EDITAL N.º 01/2013-SEAD/SEFA, DE 31 DE JULHO DE 2013.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL N.º 01/2013-SEAD/SEFA, DE 31 DE JULHO DE 2013."

Transcrição

1 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESPECIAL DE ESTADO DE GESTÃO SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DAS CARREIRAS DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ESTADO DO PARÁ AUDITOR FISCAL DE RECEITAS ESTADUAIS CAT-AF-01 E DE FISCAL DE RECEITAS ESTADUAIS CAT- F-02 DA SEFA CONCURSO PÚBLICO C-172 EDITAL N.º 01/2013-SEAD/SEFA, DE 31 DE JULHO DE A SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SEAD/PA torna pública a realização de Concurso Público para provimento de vagas nos cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e de Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02 das Carreiras da Administração Tributária da Secretaria de Estado da Fazenda, observadas as disposições constitucionais e de acordo com os termos da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de 2011 (Lei Orgânica da Administração Tributária do Estado do Pará) e da Lei nº 5.810, de 24 de janeiro de 1994 e suas alterações (Regime Jurídico Único do Estado do Pará), mediante as condições estabelecidas neste Edital. 1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. O concurso público será regido por este Edital e seus anexos, bem como por eventuais retificações e/ou aditamentos e será executado pela UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ - UEPA, cabendo à Comissão de Concurso, designada pelas Portarias nº 465, de 19 de junho de 2013 e nº 518, de 09 de julho de 2013, a supervisão de todo o processo de seleção pública. 2. DAS VAGAS 2.1. O concurso destina-se ao provimento de 100 (cem) vagas na Classe A, Referência I do cargo de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e de 100 (cem) vagas na Classe A, Referência I do cargo de Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02, ficando as nomeações condicionadas ao preenchimento dos requisitos estabelecidos no subitem 2.3, à ordem final de classificação dos candidatos aprovados nas provas objetivas, à necessidade de serviço e à disponibilidade orçamentário-financeira do Governo do Estado do Pará durante o prazo de validade do concurso Do total das vagas ofertadas em cada cargo, 5% (cinco por cento) serão reservadas às Pessoas com Deficiência (PcD), na forma do parágrafo único do art. 15 da Lei nº 5.810, de 24 de janeiro de 1994.

2 2.3. Os requisitos para investidura nos cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02, bem como os respectivos vencimentos base, consoante 2º do artigo 31 da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de 2011 e carga horária de trabalho (CH) encontram-se descritos no quadro abaixo: CARGOS Auditor Fiscal de Receitas Estaduais AFRE Fiscal de Receitas Estaduais FRE REQUISITOS a) possuir diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior reconhecido pelo Ministério da Educação MEC; b) comprovar o cumprimento das obrigações eleitorais e militares; c) estar em pleno exercício dos direitos políticos; d) gozar de saúde física e mental; e) não haver sido condenado criminalmente por sentença judicial transitada em julgado ou sofrido sanção administrativa impeditiva do exercício de cargo público; f) reputação ilibada VENCIMENTO BASE (a partir de 09/2013) R$5.772,64 R$4.560, Os requisitos descritos no quadro do subitem 2.3 e no artigo 17 da Lei nº 5.810, de 24 de janeiro de 1994 deverão ser obrigatoriamente comprovados pelo candidato por ocasião da posse no cargo para o qual for nomeado Além dos vencimentos base descritos no quadro do subitem 2.3, as remunerações dos cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e de Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02 são constituídas de gratificações legais e outras vantagens previstas na Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de As atribuições dos cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02 correspondem, respectivamente, às previstas nos artigos 29 e 30 da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de 2011, conforme descritas no Anexo I deste Edital. CH 30h Semanais 3. DAS INSCRIÇÕES 3.1. Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer os termos deste Edital e certificar-se de que preenche os requisitos exigidos para o cargo a que pretende concorrer São requisitos cumulativos para a inscrição no concurso: a) ser brasileiro; b) declarar concordância com os termos deste edital; e c) haver recolhido a taxa de inscrição, ressalvado os casos de isenção legal.

3 3.2. A inscrição do candidato implicará conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento As inscrições serão realizadas exclusivamente via Internet (online), através do endereço eletrônico no período entre 09h do dia 06 de agosto de 2013 e 23h59min do dia 28 de agosto de 2013, observado o horário local de Belém/PA Ao preencher o requerimento de inscrição o candidato indicará o cargo a que pretende concorrer, a cidade na qual deseja prestar as provas, bem como a ordem de preferência das unidades fazendárias, onde pretende exercer suas atividades, conforme as indicadas no Anexo IV deste Edital O requerimento de inscrição com o boleto de pagamento deverão ser impressos imediatamente pelo candidato após a conclusão do preenchimento da Inscrição online O candidato poderá efetuar o pagamento da taxa de inscrição por meio do Boleto de Pagamento em qualquer agência bancária, pela internet homebanking, nos centros lotéricos ou outros correspondentes bancários autorizados, obedecendo aos critérios estabelecidos para essas operações financeiras, até o dia 29 de agosto de O Valor da taxa de Inscrição encontra-se especificado no quadro abaixo: TAXA DE INSCRIÇÃO CARGOS AUDITOR FISCAL DE RECEITAS ESTADUAIS CAT-AF-01 FISCAL DE RECEITAS ESTADUAIS CAT-F O candidato ao realizar sua inscrição deverá: VALOR R$130,00 a) selecionar o cargo que deseja concorrer, indicando a sua opção dentre os cargos relacionados no quadro do subitem 3.7 deste Edital. b) selecionar a ordem de preferência de lotação correspondente a cada unidade fazendária indicada no Anexo IV deste Edital; e c) optar pela cidade na qual deseja prestar as provas de que trata este concurso, dentre as indicadas no subitem 7.2 deste Edital O deferimento da inscrição dependerá do completo preenchimento do requerimento e da confirmação pelo banco arrecadador, do recebimento do valor da taxa ou do deferimento do seu pedido de isenção Só haverá isenção total do valor da taxa de inscrição ao candidato cuja inscrição for deferida na condição especial de Pessoa com Deficiência (PcD) e ao candidato hipossuficiente, nos termos do item 4 deste Edital.

4 Após o pagamento da Taxa de Inscrição, o candidato deverá manter em segurança o comprovante de pagamento, que deverá ser conservado até a data de realização das provas objetivas O comprovante do requerimento de inscrição do candidato estará disponível no endereço eletrônico por meio da página de acompanhamento, após o acatamento da inscrição, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento Em caso de o candidato ter efetuado o pagamento da taxa de inscrição e por algum motivo não ter recebido a confirmação desse pagamento, deverá informar o erro material à UEPA por meio do até 5 (cinco) dias úteis após o encerramento das inscrições A taxa de inscrição será válida somente para o candidato que efetuou seu pagamento no período definido neste Edital, sendo vedada sua transferência a terceiros ou para outros concursos Será indeferido qualquer pedido de devolução da importância paga a título de taxa de inscrição, salvo em caso de cancelamento ou anulação do certame, por conveniência ou interesse da Administração O preenchimento correto do Requerimento de Inscrição e dos dados cadastrais são de inteira responsabilidade do candidato, cabendo aos executores do concurso o direito de excluir do certame aquele que preenchê-la com dados incorretos ou inverídicos, ainda que o fato seja constatado posteriormente à realização do concurso, incorrendo o autor no crime previsto no artigo 299 do Código Penal, além da responsabilidade civil pelos eventuais prejuízos que causar à SEAD ou à SEFA O candidato que, mesmo tendo efetuado o pagamento da taxa de inscrição, não preencher o Requerimento de Inscrição conforme instruções no endereço eletrônico não terá sua inscrição validada e não poderá participar do Concurso, não tendo também direito à devolução da taxa paga A Secretaria de Estado de Administração - SEAD e a Universidade do Estado do Pará - UEPA não se responsabilizarão por solicitações de inscrições não recebidas por motivo de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados Será vedada a inscrição condicional, extemporânea, por via postal, por fax ou correio eletrônico No ato da inscrição NÃO serão solicitados comprovantes dos requisitos contidos no quadro do subitem 2.3, bem como quanto à nacionalidade exigida pelo artigo 50, 3º, alínea a da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de 2011, no entanto, será tornada sem efeito a nomeação

5 do candidato que não os apresentar/comprovar durante o prazo de habilitação à posse, conforme o estabelecido no artigo 22 da Lei Estadual nº 5.810, de 24 de janeiro de 1994 (RJU) Informações complementares acerca da inscrição via Internet estarão disponíveis no endereço eletrônico A partir de 23 de setembro de 2013, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico para identificar e emitir o seu Cartão de Confirmação de Inscrição, no qual constará o local, o dia e o horário de realização das provas objetivas, devendo o mesmo ser apresentado pelo candidato por ocasião da realização destas, juntamente com documento original de identificação É facultado ao candidato fazer a inscrição simultânea nos dois cargos ofertados por este concurso, limitado a um único requerimento de inscrição para cada cargo Caberá ao candidato inscrito em ambos os cargos optar por qual deles irá concorrer, mediante o comparecimento na data, hora e local de realização das provas do cargo escolhido, sendo automaticamente eliminado, por falta, da concorrência no cargo preterido Uma vez efetivada o pagamento da taxa de inscrição ou deferida a sua isenção, não será permitida nenhuma alteração posterior. 4. DA ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO PARA PESSOAS COM DEFICIENCIA (PcD) E PARA PESSOAS COM HIPOSSUFICIÊNCIA ECONÔMICA O candidato que preencher os requisitos estabelecidos nos subitens 4.2 e 4.3 e desejar isenção de pagamento da taxa de inscrição neste concurso público deverá requerer, entregar ou enviar os documentos relacionados nesses subitens, em envelope A4 etiquetado com nome completo e CPF do candidato, no Protocolo da Diretoria de Acesso e Avaliação - DAA/UEPA, sito na Rua do Una, nº. 156, Bairro: Telégrafo, Belém Pará, no horário de 8 às 14 horas ou enviando via SEDEX para o Protocolo da DAA/UEPA Concurso SEFA (ISENÇÃO), Rua do Una, nº. 156, Bairro: Telégrafo, CEP , Belém Pará, impreterivelmente no período de 06 a 09 de agosto de O candidato que encaminhar os documentos via SEDEX, deverá comunicar sobre esse envio à UEPA através do dentro do mesmo período concedido para a entrega no Protocolo da DAA/UEPA Será concedida a isenção de pagamento da taxa de inscrição do concurso público ao candidato portador de qualquer deficiência ou necessidade especial, nos termos da Lei Estadual n , de 2 de julho de 2007, publicada no Diário Oficial do Estado do Pará de 4 de julho de 2007, que enviar ou entregar os seguintes documentos, conforme previsto no subitem 4.1:

6 a) requerimento de Isenção de Taxa de Inscrição devidamente preenchido, disponibilizado na página de acompanhamento do concurso em b) laudo médico especificando a deficiência ou a necessidade especial; c) cópia do documento de identificação; d) cópia da carteira ou declaração de cadastramento da instituição de deficientes a qual pertence Será concedida a isenção de pagamento da taxa de inscrição do concurso público para pessoas com hipossuficiência econômica e que estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal - CadÚnico, de que trata o Decreto Federal no 6.135, de 26 de junho de 2007, que enviarem ou entregarem os seguintes documentos, conforme previsto no subitem 4.1: a) indicação do Número de Identificação Social - NIS, atribuído pelo CadÚnico; b) declaração de que atende à condição de ser membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto Federal n.º 6.135, de 26 de junho de 2007; c) apresentar renda familiar não superior a 03 (três) salários mínimos federais, a condição de desempregado e de não estar recebendo seguro-desemprego a ser comprovada através de: c.1) cópia autenticada de holerite, contracheque, CTPS Carteira de Trabalho e Previdência Social, DECORE (no caso de autônomo), extrato bancário ou de outro documento de comprovação de renda dos últimos três meses de todos os membros da família indicados na Declaração de Hipossuficiência Financeira, incluindo a renda do candidato e o respectivo comprovante que ateste a renda familiar; c.2) cópia autenticada das últimas 03 (três) contas de energia elétrica que não ultrapassem o consumo mensal de 100 Kwh, as quais deverão apresentar o mesmo endereço do candidato, conforme indicado no Formulário Eletrônico de Inscrição. d) cópia do Documento de Identidade do candidato; e) cópia do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato; 4.4. As informações prestadas no requerimento de isenção, bem como a documentação apresentada, serão de inteira responsabilidade do candidato, respondendo este por qualquer falsidade Não será concedida isenção de pagamento de taxa de inscrição ao candidato que: a) omitir informações e/ou torná-las inverídicas; b) fraudar e/ou falsificar documentação; c) pleitear a isenção, sem apresentar cópia autenticada dos documentos previstos no subitem 4.2 e 4.3 deste edital;

7 d) não observar os locais, o prazo e os horários estabelecidos no subitem 4.1 deste Edital Não será permitida, após a entrega do requerimento de isenção e dos documentos comprobatórios, a complementação da documentação, bem como pedido de revisão Não será aceita solicitação de isenção de pagamento de valor de inscrição por via postal, por fax ou correio eletrônico Cada pedido de isenção será analisado e julgado pela UEPA para verificar a veracidade das informações prestadas pelo candidato A relação dos pedidos de isenção, deferidos, ou não, será publicada no Diário Oficial do Estado do Pará até o dia 20 de agosto de 2013 e disponibilizada no endereço eletrônico O candidato que tiver seu pedido de isenção indeferido, para efetivar a sua inscrição no concurso, deverá acessar o endereço eletrônico e imprimir o Boleto de Pagamento por meio da página de acompanhamento para efetuá-lo até o dia 29 de agosto de 2013, conforme procedimentos descritos neste edital O candidato que não tiver seu pedido de isenção deferido e que não efetuar o pagamento da taxa de inscrição na forma e no prazo estabelecido no subitem anterior estará automaticamente excluído do concurso público. 5. DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATO PORTADOR DE DEFICIÊNCIA 5.1. A Pessoa com Deficiência (PcD), aquele que se enquadra nas categorias discriminadas no artigo 4.º do Decreto Federal n.º 3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n.º 5.296/2004, tem assegurado o direito de inscrição no presente concurso público, desde que a deficiência seja compatível com as atribuições do cargo em provimento para o qual concorre Do total de vagas destinadas a cada cargo, conforme estabelecido no subitem 2.1 deste Edital, 5% (cinco por cento) ficará reservado às pessoas com deficiência, na forma do parágrafo único do artigo 15 da Lei Estadual n.º 5.810, de 24 de janeiro de 1994, assim discriminado: Número de vagas Cargo Ampla Candidatos com concorrência deficiência Total Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F

8 5.3. Para concorrer as vagas destinadas às Pessoas com Deficiência (PcD), o candidato deverá: a) declarar essa condição no ato de inscrição, especificando no Requerimento de Inscrição a deficiência de que é portador e o código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID); b) encaminhar Laudo Médico original ou cópia autenticada em cartório, emitido nos últimos doze meses, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, bem como sua aptidão física para o exercício do cargo pleiteado com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID), entregando-o em envelope A4, devidamente lacrado e etiquetado com o nome completo e CPF do candidato, no Protocolo da DAA/ UEPA, sito na Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, Belém Pará, no horário de 8 às 14 horas ou enviando via SEDEX para o Protocolo da DAA/UEPA - Reitoria da UEPA Concurso SEFA (Laudo Médico), Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, CEP , Belém Pará, no período de 06 a 28 de agosto de O candidato que encaminhar os documentos via SEDEX, deverá comunicar sobre esse envio à UEPA através do dentro do mesmo período concedido para a entrega no Protocolo da DAA/UEPA A inobservância do disposto no subitem 5.3 deste Edital acarretará a perda do direito ao pleito das vagas reservadas a candidato em tal condição O fornecimento do laudo médico (original ou cópia autenticada), por qualquer via, é de responsabilidade exclusiva do candidato. A SEAD e UEPA não se responsabilizam por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada do laudo a seu destino O laudo médico (original ou cópia autenticada) terá validade somente para este concurso público e não será devolvido, assim como não serão fornecidas cópias desse laudo O candidato portador de deficiência poderá requerer, no ato da inscrição, na forma do subitem 6.1 deste edital, atendimento especial para o dia de realização das provas, indicando as condições de que necessita para a realização destas, conforme previsto no artigo 40, parágrafos 1. e 2., do Decreto n /99 e suas alterações A relação dos candidatos que tiveram a inscrição deferida ou não para concorrer na condição de portadores de deficiência será publicada no Diário Oficial do Estado do Pará até o dia 11 de setembro de 2013 e disponibilizada no endereço eletrônico O candidato que, no ato da inscrição se declarar Pessoa com Deficiência (PcD), e necessitar de atendimento especial para a realização das provas objetivas, deverá proceder conforme o item 6 deste Edital.

9 5.9. A inobservância das disposições constantes dos subitens 5.3 e 6.1 acarretarão a perda do direito ao pleito das vagas reservadas a candidato em tal condição e o não-atendimento às condições especiais necessárias, passando a concorrer nas vagas regulares O candidato que, no ato da inscrição se declarar Pessoa com Deficiência (PcD), e tiver esta condição reconhecida nos termos do subitem 5.7 deste Edital, se aprovado e classificado no concurso, terá seu nome publicado em lista à parte e, caso obtenha classificação necessária, figurará também na lista de classificação geral por cargo O candidato que concorrer como Pessoa com Deficiência (PcD) e nomeado para o cargo será, após publicação do ato de nomeação, convocado para submeter-se à perícia médica oficial, que verificará a sua qualificação, o grau da deficiência e a compatibilidade entre a deficiência e as atribuições do cargo. Tal perícia será realizada por junta especial, constituída por médicos especializados na área da deficiência diagnosticada, nos termos do artigo 18, caput, da Lei Estadual nº 5.810, de 24 de janeiro de O candidato portador de deficiência reprovado na perícia médica por não ter sido considerado deficiente, caso seja aprovado no concurso, figurará somente na lista de classificação geral do concurso As vagas definidas no subitem 5.2 deste Edital, que não forem providas por falta de candidatos portadores de deficiência aprovados, serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação por cargo O candidato portador de deficiência, resguardadas as condições previstas no art. 14 do Decreto Federal n.º 3.298/99, participará do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação, aos critérios de aprovação, ao horário e local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos Não será admitido recurso relativo à condição de candidato que se declare portador de deficiência se, no ato da inscrição, não declarou essa condição e/ou não entregou o laudo médico conforme prevê a alínea b do subitem Após a nomeação do candidato, a deficiência não poderá ser arguida para justificar a concessão de aposentadoria, salvo as hipóteses excepcionais de agravamento imprevisível da deficiência que impossibilitem a permanência do servidor em atividade. 6. DO CANDIDATO QUE NECESSITAR DE ATENDIMENTO ESPECIAL 6.1. O candidato, portador de deficiência ou não, que necessitar de atendimento especial para a realização das provas deverá indicar no ato da inscrição via Internet os recursos especiais necessários

10 e, ainda, encaminhar Laudo Médico (original ou cópia autenticada) que justifique o atendimento especial solicitado, devendo entregar em envelope A4, devidamente lacrado e etiquetado com o nome completo e CPF do candidato, no Protocolo da DAA/UEPA, sito na Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, Belém Pará, no horário de 8 às 14 horas ou enviar via SEDEX para o Protocolo da DAA/UEPA - Concurso SEFA (ATENDIMENTO ESPECIAL), Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, CEP , Belém Pará, impreterivelmente no período de 06 a 28 de agosto de O candidato que encaminhar os documentos via SEDEX, deverá comunicar sobre esse envio à UEPA através do dentro do mesmo período concedido para a entrega no Protocolo da DAA/UEPA Após o período constante do subitem anterior, a solicitação será indeferida, salvo nos casos de força maior A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá, além de solicitar atendimento especial para esse fim, deverá levar um(a) acompanhante que ficará em local reservado, devidamente identificado(a) e autorizado(a) pela coordenação do local de prova, para essa finalidade e será responsável pela guarda da criança, de acordo com a Lei Estadual nº 7.613/ A candidata que for amamentar a criança será acompanhada pelo fiscal da UEPA até a sala onde estiver acomodada a criança e o(a) acompanhante e o período utilizado para a amamentação será compensado no tempo de duração da prova, conforme a Lei Estadual nº 7.613/ A candidata que não levar acompanhante conforme estabelecido no subitem 6.3 não realizará as provas O fornecimento do laudo médico (original ou cópia autenticada), por qualquer via, é de responsabilidade exclusiva do candidato. A UEPA não se responsabilizará por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada do laudo ao seu destino O laudo médico (original ou cópia autenticada) terá validade somente para este concurso público e não será devolvido, assim como não serão fornecidas cópias desse laudo A relação dos candidatos que tiveram o seu atendimento especial deferido, ou não, será publicada no Diário Oficial do Estado do Pará até o dia 11 de setembro de 2013 e disponibilizada no endereço eletrônico Excetua-se do disposto no subitem 5.14, o candidato cuja deficiência, pela natureza das dificuldades dela resultantes, justifique a ampliação do tempo de duração das provas, o qual deverá ser requerido no ato da inscrição e juntando parecer de médico especialista que indique a necessidade de extensão do tempo em face da deficiência, a ser encaminhado para apreciação da

11 UEPA, na forma do subitem 6.1 deste Edital A ampliação do tempo de duração das provas de que trata o subitem anterior será de 60 (sessenta) minutos Ao candidato deficiente visual (cego) será oferecida a possibilidade de realização de provas com a ajuda de ledor, que lhe prestará o auxílio necessário, que consiste: a) na leitura das questões objetivas, assinalando na folha de respostas a alternativa indicada pelo candidato; b) na realização das provas em sala especial a que somente terá acesso o candidato e o ledor e um fiscal, não sendo admitido o ingresso de qualquer outra pessoa Ao deficiente visual (amblíope) serão oferecidas provas ampliadas, com tamanho de letra correspondente a corpo A solicitação de condições especiais será atendida segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade, somente admitido o atendimento especial no local de prova. 7. DAS PROVAS 7.1. O concurso, com classificação em âmbito estadual, visa ao provimento de vagas para os cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e de Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02 nas quantidades estabelecidas no subitem 2.1 deste Edital, cujo processo de seleção dar-se-á mediante o exame de conhecimentos por meio da aplicação de 3 (três) provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, compreendendo: a) Prova 1 - Conhecimentos Gerais 80 (oitenta) questões; b) Prova 2 - Conhecimentos Básicos 60 (sessenta) questões; e c) Prova 3 - Conhecimentos Específicos 60 (sessenta) questões A aplicação das provas objetivas citadas no subitem 7.1 deste Edital ocorrerá nas cidades de Altamira/PA, Belém/PA, Marabá/PA, Redenção/PA e Santarém/PA Os conteúdos programáticos das disciplinas previstas para o exame de conhecimentos (provas objetivas) para ambos os cargos, encontram-se descritos no Anexo II deste Edital, cujo número de questões será distribuído conforme os quadros a seguir:

12 a) AUDITOR FISCAL DE RECEITAS ESTADUAIS CAT-AF-01 PROVAS DISCIPLINAS NÚMERO DE QUESTÕES PESOS MÍNIMA POR DISCIPLINA (40%) PONTUAÇÃO PONDERADA MÁXIMA POR PROVA MÍNIMA DO CONJUNTO DAS PROVAS (60%) D1 - Português 20 0,15 1,2 1 - Conhecimentos Gerais 80 Questões D2 -Matemática Financeira e Estatística 20 0,15 1,2 D3 -Atualidades 10 0,1 0,4 10 D4 -Administração Pública 15 0,1 0,6 D5 - Economia e Finanças Públicas D6 - Direito (Administrativo, Civil e Penal) 15 0,1 0,6 10 0,1 0,4 D7 -Direito Constitucional 10 0,15 0,6 2 - Conhecimentos Básicos 60 Questões D8 Direito Tributário I 15 0,2 1,2 D9 -Legislação Tributária do Estado do Pará I 15 0,2 1, D10 -Contabilidade Geral 10 0,15 0,6 D11 -Direito Tributário II 15 0,2 1,2 3 - Conhecimentos Específicos 60 Questões D12 - Legislação Tributária do Estado do Pará II D13 - Contabilidade Avançada e de Custos 15 0,2 1,2 10 0,15 0,6 D14 - Auditoria 10 0,15 0,6 10 D15 -Tecnologia da Informação 10 0,1 0,4

13 b) FISCAL DE RECEITAS ESTADUAIS CAT-F-02 PROVAS DISCIPLINAS NÚMERO DE QUESTÕES PESOS MÍNIMA POR DISCIPLINA (40%) PONTUAÇÃO PONDERADA MÁXIMA POR PROVA MÍNIMA DO CONJUNTO DAS PROVAS (60%) 1 - Conhecimentos Gerais 80 Questões 2 - Conhecimentos Básicos 60 Questões 3 - Conhecimentos Específicos 60 Questões D1 Português 20 0,15 1,2 D2 - Matemática Financeira e Estatística 20 0,15 1,2 D3 Atualidades 10 0,1 0,4 D4 - Administração Pública 15 0,1 0,6 D5 - Economia e Finanças Públicas D6 - Direito (Administrativo, Civil e Penal) 15 0,1 0,6 10 0,1 0,4 D7 - Direito Constitucional 10 0,15 0,6 D8 - Direito Tributário I 15 0,2 1,2 D9 - Legislação Tributária do Estado do Pará I 15 0,2 1,2 D10 - Contabilidade Geral 10 0,15 0,6 D11 - Direito Tributário II 20 0,15 1,2 D12 - Legislação Tributária do Estado do Pará II D13 - Tecnologia da Informação 30 0,2 2,4 10 0,1 0, Será considerado APROVADO nas provas objetivas o candidato que, cumulativamente e nessa ordem: a) tenha obtido, no mínimo, 40% (quarenta por cento) dos pontos ponderados em cada uma das disciplinas que integram as provas objetivas 1, 2 e 3; b) tenha obtido, no mínimo, 60% (sessenta por cento) do somatório dos pontos ponderados do conjunto das provas objetivas 1, 2 e 3; e c) tenha alcançado até a 110ª (centésima décima) colocação no cargo a que tiver concorrido, em decorrência do somatório dos pontos ponderados obtidos nas provas objetivas, observados os critérios de desempate constantes do item 10 deste Edital Será considerado aprovado e classificado o candidato posicionado até a 100ª (centésima) colocação do cargo ao qual concorreu Será considerado aprovado e não classificado, integrando o cadastro de reserva, correspondente a 10% (dez por cento) do número de vagas ofertadas, o candidato posicionado a

14 partir da 101ª (centésima primeira) até a 110ª (centésima décima) colocação do cargo a qual concorreu Será considerado ELIMINADO do concurso, para todos os efeitos, o candidato que não atender a todos os critérios de aprovação fixados no subitem As provas objetivas terão caráter seletivo, eliminatório e classificatório, e serão compostas de questões que avaliarão conhecimentos, habilidades e competências, valorizando a capacidade de raciocínio do candidato As questões das provas objetivas serão do tipo múltipla escolha, com cinco (5) opções e uma única alternativa correta, de acordo com o comando da questão, observados os pesos e os pontos ponderados que trata o subitem O candidato deverá transcrever as respostas das questões das provas objetivas para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para a correção das provas, não havendo em hipótese alguma substituição deste cartão Será de inteira responsabilidade do candidato a perda dos pontos das questões cujas marcações sejam feitas incorretamente no Cartão de Respostas, tais como dupla marcação, marcação rasurada ou emendada e/ou campo de marcação não preenchido integralmente O candidato não deverá amassar, molhar, dobrar, rasgar ou, de qualquer modo, danificar o seu Cartão de Respostas, sob pena de ser eliminado do certame no caso de impossibilidade de realização da leitura óptica, disso decorrente Não será permitido que as marcações no Cartão de Respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado atendimento especial para esse fim, nos termos do subitem 6.9 deste Edital. Neste caso, o candidato será acompanhado por fiscal da UEPA devidamente treinado O candidato terá seu Cartão de Respostas corrigido por meio de processamento eletrônico Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na Internet, no endereço eletrônico em até 48 horas após a realização das provas. 8. DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS OBJETIVAS 8.1. As provas objetivas para os cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e de Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02 serão aplicadas simultaneamente nas cidades de Altamira/PA,

15 Belém/PA, Marabá/PA, Redenção/PA e Santarém/PA, em conformidade com a opção do candidato no ato da inscrição, nas seguintes datas, horários e tempo de duração assim definidos: a) Prova Objetiva 1 - Conhecimentos Gerais: no dia 28 de setembro de 2013, sábado, no horário de 13h às 18h, com duração de 5 (cinco) horas; b) Prova Objetiva 2 - Conhecimentos Básicos: no dia 29 de setembro de 2013, domingo, no horário de 8h às 12h, com duração de 4 (quatro) horas; e c) Prova Objetiva 3 - Conhecimentos Específicos: no dia 29 de setembro de 2013, domingo, no horário de 14h às 18h, com duração de 4 (quatro) horas Os locais de realização das provas objetivas serão publicados no Diário Oficial do Estado do Pará e disponibilizados na Internet, no endereço eletrônico sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização de prova e o comparecimento no horário determinado O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização da prova com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o seu início, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, do Cartão de Confirmação de Inscrição e do documento de identificação original Serão considerados documentos oficiais de identificação, aqueles que contenham foto, tais como: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); passaporte brasileiro; certificado de reservista; carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação (somente o modelo aprovado pelo artigo 159 da Lei Federal n.º 9.503, de 23 de setembro de 1997) Não serão aceitos como documentos oficiais de identificação: certidões de nascimento; CPF; títulos eleitorais; carteiras de motorista (modelo antigo); carteiras de estudante; carteira de meia passagem; carteiras funcionais sem valor de identidade; documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados; qualquer um não especificado no subitem anterior Por ocasião da realização da prova, o candidato que não apresentar documento de identificação original, na forma definida no subitem 8.4 deste Edital, não poderá fazer a prova e será automaticamente excluído do concurso, ressalvado o disposto nos subitens 8.7 e 8.8 deste Edital Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia da realização das provas objetivas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, o mesmo deverá apresentar documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, noventa

16 dias, ocasião em que o candidato será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de dados, de assinatura e de impressão digital em formulário próprio A identificação especial será exigida, também, do candidato cujo documento de identificação apresente dúvidas tais como as relativas à fisionomia e/ou à assinatura do portador Para a segurança do candidato e a garantia da lisura do concurso, a UEPA poderá proceder como forma de identificação, a coleta da impressão digital de todos os candidatos no dia de realização da prova, assim como, proceder à revista por autoridade competente No dia da realização da Prova, se o nome do candidato não constar nas listagens oficiais relativas aos locais de prova pré-estabelecidos e mediante a apresentação do Cartão de Confirmação de Inscrição pelo candidato, a UEPA procederá a inclusão do referido candidato por meio do preenchimento de identificação especial, compreendendo coleta de dados, de assinaturas e se necessário de impressão digital em formulário próprio Não será admitido ingresso de candidato no local de realização da prova após o horário fixado para o seu início O candidato só poderá retirar-se do local de realização da prova após sessenta (60) minutos do seu início A inobservância do subitem anterior acarretará a não correção da prova e, conseqüentemente, a eliminação do candidato do concurso público O candidato que se retirar do estabelecimento onde está realizando a prova objetiva não poderá retornar em hipótese alguma, durante a realização da prova objetiva da qual se retirou Não será permitida a entrada de candidato no local de prova portando arma, sob pena de ser eliminado do concurso Terá sua prova anulada e será automaticamente eliminado do concurso público o candidato que, durante a sua realização: a) for surpreendido dando ou recebendo auxílio para a execução da prova; b) utilizar-se de livros, máquinas de calcular ou equipamento similar, dicionário, notas ou impressos que não forem expressamente permitidos ou aquele que se comunicar com outro candidato; c) for surpreendido portando aparelhos eletrônicos, tais como: bip, telefone celular, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, máquina de calcular, máquina fotográfica, tablet, etc; d) faltar com o devido respeito para com qualquer membro da equipe de aplicação da prova, para com as autoridades presentes ou para com os demais candidatos;

17 e) recusar-se a entregar o material da prova ao término do tempo destinado à sua realização; f) afastar-se da sala, a qualquer tempo, sem o acompanhamento de fiscal; g) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, levando o Cartão de Respostas ou o boletim de questões; h) descumprir as instruções contidas no boletim de questões ou no Cartão de Respostas; i) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido; j) utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos ou ilegais para obter aprovação própria ou de terceiros no concurso público; k) for surpreendido usando óculos escuros ou quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné, gorro, etc; l) não permitir a coleta de sua assinatura e/ou de sua impressão digital, quando solicitado pela coordenação do concurso A UEPA não disponibilizará espaço para a guarda de qualquer objeto, especialmente os citados no subitem anterior, no dia de realização da prova A UEPA não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização da prova, nem por danos neles causados A qualquer tempo, se for constatado por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, que o candidato utilizou quaisquer processos ilícitos, sua prova será anulada, acarretando automaticamente a sua eliminação do concurso Não haverá prorrogação do tempo previsto para a aplicação da prova em razão de afastamento de candidato da sala de prova, mesmo que autorizado por motivo de força maior, salvo na hipótese prevista no subitem deste Edital No dia de realização da prova não será fornecida, por qualquer membro da equipe de aplicação da prova e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo da prova e/ou a critérios de avaliação/classificação O Boletim de Questões será disponibilizado no endereço eletrônico no prazo de até 48 horas após a sua realização Não serão dadas por telefone, informações a respeito de datas, de locais, e de horários de realização de prova, sendo de inteira responsabilidade do candidato, observar rigorosamente os Editais e comunicados na forma dos subitens 8.1 e 8.2 deste Edital, e as informações contidas no cartão de confirmação de inscrição Não será aplicada prova em local, data ou horário diferente dos predeterminados em edital ou em comunicado oficial, ressalvado o disposto no subitem 8.27 deste Edital.

18 8.23. O candidato não poderá retirar-se do local de realização da prova levando o Boletim de Questões O não comparecimento a qualquer uma das provas objetivas implicará na eliminação automática do candidato, não havendo possibilidade de realização de segunda chamada, mesmo em situações comprovadas de casos fortuitos e força maior Os três (03) últimos candidatos de cada sala de prova só poderão sair juntos, após registro e assinatura no relatório próprio do concurso Somente será permitido ao candidato copiar a marcação feita no Cartão de Respostas durante os sessenta minutos que antecedem o término das provas, em papel próprio fornecido pela UEPA O candidato que declarar, no ato da inscrição, crença religiosa que o impeça de realizar a prova no sábado na data e horário estabelecidos no subitem 8.1 deste Edital ou em Edital de Convocação a ser publicado posteriormente, deverá comparecer no local de realização da prova com a mesma antecedência mínima prevista para o horário definido neste Edital ou no Edital de Convocação O candidato deverá apresentar-se à sala da coordenação do local de prova e identificar a sua condição especial, para que seja providenciado o seu encaminhamento a um ambiente reservado, devidamente acompanhado de um fiscal designado pela UEPA, onde permanecerá incomunicável até o por do sol A aplicação da prova ao candidato de que trata o subitem 8.27 somente terá início às 18h e que após as instruções do fiscal, lhe será concedido o mesmo tempo de duração estabelecido no subitem 8.1 deste Edital para sua realização Durante o período de permanência em sala reservada, o candidato permanecerá incomunicável com os demais candidatos e não poderá utilizar qualquer outro meio de comunicação (telefone celular, notebook, walkman, Pager, smartphones ou outros equipamentos eletrônicos) Não será permitida ao candidato a consulta de livros, códigos, manuais, notas, impressos não permitidos ou similares, durante o período de permanência em sala reservada O cronograma inicial para a realização deste concurso público é o descrito no Anexo III deste Edital, sujeito a alteração posteriores, devidamente motivadas Será publicada posteriormente por meio de Edital a relação nominal dos componentes da banca formuladora das questões das provas objetivas de que trata o item 7 deste Edital.

19 9. DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E DE CLASSIFICAÇÃO 9.1. Todos os candidatos terão suas provas objetivas corrigidas por meio de processamento eletrônico do Cartão de Respostas Será considerada como correta a questão cuja alternativa marcada no cartão resposta corresponda ao gabarito oficial definitivo A pontuação ponderada do candidato em cada disciplina será igual ao número de questões corretas, multiplicadas pelo peso correspondente A pontuação do candidato em cada prova objetiva será igual a somatória da pontuação ponderada do conjunto das disciplinas que a compõe A pontuação final do candidato aprovado no concurso, conforme disposto no subitem 7.4, será igual à soma das pontuações ponderadas obtidas no conjunto das provas objetivas. 9.3 Os candidatos aprovados no concurso serão ordenados por cargo de acordo com os valores decrescentes das pontuações finais, observados os critérios de desempate do item 10 deste Edital. 10. DOS CRITÉRIOS DE DESEMPATE Apurada a pontuação final e na hipótese de empate entre os candidatos, serão adotados os seguintes critérios de desempate, na respectiva ordem: a) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, na forma do disposto no parágrafo único do artigo 27 da Lei Federal nº , de 1º de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso); b) tenha obtido o maior número de pontos ponderados, sucessivamente e nessa ordem, das Disciplinas D8, D10, D9 e D4; c) tenha obtido o maior número de pontos ponderados na prova 3 (Conhecimentos Específicos); d) pertencer ao serviço público estadual, conforme disposto no 1º do artigo 10 da Lei nº 5.810, de 24 de janeiro de 1994 (RJU); e) pertencer ao serviço público estadual com maior tempo de serviço público, contados em anos, meses e dias, até a data de publicação deste edital, conforme disposto no 1º do artigo 10 da Lei nº 5.810, de 24 de janeiro de 1994 (RJU); f) possuir maior idade, considerando-se o dia, o mês e o ano de nascimento, contados até a data da publicação deste Edital.

20 10.2. O candidato, se convocado em edital específico, deverá apresentar no período de 30 a 31 de outubro de 2013 os documentos necessários à comprovação de idade e de tempo de Serviço Público Estadual, para efeito de desempate, conforme os critérios definidos no subitem Para comprovar o exercício de atividade na Administração Pública Estadual será solicitado dos candidatos empatados, conforme subitem 10.2, certidão ou declaração de tempo de serviço, emitida por órgão de pessoal ou de recursos humanos do local onde o candidato exerça a atividade. 11. DOS RECURSOS É facultado a qualquer candidato interpor impugnações e/ou recursos pessoalmente ou por procurador com poderes específicos a respeito de atos e resultados parciais ou finais deste Concurso Público, podendo fazê-lo no prazo máximo de 02 (dois dias) úteis a partir da data da ocorrência do fato ou da publicação do ato questionado, desde que: a) o faça através do Protocolo da DAA/UEPA, sito na Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, Belém Pará, no horário de 8 às 14 horas, em envelope A4, devidamente lacrado e etiquetado com o nome completo e CPF do candidato, ou enviar via SEDEX para o Protocolo da DAA/UEPA - Concurso SEFA (RECURSOS), Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, CEP , Belém Pará; e b) instrua o pedido com argumentos consistentes, podendo juntar documentos que subsidiem o recurso interposto O candidato que encaminhar os documentos citados na letra a do subitem 11.1 deste Edital via SEDEX, deverá comunicar sobre esse envio à UEPA através do dentro do mesmo período concedido para a entrega no protocolo da DAA/UEPA O Recurso ou Impugnação interposto fora do prazo definido no subitem 11.1 deste Edital, ou que não contenha fundamentação do pedido a respeito do fato ou do ato contestado, não será conhecido e receberá indeferimento liminar deste ato, não cabendo novo recurso O Recurso ou Impugnação conhecido será apreciado pela UEPA Se houver anulação e/ou retificação de questões do gabarito oficial preliminar das provas objetivas, as mesmas serão divulgadas no endereço eletrônico quando da divulgação do gabarito oficial definitivo A pontuação relativa às questões anuladas do gabarito oficial preliminar das provas objetivas será atribuída a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

21 12. DA LOTAÇÃO DAS VAGAS OFERTADAS A lotação do candidato aprovado dentro do limite das vagas ofertadas por este Concurso Público será definida de acordo com a ordem de classificação do resultado final, observada a indicação por ordem de preferência das unidades fazendárias onde pretende exercer suas atividades, manifestada por ocasião do ato de inscrição, conforme subitem O candidato aprovado na condição especial de Pessoa com Deficiência (PcD) terá preferência em sua lotação, respeitada a alternância de vagas de 1:1 (um para um) com os demais candidatos Caberá ao Secretário de Estado da Fazenda a publicação do ato que homologará a lotação dos servidores, conforme estabelece o art. 52 da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de No prazo de validade do concurso público, não será mais observada a indicação por ordem de preferência de lotação do candidato aprovado do cadastro de reserva que vier a ser nomeado para ocupar vaga aberta por servidor que ingressou por meio de aprovação neste concurso em unidade abrangida pelo Anexo IV deste Edital Após a homologação do resultado final do certame e a investidura no cargo, o candidato já na condição de servidor participará de curso de formação, requisito necessário ao exercício das atribuições dos cargos de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais CAT-AF-01 e de Fiscal de Receitas Estaduais CAT-F-02, conforme estabelece o artigo 49, III da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de O curso de formação terá o mínimo de 160 (cento e sessenta) horas/aula e será realizado na cidade de Belém PA ou em pólos descentralizados, localizados nos municípios do interior do estado, podendo ser ministrado, inclusive aos sábados, domingos e feriados e, ainda, em horário noturno Concluído o curso de formação, o candidato, na condição de servidor, se apresentará à unidade administrativa na qual foi lotado, as suas expensas, para exercer as atribuições do cargo Somente terá direito a requerer a remoção da lotação inicial o servidor que adquirir a condição de estável, conforme estabelece o caput do art. 41 da Constituição Federal de 1988, combinado com o art. 54 da Lei Complementar nº 078, de 28 de dezembro de DA VALIDADE DO CONCURSO PÚBLICO O concurso público terá validade de 01 (um) ano, a contar da publicação da Homologação do Concurso no Diário Oficial do Estado do Pará, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Secretaria de Estado da Fazenda - SEFA.

22 14. DOS ENDEREÇOS DOS ÓRGÃOS CITADOS NESTE EDITAL Diretoria de Acesso e Avaliação - DAA/UEPA Rua do Una, nº 156 (Entre Djalma Dutra e José Pio) Bairro: Telégrafo, CEP , Belém Pará Secretaria de Estado de Administração - SEAD Travessa do Chaco, Nº 2350 Bairro Marco CEP: Belém Pará Secretaria de Estado da Fazenda - SEFA Av. Visconde de Souza Franco. Nº Reduto - CEP: Belém/Pará 15. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS A inscrição do candidato implicará na aceitação das normas para o concurso público contidas neste Edital e em outros a serem publicados É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, Editais e comunicados referentes a este concurso público no Diário Oficial do Estado do Pará e disponibilizados na Internet, no endereço eletrônico A aprovação no concurso público dentro do número de vagas gera para o candidato direito subjetivo à nomeação. Durante o período de validade do concurso, a SEFA/PA reserva-se o direito de proceder às nomeações em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço, de acordo com a disponibilidade orçamentário-financeira até o número de vagas existentes, na conformidade do disposto no art. 169, 1º, inciso II, da Constituição Federal de A convocação do candidato aprovado obedecerá rigorosamente à ordem de classificação final do concurso público O resultado final do concurso será homologado pela Secretaria de Estado de Administração - SEAD, com publicação no Diário Oficial do Estado do Pará, e disponibilizado no endereço eletrônico Enquanto estiver participando do concurso público, o candidato deverá manter atualizado seu endereço junto à UEPA, por meio de requerimento, a ser enviado à Central de Atendimento da UEPA - Concurso SEFA (Diretoria de Acesso e Avaliação- DAA/UEPA Reitoria - Rua do Una, nº 156, Bairro: Telégrafo, CEP , Belém - Pará), e, se aprovado, junto à SEAD. São de exclusiva responsabilidade do candidato os prejuízos advindos da não atualização de seu endereço A SEAD, UEPA e SEFA não arcarão com quaisquer despesas de deslocamento de candidato para a realização das provas e/ou mudança de domicílio para a investidura no cargo, bem como despesas relacionadas à participação no curso de formação.

b) ter, no mínimo, dezoito anos completos; c) gozar dos direitos políticos, nos termos dos artigos 14 a 16 da Constituição Federal; d) ter aptidão

b) ter, no mínimo, dezoito anos completos; c) gozar dos direitos políticos, nos termos dos artigos 14 a 16 da Constituição Federal; d) ter aptidão GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SEAD FUNDAÇÃO CARLOS GOMES - FCG CONCURSO PÚBLICO C-166 PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, MÉDIO E FUNDAMENTAL EDITAL

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

Instituto Suel Abujamra

Instituto Suel Abujamra Instituto Suel Abujamra Seleção de Candidatos para 1º ano de Residência Médica em Oftalmologia - 2015 Edital de Abertura de Inscrições O Instituto Suel Abujamra torna público a realização do processo seletivo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, MÉDIO E FUNDAMENTAL

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, MÉDIO E FUNDAMENTAL GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESPECIAL DE ESTADO DE GESTÃO SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SEAD FUNDAÇÃO AMAZÔNIA PARAENSE DE AMPARO À PESQUISA - FAPESPA CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE

Leia mais

1. No item 4, Das inscrições, ONDE SE LÊ:

1. No item 4, Das inscrições, ONDE SE LÊ: O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ e o SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições, nos termos estabelecidos no subitem 16.31, torna pública a seguinte retificação ao Edital supracitado,

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRODIN DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS - DRH

PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRODIN DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS - DRH - PRODIN DIVISÃO DE RECURSOS HUMANOS - DRH PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AUXILIAR II / AUXILIAR DE TRANSPORTE II/ MOTOBOY EDITAL DRH Nº 17/2014 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS divulga e estabelece

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC O DayHORC, através de sua Comissão do Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia (CPTMO/DayHORC), no uso de suas atribuições,

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS - UNITINS CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 EDITAL Nº 012/2014 PROVA PRÁTICA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS - UNITINS CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 EDITAL Nº 012/2014 PROVA PRÁTICA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS - UNITINS CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 EDITAL Nº 012/2014 PROVA PRÁTICA A Fundação Universidade do Tocantins (UNITINS), por meio de sua Comissão de Concursos e Seleções

Leia mais

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012 HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2012 A Comissão de Residência Médica do

Leia mais

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC A Prefeitura Municipal de Caruaru/PE divulga a realização do CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS para o provimento dos cargos de Professor

Leia mais

1.4 DA TAXA DE INSCRIÇÃO:

1.4 DA TAXA DE INSCRIÇÃO: UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE) PROGRAMA DE AVALIAÇÃO SERIADA (PAS) SUBPROGRAMA 2010 (TRIÊNIO 2010/2012) EDITAL Nº 8 PAS/UnB Subprograma 2010, DE 15 DE

Leia mais

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS

SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS SELEÇÃO PARA ESTAGIÁRIOS NÍVEL SUPERIOR REALIZAÇÃO: Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas U F S C a r EDITAL Nº 011/2012 O Pró-Reitor de Gestão de Pessoas da Universidade

Leia mais

ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE JACAREACANGA PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2012

ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE JACAREACANGA PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2012 ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE JACAREACANGA PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREACANGA CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2012 O Prefeito Municipal de Jacareacanga, no uso de suas atribuições, torna pública a realização

Leia mais

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO

REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO REGULAMENTO PARA REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA ESTRANGEIRO DE BACHAREL EM NUTRIÇÃO A Comissão de Graduação em Nutrição (COMGRAD-NUT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, no uso

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE 2016 A Profa. Ms. Lizika Goldchleger, Gerente Executiva da Faculdade Cultura Inglesa, no uso de suas atribuições legais, FAZ SABER que o Processo Seletivo para o

Leia mais

1 DA RETIFICAÇÃO DO SUBITEM 3.6 DO EDITAL Nº 1 2º VESTIBULAR 2013, DE 3 DE ABRIL DE 2013

1 DA RETIFICAÇÃO DO SUBITEM 3.6 DO EDITAL Nº 1 2º VESTIBULAR 2013, DE 3 DE ABRIL DE 2013 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE) 2º VESTIBULAR DE 2013 EDITAL Nº 2 2º VESTIBULAR 2013, DE 25 DE ABRIL DE 2013 A Universidade de Brasília torna públicas

Leia mais

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional. Edital nº 001 /2009

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional. Edital nº 001 /2009 Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional Edital nº 001 /2009 Processo Seletivo para Ingresso nos Cursos Técnico de Nível Médio em Agronegócios

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR COMPLETO EDITAL Nº 02/2011 A Fundação de Educação Tecnológica e Cultural da Paraíba FUNETEC/PB, pessoa jurídica

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO. Concurso Público n.º 01/2015. Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ

MANUAL DO CANDIDATO. Concurso Público n.º 01/2015. Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ MANUAL DO CANDIDATO Concurso Público n.º 01/2015 Estado de Santa Catarina MUNICÍPIO DE IOMERÊ Orientações e Instruções para a Realização das Provas 1. Do horário de comparecimento para a realização das

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013

Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013 1 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Edital de Processo Seletivo Simplificado nº. 002/2013 José Carlos A. Amaral, Prefeito de Três Passos em exercício, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO/2016 MEDICINA De ordem do Magnífico Reitor do Centro Universitário Lusíada - UNILUS, Dr. Nelson Teixeira, torno público que as provas do Processo Seletivo Classificatório

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPEVE) FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO (FUNAI)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPEVE) FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO (FUNAI) UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG) COMISSÃO PERMANENTE DO VESTIBULAR (COPEVE) FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO (FUNAI) EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2010 UFMG/FUNAI A Universidade Federal de Minas Gerais

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SANTO ANDRÉ SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO EDITAL Nº 02/2014 CONVOCAÇÃO PARA REALIZAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA. edital n 294, 09 de setembro de 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA. edital n 294, 09 de setembro de 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE INSTITUTO DE ESTUDOS EM SAÚDE COLETIVA edital n 294, 09 de setembro de 2015 seleção para o curso de residência multiprofissional em saúde

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA Página - 1 - de 7 CENTRO DE ESTUDOS DR.CERVANTES CAPOROSSI COREME DO HOSPITAL SANTA ROSA

Leia mais

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA (PJT IC) ORIENTAÇÕES GERAIS

PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA (PJT IC) ORIENTAÇÕES GERAIS PROGRAMA JOVENS TALENTOS PARA A CIÊNCIA (PJT IC) ORIENTAÇÕES GERAIS 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1 O Programa Bolsa Jovens Talentos para a Ciência (PJT- IC) tem como objetivo proporcionar a formação

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PARA VAGAS DO PROJETO JOVEM APRENDIZ ORIENTADOR EDITAL Nº 01/2014

SELEÇÃO PÚBLICA PARA VAGAS DO PROJETO JOVEM APRENDIZ ORIENTADOR EDITAL Nº 01/2014 SELEÇÃO PÚBLICA PARA VAGAS DO PROJETO JOVEM APRENDIZ ORIENTADOR EDITAL Nº 01/2014 O PREFEITO MUNICIPAL DE SANTA ROSA, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna pública a realização

Leia mais

FABEL- FACULDADE DE BELÉM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2010.1

FABEL- FACULDADE DE BELÉM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2010.1 FABEL- FACULDADE DE BELÉM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2010.1 O Diretor da FABEL FACULDADE DE BELÉM, Instituição autorizada a funcionar pela Portaria Ministerial nº. 675 de 17 de março de 2004,

Leia mais

Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL

Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL Faculdade Ibmec-MG Processo Seletivo 2012-2 / 2013-1 EDITAL I - DO PROCESSO SELETIVO De ordem do Senhor Diretor e para conhecimento de todos os interessados, torno público que, no período indicado neste

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES EDITAL Nº 001/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES - RS, torna pública a abertura

Leia mais

PROVIMENTO Nº 031/2015 GR

PROVIMENTO Nº 031/2015 GR PROVIMENTO Nº 031/2015 GR O REITOR EM EXERCÍCIO DA UNIVERSIDADE REGIONAL DO CARIRI URCA, no uso das atribuições que lhe confere o Art. 15, inciso XIII do Estatuto desta Universidade, aprovado pelo Decreto

Leia mais

Processo Seletivo de Alunos 2º Semestre de 2015 Edital n 1 Abertura de 17 de junho de 2015

Processo Seletivo de Alunos 2º Semestre de 2015 Edital n 1 Abertura de 17 de junho de 2015 Processo Seletivo de Alunos 2º Semestre de 2015 Edital n 1 Abertura de 17 de junho de 2015 A Diretoria de Ensino (DE) do Vestibular Cidadão (VC), no uso de suas atribuições, em acordo com o Estatuto do

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANANINDEUA CONCURSO PÚBLICO N.º CAP.2012.001.PMA EDITAL N.º CAP.2012.001.PMA, DE 30 DE JANEIRO DE 2012.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANANINDEUA CONCURSO PÚBLICO N.º CAP.2012.001.PMA EDITAL N.º CAP.2012.001.PMA, DE 30 DE JANEIRO DE 2012. DA 1 / 15 PREFEITURA MUNICIPAL DE ANANINDEUA EDITAL N.º CAP.2012.001.PMA, DE 30 DE JANEIRO DE 2012. PARA PROVIMENTO E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA NOS CARGOS PÚBLICOS DE NÍVEL SUPERIOR DE MÉDICO, ODONTÓLOGO,

Leia mais

Fundação Leiria de Andrade

Fundação Leiria de Andrade Fundação Leiria de Andrade Seleção para o Curso de Especialização em Oftalmologia E d i t a l Nº 001/2011 A Fundação Leiria de Andrade, registrada no Conselho Nacional de Serviço Social sob o nº: 260.621

Leia mais

Dúvidas mais frequentes. Concurso Público para de servidores Técnicos Administrativos em Educação IMPORTANTE

Dúvidas mais frequentes. Concurso Público para de servidores Técnicos Administrativos em Educação IMPORTANTE Dúvidas mais frequentes Concurso Público para de servidores Técnicos Administrativos em Educação IMPORTANTE O Edital 30/2015 do concurso e seus anexos, todos disponíveis no sitio eletrônico do INSTITUTO

Leia mais

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO

MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS PODER EXECUTIVO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº 029/2015 José Carlos Anziliero Amaral, Prefeito Municipal de Três Passos, Estado do Rio Grande do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna público a abertura

Leia mais

EDITAL Nº 12, de 05 de maio de 2009 CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO ADMINISTRATIVO

EDITAL Nº 12, de 05 de maio de 2009 CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO ADMINISTRATIVO EDITAL Nº 12, de 05 de maio de 2009 CONCURSO PÚBLICO PARA TÉCNICO ADMINISTRATIVO A Comissão Permanente de Concurso Público do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará torna pública a

Leia mais

Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014

Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR VERÃO 2015 1 Edital - Processo Seletivo 2015 Verão FACULDADE DE ENGENHARIA E INOVAÇÃO TÉCNICO PROFISSIONAL EDITAL Nº 007 DE 10 DE SETEMBRO DE 2014 PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A PROVA ESCRITA

ORIENTAÇÕES PARA A PROVA ESCRITA ORIENTAÇÕES PARA A PROVA ESCRITA 1.0 A Prova Escrita será realizada somente na cidade de Cuiabá, no dia 18 de setembro de 2011 (domingo), das 08h00min as 13h00min (Horário de Cuiabá/MT). Local: Universidade

Leia mais

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2

EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 EDITAL Nº 04/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2014/2 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

IMP CONCURSOS. Edital do Concurso Bolsas IMP / TURMA PLATINUM 1 /2015 - Brasília, 03 de novembro de 2015.

IMP CONCURSOS. Edital do Concurso Bolsas IMP / TURMA PLATINUM 1 /2015 - Brasília, 03 de novembro de 2015. IMP CONCURSOS Edital do Concurso Bolsas IMP / TURMA PLATINUM 1 /2015 - Brasília, 03 de novembro de 2015. O IMP Concursos e a Turma Platinum resolvem divulgar e estabelecer normas para a realização do 1

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN EDITAL DE SELEÇÃO 2016 PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31053 de 23/11/2007 SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL N.º 01/2007 SEAD/SEJUDH, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007

DIÁRIO OFICIAL Nº. 31053 de 23/11/2007 SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL N.º 01/2007 SEAD/SEJUDH, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 DIÁRIO OFICIAL Nº. 31053 de 23/11/2007 SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO EDITAL N.º 01/2007 SEAD/SEJUDH, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2007 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO -

Leia mais

EDITAL Nº 06/2014, de 14 de fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23222.

EDITAL Nº 06/2014, de 14 de fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23222. EDITAL Nº 06/2014, de 14 de fevereiro de 2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA TUTORES A DISTÂNCIA PROCESSO Nº 23222.000079/2014-73 O Diretor Geral do campus Rio Pomba do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos pelo SESC para este processo seletivo.

O presente documento é uma divulgação oficial de todos os critérios e procedimentos estabelecidos pelo SESC para este processo seletivo. DESCRITIVO DO PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O CARGO AUXILIAR ADMINISTRATIVO FUNÇÃO DESIGNER GRÁFICO (Grande São Paulo, Presidente Prudente e S.José do Rio Preto) O presente documento é uma divulgação oficial

Leia mais

CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE ESPECIALIZAÇÃO COESP EDITAL Nº. 03/2015 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO 2015

CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE ESPECIALIZAÇÃO COESP EDITAL Nº. 03/2015 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO 2015 CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE ESPECIALIZAÇÃO COESP EDITAL Nº. 03/2015 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO 2015 A Comissão de Especialização do Hospital da Cruz Vermelha

Leia mais

Edital. Processo Seletivo 2016

Edital. Processo Seletivo 2016 Edital Processo Seletivo 2016 O Diretor Executivo da Fundação Educacional Nordeste Mineiro FENORD, no uso de suas atribuições, faz saber aos interessados que, no período indicado neste Edital, estarão

Leia mais

PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AGENTE II EDITAL DRH Nº 28/2013

PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AGENTE II EDITAL DRH Nº 28/2013 - Prodin DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS - DRH PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA AGENTE II EDITAL DRH Nº 28/2013 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS divulga e estabelece normas específicas para a

Leia mais

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUNDO SÁ IESRSA PROCESSO SELETIVO 2014.2 - IESRSA

INSTITUTO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUNDO SÁ IESRSA PROCESSO SELETIVO 2014.2 - IESRSA ISTITUTO E EUCAÇÃO SUPERIOR RAIMUO SÁ IESRSA PROCESSO SELETIVO 2014.2 - IESRSA EITAL º 05/ 2014 - IESRSA O iretor Geral da Faculdade R. Sá, situada na BR 316, km 302,5, Bairro Altamira, CEP.: 64600-000,

Leia mais

2. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2.1 O processo de concessão de vagas do PSG dos cursos ofertados (Anexo I) é regido por este Edital.

2. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 2.1 O processo de concessão de vagas do PSG dos cursos ofertados (Anexo I) é regido por este Edital. EDITAL 020/2014 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO DE ALUNOS NOS CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO HABILITAÇÃO - PARA O ANO LETIVO DE 2014 PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG O SERVIÇO

Leia mais

Edital n.º 04/2008. Seleção para Ingresso ao Curso Técnico em Gestão Hoteleira Município de Rio Quente

Edital n.º 04/2008. Seleção para Ingresso ao Curso Técnico em Gestão Hoteleira Município de Rio Quente Edital n.º 04/2008 Seleção para Ingresso ao Curso Técnico em Gestão Hoteleira Município de Rio Quente A Secretaria de Estado da Educação SEE, por meio do Centro de Educação Profissional Sebastião de Siqueira

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO Coordenação de Concursos e Exames Vestibulares PROCESSO SELETIVO DA UFMT DE 2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO Coordenação de Concursos e Exames Vestibulares PROCESSO SELETIVO DA UFMT DE 2011 PROCESSO SELETIVO DA UFMT DE 2011 CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADES ESPECÍFICAS PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM MÚSICA EDITAL N.º 007/2010 CEV/UFMT EDITAL COMPLEMENTAR AO EDITAL N.º 005/2010 CEV/UFMT, DE 24

Leia mais

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA.

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Unoeste, faz saber que

Leia mais

Especialidade Nº de vagas Pré-requisito Duração do Estágio. * Programa de estágio reconhecido pela AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira.

Especialidade Nº de vagas Pré-requisito Duração do Estágio. * Programa de estágio reconhecido pela AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira. A Divisão de Ensino do Hospital Ana Costa S. A. realizará Processo Público de Seleção de candidatos para Estágio Médico, para o ano de 2013, nas seguintes áreas: Especialidade Nº de vagas Pré-requisito

Leia mais

Edital Nº 18/2015 Processo Seletivo Interno para Remoção de Servidores Técnicos Administrativos

Edital Nº 18/2015 Processo Seletivo Interno para Remoção de Servidores Técnicos Administrativos O Reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, nomeado pelo Decreto de 06 de maio de 2014, publicado no Diário Oficial da União em 07 de maio de 2014, visando atender

Leia mais

EDITAL PARA INGRESSO E BOLSAS INTEGRAIS E PARCIAIS DE ESTUDO PARA O ENSINO MÉDIO DO ANO LETIVO DE 2015.

EDITAL PARA INGRESSO E BOLSAS INTEGRAIS E PARCIAIS DE ESTUDO PARA O ENSINO MÉDIO DO ANO LETIVO DE 2015. EDITAL PARA INGRESSO E BOLSAS INTEGRAIS E PARCIAIS DE ESTUDO PARA O ENSINO MÉDIO DO ANO LETIVO DE 2015. A Direção do COLÉGIO SOPHOS torna público o presente Edital, através de seu site oficial e em mural

Leia mais

EDITAL Nº 1/2012 SEDUC/AM

EDITAL Nº 1/2012 SEDUC/AM GOVERNO DO ESTADO DO AMAZOANS SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO (SEDUC) AVALIAÇÃO PARA PROGRESSÃO HORIZONTAL DOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DO AMAZONAS EDITAL Nº 1/2012 SEDUC/AM A SECRETARIA

Leia mais

1º PROCESSO SELETIVO ESPECIAL DE 2014 PSE 2014-1 EDITAL N.º 01/2014 COPERPS, DE 20 DE JANEIRO DE 2014

1º PROCESSO SELETIVO ESPECIAL DE 2014 PSE 2014-1 EDITAL N.º 01/2014 COPERPS, DE 20 DE JANEIRO DE 2014 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE PROCESSOS SELETIVOS 1º PROCESSO SELETIVO ESPECIAL DE 2014 PSE 2014-1 EDITAL N.º 01/2014 COPERPS,

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO CLASSIFICATÓRIO 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA - UNILUS De ordem do Senhor Reitor do Centro Universitário Lusíada - UNILUS, Dr. Nelson Teixeira, torno público que estarão abertas as inscrições para

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. PREFEITURA MUNICIPAL DE TURVO/SC SECRETARIA MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA AS SECRETARIAS MUNICIPAL DE OBRAS E AGRICULTURA.

Leia mais

Edital Nº 003/ 2015 I - DO PROCESSO SELETIVO E DO CURSO

Edital Nº 003/ 2015 I - DO PROCESSO SELETIVO E DO CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE ESCOLA DE ENFERMAGEM DE NATAL DA UFRN PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO TÉCNICO EM PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM SAÚDE Edital Nº 003/ 2015 A Escola

Leia mais

Edital Processo Seletivo 2015/2

Edital Processo Seletivo 2015/2 Edital Processo Seletivo 2015/2 O Diretor Acadêmico da Faculdade de Direito de Contagem - FDCON, Prof. Dr. Luiz Moreira Gomes Júnior, faz saber aos interessados que, de acordo com o artigo 44, inciso II,

Leia mais

INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO

INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO INSTITUTO ELO CONVOCAÇÃO 73/2010 SELEÇÃO DE ASSISTENTE DE COMPRAS PARA ATUAR NA SEDE DO INSTITUTO ELO OBJETO O Instituto Elo, associação privada sem fins lucrativos qualificada como Organização da Sociedade

Leia mais

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional

Estado de Goiás Secretaria de Ciência e Tecnologia Superintendência de Educação Superior e Profissional Processo Seletivo para Ingresso nos Cursos Técnico de Nível Médio em Enfermagem, Técnico de Nível Médio em Informática e Técnico de Nível Médio em Comércio Edital nº 001/2010 A Secretaria de Estado de

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DAS EMPRESAS ELETROBRÁS ELETRONORTE E ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO ACRE. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DAS EMPRESAS ELETROBRÁS ELETRONORTE E ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO ACRE. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PROGRAMA JOVEM APRENDIZ DAS EMPRESAS ELETROBRÁS ELETRONORTE E ELETROBRÁS DISTRIBUIÇÃO ACRE. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO O SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, com base na Lei nº 10.097/2000,

Leia mais

CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR

CURSOS DE NÍVEL SUPERIOR EDITAL PARA ABERTURA DE INSCRIÇÕES E REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO DE ESTUDANTES, PELO CENTRO DE INTEGRAÇÃO EMPRESA ESCOLA CIEE, PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE ESTÁGIO DA COMPANHIA DE ÁGUA E ESGOTOS DA

Leia mais

Art. 6º Não serão aceitas inscrições por e-mail, via postal, telefone, FAX ou por qualquer outro meio não especificado neste Edital.

Art. 6º Não serão aceitas inscrições por e-mail, via postal, telefone, FAX ou por qualquer outro meio não especificado neste Edital. FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI Edital Nº 01/ 2015 Processo Seletivo 2016 Ingressantes para o Curso Superior de Redes de Computadores. A Superintendência da FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 285 de 29 de agosto de 2013 Teste de Verificação de Habilidade Específica THE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 285 de 29 de agosto de 2013 Teste de Verificação de Habilidade Específica THE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 285 de 29 de agosto de 2013 Teste de Verificação de Habilidade Específica THE O Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no uso de suas

Leia mais

Dúvidas mais frequentes Fase de inscrição no concurso

Dúvidas mais frequentes Fase de inscrição no concurso Dúvidas mais frequentes Fase de inscrição no concurso IMPORTANTE O edital regulador do concurso e seus anexos, todos disponíveis no sitio eletrônico do concurso, concentram todas as informações relacionadas

Leia mais

EDITAL N 01/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE HERRERO INGRESSO 2016

EDITAL N 01/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE HERRERO INGRESSO 2016 EDITAL N 01/2015 NORMAS PARA O PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE HERRERO INGRESSO 2016 Fica aberto o processo seletivo da Faculdade Herrero, para: Tecnologia em Segurança no Trabalho

Leia mais

ALTERAÇÃO 01. PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS CNPQ E SEBRAE nº 06/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO

ALTERAÇÃO 01. PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS CNPQ E SEBRAE nº 06/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO ALTERAÇÃO 01 PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS CNPQ E SEBRAE nº 06/2015 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMA AGENTES LOCAIS DE INOVAÇÃO SERVIÇO DE APOIO AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Leia mais

1.4. Cada candidato poderá concorrer a apenas uma das vagas ofertadas neste Edital e deverá usar o próprio CPF para inscrição.

1.4. Cada candidato poderá concorrer a apenas uma das vagas ofertadas neste Edital e deverá usar o próprio CPF para inscrição. UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV Edital Nº 03/2014/CCV Regulamenta o Teste de Nível das Casas de Cultura Estrangeira, para o período 2014.2. A Presidente da Coordenadoria de

Leia mais

EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015

EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015 EDITAL Nº 35/2014 EDITAL DE ABERTURA DO VESTIBULAR 2015 A Comissão Coordenadora do Processo Seletivo das Faculdades Integradas de Vitória FDV, para conhecimento de todos os interessados, torna público

Leia mais

1.3. O resultado do Processo de Seleção ao ano letivo de 2016 é intransferível para a outra unidade do Sistema de Ensino Equipe.

1.3. O resultado do Processo de Seleção ao ano letivo de 2016 é intransferível para a outra unidade do Sistema de Ensino Equipe. EDITAL Nº 10/2015 Regulamento do Processo de Seleção de alunos para o Ano Letivo de 2016 Colégio Equipe, localizado na Av. Gentil Bittencourt, nº 706 O Sistema de Ensino Equipe torna públicas as normas

Leia mais

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015 HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 A Comissão de Residência Médica do Hospital

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA SERVIÇO DE BEM-ESTAR À COMUNIDADE COORDENADORIA DE PROCESSOS SELETIVOS PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS INSTRUÇÃO DE SERVIÇO CONJUNTA SEBEC/COPS/PROAF Nº 001/2015 ISENÇÃO OU DESCONTO NO PAGAMENTO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO XIX CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR DO ESTADO DO PARÁ

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO XIX CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR DO ESTADO DO PARÁ GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO XIX CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PROCURADOR DO ESTADO DO PARÁ EDITAL Nº 01/2012 PGE A PRESIDENTE DA COMISSÃO EXAMINADORA DO XIX CONCURSO

Leia mais

ANO 2014 2º SEMESTRE

ANO 2014 2º SEMESTRE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 095/2014, de 25/04/2014 PROCESSO SELETIVO E MATRÍCULA DOS CANDIDATOS APROVADOS NO PROGRAMA

Leia mais

EDITAL UESC Nº 115 ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - 2014

EDITAL UESC Nº 115 ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - 2014 EDITAL UESC Nº 115 ABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO VESTIBULAR PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO NA MODALIDADE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - 2014 O Reitor em exercício da Universidade Estadual de Santa Cruz UESC, no

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA AUXILIAR DE LIMPEZA ESF - SORRI BAURU MARÇO 2015 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva, convoca os interessados a participar do processo seletivo para a contratação

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014.

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO nº. 003 de 20/08/2014. A Fundação Sousândrade de Apoio ao Desenvolvimento da UFMA FSADU, por meio da Gerência de Técnica de Concursos GTEC/CONC/FSADU, em parceria com o Instituto Universitário Atlântico e com o Instituto Politécnico

Leia mais

EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015

EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015 EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015 A Escola Técnica Estadual PARQUE DA JUVENTUDE, município de São Paulo, atendendo o disposto no 3º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas Estaduais

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB CENTRO UNIVERSITÁRIO UNISEB Dispõe sobre as normas referentes ao Processo Seletivo 2015, para o preenchimento de vagas para os cursos de graduação, na modalidade de Ensino Educação a Distância, do CENTRO

Leia mais

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014

EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Governo do Estado do Ceará Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior Universidade Estadual do Ceará REITORIA EDITAL N o 06/2014-REITORIA, DE 05 DE MARÇO DE 2014 Estabelece as normas e fixa

Leia mais

FAMERV. Faculdade de Medicina de Rio Verde

FAMERV. Faculdade de Medicina de Rio Verde EDITAL 001/2015 MONITORIA O Laboratório de Anatomia Humana da UniRV, no uso de suas atribuições, torna público as inscrições para o processo seletivo para Monitoria do Laboratório Morfofuncional, destinado

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP.

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP. EDITAL RM. Nº 01/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DE ACESSO DIRETO NAS ÁREAS DE PEDIATRIA, OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA E INFECTOLOGIA DA ASSOCIAÇÃO LAR SÃO FRANCISCO DE ASSIS NA

Leia mais

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE)

Treinamento em Cardiologia 2014. do Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia e Outras Especialidades (IBEPEGE) Treinamento em Cardiologia 2014 do Pesquisas de Gastroenterologia (IBEPEGE) Edital de Abertura de Inscrições O IBEPEGE Instituto Brasileiro de Estudo e Pesquisa em Gastroenterologia e outras Especialidades

Leia mais

Vale ressaltar ainda que os cursos do PEP são gratuitos, o que facilita e amplia o acesso dos candidatos selecionados.

Vale ressaltar ainda que os cursos do PEP são gratuitos, o que facilita e amplia o acesso dos candidatos selecionados. APRESENTAÇÃO O Programa de Educação Profissional de Minas Gerais (PEP) é a ousada resposta do Governo Mineiro ao desafio de atender à crescente demanda dos nossos jovens por mais e melhores oportunidades

Leia mais

EDITAL 002/2015 ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO DESTINADO AO DESENVOLVIMENTO DE ESTÁGIOS JUNTO AO MUNICÍPIO DE PALMAS ESTADO DO PARANÁ

EDITAL 002/2015 ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO DESTINADO AO DESENVOLVIMENTO DE ESTÁGIOS JUNTO AO MUNICÍPIO DE PALMAS ESTADO DO PARANÁ EDITAL 002/2015 ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO DESTINADO AO DESENVOLVIMENTO DE ESTÁGIOS JUNTO AO MUNICÍPIO DE PALMAS ESTADO DO PARANÁ O CENTRO DE INTEGRAÇÃO NACIONAL DE ESTÁGIOS PARA ESTUDANTES CEINEE torna

Leia mais

1.1 A presente seleção tem por objetivo o provimento de bolsas de estudo para 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio, no ano de 2016.

1.1 A presente seleção tem por objetivo o provimento de bolsas de estudo para 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio, no ano de 2016. EDITAL Nº 01 Instituto LACOAN - 2015 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSISTAS A Senhora Ângela Cristina de Carvalho Viana, Diretora do Instituto LACOAN, no uso das suas atribuições legais torna público o processo

Leia mais

EDITAL 10/2013 PROCESSO SELETIVO DE ABERTURA DE VAGAS

EDITAL 10/2013 PROCESSO SELETIVO DE ABERTURA DE VAGAS EDITAL 10/2013 PROCESSO SELETIVO DE ABERTURA DE VAGAS O (IFRS) -, em cumprimento às determinações da Lei nº 9.394/96 e legislação regulamentadora, comunica a abertura de Processo Seletivo 2013/2 aos Cursos

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA ESCOLA PALOMAR DE LAGOA SANTA PARA O ANO LETIVO DE 2016

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA ESCOLA PALOMAR DE LAGOA SANTA PARA O ANO LETIVO DE 2016 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDOS DA ESCOLA PALOMAR DE LAGOA SANTA PARA O ANO LETIVO DE 2016 1. APRESENTAÇÃO O Diretor da ESCOLA PALOMAR DE LAGOA SANTA, Sr. Walério Ferraz

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA SECRETARIA DE SEGURANÇA CIDADÃ - SESEC SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO - SEPOG

PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA SECRETARIA DE SEGURANÇA CIDADÃ - SESEC SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO - SEPOG PREFEITURA MUNICIPAL DE FORTALEZA SECRETARIA DE SEGURANÇA CIDADÃ - SESEC SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO - SEPOG CONCURSO PÚBLICO PARA OS CARGOS DE GUARDA MUNICIPAL, AGENTE DE DEFESA CIVIL

Leia mais

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015

EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 EDITAL DO1º PROCESSO SELETIVO DOS CURSOS SUPERIORES NA MODALIDADE PRESENCIAL - VESTIBULAR 1º SEMESTRE - 2015 A Faculdade FAPAN Instituição de Ensino Superior comprometida a observar o padrão de qualidade

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2015 EDITAL N.º 01/2015, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015

CONCURSO PÚBLICO N.º 01/2015 EDITAL N.º 01/2015, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015 DA 1 / 18 EDITAL N.º 01/2015, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2015 A Prefeitura Municipal de São João de Pirabas, no uso de suas atribuições legais e em consonância com as legislações Federal, Estadual e Municipal,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE 2014.

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE 2014. 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AOS CURSOS SUPERIORES, MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD, DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO, TURMAS DE 2014. A Magnífica Reitora da Universidade de Santo Amaro

Leia mais

EDITAL N.º 102/2009 (*) retificado

EDITAL N.º 102/2009 (*) retificado Ministério da Educação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ UNIFEI Reitoria EDITAL N.º 102/2009 (*) retificado O Reitor da Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI, no uso de suas atribuições e nos termos da

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EXTERNO PARA TÉCNICO I / TÉCNICO INSTRUTOR I / TÉCNICO DE LABORATÓRIO DE VOO EDITAL DRH Nº 53/2013

PROCESSO SELETIVO EXTERNO PARA TÉCNICO I / TÉCNICO INSTRUTOR I / TÉCNICO DE LABORATÓRIO DE VOO EDITAL DRH Nº 53/2013 PRODIN DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS - DRH PROCESSO SELETIVO EXTERNO PARA TÉCNICO I / TÉCNICO INSTRUTOR I / TÉCNICO DE LABORATÓRIO DE VOO EDITAL DRH Nº 53/2013 A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE

Leia mais

1.2 O CONCURSO PÚBLICO destina se ao provimento de vagas e à formação de cadastro de reserva, de acordo com a tabela do item 2 e, ainda,

1.2 O CONCURSO PÚBLICO destina se ao provimento de vagas e à formação de cadastro de reserva, de acordo com a tabela do item 2 e, ainda, CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO AMAPÁ CONCURSO PÚBLICO Nº 01/2013 PARA CARGOS DE NÍVEL FUNDAMENTAL E NÍVEL MÉDIO EDITAL NORMATIVO Nº 01/2013 CRF AP, DE 31 DE MAIO DE 2013 O Presidente do CONSELHO REGIONAL

Leia mais