INVERSOR DE FREQUÊNCIA CDF-1CV. Guia simplificado

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INVERSOR DE FREQUÊNCIA CDF-1CV. Guia simplificado"

Transcrição

1 Guia simplificado Inversor de Freqüência CDF-1CV DESCRIÇÃO: O Inversor CDF-1CV foi projetado para o controle de motores de indução trifásicos. Os comandos de controle são compatíveis com diferentes formas de sinais. É um dispositivo de alta performance e custo acessível para o controle de motores. O CDF utiliza tecnologia de processamento digital de sinais e oferece um controle rápido e preciso na velocidade e torque do motor.

2 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA 1CV Entrada Tensão de entrada 110V ou 220V selecionável Freqüência de entrada 50Hz/60Hz (+-2Hz) Saída Tensão de saída 0Vrms 200Vrms Freqüência de saída 10Hz 300Hz Potência de saída Nominal 1cv-745W Corrente nominal 4A Proteção curto circuito 12A Proteção sobre carga Conforme curva I2T (5,5A-10s) Frequência de chaveamento 10KHz Controle Eletrônico DSP Modulação PWM Vetorial (Space Vector) Controle Escalar do tipo V/F (conforme figura1) Tensão 200Vca 200Hz Freqüência ( Figura 01) Configurações: os seguintes parâmetros podem ser configurados conforme a necessidade do usuário, estes são gravados durante o processo de fabricação(solicitado durante o pedido): Rampa de subida Rampa de descida Frequência mínima Frequência máxima

3 MODOS DE OPERAÇÃO Operação: Modo Potenciômetro Neste modo o controle da velocidade do motor é feito através do potenciômetro, sempre que a tecla do conector CN1:1 estiver habilitado. Tecla Habilita (conector CN1:1) : TECLA ABERTO FECHADO Lig/Des Desliga Habilitado para funcionar Diagrama Conexão (Modo Potenciômetro): Diagrama Conexão (Modo Teclado e Modo Freqüência): Para teclado segue o acionamento abaixo. TECLA ABERTO FECHADO HABILITA Desliga as saídas Habilitado para funcionar DIMINUI Inoperante Diminui velocidade PARAR Inoperante Para o motor através da rampa AUMENTA Inoperante Aumenta velocidade Para modo Freqüência obedece a regra de: Freqüência motor = Freqüência entrada / 2. A freqüência de entrada vai de 20 a 200Hz.

4 ATENÇÃO: Caso o painel que comandar o inversor estiver sendo alimentado por uma fonte isolada, o pino do CN2:1 (3.3V) não pode ser utilizado. Nesta situação também o GND da fonte não pode ser ligada ao terra.

5 Sinalização do Inversor A sinalização de alarme é apresentada na forma de trens de pulsos luminosos no LED1. A duração do intervalo entre as piscadas depende da ocorrência da falha. As diferentes fontes de falha estão relacionadas na Tabela 1. Tabela 1 Codificação da sinalização de alarme FONTE CÓDIGO REPRESENTAÇÃO Sub Tensão Sobre Corrente 1 piscada 2 piscadas Curto Circuito 3 piscadas Sobre Tensão 4 piscadas Após ocorrer alguma das proteções citadas o Inversor ficara por 8segundos em estado de espera até novamente reiniciar as operações. Dimensões mecânicas:

6 Termo de Garantia: A SOLUTRON Eletro Eletrônica Ltda., garante seus inversores contra qualquer defeito de material ou processo de fabricação pelo prazo de 12 meses a partir da emissão da Nota Fiscal de Venda deste produto. Cada inversor possui etiqueta identificando o lote de produção. A garantia perde sua validade automaticamente se: - O inversor for utilizado em aplicações diferentes de seu propósito, ou se for utilizado fora de suas especificações, descrito no manual do produto. - O inversor sofrer quaisquer danos por instalação inadequada, acidentes (quedas, choques mecânicos, transporte inadequado) ou por agentes naturais (raios, inundações, fogo). - Se o inversor sofrer qualquer tipo de violação em seus componentes. - Se o registro da data for rasurado. ATENÇÃO: A Garantia não cobre despesas de frete e seguro. Tais despesas serão por conta e risco do cliente. Para maiores detalhes consulte o fabricante.

Inversor Trifásico 1CV e 2CV

Inversor Trifásico 1CV e 2CV Inversor Trifásico 1CV e 2CV Página 1 de 10 Esta linha de inversores de frequência da Neotec tende a unir a versatilidade do seu firmware com o desempenho a um baixo custo. Com isso pode ser inserido em

Leia mais

Inversor de Freqüência

Inversor de Freqüência Descrição do Produto A linha de Inversores de Freqüência NXP da Altus atende a grandes aplicações, que necessitam de robustez, desempenho dinâmico, precisão estática e potência. Possui uma vasta gama de

Leia mais

BORNE RELÉ RR-100. Manual do usuário Borne Relé MAN-PT-DE- RR-100 Rev.:

BORNE RELÉ RR-100. Manual do usuário Borne Relé MAN-PT-DE- RR-100 Rev.: RR-100 Manual do usuário Borne Relé MAN-PT-DE- RR-100 Rev.: 1.00-11 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso RR-100. Para garantir o uso correto e eficiente do RR-100, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

CONVERSORES DE FREQUÊNCIA

CONVERSORES DE FREQUÊNCIA CONVERSORES DE FREQUÊNCIA Introdução a inversores Convertem tensão c.c. para c.a. simétrica de amplitude e frequência desejadas A forma de onda dos inversores não é senoidal 1 Algumas aplicações dos inversores

Leia mais

Descrição Geral: Conexões disponíveis:

Descrição Geral: Conexões disponíveis: Descrição Geral: Conexões disponíveis: - 3 - Instalação em banheiras de hidromassagem: Erros comuns de instalação: - 4 - Instalação elétrica: A montagem e instalação elétrica para a motobomba devem ser

Leia mais

Relé Bloqueio RB-86 ANSI ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé Bloqueio RB-86 ANSI ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Bloqueio pode ser utilizado nos mais diversos circuitos de CA ou CC que tenham por finalidade bloquear o funcionamento de um equipamento

Leia mais

Proteção de sistema contra falha de isolamento Três níveis de sensibilidade: 100/300/500mA Conformidade IEC , EN , IEC

Proteção de sistema contra falha de isolamento Três níveis de sensibilidade: 100/300/500mA Conformidade IEC , EN , IEC Proteção de sistema contra falha de isolamento Três níveis de sensibilidade: 100/300/500mA Conformidade IEC 60947-2, EN60947-2, IEC 61009-1 ELCB - Disjuntor Diferencial Residual Os disjuntores Diferencial

Leia mais

Indicador Digital TM-2000/AN. Manual de usuário Série: E Indicador Digital MAN-DE-TM2000AN Rev.: 02.00/08

Indicador Digital TM-2000/AN. Manual de usuário Série: E Indicador Digital MAN-DE-TM2000AN Rev.: 02.00/08 Indicador Digital TM-2000/AN Manual de usuário Série: E Indicador Digital MAN-DE-TM2000AN Rev.: 02.00/08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Indicador Digital TM200/ANX. Para garantir o uso correto

Leia mais

SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP

SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP Manual de usuário SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP MAN-DE-PICKUP Rev.: 01.00-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso SENSOR MAGNÉTICO TIPO PICK-UP. Para garantir o uso

Leia mais

CARBAT Carregador de Bateria CARBAT Safesoft Ltda. Ver Safesoft Ind. E Com. De Equip. Eletrônicos

CARBAT Carregador de Bateria CARBAT Safesoft Ltda. Ver Safesoft Ind. E Com. De Equip. Eletrônicos .. CARBAT- 0661 Carregador de Bateria CARBAT-0661 Safesoft Ind. E Com. De Equip. Eletrônicos Avenida dos Pinheirais, 999 Araucária - PR CEP: 83705-570 Tel: (41) 3031-8800 / 3031-8801 / 3031-8813 Cel: (41)

Leia mais

SRX602. Receptora 6 relés pulso ou retenção. Manual de Instruções

SRX602. Receptora 6 relés pulso ou retenção. Manual de Instruções SRX602 Receptora 6 relés pulso ou retenção Manual de Instruções 3 Sumário Introdução 04 Características Gerais 06 Características Técnicas 07 Funcionamento 07 Entrada e Saída do Modo de Programação 08

Leia mais

Manual do Usuário Aplicações: Uso geral Industrial e Comercial.

Manual do Usuário Aplicações: Uso geral Industrial e Comercial. Manual do Usuário Rua Colibri - Lote 10 - CEP: 89032-235 - Blumenau - SC Fone: (47) 3330-3010 - Salto Weissbach - INDÚSTRIA BRASILEIRA vendas@adftronik.com.br - www.adftronik.com.br Aplicações: Uso geral

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO ETIQUETADORA TÉRMICA RAMUZA (ETR)

MANUAL DO USUÁRIO ETIQUETADORA TÉRMICA RAMUZA (ETR) MANUAL DO USUÁRIO ETIQUETADORA TÉRMICA RAMUZA (ETR) RV 05 18/01/2016 INTRODUÇÃO Obrigado por escolher a Ramuza! Este equipamento possui o melhor custo benefício e é fabricado de acordo com os padrões de

Leia mais

AMPLIFICADOR DE PICK-UP XF-100

AMPLIFICADOR DE PICK-UP XF-100 AMPLIFICADOR DE PICK-UP XF-100 Manual do usuário Série: D MAN-DE-XF-100 Rev.: 2.00-08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso XF-100. Para garantir o uso correto e eficiente do XF-100, leia este manual

Leia mais

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Controlador de Potência UPC01. Rev. 3

Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais. Manual de Instruções Controlador de Potência UPC01. Rev. 3 Medição, Controle e Monitoramento de Processos Industriais Manual de Instruções Controlador de Potência UPC01 Rev. 3 Apresentação Os controladores de potência tiristorizados UPC-01A da Contemp foram projetados

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Interface para motor AC (através de I.R. ou contato seco)

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Interface para motor AC (através de I.R. ou contato seco) MANUAL DE INSTALAÇÃO Interface para motor AC (através de I.R. ou contato seco) O produto deste manual poderá sofrer alterações sem prévio aviso. Versão: Agosto de 2014 GSA-014! ATENÇÃO: Este produto requer

Leia mais

ADAPTADOR RJ-45 PARA BORNE AA-400

ADAPTADOR RJ-45 PARA BORNE AA-400 ADAPTADOR RJ-45 PARA BORNE Manual do usuário Adaptador RJ-45 para Borne MAN-PT-DE-AA400 Rev.: 1.00-11 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível

Leia mais

Retificadores Tiristorizados Linha CF

Retificadores Tiristorizados Linha CF Retificadores Tiristorizados Linha CF Conceituada como fabricante de Retificadores Chaveados para Telecomunicações com certificados pela ANATEL a mais de 50 anos, a PROTECO traz ao mercado uma nova linha

Leia mais

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados.

Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. Transmissores CA/CC Para isolação e conversão de tensões e correntes alternadas senoidais em sinais padronizados. As Vantagens A classe de precisão é de 0,5 não há necessidade de reajustar as faixas comutáveis.

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (VT01 / VT09)

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (VT01 / VT09) MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO (VT01 / VT09) Pagina 1 / 5 1.0) VOLTÍMETRO - RACETRONIX A principal função do Voltímetro é indicar o valor da tensão (em volts) do sistema elétrico do veículo. O Voltímetro

Leia mais

ABINEE TEC Automação. Acionamentos de Motores de Média Tensão, com Transistores de Alta Tensão - Uma Nova Tecnologia.

ABINEE TEC Automação. Acionamentos de Motores de Média Tensão, com Transistores de Alta Tensão - Uma Nova Tecnologia. Automação Acionamentos de Motores de Média Tensão, com Transistores de Alta Tensão - Uma Nova Tecnologia Norton Petry Gerente de Desenvolvimento WEG Automação Ltda. 1 Quem somos Genuinamente BRASILEIRA

Leia mais

PRÁTICA 5 - PARTIDA ELETRÔNICA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ESCALAR

PRÁTICA 5 - PARTIDA ELETRÔNICA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ESCALAR 1 Introdução Comandos Industriais Professor: Marcio Luiz Magri Kimpara PRÁTICA 5 - PARTIDA ELETRÔNICA: INVERSOR DE FREQUÊNCIA ESCALAR O funcionamento dos inversores de frequência com controle escalar está

Leia mais

Amplificador Derivador AMP-950

Amplificador Derivador AMP-950 Amplificador Derivador AMP-950 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Amplificador Derivador AMP-950. Para garantir o uso correto e eficiente do AMP-950, leia este manual completo e atentamente para

Leia mais

ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA)

ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA) ACIONAMENTOS ELETRÔNICOS (INVERSOR DE FREQUÊNCIA) 1. Introdução 1.1 Inversor de Frequência A necessidade de aumento de produção e diminuição de custos faz surgir uma grande infinidade de equipamentos desenvolvidos

Leia mais

CONTROLADOR DE CARGA CTL-100

CONTROLADOR DE CARGA CTL-100 Manual do usuário Série: A MAN-DE- Rev.: 01.01-10 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível a leitura completa deste manual para um bom entendimento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01

APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01 APRESENTAÇÃO DO KIT CPLD_EE01 O kit CPLD_EE01 foi desenvolvido para alunos de cursos técnicos, engenharia e desenvolvedores na área de circuitos digitais, o mesmo conta com alguns módulos que podem ser

Leia mais

3.ª Prática Inversor de Frequência Escalar da WEG CFW 07 com velocidade ANALÓGICA

3.ª Prática Inversor de Frequência Escalar da WEG CFW 07 com velocidade ANALÓGICA 1 Práticas de Acionamens Eletrônicos PAE 3.ª Prática Inversor de Frequência Escalar da WEG CFW 07 com velocidade ANALÓGICA OBJETIVO: 1. Aprender a fazer a instalação de um inversor de frequência modelo

Leia mais

2. Apresentação da IHM Basic Operator Panel (BOP)

2. Apresentação da IHM Basic Operator Panel (BOP) SINAMICS V20 Comissionamento básico Bruno Firmino - 28/07/2014 Objetivo: Orientar sobre o passo a passo de comissionamento rápido do inversor SINAMICS V20 Aviso: Este documento apresenta dicas e exemplos

Leia mais

CONVERSOR- DISTRIBUIDOR SCV 700

CONVERSOR- DISTRIBUIDOR SCV 700 CONVERSOR- DISTRIBUIDOR SCV 700 Manual do usuário Série: D MAN-DE-SCV 700 Rev.: 2.00-08 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso Erro! Fonte de referência não encontrada. Para garantir o uso correto

Leia mais

TESTE DE LAMPADAS TL-12

TESTE DE LAMPADAS TL-12 TESTE DE LAMPADAS TL-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso TESTE DE LAMPADAS TL-12. Para garantir o uso correto e eficiente do TL-12, leia este manual completo e atentamente para entender como

Leia mais

CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670

CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670 CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso CONVERSOR-ISOLADOR DE SINAIS TRM-670. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-670, leia este manual completo e atentamente

Leia mais

INVERSOR DE EMERGÊNCIA SLIM

INVERSOR DE EMERGÊNCIA SLIM INVERSOR DE EMERGÊNCIA SLIM O Inversor de Emergência SLIM trata-se de um dispositivo que deve ser acoplado juntamente com um reator, transformando as luminárias fluorescentes em sistemas de iluminação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master

PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO. Micro Master. Midi Master 1 PROGRAMAÇÃO FÁCIL DO Micro Master E Midi Master Preparado por ASI 1 PS 2 1. PARAMETRIZAÇÃO BÁSICA INICIAL...3 1.1 AJUSTES INICIAIS DO APARELHO...3 1.2 AJUSTE DE TEMPOS DE ACELERAÇÃO E DESACELERAÇÃO...3

Leia mais

Relé de Proteção Térmica EP4 - SLIM ANSI 23/ 26/49. Catalogo. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6

Relé de Proteção Térmica EP4 - SLIM ANSI 23/ 26/49. Catalogo. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Catalogo ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Relé de Proteção Térmica EP4 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 PRINCIPAIS CARACTERISTICAS... 3 DADOS TÉCNICOS... 4 ENSAIOS DE TIPO ATENDIDOS... 4 DIMENSÕES...

Leia mais

IDM-6 Ignition Driver Module

IDM-6 Ignition Driver Module Manual do Usuário IDM-6 Ignition Driver Module 8 de Janeiro de 2014 GARANTIA PRODUTOS PRO TUNE Os Produtos Pro Tune têm garantia de 1 ano (3 meses referentes à garantia legal mais extensão de 9 meses de

Leia mais

Eng. Everton Moraes. Método LIDE - Máquinas Elétricas

Eng. Everton Moraes. Método LIDE - Máquinas Elétricas Eng. Everton Moraes Eng. Everton Moraes Método LIDE - Máquinas Elétricas 1 Método LIDE - Máquinas Elétricas Sumário 1. Ligação dos motores de indução trifásico (MIT)... 3 1.1. Ligação de Motores de Indução

Leia mais

Manual do técnico/usuário:

Manual do técnico/usuário: Manual do técnico/usuário: Produto: Placa I/O Semáforo PLACA VERSÃO 1 Versão deste manual: 1 Revisão deste manual: 0 Data do manual: 08/08/2009 M.c.u Tecnologia www.mcu.com.br 1 Histórico de Revisões:

Leia mais

Manual do usuário Receptor Wirelles - LVRC

Manual do usuário Receptor Wirelles - LVRC Parabéns! Manual do usuário Receptor Wirelles - LVRC Você acaba de adquirir um produto com a mais alta tecnologia e qualidade Luxvision. Leia cuidadosamente as informações para o uso correto do produto.

Leia mais

Manual de Instalação do Teclado de Senhas V3 RS485

Manual de Instalação do Teclado de Senhas V3 RS485 Manual de Instalação do Teclado de Senhas V3 RS485 2 Sumário 1. Apresentação... 4 2. Especificações Técnicas... 4 3. Configuração do Sistema... 4 4. Esquema de Ligação... 5 5. Fixação do Equipamento...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO E INSTALADOR

MANUAL DO USUÁRIO E INSTALADOR Cell A melhor maneira de abrir o seu portão MANUAL DO USUÁRIO E INSTALADOR Ver. 2.01 Apresentação O acionador de cargas Cell Sésamo é um solução prática e eficaz para acionamento de dispositivos à distância.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA CAIXA ACÚSTICA AMPLIFICADA PARA AUTOS ESPECIAL PARA GRAVES O USO DE EQUIPAMENTOS DE SOM EM POTÊNCIA SUPERIOR A 85 DECIBÉIS, PODE CAUSAR DANOS AO SISTEMA AUDITIVO

Leia mais

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08

Eletrônicos PAE. Componente Curricular: Práticas de Acionamentos. 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 1 Componente Curricular: Práticas de Acionamentos Eletrônicos PAE 5.ª Prática Inversor de Frequência Vetorial da WEG CFW-08 OBJETIVO: 1) Efetuar a programação por meio de comandos de parametrização para

Leia mais

Manual do usuário ITS ILUMINADOR 1400 ITS ILUMINADOR IR 1400

Manual do usuário ITS ILUMINADOR 1400 ITS ILUMINADOR IR 1400 Manual do usuário ITS ILUMINADOR 1400 ITS ILUMINADOR IR 1400 ITS ILUMINADOR 1400 ITS ILUMINADOR IR 1400 Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Os iluminadores

Leia mais

CONTROLADOR DE FATOR DE POTÊNCIA COISARADA CFPC-12

CONTROLADOR DE FATOR DE POTÊNCIA COISARADA CFPC-12 CONTROLADOR DE FATOR DE POTÊNCIA COISARADA CFPC-12 1. Funções e Características - Interface totalmente em português. - Possui um eficaz sistema de medição de fator de potência da onda fundamental, o que

Leia mais

ezap 900 Controlador Lógico Programável ezap900/901 Diagrama esquemático Apresentação Módulo ZMB900 - Características Gerais Dados Técnicos

ezap 900 Controlador Lógico Programável ezap900/901 Diagrama esquemático Apresentação Módulo ZMB900 - Características Gerais Dados Técnicos Caixa Aço carbono zincado Grau de proteção IP20 Dimensões 98 (L) x 98 (A) x 125 (P) mm Diagrama esquemático Apresentação A família de controladores lógicos programáveis ZAP900 foi desenvolvida para atender

Leia mais

INVERSOR DE EMERGÊNCIA

INVERSOR DE EMERGÊNCIA INVERSOR DE EMERGÊNCIA O Inversor de Emergência trata-se de um dispositivo que deve ser acoplado juntamente com um reator, transformando as luminárias fluorescentes em sistemas de iluminação normal e emergência.

Leia mais

Transdutor Digital MKM-01

Transdutor Digital MKM-01 [1] Introdução O Transdutor é um instrumento digital microprocessado, para instalação em fundo de painel, que permite a medição de até 33 parâmetros elétricos em sistema de corrente alternada (CA). Para

Leia mais

ELETRÔNICA DIGITAL. Prof. Arnaldo I. I. C. A. & I. T. Tech. Consultant

ELETRÔNICA DIGITAL. Prof. Arnaldo I. I. C. A. & I. T. Tech. Consultant ELETRÔNICA DIGITAL Prof. Arnaldo I. I. C. A. & I. T. Tech. Consultant Sinais E. E. Digitais Definições Sinais Eletroeletrônicos ( Sinais E. E. ) Registros Técnicos Op. dos Comportamentos & Variações dos

Leia mais

Itautec DATA SHEET OBJETO: FONTE BABY 350W AUTO

Itautec DATA SHEET OBJETO: FONTE BABY 350W AUTO Itautec DATA SHEET OBJETO: FONTE BABY 350W AUTO CÓDIGO DO DOCUMENTO 04ROM2397000-022 PÁGINA 1 PROJETO: PART NUMBER: CONFORME O SISTEMA OCO650 OBS: EM ANEXO O DATA-SHEET DO FABRICANTE. FABRICANTE: PHB 00

Leia mais

Relé de Proteção Térmica EP3 - SLIM ANSI 23/ 26/49 CATALOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6

Relé de Proteção Térmica EP3 - SLIM ANSI 23/ 26/49 CATALOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 CATALOGO Relé de Proteção Térmica EP3 - SLIM ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/6 Relé de Proteção Térmica EP3 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS... 3 DADOS TÉCNICOS... 4 ENSAIOS

Leia mais

CONVERSOR CA/CC TRM-250N

CONVERSOR CA/CC TRM-250N TRM-250N Manual do usuário Conversor CA/DC MAN-PT-DE-TRM250N Rev.: 1.00-12 Introdução Obrigado por ter escolhido nosso TRM-250N. Para garantir o uso correto e eficiente do TRM-250N, leia este manual completo

Leia mais

LC4200. Manual do Usuário

LC4200. Manual do Usuário LC4200 Manual do Usuário Índice 1. Descrição Geral... 3 2. Aplicações (exemplo)... 3 3. Características Técnicas... 3 4. Dimensões... 4 5. Instalação... 5 6. Esquema de Ligação... 5 7. Calibração... 6

Leia mais

Amplificador Eletrônico pq 11

Amplificador Eletrônico pq 11 Amplificador Eletrônico pq 11 Controla um solenóide proporcional Instalado diretamente sobre a válvula Opera com sinais teóricos de tensão ou corrente Admite operação de CLP Circuitos compensadores de

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA AMPLIFICADOR DE POTÊNCIA MONO PARA AUTOS

MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA AMPLIFICADOR DE POTÊNCIA MONO PARA AUTOS MANUAL DE INSTRUÇÕES E CERTIFICADO DE GARANTIA AMPLIFICADOR DE POTÊNCIA MONO PARA AUTOS CARACTERÍSTICAS 1 - Estando conectado à saída para antena elétrica do auto-rádio / toca-fitas o BASS, através do

Leia mais

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3.

1. FINALIDADE 2. ÂMBITO DE APLICAÇÃO. Aplica-se ao Departamento de Gestão Técnica Comercial, fabricantes e fornecedores da empresa. 3. MANUAL ESPECIAL SISTEMA DE SERVIÇOS E CONSUMIDORES SUBSISTEMA MEDIÇÃO CÓDIGO TÍTULO FOLHA E-321.0016 MEDIDOR ELETRÔNICO MULTIFUNÇÃO PARA MEDIÇÃO INDIRETA PARA CLIENTES DO GRUPO B 1/9 1. FINALIDADE Estabelecer

Leia mais

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00

Unidade Remota CANopen RUW-06. Guia de Instalação, Configuração e Operação. Idioma: Português. Documento: / 00 Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Unidade Remota CANopen RUW-06 Guia de Instalação, Configuração e Operação Idioma: Português Documento: 10002133182 / 00 ÍNDICE 1 INSTRUÇÕES

Leia mais

Caracteristicas Técnicas

Caracteristicas Técnicas Y-200D Apresentação Solução para medição de níveis de bagaço em Shut Donelly, o Y-200D é um equipamento de fácil configuração e alto desempenho. Converte sinais digitais [Max: 10 Bits] em sinal analógico

Leia mais

Manual de Instruções. (Máquina de Gelo em Escamas Thermomatic)

Manual de Instruções. (Máquina de Gelo em Escamas Thermomatic) Manual de Instruções (Máquina de Gelo em Escamas Thermomatic) Sumário: Características ------------------------------------------------------------------------------------------ 1 Informações de Operação

Leia mais

Prática de Acionamentos e Comandos Elétricos I

Prática de Acionamentos e Comandos Elétricos I Data: / / 20 Aluno(a): Aula 4 : Motores de indução trifásicos (MIT). Partida manual, reversão e ligação em estrela/triângulo. 1 - Introdução: Chaves manuais de partida de motores de indução trifásicos

Leia mais

Sincronismo H/V nos monitores modernos Marcus Manhães

Sincronismo H/V nos monitores modernos Marcus Manhães Sincronismo H/V nos monitores modernos Marcus Manhães manharider@yahoo.com.br Introdução Os problemas com sincronismo horizontal e vertical trazem dificuldades adicionais para os técnicos de manutenção.

Leia mais

Indicador Digital LC 3 ½ dígitos

Indicador Digital LC 3 ½ dígitos Página 1/5 Características Processo de medição por rampa dupla Indicação automática de polaridade (+ ou -) Indicação de sobrecampo para 3 ½ dígitos (±1) Correção automática do ponto zero Tamanhos (mm):

Leia mais

Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw

Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw Conversores de frequência componentes ABB ACS50, 0,18 a 2,2 kw Catálogo técnico PERFIL INDÚSTRIAS PRODUTOS APLICAÇÕES EXPERIÊNCIA PARCEIROS SERVIÇOS Conversores de frequência componentes ABB O que é um

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO MANUTENÇÃO DOSADOR ROSCAS

MANUAL DE OPERAÇÃO MANUTENÇÃO DOSADOR ROSCAS MANUAL DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DOSADOR ROSCAS R-10 / R-20 / R-30 / R-45 / R-60 MODELO: N O DE SÉRIE: FABRICAÇÃO: / / 1 INTRODUÇÃO É com grande satisfacção que a INEAL ALIMENTADORES LTDA coloca mais um

Leia mais

Manual Técnico. Indicador Para Células de Carga. Modelo: GI-4910

Manual Técnico. Indicador Para Células de Carga. Modelo: GI-4910 Manual Técnico Indicador Para Células de Carga Modelo: GI-4910 Data: Jun/2002 Índice Página 1. Escopo deste manual 2 2. Especificação Técnica 2 3. Codificação Para Encomenda 3 4. Elementos do Painel Frontal

Leia mais

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Risco Zero1. -Acionador Eletrônico com Rebaixador de Tensão

Manual de Instruções de Instalação e Garantia. Risco Zero1. -Acionador Eletrônico com Rebaixador de Tensão Manual de Instruções de Instalação e Garantia Risco Zero1 -Acionador Eletrônico com Rebaixador de Tensão Revisão 0 - V. Jan/2013 Parabéns! Você acabou de adquirir a solução para o acionamento da motobomba

Leia mais

ITEM Instituto de Tecnologia Emerson Martins MANUAL DO KIT FPGA-EE REV-01

ITEM Instituto de Tecnologia Emerson Martins MANUAL DO KIT FPGA-EE REV-01 ITEM Instituto de Tecnologia Emerson Martins MANUAL DO KIT FPGA-EE03 www.professoremersonmartins.com.br 2016 REV-01 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO KIT FPGA EE03 Primeiramente o ITEM INSTITUTO DE TECNOLOGIA EMERSON

Leia mais

Rele de Fuga a Terra RFT-3C

Rele de Fuga a Terra RFT-3C [] Introdução Os Reles de fuga à terra são instrumentos utilizados para auxiliar na proteção de pessoas, painéis e equipamentos em geral. Acoplados a sensores de corrente toroidais apropriados, são capazes

Leia mais

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR

WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR WEG EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS S. A. CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE DE MOTORES CA - MANUAL DO PROFESSOR CENTRO DE TREINAMENTO DE CLIENTES - CTC KIT CONTROLE DE VELOCIDADE

Leia mais

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A

Fonte Bivolt 24 Vdc / 5 A Descrição do Produto A fonte de alimentação é uma solução para aplicações de uso geral no que se refere a alimentação de controladores programáveis, sensores e comando de quadro elétricos. Tem uma saída

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação... 3 2 Características... 3 3 - Apresentação da Central... 3 3.1 - Parte externa... 3 3.2 - Parte interna... 4 4 - Diagramas

Leia mais

@Box ATENUADOR VARIAVEL E INTERFACE BOX MANUAL DE INSTRUÇÕES

@Box ATENUADOR VARIAVEL E INTERFACE BOX MANUAL DE INSTRUÇÕES @Box ATENUADOR VARIAVEL E INTERFACE BOX MANUAL DE INSTRUÇÕES Índice Termo de garantia...4 Conteúdo da embalagem...4 Introdução...5 Controles...6 Ajuste inicial...8 Diagrama esquemático...9 Cabos de entrada

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL DUPLA MODELO PS-6000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL DUPLA MODELO PS-6000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DA FONTE DIGITAL DUPLA MODELO PS-6000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso da fonte ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. ESPECIFICAÇÕES... 2 2.1. Gerais...

Leia mais

ABB Automação. Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional

ABB Automação. Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO. Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional Indicador Digital Processos Pt100 e TAP s MODO DE USO Dados Técnicos Conexões elétricas Utilização do teclado Dimensional ABB Automação Hartmann & Braun Dados Técnicos (NRB5180) Entrada Características

Leia mais

AULA 9 ATUADORES ELÉTRICOS

AULA 9 ATUADORES ELÉTRICOS AULA 9 ATUADORES ELÉTRICOS Prof. Fabricia Neres Tipos de Acionamento Os acionadores são dispositivos responsáveis pelo movimento nos atuadores. Podem ser classificados em: Acionamento Elétrico; Acionamento

Leia mais

FOXDRIVE-Série Mini FOXCONTROL CONTROLES REMOTOS INDUSTRIAIS. Manual de Operação

FOXDRIVE-Série Mini FOXCONTROL CONTROLES REMOTOS INDUSTRIAIS. Manual de Operação FOXCONTROL CONTROLES REMOTOS INDUSTRIAIS Uma INDÚSTRIA 100% Brasileira a serviço da Indústria no Brasil!!!!!! FOXCONTROL TEM A SOLUÇÃO!!! Fone: (41)3575-1020 foxcontrol@foxcontrol.com.br ww.foxcontrol.com.br

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL n.º 074, de 30 de maio de 2001. O Diretor

Leia mais

ZAP 900. Controlador Lógico Programável ZAP900/901. Diagrama esquemático. Apresentação. Módulo ZMB900 - Características Gerais. Dados Técnicos.

ZAP 900. Controlador Lógico Programável ZAP900/901. Diagrama esquemático. Apresentação. Módulo ZMB900 - Características Gerais. Dados Técnicos. Diagrama esquemático Usuário Processo Display 2x16 (*1) Teclado com 15 teclas (*1) Entradas Digitais Saídas Digitais Módulo ZMB900 Apresentação A família de controladores lógicos programáveis ZAP900 foi

Leia mais

Manual de instalação DVIP 1000

Manual de instalação DVIP 1000 Manual de instalação DVIP 1000 DVIP 1000 Distribuidor de Vídeo IP Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e a segurança Intelbras. Os produtos do sistema de vídeo IP foram desenvolvidos

Leia mais

GUIA DE OPERAÇÃO VELOX 1.6

GUIA DE OPERAÇÃO VELOX 1.6 GUIA DE OPERAÇÃO VELOX 1.6 INDICE GUIA DE OPERAÇÃO VELOX 1.6 4 1. FUNÇÕES DE OPERAÇÃO: 5 2. FUNÇÕES DE SEGURANÇA: 5 3. FUNÇÕES DE MANUTENÇÃO: 5 4. MODO DE OPERAÇÃO: 6 5. MODO MANUTENÇÃO: 7 6. EMERGÊNCIA

Leia mais

Medidor TKE-120. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandeza medida

Medidor TKE-120. [1] Introdução. [2] Princípio de funcionamento. [5] Precisão. [6] Características Elétricas. [3] Aplicações. [4] Grandeza medida [1] Introdução O Medidor TKE-120 é um instrumento para instalação em fundo de painel, que permite a medição do consumo de energia ativa (Wh) ou reativa (VArh) em sistemas de corrente alternada (CA). Possui

Leia mais

Os No-break s desempenham um papel fundamental na prevenção de uma queda repentina de energia. Equipamentos essenciais em seu dia-a-dia.

Os No-break s desempenham um papel fundamental na prevenção de uma queda repentina de energia. Equipamentos essenciais em seu dia-a-dia. Os No-break s desempenham um papel fundamental na prevenção de uma queda repentina de energia. Equipamentos essenciais em seu dia-a-dia. Fabricamos com conhecimento e tecnologia para você e sua empresa.

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE ÁUDIO MODELO GA-1001

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE ÁUDIO MODELO GA-1001 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE ÁUDIO MODELO GA-1001 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do gerador ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE SEGURANÇA... 1 3.

Leia mais

Qtde Ata e. Pregão UASG Item Descrição para Empenho Características do Produto/Serviço Marca Modelo Site Valor. Validade

Qtde Ata e. Pregão UASG Item Descrição para Empenho Características do Produto/Serviço Marca Modelo Site Valor. Validade Pregão UASG Item Descrição para Empenho Características do Produto/Serviço Marca Modelo Site Valor Qtde Ata e Reg Validade 162/2013 153114 1 Sistema de alimentação de potência ininterrupta, com saida em

Leia mais

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis

As melhores soluções para sua Automação. Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis As melhores soluções para sua Automação Inversores de Freqüência Soft-Starters Servoacionamentos Controladores Programáveis Disponíveis em nosso site www.weg.com.br Softwares WEG Automação Alguns dos softwares

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N ODMN-VIT-ET SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA N ODMN-VIT-ET SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015 SOFT-START PARA CONTROLE DE PARTIDA E PARADA DE MOTORES DE INDUÇÃO DE BAIXA TENSÃO ABRIL DE 2015 1/6 1 Descrição Soft-starter de baixa tensão trifásico para controle de partida e parada suaves de motor

Leia mais

Adaptador de carregador automóvel Quick Charge 3.0, porta dual

Adaptador de carregador automóvel Quick Charge 3.0, porta dual Adaptador de carregador automóvel Quick Charge 3.0, porta dual 1.0 INTRODUÇÃO Manual 84103 Este produto é um carregador de carro de alta performance, equipado com duas portas USB, uma suporta o carregamento

Leia mais

FLEXIO 8.8 DIGITAL AUDIO ROUTER MATRIX. Nome do Cliente: Endereço: Nr.: Compl.: Bairro: Cidade: Estado: CEP: - Data da aquisição: / / Nota Fiscal:

FLEXIO 8.8 DIGITAL AUDIO ROUTER MATRIX. Nome do Cliente: Endereço: Nr.: Compl.: Bairro: Cidade: Estado: CEP: - Data da aquisição: / / Nota Fiscal: Modelo Lote Número FLEXIO 8.8 DIGITAL AUDIO ROUTER MATRIX Certificado de garantia A Sankya do Brasil Eletrônica Ltda. assegura, ao primeiro proprietário deste aparelho, garantia contra defeitos de matéria

Leia mais

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439

Fone: 0800 707 5700. Manual de Instruções. Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 25439 Fone: 0800 707 700 Manual de Instruções Bloco Digestor DQO Microprocessado Mod.: 9 Fone: 0800 707 700 ÍNDICE. INTRODUÇÃO. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS. FUNCIONAMENTO. Instalação. Programando o timer (tempo).

Leia mais

Manual de Aplicação Inversores de Frequência NXS/P. Rev. A 11/2011 Cód. Doc.:

Manual de Aplicação Inversores de Frequência NXS/P. Rev. A 11/2011 Cód. Doc.: Manual de Aplicação Inversores de Frequência NXS/P Rev. A 11/2011 Cód. Doc.: 57.721.000-8 2 vacon CONTEÚDO MANUAL DE APLICAÇÃO VACON NX "All in One" ÍNDICE 1 Aplicação Básica 2 Aplicação Padrão 3 Aplicação

Leia mais

CHAVES DE PARTIDA PARA MOTORES TRIFÁSICOS DE INDUÇÃO

CHAVES DE PARTIDA PARA MOTORES TRIFÁSICOS DE INDUÇÃO DIRETORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DO CURSO DE ELETROTÉCNICA CHAVES DE PARTIDA PARA MOTORES TRIFÁSICOS DE INDUÇÃO Disciplina: Máquinas e Acionamentos Elétricos Prof.: Hélio Henrique PARTIDA DIRETA O motor

Leia mais

CONTROLE TRADICIONAL

CONTROLE TRADICIONAL CONTROLE TRADICIONAL Variação da tensão do estator Os acionamentos de frequência e tensão variáveis são os mais eficientes Existem também acionamentos com tensão variável e frequência fixa Para um acionamento

Leia mais

Manual de Instruções. Controlador de LEDS RGB

Manual de Instruções. Controlador de LEDS RGB Manual de Instruções Controlador de LEDS RGB INDICE Introdução... 4 Apresentação... 5 Aplicações típicas... 5 Especificações técnicas... 5 Dimensões... 6 Funcionamento... 7 Instalação ão... 8 Dicas para

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE FUNÇÕES MODELO GV-2002

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE FUNÇÕES MODELO GV-2002 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO GERADOR DE FUNÇÕES MODELO GV-2002 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do gerador ÍNDICE 1. Introdução... 01 2. Regras de segurança... 02

Leia mais

Módulo de Expansão de Entrada de Encoder EEN1 SCA06

Módulo de Expansão de Entrada de Encoder EEN1 SCA06 Motores I Automação I Energia I Transmissão & Distribuição I Tintas Módulo de Expansão de Entrada de Encoder EEN1 SCA06 Guia de Instalação, Configuração e Operação Índice ÍNDICE 1 INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA...

Leia mais

Manual de Instalação FT-VIDEO-FREE

Manual de Instalação FT-VIDEO-FREE Manual de Instalação FT-VIDEO-FREE TY APRESENTAÇÃO Parabéns por adquirir a interface de vídeo FT-VIDEO-FREE TY. Por favor, leia este manual atenciosamente antes de instalar seu dispositivo. Mantenha este

Leia mais

Série 14 - Minuteria multifunção 16 A. Características

Série 14 - Minuteria multifunção 16 A. Características Características 14.01 14.71 Minuteria multifunção Largura do módulo 17.5 mm Escala de temporização de 30s a 20min Chaveamento da carga em Zero crossing Chaveamento pisca com aviso de fim de temporização

Leia mais

PEA LABORATÓRIO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EXPERIÊNCIA - DISPOSITIVOS DE COMANDO RELATÓRIO

PEA LABORATÓRIO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EXPERIÊNCIA - DISPOSITIVOS DE COMANDO RELATÓRIO PEA 2401 - LABORATÓRIO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EXPERIÊNCIA - DISPOSITIVOS DE COMANDO RELATÓRIO NOTA Grupo:......... Professor:...Data:... Objetivo:......... 1 - ROTEIRO 1.1 - Análise das características

Leia mais

Partida de Motores Elétricos de Indução

Partida de Motores Elétricos de Indução Partida de Motores Elétricos de Indução 1 Alta corrente de partida, podendo atingir de 6 a 10 vezes o valor da corrente nominal. NBR 5410/04: a queda de tensão durante a partida de um motor não deve ultrapassar

Leia mais

smar Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta.

smar  Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. smar www.smar.com.br Especificações e informações estão sujeitas a modificações sem prévia consulta. Informações atualizadas dos endereços estão disponíveis em nosso site. web: www.smar.com/brasil2/faleconosco.asp

Leia mais

Manual de Instalação do Leitor Bio 3000

Manual de Instalação do Leitor Bio 3000 Manual de Instalação do Leitor Bio 3000 2 Sumário 1. Apresentação... 4 2. Especificações Técnicas... 4 3. Configuração do Sistema... 4 4. Esquema de Ligação... 5 5. Fixação do Equipamento... 6 6. Manutenção...

Leia mais