MANUAL DO CANDIDATO. 1 º Exame de Certificação Ocupacional para Dirigentes Escolares CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DO CANDIDATO. 1 º Exame de Certificação Ocupacional para Dirigentes Escolares CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO"

Transcrição

1 MANUAL DO CANDIDATO 1 º Exame de Certificação Ocupacional para Dirigentes Escolares CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO Janeiro/2001

2 1 º EXAME DE CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL PARA DIRIGENTES ESCOLARES CONVOCAÇÃO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Fundação Luís Eduardo Magalhães, anuncia a abertura de inscrições para o 1 º Exame de Certificação Ocupacional para Dirigentes Escolares. O Processo de Certificação consiste em um conjunto de testes que avaliarão os conhecimentos e experiências dos candidatos, e uma vez completados com sucesso, permitirão que os certificados sejam reconhecidos publicamente como habilitados para exercer as funções de Dirigente Escolar. O 1 º Exame será oferecido aos Dirigentes Escolares, assim entendidos os Diretores e Vice-Diretores, das escolas da Rede Estadual de Ensino da Bahia aprovados no Processo Seletivo Simplificado realizado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia em novembro de 1999 e os aprovados no Processo Seletivo Interno para Provimento de Cargos do Corpo Diretivo dos Colégios Modelo Luís Eduardo Magalhães realizado em março de I. INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O SISTEMA DE CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL DA FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES A Fundação Luís Eduardo Magalhães Centro de Modernização e Desenvolvimento da Administração Pública é uma instituição privada, sem fins lucrativos, e dedicada à melhoria da qualidade da administração pública e dos recursos humanos do Estado, tendo como missão promover a geração e a disseminação de conhecimentos e ações voltadas para a melhoria da qualidade dos serviços de interesse público. Sempre atenta a novas tecnologias que visam a modernizar e a desenvolver os recursos administrativos e humanos, a Fundação Luís Eduardo Magalhães foi escolhida pelo Governo do Estado da Bahia para apoiá-lo na implantação do Sistema de Certificação Ocupacional para Profissionais da Educação, em parceria com a Secretaria da Educação. A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, pretende se valer das certificações a serem emitidas pela Fundação para selecionar Dirigentes Escolares com reconhecida competência para as suas Unidades Escolares. Para garantir a qualidade, independência e validar o Sistema de Certificação, bem como assegurar a credibilidade e transparência do processo, a Fundação definiu a existência de uma Câmara de Certificação, composta por especialistas dos setores público e privado, com reconhecida competência na área de administração escolar, na Bahia e em outros Estados. A implantação do Sistema de Certificação está sendo feita com a consultoria do American Institutes for Research, instituição norte-americana com ampla experiência na implantação de Sistemas de Certificação. A aplicação da 1ª etapa do Exame de Certificação será feita pela Fundação Carlos Chagas, de São Paulo, instituição brasileira conceituada nacionalmente e com comprovada experiência na prestação de serviços dessa natureza. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 2

3 II O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO OCUPACIONAL E OS TESTES 1. O Exame de Certificação constará de 2 (duas) etapas distintas, ambas de caráter eliminatório, que ocorrerão nas datas definidas no Capítulo IV do presente documento: 1.1. Primeira etapa Teste de Conhecimentos Específicos, constará de 125 questões de múltipla escolha, onde serão avaliados os conhecimentos necessários ao Dirigente Escolar, conforme padrões indicados no Anexo I do presente manual. As especificações do Teste de Conhecimentos Específicos, programa e respectiva bibliografia encontram se no Anexo I do presente manual Segunda etapa Composta de duas partes: Parte I Teste de Comunicação e Expressão da Língua Portuguesa, composto de 2 (duas) questões discursivas que avaliarão a gramática e as habilidades de expressão e comunicação escritas necessárias ao Dirigente Escolar no exercício do seu cargo. As especificações de Teste de Comunicação e Expressão da Língua Portuguesa, programa e respectiva bibliografia encontram se no Anexo I do presente manual Parte II Questões Práticas, composta de 6 (seis) questões discursivas, baseadas em documentos previamente apresentados ao candidato, onde serão avaliados os conhecimentos e habilidades necessários ao Dirigente Escolar, conforme padrões indicados no Anexo I do presente manual. As especificações das Questões Práticas, programa e respectiva bibliografia encontram se no Anexo I do presente manual. 2. O candidato que não for aprovado em qualquer uma das etapas do Exame de Certificação poderá repeti-la, quantas vezes for oferecida, dentro do prazo máximo de 2 (dois) anos, contados a partir da data da divulgação do resultado do Teste de Conhecimentos Específicos. Sendo que: 2.1. Somente o candidato aprovado na primeira etapa Teste de Conhecimentos Específicos poderá participar da etapa seguinte As partes da segunda etapa, ocorrerão no mesmo dia, em turnos distintos: Somente o candidato aprovado na Parte I da segunda etapa Teste de Comunicação e Expressão da Língua Portuguesa terá corrigida a Parte II Questões Práticas O candidato aprovado na parte II da segunda etapa Questões Práticas concluirá o Processo de Certificação O candidato não aprovado em qualquer uma das partes I e II da segunda etapa, poderá repetir somente a parte na qual não foi aprovado. 3. Findo o prazo de 02 (dois) anos contados a partir do prazo acima citado, o candidato não aprovado, terá que aguardar o prazo de 3 (três) anos para iniciar um novo Processo de Certificação. 4. A Certificação Ocupacional terá que ser revalidada a cada 3 anos, de modo a garantir que os profissionais estejam com seus conhecimentos e habilidades devidamente atualizados. Para tanto, o portador do certificado deverá atender ao padrão de competências desejado para o desempenho do seu cargo descrito no Anexo I do presente manual. O objetivo é que o profissional se mantenha informado em relação a conteúdos, práticas de sucesso, pesquisas e novas tecnologias. Os profissionais certificados serão orientados, posteriormente, em maiores detalhes sobre o processo de revalidação da sua Certificação. 5. A obtenção do certificado de Dirigente Escolar, em si, não dá nenhum direito ao candidato, a não ser o do uso do certificado como prova de sua qualificação profissional. 6. Para maiores informações sobre o processo de Certificação, o candidato pode consultar o site da Fundação Luís Eduardo Magalhães ou entrar em contato com a Central de Atendimento, pelo telefone (0XX71) , durante o período de 26/01 a 22/02, de 2ª a 6ª feira, das 8:00 às 20:00h e encaminhar dúvidas para o ou via fax (0XX71) Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 3

4 III INFORMAÇÕES SOBRE A INSCRIÇÃO DO 1 O EXAME DE CERTIFICAÇÃO 1. As inscrições estarão abertas no período de 12 a 22 de fevereiro de 2001, nas agências dos Correios em Salvador e no interior do Estado da Bahia relacionadas no anexo II, no horário de expediente, quando os candidatos receberão, gratuitamente, a Ficha e Recibo de Inscrição a ser preenchida e o Manual do Candidato. 1.1 Ao fazer a inscrição em uma das cidades relacionadas no Anexo III deste Manual, o candidato estará, automaticamente, optando pela cidade onde realizará a prova da 1ª etapa do Exame, sendo vedadas alterações posteriores A Fundação Luís Eduardo Magalhães e a Fundação Carlos Chagas se eximem das despesas com viagens e estadas de candidatos em quaisquer das etapas do Exame. 2. Para inscrever-se, o candidato deverá, no período das inscrições: 2.1. Apresentar-se nos locais indicados no item 1 deste Capítulo, munido de: a) Documento de Identidade - são considerados documentos de identidade: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Polícia Militar; Identidade para Estrangeiros; Carteiras Profissionais expedidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por Lei Federal, valem como documento de identidade, como por exemplo, as Carteiras do CREA, OAB, CRC etc; a Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como a Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº 9.503/97); b) Ficha de Inscrição fornecida no próprio local, devidamente preenchida frente e verso e assinada, e o Recibo de Inscrição do Candidato Pagar a importância de R$15,00 (quinze reais) a título de ressarcimento com materiais e serviços; 2.3. O pagamento da importância poderá ser efetuado em dinheiro ou em cheque do próprio candidato. Entretanto, os pagamentos efetuados em cheque somente serão considerados quitados após a respectiva compensação e caso seja devolvido por qualquer motivo, a inscrição será considerada sem efeito No ato da inscrição o candidato, ou seu procurador, deverá declarar o nome da escola e o Município onde exerce suas funções O candidato deverá indicar, na Ficha de Inscrição, a data e o número da Portaria de publicação de sua nomeação no Diário Oficial do Estado Será permitida a inscrição por procuração, mediante entrega do respectivo mandato, acompanhado de cópia autenticada do documento de identidade do candidato e apresentação da identidade do procurador. Para cada candidato, deverá ser apresentado um mandato, que ficará retido O candidato, por si ou por seu procurador, assume total responsabilidade pelas informações prestadas no formulário de inscrição, arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento daquele documento Não serão aceitas inscrições por depósito em caixa eletrônico, via postal, fax, telex, Internet e/ou após o prazo previsto neste documento. Verificado, a qualquer tempo, o recebimento de inscrição que não atenda a todos os pré-requisitos fixados, será ela cancelada. 3. O candidato deficiente que necessitar de prova em Braile ou Ampliada ou de condições especiais para a realização dos testes da 1ª Etapa, poderá requerer, por Sedex à Fundação Carlos Chagas (Núcleo de Execução de Concursos, Av. Prof. Francisco Morato, São Paulo SP), até o término das inscrições, especificando o tipo de deficiência e no caso de amblíope, o grau de visão. Os que não o fizerem no prazo mencionado não terão o teste preparado seja qual for o motivo alegado. 4. As pessoas portadoras de deficiência participarão do Exame em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos. 5. Aos portadores de deficiências visuais (cegos), serão oferecidas provas no sistema Braile e suas respostas deverão ser transcritas também em Braile. Os referidos candidatos deverão levar para esse fim, no dia da aplicação da prova, reglete e punção podendo, ainda, utilizar-se de soroban. 6. Aos portadores de deficiências visuais (amblíopes) serão oferecidas provas ampliadas corpo 24. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 4

5 IV NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA A REALIZAÇÃO DO 1º EXAME DE CERTIFICAÇÃO 1. Primeira etapa Teste de Conhecimentos Específicos: 1.1. A aplicação do teste ocorrerá no dia 22 de abril de 2001 e realizar-se-á nas cidades de: Salvador, Santo Antônio de Jesus, Itabuna, Eunápolis, Jequié, Brumado, Itaberaba, Feira de Santana, Alagoinhas, Ribeira do Pombal, Juazeiro, Jacobina e Bom Jesus da Lapa, de acordo com a tabela no anexo III; 1.2. A confirmação da data e as informações sobre horário e local do teste serão divulgadas oportunamente, através de Cartões Informativos, os quais serão encaminhados aos candidatos através dos Correios, sendo, portanto, fundamental que o endereço para correspondência constante na Ficha de Inscrição esteja completo e correto, inclusive com indicação do CEP; 1.3. O Candidato que não receber o Cartão Informativo até o 3º (terceiro) dia que antecede a realização do teste, deverá entrar em contato com a Central de Atendimento da Fundação Carlos Chagas, através do telefone (0XX11) , de segunda à sexta-feira das 08:30 às 17:30(horário de Brasília) ou consultar o site da Fundação Carlos Chagas a fim de receber a informação devida; 1.4. O candidato deverá assinalar suas respostas, na folha de respostas, com caneta esferográfica de tinta de cor preta ou grafite preto; 1.5. Não serão computadas respostas não assinaladas ou que contenham mais de uma opção marcada, com emenda ou rasura, ainda que legíveis; 1.6. Não será permitida qualquer espécie de consulta. 2. Segunda etapa: Composta de duas partes, as quais serão aplicadas num mesmo dia, em turnos distintos: 2.1. Parte I Teste de Comunicação e Expressão da Língua Portuguesa: A aplicação ocorrerá em julho de 2001, no turno matutino; O candidato convocado para esta etapa irá receber, no prazo de 01 (hum) mês antes do teste, a confirmação da data e as informações sobre horário e local do teste, através de Cartão Informativo, que será encaminhado ao candidato pelo Correio; O candidato deverá escrever suas respostas, na folha de respostas, com caneta esferográfica de tinta de cor preta; Não serão consideradas as respostas com caligrafia ilegível; Não será permitida qualquer espécie de consulta Parte II Questões Práticas: A aplicação ocorrerá em julho de 2001, no turno vespertino; A confirmação da data e as informações sobre horário e local do teste, serão fornecidas através do mesmo Cartão Informativo indicado no subitem deste Capítulo; Serão também enviados um conjunto de documentos, juntamente com o Cartão Informativo, cabendo ao candidato estudar antecipadamente os documentos, a fim de, no momento do teste, responder às questões discursivas; O candidato deverá escrever suas respostas, na folha de respostas, com caneta esferográfica de tinta de cor preta; Não serão consideradas as respostas com caligrafia ilegível; Com exceção do conjunto de documentos previamente apresentados ao candidato, não será permitida qualquer outra espécie de consulta As cidades de prova da 2ª etapa serão definidas posteriormente e poderão ser diferentes das cidades da 1ª etapa do exame. 3. Só será permitida a realização de qualquer um dos testes do Exame de Certificação nas respectivas datas, horários e nos locais constantes nos Cartões Informativos e no site da Fundação Carlos Chagas (1ª etapa do Exame); 4. Os eventuais erros de digitação de nome, número do documento de identidade, cargo que ocupa atualmente, sexo, data de nascimento e endereço, deverão ser corrigidos somente no dia do respectivo teste em formulário específico; Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 5

6 5. Somente será admitido à sala de provas, o candidato que apresentar documento que bem o identifique, como os constantes do item 2.1.a. do capítulo III; 5.1. Os documentos deverão estar em perfeito estado de conservação, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato. 6. O candidato deverá comparecer ao local designado para os testes no horário de abertura dos portões, munido de caneta esferográfica de tinta preta, lápis preto nº 2 e borracha; 7. Será excluído de qualquer um dos testes o candidato que: a) apresentar-se após o horário estabelecido; b) não apresentar o documento de identidade exigido; c) ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal ou antes de decorrida uma hora do início das provas; d) for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de livros, notas ou impressos não permitidos ou calculadora durante a realização dos testes; e) estiver portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico de comunicação (pagers, celulares etc.); f) estiver portando armas; g) lançar mão de meios ilícitos para a execução do teste; h) não devolver integralmente o material recebido; i) perturbar de qualquer modo a ordem dos trabalhos. 8. O candidato ao terminar os testes entregará ao fiscal, juntamente com a folha de respostas, o seu caderno de questões; 9. Não haverá segunda chamada ou repetição de nenhum dos testes do Exame de Certificação. O candidato não poderá alegar qualquer desconhecimento sobre a realização dos testes como justificativa de sua ausência. O não comparecimento à qualquer um dos testes, qualquer que seja o motivo, caracterizará desistência do candidato e resultará na eliminação do Exame de Certificação; 10. Não serão divulgados notas, nem gabaritos de nenhum dos testes do Exame de Certificação; 11. Após o término dos testes, não serão entregues, em hipótese alguma, os cadernos dos testes; 12. Não será concedida revisão ou vistas às questões e à pontuação dos testes. V PONTUAÇÃO DOS TESTES 1. Quanto à primeira etapa: 1.1. O teste será avaliado na escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos; 1.2. Os candidatos que lograrem 70% ou mais na escala serão considerados aprovados. 2. Quanto à segunda etapa: 2.1. Em ambas as partes da segunda etapa, cada questão será avaliada na escala de 0 (zero) a 3 (três) pontos; 2.2. Será considerado aprovado o candidato que obtiver em média a pontuação igual ou superior a 2 (dois) em cada questão. VI INFORMAÇÕES SOBRE OS RESULTADOS DOS TESTES 1. Os resultados dos testes do Exame de Certificação serão informados sob a forma de Aprovados ou Não Aprovados. Os candidatos e a Secretaria da Educação serão informados do resultado obtido. 2. O resultado de cada uma das etapas do Exame de Certificação será remetido ao endereço do candidato via Correio. 3. Os candidatos não aprovados em qualquer um dos testes do Exame de Certificação, receberão informações adicionais sobre seu desempenho, de forma que possam se preparar, no caso de desejarem, para participar de novo teste. Estas serão emitidas uma única vez. 4. A relação final dos aprovados em cada um dos testes do Exame de Certificação estará disponível no site da Fundação Luís Eduardo Magalhães: 5. Os candidatos aprovados nas 2 etapas do Exame de Certificação receberão a carteira de Certificação no endereço residencial até 30 (trinta) dias após a divulgação do resultado final do referido Exame. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 6

7 VII DISPOSIÇÕES FINAIS 1. O ato de inscrição gera, a presunção absoluta de que o candidato conhece as presentes instruções e de que aceita as condições do Exame, estabelecidas neste documento; 2. A inexatidão das declarações, as irregularidades de documentos ou as de outra natureza, ocorridas no decorrer do Exame, mesmo que só verificadas posteriormente, eliminarão o candidato do Exame, anulandose todos os atos e efeitos decorrentes da sua inscrição; 3. Os itens deste documento poderão sofrer eventuais alterações, atualizações, correções ou acréscimos, enquanto não consumado a providência ou evento que lhes disser respeito, ou até a data da convocação dos candidatos para a prova correspondente, circunstância em que será mencionado em aviso a ser divulgado; 4. Os casos omissos serão resolvidos pela Fundação Luís Eduardo Magalhães. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 7

8 Anexo I INFORMAÇÕES ADICIONAIS SOBRE OS TESTES DO 1º EXAME DE CERTIFICAÇÃO I. PADRÕES DE COMPETÊNCIAS PARA O CARGO DE DIRIGENTE ESCOLAR O Sistema de Certificação de Dirigentes Escolares (Diretores e Vice-diretores) se baseia num conjunto de expectativas a respeito das funções e do papel do Dirigente como líder da Escola. Essas expectativas e papéis foram estabelecidos por um comitê representativo de Dirigentes Escolares. Estas expectativas são gerais, e não dependem nem se referem a nenhum sistema ou rede escolar específico. Em princípio, a natureza das funções do Vice-diretor é idêntica à do Diretor o que pode mudar é o limite de suas atribuições e responsabilidades em cada escola. Desenvolvimento Integral dos Alunos e Implementação do Currículo O Dirigente Escolar deve conhecer e saber utilizar conhecimentos de psicologia, pedagogia, currículo, avaliação, bem como conhecer os recursos curriculares e extra-curriculares disponíveis para assegurar o bom desempenho dos alunos na Escola. Além disso, deve saber como estabelecer e manter, no ambiente escolar, elevados padrões éticos e clima saudável, que propicie o desenvolvimento acadêmico dos alunos. Desenvolvimento da Equipe O Dirigente Escolar deve conhecer os princípios norteadores da educação, seu papel na sociedade e as teorias sobre relações humanas. Deve também conhecer e saber utilizar conceitos, métodos e técnicas para promover o crescimento pessoal e profissional de professores e funcionários. Visão e Planejamento Estratégico O Dirigente Escolar deve conhecer e saber utilizar teorias, princípios, conceitos e métodos de organização, planejamento e mudança organizacional. Deve compreender e saber explicar a relação entre objetivos educacionais gerais, e alinhar o PDE da escola com as Diretrizes da Educação Nacional e Estadual e com a proposta pedagógica da Escola. Deve saber ainda acionar os mecanismos que levam a escola a atingir os objetivos. Estabelecimento e Ampliação de Relacionamentos O Dirigente Escolar deve saber identificar e relacionar-se adequadamente com os vários grupos e instituições que possam ter papel relevante na vida escolar, incluindo os pais de alunos, autoridades, agências públicas, organizações privadas e outros setores da comunidade. Ele deve conhecer os objetivos e papéis dessas instituições e saber criar e manter com elas relações, compromissos e projetos de interesse mútuo. A capacidade de comunicação escrita e verbal é fundamental para todos os aspectos do trabalho do Diretor, mas é especialmente importante nesse contexto. Administração da Escola O Dirigente Escolar precisa conhecer teorias e técnicas administrativas. Deve localizar, interpretar e utilizar as leis e normas relevantes a todos os aspectos da administração escolar, inclusive os de natureza financeira, de pessoal e patrimonial. Deve saber articular o funcionamento das unidades administrativas e de seu pessoal com os objetivos e metas da escola. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 8

9 II TÓPICOS COBERTOS NOS TESTES Sobre os tópicos abaixo relacionados é necessário que o candidato saiba: Primeira etapa Teste de Conhecimentos Específicos Desenvolvimento Integral dos Alunos e Implementação do Currículo: Conhecer teorias e metodologias relativas ao processo ensino-aprendizagem para definir quais as adotadas na proposta curricular, visando atingir os objetivos explicitados no PDE. Conhecer metodologias para avaliar e diagnosticar o desempenho dos estudantes. Saber como identificar possíveis entraves no processo ensino - aprendizagem e tomar as providências cabíveis. Conhecer os princípios básicos de aconselhamento à estudantes. Entender a diversidade cultural, situar a realidade local dentro desse contexto e saber como contemplá-la no PDE e na Proposta Pedagógica. Saber escolher tecnologias educacionais apropriadas ao PDE/Proposta Pedagógica, considerando os recursos disponíveis. Desenvolvimento da Equipe: Identificar as necessidades de desenvolvimento profissional da equipe, buscando alinhamento ao PDE e à Proposta Pedagógica. Saber como gerenciar recursos humanos em função dos resultados, considerando os fatores motivacionais que estimulem o espírito de equipe. Administração da Escola: Ter conhecimento sobre leis, normas e diretrizes que regem a educação e a administração escolar nos âmbitos federal e estadual: LDB, PCNs, Resoluções dos Conselhos Nacional e Estadual de Educação. Conhecer a estrutura, funcionamento e os sistemas de informações da secretaria escolar. Conhecer estatística básica para analisar os dados relativos à educação e aos relatórios escolares para tomar decisões gerenciais adequadas. Ter conhecimento dos procedimentos necessários para obter recursos financeiros ou não e de como gerenciá-los, sejam eles públicos ou provenientes de outras fontes. Conhecer a infra-estrutura da escola e garantir que esteja funcionando dentro das normas técnicas, bem como saber como manter o ambiente limpo. Conhecer os procedimentos de segurança escolar: pessoal e patrimonial. Segunda etapa Parte I Teste de Comunicação e Expressão da Língua Portuguesa Comunicação e Expressão: Avaliará, através da redação de textos, a habilidade de comunicação e expressão escritas. Gramática da Língua Portuguesa: Avaliará o domínio que o candidato tem dos padrões da Língua Portuguesa demonstrando saber usá-la como um instrumento eficaz de comunicação, refletido na escrita de textos e documentos pertinentes ao cargo. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 9

10 Parte II Questões Práticas Visão e Planejamento Estratégico: O foco deste tópico é a Liderança e o Planejamento Estratégico demonstrado no exercício do cargo. Serão entregues, antecipadamente, aos candidatos: um Plano de Ação contendo informações sobre orçamento, alocação de recursos, metas de longo e curto prazos, decisões referentes à equipe técnica e outras, juntamente com documentos adicionais (os quais explicitarão especificidades da escola). Será pedido aos candidatos que identifiquem as prioridades e que reflitam sobre a propriedade das decisões adotadas. Documentos Básicos: - Plano de Ação da gestão anterior Documentos Adicionais: - Cenário - Orçamento - Ata do Conselho de Classe - Carta de pai e alunos - Abaixo assinado dos alunos Estabelecimento e Ampliação de Relacionamentos: O foco deste tópico é a habilidade dos candidatos em identificar, descrever e intervir em conflitos que podem ocorrer dentro da comunidade escolar. Serão entregues, antecipadamente, aos candidatos: atas de reuniões, cartas, comunicados internos. No teste, será apresentado um cenário baseado nesses documentos e será solicitado ao candidato que identifique a fonte do conflito, analise a posição adotada pelo Dirigente e recomende possíveis ações para intervenção e solução do conflito, refletindo sobre a possibilidade de sucesso ou fracasso destas ações. Documentos Básicos: - Cenário - Cartas - Atas de Reuniões - Comunicados Internos Gestão de Processo Pedagógico: O foco dessas questões é a habilidade do candidato em avaliar a qualidade de ensino e aprendizagem. Serão entregues, antecipadamente, aos candidatos: um Plano de Curso, um segmento de PDE, uma ata de reunião do Colegiado e um gráfico referente a indicadores de resultados de aprendizagem. O candidato deverá estabelecer a relação entre o ensino ministrado e os indicadores de resultados de aprendizagem, descrevendo-a e sugerindo recomendações quando apropriado. Documentos Básicos: - Plano de Curso Documentos Adicionais: - Cenário e gráficos referentes a indicadores - Um segmento de PDE - Ata de reunião do Colegiado Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 10

11 III BIBLIOGRAFIA Leitura Básica: Válida para a Primeira etapa Teste de Conhecimentos Específicos e para a Parte II da Segunda etapa Questões Práticas: Manual Gerenciando a Escola Eficaz: Conceitos e Instrumentos e Manual de Procedimentos e Rotinas. Lei nº 9394/96 LDB Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. SECRETARIA DA EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Parâmetros curriculares nacionais. Introdução aos parâmetros curriculares nacionais.: MEC/SEF, Brasília, Manual do FAED. Manual do PDDE. Estatuto do Magistério (Lei 6677/94). Estatuto da Criança e do Adolescente. Diretrizes Regimentais Básicas para Escolas Públicas Estaduais. BAHIA. Secretaria da Educação. Legislação Básica do Magistério Público Estadual de Ensino Fundamental e Médio. Salvador. BA,1998. INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISA EDUCACIONAIS(Brasil). Em Aberto. Junho Disponível em: <http://www.inep.gov.br> Leitura Complementar: É uma sugestão de bibliografia adicional para auxiliar no estudo dos tópicos cobertos nas etapas do Exame de Certificação. Não serão feitas perguntas específicas sobre nenhum dos livros abaixo relacionados, porém recomendamos sua leitura como forma de ampliar sua possibilidade de sucesso no Exame. Esta lista contém livros que representam distintas orientações e pontos de vista a respeito dos diversos temas que são objeto da ação do Dirigente Escolar. Não representa endosso ou orientação da Secretaria. Os conteúdos tratados nesses livros não serão abordados diretamente nos testes. Primeira etapa Teste de Conhecimentos Específicos Desenvolvimento Integral dos Alunos e Implementação do Currículo AQUINO, J. G. e alli, (2000), Indisciplina na Escola: Alternativas, Editora Sumus, ARAUJO E OLIVEIRA, João Batista, (2000), A pedagogia do sucesso, 4ª.ed.:, Editora Saraiva, São Paulo, ARAUJO E OLIVEIRA, João Batista, (2000), Ensinar e Aprender, Editora: Global, São Paulo, CARRAHER, T.N. (org.), (1988), Aprender pensando: contribuições da Psicologia Cognitiva para a Educação. Editora Vozes, Petropolis, COLL, César, (1996), Psicologia e Currículo, Editora Ática, São Paulo, FONSECA, Victor da, (1996), Aprender a aprender: a educabilidade cognitiva, Editora Artes Médicas, Porto Alegre, FREIRE, Paulo, A importância do ato de ler, Editora Cortez. FREIRE, Paulo, (1997), Pedagogia da Autonomia. Saberes necessários à prática educativa, Editora Paz e Terra. Rio de Janeiro,1997. LAJOLO. M., (1999), Do mundo da leitura para a leitura do mundo, Editora Ática, São Paulo, LEITURA DE 3 (três) PROPOSTAS PEDAGÓGICAS DE, PELO MENOS, 3 (três) ESCOLAS. Desenvolvimento da Equipe ANTUNES, Celso, (1987), Manual de Técnicas de Dinâmica de Grupo de Sensibilização e Ludopedagogia. Editora Vozes, Petrópolis, GADOTTI, M., A Formação do Administrador da Educação: Análise de Propostas, Revista Brasileira de Administração da Educação, Porto Alegre. INSTITUTO PIERON de Psicologia Aplicada, (1998), Aprendizagem mediada dentro e fora da sala de aula, SENAC, PERRENOUD, P., (2000), Novas Competências para Ensinar, Artmed Editora, Porto Alegre, Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 11

12 POZO, Juan Ignácio, (1998), Teorias cognitivas de aprendizagem, Editora Artes Médicas, Porto Alegre, SOUZA, Clarilza Prado de (org.), (1995), Avaliação do rendimento escolar, 4ª. ed. Editora Papirus, Campinas, São Paulo, TEBEROSKY, Ana Além da alfabetização, Editora Ática. - Aprendendo a escrever, Editora Ática. ZABALA, Antoni, (1999), Como Trabalhar os Conteúdos Procedimentais em Sala de Aula, 2 ª ed. Artmed Editora, Porto Alegre, ZALUAR, Alba (org.), (1992), Violência e Educação, Editora Cortez, São Paulo, Administração da Escola LUCK, Heloísa, (1999), Ação Integrada: Administração, Supervisão, Orientação Educacional, Editora Vozes, Petrópolis, Rio de Janeiro, Segunda etapa: Parte I Teste de Comunicação e Expressão da Língua Portuguesa Comunicação e Expressão MORTIMER, Adler, (2000), Como ler um livro, Editora Faculdade da Cidade, Rio de Janeiro, Gramática da Língua Portuguesa Manual de Redação Jornal Folha de São Paulo. Parte II Questões Práticas Visão e Planejamento Estratégico GANDIN, D., Planejamento como Prática Educativa, Edições Loyola. MARCONDES, C. F, Administração Escolar: uma Introdução Crítica, PUC, São Paulo. MATTOS, F. G., (1980), Gerência Participativa, Biblioteca do Exército Editora, Rio de Janeiro, MOTTA, P. R., Gestão Contemporânea: A Ciência e a Arte de Ser Dirigente, 8 ª. ed., Editora Record, Rio de Janeiro. PARO, V. H., (1996), Administração Escolar: uma Introdução Crítica, Editora Cortez, São Paulo, ROGERS, C. R. e ROSENBERG, R. L., (1987), A Pessoa como Centro, Editora Pedagógica Universitária, São Paulo, SEVERINO, ª J., (1998), O Projeto Político-pedagógico da Escola, Revista da Educação, AEC, Brasília, TORO, Bernardo, (1997), O Código da Modernidade Colômbia, Estabelecimento e Ampliação de Relacionamentos VYGOTSKY, Leo S., (1991), Pensamento e Linguagem, Martins Fontes, São Paulo, WAISELFISZ, Júlio Jacobo, (1998), Juventude, Violência e Cidadania: jovens de Brasília, Editora Cortez, São Paulo, Gestão de Processo Pedagógico AQUINO, J. G. e alli, (2000), Indisciplina na Escola: Alternativas, Editora Sumus, ARAUJO E OLIVEIRA, João Batista, (2000), A pedagogia do sucesso, 4ª.ed.:, Editora Saraiva, São Paulo, BARBOSA, José Juvêncio, Alfabetização e Leitura, Editora Cortez. BEYER, Hugo Otto, (1996), O fazer psicológico, a abordagem de Reuven Feuerstein a partir de Piaget e Vygotsky, Editora Mediação, Porto Alegre, BORDENAVE, J. D. e alli, Estratégias de Ensino e Aprendizagem, Editora Vozes, Petrópolis, Rio de Janeiro. CARRAHER, T.N. (org.), (1988), Aprender pensando: contribuições da Psicologia Cognitiva para a Educação. Editora Vozes, Petropolis, COLL, César, (1996), Psicologia e Currículo, Editora Ática, São Paulo, Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 12

13 FONSECA, Victor da, (1996), Aprender a aprender: a educabilidade cognitiva, Editora Artes Médicas, Porto Alegre, FREIRE, Paulo, A importância do ato de ler, Editora Cortez. FREIRE, Paulo, (1997), Pedagogia da Autonomia. Saberes necessários à prática educativa, Editora Paz e Terra. Rio de Janeiro,1997. LAJOLO. M., (1999), Do mundo da leitura para a leitura do mundo, Editora Ática, São Paulo, Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 13

14 Anexo II AGÊNCIAS DOS CORREIOS NO ESTADO DA BAHIA QUE ESTARÃO EFETIVANDO INSCRIÇÃO Salvador AC Central Salvador : Praça.da Inglaterra, s/n Comércio AC Itapuã : Rua Genebaldo Figueredo, 81 - Itapuã AC Brotas : Av. Dom João Vi, 1050 Loja 02 Shopping Brotas AC Pituba : Av. Paulo Vi, 190 Pituba Barreiras AC Barreiras : Rua 24 de outubro, 202 Centro Brumado AC Brumado : Rua Dr. Mário Meira, 35 Centro Camaçari AC Camaçari : Av. Francisco Drumond s/n Centro Eunápolis AC Eunápolis : Av. Ruy Barbosa, 479 Centro Feira de Santana AC Feira de Santana : Av. Getúlio Vargas, 78 Centro Ilhéus AC Ilhéus : Rua Marquês de Paranaguá, 34 Centro Ipiaú AC Ipiaú : Rua Juraci Magalhães, 68 Centro Itaberaba Itabuna Itamaraju Itambé Itapetinga Juazeiro Paulo Afonso Porto Seguro São Gonçalo dos Campos Serrinha Senhor do Bonfim Simões Filho Teixeira de Freitas Vitória da Conquista AC Itaberaba : Praça Flávio Silvani s/n Centro AC Itabuna : Av. Inácio Tosta Filho, 139 Centro AC Itamaraju : Praça Nações Unidas, 28 Centro AC Itambé : Rua Osório F. Oliveira, 96 Centro AC Itapetinga : Rua Marechal Deodoro da Fonseca s/n Centro AC Juazeiro : Rua Santos Dumont, 235 Centro AC Paulo Afonso : Av. da Providência, 192 Centro AC Porto Seguro : Rua Itajiba, 85 Centro AC São Gonçalo dos Campos : Av. Aníbal Pedreras, 3 Centro AC Serrinha : Rua Agenor de Freitas, 349 Centro AC Senhor do Bonfim : Praça Dr. José Gonçalves, 148 Centro AC Simões Filho : Rua Emílio Félix Wagner s/n Centro AC Teixeira de Freitas : Praça Castro Alves, 78 Centro AC Vitória da Conquista : Praça Joaquim Correia, 41 Centro E em todas as agências dos Correios das seguintes cidades do Estado da Bahia: Abaíra, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Angical, Antônio Cardoso, Aporá, Araçás, Aracatu, Araci, Arataca, Aratuípe, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barra do Rocha, Barro Alto, Barro Preto (Ex-Governador Lomanto Jr), Belmonte, Belo Campo, Boa Nova, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brejolândia, Buerarema, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Canavieiras, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Sales, Cansanção, Canudos, Capela do Alto Alegre, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Catu, Caturama, Central, Chorrochó, Cícero Dantas, Cipó, Coaraci, Cocos, Conceição de Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Cordeiros, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cravolândia, Cruz das Almas, Curaçá, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Encruzilhada, Entre Rios, Érico Cardoso, Esplanada, Euclides da Cunha, Fátima, Filadélfia, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Gloria, Gongogi, Governador Mangabeira, Guanambi, Guaratinga, Iaçu, Ibiassucê, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapua, Ibirataia, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Ichu, Igaporã, Iguaí, Inhambupe, Ipecaetá, Ipirá, Ipupiara, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itagi, Itagiba, Itagimirim, Itajuípe, Itamari, Itanagra, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapicuru, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Itiúba, Itororó, Ituaçu, Ituberá, Iuiu, Jaborandi, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaira, Jequié, Jeremoabo, Jiquiriçá, Jitaúna, João Dourado, Jucuruçu, Jussara, Jussari, Jussiape, Lafayete Coutinho, Laje, Lajedão, Lapão, Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 14

15 Lauro de Freitas, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento do Brumado (Ex-Livramento de Nossa Senhora), Macarani, Macaúbas, Macururé, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada de Pedras, Maracás, Maragogipe, Marcionílio Souza, Mata de São João, Matina, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Monte Santo, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém do São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nova Canaã, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Horizonte, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pau Brasil, Pé de Serra, Pedrão, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Piritiba, Planaltino, Planalto, Poções, Pojuca, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Queimadas, Remanso, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luz, Santa Luzia, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Domingos, São Felipe, São Félix, São Félix do Coribe, São Francisco do Conde, São Gabriel, São José da Vitória, São José do Jacuipe, São Miguel das Matas, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Saubara, Saúde, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Serra Preta, Serrolândia, Sítio do Mato, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Tanhaçu, Tanque Novo, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Terra Nova, Tremedal, Tucano, Uauá, Ubaira, Ubaitaba, Ubatã, Una, Urucuça, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova, Vera Cruz, Vereda, Wagner, Wanderley, Wenceslau Guimarães, Xique-Xique. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 15

16 Anexo III CIDADES DE APLICAÇÃO DA 1ª ETAPA DO EXAME Os candidatos prestarão a 1ª Etapa do Exame conforme a cidade onde efetivarem a inscrição. CIDADE DE PROVA SALVADOR SANTO ANTÔNIO DE JESUS ITABUNA Cidade onde o candidato efetuou sua inscrição Salvador, Camaçari, Candeias, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Simões Filho, Vera Cruz. Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Aratuípe, Brejões, Cairu, Camamu, Castro Alves, Conceição do Almeida, Dom Macedo Costa, Gandu, Ibirapitanga, Itamari, Itatim, Ituberá, Jaguaripe, Jiquiriçá, Laje, Milagres, Muniz Ferreira, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nova Itarana, Piraí do Norte, Presidente Dutra, Salinas da Margarida, São Miguel das Matas, Taperoá, Ubaira, Valença, Wenceslau Guimarães. Itabuna, Arataca, Canavieiras, Ilhéus, Santa Luzia, Una, Urucuça, Almadina, Aurelino Leal, Buerarema, Camacã, Coaraci, Floresta Azul, Gongogi, Barro Preto (Ex-Governador Lomanto Jr), Ibicaraí, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Jussari, Pau Brasil, Santa Cruz da Vitória, São José da Vitória, Ubaitaba. EUNÁPOLIS Eunápolis, Belmonte, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itapebi, Jucuruçu, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Alcobaça, Caravelas, Ibirapua, Itanhém, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Prado, Teixeira de Freitas, Vereda. JEQUIÉ Jequié, Aiquara, Barra do Rocha, Boa Nova, Cravolândia, Ibirataia, Ipiaú, Irajuba, Iramaia, Itagi, Itagiba, Itaquara, Itiruçu, Jaguaquara, Jitaúna, Lafayete Coutinho, Maracás, Planaltino, Santa Inês, Ubatã, Firmino Alves, Ibicuí, Iguaí, Itambé, Itapetinga, Itarantim, Itororó, Macarani, Maiquinique, Nova Canaã, Potiraguá, Anagé, Barra do Choça, Belo Campo, Cândido Sales, Encruzilhada, Planalto, Poções, Tremedal, Vitória da Conquista. BRUMADO Brumado, Abaíra, Aracatu, Barra da Estiva, Dom Basílio, Ibicoara, Ituaçu, Jussiape, Livramento do Brumado (Ex-Livramento de Nossa Senhora), Malhada de Pedras, Rio de Contas, Tanhaçu, Boquira, Botuporã, Caturama, Érico Cardoso, Ibipitanga, Macaúbas, Paramirim, Rio do Pires, Tanque Novo, Caculé, Caetité, Condeúba, Cordeiros, Ibiassucê, Igaporã, Jacaraci, Licínio de Almeida, Mortugaba, Piripá, Rio do Antônio, Candiba, Carinhanha, Guanambi, Iuiu, Matina, Pindaí, Sebastião Laranjeiras. ITABERABA Itaberaba, Andaraí, Boa Vista do Tupim, Iaçu, Lapão, Marcionílio Souza, Nova Redenção, Ruy Barbosa, Utinga, Wagner, Boninal, Ibitiara, Iraquara, Lençóis, Mucugê, Novo Horizonte, Palmeiras, Piatã, Seabra. FEIRA DE SANTANA Feira de Santana, Amélia Rodrigues, Antônio Cardoso, Candeal, Capela do Alto Alegre, Conceição de Feira, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Ichu, Ipecaetá, Ipirá, Irará, Pé de Serra, Pintadas, Riachão do Jacuípe, Santa Bárbara, Santo Estevão, São Gonçalo dos Campos, Serra Preta, Tanquinho, Água Fria, Araci, Cansanção, Canudos, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Monte Santo, Queimadas, Retirolândia, Santa Luz, São Domingos, Serrinha, Teofilândia, Tucano, Valente. ALAGOINHAS Alagoinhas, Acajutiba, Aporá, Araçás, Cardeal da Silva, Catu, Conde, Entre Rios, Esplanada, Inhambupe, Jandaira, Ouriçangas, Pedrão, Rio Real, Cachoeira, Cruz das Almas, Governador Mangabeira, Itanagra, Maragogipe, Mata de São João, Muritiba, Pojuca, Santo Amaro, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Saubara, Teodoro Sampaio, Terra Nova. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 16

17 RIBEIRA DO POMBAL JUAZEIRO JACOBINA BOM JESUS DA LAPA Ribeira do Pombal, Chorrochó, Gloria, Jeremoabo, Macururé, Paulo Afonso, Rodelas, Santa Brígida, Adustina, Cícero Dantas, Cipó, Fátima, Itapicuru, Nova Soure, Olindina, Paripiranga, Ribeira do Amparo. Juazeiro, Campo Alegre de Lourdes, Casa Nova, Curaçá, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé, Sobradinho, Uauá, Campo Formoso, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Pindobaçu, Senhor do Bonfim. Jacobina, Caém, Caldeirão Grande, Miguel Calmon, Mirangaba, Morro do Chapéu, Ourolândia, São José do Jacuipe, Saúde, Serrolândia, Várzea do Poço, Várzea Nova, Baixa Grande, Mairi, Mundo Novo, Piritiba, Tapiramutá, Várzea da Roça, América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Canarana, Central, Ibipeba, Ibititá, Irecê, João Dourado, Jussara, São Gabriel, Xique-Xique. Bom Jesus da Lapa, Barra, Ibotirama, Ipupiara, Muquém do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Angical, Baianópolis, Barreiras, Brejolândia, Catolândia, Cotegipe, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério, Tabocas do Brejo Velho, Wanderley, Cocos, Coribe, Correntina, Jaborandi, Riacho de Santana, Santa Maria da Vitória, Santana, São Félix do Coribe, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato. Certificação Ocupacional de Profissionais da Educação Manual do Candidato 17

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À POBREZA - SEDES SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - SAS

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À POBREZA - SEDES SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - SAS SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À POBREZA - SEDES SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL - SAS G O E O R S MUNICÍPIOS R D T T P SERVIÇO DE ATENDIMENTO ESPECIALIZADO A FAMÍLIAS E INDIVÍDUO

Leia mais

Total de homens Total de mulheres

Total de homens Total de mulheres Nome do população população 2900108 Abaíra 9.067 4.088 4.236 3.744 4.580 8.324 2900207 Abaré 13.648 8.566 8.506 9.035 8.037 17.072 2900306 Acajutiba 14.322 7.300 7.530 12.786 2.044 14.830 2900355 Adustina

Leia mais

FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES CNPJ - 03037070/0001-02

FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES CNPJ - 03037070/0001-02 Este Edital já contempla as alterações informadas na Errata da Convocação de abertura de Inscrições, publicada no Diário Oficial Nº. 18602, de 15 de julho de 2004 FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES CNPJ -

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO EDITAL N.º 1 FESF, 04 DE FEVEREIRO DE 2010

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO EDITAL N.º 1 FESF, 04 DE FEVEREIRO DE 2010 EDITAL N.º 1 FESF, 04 DE FEVEREIRO DE 2010 CIRURGIÃO DENTISTA MACRORREGIÃO MICRORREGIÃO MUNICÍPIO EUNAPOLIS PORTO SEGURO ITAGIMIRIM EXTREMO-SUL TEIXEIRA DE FREITAS ITANHEM JUCURUCU SUL SUDOESTE OESTE ILHÉUS

Leia mais

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA - PROC. SELETIVO SIMPLIFICADO - 001/2009 - EDUCAÇÃO BÁSICA E TÉCNICOS CONCORRÊNCIA

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA - PROC. SELETIVO SIMPLIFICADO - 001/2009 - EDUCAÇÃO BÁSICA E TÉCNICOS CONCORRÊNCIA SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA - PROC. SELETIVO SIMPLIFICADO - 001/2009 - EDUCAÇÃO BÁSICA E TÉCNICOS CONCORRÊNCIA COD FUNÇÃO LOCAL 1ªOPC VAGAS CONCOR. 301 NÍVEL FUNDAMENTAL - MOTORISTA ORGÃO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2009 EDUCAÇÃO BÁSICA E TÉCNICOS SÍNTESE DOS RECURSOS - ETAPA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2009 EDUCAÇÃO BÁSICA E TÉCNICOS SÍNTESE DOS RECURSOS - ETAPA SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO - BAHIA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL 01/2009 EDUCAÇÃO BÁSICA E TÉCNICOS SÍNTESE DOS RECURSOS - ETAPA Publicação das Notas Objetivas Inscrição Função Parecer 93238

Leia mais

FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES CNPJ - 03037070/0001-02

FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES CNPJ - 03037070/0001-02 Publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia, em 25/26 de março de 2006, páginas 3 e 4, Caderno 4. FUNDAÇÃO LUÍS EDUARDO MAGALHÃES CNPJ - 03037070/0001-02 CONVOCAÇÃO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES DO 2º EXAME

Leia mais

CONVÊNIOS - AGÊNCIAS COMUNITARIAS - BA

CONVÊNIOS - AGÊNCIAS COMUNITARIAS - BA Orgão superior (1) Ministerio das Comunicações Item(5) Beneficiario (Razão Social) ou Conveniado(6) CNPJ conveniado(7) CONVÊNIOS - AGÊNCIAS COMUNITARIAS - BA Orgão subordinado (2) Empresa Brasileira de

Leia mais

REGIÕES ECONÔMICAS DO ESTADO DA BAHIA

REGIÕES ECONÔMICAS DO ESTADO DA BAHIA REGIÃO ECONÔMICA 1 Metropolitana de Salvador 1 Camaçari 2 Candeias 3 Dias D'Ávila 4 Itaparica 5 Lauro de Freitas 6 Madre de Deus 7 Salvador 8 São Francisco do Conde 9 Simões Filho 10 Vera Cruz REGIÃO ECONÔMICA

Leia mais

ANEXO ÚNICO. ANEXO ÚNICO - RESOLUÇÃO Nº 10, de 21/09/2011. SEÇÃO JUDICIÁRIA ESTADO DA BAHIA

ANEXO ÚNICO. ANEXO ÚNICO - RESOLUÇÃO Nº 10, de 21/09/2011. SEÇÃO JUDICIÁRIA ESTADO DA BAHIA ANEXO ÚNICO - RESOLUÇÃO Nº 10, de 21/09/2011. SEÇÃO JUDICIÁRIA ESTADO DA BAHIA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA 1ª CENTRO-NORTE BAIANO REGIÃO CIRCUNSCRIÇÕES COMARCAS NÃO INSTALADAS FEIRA DE SANTANA Amélia Rodrigues

Leia mais

NORTE CENTRO-NORTE CENTRO-LESTE SUDOESTE EXTREMO-SUL

NORTE CENTRO-NORTE CENTRO-LESTE SUDOESTE EXTREMO-SUL Juazeiro NORTE Paulo Afonso Senhor do Bonfim Irecê CENTRO-NORTE Jacobina Serrinha Ribeira do Pombal Alagoinhas NORDESTE Barreiras Ibotirama OESTE Santa Maria da Vitória Guanambi CENTRO-LESTE Seabra Itaberaba

Leia mais

CÓDIGOS DA BAHIA. Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001

CÓDIGOS DA BAHIA. Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001 CÓDIGOS DA BAHIA Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001 UF MUNICÍPIO CÓDIGO DE ÁREA BA ABAÍRA 77 BA ABARÉ 75 BA ACAJUTIBA 75 BA ADUSTINA 75 BA ÁGUA FRIA 75 BA AIQUARA 73 BA ALAGOINHAS 75 BA ALCOBAÇA

Leia mais

UF Município Micro-Região Classificação Tipo

UF Município Micro-Região Classificação Tipo BA Abaíra Seabra Baixa Renda Estagnada BA Abaré Paulo Afonso Média Renda Inferior Estagnada BA Acajutiba Alagoinhas Média Renda Inferior Estagnada BA Adustina Ribeira do Pombal Baixa Renda Dinâmica BA

Leia mais

FORÇA TAREFA BA RELAÇÃO DE PROTOCOLOS DOS PEDIDOS DE AUTORIZAÇÃO PARA EXECUÇÃO DO SERVIÇO DE RETRANSMISSÃO DE TELEVISÃO, EM CARÁTER SECUNDÁRIO

FORÇA TAREFA BA RELAÇÃO DE PROTOCOLOS DOS PEDIDOS DE AUTORIZAÇÃO PARA EXECUÇÃO DO SERVIÇO DE RETRANSMISSÃO DE TELEVISÃO, EM CARÁTER SECUNDÁRIO FUNDACAO BRASIL ECOAR - - Legal L020 53000.018214/2014 FUNDACAO BRASIL ECOAR BA Alagoinhas Técnico T580 53900.001857/2014 FUNDACAO BRASIL ECOAR BA Barreiras Técnico T579 53900.001856/2014 FUNDACAO BRASIL

Leia mais

SECRETARIA DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, IRRIGAÇÃO, REFORMA AGRÁRIA, PESCA E AQUICULTURA SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICA DO AGRONEGÓCIO

SECRETARIA DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, IRRIGAÇÃO, REFORMA AGRÁRIA, PESCA E AQUICULTURA SUPERINTENDÊNCIA DE POLÍTICA DO AGRONEGÓCIO CHAPADA DIAMANTINA BAIXO SUL e Crescimento % do - Em casca - Toneladas AratuÍpe 20 17 10 9 Cairu - - - - Camamu - - - - Gandu 8 5 12 10 Ibirapitanga - - - - Igrapiúna - - - - Ituberá - - - - Jaguaripe

Leia mais

NOVEMBRO 2008 Valor em R$ DENOMINAÇÃO I C M S ACUMUL I P I ACUMUL I P V A ACUMUL FIES ACUMUL FCBA ACUMUL No Mês Até o Mês ABAÍRA 87.030,40 931.

NOVEMBRO 2008 Valor em R$ DENOMINAÇÃO I C M S ACUMUL I P I ACUMUL I P V A ACUMUL FIES ACUMUL FCBA ACUMUL No Mês Até o Mês ABAÍRA 87.030,40 931. NOVEMBRO 2008 Valor em R$ DENOMINAÇÃO I C M S ACUMUL I P I ACUMUL I P V A ACUMUL FIES ACUMUL FCBA ACUMUL No Mês Até o Mês ABAÍRA 87.030,40 931.586,99 1.993,35 22.690,98 3.105,08 51.820,05 3.623,05 34.764,88

Leia mais

DECRETO Nº 14.346 DE 08 DE MARÇO DE 2013

DECRETO Nº 14.346 DE 08 DE MARÇO DE 2013 DECRETO Nº 14.346 DE 08 DE MARÇO DE 2013 Declara Situação de Emergência nas áreas dos Municípios afetados por Estiagem - COBRADE 1.4.1.1.0, conforme IN/MI 01/2012. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, no uso

Leia mais

ABARE 28.648,09 18.445,18 0,00 5.353,00 52.446,27 215.446,42 ACAJUTIBA 29.929,88 26.421,24 0,00

ABARE 28.648,09 18.445,18 0,00 5.353,00 52.446,27 215.446,42 ACAJUTIBA 29.929,88 26.421,24 0,00 2012 JUNHO MUNICÍPIOS ICMS IPVA ITD TAXAS NO MES ATÉ O MES ABAIRA 19.852,38 20.730,61 0,00 379,00 40.961,99 157.355,25 ABARE 28.648,09 18.445,18 0,00 5.353,00 52.446,27 215.446,42 ACAJUTIBA 29.929,88 26.421,24

Leia mais

331.652,84 ABARE 30.044,85 26.767,78 0,00 7.427,40 64.240,03 431.476,61 ACAJUTIBA 19.646,06 35.743,14 20,00 603,56 56.012,76

331.652,84 ABARE 30.044,85 26.767,78 0,00 7.427,40 64.240,03 431.476,61 ACAJUTIBA 19.646,06 35.743,14 20,00 603,56 56.012,76 2013 AGOSTO Valores em R$1,00 MUNICÍPIOS ICMS IPVA ITD TAXAS NO MES ATÉ O MES ABAIRA 19.170,53 23.097,95 0,00 83,00 42.351,48 331.652,84 ABARE 30.044,85 26.767,78 0,00 7.427,40 64.240,03 431.476,61 ACAJUTIBA

Leia mais

AGUA FRIA 9.407,37 27.156,09 0,00 770,60 37.334,06 ALMADINA 2.434,54 11.702,97 0,00 445,00 14.582,51

AGUA FRIA 9.407,37 27.156,09 0,00 770,60 37.334,06 ALMADINA 2.434,54 11.702,97 0,00 445,00 14.582,51 2013 JUNHO MUNICÍPIOS ICMS IPVA ITD TAXAS NO MES ATÉ O MES ABAIRA 18.548,91 25.876,38 0,00 5,40 44.430,69 221.534,15 ABARE 33.893,13 22.666,65 0,00 2.999,40 59.559,18 298.235,22 ACAJUTIBA 24.606,08 32.908,34

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA N o, DE DE DE 2015 Homologa o resultado da Revisão do Plano de Universalização Rural da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia COELBA

Leia mais

Municípios que não enviaram documentação ou com pendências junto ao CEDRS

Municípios que não enviaram documentação ou com pendências junto ao CEDRS Municípios que não enviaram documentação ou com pendências junto ao CEDRS MUNICÍPIO TERRITÓRIO ABARÉ ADUSTINA ALAGOINHAS ALCOBAÇA ALMADINA AMARGOSA AMÉLIA RODRIGUES ANGUERA ANTAS ARAMARI ARACATU AURELINO

Leia mais

CONVITE CURSO PPA M SEPLAN/ENAP

CONVITE CURSO PPA M SEPLAN/ENAP CONVITE CURSO PPA M SEPLAN/ENAP Módulo 2 Elaboração de Projetos do Programa de Capacitação para técnicos municipais. A Secretaria do Planejamento (SEPLAN), em parceria com a Secretaria de Relações Institucionais

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES REPUBLICADO POR TER SAÍDO COM INCORREÇÃO

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES REPUBLICADO POR TER SAÍDO COM INCORREÇÃO EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES REPUBLICADO POR TER SAÍDO COM INCORREÇÃO Ref. Processo Seletivo de Ingresso no Programa de Formação de Professores 3º etapa, na modalidade presencial, na forma que indica.

Leia mais

Governo federal lança Plano Safra para convivência com o Semiárido

Governo federal lança Plano Safra para convivência com o Semiárido Governo federal lança Plano Safra para convivência com o Semiárido O governo federal anuncia nesta quinta-feira (4) uma série de medidas especiais para o fortalecimento da produção agrícola e pecuária

Leia mais

ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM BAHIA

ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM BAHIA CDKM Soluções - Contabilidade, Assessoria, Consultoria e Tecnologia - ESTIMATIVAS DAS COTAS DO FPM BAHIA, e de Coité, novembro de CDKM Soluções - Contabilidade, Assessoria, Consultoria e Tecnologia - s

Leia mais

Ministério do Esporte. Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social

Ministério do Esporte. Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social Ministério do Esporte Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social O que é a parceria entre o PST e o PME? É uma parceria entre o Ministério da Educação e o Ministério do Esporte,

Leia mais

NOTA TÉCNICA nº 01/2012

NOTA TÉCNICA nº 01/2012 Salvador, 16 de janeiro de 2012 NOTA TÉCNICA nº 01/2012 Orienta sobre a utilização do recurso referente à Portaria GM/MS nº 2.815, de 29 de novembro de 2011 Telessaúde Brasil Redes - Bahia. O Telessaúde

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. 1 º Exame de Certificação Ocupacional Professores Alfabetizadores - Alfabetização de Crianças-

MANUAL DO CANDIDATO. 1 º Exame de Certificação Ocupacional Professores Alfabetizadores - Alfabetização de Crianças- MANUAL DO CANDIDATO 1 º Exame de Certificação Ocupacional Professores Alfabetizadores - Alfabetização de Crianças- CERTIFICAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO Abril - 2003 CONVOCAÇÃO DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

Leia mais

Infância e Adolescência.

Infância e Adolescência. l l SIPIA - Sistema de Informação Para Infância e Adolescência. l É um sistema nacional de registro e tratamento de informações sobre a garantia e defesa dos direitos fundamentais preconizados no Estatuto

Leia mais

MAPA DO FIM DA FOME: Metas Metas Sociais Contra Miséria nos Municípios B Baianos MAPA DO FIM DA FOME: Julho 2001. CPS Centro de Políticas Sociais

MAPA DO FIM DA FOME: Metas Metas Sociais Contra Miséria nos Municípios B Baianos MAPA DO FIM DA FOME: Julho 2001. CPS Centro de Políticas Sociais CPS Centro de Políticas Sociais MAPA DO FIM DA FOME: MAPA DO FIM DA FOME: Metas Metas Sociais Contra Miséria nos nos Municípios B Baianos Grande Salvador - PME 2000 Julho 2001 Estado da Bahia PNAD (1998-99)

Leia mais

CONCORRENCIA CONCILIADOR

CONCORRENCIA CONCILIADOR CONCORRENCIA CONCILIADOR COD FUNçãO COMARCA INSCRITOS VAGAS CONCOR. 501 CONCILIADOR ABARÉ 16 1 16,00/1 502 CONCILIADOR ACAJUTIBA 14 1 14,00/1 503 CONCILIADOR ALAGOINHAS 260 9 28,88/1 504 CONCILIADOR ALCOBAÇA

Leia mais

CONCORRENCIA JUIZ LEIGO

CONCORRENCIA JUIZ LEIGO CONCORRENCIA JUIZ LEIGO COD FUNçãO COMARCA INSCRITOS VAGAS CONCOR. 101 JUÍZ LEIGO ABARÉ 10 1 10,00/1 102 JUÍZ LEIGO ACAJUTIBA 7 1 7,00/1 103 JUÍZ LEIGO ALAGOINHAS 62 3 20,66/1 104 JUÍZ LEIGO ALCOBAÇA 17

Leia mais

RÁDIOFÁCIL. Regiões. Irecê. Velho Chico

RÁDIOFÁCIL. Regiões. Irecê. Velho Chico FÁCIL FÁCIL Irecê AMÉRICA DOURADA BARRA DO MENDES BARRO ALTO CAFARNAUM CANARANA CENTRAL GENTIO DO OURO IBIPEBA IBITITÁ IPUPIARA IRECÊ ITAGUAÇU DA BAHIA JOÃO DOURADO JUSSARA LAPÃO MULUGUM DO MORRO PRESIDENTE

Leia mais

RELAÇÃO - DIREC S INTERIOR

RELAÇÃO - DIREC S INTERIOR RELAÇÃO - DIREC S INTERIOR Sigla: DIREC-02 Responsável: BELDES LUIS PEREIRA RAMOS Endereço: AV. PRESIDENTE DUTRA S/N - CENTRO / Feira de Santana - Cep: 44.016-615 Telefone: (75) 36231328 / (75) 36231181

Leia mais

Thasla Vanessa (Coordenação Macro Oeste)

Thasla Vanessa (Coordenação Macro Oeste) COORDENADORES REGIONAIS Aloma Galeano (Coordenação Macro Norte) aloma.galeano@cultura.ba.gov.br (75) 8105-4689/ 36224684/ 3612-4516/ 8279-9269 TERRITÓRIO REPRESENTANTE LOTAÇÃO DO REPRESENTANTE MUNICÍPIOS

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL

SERVIÇO PÚBLICO ESTADUAL RESOLUÇÃO CIB Nº. 343/2012 Aprova a alocação dos recursos financeiros referente ao exercício 2012 e 2013, do Componente I - Cirurgia de Catarata especifica da população de extrema pobreza dos Municípios

Leia mais

Anexo 6.4.1-9 Deslocamento dos Temas Saúde e Compras

Anexo 6.4.1-9 Deslocamento dos Temas Saúde e Compras Anexo 6.4.1-9 Deslocamento dos Temas e 2619-00-EIA-RL-0001-00 LT 500 KV MIRACEMA - SAPEAÇU E SUBESTAÇÕES ASSOCIADAS e 2 TOCANTINS Rio dos Bois Miranorte 1 1 3 3 3 Rio dos Bois Miracema do Tocantins 2

Leia mais

Parte do Edital PE 89/2012 ANEXOIV - Continuação RELAÇÃO DE UNIDADES CAIXA SR NORTE DA BAHIA

Parte do Edital PE 89/2012 ANEXOIV - Continuação RELAÇÃO DE UNIDADES CAIXA SR NORTE DA BAHIA Parte do Edital PE 89/2012 ANEXOIV - Continuação RELAÇÃO DE UNIDADES CAIXA SR NORTE DA BAHIA UNIDADE SQ CÓD. ENDEREÇO CONTATO CIDADE UF 1 3395 REMANSO 2 3586 VELHO CHICO AV. CORONEL JOSÉ CASTELO BRANCO,S/Nº-

Leia mais

Lista de municípios Bolsa Estiagem - 18 de junho de

Lista de municípios Bolsa Estiagem - 18 de junho de Nº COD. IBGE Município Reconhecidos pela Defesa Civil Lista de municípios Bolsa Estiagem - 18 de junho de UF Nº Decreto Data do Decreto Evento SE/ECP 1 2900108 ABAÍRA BA 219/12 12/3/2012 ESTIAGEM SE 2

Leia mais

SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL SECRETARIA DO TRABALHO, EMPREGO, RENDA E ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO COORDENAÇÃO DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL QUALIFICA BAHIA EXECUÇÃO 2014 TERRITÓRIO MUNICÍPIOS CADEIAS PRODUTIVAS

Leia mais

Conselhos Tutelares da Bahia

Conselhos Tutelares da Bahia O seu canal de informação sobre os direitos da criança e do adolescente Conselhos Tutelares da Bahia Editor: Lauro Monteiro leia mais em www.observatoriodainfancia.com.br Estabelecimento DDD Telefone E-Mail

Leia mais

Programa Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade - PNCV Equipamentos e Faixas em Operação

Programa Nacional de Controle Eletrônico de Velocidade - PNCV Equipamentos e Faixas em Operação Equipamentos e Faixas em Barreira Eletrônica AC 317 89,000 SENADOR GUIOMARD 19L 8877298 640896 ACB00303010 Crescente 1 50 50 11/03/2014 Barreira Eletrônica AC 317 89,000 SENADOR GUIOMARD 19L 8877297 640927

Leia mais

EDITAL N º 001/2014 II PRÊMIO MELHOR ESCOLA PÚBLICA DO ANO

EDITAL N º 001/2014 II PRÊMIO MELHOR ESCOLA PÚBLICA DO ANO EDITAL N º 001/2014 II PRÊMIO MELHOR ESCOLA PÚBLICA DO ANO A FUNDAÇÃO JOSÉ SILVEIRA informa aos interessados que no período de 15/08/2014 a 23/09/2014 estará realizando inscrições para o II Prêmio Melhor

Leia mais

N.º RESOLUÇÃO DATA DA REUNIÃO PUBLICAÇÃO NO D.O. ASSUNTO

N.º RESOLUÇÃO DATA DA REUNIÃO PUBLICAÇÃO NO D.O. ASSUNTO 001/95 02.02.95 14.02.95 Aprovar critérios para distribuição de AIH s nos municípios do Estado da Bahia. Tendo como critérios: Análise da capacidade instalada, potencialidade e indicadores de saúde; Sede

Leia mais

Panorama da Situação Epidemiológica na Bahia: Dengue, Febre Chikungunya e Doença Exantemática Indeterminada (ZIKA?) 25/06/2015

Panorama da Situação Epidemiológica na Bahia: Dengue, Febre Chikungunya e Doença Exantemática Indeterminada (ZIKA?) 25/06/2015 Panorama da Situação Epidemiológica na Bahia: Dengue, Febre Chikungunya e Doença Exantemática Indeterminada (ZIKA?) 25/06/2015 Dengue Casos notificados 1, coeficiente de incidência 2 e tendência linear

Leia mais

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL SUPROF / SEC Nº 001/2015 PROCESSO SELETIVO INTERNO DE SERVIDORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO PARA ATUAR NO PROJETO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL JUNTO A SECRETARIA DA EDUCAÇÃO-SEC/SUPERINTENDÊNCIA DE

Leia mais

EDITAL n.º 004 de 28/10/2014 ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO

EDITAL n.º 004 de 28/10/2014 ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO EDITAL n.º 004 de 28/10/2014 ENSINO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO A Escola Técnica Estadual Polivalente de Americana, atendendo o disposto no 3.º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas

Leia mais

Etec de São Sebastião 188 SECRETARIA ACADÊMICA

Etec de São Sebastião 188 SECRETARIA ACADÊMICA EDITAL n.º 002, de 04 de Novembro de 2014. A Escola Técnica Estadual de São Sebastião, município de São Sebastião, atendendo o disposto no 3.º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas Estaduais

Leia mais

Alfabetização. Sistema de Avaliação Baiano da Educação - SABE. Revista do Sistema de Avaliação Rede MUNICIPAL SEÇÃO 5

Alfabetização. Sistema de Avaliação Baiano da Educação - SABE. Revista do Sistema de Avaliação Rede MUNICIPAL SEÇÃO 5 ISSN 2238-3077 AVALIE ALFA 2012 Sistema de Avaliação Baiano da Educação - SABE Revista do Sistema de Avaliação Rede MUNICIPAL Alfabetização SEÇÃO 1 A avaliação como meio para superar desafios EXPERIÊNCIA

Leia mais

EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015

EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015 EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015 A Escola Técnica Estadual PARQUE DA JUVENTUDE, município de São Paulo, atendendo o disposto no 3º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas Estaduais

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM OFTALMOLOGIA SERVIÇO DE OFTALMOLOGIA 2012. O Serviço de OFTALMOLOGIA do Hospital Universitário de Taubaté / Fundação Universitária

Leia mais

1 de 12 27/04/2015 08:14

1 de 12 27/04/2015 08:14 1 de 12 27/04/2015 08:14 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - PREFEITURA MUNICIPAL DE CARINHANHA / BA Prefeitura Municipal de Carinhanha - Bahia. são vagas para níveis fundamental, médio e superior. Informações

Leia mais

CONSISAL CDS LITORAL SUL CDS VALE DO JIQUIRIÇÁ CDS PORTAL DO SERTÃO CONSTRUIR

CONSISAL CDS LITORAL SUL CDS VALE DO JIQUIRIÇÁ CDS PORTAL DO SERTÃO CONSTRUIR FECBAHIA: Fundação A Federação dos Consórcios Públicos da Bahia foi fundada em 28 de abril de 2015 por 16 consórcios públicos em assembleia e constituída como instituição de pessoa jurídica de direito

Leia mais

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Cardiologia 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Edital de Abertura de Inscrições O IBEPEGE Instituto Brasileiro de Estudo e Pesquisa em Gastroenterologia e outras Especialidades

Leia mais

Pronatec - 2º Semestre/2015 - Cursos e Vagas por Município

Pronatec - 2º Semestre/2015 - Cursos e Vagas por Município BA ABARÉ OPERADOR DE COMPUTADOR BA ABARÉ PROGRAMADOR DE SISTEMAS BA ACAJUTIBA ENCANADOR INSTALADOR PREDIAL BA ACAJUTIBA PEDREIRO DE ALVENARIA BA ÁGUA FRIA AMOSTRADOR DE MINÉRIOS 30 Presencial BA ÁGUA FRIA

Leia mais

Mairi 1ª Centro-Norte Baiano Itaberaba

Mairi 1ª Centro-Norte Baiano Itaberaba SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA REGIÃO CIRCUNSCRIÇÕES 1ª Centro-Norte Baiano Feira de Santana Amélia Rodrigues 1ª Centro-Norte Baiano Feira de Santana Conceição de Feira 1ª Centro-Norte Baiano Feira de Santana Conceição

Leia mais

PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA CONVOCAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAÇÃO EM AÇÕES FORMATIVAS VINCULADAS AO PROGRAMA PACTO PELA EDUCAÇÃO

PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA CONVOCAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAÇÃO EM AÇÕES FORMATIVAS VINCULADAS AO PROGRAMA PACTO PELA EDUCAÇÃO PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA CONVOCAÇÃO DE PROFISSIONAIS PARA ATUAÇÃO EM AÇÕES FORMATIVAS VINCULADAS AO PROGRAMA PACTO PELA EDUCAÇÃO O SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA, no uso das suas atribuições,

Leia mais

LEI Nº 6.983 DE 25 DE JULHO DE 1996.

LEI Nº 6.983 DE 25 DE JULHO DE 1996. LEI Nº 6.983 DE 25 DE JULHO DE 1996. Autoriza o Poder Judiciário a alienar imóveis e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono

Leia mais

UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA CONSTRUÍDAS E/OU REFORMADAS 2007/2008

UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA CONSTRUÍDAS E/OU REFORMADAS 2007/2008 328 APENDICE A UNIDADES DE SAÚDE DA FAMÍLIA CONSTRUÍDAS E/OU REFORMADAS 2007/2008 Município Financiamento/ Execução Construídas (2007-2008) Reformadas (2007-2008) Construídas + Reformadas (2007-2008) Planaltino

Leia mais

EDITAL UESC Nº 115 ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - 2014

EDITAL UESC Nº 115 ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - 2014 EDITAL UESC Nº 115 ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - 2014 O Reitor em exercício da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no

Leia mais

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1

EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL VESTIBULAR FLORENCE AGENDADO SEMESTRE LETIVO 2016.1 EDITAL N 15 2016 PROCESSO SELETIVO 2016.1 A Diretora Geral do Instituto Florence de Ensino Superior, no uso de suas atribuições regimentais, torna

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE

FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE (Port. MEC nº 797/14, de 11/09/2014, publicada no DOU em 12/09/2014) EDITAL 2016/1 - PROCESSO SELETIVO GRADUAÇÃO PRESENCIAL O Diretor Geral da Faculdade de Educação

Leia mais

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA.

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Unoeste, faz saber que

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO HOSPITAL SÃO FRANCISCO DE RIBEIRÃO PRETO

EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO HOSPITAL SÃO FRANCISCO DE RIBEIRÃO PRETO Hospital São Francisco de Ribeirão Preto Instituto de Cirurgia de Ribeirão Preto COMISSÃO DE PROVA DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL EDITAL E NORMAS DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA

Leia mais

ETEC JOÃO BELARMINO - AMPARO

ETEC JOÃO BELARMINO - AMPARO ETEC JOÃO BELARMINO - AMPARO VAGAS REMANESCENTES 1º SEMESTRE 2015 ENSINO GRATUITO DE QUALIDADE A ETEC JOÃO BELARMINO DE AMPARO COMUNICA QUE ESTARÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA VAGAS REMANESCENTES DE SEUS

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP.

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP. EDITAL RM. Nº 01/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DE ACESSO DIRETO NAS ÁREAS DE PEDIATRIA, OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA E INFECTOLOGIA DA ASSOCIAÇÃO LAR SÃO FRANCISCO DE ASSIS NA

Leia mais

381.757,84 ABARE 36.485,69 15.893,38 0,00 6.853,20 59.232,27 490.708,88 ACAJUTIBA 19.866,48 21.363,88 0,00 2.764,80 43.995,16

381.757,84 ABARE 36.485,69 15.893,38 0,00 6.853,20 59.232,27 490.708,88 ACAJUTIBA 19.866,48 21.363,88 0,00 2.764,80 43.995,16 2013 SETEMBRO Valores em R$1,00 MUNICÍPIOS ICMS IPVA ITD TAXAS NO MES ATÉ O MES ABAIRA 30.798,16 19.299,64 0,00 7,20 50.105,00 381.757,84 ABARE 36.485,69 15.893,38 0,00 6.853,20 59.232,27 490.708,88 ACAJUTIBA

Leia mais

Foro Internacional Medamerica 2011

Foro Internacional Medamerica 2011 Foro Internacional Medamerica 2011 EVIDÊNCIAS DE UMA CIDADE MÉDIA: O cenário regional de Vitória da Conquista diante da realidade econômica mundial Josenaldo de Souza Alves Rita Lima Objetivo Contribuir

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPEVE) FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO (FUNAI)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPEVE) FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO (FUNAI) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPEVE) FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO (FUNAI) EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2010 UFMG/FUNAI A Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR ADMINISTRATIVO ESF BAURU Agosto de 2012

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR ADMINISTRATIVO ESF BAURU Agosto de 2012 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR ADMINISTRATIVO ESF BAURU Agosto de 2012 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM ENDOSCOPIA DIGESTIVA CREDENCIADO PELA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA(SOBED) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE

Leia mais

LISTA COMPLETA DAS CIDADES ABRANGIDAS PELAS SUBSEÇÕES

LISTA COMPLETA DAS CIDADES ABRANGIDAS PELAS SUBSEÇÕES CONSULTA PELO NOME DA CIDADES CONSULTA PELO NOME DA SUBSEÇÃO Cidade Subseção Subseção Abrangência ABARÉ PAULO AFONSO ALAGOINHAS ACAJUTIBA ALAGOINHAS CATU ADUSTINA PAULO AFONSO CIPÓ AGUADA NOVA IRECÊ ENTRE

Leia mais

guia prático de utilização do plano

guia prático de utilização do plano guia prático de utilização do plano guia prático de utlização do plano 02 Desde já agradecemos a preferência, escolher a instituição e o profissional de sua preferência. médicos cooperados e clínicas,

Leia mais

PARÁGRAFO ÚNICO - O programa deverá contemplar 03 (três) segmentos de intervenção:

PARÁGRAFO ÚNICO - O programa deverá contemplar 03 (três) segmentos de intervenção: Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária Protocolo: Mamona PROTOCOLO DE INTENÇÕES QUE ENTRE SI FAZEM O BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A., O GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA, ATRAVÉS DA SECRETARIA

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM SÃO PAULO - SP

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM SÃO PAULO - SP EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA SELEÇÃO DO PROGRAMA DE ESTÁGIO EM RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM SÃO PAULO - SP O torna pública a realização do Concurso de Seleção para o Programa de Estágio

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.2 Agosto

PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.2 Agosto PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA Processo Seletivo 2015.2 Agosto O Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Departamento Regional da Bahia-

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO SECRETARIA EDITAL Nº 5, DE 29 DE AGOSTO DE 2012 CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO convoca os candidatos inscritos no Concurso Público

Leia mais

3º VESTIBULAR BÍBLICO

3º VESTIBULAR BÍBLICO A União da Mocidade da Assembléia de Deus de Upanema/RN - UMADUP, torna pública a abertura das inscrições do 3º VESTIBULAR BÍBLICO que reger-se-á de acordo com o presente edital. I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

Leia mais

EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE

EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação da UNOESTE, faz saber que fará realizar nesta cidade de

Leia mais

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2012

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2012 SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL CREDENCIADO PELO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES (CBC) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA

Leia mais

EDITAL Nº 02/2015 (SESSÃO NOVEMBRO/2015) ATENÇÃO: É necessária a leitura atenta deste Edital antes da realização da inscrição.

EDITAL Nº 02/2015 (SESSÃO NOVEMBRO/2015) ATENÇÃO: É necessária a leitura atenta deste Edital antes da realização da inscrição. EDITAL Nº 02/2015 (SESSÃO NOVEMBRO/2015) ATENÇÃO: É necessária a leitura atenta deste Edital antes da realização da inscrição. A coordenadora do PROFIN, Prof.ª Ma. Dayana Crystina Barbosa de Almeida, por

Leia mais

ANEXO 1 RELAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA REGIÃO DO SEMIÁRIDO BAIANO POR TERRITÓRIO DE IDENTIDADE

ANEXO 1 RELAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA REGIÃO DO SEMIÁRIDO BAIANO POR TERRITÓRIO DE IDENTIDADE ANEXO 1 RELAÇÃO DE MUNICÍPIOS DA REGIÃO DO SEMIÁRIDO BAIANO POR TERRITÓRIO DE IDENTIDADE Territórios de Identidade Municípios do Semiárido Baiano Municípios com Inscrições Municípios com Pré-seleção Velho

Leia mais

EDITAL No. 001 / 2011

EDITAL No. 001 / 2011 Hospital Beneficência Portuguesa de S. J. Rio Preto R Luiz Vaz de Camões 3150 Redentora CEP: 15015-750 São José do Rio Preto/SP F: (17) 2139-1800 www.beneriopreto.com.br Coordenador do Programa de Treinamento

Leia mais

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração

FACULDADE FIA DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS Mantida pela Fundação Instituto de Administração EDITAL DO VESTIBULAR 1/2011 O Diretor Geral da Faculdade FIA de Administração e Negócios, no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna público o aditamento

Leia mais

Anexo 6.4.1-8 Origem dos Insumos para a Produção Agropecuária

Anexo 6.4.1-8 Origem dos Insumos para a Produção Agropecuária Anexo 6.4.1-8 Origem dos Insumos para a Produção Agropecuária 2619-00-EIA-RL-0001-00 LT 500 KV MIRACEMA - SAPEAÇU E SUBESTAÇÕES ASSOCIADAS TOCANTINS Centenário Centenário Bovinos Centenário Guaraí Bovinos

Leia mais

Relatório de Consultoria PD.33.10.53A.0017A/RT-03-AA

Relatório de Consultoria PD.33.10.53A.0017A/RT-03-AA Relatório de Consultoria PD.33.10.53A.0017A/RT-03-AA PROPOSTA REMANEJAMENTO DOS CANAIS 6 DE RTV/VHF DO PBRTV NAS LOCALIDADES DO GRUPO B ESTADOS DE ALAGOAS, BAHIA, CEARÁ, PARAÍBA, PERNAMBUCO, RIO GRANDE

Leia mais

PORTARIA Nº 13.776 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA Nº 13.776 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 Salvador, Bahia Terça-feira 23 de novembro de 2010 Ano XCV N o 20.420 PORTARIA Nº 13.776 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 Dispõe sobre a inexigibilidade e dispensa de licenciamento ambiental para as atividades

Leia mais

A SELEÇÃO SERÁ REGIDA PELAS SEGUINTES INSTRUÇÕES ESPECIAIS:

A SELEÇÃO SERÁ REGIDA PELAS SEGUINTES INSTRUÇÕES ESPECIAIS: COMUNICADO O Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia da Coordenadoria de Serviços de Saúde, torna pública a abertura de inscrições para seleção de candidatos ao Programa de Aprimoramento Profissional

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA TÉCNICO DE INFORMÁTICA SORRI-BAURU Julho de 2012

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA TÉCNICO DE INFORMÁTICA SORRI-BAURU Julho de 2012 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA TÉCNICO DE INFORMÁTICA SORRI-BAURU Julho de 2012 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br

Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde CNPJ : 08.543.681/0001-46 www.faculdadefapec.com.br EDITAL 021/2015 DE 15 DE OUTUBRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR 2016.1 A Faculdades Unidas de Pesquisa, Ciências e Saúde FAPEC torna público o Edital do Processo Seletivo Vestibular 2016.1, para

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

EDITAL Nº 072/2014. 1.2. O cronograma letivo será desenvolvido, conforme a seguir:

EDITAL Nº 072/2014. 1.2. O cronograma letivo será desenvolvido, conforme a seguir: 1 EDITAL Nº 072/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA (MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA), DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Congregação das Filhas de Nossa Senhora Stella Maris Hospital Stella Maris, torna público que no período de

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SÃO CARLOS PROCURADORIA JURÍDICA EDITAL DE PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO Nº 03/2015 CONCESSÃO DE BOLSA-ESTÁGIO A Fundação Educacional São Carlos FESC torna pública,

Leia mais

Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1

Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1 Vestibular Edital nº 001/15 Processo Seletivo 2015/1 Comissão do Processo Seletivo - CoProS A Diretora Geral da Faculdade Integrada de Goiás FIG, com base em dispositivos constantes em seu Regimento, de

Leia mais

NÚCLEO MATA ATLÂNTICA ORGANOGRAMA

NÚCLEO MATA ATLÂNTICA ORGANOGRAMA CADERNO DE METAS 2009 AMPEB NÚCLEO MATA ATLÂNTICA ORGANOGRAMA PROCURADORIA- GERAL DE JUSTIÇA CADERNO DE METAS 2009 ÁREA TÉCNICA COORDENAÇÃO GERAL Juliana de Sales Andrade Alencar Alves CONSULTORIA JURÍDICA

Leia mais

DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE ATENDIMENTO NAS UNIDADES DO SESC DA GRANDE SÃO PAULO

DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE ATENDIMENTO NAS UNIDADES DO SESC DA GRANDE SÃO PAULO DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO DE AGENTE DE ATENDIMENTO NAS UNIDADES DO SESC DA GRANDE SÃO PAULO O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA PRESIDÊNCIA RESOLUÇÃO N, DE DE DE 2017.

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA PRESIDÊNCIA RESOLUÇÃO N, DE DE DE 2017. RESOLUÇÃO N, DE DE DE 2017. Desativa Comarcas e Varas de Entrância Inicial, observando o disposto na Resolução nº 184/2013, do CNJ. O Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, em Sessão Plenária realizada

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Credenciada pelo Decreto Estadual n.º 7.344, de 27.05.1998 SELEÇÃO DE CANDIDATOS AO CURSO DE FORMAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE GESTORES E AGENTES CULTURAIS O

Leia mais