EDITAL Nº 05, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 PROASEN 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL Nº 05, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 PROASEN 2013"

Transcrição

1 EDITAL Nº 05, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 PROASEN 2013 A Direção-Geral por meio da Direção de Ensino (DE) do IFRO Campus Vilhena torna público o presente edital, contendo normas, rotinas e procedimentos que orientam o Processo Seletivo para Projetos de Ensino com o custeio por meio do Programa de Acompanhamento e Suporte ao Ensino (PROASEN). 1. DOS OBJETIVOS 1.1 Objetivo Geral Desenvolver ações voltas ao atendimento do estudante com baixo desempenho acadêmico ou com necessidades educacionais específicas, por meio da oferta de cursos de nivelamento aos ingressantes e aulas de reforço, organização de grupos de estudo, promoção de acompanhamento especializado à estudantes com necessidades educativas especificas, entre outras ações que deem suporte ao processo de aprendizagem. 1.2 Objetivos Específicos 1.1. Promover o envolvimento e a cooperação de professores, favorecendo a integração entre o Campus, a comunidade escolar e a sociedade; 1.2. Fomentar projetos de atividades escolares a serem executados no Campus Vilhena, no período letivo de 2013, a título de apoio à participação nas atividades escolares extracurriculares Estimular a permanência do aluno na instituição, reduzindo a repetência e evitando a evasão; 1.4. Propiciar aos alunos um ambiente estimulante, atrativo e facilitador da aprendizagem; 1.5. Proporcionar novas oportunidades de aperfeiçoamento de conhecimentos para os alunos que apresentam dificuldades de aprendizagem; 1.6. Fortalecer e dinamizar a prática educativa na escola por meio da utilização dinâmica dos recursos tecnológicos; 1.7. Proporcionar aos alunos situações favoráveis ao desenvolvimento das capacidades cognitivas, afetivas, éticas, estéticas e de inserção social; 1.8. Possibilitar a utilização de novas metodologias, tecnologias educacionais e processos de construção de ensino e aprendizagens que motivem os alunos a consolidarem os conhecimentos básicos, preferencialmente, em Língua Portuguesa, Matemática, Química e Física; 1.9. Elevar o índice geral de aproveitamento na disciplina, no ano letivo de 2013; Promover acompanhamento educacional especializado ao estudante com necessidades educacionais específicas.

2 2. DO PROGRAMA E PROJETOS DE ENSINO 2.1. O Programa de Acompanhamento e Suporte ao Ensino PROASEN, previsto na Resolução nº 19/CONSUP/IFRO, de 21 de junho de 2011, que dispõe sobre a Política de Assistência Estudantil (PAE) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia, com base no Artigo 8º da Regulamentação dos Programas de Assistência Estudantil REPAE, do IFRO, aprovada pela Resolução nº 20/2011/CONSUP/IFRO, tem como propósito desenvolver ações voltadas ao atendimento do estudante com baixo desempenho acadêmico, com necessidades educacionais específicas ou em situação de vulnerabilidade socioeconômica visando seu êxito no processo educativo Projeto é uma ação processual e contínua de caráter educativo, social, cultural, científico ou tecnológico, com objetivo específico e prazo determinado, podendo ser associado a um programa ou desenvolvido de forma isolada e visará a inserção do aluno Os projetos escolares propostos devem ser voltados para as ações de cunho educacional com objetivos de complementar a formação dos estudantes de nível técnico com o incentivo ao envolvimento de atividades extracurriculares que contribuam para o desenvolvimento pleno do educando Os projetos deverão envolver alunos regularmente matriculados nos cursos ofertados pelo IFRO/Campus Vilhena, em especial alunos com vulnerabilidade social e com dificuldades de aprendizagem, seja como aluno monitor ou apenas participante de atividades que reforcem a aprendizagem dos conteúdos propostos Os projetos deverão, preferencialmente, ser desenvolvidas para atender as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Química e Física, por meio da utilização de diferentes recursos tecnológicos de forma a elevar o desempenho acadêmico dos alunos A seleção dos Projetos de ensino ficará a cargo de uma Comissão de Avaliadores nomeada pela Direção-Geral A comissão de avaliação dará nota variando de 0 a 100 pontos em cada item especificado abaixo. Os projetos com média inferior a 50 serão desclassificados. a) Adequação do projeto aos objetivos deste edital; b) Relevância do tema para o desenvolvimento do Projeto; c) Relação do projeto com a área de atuação do docente; d) Possibilidade dos estudantes estarem reafirmando sua cidadania e melhorando seu rendimento acadêmico; e) Originalidade da proposta; f) Adequação entre o plano de atividades a serem desenvolvidas e os objetivos do projeto;

3 g) Qualidade da redação e organização do texto (ortografia, gramática, clareza, objetividade e estrutura formal); h) Metodologia utilizada (adequação e qualidade); i) Resultados esperados: fundamento, coerência e alcance; j) Disponibilidade e adequação físico-financeira; k) Concordância com as regras do presente Edital A Comissão de Avaliadores observará nos projetos apresentados para avaliação e seleção deste Edital, a sua relação e não duplicidade com os projetos de Iniciação Científica e Extensão já em desenvolvimento com apoio e financiamento próprio, CAPES, CNPq, IFRO ou outros órgãos de fomento. 3. DOS RECURSOS FINANCEIROS PARA CUSTEIO DOS PROJETOS 3.1. Para este edital não haverá uma verba específica para cada projeto de ensino aprovado. O mesmo dentre o seu detalhamento, deverá descriminar todo o material de consumo ou serviços de terceiros necessários à execução de sua atividade Os projetos deverão contemplar materiais que o Campus possui em estoque e ou com (possibilidade de) previsão de compras, para tanto o proponente do projeto deverá consultar o departamento responsável antes de prever os materiais Para os projetos que necessitam de deslocamento, os proponentes deverão com antecedência verificar junto ao departamento responsável para verificar a devida disponibilidade. 4. DAS INSCRIÇÕES 4.1. As inscrições dos projetos deverão ser feitas, durante o período entre 18 de fevereiro e 1 de março de 2013, das 08h às 11h e de 14h às 17h, na Direção de Ensino (DE), Campus Vilhena. a) A inscrição será efetuada mediante a entrega do Projeto (conforme modelo proposto no anexo I deste edital); 4.2. As inscrições apresentadas fora do prazo ou com documentação incompleta não serão consideradas para avaliação. 5. DOS COORDENADORES 5.1. Podem se candidatar a coordenador os servidores docentes integrantes do quadro de pessoal do Campus Vilhena, para os servidores com regime de trabalho com tempo pré-estabelecido, o cronograma do Projeto de Ensino deverá ser condizente com o término de seu contrato Cada Coordenador poderá submeter à avaliação no máximo, 2 (dois) Projetos de Ensino. 6. CRONOGRAMA Lançamento do Edital: 15 de fevereiro;

4 Período de inscrição dos projetos: 18 de fevereiro a 01 de março; Resultado da comissão de avaliação: até 10 de março; Prazo para Recursos: 13 e 14 de março; Homologação dos projetos aprovados após recursos: 16 de março; Divulgação dos projetos aprovados: 17 de março. 7. DOS COMPROMISSOS 7.1. Uma vez aprovado o projeto de ensino, o coordenador assumirá os seguintes compromissos junto ao Departamento de Ensino: i. Orientar o(s) aluno(s) no correto desenvolvimento do projeto; ii. Prestar informações sobre o andamento do projeto ao Departamento de ensino sempre que solicitado; iii. Zelar pelo correto andamento das atividades do projeto; iv. Responsabilizar-se pelo cumprimento da carga horária dedicada pelo bolsista; v. Elaborar relatórios bimestral e final do projeto de ensino e encaminhá-lo ao Departamento de Ensino para acompanhamento. 8. DA VIGÊNCIA DESTE EDITAL 8.1. As atividades relacionadas aos projetos deverão ser realizadas de 01/04 a 30/11/ O relatório final deverá ser encaminhado a Diretoria de Ensino até 05/12/ DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 9.1. Ao final do Projeto de Ensino e após o cumprimento de todas as exigências deste edital será expedido certificado que comprovará o cumprimento efetivo pela equipe responsável pelo Projeto Ensino A inscrição do candidato implicará conhecimento e aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, não sendo aceita alegação de desconhecimento Os casos omissos serão encaminhados à apreciação do DE em conjunto com a Direção Geral do IFRO Campus Vilhena O presente Edital entra em vigor na data de sua divulgação. Vilhena/RO, 15 de fevereiro de MARIA FABIOLA MORAES DA ASSUMOÇÃO SANTOS Diretora-Geral Pro-Tempore Portaria nº 003, de 20/02/09

5 1. Título: EDITAL Nº 05, DE 15 DE FEVEREIRO DE 2013 PROASEN 2013 ANEXO I FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETO DE ENSINO 2. Coordenador: 2.1 Colaboradores: 3. Monitoria Discente: ( ) sim ( ) não 3.1Quantidade de Monitores: 3.2 Turma: 3.3 Curso: 3.4 Nomes dos Monitores: 4. Objetivo: 5. Justificativa: 6. Carga Horária 6.1Total: 6.2 Mensal/Diária/Semanal: 7. Período de Execução: 7.1 Horário: 8. Público Alvo: 9. Metodologia: 10. Avaliação: 10. Recursos Materiais e Didáticos: 12. Cronograma de Atividades: 13. Referências Bibliográficas: Vilhena, RO,.../.../ Assinatura do Professor Responsável

6 LOCAL PARA DESPACHO DE TRAMITAÇÃO DO DOCUMENTO 14. APROVAÇÃO COMISSÃO AVALIADORA Data: Observações: Assinatura: DIREÇÃO GERAL Data: Observações: Assinatura: RESULTADO E REGISTRO RESULTADO Aprovado Não aprovado REGISTRO N Ano Observações finais:

Edital nº 03/2017 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA DE MONITORIA/ 2017

Edital nº 03/2017 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA DE MONITORIA/ 2017 Edital nº 03/2017 SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA DE MONITORIA/ 2017 O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia Campus Jequié, por meio do Departamento de Ensino

Leia mais

Centro Universitário de Várzea Grande-Univag Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Centro Universitário de Várzea Grande-Univag Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL PARA PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA A Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão do UNIVAG no uso de suas atribuições legais torna público o presente Edital, contendo normas, rotinas e

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO CAPÍTULO I DA NATUREZA E FINALIDADES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE MONITORIA DE ENSINO

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA. CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DO PROGRAMA DE MONITORIA CAPÍTULO I Do Conceito de Monitoria Art. 1º - Entende-se por Monitoria, uma modalidade de ensino e aprendizagem que contribui para a formação integrada

Leia mais

Usinagem geral. frente ao laboratório 15.

Usinagem geral. frente ao laboratório 15. Edital Simplificado de Seleção de Monitoria 2017.2 e 2018.1 Edital nº003/2017 A Direção Geral do IFRJ/, comunica, pelo presente Edital, que estarão abertas as inscrições para a Seleção de Monitores para

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA Nº 01, de 17 de fevereiro de 2017 Processo Nº / INSCRIÇÕES PARA PROJETOS DE MONITORIA (2017 / 1º semestre)

EDITAL DE MONITORIA Nº 01, de 17 de fevereiro de 2017 Processo Nº / INSCRIÇÕES PARA PROJETOS DE MONITORIA (2017 / 1º semestre) EDITAL DE MONITORIA Nº 01, de 17 de fevereiro de 2017 Processo Nº 23232.000141/2017-51 INSCRIÇÕES PARA PROJETOS DE MONITORIA (2017 / 1º semestre) A Diretoria de Ensino do Campus Muriaé, do Instituto Federal

Leia mais

Faculdade Processus REGULAMENTO DO PROJETO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE PROCESSUS

Faculdade Processus REGULAMENTO DO PROJETO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DO PROJETO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE PROCESSUS Dispõe sobre a oferta de atividades de Monitoria no curso de graduação da Faculdade Processus e dá outras providências.

Leia mais

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016

EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 EDITAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX- CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM 003/2016 Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA

CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO UNIARARAS PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPESQ PROGRAMA INSTITUCIONAL DE AUXÍLIO À PESQUISA PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Artigo 1º - O Programa

Leia mais

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA -

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 02/2011 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

EDITAL DE MONITORIA Nº 01, de 18 de abril 2016 Processo Nº / INSCRIÇÕES PARA PROJETOS DE MONITORIA (2016/1º semestre)

EDITAL DE MONITORIA Nº 01, de 18 de abril 2016 Processo Nº / INSCRIÇÕES PARA PROJETOS DE MONITORIA (2016/1º semestre) EDITAL DE MONITORIA Nº 01, de 18 de abril 2016 Processo Nº 23232.000380/2016-20 INSCRIÇÕES PARA PROJETOS DE MONITORIA (2016/1º semestre) A Diretoria de Ensino do Campus Muriaé em conjunto com a Pró reitoria

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS- CCL Coordenação do Curso de Letras

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS- CCL Coordenação do Curso de Letras REGULAMENTO DE MONITORIA TÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS OBJETIVOS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO Art. 1 o A Monitoria no Centro de Comunicação e Letras (CCL) será regida por este regulamento e corresponderá ao conjunto

Leia mais

Art. 1º APROVAR o Programa de Bolsas de Extensão do IFFluminense, constante no Anexo I desta Resolução.

Art. 1º APROVAR o Programa de Bolsas de Extensão do IFFluminense, constante no Anexo I desta Resolução. RESOLUÇÃO Nº 036/2016 Campos dos Goytacazes, 11 de março de 2016 O Presidente do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Fluminense, no uso das atribuições que lhe foram

Leia mais

EDITAL Nº 475, DE 03 DE AGOSTO DE 2016

EDITAL Nº 475, DE 03 DE AGOSTO DE 2016 EDITAL Nº 475, DE 03 DE AGOSTO DE 2016 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de Extensão (PRX), tendo em vista o estabelecido na Portaria

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Graduação Av. dos Estados, 5001 Bairro Santa Terezinha Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4996.7983 gabinete.prograd@ufabc.edu.br

Leia mais

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE EDITAL N.º 59, Instituto Federal Fluminense, de 4 de abril de 2017 PROCESSO

Leia mais

EDITAL N 03 SAP 21 DE MARÇO DE 2017

EDITAL N 03 SAP 21 DE MARÇO DE 2017 EDITAL N 03 SAP 21 DE MARÇO DE 2017 O DIRETOR GERAL DO CAMPUS SANTO ANTÔNIO DE PÁDUA DO IFFLUMINENSE, no uso de suas atribuições, por meio da Direção de Ensino e Políticas Estudantis, torna pública as

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016

ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI EDITAL Nº 001/2016 ASSOCIAÇÃO PIRIPIRIENSE DE ENSINO SUPERIOR APES CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI DIRETORIA DE ENSINO EDITAL Nº 001/2016 PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA PROJETOS DE EXTENSÃO O Núcleo de Iniciação

Leia mais

EDITAL Nº 275/2017, DE 06 DE JULHO DE 2017

EDITAL Nº 275/2017, DE 06 DE JULHO DE 2017 EDITAL Nº 275/2017, DE 06 DE JULHO DE 2017 SELEÇÃO INTERNA PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS DE EXTENSÃO NO 35º SEMINÁRIO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA DA REGIÃO SUL (SEURS) A PRÓ-REITORA DE EXTENSÃO DO INSTITUTO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS DE TUCURUÍ DIRETORIA DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ CAMPUS DE TUCURUÍ DIRETORIA DE ENSINO EDITAL N o 006/2015 SELEÇÃO DE DISCENTES PARA ATUAR NA MONITORIA, INICIAÇÃO À DOCÊNCIA E MONITORIA DE ATENDIMENTO EDUCACIONAL INDIVIDUALIZADO DO CÂMPUS TUCURUÍ DO IFPA O Instituto Federal de Educação,

Leia mais

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015

NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 NORMATIZAÇÃO CGA N o 04/2015 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES NORMATIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE MONITORIA 1.1 - O presente documento reúne as normas estabelecidas para o Programa de Monitoria desenvolvido no Instituto

Leia mais

Programas de Atendimento aos Estudantes

Programas de Atendimento aos Estudantes Programas de Atendimento aos Estudantes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo - IFSP Câmpus Guarulhos 1. Integração dos Ingressantes O atendimento ao estudante no IFSP Guarulhos

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL

REGULAMENTO INSTITUCIONAL FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOMÉDICAS DE CACOAL REGULAMENTO INSTITUCIONAL MONITORIA VOLUNTÁRIA CACOAL 2016 CAPÍTULO l DOS OBJETIVOS Artigo 1º - As presentes normas têm por objetivo organizar e disciplinar a

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE GRADUAÇÃO Edital N 003/2016 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE LICENCIANDOS PIBID/ IFAL

Leia mais

Edital nº1 / RETIFICADO

Edital nº1 / RETIFICADO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR CURSO PREPARATÓRIO PARA O ENEM Av. Governador Roberto Silveira S/N - CEP: 26020-740

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS RIO VERDE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS RIO VERDE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS RIO VERDE O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano Campus Rio Verde (IF Goiano Campus Rio

Leia mais

Faculdade Adventista da Bahia. Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia

Faculdade Adventista da Bahia. Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia Faculdade Adventista da Bahia Regulamento de Monitoria Acadêmica Fisioterapia Cachoeira BA Abril de 2011 Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente regulamento disciplina o Programa de Monitoria

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014.

INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT. RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014. INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO SÃO JUDAS TADEU ISESJT RESOLUÇÃO CONSUP Nº 03/2014 Floriano, 10 de janeiro de 2014. Fixa normas para o Programa de Iniciação Científica, no Instituto Superior de Educação

Leia mais

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE EDITAL N. 60, Instituto Federal Fluminense, de 4 de abril de 2017. PROCESSO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Errata do EDITAL N. 043/2017 - PROGRAD/UFSM/FIEN Fundo de Incentivo ao Ensino A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade

Leia mais

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016

PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL EDITAL Nº 023/2016, DE 24 DE AGOSTO DE 2016 BOLSA TUTORIA/CURSO SUPERIOR - LICENCIATURA EM MATEMÁTICA IFMG O DIRETOR GERAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE GRADUAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE GRADUAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE GRADUAÇÃO Edital N 001/2016 SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE LICENCIANDOS PIBID/ IFAL INSTITUTO FEDERAL DE

Leia mais

MATEMÁTICA. CHAMADA PÚBLICA Nº 001/ MPECM 13 de março de 2017 CREDENCIAMENTO DE NOVOS DOCENTES

MATEMÁTICA. CHAMADA PÚBLICA Nº 001/ MPECM 13 de março de 2017 CREDENCIAMENTO DE NOVOS DOCENTES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE GOIÁS CÂMPUS JATAÍ PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO PARA CIÊNCIAS E

Leia mais

Edital Universidade Santa Úrsula-USU: 02/ Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa

Edital Universidade Santa Úrsula-USU: 02/ Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa Edital Universidade Santa Úrsula-USU: 02/2017 - Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa A Universidade Santa Úrsula - USU - do Rio de Janeiro, por intermédio

Leia mais

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 06/2013 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 06/2013 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 06/2013 A Coordenação do Curso de Sistemas de Informação, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROGRAMA DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO

PROGRAMA DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO Faculdade de Direito de Ipatinga FADIPA Programa de Pesquisa e Iniciação Científica - PROPFADIPA Assessoria de Pesquisa - APESQ PROGRAMA DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA REGULAMENTO 1 INFORMAÇÃO GERAL

Leia mais

Edital Universidade Santa Úrsula-USU: 01/ Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa

Edital Universidade Santa Úrsula-USU: 01/ Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa Edital Universidade Santa Úrsula-USU: 01/2017 - Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa A Universidade Santa Úrsula - USU - do Rio de Janeiro, por intermédio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. Normas Complementares para as Atividades Complementares do Bacharelado Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia. Normas Complementares para Atividades Complementares do Bacharelado Interdisciplinar em

Leia mais

Edital Nº 005/2015 PPGMAT. EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO EM 2016 NO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE MATEMÁTICA PPGMAT ALUNO NÃO REGULAR (externo)

Edital Nº 005/2015 PPGMAT. EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO EM 2016 NO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE MATEMÁTICA PPGMAT ALUNO NÃO REGULAR (externo) Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação Programa de Mestrado Profissional em Ensino de Matemática Câmpus Londrina/Cornélio Procópio Edital

Leia mais

1 CONTEXTUALIZAÇÃO. 2.1 OBJETIVOS DOS NEABIs

1 CONTEXTUALIZAÇÃO. 2.1 OBJETIVOS DOS NEABIs O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FLUMINENSE, no uso de suas atribuições legais, e em consonância com as Deliberações Nº.11/2014, Nº. 15/2014 e Nº. 17/2015 do Conselho de

Leia mais

Edital N.º 03/UNOESC-R/2013 Abre processo de seleção de estudantes bolsistas para o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid.

Edital N.º 03/UNOESC-R/2013 Abre processo de seleção de estudantes bolsistas para o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid. Edital N.º 03/UNOESC-R/2013 Abre processo de seleção de estudantes bolsistas para o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência Pibid. O Reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina, Prof.

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP

REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP REGULAMENTO DO CENTRO DE PESQUISA (CEPES) DA ESCOLA DE DIREITO DE BRASÍLIA EDB/IDP TEXTO COMPILADO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1 O presente Regulamento tem por finalidade normatizar as

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 60 DE 01/02/ CAS

RESOLUÇÃO N o 60 DE 01/02/ CAS RESOLUÇÃO N o 60 DE 01/02/2013 - CAS Estabelece as normas do Programa de Iniciação Científica (PIC) da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior,

Leia mais

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE

DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE DIRETORIA DE DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS ESTUDANTIS, CULTURAIS E ESPORTIVAS COORDENAÇÃO DE POLÍTICAS CULTURAIS E DIVERSIDADE EDITAL N. 61, Instituto Federal Fluminense, 4 de abril de 2017 PROCESSO DE

Leia mais

EDITAL/Nº PIBIAC

EDITAL/Nº PIBIAC UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO PROPEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO ARTÍSTICO- CULTURAL (PIBIAC) Vigência 2006/2007 EDITAL/Nº 003 - PIBIAC A

Leia mais

EDITAL N 578, DE 31 DE JULHO DE 2017.

EDITAL N 578, DE 31 DE JULHO DE 2017. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO IFSP CAMPUS SUZANO GERÊNCIA EDUCACIONAL EDITAL N 578, DE 31 DE JULHO DE 2017. PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA BOLSA DE ENSINO PARA OS CURSOS TÉCNICOS E SUPERIORES

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Extensão Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação

Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Extensão Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Universidade Federal de Alagoas Pró-Reitoria de Extensão Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação EDITAL nº 4/2014 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À PESQUISA - AÇÃO (PIBIP-AÇÃO) 2014 - PROEX/PROPEP/UFAL

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Conselho Superior

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal Catarinense Conselho Superior RESOLUÇÃO Nº 023 CONSUPER/2017 Dispõe sobre sobre o Regulamento de Cursos Livres de Extensão do Instituto Federal Catarinense. A Presidente do do IFC, professora Sônia Regina de Souza Fernandes, no uso

Leia mais

EDITAL Nº 01/2017/PROEXT/PROPESQ/IFAP SELEÇÃO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO

EDITAL Nº 01/2017/PROEXT/PROPESQ/IFAP SELEÇÃO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO EDITAL Nº 01/2017/PROEXT/PROPESQ/IFAP SELEÇÃO DE PROJETOS DE INOVAÇÃO O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá (IFAP), por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Pró-Reitoria de Pesquisa,

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BOITUVA - FIB

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BOITUVA - FIB REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE MONITORIA DO CURSO DE DIREITO DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE BOITUVA - FIB CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º. Entende-se por Monitoria as atividades de apoio

Leia mais

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante.

2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 2º A monitoria remunerada por bolsa não gera nenhum vínculo empregatício entre o IFPE e o estudante. 3º O estudante-monitor deverá assinar um Termo de Compromisso específico à atividade de monitoria. Art.4º

Leia mais

COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E EXTENSÃO

COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E EXTENSÃO COORDENAÇÃO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL DE SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL Nº01/2016 - PIC A União Educacional do Norte - UNINORTE, no uso de suas atribuições, torna público

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS UFAL Secretaria Executiva dos Conselhos Superiores SECS/UFAL RESOLUÇÃO Nº 55/2008-CONSUNI/UFAL, de 10 de novembro de 2008. APROVA NORMAS QUE DISCIPLINAM O PROGRAMA DE MONITORIA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL N 01/2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL N 01/2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ DIRETORIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS EDITAL N 01/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA O CURSO FRANCÊS PARA GASTRONOMIA

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2017 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2017 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2017 A Coordenação do Curso de ARQUITETURA E URBANISMO, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

3 CARACTERÍSTICAS DA PROPOSTA

3 CARACTERÍSTICAS DA PROPOSTA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Diretoria de Pesquisa EDITAL N 002/PROPEPG/2010 APOIO A PROJETOS INTEGRADOS DOS GRUPOS DE PESQUISA

Leia mais

EDITAL UnC REITORIA 054/2015

EDITAL UnC REITORIA 054/2015 EDITAL UnC REITORIA 054/2015 Dispõe sobre as inscrições para concessão de Bolsa de Pesquisa para o Fundo de Apoio a Pesquisa da Universidade do Contestado FAP/UnC. A Reitora da Universidade do Contestado,

Leia mais

SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO

SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO CAMPUS TERESINA ZONA SUL COORDENAÇÃO DE PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL N.º 06/206 SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Campus Teresina

Leia mais

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ

FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ FACULDADE DE ARACRUZ FAACZ CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE ARACRUZ ARACRUZ 2010 INTRODUÇÃO A Iniciação Científica, segundo o Conselho Nacional

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB)

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) Termo Aditivo Referente ao Edital PROPPG N o 08/2014 Seleção de Projetos para o Programa Institucional

Leia mais

INSTITUCIONAL DE BOLSAS E AUXÍLIOS PARA ATIVIDADES DE EXTENSÃO

INSTITUCIONAL DE BOLSAS E AUXÍLIOS PARA ATIVIDADES DE EXTENSÃO INSTITUCIONAL DE BOLSAS E AUXÍLIOS PARA ATIVIDADES DE EXTENSÃO NOVEMBRO / 2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MATO GROSSO DO SUL IFMS Endereço: Rua Ceará, 972 - Campo Grande -

Leia mais

EDITAL PIBID-FUNEC N SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID

EDITAL PIBID-FUNEC N SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID EDITAL PIBID-FUNEC N. 001-2017 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID FUNEC Fundação Municipal de Educação e Cultura de Santa Fé do Sul através

Leia mais

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1190

RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1190 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS RESOLUÇÃO - CEPEC Nº 1190 Cria o Programa de Monitoria da UFG, fixa os objetivos e estabelece as estruturas de funcionamento da Monitoria na UFG, e

Leia mais

EDITAL N 0010 de junho de 2012 PROGRAMA DE BENEFÍCIOS PRONATEC

EDITAL N 0010 de junho de 2012 PROGRAMA DE BENEFÍCIOS PRONATEC Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Ibirubá EDITAL N 0010 de junho de 2012 PROGRAMA

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 CONCURSO PARA INGRESSO DE MONITOR 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N O 02/2016 A Coordenação do Curso de ARQUITETURA E URBANISMO, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas atribuições

Leia mais

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa

Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa Universidade Presidente Antônio Carlos UNIPAC Pró-reitoria de Pesquisa, Extensão, Pós-graduação e Cultura Assessoria de Pesquisa NORMAS E PROCEDIMENTOS DO PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CURSOS DE CURTA DURAÇÃO DA UNIPAC GOVERNADOR VALADARES. N o 06 /2017

EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CURSOS DE CURTA DURAÇÃO DA UNIPAC GOVERNADOR VALADARES. N o 06 /2017 EDITAL DE SELEÇÃO DE PROPOSTAS PARA CURSOS DE CURTA DURAÇÃO DA UNIPAC GOVERNADOR VALADARES N o 06 /2017 O Diretor Acadêmico Pedagógico da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Governador Valadares, no

Leia mais

EDITAL Nº 05/2017 PROCESSO SELETIVO DESTINADO À COMUNIDADE INTERNA E EXTERNA

EDITAL Nº 05/2017 PROCESSO SELETIVO DESTINADO À COMUNIDADE INTERNA E EXTERNA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS ABREU E LIMA CENTRO DE LIBRAS E LÍNGUAS ESTRANGEIRAS CELLE EDITAL

Leia mais

SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 04/2017

SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 04/2017 SELEÇÃO MONITORIA EDITAL Nº 04/2017 O Curso de Fisioterapia comunica que estão abertas as inscrições para Seleção de Monitores, para o ano de 2017 do módulo de Saúde, Processo e Assistência (SPA); Indivíduo,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL. Edital nº 003/2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL. Edital nº 003/2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Edital nº 003/2017 Programa Integrado de Bolsas (PIB) para Estudantes de Graduação Projetos Especiais

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA PROEC EDITAL BOLSAS DE EXTENSÃO E CULTURA 2009 No período de 02 a 16 de fevereiro de 2009, estarão abertas as inscrições para bolsas de Extensão e Cultura, cujos resultados

Leia mais

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016

CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016 1 CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO EDITAL DE CONCURSO PARA PROGRAMA DE MONITORIA N º 01 /2016 A Coordenação do Curso de Arquitetura e Urbanismo, da Unidade de Ensino Superior Dom Bosco, no uso de suas

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Av. João Naves de Ávila, 2160 Campus Sta Mônica Uberlândia-MG

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Av. João Naves de Ávila, 2160 Campus Sta Mônica Uberlândia-MG Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Av. João Naves de Ávila, 2160 Campus Sta Mônica 38408-100 - Uberlândia-MG RESOLUÇÃO N o 04/2007, DO CONSELHO DA FACULDADE DE MATEMÁTICA Regulamenta

Leia mais

SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO

SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO CAMPUS TERESINA ZONA SUL COORDENAÇÃO DE PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL N.º 0/207 SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Campus Teresina

Leia mais

EDITAL Nº 18/2016 PROCESSO SELETIVO DESTINADO À COMUNIDADE INTERNA COMPLEMENTAÇÃO DE VAGAS REMANESCENTES

EDITAL Nº 18/2016 PROCESSO SELETIVO DESTINADO À COMUNIDADE INTERNA COMPLEMENTAÇÃO DE VAGAS REMANESCENTES SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO DIREÇÃO GERAL DO CAMPUS CABO DE SANTO AGOSTINHO COORDENAÇÃO DO CENTRO DE LIBRAS E LÍNGUAS

Leia mais

PROGRAMA DE TUTORIA CIENTÍFICO-ACADÊMICA EDITAL 2013 Reeditado por conter alteração no item III, etapa 4

PROGRAMA DE TUTORIA CIENTÍFICO-ACADÊMICA EDITAL 2013 Reeditado por conter alteração no item III, etapa 4 PROGRAMA DE TUTORIA CIENTÍFICO-ACADÊMICA EDITAL 2013 Reeditado por conter alteração no item III, etapa 4 DISPÕE SOBRE O EDITAL 2013 DO PROGRAMA DE TUTORIA CIENTÍFICO-ACADÊMICA DA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL ÂE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CÂMPUS PORTO VELHO ZONA NORTE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL ÂE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA CÂMPUS PORTO VELHO ZONA NORTE EDITAL PERMANENTE N 06 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2014 SELEÇÃO INTERNA DE PROJETOS DE PESQUISA SEM CONCESSÃO DE AUXÍLIOS À PESQUISADORES DO IFRO - O Diretor Geral do Campus Porto Velho Zona Norte, do Instituto

Leia mais

Câmpus Panambi. EDITAL nº 18/2015, de 28 de Abril de 2015.

Câmpus Panambi. EDITAL nº 18/2015, de 28 de Abril de 2015. Câmpus Panambi EDITAL nº 18/2015, de 28 de Abril de 2015. EDITAL PARA SELEÇÃO DE MONITORES DO PROGRAMA DE MONITORIA DO IF FARROUPILHA E DOS BOLSITAS DOS PROJETOS DE ENSINO DE LONGA DURAÇÃO APROVADOS NO

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE FORMAÇÃO DA UFGD

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA CENTRO DE FORMAÇÃO DA UFGD REGULAMENTO DO 1 DEFINIÇÃO/OBJETIVO O Projeto de Extensão Centro de Formação da UFGD está sob a coordenação da Pró- Reitoria de Extensão e Cultura e objetiva oferecer à comunidade cursos de extensão de

Leia mais

3. DAS RESPONSABILIDADES DO ACADÊMICO São deveres do bolsista de iniciação à docência: 3.1. desenvolver as atividades de acordo com o Plano de Trabalh

3. DAS RESPONSABILIDADES DO ACADÊMICO São deveres do bolsista de iniciação à docência: 3.1. desenvolver as atividades de acordo com o Plano de Trabalh EDITAL Nº 056/2017 - PEN CERTIDÃO Certificamos que o presente documento foi afixado no local de costume nesta Instituição, no dia 14 de junho de 2017. Abre seleção para bolsistas de Iniciação à Docência

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO / EDITAL Nº CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO / EDITAL Nº CURSOS DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ IFCE PRÓ-REITORIA DE ENSINO CAMPUS MARANGUAPE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃODE ALUNOS PARA INGRESSO NO PET ECONOMIA 2º SEMESTRE / Edital N o 01/2017

EDITAL DE SELEÇÃODE ALUNOS PARA INGRESSO NO PET ECONOMIA 2º SEMESTRE / Edital N o 01/2017 EDITAL DE SELEÇÃODE ALUNOS PARA INGRESSO NO PET ECONOMIA 2º SEMESTRE / 2017 Edital N o 01/2017 O Grupo PET-Economia Programa de Educação Tutorial, do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA - PROExC

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA - PROExC SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UNIRIO PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E CULTURA - PROExC EDITAL Nº 5, de 18 de setembro de 2017. PROCESSO DE SELEÇÃO

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DO PROJETO DE EXTENSÃO EDUSA: EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI

EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DO PROJETO DE EXTENSÃO EDUSA: EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DO PROJETO DE EXTENSÃO EDUSA: EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI O PROJETO DE EXTENSÃO EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA - EDUSA em parceria com a Coordenação

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC

REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTIFICA - PIC CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia SENAC em Minas foi criado para

Leia mais

EDITAL MONITORIA 2017/2

EDITAL MONITORIA 2017/2 EDITAL MONITORIA 2017/2 Edital de Seleção para o Programa de Monitoria Acadêmica do Curso de Serviço Social da Faculdade Metropolitana de Manaus- FAMETRO Nº. 7 de 2017/1. A Direção Geral da Faculdade Metropolitana

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA INSTITUTO FEDERAL DO MATO GROSSO PROIC IFMT

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA INSTITUTO FEDERAL DO MATO GROSSO PROIC IFMT PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA INSTITUTO FEDERAL DO MATO GROSSO PROIC IFMT Aprovado pela Resolução nº 020/2010 de 03/05/2010 do Conselho Superior do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

EDITAL Nº 90, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2016

EDITAL Nº 90, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2016 EDITAL Nº 90, DE 22 DE FEVEREIRO DE 2016 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), por meio de sua Pró-reitoria de Extensão (PRX), tendo em vista o estabelecido na Portaria

Leia mais

PRÓ REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

PRÓ REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA PRÓ REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2011 DISPÕE SOBRE O EDITAL DO PROGRAMA APRENDER COM CULTURA E EXTENSÃO EDIÇÃO 2011/2012 DA PRÓ REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. O Programa

Leia mais

UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE UNIVALE. Fundação Percival Farquhar Entidade Mantenedora EDITAL UNIVALE Nº 055/2017

UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE UNIVALE. Fundação Percival Farquhar Entidade Mantenedora EDITAL UNIVALE Nº 055/2017 UNIVERSIDADE VALE DO RIO DOCE UNIVALE Fundação Percival Farquhar Entidade Mantenedora EDITAL UNIVALE Nº 055/2017 A Universidade Vale do Rio Doce - UNIVALE abre inscrição para Seleção de Monitores para

Leia mais

Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PROPI

Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação - PROPI INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação Programa Institucional de Apoio à Pesquisa EDITAL Nº 01/2016-PROPI/IFRN PROJETOS DE PESQUISA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLÉGIO PEDRO II PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA CHAMADA INTERNA N 13/2016 PROPGPEC PROJETO CONEXÃO MATEMÁTICA A PRÓ-REITORA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA torna públicos, nos termos da presente Chamada, as normas e os procedimentos necessários

Leia mais

EDITAL 02/2013 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2013

EDITAL 02/2013 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2013 EDITAL 02/2013 PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UNIFEI 2013 A Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e a Diretoria de Assistência Estudantil (DAE) tornam público o lançamento do presente edital para apresentação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Pró-Reitoria de Graduação Programa de Educação Tutorial PET Educação Física Edital 03/2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Pró-Reitoria de Graduação Programa de Educação Tutorial PET Educação Física Edital 03/2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Pró-Reitoria de Graduação Programa de Educação Tutorial PET Educação Física Edital 03/2017 A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do

Leia mais

CONSIDERANDO os princípios referendados na Declaração Universal dos Direitos Humanos;

CONSIDERANDO os princípios referendados na Declaração Universal dos Direitos Humanos; RESOLUÇÃO Nº 066-CONSELHO SUPERIOR, de 14 de fevereiro de 2012. REGULAMENTA A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RORAIMA IFRR. O PRESIDENTE DO

Leia mais

DIAGNÓSTICO QUALITATIVO. Nível de Ensino: Educação Básica

DIAGNÓSTICO QUALITATIVO. Nível de Ensino: Educação Básica Plano Estratégico de Intervenção e Monitoramento para Superação da Evasão e Retenção CÂMPUS REGISTRO DIAGNÓSTICO QUALITATIVO Nível de Ensino: Educação Básica Cursos Principais CAUSAS de Evasão e Retenção

Leia mais

2. Das vagas: Serão destinadas vagas para Monitores Remunerados para as disciplinas constantes na tabela a seguir:

2. Das vagas: Serão destinadas vagas para Monitores Remunerados para as disciplinas constantes na tabela a seguir: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO- BRASILEIRA UNILAB PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Prograd PROGRAMA DE BOLSA DE MONITORIA PBM EDITAL Nº 14/2017 A Pró-Reitora

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SANTARÉM CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SANTARÉM CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SANTARÉM CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RESOLUÇÃO CBSI 01/2005-15 DE AGOSTO DE 2005 EMENTA: Define as diretrizes para a realização do

Leia mais

FACULDADE SANTA MARIA - FSM

FACULDADE SANTA MARIA - FSM FACULDADE SANTA MARIA - FSM BR 230, Km 504 CX. POSTAL 30 CEP: 58900-000 Fone: (83) 3531-1349 Fax: (83) 3531-1365 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE MONITORIA EDITAL Nº 02/2017 EDITAL DE ABERTURA DO PROCESSO SELETIVO

Leia mais