NORMAS PARA INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "NORMAS PARA INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES"

Transcrição

1 NORMAS PARA INTEGRALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1. Introdução A formação profissional dos alunos exige a realização de atividades extraclasse, diretamente vinculadas à sua formação acadêmica, prática indicada pelas Diretrizes Curriculares estabelecidas pelo MEC, e consideradas no Projeto Pedagógico Institucional das FIJ. As Atividades Complementares objetivam estimular a prática de estudos independentes, transversais, opcionais, de interdisciplinaridade, de permanente e contextualizada atualização profissional específica, sobretudo nas relações com o mundo do trabalho, estabelecidas ao longo de cada curso, notadamente integrando-as às diversas peculiaridades regionais e culturais. Compreende-se como Atividade Complementar toda e qualquer atividade não inserida nas práticas pedagógicas previstas no desenvolvimento regular das disciplinas - obrigatórias ou optativas - do currículo de cada curso, desde que adequada à formação acadêmica e ao aprimoramento pessoal e profissional do aluno. As Atividades Complementares possibilitam o reconhecimento de habilidades e competências adquiridas fora do ambiente escolar, proporcionando ao aluno ampliação de sua formação com vivências e experimentos acadêmicos, internos ou externos ao curso. O planejamento, organização, oferta e avaliação das Atividades Complementares promovidas pelas FIJ devem levar em conta os objetivos definidos pelo Projeto Pedagógico Institucional e pelo Projeto Pedagógico de cada curso. 2. Das Modalidades de Atividades Complementares Consideram-se como Atividades Complementares aquelas promovidas pelas FIJ ou qualquer outra Instituição, acadêmica ou não, devidamente reconhecida e credenciada pelas FIJ. Podem ser classificadas nas seguintes modalidades: Ensino, Pesquisa e Extensão e Representação Estudantil. atividades: As modalidades especificadas poderão ser subdivididas nas seguintes 1

2 2.1 Ensino a) Disciplinas - A matrícula, freqüência e aproveitamento em disciplinas de graduação ou pós-graduação oferecidas pelas FIJ ou outras IES, por escolha do aluno, além da carga horária de disciplinas obrigatórias já previstas na grade curricular de seu curso. Esta matrícula fica condicionada à prévia aprovação da Coordenação após análise da aplicabilidade dos conhecimentos a serem adquiridos na formação do perfil profissional desejado; b) Estágios não obrigatórios - O efetivo exercício de estágio complementar (não obrigatório) em entidade pública ou privada, como processo de complementação da formação, mediante comprovação fornecida pela instituição em que o interessado completou a exigência legal do estágio desde que não inferior a 240 (duzentos e quarenta) horas, realizado no mesmo espaço de tempo utilizado pelo aluno para completar a sua graduação e dentro da área específica de sua formação; c) Monitoria - O efetivo exercício de monitoria em qualquer disciplina, previamente aprovada; e d) Atividades de ensino - O efetivo exercício de atividades de ensino, como processo de complementação da formação. e) Palestras, congressos etc - A efetiva participação em palestras realizadas nas FIJ e/ou outras instituições públicas ou privadas. f) Prática profissional - O efetivo exercício de atividades profissionais inerentes a sua formação. 2.2 Pesquisa a) Projetos de pesquisa - A participação em projetos institucionalizados de pesquisa, no período de realização do curso e devidamente comprovado; b) Iniciação à pesquisa - A participação em projetos de iniciação à pesquisa orientados por docente, com ou sem financiamento de instituições públicas ou privadas, e com a divulgação obrigatória dos resultados; c) Artigos científicos - O trabalho de pesquisa e redação de artigo ou ensaio, publicado efetivamente em jornal, revista acadêmica ou anais de congressos e conferências, em mídia impressa ou eletrônica, do qual será procedida a juntada de documento comprobatório respectivo; 2

3 d) Grupos de trabalho - A participação em grupos de trabalho com temas ou obras específicas da literatura do curso ou afim, coordenados e/ou orientados por docentes; e) Eventos - A apresentação comprovada de trabalhos ou comunicações em eventos culturais ou científicos, individual ou coletivamente, seja em semanas de iniciação científica, semana do curso, seminários e outros, organizados no âmbito das FIJ ou em outra IES, ou até mesmo fora do âmbito universitário; f) Defesas de dissertações e teses - O comparecimento comprovado a sessões públicas de defesa de trabalhos de final de curso, de defesa de dissertações de mestrado ou de teses de doutorado em área afim. Para cada comparecimento, deverá ser apresentado breve relatório, atribuindo-se carga horária de duas, três ou cinco horas, respectivamente, conforme a natureza dos trabalhos acima indicados. 2.3 Extensão e Representação Estudantil a) Atividades de extensão - A participação em projetos de extensão universitária, cursos, treinamentos promovidos pelas FIJ ou outras organizações, desde que aprovados pela Coordenação de Curso; b) Cursos e treinamentos - O comparecimento, comprovado, a cursos e treinamento realizados nas FIJ ou em outras instituições públicas ou privadas, cujo conhecimento teórico ou técnico seja compatível com o perfil e com as habilidades profissionais; c) Eventos - O comparecimento, comprovado, a eventos científico-culturais, realizados fora do âmbito das FIJ, cujo conhecimento teórico ou técnico seja compatível com o perfil e com as habilidades profissionais; d) Empresa Júnior - A participação em Empresa Júnior como dirigente ou empreendedor, desde que comprovada; e) Campanhas filantrópicas - A participação em campanhas filantrópicas; e f) Representação (acadêmica e turma) - O exercício de cargo de representação estudantil em entidade nacional ou regional, por período não inferior a seis meses. A participação em atividades extra-classe, como parte da formação integral do aluno, como por exemplo: semana de integração acadêmica, semana do curso, palestras, seminários, simpósios, exposições, feiras, debates, exibição e discussão de filmes e vídeos, 3

4 workshops, lançamento de livros, estudo dirigido, aula-extra, círculo de leitura, visitas orientadas, comissão organizadora de eventos acadêmicos e eventos similares; 3. Do Critério de Pontuação Para os cursos das FIJ o aluno deverá cumprir 160 horas aulas de Atividades Complementares, sob pena de não conclusão do curso. Esta carga horária poderá ser realizada ao longo de todo o curso. Serão atribuídos pontos (PAC) para cada atividade realizada. Cada ponto eqüivalerá a 01 hora para integralização da carga horária das atividades complementares. Os pontos (PAC) serão atribuídos em cada uma das quatro modalidades de atividades complementares obedecendo-se, contudo, aos seguintes parâmetros e limites quantitativos: ENSINO PESQUISA EXTENSÃO E REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL MÍNIMO EFETIVO PAC MODALIDADES EXIGIDO PARA VALIDAÇÃO P/ ATV COMPLEMENTAR PONTUAÇÃO MÁXIMA Disciplinas 40 h Estágios não obrigatórios 20h/semanais-01 ano Monitoria 04h/semanais-01 ano Atividades de ensino 04h/semanais-01 ano Palestras, congressos etc Prática profissional 20h/semanais-01 ano Projetos de Pesquisa 04h/semanais-01 ano Iniciação à pesquisa 04h/semanais-01 ano Artigos científicos Grupos de trabalho 04h/semanais-01 ano Eventos 04h Defesas de dissertações e teses Atividades de extensão 04h/semanais-01 ano Cursos e treinamentos 12h Eventos 04h Empresa Júnior 04h/semanais-01 ano Campanhas filantrópicas 04h/semanais-06 meses Representação (Acadêmica e de turma) 06 meses Das Atribuições 4.1 Dos Alunos a) Informar-se sobre as atividades oferecidas dentro ou fora das FIJ, divulgadas nos quadros de avisos e/ou no sítio da instituição, bem como inscrever-se nos programas participando efetivamente destes; b) Providenciar documentação comprobatória de sua participação nos programas realizados; 4

5 c) Apresentar à coordenação do curso, através do Relatório de Atividades Complementares (Anexo 1), com documentação comprobatória, se for o caso, original, para autenticação, e cópia, para integralização das horas de atividades complementares; d) Informar-se, valendo-se de consulta à secretaria das FIJ, sobre a integralização do quantitativo de horas de atividades complementares concedidas pela coordenação de curso; e) Acompanhar, periodicamente, a integralização das horas concedidas e buscar junto a coordenação de curso orientação para o cumprimento do quantitativo de horas necessárias para as atividades complementares durante a realização do curso de graduação. 4.2 Da Coordenação do Curso Analisar relatório para integralização de horas de atividades complementares, levando em consideração as seguintes observações: a) compatibilidade das atividades desenvolvidas com os objetivos do curso em que o aluno estiver matriculado; b) enquadramento da atividade complementar realizada com as modalidades oferecidas: ensino, pesquisa, extensão e representação estudantil; c) qualidade na realização das atividades; d) total de horas dedicadas à atividade; e e) orientar os alunos para que efetivamente seja cumprido programa de atividade complementar. Autenticar cópia da documentação comprobatória de atividades complementares apresentada pelo aluno, através da apresentação do documento original; 4.3 Da Secretaria Geral das FIJ a) receber da coordenação de curso os relatórios de atividade complementar, procedendo os registros necessários e arquivando-os nas pastas dos alunos; b) disponibilizar através dos meios existentes a integralização do quantitativo de horas de atividades complementares concedidas pela coordenação de curso. 4.4 Das Disposições Gerais a) esta norma entra em vigor na data de sua aprovação; b) os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação de Ensino; 5

6 c) revogam-se as disposições em contrário. 5. Do Regulamento da Atividade Complementar: a) A validação das Atividades Complementares é atribuição do Coordenador do Curso ou de um professor para tanto designado, sendo a Secretaria Geral o órgão competente para processar o registro dessas atividades complementares após verificada sua compatibilidade com o Regulamento das Atividades Complementares; b) A validação das Atividades Complementares deverá sempre ser fundamentada com documentos próprios; c) É obrigatória a integralização das 160 horas acima referenciadas, para obtenção do grau específico de cada curso; d) Os alunos que migraram dos antigos para os novos currículos deverão cumprir Atividades Complementares; e) Os alunos que ingressarem em cursos das FIJ, seja por transferência de outras instituições, seja por recadastramento, deverão cumprir Atividades Complementares com carga horária proporcional à carga horária pendente de integralização do curso nas FIJ, verificada na ocasião de sua transferência ou recadastramento; f) Veda-se o cômputo concomitante e sucessivo de Atividades Complementares com atividades desenvolvidas para o implemento da carga horária exigida para a prática em Estágio Supervisionado, para a elaboração e apresentação do Trabalho de Curso e para os trabalhos específicos das diversas disciplinas integrantes do currículo do curso; g) As Atividades Complementares podem ser desenvolvidas em qualquer semestre ou período letivo, inclusive no período de férias escolares, dentro ou fora do turno regular das aulas, sem prejuízo, no entanto, de quaisquer das atividades de ensino regular ministrado no curso de graduação, que são prioritárias; h) O graduando é livre para escolher atividades complementares que deseja desenvolver dentro de cada modalidade, para completar a totalidade das horas exigidas. i) A validação das Atividades Complementares será requerida pelo graduando interessado com apresentação do Relatório de Atividades Complementares, com os comprovantes de freqüência e com todas as demais provas inerentes às exigências formais e materiais de cada uma das modalidades, sem os quais serão indeferidos. 6

7 j) As validações e registro de Atividades Complementares deverão ser apresentados pelo aluno a cada semestre. k) Serão consideradas válidas todas as Atividades Complementares oferecidas pelas FIJ, juntando-se apenas o certificado de freqüência, que poderá consistir simplesmente na assinatura em lista de presença específica para esse fim; l) As Atividades Complementares realizadas serão validadas pelo Coordenador levando-se em conta o perfil desejado do formando, as competências e habilidades do curso e os conteúdos curriculares; m) Será respondido, em decisão fundamentada do Coordenador do Curso, no prazo de cinco dias úteis, pedido ou consulta, formalmente justificados, em que o graduando interessado indaga se determinada Atividade Complementar que deseja desenvolver se insere nas modalidades definidas para o presente Regulamento; n) As Atividades Complementares serão consolidadas em ficha individual do aluno, a cada semestre, com registro sucinto da atividade, conforme as modalidades e o número de horas no período e por atividade, devidamente lançado no histórico escolar pela Secretaria Geral sob o título Atividades Complementares. A documentação comprobatória da realização dessas atividades permanecerá arquivada na pasta do aluno podendo ser retirada quando da entrega do Diploma contra assinatura de recibo; o) Os alunos que ingressarem em cursos das FIJ por transferência de outras instituições poderão ter aproveitamento integral da carga horária em Atividades Complementares, que já tenha sido devidamente computada em seu histórico ou documento equivalente segundo as normas vigentes na instituição de origem; p) Não serão computadas como Atividades Complementares as que forem realizadas no período em que o aluno estiver com sua matrícula trancada; q) Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação de Ensino. 7

8 ANEXO 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES PONTUAÇÃO PAC ALUNO MATC CURSO TURMA EVENTO CARGA HORÁRIA DATA Faça um relatório do evento que participou, apontando suas observações e conclusões. No caso de participação em eventos externos, anexar comprovantes de participação (original, para autenticação, e cópia) / / COORDENADOR (ASSINATURA) MODALIDADE TOTAL PAC SECRETARIA (ASSINATURA) 8

Dispõe sobre as atividades complementares a serem cumpridas pelos alunos do Curso de Direito, como requisito para a graduação.

Dispõe sobre as atividades complementares a serem cumpridas pelos alunos do Curso de Direito, como requisito para a graduação. 1 COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO RESOLUÇÃO Nº 02 DE 14 DE MARÇO DE 2005. Dispõe sobre as atividades complementares a serem cumpridas pelos alunos do Curso de Direito, como requisito para a graduação.

Leia mais

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES ANEXO II REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Este regulamento é próprio das Atividades Complementares do Curso de Direito do Centro Universitário Dinâmica das Cataratas - UDC e será regido por essas

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. A análise e registro das atividades complementares serão realizados pelo Núcleo de Extensão e Apoio à Cultura NEAC,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO- CULTURAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO- CULTURAIS REGULAMENTO DAS COMPLEMENTARES ACADÊMICO-CIENTÍFICO- CULTURAIS CURSO DE MATEMÁTICA 2006 2 Regulamento das ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS do Curso de Matemática do Centro Universitário Luterano de Palmas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Baseando-se no Regulamento dos Cursos de Graduação da UFF e na Instrução de Serviço PROAC n.º 02, o Colegiado do Curso de Ciências

Leia mais

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA CAMPUS DE RIO PARANAÍBA COORDENAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS Campus Universitário - Caixa Postal 22 - Rio Paranaíba - MG - 38810-000 REGULAMENTO N. 1, DE 8 DE AGOSTO

Leia mais

REGULAMENTO - ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO - ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Engenharia Civil do Centro Universitário do Cerrado- Patrocínio UNICERP. Capítulo I Das Disposições Gerais Art. 1º. Este Regulamento dispõe sobre as

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE GOVERNADOR VALADARES FUNDAÇÃO FUPAC REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º - As Atividades Complementares integram

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS Art. 1º - Este Regulamento visa normatizar as Atividades Complementares do Curso de História. Parágrafo único As Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Complementares (AC) atendem ao Parecer n 776/97 da CES, que trata das Diretrizes Curriculares dos cursos de graduação,

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares (AC) atendem ao Parecer n 776/97 da CES, que trata das Diretrizes Curriculares dos Cursos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE MATEMÁTICA O Colegiado do Curso de Matemática do Instituto de Ciências Exatas (ICEx) da Universidade

Leia mais

MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS

MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS MANTENEDORA ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE AECISA MANTIDA FACULDADE PERNAMBUCANA DE SAÚDE- FPS REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES RECIFE/PE Atualizado em 21 de setembro de 2015 1 SUMÁRIO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I - DA NATUREZA Art. º Consideram-se como Atividades Complementares do Engenharia de Produção, todas as atividades relacionadas com projetos de pesquisa,

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial. Prof. Me. Vitor Paulo Boldrin Organizador. ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial. Prof. Me. Vitor Paulo Boldrin Organizador. ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento Curso Superior de Tecnologia em Gestão Empresarial Prof. Me. Vitor Paulo Boldrin Organizador ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS Regulamento Jales 2016 APRESENTAÇÃO E EMENTA O presente texto visa

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES - AACC

REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES - AACC REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES - AACC FACULDADE EVOLUÇÃO ALTO OESTE POTIGUAR - FACEP PAU DOS FERROS RN 2015 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO E DOS OBJETIVOS

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DE COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO E DOS OBJETIVOS Art. 1 Esse regulamento rege as atividades complementares dispostas nos projetos de cursos de graduação da Faculdade Católica

Leia mais

CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO REGIMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Patrocínio, junho de 2013 SUMÁRIO Título I - Disposições Preliminares... 02 Título II - Da Caracterização... 02 Capítulo I Dos

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES O que são as atividades complementares? - as atividades complementares são um componente curricular obrigatório segundo as Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação

Leia mais

Curso: Administração

Curso: Administração REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Administração Nova Serrana Fevereiro de 2017 Credenciada pelo MEC conforme Portaria 2.923 de 14/12/2001 DOU 2 de 18/12/2001 Seção 1 página 27. Recredenciamento

Leia mais

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MARECHAL RONDON REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA São Manuel 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA DA FMR As Atividades Complementares,

Leia mais

FACULDADE ERNESTO RISCALI REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE ERNESTO RISCALI REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE ERNESTO RISCALI REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OLÍMPIA 04 ATIVIDADES COMPLEMENTARES Definição De acordo com as diretrizes curriculares nacionais, as Atividades Complementares se inserem

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE ARTHUR THOMAS Art. 1º. As Atividades Complementares Obrigatórias para o Curso de Graduação em Direito totalizam 240

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Belo Horizonte 2015 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementares do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética do Centro Universitário

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM CAPÍTULO I DEFINIÇÃO Art. 1º As Atividades Complementares, com a sigla ACs, do Curso de Enfermagem têm a obrigatoriedade ditada pelas Diretrizes

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Centro Universitário Central Paulista Cursos de Engenharia REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO UNICEP Considerando que as Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação

Leia mais

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES MINUTA DE REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA FCHS Aprovado pela Congregação em 01/03/2011 TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este regulamento normatiza o cumprimento

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI

RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI RESOLUÇÃO Nº 032/07 CONSUNI APROVA O REGULAMENTO QUE NORMATIZA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS. A Presidente do Conselho Universitário CONSUNI

Leia mais

Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Conselho Acadêmico do Curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação

Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação. Conselho Acadêmico do Curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação Faculdade de Biblioteconomia e Ciência da Informação Conselho Acadêmico do Curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação Regulamento de Atividades Complementares São Paulo Março/2012 SUMÁRIO CAPÍTULO

Leia mais

Unidade Sede: Rua Marquês do Herval, 701 Centro Caxias do Sul (RS) CEP: Unidade Ana Rech: Avenida Rio Branco, 1595 Bairro Ana Rech Caxias

Unidade Sede: Rua Marquês do Herval, 701 Centro Caxias do Sul (RS) CEP: Unidade Ana Rech: Avenida Rio Branco, 1595 Bairro Ana Rech Caxias OBJETIVO: As Atividades Complementares têm por objetivos: a) desenvolver a autonomia intelectual do acadêmico, favorecendo sua participação em atividades de estudos diversificados que contribuam para a

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares. Faculdade Paulus de Comunicação

Regulamento das Atividades Complementares. Faculdade Paulus de Comunicação Faculdade Paulus de Comunicação CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades Complementares, práticas acadêmicas obrigatórias cujo cumprimento

Leia mais

Regulamento de Atividades Complementares. Curso de Jornalismo

Regulamento de Atividades Complementares. Curso de Jornalismo Regulamento de Atividades Complementares Curso de Jornalismo O cumprimento de 300 horas acumulativas em atividades complementares é obrigatório para os alunos do curso de Jornalismo do UniBrasil Centro

Leia mais

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 30 de junho de 2016.

RESOLUÇÃO. Santa Rosa, RS, 30 de junho de 2016. RESOLUÇÃO CAS Nº 12/2016 DISPÕE SOBRE REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENFERMAGEM DAS FACULDADES INTEGRADAS MACHADO DE ASSIS FEMA. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR face ao disposto

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA ESADE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES.

REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA ESADE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES. REGIMENTO INTERNO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA DA ESADE LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES. O Diretor da Esade Laureate International Universities, no uso de suas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, NATURAIS E DA SAÚDE - CCENS CURSO DE FARMÁCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, NATURAIS E DA SAÚDE - CCENS CURSO DE FARMÁCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS, NATURAIS E DA SAÚDE - CCENS CURSO DE FARMÁCIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA 2016 Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAMPUS SANTA TERESA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE AGRONOMIA DO IFES CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º - As atividades complementares são parte integrante do Projeto Pedagógico do Curso de Agronomia

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Direito. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Art. 1 - O presente Regulamento baseia-se na obrigatoriedade do cumprimento das horas destinadas às

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Graduação Campus Diadema-Departamento de Ciências Biológicas

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo Pró-Reitoria de Graduação Campus Diadema-Departamento de Ciências Biológicas Regulamento das Atividades Acadêmico-Científico e Culturais Normatização Regulamenta as atividades acadêmico-científicoculturais do Curso de Bacharelado em Ciências Biológicas, UNIFESP, Diadema. Art. 1º.

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES INTRODUÇÃO A Resolução nº 1, de 2 de fevereiro de 2004, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Administração, Bacharelado,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 32/16, de 20/07/16. Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento tem

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 04/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 04/2015 ANO XLV N. 078 26/05/2015 SEÇÃO II PÁG. 028 RESOLUÇÃO TGT Nº 04/2015 Niterói, 06 de maio de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 06/05/2015,

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Aprovado em CEPE e CAS Processo 007/2016 Parecer 007/2016 de 10/03/2016. REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES O presente Regulamento dispõe

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM PUBLICIDADE E PROPAGANDA Artigo 1º - O presente Regulamento baseia-se na obrigatoriedade do cumprimento das horas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Art. 1º. As atividades complementares têm por finalidade oportunizar ao acadêmico a realização, concomitantemente às disciplinas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE FLEXIBILIZAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA. CAPÍTULO I Definição

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE FLEXIBILIZAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA. CAPÍTULO I Definição REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE FLEXIBILIZAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA CAPÍTULO I Definição Art. 1º A flexibilização curricular envolve atividades acadêmicas previstas no projeto pedagógico do Curso de Medicina

Leia mais

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Outubro de 2015

REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES. Curso: Pedagogia. Nova Serrana Outubro de 2015 REGULAMENTO ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES Curso: Pedagogia Nova Serrana Outubro de 2015 Curso de Pedagogia - Licenciatura: Autorizado conforme Portaria 601 de 29/10/2014 DOU 210 de 30/10/2014 Seção

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ESTUDOS INDEPENDENTES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Artigo 1º - O presente Regulamento baseia-se na obrigatoriedade do cumprimento das horas destinadas

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES/ATIVIDADES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente conjunto de normas tem por finalidade regulamentar as Atividades Complementares e Atividades

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO MATRIZ 2006

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO MATRIZ 2006 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO MATRIZ 2006 I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar o oferecimento, o aproveitamento e a

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE DA ASCES.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE DA ASCES. REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DA ÁREA DE SAÚDE DA ASCES. 1. JUSTIFICATIVA Tomando-se como referência a missão institucional ASCES que visa o favorecimento da qualificação formal,

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC. Regulamento de Atividades Complementares

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC. Regulamento de Atividades Complementares Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC Regulamento de Atividades Complementares Aplicável aos cursos e alunos matriculados nas estruturas curriculares implementadas a partir do 1º semestre de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS DOS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - CAMPUS BOA VISTA.

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS DOS CURSOS SUPERIORES DO INSTITUTO FEDERAL DE RORAIMA - CAMPUS BOA VISTA. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CAMPUS BOA VISTA REGULAMENTO

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS - CCHS CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS - CCHS CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES UNIVERSIDADE DE CRUZ ALTA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS - CCHS CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Capítulo I - Do Conceito e das Finalidades Art. 1º. O presente

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM SECRETARIADO EXECUTIVO. Regulamento de Atividades Complementares

CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM SECRETARIADO EXECUTIVO. Regulamento de Atividades Complementares CURSO DE GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA EM SECRETARIADO EXECUTIVO Regulamento de Atividades Complementares O presente Regulamento disciplina o funcionamento e o registro acadêmico das Atividades Complementares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FARMÁCIA SOCIEDADE REGIONAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA LTDA. SOREC FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL FACIMED Portaria Ministerial nº. 2.810 de 13/12/2001 DOU de 17/12/2001 CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA Reconhecido

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE)

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB) CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CONSEPE) RESOLUÇÃO N.º 1022/2008 Publicado no D.O.E. de 18-12-08, p.45/46 Regulamenta as Atividades Complementares

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares

Regulamento das Atividades Complementares Serviço Público Federal Universidade Federal de Goiás - UFG Campus Catalão - CAC Curso de Química Regulamento das Atividades Complementares Artigo 1 o - As atividades complementares (AC) é o conjunto de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO- CIENTÍFICO-CULTURAIS DO CURSO DE LETRAS DA FACULDADE DE PRESIDENTE PRUDENTE - FAPEPE REGULAMENTO DAS ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA - UNIFOR REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA (Ato de Aprovação: Resolução do Reitor nº 22/2012

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA CNEC/IESA MATRIZ 2016

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA CNEC/IESA MATRIZ 2016 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DA CNEC/IESA MATRIZ 2016 CAPÍTULO I OBJETO DE REGULAMENTAÇÃO Art. 1º O presente conjunto de normas tem por finalidade formalizar a oferta,

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA ATIVIDADES COMPLEMENTARES MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA Ribeirão Pires 2016 Missão da FIRP

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE BARRETOS - UNIFEB Da exposição de motivos Considerando que a disciplina Atividades Complementares

Leia mais

ANEXO I ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS - AACC, PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA, DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS, DE JABOTICABAL, SP

ANEXO I ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS - AACC, PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA, DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS, DE JABOTICABAL, SP ANEXO I ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS - AACC, PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA, DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS, DE JABOTICABAL, SP JUSTIFICATIVA De acordo com a Resolução nº CNE/CP 2, de 19

Leia mais

Manual de Atividades Complementares

Manual de Atividades Complementares CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Manual de Atividades Complementares Belo Horizonte 1 Prezado(a) aluno(a): Este é o Manual de Atividades Complementar

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/PPGEDU, DE JULHO DE 2013.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/PPGEDU, DE JULHO DE 2013. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001/PPGEDU, DE JULHO DE 2013. Define as modalidades de Atividades Curriculares Complementares do Programa de Pós-Graduação em Educação. A Comissão de Pós-Graduação, no uso de suas

Leia mais

REGULAMETO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMETO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA DEPARTAMENTO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO CÂMPUS BOA VISTA REGULAMETO DAS

Leia mais

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES UNIÃO DAS INSTITUIÇÕES DE SERVIÇOS, ENSINO E PESQUISA LTDA. REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES São Paulo 2010 I Das disposições gerais Art. 1º. O seguinte regulamento tem por objetivo

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA FLORIANÓPOLIS 2013 REGULAMENTO

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA Belo Horizonte 2016 Presidente do Grupo Splice Antônio Roberto Beldi Reitor João Paulo Barros Beldi Secretária-Geral Jacqueline Guimarães Ribeiro

Leia mais

RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Nº 02 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2015 UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO EUFRÁSIO DE TOLEDO DE PRESIDENTE PRUDENTE;

RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Nº 02 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2015 UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO EUFRÁSIO DE TOLEDO DE PRESIDENTE PRUDENTE; RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Nº 02 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2015 Altera as disposições da Resolução Pró-Reitoria EPE nº 01 de 26/02/2015 que estabelece normas para a realização das Atividades Complementares

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Resolução NDE/GESTÃO DA INFORMAÇÃO/FIC nº 01/2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO GESTÃO DA INFORMAÇÃO. Resolução NDE/GESTÃO DA INFORMAÇÃO/FIC nº 01/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO CURSO GESTÃO DA INFORMAÇÃO Resolução NDE/GESTÃO DA INFORMAÇÃO/FIC nº 01/2014 Normatiza os arts. 14 e 89 do Regulamento Geral de Cursos

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as Atividades Complementares nas modalidades presencial e Educação

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (JOR90) 1

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (JOR90) 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, LETRAS E ARTES VISUAIS CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL HABILITAÇÃO EM JORNALISMO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES (JOR90) 1 Boa Vista-RR 2014

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FESPPR/FESP CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FESPPR/FESP CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES GERAIS 1 FACULDADE DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO PARANÁ Mantenedora: Fundação de Estudos Sociais do Paraná CNPJ: 76.602.895/0001-04 Inscr. Estadual: Isento Rua Dr. Faivre, 141 Fone (0xx41) 3028-6500 CEP 80060-140 Curitiba

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE IDEAL PAULISTA

REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE IDEAL PAULISTA REGULAMENTO GERAL DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE IDEAL PAULISTA 1 APRESENTAÇÃO Este Regulamento visa esclarecer ao acadêmico, a estrutura, o funcionamento e o modo de

Leia mais

PORTARIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E HUMANAS Nº 11, DE 11 DE ABRIL DE 2014

PORTARIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E HUMANAS Nº 11, DE 11 DE ABRIL DE 2014 PORTARIA DO CENTRO DE CIÊNCIAS NATURAIS E HUMANAS Nº 11, DE 11 DE ABRIL DE 2014 Dispõe sobre o Regulamento das Atividades Complementares do curso de Licenciatura em Filosofia. O DIRETOR DO CENTRO DE CIÊNCIAS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 005, DE 22 DE JUNHO R E S O L U Ç Ã O : Art. 2º. Esta resolução entra em vigor na data de sua aprovação.

RESOLUÇÃO Nº 005, DE 22 DE JUNHO R E S O L U Ç Ã O : Art. 2º. Esta resolução entra em vigor na data de sua aprovação. RESOLUÇÃO Nº 005, DE 22 DE JUNHO 2011. Dispõe normas para o aproveitamento curricular de atividades complementares nos Cursos de Graduação da Faculdade de Fisioterapia e Terapia Ocupacional. A DIRETORA

Leia mais

COORDENAÇÃO DO CURSO DE C.S.T. EM PROCESSOS QUÍMICOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, 14 DE SETEMBRO DE 2009

COORDENAÇÃO DO CURSO DE C.S.T. EM PROCESSOS QUÍMICOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, 14 DE SETEMBRO DE 2009 COORDENAÇÃO DO CURSO DE C.S.T. EM PROCESSOS QUÍMICOS PORTARIA NORMATIVA Nº 1, 14 DE SETEMBRO DE 2009 Institui as normas e as atividades aprovadas para o aproveitamento de carga horária para compor atividades

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 CENTRO UNIVERSITÁRIO NEWTON PAIVA MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES BELO HORIZONTE 2014 2 1. APRESENTAÇÃO Atividades Complementares - AC- são aquelas desenvolvidas pelos alunos como complementação

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA CAPÍTULO I DAS CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES Art.1º O presente Regulamento disciplina a oferta, o funcionamento e o registro acadêmico das

Leia mais

Regulamento das Atividades Complementares. do CURSO DE PEDAGOGIA

Regulamento das Atividades Complementares. do CURSO DE PEDAGOGIA 1 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR SETI UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ UNESPAR CAMPUS APUCARANA Regulamento das Atividades Complementares do CURSO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES SOBRAL - CE ÍNDICE PÁG. CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 01 CAPÍTULO II - DA COORDENAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 03 CAPÍTULO III - DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Aprovado pela Resolução CONSUNI nº 17/14, de 21/05/14. Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento

Leia mais

NORMAS DE ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS FAGAMMON

NORMAS DE ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS FAGAMMON NORMAS DE ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS FAGAMMON Lavras/MG 2014 Praça Dr. Augusto Silva, 616 Centro CEP 37200-000 Tel: (35) 3694 2150 LAVRAS MG e-mail: unigammon@gammon.br SUMÁRIO 1. Disposições

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA Art. 1º. O presente regulamento tem como finalidade regular as atividades complementares

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CAMPUS DE COXIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CAMPUS DE COXIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL RESOLUÇÃO Nº 5, DE 5 DE FEVEREIRO DE 2015. O COLEGIADO DE CURSO DO CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DO CÂMPUS DE COXIM da Fundação Universidade Federal de Mato Grosso Do Sul, no uso de suas atribuições

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ALEGRETE CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NORMAS DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS ALEGRETE CURSO DE ENGENHARIA MECÂNICA NORMAS DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO NORMAS DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DEFINIÇÃO DE ATIVIDADE COMPLEMENTAR DE GRADUAÇÃO (ACG) Art. 1º - Atividade Complementar de Graduação (ACG) é definida como atividade desenvolvida pelo

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Art. 1º Com base no disposto no Art. 79 do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação da Universidade Federal

Leia mais

RESOLUÇÃO EECA/UFG N 02/2015

RESOLUÇÃO EECA/UFG N 02/2015 RESOLUÇÃO EECA/UFG N 02/2015 Define critérios para a validação da carga horária das Atividades Complementares e para o registro das horas daquelas que forem validadas. O Conselho Diretor da da, no uso

Leia mais

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO

UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DA UNIVERSIDADE CASTELO BRANCO CAPÍTULO I Das Considerações Preliminares Art.1º O presente Regulamento disciplina a oferta, o funcionamento e o registro acadêmico

Leia mais

PORTARIA N. 04, de 29 de agosto de 2011 (TEXTO COMPILADO)

PORTARIA N. 04, de 29 de agosto de 2011 (TEXTO COMPILADO) PORTARIA N. 04, de 29 de agosto de 2011 (TEXTO COMPILADO) Estabelece regras para o cômputo das horas de atividades complementares do curso de graduação em Direito da Escola de Direito de Brasília/EDB.

Leia mais

Recredenciamento Portaria MEC 347, de D.O.U

Recredenciamento Portaria MEC 347, de D.O.U REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art 1º. Das Disposições Preliminares O presente instrumento tem por finalidade regulamentar as Atividades Complementares dos cursos de graduação da Faculdade Inedi

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL CURSO DE FONOAUDIOLOGIA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES COORDENADORA Susana Elena Delgado ELABORAÇÃO Conselho do Curso 20 2 INTRODUÇÃO A Lei de Diretrizes e Bases

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO REGULAMENTAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES Estabelece normas e procedimentos para realização de Atividades Complementares pelos

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DO IF BAIANO - CAMPUS URUÇUCA

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE TURISMO DO IF BAIANO - CAMPUS URUÇUCA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS URUÇUCA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR

Leia mais

ANEXO III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE PSICOLOGIA. Do Objetivo das Atividades Complementares

ANEXO III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE PSICOLOGIA. Do Objetivo das Atividades Complementares ANEXO III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES DO CURSO DE PSICOLOGIA Do Objetivo das Atividades Complementares Artigo 1º - O objetivo das Atividades Complementares é o enriquecimento da

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ATIVIDADES COMPLEMENTARES RESOLUÇÃO Nº117, DE 8 DE DEZEMBRO DE 2015. O COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA DA FACULDADE DE ENGENHARIAS, ARQUITETURA E URBANISMO E GEOGRAFIA da Fundação Universidade Federal de

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS, CIENTÍFICAS E CULTURAIS COMPLEMENTARES - AACC CAPÍTULO I DAS FINALIDADES. Artigo 1º As Atividades Acadêmicas, Científicas e Culturais - AACC Atividades são consideradas

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PROGRAMA DE MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO - PPGDir COLEGIADO DE CURSO RESOLUÇÃO 01/2016 ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS PROGRAMA DE MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO - PPGDir COLEGIADO DE CURSO RESOLUÇÃO 01/2016 ATIVIDADES COMPLEMENTARES RESOLUÇÃO 01/2016 ATIVIDADES COMPLEMENTARES O Colegiado do Curso de Mestrado Acadêmico em Direito da Universidade de Caxias do Sul, no exercício das atribuições que lhe confere o regulamento do Programa

Leia mais