CONDIÇÕES ESPECIFICAS DE PARTICIPAÇÃO VIVER O VERÃO 2016 OTL CRIANÇAS. PONTO I Objeto

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CONDIÇÕES ESPECIFICAS DE PARTICIPAÇÃO VIVER O VERÃO 2016 OTL CRIANÇAS. PONTO I Objeto"

Transcrição

1 CONDIÇÕES ESPECIFICAS DE PARTICIPAÇÃO VIVER O VERÃO 2016 OTL CRIANÇAS PONTO I Objeto 1) O OTL Viver o Verão 2016 é promovido pelo Serviço de Juventude e Desporto da Câmara Municipal de Lagos, durante os meses de julho e agosto. 2) Os objetivos deste OTL são: a. Promover atividades de ocupação de tempos livres; b. Desenvolver competências pessoais e sociais; c. Incentivar a prática desportiva e hábitos saudáveis; d. Motivar o desenvolvimento das capacidades criativas; e. Formar e educar para a cidadania. 3) Atividades / Locais de acolhimento / Organização a. As atividades a desenvolver serão de cariz lúdico, pedagógico, desportivo, cultural, ambiental e social o local de acolhimento diário será no Espaço Jovem, no caso dos participantes inscritos no Núcleo de Lagos, na sede do Clube Estrela Desportiva de Bensafrim, para os participantes inscritos no Núcleo de Bensafrim, na sede do Clube R. C. D. Luzense para os participantes inscritos no Núcleo da Praia da Luz e no Clube Desportivo de Odiáxere para os participantes inscritos no Núcleo de Odiáxere. b. Todos os participantes estarão divididos em grupos de 13 a 16 crianças, de acordo com o seu escalão etário. c. Os participantes que escolherem a modalidade de manhã/tarde terão a possibilidade de trazer a refeição e almoçar nas instalações do Espaço Jovem em sala própria. PONTO II Inscrições, vagas e lista de espera 1) As atividades destinam-se a crianças entre os 6 e os 15 anos de idade, residentes no concelho de Lagos. 2) Os participantes deverão completar os 6 anos até ao dia anterior ao início da sua participação nas atividades. 3) As inscrições deverão ser efetuadas, entre os dias 02 a 13 de maio de 2016, através do preenchimento de uma ficha online disponível no site do Espaço Jovem 4) Após a inscrição efetuada, irá receberá uma notificação com indicação do número de inscrição. 5) As vagas são limitadas e terão prioridade os inscritos: a. 1º que nunca tenham participado no projeto, b. 2º que não tenham participado no ano anterior no projeto, c. 3º de acordo com a ordem de inscrição. 1

2 6) No caso de vários irmãos inscritos, que depois de efetuada seleção se verifique que algum fica em lista de espera, este terá prioridade de entrada de forma de facilitar a organização das famílias com mais de um filho inscrito 7) Cada criança só poderá participar no OTL Viver o Verão por um período de um mês, exceto nos núcleos rurais (Luz, Bensafrim/Barão de S. João e Odiáxere), onde poderão inscrever-se os dois meses. 8) No Núcleo de Lagos, excecionalmente existe a possibilidade dos participantes selecionados no mês de julho poderem participar, também, no mês de agosto, caso existam vagas depois da seleção dos inscritos no período normal das inscrições. Os critérios de seleção serão os mesmos inicialmente estipulados. Neste caso terão que indicar em campo próprio da ficha de inscrição que pretende participar os dois meses e em que modalidade. 9) Os horários das atividades são de acordo com a modalidade/local pretendido (indicado no nº 5 do ponto III). 10) Não existindo vagas o candidato ficará automaticamente em lista de espera. 11) Em caso de desistência/exclusão de um participante, a vaga criada será preenchida por ordem das prioridades acima mencionadas, tendo em conta a lista de espera. Estas vagas serão preenchidas durante os primeiros 15 dias de cada mês. 12) A confirmação da participação do inscrito no projeto, será feita através da consulta da lista dos selecionados online no site do Espaço Jovem, sendo a mesma, também, afixada em local visível, no Espaço Jovem e Juntas de Freguesia onde se inscreveram. PONTO III Pagamento / Validação de Inscrição 1) Após a afixação das listas, os Encarregados de Educação deverão efetuar o pagamento através de transferência bancária para o NIB: (Caixa Geral de Depósitos) da Câmara Municipal de Lagos e entregar o comprovativo da respetiva transferência com o nome do inscrito, idade e número de inscrição, no Espaço Jovem e Juntas de Freguesia onde a criança se inscreveu ou enviar para o Para os selecionados de julho entre 13 e 24 de junho Para os selecionados de agosto entre 11 e 22 de julho 2) A INSCRIÇÃO no OTL Viver o Verão SÓ SERÁ VALIDADA, mediante entrega, nas datas acima indicadas, dos seguintes documentos: Comprovativo da respetiva transferência com o nome do inscrito, idade e número de inscrição, CÓPIA de documento de identificação do participante (ex: Cartão de Cidadão) CÓPIA de declaração do escalão do abono de família atualizada, caso o inscrito seja abrangido pelo escalão 1 ou 2. 3) Se existir alguma dificuldade na realização do pagamento através de transferência bancária deverá o Encarregado de Educação contactar a Coordenação junto dos serviços do Espaço Jovem. 2

3 4) A participação nos dois meses implica o pagamento do valor da inscrição duas vezes. 5) O valor de inscrição é de acordo com a modalidade pretendida, e não é reembolsável em caso de desistência: Núcleo/Modalidade Horário Valor da Inscrição Lagos Nº de Vagas Julho Agosto Manhã 9h às 13h Manhã e Tarde Praia da Luz 9h às 13h e das 14h30 às 17h Manhã 9h às 13h Bensafrim Manhã 9h às 13h Odiáxere Manhã 9h às 13h ) SITUAÇÕES ESPECIAIS 5.1.1) À inscrição / participação de membros pertencentes ao mesmo agregado familiar, mediante informação prestada na ficha de inscrição, serão aplicados os seguintes valores: Manhã 35,00 (valor da inscrição por criança) Manhã e tarde 50,00 (valor da inscrição por criança) 5.1.2) As crianças beneficiárias do escalão 1 e 2 do abono de família concedido pela Segurança Social ou outro Sistema beneficiarão de uma tabela própria: Escalão 1 Manhã: 30,00 Manhã e tarde: 40,00 Escalão 2 Manhã: 35,00 Manhã e tarde: 50, ) Em casos devidamente fundamentados, sinalizados por entidades parceiras da Rede Social de Lagos (ex. crianças institucionalizadas), a Câmara pode isentar o pagamento da inscrição, no entanto o valor de 10 do seguro terá sempre de ser assegurado. Notas: os descontos referidos em e não são acumuláveis, sendo aplicado o desconto que for mais vantajoso para a família, desde que reúna os requisitos aplicáveis. 3

4 nos valores apresentados encontra-se incluído 10 referente ao valor do seguro. 6) No valor de inscrição estão englobados: a. Seguro; b. As atividades que integram o Programa; c. Transportes para as atividades; d. Material de desgaste utilizado nos Ateliers; e. Material/equipamento acessório ao Projeto (2 t-shirts e 1 boné). PONTO IV Autorização do Encarregado de Educação 1) A participação no OTL Viver o Verão só será possível se devidamente autorizada pelo respetivo Encarregado de Educação através do preenchimento no campo obrigatório da ficha disponibilizada online. 2) Os Encarregados de Educação são responsáveis pela veracidade da informação prestada no preenchimento da ficha de pré-inscrição, bem como por toda a informação complementar relativa ao participante. PONTO V Responsabilidade da Entidade Organizadora 1) Garantir o seguro de acidentes pessoais a todos os participantes durante o período em que decorrem as atividades, nas condições definidas na portaria regulamentadora. 2) Assegurar a existência de espaços e meios seguros, adequados ao desenvolvimento das atividades previstas. 3) Promover a formação complementar aos monitores. 4) Assegurar, com equipa técnica e monitores preparados para o efeito, o acompanhamento das crianças no decorrer das atividades. 5) Modificar o programa de atividades caso haja necessidade. 6) Assegurar a deslocação dos participantes sempre que as atividades assim o exijam. 7) A Autarquia não se responsabiliza pela perda/roubo de qualquer objeto pessoal dos participantes. PONTO VI Deveres do Participante 1) Respeitar o regulamento interno de funcionamento e as condições específicas de participação, sendo responsável pelos prejuízos causados à Autarquia ou a terceiros, podendo ainda, incorrer na pena de exclusão quando a sua ação tenha afetado o normal funcionamento das atividades. 2) Respeitar e cumprir as orientações dadas pelos monitores e técnicos responsáveis. 3) Respeitar os colegas e não usar de violência física ou verbal. 4) Zelar pelos seus bens pessoais. 5) Ser pontual e assíduo nas atividades, podendo ser excluído quando exceder 4 faltas injustificadas. 6) Trazer lanche e água todos os dias, inclusive no primeiro dia de atividades. 4

5 7) No decorrer das atividades, caso a criança necessite faltar, devem ser informados previamente os técnicos responsáveis pela monitorização do OTL. PONTO VII Casos Omissos 1) Todos os casos omissos neste documento serão objeto de análise e decisão por parte da entidade organizadora do OTL Viver o Verão. 5

Serviços de Saúde e Bem-estar REGULAMENTO INTERNO

Serviços de Saúde e Bem-estar REGULAMENTO INTERNO Serviços de Saúde e Bem-estar REGULAMENTO INTERNO Verão 2016 REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO EGOlias ATELIER DE SAÚDE ARTIGO 1º Denominação e Natureza 1. O EGOlias Atelier de Saúde é um programa

Leia mais

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA DE MINI FÉRIAS DE NATAL 2014

NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA DE MINI FÉRIAS DE NATAL 2014 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA DE MINI FÉRIAS DE NATAL 2014 A criação do Programa de Mini Férias de Natal 2014 foi pensada para o fortalecimento e melhoramento da qualidade de vida dos seus munícipes,

Leia mais

NORMAS DE AÇÃO SOCIAL ESCOLAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO E EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

NORMAS DE AÇÃO SOCIAL ESCOLAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO E EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR NORMAS DE AÇÃO SOCIAL ESCOLAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO E EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 1 PREÂMBULO Atenta à diferenciação de oportunidades de acesso à educação, o Município de Almada tem preconizado uma política

Leia mais

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo

Município de Vila Nova de Poiares Natal em Atividade. MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo MUNICÍPIO DE VILA NOVA DE POIARES CÂMARA MUNICIPAL DAG Desporto, Juventude e Associativismo NATAL EM ATIVIDADE NORMAS GERAIS DE FUNCIONAMENTO Nota introdutória A Câmara Municipal pretende desenvolver programas

Leia mais

Regulamento. 4. Direitos e deveres dos participantes

Regulamento. 4. Direitos e deveres dos participantes Regulamento 1. Âmbito O presente documento visa definir as normas de participação nos Cursos de Verão 2016 e facultar todas as informações necessárias ao bom funcionamento das atividades promovidas pela

Leia mais

MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR Regulamento do Programa de Ocupação Temporária de Jovens. Preâmbulo

MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR Regulamento do Programa de Ocupação Temporária de Jovens. Preâmbulo MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR Regulamento do Programa de Ocupação Temporária de Jovens Preâmbulo A criação de um programa de Ocupação Temporária dos Jovens do Concelho de Vila Pouca de Aguiar visa

Leia mais

Normas do Programa Municipal de Férias e Tempos Livres para Crianças e Jovens do Concelho de Aljustrel

Normas do Programa Municipal de Férias e Tempos Livres para Crianças e Jovens do Concelho de Aljustrel MUNICÍPIO DE ALJUSTREL CÂMARA MUNICIPAL Normas do Programa Municipal de Férias e Tempos Livres para Crianças e Jovens do Concelho de Aljustrel 1- Definição a) O Programa Municipal de Férias e Tempos livres

Leia mais

Prémio Jovens Talentos Braga 16. Edição Braga 16 Capital Ibero-americana de Juventude. Regulamento

Prémio Jovens Talentos Braga 16. Edição Braga 16 Capital Ibero-americana de Juventude. Regulamento Prémio Jovens Talentos Braga 16 Edição Braga 16 Capital Ibero-americana de Juventude Regulamento 1. Introdução O presente concurso tem como objetivo estimular o aparecimento e divulgar os novos talentos

Leia mais

PROGRAMA PRO MOVE-TE

PROGRAMA PRO MOVE-TE PROGRAMA PRO MOVE-TE Normas de participação I. PROMOÇÃO O Programa Pro move-te é da responsabilidade da Câmara Municipal de Cascais, através da Divisão de Juventude. II. DESTINATÁRIOS Jovens residentes

Leia mais

Normas reguladoras do projeto. Praia Acessível Praia Para Todos

Normas reguladoras do projeto. Praia Acessível Praia Para Todos Normas reguladoras do projeto Praia Acessível Praia Para Todos As presentes normas tiveram a aprovação da Capitania do Porto de Cascais e da ARH Tejo e visam definir o projeto Praia Acessível Praia Para

Leia mais

REGULAMENTO DAS FÉRIAS DESPORTIVAS DA JUNTA DE FREGUESIA DE PARANHOS

REGULAMENTO DAS FÉRIAS DESPORTIVAS DA JUNTA DE FREGUESIA DE PARANHOS REGULAMENTO DAS FÉRIAS DESPORTIVAS DA JUNTA DE FREGUESIA DE PARANHOS PREÂMBULO No uso da competência prevista pelos artigos 112º, n.º. 8, e 241º da Constituição da República Portuguesa, e conferida pela

Leia mais

Ficha de Inscrição - VERÃO 2015

Ficha de Inscrição - VERÃO 2015 Ficha de Inscrição - VERÃO 2015 1. Dados Pessoais do Participante Nome Completo: Data de Nascimento: / / Idade: Nº BI/C. do Cidadão/Cédula Pessoal: N.º de Beneficiário: Nº de Contribuinte: Morada: Localidade:

Leia mais

Normas do Programa de Férias Desportivas e Culturais do Município de Ponte de Lima (PROFÉRIAS)

Normas do Programa de Férias Desportivas e Culturais do Município de Ponte de Lima (PROFÉRIAS) Normas do Programa de Férias Desportivas e Culturais do Município de Ponte de Lima (PROFÉRIAS) Um dos princípios estabelecidos pelo Município de Ponte de Lima visa o fortalecimento de hábitos de vida saudável,

Leia mais

Normas da Componente de Apoio à Família Pré Escolar

Normas da Componente de Apoio à Família Pré Escolar Normas da Componente de Apoio à Família Pré Escolar No âmbito do programa de desenvolvimento e expansão da educação Pré-Escolar e considerando: a Lei n.º 5/97, de 10 de fevereiro, que consigna os objetivos

Leia mais

Campos de Férias Parque dos Monges. Regulamento Interno

Campos de Férias Parque dos Monges. Regulamento Interno Fundo Desenvol vimento Europeu de Regional Campos de Férias Parque dos Monges Regulamento Interno O presente Regulamento Interno do Campo de Férias Não Residencial do Parque dos Monges, visa definir todos

Leia mais

MUNICÍPIO DE CAMPO MAIOR EDITAL Nº 59/2014-DAF-E.G.

MUNICÍPIO DE CAMPO MAIOR EDITAL Nº 59/2014-DAF-E.G. EDITAL Nº 59/2014-DAF-E.G. -SÉRGIO ANTÓNIO NANITA BICHO, VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPO MAIOR: ------------------------------------------------------ -TORNA PÚBLICO, que de acordo com artigo

Leia mais

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas Normas Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Núcleo de Actividades Desportivas Índice 1 Organização... 3 2 Calendarização e Local de Realização dos Jogos... 3 3 Inscrição... 3 3.1 Período de Inscrição...

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO ATELIER DE ARTES PLÁSTICAS

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO ATELIER DE ARTES PLÁSTICAS NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO ATELIER DE ARTES PLÁSTICAS O Atelier de Artes Plásticas é um serviço que se encontra ao dispor de todos os interessados, visando instruí-los e dotá-los das ferramentas básicas

Leia mais

Município de Viana do Alentejo NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Município de Viana do Alentejo  NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Feira do Chocalho Norma 1 Âmbito de Aplicação As presentes normas aplicam-se aos participantes na Feira do Chocalho que se realiza anualmente em Alcáçovas e é organizada pelo Município

Leia mais

Município de Viana do Alentejo NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Município de Viana do Alentejo  NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NORMAS DE PARTICIPAÇÃO Feira D Aires Norma 1 Âmbito de Aplicação As presentes normas aplicam-se aos participantes na Feira D Aires que se realiza anualmente em Viana do Alentejo e é organizada pelo Município

Leia mais

Regulamento 1. Objetivos 2. Destinatários Verão na ULisboa 3. Direitos e deveres dos participantes Verão na ULisboa Verão na ULisboa

Regulamento 1. Objetivos 2. Destinatários Verão na ULisboa 3. Direitos e deveres dos participantes Verão na ULisboa Verão na ULisboa Regulamento 1. Objetivos 1.1. O Verão na ULisboa é um programa de ocupação de tempos livres para estudantes do 3.º ciclo e do ensino secundário, que pretende divulgar as atividades em curso nas diferentes

Leia mais

Regulamento Concurso de Fotografia

Regulamento Concurso de Fotografia Regulamento Concurso de Fotografia Comissão Organizadora das XXVII Jornadas Medicina Dentária FMDUP REGULAMENTO DO CONCURSO DE FOTOGRAFIA DAS JORNADAS DA FMDUP 2016 Consulte as regras de candidatura. A

Leia mais

NORMAS DE APOIO ÀS FAMÍLIAS PARA FREQUÊNCIA DOS CENTROS DE ATIVIDADES DE TEMPOS LIVRES, NO ÂMBITO DA AÇÃO SOCIAL

NORMAS DE APOIO ÀS FAMÍLIAS PARA FREQUÊNCIA DOS CENTROS DE ATIVIDADES DE TEMPOS LIVRES, NO ÂMBITO DA AÇÃO SOCIAL NORMAS DE APOIO ÀS FAMÍLIAS PARA FREQUÊNCIA DOS CENTROS DE ATIVIDADES DE TEMPOS LIVRES, NO ÂMBITO DA AÇÃO SOCIAL A Câmara Municipal de Sesimbra apoia famílias de contexto socioeconómico fragilizado, através

Leia mais

Regulamento de Apoio às Entidades e Agentes Desportivos do Concelho da Praia da Vitória. Atividade de treino e competição nos escalões de formação

Regulamento de Apoio às Entidades e Agentes Desportivos do Concelho da Praia da Vitória. Atividade de treino e competição nos escalões de formação Regulamento de Apoio às Entidades e Agentes Desportivos do Concelho da Praia da Vitória Atividade de treino e competição nos escalões de formação Preâmbulo O presente regulamento estabelece as normas de

Leia mais

MANUAL DE VOLUNTARIADO FESTA DO OUTONO

MANUAL DE VOLUNTARIADO FESTA DO OUTONO MANUAL DE VOLUNTARIADO FESTA DO OUTONO O que é a Festa do Outono A Festa do Outono é uma celebração da chegada da nova estação. Com atividades para todos, sobretudo crianças e famílias, a iniciativa tem

Leia mais

Normas de Funcionamento - ATL 1º Ciclo BRINCAR A APRENDER

Normas de Funcionamento - ATL 1º Ciclo BRINCAR A APRENDER Normas de Funcionamento - ATL 1º Ciclo BRINCAR A APRENDER 1. Objetivos Específicos a) Organizar e promover atividades destinadas a crianças que frequentam o 1.º ciclo do ensino básico, com a finalidade

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E EMPREGO FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO DE MINAS GERAIS UTRAMIG

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO E EMPREGO FUNDAÇÃO DE EDUCAÇÃO PARA O TRABALHO DE MINAS GERAIS UTRAMIG EDITAL PARA SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS PARA O ATENDIMENTO NO LABORATÓRIO DO CURSOS TÉCNICO DE MEIO AMBIENTE UTRAMIG/DEP Nº 1/2016 1- A, inscrita sob o CNPJ 17.319.831/0001-23, com sede e foro nesta Capital,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO CENTRO DE CONVÍVIO DA GRUTA DA ARCA D ÁGUA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. NORMA I Âmbito de aplicação

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO CENTRO DE CONVÍVIO DA GRUTA DA ARCA D ÁGUA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS. NORMA I Âmbito de aplicação REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO CENTRO DE CONVÍVIO DA GRUTA DA ARCA D ÁGUA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS NORMA I Âmbito de aplicação O Centro de Convívio designado por Centro de Convívio da Gruta

Leia mais

CENTRO DE APOIO AO ESTUDO

CENTRO DE APOIO AO ESTUDO CENTRO DE APOIO AO ESTUDO CLUBE JOVEM DO LUMIAR 1 Capitulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito 1 - O presente regulamento enuncia as normas regulamentares de funcionamento do Centro de Apoio ao Estudo

Leia mais

REGULAMENTO. Med Gone Wild 2016

REGULAMENTO. Med Gone Wild 2016 Artigo 1º (Âmbito) a) O presente regulamento estabelece o funcionamento da atividade Med Gone Wild que se realizará nos dias 23, 24 e 25 de abril de 2016 no Rilhadas Complexo Turístico, em Fafe. b) A organização

Leia mais

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPÍTULO I

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPÍTULO I CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Âmbito de aplicação O Centro de Convívio, é uma das Respostas Sociais da Santa Casa da Misericórdia de Ferreira do Zêzere, Instituição Privada de Direito Canónico com sede

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO CENTRO DE CONVÍVIO

REGULAMENTO INTERNO CENTRO DE CONVÍVIO REGULAMENTO INTERNO CENTRO DE CONVÍVIO CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito de aplicação O Centro de Convívio da Misericórdia de Machico é uma valência administrada pela Santa Casa da Misericórdia

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO MUNICIPAL

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO MUNICIPAL REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO MUNICIPAL O desporto e a actividade física são elementos que contribuem para o bem-estar, para a saúde e para a qualidade de vida dos cidadãos. Assim,

Leia mais

AVISO - MATRÍCULAS NO PRÉ-ESCOLAR. As inscrições decorrem de 15 de abril a 15 de junho.

AVISO - MATRÍCULAS NO PRÉ-ESCOLAR. As inscrições decorrem de 15 de abril a 15 de junho. AVISO - MATRÍCULAS NO PRÉ-ESCOLAR ANO LETIVO - 2015/2016 As inscrições decorrem de 15 de abril a 15 de junho. www.portaldasescolas.pt A ESCOLA DISPONIBILIZA COMPUTADOR PARA O EFEITO. O ENCARREGADO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Artigo 1º Âmbito. Artigo 2º Inscrições

Artigo 1º Âmbito. Artigo 2º Inscrições Preâmbulo O Programa de Generalização do Fornecimento de Refeições Escolares aos Alunos do 1º CEB e a Componente de Apoio à Família (CAF) procuram dar hoje uma resposta direta às necessidades das famílias

Leia mais

Regulamento Interno das Férias Desportivas do Estádio Universitário de Lisboa 2013

Regulamento Interno das Férias Desportivas do Estádio Universitário de Lisboa 2013 Regulamento Interno das Férias Desportivas do Estádio Universitário de Lisboa 2013 Regulamento Interno das Férias Desportivas O presente regulamento tem como objetivo dar a conhecer a todos os intervenientes

Leia mais

Regulamento de Apoio a Iniciativas Regulares ou Pontuais, de Natureza Educativa, Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Outras

Regulamento de Apoio a Iniciativas Regulares ou Pontuais, de Natureza Educativa, Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Outras Regulamento de Apoio a Iniciativas Regulares ou Pontuais, de Natureza Educativa, Desportiva, Recreativa, Cultural, Social e Outras 1 NOTA JUSTIFICATIVA O Município de Chaves entende como sendo de interesse

Leia mais

Projeto de Regulamento Municipal para Funcionamento do Programa SER A BRINCAR - Atividades Complementares e de Apoio à Família. Nota Justificativa

Projeto de Regulamento Municipal para Funcionamento do Programa SER A BRINCAR - Atividades Complementares e de Apoio à Família. Nota Justificativa Projeto de Regulamento Municipal para Funcionamento do Programa SER A BRINCAR - Atividades Complementares e de Apoio à Família Considerando que: Nota Justificativa - A Lei n.º 5/97, de 10 de fevereiro

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTEBOL DE PRAIA REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futebol de Praia, nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade

Leia mais

Critérios pedagógicos para a constituição de turmas

Critérios pedagógicos para a constituição de turmas Critérios pedagógicos para a constituição de turmas ANEXO I Critérios Pedagógicos para a elaboração de Turmas 2014/2015 Artigo 1º Preâmbulo Com este regulamento pretende-se uniformizar, de uma forma esclarecedora,

Leia mais

União das Freguesias de Alcácer do Sal. (Santa Maria do Castelo e Santiago) e Santa Susana

União das Freguesias de Alcácer do Sal. (Santa Maria do Castelo e Santiago) e Santa Susana União das Freguesias de Alcácer do Sal (Santa Maria do Castelo e Santiago) e Santa Susana CERCART ATL 1. ÂMBITO O espaço de Atividades de Tempos Livres destina-se a proporcionar atividades de lazer, lúdicas,

Leia mais

1º TRAIL RUNNING Quinta do Pinhão

1º TRAIL RUNNING Quinta do Pinhão 1º TRAIL RUNNING Quinta do Pinhão ALTO DA VERDIZELA AMORA REGULAMENTO GERAL DA PROVA 1 - ORGANIZAÇÃO; O Clube Desportivo e Recreativo Aguias Unidas, com sede nos Foros de Amora, cidade de Amora, Concelho

Leia mais

3. O requerimento deve ser apresentado pelo encarregado de educação ou pelo próprio aluno, quando maior, ao diretor da escola, até 6 de maio.

3. O requerimento deve ser apresentado pelo encarregado de educação ou pelo próprio aluno, quando maior, ao diretor da escola, até 6 de maio. Guia Geral para Alunos Praticantes Desportivos Provas e Exames 2016 1 ÉPOCA ESPECIAL ALUNOS PRATICANTES DESPORTIVOS 1. Os alunos praticantes desportivos de alto rendimento e de seleções nacionais podem

Leia mais

Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15

Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15 2015 Regulamento Interno Férias Desportivas Verão 15 Junta de Freguesia de Fermentelos Índice NOTA JUSTIFICATIVA... 2 CAPÍTULO I... 3 Missão... 3 Artigo 1º... 3 CAPÍTULO II... 3 Objeto... 3 Artigo 2º...

Leia mais

Regulamento de Atribuição de Bolsa Social Xadrez Dr.ª Célia Santos

Regulamento de Atribuição de Bolsa Social Xadrez Dr.ª Célia Santos Regulamento de Atribuição de Bolsa Social Xadrez Dr.ª Célia Santos Inscrições Abertas de 20 de fevereiro a 15 março Sede CPC Rua Pedro Álvares Cabral (EB1/JI), Vila Nova de Caparica, 2825-049 Caparica

Leia mais

Viseu Aconchega. Objetivos do projeto:

Viseu Aconchega. Objetivos do projeto: Normas de Admissão Viseu Aconchega O Projeto Viseu Aconchega tem como finalidade o combate à solidão, a ajuda aos estudantes com dificuldades em alojamento e a revitalização do centro histórico, através

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Santo António

Agrupamento de Escolas de Santo António Matrículas 2016/2017 Educação pré-escolar Prazo de inscrição: 18/04/2016 a 22/06/2016 Idade dos alunos a inscrever: 6,5,4 anos e 3 anos completos até 15 de setembro de 2016. A matrícula de crianças, na

Leia mais

Regulamento Campo de Férias

Regulamento Campo de Férias Regulamento Campo de Férias Julho Agosto REGULAMENTO Campo de férias Nos meses de julho e agosto, o Colégio do Castanheiro oferece programas de campos de férias para crianças e jovens a partir dos três

Leia mais

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro. Agrupamento de Escolas de Vouzela e Campia. Regulamento das Atividades de Enriquecimento Curricular

DGEstE Direção de Serviços da Região Centro. Agrupamento de Escolas de Vouzela e Campia. Regulamento das Atividades de Enriquecimento Curricular DGEstE Direção de Serviços da Região Centro Regulamento das Atividades de Enriquecimento Curricular 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Ano Letivo 2015/2016 Página2 Introdução Considerando: 1. A importância das

Leia mais

Os alunos serão admitidos e poderão começar a frequentar o apoio aos tempos livres após completo todo o processo de inscrição:

Os alunos serão admitidos e poderão começar a frequentar o apoio aos tempos livres após completo todo o processo de inscrição: O Colégio Alfa-Beta tem como grande preocupação o crescimento harmonioso e saudável das crianças. Oferecemos apoio aos tempos livres, férias escolares, atividades Lúdico-Pedagógicas e complemento pré -escolar

Leia mais

15º CIRCUITO CONCELHIO CIDADE DE LAGOS, EM ATLETISMO 2015/16 REGULAMENTO GERAL A. ORGANIZAÇÃO:

15º CIRCUITO CONCELHIO CIDADE DE LAGOS, EM ATLETISMO 2015/16 REGULAMENTO GERAL A. ORGANIZAÇÃO: 15º CIRCUITO CONCELHIO CIDADE DE LAGOS, EM ATLETISMO 2015/16 REGULAMENTO GERAL A. ORGANIZAÇÃO: A Câmara Municipal de Lagos, com a colaboração da Associação de Atletismo do Algarve, das Juntas de Freguesia

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GE 3 SECÇÃO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto 1. O presente regulamento

Leia mais

ANEXO IV NORMAS DOS TRANSPORTES ESCOLARES

ANEXO IV NORMAS DOS TRANSPORTES ESCOLARES ANEXO IV NORMAS DOS TRANSPORTES ESCOLARES CAPÍTULO I Disposições Gerais I (Disposição Introdutória) Em cumprimento do disposto no Decreto-Lei nº 299/84, de 5 de setembro, alterado pelo Decreto- Lei nº

Leia mais

PROGRAMA CULTURA NO BAIRRO - PÁSCOA NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 2017

PROGRAMA CULTURA NO BAIRRO - PÁSCOA NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 2017 PROGRAMA CULTURA NO BAIRRO - PÁSCOA NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 2017 I PROMOÇÃO O Programa Cultura no Bairro é da responsabilidade da Câmara Municipal de Cascais, através da Divisão de Juventude. II DESTINATÁRIOS

Leia mais

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO PAVILHÃO DESPORTIVO MUNICIPAL DE VILA PRAIA DE ÂNCORA (PELOURO DO DESPORTO)

REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO PAVILHÃO DESPORTIVO MUNICIPAL DE VILA PRAIA DE ÂNCORA (PELOURO DO DESPORTO) REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO DO PAVILHÃO DESPORTIVO MUNICIPAL DE VILA PRAIA DE ÂNCORA (PELOURO DO DESPORTO) 1993 1 REGULAMENTO DE UTILIZAÇÃO A prática do desporto para todos é uma divisa de essência social

Leia mais

Documentos necessários para as inscrições na Creche Ano letivo de 2016/2017

Documentos necessários para as inscrições na Creche Ano letivo de 2016/2017 Documentos necessários para as inscrições na Creche Original e cópia da Cédula Pessoal ou Cartão de Cidadão da criança; Original e cópia do Cartão de Cidadão ou BI do encarregado de educação Original e

Leia mais

Regulamento para inscrição na 11ª Semana da Música de Ouro Branco

Regulamento para inscrição na 11ª Semana da Música de Ouro Branco Regulamento para inscrição na 11ª Semana da Música de Ouro Branco 1. Inscrições e seleção 1.1 Para efetuar a inscrições para a 11ª Semana da Música de Ouro Branco, o candidato deverá acessar o site www.semanadamusica.com;

Leia mais

Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016

Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016 Regulamento do 29.º Troféu de Atletismo do Seixal 2016 1. Definição O Troféu de Atletismo do Seixal (também designado por T.A.S. ), compreende um conjunto de provas organizadas, no ano 2016, pelas Coletividades

Leia mais

Regulamento. 1. O Mocidade Sangemil AC organiza a Corrida e Caminha dos 40 Anos do Mocidade Sangemil

Regulamento. 1. O Mocidade Sangemil AC organiza a Corrida e Caminha dos 40 Anos do Mocidade Sangemil Regulamento 1. O Mocidade Sangemil AC organiza a Corrida e Caminha dos 40 Anos do Mocidade Sangemil AC, com o apoio técnico da Desportave - Eventos Desportivos, que tem a finalidade de estimular a prática

Leia mais

Projeto de Regulamento da Feira do Mel, Queijo e Pão

Projeto de Regulamento da Feira do Mel, Queijo e Pão Preâmbulo A Feira do Mel, Queijo e Pão, organizada pela Câmara Municipal de Mértola é uma iniciativa que visa promover, dinamizar e divulgar o artesanato, os produtos tradicionais e a gastronomia do concelho,

Leia mais

CARNAVAL DE LOULÉ 2016 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DOS GRUPOS DE ANIMAÇÃO E TRIPULANTES DOS CARROS ALEGÓRICOS

CARNAVAL DE LOULÉ 2016 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DOS GRUPOS DE ANIMAÇÃO E TRIPULANTES DOS CARROS ALEGÓRICOS CÂMARA MUNICIPAL DE LOULÉ CARNAVAL DE LOULÉ 2016 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO DOS GRUPOS DE ANIMAÇÃO E TRIPULANTES DOS CARROS ALEGÓRICOS O presente conjunto de normas visa criar uma série de regras tendo em

Leia mais

CAMPO DE FÉRIAS Páscoa 2017 Dos 6 aos 16 anos

CAMPO DE FÉRIAS Páscoa 2017 Dos 6 aos 16 anos CAMPO DE FÉRIAS Páscoa 2017 Dos 6 aos 16 anos O Campo de férias Vinha da Ribeira, cuja organização é assegurada pela empresa João Monteiro Animação Turística, Unipessoal Lda., oferece às crianças uma forma

Leia mais

Regulamento de Ocupação Municipal Temporária de Desempregados(as) de Longa Duração

Regulamento de Ocupação Municipal Temporária de Desempregados(as) de Longa Duração Preâmbulo O Município de Mértola pretende criar um Programa de Ocupação Municipal Temporária de residentes no concelho de Mértola, que visa promover a empregabilidade em situações de desemprego. É de salientar

Leia mais

b. Comprovante de regularidade de matrícula em nível superior na instituição de origem (original); c. Histórico Escolar do curso de origem contendo ca

b. Comprovante de regularidade de matrícula em nível superior na instituição de origem (original); c. Histórico Escolar do curso de origem contendo ca EDITAL FATEC MAUÁ Nº. 01/2017 de 25 de novembro de 2016. O Diretor da Fatec-Mauá - Faculdade de Tecnologia de Mauá, no uso de suas atribuições legais, faz saber que estão abertas inscrições para participação

Leia mais

Regulamento de Utilização do Campo Municipal de Jogos de Sobral de Monte Agraço

Regulamento de Utilização do Campo Municipal de Jogos de Sobral de Monte Agraço Regulamento de Utilização do Campo Municipal de Jogos de Sobral de Monte Agraço Reunião de Câmara (aprovação do projeto) 20/04/2015 Edital (apreciação pública) 29/2015, de 05/05/2015 Publicado (projeto)

Leia mais

REGULAMENTO. Matrículas e Renovação de matrículas 2012/2013. Ensino Pré-escolar Ensino Básico Ensino Secundário Ensino Profissional

REGULAMENTO. Matrículas e Renovação de matrículas 2012/2013. Ensino Pré-escolar Ensino Básico Ensino Secundário Ensino Profissional REGULAMENTO Matrículas e Renovação de matrículas 2012/2013 Ensino Pré-escolar Ensino Básico Ensino Secundário Ensino Profissional De acordo com o despacho 14026/2007 na sua redação atual Regulamento de

Leia mais

REGULAMENTO. Praia de Carcavelos Bar do Moinho / Praia da Cresmina, Guincho (Junto ao Restaurante Meste Zé)

REGULAMENTO. Praia de Carcavelos Bar do Moinho / Praia da Cresmina, Guincho (Junto ao Restaurante Meste Zé) REGULAMENTO 1 Princípios Gerais Este regulamento tem como objectivo definir as principais linhas orientadoras que regem a Wanted Surf School, para que os alunos e pais saibam quais os seus deveres e direitos,

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO NO ÂMBITO DA COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA NA ESCOLA BÁSICA DO 1º CICLO N.º 1, AREIAS, SETÚBAL Considerando que: a) O Despacho n.º 14 460/2008, da Ministra da Educação, de 15 de

Leia mais

MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR REGULAMENTO DA ESCOLA DE TEATRO TIA MICAS

MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR REGULAMENTO DA ESCOLA DE TEATRO TIA MICAS MUNICÍPIO DE VILA POUCA DE AGUIAR REGULAMENTO DA ESCOLA DE TEATRO TIA MICAS REGULAMENTO DA ESCOLA DE TEATRO TIA MICAS PREÂMBULO O desenvolvimento equilibrado e harmonioso da sociedade não dispensa a prática

Leia mais

Regulamento para Jovens Solistas

Regulamento para Jovens Solistas Regulamento para Jovens Solistas 1. Constituição O concurso será constituído por 3 fases distintas: Selecção por filmagem, Semifinais e Final. 2. A quem se destina Destina a bailarinos a partir dos 6 anos.

Leia mais

Termos e Condições de atribuição de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior. Universidade Portucalense Infante D. Henrique

Termos e Condições de atribuição de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior. Universidade Portucalense Infante D. Henrique Termos e Condições de atribuição de Bolsas de Estudo para o Ensino Superior Universidade Portucalense Infante D. Henrique 1. Requisitos a cumprir para candidatura a) Não ser detentor de grau académico

Leia mais

IIº Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior

IIº Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior IIº Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior Associação Cultural da Beira Interior REGULAMENTO I. Condições Gerais 1.1 - A segunda edição do Concurso Internacional de Percussão da Beira Interior

Leia mais

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS

DEFINIÇÃO DE COMPETÊNCIAS REGULAMENTO NOTA JUSTIFICATIVA A promoção e generalização da prática desportiva junto da população é um fator essencial de melhoria da qualidade de vida e de formação pessoal, social e desportiva. Neste

Leia mais

As aulas teóricas e práticas serão realizadas em local a definir. O curso tem início previsto para Novembro, com a seguinte carga horária:

As aulas teóricas e práticas serão realizadas em local a definir. O curso tem início previsto para Novembro, com a seguinte carga horária: Organização O Curso de Treinadores de Futebol UEFA Basic / (Grau II) será organizado pela Associação Futebol de Bragança (AFB), nos termos das Normas de Licenciamento de Cursos de Treinadores da Federação

Leia mais

Regulamento dos Cursos de Línguas do CLiC-IPP. Capítulo I Disposições Gerais. Capítulo II Disposições Específicas

Regulamento dos Cursos de Línguas do CLiC-IPP. Capítulo I Disposições Gerais. Capítulo II Disposições Específicas Conselho de Gestão 18 07 2016 0 Regulamento dos Cursos de Línguas do CLiC-IPP Capítulo I Disposições Gerais 1. O presente regulamento aplica-se a todos os cursos de línguas promovidos pelo Centro de Línguas

Leia mais

Componente de Apoio à Família CENTRO PAROQUIAL DE ASSISTÊNCIA DE SANTA MARIA DE BELÉM

Componente de Apoio à Família CENTRO PAROQUIAL DE ASSISTÊNCIA DE SANTA MARIA DE BELÉM 2014-2015 Componente de Apoio à Família CENTRO PAROQUIAL DE ASSISTÊNCIA DE SANTA MARIA DE BELÉM REGULAMENTO INTERNO DA CAF COMPONENTE DE APOIO À FAMILIA EB 1 com JI Bairro do Restelo CAPÍTULO I NATUREZA

Leia mais

MUNICIPIO DO CRATO CÂMARA MUNICIPAL PROGRAMA DE DINAMIZAÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DO CRATO. "DINÂMICA JOVEM" REGULAMENTO Preâmbulo

MUNICIPIO DO CRATO CÂMARA MUNICIPAL PROGRAMA DE DINAMIZAÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DO CRATO. DINÂMICA JOVEM REGULAMENTO Preâmbulo MUNICIPIO DO CRATO CÂMARA MUNICIPAL PROGRAMA DE DINAMIZAÇÃO SOCIAL DO CONCELHO DO CRATO "DINÂMICA JOVEM" REGULAMENTO Preâmbulo 1. Portugal integra a União Europeia cujos países membros, acima de quaisquer

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

PASSAGEM DE ANO 2016/2017 BARES Regulamento

PASSAGEM DE ANO 2016/2017 BARES Regulamento 1. Objeto e Objetivos PASSAGEM DE ANO 2016/2017 BARES Regulamento 1.1. O presente documento visa regular a exploração de 6 (seis) espaços bar existentes no Terreiro de Santa Mafalda durante a passagem

Leia mais

Regulamento Programa AnimaSénior

Regulamento Programa AnimaSénior Nota Justificativa O Município de Vouzela, ao longo dos anos, tem vindo a implementar programas e atividades destinados à população sénior residente no concelho, no âmbito do programa AnimaSénior, tendo

Leia mais

Curso de Formação Para. Animadores Científicos

Curso de Formação Para. Animadores Científicos Curso de Formação Para Animadores Científicos AEFCUP - Porto Ficha Informativa Curso de Formação para Cientistas 1. A Empresa A Science4you é uma empresa 100% Nacional que teve origem em Janeiro de 2008.

Leia mais

CANDIDATURA

CANDIDATURA Licenciatura em Desporto CANDIDATURA 2013-2014 GUIA DE PRÉ-REQUISITOS REGULAMENTO DAS PROVAS DE APTIDÃO FUNCIONAL, FÍSICA e DESPORTIVA SETÚBAL 2013 1 INTRODUÇÃO Com o objetivo de cumprir os dispositivos

Leia mais

Processo de Inscrição 50 cc

Processo de Inscrição 50 cc Processo de Inscrição 50 cc Estrada da Luz, nº90, 1º - 1600-160 Lisboa Portugal Tel.+351 210 036 600 Fax. +351 210 036 649 www.prp.pt e-mail: prp@prp.pt Instruções para inscrição no curso de formação de

Leia mais

Regulamento Municipal de Atribuição de. Bolsas de Mérito Desportivo

Regulamento Municipal de Atribuição de. Bolsas de Mérito Desportivo PREÂMBULO O desporto assume na sociedade atual um papel de extrema importância, não apenas na promoção da saúde, do desenvolvimento económico e na formação dos cidadãos mas, igualmente, como elemento valorizador

Leia mais

EDITAL UNISUL Nº 140/2006

EDITAL UNISUL Nº 140/2006 EDITAL UNISUL Nº 140/2006 Edital de oferta de vagas para os Cursos de Pós-Graduação (lato sensu) de Gestão Governamental e Responsabilidade Fiscal, Metodologia da Educação a Distância, Prática Docente:

Leia mais

MANUAL DOS VOLUNTÁRIOS JUNTAR MUNDOS

MANUAL DOS VOLUNTÁRIOS JUNTAR MUNDOS MANUAL DOS VOLUNTÁRIOS JUNTAR MUNDOS Não deixe de participar no Serralves em Festa! JUNTE-SE A NÓS E PARTICIPE COMO VOLUNTÁRIO! Qualquer dúvida ou pedido de informação envie correio eletrónico para voluntariadosef@serralves.pt,

Leia mais

Regulamento da Academia de Judo de Avenidas Novas

Regulamento da Academia de Judo de Avenidas Novas Regulamento da Academia de Judo de Avenidas Novas Nota justificativa Considerando que a atividade física e os desportos saudáveis são essenciais para a saúde e bemestar da população; Considerando que a

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO Festas de Aniversário

REGULAMENTO INTERNO Festas de Aniversário 2013 REGULAMENTO INTERNO Festas de Aniversário I REGULAMENTO INTERNO DAS FESTAS DE ANIVERSÁRIO NO C.C.V. DE CONSTÂNCIA O Centro Ciência Viva de Constância Parque de Astronomia, pretende disponibilizar

Leia mais

Concurso de Bandas de Garagem da Madeira Ribeira Brava Artº 1º Objeto. Artº 2º Destinatários. Artº 3º Inscrições e Participação

Concurso de Bandas de Garagem da Madeira Ribeira Brava Artº 1º Objeto. Artº 2º Destinatários. Artº 3º Inscrições e Participação Concurso de Bandas de Garagem da Madeira Ribeira Brava 2017 Artº 1º Objeto 1.1.O presente documento define e estipula as normas de participação das bandas no Concurso de Bandas de Garagem do município

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESFERA SOLIDÁRIA, IPSS. Componente de Apoio à Família (CAF) Pré-Escolar e 1.º Ciclo. ATL Arco-íris. Regulamento Interno

ASSOCIAÇÃO ESFERA SOLIDÁRIA, IPSS. Componente de Apoio à Família (CAF) Pré-Escolar e 1.º Ciclo. ATL Arco-íris. Regulamento Interno ASSOCIAÇÃO ESFERA SOLIDÁRIA, IPSS Componente de Apoio à Família (CAF) - Pré-Escolar e 1.º Ciclo ATL Arco-íris Regulamento Interno Introdução Inspira-nos promover actividades sócio culturais, educativas

Leia mais

Regulamento para Atribuição de Transportes Escolares do Município de Mafra NOTA JUSTIFICATIVA

Regulamento para Atribuição de Transportes Escolares do Município de Mafra NOTA JUSTIFICATIVA NOTA JUSTIFICATIVA Dando cumprimento às atribuições do Município no domínio da Educação, conforme previsto nas alíneas d) do n.º 1 do artigo 13.º e a) do n.º 3 do artigo 19.º da Lei n.º 159/99, de 14 de

Leia mais

REGULAMENTO CURSO DE GRAU II TREINADOR DE NATAÇÃO PURA, NATAÇÃO SINCRONIZADA E POLO AQUÁTICO

REGULAMENTO CURSO DE GRAU II TREINADOR DE NATAÇÃO PURA, NATAÇÃO SINCRONIZADA E POLO AQUÁTICO REGULAMENTO CURSO DE GRAU II 1. ORGANIZAÇÃO A organização do Curso de Grau II de Treinador de Natação Pura, Natação Sincronizada e Polo Aquático é da responsabilidade da Federação Portuguesa de Natação..

Leia mais

II RÚSTICA DOS ADVOGADOS DO SISTEMA OAB/RS

II RÚSTICA DOS ADVOGADOS DO SISTEMA OAB/RS Regulamento Geral II RÚSTICA DOS ADVOGADOS DO SISTEMA OAB/RS Realização: SESC Rio Grande e Caixa de Assistência OAB/RS Apoio: ACORRG e Atena 1 CAPITULO I - DA ORGANIZAÇÃO Art. 1 - Art. 2 - Este regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS

REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS REGULAMENTO DE OCUPAÇÃO MUNICIPAL TEMPORÁRIA DE JOVENS Preâmbulo A criação de um programa de ocupação temporária de jovens contribui, substancialmente, para a sua formação, afastando-os dos perigos que

Leia mais

Madeira Island International Swim Marathon II. Prova Aberta

Madeira Island International Swim Marathon II. Prova Aberta Madeira Island International Swim Marathon II Prova Aberta 1. ORGANIZAÇÃO Clube Naval do Funchal Associação de Natação da Madeira Federação Portuguesa de Natação 2. APOIOS Câmara Municipal do Funchal Protecção

Leia mais

Regulamento III Passeio BTT Terras de Cavaleiros 29 de Janeiro 2017

Regulamento III Passeio BTT Terras de Cavaleiros 29 de Janeiro 2017 Art.1º- INTRODUÇÃO 1.1 - O CCMC Clube Ciclismo Macedo de Cavaleiros com as devidas autorizações associativa e federativa, organiza o "III Passeio BTT Terras de Cavaleiros que se realizará a 29 de janeiro

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO. Centro de Convívio de Portimão

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO. Centro de Convívio de Portimão REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO Centro de Convívio de Portimão Capítulo I Disposições Gerais Norma I Âmbito da Aplicação O Centro de Convívio Sénior, estrutura da Câmara Municipal de Portimão, sediada

Leia mais

Fatec Ipiranga EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA - FATEC IPIRANGA N.º 06/ 2015 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015.

Fatec Ipiranga EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA - FATEC IPIRANGA N.º 06/ 2015 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015. EDITAL DE TRANSFERÊNCIA EXTERNA - FATEC IPIRANGA N.º 06/ 2015 DE 09 DE NOVEMBRO DE 2015. O Diretor da Faculdade de Tecnologia do Ipiranga FATEC IPIRANGA, no uso de suas atribuições legais, faz saber que

Leia mais

UAlg Careers Fair. Regulamento 14/15 MARÇO. Universidade do Algarve

UAlg Careers Fair. Regulamento 14/15 MARÇO. Universidade do Algarve 14/15 MARÇO Universidade do Algarve Complexo Pedagógico do Campus da Penha Faro UAlg Careers Fair 2017 Regulamento Apresentação de Empresas / Recrutamento / Workshops Stand Empresa / 1. Introdução A UAlg

Leia mais

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA Portaria n.º 71/2016 de 4 de Julho de 2016

S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA Portaria n.º 71/2016 de 4 de Julho de 2016 S.R. DA EDUCAÇÃO E CULTURA Portaria n.º 71/2016 de 4 de Julho de 2016 Considerando que o Regime Jurídico de Apoio ao Movimento Associativo Desportivo, aprovado pelo Decreto Legislativo Regional n.º 21/2009/A,

Leia mais