2015) A Pró-Reitoria de Graduação da torna público aos interessados que

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 175/2013

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 175/2013 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 175/ Altera o Anexo 01 da Deliberação CONSEP Nº 088/, que dispõe sobre as normas e fixa o calendário e número de vagas para o Processo Seletivo/ dos cursos presenciais de graduação.

Leia mais

Edital para Opção de Curso de Segundo Ciclo 2014/1

Edital para Opção de Curso de Segundo Ciclo 2014/1 Edital para Opção de Curso de Segundo Ciclo 2014/1 A faz público o Processo de Opção para Curso de Segundo Ciclo para ocupação de vagas de acordo com exposto abaixo. 1 - Vagas para opção para segundo ciclo.

Leia mais

Reintegração e Transferência Interna 2014.2 - vagas e componentes curriculares Página 1 de 8

Reintegração e Transferência Interna 2014.2 - vagas e componentes curriculares Página 1 de 8 O Magnífico Reitor da Universidade Federal de Pernambuco no uso das atribuições que lhe confere o artigo 33, alínea p do Estatuto da Universidade e, CONSIDERANDO - que a regulamentação do assunto deve

Leia mais

HORÁRIO DE AULAS - ENGENHARIA CIVIL / 1 PERÍODO 2016/1 MATUTINO HORÁRIO 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA SÁBADO INTERVALO VESPERTINO

HORÁRIO DE AULAS - ENGENHARIA CIVIL / 1 PERÍODO 2016/1 MATUTINO HORÁRIO 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA 6ª FEIRA SÁBADO INTERVALO VESPERTINO HORÁRIO DE AULAS - ENGENHARIA CIVIL / 1 PERÍODO 2016/1 08:00-08:50 Integral I (TB) Engenharia Civil (TA) 08:50-09:40 10:00-10:50 Integral I (TB) Engenharia Civil (TA) Integral I (TB) Engenharia Civil (TA)

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 03/2015 ELEIÇÕES DE REPRESENTANTES DISCENTES DE GRADUAÇÃO NOS COLEGIADOS DA UFV

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 03/2015 ELEIÇÕES DE REPRESENTANTES DISCENTES DE GRADUAÇÃO NOS COLEGIADOS DA UFV MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA SECRETARIA DE ÓRGÃOS COLEGIADOS Campus Universitário Viçosa, MG 36570-000 Telefone: (31) 3899-2127 - Fax: (31) 3899-1229 - E-mail: soc@ufv.br EDITAL

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL- 2015/02

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL- 2015/02 Horário das Disciplinas 1º Período A Introdução à Civil Fernanda Rangel Geometria Analítica Fernando José Geometria Descritiva Português Instrumental Renato Resgala Introdução à Civil Fernanda Rangel Química

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 149/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 149/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 149/2012 Altera o Currículo do Curso de Engenharia de Controle e Automação para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MEC-481/2012,

Leia mais

Alterado em 14/04/2015 1º PERÍODO Hora Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado

Alterado em 14/04/2015 1º PERÍODO Hora Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Alterado em 14/04/2015 1º PERÍODO (Christina Muniz Borges (Christina Muniz Borges (Christina Muniz Borges Leitura e Produção de Textos (Ana Paula Martins) Leitura e Produção de Textos (Ana Paula Martins)

Leia mais

Edital n 06/2015 ANEXO I QUADRO DE VAGAS VAGAS AMPLA CONCORRÊNCIA

Edital n 06/2015 ANEXO I QUADRO DE VAGAS VAGAS AMPLA CONCORRÊNCIA Edital n 06/2015 ANEXO I QUADRO DE VAGAS VAGAS AMPLA CONCORRÊNCIA Código da vaga Área/Disciplinas Vagas Regime de trabalho Formação Exigida Câmpus Alvorada 01 Comunicação/Produção de Áudio e Vídeo 02 Tradução

Leia mais

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES

A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES A EXO 2 - LISTA DE VAGAS - DOCE TES Campus Graduação na área de Artes Ministrar aulas em disciplinas relacionadas à área de Artes em geral. Desenvolver projetos e atividades extra-curriculares nas Artes

Leia mais

Maior nota - 1º chamada - 2014 CAMPUS CUIABÁ

Maior nota - 1º chamada - 2014 CAMPUS CUIABÁ Maior - 1º chamada - 2014 CAMPUS CUIABÁ Maior Ampla - Maior L1 - Maior L2 - Maior L3 - Maior L4 - Maior ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO - MATUTINO 715.18 715.18 630.48 633.62 676.6 689.66 ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 147/2012

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 147/2012 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 147/2012 Altera o Currículo do Curso de Engenharia de Produção Mecânica para regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº MEC-479/2012,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS 2014/01

EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS 2014/01 EDITAL DE SELEÇÃO PARA O PROGRAMA DE MONITORIA DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS 2014/01 A Direção Geral da Faculdade Católica do Tocantins, no uso de suas atribuições faz saber a todos os alunos interessados

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA 1º Semestre h Pré-Cálculo *Pré-Cálculo Expressão Gráfica Comunicação e Ling (Leitura Prod Textos) *Pré-Cálculo Introdução à Computação para Engenheiros Química Tecnológica Pré-Cálculo *Pré-Cálculo Expressão

Leia mais

Edital para Opção de Curso de Segundo Ciclo 2014/2

Edital para Opção de Curso de Segundo Ciclo 2014/2 Edital para Opção de Curso de Segundo Ciclo 2014/2 A faz público o Processo de Opção para Curso de Segundo Ciclo para ocupação de vagas de acordo com exposto abaixo. 1 - Vagas para opção para segundo ciclo.

Leia mais

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ

ANEXO I QUADRO DAS ÁREAS DE ESTUDO. Lotação 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ 01 MARACANAÚ Código/Área de Estudo. Desenho Técnico, Desenho Assistido por Computador (CAD), Informática 02. Materiais para Construção Mecânica, Corrosão e Tribologia 03. Termodinâmica, Refrigeração, Transferência

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO CES

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO CES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Conselho Nacional de Educação / Câmara de Educação Superior ASSUNTO: Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Engenharia RELATOR(A):

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS INTERMEDIÁRIAS 1º SEMESTRE/2015 TURMA 1A-1M

CALENDÁRIO DE PROVAS INTERMEDIÁRIAS 1º SEMESTRE/2015 TURMA 1A-1M CALENDÁRIO DE S INTERMEDIÁRIAS TURMA 1A-1M 07:30/9:10 GESTÃO DE PESSOAS 9:30/11:10 ESTATÍSTICA I 07:30/9:10 ORGANIZAÇÃO, SISTEMAS E MÉTODOS 9:30/11:10 ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 07:30/9:10

Leia mais

Engenharia de Aeródromos (ENGAED)

Engenharia de Aeródromos (ENGAED) Academia da Força Aérea Mestrado em Ciências Militares Aeronáuticas na especialidade Engenharia de Aeródromos (ENGAED) ENGAED 1º Ano, 1º Semestre Álgebra Linear MAT Semestral 168 48 32 0 0 0 0 0 6,0 Cálculo

Leia mais

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia 40 Informática 40 Matemática 80 Produção de Textos 40 2º Bimestre Cálculo I 80 Física I 80 Inglês 20 Metodologia

Leia mais

EDITAL Nº 03, DE 02 DE MARÇO DE 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR DO MAGISTÉRIO DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO ANEXO I

EDITAL Nº 03, DE 02 DE MARÇO DE 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR DO MAGISTÉRIO DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO ANEXO I MINISTERIO DA EDUCACÃO SECRETARIA DE EDUCACÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCACÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA. EDITAL Nº 03, DE 02 DE MARÇO DE 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSOR

Leia mais

FESURV-UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CONCURSO PÚBLICO PARA CARGOS DE PROFESSOR (NÍVEL ADJUNTO I) - EDITAL N. 001/2014

FESURV-UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CONCURSO PÚBLICO PARA CARGOS DE PROFESSOR (NÍVEL ADJUNTO I) - EDITAL N. 001/2014 FESURV-UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CONCURSO PÚBLICO PARA CARGOS DE PROFESSOR (NÍVEL ADJUNTO I) - EDITAL N. 0/24 ANEXO I QUADRO GERAL DE S E 1. Faculdade de Administração 1.1 Administração Administração ou

Leia mais

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos

Curso de Engenharia. Formação Geral 1º e 2º anos Curso de Engenharia Formação Geral 1º e 2º anos DISCIPLINA 1º Bimestre Introdução à Engenharia Informática Matemática Produção de Textos 2º Bimestre Cálculo I Física I Inglês Metodologia Científica 3º

Leia mais

Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS

Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS Tabela de vagas disponíveis para lista de espera/chamada pública do SiSU UFRGS Periodo Curso NrVagasUni NrVagasL3 NrVagasL4 2015_1 ADMINISTRAÇÃO - Bacharelado - (Integral) 8 0 0 2015_2 ADMINISTRAÇÃO -

Leia mais

EDITAL 05/2012 TRANSFERÊNCIA EXTERNA

EDITAL 05/2012 TRANSFERÊNCIA EXTERNA EDITAL 05/2012 TRANSFERÊNCIA EXTERNA 1. INSCRIÇÃO 1.1 Somente poderão inscrever-se no processo de transferência candidatos que tenham vinculação em Curso de Instituição de Ensino Superior. 1.1.1 O curso

Leia mais