REGULAMENTO PREX COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO PREX COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO 2015"

Transcrição

1 REGULAMENTO PREX COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO 2015 Rio Verde/GO 2015

2 DOS GÊNEROS E FORMATOS ADMITIDOS PARA O PREX Obs.: Para o desenvolvimento de todos os trabalhos de PREX é necessária a realização de um projeto, seguindo as normas de pesquisa e trabalhos científicos, com delimitação de tema/proposta, objetivos gerais e específicos, justificativa, referencial teórico, cronograma com etapas de desenvolvimento do trabalho, detalhamento do produto jornalístico escolhido (roteiro já escrito, script já escrito, pautas selecionadas/indicadas já redigidas, Projeto do livro-reportagem, etc) e demais subdivisões necessárias para apresentação detalhada do formato que o(s) aluno(s) pretende(m) desenvolver e como vai(ão) executar a atividade. As notas de B1 e B2 do sexto e sétimo semestre estão vinculadas a qualificação/aprovação e defesa/apresentação pública do projeto escolhido. É obrigatória a aprovação do projeto antes do desenvolvimento do produto jornalístico escolhido, previsto para os sétimo e oitavo semestres. Os grupos ou o aluno (no caso de opção por linha que permita trabalho individual) deverá entregar no dia 23/02, IMPRETERIVELMENTE, por escrito, com assinatura de todos os integrantes do trabalho, o termo (conforme modelo anexado) indicando o tema (título provisório do trabalho) e o tipo de trabalho escolhido na sala da Coordenação de Curso, até às 21 horas. No caso de indicação de trabalhos que excedam o número de vagas por linha de trabalho, terá prioridade o grupo/aluno que primeiro tiver feito a entrega do termo. O(s) grupo(s)/aluno(s) excedentes terão dois dias úteis para reapresentar seu termo. Por isso, sugere-se que a turma dialogue entre si, verificando o interesse de cada grupo/aluno e a quantidade de interessados por linha/formato, evitando problemas de última hora. Apenas poderá desenvolver os trabalhos referentes ao PREX, participando das orientações e demais atividades, os alunos que estiverem regularmente matriculados desde o início do semestre. A não matrícula no início do semestre, antes da data de apresentação do termo, poderá incidir em reprovação do aluno no PREX.

3 Artigo 8º - Os gêneros admitidos para os trabalhos do PREX são: I. Livro reportagem; II. Livro fotográfico; III. Monografia; IV. Programa Jornalístico de TV, Vídeo documentário ou Vídeo Institucional; V. Programa Jornalístico de Rádio; VI. Produção Jornalística em Multimídia (cd-rom ou site); VII. Produtos Impressos (Revistas e Jornais ou House-Organ); VII. Projeto de Assessoria de Imprensa Artigo 9º - Os formatos dos trabalhos devem se enquadrar nos seguintes critérios: a) Livro reportagem: mínimo de 130 mil caracteres (cerca de 60 páginas em corpo 12 e tamanho 14 cm de largura altura x 21 cm de altura). Máximo: 300 mil caracteres. Não há um número de páginas definido porque isto depende do tamanho do corpo e também do tamanho das páginas. Os livros podem usar fotografias, desde que com parcimônia, pois os livros reportagem normalmente não usam fotografias. b) Livro fotográfico O livro deverá conter pelo menos 70 fotografias inéditas e de autoria exclusiva do(s) aluno(s) e a produção de todas as fotos deverá ser acompanhada pelo professor da disciplina. Não é permitida reprodução; c) Programa Jornalístico de TV/Documentário: no mínimo, 20 min. No máximo, 35 minutos. d) Programa Jornalístico de Rádio/Documentário: no mínimo, 20 min. No máximo, 35 minutos. e) Revistas: mínimo de 32 páginas editoriais. Máximo de 48 páginas. Não serão contabilizadas como páginas editoriais reproduções de artigos, poesias e colunas dos alunos da equipe. As revistas poderão ser institucionais. Material deve ser entregue impresso, em cores, com impressão de qualidade. f) Jornais: mínimo de 16 páginas editoriais (standard) ou 24 páginas editoriais (tablóide); Máximo de 24 páginas. Não serão contabilizadas como páginas editoriais, reproduções de artigos, poesias e colunas dos alunos da equipe. Os jornais poderão ser institucionais. Material deve ser entregue impresso, em cores, com impressão de qualidade.

4 g) Multimídia de conteúdo jornalístico: conteúdo original equivalente a, no mínimo, 60 mil caracteres. Máximo de 100 mil caracteres. h) Monografia: Mínimo de 130 mil caracteres. (mínimo de cerca de 60 páginas) i) Projeto de Assessoria de Imprensa: projeto completo, com pesquisas, entrevistas, com no mínimo 80 páginas (incluindo gráficos e fotografias) Artigo 10 - Os Trabalhos de Curso PREX - podem ser desenvolvidos individualmente ou em equipe, obedecendo aos seguintes limites: a. Livro reportagem dupla ou trio de alunos; b. Monografia: individual; c. Programa jornalístico de TV ou de Rádio, Multimídia e Produto Impresso (jornal ou revista): grupo com, no mínimo, três e, no máximo, cinco alunos. d. Livro fotográfico individual, dupla ou trio de alunos; e. Projeto de Assessoria de Imprensa. Dupla ou trio de alunos. Quando da constituição de um grupo de alunos para elaboração do PREX, a equipe deverá indicar um líder, que a representará junto à Coordenação do projeto. Capítulo V DOS PROCEDIMENTOS RELATIVOS À AVALIAÇÃO DOS PROJETOS DOS TRABALHOS DE CURSO (PREX) Artigo 12 Os projetos deverão ter aprovação prévia do professor Coordenador do PREX, que analisará o pré-projeto de pesquisa e trabalho. Artigo 13 A avaliação consistirá em duas bancas, no sexto e sétimo semestres do curso. Uma de qualificação e avaliação, que corresponderá à nota B1, e outra banca, de apresentação e defesa do projeto, que corresponderá à nota B2.

5 *As datas das bancas de avaliações e de apresentação do projeto do PREX serão previamente estabelecidas pelo Coordenador, obedecendo ao calendário letivo da Instituição. VAGAS E ORIENTADORES POR FORMATO DE TRABALHO PARA 2015 I. Livro reportagem: uma vaga (Orientador: Bruno Kamogawa) II. Livro fotográfico: uma vaga (Orientadora: Camila Paes) III. Monografia: duas vagas (Anielle Moraes) IV. Programa Jornalístico de TV, Vídeo documentário ou Vídeo Institucional: uma vaga (Camila Paes) e uma vaga (Bruno Kamogawa) V. Programa Jornalístico de Rádio: uma vaga (Camila Paes) VI. Produção Jornalística em Multimídia (cd-rom ou site): uma vaga (Bruno Kamogawa ou Camila Paes) VII. Produtos Impressos (Revistas e Jornais ou House-Organ): uma vaga (Bruno Kamogawa) ou (Anielle Moraes) VIII. Projeto de Assessoria de Imprensa: uma vaga (Bruno Kamogawa)

6 Observações gerais: ** A quantidade de vagas para cada uma das linhas de trabalho NÃO sofrerá alteração, sendo que apenas os nomes dos orientadores poderão sofrer mudanças no início do próximo semestre, quando os grupos serão oficialmente comunicados de seus respectivos orientadores. ** Os trabalhos deverão, obrigatoriamente, ser inéditos e não podem estar vinculados ou serem resultado de aproveitamento de nenhum trabalho já produzido no decorrer do curso. Os temas devem ser inéditos, mesmo para os livros-reportagem. Devem ser produzidos novos trabalhos.

7 TERMO DE ESCOLHA DE FORMATO - PREX O(s) aluno(s) abaixo relacionado(s) decide(m) pela escolha, de acordo com a disponibilidade de vagas para o ano de 2015, pela realização do Projeto Experimental (PREX) de Jornalismo no formato abaixo indicado. Estou(amos) ciente(s) que NÃO poderá ocorrer troca/alteração do formato, nem do(s) nome(s) que o compõe(m) e que está(ão) relacionado(s) abaixo. ( ) Livro reportagem Orientador: Bruno Kamogawa ( ) Livro fotográfico Orientadora: Camila Paes ( ) Monografia Orientadora: Anielle Moraes ( ) Programa Jornalístico de TV ou Vídeo documentário ou Vídeo Institucional Orientador(a): ( ) Programa Jornalístico de Rádio ou Documentário de Rádio Orientadora: Camila Paes ( ) Produção Jornalística em Multimídia (cd-rom ou site) Orientador(a): ( ) Produtos Impressos (Revista ou Jornal ou House-Organ) Orientador(a): ( ) Projeto de Assessoria de Imprensa Orientador: Bruno Kamogawa

8 O título provisório do trabalho é: 1 Nome: ; Assinatura: 2 - Nome: ; Assinatura: 3 - Nome: ; Assinatura: 4 - Nome: ; Assinatura: 5 - Nome: ; Assinatura: Rio Verde (GO), / /2015.

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC:

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC: FACULDADE 7 DE SETEMBRO - FA7 GRADUAÇÃO EM JORNALISMO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC: Comissão Organizadora Ana Paula Rabelo e Silva, Ms. Dilson

Leia mais

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO TCC - PROJETO EXPERIMENTAL OU MONOGRÁFICO DOS CURSOS DE BACHARELADO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL JORNALISMO E PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento disciplina

Leia mais

FACULDADE PRUDENTE DE MORAES BACHARELADO EM JORNALISMO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL

FACULDADE PRUDENTE DE MORAES BACHARELADO EM JORNALISMO MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL 1 MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO/PROJETO EXPERIMENTAL ITU/SP 2013 2 CAPÍTULO I Do Conceito Artito 1

Leia mais

Seminário Integrado de Práticas Jornalísticas e Publicitárias da FAG. Regulamento Geral 1 INTRODUÇÃO

Seminário Integrado de Práticas Jornalísticas e Publicitárias da FAG. Regulamento Geral 1 INTRODUÇÃO Regulamento Geral 1 INTRODUÇÃO 1.1- Entre os dias 26 e 30 de maio de 2014 será realizado, na Faculdade Assis Gurgacz- FAG, o 7º Seminário Integrado de Práticas Jornalísticas e Publicitárias. Promovido

Leia mais

INSTITUTO BATISTA DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO CAPÍTULO I

INSTITUTO BATISTA DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO CAPÍTULO I INSTITUTO BATISTA DE ENSINO SUPERIOR DE ALAGOAS FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - O presente regulamento propõe a uniformização

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO 2013 1.1.1 Estágio Curricular Supervisionado As novas diretrizes curriculares (2013) estabeleceram

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Comunicação Social Rádio e TV, Bacharelado

Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Comunicação Social Rádio e TV, Bacharelado Credenciada pela Portaria nº 590 de 18/05/2011 Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Comunicação Social Rádio e TV, Bacharelado DOS FUNDAMENTOS, OBJETIVOS E CONTEÚDOS Art. 1º. Os Trabalhos

Leia mais

Regulamento do Projeto Experimental 2011-2

Regulamento do Projeto Experimental 2011-2 Regulamento do Projeto Experimental 2011-2 PROJETO EXPERIMENTAL 1. DEFINIÇÃO 1.1. O Projeto Experimental, nas formas de monografia e produto jornalístico, constitui etapa acadêmica obrigatória para graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL. Regulamentação do Projeto Experimental I e II

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL. Regulamentação do Projeto Experimental I e II UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ INSTITUTO DE CULTURA E ARTE CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Regulamentação do Projeto Experimental I e II Produção Jornalística 1) INTRODUÇÃO As disciplinas Projetos Experimentais

Leia mais

Univap Universidade do Vale do Paraíba

Univap Universidade do Vale do Paraíba Univap Universidade do Vale do Paraíba Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas e Comunicação FCSAC Curso de Rádio e TV Manual de Trabalho de Conclusão de Curso 2013 TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Os trabalhos

Leia mais

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL BRAVA GENTE REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO

INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL BRAVA GENTE REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL BRAVA GENTE REGIMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO Porto Alegre, 2011 1 Sede Pão dos Pobres Rua da República 801, Bloco P2, Sala 16 Porto Alegre

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO, APRESENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso TCC constitui-se atividade

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II. Capítulo I Das disposições preliminares

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II. Capítulo I Das disposições preliminares Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Educação Superior Norte-RS Curso de Comunicação Social - Jornalismo REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO I E II Capítulo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CURSO DE GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) São Carlos 2012 SUMÁRIO Capitulo I Da definição e objetivos... 03 Capítulo II Da

Leia mais

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE DA REGIÃO DOS LAGOS REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da FERLAGOS orientam-se pelas normas

Leia mais

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS E PROJETOS EXPERIMENTAIS

MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS E PROJETOS EXPERIMENTAIS CURSO DE JORNALISMO MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS E PROJETOS EXPERIMENTAIS 1 1 ÁREAS TEMÁTICAS Respeitada a disponibilidade de carga horária dos professores orientadores e a escolha dos alunos,

Leia mais

2. MATRÍCULA NO MÓDULO DE ORIENTAÇÃO

2. MATRÍCULA NO MÓDULO DE ORIENTAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZACAO EM GESTÃO DE PROJETOS SOCIAIS EM ORGANIZAÇÕES DO TERCEIRO SETOR ORIENTAÇÃO DE MONOGRAFIA A Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão

Leia mais

MODELO DA DECLARAÇÃO DE CIÊNCIA DO REGULAMENTO E DISPONIBILIDADE DO DISCENTE. Declaro, para os devidos fins, que estou ciente das normas

MODELO DA DECLARAÇÃO DE CIÊNCIA DO REGULAMENTO E DISPONIBILIDADE DO DISCENTE. Declaro, para os devidos fins, que estou ciente das normas MODELO DA DECLARAÇÃO DE CIÊNCIA DO REGULAMENTO E DISPONIBILIDADE DO DISCENTE (entregar no ato da inscrição) Declaro, para os devidos fins, que estou ciente das normas estabelecidas pelo Regulamento do

Leia mais

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC I e II Santa Maria, RS, Brasil 2015 Conforme Processo Nº 253/2015, aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

Leia mais

CFP/UFCG UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO. Campus de Cajazeiras Paraíba

CFP/UFCG UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO. Campus de Cajazeiras Paraíba CFP/UFCG UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO Campus de Cajazeiras Paraíba EDITAL Nº 51/ SELEÇÃO- PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO PÓS-GRADUAÇÃO LATO-SENSU EM PLANEJAMENTO E GESTÃO ESCOLAR, DA UNIDADE ACADÊMICA

Leia mais

SEINCOM - SEMANA INTEGRADA DE COMUNICAÇÃO DA UNIVEL DE 06 A 08 DE OUTUBRO DE 2015

SEINCOM - SEMANA INTEGRADA DE COMUNICAÇÃO DA UNIVEL DE 06 A 08 DE OUTUBRO DE 2015 SEINCOM - SEMANA INTEGRADA DE COMUNICAÇÃO DA UNIVEL DE 06 A 08 DE OUTUBRO DE 2015 REGULAMENTO 1. CONSIDERANDO I) A necessidade de efetivação e divulgação de um evento de comunicação com a marca Univel;

Leia mais

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006

COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006 COMISSÃO DIRETORA PARECER Nº, DE 2006 Redação final do Projeto de Lei da Câmara nº 79, de 2004 (nº 708, de 2003, na Casa de origem). A Comissão Diretora apresenta a redação final do Projeto de Lei da Câmara

Leia mais

Regulamento TCC do curso de Relações Públicas 2014

Regulamento TCC do curso de Relações Públicas 2014 Regulamento TCC do curso de Relações Públicas 2014 O TCC do curso de Relações Públicas das Faculdades Integradas do Brasil tem dois formatos a ser escolhido pelo aluno: monografia, realizada individualmente,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Este Regulamento estabelece as regras e os procedimentos para

Leia mais

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE

REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE REGULAMENTO DA ATIVIDADE ACADÊMICA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE CAPÍTULO I Da Natureza e dos Objetivos Art. 1. Com base no disposto no Art. 77 do Regulamento da Graduação da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DO PROJETO EXPERIMENTAL I e II DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO. Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO. Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DA FGV DIREITO RIO Capítulo I OBJETIVOS E ATRIBUTOS Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um componente curricular obrigatório (RESOLUÇÃO CNE/CES

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE REGULAMENTO PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FISIOTERAPIA Capítulo I Definições e Finalidade Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC)

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES Coordenação de Jornalismo

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES Coordenação de Jornalismo UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTES Coordenação de Jornalismo REGIMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM JORNALISMO Capítulo I Da concepção de estágio O Estágio visa oportunizar

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE JORNALISMO

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE JORNALISMO ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O curso de Jornalismo da Unipampa está estruturado em oito semestres e tem carga horária total de 3.060 horas, sessenta horas a mais que o aconselhado pelas novas Diretrizes Curriculares.

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL BAIANO IF BAIANO COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

INSTITUTO FEDERAL BAIANO IF BAIANO COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL INSTITUTO FEDERAL BAIANO IF BAIANO COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Rua do Rouxinol, 115, Imbuí, Salvador-BA, CEP 41720-052 Tel.: (71) 3186-0045 EDITAL DE ABERTURA - Processo de Seleção de Estágio em

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FACULDADE DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES FACULDADE DE EDUCAÇÃO NORMAS PARA A ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIAS DO CURSO DE PEDAGOGIA, LICENCIATURA EM FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL E ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL PARA CRIANÇAS, JOVENS E ADULTOS E BACHARELADO

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Coordenação do Curso de Jornalismo REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Coordenação do Curso de Jornalismo REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamenta as Atividades Complementares do Curso de Jornalismo do Centro de Comunicação e Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares

REGULAMENTO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANAS ESUDA. Capítulo I Das Disposições Preliminares Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1º Os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu da Faculdade de Ciências Humanas ESUDA orientam-se pelas normas especificadas neste Regulamento e estão sujeitos ao

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa

FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa Terezinha, Itu/SP FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa Terezinha, Itu/SP FACULDADE DE TECNOLOGIA CÉSAR LATTES Rua Marco Aurélio Gatti, nº 59 Vila Santa Manual

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PESQUISAS E ESTUDOS JURÍDICOS (NPEJ)

FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PESQUISAS E ESTUDOS JURÍDICOS (NPEJ) FACULDADE DE DIREITO NÚCLEO DE PESQUISAS E ESTUDOS JURÍDICOS (NPEJ) EDITAL Nº 02/2009 - NPEJ SELEÇÃO DE ALUNOS PARA PARTICIPAR DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA A COORDENADORA DO NÚCLEO DE PESQUISAS

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE FISIOTERAPIA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE FISIOTERAPIA 1 DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DO CURSO DE FISIOTERAPIA CACOAL 2009 2 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA

Leia mais

RESOLUÇÃO. São Paulo, 24 de junho de 2010. Prof. Héctor Edmundo Huanay Escobar Presidente

RESOLUÇÃO. São Paulo, 24 de junho de 2010. Prof. Héctor Edmundo Huanay Escobar Presidente RESOLUÇÃO CONSEPE 18/2010 APROVAÇÃO DO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS, DO CAMPUS DE BRAGANÇA PAULISTA DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho

Leia mais

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1

ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 ORIENTAÇÃO AOS ALUNOS DE TURMAS ANTERIORES 2008.1 1.- Objetivos do Curso de Mestrado: a. Formação de professores para o magistério superior; b. Formação de pesquisadores; c. Capacitação para o exercício

Leia mais

SELEÇÃO INTERNA UNINTER EXPOCOM 2014 REGIONAL

SELEÇÃO INTERNA UNINTER EXPOCOM 2014 REGIONAL SELEÇÃO INTERNA UNINTER EXPOCOM 2014 REGIONAL Está na hora de tirar os trabalhos da gaveta! Fique atento e participe!!! É para já!!! O que é o Expocom? O Expocom (Exposição de Pesquisa Experimental em

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA FAPEPE FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA FAPEPE FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO COMUNICAÇÃO SOCIAL PUBLICIDADE E PROPAGANDA FAPEPE FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE CAPITULO I INTRODUÇÃO Artigo 1 - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA NO CURSO DE DIREITO

PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA NO CURSO DE DIREITO PORTARIA N Institui normas para elaboração, apresentação e divulgação de monografia final no curso de Direito da Faculdade Maurício de Nassau-FMN- João Pessoa. PROCEDIMENTO PARA ELABORAÇÃO DE MONOGRAFIA

Leia mais

Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis

Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis Regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso de Ciências Contábeis O regulamento do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Ciências Contábeis do (UNIFEB) utiliza como embasamento a resolução nº 10 de

Leia mais

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA E BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS CURSOS DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA E BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP CENTRO DESPORTIVO DA UFOP - CEDUFOP LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA COMISSÃO DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO NORMAS PARA ELABORAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 - O presente regulamento tem por finalidade estatuir a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), do Curso

Leia mais

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE RIO VERDE - IESRIVER REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Seção I Da finalidade CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 - O presente regulamento

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO TÍTULO I DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º Os Trabalhos de Conclusão de Curso,

Leia mais

REGIMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) EM JORNALISMO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL - UNIBRASIL

REGIMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) EM JORNALISMO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL - UNIBRASIL 1 REGIMENTO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) EM JORNALISMO FACULDADES INTEGRADAS DO BRASIL - UNIBRASIL 1. APRESENTAÇÃO O TCC (monografia ou ensaio) ou projeto experimental tem como objetivo principal

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 08.08.06 Vigência: Válido para ingressos a partir de 2006/1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CÓD. 435 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO MANHÃ

Aprovado no CONGRAD: 08.08.06 Vigência: Válido para ingressos a partir de 2006/1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CÓD. 435 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO MANHÃ Aprovado no CONGRAD: 08.08.06 Vigência: Válido para ingressos a partir de 2006/1 CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL CÓD. 435 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO MANHÃ CÓD. 460 - HABILITAÇÃO: JORNALISMO NOITE CURRÍCULO

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA Cachoeira, março de 2011 REGULAMENTO DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO DAS DISCIPLINAS DE PESQUISA E ANÁLISE EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS, PROJETO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO E TRABALHO

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EDITAL No. 03/2013 FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAI ÍTALO BOLOGNA CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Seleção de candidatos às vagas nos cursos de Pós- Graduação lato sensu Gestão da Manutenção Industrial

Leia mais

Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu

Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu Regulamento da Pós-Graduação Lato Sensu CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Os cursos de pós-graduação lato sensu da FACULDADE UNIDA são regidos pela Resolução n. º 01, de 8 de junho de 2007,

Leia mais

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016

PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 PROJETO DE SOLICITAÇÃO DE DISCIPLINA NO PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PID/2016 I. Professor orientador: Márcio Alberto Cardoso II. Disciplina de atuação: Anatomia Humana III. Justificativa (descrever

Leia mais

FACULDADE 7 DE SETEMBRO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE 7 DE SETEMBRO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FACULDADE 7 DE SETEMBRO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MANUAL DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FORTALEZA - 2014 Diretor Geral Ednilton Gomes de Soárez Diretor Acadêmico Ednilo Gomes de

Leia mais

EXTRATO DO EDITAL Nº 99/2012-UEPA PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA

EXTRATO DO EDITAL Nº 99/2012-UEPA PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA EXTRATO DO EDITAL Nº 99/2012-UEPA PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA A Universidade do Estado do Pará UEPA, através do Centro de Ciências Sociais e da Educação,

Leia mais

Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção EDITAL 1S/2016 BOLSA DE ESTUDOS

Faculdade de Engenharia, Arquitetura e Urbanismo Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção EDITAL 1S/2016 BOLSA DE ESTUDOS EDITAL 1S/2016 BOLSA DE ESTUDOS EDITA NORMAS PARA O PROCESSO DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A BOLSA DE ESTUDOS PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NOS CURSOS DE DOUTORADO E MESTRADO O

Leia mais

ADITAMENTO E RETIFICAÇÃO DO EDITAL 019/2012-FAPEAM Prêmio FAPEAM de Jornalismo Científico

ADITAMENTO E RETIFICAÇÃO DO EDITAL 019/2012-FAPEAM Prêmio FAPEAM de Jornalismo Científico ADITAMENTO E RETIFICAÇÃO DO EDITAL 019/2012-FAPEAM Prêmio FAPEAM de Jornalismo Científico A FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO AMAZONAS FAPEAM, vinculada à Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. RESOLVE:

RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. RESOLVE: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DO MARANHÃO CONSELHO DIRETOR RESOLUÇÃO Nº 22/2005, de 30 de junho de 2005. Aprova as Normas Regulamentadoras da operacionalização da Monografia

Leia mais

Programa de Mestrado em Informática 1

Programa de Mestrado em Informática 1 Programa de Mestrado em Informática 1 REGULAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM INFORMÁTICA DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS I - OBJETIVOS DO CURSO ART. 1º - O Curso de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ. Campus Paranaguá. Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO TCC DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS 2015. PARTE I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Art. 1º. O Trabalho de Conclusão de Curso TCC será desenvolvido

Leia mais

1. PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 03 a 09 de Setembro de 2013, das 08h às12h e das 13h às 16h.

1. PERÍODO DE INSCRIÇÃO: 03 a 09 de Setembro de 2013, das 08h às12h e das 13h às 16h. INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ - IFCE A Direção Geral do Campus de Maracanaú, através da Coordenação Local do Pronatec no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Faculdade de Engenharia Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016 EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) FMU - FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FMU SÃO PAULO 1 AUTORES

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 199 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº.

Leia mais

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso.

Parágrafo Único Nos casos de matrícula por disciplina, o TC só será apresentado no ciclo de conclusão do Curso. 1 Estabelece procedimentos para a realização do Trabalho de Conclusão TC II, no âmbito da graduação, bacharelados e licenciaturas, para fins de conclusão de curso, nos termos regimentais. Art. 1º. Os alunos

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Curso de Ciências Contábeis REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) Boa Vista, agosto de 2013. SUMÁRIO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 TÍTULO II DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO...

Leia mais

IV Prêmio Confea de Jornalismo

IV Prêmio Confea de Jornalismo IV Prêmio Confea de Jornalismo O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA - Confea FAZ SABER que, juntamente com a Federação Nacional dos Jornalistas - Fenaj, entidade partícipe do Concurso

Leia mais

FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1 FDG FACULDADE DE DIREITO DE GARANHUNS REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CAPÍTULO I DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO, SEUS OBJETIVOS E ESTRUTURA Art. 1º Por Trabalho de Conclusão do Curso

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA NORMAS ESPECÍFICAS DO TFG DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA Art. 1º - Este regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e avaliação do Trabalho Final de Graduação (TFG) do curso de

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Em conformidade com a Resolução CNE/CES n 1, de 08 de Junho de 2007 e o Regimento da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Aprovado pelo Parecer CONSEPE

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA TÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO GERAL

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA TÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES TÍTULO II DA ORGANIZAÇÃO GERAL REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA TÍTULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES Art. 1º O Curso de pós-graduação em Computação Aplicada, doravante referido como Curso, mantém programas

Leia mais

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE VÍDEO - UNIRITTER

FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE VÍDEO - UNIRITTER FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL REGULAMENTO DO LABORATÓRIO DE VÍDEO - UNIRITTER Aprovado na Sessão nº 07 do NDE de Jornalismo, em 5/12/13. Este regulamento versa sobre as regras e atividades para o pleno

Leia mais

REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO E LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO E LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS REGULAMENTO PARA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BACHARELADO E LICENCIATURA EM FÍSICA CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS ARTIGO 1 - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é um instrumento de iniciação científica

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação

Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Faculdade de Informática Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação (PPGCC),

Leia mais

I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS:

I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS: Reitoria Resolução nº 003, de 12 de março de 2009. Regulamenta o Programa de Atividades Complementares- PAC dos cursos de graduação O Reitor da Universidade Candido Mendes, no uso de suas atribuições estatutárias

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 06, DE 07 DE ABRIL DE 2008. Regulamenta a elaboração e a defesa de monografia final de curso no Curso de Graduação em Direito da UFMG.

RESOLUÇÃO Nº 06, DE 07 DE ABRIL DE 2008. Regulamenta a elaboração e a defesa de monografia final de curso no Curso de Graduação em Direito da UFMG. 1 RESOLUÇÃO Nº 06, DE 07 DE ABRIL DE 2008. Regulamenta a elaboração e a defesa de monografia final de curso no Curso de Graduação em Direito da UFMG. O Colegiado de Coordenação Didática do Curso de Graduação

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA Art. 1. Este Regulamento normatiza as atividades relacionadas com o Trabalho de Conclusão de Curso do Curso

Leia mais

FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 0 ÍNDICE NATUREZA E FINALIDADE 2 COORDENAÇÃO DOS CURSOS 2 COORDENAÇÃO DIDÁTICA 2 COORDENADOR DE CURSO 2 ADMISSÃO AOS CURSOS 3 NÚMERO

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 08 1 / 6 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto a imprensa sediada na capital e no interior de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO NÚCLEO FLEXÍVEL CURSO DE DIREITO Art. 1º O presente conjunto de regras tem por finalidade normatizar as atividades que compõem o núcleo flexível do Currículo de Graduação em Direito e cujo

Leia mais

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC:

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC: FACULDADE 7 DE SETEMBRO - FA7 GRADUAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC: Comissão Organizadora Ana Paula Rabelo e Silva,

Leia mais

DOCUMENTOS COMPLEMENTARES

DOCUMENTOS COMPLEMENTARES DOCUMENTOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO DO CURSO DE DOUTORADO EM ADMINISTRAÇÃO CDA EM ASSOCIAÇÃO DE IES (PUCRS e UCS) Janeiro de 2009 2 CAPÍTULO I Dos objetivos Art. 1 o - O curso confere o grau de Doutor

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA

REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA BARRETOS 2010 REGULAMENTO PROGRAMA DE MONITORIA Art. 1 - O Programa de Monitoria da Faculdade Barretos, destinado a alunos regularmente matriculados, obedecerá às normas

Leia mais

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL LABCOM. Laboratório de Comunicação. Regulamento de Funcionamento do Laboratório de Comunicação

CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL LABCOM. Laboratório de Comunicação. Regulamento de Funcionamento do Laboratório de Comunicação CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL LABCOM Laboratório de Comunicação Regulamento de Funcionamento do Laboratório de Comunicação 2005 2 SUMÁRIO I. INTRODUÇÃO... 03 II. OBJETIVOS... 03 III. CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS...

Leia mais

RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso

RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ FACULDADE DE DIREITO RESOLUÇÃO CONJUNTA nº 01/2011 Conselho Setorial / Colegiado do Curso Regulamenta a elaboração e a defesa de Trabalho de Conclusão de Curso - TCC. O Colegiado

Leia mais

Caderneta de Acompanhamento

Caderneta de Acompanhamento TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Caderneta de Acompanhamento FACULDADE PITÁGORAS DE DIVINÓPOLIS CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DISCIPLINA: TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO I IDENTIFICAÇÃO ACADÊMICA Nome: RA:

Leia mais

Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro. Fundação Educacional de Além Paraíba

Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro. Fundação Educacional de Além Paraíba Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro Fundação Educacional de Além Paraíba Regulamento de Monitoria Art. 1º A Faculdade de Ciências da Saúde Archimedes Theodoro admitirá, sem vínculo empregatício,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO, ARTE E CULTURA

CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO, ARTE E CULTURA CHAMADA PÚBLICA PARA O PROCESSO SELETIVO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM EDUCAÇÃO, ARTE E CULTURA EDITAL Nº 001/2015 TURMA 2015 A UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Câmpus São Luís de Montes Belos

Leia mais

Regulamento específico Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I

Regulamento específico Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I Regulamento específico Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º O presente regulamento disciplina o processo de elaboração, apresentação e julgamento de monografia,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05

INSTRUÇÃO NORMATIVA 05 INSTRUÇÃO NORMATIVA 05 A Diretora Geral, no uso das atribuições regimentais, ouvido o Conselho Superior, RESOLVE: Regulamentar a realização do Exame de Suficiência de Estudos da Faculdades SPEI. I DA CARACTERIZAÇÃO

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

CURSO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO CURSO DE ODONTOLOGIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO 1. Do Trabalho de Conclusão de Curso De acordo com a resolução CNE/CES N o 3 de 19 de fevereiro de 2002, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM Mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares Da Rocha

CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA UNIVEM Mantido pela Fundação de Ensino Eurípides Soares Da Rocha REGULAMENTO DO TRABALHO DE CURSO DE GRADUAÇÃO EM DIREITO Art. 1º - Este regulamento fixa as normas para o Trabalho de Curso (TC) do Curso de Graduação em Direito do Centro Universitário Eurípides de Marília

Leia mais

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU DO COLEGIADO DE CURSO

REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU DO COLEGIADO DE CURSO REGIMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIDADE DE ENSINO SUPERIOR VALE DO IGUAÇU DO COLEGIADO DE CURSO Art. 1º O colegiado de curso é órgão consultivo da Coordenação de Curso, destinado a subsidiar a

Leia mais

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia

Instituto de Economia. Curso de Graduação Bacharelado em Relações Internacionais. Regulamento para Monografia CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento visa normatizar as atividades relacionadas a Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) de Graduação - Bacharelado em Relações Internacionais

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho IMPRENSA IT. 36 07 1 / 8 1. OBJETIVO Administrar o fluxo de informações e executar ações de comunicação junto aos públicos interno e externo do Crea GO de forma transparente, ágil, primando pela veracidade

Leia mais

CAPÍTULO II DA CARGA HORÁRIA

CAPÍTULO II DA CARGA HORÁRIA Regulamentação do Trabalho de Conclusão de Curso do Bacharelado em Ciências Econômicas com Ênfase em Controladoria CAPÍTULO I DA MONOGRAFIA 1. Este documento regulamenta, no âmbito do Bacharelado em Ciências

Leia mais

UM GUIA PARA PLANEJAMENTO DE PRODUTOS E TRABALHOS MONOGRÁFICOS

UM GUIA PARA PLANEJAMENTO DE PRODUTOS E TRABALHOS MONOGRÁFICOS FACULDADE 7 DE SETEMBRO - FA7 CURSO GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL PROJETO DE PESQUISA DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO DE PESQUISA E TCC: Comissão Organizadora Ana Paula Rabelo e Silva, Ms. Dilson

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESTADO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES EFMP COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DO ESTADO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES EFMP COORDENAÇÃO DO CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO SEMINÁRIO NORMAS E DIRETRIZES PARA APRESENTAÇÃO DE TCC Circular 001 /Coord/2015 O presente documento visa orientação da comunidade escolar quanto aos procedimentos e normas técnicas e esclarecimentos referentes

Leia mais