Parâmetros para pontuação das Atividades Complementares do curso de graduação em Ciência da Computação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Parâmetros para pontuação das Atividades Complementares do curso de graduação em Ciência da Computação"

Transcrição

1 Parâmetros para pontuação das Atividades Complementares do curso de graduação em Ciência da Computação Acadêmico: Código de Matrícula: Data do Requerimento: Período: Nº do processo: Data do Parecer: Obs.: Os alunos deverão realizar uma carga horária mínima de 20 horas/aula de Atividades Complementares em cada uma das modalidades (Ensino, Pesquisa e Extensão). A carga horária restante (140 horas/aula) poderá ser desenvolvida em modalidade(s) à escolha Atividades Pontuação em H/A Pontuação do Acadêmico ENSINO Aprovação em disciplinas pelo acadêmico em cursos de graduação e não previstas na matriz curricular do curso de Ciência da Computação, desde que pertinentes à área de Computação e Informática ou áreas afins Aprovação em disciplinas pelo acadêmico em cursos de pós-graduação, desde que pertinentes à área de Computação e Informática ou áreas afins Aprovação em disciplinas na área de Computação e Informática ou em áreas afins, realizadas no exterior (programas de intercâmbio), não convalidadas no curso de Ciência da Computação Participação de atividades de monitoria remunerada de disciplina ou de laboratório nos cursos na área de Computação e Informática: * 20 horas semanais 60 horas por semestre * 10 horas semanais Participação de atividades de monitoria voluntária de disciplina ou de laboratório nos cursos da área de Computação e Informática: * 20 horas semanais 60 horas por semestre * 10 horas semanais Participação como ouvinte de apresentação pública de defesa de graduação (trabalhos de conclusão de estágio/monografia) na área de Computação e Informática ou áreas afins 2 horas por defesa pública Participação como ouvinte de apresentação pública de defesa de pós-graduação (monografias, dissertações e teses) na área de Computação e Informática ou áreas afins 3 horas por defesa pública Conclusão de curso de aperfeiçoamento/de atualização profissional/formação continuada/capacitação na área de Computação e Informática, Realização de curso de língua estrangeira limitada a 80 horas Participação em programas de estágios não obrigatório na área de Computação e Informática: * 30 horas semanais 60 horas por semestre * 20 horas semanais 40 horas por semestre

2 Participação como ouvinte em curso de curta duração (workshops, oficinas, minicursos) na área de Computação e Informática ou áreas afins Participação como ouvinte em eventos técnico-científicos da área de Computação e Informática ou áreas afins: seminários, Carga horária do evento fóruns, debates, mesas redondas, palestras, conferências, congressos. Participação em grupos de estudo reconhecidos pela Coordenação de Curso e supervisionados por professor da área de Computação e Informática. Visita/viagem técnica extracurricular na área de Computação e Informática: Carga horária da atividade, limitada a 30 horas por semestre * No município sede do curso 5 horas por visita/viagem * Nos municípios da região 10 horas por visita/viagem * Em Santa Catarina 20 horas por visita/viagem * Fora de Santa Catarina 30 horas por visita/viagem TOTAL ENSINO PESQUISA Participação em projetos de pesquisa na área de Computação e Informática ou áreas afins Participação em programas de pesquisa de iniciação científica PIBIC na área de Computação e Informática ou afins Participação em programa de iniciação científica PROBIC na área de Computação e Informática ou afins Participação em programa de iniciação científica PIBIT na área de Computação e Informática ou afins Participação em programa de iniciação científica PIPG na área de Computação e Informática ou afins 70 horas por semestre de Participação em programa de iniciação científica Artigo 170 (Constituição do estado de Santa Catarina) na área de Computação e Informática ou afins de Participação em programa de iniciação científica Artigo 171 (Constituição do estado de Santa Catarina) na área de Computação e Informática ou afins TOTAL PESQUISA PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA Participação em eventos técnico-científicos com apresentação de trabalhos (comunicação, conferência ou palestra, congresso, seminário, simpósio ou outra) na área da Computação e Informática ou áreas afins Publicação de artigos s em periódicos nacionais na área de Computação e Informática ou áreas afins: de 10 horas por apresentação * Periódico indexado 40 horas por publicação * Periódico não indexado 30 horas por publicação Publicação de artigos s em periódicos internacionais na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Periódico indexado 50 horas por publicação * Periódico não indexado 40 horas por publicação

3 Aceitação de artigos para publicação em periódicos nacionais na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Periódico indexado 35 horas por artigo aceito * Periódico não indexado 25 horas por artigo aceito Aceitação de artigos para publicação em periódicos internacionais na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Periódico indexado 45 horas por artigo aceito * Periódico não indexado 35 horas por artigo aceito Publicação de trabalhos s em anais de eventos na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Evento internacional 40 horas por publicação * Evento nacional 30 horas por publicação * Evento regional 20 horas por publicação Publicação de resumos de trabalhos em anais de eventos na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Evento internacional 20 horas por publicação * Evento nacional 10 horas por publicação * Evento regional 5 horas por publicação Publicação de resumos expandidos de trabalhos em anais de eventos na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Evento internacional 30 horas por publicação * Evento nacional 20 horas por publicação * Evento regional 10 horas por publicação Publicação de livro na área de Computação e Informática ou áreas afins Publicação de capítulo de livro na área de Computação e Informática ou áreas afins Organização de obra publicada na área da Computação e Informática ou áreas afins (periódico, livro, anais, catálogo, coletânea, enciclopédia, etc). Publicação de texto na área de Computação e Informática ou áreas afins em jornal (de notícias) ou revista (magazine): 80 horas por livro publicado 20 horas por capítulo publicado 20 horas por obra organizada * Jornal ou revista de referência nacional 30 horas por publicação * Jornal ou revista de referência estadual 20 horas por publicação * Jornal ou revista de referência regional 10 horas por publicação Tradução reconhecida de artigo, livro ou capítulo, outra publicação na área da Computação e Informática ou áreas afins: * Tradução de artigo 10 horas por artigo * Tradução de livro 60 horas por livro * Tradução de capítulo de livro 15 horas por capítulo * Tradução de outras publicações 10 horas por publicação Publicação de prefácio, posfácio, apresentação, introdução de livros, revistas ou periódicos na área da Computação e Informática 5 horas por publicação ou áreas afins TOTAL PRODUÇÃO BIBLIOGRÁFICA EXTENSÃO E CULTURA Participação como representante de turma em colegiados institucionais e conselhos de classe no âmbito da Univali Participação como membro efetivo da diretoria de Centro Acadêmico ou Diretório Central de Estudantes

4 Participação em eventos técnico científicos na área de Computação e Informática ou áreas afins, como convidado (conferencista, 20 horas por evento simposiasta, moderador, avaliador, homenageado) Participação em eventos técnico-científicos na área da Computação e Informática ou áreas afins, como participante (apresentação de pôster, painel, apresentação oral, outras) 10 horas por evento Organização de evento técnico-científico na área da Computação e Informática ou áreas afins 8 horas por dia de evento Participação em programas e projetos de extensão na área de Computação e Informática ou áreas afins Participação em ações comunitárias Carga horária da ação Atuação em programas de serviço voluntário Carga horária do programa, limitada a 40 horas por semestre TOTAL EXTENSÃO E CULTURA TRABALHOS TÉCNICOS Atividades profissionais na área da Computação e Informática, em organizações públicas, privadas ou sem fins lucrativos: * Atuação de 40 horas semanais * Atuação de 30 a 39 horas semanais * Atuação de 20 a 29 horas semanais * Atuação de 10 a 19 horas semanais Premiação em eventos técnico-científicos na área de Computação e Informática ou áreas afins: * Evento internacional * Evento nacional * Evento regional Atuação como membro de corpo editorial de revistas, periódicos e publicações da área da Computação e Informática ou áreas afins Atuação como revisor de publicações da área da Computação e Informática ou áreas afins Produção de software com registro/patente 60 horas por semestre 10 horas por publicação * Produção individual 70 horas por software * Produção em grupo 40 horas por software Produção de software sem registro/patente, com exceção dos produzidos para cumprimento de atividades, em disciplinas do Curso * Produção individual 60 horas por software * Produção em grupo 30 horas por software Realização de trabalhos técnicos (assessoria, consultoria, parecer, elaboração de projeto, relatório técnico, outra) na área da Computação e Informática ou áreas afins: * Atuação de 40 horas ou mais 20 horas por trabalho * Atuação de 30 a 39 horas 15 horas por trabalho * Atuação de 20 a 29 horas 10 horas por trabalho

5 * Atuação de 10 a 19 horas Curso de curta duração ministrado na área da Computação e Informática ou áreas afins Desenvolvimento de material didático ou instrucional na área da Computação e Informática ou áreas afins, validado pela Coordenação de Curso Participação em editoração de publicações (livro, anais, catálogo, coletânea, enciclopédia, periódico, outro) na área da Computação e Informática ou áreas afins Participação em programa de rádio ou TV (entrevista, mesa redonda, comentário, outra) na área da Computação e Informática ou áreas afins Certificação técnica de âmbito nacional ou internacional na área de Computação e Informática 8 horas por trabalho 1 hora por página produzida, limitado a 60 horas por material 1/2 hora por página editada, limitado a 40 horas por material 5 horas por programa 30 horas por certificação TOTAL TRABALHOS TÉCNICOS TOTAL GERAL DE HORAS Membros da Comissão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB AUTORIZAÇÃO: DECRETO Nº92937/86, DOU RECONHECIMENTO: PORTARIA Nº909/95, DOU

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB AUTORIZAÇÃO: DECRETO Nº92937/86, DOU RECONHECIMENTO: PORTARIA Nº909/95, DOU UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA UNEB AUTORIZAÇÃO: DECRETO Nº92937/86, DOU 18.07.86 - RECONHECIMENTO: PORTARIA Nº909/95, DOU 01.08.95 PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAD COMISSÃO PERMANENTE DE CONCURSO

Leia mais

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição

Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição Serviço Público Federal Universidade Federal da Bahia Escola de Nutrição Endereço: R. Basílio da Gama, S/N - Canela - Salvador / Bahia CEP 40.110.907 Telefone: (071) 3283-7700 /7701 e-mail: enufba@ufba.br

Leia mais

NORMAS E CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

NORMAS E CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS E CRITÉRIOS PARA APROVEITAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Aprovadas pelo Colegiado do Curso em 13/06/2014. Ata nº. 05/2014) 1. PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS: b) Cópia do certificado de participação.

Leia mais

Unidade Sede: Rua Marquês do Herval, 701 Centro Caxias do Sul (RS) CEP: Unidade Ana Rech: Avenida Rio Branco, 1595 Bairro Ana Rech Caxias

Unidade Sede: Rua Marquês do Herval, 701 Centro Caxias do Sul (RS) CEP: Unidade Ana Rech: Avenida Rio Branco, 1595 Bairro Ana Rech Caxias OBJETIVO: As Atividades Complementares têm por objetivos: a) desenvolver a autonomia intelectual do acadêmico, favorecendo sua participação em atividades de estudos diversificados que contribuam para a

Leia mais

BAREMA PARA A PROVA DE TÍTULOS* (AUXILIAR)

BAREMA PARA A PROVA DE TÍTULOS* (AUXILIAR) BAREMA PARA A PROVA DE TÍTULOS* (AUXILIAR) Página 1 de 5 Área de conhecimento: Candidato(a): Avaliadores(as): I. TÍTULOS ACADÊMICOS máxima Doutorado ou grau equivalente 40 40 Mestrado ou grau equivalente

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 01/2013 CEFID

RESOLUÇÃO Nº 01/2013 CEFID RESOLUÇÃO Nº 01/2013 CEFID Regulamenta as Atividades Complementares nos Cursos de Graduação do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte da Universidade do Estado de Santa Catarina. O Presidente do Conselho

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2013/DEQ

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2013/DEQ UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA QUÍMICA INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2013/DEQ Distribuição da carga horária de atividade docente no Departamento

Leia mais

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que:

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que: PORTARIA Estabelece critérios e escalas para aferição de na avaliação de títulos em concursos para Professor Adjunto do Instituto de Biologia da UFBA. A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade

Leia mais

Outras áreas Área do concurso Cursos: até 80 horas Acima de 80 horas. Pesquisa ou estágio extra-curricular (mínimo 120 horas)

Outras áreas Área do concurso Cursos: até 80 horas Acima de 80 horas. Pesquisa ou estágio extra-curricular (mínimo 120 horas) Barema Concurso Docente Magisério Superior Escola de Medicina Veterinária APROVADO EM REUNIÃO CONGREGAÇÃO MEV 8/2/211 Àrea de Concentração:Med.Vet.Prev.e Saúde Pública/Anatomia Patoló Edital /211 Tipo

Leia mais

ANEXO VI. A que se referem os artigos 7º e 9º da Deliberação CEETEPS 34, de

ANEXO VI. A que se referem os artigos 7º e 9º da Deliberação CEETEPS 34, de ANEXO VI A que se referem os artigos 7º e 9º da Deliberação CEETEPS 4, de 7--017. ATUALIZAÇÃO PROFISSIONAL DOCENTE DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA FATECS E ESCOLAS TÉCNICAS ETECS Formação e Atividades Diversas

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 005/ CONSEPE

RESOLUÇÃO Nº 005/ CONSEPE RESOLUÇÃO Nº 005/2006 - CONSEPE Regulamenta as Atividades Complementares nos cursos de graduação da UDESC. O Presidente do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE da Fundação Universidade do

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, CESCAD TABELA DE PONTUAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES

COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, CESCAD TABELA DE PONTUAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, TABELA DE PONTUAÇÃO DAS ATIVIDADES DOCENTES GRUPO I ATIVIDADES DE ENSINO 1 Docência em curso de graduação (hora-aula média semanal no interstício) 2

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares

Regulamento das Atividades Complementares Serviço Público Federal Universidade Federal de Goiás - UFG Campus Catalão - CAC Curso de Química Regulamento das Atividades Complementares Artigo 1 o - As atividades complementares (AC) é o conjunto de

Leia mais

ANEXO 1 PPC NORMATIVA ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO 1 PPC NORMATIVA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CONTROLE DE REVISÕES Revisão Data Descrição 00 20/03/2014 Emissão Inicial 01 24/11/2015 Mudança na formatação do texto 02 12/04/2016 03 07/03/2017 Não é obrigatório que o aluno cumpra carga nos três grupos

Leia mais

RESOLUÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Aprova o Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Murialdo - FAMUR

RESOLUÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Aprova o Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Murialdo - FAMUR 1 RESOLUÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Aprova o Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Murialdo - FAMUR O Presidente do Conselho Superior CONSUP, no uso de suas atribuições

Leia mais

ANEXO I - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA

ANEXO I - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM MATEMÁTICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS RIO POMBA ANEXO I - REGULAMENTO DAS ATIVIDADES

Leia mais

(Revisado e aprovado pelo Colegiado do Curso em 24/09/2014)

(Revisado e aprovado pelo Colegiado do Curso em 24/09/2014) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS DE GUANAMBI Distrito de Ceraíma, s/n Zona Rural - Cx Postal 09

Leia mais

TABELA DE PONTUAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS DO CONCURSO PARA PROFESSOR EFETIVO NA CARREIRA DOCENTE. EDITAL N o 008/2015 TÍTULOS ACADÊMICOS (TA) 1

TABELA DE PONTUAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS DO CONCURSO PARA PROFESSOR EFETIVO NA CARREIRA DOCENTE. EDITAL N o 008/2015 TÍTULOS ACADÊMICOS (TA) 1 TABELA DE PONTUAÇÃO DA PROVA DE TÍTULOS DO CONCURSO PARA PROFESSOR EFETIVO NA CARREIRA DOCENTE EDITAL N o 008/2015 Área: Psicologia subárea Psicologia Clínica N o de Inscrição: Data: / /. N o do avaliador:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013

RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013 RESOLUÇÃO Nº 043 CONSUPER/2013 Dispõe sobre o regulamento das Atividades Curriculares Complementares no âmbito do Instituto Federal Catarinense. O Presidente do do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

Curso: Administração

Curso: Administração REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Administração Nova Serrana Fevereiro de 2017 Credenciada pelo MEC conforme Portaria 2.923 de 14/12/2001 DOU 2 de 18/12/2001 Seção 1 página 27. Recredenciamento

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC -

FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - REGULAMENTO INSTITUCIONAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - SUMÁRIO CAPITULO I... 3 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 3 CAPÍTULO II... 3 DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES...

Leia mais

Quadro 2: ATIVIDADES DE PARTICIPAÇÃO E/OU ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS: ATÉ 60 (SESSENTA) HORAS PARA O CONJUNTO DE ATIVIDADES

Quadro 2: ATIVIDADES DE PARTICIPAÇÃO E/OU ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS: ATÉ 60 (SESSENTA) HORAS PARA O CONJUNTO DE ATIVIDADES QUADRO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Quadro 1: ATIVIDADES DE ENSINO E DE PESQUISA: ATÉ 120 (CENTO E VINTE) HORAS PARA O CONJUNTO DE ATIVIDADES CCLETE032 Monitoria Um período letivo de monitoria. CCLETE033

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS DE RIO PARANAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Campus Universitário - Caixa Postal 22 - Rio Paranaíba - MG - 38810-000 REGULAMENTO N. 1, DE 8 DE AGOSTO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de História. Parágrafo único As Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Outubro de 2015

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Outubro de 2015 REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Pedagogia Nova Serrana Outubro de 2015 Curso de Pedagogia - Licenciatura: Autorizado conforme Portaria 601 de 29/10/2014 DOU 210 de 30/10/2014 Seção

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I - DA NATUREZA Art. º Consideram-se como Atividades Complementares do Engenharia de Produção, todas as atividades relacionadas com projetos de pesquisa,

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Fevereiro de 2017

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Fevereiro de 2017 Fone: (37) 3226-80 - Site: www.fans.edu.br - E-mail: coordproex@fans.edu.br REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Pedagogia Nova Serrana Fevereiro de 17 Credenciada pelo MEC conforme

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Psicologia. Nova Serrana Fevereiro de 2017

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Psicologia. Nova Serrana Fevereiro de 2017 Fone: (37) 3226-80 - Site: www.fans.edu.br - E-mail: coordproex@fans.edu.br REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Psicologia Nova Serrana Fevereiro de 17 Credenciada pelo MEC conforme

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Fevereiro de 2017

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Fevereiro de 2017 Fone: (37) 3226-80 - Site: www.fans.edu.br - E-mail: coordproex@fans.edu.br REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Pedagogia Nova Serrana Fevereiro de 17 Credenciada pelo MEC conforme

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR EDITAL 01/2015 INCLUSÃO Nº 11/2015 Área de Conhecimento: Gestão de Operações,Tecnologia e Inovação BAREMA PARA AVALIAÇÃO DOS TÍTULOS DOS CANDIDATOS

Leia mais

A Congregação da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que:

A Congregação da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que: PORTARIA 02 Estabelece critérios e escalas para aferição de na avaliação de títulos em concursos para Professor Adjunto da Faculdade de Farmácia da UFBA. A Congregação da Faculdade de Farmácia da Universidade

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (JOR90) 1

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (JOR90) 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, LETRAS E ARTES VISUAIS CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (JOR90) 1 Boa Vista-RR 2014

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA Art. 1º. O presente regulamento tem como finalidade regular as atividades complementares

Leia mais

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009)

PONTUAÇÃO PARA PROGRESSÃO FUNCIONAL DE DOCENTES (Aprovada na 207ª Reunião do Conselho da Unidade do IM, em 25/09/2009) UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA Av. Bento Gonçalves 9500 - Agronomia - 91509-900 Porto Alegre - RS - BRASIL Tel: (051) 3308-6189/3308-6225 FAX: (051) 3308-7301 e-mail:

Leia mais

a.1 MÉRITO DO PROJETO: Preenchida pelos membros da comissão avaliadora (máximo de 50 pontos)

a.1 MÉRITO DO PROJETO: Preenchida pelos membros da comissão avaliadora (máximo de 50 pontos) ANEXO A INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS CANDIDATOS A INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROBIC a.1 MÉRITO DO PROJETO: Preenchida pelos membros da comissão avaliadora (máximo de 50 pontos) 1. E L E M E N T O S

Leia mais

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS DO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS EM CONCURSOS PÚBLICOS DE PROVAS E TÍTULOS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS APLICADAS E EDUCAÇÃO COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ECOLOGIA Portaria nº. 01/10 - CCE Regulamenta os conteúdos complementares flexíveis, fixados no

Leia mais

ATENÇÃO! (1) Ensino (2) Pesquisa (3) Extensão

ATENÇÃO! (1) Ensino (2) Pesquisa (3) Extensão ATENÇÃO! Poderão surgir outras Atividades Complementares, que serão analisadas e validadas ou não, de acordo com o Coordenador das Atividades Complementares. (1) Ensino (2) Pesquisa (3) Extensão QUAIS

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVILLE

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVILLE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVILLE Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade regular as Atividades Complementares, Acadêmico-Científico-Culturais, que

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM GEOGRAFIA - EAD I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM GEOGRAFIA - EAD I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM GEOGRAFIA - EAD I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º. O presente Regulamento tem por finalidade normatizar o oferecimento, a matrícula,

Leia mais

*** *** *** *** 60 *** *** Profissional Cursos de Extensão *** *** Certificado e Programa detalhado do curso.

*** *** *** *** 60 *** *** Profissional Cursos de Extensão *** *** Certificado e Programa detalhado do curso. Tabela de Conversão s Complementares - Cursos EaD Dimensão Apresentação de trabalho em congresso ou similar *** 45 90 *** Certificado de apresentação e Programação do Aproveitamento de disciplinas de outros

Leia mais

Faculdade De Quatro Marcos REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Faculdade De Quatro Marcos REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 2014 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 3 Disposições preliminares... 3 CAPÍTULO II... 3 Das atividades complementares... 3 Seção I... 4 Atividades de iniciação científica...

Leia mais

DEPARTAMENTO DE MEDICINA E ENFERMAGEM CURSO DE MEDICINA. Regulamento das Atividades Complementares (MED 398 e MED 399)

DEPARTAMENTO DE MEDICINA E ENFERMAGEM CURSO DE MEDICINA. Regulamento das Atividades Complementares (MED 398 e MED 399) UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE MEDICINA E ENFERMAGEM CURSO DE MEDICINA Regulamento das Atividades Complementares (MED 398 e MED 399) Art 1º. As

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º - As Atividades Complementares integram

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Instituto de Ciências Humanas e Sociais Departamento de Artes Curso de Belas Artes

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Instituto de Ciências Humanas e Sociais Departamento de Artes Curso de Belas Artes UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Instituto de Ciências Humanas e Sociais Departamento de Artes Curso de Belas Artes REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA

Leia mais

FORMULÁRIO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE AVALIADO :

FORMULÁRIO DO PROGRAMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE AVALIADO : I. Capacitação Profissional Pontos 1. Participação em Simpósio, Congresso, Seminário e outros eventos na área pedagógica, na área de atuação do docente ou em áreas afins (1,0 por evento, máximo 4,0 pontos).

Leia mais

Proposta de Atividades Complementares Engenharia Química

Proposta de Atividades Complementares Engenharia Química UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO UNIVERSITÁRIO NORTE DO ESPÍRITO SANTO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E COMPUTAÇÃO Proposta de Atividades Complementares Engenharia Química Maio/2010 ATIVIDADES

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE DIREÇÃO GERAL

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E DO ESPORTE DIREÇÃO GERAL RESOLUÇÃO Nº 01/2011/CEFID Regulamenta as Atividades Complementares nos Cursos de Graduação do Centro de Ciências da Saúde e do Esporte da Universidade do Estado de Santa Catarina. O Presidente do Conselho

Leia mais

INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO

INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO Conforme decisão do Colegiado do Curso de Jornalismo Bacharelado, da - Campus Frederico Westphalen, em sua 76 a Reunião, realizada em 14 de dezembro

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS FREDERICO WESTPHALEN

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CAMPUS FREDERICO WESTPHALEN EDITAL Nº 063/17, DE 08 DE AGOSTO DE 2017. Entrega de Documentação Comprobatória das s Complementares de Curso (ACCs) dos Cursos do Instituto Federal Farroupilha - Campus Frederico Westphalen O DIRETOR

Leia mais

ANEXO III I ATIVIDADES DE ENSINO E ORIENTAÇÃO DE GRADUAÇÃO

ANEXO III I ATIVIDADES DE ENSINO E ORIENTAÇÃO DE GRADUAÇÃO ANEXO III Observações: 1. Salvo exceções que devem ser justificadas, é vedada a dupla pontuação de uma mesma atividade. 2. Em cada um dos campos de avaliação serão atribuídos, no máximo, 100 (cem) pontos.

Leia mais

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS

CRITÉRIOS PARA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E TRABALHOS UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA CONCURSO PÚBLICO DE TÍTULOS E PROVAS PARA PROVIMENTO DO CARGO DE PROFESSOR ADJUNTO, NÍVEL

Leia mais

ANEXO 2. PTD - PLANO DE TRABALHO DOCENTE - (Ano de referência)

ANEXO 2. PTD - PLANO DE TRABALHO DOCENTE - (Ano de referência) 1. IDENTIFICAÇÃO ANEXO 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA Departamento de (Nome do departamento) Curso de (Nome do curso) PTD - PLANO DE TRABALHO DOCENTE - (Ano de referência) Nome: Unidade Acadêmica de

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 GABARITO PARA AVALIAÇÃO DE PROVA DE TÍTULOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES NÃO TITULARES NOME DO(A) CANDIDATO(A): DEPARTAMENTO: SETOR: Unidade Universitária: ÁREA OU MATÉRIA: GRUPO I Títulos universitários

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM. ELABORAÇÃO:Professoras Cléa Vaz Menezes e Mitiyo Shoji Araujo

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM. ELABORAÇÃO:Professoras Cléa Vaz Menezes e Mitiyo Shoji Araujo REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM ELABORAÇÃO:Professoras Cléa Vaz Menezes e Mitiyo Shoji Araujo Art. 1º O presente Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares

Leia mais

ANEXO 2 ATIVIDADES ACAD ÊMICAS. Atividade

ANEXO 2 ATIVIDADES ACAD ÊMICAS. Atividade ANEXO 2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ATIVIDADES ACAD ÊMICAS C.H. Aferida Avaliador UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ATIVIDADES CIENTÍFICAS C.H. Aferida* Avaliador* UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ ATIVIDADES CULTURAIS

Leia mais

CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO- ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1

CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO- ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO- ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 As Atividades Complementares constituem parte da Carga Horária do Curso de Relações Internacionais da UNIFESP Osasco, em um total

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS DOS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - CAMPUS BOA VISTA.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS DOS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - CAMPUS BOA VISTA. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAMPUS BOA VISTA REGULAMENTO

Leia mais

RESOLUÇÃO 003/2015 COLEGIADO DO CURSO DE GEOGRAFIA

RESOLUÇÃO 003/2015 COLEGIADO DO CURSO DE GEOGRAFIA RESOLUÇÃO 003/2015 COLEGIADO DO CURSO DE GEOGRAFIA O COLEGIADO DO CURSO DE GEOGRAFIA, nas atribuições do Art. 46, inciso VII, do Regimento Geral, aprova a seguinte resolução, relacionada às Atividades

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - As atividades complementares são parte integrante do Projeto Pedagógico do Curso de Agronomia

Leia mais

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DESIGN DE MODA

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DESIGN DE MODA REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DESIGN DE MODA PORTO ALEGRE 2014 SUMÁRIO CAPÍTULO I... DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Centro Universitário Central Paulista Cursos de Engenharia REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Considerando que as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação

Leia mais

REGULAMETO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMETO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CÂMPUS BOA VISTA REGULAMETO DAS

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 17/14, de 21/05/14. Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento

Leia mais

ROTEIRO PARA RELATÓRIO SEMESTRAL (Fase de elaboração da dissertação/tese) Relatório nº

ROTEIRO PARA RELATÓRIO SEMESTRAL (Fase de elaboração da dissertação/tese) Relatório nº ROTEIRO PARA RELATÓRIO SEMESTRAL (Fase de elaboração da dissertação/tese) Relatório nº Ano/Sem.: Nome do Aluno: Endereço: Tel. p/ contato: Título da dissertação/tese: Orientador: Prof. (a) Dr. (a). Coorientador:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE

RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE RESOLUÇÃO Nº 10/05-CEPE Complementa a Resolução nº 04/05-CEPE que estabelece normas de concurso público para a carreira do magistério superior na Universidade Federal do Paraná, fixando a tabela de pontuação

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO. Nome: matrícula: Regime de Trabalho: Classe/nível: Unidade: Período:

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO. Nome: matrícula: Regime de Trabalho: Classe/nível: Unidade: Período: ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO Nome: matrícula: Regime de Trabalho: Classe/nível: Unidade: Período: ATIVIDADES DE ENSINO: Graduação: Ano, nome da disciplina, carga horária total, número

Leia mais

NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES

NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES NORMAS COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES INDEPENDENTES Art. 1º As Complementares Independentes integram o currículo do curso de graduação de Fonoaudiologia, no sentido da sua flexibilização, sendo

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PORTARIA Nº 04, DE 06 DE FEVEREIRO DE 2011

ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PORTARIA Nº 04, DE 06 DE FEVEREIRO DE 2011 ATIVIDADES COMPLEMENTARES PARA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL PORTARIA Nº 04, DE 06 DE FEVEREIRO DE 2011 Dispõe sobre as normas operacionais para acompanhamento e registro das Atividades Complementares do Curso

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DO ABC. Anexo 3 REGULAMENTO DO CURSO DE MEDICINA DA FMABC ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE DE MEDICINA DO ABC. Anexo 3 REGULAMENTO DO CURSO DE MEDICINA DA FMABC ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDA MEDICINA DO ABC Anexo 3 REGULAMENTO DO CURSO MEDICINA DA FMABC S COMPLEMENTARES As atividades complementares (AC) são atividades curriculares de caráter independente, interdisciplinar e transversal

Leia mais

DIRETRIZES PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACG s) DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA FACULDADE HORIZONTINA

DIRETRIZES PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACG s) DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA FACULDADE HORIZONTINA DIRETRIZES PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (ACG s) DO CURSO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA FACULDADE HORIZONTINA HORIZONTINA SETEMBRO DE 2011 O aluno do Curso de Ciências Econômicas da Faculdade Horizontina,

Leia mais

Manual de Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Logística IFMG Campus Sabará

Manual de Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Logística IFMG Campus Sabará MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS SABARÁ Manual de Atividades Complementares do Curso Superior

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 03/2015 PPGT

RESOLUÇÃO Nº 03/2015 PPGT RESOLUÇÃO Nº 03/2015 PPGT Aprova os procedimentos e pontuação para as Atividades Programadas A presidente do Colegiado do PPGT, da UDESC CEART, no uso de suas atribuições e considerando a deliberação colegiada

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS-FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTONIO CARLOS DE UBERLÂNDIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Capítulo I Das Disposições Gerais ARTIGO 1º O presente Regulamento tem

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES O que são as atividades complementares? - as atividades complementares são um componente curricular obrigatório segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação

Leia mais

ATIVIDADES FORMATIVAS

ATIVIDADES FORMATIVAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 714. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 ATIVIDADES FORMATIVAS Resolução

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO EM PROCESSOS E MANIFESTAÇÕES CULTURAIS

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO EM PROCESSOS E MANIFESTAÇÕES CULTURAIS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO EM PROCESSOS E MANIFESTAÇÕES CULTURAIS Percentual atribuído aos itens do processo avaliativo: Curriculum Vitae: 30%; Produção Textual: 50%; Entrevista: 20%. Critérios

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 005, DE 22 DE JUNHO R E S O L U Ç Ã O : Art. 2º. Esta resolução entra em vigor na data de sua aprovação.

RESOLUÇÃO Nº 005, DE 22 DE JUNHO R E S O L U Ç Ã O : Art. 2º. Esta resolução entra em vigor na data de sua aprovação. RESOLUÇÃO Nº 005, DE 22 DE JUNHO 2011. Dispõe normas para o aproveitamento curricular de atividades complementares nos Cursos de Graduação da Faculdade de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. A DIRETORA

Leia mais

FACULDADE IESCAMP. Credenciado pela Portaria n 1.222, de 14 de Abril de REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE IESCAMP. Credenciado pela Portaria n 1.222, de 14 de Abril de REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Campinas, SP 2016 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I FINALIDADES Art.1 - As Atividades Complementares são componentes curriculares dos Cursos Superiores

Leia mais

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que:

A Congregação do Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia, no uso de suas atribuições, considerando que: PORTARIA INTERNA nº 55 Estabelece critérios e escalas para aferição de na avaliação de títulos em concursos para Professor Adjunto A do Instituto de Biologia da UFBA A Congregação do Instituto de Biologia

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 047/2013 (PARECER Nº 047/2013 CONSUN)

RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 047/2013 (PARECER Nº 047/2013 CONSUN) RESOLUÇÃO UnC-CONSUN 047/2013 (PARECER Nº 047/2013 CONSUN) Dispõe sobre as Atividades Complementares para os Cursos de Graduação, no âmbito da Universidade do Contestado. O Presidente do Conselho Universitário

Leia mais

CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO- ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO- ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS REGULAMENTO- ATIVIDADES COMPLEMENTARES As Atividades Complementares constituem parte da Carga Horária do Curso de Relações Internacionais da UNIFESP Osasco, em um total

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (UNI-BH) ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO (ACGs) CURSO DE NUTRIÇÃO

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (UNI-BH) ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO (ACGs) CURSO DE NUTRIÇÃO 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (UNI-BH) ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO (ACGs) CURSO DE NUTRIÇÃO 1. DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO Entende-se como Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO Este regulamento normatiza o cumprimento da carga horária relativa às atividades complementares para os cursos de graduação da Faculdade

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de Engenharia

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (UNIBH) Gabinete da Reitoria PORTARIA Nº 39, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2011

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (UNIBH) Gabinete da Reitoria PORTARIA Nº 39, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2011 CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE (UNIBH) Gabinete da Reitoria PORTARIA Nº 39, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2011 Aprova regulamento para as Atividades Complementares de Graduação (ACG) O Reitor do Centro

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares da Faculdade de Administração da Universidade de Rio Verde UniRV -. CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º As Atividades

Leia mais

RESOLUÇÃO CA N o 13 DE 11 DE JANEIRO DE 2001.

RESOLUÇÃO CA N o 13 DE 11 DE JANEIRO DE 2001. RESOLUÇÃO CA N o 13 DE 11 DE JANEIRO DE 2001. Altera os Anexos II, III e IV da Resolução CA n o 202/98 Regulamento da promoção de Professor de Ensino Superior. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO, no uso de suas

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS NUCLEO ACADÊMICO DE INFORMÁTICA E GESTÃO REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INTRODUÇÃO A Resolução nº 1, de 2 de fevereiro de 2004, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração, Bacharelado,

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, CESCAD ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO

COMISSÃO ESPECIAL DE CONCURSOS E AVALIAÇÃO DOCENTE, CESCAD ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DO MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO VI DO REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE DOCENTE PARA A AQUISIÇÃO DA ESTABILIDADE NO CARGO DE PROVIMENTO EFETIVO EM VIRTUDE DE CONCURSO PÚBLICO PARA A CARREIRA DO MAGISTÉRIO PÚBLICO DO ENSINO

Leia mais

Tabela de Conversão de horas - Atividades Complementares ESC- ECDE - EAETI - ENDH (Exceto Direito)

Tabela de Conversão de horas - Atividades Complementares ESC- ECDE - EAETI - ENDH (Exceto Direito) Tabela de Conversão de horas - s Complementares ESC- ECDE - EAETI - ENDH (Exceto Direito) GRADUAÇÃO BACHARELADO Dimensão por por Aproveitamento de disciplinas de cursos de Pós-graduação Stricto Sensu e

Leia mais

Relação Lattes/ Avaliação Cultura e Extensão Pesquisa em processo*

Relação Lattes/ Avaliação Cultura e Extensão Pesquisa em processo* Relação Lattes/ Avaliação Pesquisa em processo* Comissão de Universitária FAU/USP * Dúvidas ou sugestões nos envie um e-mail Detalhamento. (Atividades externas à USP e da especialidade em docência e pesquisa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, NATURAIS E DA SAÚDE - CCENS CURSO DE FARMÁCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, NATURAIS E DA SAÚDE - CCENS CURSO DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, NATURAIS E DA SAÚDE - CCENS CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 2016 Regulamento

Leia mais

10% da carga horária do componente curricular. 5 horas para cada 20 horas de curso (máximo de 15 horas por curso)

10% da carga horária do componente curricular. 5 horas para cada 20 horas de curso (máximo de 15 horas por curso) Quadro de atividades complementares de graduação deferidas pelo curso Número Modalidade Máximo de horas Instrumentos para avaliação 1. ATIVIDADES DE ENSINO 1.1 Componentes curriculares cursados em IES

Leia mais

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS BACHARELADO PORTO ALEGRE 15 SUMÁRIO CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CAMPUS DE COXIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CAMPUS DE COXIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL RESOLUÇÃO Nº 5, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2015. O COLEGIADO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE COXIM da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso Do Sul, no uso de suas atribuições

Leia mais

Plano Individual de Trabalho - Semestre Futuro

Plano Individual de Trabalho - Semestre Futuro Instituto Federal da Bahia - Campus Santo Amaro Departamento de Ensino Área: ELETROMECÂNICA Ano/Período Letivo: 206-2 Docente Elvio Prado da Silva Atividades de Ensino Realizadas no Semestre FUTURO Aulas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DO CÂMPUS APUCARANA DA UTFPR

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DO CÂMPUS APUCARANA DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL DO

Leia mais