Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Matriz Portugal 2020 Candidaturas diretas a efetuar pelas IPSS"

Transcrição

1 Revisão 1 : 02/09/2015 PO PO Preparação e Reforço das Capacidades, Formação e Ligação em rede dos Gal (DLBC) Desenvolvimento Local de Base Comunitária 2ª fase Seleção das Estratégias de Desenvolvimento Local (EDL) e X 19/08/15 26/08/15 31/10/15 X X X X X 01/09/15 17/09/15 31/10/15 Podem beneficiar dos apoios as parcerias qualificadas na primeira fase do procedimento concursal n.º 2/2014, «Desenvolvimento Local de Base Comunitária, Concurso para apresentação de Candidaturas» da Autoridade de Gestão do PDR 2020, da Autoridade de Gestão do PO da Pesca , e das Autoridades de Gestão dos Programas Operacionais das Regiões Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve. O presente Convite destina-se às parcerias préqualificadas na 1.ª fase, com o objetivo de 1 A atualização é diária e inserida diretamente no site. 1

2 PO PO reconhecimento dos Grupos de Ação Local (GAL) Rede Local de Intervenção Social (RLIS) Rede Local de Intervenção Social (RLIS) Formação de públicos estratégicos Apoio financeiro e técnico a organizações da sociedade civil sem fins lucrativos que actuam no âmbito da promoção da igualdade de género e da prevenção e combate à violência doméstica e de género e ao tráfico de seres humanos X 01/07/15 28/07/15 07/10/15 X Out/15 Out/15 X 31/07/15 30/09/15 01/02/16 X 31/07/15 30/09/15 01/02/16 aprovação de Estratégias de Desenvolvimento Local e reconhecimento dos Grupos de Ação Local e constitui a segunda fase do processo de implementação do instrumento Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo 2

3 PO PO Qualificação de pessoas com deficiência ou incapacidade Qualificação de pessoas com deficiência ou incapacidade Concurso para apresentação de candidaturas - Melhorar o acesso aos serviços sociais (Açores) X 31/07/15 30/09/15 01/02/16 X X Jul/15 Set/15 X 06/07/15 31/12/18 30/06/19 Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS) X 01/07/15 28/07/15 07/10/15 Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS) X 06/07/15 15/09/15 05/10/15 Contratos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS) X Set/15 Out/15 Apoio técnico à elaboração, monitorização da execução e avaliação de planos para a X X X Jul/15 Out/15 igualdade Capacitação para a inclusão X Jul/15 Set/15 Formação modular para empregados e desempregados X X Jul/15 Set/15 Formação modular para Desempregado de Longa Duração (DLD) X Jul/15 Set/15 3

4 PO PO Formação modular para Desempregado de Longa X Out/15 Nov/15 Duração (DLD) Programa de Capacitação para o Investimento Social X Jul/15 Set/15 Programa de Parcerias para o Impacto X Jul/15 Out/15 Projetos locais de empreendedorismo - apoio ao X Set/15 Out/15 emprego Formações modulares destinadas, essencialmente, a trabalhadores de micro e X Set/15 Nov/15 pequenas empresas Projetos locais de empreendedorismo - apoio ao X Set/15 Set/15 investimento Apoio à parentalidade positiva X Set/15 Out/15 Cuidados especializados (prematuros/demências) X Set/15 Nov/15 Cuidados especializados (prematuros/demências) X Jan/16 Mai/16 Formação de Profissionais do Setor da Saúde X X Set/15 Out/15 Formação de Técnicos de Reabilitação X Set/15 Out/15 4

5 PO PO Rede de cuidados de proximidade X Set/15 Nov/15 Títulos de Impacto Social X Set/15 Dez/15 Equipamentos saúde X X X Set/15 Out/15 Cultura para todos ITI X Out/15 Dez/15 Formação e sensibilização para um voluntariado de continuidade X Out/15 Out/15 Projetos Inovadores de Inclusão Social de âmbito Territorial X Out/15 Nov/15 Qualificação do sistema nacional de intervenção precoce X Out/15 Out/15 na infância Qualificação do sistema nacional de intervenção precoce X Nov/15 Jan/16 na infância Qualificação do sistema nacional de intervenção precoce X Jan/16 Jan/16 na infância Suporte ao doente em casa/na comunidade através do uso de X Out/15 Out/15 tecnologias Suporte ao doente em casa/na comunidade através do uso de X Mar/16 Mar/16 tecnologias Inserção socio profissional da comunidade cigana X Nov/15 Nov/15 5

6 PO PO Modelos de apoio à vida independente (MAVI) X X Nov/15 Dez/15 Rede de cuidados/cuidadores de proximidade X Set/15 Nov/15 Rede de cuidados/cuidadores de proximidade X Nov/15 Dez/15 Apoio à regeneração física, económica e social das comunidades e zonas urbanas e X Nov/15 Fev/16 rurais desfavorecidas Apoio ao desenvolvimento dos viveiros de empresas X Dez/15 Fev/16 Idade + X X Dez/15 Dez/15 Idade + ITI X Dez/15 Dez/15 Sensibilização e informação no âmbito das reformas nos X Dez/15 Dez/15 serviços sociais e de saúde Equipamentos sociais X X X Jan/16 Mar/16 Emprego por conta própria, empreendedorismo e criação de empresas, incluindo micro, X Nov/15 Dez/15 pequenas e médias empresas inovadoras (FSE) Apoio ao desenvolvimento dos viveiros de empresas e à atividade por conta própria, X Nov/15 Dez/15 6

7 microempresas e criação de empresas e microempresas (FEDER) PO PO Projeto de mediadores municipais e interculturais em Serviços públicos X X Nov/15 Nov/15 Melhoria das infraestruturas de saúde X 17/8/ /12/2018 Adaptação de infraestruturas e novos equipamentos de saúde relacionados com cuidados primários, cuidados X 17/8/ /12/2018 hospitalares e novas valências de intervenção Melhoria das infraestruturas sociais X 17/8/ /12/2018 Equipamentos de saúde: laboratório, diagnóstico e X 17/8/ /12/2018 tecnologias de terapêutica SEUR Património natural e cultural X X X X X Set/15 Out/15 SEUR Eficiência energética nas empresas X X X X X Nov/15 Fev/16 Prevenção e gestão de riscos - SEUR Aquisição de veículos operacionais de proteção e X Nov/15 Fev/16 socorro Sem data prevista Sem data prevista Sem data prevista Sem data prevista Beneficiários: b) As pessoas coletivas de direito privado, sem fins lucrativos; Beneficiários: Outras entidades, designadamente associações que 7

8 PO PO SEUR SEUR SEUR SEUR SEUR SEUR Informação e sensibilização dos valores naturais classificados Proteção da biodiversidade e dos ecossistemas - Conservação da Natureza Proteção da biodiversidade e dos ecossistemas - Conservação da Natureza Proteção da biodiversidade e dos ecossistemas - Conservação da Natureza Prevenção e Gestão de Riscos - Redes de Defesa da Floresta contra incêndios A promoção da produção e distribuição de energia proveniente de fontes renováveis (Continente) X 16/07/15 31/08/15 23/11/15 X 16/07/15 31/08/15 23/11/15 X Set/15 Out/15 X Jan/16 Mar/16 X Jul/15 Out/15 X Fev/16 Mar/16 tenham por missão desenvolver operações de gestão de riscos. Âmbito territorial: NUT II do Continente Âmbito territorial: Continente Beneficiários: a) A administração local e entidades do setor público, do setor privado com ou sem fins lucrativos ou do setor cooperativo, para intervenções nas escolas no ensino préescolar e 1.º ciclo do ensino básico; d) As entidades do setor público, do setor privado com ou sem fins lucrativos ou do 8

9 PO PO SEUR Promover o conhecimento e a valorização da biodiversidade e dos ecossistemas X 17/03/15 31/12/18 30/06/19 setor cooperativo, e outros organismos da administração pública ou equipados com competências nas áreas sectoriais da educação, ensino superior, formação profissional e emprego, para intervenções nos estabelecimentos de educação e formação profissional; Beneficiários: a) Administração Pública b) Entidades públicas e privadas sem fins lucrativos. SEUR SEUR SEUR Promoção do património cultural marítimo e valorização de pontos de acesso ao Mar Promoção do património natural na vertente turística Investimento na proteção, promoção e desenvolvimento do património natural X 04/06/15 31/12/18 X 04/06/15 31/12/18 X 04/06/15 31/12/18 Sem data prevista Beneficiários: Administração Pública Regional e Local; Entidades do Setor Público Empresarial Regional; Organismos de natureza pública ou privada sem fins lucrativos, que prossigam fins de natureza pública. 9

10 PO PO SEUR CH Infraestruturas de apoio à visitação Centros para a Qualificação e Ensino Profissional (CQEP) X 04/06/15 31/12/18 X 03/07/15 03/09/15 23/12/15 Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo CH Planos integrados e inovadores de combate ao insucesso escolar X X X Set/15 Out/15 CH Serviços de Psicologia e Orientação (SPO) - Formação X Out/15 Nov/15 CH Serviços de Psicologia e Orientação (SPO) - Rede X X Out/15 Nov/15 CH Autonomia das Escolas X Out/15 Nov/15 CH Infraestruturas educativas X Out/15 Nov/15 Beneficiários: a) A Alocação e formação de administração local e CH educadores de infância X X X Jul/15 Set/16 entidades do setor público, do setor especializados privado com ou sem Formação contínua de fins lucrativos ou do professores e formadores da setor cooperativo, para CH X Out/15 Mar/16 educação pré-escolar e dos intervenções nas ensinos básico e secundário escolas no ensino préescolar e 1.º ciclo do Formação de professores de ensino básico; CH X Jan/16 Jul/16 educação especial d) As entidades do 10

11 CH Programa de qualificação de formadores e outros agentes de formação PO PO X Out/15 Nov/15 CH TEIP, PIEF, Mais Sucesso X X X Nov/15 Mar/16 CH CH Qualidade e eficiência sistema de educação e formação com vista à promoção do sucesso escolar Ações de inovação social para experimentação e teste de novas respostas na área educativa X Out/15 Mar/16 X Jan/16 Jul/16 setor público, do setor privado com ou sem fins lucrativos ou do setor cooperativo, e outros organismos da administração pública ou equipados com competências nas áreas sectoriais da educação, ensino superior, formação profissional e emprego, para intervenções nos estabelecimentos de educação e formação profissional; Portugal Inovação Social CH CH Ação Social Escolar - Apoio à alimentação Dinamização de redes de cooperação de promoção da Qualidade do ensino (nacional e transnacional) X Out/15 Nov/15 X Nov/15 Mar/16 11

12 PO PO CH Cursos Vocacionais X X 31/08/15 17/09/15 12/01/16 Beneficiários: Escolas profissionais pu blicas e entidades proprietaŕias de escolas profissionais privadas, os estabelecimentos pu blicos de educac aõ e as entidade proprietaŕias de estabelecimentos de ensino particular e cooperativo, desde de que o respetivo funcionamento esteja previamente autorizado pelo Ministeŕio da Educac aõ e Cie ncia. 12

13 PO PO CH Cursos Profissionais X 31/08/15 17/09/15 12/01/16 CH Cursos Profissionais X Jul/15 Out/15 Sistema de Apoio a Ações Coletivas - Promoção do Espírito Empresarial X 31/07/15 30/10/15 03/03/16 Beneficiários: Constituem-se como beneficiaŕias da tipologia, nos termos previstos na alińea a) do artigo 15o da Portaria n.o 60- C/2015, de 2 de marc o, na sua atual redac aõ, as seguintes entidades, desde que o respetivo funcionamento esteja previamente autorizado pelo Ministeŕio da Educac aõ e Cie ncia, no caso das ofertas ministradas por entidades do sistema educativo: - Escolas profissionais pu blicas e entidades proprietaŕias de escolas profissionais privadas; - Estabelecimentos pu blicos de educac aõ; Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo 13

14 PO PO Coletivas - "Promoção do Espírito empresarial" Coletivas - "Promoção do Espírito empresarial" Coletivas - "Promoção do Espírito empresarial" Coletivas - "Promoção do Espírito empresarial" X 01/07/15 06/08/15 06/10/15 X 31/07/15 30/09/15 29/01/16 X 03/07/15 14/08/15 06/11/15 X X X X X X Mar/16 Abr/16 Beneficiários: 2 - Na área das redes e outras formas de parceria e cooperação, são beneficiários as entidades privadas sem fins lucrativos ou entidades públicas que promovam a gestão de um cluster, redes ou outras formas de cooperação no âmbito de estratégias de eficiência coletiva. 3 - Nas áreas da promoção do espírito empresarial, da internacionalização e da qualificação, são beneficiários: c) Agências e entidades públicas, incluindo de natureza associativa, com competências nos domínios da valorização do conhecimento, da promoção do empreendedorismo e de redes colaborativas, do 14

15 PO PO Sistema de Apoio Ações Coletivas - Internacionalização Coletivas - Internacionalização Coletivas para territórios de baixa densidade - "Internacionalização" Coletivas - Internacionalização Coletivas - Internacionalização X 03/07/15 30/09/15 29/01/16 X 01/07/15 06/08/15 06/10/15 X 01/07/15 06/08/15 06/10/15 X 31/07/15 30/09/15 29/01/16 X 02/07/15 03/07/15 14/08/15 desenvolvimento empresarial, da internacionalização e do turismo; d) Entidades privadas sem fins lucrativos, que prossigam objetivos de interesse público, e que tenham estabelecido com as entidades da alínea anterior parcerias para a prossecução de políticas públicas de carácter empresarial." Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo Beneficiários: 2 - Na área das redes e outras formas de parceria e cooperação, são beneficiários as entidades privadas sem fins lucrativos ou entidades públicas que promovam a gestão de um cluster, redes ou outras formas de cooperação no âmbito 15

16 PO PO Coletivas - Internacionalização Coletivas para territórios de baixa densidade - "Internacionalização" Coletivas - Internacionalização Coletivas - Internacionalização X 01/07/15 31/08/15 23/12/15 X 01/07/15 30/09/15 25/01/16 X Jul/15 Set/15 X X X X X Mar/16 Abr/16 de estratégias de eficiência coletiva. 3 - Nas áreas da promoção do espírito empresarial, da internacionalização e da qualificação, são beneficiários: c) Agências e entidades públicas, incluindo de natureza associativa, com competências nos domínios da valorização do conhecimento, da promoção do empreendedorismo e de redes colaborativas, do desenvolvimento empresarial, da internacionalização e do turismo; d) Entidades privadas sem fins lucrativos, que prossigam objetivos de interesse público, e que tenham estabelecido com as entidades da alínea anterior parcerias para a prossecução de 16

17 PO PO políticas públicas de carácter empresarial. Sistema de Apoio a Ações Coletivas - Qualificação Coletivas - "Qualificação" X 31/07/15 30/10/15 02/03/16 X 01/07/15 06/08/15 06/10/15 Âmbito territorial: norte, centro e Alentejo Beneficiários: 2 - Na área das redes e outras formas de parceria e cooperação, são beneficiários as entidades privadas sem fins lucrativos ou entidades públicas que promovam a gestão de um cluster, redes ou outras formas de cooperação no âmbito de estratégias de eficiência coletiva. 3 - Nas áreas da promoção do espírito empresarial, da internacionalização e da qualificação, são beneficiários: c) Agências e entidades públicas, incluindo de natureza associativa, com competências nos domínios da valorização do conhecimento, da 17

18 PO PO Coletivas para territórios de baixa densidade - "Qualificação" X 01/07/15 06/08/15 06/10/15 Coletivas para territórios de X 01/07/15 30/09/15 25/01/16 baixa densidade - "Qualificação" Coletivas - "Qualificação" X 02/07/15 03/07/15 14/08/15 Coletivas - "Qualificação" X X Jul/15 Set/15 promoção do empreendedorismo e de redes colaborativas, do desenvolvimento empresarial, da internacionalização e do turismo; d) Entidades privadas sem fins lucrativos, que prossigam objetivos de interesse público, e que tenham estabelecido com as entidades da alínea anterior parcerias para a prossecução de políticas públicas de carácter empresarial. 18

19 PO PO Coletivas - "Qualificação" Coletivas - Transferência do conhecimento científico e tecnológico Coletivas - Transferência do conhecimento científico e tecnológico Coletivas - Transferência do conhecimento científico e tecnológico Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME - Projetos Conjuntos Internacionalização Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME - Projetos Conjuntos Internacionalização Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME - Projetos Conjuntos Qualificação das PME X X X X X X Mar/16 Abr/16 X 01/07/15 06/08/15 06/10/15 X 03/07/15 14/08/15 06/11/15 X X X X X X Mar/16 Abr/16 X 30/12/14 13/02/15 26/05/15 X X X Out/15 Dez/15 X 30/12/14 13/02/15 26/05/15 Beneficiários: 1- São beneficiários as PME de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica. 2- No caso da modalidade de candidatura projetos conjuntos, são promotores as entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos, de natureza associativa e com atividades dirigidas às 19

20 PO PO Incentivos à Qualificação e Internacionalização das PME - Projetos Conjuntos Qualificação das PME Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) - Programas Integrados de IC&DT - Individuais e em Copromoção Sistema de Apoio à Investigação Científica e Tecnológica (SAICT) - Programas Integrados de IC&DT - Individuais e em Copromoção Programa de Atividades Conjuntas (PAC) X X X Out/15 Dez/15 X 12/06/15 31/07/15 26/10/15 X 30/06/15 31/07/15 13/11/15 X 28/08/15 15/10/15 21/04/16 PME, nomeadamente associações empresariais, câmaras de comércio e indústria, agências regionais de promoção turística assim como outras entidades não empresariais do sistema de I&I. Beneficiários: a) Instituições do ensino superior, seus institutos e unidades de I&D; b) Instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objeto principal atividades de I&D; c) Outras instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos, que desenvolvam ou participem em atividades de investigação científica. Contratação de Recursos Humanos altamente qualificados X Jul/15 Ago/15 Beneficiários: 1- São beneficiários as PME de qualquer natureza e 20

21 Contratação de Recursos Humanos altamente qualificados PO PO X X X Jul/15 Set/15 Formação-ação para PME X X X Jul/15 Set/15 Redes e outras formas de parceria e cooperação (Ações coletivas) X X X X X X Out/15 Dez/15 sob qualquer forma jurídica. 2- No caso da modalidade de candidatura projetos conjuntos, são promotores as entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos, de natureza associativa e com atividades dirigidas às PME, nomeadamente associações empresariais, câmaras de comércio e indústria, agências regionais de promoção turística assim como outras entidades não empresariais do sistema de I&I. Beneficiários: 2 - Na área das redes e outras formas de parceria e cooperação, são beneficiários as entidades privadas 21

22 PO PO Redes e outras formas de parceria e cooperação (Ações coletivas) Reforço da capacitação de atores e redes de promoção de ações de desenvolvimento territorial (FSE) X X X X X X Mar/16 Abr/16 X Set/15 Out/15 sem fins lucrativos ou entidades públicas que promovam a gestão de um cluster, redes ou outras formas de cooperação no âmbito de estratégias de eficiência coletiva. 3 - Nas áreas da promoção do espírito empresarial, da internacionalização e da qualificação, são beneficiários: c) Agências e entidades públicas, incluindo de natureza associativa, com competências nos domínios da valorização do conhecimento, da promoção do empreendedorismo e de redes colaborativas, do desenvolvimento empresarial, da internacionalização e do turismo; d) Entidades privadas sem fins lucrativos, que prossigam 22

23 PO PO Sistema de Incentivos "Internacionalização das PME" - Projetos individuais Sistema de Incentivos "Internacionalização das PME" - Projetos individuais Sistema de Incentivos "Internacionalização das PME" - Projetos localizados em territórios de Baixa Densidade - Projetos individuais Sistema de Incentivos " Qualificação das PME" - Projetos individuais Sistema de Incentivos " Qualificação das PME" - Projetos individuais X 02/07/15 18/09/ /01/16 X Out/15 Abr/16 X 14/07/15 18/09/15 20/01/16 X 02/07/15 18/09/15 13/01/16 X Out/15 Abr/16 objetivos de interesse público, e que tenham estabelecido com as entidades da alínea anterior parcerias para a prossecução de políticas públicas de carácter empresarial." Beneficiários: 1- São beneficiários as PME de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica. 2- No caso da modalidade de candidatura projetos conjuntos, são promotores as entidades públicas ou privadas sem fins lucrativos, de natureza associativa e com atividades dirigidas às PME, nomeadamente associações empresariais, câmaras de comércio e indústria, agências 23

24 PO PO Sistema de Incentivos "Qualificação das PME" - Projetos localizados em territórios de Baixa Densidade - Projetos individuais Aumentar a produção científica de qualidade e orientada para a especialização inteligente Promover o empreendedorismo qualificado e criativo, enquanto potencial de inovação e regeneração dos tecidos económicos setoriais e regionais - Ações Coletivas X 14/07/15 18/09/15 20/01/16 X 16/07/15 28/09/15 31/12/15 X 01/07/15 30/06/17 31/12/17 regionais de promoção turística assim como outras entidades não empresariais do sistema de I&I. Beneficiários: a) Instituições públicas do Ensino Superior, seus institutos e unidades de I&D; b) Instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objeto principal atividades de I&D; c) Outras instituições públicas ou privadas, sem fins lucrativos, que desenvolvam ou participem em atividades de investigação científica. Beneficiários: a) Câmaras de Comércio e de Indústria e Associações de direito privado, sem fins lucrativos; b) Institutos, Agências, Empresas e Associações Públicas; 24

25 PO PO Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Empreendedorismo Qualificado e Criativo nos Açores Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial X 09/02/15 31/12/20 31/05/21 X 09/02/15 31/12/20 31/05/21 c) Administração Pública Regional e Local. Podem ser constituídas no âmbito do Empreende Jovem empresas de qualquer natureza e qualquer forma jurídica, detidas maioritariamente por jovens empreendedores, entendendo-se como tal os titulares de um nível de formação mínimo correspondente a escolaridade obrigatória, com idade compreendida entre os dezoito e os trinta e cinco anos, podendo igualmente ser considerados jovens empreendedores os titulares de mestrado ou doutoramento com idade até quarenta anos. Os beneficiários são empresas de qualquer natureza e qualquer 25

26 PO PO Qualificação e Inovação nos Açores Reforçar a capacitação empresarial das empresas regionais para a competitividade - Ações Coletivas Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Desenvolvimento Local e Fomento da Base Económica de Exportação nos Açores VALORIZAR Sistema de Incentivos à Valorização e Qualificação Empresarial da Região Autónoma da Madeira Digitalização e disponibilização de serviços online X 01/07/15 30/06/17 31/12/17 X 09/02/15 31/12/20 31/05/21 X 13/06/15 31/12/20 X 04/06/15 31/12/18 Sem data prevista Sem data prevista forma jurídica. Beneficiários: a) Associações Empresariais; b) Entidades Públicas envolvidas em redes e Associações de direito privado sem fins lucrativos; c) Administração Pública Os beneficiários são empresas de qualquer natureza e qualquer forma jurídica. As entidades beneficiarias dos incentivos previstos no Valorizar 2020 são empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica. Beneficiários: Administração Pública Central, Regional e Local; Organismos de natureza pública ou 26

27 PO PO Disponibilização de serviços eletrónicos, em pontos únicos, para atendimento e/ou comunicação interna Projetos integrados que reduzam os custos de contexto e encargos administrativos a cidadãos e agentes económicos X 04/06/15 31/12/18 X 04/06/15 31/12/18 Sem data prevista Sem data prevista privada sem fins lucrativos, que prossigam fins de natureza pública. Ações Coletivas de estímulo ao empreendedorismo Ações coletivas de demonstração, sensibilização e difusão de boas práticas para o empreendedorismo Empreender Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo da Região Autónoma da Madeira X 04/06/15 31/12/18 X 04/06/15 31/12/18 X 13/05/15 31/12/20 Sem data prevista Sem data prevista Sem data prevista Entidades públicas ou privadas com responsabilidade direta na promoção do empreendedorismo As entidades beneficiárias dos incentivos previstos no Empreender 2020 são PME de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, cujo início de atividade se tenha verificado nos 24 meses anteriores a data da candidatura. 27

28 PO PO Internacionalizar Sistema de Incentivos à Internacionalização das Empresas da Região Autónoma da Madeira X 27/03/15 31/12/20 Sem data prevista As entidades beneficiárias dos incentivos previstos no Internacionalizar 2020 são empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica. Notas:! Não foram consideradas nesta matriz as candidaturas de empreendedorismo no âmbito do domínio temático competitividade e internacionalização (), uma vez que as IPSS poderão fazê-lo através do Portugal Inovação Social.! As candidaturas relacionadas com empreendedorismo, no domínio temático, para as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira foram incluídas na Matriz devido a potenciais limitações de âmbito territorial de abrangência do Portugal Inovação Social. 28

Avisos para a apresentação de

Avisos para a apresentação de Avisos para a apresentação de Ref Mês/Ano Domínio Temático OT PI Tipologia de Intervenção PO CI PO SEUR PO CH PO ISE PO Lisboa PO Algarve PO Norte PO Centro PO Alentejo Abertura Calendário Encerramento

Leia mais

2/7. Calendário. PO Alentejo. PO Algarve PO Norte. PO Centro. PO Lisboa PO SEUR PO CH. Domínio. Temático OT PI Tipologia de Intervenção PO ISE PO CI

2/7. Calendário. PO Alentejo. PO Algarve PO Norte. PO Centro. PO Lisboa PO SEUR PO CH. Domínio. Temático OT PI Tipologia de Intervenção PO ISE PO CI 1 1.1 Infraestruturas Científicas Para entidades pré-qualificadas julho 15 outubro 15 1 1.1 Programas de Atividades Conjuntas (IC&DT) julho 15 setembro 15 1 1.1 Programas Integrados de Investigação Científica

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO

PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO ALENTEJO Alentejo 2020 Desafios Borba 17 de Dezembro de 2014 ALENTEJO Estrutura do Programa Operacional Regional do Alentejo 2014/2020 1 - Competitividade e Internacionalização

Leia mais

CIRCULAR. Actualização do Plano de Aberturas de Candidaturas 2015 no âmbito do Portugal 2020

CIRCULAR. Actualização do Plano de Aberturas de Candidaturas 2015 no âmbito do Portugal 2020 CIRCULAR N/REFª: 39/2015 DATA: 16/04/2015 Assunto: Actualização do Plano de s de Candidaturas 2015 no âmbito do Portugal 2020 Exmos. Senhores, Envia-se o Plano de s de Candidaturas aos Fundos Europeus

Leia mais

Calendário em vigor Observ.

Calendário em vigor Observ. CI 1 1.1 Programas Integrados de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT) junho 15 agosto 15 CI 1 1.1 Programas Integrados de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

Avisos para a apresentação de candidaturas Deliberações da Comissão Interministerial de Coordenação do PT2020 adotadas até 10-04-2015

Avisos para a apresentação de candidaturas Deliberações da Comissão Interministerial de Coordenação do PT2020 adotadas até 10-04-2015 1 2 CI 1 1.2 3 CI 1 1.2 4 CI 1 1.2 5 CI 1 e 3 6 março 2015 CI 1 e 3 7 CI 3 3.1 8 CI 3 3.2 9 CI 3 10 SEUR 6 6.2 11 SEUR 6 6.2 12 13 CI 1 1.1 14 CI 1 1.1 15 CI 1 1.2 Pactos para o Desenvolvimento e Coesão

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Inclusão Social e Emprego Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Inclusão Social e Emprego Eixo 5 - Emprego e Valorização Económica dos Recursos Endógenos Objectivo Temático 8 - Promoção da sustentabilidade e qualidade

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 Apoios à Internacionalização e à Inovação António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 ALENTEJO PRIORIDADES PARA UMA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE 1. Alimentar e Floresta 2. Recursos Naturais,

Leia mais

bizfeira 2020 oportunidades de financiamento europarque 17 abril 2015

bizfeira 2020 oportunidades de financiamento europarque 17 abril 2015 Apresentação Estrutura Estratégia 2020 / Acordo de Parceria Portugal 2020 PO Inclusão Social e Emprego Objectivos Eixos Estratégicos Tipologias Avisos de Candidaturas Estratégia EUROPA 2020 crescimento

Leia mais

SISTEMA DE APOIO A AÇÕES COLETIVAS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 1.2, 3.1, 3.2, 3.3 E 8.5) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio.

SISTEMA DE APOIO A AÇÕES COLETIVAS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 1.2, 3.1, 3.2, 3.3 E 8.5) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio. SISTEMA DE APOIO A AÇÕES COLETIVAS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 1.2, 3.1, 3.2, 3.3 E 8.5) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio.2015 19 JUNHO DE 2015 Página 1 de 9 TIPOLOGIAS DE INVESTIMENTO

Leia mais

FUNDOS EUROPEUS APOIAM INOVAÇÃO SOCIAL/EMPREENDEDORISMO SOCIAL

FUNDOS EUROPEUS APOIAM INOVAÇÃO SOCIAL/EMPREENDEDORISMO SOCIAL FUNDOS EUROPEUS APOIAM INOVAÇÃO SOCIAL/EMPREENDEDORISMO SOCIAL Rosa Maria Simões Vice-presidente do Conselho Diretivo Agência para o Desenvolvimento e Coesão, IP 8 de maio de 2014, Teatro Municipal do

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade ACORDO DE PARCERIA Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020

Turnaround Social 26/07/2015. Instrumentos de Financiamento Portugal 2020. 27 junho 2015. Portugal 2020 Instrumentos de Financiamento Portugal 2020 27 junho 2015 Portugal 2020 1 Apoios ao setor social A estratégia constante do PO ISE procura dar resposta a um conjunto de compromissos assumidos por Portugal

Leia mais

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Ana Abrunhosa Presidente da Comissão Diretiva do CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 Dotação financeira: 2.155 M FEDER: 1.751

Leia mais

E M A N Á L I S E. Programa Operacional Inclusão social e emprego : POISE

E M A N Á L I S E. Programa Operacional Inclusão social e emprego : POISE E M A N Á L I S E N º 2 6 a b r i l 2 0 1 5 - Programa Operacional Inclusão social e emprego : POISE O Programa Operacional Inclusão Social e Emprego POISE foi apresentado a 14 de novembro de 2014 e visa

Leia mais

Roteiro Regional CRESC ALGARVE 2020 Fundo Social Europeu (FSE)

Roteiro Regional CRESC ALGARVE 2020 Fundo Social Europeu (FSE) www.algarve.portugal2020.pt Região Competitiva, Resiliente, Empreendedora e Sustentável com base na valorização do Conhecimento Roteiro Regional CRESC ALGARVE 2020 Fundo Social Europeu (FSE) ALBUFEIRA

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 PO AÇORES 2020 UM CAMINHO LONGO, DIVERSAS ETAPAS A definição das grandes linhas de

Leia mais

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015

Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Isabel Damasceno, Vogal Executiva CCDRC, 28 de janeiro de 2015 Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 Dotação financeira reforçada: 2.155 M

Leia mais

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020

Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 30 de julho de 2014 Resumo do Acordo de Parceria para Portugal, 2014-2020 Informações gerais O Acordo de Parceria abrange cinco fundos: Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Leia mais

Financiamento Regional e Portugal 2020. Alexandra Rodrigues Seminário CTCV

Financiamento Regional e Portugal 2020. Alexandra Rodrigues Seminário CTCV Financiamento Regional e Portugal 2020 Alexandra Rodrigues Seminário CTCV 9 abril 2015 Foco Temático no conjunto dos FEEI Sustentabilidade e eficiência no Uso de Recurso 6.259 M 25% Competitividade e Internacionalização

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO PROGRAMA OPERACIONAL COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO Jorge Abegão Secretário-Técnico do COMPETE Coimbra, 28 de janeiro de 2015 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA EUROPA 2020 CRESCIMENTO INTELIGENTE

Leia mais

Guarda 27 06 2015 Eurico Nunes. Programa Operacional Inclusão Social e Emprego

Guarda 27 06 2015 Eurico Nunes. Programa Operacional Inclusão Social e Emprego Guarda 27 06 2015 Eurico Nunes Programa Operacional Inclusão Social e Emprego Programa 01 Enquadramento do PO ISE 02 Dados gerais PO ISE 03 Operações 04 Candidaturas 05 Alertas e Sugestões Enquadramento

Leia mais

I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1. Incentivos ao EMPREENDEDORISMO

I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1. Incentivos ao EMPREENDEDORISMO I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Page 1 Incentivos ao EMPREENDEDORISMO Abril 2015 I N C E N T I V O S A O E M P R E E N D E D O R I S M O Pag. 2 ÍNDICE 1. Enquadramento... 3 2. Criação

Leia mais

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO LIMITES DO TERRITÓRIO DE INTERVENÇÃO CONSTRUÇÃO DA ESTRATÉGIA - Acordo Parceria 2020 - PDR 2014-2020 - PORA 2020 - PROT OVT - EIDT

Leia mais

Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia

Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia Investigação e Desenvolvimento, Inovação e Transferência de Tecnologia Universidade de Évora Paulo Quaresma 28/07/2015 1 Objectivo Análise e discussão das medidas existentes de apoio às actividades de

Leia mais

GUIA PORTUGAL 2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS 2014-2020 SPAIN - FRANCE - PORTUGAL - BELGIUM - BRAZIL - CHILE - CANADA

GUIA PORTUGAL 2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS 2014-2020 SPAIN - FRANCE - PORTUGAL - BELGIUM - BRAZIL - CHILE - CANADA GUIA PORTUGAL 2020 NOVOS FUNDOS COMUNITÁRIOS 2014-2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? www.f-iniciativas.com GUIA PORTUGAL 2020 QUEM? COMO? QUANDO? PORQUÊ? 1. O que é Portugal 2020 2. Metas para o Portugal

Leia mais

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial

CONFERÊNCIA: O futuro dos territórios rurais. - Desenvolvimento Local de Base Comunitária. Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial Painel 1: Coesão e Sustentabilidade Territorial 5 Augusto Ferreira Departamento Técnico - CONFAGRI MINHA TERRA - Federação Portuguesa de Associações de Desenvolvimento Local 20.Set.2013 Hotel da Estrela

Leia mais

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Duarte Rodrigues Vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão Lisboa, 17 de dezembro de 2014 Tópicos: 1. Portugal

Leia mais

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 ÍNDICE Esquema resumo..pág. 2 Introdução...pág. 3 Objetivos Temáticos pág. 3 Eixos Prioritários...pág. 4 Eixo 1: Investigação, Desenvolvimento e Inovação..pág. 5 Eixo 2: Competitividade e Internacionalização

Leia mais

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt Portugal 2020 Inovação da Agricultura, Agroindústria e Floresta Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt FEDER 2020 - Prioridades Concentração de investimentos do FEDER Eficiência energética e energias renováveis

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 8EIXO EMPREGO E MOBILIDADE LABORAL > Administração regional Objetivo Específico 8.1.1

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA 2014-2020 18-11-2015 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL, IP-RAM MISSÃO Promover o desenvolvimento, a competitividade e a modernização das empresas

Leia mais

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014

Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros. Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 Portugal 2020 e outros instrumentos financeiros Dinis Rodrigues, Direção-Geral de Energia e Geologia Matosinhos, 27 de fevereiro de 2014 O desafio Horizonte 2020 Compromissos Nacionais Metas UE-27 20%

Leia mais

SISTEMA DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA E TECNOLÓGICA CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 1.1) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio.

SISTEMA DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA E TECNOLÓGICA CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 1.1) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio. SISTEMA DE APOIO À INVESTIGAÇÃO CIENTIFICA E TECNOLÓGICA CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 1.1) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio.2015 Página 1 de 14 TIPOLOGIAS DE INVESTIMENTOS Os apoios a atribuir

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

Portugal 2020. 03-11-2014 Areagest Serviços de Gestão S.A.

Portugal 2020. 03-11-2014 Areagest Serviços de Gestão S.A. Portugal 2020 Os Nossos Serviços Onde pode contar connosco? Lisboa Leiria Braga Madrid As Nossas Parcerias Institucionais Alguns dos Nossos Clientes de Referência Bem Vindos à Areagest Índice O QREN;

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020. Identidade, Competitividade, Responsabilidade Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Acordo de Parceria Consagra a política de desenvolvimento económico, social, ambiental e territorial Define

Leia mais

Um Programa dirigido às Empresas Francisco Nunes

Um Programa dirigido às Empresas Francisco Nunes Um Programa dirigido às Empresas Francisco Nunes Gestor de Eixo Aveiro 2 de dezembro de 2015 Fonte: Comissão Europeia Contexto competitivo global Melhoria dos fatores domésticos de competitividade Ambiente

Leia mais

SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Micro empresas. CCDRC, 14 fevereiro 2013

SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Micro empresas. CCDRC, 14 fevereiro 2013 SIALM Sistema de Incentivos de Apoio Local a Micro empresas CCDRC, 14 fevereiro 2013 PROGRAMA VALORIZAR RCM n.º 7/2013, de 9/01 Valorização do território do interior e de baixa densidade demográfica e

Leia mais

Solidariedade. Inovação. Oportunidade. Cultura. A s s o c i a ç õ e s F u n d a ç õ e s. E m p r e s a s C o o p e rativa s. Inclusão Social e Emprego

Solidariedade. Inovação. Oportunidade. Cultura. A s s o c i a ç õ e s F u n d a ç õ e s. E m p r e s a s C o o p e rativa s. Inclusão Social e Emprego Solidariedade A s s o c i a ç õ e s F u n d a ç õ e s P a r c e r i a Oportunidade Cultura E m p r e s a s C o o p e rativa s Empreendedorismo PORTUGAL Inclusão Social e Emprego Inovação A c o r d o I

Leia mais

Prioridades do FSE para o próximo período de programação 2014-2020

Prioridades do FSE para o próximo período de programação 2014-2020 Prioridades do FSE para o próximo período de programação 2014-2020 Rosa Maria Simões 31 de janeiro de 2013, Auditório CCDR Lisboa e Vale do Tejo Agenda Resultados da intervenção FSE Contributos do FSE

Leia mais

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS

POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS BENEFICIÁRIOS ENQUADRAMENTO E OBJETIVOS POCI Aviso n.º3/si/2015 Programa Operacional Fatores de Competitividade INOVAÇÃO PRODUTIVA O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios financeiros a projetos

Leia mais

ESTRUTURA, METAS E ORÇAMENTO DO PROGRAMA DOCUMENTO SÍNTESE

ESTRUTURA, METAS E ORÇAMENTO DO PROGRAMA DOCUMENTO SÍNTESE ESTRUTURA, METAS E ORÇAMENTO DO PROGRAMA DOCUMENTO SÍNTESE Versão do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização adotada em dezembro de 2014. 1. Estrutura do Programa e Indicadores de Resultado

Leia mais

DESAFIO PORTUGAL 2020

DESAFIO PORTUGAL 2020 DESAFIO PORTUGAL 2020 Estratégia Europa 2020: oportunidades para os sectores da economia portuguesa Olinda Sequeira 1. Estratégia Europa 2020 2. Portugal 2020 3. Oportunidades e desafios para a economia

Leia mais

Sistemas de Incentivos Q R E N

Sistemas de Incentivos Q R E N SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS Sistemas de Incentivos Q R E N TURISMO [Regiões NUT II Continente] Funchal 13 novembro 2012 Miguel Mendes SOLUÇÕES DE FINANCIAMENTO ÀS EMPRESAS 1 QREN - SISTEMA DE

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 14 de outubro de 2015. Série. Número 158

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Quarta-feira, 14 de outubro de 2015. Série. Número 158 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Quarta-feira, 14 de outubro de 15 Série Sumário SECRETARIAS REGIONAIS DAS FINANÇAS E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DA INCLUSÃO E ASSUNTOS Portaria n.º 187/15 Procede

Leia mais

Programa Operacional Regional do Algarve

Programa Operacional Regional do Algarve Programa Operacional Regional do Algarve Critérios de Seleção das Candidaturas e Metodologia de Análise Domínio Temático CI Competitividade e Internacionalização Prioridades de investimento: 11.2 Aprovado

Leia mais

Criar Valor com o Território

Criar Valor com o Território Os territórios como ativos 4 O VALORIZAR é um programa de valorização económica de territórios, que os vê como ativos de desenvolvimento e geração de riqueza e emprego. 5 é a sua visão e a sua assinatura.

Leia mais

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008

Factores Determinantes para o Empreendedorismo. Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 Factores Determinantes para o Empreendedorismo Encontro Empreender Almada 26 de Junho de 2008 IAPMEI Instituto de Apoio às PME e à Inovação Principal instrumento das políticas económicas para Micro e Pequenas

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO 21-4-2015 UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Fundos Europeus Estruturais e de Investimento Índice A. Madeira 14-20 Instrumentos de Apoio ao tecido empresarial.

Leia mais

Comissão Ministerial de Coordenação do Programa Operacional Fatores de Competitividade

Comissão Ministerial de Coordenação do Programa Operacional Fatores de Competitividade Comissão Ministerial de Coordenação do Programa Operacional Fatores de Competitividade Alteração ao regulamento específico do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC) Deliberação aprovada por consulta

Leia mais

Fundos Estruturais e de Investimento 2014-2020

Fundos Estruturais e de Investimento 2014-2020 + competitivo + inclusivo + sustentável Fundos Estruturais e de Investimento 2014-2020 Piedade Valente Vogal da Comissão Diretiva do COMPETE Santarém, 26 de setembro de 2014 Estratégia Europa 2020 ESTRATÉGIA

Leia mais

PAINEL III: MEDIDAS DE COMBATE AO INSUCESSO E ABANDONO

PAINEL III: MEDIDAS DE COMBATE AO INSUCESSO E ABANDONO SEMINÁRIO ABANDONO ESCOLAR E (IN)SUCESSSO EDUCATIVO: BALANÇO E PERSPETIVAS 2014-2020 PAINEL III: MEDIDAS DE COMBATE AO INSUCESSO E ABANDONO ESCOLAR: FINANCIAMENTOS COMUNITÁRIOS Teatro Diogo Bernardes POCH

Leia mais

UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Fundos Europeus Estruturais e de Investimento

UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Fundos Europeus Estruturais e de Investimento UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Fundos Europeus Estruturais e de Investimento Capital Humano Sara Estudante Relvas Posicionamento da Região Autónoma da Madeira no contexto nacional e europeu

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º 118 19 de junho de 2015 4292-(7)

Diário da República, 1.ª série N.º 118 19 de junho de 2015 4292-(7) Diário da República, 1.ª série N.º 118 19 de junho de 2015 4292-(7) 3 As operações previstas nas alíneas c), d), e), h) e k) do n.º 1 do artigo 30.º são elegíveis na região de Lisboa no âmbito dos apoios

Leia mais

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020 ENCONTRO TEMÁTICO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL 28 de Fevereiro de 2014, Espaço Jovem, Porto de Mós. Grupo de Trabalho Desenvolvimento Urbano Sustentável A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL

Leia mais

O Apoio à Qualificação, Internacionalização e Inovação no Portugal 2020. Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno

O Apoio à Qualificação, Internacionalização e Inovação no Portugal 2020. Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno O Apoio à Qualificação, Internacionalização e Inovação no Portugal 2020 Diretora da Unidade de Política Regional Conceição Moreno Lisboa, 14 de nov de 2014 Tópicos: 1. Portugal 2020: Objetivos e prioridades

Leia mais

Programas de Apoio ao Investimento em Portugal - Síntese Zeta Advisors

Programas de Apoio ao Investimento em Portugal - Síntese Zeta Advisors Programas de Apoio ao Investimento em Portugal - Síntese Zeta Advisors 1 The way to get started is to quit talking and begin doing. Walt Disney Company ÍNDICE 1. Programa de Apoio ao Empreendedorismo e

Leia mais

Sessões Temáticas. POCH 1 www.poch.portugal2020.pt PROGRAMA OPERACIONAL CAPITAL HUMANO

Sessões Temáticas. POCH 1 www.poch.portugal2020.pt PROGRAMA OPERACIONAL CAPITAL HUMANO PO CAPITAL HUMANO Apresentação do Programa na Região Norte, Centro e Alentejo Sessões Temáticas POCH 1 www.poch.portugal2020.pt AGENDA Estratégia UE 2020 e o Portugal 2020 Dos constrangimentos e oportunidades

Leia mais

SISTEMA DE APOIO À MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 2.3 E 11.1)

SISTEMA DE APOIO À MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 2.3 E 11.1) SISTEMA DE APOIO À MODERNIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CRITÉRIOS DE SELEÇÃO (PI 2.3 E 11.1) CA 9.03.2015 Versão Definitiva Consulta escrita Maio.2015 Página 1 de 13 TIPOLOGIAS DE INVESTIMENTOS

Leia mais

TAGUS, 19 de Janeiro de 2015

TAGUS, 19 de Janeiro de 2015 TAGUS, 19 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégiacom o objectivoúnicode contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e abandono da activiade agro- Combater o exodo

Leia mais

I N C E N T I V O S À C O N T R A T A Ç Ã O Page 1. Incentivos à CONTRATAÇÃO

I N C E N T I V O S À C O N T R A T A Ç Ã O Page 1. Incentivos à CONTRATAÇÃO I N C E N T I V O S À C O N T R A T A Ç Ã O Page 1 Incentivos à CONTRATAÇÃO Abril 2015 I N C E N T I V O S À C O N T R A T A Ç Ã O Pag. 2 ÍNDICE 1. Introdução... 4 1.1. Enquadramento... 4 1.2. Objetivos

Leia mais

ACORDO DE PARCERIA 2014-2020

ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 30 de julho 2014 ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 PORTUGAL 2020 1 Portugal 2020, o Acordo de Parceria (AP) que Portugal submeteu à Comissão Europeia estrutura as intervenções, os investimentos e as prioridades

Leia mais

Portugal 2020. Regras Gerais para Apoios do Portugal 2020

Portugal 2020. Regras Gerais para Apoios do Portugal 2020 Portugal 2020 Regras Gerais para Apoios do Portugal 2020 Out 2014 1 Apresentação dos Programas Os PO financiados pelos FEEI são os seguintes a) Quatro Programas Operacionais temáticos: Competitividade

Leia mais

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS

INCENTIVOS ÀS EMPRESAS INCENTIVOS ÀS EMPRESAS Gestão de Projectos info@ipn-incubadora.pt +351 239 700 300 BEST SCIENCE BASED INCUBATOR AWARD Incentivos às Empresas Objectivos: - Promoção do up-grade das empresas de PME; - Apoiar

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL INCLUSÃO SOCIAL E EMPREGO

PROGRAMA OPERACIONAL INCLUSÃO SOCIAL E EMPREGO PROGRAMA OPERACIONAL INCLUSÃO SOCIAL E EMPREGO Coesão económica social e territorial Enquadramento Crescimento inteligente sustentável e inclusivo Estratégia Europa 2020 Agenda para novas competências

Leia mais

tgs Resumo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização think global. think tgs Qualificação e Internacionalização das PME

tgs Resumo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização think global. think tgs Qualificação e Internacionalização das PME think global. think Resumo do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização Qualificação e Internacionalização das PME TGS Março 2015 O que é? O Regulamento Específico do Domínio da Competitividade

Leia mais

Atelier Inclusão Social

Atelier Inclusão Social Atelier Inclusão Social Porto, 3 de setembro de 2013 ccdr-n.pt/norte2020 Atelier Inclusão Social: Estrutura de apresentação Sumário 1. Enquadramento Europeu: Próximo ciclo da Politica de Coesão 2. Investimentos

Leia mais

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt

Portugal 2020. Pedro Gomes Nunes. Director Executivo. Lisboa, Fevereiro 2014. www.risa.pt Pedro Gomes Nunes Director Executivo Lisboa, Fevereiro 2014 RISA - Apresentação ÁREAS DE NEGÓCIO Estudos e Projectos + 20 anos de experiência + 1.500 candidaturas a Fundos Comunitários aprovadas. + 1,6

Leia mais

A MOBILIDADE EM CIDADES MÉDIAS ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI

A MOBILIDADE EM CIDADES MÉDIAS ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI Mobilidade em Cidades Médias e Áreas Rurais Castelo Branco, 23-24 Abril 2009 A MOBILIDADE EM CIDADES MÉDIAS ABORDAGEM NA PERSPECTIVA DA POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI A POLÍTICA DE CIDADES POLIS XXI Compromisso

Leia mais

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 ÌNDICE Principais orientações e dotação orçamental Programas Operacionais e dotação orçamental específica Órgãos de Governação (Decreto-Lei n.º 137/2014 de 12 de setembro)

Leia mais

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020

PORTUGAL 2020. Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 PORTUGAL 2020 Quadro Comunitário de Apoio 2014-2020 ÍNDICE PORTUGAL 2020 A. Principais orientações e dotação orçamental B. Programas Operacionais e dotação orçamental específica C. Regras gerais de aplicação

Leia mais

Eco.AP e o financiamento no âmbito do Portugal 2020

Eco.AP e o financiamento no âmbito do Portugal 2020 Eco.AP e o financiamento no âmbito do Portugal 2020 IV Congresso ATEPH Energia e Ambiente no Edifícios Hospitalar 4 de junho de 2015 Dinis Rodrigues Porto, 4 de junho de 2015 AGENDA Tema 1 Enquadramento

Leia mais

Investir no Atlântico

Investir no Atlântico Investir no Atlântico Domínio Competitividade e Internacionalização Região Competitiva, Resiliente, Empreendedora e Sustentável com base na valorização do Conhecimento UALG 17 novembro de 2015 Sistemas

Leia mais

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES

DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES DIRECÇÃO REGIONAL DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÔES Missão : Dinamizar a investigação científica e promover o desenvolvimento tecnológico e a inovação para consolidar a Sociedade do Conhecimento na

Leia mais

INTERREG V-A 2014-2020. Elena de Miguel Gago Diretora, Secretariado Conjunto 1

INTERREG V-A 2014-2020. Elena de Miguel Gago Diretora, Secretariado Conjunto 1 INTERREG V-A 2014-2020 BASES DA PRIMEIRA CONVOCATÓRIA Elena de Miguel Gago Diretora, Secretariado Conjunto 1 I. EIXOS E PRIORIDADES DE INVESTIMENTO As propostas deverão enquadrar-se numa das seguintes

Leia mais

Programa Operacional Regional do Algarve

Programa Operacional Regional do Algarve Programa Operacional Regional do Algarve Critérios de Seleção das Candidaturas e Metodologia de Análise Domínios Temáticos ISE e Competitividade e Internacionalização Prioridades de investimento: 8.3/8.8/9.6/9.10/8.5

Leia mais

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva centro tecnológico da cerâmica e do vidro coimbra portugal Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva Victor Francisco CTCV Responsável Unidade Gestão

Leia mais

Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial

Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial COMPETIR + O Sistema de Incentivos para a Competitividade Empresarial tem por objetivo promover o desenvolvimento sustentável da economia regional,

Leia mais

Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários

Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários Seminário Turismo 2020: Fundos Comunitários Plano de Ação para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal 2014-2020 Braga, 15 de janeiro 2014 Nuno Fazenda Turismo de Portugal, I.P. TURISMO Importância económica

Leia mais

Calendário de Concursos

Calendário de Concursos Calendário de Concursos Resumo dos Principais Programas Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Inovação Empresarial Qualificação e Internacionalização PME s Promoção da Eficiência Energética e da Utilização

Leia mais

Workshop Abertura de candidaturas SAMA2020 Francisco Nunes

Workshop Abertura de candidaturas SAMA2020 Francisco Nunes Workshop Abertura de candidaturas SAMA2020 Francisco Nunes Gestor de Eixo Lisboa 1 de julho de 2015 DOMÍNIOS TRASNVERSAIS DOMÍNIOS TEMÁTICOS Portugal 2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO INCLUSÃO

Leia mais

REUNIÃO DE TRABALHO PI 10.ii 1 de dezembro, Coimbra CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS

REUNIÃO DE TRABALHO PI 10.ii 1 de dezembro, Coimbra CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS REUNIÃO DE TRABALHO PI 10.ii 1 de dezembro, Coimbra CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS A REGIÃO CENTRO DIAGNÓSTICO DA REGIÃO AMBIÇÃO DA REGIÃO 5 OBJETIVOS: Ser Innovation Follower de acordo com o

Leia mais

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa

Estratégia de Especialização Inteligente para a Região de Lisboa Diagnóstico do Sistema de Investigação e Inovação: Desafios, forças e fraquezas rumo a 2020 FCT - A articulação das estratégias regionais e nacional - Estratégia de Especialização Inteligente para a Região

Leia mais

Adenda aos Critérios de Selecção

Adenda aos Critérios de Selecção Adenda aos Critérios de Selecção... Critérios de Selecção SI Qualificação PME EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE

Leia mais

2. Modelo de organização do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE)

2. Modelo de organização do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (POISE) 1. O Portugal 2020 Tendo por base os 11 Objetivos Temáticos (OT) estabelecidos no quadro regulamentar dos Fundos Europeus Estruturais e de (FEEI), devidamente alinhados com a Estratégia Europa 2020, o

Leia mais

Plano de Ação Regional Algarve 2014-2020 Desafios Regionais no contexto da Europa 2020. Recursos Humanos: Desafios para uma Região Inclusiva

Plano de Ação Regional Algarve 2014-2020 Desafios Regionais no contexto da Europa 2020. Recursos Humanos: Desafios para uma Região Inclusiva CONFERÊNCIA Plano de Ação Regional Algarve 2014-2020 Desafios Regionais no contexto da Europa 2020 Estrutura de Apresentação 3. Perspetivas para o Crescimento Inclusivo no contexto da Estratégia Europa

Leia mais

Sessão de apresentação. 08 de julho de 2015

Sessão de apresentação. 08 de julho de 2015 REDE INTERMUNICIPAL DE PARCERIAS DE APOIO AO EMPREENDEDORISMO E ÀS EMPRESAS, COM IMPACTO NO DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO E SOCIAL DA REGIÃO DO ALGARVE Sessão de apresentação. 08 de julho de 2015 1 1 CONTEÚDOS

Leia mais

Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012

Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012 Iniciativa JESSICA Financiamento de Projectos Sustentáveis de Reabilitação Urbana Perspectivas para o Período 2014-2020 de Programação dos Fundos Comunitários Nuno Vitorino Faro 22 Junho 2012 JESSICA (Joint

Leia mais

Portugal 2020 Oportunidades de financiamento para a Inovação Tecnológica na AP Francisco Nunes

Portugal 2020 Oportunidades de financiamento para a Inovação Tecnológica na AP Francisco Nunes Portugal 2020 Oportunidades de financiamento para a Inovação Tecnológica na AP Francisco Nunes Gestor de Eixo Pavilhão do Conhecimento 5 de maio de 2015 Inovação na AP INOVAÇÃO exploração com sucesso de

Leia mais

Desenvolvimento Local de Base Comunitária

Desenvolvimento Local de Base Comunitária Autoridade de Gestão do Programa de Desenvolvimento Rural 2020 Autoridade de Gestão do PROMAR Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte Autoridade de Gestão do Programa Operacional

Leia mais

Inovação e Competitividade das Empresas na Via da Exportação Francisco Nunes

Inovação e Competitividade das Empresas na Via da Exportação Francisco Nunes Inovação e Competitividade das Empresas na Via da Exportação Francisco Nunes Gestor de Eixo Hotel de Guimarães 12 de junho de 2015 Diagnóstico Diagnóstico Fonte: Comissão Europeia Diagnóstico Fatores Críticos

Leia mais

Seminário de Pré-lançamento. Madrid 1 de julho de 2015

Seminário de Pré-lançamento. Madrid 1 de julho de 2015 Seminário de Pré-lançamento Madrid 1 de julho de 2015 Balanço do Programa Sudoe 2007-2013 Resultados quantitativos 2007/2013 Eixo FEDER Nº de projetos Nº de beneficiários Nº Beneficiários Principais PT

Leia mais

Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020

Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020 Desenvolvimento Local nos Territórios Rurais: desafios para 2014-2020 Seminário Turismo Sustentável no Espaço Rural: Experiências de Sucesso em Portugal e na Europa Castro Verde - 06 de Março 2013 Joaquim

Leia mais

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes:

O presente documento suporta a apreciação do ponto 3 da Agenda da reunião da Comissão de Acompanhamento de 13/11/07, sendo composto por duas partes: EIXO I COMPETITIVIDADE, INOVAÇÃO E CONHECIMENTO INSTRUMENTO: SISTEMA DE INCENTIVOS À QUALIFICAÇÃO E INTERNACIONALIZAÇÃO DE PME (SI QUALIFICAÇÃO PME) O presente documento suporta a apreciação do ponto 3

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO

Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Oportunidades de Financiamento PROJETOS EMPRESARIAIS E OS SISTEMAS DE INCENTIVO Hugo Barros UALG Universidade do Algarve Albufeira, 12 de Março 2015 INOVAÇÃO PAPEL CRUCIAL NO CRESCIMENTO ECONÓMICO DOS

Leia mais