Crédito à Habitação. Contratar, reembolsar e renegociar. Fernanda Matias João Ramiro Santos Departamento de Supervisão Comportamental 2 dezembro 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Crédito à Habitação. Contratar, reembolsar e renegociar. Fernanda Matias João Ramiro Santos Departamento de Supervisão Comportamental 2 dezembro 2014"

Transcrição

1 Crédito à Habitação Contratar, reembolsar e renegociar Fernanda Matias João Ramiro Santos Departamento de Supervisão Comportamental 2 dezembro 2014 Encontro Nacional de Centros de Informação Autárquica ao Consumidor 1

2 Plano de exposição Enquadramento do crédito à habitação Principais características Custos do crédito Prazo de reembolso Modalidades de reembolso Comparação de créditos Ficha de Informação Normalizada (FIN) Simuladores Prestação de informação, reembolso antecipado e renegociação 2 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

3 Crédito à habitação Enquadramento do crédito à habitação Crédito à habitação e outros créditos hipotecários Contrato de crédito para aquisição, construção e realização de obras em habitação própria permanente, secundária ou para arrendamento e para aquisição de terrenos para construção de habitação própria Em regra, tem como garantia a constituição de hipoteca sobre o imóvel a favor da instituição de crédito Podeserexigidaasubscrição de seguro de vidaeoutrasgarantias,comoafiança Crédito conexo Contrato de crédito garantido por hipoteca que incide, total ou parcialmente, sobre um imóvel que simultaneamente garante um contrato de crédito à habitação celebrado com a mesma instituição de crédito(crédito multiusos ou multiopções ) Outros créditos hipotecários Demais contratos de crédito garantidos por hipoteca sobre um imóvel ou por outro direito sobre um imóvel e que sejam celebrados com consumidores (por exemplo, crédito consolidado) 3 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

4 Principais características Custos do crédito: Taxa de juro Taxa de juro fixa Nos empréstimos contraídos a taxa fixa, a taxa de juro do empréstimo (TAN) mantém-se inalterada durante o prazo que tiver sido acordado com a instituição de crédito Protege quanto à subida das taxas de mercado mas não permite usufruir das descidas Taxa de juro variável Nos empréstimos com taxa variável, a taxa de juro do empréstimo resulta da soma de duas componentes: O indexante é a taxa de juro utilizada como referência nos empréstimos a taxa variável. O indexante é a Euribor, podendo optar-se por diferentes prazos. Resulta da média aritmética simples das cotações diárias da Euribor no mês anterior ao início do período de contagem de juros A taxa de juro variável é revista com uma periodicidade igual à do prazo do indexante. O montantedaprestaçãovariacomaalteraçãodataxadejuro O spread é definido pela instituição de crédito em função do risco do crédito (resultante da avaliação de solvabilidade e das garantias) 4 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

5 Principais características Custos do crédito: Comissões, despesas e outros encargos Além dos juros, as instituições podem cobrar comissões ou despesas relacionadas com o contrato de crédito Comissões Comissões no início do contrato(por exemplo, de abertura de crédito ou de avaliação) Comissões na vigência do contrato (por exemplo, de processamento da prestação ou de reembolso antecipado parcial) Comissões no termo do contrato(por exemplo, de reembolso antecipado total) Despesas Pagamentos a Conservatórias ou Cartórios Notariais Pagamentos que tenham natureza fiscal(por exemplo, Imposto do Selo e IVA) Outros encargos Prémios dos seguros associados ao contrato de crédito 5 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

6 Principais características Custos do crédito: Vendas associadas Vendas Associadas Obrigatórias Facultativas A instituição de crédito não pode fazer depender a concessão ou renegociação do empréstimo da contratação de outros produtos ou serviços A instituição de crédito pode propor a aquisição facultativa de outros produtos ou serviços como contrapartida para reduzir os custos do contrato de crédito (ex. spread) 6 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

7 Principais características Custos do crédito: Vendas associadas Contratar outros produtos ou serviços Os produtos ou serviços comercializados conjuntamente podem ter custos associados A Ficha de Informação Normalizada apresenta a explicitação dos benefícios e o impacto de alterações à composição do cabaz de produtos e serviços As instituições de crédito não devem propor a aquisição facultativa de produtos financeiros sem garantia do capital investido a todo o tempo Se, no decurso do contrato, o cliente desistir de algum dos produtos ou serviços contratados o spread aplicável poderá ser revisto em alta As instituições de crédito só podem rever o spread no prazo de um ano após o momento em que o cliente bancário desistiu desses outros produtos ou serviços. Se durante um ano, a instituição de crédito não tiver aumentado o spread, o direito a fazê-lo prescreve 7 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

8 Principais características Custo total do crédito Taxa Anual Efetiva (TAE) Atendendo a que existem vários tipos de custos, torna-se indispensável para a comparação de propostas ter em conta todos os custos, o seu valor e o momento em que ocorrem Taxa Anual Efetiva (TAE) medida do custo total associado a um determinado crédito, incluindo os juros e outros encargos que lhe estejam associados, nomeadamente comissões e seguros exigidos apurada no início do contrato deve ser utilizada para comparar propostas alternativas mas com idênticas condições, nomeadamente, montante, prazo e modalidade de reembolso 8 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

9 Principais características Prazo de reembolso O prazo de reembolso é livremente acordado pelas partes, não havendo limites máximos estabelecidos A escolha do prazo prende-se, essencialmente, com dicotomia entre menor valor da prestaçãoemaior montante total de juros apagar Quanto mais curto é o prazo, maisrápidose reembolsa o crédito e menos juros sãopagos, todavia a prestação será maior Porexemplo,considerandoumcréditoàhabitaçãode150000euros,comTANde 3%: Prazo do empréstimo Prestação mensal Total de juros pagos 20 anos 831, ,14 30 anos 632, ,18 40 anos 536, , de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

10 Principais características Modalidades de reembolso Prestações constantes de capital e juros Corresponde à modalidade mais habitual para reembolsar um crédito (modalidade padrão). Neste caso, a prestação mantém-se constante durante toda a vida do empréstimo, exceto quando é revisto o valor da Euribor(créditos com taxa variável) A componente de juros pagos em cada prestação vai diminuindo ao longo do tempo, umavezqueomontanteemdívidasevaireduzindo 10 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

11 Principais características Modalidades de reembolso Período de carência de capital Durante um período do empréstimo não se amortiza capital, sendo pagos apenas juros. A prestação durante o período de carência é mais pequena, aumentando depois quando passa a incluir o reembolso de capital Após o período de carência, a prestação será superior à da modalidade padrão, dado que o capital tem de ser reembolsado num período de tempo mais curto. O total de juros pagos pelo cliente será também maior 11 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

12 Principais características Modalidades de reembolso Diferimento de parte do capital Corresponde ao adiamento do reembolso de uma parte do capital (por exemplo 10%) para a última prestação do crédito. Assim, as prestações são mais baixas do que na modalidade padrão, com exceção da última prestação que é mais elevada O montante de juros pagos é maior, porque durante a vida do empréstimo o capital em dívida reduz-se mais lentamente e por isso vence mais juros 12 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

13 Comparação de créditos Ficha de Informação Normalizada (FIN) A FIN é um documento entregue ao cliente que resume as principais características do empréstimo e os compromissos que o cliente irá assumir FIN Crédito à habitação Elementos de Informação que constam da FIN: Parte I Condições financeiras, reembolso antecipado, garantias, custos do empréstimo, condições promocionais, vendas associadas facultativas Parte II Plano financeiro do empréstimo e outros planos financeiros(se aplicável) Parte III Informação sobre os demais produtos de crédito à habitação comercializados pela instituição, documentação necessária para a aprovação do empréstimo e para a celebração do contrato 13 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

14 Comparação de créditos Simuladores Veja o Portal do Cliente Bancário clientebancario.bportugal.pt 14 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

15 Comparação de créditos Simuladores Veja o Portal Todos Contam de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

16 Prestação de informação Informação pré-contratual Prestação de informação, reembolso antecipado e renegociação Aquando da simulação de um empréstimo, as instituições de crédito são obrigadas a disponibilizar ao cliente uma FIN Com a comunicação da aprovação do empréstimo, as instituições de crédito devem entregar ao cliente uma nova FIN com as condições do empréstimo aprovadas Com a aprovação do empréstimo, as instituições de crédito têm ainda de disponibilizar ao cliente a minuta do contrato a celebrar Celebração do contrato O contrato deve apresentar vários elementos de informação Prazo, montante e finalidade do crédito, taxa de juro aplicável, custos associados, produtos e serviços financeiros adquiridos facultativamente, regime, periodicidade e data de vencimento das prestações, garantias do crédito, etc de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

17 Prestação de informação Na vigência do contrato Prestação de informação, reembolso antecipado e renegociação O cliente tem direito a receber um extrato mensal com informações que permitam acompanhar a evolução do seu crédito, designadamente: Montantedocapitalemdívidaàdatadeemissãodoextrato Número, data de vencimento, valor e taxa de juro da próxima prestação Comissões e despesas a pagar na próxima prestação O cliente deve ainda receber informação complementar sobre: As alterações contratuais da taxa de juro O incumprimento de obrigações contratuais 17 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

18 Reembolso antecipado Prestação de informação, reembolso antecipado e renegociação O cliente pode pagar antecipadamente uma parte(reembolso antecipado parcial) ou a totalidade(reembolso antecipado total) do seu empréstimo. O reembolso antecipado pode implicar o pagamento de uma comissão 0,5% do capital reembolsado nos contratos com taxa de juro variável 2% do capital reembolsado nos contratos com taxa de juro fixa O reembolso antecipado está condicionado a um pré-aviso de 7 dias úteis (reembolso parcial) ou de 10 dias úteis(reembolso total) 18 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

19 Prestação de informação, reembolso antecipado e renegociação Renegociação A renegociação é possível mediante acordo entre o cliente e a instituição de crédito. As instituições de crédito estão proibidas de cobrar qualquer comissão pela renegociação Também não é possível agravar os encargos do empréstimo quando esteja em causa a renegociação de contratos de crédito destinados à aquisição ou construção de habitação própria permanente motivada por: divórcio, separação judicial de pessoas e bens, dissolução de união de facto, falecimento de umdos cônjuges e desde que a taxa de esforço resultante da renegociação seja inferior a 55% ou, havendo dependentes, 60% arrendamento do imóvel hipotecado, em resultado de desemprego de um dos membros do agregado familiar do mutuário ou mudança de local de trabalho a mais de 50 km de distância do devedor ou de um membro do seu agregado familiar (que não seja seu descendente) e que implique a mudança de habitação 19 2 de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

20 Para informações adicionais Portal do Cliente Bancário Brochura sobre crédito à habitação de dezembro de 2014 Banco de Portugal Encontro Nacional CIAC

2 - Para ter um crédito à habitação é obrigatório ter conta na instituição credora e contratar seguro de vida?

2 - Para ter um crédito à habitação é obrigatório ter conta na instituição credora e contratar seguro de vida? 1 de 6 18-07-2016 16:40 Menu topo www.bportugal.pt Crédito > Crédito à habitação > Perguntas frequentes Menu de contexto Perguntas frequentes 1 - O que é o crédito à habitação? O crédito à habitação é

Leia mais

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO À INSTRUÇÃO N.º 45/2012 - (BO N.º 12, 17.12.2012) Temas SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO II Notas de preenchimento I. Notas gerais para o preenchimento do modelo de ficha de informação

Leia mais

Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública

Comissão de Orçamento, Finanças e Administração Pública ,,, e (pretendem alterar o ) Artigo 7.º-A Imputação do cumprimento 1 O devedor pode designar a prestação correspondente ao crédito à aquisição de habitação própria permanente, para efeitos do disposto

Leia mais

Não Aplicável. Não Aplicável. Conservatória Registo Comercial Banco de Portugal. Crédito Pessoal Oney. Crédito Pessoal

Não Aplicável. Não Aplicável. Conservatória Registo Comercial Banco de Portugal. Crédito Pessoal Oney. Crédito Pessoal FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição

Leia mais

Legislação Consolidada. Diploma

Legislação Consolidada. Diploma Diploma Regula as práticas comerciais das instituições de crédito e assegura a transparência da informação por estas prestada no âmbito da celebração de contratos de crédito para aquisição, construção

Leia mais

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO À INSTRUÇÃO N.º 12/2013 - (BO N.º 6, 17.06.2013) Temas SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO I FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

Leia mais

CRÉDITO BANCÁRIO E CRÉDITO À HABITAÇÃO - O NOVO REGIME DE PROTEÇÃO DE DEVEDORES/CONSUMIDORES

CRÉDITO BANCÁRIO E CRÉDITO À HABITAÇÃO - O NOVO REGIME DE PROTEÇÃO DE DEVEDORES/CONSUMIDORES CRÉDITO BANCÁRIO E CRÉDITO À HABITAÇÃO - O NOVO REGIME DE PROTEÇÃO DE DEVEDORES/CONSUMIDORES REESTRUTURAÇÃO DA DÍVIDA E MEDIDAS SUBSTITUTIVAS DA EXECUÇÃO HIPOTECÁRIA Cristina Bogado Menezes Fevereiro/2013

Leia mais

18. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES)

18. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) 18.1. Crédito à habitação e contratos conexos Empréstimos a taxa variável Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) CH Taxa Indexada - Euribor 12M Euribor 12 m + spread 1,75% a 5,8% 2,730% 13 a

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) (ÍNDICE)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) (ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e s conexos Crédito Habitação Valor Anual iniciais 1. Comissão de Dossier 260,00 2. Comissão de Formalização Contratual Modalidade de Estrangeiros não Residentes Em % Euros (Mín/Máx)

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CAIXAIND_20170701 Caixa IN CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

18. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES)

18. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) 18.1. Crédito à habitação e contratos conexos Empréstimos a taxa variável Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) CH Taxa Indexada - Euribor 12M Euribor 12 m + spread 1,75% a 5,8% 2,753% 13 a

Leia mais

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental

SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO À INSTRUÇÃO N.º 12/2013 - (BO N.º 6, 17.06.2013) Temas SUPERVISÃO Supervisão Comportamental ANEXO II FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL ISICCRD_20171001 CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Caixa ISIC A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CXGLDOED_20170101 Caixa Gold Ordem dos Engenheiros CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA

Leia mais

Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 03-out-2016

Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 03-out-2016 Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Mafra, CRL contém o Folheto de Comissões e

Leia mais

Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-set-2017

Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-set-2017 Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Mafra, CRL contém o Folheto de Comissões e

Leia mais

Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-ago-2017

Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-ago-2017 Preçário CCAM DE MAFRA CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Mafra, CRL contém o Folheto de Comissões e

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL CAIXAOND_20120903 Caixa ON DD CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

Preçário BANCO INVEST, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-Jun-17

Preçário BANCO INVEST, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-Jun-17 Preçário BANCO INVEST, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Jun-17 O Preçário completo do Banco Invest, contém o Folheto de Comissões

Leia mais

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Sucursal de Instituição de Crédito com sede no estrangeiro (autorizada noutro estado membro da Comunidade Europeia) Consulte o FOLHETO

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares Outros clientes 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 CONTAS DE DEPÓSITO 17.1. Depósitos à ordem 19.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo 19.2. Depósitos a prazo

Leia mais

Aviso do Banco de Portugal n. o 4/2017

Aviso do Banco de Portugal n. o 4/2017 Aviso do Banco de Portugal n. o 4/2017 Índice Texto do Aviso Texto do Aviso Através do Decreto-Lei n.º 74-A/2017, de 23 de junho, que transpôs parcialmente para o ordenamento jurídico nacional a Diretiva

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação 1.2. Endereço 1.3. Contactos BEST Banco Electrónico de Serviço Total, S.A. Praça Marquês de Pombal, 3 3º, 1250-161

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL BENFADPD_20160701 Benfica Adepto CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS,

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO Linhas de Crédito e Contas Correntes

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO Linhas de Crédito e Contas Correntes 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes Entrada em vigor: 07-Julho-2016 Empréstimos a taxa variável Taxa Anual Nominal (TAN) (TAE) Crédito de Curto Prazo em Conta Corrente Crédito de Curto Prazo / Cheques

Leia mais

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL VISABEID_20160701 Visabeira Exclusive CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação CAIXA GERAL DE

Leia mais

Preçário DE LAGE LANDEN INTERNATIONAL, B.V. - SUCURSAL EM PORTUGAL SUCURSAL

Preçário DE LAGE LANDEN INTERNATIONAL, B.V. - SUCURSAL EM PORTUGAL SUCURSAL Preçário DE LAGE LANDEN INTERNATIONAL, B.V. - SUCURSAL EM PORTUGAL SUCURSAL Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 26-ago-2016 O Preçário

Leia mais

FCA Capital Portugal I.F.I.C. S.A.

FCA Capital Portugal I.F.I.C. S.A. Preçário FCA Capital Portugal I.F.I.C. S.A. Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Entrada em vigor: 01-04-2016 O preçário completo da FCA Capital Portugal

Leia mais

BANCO CREDIBOM, SA Entrada em vigor: FOLHETO DE TAXAS DE JURO Outros créditos

BANCO CREDIBOM, SA Entrada em vigor: FOLHETO DE TAXAS DE JURO Outros créditos FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares Outros clientes 18 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 20 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 20.1. Linhas de crédito e contas correntes 18.2. Crédito pessoal 18.3. Crédito automóvel 18.4.

Leia mais

Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa Banco de Portugal (Rua do Ouro, 27, Lisboa)

Matriculada na Conservatória do Registo Comercial de Lisboa Banco de Portugal (Rua do Ouro, 27, Lisboa) FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição

Leia mais

Aviso n.º 3/2013. Sobre as informações relativas às taxas de juro e custos das operações de crédito

Aviso n.º 3/2013. Sobre as informações relativas às taxas de juro e custos das operações de crédito Aviso n.º 3/2013 Sobre as informações relativas às taxas de juro e custos das operações de crédito Com a abolição dos limites das taxas de juro e com o acréscimo de concorrência no sector bancário, a transparência

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos 1. Comissão de Gestão de Processo 300,00 2. Comissão de Contrato 200,00 3. Comissão de Avaliação 250,00 Crédito Habitação - Residentes (Contratos de crédito

Leia mais

1.1. Denominação Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (Portugal), S.A.

1.1. Denominação Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (Portugal), S.A. FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação Banco Bilbao

Leia mais

Taxa Anual Efectiva (TAE) Spread Base 1,25% a 2,75% 8,266%

Taxa Anual Efectiva (TAE) Spread Base 1,25% a 2,75% 8,266% Entrada em vigor: 09-dezembro-2016 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes Taxa Anual Nominal (TAN) (TAE) Empréstimos a taxa variável Crédito de Curto Prazo em Conta Corrente Crédito de Curto Prazo

Leia mais

Documentação de apoio aos livros de Rogério Matias Escolar Editora

Documentação de apoio aos livros de Rogério Matias Escolar Editora Escolar Editora Decreto-Lei nº 51/2007, de 7 de março (atualizado com as alterações introduzidas pelo DL nº 88/2008, de 29 de maio e pelo DL nº 192/2009, de 17 de agosto; inclui a Carta-Circular nº 41/2007,

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES - GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES - GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES - GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Nº Conta: Nº Contribuinte: Data: 2 6 / 1 1 / 2 0 1 2 A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) Outras condições Empréstimos a taxa variável 1. Conta Corrente Conta Corrente 2. Linha Protocolo SAFIAGRI -

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL. (ao abrigo do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 133/2009, de 2 de Junho)

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL. (ao abrigo do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 133/2009, de 2 de Junho) FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL (ao abrigo do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 133/2009, de 2 de Junho) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1.

Leia mais

Simulação Crédito Habitação

Simulação Crédito Habitação 14 de Março de 2015 Exmo (a). Senhor(a). Observar Simulação Crédito Habitação Agradecemos a sua preferência pelo - Sucursal em Portugal, na convicção de que a nossa oferta corresponde à melhor solução

Leia mais

Conta D.O. Completa. Visa Electron Cartões de Crédito (Contacto, Classic e Premier) Transferências Electrónicas Interbancárias

Conta D.O. Completa. Visa Electron Cartões de Crédito (Contacto, Classic e Premier) Transferências Electrónicas Interbancárias ANEXO I O Crédito Agrícola apresenta através da presente proposta de protocolo as condições preferenciais, em produtos e serviços, para os membros, filhos dos membros e colaboradores da APG e resulta da

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito Millennium bcp Fix A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

AVISO N.º 14/2016 ASSUNTO: DEVERES DE INFORMAÇÃO NO ÂMBITO DOS CONTRATOS DE CRÉDITO

AVISO N.º 14/2016 ASSUNTO: DEVERES DE INFORMAÇÃO NO ÂMBITO DOS CONTRATOS DE CRÉDITO AVISO N.º 14/2016 ASSUNTO: DEVERES DE INFORMAÇÃO NO ÂMBITO DOS CONTRATOS DE CRÉDITO Tendo em conta o desenvolvimento do Sistema Financeiro Angolano e o aumento dos produtos financeiros comercializados

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) ( ÍNDICE) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos 1. Comissão de Gestão de Processo 300,00 2. Comissão de Contrato 200,00 3. Comissão de Avaliação 250,00 Crédito Habitação - Residentes (Contratos de crédito

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito Millennium bcp Gold MasterCard A. ELEMENTOS

Leia mais

Crédito Habitação BPI - Ficha de Informação Geral

Crédito Habitação BPI - Ficha de Informação Geral Crédito Habitação BPI - Ficha de Informação Geral Mutuante Banco BPI, S.A. Sede: Rua Tenente Valadim, 284 4100-476 PORTO Sociedade Aberta, Capital Social 1.293.063.324,98, matriculada na CRCP sob o número

Leia mais

Preçário FCE BANK PLC BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-abr-2016

Preçário FCE BANK PLC BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-abr-2016 Preçário FCE BANK PLC BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo da FCE BANK PLC, contém o Folheto de Comissões e Despesas (que incorpora

Leia mais

Linha de Microcrédito (FINICIA II)

Linha de Microcrédito (FINICIA II) Linha de Microcrédito (FINICIA II) 2016 ENQUADRAMENTO E SÍNTESE Linha de Microcrédito Linha criada pelo Banco BPI e pelas Sociedades de Garantia Mútua (SGM) no âmbito do Programa FINICIA II do IAPMEI,

Leia mais

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL

Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Preçário ABANCA CORPORACIÓN BANCARIA, S.A. - SUCURSAL EM PORTUGAL Sucursal de Instituição de Crédito com sede no estrangeiro (autorizada noutro estado membro da Comunidade Europeia) Consulte o FOLHETO

Leia mais

Preçário. Banco Português de Gestão, S.A. Instituição Bancária FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-jul-2017

Preçário. Banco Português de Gestão, S.A. Instituição Bancária FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: 01-jul-2017 Preçário Banco Português de Gestão, S.A. Instituição Bancária FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário pode ser consultado nos balcões e locais de atendimento ao público do Banco Português de Gestão

Leia mais

Guia do Crédito. Habitação As informações úteis que precisa de saber

Guia do Crédito. Habitação As informações úteis que precisa de saber As informações úteis que precisa de saber A compra de uma casa será provavelmente uma das decisões mais importantes da sua vida, a pensar nisso preparamos um guia onde apresentamos a nossa oferta de uma

Leia mais

Preçário. VW Bank GmbH - Sucursal Portugal SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário. VW Bank GmbH - Sucursal Portugal SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário VW Bank GmbH - Sucursal Portugal SUCURSAL Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Jan-2017 O Preçário completo do VW Bank GmbH

Leia mais

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor:

Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Data de Entrada em vigor: Preçário BANCO PRIVADO ATLANTICO - EUROPA, SA BANCOS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 20-jul-16 O Preçário completo do Banco Privado Atlântico Europa, S.A., contém o Folheto

Leia mais

Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA

Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA Preçário COFIDIS SUCURSAL DE INSTITUIÇÃO DE CRÉDITO COM SEDE NA UNIÃO EUROPEIA Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada do Folheto de Comissões e Despesas

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares Outros clientes 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 CONTAS DE DEPÓSITO 17.1. Depósitos à ordem 19.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo 19.2. Depósitos a prazo

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares Outros clientes 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 CONTAS DE DEPÓSITO 17.1. Depósitos à ordem 19.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo 19.2. Depósitos a prazo

Leia mais

Preçário FCE BANK PLC BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-Jan-2011

Preçário FCE BANK PLC BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS. Data de Entrada em vigor: 01-Jan-2011 Preçário FCE BANK PLC BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Data de Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01-Jul-2013 O Preçário completo da FCE BANK PLC, contém o Folheto

Leia mais

AVISO N.º 13/2016 ASSUNTO: DEVERES DE INFORMAÇÃO NO ÂMBITO DOS DEPÓSITOS BANCÁRIOS

AVISO N.º 13/2016 ASSUNTO: DEVERES DE INFORMAÇÃO NO ÂMBITO DOS DEPÓSITOS BANCÁRIOS AVISO N.º 13/2016 ASSUNTO: DEVERES DE INFORMAÇÃO NO ÂMBITO DOS DEPÓSITOS BANCÁRIOS Havendo a necessidade de definir os deveres de informação por parte das Instituições Financeiras Bancárias, no âmbito

Leia mais

INCUMPRIMENTO DE CONTRATOS DE CRÉDITO

INCUMPRIMENTO DE CONTRATOS DE CRÉDITO INCUMPRIMENTO DE CONTRATOS DE CRÉDITO Prevenção e regularização do incumprimento por clientes bancários particulares Lisboa, 2015 www.bportugal.pt INCUMPRIMENTO DE CONTRATOS DE CRÉDITO PREVENÇÃO E REGULARIZAÇÃO

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CRÉDITO À HABITAÇÃO Índice Finalidades do crédito à habitação Avaliação da capacidade financeira Ficha de Informação Normalizada (FIN) Prazo Modalidades de reembolso

Leia mais

Spread 5,500% a 15,750% Nota (1a) 2. Linha Millennium Garantia Prazo: sem termo definido Eónia ou Euribor/ Libor a 1, 3, 6 e

Spread 5,500% a 15,750% Nota (1a) 2. Linha Millennium Garantia Prazo: sem termo definido Eónia ou Euribor/ Libor a 1, 3, 6 e 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Taxa Anual Nominal (TAN) Empréstimos a taxa variável (as contas correntes incluem as Contas Correntes com Gestão de Cheques e as Contas Correntes Iva on Time).

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação 1.2. Endereço

Leia mais

SALDOPOSITIVO.CGD.PT PROGRAMA DE LITERACIA FINANCEIRA GUIA PARA COMPRAR CASA

SALDOPOSITIVO.CGD.PT PROGRAMA DE LITERACIA FINANCEIRA GUIA PARA COMPRAR CASA GUIA PARA COMPRAR CASA Comprar casa é um passo importante e uma decisão que tem de ser muito bem ponderada. A maior parte das famílias não consegue pagar uma casa a pronto e tem de recorrer ao crédito

Leia mais

FOLHETO DE TAXAS DE JURO

FOLHETO DE TAXAS DE JURO FOLHETO DE TAXAS DE JURO Clientes Particulares 17 CONTAS DE DEPÓSITO 19 17.1. Depósitos à ordem 17.2. Depósitos a prazo CONTAS DE DEPÓSITO 19.1. Depósitos à ordem 19.2. Depósitos a prazo Outros clientes

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito Millennium bcp M Ordenado A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Empréstimos a taxa variável 1. Conta - corrente 2. Empréstimo MLP Eur a 3,6 e 12 meses + Spread de 4,00 a 10,25 Eur a 3, 6 e 12 meses + Spread de 5,50 a 10,25

Leia mais

Preçário. Volkswagen Bank GmbH - Sucursal Portugal SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário. Volkswagen Bank GmbH - Sucursal Portugal SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário Volkswagen Bank GmbH Sucursal Portugal SUCURSAL Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 05Maio2017 O Preçário completo do VW Bank

Leia mais

Simulação de Crédito Pessoal

Simulação de Crédito Pessoal Simulação de Crédito Pessoal Data de Impressão: 22-10-2013 14:41 Número de Simulação: 13901685 Resumo Multifinalidades Prestação Seguro de Vida Crédito Pessoal (mensal) Plano de Proteção de Pagamentos

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL (ao abrigo do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 133/2009, de 2 de Junho) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito

Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA. Instituição Financeira de Crédito Preçário BBVA, INSTITUIÇÃO FINANCEIRA DE CRÉDITO, SA Instituição Financeira de Crédito Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo do(a) BBVA,

Leia mais

Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE BOMBARRAL,CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE BOMBARRAL,CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE BOMBARRAL,CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01 de janeiro de 2017 O Preçário completo da CCAM

Leia mais

Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS

Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Preçário SOFINLOC - INSTITUICAO FINANCEIRA DE CREDITO, SA INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS DE CRÉDITO Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Entrada em vigor: 1-jul-2016 Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Leia mais

Preçário BNP PARIBAS LEASE GROUP, SA SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BNP PARIBAS LEASE GROUP, SA SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BNP PARIBAS LEASE GROUP, SA SUCURSAL Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo [do(a) designação da instituição], contém o Folheto

Leia mais

Linha de Crédito CAPITALIZAR

Linha de Crédito CAPITALIZAR A Linha de Crédito Capitalizar é uma Linha de Crédito Protocolado disponibilizada pelo Banco BIC para as empresas poderem aceder a crédito bancário em condições mais favoráveis que lhes permita prosseguir

Leia mais

Preçário BNP PARIBAS LEASE GROUP, SA SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário BNP PARIBAS LEASE GROUP, SA SUCURSAL. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário BNP PARIBAS LEASE GROUP, SA SUCURSAL Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de O Preçário completo [do(a) designação da instituição], contém o Folheto

Leia mais

Comissões Acresce Imposto Comissões Valores Sem Imposto Euros (min/máx) Valor Anual. 2. Comissão de Renovação , %

Comissões Acresce Imposto Comissões Valores Sem Imposto Euros (min/máx) Valor Anual. 2. Comissão de Renovação , % Entrada em vigor: 06-janeiro-2017 10.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes Crédito de Curto Prazo em Conta Corrente 1. Comissão de Abertura 0,75% 250,00 / 4% 2. Comissão de Renovação / Gestão 0,75% 250,00

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) - FOLHETO DE TAXAS DE JURO 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes 20.1. Linhas de Crédito e Contas Correntes Entrada em vigor: 07-junho-2016 Empréstimos a taxa variável Taxa Anual Nominal (TAN) (TAE) Crédito de Curto Prazo em Conta Corrente Crédito de Curto Prazo / Cheques

Leia mais

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES)

2. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (PARTICULARES) 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos Crédito Habitação Para aquisição, construção e obras para habitação própria, secundária ou arrendamento, crédito sinal, transferências; multisoluções com a

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS

IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS IDENTIFICAÇÃO DOS DOCUMENTOS PARA TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS Caderneta Predial É um documento emitido pelo Serviço de Finanças, onde consta a identificação, localização e descrição do prédio, os dados de

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Empréstimos a taxa variável 1. Conta - corrente 2. Empréstimo MLP Taxa Anual Nominal (TAN) 4,75 a 10,25 6,50 a 10,25 Taxa Anual Efectiva (TAE) Outras condições

Leia mais

Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE BOMBARRAL,CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO

Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE BOMBARRAL,CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO. Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Preçário CAIXA DE CREDITO AGRICOLA MUTUO DE BOMBARRAL,CRL CAIXAS DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Data de Entrada em vigor: 01 de Junho de 2017 O Preçário completo da CCAM

Leia mais

Aplicação pela Caixa de Crédito de Leiria. Lei n.º 58/2012, de 9 de novembro, alterada pela Lei n.º 58/2014, de 25 de agosto

Aplicação pela Caixa de Crédito de Leiria. Lei n.º 58/2012, de 9 de novembro, alterada pela Lei n.º 58/2014, de 25 de agosto Aplicação pela Caixa de Crédito de Leiria da Lei n.º 58/2012, de 9 de novembro, alterada pela Lei n.º 58/2014, de 25 de agosto [Esta lei cria um regime extraordinário de proteção de devedores de crédito

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) (ÍNDICE) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Empréstimos a taxa variável 1. Conta - corrente 2. Empréstimo MLP Taxa Anual Nominal (TAN) 4,75 p.p. a 10,25 p.p. 6,50 p.p. a 10,25 p.p. Taxa Anual Efectiva (TAE)

Leia mais

PPR FUTURO. Informações Pré-Contratuais. Plano Poupança Reforma BPN

PPR FUTURO. Informações Pré-Contratuais. Plano Poupança Reforma BPN TIPO DE CLIENTE Particulares, Profissionais Liberais e Empresas. SEGMENTO-ALVO Destina-se a fomentar a poupança para constituição de um complemento de reforma. Direccionado para Clientes com idade inferior

Leia mais

PROTOCOLO BPI/CAP BPI E CAP UNEM ESFORÇOS NO ADIANTAMENTO DE AJUDAS DIRECTAS AOS AGRICULTORES

PROTOCOLO BPI/CAP BPI E CAP UNEM ESFORÇOS NO ADIANTAMENTO DE AJUDAS DIRECTAS AOS AGRICULTORES BPI E CAP UNEM ESFORÇOS NO ADIANTAMENTO DE AJUDAS DIRECTAS AOS AGRICULTORES 2016 ENQUADRAMENTO E VANTAGENS Protocolo BPI/CAP O BPI renovou o protocolo com a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP)

Leia mais

Novas condições dos empréstimos do Fundo de Resolução

Novas condições dos empréstimos do Fundo de Resolução Novas condições dos empréstimos do Fundo de Resolução INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR: 1. O Fundo de Resolução é responsável por três empréstimos: (i) Um empréstimo concedido pelo Estado em agosto de 2014, cujo

Leia mais

Financiamento e Empreendedorismo Cultural

Financiamento e Empreendedorismo Cultural Financiamento e Empreendedorismo Cultural Instrumentos e Soluções de Investimento Porto, 2 de Julho 2009 Financiamento e Empreendedorismo Cultural 1 Programa Financiamentos ao Sector Cultural Soluções

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: FAZER PAGAMENTOS SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS

ÁREA DE FORMAÇÃO: FAZER PAGAMENTOS SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS ÁREA DE FORMAÇÃO: FAZER PAGAMENTOS SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS Índice Características Serviços incluídos Comissionamento Contratação de outros produtos e serviços bancários Condições de acesso Direito à

Leia mais

Novas regras na habitação

Novas regras na habitação Novas regras na habitação PUBLICADO NA EDIÇÃO IMPRESSA SEGUNDA-FEIRA, 7 DE JANEIRO DE 2013 POR JM A lei n.º 59/2012, de novembro, cria salvaguardas para os mutuários de crédito à habitação e altera o decreto-lei

Leia mais

À DISTÂNCIA GERAL. INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito Gémeos TAP Visa e TAP American Express

À DISTÂNCIA GERAL. INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito Gémeos TAP Visa e TAP American Express FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES, EM CASO DE CONTRATAÇÃO À DISTÂNCIA GERAL INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL Cartão de Crédito Gémeos TAP Visa e TAP American Express A. ELEMENTOS

Leia mais

PPR ÚNICO - 12ª Série

PPR ÚNICO - 12ª Série 1 TIPO DE CLIENTE Particulares, Profissionais Liberais e Empresas. SEGMENTO-ALVO Destina-se essencialmente a Clientes, com perfil conservador, que privilegiam a garantia de rendimento e capital investido

Leia mais

Taxa Anual Efectiva (TAE) 2,924% 3,805% 4,296% 3,761% 4,568% 3,371% 4,269% 4,766% 4,345% 5,167%

Taxa Anual Efectiva (TAE) 2,924% 3,805% 4,296% 3,761% 4,568% 3,371% 4,269% 4,766% 4,345% 5,167% Entrada em vigor: 14-janeiro-2017 18.1. Crédito à Habitação e Contratos Conexos Empréstimos em Taxa Variável Crédito Habitação para Residentes Crédito Complementar - Home Equity Simultâneo para Residentes

Leia mais

Taxa Anual Nominal (TAN) Taxa Anual Efectiva (TAE) Outras Condições 3,529% 4,427% 4,653% 3,917% 4,727% 3,495%

Taxa Anual Nominal (TAN) Taxa Anual Efectiva (TAE) Outras Condições 3,529% 4,427% 4,653% 3,917% 4,727% 3,495% 18.1. Crédito à Habitação e Contratos Conexos Empréstimos em Taxa Variável (TAE) Crédito Habitação para Residentes Indexante Euribor 12 meses + Spread de 1,25% a 4,20% 3,529% Montante mínimo de 20.000,00

Leia mais

Preçário BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Entrada em vigor: 11-agosto-2017

Preçário BANCOS. Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO. Entrada em vigor: 11-agosto-2017 Preçário BANCOS Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO Entrada em vigor: 11-agosto-2017 O Preçário completo do NOVO BANCO DOS AÇORES, contém o Folheto de Comissões

Leia mais

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO

ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO ÁREA DE FORMAÇÃO: CONTRAIR CRÉDITO CUSTO DO CRÉDITO Índice Componentes do custo do crédito Taxa de juro Comissões Despesas Seguros Medidas agregadas do custo do crédito: TAE e TAEG Taxas máximas no crédito

Leia mais

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES)

20. OPERAÇÕES DE CRÉDITO (OUTROS CLIENTES) 20.1. Linhas de crédito e contas correntes Taxa anual nominal (TAN) Taxa anual efetiva (TAE) Outras condições Empréstimos a taxa variável 1. Conta Corrente Conta Corrente Euribor 1, 3 e 6 meses + spread

Leia mais

220,00 115,00 50,00 120,00. Comissões durante a vigência do contrato 0,5% 1,60 mensal

220,00 115,00 50,00 120,00. Comissões durante a vigência do contrato 0,5% 1,60 mensal 2.1. Crédito à habitação e contratos conexos Crédito Habitação /Conexo Produtos de Taxa indexada / Produtos de Taxa Fixa / Crédito Não residentes / Crédito Deficientes / Crédito Terreno iniciais 1. Iniciais

Leia mais

ANEXO II TABELA DE TAXAS DE JURO

ANEXO II TABELA DE TAXAS DE JURO Instituição Financeira Bancária com Sede em Território Nacional ANEXO II TABELA DE TAXAS DE JURO DATA DE ENTRADA EM VIGOR: 7 DE JUNHO DE 2017 O Preçário pode ser consultado nas Boutiques de Investimento

Leia mais

Instituição Financeira Bancária com Sede em Território Nacional ANEXO II

Instituição Financeira Bancária com Sede em Território Nacional ANEXO II Instituição Financeira Bancária com Sede em Território Nacional ANEXO II Tabela de taxas de juro Data de entrada em vigor: 9 DE Janeiro DE 2017 O Preçário pode ser consultado nas Boutiques de Investimento

Leia mais

Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho

Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho BANCO DE PORTUGAL E U R O S I S T E M A Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho 2015 Relatório de Acompanhamento dos Mercados Bancários de Retalho 2015 Lisboa, 2016 www.bportugal.pt

Leia mais

PLANEIE A SUA VIDA ANTES QUE A VIDA PLANEIE POR SI. Guia de Literacia Financeira

PLANEIE A SUA VIDA ANTES QUE A VIDA PLANEIE POR SI. Guia de Literacia Financeira PLANEIE A SUA VIDA ANTES QUE A VIDA PLANEIE POR SI Guia de Literacia Financeira POR VEZES, BASTA QUE LHE DÊEM CRÉDITO Uma operação de crédito consiste num acto pelo qual uma pessoa, singular ou colectiva,

Leia mais