Geografia Índice 303

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Geografia Índice 303"

Transcrição

1 Geografia Índice Capítulo 1 Os movimentos que a Terra faz Capítulo 2 As formas da superfície da Terra Capítulo 3 Será que vai chover? Capítulo 4 A cobertura vegetal do planeta

2 304

3 Geografia Apresentação Olá! Bem-vindos às aulas de Geografia. Durante essas aulas, você irá estudar um pouco sobre o planeta Terra, sua origem, seus movimentos e suas principais características. Observará que a ocorrência do dia e da noite está diretamente ligada ao movimento de rotação. As diferentes paisagens e os diversos climas da Terra estão ligados ao movimento de translação. Estabelecendo essa relação será possível compreender por que há climas tão diferentes e formas vegetais tão diversificadas distribuídas pelo planeta. No capítulo 1, você irá estudar os movimentos da Terra. No capítulo 2, estudará a forma da Terra e as principais características do seu relevo. Nos capítulos 3 e 4: o clima e a vegetação, respectivamente. Imagine quantas perguntas serão feitas e quantas outras serão respondidas: por que faz tanto frio no hemisfério norte quando aqui, no Brasil, faz tanto calor? Por que não existem altas montanhas no Brasil? Será que vai chover? Como se distribuem as florestas pelo planeta? E os desertos? Para responder a todas essas questões será necessário ler muitos textos, analisar imagens, fotografias e mapas, escrever textos e desenhar mapas. Acima de tudo, será importante observar o espaço em que vivemos. Bom bimestre para todos vocês. 305

4 306

5 Capítulo Geografia 1 Os movimentos que a Terra faz Para começar Neste capítulo, você irá conhecer os movimentos da Terra, suas causas e consequências. Como surgiu o Universo? Quando isso aconteceu? O mundo foi sempre assim? Essas e outras questões acompanham a humanidade desde as épocas mais remotas, sem que, no entanto, tenha-se chegado a uma resposta definitiva. Atualmente a teoria mais aceita pelos estudiosos é a do big bang ou grande explosão. EDITORA COC Figura 1. Concepção artística do big bang De acordo com essa teoria, o Universo surgiu devido a uma grande explosão que aconteceu há aproximadamente 15 bilhões de anos. É muito tempo, não é mesmo? Após essa explosão inicial e durante um tempo bastante longo, foram se formando as galáxias. Nós fazemos parte de uma delas. Galáxias são agrupamentos de bilhões ou trilhões de estrelas, planetas, gases, nebulosas e poeira cósmica. 307

6 Nós habitamos a Terra, um pequeno planeta que gira ao redor do Sol, uma das estrelas que compõem a Via Láctea, a nossa galáxia. Há bilhões de estrelas em nossa galáxia e o Sol é apenas uma delas. Ao nosso lado e girando em torno do Sol, há outros planetas, satélites, asteroides, cometas e meteoroides. Juntos, esses corpos celestes formam o sistema solar. JPL / NASA Figura 2. Concepção artística dos planetas 308

7 Para continuar Girando com a Terra A Terra não está parada. Ela realiza vários movimentos ao mesmo tempo, mas não os percebemos. Para nós, o planeta parece estar imóvel; no entanto, ele não está! Os dois dos movimentos mais conhecidos da Terra são: o movimento de rotação e o movimento de translação. O movimento de rotação é o que a Terra realiza em torno de seu eixo, no sentido oeste-leste. Uma volta completa demora aproximadamente 24 horas, o que corresponde a um dia inteiro. Polo Norte EQUADOR Figura 3. Movimento de rotação Polo Sul O movimento de rotação é responsável pela alternância do dia e da noite. Enquanto a Terra gira em torno de seu eixo, há sempre uma área iluminada e outra que não está recebendo a luz do Sol. Nós não percebemos o movimento da Terra, mas percebemos o movimento (aparente) do Sol, que nasce todas as manhãs no oriente (leste) e se põe no ocidente (oeste). 309

8 COREL STOCK PHOTOS STOCKBYTE/GETTY IMAGES Figura 4. Nascer do Sol Pôr do Sol O movimento aparente do Sol, de leste para oeste, que observamos durante o dia, é reflexo do movimento de rotação da Terra, de oeste para leste. Por isso, nós falamos em movimento aparente do Sol, pois, de fato, quem está girando é a Terra em torno de seu eixo imaginário. O movimento de translação corresponde ao movimento da Terra em torno do Sol. Terra N Sol S Figura 5. Movimento de translação Observe, na figura 5, que o movimento da Terra em torno do Sol tem a forma de uma elipse. A duração desse movimento é de 365 dias e 6 horas, o que corresponde a um ano. Você já deve ter percebido que, a cada quatro anos, o nosso calendário sofre uma alteração: o mês de fevereiro ganha mais um dia e passa de 28 para 29 dias. 310

9 Por que será que isso acontece? No nosso calendário, um ano tem 365 dias, mas nós vimos que o movimento que a Terra faz em torno do Sol dura 365 dias e 6 horas. Essas seis horas a mais, a cada quatro anos, equivalem a um dia a mais. O ano que tem 366 dias é chamado de ano bissexto. Os anos bissextos são, portanto, anos com um dia a mais. O dia extra é introduzido como o dia 29 de fevereiro, o que ocorre a cada quatro anos. Como consequência do movimento de translação e do eixo de inclinação da Terra, nós temos a ocorrência das estações do ano. Responda ao que se pede. 1. Descreva o movimento de rotação. 2. O que se entende por movimento de translação? 311

10 3. Quanto tempo a Terra demora para dar uma volta completa em torno do Sol? 4. O que é o ano bissexto? Explique como ele acontece. Para continuar As estações do ano A Terra gira em torno do Sol, em uma órbita plana, elíptica, e demora um ano para realizar essa volta completa. Enquanto ela gira em torno do Sol, continua a girar em torno de seu eixo. Uma volta completa em torno de si mesma corresponde a um dia completo. 312

11 Além de ter direção fixa, o eixo de rotação da Terra é inclinado em relação ao plano de translação da Terra. Como consequência disso, em um período, um hemisfério está voltado para o Sol e, no período seguinte, o outro hemisfério está voltado para o Sol. N N Outono N S Verão S N S Inverno S Primavera Figura 6. Inclinação do eixo de rotação da Terra Na figura 6, as estações referem-se ao hemisfério sul. Quando é verão no hemisfério sul, a região polar sul está toda iluminada pelo Sol, enquanto isso, no hemisfério norte, o polo norte está no escuro; quando é inverno no hemisfério sul, acontece exatamente o contrário, ou seja, o polo sul está na escuro e o polo norte está todo iluminado; no outono e na primavera, os dois hemisférios estão igualmente iluminados. 313

12 N 21 de março Equinócio 21 de junho Solstício N 21 de dezembro Solstício N Sol S N S S Figura 7 S 23 de setembro Equinócio As posições que você observa na ilustração acima correspondem aos solstícios (de inverno e de verão) e equinócios (de primavera e de outono); solstício de verão para o hemisfério voltado para o Sol; solstício de inverno para o hemisfério voltado contra o Sol. Note que um mesmo solstício é chamado de solstício de inverno em um hemisfério e chamado de solstício de verão no outro hemisfério. CÍRCULO POLAR ÁRTICO Polo Norte Raios solares TRÓPICO DE CÂNCER EQUADOR 23 TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO CÍRCULO POLAR ANTÁRTICO Polo Sul Figura 8. Solstício de verão no hemisfério norte e de inverno no hemisfério sul 314

13 Entre os solstícios, temos posições intermediárias, conhecidas como equinócios, onde os dois hemisférios estão simetricamente dispostos em relação ao Sol: equinócio de primavera, para o hemisfério que está indo do inverno para o verão, e equinócio de outono, para o hemisfério que está indo do verão para o inverno. Polo Norte CÍRCULO POLAR ÁRTICO Raios solares TRÓPICO DE CÂNCER EQUADOR TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO CÍRCULO POLAR ANTÁRTICO Polo Sul Figura 9. Equinócios de primavera ou de outono Data (sujeita a variação) Hemisfério Norte Hemisfério Sul Solstício 21 de dezembro Inverno Verão Equinócio 20 de março Primavera Outono Solstício 21 de junho Verão Inverno Equinócio 22 de setembro Outono Primavera Os solstícios e os equinócios definem o início de cada uma das estações do ano. 315

14 Responda ao que se pede. 1. Qual é a principal consequência do movimento de rotação da Terra? 2. Quando começa o verão no hemisfério norte? E no hemisfério sul? 3. Quando começa o inverno no hemisfério norte? E no hemisfério sul? 316

15 Para continuar As zonas térmicas da Terra Observe a figura a seguir: PN CÍRCULO POLAR ÁRTICO 1 TRÓPICO DE CÂNCER 2 EQUADOR TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO 3 CÍRCULO POLAR ANTÁRTICO PS Zona polar do norte 5. Zona polar do sul 2. Zona temperada do norte 4. Zona temperada do sul Climas frios Climas temperados 3. Zona tropical ou inter-tropical Climas quentes Figura 10. Zonas climáticas da Terra O que são essas zonas climáticas? As zonas climáticas da Terra são regiões que estão entre um polo e um círculo polar, entre um círculo polar e um trópico ou entre os trópicos. Observe o quadro: 317

16 Zonas climáticas Zona polar ártica Zona temperada norte Região Entre o Polo Norte e o Círculo Polar Ártico Entre o Circulo Polar Ártico e o Trópico de Câncer Zona tropical Entre o Trópico de Câncer e o Trópico de Capricórnio Zona temperada sul Zona polar antártica Entre o Trópico de Capricórnio e o Círculo Polar Antártico Entre o Círculo Polar Antártico e o Polo Sul Círculo polar Ártico Trópico de Câncer PN Zona polar Zona temperada do norte Equador Trópico de Capricórnio Zona tropical (ou inter-tropical) Zona temperada do sul Círculo polar Antártico Zona polar PS Figura 11. Zonas climáticas ou térmicas 318

17 1. Observe o mapa do Brasil a seguir. a) Localize a linha do Equador com um traço colorido. b) Localize a linha do Trópico de Capricórnio com um traço de outra cor. MAPA POLÍTICO DO BRASIL Boa Vista RORAIMA AMAPÁ Macapá Belém ACRE Rio Branco AMAZONAS Porto Velho RONDÔNIA Manaus MATO GROSSO PARÁ São Luís Fortaleza MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE Natal Teresina DO NORTE PARAÍBA João Pessoa PIAUÍ PERNAMBUCO Recife Palmas ALAGOAS Maceió TOCANTINS SERGIPE BAHIA Aracaju Salvador OCEANO PACÍFICO Limite de Estado Limite de País Capital do Estado Capital de País Região Norte Região Nordeste Região Sudeste Região Sul Região Centro-Oeste km Cuiabá MATO GROSSO DO SUL Campo Grande Goiânia GOIÁS Brasília DF SÃO PAULO São Paulo PARANÁ Curitiba SANTA CATARINA RIO GRANDE DO SUL Porto Alegre MINAS GERAIS Florianópolis Belo Horizonte ESPÍRITO SANTO Vitória RIO DE JANEIRO Rio de Janeiro OCEANO ATLÂNTICO Figura 12. Mapa do Brasil Regional 2. Observe as figuras 10 e 11 e responda ao que se pede. a) Qual é a zona climática que se localiza entre o Trópico de Capricórnio e o Trópico de Câncer, abrangendo o Equador? 319

18 3. Observe a imagem 12 e responda: a) A maior parte do território brasileiro está localizada em que zona climática? b) Existe alguma região brasileira localizada na zona temperada do sul? Qual é ela? Para casa 1. Faça uma linha unindo os conceitos e seus significados. Corresponde ao movimento da Terra em torno do Sol. Movimento de rotação É responsável pela ocorrência do dia e da noite. Movimento de translação É o movimento que a Terra realiza em torno de seu eixo, no sentido oeste-leste. A duração desse movimento é de 365 dias e 6 horas, o que corresponde a um ano. 320

19 2. Complete o quadro abaixo. Data Hemisfério norte Hemisfério sul Solstício Inverno Equinócio 20 de março Solstício Inverno Equinócio 22 de setembro Outono 3. Explique por que quando é inverno no hemisfério sul é verão no hemisfério norte. 321

20 4. Faça um desenho representando as zonas térmicas da Terra. Identifique e escreva a linha do Equador, os Trópicos e os círculos polares. 322

21 5. Localize, com linhas coloridas, a linha do Equador, o Trópico de Capricórnio, o Trópico de Câncer e os Círculos Polares Ártico e Antártico e escreva os nomes nos locais corretamente: OCEANO ATLÂNTICO OCEANO PACÍFICO OCEANO PACÍFICO OCEANO ÍNDICO km Para finalizar O que eu aprendi neste capítulo 323

22 Capítulo Geografia 2 As formas da superfície da Terra Para começar Neste capítulo, você irá conhecer aspectos da superfície da Terra. A exploração espacial adquiriu uma importância muito grande na década de 1960 em função da disputa entre as duas superpotências da época: Estados Unidos e União Soviética (que deixou de existir no ano de 1991 e passou a se chamar Rússia). Com a exploração espacial, foi possível fotografar a Terra de uma perspectiva tridimensional (veja a figura 1). Essa imagem foi vista pela primeira vez por Gagarin que, ao olhar o espaço pela janela da nave, exclamou fascinado: A Terra é azul! EDITORA COC Figura 1. A Terra é azul! Yuri Gagarin 324

23 O russo Yuri Gagarin foi o primeiro astronauta a viajar no espaço. O astronauta russo Yuri Gagarin foi o pioneiro da exploração espacial ao realizar, como espectador, o primeiro voo orbital tripulado. A nave que lhe propiciou a fama, em 12 de abril de 1961, a Vostok-1, era totalmente automatizada e coube ao astronauta assistir sentado ao espetáculo e contar os detalhes à equipe de controle. Após o voo de 1 h 48 min, tempo suficiente para dar uma volta em torno da Terra, a nave foi direcionada para sua reentrada na atmosfera. Para continuar As camadas da Terra Crosta Manto Núcleo Figura 2. As camadas da Terra Você já se perguntou como é a Terra por dentro? A Terra é constituída basicamente por três camadas: a crosta terrestre, o manto e o núcleo. 325

24 A crosta terrestre é a camada superficial do planeta. Ela é sólida e apresenta uma espessura média de 40 km. O manto é a camada logo abaixo da Crosta Terrestre. Sua espessura é da ordem de km e as suas temperaturas são muito elevadas, por isso as rochas que o constituem apresentam-se no estado pastoso e são chamadas de magma. O núcleo é a camada que ocupa a parte central do planeta composta por ferro e níquel. Sua espessura é de, aproximadamente, km e suas temperaturas são altíssimas. Complete o quadro abaixo: Camadas da Terra Características Núcleo Manto Crosta terrestre 326

25 Para continuar Terras emersas e terras submersas Figura 3. Terra: áreas emersas (em marrom) e áreas submersas (em azul) Você já se perguntou como é a camada superficial da Terra, a Crosta terrestre? Observando a figura 3, você pode verificar que a Terra é formada por terras emersas e terras submersas. As terras emersas correspondem a 30% da superfície do planeta e constituem os continentes e as ilhas. As terras submersas correspondem a 70% do planeta e constituem o assoalho (ou piso) dos oceanos, mares, lagos e rios. 327

26 Os continentes e oceanos não se distribuem pelo planeta de maneira uniforme. Observe o mapa-múndi a seguir: DIVISÃO DOS CONTINENTES km ANTÁRTIDA América Europa Ásia Oceania África Figura 4. Distribuição dos continentes pelo planeta Com a ajuda de seu (sua) professor(a) e utilizando um lápis colorido destaque a linha do Equador no mapa. O Equador é uma linha imaginária, perpendicular ao eixo de inclinação da Terra, que divide o planeta em duas partes exatamente iguais: o hemisfério norte e o hemisfério sul. O hemisfério norte reúne as águas e terras localizadas ao norte do Equador. O hemisfério sul reúne as águas e terras localizadas ao sul do Equador. Responda: 1. Em qual dos hemisférios há maior concentração de terras emersas? 2. Em qual dos hemisférios há maior concentração de terras submersas? 328

27 3. Localize o Brasil no mapa-múndi e observe a sua localização. É possível afirmar que o Brasil está totalmente localizado no hemisfério sul? Os continentes CONTINENTES América Europa Ásia Oceania África ANTÁRTIDA km Figura 5 As massas continentais correspondem a aproximadamente 70% do planeta. Elas se distribuem em seis continentes: América, Europa, Ásia, Oceania, África e Antártida, o continente gelado. Observe que o Brasil é um país americano localizado na América do Sul. 329

28 Observando ainda o mapa, é possível perceber que o maior dos continentes é a Ásia, seguida pela América, África, Europa e Oceania. A Antártida, localizada no extremo sul do hemisfério sul, apresenta uma extensão territorial de 13 milhões de km 2, com 98% de sua área coberta de gelo, o que corresponde a 70% de toda a água doce do planeta. Do ponto de vista da ocupação humana, é um continente despovoado. Possui uma população não permanente de pouco mais de mil pessoas, constituída por estudiosos e técnicos dos diferentes projetos de pesquisa desenvolvidos no continente antártico. A presença internacional na Antártida é regulamentada pelo protocolo de Madri, que entrou em vigor em 1998, transformando a Antártida em uma reserva natural, dedicada à paz e à ciência, proibindo, até 2048, a exploração de seus recursos minerais. O Protocolo regulamenta e controla as atividades humanas no local. Os oceanos PLANISFÉRIO OCEANOS OCEANO GLACIAL ÁRTICO OCEANO ATLÂNTICO OCEANO PACÍFICO OCEANO PACÍFICO BRASIL OCEANO ÍNDICO OCEANO GLACIAL ANTÁRTICO km Figura 6. Os oceanos da Terra Observe a figura 6. Ela corresponde ao planisfério político, isto é, à representação dos continentes e sua divisão em países. 330

29 Observe que há cinco oceanos diferentes: Atlântico, Índico, Pacífico, Glacial Ártico e Glacial Antártico (Como o planisfério é uma representação plana do planeta, que é redondo, e o recorte do planeta foi feito no meio do oceano Pacífico, ele aparece duas vezes no mapa: no extremo leste e no extremo oeste.) Localizado entre o leste da Ásia e o oeste da América, o oceano Pacífico é o maior dos cinco oceanos da Terra, cobre quase um terço da superfície terrestre. Responda: 1. Qual oceano banha o Brasil? 2. Quais oceanos banham o continente americano? A leste A oeste 3. O continente europeu é banhado por dois oceanos. Quais são eles? 4. O continente asiático é banhado por três oceanos. Quais são eles? 5. Quais são os oceanos que banham a África? 6. Qual é o oceano que banha a Antártida? 331

30 7. Complete o mapa localizando e colorindo os continentes e oceanos que formam o planeta Terra. Não se esqueça de fazer a legenda. Continentes e oceanos 332

31 Para continuar Noções do relevo terrestre Você sabe dizer o que significa relevo? Parece difícil, mas não é. Relevo corresponde às diversas formas que a superfície terrestre apresenta e que são visíveis nos continentes ou no fundo dos oceanos. Essas formas foram construídas ao longo de milhares de anos e resultaram da ação dos chamados agentes internos do relevo. Esses agentes estão relacionados aos movimentos do magma, no interior do Manto, e se refletem na superfície terrestre, seja através da ocorrência de terremotos e vulcões, seja provocando o soerguimento de altas montanhas, como ocorreu há alguns milhares de anos quando se formou a Cordilheira dos Andes, na América do Sul. As formas do relevo estão sempre sendo alteradas. Isso acontece pela atuação dos agentes externos do relevo. Esses agentes provocam o desgaste e a erosão das formas superficiais. São eles: a chuva, o vento, os rios, os oceanos e o gelo. As formas do relevo Planaltos São áreas mais ou menos planas, onde o processo de erosão supera o processo de sedimentação. LDEAOILLA / DREAMSTIME.COM Figura 7. Chapada Diamantina (BA) 333

32 Planícies São áreas totalmente planas onde predomina o processo de sedimentação sobre o processo de erosão. Podem ser encontradas em qualquer altitude. KARL WEATHERLY / PHOTODISC / GETTY IMAGES Figura 8. Vista aérea de planície. Depressões As depressões são áreas mais baixas que as áreas vizinhas. Quando sua altitude é inferior ao nível do mar, elas são chamadas de depressão absoluta, e superior ao nível do mar são chamadas de depressões relativas. GV11NG / DREAMSTIME.COM Figura 9. Depressão 334

33 Montanhas São grandes elevações da crosta terrestre. Por sua formação recente, apresentam alturas elevadas e cumes pontiagudos. Montanhas em série são chamadas cadeias ou cordilheiras. NASA Figura 10. Cadeia montanhosa Para continuar Noções do relevo no Brasil O Brasil tem altitudes modestas; apenas 3% do território brasileiro apresentam altitudes superiores a 900 m. Isso se deve à sua posição geográfica: nosso país encontra-se afastado das regiões onde ocorreu o soerguimento das cadeias montanhosas recentes. Seu território, de formação mais antiga, sofreu grande desgaste causado pelos agentes externos do relevo: água das chuvas, ventos, água dos rios, entre outros. O relevo do território brasileiro é formado principalmente por depressões, planaltos e planícies. 335

34 RELEVO BRASILEIRO Neblina m Roraima m Caburaí m OCEANO ATLÂNTICO 31 de Março m EQUADOR Almas m Chapada dos Veadeiros m OCEANO PACÍFICO Morro Grande m Bandeira m TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO Marumbi m Altitude (em metros) Picos Igreja m OCEANO ATLÂNTICO km Figura 11. Brasil Mapa físico A maior parte do território brasileiro tem entre 0 e 900 m de altitude. Os planaltos correspondem a forma de relevo predominante seguido pelas depressões e planícies. As maiores altitudes do Brasil estão localizadas no norte do país, na fronteira com a Venezuela e a Guiana, nas serras do Imeri, Parima e Paracaima. Na Serra do Imeri, na fronteira do Brasil com a Venezuela, localiza-se o Pico da Neblina, que é o ponto culminante do Brasil, cuja altitude é de aproximadamente m. 336

35 Responda: 1. Você estudou que o Brasil apresenta altitudes modestas. Por que isso acontece? 2. Onde se localizam os picos mais altos do Brasil? 337

36 CÍRCULO POLAR ÁRTICO Para casa 1. Pinte os oceanos de azul. Identifique cada um dos oceanos, escrevendo o nome no local adequado. AMÉRICA DO NORTE EUROPA ÁSIA TRÓPICO DE CÂNCER AMÉRICA CENTRAL ÁFRICA EQUADOR TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO AMÉRICA DO SUL OCEANIA km CÍRCULO POLAR ANTÁRTICO ANTÁRTIDA Você sabia? O continente americano subdivide-se em três: América do Norte, América Central e América do Sul. 2. Responda ao que se pede. a) Em que hemisfério se localiza o Brasil? 338

37 b) Em que continente se localiza o Brasil? c) Qual oceano banha o Brasil? 3. Represente, por meio de um desenho, as camadas da Terra. Identifique cada uma das camadas escrevendo o nome no local adequado. 339

38 4. Escreva as características de cada uma das camadas da Terra. 5. Como a Antártida é entendida pelo Protocolo de Madri? Para finalizar O que eu aprendi neste capítulo 340

39 Capítulo Geografia 3 Será que vai chover? Para começar Neste capítulo, você irá estudar a dinâmica do clima e conheceremos os diferentes climas que ocorrem no Brasil. Reunidos em grupos de quatro alunos, vamos pensar e escrever sobre como está o tempo hoje e como ele se apresentou nos últimos três dias. IOANKMIT / DREAMSTIME.COM Figura 1. Tempo ensolarado PHOTODISC/GETTY IMAGE Figura 2. Tempo nublado 341

40 LULLABI / DREAMSTIME.COM Figura 3. Tempo chuvoso MEDROIMAGES / PHOTODISC / GETTY IMAGES Figura 4. Tempo de ventania PHOTODISC / GETTY IMAGES Figura 5. Tempo frio 342

41 1. Como está o tempo hoje? Está ventando? Está chovendo? Está nublado ou ensolarado? 2. Como estava o tempo ontem? 3. Como estava o tempo antes de ontem? 4. Houve alteração na condição do tempo durante esses dias? 5. Houve alterações na condição do tempo durante o mesmo dia? Afinal, o que se entende por tempo? Ele é a mesma coisa que clima? Muitas pessoas confundem tempo com clima, no entanto são coisas diferentes. Entende-se por tempo o estado da atmosfera de um determinado lugar, em um determinado momento, por exemplo: hoje pela manhã estava chovendo. Agora está fazendo sol. O tempo muda com frequência. Entende-se por clima a sucessão habitual de estados de tempo em determinado lugar. Na Amazônia, o clima é quente e úmido. Isso significa que durante todo o ano, as temperaturas são elevadas e a quantidade de chuvas é muito grande. 343

42 Para continuar Fatores de clima Alguns fatores são muito importantes para que nós possamos entender as diferenças climáticas de uma região para outra. Vamos conhecer cada um deles. Latitude Você sabe o que é latitude? Latitude é a distância de um ponto qualquer do planeta até a linha do Equador. Vamos voltar ao capítulo 1 deste caderno e rever as zonas térmicas da Terra e o que aprendemos sobre elas: Onde se localizam os climas quentes? Onde se localizam os climas frios? PN CÍRCULO POLAR ÁRTICO Zona fria do norte TRÓPICO DE CÂNCER Zona temperada do norte EQUADOR TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO Zona quente ou intertropical CÍRCULO POLAR ANTÁRTICO PS Zona fria do sul Zona temperada do sul Figura 6. Zonas térmicas da Terra Os climas quentes estão localizados próximos à linha do Equador; os climas frios estão localizados próximos aos polos, isto é, estão bem distantes da linha do Equador. 344

43 Quanto menor for a latitude, isto é, quanto menor for a distância de um lugar em relação ao Equador, mais quente será o clima desse lugar. Quanta maior for a latitude, isto é, quanto maior for a distância da linha do Equador mais frio será o clima do lugar. Altitude JORGE MORALES PIDERIT MORALEH / WIKIMEDIA Figura 7. Cordilheira dos Andes Observe a figura 7. Perceba como o cume das montanhas está coberto de neve mesmo quando é verão. Isso acontece porque há relação entre a altitude e a temperatura. À medida que a altitude aumenta, a temperatura diminui. Localidades mais altas apresentam temperaturas médias mais baixas. Proximidade do mar O mar se aquece muito mais lentamente do que a terra. Ele perde o calor mais lentamente também, por isso funciona como um regulador térmico. As temperaturas são mais amenas e a diferença entre as temperaturas mais altas e mais baixas é menor. Além disso, as áreas próximas ao mar são mais úmidas. À medida que nos afastamos do litoral em direção ao interior do continente, a umidade começa a diminuir e a diferença entre as temperaturas mais altas e mais baixas aumenta. 345

44 As massas de ar As massas de ar são grandes bolsões de ar que se deslocam pela atmosfera carregando as características de temperatura e de umidade de sua região de origem. Se vierem dos polos, serão frias; se surgirem próximas à linha do Equador, serão quentes. Da mesma maneira, se forem marítimas, serão úmidas e provocarão chuvas e, se forem continentais, serão secas. Preste atenção às notícias sobre o tempo. Elas sempre fazem referência à presença da Massa Polar Atlântica que surge no Polo Sul e atinge o Brasil, provocando chuvas e quedas nas temperaturas. Veja, no mapa a seguir, as principais massas de ar que atuam no Brasil. BRASIL: MASSAS DE AR QUE ATUAM NO BRASIL OCEANO ATLÂNTICO EQUADOR Ea Ec OCEANO PACÍFICO TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO Tc Ta Ea Massa de ar equatorial atlântica (quente e úmida) Ec Massa de ar equatorial continental (quente e úmida) Pa Massa de ar polar atlântica (fria e úmida) Ta Massa de ar tropical atlântica (quente e úmida) Tc Massa de ar tropical continental (quente e seca) Pa OCEANO ATLÂNTICO km Figura 8. Massas de ar que atuam no Brasil 346

45 As correntes marítimas As correntes marítimas são como rios que circulam pelos oceanos. Elas também carregam as características de seus locais de origem e, por isso, afetam a temperatura das regiões por onde passam: se a corrente for quente, a temperatura se elevará na área costeira; se a corrente for fria, a temperatura diminuirá na área costeira. Responda: 1. Qual é a influência da latitude no clima? 2. Qual é a influência da altitude no clima? 3. Onde as temperaturas são mais amenas? No litoral, ou no interior? Explique porquê. 4. Onde as temperaturas são mais baixas? No litoral, ou na Serra da Mantiqueira? Explique sua resposta. 347

46 Para continuar Os diversos tipos de clima Os climas variam muito de uma região da Terra para outra. No Brasil, predominam os climas quentes e tropicais, pois a maior parte de nosso território localiza-se na zona intertropical. Apenas uma pequena parte do território nacional localiza-se na zona temperada do sul. A atuação de massas de ar úmidas garante à maior parte do país grande quantidade de chuvas. CLIMAS DO BRASIL, SEGUNDO ARTHUR STRAHLER OCEANO ATLÂNTICO EQUADOR OCEANO PACÍFICO 6 TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO 1. Clima equatorial 2. Clima tropical 3. Clima semiárido 4. Clima tropical úmido 5. Clima subtropical 6. Clima tropical de altitude km 5 OCEANO ATLÂNTICO Figura 9. Climas no Brasil 348

47 1. Clima equatorial: é um clima quente e úmido. Faz calor e possui elevados índices pluviométricos. Como as temperaturas são sempre elevadas, há pouca variação de temperatura durante o ano. É o clima da Amazônia. 2. Clima tropical: também apresenta temperaturas elevadas, mas é menos quente do que o clima equatorial. Apresenta uma estação seca, que corresponde aos meses de inverno, e uma estação chuvosa, que corresponde aos meses de verão. Ocorre na maior parte do país. 3. Clima semiárido: é típico das áreas sertanejas do interior do Nordeste. As temperaturas são muito elevadas e variam pouco durante o ano. Chove pouco e de maneira irregular. 4. Clima tropical úmido: ocorre nas áreas litorâneas do Nordeste e do Sudeste. É muito quente e muito úmido. 5. Clima subtropical: é típico da região Sul do país e apresenta temperaturas médias mais baixas e grande quantidade de chuvas que se distribuem ao longo do ano, embora apresentem uma concentração maior nos meses de verão. 6. Clima tropical de altitude: as temperaturas são mais amenas em razão da altitude. As chuvas concentram-se nos meses de verão. Ocorre nas áreas mais altas da região Sudeste (Serra da Mantiqueira). Responda: 1. De acordo com o mapa anterior, qual é o clima no seu município? 349

48 2. Caracterize o clima de seu município. Para casa 1. Complete o quadro abaixo: Fatores do clima O que são? Como agem no clima? Altitude Maritimidade Latitude Massas de ar Correntes marítimas 350

49 2. Identifique as massas de ar que atuam no Brasil. MASSAS DE AR Ea EQUADOR Ec TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO Tc Ta Pa OCEANO ATLÂNTICO km Ec Tc Pa Tb Ea 351

50 3. Identifique os diversos tipos de clima no Brasil, colorindo cada região climática com uma cor diferente e elaborando uma legenda adequada. CLIMAS DO BRASIL, SEGUNDO ARTHUR STRAHLER EQUADOR TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO Clima equatorial Clima tropical Clima semiárido Clima tropical úmido Clima tropical de altitude Clima subtropical OCEANO ATLÂNTICO km 352

51 Para finalizar O que eu aprendi neste capítulo 353

52 Capítulo Geografia 4 A cobertura vegetal do planeta Para começar O que a vegetação tem a ver com o clima? Neste capítulo, estudaremos as relações entre o clima e a vegetação e conheceremos as diferentes formações vegetais do Brasil. 1. Observe as figuras a seguir e, sob a orientação de seu professor, registre no espaço adiante as suas observações. CENTRAL CORES DO BRASIL Figura 1. Floresta Amazônica WIKIMEDIA / JÚLIO Figura 2. Caatinga 354

53 a) Floresta Amazônica b) Caatinga 2. Retorne ao capítulo anterior e analise o mapa dos climas no Brasil. Como é o clima na Amazônia? Como é o clima no Sertão Nordestino? Descreva-os no espaço a seguir. a) Amazônia 355

54 b) Sertão Nordestino 3. Que relações podemos estabelecer entre as características climáticas dessas regiões e a vegetação? Para ajudá-lo a pensar: Região Tipo de clima Temperaturas Umidade Vegetação Amazônica Equatorial Elevadas Elevada Floresta equatorial Sertão Nordestino Semiárido Elevadas Baixa Caatinga Qual é o elemento do clima que condiciona as diferenças de vegetação entre a Amazônia e o Sertão? A umidade, ou seja, o regime de chuvas de uma região é determinante para a existência ou não de florestas nessa região. 356

55 4. Observe as figuras a seguir e, sob a orientação de seu professor, registre no espaço adiante as suas observações das florestas: ERIC1513 / DREAMSTIME.COM Figura 3. Floresta boreal (fria ou taiga) AFAGUNDES/DREAMSTIME.COM Figura 4. Floresta tropical. 357

56 a) Floresta boreal ou taiga b) Floresta tropical 358

57 5. Que relações podemos estabelecer entre as características climáticas dessas regiões e a vegetação? Para ajudar você a pensar: Região Tipo de clima Temperaturas Umidade Vegetação Ocorre nas altas latitudes da região temperada do Canadá, da Escandinávia e da Rússia. Frio Muito baixas: inverno muito frio e verão frio Moderada Floresta boreal ou taiga diversidade muito baixa Regiões temperadas Recobria grande parte da Europa, a costa nordeste dos Estados Unidos e o sudeste do Canadá. Temperado, com as quatro estações do ano bem definidas Elevadas no verão e muito baixas no inverno Moderada, com chuvas bem distribuídas ao longo do ano Floresta Temperada diversidade moderada Regiões tropicais da América, África e Ásia Tropical Permanentemente altas Alta com muitas chuvas Floresta tropical diversidade muito alta a) Quais são os elementos do clima que condicionam a ocorrência de florestas nessas diferentes regiões? 359

58 b) Qual é o elemento do clima que interfere no tipo de floresta e na diversidade da vegetação dessas diferentes regiões? A temperatura é o elemento do clima que possibilitará a maior ou menor diversidade das florestas de cada uma dessas regiões. Para continuar A vegetação brasileira PAISAGENS VEGETAIS DO BRASIL EQUADOR OCEANO ATLÂNTICO OCEANO PACÍFICO TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO Cerrados Campos Caatinga Complexo do Pantanal Vegetação litorânea Floresta latifoliada equatorial (Amazônica) Floresta latifoliada tropical (Mata Atlântica) Mata de Araucária km OCEANO ATLÂNTICO Figura 5 Observe, no mapa da vegetação brasileira, a grande variedade de paisagens vegetais que existe em nosso território. Por que será que isso acontece? 360

59 Isso acontece porque o Brasil é um país de grande extensão territorial com bastante variação de temperaturas e de regimes de chuvas, o que provoca essa variação de paisagens vegetais. A cobertura vegetal original está bastante destruída devido à ocupação humana, ao crescimento urbano e à expansão das atividades agropecuárias. Vamos conhecer as grandes formações vegetais do Brasil e suas características. Floresta Amazônica É uma floresta equatorial: rica, perene, densa, latifoliada (folhas grandes), com árvores altas e de copas largas. Ocupa praticamente toda a região Norte do país. Uma parcela da população dessa região vive de atividades de subsistência ligadas à floresta. CENTRAL CORES DO BRASIL Figura 6. Floresta Amazônica Mata Atlântica É uma floresta tropical: rica, perene, latifoliada e menos densa que a Floresta Amazônica. Ocupava uma faixa que se estendia do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul, além de ocupar áreas no interior dos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Paraná. Foi muito devastada desde os tempos coloniais e hoje resta muito pouco da mata nativa: apenas cerca de 7% de sua área original. 361

60 REINALDO TRONTO Figura 7. Mata Atlântica Mata das Araucárias ou Mata dos Pinhais Encontrada na região Sul do país, é uma floresta subtropical aciculifoliada na qual predomina a araucária, que é da família das coníferas. É uma paisagem vegetal seriamente comprometida: a exploração econômica da madeira e a ocupação da área pela agricultura provocou uma devastação muito grande. Hoje, restam apenas 3% da vegetação nativa original. WAIR BENEDICTO / KEYDISC BRASIL Figura 8. Mata das Araucárias ou Mata dos Pinhais 362

61 Cerrado Essa vegetação típica da região Centro-Oeste é encontrada também em outras regiões do país, como o Nordeste, Sudeste e até aparece em manchas na região Norte. É encontrada em regiões com climas tropicais que alternam uma estação seca e uma estação chuvosa. É um tipo de vegetação adaptada a essa alternância das chuvas: pequenas árvores e arbustos, com galhos retorcidos, casca grossa e raízes profundas, que ajudam a suportar os longos períodos sem chuvas. Hoje, essa área reduziu-se a muito devido às atividades da agropecuária. REINALDO TRONTO Figura 9. Cerrado 363

62 Mata dos Cocais (babaçuais) É uma floresta de transição localizada entre a Floresta Amazônica e a Caatinga, ocupando áreas do Estado do Maranhão e do Piauí. É constituída por palmeiras de babaçu e de carnaúba. WIKIMÉDIA Figura 10. Mata dos Cocais Pantanal O complexo do Pantanal é formado pelo agrupamento de diferentes formações vegetais: há ocorrência de campos que são inundados no verão, áreas de floresta tropical e equatorial e cerrado nas regiões mais elevadas. Ocupa uma grande parte dos Estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul em uma área de aproximadamente 200 mil km 2. É uma região com enorme biodiversidade. CENTRAL CORES DO BRASIL Figura 11. Pantanal 364

63 Caatinga A Caatinga ocorre no sertão nordestino. É constituída por espécies adaptadas para suportar grandes períodos de seca. O clima do Sertão Nordestino é tropical semiárido, ou seja, a umidade é baixa e as chuvas são escassas e irregulares. A vegetação é formada por plantas da família dos cactos. Durante as secas, que algumas vezes são bastante prolongadas, a vegetação perde as folhas como forma de evitar a transpiração. Área de ocupação bastante antiga, hoje essa paisagem vegetal está reduzida à metade de sua cobertura original. REINALDO TRONTO Figura 12. Caatinga Mata ciliar ou mata de galeria Como os cílios protegem os nossos olhos, a Mata Ciliar protege os rios. Vistas de longe, assemelham-se a grandes galerias acompanhando o curso do rio. São muito importantes para evitar a erosão nas margens dos rios e o consequente assoreamento do leito do rio. 365

64 O assoreamento é resultado da erosão provocada pelos ventos, pela chuva e pelas águas do próprio rio, bem como pela ação humana. Os sedimentos provocados por esse desgaste são depositados no fundo do rio, dificultando a navegação em algumas áreas e favorecendo a ocorrência de enchentes, nas áreas urbanas. WIKIMEDIA Figura 13. Mata ciliar ou mata de galeria Campos Os campos são um tipo de vegetação rasteira constituída por gramíneas e arbustos e é típica do Rio Grande do Sul, sendo conhecida como Campanha Gaúcha. A exemplo dos pampas argentinos e uruguaios, os campos gaúchos constituem excelentes pastagens naturais. CHRISDODUTCH / DREAMSTIME.COM Figura 14. Campos 366

65 Mangues Os mangues são formações vegetais típicas das áreas litorâneas. As plantas são adaptadas à presença de grande umidade e salinidade. Ocorrem em áreas alagadiças e salobras. Suas plantas possuem raízes aéreas que permitem maior absorção de oxigênio. Os mangues são áreas importantes de reprodução de espécies e ricas em alimentos da fauna marinha, estando no início da cadeia alimentar. Infelizmente, nas últimas décadas, o processo de urbanização acelerado que atinge o litoral brasileiro, provocou a destruição de grandes extensões dessa paisagem, o que é um dano muito grande aos ecossistemas marinhos e ao ambiente de um modo geral. ANIVAM / DREAMSTIME.COM Figura 15. Mangues Responda: 1. Qual era a paisagem vegetal original do seu município? 367

66 2. Há resquícios dessa formação vegetal original? Por quê? 3. Caracterize a paisagem vegetal original do seu município. 4. Em grupo e sob a orientação de seu (sua) professor(a), organize cartazes com os diferentes tipos de cobertura vegetal do Brasil, identificando cada uma delas. Para continuar A importância da conservação O desmatamento da Floresta Amazônica atinge números alarmantes, pouco restou da Mata Atlântica após séculos de ocupação humana, os manguezais desaparecem sob os empreendimentos imobiliários milionários, a Mata das Araucárias foi destruída pela indústria madeireira e o Cerrado vem se transformando em imensas áreas de produção de soja. 368

67 A destruição das florestas tropicais implicará na perda da biodiversidade vegetal e animal. Acredita-se que muitas espécies tenham sido extintas sem terem sido conhecidas pelo homem. Além disso, a destruição do ambiente vegetal poderá levar ao desaparecimento de espécies que cumprem um importante papel na cadeia alimentar, sendo vitais para o equilíbrio ecológico. O Brasil tem uma legislação ambiental considerada bastante moderna e abrangente. O grande problema está na desobediência às leis e na fiscalização que é realizada, de modo geral, de forma precária e pouco eficiente. Os biomas brasileiros estão sendo constantemente ameaçados pelas ações humanas. Por conta disso, políticas públicas têm sido implantadas para evitar que a devastação atinja níveis irrecuperáveis. Para evitar essa devastação, áreas de proteção ambiental vêm sendo criadas. É necessário também educar a população para que tenha uma postura de respeito para com o ambiente e de solidariedade para com os povos. A grande preocupação no Brasil, hoje, é a preservação da Amazônia e do que restou da Mata Atlântica. Responda: 1. Qual é a situação da vegetação original no Brasil hoje? 2. O que vem sendo feito pelo governo brasileiro para corrigir essa situação? 369

68 Para casa 1. Identifique as diferentes paisagens vegetais do Brasil colorindo cada uma delas com uma cor diferente. Faça uma legenda adequada. VEGETAÇÃO BRASILEIRA OCEANO ATLÂNTICO Equador OCEANO PACÍFICO Trópico de Capricórnio OCEANO ATLÂNTICO km 370

69 2. Escreva um pequeno texto relatando a situação das paisagens vegetais brasileiras e discutindo a necessidade de conservá-las. Para finalizar O que eu aprendi neste capítulo 371

70 É hora de sistematizar o que aprendemos Assinale com um X, na coluna da direita, os objetivos que você conseguiu atingir neste caderno. 1 o Os movimentos que a Terra faz Identifiquei os movimentos de rotação e translação. Reconheci as consequências dos movimentos de rotação e translação para a vida no planeta Terra. Estabeleci as causas da ocorrência do dia e da noite e das estações do ano. Identifiquei as zonas térmicas da Terra. 2 o A forma da Terra Reconheci as terras emersas e submersas. Desenvolvi noções do relevo terrestre. Desenvolvi noções do relevo no Brasil. Li e construi mapas de relevo. 3 o Será que vai chover? Identifiquei os diversos tipos de clima Identifiquei os climas do Brasil. Li e construi mapas de climas. Relacionei vegetação e clima. 4 o A cobertura vegetal do planeta Identifiquei as diferentes formas de vegetação brasileira. Reconheci a importância da conservação das florestas. Li e construi mapas da cobertura vegetal. 372

71 Anotações 373

72 Anotações 374

73 Anotações 375

74 Anotações 376

EXERCÍCIOS DE REVISÃO - CAP. 04-7ºS ANOS

EXERCÍCIOS DE REVISÃO - CAP. 04-7ºS ANOS EXERCÍCIOS DE REVISÃO - CAP. 04-7ºS ANOS LEIA AS INFORMAÇÕES, CONSULTE O LIVRO PARA ADQUIRIR MAIS CONHECIMENTO E RESPONDA OS EXERCÍCIOS EM SEU CADERNO. 1- Quente e frio: um país de extremos O Brasil é

Leia mais

A interdependência entre os elementos na BIOSFERA.

A interdependência entre os elementos na BIOSFERA. A interdependência entre os elementos na BIOSFERA. A biosfera contém inúmeros ecossistemas (conjunto formado pelos animais e vegetais em harmonia com os outros elementos naturais). Biomas: conjuntos dinâmicos

Leia mais

FATORES CLIMÁTICOS ELEMENTOS ATMOSFÉRICOS ALTERAM A DINÂMICA LATITUDE ALTITUDE CONTINENTALIDADE MARITIMIDADE MASSAS DE AR CORRENTES MARÍTIMAS RELEVO

FATORES CLIMÁTICOS ELEMENTOS ATMOSFÉRICOS ALTERAM A DINÂMICA LATITUDE ALTITUDE CONTINENTALIDADE MARITIMIDADE MASSAS DE AR CORRENTES MARÍTIMAS RELEVO FATORES CLIMÁTICOS LATITUDE ALTITUDE CONTINENTALIDADE MARITIMIDADE MASSAS DE AR CORRENTES MARÍTIMAS RELEVO ALTERAM A DINÂMICA ELEMENTOS ATMOSFÉRICOS TEMPERATURA, UMIDADE,PRESSÃ O ATMOSFÉRICA Climas

Leia mais

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com

Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com Criado e Desenvolvido por: Todos os direitos são reservados 2015. www.tioronni.com BIOMAS É um conjunto de vários ecossistemas, que possuem certo nível de homogeneidade. Composto pelo fatores bióticos

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. a Andreza Xavier Prof. o Walace Vinente CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas

Leia mais

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA?

MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? MAS O QUE É A NATUREZA DO PLANETA TERRA? A UNIÃO DOS ELEMENTOS NATURAIS https://www.youtube.com/watch?v=hhrd22fwezs&list=plc294ebed8a38c9f4&index=5 Os seres humanos chamam de natureza: O Solo que é o conjunto

Leia mais

Localizaçao brasileira, Divisao Politica e Regional e Aspectos Fisicos

Localizaçao brasileira, Divisao Politica e Regional e Aspectos Fisicos Localizaçao brasileira, Divisao Politica e Regional e Aspectos Fisicos LOCALIZAÇÃO BRASILEIRA O Brasil é um país que integra a América do Sul e apresenta extensão territorial de 8.514.876 km². É o quinto

Leia mais

Terminologia Vegetal

Terminologia Vegetal Efeitos da latitude e da altitude sobre os biomas. Terminologia Vegetal Aciculifoliadas folhas em forma de ; Coriáceas folhas, e normalmente ; Decíduas antes de secas ou invernos rigorosos; Latifoliadas

Leia mais

Clima e Vegetação. Clima e Vegetação. Prof. Tiago Fuoco

Clima e Vegetação. Clima e Vegetação. Prof. Tiago Fuoco Clima e Vegetação O Continente Americano possui a maior extensão Norte-Sul entre todos os continentes do globo e está localizado em todas as zonas climáticas da Terra. Os climas presentas na América são:

Leia mais

VEGETAÇÃO. Página 1 com Prof. Giba

VEGETAÇÃO. Página 1 com Prof. Giba VEGETAÇÃO As formações vegetais são tipos de vegetação, facilmente identificáveis, que dominam extensas áreas. É o elemento mais evidente na classificação dos ecossistemas e biomas, o que torna importante

Leia mais

CORREÇÃO DA ORIENTAÇÃO PARA PROVA TRIMESTRAL = 8º ANO = DIA 25/10 (3ª FEIRA)

CORREÇÃO DA ORIENTAÇÃO PARA PROVA TRIMESTRAL = 8º ANO = DIA 25/10 (3ª FEIRA) CORREÇÃO DA ORIENTAÇÃO PARA PROVA TRIMESTRAL = 8º ANO = DIA 25/10 (3ª FEIRA) BOM ESTUDO Profª Sueli Rocha CONTEÚDO: Os tipos de clima do continente Americano 01 Conceituar clima R: Clima é a seqüência

Leia mais

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil.

Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. 1 1.2 Conteúdo: A Dinâmica Climática no Brasil. 2 1.2 Habilidade: Localizar os diferentes tipos de climas existentes no território brasileiro. 3 Jorge Ben

Leia mais

01. (FUVEST) Dentre os vários aspectos que justificam a diversidade biológica da Mata Atlântica, encontram-se:

01. (FUVEST) Dentre os vários aspectos que justificam a diversidade biológica da Mata Atlântica, encontram-se: 01. (FUVEST) Dentre os vários aspectos que justificam a diversidade biológica da Mata Atlântica, encontram-se: I. Concentração nas baixas latitudes, associadas a elevadas precipitações. II. Distribuição

Leia mais

BRASIL NO MUNDO: FUSOS HORÁRIOS DO BRASIL. Nossas fronteiras-problema : Fusos horários Mundiais

BRASIL NO MUNDO: FUSOS HORÁRIOS DO BRASIL. Nossas fronteiras-problema : Fusos horários Mundiais BRASIL NO MUNDO: Linha do Equador: 93% Hemisfério Sul 7% Hemisfério Norte Trópico de Capricórnio: 92% zona Tropical 8% Zona temperada do Sul Nossas fronteiras-problema : ( FARC ) Colômbia: Narcotráfico

Leia mais

Evolução da Terra. Geografia Prof. Cristiano Amorim

Evolução da Terra. Geografia Prof. Cristiano Amorim Evolução da Terra Geografia Prof. Cristiano Amorim Estrutura interna da Terra A estrutura interna da Terra é composta de: Litosfera (50 a 60 km de espessura). Manto (4.600 km de espessura). Núcleo (1.700

Leia mais

Professores: Clodoaldo e Jaime

Professores: Clodoaldo e Jaime Professores: Clodoaldo e Jaime A atmosfera é uma camada gasosa que envolve a Terra composta por vários gases. Ela é dividida em camadas de acordo com a altitude e as propriedades físicas, e composição

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 30 O CLIMA NO BRASIL

GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 30 O CLIMA NO BRASIL GEOGRAFIA - 3 o ANO MÓDULO 30 O CLIMA NO BRASIL Como pode cair no enem (PUC Adaptado) ºC 30 20 10 0 mm 500 350 250 150 1811 mm anuais 50 0 Baseado no climograma e nas afirmativas a seguir, responda a

Leia mais

Biomas Brasileiros. www.tiberiogeo.com.br A Geografia Levada a Sério

Biomas Brasileiros. www.tiberiogeo.com.br A Geografia Levada a Sério Biomas Brasileiros FLORESTA AMAZÔNICA Solos com limitações quanto à fertilidade natural. Características Localiza-se: Região Norte; parte do norte do Mato Grosso e Goiás; e parte oeste do Maranhão; O maior

Leia mais

Domínios Florestais do Mundo e do Brasil

Domínios Florestais do Mundo e do Brasil Domínios Florestais do Mundo e do Brasil Formações Florestais: Coníferas, Florestas Temperadas, Florestas Equatoriais e Florestas Tropicais. Formações Herbáceas e Arbustivas: Tundra, Pradarias Savanas,

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Geografia. 1º ano Biomas Sílvia fev/08 INTRODUÇÃO

Nome: Nº: Turma: Geografia. 1º ano Biomas Sílvia fev/08 INTRODUÇÃO Nome: Nº: Turma: Geografia 1º ano Biomas Sílvia fev/08 INTRODUÇÃO São conjuntos de ecossistemas terrestres com vegetação característica e fisionomia típica em que predomina certo tipo de clima. São comunidades

Leia mais

BIOLOGIA BIOMAS BRASILEIROS

BIOLOGIA BIOMAS BRASILEIROS BIOLOGIA BIOMAS BRASILEIROS Caatinga Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia e Norte de Minas. Forte presença de arbustos com galhos retorcidos e com raízes

Leia mais

O que você deve saber sobre BIOMAS MUNDIAIS

O que você deve saber sobre BIOMAS MUNDIAIS O que você deve saber sobre Elementos do clima, como temperatura e umidade, interferem na formação de diferentes ecossistemas, e em cada um deles há um equilíbrio dinâmico. As regiões polares - Tundra

Leia mais

BIOMAS BRASILEIROS. Prof.ª Débora Lia Ciências/ Biologia

BIOMAS BRASILEIROS. Prof.ª Débora Lia Ciências/ Biologia BIOMAS BRASILEIROS Prof.ª Débora Lia Ciências/ Biologia BIOMA: É CONJUNTO DE ECOSSISTEMAS TERRESTRES, CLIMATICAMENTE CONTROLADOS, QUE SÃO CARACTERIZADOS POR UMA VEGETAÇÃO PRÓPRIA (RAVEN ET AL., 2001) LOCALIZAÇÃO

Leia mais

CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL

CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL CAPÍTULO 13 OS CLIMAS DO E DO MUNDOBRASIL 1.0. Clima no Mundo A grande diversidade verificada na conjugação dos fatores climáticos pela superfície do planeta dá origem a vários tipos de clima. Os principais

Leia mais

GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL 1. Posição e situação geográfica. O Rio Grande do Sul é o estado mais meridional do Brasil, localiza-se no extremo sul do país. Tem um território de 282.062 km 2, ou seja,

Leia mais

Capítulo 5 A Geografia da União Europeia

Capítulo 5 A Geografia da União Europeia Capítulo 5 A Geografia da União Europeia A Europa é um Continente? América Do Norte EUROPA Ásia OCEANO ÁRTICO América Central África OCEANO PACÍFICO América do Sul OCEANO ATLÂNTICO OCEANO ÍNDICO Oceania

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25 Profº André Tomasini Localizado na Região Centro-Oeste. Campos inundados na estação das chuvas (verão) áreas de florestas equatorial e tropical. Nas áreas mais

Leia mais

Colégio Salesiano Dom Bosco GEOGRAFIA Prof. Daniel Fonseca 6 ANO. Capítulo 7 Formas, Relevos e solos da Terra

Colégio Salesiano Dom Bosco GEOGRAFIA Prof. Daniel Fonseca 6 ANO. Capítulo 7 Formas, Relevos e solos da Terra Colégio Salesiano Dom Bosco GEOGRAFIA Prof. Daniel Fonseca 6 ANO Capítulo 7 Formas, Relevos e solos da Terra O que é relevo? O relevo terrestre pode ser definido como as formas da superfície do planeta,

Leia mais

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber Ipê Amarelo Fatores que influenciam na distribuição das formações vegetais: Clima 1. Temperatura; 2. Umidade; 3. Massas de ar; 4. Incidência

Leia mais

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Grande extensão territorial Diversidade no clima das regiões Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Motivação! Massas de Ar Grandes

Leia mais

AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO E DO BRASIL

AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO E DO BRASIL AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO E DO BRASIL AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO Formações vegetais do globo AS FORMAÇÕES VEGETAIS DO GLOBO As Grandes Formações Vegetais da Superfície da Terra Tundra Vegetação

Leia mais

GEOGRAFIA LISTA DE RECUPERAÇÃO - 7º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas:

GEOGRAFIA LISTA DE RECUPERAÇÃO - 7º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas: GEOGRAFIA Objetivas: 01 No último século, o Brasil deixou de ser um país essencialmente rural e se tornou um país urbano-industrial. Nesse processo, foram muitas as mudanças em seu espaço geográfico, especialmente

Leia mais

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.:

01- O que é tempo atmosférico? R.: 02- O que é clima? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= TEMPO ATMOSFÉRICO

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fatores climáticos. Prof. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fatores climáticos. Prof. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 1º Ano Fatores climáticos Prof. Claudimar Fontinele Latitude É a medida em graus de localização em relação à linha do Equador de um ponto dado

Leia mais

Data: / / Analise as proposições sobre as massas de ar que atuam no Brasil, representadas no mapa pelos números arábicos.

Data: / / Analise as proposições sobre as massas de ar que atuam no Brasil, representadas no mapa pelos números arábicos. -* Nome: nº Ano: 1º Recuperação de Geografia / 2º Bimestre Professor: Arnaldo de Melo Data: / / 1-(UDESC) Observe o mapa abaixo.. Analise as proposições sobre as massas de ar que atuam no Brasil, representadas

Leia mais

O estado de tempo e o clima Elementos e fatores climáticos

O estado de tempo e o clima Elementos e fatores climáticos O estado de tempo e o clima Elementos e fatores climáticos Escola Estadual Desembargador Floriano Cavalcanti PIBID-UFRN Geografia 6º ano O ESTADO DE TEMPO O ESTADO DE TEMPO VARIA: 11H 30M AO LONGO DO DIA

Leia mais

Os Grandes Biomas Terrestres. PROF Thiago Rocha

Os Grandes Biomas Terrestres. PROF Thiago Rocha Os Grandes Biomas Terrestres PROF Thiago Rocha Bioma: Uma comunidade de plantas e animais, com formas de vida e condições ambientais semelhantes. (Clements, 1916) Florestas tropicais A área de ocorrência

Leia mais

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8

Climas e Formações Vegetais no Mundo. Capítulo 8 Climas e Formações Vegetais no Mundo Capítulo 8 Formações Vegetais Desenvolvem-se de acordo com o tipo de clima, relevo, e solo do local onde se situam.de todos estes, o clima é o que mais se destaca.

Leia mais

Nome: ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nome: ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Disciplina: Geografia Ano / Série: 6ª ano Professor (a):gabriel Moreira Perona Data: / / 2014 Roteiro de Recuperação Nome: ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Cap. 4 Paisagens Climatobotânicas

Cap. 4 Paisagens Climatobotânicas Cap. 4 Paisagens Climatobotânicas CLIMA X TEMPO Tempo: são as condições instantâneas, de momento, podem variar de um dia para o outro; Clima: é um estudo estatístico das médias de variações do tempo ao

Leia mais

Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais

Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais Os pontos cardeais, colaterais e subcolaterais Dois trópicos e dois círculos Polares Tipos de Escalas Gráfica Numérica 1 : 100.000 Principais projeções cartográficas Cilíndrica Cônica Azimutal ou Plana

Leia mais

A atmosfera e sua dinâmica: o tempo e o clima

A atmosfera e sua dinâmica: o tempo e o clima A atmosfera e sua dinâmica: o tempo e o clima - Conceitos e definições (iniciais) importantes: - Atmosfera: camada gasosa que envolve a Terra (78% Nitrogênio, 21% Oxigênio e 1% outros). A camada gasosa

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 8 o ano Unidade 3

Sugestões de avaliação. Geografia 8 o ano Unidade 3 Sugestões de avaliação Geografia 8 o ano Unidade 3 5 Nome: Data: Unidade 3 1. Complete o trecho a seguir com informações sobre a localização do continente americano. O continente americano é o segundo

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade 2

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade 2 Sugestões de avaliação Geografia 6 o ano Unidade 2 5 Unidade 2 Nome: Data: 1. Preencha o quadro com as principais características do planeta Terra. Localização no Sistema Solar Formato Elementos presentes

Leia mais

CLIMAS DO BRASIL MASSAS DE AR

CLIMAS DO BRASIL MASSAS DE AR CLIMAS DO BRASIL São determinados pelo movimento das massas de ar que atuam no nosso território. É do encontro dessas massas de ar que vai se formando toda a climatologia brasileira. Por possuir 92% do

Leia mais

Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros. Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia. Bioma

Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros. Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia. Bioma Cap. 26 De norte a sul, de leste a oeste: os biomas brasileiros Sistema de Ensino CNEC Equipe de Biologia Bioma Conjunto de vida, vegetal e animal, constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação, condições

Leia mais

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO

COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO COLÉGIO SALESIANO DOM BOSCO A DINÂMICA ATMOSFÉRICA CAPÍTULO 1 GEOGRAFIA 9º ANO Vanessa Andrade A atmosfera é essencial para a vida, porque além de conter o oxigênio que respiramos, ela mantém a Terra quente,

Leia mais

CLIMATOLOGIA. Profª Margarida Barros. Geografia - 2013

CLIMATOLOGIA. Profª Margarida Barros. Geografia - 2013 CLIMATOLOGIA Profª Margarida Barros Geografia - 2013 CLIMATOLOGIA RAMO DA GEOGRAFIA QUE ESTUDA O CLIMA Sucessão habitual de TEMPOS Ação momentânea da troposfera em um determinado lugar e período. ELEMENTOS

Leia mais

Elementos e fatores climáticos

Elementos e fatores climáticos Elementos e fatores climáticos O entendimento e a caracterização do clima de um lugar dependem do estudo do comportamento do tempo durante pelo menos 30 anos: das variações da temperatura e da umidade,

Leia mais

Questões Climáticas e Água

Questões Climáticas e Água Questões Climáticas e Água Material de apoio para Monitoria 1. (UNICAMP-2012) O mapa abaixo indica a ocorrência de queda de neve na América do Sul. Observe o mapa e responda às questões. a) Que fatores

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

Os impactos ambientais de maior incidência no país

Os impactos ambientais de maior incidência no país Os impactos ambientais de maior incidência no país Segundo a Pesquisa de Informações Básicas Municipais Perfil dos Municípios Brasileiros/MUNIC 2008, realizada regularmente pelo Instituto Brasileiro de

Leia mais

Profª:Sabrine V.Welzel

Profª:Sabrine V.Welzel Geografia 2 ano/ensino Médio Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil 1) (FGV. SP) De acordo com o geógrafo Aziz N. Ab.Sáber, o território brasileiro é constituído por seis domínios morfoclimáticos e fitogeográficos,

Leia mais

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes

Clima e Formação Vegetal. O clima e seus fatores interferentes Clima e Formação Vegetal O clima e seus fatores interferentes O aquecimento desigual da Terra A Circulação atmosférica global (transferência de calor, por ventos, entre as diferentes zonas térmicas do

Leia mais

Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan

Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan Geografia do Brasil - Profº Márcio Castelan 1. (Uerj 2007) As figuras a seguir apresentam os mapas com a atuação das massas de ar no inverno e no verão brasileiros e o climograma da cidade de Cuiabá. De

Leia mais

CLIMATOBOTÂNICA O QUE É CLIMATOBOTÂNICA QUADRO CLIMATOBOTÂNICO

CLIMATOBOTÂNICA O QUE É CLIMATOBOTÂNICA QUADRO CLIMATOBOTÂNICO CLIMATOBOTÂNICA O QUE É CLIMATOBOTÂNICA Parte do estudo da ciência geográfica que combina elementos da botânica e geografia; Analisa características da vegetação partindo das características climáticas,

Leia mais

ULTI RESUMOS GEOGRAFIA ULTIRESUMOS.COM.BR

ULTI RESUMOS GEOGRAFIA ULTIRESUMOS.COM.BR ULTI RESUMOS GEOGRAFIA ULTIRESUMOS.COM.BR Resumo Geografia prova trimestral 1ª Etapa Climas do Brasil: Ao longo dos anos foram elaborados dois mapas para os climas existentes no Brasil. - Um feito por

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 O Sol e a dinâmica da natureza. O Sol e a dinâmica da natureza. Cap. II - Os climas do planeta Tempo e Clima são a mesma coisa ou não? O que

Leia mais

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense Biomas Brasileiros 1. Bioma Floresta Amazônica 2. Bioma Caatinga 3. Bioma Cerrado 4. Bioma Mata Atlântica 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense 6. Bioma Pampas BIOMAS BRASILEIROS BIOMA FLORESTA AMAZÔNICA

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

Respostas - Exercícios de rotação e translação

Respostas - Exercícios de rotação e translação Respostas - Exercícios de rotação e translação 1) "Durante a minha vida inteira me fiz essas perguntas: Existe vida além da Terra? Se existe, como se parece? De que é feita? Os seres de outros mundos se

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 1ª Ano Tema da aula: Dinâmica Climática e Formações Vegetais no Brasil Objetivo da aula: conhecer a diversidade

Leia mais

1. o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. Jefferson Oliveira Prof. ª Ludmila Dutra

1. o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. Jefferson Oliveira Prof. ª Ludmila Dutra 1. o ANO ENSINO MÉDIO Prof. Jefferson Oliveira Prof. ª Ludmila Dutra Unidade I Geografia física mundial e do Brasil. Aula 6 Revisão e avaliação da unidade I. 2 Tempo Estado momentâneo da atmosfera. Determinada

Leia mais

Nº Professor (a): MICHELLE VIEIRA EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE REGIÃO NORTE

Nº Professor (a): MICHELLE VIEIRA EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE REGIÃO NORTE Aluno (a): Nº Professor (a): MICHELLE VIEIRA Disciplina: GEOGRAFIA Ensino: Fundamental II 7º Ano Turma: Data: / /2015 EXERCÍCIOS DE REVISÃO 3º BIMESTRE CONTEÚDO: Unidades 1 à 4 (Apostila Vol. 3) REGIÃO

Leia mais

Rotas de aprendizagem - Projetos

Rotas de aprendizagem - Projetos Página1 Rotas de aprendizagem - Projetos Domínio - A Terra: Estudos e Representações Subdomínio: A e o Território 1/2 Quinzenas (Inicio: 1.º período) 1) Reconhecer a como a ciência que estuda os territórios

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

Prof: Franco Augusto

Prof: Franco Augusto Prof: Franco Augusto Efeito de latitude A forma esférica da Terra, faz os raios solares chegarem com intensidades variadas nas diversas porções do planeta. Nas áreas próximas à linha do Equador, com baixas

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A)

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL GEOGRAFIA (1ª SÉRIE A) 1. (Unesp 2013) Analise os climogramas dos principais tipos climáticos do Brasil e as fotos que retratam as formações vegetais correspondentes. Identifique o climograma e a respectiva foto que representa

Leia mais

Profª: Sabrine V. Welzel

Profª: Sabrine V. Welzel Geografia 6 Ano Águas Continentais e Oceânicas 1 - Observe a imagem a seguir e explique com suas palavras sobre o que se trata: 2 Complete os espaços em branco com palavras abaixo destacadas: Solos subterrâneas

Leia mais

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 CAP. 02 O território brasileiro e suas regiões.( 7º ano) *Brasil é dividido em 26 estados e um Distrito Federal (DF), organizados em regiões. * As divisões

Leia mais

Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil

Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil Os Domínios Morfoclimáticos do Brasil A classificação morfoclimática reúne grandes combinações de fatos geomorfológicos, climáticas, hidrológicos, pedológicos e botânicos que por sua relativa homogeinidade,

Leia mais

www.tiberioge.tibe o.c rioge om.br o.c A Ge G og o r g afi f a Le L va v da d a Sério

www.tiberioge.tibe o.c rioge om.br o.c A Ge G og o r g afi f a Le L va v da d a Sério 1 FLORESTA AMAZÔNICA 2 Características Localiza-se: Região Norte; parte do norte do Mato Grosso e Goiás; e parte oeste do Maranhão; O maior bioma brasileiro ocupa, praticamente, um terço da área do País.

Leia mais

Bioma é um conceito estabelecido para classificar ambientes com base na

Bioma é um conceito estabelecido para classificar ambientes com base na 1 Bioma é um conceito estabelecido para classificar ambientes com base na composição predominante da vegetação. O padrão climático (temperatura e precipitação) representa o principal aspecto utilizado

Leia mais

3ª Série / Vestibular. 21. Vegetação típica do Brasil central, os cerrados caracterizam-se por:

3ª Série / Vestibular. 21. Vegetação típica do Brasil central, os cerrados caracterizam-se por: 3ª Série / Vestibular 21. Vegetação típica do Brasil central, os cerrados caracterizam-se por: (a) árvores de grande porte, matas densas, fechadas e úmidas; (b) vegetação heterogênea, com árvores que perdem

Leia mais

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE GEOGRAFIA Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia: O planeta Terra foi formado há mais de 4 bilhões de anos após uma grande explosão. Na atmosfera havia muita água, gases

Leia mais

REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1

REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1 REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1 Continente Americano Prof. Ivanei Rodrigues Teoria sobre a formação dos continentes Transformação da crosta terrestre desde a Pangeia até os dias atuais. A Teoria da

Leia mais

A Mata Atlântica é uma formação vegetal brasileira. Acompanhava o litoral do país do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte (regiões meridional e

A Mata Atlântica é uma formação vegetal brasileira. Acompanhava o litoral do país do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte (regiões meridional e Mata Atlântica A Mata Atlântica (floresta pluvial costeira) está situada entre o R.N e o R.S. É um dos hotspots (O conceito dos Hotspots, criado em 1988 pelo Dr. Norman Myers, estabeleceu 10 áreas críticas

Leia mais

As atividades econômicas realizadas pelas pessoas costumam ser agrupadas em três setores.

As atividades econômicas realizadas pelas pessoas costumam ser agrupadas em três setores. SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / 2 / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE GEOGRAFIA 5.º ANO/EF ALUNO(A): TURMA: N.º: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

Biomas e formações vegetais mundiais

Biomas e formações vegetais mundiais Biomas e formações vegetais mundiais Bioma é uma comunidade biológica, ou seja, a fauna e a flora e suas interações entre si e com o ambiente físico, o solo, a água, o ar. O bioma da Terra compreende a

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011. Correntes marítimas

COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011. Correntes marítimas COLÉGIO SÃO JOSÉ PROF. JOÃO PAULO PACHECO GEOGRAFIA 1 EM 2011 Correntes marítimas Correntes marítimas Nas aulas anteriores aprendemos sobre a importância do Sol em nossas vidas. Revimos os movimentos da

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Geografia 7 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Complete o quadro com as características dos tipos de clima da região Nordeste. Tipo de clima Área de ocorrência Características

Leia mais

Reconhecer as diferenças

Reconhecer as diferenças A U A UL LA Reconhecer as diferenças Nesta aula, vamos aprender que os solos são o resultado mais imediato da integração dos processos físicos e biológicos na superfície da Terra. A formação e o desenvolvimento

Leia mais

COLÉGIO SANTA MARIA Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo Educação Infantil Ensino Fundamental e Médio www.csmaria.org.br

COLÉGIO SANTA MARIA Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo Educação Infantil Ensino Fundamental e Médio www.csmaria.org.br COLÉGIO SANTA MARIA Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo Educação Infantil Ensino Fundamental e Médio www.csmaria.org.br AVALIAÇÃO DE Atividades de Revisão de Geografia- R1 do 6º Ano - 2015 NOTA

Leia mais

PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA

PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA PROF. JEFERSON CARDOSO DE SOUZA UFRGS 2012 São fatores limitantes dos biomas: Umidade: ausência ou excesso; Solo: tipo de nutrientes e tempo de intemperismo; Temperatura: Amplitude Térmica; Luz solar:

Leia mais

Quanto à sua origem, podemos considerar três tipos básicos de rochas:

Quanto à sua origem, podemos considerar três tipos básicos de rochas: O que são rochas? Usamos rochas para tantos fins em nosso dia-a-dia sem nos preocupar com sua origem que esses materiais parecem ter sempre existido na natureza para atender as necessidades da humanidade.

Leia mais

PROGNÓSTICO DE VERÃO

PROGNÓSTICO DE VERÃO 1 PROGNÓSTICO DE VERÃO (Janeiro, Fevereiro e Março de 2002). O Verão terá início oficial às 17h21min (horário de verão) do dia 21 de dezembro de 2001 e estender-se-á até às 16h15min do dia 20 de março

Leia mais

FUVEST Resolvida 12/Janeiro/2016

FUVEST Resolvida 12/Janeiro/2016 pra quem faz questão das melhores faculdades Resolvida 12/Janeiro/2016 2 a Fase - 3 o Dia - Geografia Observe o mapa a seguir. Considere o trabalho análogo à escravidão no meio rural brasileiro. a) Indique

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOGRAFIA/ 2ª Avaliação 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - PRIMEIRO TRIMESTRE 2013

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOGRAFIA/ 2ª Avaliação 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - PRIMEIRO TRIMESTRE 2013 QUESTÕES DISCURSIVAS LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOGRAFIA/ 2ª Avaliação 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO - PRIMEIRO TRIMESTRE 2013 21. Podemos dizer que o espaço geográfico é o espaço astronômico ou sideral, o Universo?

Leia mais

Prova bimestral CIÊNCIAS. 2 o BIMESTRE 4 o ANO. 1. Leia o cartaz.

Prova bimestral CIÊNCIAS. 2 o BIMESTRE 4 o ANO. 1. Leia o cartaz. Material elaborado pelo Ético Sistema Ensino Ensino Fundamental Publicado em 2011 Prova bimestral 2 o BIMESTRE 4 o ANO CIÊNCIAS Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia o cartaz. REPRODUÇÃO A Companhia de

Leia mais

A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35

A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35 A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35 OS BIOMAS DO BRASIL: (Aziz Ab Saber) O que se leva em consideração nesses domínios morfoclimáticos? Clima. Relevo. Solo. Vegetação. Vida. História da Terra e da ocupação

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE GEOGRAFIA - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE GEOGRAFIA - 7.º ANO DE GEOGRAFIA - 7.º ANO Ano Letivo 2014 2015 PERFIL DO ALUNO Dentro do domínio da geografia e o território, o aluno deve compreender o objeto e o método da Geografia. No dominio da representação da superfície

Leia mais

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar GEOGRAFIA

Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar GEOGRAFIA Uma perspectiva de ensino para as áreas de conhecimento escolar GEOGRAFIA A proposta A proposta do Material Didático Positivo é a de construir um entendimento do geográfico com a perspectiva de que os

Leia mais

Água, fonte de vida. Aula 1 Água para todos. Rio 2016 Versão 1.0

Água, fonte de vida. Aula 1 Água para todos. Rio 2016 Versão 1.0 Água, fonte de vida Aula 1 Água para todos Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Analisar a quantidade de água potável disponível em nosso planeta 2 Identificar os diferentes estados da água 3 Conhecer o ciclo

Leia mais

Ciclo do Carbono. Lediane Chagas Marques

Ciclo do Carbono. Lediane Chagas Marques Ciclo do Carbono Lediane Chagas Marques Carbono É o quarto elemento mais abundante do universo, depois do Hidrogênio, Hélio e Oxigênio; Fundamental para a Vida; No planeta o carbono circula através dos

Leia mais

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade 4

Sugestões de avaliação. Geografia 6 o ano Unidade 4 Sugestões de avaliação Geografia 6 o ano Unidade 4 5 Nome: Data: Unidade 4 1. Associe as formas de relevo às suas características. (A) Montanhas (B) Planaltos (C) Planícies (D) Depressões ( ) Superfícies

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 51. Ainda é 31 de dezembro no Brasil quando a televisão noticia a chegada do Ano Novo em diferentes países. Entre os países que comemoram a chegada do Ano Novo antes do Brasil,

Leia mais

Observe o mapa múndi e responda.

Observe o mapa múndi e responda. EXERCÍCIOS DE REVISÃO COM RESPOSTAS PARA O EXAME FINAL GEOGRAFIA 5ª SÉRIE 1) Escreva V para verdadeiro e F para falso: ( V ) No globo terrestre, no planisfério e em outros mapas são traçadas linhas que

Leia mais

Cerrado Mata Atlântica Caatinga

Cerrado Mata Atlântica Caatinga Biomas brasileiros Um bioma é um conjunto de tipos de vegetação que abrange grandes áreas contínuas, em escala regional, com flora e fauna similares, definida pelas condições físicas predominantes nas

Leia mais