A devoção a Nossa Senhora é necessária para a salvação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A devoção a Nossa Senhora é necessária para a salvação"

Transcrição

1 A devoção a Nossa Senhora é necessária para a salvação pelo Padre Patrick Perez Comecemos com uma oração. Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amen. Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos Vossos fiéis e reacendei neles o fogo do Vosso amor divino. Enviai o Vosso Espírito e serão formados. Oremos. Ó Deus, que, pela luz do Espírito Santo, instruís os corações dos fiéis, concedei-nos que, pelo mesmo Espírito, sejamos verdadeiramente sensatos e nos alegremos na Sua consolação. Por Cristo Nosso Senhor. Amen. Que a assistência divina permaneça sempre em nós: que as almas dos fiéis defuntos descansem em paz, pela misericórdia de Deus. Amen. Bom dia, caros Padres. Há aqui Salesianos de S. João Bosco? Sei que há mais; os outros tiveram receio de levantar as mãos! Bem, desejo-lhes um feliz Dia da Festa de S. João Bosco, não só aos Padres Salesianos mas a todos os que estão presentes. É uma bênção para todos nós que continuem o vosso trabalho junto dos jovens de todo o mundo. São a nossa esperança para o futuro. Que Deus abençoe o vosso trabalho e que Deus vos proteja. Dedico esta palestra de hoje a Jesus através de Maria, em honra da Sua Imaculada Conceição, em honra de Nossa Senhora do Rosário, e também em honra do Seu querido servo S. João Bosco. Na Missa desta manhã, pareceu-me que uma oração se referia a ele fazer truques de magia. Quem me explica isto? Os padres salesianos vão ter de me explicar isto mais tarde. Parece ser interessante. Esta manhã vou falar da devoção à Santíssima Virgem, mas não apenas em geral. Especificamente, a devoção à Santíssima Virgem Maria como sendo necessária para a salvação. Parece que há muito a dizer, e, de facto, aconteceu que alguns padres me vieram dizer talvez não fossem padres muito bons vieram-me dizer: Sabe, não tenho grande devoção à Santíssima Virgem. sabe como é, e quanto ao Terço, tanto posso rezar como não rezar. Ora isto não é ter devoção à Santíssima Virgem. E eu não concordo. Quando perguntaram a Nosso Senhor qual era o maior mandamento, respondeu: Amarás ao Senhor teu Deus com toda a tua mente, e todo o teu coração, e toda a tua alma. E amarás o teu próximo como a ti mesmo. Se amamos verdadeiramente a Deus, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo com todo o nosso coração, toda a nossa mente e toda a nossa alma, também devemos amar o que Ele ama. Não podemos separar as duas coisas. Não podemos dizer: amo muito a Jesus, mas a Sua Mãe está bem. Não! Se amamos ao Senhor nosso Deus de todo o coração, também amamos a Sua Mãe. Tentem amá-lo com um amor igual ao que Ele tem pela Sua Mãe. É impossível para um ser humano, mas pedimos-lhe a graça de amar a Sua Mãe e obedecer à Sua Mãe com o amor que Ele tinha por Ela e com a obediência que Ele Lhe demonstrou. 1

2 Com a excepção de Deus Pai, o maior amor de Jesus é pela Sua Mãe Santíssima. É claro que a Santíssima Trindade ama-se a Si própria com um perfeito amor. Isto é uma coisa, mas há uma segunda categoria distinta, que abrange o amor de Nosso Senhor pela Sua Mãe Santíssima, que Ele ama acima de tudo, exceptuando a Santíssima Trindade. Portanto, por definição isto deve também aplicar-se a nós, Seus seguidores. Se vamos realmente tentar segui-lo, temos que procurar amar a Sua Mãe como Ele A amou. Caso contrário, não podemos dizer que amamos a Jesus. É tão simples como isto. Não amas, não podes amar, és um mentiroso. Se disserem que amam Jesus, mas não amam a Sua Mãe, estão a mentir. Daqui a um momento irei aprofundar este tema. Sei que muitos de vós vêm da Índia ou do Sri Lanka ou dos países dessa área, e que têm os vossos próprios espinhos a suportar. Têm que tratar com os Hindus e com os Muçulmanos e com os Governos e todo o tipo de autoridades. Ora bem, o espinho que nos atormenta na América é os que se chamam Protestantes. Estão em todo o lado, como aquelas formigas vermelhas que mordem, ou como baratas, e incomodam muito, por causa das suas blasfêmias e dos seus ataques ao Cristianismo. Creio que não têm que lidar muito com eles por aqui, mas cada terra tem os seus problemas. Mais do que, por coerência, amar a Nossa Senhora com o amor de Jesus, para podermos dizer que amamos de facto a Jesus. Mais do que, porque O amamos, amarmos o que Ele ama e tentarmos imitá-lo em todas as coisas. É claro que o texto clássico, A Imitação de Cristo, de Tomás a Kempis, dá-nos uma boa orientação nesse sentido, mas há muitas obras espirituais de grande beleza que também nos orientam na mesma direcção. De certa maneira, a Sua Incarnação realizou-se pela intercessão de Nossa Senhora. Quando Nossa Senhora consentiu em fazer a vontade de Deus e ser Mãe da Segunda Pessoa incarnada da Santíssima Trindade, fez a sua intercessão de maneira muito real. Nosso Senhor sujeitou a Sua própria Incarnação à condição da intercessão da Sua Mãe. Da mesma maneira, os Seus milagres devem-se à Sua intercessão. Recordemos o primeiro de todos; nas bodas de Caná, Nossa Senhora notou que não havia vinho e disse-lhe: Filho, não têm vinho, ao que Ele respondeu: Mulher, o que tem isso a ver comigo e contigo?, e então transformou a água em vinho como o seu primeiro milagre público. Ora bem, isto simbolizou a Sua entrada nesta vida, na Sua vida pública, na Sua vida de milagres, e fê-lo com a intercessão da Sua Mãe, e também com a Sua permissão e a Seu pedido. A Santíssima Virgem ocupa um lugar único na criação. Ora bem, é aqui que os Protestantes da minha terra começam a ter problemas com a Santíssima Virgem, porque, por uma razão qualquer, não conseguem aceitar o facto de que Nossa Senhora é única na criação. Não é Deus porque foi criada; não é igual a nós porque nós nascemos no pecado; mas é a Imaculada Conceição, o primeiro tabernáculo, o vaso santo e puro feito por Nosso Senhor para O conter durante nove meses, enquanto esperava para nascer em Belém. Nossa Senhora, a Imaculada Conceição, ocupa um lugar único na criação, tanto pela Sua natureza de ser a Imaculada Conceição como pelos Seus méritos. Porque também mereceu o que 2

3 tinha. Não por ter nascido Imaculada Conceição; porém mereceu muitas coisas por Sua própria conta. Ou seja, por colaborar inteira e totalmente com o plano de Deus. Mereceu, e conseguiu onde a primeira Eva falhou, e nesse sentido contribuiu para a nossa redenção. Ocupa, pois, uma posição única entre Deus e os homens, acima de todos os homens. Aqueles de vós que estão familiarizados com a liturgia tradicional da Igreja sabem como nós demonstrávamos isto. Há três tipos de inclinações. Por exemplo, na Missa tradicional da Igreja, faz-se uma leve inclinação da cabeça quando se menciona o Santo do dia, ou o nome do Papa, ou o Bispo da Diocese em que se está, no dia da sua sagração. Faz-se uma inclinação profunda da cabeça quando se diz o nome da Santíssima Virgem Maria, e só o nome da Santíssima Virgem Maria. É uma inclinação mais profunda do que a do Santo, do Papa ou do Bispo. Mas é menos profunda do que o terceiro tipo de inclinação, que é reservada ao nome de Nosso Senhor Jesus Cristo, e não há uma inclinação mais profunda do que esta. Portanto, até na liturgia separamos dulia, hiperdulia e latria, que a Igreja dedica aos vários santos, a Deus e à Santíssima Virgem. Nós, Católicos, sempre Lhe demos este lugar sem o questionarmos. Não questionamos isso nem nunca o fizemos. Mas, como já disse, há quem o faça. A saber, os Protestantes, que começaram com a revolta protestante do início do Século XVI. Reparem que lhe chamo Revolta protestante, e não a Reforma. Os Protestantes gostam de chamar-lhe Reforma porque pensam que a Igreja Católica estava de alguma maneira corrupta e que eles a reformaram gloriosamente num sentido bíblico. Mas não, destruíram a unidade da Igreja. Blasfemaram a nossa Mãe Santíssima, Nosso Senhor e os Seus santos, e tudo o que apareceu antes deles na Sua Igreja. É, portanto, acima de tudo a Revolta protestante, não a Reforma protestante. Eles têm duas queixas principais a respeito da Santíssima Virgem Maria. Em primeiro lugar, dizem que Ela era uma mulher como qualquer outra. Assim sendo, suponham que Nosso Senhor escolheu uma mulher qualquer ao acaso para incarnar. Dizem eles, uma mulher como qualquer outra. Para a outra objecção, falam nas Escrituras para dizerem que Ela não pode ser mediadora, porque só temos um mediador, e esse mediador é o próprio Jesus Cristo. E por isso dizem que, quando rezamos à Santíssima Virgem, ou quando rezamos aos santos, estamos na prática a cometer idolatria, porque as Escrituras dizem que só podemos ter um mediador, um intercessor, que é Jesus. Os Protestantes baseiam estas opiniões no que entendem, em primeiro lugar, ser uma falta de evidência nas Escrituras. Não lhes interessa saber que o Antigo Testamento está cheio de referências à segunda Eva nas Suas qualidades; e está. Se lerem o Antigo Testamento, tendo em conta os dados do Novo Testamento, verão que Nosso Senhor é prefigurado e referido centenas de vezes no Antigo Testamento, assim como Nossa Senhora. E então o aspecto do senso comum da teologia? Recordem-se que a nossa teologia não é só bíblica. O bíblico é bom; o nosso livro é bíblico, o livro da Igreja Católica; usamo-lo e interpretamo-lo como deve ser. Mas a teologia não 3

4 é só ler a Bíblia; a teologia é usar a cabeça, e usá-la muitas vezes. Quando se aplica a lógica às Escrituras e aos verdadeiros princípios sobre Deus; é assim que se faz a teologia. Quando se aplica a lógica à verdade, pode chegar-se a outra verdade, e isso, basicamente, é teologia. Então o que dizer daquele aspecto da teologia, o aspecto do senso comum? Deus Filho, o Santo, o Imortal, não poderia nascer da carne de uma mulher como qualquer outra. Isto é derivado da natureza de Deus. Não podia nascer da carne de uma mulher como qualquer outra, com a mancha do pecado original, uma mulher tão pecadora como qualquer outra. Isso seria impossível para o Santo, o Imortal, que não pode tolerar a presença de imperfeição, ou pecado, ou erro. Portanto, a Sua situação única, devida à Sua Imaculada Conceição, pode deduzir-se através da lógica. Ela tinha de ser a Imaculada Conceição. Mesmo que não tivéssemos lido as palavras do anjo, registadas nas Escrituras: Ave, cheia de graça, saberíamos que Ela era, de facto, cheia de graça desde o primeiro momento da Sua concepção, porque não podia ser doutra maneira. A outra objecção que os Protestantes fazem, sobre um só mediador, um só intercessor, que é Jesus Cristo, em que sentido será verdade, e como é que se deve entender? Que Jesus Cristo é o único mediador em justiça, para a nossa redenção, não está em discussão. Só Ele pagou o preço pelos nossos pecados, e isto é exactamente o que as Escrituras querem dizer quando se referem a um só mediador. Significa que só Ele nos remiu os pecados. Pagou o preço. E como é que sabemos que isto é o que as Escrituras dizem? E como é que sabemos que as Escrituras não proíbem que se reze aos santos ou à Santíssima Virgem Maria? Porque as Escrituras estão cheias de exemplos de intercessão de outros seres humanos. Vou-lhes dar uns exemplos. A que chamamos a mediação da graça? Nosso Senhor é a mediação da justiça. Pagou o preço. A mediação dos santos e da Santíssima Virgem Maria chama-se a mediação da graça. Se lermos o 2º livro dos Macabeus 15:14, Jeremias intercedeu depois da sua morte pela sua querida cidade de Jerusalém. Vejam o livro do Apocalipse, 5:8: os antigos intercedem por nós, os Santos. Um exemplo final. Se repararem na 2ª epístola de S. Pedro 1:15, verão que S. Pedro prometeu aos seus discípulos que intercederá por eles no Céu. Sabemos, portanto, pelas Escrituras, que não há apenas um mediador que reza por nós para obter a graça; tem que ser assim, porque nas Escrituras encontramos outros exemplos de mediação da graça. É evidente que, em virtude de Quem é e do que Ela é, a intercessão da Santíssima Virgem Maria tem um lugar muito especial. Assim como Ela ocupa um lugar próprio na criação, assim a Sua intercessão ocupa um lugar próprio. E o que é? Qual é o Seu lugar? É o Seu lugar único na intercessão. A Santíssima Virgem Maria não é a Rainha do Céu e da terra? Sim, é a Rainha do Céu e da terra. Então não será apropriado que até as orações dos Santos subam ao Céu através d Ela, e também todas as graças desçam do Céu através d Ela? Ela não o mereceu? Sem dúvida que mereceu. 4

5 Recordemos que Lhe chamamos Rainha, na Salve Rainha, e que no 5º mistério glorioso referimo-nos à coroação da Santíssima Virgem Maria como Rainha do Céu e da terra; falamos d Ela como alguém que tem domínio absoluto sobre nós, como Rainha que é. Uma Rainha não é uma figura parlamentar em que não podemos depositar a nossa confiança. De modo nenhum! Uma Rainha tem poder absoluto neste sentido, e no mesmo sentido Maria é Rainha do Céu e da terra. Porque o mereceu. Assim é por necessidade de preceito, e não por necessidade de meios. O que quer isto dizer? Ela é a Mediadora de todas as Graças porque Deus assim o quer. Não porque tem de ser assim, mas porque Deus determinou que assim fosse, pelo amor que tem à Sua Mãe Santíssima e aos Seus méritos. É a isto que se chama a necessidade de preceito, por oposição à necessidade de meios. É assim porque Deus quer que seja assim, e não devido à Sua natureza. Foi o próprio Deus quem sujeitou a Sua Incarnação à intercessão incomparável da Sua Mãe. Sujeitou a Sua Incarnação ao fiat da Sua Mãe Santíssima, que assim cumpriu os desejos da raça humana. A vinda do Messias realizou-se pela Sua palavra e permissão, e apenas pela Sua palavra e permissão. Da mesma maneira, recebemos as graças do ministério público de Nosso Senhor através da Sua intercessão; e segundo as revelações dadas à Beata Ana Catarina Emmerich, Nosso Senhor até pediu a permissão da Sua Mãe para se submeter à Sua paixão. Assim, até a graça da remissão dos pecados foi através da Sua palavra, e apenas da Sua palavra. Segundo as revelações de Ana Catarina Emmerich, Nosso Senhor visitou Nossa Senhora e pediu-lhe licença para se submeter à Sua paixão. Não nos poderá surpreender que esta relação deva ser continuada no Céu. De facto, é muito apropriado que, assim como na terra, a intercessão de Nossa Senhora seja agora necessária para a salvação em cada caso específico, como anteriormente era em termos gerais. Há quem queira limitar as atribuições de Nossa Senhora como Mediadora de todas as Graças ao caso geral, quando Ela deu o seu Sim, o Seu consentimento; o Seu fiat para a Incarnação, que, portanto, nos concedeu Deus incarnado, que teve o Seu ministério em público, a Sua paixão, morte e ressurreição. Todavia, é muito mais activa e específica do que isso. É um caso específico individual de necessidade da Sua intercessão para a salvação. Cada um de nós não é apenas o caso histórico do Seu fiat na Anunciação. O que têm os santos a dizer sobre este assunto? Bem, vou-lhes ler algumas citações do que os santos disseram sobre este assunto; todos eles estavam de acordo. Não há nenhum santo, nenhum escritor espiritual na história da Igreja que negue a necessidade da intercessão de Nossa Senhora na salvação de cada um de nós. Não é muito difícil encontrar referências sobre isto. Aqui só lhes vou indicar algumas. S. Bernadino de Siena disse que todas as graças da vida espiritual que descem de Cristo, cabeça do Corpo Místico de que fazem parte os fiéis, são transmitidas por instrumento de Maria. Diz o mesmo S. Bernadino que, como Deus se dignou habitar no seio desta Santíssima Virgem, Ela adquiriu desta maneira jurisdição sobre todas as graças que Jesus Cristo concedeu do Seu sacratíssimo seio. Todas as correntes de dons divinos vieram d Ela como de um oceano celestial. 5

6 Noutro lugar, repetiu a mesma ideia em termos mais distintos. Discorreu que, a partir do momento em que esta Virgem Mãe concebeu o Verbo Divino no Seu seio, Ela adquiriu uma jurisdição especial, por assim dizer, sobre todos os dons do Espírito Santo, de modo que nenhuma criatura recebeu desde então qualquer graça de Deus que não fosse pelas mãos de Maria. Há um escritor espiritual, Ricardo de São Lourenço, que disse que Deus quis que todas as boas coisas que Ele concede às Suas criaturas passassem pelas mãos de Maria. Da mesma maneira, o Venerável Abade de Sales exorta a todos a que recorram a este tesouro de graças, que é o nome que Lhe dá. Dirigi-vos à Santíssima Virgem, disse ele, porque por Ela, e n Ela, e com Ela, e d Ela, o mundo recebe e receberá todo o bem. Isto é de Santo Afonso de Ligório. Deus, que nos deu Jesus Cristo, quis que todas as graças que foram, são e hão-de ser dispensadas aos homens até ao fim do mundo pelos méritos de Cristo fossem dispensadas pelas mãos e através da intercessão de Maria. Um famoso teólogo jesuíta, Suárez, disse que a intercessão e orações de Maria estão acima de todas as outras e são não só úteis como também necessárias. S. Bernardo disse que Deus quer que não tenhamos nada que não tenha passado pelas mãos de Maria. E antes de S. Bernardo, já Santo Ildefonso afirmava o mesmo. Dizia ele: Ó Maria, Deus decidiu cometer às Vossas mãos todos os dons que dispensou aos homens, e, portanto, confiou- Vos todos os tesouros e riquezas da graça. Mais outra autoridade, S. Pedro Damião, disse que Deus não Se faria homem sem o consentimento de Maria. Em primeiro lugar para nos sentirmos com maiores obrigações para com Ela, e em segundo lugar para compreendermos que a salvação de todos ficou ao cuidado da Santíssima Virgem. Só mais algumas notas. A evidência dos santos e teólogos é tão grande que é maravilhoso ouvir isto. Citemos mais uma vez o teólogo jesuíta Suárez, que disse que Maria colaborou na nossa salvação de três maneiras: Primeira, por ter merecido, por congruidade ou capacidade, a incarnação do Verbo. Segunda, por ter rezado continuamente por nós enquanto viveu neste mundo. E terceira, por ter oferecido voluntariamente a vida do Seu Filho a Deus para a nossa salvação. Por esta razão, Nosso Senhor decretou na Sua justiça que, assim como Maria colaborou na salvação dos homens com tanto amor, dando ao mesmo tempo tal glória a Deus, assim todos os homens devem obter a sua salvação por intercessão de Maria. Esta referência é de Santo António. Quem pede e espera obter graças sem a intercessão de Maria é como se tentasse voar sem asas. Porque, assim como o Faraó disse a José: A terra do Egipto está nas tuas mãos, e em seguida enviou-lhe todos os que vinham pedir ajuda, dizendo: Ide a José, assim Deus nos envia a Maria quando procuramos graças. Ide a Maria, porque Ele decretou, escreveu S. Bernardo, que não concederia graças a não ser que passassem pelas mãos de Maria. A nossa salvação está nas Suas mãos. 6

7 Esta é de Cassiano, o escritor espiritual. A nossa salvação está nas Suas mãos. Diz claramente que a salvação de todos nós depende de sermos favorecidos e protegidos por Maria. Quem for protegido por Maria salvar-se-á. Quem não for, perder-se-á. Citemos novamente Ricardo de São Lourenço: Assim como cairíamos no abismo se o chão desaparecesse de baixo dos nossos pés, assim uma alma privada da ajuda de Maria cairia primeiro no pecado e em seguida no inferno. S. Boaventura disse que Deus não nos salvará sem a intercessão de Maria. Assim como um bebé não pode viver sem uma ama que lhe dê de mamar, sabei que ninguém pode ser salvo sem a protecção de Maria. Portanto, exorta-nos a ansiar pela devoção a Ela. A mantê-la com cuidado e nunca a abandonar até recebermos a Sua bênção maternal. Há muitos exemplos diferentes disto. Lembro-me agora de um. Veio num artigo publicado no Catholic Family News, quase há sete anos. Era o caso de um jovem negro do Sul, chamado Claude Newman, que era completamente analfabeto. Alguém tinha atacado e ferido a sua mulher, e ele, para se vingar, acabou por matar o agressor, foi preso e condenado por assassínio. A sentença era de morte. Na cadeia encontrou outro preso que tinha uma medalha ao pescoço. Newman perguntou-lhe: O que é isso que tens aí? O preso, que não era muito bom Católico, respondeu: É só uma medalha ; e tirou-a, cuspiu no chão e deitou-a fora. Claude Newman apanhou-a e pediu licença ao guarda para a usar. A partir dessa noite, a Santíssima Virgem apareceu-lhe. O ponto a reter é que, antes de ser executado, esteve em comunicação com a Santíssima Virgem, e disse ao padre que foi prestar-lhe assistência: Senhor Padre, se precisar de alguma coisa, diga-me, e eu peço-lhe por si. Muitos santos escreveram a mesma coisa. Não lhe disse que, se precisasse de alguma coisa, lhe dissesse e ele falaria com Jesus. Disse-lhe que, se precisasse de alguma coisa, lhe dissesse e ele pediria a Nossa Senhora por ele. Meus caros fiéis, temos todo o direito de esperar que isto é verdade, considerando a extensão das provas colhidas dos teólogos e Santos e Padres da Igreja; e isto não é coisa que nos surpreenda a nós, Católicos. Recordemos que, mais recentemente, Fátima confirmou tudo isto de forma maravilhosa. A Mensagem de Fátima é uma das intercessões necessárias da Santíssima Virgem Maria, e Nosso Senhor disse-o. Recordam-se de quando Lúcia perguntou a Deus, Porquê a Rússia? Ele respondeu: Para que saibam que foi a Minha Mãe que fez isto, e para que venerem o Seu Imaculado Coração a par da devoção ao Meu Sagrado Coração. E isto é tudo o que esperamos para Fátima: a expressão pública do Santo Padre em como a Santíssima Virgem é Mediadora de todas as Graças, através da Consagração da Rússia ao Seu Imaculado Coração. Eventualmente, isto far-se-á. Nosso Senhor far-nos-á 7

8 ajoelhar perante o trono da Sua Mãe Santíssima, e isto far-se-á. Ela será reconhecida como o canal, a porta, o portão do Céu que devemos transpor. Ela será eventualmente reconhecida como tal, mas, como dizem as profecias, quanto mais tempo se esperar, piores são as consequências do atraso. Quero deixá-los com uma citação final que acho que é especialmente bela. É de S. Germano. Para mim, resume tudo. Escreveu ele: Não há ninguém, ó Maria Santíssima, que possa ser salvo ou remido, a não ser por Vós, ó Mãe de Deus. Ninguém que possa ser livrado de perigos a não ser por Vós, ó Virgem Mãe. Ninguém que possa alcançar misericórdia a não ser por Vós, ó Cheia de Graça. Penso que ninguém o pode dizer mais completamente ou melhor do que isto, ou de maneira a resumir os sentimentos de todos os corações verdadeiramente católicos. Que o Imaculado Coração de Maria seja venerado e glorificado, e que possamos ver o Seu triunfo a seguir à Consagração da Rússia. Que possamos vê-la triunfar sobre todos os que duvidam que Ela seja a nossa única Mãe. Amen 8

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

Nossa Senhora Chitãozinho & Xororó Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Cura-me as feridas e a dor me faz suportar

Nossa Senhora Chitãozinho & Xororó Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Cura-me as feridas e a dor me faz suportar Nossa Senhora Chitãozinho & Xororó Cubra-me com seu manto de amor Guarda-me na paz desse olhar Cura-me as feridas e a dor me faz suportar Que as pedras do meu caminho Meus pés suportem pisar Mesmo ferido

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Cântico: Dá-nos um coração

Cântico: Dá-nos um coração Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos que vivem

Leia mais

Orações. para todas as horas. 170 orações para diversas circunstâncias

Orações. para todas as horas. 170 orações para diversas circunstâncias Orações para todas as horas 170 orações para diversas circunstâncias Apresentação A oração nos liga ao sagrado, coloca-nos em contato íntimo e profundo com o Pai. Existem vários formas de rezar, muitas

Leia mais

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo

CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo. CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo CATEQUESE 1 Estamos reunidos de novo Tens uma tarefa importante para realizar: 1- Dirige-te a alguém da tua confiança. 2- Faz a pergunta: O que admiras mais em Jesus? 3- Regista a resposta nas linhas.

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós.

Lausperene. Senhor Jesus, Eu creio que estais presente no pão da Eucaristia. Senhor, eu creio em Vós. Lausperene Cântico: Dá-nos um coração Refrão: Dá-nos um coração, grande para amar, Dá-nos um coração, forte para lutar. 1. Homens novos, criadores da história, construtores da nova humanidade; homens novos

Leia mais

Sumário Rosário de Nossa Senhora

Sumário Rosário de Nossa Senhora Sumário PRECES DIÁRIAS DO CRISTÃO... 13 1. Sinal da Cruz... 13 2. Pai-Nosso... 14 3. Ave-Maria... 15 4. Glória ao Pai... 16 5. Creio... 16 6. Invocação ao Espírito Santo... 17 7. Bênção contra a Tristeza...

Leia mais

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe.

NOVENA PRIMEIRO DIA. Glória a ti Deus Pai, tu que chamaste a Rafqa à santa vida monástica e foste para ela Pai e Mãe. NOVENA O verdadeiro crente deve conscientizar-se da importância da oração em sua vida. O senhor Jesus disse : Rogai sem cessar ; quando fazemos uma novena que é uma de oração, estamos seguindo um ensinamento

Leia mais

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o

É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o 3 - Eucaristia O que é a Eucaristia? É o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando

Leia mais

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10.

Vigília Jubilar. Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Vigília Jubilar Vigília do dia 17 para 18. Abrir às 21 horas do dia 17/10 e encerrar às 6h da manhã do dia 18/10. Material: Uma Bíblia Vela da missão Velas para todas as pessoas ou pedir que cada pessoa

Leia mais

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1

Bíblia Sagrada N o v o T e s t a m e n t o P r i m e i r a E p í s t o l a d e S ã o J o ã o virtualbooks.com.br 1 Bíblia Sagrada Novo Testamento Primeira Epístola de São João virtualbooks.com.br 1 Capítulo 1 1 O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que temos contemplado

Leia mais

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento

Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Catequese e adoração das crianças ao Santíssimo Sacramento Paróquia de Calheiros, 1 e 2 de Março de 2008 Orientadas por: Luís Baeta CÂNTICOS E ORAÇÕES CÂNTICOS CRISTO VIVE EM MIM Cristo vive em mim, que

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia

O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia O Exorcista-Mor do Vaticano afirma que ainda não se fez a Consagração da Rússia pelo Padre Gabriele Amorth Portanto, com a Consagração de 1984 não se realizou uma adequada Consagração da Rússia. E eu estava

Leia mais

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO

O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO O PAI É MAIOR DO QUE O FILHO Vós ouviste o que vos disse: Vou e retorno a vós. Se me amásseis, ficaríeis alegres por eu ir para o Pai, porque o Pai é maior do que eu. João

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino

OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO ORAÇÃO A SÃO JERÔNIMO. Pai nosso que estais nos céus. Santificado seja o vosso nome. Venha a nós o vosso reino OUTRAS ORAÇÕES PAI NOSSO Pai nosso que estais nos céus Santificado seja o vosso nome Venha a nós o vosso reino Seja feita a vossa vontade Assim na Terra como no Céu O pão nosso de cada dia nos dai hoje

Leia mais

Rosarium Virginis Mariae

Rosarium Virginis Mariae EDITORA AVE-MARIA Introdução O Rosário da Virgem Maria, que ao sopro do Espírito Santo de Deus se foi formando gradualmente no segundo milênio, é oração amada por numerosos santos e estimulada pelo magistério.

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO

NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO NOVE DIAS COM IRMÃ CLARA FIETZ NA ESCOLA DE JESUS CRISTO ORAÇÃO DO INÍCIO DA NOVENA SENHOR JESUS CRISTO, Vós nos encorajastes a Vos trazer nossa preocupação na oração. Se me pedirdes alguma coisa em meu

Leia mais

ROSÁRIO ANGLICANO. contemplativa nos diversos níveis da tradição cristã.

ROSÁRIO ANGLICANO. contemplativa nos diversos níveis da tradição cristã. ROSÁRIO ANGLICANO contemplativa nos diversos níveis da tradição cristã. O Círculo do Rosário Anglicano simboliza a roda do tempo; na tradição cristã o número 4 representa os quatro braços da cruz: quando

Leia mais

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim!

Glória! Glória! Glória! Glória ao Senhor! Glória pelos séculos sem fim! Page 1 of 6 GUIÃO DA CELEBRAÇÃO DA 1ª COMUNHÃO 2006 Ambientação Irmãos: Neste Domingo, vamos celebrar e viver a Eucaristia com mais Fé e Amor e também de uma maneira mais festiva, já que é o dia da Primeira

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto

Rita de Sá Freire. Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto Rita de Sá Freire Maria: a Mãe do Eterno e Sumo Sacerdote - Homenagem ao Dia do Padre 4 de agosto No dia 4 de agosto, a Igreja comemora São João Maria Vianney, Padroeiro dos Padres. Gostaria de prestar

Leia mais

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE

PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE PADRE MARCELO ROSSI ÁGAPE Oo Índice Prefácio, por Gabriel Chalita...11 Introdução...19 1 O Verbo divino...27 2 As bodas de Caná...35 3 A samaritana...41 4 Multiplicação dos pães...49 5 A mulher adúltera...55

Leia mais

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote

ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009. Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA ABERTURA DO ANO SACERDOTAL 19 de junho de 2009 Fidelidade de Cristo, fidelidade do Sacerdote 1 - MOTIVAÇÃO INICIAL: Dir.: Em comunhão

Leia mais

NOVENA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA. 7º DIA: Sonho da jangada (MB VIII, 275-282) Nossa Senhora não abandona quem nela confia.

NOVENA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA. 7º DIA: Sonho da jangada (MB VIII, 275-282) Nossa Senhora não abandona quem nela confia. NOVENA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA 7º DIA: Sonho da jangada (MB VIII, 275-282) Nossa Senhora não abandona quem nela confia. ACOLHIDA FICO FELIZ Fico feliz em vir em tua casa, erguer minha voz e cantar.

Leia mais

Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40.

Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40. Aparição da Mãe Divina. Colina do Cristo Redentor, Carmo da Cachoeira, MG, Brasil. Domingo, 12 de fevereiro de 2012, às 20h40. Como no dia de ontem, o grupo reuniu-se às 19h30 para iniciar a tarefa de

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org

Evangelhos. www.paroquiadecascais.org Evangelhos 1. Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt 5, 1-12a) ao ver a multidão, Jesus subiu ao monte e sentou-se. Rodearam-n O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

Leia mais

AS VIRTUDES TEOLOGAIS. A VIRTUDE DA FÉ. Catecismo de São Pio X.

AS VIRTUDES TEOLOGAIS. A VIRTUDE DA FÉ. Catecismo de São Pio X. 1 AS VIRTUDES TEOLOGAIS. A VIRTUDE DA FÉ. Catecismo de São Pio X. Precisamos aprender como devemos agir. Já que Deus nos deu tantas coisas boas, é normal que procuremos viver dentro de Sua Lei, praticando

Leia mais

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA SOLENE CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Antes da Solene celebração, entregar a lembrança do centenário No Final terá um momento de envio onde cada pessoa reassumirá a missão. O sinal deste momento será a colocação

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

1. QUAL É O MANDAMENTO?

1. QUAL É O MANDAMENTO? FAZER DISCÍPULOS Texto: Mateus 28:18-20 (18) E, aproximando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. (19) Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA

QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA. II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA QUEM ANUNCIA AS BOAS NOVAS COOPERA COM O CRESCIMENTO DA IGREJA II Reunião Executiva 01 de Maio de 2015 São Luís - MA At 9.31 A igreja, na verdade, tinha paz por toda Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se

Leia mais

A Devoção dos Cinco Primeiros Sábados

A Devoção dos Cinco Primeiros Sábados DEVOÇÕES CATÓLICAS A Devoção dos Cinco Primeiros Sábados P. Fernando Leite, sj FAÇA SUA PARTE: Pratique, reze, imprima e divulgue. I A DEVOÇÃO DOS PRIMEIROS SÁBADOS Na Aparição do dia 13 de Julho anunciou

Leia mais

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação?

Você se lembra das três palavras abordadas na lição anterior: Revelação, inspiração e iluminação? A BÍBLIA Parte 2 Objetivo para mudança de vida: Dar ao estudante um senso profundo e duradouro de confiança em sua capacidade de entender a Bíblia. Capacidade esta que lhe foi dada por Deus. Você se lembra

Leia mais

Sagrado Coração de Jesus

Sagrado Coração de Jesus Trezena em honra ao Sagrado Coração de Jesus Com reflexões sobre suas doze promessas a Santa Margarida Maria de Alacoque EDITORA AVE-MARIA Introdução Antes de o prezado leitor iniciar esta Trezena em honra

Leia mais

Vai ao encontro! de quem mais precisa!

Vai ao encontro! de quem mais precisa! Vai ao encontro! 2ª feira, 05 de outubro: Dos mais pobres Bom dia meus amigos Este mês vamos tentar perceber como podemos ajudar os outros. Vocês já ouviram falar das muitas pessoas que estão a fugir dos

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

Novarini Oreste Via G. Paisiello 9 34148 TRIESTE (TS) Itália. (e eu vou responder a todas as perguntas que vocês vão pôr)

Novarini Oreste Via G. Paisiello 9 34148 TRIESTE (TS) Itália. (e eu vou responder a todas as perguntas que vocês vão pôr) 1/4 A politica e as religiões criam grandes ditaduras. Cristãos ou Católicos? (São os Católicos os descendentes dos Apóstolos?) NÃO! Porquê? Porque eles fizeram as cruzadas e a santa inquisição, eles queimaram

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015

NOVENA COM AS CRIANÇAS NOSSA SENHORA APARECIDA 2015 1 2 COM MARIA, EM JESUS, CHEGAMOS À GLÓRIA! 5º Dia (Dia 07/10 Quarta-feira) CRIANÇA: BELEZA DA TERNURA DIVINA! Na festa de Maria, unidos neste Santuário, damos graças a Deus, por meio de Maria, pela vida

Leia mais

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005

FESTA DO Pai-Nosso. 1º ano. Igreja de S. José de S. Lázaro. 7 de Maio de 2005 FESTA DO Pai-Nosso Igreja de S. José de S. Lázaro 1º ano 1 7 de Maio de 2005 I PARTE O acolhimento será feito na Igreja. Cada criança ficará com os seus pais nos bancos destinados ao seu catequista. Durante

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

Tens Palavras de Vida Eterna

Tens Palavras de Vida Eterna Catequese 40ano Tens Palavras de Vida Eterna Agenda da Palavra de Deus pela minha vida fora ANO A Durante as férias, mantenho-me em contato! CONTATOS DA PARÓQUIA Morada: Telefone: Correio eletrónico: Sítio:

Leia mais

Se fizerem o que eu digo, terão paz

Se fizerem o que eu digo, terão paz Se fizerem o que eu digo, terão paz Vigília pela Paz, 2 de Abril de 2005, 21 Horas Celebrante - Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo Assembleia - Amen C. - Deus, vinde em nosso auxílio A. - Senhor,

Leia mais

Consagrar o Mundo a Cristo Redentor por Maria e com Maria

Consagrar o Mundo a Cristo Redentor por Maria e com Maria Homilia na Consagração do Mundo a Nossa Senhora Consagrar o Mundo a Cristo Redentor por Maria e com Maria António Marto Fátima 25 de Março de 2009 Diante da tua imagem de Nossa Senhora do Rosário de Fátima,

Leia mais

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...).

ANO B. DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia. (Outras intenções: adultos e crianças baptizados nesta Páscoa...). 122 ANO B DOMINGO II DA PÁSCOA ou da Divina Misericórdia (Se estiverem presentes adultos que tenham sido baptizados na última Páscoa, as intenções da oração dos fiéis poderão hoje ser propostas por eles).

Leia mais

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução

Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste. Introdução Festa do Perdão Cântico de entrada: Cristo Jesus, tu me chamaste Cristo Jesus, tu me chamaste Eu te respondo: estou aqui! Tu me chamaste pelo meu nome Eu te respondo: estou aqui! Quero subir à montanha,

Leia mais

Vem, Senhor Jesus! (Apc 22,20)

Vem, Senhor Jesus! (Apc 22,20) DEZEMBRO 2014 Editorial Chegamos ao último mês do ano, um mês especial onde ainda temos a oportunidade de nos aproximarmos mais Dele, que é o Natal, período de nascimento de Cristo. O movimento Pólen nos

Leia mais

ANO DA FÉ A VIRGEM MARIA PARTE 2

ANO DA FÉ A VIRGEM MARIA PARTE 2 ANO DA FÉ A VIRGEM MARIA PARTE 2 1- MARIA, MÃE DE DEUS (CONTINUAÇÃO) Maria é verdadeiramente Mãe de Deus, visto ser a Mãe do Filho Eterno de Deus feito homem, que é ele mesmo Deus (CIC 509). Santo Agostinho:

Leia mais

Consagração do Aposento. Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO

Consagração do Aposento. Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO Oração Pai Nosso Ave Maria Chave Harmonia Hinos da ORAÇÃO Consagração do Aposento Hinos de DESPACHO Hinos de CONCENTRAÇÃO Hinário CRUZEIRINHO Mestre Irineu Hinos de ENCERRAMENTO Pai Nosso - Ave Maria Prece

Leia mais

Vivendo a Liturgia Ano A

Vivendo a Liturgia Ano A Vivendo a Liturgia Junho/2011 Vivendo a Liturgia Ano A SOLENIDADE DA ASCENSÃO DO SENHOR (05/06/11) A cor litúrgica continua sendo a branca. Pode-se preparar um mural com uma das frases: Ide a anunciai

Leia mais

1ª Leitura - Ex 17,3-7

1ª Leitura - Ex 17,3-7 1ª Leitura - Ex 17,3-7 Dá-nos água para beber! Leitura do Livro do Êxodo 17,3-7 Naqueles dias: 3 O povo, sedento de água, murmurava contra Moisés e dizia: 'Por que nos fizeste sair do Egito? Foi para nos

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real Alencastro e Patrícia CD: Ao Sentir 1- Ao Sentir Jairinho Ao sentir o mundo ao meu redor Nada vi que pudesse ser real Percebi que todos buscam paz porém em vão Pois naquilo que procuram, não há solução,

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I

DOMINGO VII DA PÁSCOA. Vésperas I DOMINGO VII DA PÁSCOA (Onde a solenidade da Ascensão não é transferida para este Domingo). Semana III do Saltério Hi n o. Vésperas I Sa l m o d i a Salmos e cântico do Domingo III. Ant. 1 Elevado ao mais

Leia mais

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014

Adoração ao Santíssimo Sacramento. Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa. 4 de Março de 2014 Adoração ao Santíssimo Sacramento Catequese Paroquial de Nossa Senhora da Lapa 4 de Março de 2014 Leitor: Quando nós, cristãos, confessamos a Trindade de Deus, queremos afirmar que Deus não é um ser solitário,

Leia mais

A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME

A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME A FAMILIA DE DEUS TEM UM NOME Toda família tem um nome, este nome é o identificador de que família pertence esta pessoa, o qual nos aqui no Brasil chamamos de Sobrenome. Então este nome além de identificar

Leia mais

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo.

JOÁS, O MENINO REI Lição 65. 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. JOÁS, O MENINO REI Lição 65 1 1. Objetivos: Ensinar que devemos permanecer fiéis a Deus embora nossos amigos parem de segui-lo. 2. Lição Bíblica: 2 Reis 11; 2 Crônicas 24.1-24 (Base bíblica para a história

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal

ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal 1 PARÓQUIA DE Nª SRª DA CONCEIÇÃO, MATRIZ DE PORTIMÃO ORAÇÃO EM FAMÍLIA Quaresma e Tempo Pascal (O Ícone da Sagrada Família deve ser colocado na sala, num lugar de relevo e devidamente preparado com uma

Leia mais

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007)

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Por favor, poderiam abrir em primeira aos Coríntios, a primeira

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S S O homem é pecador Romanos 3:9-18 S Pecadores merecem a morte Genesis 2:17, Romanos 6:23 S Portanto, se é para Deus ser justo e dar somente o que

Leia mais

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai

BOM DIA DIÁRIO. Guia: Em nome do Pai BOM DIA DIÁRIO Segunda-feira (04.05.2015) Maria, mãe de Jesus e nossa mãe Guia: 2.º Ciclo: Padre Luís Almeida 3.º Ciclo: Padre Aníbal Afonso Mi+ Si+ Uma entre todas foi a escolhida, Do#- Sol#+ Foste tu,

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

NOVENA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA. 4º DIA: Sonho do caramanchão de rosas (MB VIII, 303) Maria, mestra nos caminhos da vida.

NOVENA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA. 4º DIA: Sonho do caramanchão de rosas (MB VIII, 303) Maria, mestra nos caminhos da vida. NOVENA DE NOSSA SENHORA AUXILIADORA 4º DIA: Sonho do caramanchão de rosas (MB VIII, 303) Maria, mestra nos caminhos da vida. ACOLHIDA A ESCOLHIDA Uma entre todas foi a escolhida, Foste tu Maria a serva

Leia mais

Maria Maria Maria Maria

Maria Maria Maria Maria 1 Ave, Maria! 2 Introdução Poucas vezes, Maria é citada nas Escrituras Sagradas. Na verdade, são apenas 17 passagens, algumas relativas aos mesmos fatos, distribuídas nos quatro Evangelhos, e uma passagem

Leia mais

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras)

Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Como levar alguém a Jesus Cristo usando o Cubo Evangelístico (Use as setas do cubo para ajudá-lo a abrir as figuras) Mostre o "Homem em Pecado" separado de Deus Esta luz (aponte para o lado direito) representa

Leia mais

Festa da Avé Maria 31 de Maio de 2009

Festa da Avé Maria   31 de Maio de 2009 Festa da Avé Maria 31 de Maio de 2009 Cântico Inicial Eu era pequeno, nem me lembro Só lembro que à noite, ao pé da cama Juntava as mãozinhas e rezava apressado Mas rezava como alguém que ama Nas Ave -

Leia mais

VAMOS COMPREENDER BEM O SIGNIFICADO DA ORAÇÃO DO SANTO ROSÁRIO E REZÁ- LO-EMOS COM TODO O NOSSO AMOR, EM ESPECIAL NESTE MÊS DE MAIO

VAMOS COMPREENDER BEM O SIGNIFICADO DA ORAÇÃO DO SANTO ROSÁRIO E REZÁ- LO-EMOS COM TODO O NOSSO AMOR, EM ESPECIAL NESTE MÊS DE MAIO O MÊS DE MAIO É DEDICADO A MARIA, MÃE DE JESUS E NOSSA QUERIDA MÃE QUE EM MAIO DE 1017 APARECEU AOS TRÊS PASTORINHOS PEDINDO-LHES QUE NOS TRANSMITISSEM O SEU PEDIDO: REZAR O TERÇO TODOS OS DIAS. VAMOS

Leia mais

CANTOS - Novena de Natal

CANTOS - Novena de Natal 1 1 - Refrão Meditativo (Ritmo: Toada) D A7 D % G Em A7 % Onde reina o amor, frater---no amor. D A7 D % G A7 D Onde reina o amor, Deus aí está! 2 - Deus Trino (Ritmo: Balada) G % % C Em nome do Pai / Em

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

LAUSPERENE das Crianças da Catequese 1 de Dezembro de 2010 - Carreço

LAUSPERENE das Crianças da Catequese 1 de Dezembro de 2010 - Carreço LAUSPERENE das Crianças da Catequese 1 de Dezembro de 2010 - Carreço Cântico: Deixa Deus entrar Deixa Deus entrar na tua própria casa Deixa-te tocar pela sua graça Dentro em segredo reza-lhe sem medo Senhor,

Leia mais

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando.

Entrada da Palavra: Comentário da Palavra: Permaneçamos em pé para acolher o Livro Santo de Nossa Fé, a Palavra de Deus, cantando. Celebração de Encerramento PREPARAR 1. Bíblia e velas para a Procissão de Entrada da Palavra 2. Sementes de girassóis para cada catequista depositar num prato com terra diante do altar durante a homilia

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

TRÍDUO PASCAL ORAÇÕES À MESA

TRÍDUO PASCAL ORAÇÕES À MESA TRÍDUO PASCAL ORAÇÕES À MESA 1. Quinta-Feira Santa Ao almoço D: Irmãos, Jesus Cristo fez de nós um reino de sacerdotes para Deus o nosso pai. T: A Ele, glória e poder / pelos séculos dos séculos. Amém.

Leia mais

Aprovado pela Diocese Anglicana de Recife

Aprovado pela Diocese Anglicana de Recife RITO EUCARÍSTICO DE CAAPORÃ Em forma de literatura de Cordel Aprovado pela Diocese Anglicana de Recife CANTO DE ENTRADA Venham todos e louvemos / com muita sinceridade A eterna aliança / Sacramento de

Leia mais

Os Mandamentos da Igreja

Os Mandamentos da Igreja Os Mandamentos da Igreja Por Marcelo Rodolfo da Costa Os mandamentos da Igreja situam-se na linha de uma vida moral ligada à vida litúrgica e que dela se alimenta CIC 2041 Os Mandamentos da Igreja tem

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA ÍNDICE GERAL

CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA ÍNDICE GERAL CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA ÍNDICE GERAL CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA ÍNDICE GERAL PRÓLOGO I. A Vida do homem conhecer e amar a Deus II. Transmitir a fé a catequese III. Finalidade e destinatários deste

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO Assinatura do Registo A assinatura do Registo será colocada na Liturgia, conforme prática local ou critério do Oficiante. Celebração da Santa Ceia No caso de ser pedida a Celebração

Leia mais

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17)

O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) O Baptismo Bíblico (Mateus 3:13-17) Tivemos esta manhã a alegria de testemunhar vários baptismos bíblicos. Existem outras coisas e outras cerimónias às quais se dá o nome de baptismo. Existe até uma seita,

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO

MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO MARIA, MÃE DA MISERICÓRDIA! INTRODUÇÃO A pessoa de Maria foi desde os primeiros séculos do cristianismo uma grade fonte de inspiração para o povo cristão. De fato nas catacumbas de Roma, onde os cristãos

Leia mais

LIÇÃO 3 Jesus, O Filho de Deus

LIÇÃO 3 Jesus, O Filho de Deus LIÇÃO 3 Jesus, O Filho de Deus Nesta Lição Estudará... O Filho e O pai A Eterna União entre o Pai e o Filho O Reconhecimento do Pai pelo Filho O Reconhecimento do Filho pelo Pai O Filho e os Seus Seguidores

Leia mais