Hospital de Base do Distrito Federal - HBDF Unidade de Ginecologia Oncológica / UGON Estágio médico em Ginecologia Oncológica

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Hospital de Base do Distrito Federal - HBDF Unidade de Ginecologia Oncológica / UGON Estágio médico em Ginecologia Oncológica"

Transcrição

1 1. Observações gerais: Estágio de capacitação em Ginecologia Oncológica da Unidade de Ginecologia Oncológica (UGON) do Hospital de Base do Distrito Federal: O estágio em Ginecologia Oncológica da Unidade de Ginecologia Oncológica (UGON) do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) existe há mais de 30 anos, e regularmente contribui para a capacitação de profissionais Ginecologistas e Obstetras para o atendimento qualificado ao câncer ginecológico. Hoje a maior parte dos profissionais que atuam em Ginecologia Oncológica no Distrito Federal teve toda ou parte de sua formação neste estágio, que é composto de atividades práticas ambulatoriais e cirúrgicas além de grade curricular teórica abrangente e atualizada. O estágio não provê remuneração ao estagiário, e é oferecido nas formas de estágio voluntário ou estágio em serviço (na condição de liberação pelo empregador do estagiário), e seu certificado de conclusão é emitido pela FEPECS (Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde) uma vez aprovada a avaliação final pela coordenação do estágio na UGON/HBDF. Os candidatos devem ser médicos Ginecologistas e Obstetras com registro válido no CRM-DF, podem ser de qualquer lugar do Brasil e o registro no CRM local pode ser emitido após o início das atividades do estágio. O estágio já teve vários formatos, e hoje é similar à residência médica com 01 (hum) ano de duração. O formato de 06 (seis) meses não é mais oferecido. A inscrição depende de requisitos específicos listados abaixo entre os quais a aprovação do nome do(a) estagiário(a) pela maioria dos membros da UGON. Os preceptores do estágio são voluntários e não recebem nenhum tipo de remuneração ou vantagem pessoal seja através de bens, pagamento ou diminuição de carga horária, para ministrar aulas e orientar os estagiários. São oferecidas 2 (duas) vagas por ano, cujo preenchimento depende do cumprimento dos critérios de seleção. O início do estágio ocorre preferencialmente em janeiro, e o calendário das aulas tem início habitualmente em 1º de março, sem aulas em dezembro, janeiro e feriados. Saiba algumas características do estágio de capacitação em Ginecologia Oncológica da UGON: É reconhecido pela ABPTGIC como pré-requisito para sua prova de qualificação É o único no Centro-Oeste com suas características teóricas e práticas Sua carga horária de 2880 h equivale a um ano de residência médica Equipe médica capacitada e experiente Possibilidade de produção o acadêmica

2 2. Grade curricular teórica: Aulas ministradas nos formatos de palestra, relato de casos ou clubes de revista, a depender da orientação da coordenação do estágio. As aulas serão ministradas por professores da clínica de Ginecologia Oncológica do HBDF (UGON), professores convidados, e pelos próprios estagiários. As aulas serão distribuídas com antecedência pela coordenação do estágio. Aulas: Módulo 1 conceitos básicos: 1. Conceitos básicos anatomia cirúrgica em Ginecologia Oncológica 2. Conceitos básicos pré- e pós-operatório 3. Condutas em situações especiais lesões do trato gastrointestinal 4. Condutas em situações especiais lesões do trato geniturinário Módulo 2: Cito e histopatologia: 5. Cito e histopatologia noções básicas em citopatologia 6. Cito e histopatologia noções básicas em histopatologia 7. Cito e histopatologia biologia tumoral 8. Cito e histopatologia exame de congelação e linfonodo sentinela Módulo 3: Propedêutica, adjuvância, dor e cuidados paliativos: 9. Propedêutica - exames de imagem em Ginecologia Oncológica US 10. Propedêutica - exames de imagem em Ginecologia Oncológica CT & RM 11. Adjuvância - noções básicas de quimioterapia (hormônio e imunoterapia) 12. Adjuvância - noções básicas de radioterapia 13. Condutas em situações especiais Fisiopatologia e condutas na dor oncológica 14. Condutas em situações especiais Cuidados paliativos Módulo 4: Lesões precursoras, câncer de vulva e vagina: 15. Câncer do colo do útero lesões precursoras NIV/NIVA 16. Câncer do colo do útero lesões precursoras Colo uterino 17. Câncer do corpo do útero lesões precursoras SUA & Hiperplasia endometrial 18. Câncer de vulva inicial 19. Câncer de vulva avançado 20. Câncer de vagina

3 Módulo 5: Câncer do colo do útero: 21. Câncer do colo do útero Ia1 22. Câncer do colo do útero Ia2 & Ib1 23. Câncer do colo do útero Ib2 & IIa 24. Câncer do colo do útero outros estadios / recorrência / persistência 25. Câncer do colo do útero não epiteliais Módulo 6: Câncer do corpo do útero: 26. Câncer do corpo do útero tipo I 27. Câncer do corpo do útero tipo II 28. Câncer do corpo do útero doença localizada e extrauterina 29. Câncer do corpo do útero classificação de risco de recidiva 30. Câncer do corpo do útero sarcomas Módulo 7: Câncer de ovário: 31. Câncer de ovário histogênese tumoral e câncer de tuba 32. Câncer de ovário tumores de ovário borderline 33. Câncer de ovário tumores epiteliais 34. Câncer de ovário tumores não epiteliais 35. Câncer de ovário persistência e recorrência Módulo 8: Condutas em situações especiais: 36. Condutas em situações especiais tratamentos prévios incompletos 37. Condutas em situações especiais cirurgia plástica 38. Condutas em situações especiais oncofertilidade 39. Condutas em situações especiais TH e cânceres ginecológicos 40. Condutas em situações especiais aconselhamento genético Obs.: Na presença de 2 estagiários revezamento nas aulas. Quando apenas 1 estagiário, intercalar com staffs. Formato flexível (clubes de revista, convidados externos, acordar com a coordenação) Roteiro para aulas sobre os cada neoplasia: a. Introdução e. Estadiamento b. Epidemiologia f. Tratamento Cirúrgico c. Fatores de risco g. Tratamento não cirúrgico d. Diagnóstico h. Seguimento e prognóstico

4 3. Observações gerais sobre a carga horária: 2880 horas 60 horas / semana folgas aos domingos 30 dias de férias duração mínima de 1 ano 4. Critérios de seleção: a. Critérios necessários para a aprovação da solicitação do estágio, que devem ser preenchidos na seguinte ordem. Caso algum destes critérios não seja preenchido a solicitação não será atendida: 1 Certificado de residência médica em Ginecologia e Obstetrícia. 2 Comprovação de nível intermediário de inglês (ler e compreender artigos). 3 Registro válido no CRM do Distrito Federal. 4 Aprovação pela maioria dos membros da UGON/HBDF. 5 Aprovação nas provas teórica e oral (nota de corte 50%). 6 Aprovação do cadastro pela gerência de estágios da FEPECS. b. Critérios de desempate: 1º Média final das provas teórica e oral (cada prova tem peso de 50%) 2º TEGO (obtenção do TEGO e/ou nota nesta prova) 3º Idade 5. Inscrição: Apresentar os seguintes documentos na secretaria da UGON/HBDF: Preenchimento da ficha de inscrição. * Certificado de residência médica em Ginecologia e Obstetrícia.** Certificado de aprendizado em língua inglesa.** Ata de reunião da UGON/HBDF aprovando o candidato para a seleção.* Declaração com a nota das provas oral e teórica.* Assinatura do termo de compromisso. * Declaração de aprovação do estágio pela FEPECS. * Retirar estes documentos na própria secretaria da UGON/HBDF. ** Apresentar cópia autenticada ou cópia simples e levar original para conferência.

5 6. Normas gerais (obrigações) Catalogar todas as cirurgias e pacientes internadas. Relatórios trimestrais de internações e cirurgias. Apresentar casos clínicos e aulas teóricas. Participação como ouvinte nos cursos teóricos da UGON conta como carga horária. 30 dias de férias (corridos ou divididos em 2 períodos de 15 dias). Obrigatório registro de frequência. Pré- e pós-operatórios: apresentar casos cirúrgicos na reunião da semana anterior. Organizar junto com a anatomia patológica reunião mensal interdisciplinar. 7. Avaliação: Média de 3 provas teóricas (1 prova a cada 3 meses) 30% Prova final: 20% Nota de preceptores de ambulatório: 15% Nota de preceptores do CC: 15% Monografia (apresentação na última sexta-feira): 20% 8. Critérios necessários para a aprovação e emissão de certificado ao final do estágio: a. Frequência maior ou igual a 90%. Caso menos de 90% é obrigatória reposição para receber certificado. b. Apresentação da monografia na data estipulada. c. Nota teórica maior ou igual a 70% Faixas de notas: 0.0 a 3.0 Reprovação (implica repetição da prova e/ou módulo do estágio) 3.1 a 5.0 Insuficiente (implica repetição da prova 1 oportunidade apenas) 5.1 a 7.0 Suficiente com ressalvas (necessita notas mais altas nas próximas provas) 7.1 a 9.0 Aprovação 9.1 a 10 Aprovação com mérito d. Atingir número de procedimentos obrigatórios como cirurgião ou 1 o auxiliar:* - Cirurgia para câncer de endométrio / ovário / tubas (neoplasia invasora): 30 - Cirurgia de Wertheim-Meigs: 10 - Vulvectomia: 5 - Outros procedimentos: 10 * Procedimentos registrados no log-book.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA - CURITIBA Unidade

Leia mais

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO

Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Apoio e realização: II Congresso Brasileiro de Ginecologia Oncológica AGINON 2015 I Jornada Latino-Americana de Ginecologia Oncológica - LASGO Local: Minas Centro, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Leia mais

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB

ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB ADENDO MODIFICADOR DO EDITAL N.º 13/2015-IEP/HCB Por este instrumento o Conselho de Pós-Graduação (CPG) do Programa de Pós-Graduação em Oncologia do Hospital de Câncer de Barretos Fundação Pio XII, torna

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA Unidade Dias

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO ACADÊMICO DO AGRESTE CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA DOCENTES DO MAGISTÉRIO SUPERIOR Edital nº 15, de 23 de abril de 2013, publicado

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA COE COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIOS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA COE COMISSÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIOS À Comunidade Acadêmica do Curso de Farmácia da UFPR. A Comissão Orientadora de Estágios (COE) do curso de Farmácia elaborou este documento com o objetivo de esclarecer as dúvidas referentes aos estágios

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012

EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 EDITAL DE RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 002/2012 A FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS, divulga a retificação do Edital de Abertura do Processo Seletivo Simplificado n 002/2012 destinado

Leia mais

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES

PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL TITO BIANCHINI PAMTB SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE LAGES EDITAL DE Nº 01/2015 DO PROCESSO SELETIVO PARA SERVIÇO VOLUNTÁRIO EXTRACURRICULAR SUPERVISIONADO DE ACADÊMICOS DE

Leia mais

UNIDADE DA MAMA DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS EDITAL - CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MASTOLOGIA- 2016

UNIDADE DA MAMA DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS EDITAL - CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MASTOLOGIA- 2016 UNIDADE DA MAMA DO HOSPITAL NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS EDITAL - CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM MASTOLOGIA- 2016 O Serviço de Mastologia do Hospital Nossa Senhora das Graças, vem por meio deste edital, tornar

Leia mais

EDITAL Nº. 03/2014 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho PRÉ- VESTIBULAR/PROEX/UFGD

EDITAL Nº. 03/2014 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho PRÉ- VESTIBULAR/PROEX/UFGD EDITAL Nº. 03/2014 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho PRÉ- VESTIBULAR/PROEX/UFGD O Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré-Vestibular, TORNA PÚBLICA A ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO

Leia mais

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL

EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL EDITAL PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE ALUNOS A PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM MEDICINA FETAL 2014 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO... 3 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS DO CURSO... 3 3. PRÉ-REQUISITOS... 4 4. INSCRIÇÃO... 4 5.

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS REGULAMENTO DAS Estabelece normas para o funcionamento das Atividades Complementares Obrigatórias Art. 1º. As atividades complementares obrigatórias são classificadas em cinco grupos: I de Pesquisa; II

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA Práticas do Técnico de Enfermagem no Atendimento ao Paciente Oncológico Tratamento Cirúrgico - Ginecologia Téc. de Enfermagem Juliana

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA: CIÊNCIAS MÉDICAS MESTRADO E DOUTORADO EDITAL 04/2015

FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA: CIÊNCIAS MÉDICAS MESTRADO E DOUTORADO EDITAL 04/2015 FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA: CIÊNCIAS MÉDICAS MESTRADO E DOUTORADO EDITAL 04/2015 O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA: CIÊNCIAS MÉDICAS (PPGCM) da Universidade Federal

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ACONSELHAMENTO GENÉTICO

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2013 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD

EDITAL Nº. 01/2013 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD EDITAL Nº. 01/2013 Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD A Coordenação do Projeto de Extensão Tentáculos Cursinho Pré- Vestibular/PROEX/UFGD, no uso das atribuições legais,

Leia mais

PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013

PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013 PROEX E DIREÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1º/2013 EDITAL Nº 1, 9 DE ABRIL DE 2013 A Direção do Curso de Direito da Universidade Católica de Brasília UCB, no uso de suas atribuições institucionais, torna pública

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 03/2014 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA DO TRABALHO E SINDICALISMO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2015

EDITAL CPG/IE-Nº 03/2014 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA DO TRABALHO E SINDICALISMO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2015 EDITAL CPG/IE-Nº 03/2014 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ECONOMIA DO TRABALHO E SINDICALISMO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2015 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para inscrição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA LIGA DE ODONTOLOGIA ONCOLÓGICA - LOO EDITAL 01/2015 LOO UFU

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA LIGA DE ODONTOLOGIA ONCOLÓGICA - LOO EDITAL 01/2015 LOO UFU UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE ODONTOLOGIA LIGA DE ODONTOLOGIA ONCOLÓGICA - LOO EDITAL 01/2015 LOO UFU A Liga de Odontologia Oncológica da Universidade Federal de Uberlândia faz saber

Leia mais

Serão oferecidas 2 (duas) vagas para o Programa de Especialização em Otorrinolaringologia, com duração de três anos.

Serão oferecidas 2 (duas) vagas para o Programa de Especialização em Otorrinolaringologia, com duração de três anos. O Dr. Antonio Celso Nunes Nassif Filho, coordenador do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital da Cruz Vermelha e atendendo a solicitação da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, FAZ SABER,

Leia mais

Programa de Estágios Extra-curriculares Voluntários (PEEV) da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (AE ISCS-N)

Programa de Estágios Extra-curriculares Voluntários (PEEV) da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (AE ISCS-N) Programa de Estágios Extra-curriculares Voluntários (PEEV) da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte (AE ISCS-N) 1ª Edição 2012/2013 Programa de Estágios Extra-curriculares

Leia mais

Curso de Medicina. Estágios

Curso de Medicina. Estágios Curso de Medicina Estágios Estágios 3.440 horas total 800h 9º Período 880h 10º Período 880h 11º Período 880h 12º Período 9º Período 4 Rodízios Estágio Trauma Ortopédico com 100 horas Estágio Emergências

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos E D I T A L Nº 04/2007 Seleção ao II Curso de Especialização em Mastologia A Coordenação do, extensão do Departamento de Cirurgia da da Universidade Federal do Ceará FAZ SABER aos interessados que estarão

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO MÉDICO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM/2015

PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO MÉDICO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE APERFEIÇOAMENTO MÉDICO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM/2015 EDITAL Nº 01/2014 Com este edital, o Dr. Heraldo Belmont Rosas, responsável pelo Programa de Especialização

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA CLÍNICA DIMAGEM 2014

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA CLÍNICA DIMAGEM 2014 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM DA CLÍNICA DIMAGEM 2014 APRESENTAÇÃO O programa de pós-graduação em Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 4

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 4 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 4 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação 4 5. Do

Leia mais

CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA 60.742.616/0001-60 EDITAL PROCESSO SELETIVO PUBLICO - PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA

CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA 60.742.616/0001-60 EDITAL PROCESSO SELETIVO PUBLICO - PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA 60.742.616/0001-60 EDITAL PROCESSO SELETIVO PUBLICO - PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA A Coreme - Comissão de Residência Médica do Hospital Santa Marcelina, de acordo com a lesgislação

Leia mais

MUNICÍPIO DE ALTOS - PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTOS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO-SEMED CNPJ Nº. 06.554.794/0005-45. EDITAL n.º.

MUNICÍPIO DE ALTOS - PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE ALTOS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO-SEMED CNPJ Nº. 06.554.794/0005-45. EDITAL n.º. EDITAL n.º. 002 / 2015 O Secretário Municipal de Educação de Altos-PI, no uso de suas atribuições legais, torna público para conhecimento dos interessados que estão abertas as inscrições para o processo

Leia mais

SELEÇÃO EXTERNA DE PROFESSORES. Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO

SELEÇÃO EXTERNA DE PROFESSORES. Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO SELEÇÃO EXTERNA DE PROFESSORES Curso de Medicina EDITAL DE SELEÇÃO A coordenadora do curso de Medicina, Profa. Alessandra Duarte Clarizia, nos termos das regras fixadas pela Pró-Reitoria de Graduação do

Leia mais

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Clínica Médica 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Clínica Médica 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Reconhecido pela Sociedade Brasileira de Clínica Médica São Paulo - 2014/2016 Coordenador: Dr. Norton Wagner Ferracini O IBEPEGE

Leia mais

Declaro ter ciência do regulamento e concordo com as condições nele contidas.

Declaro ter ciência do regulamento e concordo com as condições nele contidas. FICHA DE INSCRIÇÃO PARA INTERESSADOS EM PARTICIPAR DO PROCESSO SELETIVO NOME DO MÉDICO: CRM: Atingida: (Espaço Unimed-BH) Orientamos que leia o regulamento anexo, antes de preencher esta ficha ESPECIALIDADE

Leia mais

EDITAL 01/2015 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

EDITAL 01/2015 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO EDITAL 01/2015 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO A Assessoria de Comunicação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) Câmpus Rio Pomba, setor da Direção-Geral,

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 05

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 05 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 05 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação 4 5.

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO Rio de Janeiro, 2003 CAPÍTULO I DOS CURSOS: MODALIDADES E OBJETIVOS Art. 1º. Em conformidade com o Regimento Geral de nos termos da Lei de Diretrizes e Bases da

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2A EDITAL Nº 19

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2A EDITAL Nº 19 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2A EDITAL Nº 19 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação 4 5.

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE PONTA PORÃ DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE PONTA PORÃ DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE PONTA PORÃ DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL Art. 1º Para os efeitos deste regulamento, designa-se

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 18.2B SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação 4

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

SEGURANÇA DO TRABALHO

SEGURANÇA DO TRABALHO MANUAL DE ESTÁGIO SEGURANÇA DO TRABALHO Aluno (a): Curso: Nº: Turma: Telefones: Residencial Celular E-mail: 1. APRESENTAÇÃO O Estágio Profissional supervisionado constitui um dos requisitos mínimos obrigatórios

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 0013 VERSÃO 2

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 0013 VERSÃO 2 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 0013 VERSÃO 2 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 7. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 7 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM BIOMEDICINA NO DIAGNÓSTICO

Leia mais

Art. 1º - Aprovar o Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Turismo da Faculdade de Sinop FASIP, nos termos abaixo expostos.

Art. 1º - Aprovar o Regulamento das Atividades Complementares do Curso de Turismo da Faculdade de Sinop FASIP, nos termos abaixo expostos. FACULDADE DE SINOP FASIP - Faculdade de SINOP Credenciada pela portaria: RESOLUÇÃO CAS Nº. 14/2007 DE 06/04/2007 Aprova o Regulamento das atividades complementares do Curso de Turismo da Faculdade de Sinop

Leia mais

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica.

Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. EDITAL COMPLEMENTAR PROCESSO SIMPLIFICADO ESPECIALIZAÇÃO 2015 Processo Seletivo Externo Simplificado / Pós-Graduação e Lato Sensu Especialização Médica. A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE,

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 Projeto de Extensão Centro de Línguas da Universidade Federal da Grande Dourados

EDITAL Nº. 01/2014 Projeto de Extensão Centro de Línguas da Universidade Federal da Grande Dourados EDITAL Nº. 01/2014 Projeto de Extensão Centro de Línguas da Universidade Federal da Grande Dourados A Coordenação do Projeto de Extensão Centro de Línguas da Universidade Federal da Grande Dourados, no

Leia mais

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 020/2015

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 020/2015 Universidade Católica de Pelotas Pró-Reitoria Acadêmica Edital 020/2015 O Centro de Ciências da Vida e da Saúde, no curso de Medicina, na área da Pediatria, seleciona 1 (um) professor para o seu corpo

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ORTOPEDIA MULTIDISCIPLINAR Unidade Dias

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDE EDITAL Nº 01/2012 PRÓ-SAÚDE E PET-DOURADOS/FCS/UFGD COORDENAÇÃO DO PRÓ-SAÚDE E PET-SAÚDE PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO TRABALHO PARA A SAÚDE - PRÓ-SAÚDE E PET-SAÚDE - ANOS LETIVOS 2012-2013 PROCESSO SELETIVO

Leia mais

Fase. Tempo Necessário. b - Material gráfico (cartaz, folder, catálogo) Tempo Necessário. Tempo Necessário

Fase. Tempo Necessário. b - Material gráfico (cartaz, folder, catálogo) Tempo Necessário. Tempo Necessário 4-0 FORMAÇÃO, APERFEIÇOAMENTO, ESPECIALIZAÇÃO 4-1 CURSOS 4-1a Cursos a - Comunicados e informes - Avisos aos instrutores. 4-1b Cursos b - Material gráfico (cartaz, folder, catálogo) - Um exemplar deve

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE MUNICIPAL DE SAÚDE ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI

SECRETARIA DE SAÚDE MUNICIPAL DE SAÚDE ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI SECRETARIA DE SAÚDE MUNICIPAL DE SAÚDE ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES BOLSISTAS DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO TRABALHO

Leia mais

Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Cassio M. Raposo do Amaral (Credenciado pelo MEC e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)

Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Cassio M. Raposo do Amaral (Credenciado pelo MEC e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Cassio M. Raposo do Amaral (Credenciado pelo MEC e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) Instituto de Cirurgia Plástica SOBRAPAR Sociedade Brasileira de

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO MBA EM COMUNICAÇÃO CORPORATIVA INTEGRADA 1º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1A EDITAL Nº 04

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1A EDITAL Nº 04 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016. 1A EDITAL Nº 04 João Pessoa, 2015 Sumário Edital nº 04 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Devry João Pessoa, estabelecimento de ensino

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental

PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM CANCEROLOGIA Ato de Oficialização: Ata de 21/12/1981 Conselho Departamental 1. Nome do Curso e Área de Conhecimento: Curso de Especialização em

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO DE ENFERMAGEM EM CENTRO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO - PREX EDITAL Nº 039/2013

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO - PREX EDITAL Nº 039/2013 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO - PREX EDITAL Nº 039/2013 A Pró-Reitoria de Extensão (PREX), da Universidade Federal do Piauí (UFPI), no uso das atribuições

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS CONSTRUTIVOS E SANEAMENTO URBANO EDITAL 01/2013 PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PROCESSOS PPCS A Universidade Federal do Pará, através da Coordenação do Programa de Pós- Graduação em Processos Construtivos e

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015. PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016

EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015. PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016 EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015 PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Coordenação do Curso de Medicina

Serviço Público Federal Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Coordenação do Curso de Medicina Serviço Público Federal Universidade Federal de Pernambuco Centro de Ciências da Saúde Coordenação do Curso de Medicina REGIMENTO DO INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA UFPE CAPÍTULO I DEFINIÇÃO: Artigo 1 -

Leia mais

PLANO DE CURSO. Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA. Pré-requisito:

PLANO DE CURSO. Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA. Pré-requisito: CURSO DE ENFERMAGEM R e c o n h e c i d o p e l a P o r t a r i a n º 2 7 0 d e 1 3 / 1 2 / 1 2 D O U N º 2 4 2 d e 1 7 / 1 2 / 1 2 S e ç ã o 1. P á g. 2 0 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ONCOLOGIA

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DE CERTIFICADO DE ÁREA DE ATUAÇÃO EM DOR 2015 - PEDIATRAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DE CERTIFICADO DE ÁREA DE ATUAÇÃO EM DOR 2015 - PEDIATRAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DE CERTIFICADO DE ÁREA DE ATUAÇÃO EM DOR 2015 - PEDIATRAS Pelo presente edital, a Comissão de Dor da Associação Médica Brasileira, faz saber,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA ACESSO DIRETO - 2016

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA ACESSO DIRETO - 2016 Nome: DN: / / Especialidade: Inscrição: 1 Marque aqui os itens que você julga ter pontuado. No ato da entrega, cada comprovante recebido será checado pelo funcionário responsável pela recepção. O número

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PALMAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS/CEULP-ULBRA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PALMAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS/CEULP-ULBRA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE PALMAS FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS-UFT CENTRO UNIVERSITÁRIO LUTERANO DE PALMAS/CEULP-ULBRA Edital para Seleção de bolsistas e voluntários para o Programa

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR FABRA GUIA DE APRESENTAÇÃO DA MATÉRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Serra 2013 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO.... 4 ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Cassio M. Raposo do Amaral (Credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e pelo MEC)

Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Cassio M. Raposo do Amaral (Credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e pelo MEC) Serviço de Cirurgia Plástica Prof. Dr. Cassio M. Raposo do Amaral (Credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e pelo MEC) Instituto de Cirurgia Plástica Craniofacial Sociedade Brasileira

Leia mais

EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NEURORRADIOLOGIA E CABEÇA E PESCOÇO 2014-2015

EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NEURORRADIOLOGIA E CABEÇA E PESCOÇO 2014-2015 EDITAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM NEURORRADIOLOGIA E CABEÇA E PESCOÇO 2014-2015 O Serviço de Diagnóstico por Imagem da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo ISCMSP faz saber que estarão

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOENÇAS FUNCIONAIS E MANOMETRIA

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2A EDITAL Nº 11. Recife,2015

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2A EDITAL Nº 11. Recife,2015 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2A EDITAL Nº 11 Recife,2015 Sumário Edital nº 9 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Faculdade Boa Viagem (FBV/Devry), estabelecimento de

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE PROFESSORES PARA O QUADRO DE CORPO DOCENTE DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMINIO DA SILVEIRA - IBMR A DIREÇÃO ACADÊMICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO

Leia mais

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014

PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 PECOGI A.C.Camargo Cancer Center PROGRAMA 2014 21/08 QUINTA-FEIRA 7:50 8:00 Abertura 8:00 9:30 Mesa Redonda: CEC de Esôfago 8:00 8:15 Ferramentas de estadiamento na neoplasia esofágica. É possível individualizar

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DESIGN DE MODA CAPÍTULO I. Da Origem, Definição e Finalidades

REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DESIGN DE MODA CAPÍTULO I. Da Origem, Definição e Finalidades REGULAMENTO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO CURSO DE DESIGN DE MODA CAPÍTULO I Da Origem, Definição e Finalidades Artigo 1º - O Estágio Supervisionado é matéria constante do Currículo Pleno do Curso

Leia mais

Sociedade Brasileira de Mastologia

Sociedade Brasileira de Mastologia EDITAL Concurso para Obtenção do Título de Especialista em Mastologia 2016 Pelo presente edital, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), a Comissão Executiva do Título de Especialista em Mastologia

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COMPLEMENTARES São Paulo 2011.1 1 1- Atividades Complementares De acordo com a Lei 9.131 de 1995 e os Pareceres 776/07 de 03/12/97 e 583/2001 as Diretrizes Curriculares dos cursos

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares são componentes curriculares que possibilitam o reconhecimento, por avaliação, de habilidades, conhecimentos e competências do estudante,

Leia mais

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 077/2015

Universidade Católica de Pelotas. Pró-Reitoria Acadêmica Edital 077/2015 Universidade Católica de Pelotas Pró-Reitoria Acadêmica Edital 077/2015 O Centro Politécnico, no curso de Engenharia Civil, nas áreas de Estruturas e Gerenciamento da Construção Civil e Engenharia dos

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA 2013 ATIVIDADES COMPLEMENTARES O que são? São práticas acadêmicas de múltiplos formatos, obrigatórias, que podem ser realizadas dentro ou fora

Leia mais

CAMPUS OEIRAS. Especialização em Saúde do Escolar 50 Especialização em Práticas Educacionais Inclusivas na Educação Especial Número total de vagas 100

CAMPUS OEIRAS. Especialização em Saúde do Escolar 50 Especialização em Práticas Educacionais Inclusivas na Educação Especial Número total de vagas 100 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E INOVAÇÃO PROPI EDITAL PROPI 042/2014 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Prova de Seleção para Residência Médica em Neurocirurgia e Neurologia. Edital de Convocação ANO 2011

Prova de Seleção para Residência Médica em Neurocirurgia e Neurologia. Edital de Convocação ANO 2011 1 Instituto de Neurologia de Curitiba (INC) Rua Jeremias Maciel Perretto, 300 Campo Comprido Curitiba PR 81210-310 Fone/fax: (41) 3028-8580 http://www.inc-neuro.com.br E-mail: residenciamedica@inc-neuro.com.br

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SME nº 03/2014

CHAMADA PÚBLICA SME nº 03/2014 GOVERNO MUNICIPAL DE CAUCAIA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SME DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO PEDAGÓGICO ANOS FINAIS CHAMADA PÚBLICA SME nº 03/2014 Chamada Pública para Participação em Curso de Língua

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 13. Recife,2015

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2016.1A EDITAL Nº 13. Recife,2015 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO.1A EDITAL Nº 13 Recife,2015 Sumário Edital nº 13 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Faculdade Boa Viagem (FBV/Devry), estabelecimento de ensino

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ÀREA DE ATUAÇÃO EM MEDICINA PALIATIVA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ÀREA DE ATUAÇÃO EM MEDICINA PALIATIVA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO EXAME DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DO CERTIFICADO DE ÀREA DE ATUAÇÃO EM MEDICINA PALIATIVA Pelo presente edital a AMB e a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP)

Leia mais

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA ACESSO DIRETO - 2014

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA ACESSO DIRETO - 2014 Nome: DN: / / Área: Inscrição: 1 Marque aqui os itens que você julga ter pontuado. No ato da entrega, cada comprovante recebido será checado pelo funcionário responsável pela recepção. O número da página

Leia mais

residência mastologia

residência mastologia residência RESIDÊNCIA Médica em mastologia CADERNO DO CURSO Reprodução autorizada pelo autor somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino, não sendo autorizada sua reprodução para quaisquer

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE PETRÓPOLIS FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE HOSPITAL DE ENSINO ALCIDES CARNEIRO ANEXO 1 - AVALIAÇÃO CURRICULAR PADRONIZADA

FACULDADE DE MEDICINA DE PETRÓPOLIS FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE HOSPITAL DE ENSINO ALCIDES CARNEIRO ANEXO 1 - AVALIAÇÃO CURRICULAR PADRONIZADA FACULDADE DE MEDICINA DE PETRÓPOLIS FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE HOSPITAL DE ENSINO ALCIDES CARNEIRO ANEXO 1 - AVALIAÇÃO CURRICULAR PADRONIZADA O candidato deverá ler as instruções abaixo e entregar cópias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO EDITAL PROPED 01/2012 Pré-seleção de alunos para o Programa Ciência Sem Fronteiras CNPq A Universidade Federal

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM NO SUPORTE À CIRURGIA ROBÓTICA

Leia mais

ABERTURA DE INSCRIÇÕES

ABERTURA DE INSCRIÇÕES ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA A TURMA DE 2015 DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM EM ESTOMATERAPIA: ESTOMIAS, FERIDAS E INCONTINÊNCIAS A FACISA em no uso de suas atribuições, torna

Leia mais

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL

Regulamento Atividades Complementares. Faculdade da Cidade de Santa Luzia - FACSAL Regulamento Atividades Complementares Faculdade da Cidade de Santa Luzia - 2014 Regulamento das Atividades Complementares CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Artigo 1º - As Atividades

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA EM REABILITAÇÃO AQUÁTICA

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA EDITAL 11/201 De acordo com a legislação vigente e regimento do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva PPGSC, sobre o processo de credenciamento de docentes colaboradores, faço público, para conhecimento

Leia mais

Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Saúde Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde Escola Superior de Ciências da Saúde

Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Saúde Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde Escola Superior de Ciências da Saúde A Escola Superior em Ciências da Saúde ESCS, mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde FEPECS e vinculada à Secretaria de Saúde do Distrito Federal torna público a chamada de inscrição

Leia mais

1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO NO HOSPITAL GERAL (HG), NO INSTITUTO DE MEDICINA DO ESPORTE (IME) E NA CLÍNICA DE FISIOTERAPIA (CLIFI) NA UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO

Leia mais

Chamada para a Seleção Pública do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento

Chamada para a Seleção Pública do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento 1 Chamada para a Seleção Pública do Mestrado Profissional em Políticas Públicas e Desenvolvimento O Coordenador Acadêmico de Pós-Graduação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA, no uso de

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Faculdade de Engenharia Universidade do Estado de Minas Gerais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Faculdade de Engenharia Universidade do Estado de Minas Gerais GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Faculdade de Engenharia Universidade do Estado de Minas Gerais Apresentação Querido (a) aluno (a) Seja bem vindo (a) à Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA O CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DA FACULDADE DE ARACRUZ - FAACZ ARACRUZ 2010 CAPÍTULO 1 DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais