RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA"

Transcrição

1 RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA Apresentação: Gestor do Projeto: Lissandro Dorneles Dalla Nora COREDE: Central Instituição Gestora / Mantenedora: Centro Universitário Franciscano - UNIFRA Signatário do Convênio: Instituição SCALIFRA Responsável Presidente Valderesa Moro UNIFRA Reitora Iraní Rupolo

2 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA Edital Nº. 04/2012 SÍNTESE DO PROJETO ITEC Ação Empreendedora Convenio SCIT 38/2012 Processo /12-5

3 PROJETO: ITEC Ação Empreendedora Assinatura: Vencimento: Pagamento: Atualização: Instituição Gestora: Centro universitário Franciscano - UNIFRA Gestor do Projeto: Lissandro Dorneles Dalla Nora Fone: (55) / Fax: (55) Endereço de contato: Av. Rio Branco 639, 4º andar CEP: Santa Maria - RS I. OBJETO: Fortalecimento dos empreendimentos inovadores e sensibilização de futuros empreendedores. II. OBJETIVO GERAL Apoiar e fortalecer empreendimentos inovadores, disponibilizando infraestrutura, apoio técnico e administrativo e fomentando o surgimento de novas empresas dentro do meio acadêmico. III. OBJETIVOS ESPECÍFICOS a) Ampliar a infraestrutura existente para consolidação dos empreendimentos inovadores; b) Promover novos empreendimentos inovadores para constituir polo regional com geração de renda e emprego; c) Difundir o habitat de inovação, estimulando ações de apoio a empreendedores em processos articulados com outras incubadoras; d) Atuar na transformação empreendedora, agregando valor às atividades empresariais, gerando diferencial competitivo; e) Propagar a articulação entre universidade, empresas e sociedade, na promoção do desenvolvimento tecnológico inovador e sustentável.

4 IV. METAS: 1. Implementar o espaço para, no mínimo, 12 empresas e um auditório para 30 pessoas. Comprovação da meta: apresentar Relatório Técnico demonstrando a efetiva instalação dos equipamentos e instalações na incubadora, acompanhada de documentação comprobatória, com fotos. Para demonstrar a capacidade de operação, apresentar, pelo menos dois eventos realizados no auditório. 2. Realizar 3 cursos de sensibilização em Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo para os alunos da UNIFRA (cursos nas áreas da vida, da ciência e tecnologia e da economia e sociedade), abrangendo 800 alunos, com duração mínima de 4 horas cada curso. atividade; cópia da lista de presença e as instituições/empresas que representam; cópia do material de divulgação (folders e banners criados); fotografias; o currículo vitae do palestrante e demais documentos que possam comprovar a execução da meta. 3. Realizar 4 palestras com o tema Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo, com duração mínima de 4 horas cada, para no mínimo 75 participantes cada, para os empreendedores e a comunidade local. atividade; cópia da lista de presença e as instituições/empresas que representam; cópia do material de divulgação (folders e banners realizados); fotografias; o currículo vitae do palestrante e demais documentos que possam comprovar a execução da meta. 4. Realizar 6 capacitações em Gerenciamento de empreendimentos, disponibilizando 20 vagas para os profissionais das empresas incubadas, com no mínimo 6 horas cada capacitação. atividade; cópia da lista de presença e as empresas que representam, observando a presença de, pelo menos, 2 representantes de cada empresas incubada; cópia do material de divulgação (folders e banners realizados); o currículo vitae do palestrante e demais documentos que possam comprovar a execução da meta. 5. Realizar 6 capacitações em Gestão Contábil, disponibilizando 20 vagas para os profissionais das empresas incubadas, com no mínimo, 6 horas cada capacitação. atividade; cópia da lista de presença e as empresas que representam, observando a presença de, pelo menos, 2 representantes de cada empresas incubada; cópia do material de divulgação (folders e banners realizados); o currículo vitae do palestrante e demais documentos que possam comprovar a execução da meta. 6. Realizar 6 capacitações em Direito Empresarial, disponibilizando 20 vagas para os profissionais das empresas incubadas, com no mínimo, 6 horas cada capacitação. Comprovação da meta:: apresentar Relatório Técnico com o conteúdo programático da atividade; cópia da lista de inscritos e as empresas que representam, observando a presença de, pelo menos, 2 representantes de cada empresas incubada; cópia do material de divulgação (folders e banners realizados); o currículo vitae do palestrante e demais documentos que possam comprovar a execução da meta.

5 7. Realizar 6 capacitações em Gestão da Marca e Publicidade, disponibilizando 20 vagas para os profissionais das Empresas incubadas, com no mínimo, 6 horas cada capacitação. atividade; cópia da lista de presença e as empresas que representam, observando a presença de, pelo menos, 2 representantes de cada empresas incubada; cópia do material de divulgação (folders e banners realizados); o currículo vitae do palestrante e demais documentos que possam comprovar a execução da meta. 8. Instalar, no mínimo, 03 novas empresas de base tecnológica para a incubadora. Comprovação da meta: apresentar Relatório Técnico demonstrando a estratégia utilizada e as ações tomadas para a atração e seleção das empresas, bem como, os documentos que comprovem a adesão e a efetiva instalação das mesmas, tais como cópia dos contratos de incubação assinados, dentre outros documentos que possam comprovar o cumprimento da meta. 9. Representar a Incubadora ITEC em no mínimo 2 Eventos Nacionais promovidos pela ANPROTEC (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores) sobre Parques e Incubadoras Tecnológicas. Comprovação da meta: apresentar Relatório Técnico demonstrando a programação do evento, as ações de prospecção e intercâmbio realizadas nos eventos, uma cópia do certificado de participação, e demais documentos que possam comprovar o cumprimento da meta. 10. Representar a Incubadora ITEC em no mínimo 24 Encontros da REGINP (Rede Gaúcha de Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos). Comprovação da meta: apresentar Relatório Técnico demonstrando a programação dos Encontros, as ações institucionais tomadas para o crescimento da Incubadora, uma cópia da ata (ou declaração) que comprove a efetiva participação e demais documentos que possam comprovar o cumprimento da meta.

6 V. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO 24 MESES Atividades Trimestres n.º Descrição 1/3 4/6 7/9 10/12 13/15 16/18 19/21 22/24 1 Relatórios trimestrais e finais 2 Prestação de Contas Financeira à SCIT 3 4 Curso de sensibilização em Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo. Realizar 6 capacitações em Gerenciamento de empreendimentos 5 Realizar 6 capacitações em Gestão Contábil 6 Realizar 6 capacitações em Direito Empresarial 7 8 Realizar 6 capacitações em Gestão da Marca e Publicidade Implementar o espaço físico para no mínimo 12 empresas incubadas, conferindo-as suporte administrativo e de equipamentos 9 Implementar o espaço de auditório para 120 pessoas Representatividade da incubadora no âmbito nacional junto a ANPROTEC. Representatividade da incubadora no âmbito estadual junto a REGINP. Representatividade da incubadoras no âmbito municipal junto ao Parque Tecnológico de Santa Maria e a Agência de Desenvolvimento

7 VI. PLANO DE APLICAÇÃO DE RECURSOS a) APOIO DA SECRETARIA SCIT Equipamentos e Outros Materiais Permanentes QTDE Nº ESPECIFICAÇÃO CUSTO 1 2 Impressora R$ 1.060, PROJETOR R$ , Plotter R$ , Estação Total R$ , Cadeiras fixa com prancheta para auditório R$ , Mesas de escritório em MDF de 1,40mX0,80m R$ 8.700, Cadeiras estofada modelo 71 com estrutura metálica R$ 2.800, Ar condicionado para novas salas R$ , MakeMoney 10 - software de planejamento de R$ 3.250, Câmera Digital R$ 1.950, Sensor Kinect para PC R$ 5.000, Visual Studio 2012 Professional with MSDN R$ 2.657, Webcam R$ 2.050, Projetor Epson PowerLite 1750 R$ 6.300, Fragmentadora de Papel R$ 710,00 Sub-total R$ ,83 Serviços de Terceiros N HORAS ESPECIFICAÇÃO DO SERVIÇO CUSTO Implementação do Auditório Instalação de equipamentos ar condicionado R$ , Instalação de divisórias das salas R$ 1.360, Instalação de estrutura de apresentação do auditório R$ 4.800, Instalação das cadeiras do auditório R$ 960, Instalação da iluminação do auditório R$ 4.800,00 Consultorias 6 36 Consultores em Direito empresarial R$ 5.472, Consultores em Gerenciamento de empreendimentos R$ 5.472, Consultores em Gestão contábil R$ 5.472, Consultores em Gestão de marcas e publicidade R$ 5.472,00 Sub-total R$ ,00

8 Material de Consumo QTDE Nº ESPECIFICAÇÃO CUSTO Folders de divulgação da "Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo", nos cursos da área Ciência da Vida R$ 1.924,00 Folders de divulgação da "Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo", nos cursos da área de Ciência e tecnologia R$ 1.924,00 Folders de divulgação da "Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo", nos cursos da área Economia e sociedade R$ 1.924,00 Folders de divulgação da "Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo", para as palestras aos Empreendedores R$ 888, Folders de divulgação das capacitações R$ 888,00 Banners 0,90 x 1,10m: Capacitação Empreendedora e 6 2 Empreendedorismo, nos cursos da área Ciência da Vida R$ 150,00 Banners 0,90 x 1,10m: Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo, nos cursos da área de Ciência e 7 2 tecnologia R$ 150,00 Banners 0,90 x 1,10m: Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo", nos cursos da área Economia e 8 2 sociedade R$ 150,00 Banners 0,90 x 1,10m: Capacitação Empreendedora e Empreendedorismo", para os empreendedores e 9 2 comunidade em geral. R$ 150,00 Banners 0,90 x 1,10 para utilização nas atividades do projeto - capacitação R$ 900, Pen Drive - contendo matérial digital das palestras. R$ 4.000, Cabo de rede - classe 5E R$ 1.500, cabo patch cord de ligação computador até a máquina R$ 75,00 PEN DRIVE DTE30/16GB DATA TREVELER ELITE GB USB 3.0 R$ 850,00 Sub-total R$ ,00 DA SCIT R$ ,83

9 b) CONTRAPARTIDA DA UNIVERSIDADE Pessoal NOME FORMAÇÃO FUNÇÃO NO PROJETO ADMINISTRATIVO A defenir Administração HORAS CUSTO Controle e aplicação dos equipamentos, responsável pelas palestras/cursos de sensibilização 2080 R$ ,00 Sub-total R$ ,00 Serviços de Terceiros CUSTO ESPECIFICAÇÃO DO SERVIÇO Nº QTDE Participação na REGINP (24 encontros) 1 24 Transporte para representação nas reuniões da Reginp R$ 4.800, Alimentação para representação nas reuniões da Reginp R$ 1.320, Hospedagem viagens REGINP R$ 2.640,00 Participação na ANPROTEC (2 encontros - de 5 dias cada) 4 10 Alimentação pararepresentação nos eventos Anprotec R$ 550, Hospedagem viagens ANPROTEC R$ 1.100, Tranporte para representação nos eventos Anprotec R$ 2.000,00 Sub-total R$ ,00 Equipamentos e Outros Materiais Permanentes ESPECIFICAÇÃO/JUSTIFICATIVA CUSTO N QTDE Divisórias de eucatex R$ 4.490,00 Sub-total R$ 4.490,00 Total UNIFRA R$ ,00 GERAL DO PROJETO R$ ,83 VII. CRONOGRAMA DE DESEMBOLSO O desembolso dos recursos da SCIT será em parcela única.

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO Gestor do Projeto Marco Antonio Fernandes de Oliveira COREDE

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA Gestor do Projeto Carlos Oberdan Rolim COREDE APRESENTAÇÃO Conselho Regional

Leia mais

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO Título do Projeto: Reciclagem e avaliação da degradação de resíduos da indústria de calçados Título Original: Estudo da reciclagem de resíduos gerados pela indústria de calçados

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 05/2012 APOIO À INDÚSTRIA CRIATIVA RS TECNÓPOLE. Gestor do Projeto: João Guilherme Barone Reis e Silva

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 05/2012 APOIO À INDÚSTRIA CRIATIVA RS TECNÓPOLE. Gestor do Projeto: João Guilherme Barone Reis e Silva RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 05/2012 APOIO À INDÚSTRIA CRIATIVA RS TECNÓPOLE Apresentação: Gestor do Projeto: João Guilherme Barone Reis e Silva COREDE: Conselho Regional de Desenvolvimento do Delta

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 02/2012 PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - TECNOUNISC

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 02/2012 PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - TECNOUNISC RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 02/2012 PARQUE CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO REGIONAL DA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL - TECNOUNISC Apresentação: Gestor: Fernando José Stanck CRD: Vale do Rio Pardo Instituição

Leia mais

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Christiano G. Becker - Diretor 1 ANPROTEC Nossa Missão Agregar, representar e defender os interesses das entidades gestoras de

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO Gestor do Projeto Marco Antonio Fernandes de Oliveira COREDE

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO À INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO À INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO À INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO Gestor do Projeto Susana Maria Kakuta COREDE Conselho Regional

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA. No.09/2016 BOLSA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO

TERMO DE REFERÊNCIA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA. No.09/2016 BOLSA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO TERMO DE REFERÊNCIA PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA No.09/2016 BOLSA DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO Área de Concentração em Desenvolvimento Científico e Tecnológico Linha de Desenvolvimento de CTI

Leia mais

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS

BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS BREVE HISTÓRICO SOBRE INCUBADORAS As primeiras incubadoras de empresas surgiram no Brasil na década de 80 e desde então, o número de incubadoras vem crescendo sensivelmente. Em 1982, foi fundado sob a

Leia mais

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO.

EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO. CHAMAMENTO PÚBLICO EDITAL Nº 001-2016 EDITAL DE INSCRIÇÃO E SELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOS PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE URUAÇU-GO. 1. DO OBJETIVO A SECRETARIA DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA nº. 02/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA / SISTEMA WEB

COTAÇÃO PRÉVIA nº. 02/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA / SISTEMA WEB Rua Francílio Dourado, 11 - Sala 10 Água Fria - Fortaleza, Ceará, Brasil CEP: 60813-660 Telefone: +55 (85) 3114.9658 http://abraca.autismobrasil.org/ COTAÇÃO PRÉVIA nº. 02/2014 SERVIÇO DE PESSOA JURÍDICA

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO A INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO A INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 0/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO A INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO Gestor do Projeto Dr. Pesquisador Daniel Pedro Puffal COREDE

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 05/2012 APOIO A INDÚSTRIA CRIATIVA PROGRAMA RS TECNÓPOLE

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 05/2012 APOIO A INDÚSTRIA CRIATIVA PROGRAMA RS TECNÓPOLE RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 05/2012 APOIO A INDÚSTRIA CRIATIVA PROGRAMA RS TECNÓPOLE Apresentação: Gestor do Projeto: André Fagundes Pase COREDE: Município de Porto Alegre Instituição Gestora / Mantenedora:

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA DE ALIMENTOS (Aprovado pela Resolução Nº 878/ CONSEPE de 28/11/2011)

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA DE ALIMENTOS (Aprovado pela Resolução Nº 878/ CONSEPE de 28/11/2011) UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

Leia mais

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA

EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA EDITAL 086/2014 PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE IDEIAS NOS DIFERENTES SEGMENTOS DA ECONOMIA CRIATIVA O Centro Universitário Metodista IPA e a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por

Leia mais

MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0

MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0 Secretária de Educação a Distância - SEED MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0 Data: 28/11/2006 MEC - UAB - Formulário de Avaliação de Pólos Versão 2.0 1 - Identificação do Pólo Pólo

Leia mais

PODER EXECUTIVO DECRETO Nº DE 15 DE ABRIL DE 2013.

PODER EXECUTIVO DECRETO Nº DE 15 DE ABRIL DE 2013. DECRETO Nº 44.159 DE 15 DE ABRIL DE 2013. DISPÕE SOBRE A CONSTITUIÇÃO DO RIO CRIATIVO - PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA CRIATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,

Leia mais

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO Título do Projeto: Otimização da matéria-prima com vistas ao reaproveitamento dos resíduos descartados pela indústria moveleira de Santiago - RS Convênio: SCIT 15/2012 Processo:

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 04/2012 PROGRAMA RS TECNÓPOLE DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE BASE TECNOLÓGICA E DE INDÚSTRIA CRIATIVA APRESENTAÇÃO Gestor do Projeto Rogério Antônio Kober COREDE Conselho Regional

Leia mais

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições:

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições: PRORROGAÇÃO DO EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 24 de Novembro de 2014. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto

Leia mais

EDITAL PARA INGRESSO DE EMPRESAS NA INCUBADORA MAFRATEC EDITAL 01/ INC

EDITAL PARA INGRESSO DE EMPRESAS NA INCUBADORA MAFRATEC EDITAL 01/ INC INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS MAFRATEC Parceria: Universidade do Contestado UnC Prefeitura do Município de Mafra PMM Associação Empresarial de Mafra - ACIM Fundação de Apoio à Pesquisa de Santa Catarina

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC.

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. CHAMADA PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO DE AGENTES DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO DO PROJETO BRASIL LOCAL ETNODESENVOLVIMENTO E ECONOMIA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Contrato de Gestão nº 010/2013 e nº 017/ SECT, TOMADA DE PREÇO Nº 02/ REDEH TIPO: MELHOR PREÇO E TÉCNICA

TERMO DE REFERÊNCIA. Contrato de Gestão nº 010/2013 e nº 017/ SECT, TOMADA DE PREÇO Nº 02/ REDEH TIPO: MELHOR PREÇO E TÉCNICA A Rede de Desenvolvimento Humano - REDEH, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o nº 39.064.233/0001-93, com sede na Rua Álvaro

Leia mais

ANÚNCIO PARA PARTICIPAÇÃO NO LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS

ANÚNCIO PARA PARTICIPAÇÃO NO LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS ANÚNCIO PARA PARTICIPAÇÃO NO LEVANTAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DA REDE DE INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS PROCESSO DE MAPEAMENTO DAS INFRAESTRUTURAS TECNOLÓGICAS NACIONAIS 9 de agosto de 2016 Página 1 de 6 Índice

Leia mais

Inovação como prioridade estratégica do BNDES

Inovação como prioridade estratégica do BNDES Inovação como prioridade estratégica do BNDES Helena Tenorio Veiga de Almeida APIMECRIO 20/04/2012 Histórico do apoio à inovação no BNDES 2 Histórico do apoio à inovação no BNDES 1950 Infraestrutura Econômica

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 001/2015 Projeto REDE BCDs Banco Comunitário de Desenvolvimento em Rede

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 001/2015 Projeto REDE BCDs Banco Comunitário de Desenvolvimento em Rede EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 001/2015 Projeto REDE BCDs Banco Comunitário de Desenvolvimento em Rede A FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA E À EXTENSÃO - FAPEX, pessoa jurídica de direito privado, inscrita

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ CAMPUS DE PARANAGUÁ Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ CAMPUS DE PARANAGUÁ Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 EDITAL DE BOLSAS - CHAMADA DE PROJETOS PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ - PBNP-SETI/PR. EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSAS PROFISSIONAIS RECÉM-FORMADOS E ALUNOS DE GRADUAÇÃO A

Leia mais

EDITAL N.º 03/2016 UCS

EDITAL N.º 03/2016 UCS 1 EDITAL N.º 03/2016 UCS Edital de abertura de inscrições para seleção de Consultor Coordenador e Consultor Empresarial, para atuarem no âmbito do Projeto Extensão Produtiva e Inovação PEPI 2016, na região

Leia mais

EDITAL PERMANENTE PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS DE GARÇA

EDITAL PERMANENTE PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS DE GARÇA Núcleo de Desenvolvimento Empresarial Incubadora de Empresas de Garça EDITAL PERMANENTE PARA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS DE GARÇA AVENIDA DR. EUSTÁCHIO SCALZO, 200 - RESIDENCIAL ESTAÇÃO

Leia mais

introdução ao marketing - gestão do design

introdução ao marketing - gestão do design introdução ao marketing - gestão do design Universidade Presbiteriana Mackenzie curso desenho industrial 3 pp e pv profa. dra. teresa riccetti Fevereiro 2009 A gestão de design, o management design, é

Leia mais

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO

TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO TEMA ESTRATÉGICO: GESTÃO UNIVERSITÁRIA TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO Objetivo 1: Aprimorar a adoção de soluções de TI nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e gestão, auxiliando na consecução

Leia mais

Escola de Gestão Pública Municipal - EGEM

Escola de Gestão Pública Municipal - EGEM EDITAL Nº 012/2009 CHAMAMENTO PARA INSCRIÇÃO CURSO DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA GOVERNAMENTAL 1. OBJETIVO DO CURSO Apresentar os objetivos e atribuições do controle interno nos municípios; expor as

Leia mais

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 05/2012 APOIO À INDÚSTRIA CRIATIVA RS TECNÓPOLE

RELATÓRIO DE ANÁLISE. Edital Nº 05/2012 APOIO À INDÚSTRIA CRIATIVA RS TECNÓPOLE RELATÓRIO DE ANÁLISE Edital Nº 05/2012 APOIO À INDÚSTRIA CRIATIVA RS TECNÓPOLE Apresentação: Gestor do Projeto: Carlos Gerbase COREDE: Metropolitano Delta do Jacuí Instituição Gestora / Mantenedora: Pontifícia

Leia mais

DIVISÃO DE EQUIPES PARA EVENTOS

DIVISÃO DE EQUIPES PARA EVENTOS DIVISÃO DE EQUIPES PARA EVENTOS Coordenação e organização Responsabilidades: elaborar o planejamento geral do evento; estabelecer, monitorar e garantir o trabalho sinérgico das equipes de apoio; coordenar

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA FINOVA

INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA FINOVA INCUBADORA DE EMPRESAS DE BASE TECNOLÓGICA FINOVA EDITAL 001/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO DE EMPRESAS Parceiros: Nova Andradina, agosto de 2015 1) OBJETO A FINOVA Fundação Instituto de Inovação e Tecnologia

Leia mais

Empresas y su Influencia en el Crecimiento Sostenible de Brasil

Empresas y su Influencia en el Crecimiento Sostenible de Brasil Evolución de las Incubadoras de Empresas y su Influencia en el Crecimiento Sostenible de Brasil Mariza Almeida, DsC Incubadora de Empresas Phoenix Universidade do Estado do Rio de Janeiro Resultados

Leia mais

Redes de Incubadoras e Parques Tecnológicos: a experiência brasileira. Gostamos de redes clássicas...

Redes de Incubadoras e Parques Tecnológicos: a experiência brasileira. Gostamos de redes clássicas... Redes de Incubadoras e Parques Tecnológicos: a experiência brasileira IASP LA 2007 Gostamos de redes clássicas... GA Plonski 2 1 ... e valorizamos as redes como forma moderna de organização da sociedade

Leia mais

Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo

Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo DESDE 1990 O ISCET Instituto Superior de Ciências Empresariais e do Turismo é um estabelecimento de ensino superior politécnico, criado em 25 de

Leia mais

EDITAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS DA ICEI PUC MINAS - 12 EDIÇÃO/2016

EDITAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS DA ICEI PUC MINAS - 12 EDIÇÃO/2016 EDITAL PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS DA ICEI PUC MINAS - 12 EDIÇÃO/2016 O Programa de Pré-Aceleração de Negócios da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) e o programa de empreendedorismo

Leia mais

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação

II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação II FÓRUM CPA Comissão Própria da Avaliação 25 de maio de 2016 EIXO 1: PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Dimensão 8: Planejamento e avaliação Fragilidades Melhorar as reuniões da CPA e reestruturar

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO Art. 1º Com base no disposto no Art. 79 do Regulamento Geral dos Cursos de Graduação da Universidade Federal

Leia mais

DISCIPLINAS/ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS

DISCIPLINAS/ATIVIDADES OBRIGATÓRIAS MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 374/2010 EMENTA: Estabelece o Ajuste Curricular do Curso de Graduação em Turismo, aprovado pela Resolução 226/2007 e alterada

Leia mais

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências

Wanessa Dose Bittar Formação Cursos Extras Experiências Wanessa Dose Bittar Formação -Especializada em Engenharia de Produção ( UFJF) -Graduada em Educação Artística ( UFJF) -Técnica em Design ( CTU) Cursos Extras -Educação Empreendedora pelo Endeavor Brasil

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E ECONOMIA Art. 1º. O presente regulamento tem como finalidade regular as atividades complementares

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA EDITAL PARA A REALIZAÇÃO DAS INSCRIÇÕES FESTIVAL DE ARTE DA UPE

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA EDITAL PARA A REALIZAÇÃO DAS INSCRIÇÕES FESTIVAL DE ARTE DA UPE UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA EDITAL PARA A REALIZAÇÃO DAS INSCRIÇÕES FESTIVAL DE ARTE DA UPE A Universidade de Pernambuco (UPE), por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão

Leia mais

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS Pró-Reitoria de Ensino Núcleo de Educação a Distância

Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS Pró-Reitoria de Ensino Núcleo de Educação a Distância Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS Pró-Reitoria de Ensino Núcleo de Educação a Distância EDITAL DE SELEÇÃO PARA TUTORES A DISTÂNCIA Programa Pró-Licenciatura Edital NEAD 01/2008 A Universidade

Leia mais

2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016

2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016 2º Fórum de Inovação e Empreendedorismo em Biotecnologia 30 de Agosto 2016 Parque Tecnológico Botucatu Botucatu Origem e Histórico Instituições Acadêmicas Setor Produtivo de Botucatu e Região PROSPECTA

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO OFICINA DE CAPACITAÇÃO EM REALIZAÇÃO E PRODUÇÃO AUDIOVISUAL A Escola de Cinema Darcy Ribeiro

Leia mais

FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL

FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL FEIRA TECMA + MISSÃO EMPRESARIAL 2017 Cidade de México, México 07 a 10 de março de 2017 TERMOS E CONDIÇÕES Página 1 SUMÁRIO 1) Informações Gerais... 3 2) Estrutura de stand... 4 3) Investimento - Apex-Brasil

Leia mais

Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra. Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho 2011 Universidade de Aveiro

Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra. Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho 2011 Universidade de Aveiro Faculdade de Economia FEUC Universidade de Coimbra Workshop Empreendedorismo social: teorias e práticas 30 de Junho Universidade de Aveiro Introdução sobre incubadoras sociais 1. Apresentação: Do ponto

Leia mais

Faculdade SENAI de Tecnologia Gráfica. Cursos de Pós Graduação. Planejamento e Produção de Mídia Impressa

Faculdade SENAI de Tecnologia Gráfica. Cursos de Pós Graduação. Planejamento e Produção de Mídia Impressa Faculdade SENAI de Tecnologia Gráfica Cursos de Pós Graduação Planejamento e Produção de Mídia Impressa Programa de pós-graduação lato-sensu, especialmente planejado para profissionais das áreas de produção

Leia mais

SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA RAIAR - URUGUAIANA

SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA RAIAR - URUGUAIANA SELEÇÃO DE EMPRESAS INCUBADORA MULTI-SETORIAL DE BASE TECNOLÓGICA RAIAR - URUGUAIANA Uruguaiana, 21 de agosto de 2006. Incubadora RAIAR - URUGUAIANA Apresentação O intenso desenvolvimento tecnológico associado

Leia mais

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt

Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa. Regulamento. apreender.fundacaoaep.pt Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa Regulamento apreender.fundacaoaep.pt 2º Call for Ideas - Criação do Próprio Emprego, Negócio ou Empresa - Regulamento Artigo 1º Âmbito 1. O 2º Call for Ideas

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 043/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 043/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 043/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO Titulo do Projeto: CENTRO DE INOVAÇÃO & DIFUSÃO TECNOLÓGICA Convênio: SCIT 24/2013 Processo: 413-2500/13-5 Modalidade: Edital [02/2013 ] Situação: Em consolidação APRESENTAÇÃO

Leia mais

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores.

Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores. Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores www.anprotec.org.br ANPROTEC Fundada em 1987 Organização sem fins lucrativos + 260 membros, que representam mais de 500 instituições

Leia mais

PORTARIA REITORIA UESC Nº 772

PORTARIA REITORIA UESC Nº 772 PORTARIA REITORIA UESC Nº 772 A Reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no uso de suas atribuições, RESOLVE Art. 1º - Retificar o Edital UESC nº 100/2016, que abriu inscrições para equipe

Leia mais

XIII Encontro Estadual de História da ANPUH RS Chamada para candidaturas à Sede para a edição 2016

XIII Encontro Estadual de História da ANPUH RS Chamada para candidaturas à Sede para a edição 2016 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE HISTÓRIA ANPUH Seção Regional do Rio Grande do Sul ANPUH-RS XIII Encontro Estadual de História da ANPUH RS Chamada para candidaturas à Sede para a edição 2016 A Diretoria e o Conselho

Leia mais

SELEÇÃO DE PROFESSORES FAESA/PRONATEC Edital nº 05/2014

SELEÇÃO DE PROFESSORES FAESA/PRONATEC Edital nº 05/2014 SELEÇÃO DE PROFESSORES FAESA/PRONATEC Edital nº 05/2014 O Superintendente da FAESA torna público o cadastramento de professores no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego PRONATEC,

Leia mais

ACELERA + PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NOVOS PROJETOS EMPRESARIAIS. Workshops de Trabalho e Capacitação Start-ups e Empreendedores

ACELERA + PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NOVOS PROJETOS EMPRESARIAIS. Workshops de Trabalho e Capacitação Start-ups e Empreendedores ACELERA + PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DE NOVOS PROJETOS EMPRESARIAIS Workshops de Trabalho e Capacitação Start-ups e Empreendedores Objetivos Dotar os jovens empreendedores de conhecimentos e competências-base

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014

PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO INTERNO DE PROJETOS PARA FASE DE PRÉ- INCUBAÇÃO - Campus Curitiba/PR EDITAL 01/2014 Incubadora de Empresas de Base Tecnológica e Inovação da PUCPR Parque Tecnológico da PUCPR TECNOPARQUE

Leia mais

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX

INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX INSTITUTO METODISTA IZABELA HENDRIX CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IZABELA HENDRIX RELATÓRIO AVALIAÇÃO DO CURSO DE FONOAUDIOLOGIA PERÍODO 2015 TABELA 1 Adesão de docentes e discentes na avaliação 2015

Leia mais

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE

Francisco Beltrão Inovações e Desafios. Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Francisco Beltrão Inovações e Desafios Centro de Inovação e Tecnologia de Francisco Beltrão - CITFBE Agosto de 2015 Política de Desenvolvimento Local Sistema Regional de Inovação Serviços Urbanos CITFBE

Leia mais

FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE. EDITAL Ano 2016 PMA PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA

FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE. EDITAL Ano 2016 PMA PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA FACULDADE SENAC PORTO ALEGRE EDITAL Ano 2016 PMA PROGRAMA DE MOBILIDADE ACADÊMICA 1- Introdução O Programa de Mobilidade Acadêmica - PMA da Faculdade Senac Porto Alegre - FSPOA foi criado com o objetivo

Leia mais

EDITAL PIBEX-01/ BOLSAS DE EXTENSÃO

EDITAL PIBEX-01/ BOLSAS DE EXTENSÃO EDITAL PIBEX-01/2016 - BOLSAS DE EXTENSÃO A torna pública a abertura das inscrições destinadas a selecionar Programas e Projetos de extensão universitária, para o Programa de Bolsas de Extensão da UNIFESP

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO

INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO INSTITUTO BRASILEIRO DE AUDIOVISUAL ESCOLA DE CINEMA DARCY RIBEIRO EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA PROCESSO SELETIVO CURSO CINEASTAS DO FUTURO A Escola de Cinema Darcy Ribeiro (ECDR) torna pública a abertura

Leia mais

PROJETO DAS FACULDADES FIP/MAGSUL 2016

PROJETO DAS FACULDADES FIP/MAGSUL 2016 Administração: (Bacharel) Direito: (Bacharel) Mantida pela A.E.S.P. R: Tiradentes, 322 Centro Tel.: (67) 3437-8820 Ponta Porã MS Home Page: www.magsul-ms.com.br E-mail: magsul@terra.com.br PROJETO DAS

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 052/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO

VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO VOLUNTARIADO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO EDITAL N 001/2016 SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS NO PARQUE NACIONAL DE JERICOACOARA O Parque Nacional de Jericoacoara (PNJ), Unidade de Conservação Federal administrada

Leia mais

COMERCIALIZAÇÃO NO ÂMBITO DA ECONOMIA SOLIDARIA

COMERCIALIZAÇÃO NO ÂMBITO DA ECONOMIA SOLIDARIA COMERCIALIZAÇÃO NO ÂMBITO DA ECONOMIA SOLIDARIA Secretaria Nacional de Economia Solidária Ministério do Trabalho e Emprego Seu tamanho no Brasil 21.859 EES 1,7 Milhão de Pessoas 2.934 municípios (52%)

Leia mais

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013

1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia. LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 DIVISÃO DE CONSULTORIA 1º SEMINÁRIO: Gestão Estratégica para Departamentos Jurídicos e Escritórios de Advocacia LOCAL: Recife-PE 22/11/2013 TEMA DA PALESTRA: Gestão de Fluxos de Trabalho e Indicadores

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Inovação para o. Desenvolvimento Nacional

Ciência, Tecnologia e Inovação para o. Desenvolvimento Nacional Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Nacional Guilherme Henrique Pereira Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação Ministério da Ciência e Tecnologia Premissas básicas b para

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Direito. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Institucional

Plano de Desenvolvimento Institucional Plano de Desenvolvimento Institucional Âmbito de atuação Missão Visão Elementos Duráveis Princípios Elementos Mutáveis (periodicamente) Análise Ambiental Objetivos Estratégicos Metas Planos de Ação PDI

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 005/2016

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 005/2016 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL 005/2016 A Associação das Cooperativas de Apoio a Economia Familiar - ASCOOB, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

ANEXO I REFERENCIAL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA PARA O EMPREENDIMENTO SAPIENS PARQUE

ANEXO I REFERENCIAL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA PARA O EMPREENDIMENTO SAPIENS PARQUE ANEXO I REFERENCIAL PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA EM SERVIÇOS DE TOPOGRAFIA PARA O EMPREENDIMENTO SAPIENS PARQUE Sumário 1 Objetivo... 3 2 Características Gerais... 3 Descrição do Projeto...

Leia mais

851 Tecnologia de Proteção do Ambiente

851 Tecnologia de Proteção do Ambiente 851 Tecnologia de Proteção do Ambiente Educação Ambiental de Adultos Destinatários Público em geral. Requisitos de acesso 9º ano de escolaridade. Modalidade de Formação Formação Continua. Objetivo Geral

Leia mais

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS A Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais - FAPEMIG torna público que está aberto o processo de seleção de

Leia mais

A estrutura das atividades do X Encontro Estadual de História, edição 2010, deverá preferencialmente apresentar-se da seguinte forma:

A estrutura das atividades do X Encontro Estadual de História, edição 2010, deverá preferencialmente apresentar-se da seguinte forma: 1.ª CIRCULAR Chamada para candidaturas à sede da edição 2010 do X ENCONTRO ESTADUAL DE HISTÓRIA promovido pela ANPUH-RS Através desta chamada, a Diretoria e o Conselho da Associação Nacional de História

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016

Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 Integre esta rede de relacionamento & amplie o alcance de sua marca! ENCONTROS DA CONSTRUÇÃO 2016 OS ENCONTROS Há 10 anos, o CTE realiza Encontros de profissionais da cadeia produtiva da construção. OS

Leia mais

Edital de Empresa Júnior 2014 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ

Edital de Empresa Júnior 2014 da UERJ. Edital de Convocação para Projeto Acadêmico de Empresa Júnior da UERJ A Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ torna público o presente Edital, com normas, rotinas e procedimentos relativos ao Exame de Qualificação de Apoio ao Projeto Acadêmico de Empresa Junior.

Leia mais

Nº / ANO DA PROPOSTA: /2015 DADOS DO CONCEDENTE OBJETO: Construção de Infraestrutura para Comercialização da Produção Agropecuária.

Nº / ANO DA PROPOSTA: /2015 DADOS DO CONCEDENTE OBJETO: Construção de Infraestrutura para Comercialização da Produção Agropecuária. MINISTERIO DO DESENVOLVIMENTO AGRARIO PORTAL DOS CONVÊNIOS SICONV - SISTEMA DE GESTÃO DE CONVÊNIOS Nº / ANO DA PROPOSTA: 032134/2015 OBJETO: DADOS DO CONCEDENTE JUSTIFICATIVA: MUNICÍPIO: IBARAMA - RS está

Leia mais

Documento de Referência para o Pólo de TIC de Maceió

Documento de Referência para o Pólo de TIC de Maceió Página 01 Empreendimentos de tecnologia da informação e inovação tecnológica contribuem significativamente para o desenvolvimento sustentável de forma sólida e perene. Entretanto, isto só se torna possível,

Leia mais

Resolução SESCOOP/RS N. 08, de 08 de Fevereiro de Os membros do Conselho Administrativo do SESCOOP/RS,

Resolução SESCOOP/RS N. 08, de 08 de Fevereiro de Os membros do Conselho Administrativo do SESCOOP/RS, Resolução SESCOOP/RS N. 08, de 08 de Fevereiro de 2007. Aprova o Regulamento para concessão de Bolsas de Estudo. Os membros do Conselho Administrativo do SESCOOP/RS, CONSIDERANDO a necessidade de promover

Leia mais

REGULAMENTO 1º PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILERIA DE OP

REGULAMENTO 1º PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILERIA DE OP REGULAMENTO 1º PRÊMIO DE BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILERIA DE OP O PRÊMIO O 1º prêmio BOAS PRÁTICAS DA REDE BRASILEIRA DE OP é uma distinção anual promovida pela Rede Brasileira de Orçamento Participativo

Leia mais

FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife

FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife FACULDADE CESAR Unidade de Educação do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO E METODOLOGIAS ÁGEIS PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Edital do Processo Seletivo 2016/2 Setembro

Leia mais

Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular SBBq

Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular SBBq A 1. Nome do Evento: 2. Organizador Sociedade Brasileira de Bioquímica e Formulário de Proposta para SBBq Conferences IDENTIFICAÇÃO DO EVENTO 3. Período da Realização: Início: Fim: 4. Local do Evento 5.

Leia mais

COMBUSTÍVEL DO SUCESSO,

COMBUSTÍVEL DO SUCESSO, O Reitor da Universidade do oeste de Santa Catarina Unoesc, Prof. Aristides Cimadon, no uso de suas atribuições, torna público o Concurso Fotográfico denominado O COMBUSTÍVEL DO SUCESSO, evento relativo

Leia mais

Gestão Compartilhada de Telecentros

Gestão Compartilhada de Telecentros Gestão Compartilhada de Telecentros Objetivo Formalizar TERMOS DE CONVÊNIO, visando à operação e manutenção de Centro de Democratização de Acesso à Rede Mundial de Computadores Telecentro Comunitário,

Leia mais

Planejamento Estratégico Conselho Moveleiro. Resultados

Planejamento Estratégico Conselho Moveleiro. Resultados Planejamento Estratégico Conselho Moveleiro Resultados PROPÓSITO DO CONSELHO Articular a indústria moveleira para obter: sucesso, excelência, qualificação e informação. Articular de politicas e ações estratégicas

Leia mais

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO

SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO SÍNTESE DO PLANO DE TRABALHO Título do Projeto: Obtenção de bioherbicida a partir de recursos biológicos do bioma Pampa Convênio: SCIT 22/202 Processo: 457-2500/2-5 Modalidade: Participação Popular Cidadã

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Assessoria de Relações Internacionais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Assessoria de Relações Internacionais EDITAL ARI nº 07 de 22 de AGOSTO de 2016 Seleção de docentes vinculados aos cursos de pós-graduação da UFPR interessados em participar do Programa ESCALA DOCENTE 2017 da Associação de Universidades do

Leia mais

FUNDO DE INFRA-ESTRUTURA - CT-INFRA. Instituído pela Lei N.º , de 14/02/2001 Regulamentado pelo Decreto 3.087, de 26/04/2001

FUNDO DE INFRA-ESTRUTURA - CT-INFRA. Instituído pela Lei N.º , de 14/02/2001 Regulamentado pelo Decreto 3.087, de 26/04/2001 FUNDO DE INFRA-ESTRUTURA - CT-INFRA Instituído pela Lei N.º 10.197, de 14/02/2001 Regulamentado pelo Decreto 3.087, de 26/04/2001 Recursos: 20% dos recursos dos Fundos Setoriais, sendo pelo menos 30% destinados

Leia mais

PROJETO DE PARCERIA EXPOSITOR

PROJETO DE PARCERIA EXPOSITOR PROJETO DE PARCERIA EXPOSITOR Realização: Amda Associação Maranhense de Distribuidores e Atacadista Amasp Associação Maranhense de Supermercados Fiema Federação das Indústrias do Estado do MA 1 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

PRÉMIO STARTUP a) Pessoas singulares, individualmente ou em grupo,

PRÉMIO STARTUP a) Pessoas singulares, individualmente ou em grupo, PRÉMIO STARTUP 2017 1. OBJETIVO 1.1. Este concurso destina se a seleccionar ideias empreendedoras, ligadas ao sector da veterinária, que demonstrem ter aplicabilidade empresarial, em torno da qual se possa

Leia mais

Câmara Municipal de Sengés

Câmara Municipal de Sengés 1.2.3.1.1.01.01.01.00.00.00.00 - APARELHOS DE MEDIÇÃO E ORIENTAÇÃO 498 - CRONOMETRO REGRESSIVO 1.2.3.1.1.01.02.00.00.00.00.00 - APARELHOS E EQUIPAMENTOS DE COMUNICAÇÃO 430 - APARELHO DE FAX 462 - ROTEADOR

Leia mais

Associação Paranaense de Cultura Centro de Educação Profissional Irmão Mário Cristóvão-TECPUC

Associação Paranaense de Cultura Centro de Educação Profissional Irmão Mário Cristóvão-TECPUC EDITAL N.º 01/2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA OS CURSOS TÉCNICOS, CONCOMITANTES E SUBSEQUENTES AO ENSINO MÉDIO O Centro de Educação Profissional Irmão Mário Cristóvão - TECPUC, mantido pela

Leia mais