ASSOCIAÇÃO DE POLITÉCNICOS DO NORTE (APNOR) CONCURSO DE ACESSO E DE REINGRESSO NOS CURSOS DE MESTRADO. Edição de 2014/2015 EDITAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ASSOCIAÇÃO DE POLITÉCNICOS DO NORTE (APNOR) CONCURSO DE ACESSO E DE REINGRESSO NOS CURSOS DE MESTRADO. Edição de 2014/2015 EDITAL"

Transcrição

1 EDITAL João Alberto Sobrinho Teixeira, Presidente do Instituto Politécnico de Bragança; João Baptista da Costa Carvalho, Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Maria do Rosário Gambôa Lopes de Carvalho, Presidente do Instituto Politécnico do Porto; Rui Alberto Martins Teixeira, Presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, fazem saber que, nos termos do n.º 1 do artigo 17.º do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de março, com as alterações introduzidas pelos Decretos-Leis n.ºs 107/2008, de 25 de junho, 230/2009, de 14 de setembro e 115/2013, de 7 de agosto, e do Regulamento de Funcionamento e Avaliação dos Mestrados da APNOR, é aberto concurso de acesso e de reingresso, para a frequência no ano letivo 2014/2015, dos cursos de Mestrado lecionados pela APNOR. Os planos de estudos e restante regulamentação relativa aos cursos de Mestrado a que se refere este Edital estão disponíveis nos sítios da internet da APNOR Associação de Politécnicos do Norte ( e dos Institutos associados, ( ( ( e ( 1 - CONDIÇÕES DE ACESSO 1. Podem candidatar-se ao acesso ao ciclo de estudos conducente ao grau de mestre: a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal; b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo; c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pela Comissão técnico-científica do curso; d) Detentores de um currículo académico, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para realização do ciclo de estudos pela Comissão técnicocientífica do curso. 1

2 2. O reconhecimento a que se referem as alíneas b) a d) do número anterior tem como efeito apenas o acesso a estes ciclos de estudos conducentes ao grau de mestre e não confere aos seus titulares a equivalência ao grau de licenciado ou reconhecimento desse grau. 2 - CONDIÇÕES DE REINGRESSO 1. Podem candidatar-se a reingresso os estudantes que em ano letivo anterior estiveram inscritos no mesmo curso/ramo do Mestrado da APNOR que pretendem voltar a frequentar. 2. Reingressam no primeiro ano curricular os estudantes que no conjunto das inscrições anteriores no mesmo curso/ramo, obtiveram aprovação a menos de 48 créditos do ECTS. 3. Reingressam no segundo ano curricular os estudantes que no conjunto das inscrições anteriores no mesmo curso/ramo, obtiveram aprovação a um número igual ou superior 48 créditos do ECTS. 3 - CALENDÁRIO 1. Os prazos em que devem ser praticados os atos relativos à primeira fase do concurso constam do anexo I. 2. A segunda fase do concurso, será realizada por decisão do Presidente de cada um dos Institutos, nos prazos fixados no anexo II, para candidatura aos cursos em que existam vagas sobrantes da 1ª fase e/ou vagas libertadas por estudantes colocados na primeira fase que optem por se candidatar na segunda para curso/ramo diferente daquele em que foram colocados na primeira fase. 3. A candidatura fora dos prazos estabelecidos no presente edital, é instruída de acordo com os procedimentos de cada Instituto. 4. Podem ser aceites candidaturas de acesso e reingresso, em qualquer momento do ano letivo, desde que o Presidente do respetivo Instituto considere existirem as condições de integração. 4 - CURSOS/VAGAS PARA OS QUAIS SÃO ADMITIDAS CANDIDATURAS 1. São admitidas candidaturas de acesso e de reingresso para os cursos de Mestrado/Instituto constantes do anexo III. 2. As vagas disponíveis para candidaturas de acesso para cada curso/instituto são as constantes do anexo IV. 3. As candidaturas a reingresso não são sujeitas a limitações quantitativas. A inscrição em reingresso no primeiro ano curricular depende exclusivamente da lecionação efetiva do curso, ié, de haver o número mínimo de inscritos no respetivo curso, sendo que este número inclui as inscrições em reingresso. 2

3 4. O número de vagas indicado no anexo IV poderá ser aumentado até 20% do valor fixado, se o Presidente do Instituto entender existirem condições de integração de maior número de estudantes. 5 - INFORMAÇÕES RELATIVAS À INSTRUÇÃO DOS PROCESSOS DE CANDIDATURA 1. A candidatura de acesso e de reingresso aos ciclos de estudos conducentes ao grau de mestre é instruída com a seguinte documentação: e) Boletim de candidatura devidamente preenchido - Obrigatório; f) Cópia do Bilhete de Identidade ou equivalente legal; g) Cópia do cartão de contribuinte; h) Carta de motivação para frequência do curso, da autoria do candidato - Obrigatório; i) Certificado de habilitações discriminado com as classificações obtidas por disciplina e média final - Obrigatório (exceto para as candidaturas enquadradas na alínea d) do ponto 1); j) Um exemplar do currículo profissional e académico do candidato, o qual deverá discriminar, separadamente, as componentes académica, profissional, científica e de formação contínua, de preferência organizadas na ótica dos critérios de seleção e seriação referidos no ponto 7 - Obrigatório; k) Pagamento da taxa de candidatura (valor no anexo V) - Obrigatório. 2. O candidato pode incluir outros documentos que entenda relevantes para apreciação da sua candidatura. 3. Os candidatos a reingresso são dispensados da entrega dos documentos referidos nas alíneas b) c) d) e f) respetivamente. 4. Caso o candidato altere ou adite a sua candidatura, deverá proceder à entrega de novo processo completo. Será considerada apenas a última versão entregue. 5. A candidatura deve ser apresentada ao Instituto da APNOR que ministra o curso/ramo pretendido em 1ª opção e de acordo com os procedimentos em vigor nesse Instituto. 6. Cabe a cada Instituto da APNOR divulgar o respetivo procedimento de apresentação de candidatura. 7. O processo de candidatura, uma vez encerrado o concurso, ficará na posse da Instituição onde o candidato for colocado. 6 - INDEFERIMENTO LIMINAR DE CANDIDATURAS Serão liminarmente indeferidas as candidaturas que se encontrem em qualquer uma das situações: a) Não cumpram com o pagamento da taxa de candidatura; b) Não tenham sido instruídas com a documentação obrigatória; 3

4 c) Não cumpram todas as regras ou prazos estabelecidas neste Edital; d) Sejam efetuadas por candidatos com valores em débito a qualquer dos Institutos da APNOR, independentemente da natureza do débito; e) Respeitem a curso/opção para que não sejam fixadas vagas. 7 - SELEÇÃO SERIAÇÃO 1. Os candidatos à primeira matrícula serão selecionados e seriados, em todas as opções expressas, por um júri nomeado pela Comissão Científica do Mestrado, tendo em consideração o currículo académico, científico e profissional, na escala numérica inteira de 0 a 20, por ordem decrescente do seguinte fator de seriação: FS = 0,5CL + 0,5CC Sendo: FS - Fator de Seriação; CL - Classificação da Licenciatura; CC - Classificação Curricular. CL - Classificação de Licenciatura - é um número entre 0 e 20, que resulta da classificação obtida nos graus referidos nas alíneas a), b) ou c) do ponto 1. CC - Classificação Curricular - é um número entre 0 e 20, atribuído pela Comissão Científica e resulta da avaliação da atividade académica, profissional e científica, adquirida para além do curso de licenciatura ou equivalente para efeito de ingresso. O valor da Classificação Curricular será calculado por: CC = 0,3 AA + 0,4 AP + 0,3 AC Sendo: AA - Atividade Académica; AP - Atividade Profissional; AC - Atividade Científica. A cada um dos fatores seguintes, será atribuída uma ponderação de 50% da classificação máxima, quando a Comissão Científica não a considerar relevante para a área de especialização. A classificação da atividade académica resultará da observação dos seguintes itens: a) Formação de base: até 12 valores; b) Cursos de formação avançada: até 8 valores. 4

5 A classificação da atividade profissional resultará da observação do seguinte item: a) Experiência profissional relevante para área de especialização e a duração da experiência profissional considerada. Por cada combinação de relevância/duração será atribuída a seguinte classificação: 4 valores por ano de experiência, até ao limite de 20 valores. A classificação da atividade científica ponderará a atividade desenvolvida na área de especialização a que se candidata e que tenha sido divulgada em livros, publicações periódicas e/ou em congressos ou reuniões até um máximo de 20 valores. 2. Na análise do currículo, só serão consideradas as referências devidamente comprovadas. 3. Em caso de empate, será utilizado como critério de desempate a data em que tenha sido concluído o curso do 1.º ciclo, preferindo o mais antigo e valendo a data constante do diploma. 4. Cada candidato só pode obter uma colocação sendo esta determinada pela ordem de seriação e de preferência manifestada pelo candidato. 5. De acordo com o disposto n.º 3 do ponto 4 do presente edital, as candidaturas a reingresso não são sujeitas a seriação. 8 - RECLAMAÇÃO/RECURSO 1. Publicada a lista de resultados prevista na alínea d) do nº 4 do artigo 11.º do Regulamento têm os candidatos o direito de audiência prévia nos termos do Código de Procedimento Administrativo dentro do prazo fixado no anexo I e II, respetivamente, do presente edital. 2. Terminado o prazo para o exercício do direito de participação dos interessados, o júri aprecia as alegações oferecidas. 3. Para as reclamações com provimento serão, se necessário, criadas vagas adicionais. 4. Das decisões do júri sobre a seleção e seriação dos candidatos cabe recurso, nos termos legais para o Presidente do Instituto a que se candidatam, dentro do prazo fixado no anexo I e II, respetivamente, do presente edital. 5. São liminarmente indeferidos os recursos não fundamentados, bem como os que não cumpram o prazo estabelecido para o efeito ou o pagamento da taxa de recurso prevista na tabela de emolumentos do Instituto a que se candidata. 6. A taxa de recurso será reembolsada em caso de provimento. 9 - EXCLUSÃO DE CANDIDATOS São excluídos do processo de candidatura em qualquer momento do mesmo, os candidatos que: b) Prestem falsas declarações; c) Não satisfaçam qualquer das condições de acesso fixadas; 5

6 d) São considerados nulos, todos os atos decorrentes de falsas declarações incluindo a própria matrícula e inscrição MATRÍCULA INSCRIÇÃO, EMOLUMENTOS E PROPINA 1. Os candidatos colocados adquirem o direito a matrícula e inscrição nos prazos constantes do anexo I. 2. A matrícula e inscrição são realizadas, nos termos dos procedimentos em vigor no respetivo Instituto. 3. A taxa de matrícula/inscrição e o valor da propina anual, constam do anexo V. 4. O funcionamento de cada par curso/instituto está condicionado a um número mínimo de inscrições. 5. Os serviços da área académica das Escolas convocarão os estudantes a apresentar os documentos obrigatórios originais, quando estes tenham sido carregados no sistema online em sede da candidatura. 6. Os estudantes a que se refere o número anterior terão um prazo de sete dias úteis após a recepção da notificação para procederem à apresentação dos documentos, sob pena de inibição da prática de quaisquer atos administrativos INFORMAÇÕES E ESCLARECIMENTOS Os candidatos poderão obter informações e esclarecimentos nos Institutos que lecionam o curso a que se candidata em primeira opção. Os contactos encontram-se disponíveis no anexo VI. Viana do Castelo, 23 de maio de 2014 Prof. João Sobrinho Teixeira Presidente do IPB Prof. João Carvalho Presidente do IPCA Prof. Rosário Gambôa Presidente do IPP Prof. Rui Teixeira Presidente do IPVC 6

7 Anexo I Processo de Candidatura, Seleção, Matrícula e Início do ano letivo 1ª Fase Apresentação da candidatura Até 30 de junho de 2014 Avaliação das Candidaturas e Afixação da Lista Ordenada dos Candidatos Até 14 de julho de 2014 Reclamações 15 e 16 de julho de 2014 Decisão sobre as reclamações Até 18 de julho de 2014 Recursos 21 e 22 de julho de 2014 Matrículas e Inscrições 21 a 29 de julho de 2014 Decisão sobre os Recursos Até 25 de julho de 2014 Início do ano letivo Até final de setembro de

8 Anexo II Processo de Candidatura, Seleção, Matrícula e Início do ano letivo 2ª Fase Apresentação da candidatura 1 a 30 de agosto de 2014 Avaliação das Candidaturas e Afixação da Lista Ordenada dos Candidatos Até 9 de setembro de 2014 Reclamações 10 e 11 de setembro de 2014 Decisão sobre as reclamações Até 15 de setembro de 2014 Recursos 16 e 17 de setembro de 2014 Decisão sobre os Recursos Até 19 de setembro de 2014 Matrículas e Inscrições 15 a 23 de setembro de 2014 Início do ano letivo Até final de setembro de

9 Anexo III Lista de Cursos Curso de Mestrado Instituição IPB - Instituto Politécnico de Bragança Gestão das Organizações IPCA - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave IPP - Instituto Politécnico do Porto IPVC - Instituto Politécnico de Viana do Castelo IPB - Instituto Politécnico de Bragança Logística IPCA - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave IPP - Instituto Politécnico do Porto IPVC - Instituto Politécnico de Viana do Castelo IPB - Instituto Politécnico de Bragança Contabilidade e Finanças IPCA - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave IPVC - Instituto Politécnico de Viana do Castelo 9

10 Anexo IV Mapa de Vagas Vagas/Acesso Vagas/Reingresso (2.ºano) Curso de Mestrado Ramo de Especialização IPB IPCA IPP IPVC IPB IPCA IPP IPVC Gestão de Empresas SL* SL* SL* SL* Gestão das Organizações Gestão de Unidades de Saúde SL* 0 SL* SL* Gestão Pública SL* SL* 0 0 Logística SL* SL* SL* SL* Contabilidade e Finanças SL* SL* 0 SL* Legenda: SL - sem limite * Aceitação da inscrição é sujeita a parecer favorável da Comissão Científica do mestrado. 10

11 Anexo V Taxas e propina de frequência De candidatura 50 De inscrição e seguro escolar 50 Propina de frequência 1.º Ano Regime Integral: 1050 a 1500 * Regime Parcial: 600 a º Ano: 650 a 750 * * A fixar pelo Presidente de cada Instituto 11

12 Anexo VI Endereços dos Institutos da APNOR Instituto Politécnico de Bragança Campus de Santa Apolónia BRAGANÇA Site: Tel: (+351) Fax: (+351) Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Campus do IPCA, Lugar do Aldão Vila Frescainha S. Martinho, BARCELOS, BRAGA Site: Tel.: (+351) (190) Instituto Politécnico do Porto Rua Dr. Roberto Frias, PORTO Site: Tel.: (+351) Fax: (+351) Instituto Politécnico de Viana do Castelo Praça General Barbosa VIANA DO CASTELO Site: Tel.: (+351) Fax: (+351)

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ciclo de Estudos Conducentes ao Grau de Licenciado

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ciclo de Estudos Conducentes ao Grau de Licenciado Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ciclo de Estudos Conducentes ao Grau de Licenciado Versão: 01 Data: 15/06/2009 Elaborado: Verificado: Aprovado: RG-PR12-02 Vice-Presidente do

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM TERAPIA OCUPACIONAL ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM TERAPIA OCUPACIONAL ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM TERAPIA OCUPACIONAL ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA NOS CURSOS DA UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO. Artigo 1.

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA NOS CURSOS DA UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO. Artigo 1. REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA NOS CURSOS DA UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO Artigo 1.º Objeto O presente regulamento disciplina os regimes de reingresso,

Leia mais

Considerando o disposto no Decreto-Lei n.º 88/2006, de 23 de maio, que regula os cursos de especialização tecnológica.

Considerando o disposto no Decreto-Lei n.º 88/2006, de 23 de maio, que regula os cursos de especialização tecnológica. Regulamento do Concurso Especial de Acesso aos Cursos da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para Titulares de Cursos Médios, Superiores e Pós- Secundários Tendo por base

Leia mais

Regulamento dos regimes de reingresso, mudança de curso, transferência e do concurso especial de acesso para titulares de cursos superiores.

Regulamento dos regimes de reingresso, mudança de curso, transferência e do concurso especial de acesso para titulares de cursos superiores. Regulamento dos regimes de reingresso, mudança de curso, transferência e do concurso especial de acesso para titulares de cursos superiores Preâmbulo De acordo com a portaria n.º 401/2007, de 5 de Abril,

Leia mais

Regulamento dos Regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência

Regulamento dos Regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência Regulamento dos Regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência A Portaria n 401/2007, de 5 de Abril, aprova o Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso no Ensino

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE INGRESSO NA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE PAULA FRASSINETTI PARA TITULARES DE CURSOS SUPERIORES

REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE INGRESSO NA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE PAULA FRASSINETTI PARA TITULARES DE CURSOS SUPERIORES REGULAMENTO DO CONCURSO ESPECIAL DE INGRESSO NA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE PAULA FRASSINETTI PARA TITULARES DE CURSOS SUPERIORES Artigo 1º (Objeto) 1 - O presente Regulamento disciplina o concurso

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL. Ano letivo de 2015/2016

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL. Ano letivo de 2015/2016 EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO TÉCNICO SUPERIOR PROFISSIONAL Ano letivo de 2015/2016 João Baptista da Costa Carvalho, Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), torna público a

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso no Ensino Superior

Escola Superior de Educação João de Deus. Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso no Ensino Superior Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso no Ensino Superior 1 Artigo 1º Objeto e âmbito O disposto no presente regulamento aplica-se aos ciclos de estudos conducentes ao

Leia mais

Regulamento Geral dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso e do concurso Especial de Acesso para Titulares de Cursos Superiores

Regulamento Geral dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso e do concurso Especial de Acesso para Titulares de Cursos Superiores Regulamento Geral dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso e do concurso Especial de Acesso para Titulares de Cursos Superiores 2015 Março de 2015 ÍNDICE Artigo 1º... 3 Objeto e Âmbito...

Leia mais

Regulamento dos concursos especiais para acesso e ingresso ao ensino superior na Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado

Regulamento dos concursos especiais para acesso e ingresso ao ensino superior na Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão Machado ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DR. JOSÉ TIMÓTEO MONTALVÃO MACHADO Regulamento dos concursos especiais para acesso e ingresso ao ensino superior na Escola Superior de Enfermagem Dr. José Timóteo Montalvão

Leia mais

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM Considerando o disposto na Portaria nº 268/2002 publicado em Diário da República, I Série-B, Nº61 de 13

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA A Portaria n.º 401/2007, de 5 de abril, aprovou o Regulamento

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO APROVADO 30 de junho de 2014 O Presidente, ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO (Paulo Parente) REGULAMENTO DOS CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO CURSO DE LICENCIATURA EM ENFERMAGEM E DAS PROVAS

Leia mais

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM Considerando o disposto na Portaria nº 268/2002 publicado em Diário da República, I Série-B, Nº61 de 13

Leia mais

Regulamento Geral dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso e do concurso Especial de Acesso para Titulares de Cursos Superiores,

Regulamento Geral dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso e do concurso Especial de Acesso para Titulares de Cursos Superiores, Regulamento Geral dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso e do concurso Especial de Acesso para Titulares de Cursos Superiores, Pós- Secundários e Médios 2014 2014 ÍNDICE Preâmbulo...

Leia mais

Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferências e Reingressos do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa

Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferências e Reingressos do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferências e Reingressos do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa Artigo 1.º Objecto e âmbito 1 - O presente regulamento disciplina, no cumprimento

Leia mais

ESE POLITCNiCQ. r FASE EDITAL MESTRADO EM DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA E DA MATEMÁTICA (CANDIDATURA 2015- REF. ESEIMIDCNM)

ESE POLITCNiCQ. r FASE EDITAL MESTRADO EM DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA E DA MATEMÁTICA (CANDIDATURA 2015- REF. ESEIMIDCNM) ESE POLITCNiCQ DOPORTO ESCOLA SUPERIOR DE EDUCACÃO EDITAL MESTRADO EM DIDÁTICA DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA E DA MATEMÁTICA (CANDIDATURA 2015- REF. ESEIMIDCNM) r FASE Paulo Alberto da Silva Pereira, Presidente

Leia mais

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM Considerando o disposto na Portaria nº 268/2002 publicada em Diário da República, I Série-B, Nº61 de 13

Leia mais

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA EDIÇÃO 2015/2016

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA EDIÇÃO 2015/2016 O Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, João Manuel Simões da Rocha faz saber: 1. É aberto, com o calendário constante do Anexo I, o concurso de acesso para frequência, no ano letivo

Leia mais

REGULAMENTO DE CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS

REGULAMENTO DE CANDIDATURA AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS PREÂMBULO Nos termos do artigo 11.º do Decreto -Lei n.º 43/2014 de 18 de março, é aprovado o Regulamento das Condições de Ingresso nos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTSP) do Instituto Politécnico

Leia mais

EDITAL INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSO DE ACESSO AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS EDIÇÃO 2015/2016

EDITAL INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSO DE ACESSO AOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS EDIÇÃO 2015/2016 EDITAL Por delegação de competências da Presidente do Instituto Politécnico do Porto (IPP), Delminda Augusta Pinto Lopes, Vice-Presidente, faz saber, nos termos do artigo 4.º do Regulamento dos Cursos

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO APROVADO 30 de dezembro de 2014 O Presidente, ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DO PORTO (Paulo Parente) REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA Capítulo I Disposições gerais

Leia mais

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM

EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM EDITAL CURSOS DE PÓS LICENCIATURA DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM Considerando o disposto na Portaria nº 268/2002 publicada em Diário da República, I Série-B, Nº 61 de 13

Leia mais

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AVALIAÇÃO E ANÁLISE DO INVENSTIMENTO IMOBILIÁRIO EDIÇÃO 2014/2015

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AVALIAÇÃO E ANÁLISE DO INVENSTIMENTO IMOBILIÁRIO EDIÇÃO 2014/2015 AVALIAÇÃO E ANÁLISE DO INVENSTIMENTO IMOBILIÁRIO O Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, João Manuel Simões da Rocha faz saber: 1. É aberto, com o calendário constante do Anexo I, o

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO DA ESTBarreiro/IPS

REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO DA ESTBarreiro/IPS REGULAMENTO DOS CURSOS DE MESTRADO DA ESTBarreiro/IPS Artigo 1.º Duração e estrutura do ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre 1. O ciclo de estudos conducente ao grau de Mestre, ministrado na ESTBarreiro/IPS,

Leia mais

EDITAL PRES-EDT012-2015

EDITAL PRES-EDT012-2015 O Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, João Manuel Simões da Rocha faz saber: 1. É aberto, com o calendário constante do Anexo I, o concurso de acesso para frequência, no ano letivo

Leia mais

Regulamento dos regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência no Ciclo de Estudos conducente ao Grau de Licenciado

Regulamento dos regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência no Ciclo de Estudos conducente ao Grau de Licenciado ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM Dr. José Timóteo Montalvão Machado Regulamento dos regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência no Ciclo de Estudos conducente ao Grau de Licenciado (Preâmbulo)

Leia mais

Regulamento Geral dos Regimes de Reingresso, Mudança de Par/Instituição/Curso

Regulamento Geral dos Regimes de Reingresso, Mudança de Par/Instituição/Curso Regulamento Geral dos Regimes de Reingresso, Mudança de Par/Instituição/Curso A Portaria nº 181-D/2015, de 19 de junho, aprova o Regulamento Geral dos Regimes de Reingresso e de Mudança de Par Instituição

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E CONCURSOS ESPECIAIS DE INGRESSO NOS CURSOS MINISTRADOS NO IPAM AVEIRO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E CONCURSOS ESPECIAIS DE INGRESSO NOS CURSOS MINISTRADOS NO IPAM AVEIRO REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E CONCURSOS ESPECIAIS DE INGRESSO NOS CURSOS MINISTRADOS NO IPAM AVEIRO O Decreto-Lei nº 196/2006, de 10 de Outubro, criou as condições

Leia mais

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA EDIÇÃO 2014/2015

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DA QUALIDADE, AMBIENTE E SEGURANÇA EDIÇÃO 2014/2015 O Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, João Manuel Simões da Rocha faz saber: 1. É aberto, com o calendário constante do Anexo I, o concurso de acesso para frequência, no ano letivo

Leia mais

EDITAL REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR 2015/2016

EDITAL REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR 2015/2016 EDITAL REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR 205/206 (Portaria n.e 40/2007, de 5 de abril, alterada pela portaria n.s 232-A/203, de 22 de julho, e pelo Decreto-Lei

Leia mais

TPG f OIitfliCO da Guarda

TPG f OIitfliCO da Guarda TPG f OIitfliCO da Guarda CONCURSO DE ACESSO A CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS (CTeSP) DO INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA Edição de 2015/2016 EDITAL CONSTANTINO MENDES REI, Presidente do Instituto

Leia mais

Instituto Politécnico de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa. Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso PREÂMBULO

Instituto Politécnico de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa. Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso PREÂMBULO Instituto Politécnico de Lisboa Escola Superior de Música de Lisboa Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso PREÂMBULO Nos termos do disposto no artigo 10º do Regulamento

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA. (Edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA. (Edição 2012-2014) 1/10 EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA (Edição 2012-2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de março, com as alterações que lhes

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO (Aprovado em reunião do Conselho Científico de 25 de maio de 2007) (Alterado em reunião do Conselho Técnico-Científico de 30 de abril

Leia mais

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REABILITAÇÃO URBANA ÁREA CIENTÍFICA DE ENGENHARIA CIVIL EDIÇÃO 2014/2015

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REABILITAÇÃO URBANA ÁREA CIENTÍFICA DE ENGENHARIA CIVIL EDIÇÃO 2014/2015 CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM REABILITAÇÃO URBANA ÁREA CIENTÍFICA DE ENGENHARIA CIVIL EDIÇÃO 2014/2015 O Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, João Manuel Simões da

Leia mais

Anexo 7 CTC 25/1/2012

Anexo 7 CTC 25/1/2012 Anexo7 CTC25/1/2012 INSTITUTO POLITÉCNICO DE LISBOA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DE LISBOA Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso da Escola Superior de Educação de Lisboa

Leia mais

Regulamento das Condições de Ingresso dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais

Regulamento das Condições de Ingresso dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais Regulamento das Condições de Ingresso dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais Artigo 1.º Objeto e âmbito de aplicação O Presente Regulamento, nos termos dos artigos 11º, Condições de Ingresso, e 24º,

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA. ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA. ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2012-2014) EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição -) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março, com as alterações

Leia mais

Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos

Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos Regulamento das Provas Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior para Maiores de 23 Anos O Decreto-Lei nº64/2006, de 21 de Março, regulamenta as provas especialmente adequadas destinadas a avaliar

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA. (Edição 2015-2017)

EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA. (Edição 2015-2017) EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA (Edição 2015-2017) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com as alterações que lhes foram introduzidas

Leia mais

Regulamento da Candidatura através dos Concursos Especiais. Ano Letivo 2013/2014

Regulamento da Candidatura através dos Concursos Especiais. Ano Letivo 2013/2014 Regulamento da Candidatura através dos Concursos Especiais (Decreto-Lei nº393-b/99, de 2 de outubro, alterado pelo Decreto-lei nº64/2006, de 21 de março, pelo Decreto-Lei nº88/2006, de 23 de maio, e pela

Leia mais

EDITAL ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO

EDITAL ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO EDITAL ESCOLA SUPERIOR DE ESTUDOS INDUSTRIAIS E DE GESTÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PÓS-GRADUADA EM DIREÇÃO HOTELEIRA Edição 2014/2015 Fernando Flávio

Leia mais

Regulamento de Acesso e Ingresso

Regulamento de Acesso e Ingresso Página 1 de 7 Preâmbulo O presente regulamento define as regras de acesso e ingresso nos cursos técnicos superiores profissionais do ISVOUGA e institui os critérios pelos quais se pautam as provas de avaliação

Leia mais

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL.

INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL. INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO DE ACESSO MESTRADO EM ENGENHARIA E GESTÃO INDUSTRIAL Edição 2015-2017 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de Fevereiro,

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO E DOS CONCURSOS ESPECIAIS DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO (IPVC)

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO E DOS CONCURSOS ESPECIAIS DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO (IPVC) REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO E DOS CONCURSOS ESPECIAIS DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO (IPVC) Nos termos do disposto nos artigos 12º e 15º do Decreto-Lei

Leia mais

C1 C2 C3 C4 C5 C6 a) 6 2 1 2 1. Licenciatura em Design a) 20 8 10 14 8

C1 C2 C3 C4 C5 C6 a) 6 2 1 2 1. Licenciatura em Design a) 20 8 10 14 8 EDITAL 1º Ciclo de Estudos - Ano Letivo 2015/2016 Concurso para os regimes de Reingresso, Mudança de Curso, Transferência, e Concursos Especiais de Ingresso (titulares de curso médio ou superior e maiores

Leia mais

ESE. L s / } EDITAL MESTRADO EM ENSINO DE INGLÊS NO JO CICLO DO ENSINO BÁSICO (CANDIDATURA 2015 REF. ESE/M/EI1 CEB)

ESE. L s / } EDITAL MESTRADO EM ENSINO DE INGLÊS NO JO CICLO DO ENSINO BÁSICO (CANDIDATURA 2015 REF. ESE/M/EI1 CEB) ESE POUTÉCNICO ESCOLA SUPERIOR DE EDUCACÃO 2 3, / } L s EDITAL MESTRADO EM ENSINO DE INGLÊS NO JO CICLO DO ENSINO BÁSICO (CANDIDATURA 2015 REF. ESE/M/EI1 CEB) Paulo Alberto da Silva Pereira, Presidente

Leia mais

ESE DO PORTO EDITAL MESTRADO EM ENSINO DE PORTUGUÊS E INGLÊS NO 2 CICLO DO ENSINO BÁSICO (CANDIDATURA 2015 REF. ESE/M/EPI2CEB)

ESE DO PORTO EDITAL MESTRADO EM ENSINO DE PORTUGUÊS E INGLÊS NO 2 CICLO DO ENSINO BÁSICO (CANDIDATURA 2015 REF. ESE/M/EPI2CEB) POLITÉCNICO ESE DO PORTO L p1 EDITAL MESTRADO EM ENSINO DE PORTUGUÊS E INGLÊS NO 2 CICLO DO ENSINO BÁSICO (CANDIDATURA 2015 REF. ESE/M/EPI2CEB) Paulo Alberto da Silva Pereira, Presidente da Escola Superior

Leia mais

Regulamento de Ingresso e Acesso para Estudantes Internacionais da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Disposição geral Objeto

Regulamento de Ingresso e Acesso para Estudantes Internacionais da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Disposição geral Objeto Regulamento de Ingresso e Acesso para Estudantes Internacionais da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa SECÇÃO A Disposição geral Artigo 1.º Objeto O presente regulamento define as normas aplicáveis

Leia mais

DESPACHO Nº 18/2007. Assunto: Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso

DESPACHO Nº 18/2007. Assunto: Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso DESPACHO Nº 18/2007 Assunto: Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso Nos termos do nº 1 do artigo 10º do Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso,

Leia mais

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISVOUGA

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISVOUGA Página 1 de 6 Preâmbulo O presente regulamento define as regras de acesso e ingresso nos cursos técnicos superiores profissionais do e institui os critérios pelos quais se pautam as provas de avaliação

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO JUNHO 2013 APROVADO PELO DESPACHO IPP/P-050/2013 [1 11] ÍNDICE Objeto... 3 Âmbito... 3 Conceitos...

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE POLITÉCNICOS DO NORTE (APNOR) CONCURSO DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADO EM ASSOCIAÇÃO. Edição de 2010/2011

ASSOCIAÇÃO DE POLITÉCNICOS DO NORTE (APNOR) CONCURSO DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADO EM ASSOCIAÇÃO. Edição de 2010/2011 EDITAL João Alberto Sobrinho Teixeira, Presidente do Instituto Politécnico de Bragança; João Baptista da Costa Carvalho, Presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Maria do Rosário Gambôa

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO. Artigo 1.º. Objecto e âmbito

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO. Artigo 1.º. Objecto e âmbito REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO Artigo 1.º Objecto e âmbito 1 O presente regulamento disciplina, no cumprimento da Portaria n.º 401/2007, de 5 de Abril, os concursos

Leia mais

TPG FO1ifliC0 cl Guarda

TPG FO1ifliC0 cl Guarda Øw TPG FO1ifliC0 cl Guarda EDITAL INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR EDIÇÃO 2015/2016 Constantino Mendes Rei, Presidente do Instituto Politécnico

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA.

INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA. INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA EDITAL DE ABERTURA DE ACESSO A CURSOS DE MESTRADOS DO INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE COIMBRA Edição 2014-2016 Nos termos do Decreto -Lei n.º 42/2005, de pelo 22 de

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Instituto Politécnico de Viseu. MESTRADO EM Engenharia Electrotécnica Energia e Automação Industrial

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Instituto Politécnico de Viseu. MESTRADO EM Engenharia Electrotécnica Energia e Automação Industrial Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM Engenharia Electrotécnica Energia e Automação Industrial EDITAL Edição 2010/2012 1. DESTINATÁRIOS Podem candidatar-se

Leia mais

Regulamento das Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência do Ensino Superior dos Maiores de 23 Anos.

Regulamento das Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência do Ensino Superior dos Maiores de 23 Anos. Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril Regulamento n.º 100/2006 (Diário da República II Série de 16 de Junho de 2006) Regulamento das Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade

Leia mais

REGULAMENTO ESTUDANTE INTERNACIONAL

REGULAMENTO ESTUDANTE INTERNACIONAL REGULAMENTO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL REGULAMENTO DO ESTUDANTE INTERNACIONAL Considerando o Estatuto do Estudante Internacional, aprovado pelo Decreto -Lei n.º 36/2014, de 10 de março, é aprovado o presente

Leia mais

REGULAMENTO DO REGIME DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA. CAPÍTULO I Artigo 1º

REGULAMENTO DO REGIME DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA. CAPÍTULO I Artigo 1º REGULAMENTO DO REGIME DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA CAPÍTULO I Artigo 1º Âmbito O presente Regulamento disciplina os regimes de Reingresso, Mudança de Curso e Transferência para os Cursos

Leia mais

Reitoria. É revogado o Despacho RT-34/2014, de 2 junho. Universidade do Minho, 5 de dezembro de 2014. O Reitor. António M. Cunha. despacho RT-55/2014

Reitoria. É revogado o Despacho RT-34/2014, de 2 junho. Universidade do Minho, 5 de dezembro de 2014. O Reitor. António M. Cunha. despacho RT-55/2014 Reitoria despacho RT-55/2014 A Universidade do Minho tem vindo a atrair um número crescente de estudantes estrangeiros, que hoje representam um importante contingente da sua comunidade estudantil. Com

Leia mais

MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA

MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA Escola Superior Agrária Instituto Politécnico de Viseu MESTRADO EM ENFERMAGEM VETERINÁRIA DE ANIMAIS DE COMPANHIA EDITAL ANO LECTIVO: 2011/2013 1ª Edição 1. NOTA INTRODUTÓRIA O Mestrado em Enfermagem Veterinária

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E CONCURSOS ESPECIAIS DE INGRESSO

REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E CONCURSOS ESPECIAIS DE INGRESSO IADE-U Instituto de Arte, Design e Empresa - Universitário REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E CONCURSOS ESPECIAIS DE INGRESSO REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO,

Leia mais

REGULAMENTO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA ADMINISTRAÇÃO (ISCIA) Disposições Gerais

REGULAMENTO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA ADMINISTRAÇÃO (ISCIA) Disposições Gerais REGULAMENTO CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO INSTITUTO SUPERIOR DE CIÊNCIAS DA INFORMAÇÃO E DA ADMINISTRAÇÃO (ISCIA) Disposições Gerais O presente regulamento visa aplicar o regime estabelecido

Leia mais

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PÓS GRADUADA EM ENGENHARIA INFORMÁTICA APLICADA À SAÚDE EDIÇÃO 2011/2012

CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PÓS GRADUADA EM ENGENHARIA INFORMÁTICA APLICADA À SAÚDE EDIÇÃO 2011/2012 PRES EDT006 2011 CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO PÓS GRADUADA EM ENGENHARIA EDIÇÃO 2011/2012 João Manuel Simões da Rocha, Presidente do Instituto Superior de Engenharia do Porto, faz saber:

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO DO IPVC

PROPOSTA DE REGULAMENTO GERAL DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO DO IPVC PROPOSTA DE REGULAMENTO GERAL CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO Artigo 1º Objectivo e Âmbito de Aplicação 1. O presente regulamento visa orientar

Leia mais

EDITAL. MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014)

EDITAL. MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014) EDITAL MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/200, de 24 de Março, com as alterações que lhes foram introduzidas

Leia mais

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior nos Cursos Ministrados na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior nos Cursos Ministrados na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior nos Cursos Ministrados na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro TÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Âmbito O presente

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Curso Técnico Superior Profissional

Escola Superior de Educação João de Deus. Curso Técnico Superior Profissional Curso Técnico Superior Profissional Regulamento das Condições de Ingresso (n.º 2 do artigo 11º do DL 43/2014) Artigo 1º Objeto O presente regulamento aplica-se aos ciclos de estudos superiores denominados

Leia mais

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior OUTUBRO, 2015

Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior OUTUBRO, 2015 Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior OUTUBRO, 2015 REG.CTC.08.01 Página 1 de 6 Regulamento dos Concursos Especiais de Acesso e Ingresso no Ensino Superior da Escola

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE COMPETÊNCIAS, FORMAÇÃO E EXPERIENCIA PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE COMPETÊNCIAS, FORMAÇÃO E EXPERIENCIA PROFISSIONAL REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE COMPETÊNCIAS, FORMAÇÃO E EXPERIENCIA PROFISSIONAL Considerando que, nos termos do n 3 do artigo 45. do Decreto -Lei n 74/2006, de 24 de margo, alterado pelos Decretos-Lei n

Leia mais

EDITAL. 3. Para concretizar a candidatura deverá enviar os seguintes documentos para o e-mail: gpgrad@iscap.ipp.pt

EDITAL. 3. Para concretizar a candidatura deverá enviar os seguintes documentos para o e-mail: gpgrad@iscap.ipp.pt EDITAL Olímpio de Jesus Pereira Sousa Castilho, Presidente do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Instituto Politécnico do Porto, faz saber que: 1. Está aberto o concurso para admissão

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL (Edição 2012-2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei

Leia mais

(PROPOSTA) REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ACADÉMICAS, EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS E OUTRA FORMAÇÃO

(PROPOSTA) REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ACADÉMICAS, EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS E OUTRA FORMAÇÃO (PROPOSTA) Ú~e ~JU&~~L~ 6~i ~ / ~ 7J7t1 REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE COMPETÊNCIAS ACADÉMICAS, EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS E OUTRA FORMAÇÃO Conforme o determinado pelo artigo 45 O A do Decreto Lei n 074/2006

Leia mais

DESPACHO SP/61/2015 CONCURSO ESPECIAL DE ACESSO E INGRESSO PARA ESTUDANTES INTERNACIONAIS, DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA

DESPACHO SP/61/2015 CONCURSO ESPECIAL DE ACESSO E INGRESSO PARA ESTUDANTES INTERNACIONAIS, DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA DESPACHO SP/61/2015 CONCURSO ESPECIAL DE ACESSO E INGRESSO PARA ESTUDANTES INTERNACIONAIS, DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE COIMBRA Face à necessidade de ajustar o regime do Estudante Internacional do Instituto

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM PROCESSOS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS. (edição 2010-2012)

EDITAL MESTRADO EM PROCESSOS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS. (edição 2010-2012) EDITAL MESTRADO EM PROCESSOS QUÍMICOS E BIOLÓGICOS (edição 2010-2012) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com as alterações introduzidas

Leia mais

EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE UNIDADES DE SAÚDE (Edição 2014-15)

EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE UNIDADES DE SAÚDE (Edição 2014-15) EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO E ADMINISTRAÇÃO DE UNIDADES DE SAÚDE (Edição -15) Nos termos do Despacho nº 5/ESTESC/, do Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra de 8 de maio, ouvido

Leia mais

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO

REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO REGULAMENTO DE ACESSO E INGRESSO Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento destina-se a regular o acesso e ingresso nos cursos da Escola Superior Artística do Porto Guimarães, adiante designada por Escola.

Leia mais

Regulamento da Candidatura através dos Concursos Especiais. Ano Lectivo 2008/2009

Regulamento da Candidatura através dos Concursos Especiais. Ano Lectivo 2008/2009 Regulamento da Candidatura através dos Concursos Especiais (DL nº393-b/99 de 2 de Outubro, Portaria nº854-a/99 de 4 de Outubro, Portaria nº1081/2001 de 5 de Setembro, Portaria nº393/2002 de 12 de Abril)

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO NO ENSINO SUPERIOR Campus Académico de Santo André Escola Superior de Tecnologia e Gestão Jean Piaget do Litoral Alentejano REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO ANO LETIVO DE 2013-2014

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE FORMAÇÃO ACADÉMICA, OUTRA FORMAÇÃO E DE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE FORMAÇÃO ACADÉMICA, OUTRA FORMAÇÃO E DE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE FORMAÇÃO ACADÉMICA, OUTRA FORMAÇÃO E DE EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Preâmbulo No seguimento da terceira alteração ao Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, introduzida pelo Decreto-Lei

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA 2158 Diário da República, 1.ª série N.º 73 15 de abril de 2013 3) Despesas que resultem de transações entre cônjuges, parentes e afins em linha reta, entre adotantes e adotados e entre tutores e tutelados;

Leia mais

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO

REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO REGULAMENTO DOS DIPLOMAS DE ESPECIALIZAÇÃO Aprovado em reunião da Comissão Coordenadora do Conselho Científico em 22/11/2006 Aprovado em reunião de Plenário do Conselho Directivo em 13/12/2006 PREÂMBULO

Leia mais

EDITAL. 2. Podem ser opositores ao concurso deste curso de mestrado:

EDITAL. 2. Podem ser opositores ao concurso deste curso de mestrado: EDITAL 1. Faz-se público que está aberto concurso para admissão ao Curso de Mestrado em Tecnologias de Informação e Comunicação em Educação, a iniciar no 1º semestre do ano letivo de 2015/2016 na Escola

Leia mais

Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso da Escola Superior de Comunicação Social

Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso da Escola Superior de Comunicação Social Regulamento dos regimes de mudança de curso, transferência e reingresso da Escola Superior de Comunicação Social Objecto e âmbito Artigo 1.º Objecto e âmbito O presente regulamento disciplina no cumprimento

Leia mais

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Instituto Politécnico de Viseu REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM MARKETING RESEARCH

Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu. Instituto Politécnico de Viseu REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM MARKETING RESEARCH Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Instituto Politécnico de Viseu REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM MARKETING RESEARCH Nos termos do artigo 26.º do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março,

Leia mais

Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado. Edital 1ª Edição 2012-2013

Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado. Edital 1ª Edição 2012-2013 Pós-graduação Gestão da Sustentabilidade do Edificado Edital 1ª Edição 2012-2013 Barreiro, Maio de 2012 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Gestão da Sustentabilidade do Edificado (PGGSE) é uma realização

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE UNIDADES CURRICULARES 1

REGULAMENTO DE CREDITAÇÃO DE UNIDADES CURRICULARES 1 I - Disposições comuns... 2 1. Creditação... 2 2. Requerimentos... 3 3. Âmbito... 3 4. Procedimento... 3 5. Decisão e recurso... 3 6. Transição de ano... 4 7. Renúncia... 4 8. Certificação de creditações...

Leia mais

MESTRADO EM DIREITO E ECONOMIA DO MAR A GOVERNAÇÃO DO MAR * 2015/2016

MESTRADO EM DIREITO E ECONOMIA DO MAR A GOVERNAÇÃO DO MAR * 2015/2016 MESTRADO EM DIREITO E ECONOMIA DO MAR A GOVERNAÇÃO DO MAR * 2015/2016 VAGAS o 15 vagas para a candidatura na 1.ª fase o 15 vagas para a candidatura na 2.ª fase Na 1.ª fase aceitam-se candidaturas condicionadas

Leia mais

REGULAMENTO APLICÁVEL AOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA 1 (DL 401/2007, de 05-04) 04)

REGULAMENTO APLICÁVEL AOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA 1 (DL 401/2007, de 05-04) 04) REGULAMENTO APLICÁVEL AOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO E TRANSFERÊNCIA 1 (DL 401/2007, de 05-04) 04) I. CONDIÇÕES PRELIMINARES 1. O reingresso, mudança de curso e transferência pressupõem uma

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO

EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO EDITAL CONCURSO DE ACESSO AO CURSO DE MESTRADO EM FISIOTERAPIA ANO LECTIVO DE 2015/2016 REPUBLICAÇÃO Agostinho Luís da Silva Cruz, Presidente da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto (ESTSP),

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL Parceria: ESTBarreiro/IPS - ISE/UAlg

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL Parceria: ESTBarreiro/IPS - ISE/UAlg REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM ENGENHARIA CIVIL Parceria: ESTBarreiro/IPS - ISE/UAlg PREÂMBULO O Decreto Lei n.º 74/2006, de 24 de março, alterado pelos Decretos Lei n. os 107/2008, de 25 de Junho,

Leia mais

Instituto Politécnico de Portalegre Escola Superior de Saúde de Portalegre

Instituto Politécnico de Portalegre Escola Superior de Saúde de Portalegre Instituto Politécnico de Portalegre Escola Superior de Saúde de Portalegre Edital Cursos de Mestrado em Enfermagem (Despachos n.º 23087/2009, n.º 23089/2009, n.º 23088/2009 20 de Outubro de 2009). 1 Por

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Sociologia

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Sociologia UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Departamento de Sociologia REGULAMENTO DO 2º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTES AO GRAU DE MESTRE EM SOCIOLOGIA: EXCLUSÕES E POLÍTICAS SOCIAIS Artigo 1º Objecto O Regulamento do

Leia mais

EDITAL INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR EDIÇÃO 2015/2016

EDITAL INSTITUTO POLITÉCNICO DO PORTO CONCURSOS ESPECIAIS DE ACESSO E INGRESSO NO ENSINO SUPERIOR EDIÇÃO 2015/2016 EDITAL Por delegação de competências da Presidente do Instituto Politécnico do Porto, Delminda Augusta Pinto Lopes, Vice-Presidente, faz saber que, nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 17.º do Decreto-Lei

Leia mais

a) Estar ou ter estado inscrito num curso superior, diferente de um a

a) Estar ou ter estado inscrito num curso superior, diferente de um a MUDANÇA DE CURSO 1º CICLO D I R E I T O 2014/2015 PORTARIA N.º 401/2007, DE 5 DE ABRIL, ALTERADA PELA PORTARIA N.º 232-A/2013, DE 22 DE JULHO, E REGULAMENTO DOS REGIMES DE REINGRESSO, MUDANÇA DE CURSO

Leia mais

3. Condições de ingresso:

3. Condições de ingresso: EDITAL Concurso institucional aos Cursos Técnicos Superiores Profissionais em «Intervenção Social e Comunitária» e em «Comunicação Digital» para o ano letivo de 2015/2016. Cumprindo com o previsto no número

Leia mais

Regulamento Geral de Matrículas e Inscrições. no ciclo de estudos conducente ao grau de Licenciado

Regulamento Geral de Matrículas e Inscrições. no ciclo de estudos conducente ao grau de Licenciado Regulamento Geral de Matrículas e Inscrições no ciclo de estudos conducente ao grau de Licenciado Artigo 1.º Âmbito 1 - O presente Regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições

Leia mais