UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS MÉDICAS GUIA DA RESIDÊNCIA MÉDICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS MÉDICAS GUIA DA RESIDÊNCIA MÉDICA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS MÉDICAS GUIA DA RESIDÊNCIA MÉDICA

2

3 UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO ESCOLA DE MEDICINA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS MÉDICAS GUIA DA RESIDÊNCIA MÉDICA Alunos: Helbert José da Silva Luísa Martino Avelar Jéssica Almeida Horta Duarte Thaysa Lorranne Fernandes de Lima Orientador: Gustavo Meirelles Ribeiro Março, 2013

4

5 APRESENTAÇÃO A residência médica (RM) é uma modalidade de ensino de pósgraduação destinada a médicos, em nível de especialização, com treinamento em serviço em regime de dedicação exclusiva, sob supervisão de profissionais médicos (Petta, 2011). É na RM que os aprendizes aprofundam conhecimentos e melhoram habilidades e atitudes, desenvolvendo competências específicas para um melhor cuidado. Sabe se que o corpo científico de conhecimentos necessário à construção do saber médico tem sofrido ampliação ininterrupta no processo de desenvolvimento científico e tecnológico. O treinamento prático dos estudantes de medicina intensifica se, na realidade, no internato, obrigatório nas escolas médicas brasileiras (Lima, 2008). O treinamento na Residência Médica, dentro de uma especialidade (o que reduz o escopo da área de aprendizagem), pode ter se transformado em uma das alternativas para viabilizar a incorporação de conhecimentos tão específicos. Em particular, por suas características de treinamento em serviço, a residência responde diretamente aos condicionantes do mundo do trabalho, reproduzindo o modelo de prática hegemônica (Lima, 2008). O objetivo desse guia é informar sobre as leis que regem o ingresso nos programas de residência médica (PRM), disponibilidade e prérequisitos para preenchimento das vagas, já que há poucos estudos sobre RM em nosso meio e, entre os alunos das escolas médicas, pouco se sabe sobre o ingresso nos programas de residência médica. O texto foi elaborado como objetivo final do Projeto Proativa da UFOP, pelos alunos do curso de medicina Helbert José da Silva, Luísa Martino Avelar, Jéssica Almeida Horta Duarte e Thaysa Lorranne Fernandes de Lima, orientados pelo Prof. Gustavo Meirelles Ribeiro.

6

7 ÍNDICE Raio X da Residência Médica Das leis Número de vagas Das provas Especialidades Relação das especialidades reconhecidas pelo MEC Escolhendo a especialidade Duração dos programas de Residência Médica (PRM). 23 Pré requisitos PROVAB Relação de especialidades por hospitais Região Sudeste Espírito Santo Minas Gerais Rio de Janeiro São Paulo Lista de contatos de hospitais Espírito Santo Minas Gerais Rio de Janeiro São Paulo Referências Bibliográficas

8 6

9 RAIO-X DA RESIDÊNCIA MÉDICA 7

10 8

11 DAS LEIS... Instituída pelo Decreto nº , de 5 de setembro de 1977, a Residência Médica é uma modalidade de ensino de pós graduação destinada a médicos, sob a forma de curso de especialização. Funciona em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada referência da especialização médica. O mesmo decreto criou a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM). O Programa de Residência Médica (PRM), cumprido integralmente dentro de uma determinada especialidade, confere ao médico residente o título de especialista. A expressão Residência Médica só pode ser empregada para programas que sejam credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica (Petta,2011). As resoluções que surgiram após o Decreto nº podem ser conferidas no site do Ministério da Educação e Cultura (http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&i d=12263&ativo=507&itemid=506 último acesso em 01/04/2013, 13:00h). Essas resoluções são atualizadas anualmente e abrangem variados aspectos relacionados à Residência Médica, como especialidades reconhecidas pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), carga horária dos programas de Residência Médica, descanso pós plantão entre outros aspectos não contemplados no decreto de

12 Nº de VAGAS... Atualmente, existem no país vagas credenciadas em Programas de Residência Médica (PRM), das quais destinam se a vagas de primeiro ano (R1), a vagas do segundo ano (R2), as vagas de terceiro ano (R3), e o restante a vagas de quarto, quinto e sexto ano de RM (Petta, 2011). Do total de vagas, sabe se que 35% são oferecidas por instituições públicas estaduais, 30% federais, 27% privadas e apenas 8% por instituições municipais (GRÁFICO 1). GRÁFICO 1: A maioria das vagas oferecidas encontra se na região Sudeste (62%), seguida pela região Sul (15%), Nordeste (14%), Centro Oeste (7%) e Norte (2%) (GRÁFICO 2) (Petta, 2011). 10

13 GRÁFICO 2: Ao se avaliar a distribuição das vagas por estado, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná são, em ordem decrescente, os que oferecem mais vagas (GRÁFICO 3) (Petta, 2011). GRÁFICO 3: 11

14 DAS PROVAS... Esse texto refere se especificamente ao processo seletivo unificado de Minas Gerais e foi baseado no edital de convocação que se encontra disponível em (último acesso em 01/04/2013, 13:00h) no link Residência Médica. O candidato com graduação em medicina poderá se inscrever em mais de um programa de Residência Médica, desde que seja da mesma especialidade e em diferentes hospitais, pagando o valor de R$150,00 (cento e cinqüenta reais) pela inscrição em cada programa. Candidato com nota suficiente para convocação em mais de uma instituição será convocado apenas para aquela de sua maior preferência, sendo excluído da listagem de convocados, excedentes ou habilitados das instituições de sua menor preferência. Assim, por exemplo, um candidato ao ser convocado para um instituição em que indicou preferência 3, será excluído da listagem de convocados, excedentes ou habilitados de preferência 4, 5 e assim por diante. O Processo Seletivo é realizado em duas etapas, sendo a primeira etapa uma prova geral de conhecimentos médicos com valor de 90 pontos e a segunda etapa composta por análise curricular com valor de 10 pontos. Primeira Etapa: Prova com valor de 90 (noventa) pontos. Prova Geral de conhecimentos médicos, unificada, elaborada por comissão especialmente designada e contendo questões assim distribuídas: 12

15 Programas com entrada direta: Os candidatos deverão responder 100 (cem) questões objetivas (múltipla escolha), sendo 20 questões para cada uma das seguintes Especialidades: Cirurgia Geral, Clínica Médica, Obstetrícia e Ginecologia, Medicina Preventiva e Social e Pediatria. Programas com pré requisito: São feitas até 50 questões objetivas (múltipla escolha) ou questões abertas envolvendo as áreas que são pré requisitos para entrada no programa. Conforme Resolução CNRM Nº 3, de 16 de setembro de 2011, o candidato que tiver participado e cumprido integralmente o estabelecido no Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB), receberá pontuação adicional na nota total do processo seletivo, considerando se o seguinte critério: a)10% (dez por cento) da nota total para quem tiver concluído 1 (um) ano de participação no programa; b)20% (vinte por cento) da nota total para quem tiver concluído 2 (dois) anos de participação no programa. Parágrafo único candidato classificado na primeira etapa e que se enquadrar na condição acima deverá acrescentar documento comprobatório ao currículo. 13

16 14

17 ESPECIALIDADES 15

18 16

19 RELAÇÃO DAS ESPECIALIDADES RECONHECIDAS PELO MEC FONTE: Resolução CFM Nº 1.973/ Acupuntura 28. Mastologia 2. Alergia e Imunologia 29. Medicina de Família e Comunidade 3. Anestesiologia 30. Medicina do Trabalho 4. Angiologia 31. Medicina de Tráfego 5. Cancerologia 32. Medicina Esportiva 6. Cardiologia 33. Medicina Física e Reabilitação 7. Cirurgia Cardiovascular 34. Medicina Intensiva 8. Cirurgia da Mão 35. Medicina Legal e Perícia Médica 9. Cirurgia de Cabeça e Pescoço 36. Medicina Nuclear 10. Cirurgia do Aparelho Digestivo 37. Medicina Preventiva e Social 11. Cirurgia Geral 38. Nefrologia 12. Cirurgia Pediátrica 39. Neurocirurgia 13. Cirurgia Plástica 40. Neurologia 14. Cirurgia Torácica 41. Nutrologia 15. Cirurgia Vascular 42. Oftalmologia 16. Clínica Médica 43. Ortopedia e Traumatologia 17. Coloproctologia 44. Otorrinolaringologia 18. Dermatologia 45. Patologia 19. Endocrinologia e Metabologia 46. Patologia Clínica/Medicina Laboratorial 20. Endoscopia 47. Pediatria 21. Gastroenterologia 48. Pneumologia 22. Genética Médica 49. Psiquiatria 23. Geriatria 50. Radiologia e Diagnóstico por Imagem 24. Ginecologia e Obstetrícia 51. Radioterapia 25. Hematologia e Hemoterapia 52. Reumatologia 26. Homeopatia 53. Urologia 27. Infectologia Além das especialidades é possível conferir também no site (acesso em 01/04/2013, 13:30h) as áreas de atuação. 17

20 ESCOLHENDO A ESPECIALIDADE... Aproveite as oportunidades na Faculdade. Durante a formação acadêmica não nos damos conta como existem momentos importantes na nossa futura escolha profissional. Os últimos dois anos da graduação, o internato, é um momento essencial para isso, onde há mais espaço para fazer contato com profissionais da sua área de escolha. Sempre que puder busque ouvir a experiência de um profissional de sua área de interesse. Aqui trazemos uma breve descrição das possibilidades de atuação das cinco áreas básicas. MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE A prática da medicina de família é ampla e abrange todas as idades, ambos os sexos, todos os sistemas e órgãos. Os médicos de família são treinados não só para prevenir, mas também para diagnosticar e tratar uma variedade de doenças. O campo oferece diversidade e desafio, permitindo ampla integração dos aspectos biomédicos, psíquicos e sociais relacionados ao paciente. Os médicos de família empregam uma gama de habilidades cognitivas e procedurais. Realizam também, sempre que necessário, o cuidado em parceria com outras especialidades (Duke University School of Medicine, 2003). CLÍNICA MÉDICA O trabalho do clínico é caracterizado por extenso conhecimento e perícia no diagnóstico e tratamento. A clínica médica inclui a compreensão de prevenção das doenças, abuso de drogas, saúde mental e 18

21 tratamento eficaz de problemas comuns dos olhos, ouvidos, pele, sistema nervoso, cardiovascular, pulmonar, gastrointestinal e órgãos reprodutivos. Os clínicos são médicos para adultos que oferecem atendimento no consultório ou em ambiente no hospitalar. As responsabilidades principais dessa especialidade incluem o rastreio de doenças, diagnóstico e tratamento das formas agudas e condições médicas crônicas, além de servirem como consultores para outras disciplinas, tais como cirurgia, obstetrícia e medicina de família (Duke University School of Medicine, 2003). CIRURGIA GERAL A cirurgia geral é uma disciplina que exige conhecimentos nas áreas de metabolismo, anatomia, fisiologia, imunologia, nutrição, patologia, cicatrização de feridas, choque e reanimação, terapia intensiva e neoplasias. Cirurgiões gerais são treinados para gerenciar um amplo espectro de doenças e lesões que afetam quase qualquer área do corpo e que requer intervenção cirúrgica. São aptos a oferecer atenção integral ao paciente com trauma. Apesar de ampla, a cirurgia geral geralmente envolve o abdome, seios, a vascularização periférica, pele e pescoço. Raramente um cirurgião geral realizará cirurgias neurológicas, ortopédicas, torácicas ou urológicas. Ele deve estar familiarizado com outras especialidades cirúrgicas para saber encaminhar o paciente de forma correta a especialista. Sobressaem pela destreza manual e capacidade de tomar decisões rapidamente quando necessário (Duke University School of Medicine, 2003). 19

22 GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Ginecologia e Obstetrícia é uma especialidade diversificada que oferece tratamento cirúrgico e clínico para as mulheres. Os ginecologistas podem se concentrar no tratamento de distúrbios do sistema reprodutivo feminino e mamas. Os obstetras também concentram se no tratamento das mulheres antes, durante e depois do parto (Duke University School of Medicine, 2003). PEDIATRIA O pediatra ocupa se da saúde física, emocional e social da criança, desde o nascimento até a adolescência. O trabalho dos pediatras então cada vez mais envolvidos com prevenção e gestão de problemas de desenvolvimento e comportamentais. Os pediatras trabalham em prol da redução da mortalidade e morbidade infantil, no controle de doenças infecciosas, na promoção de estilos de vida saudáveis, dificuldades do diaa dia de crianças e adolescentes, assim como no diagnóstico e tratamento de condições agudas e crônicas de saúde das crianças. Após a Residência Médica atuar em diferentes áreas: imunologia, medicina neonatal, neurologia, cardiologia, medicina de urgência, endocrinologia, gastroenterologia, hematologia, oncologia e doenças infecciosas (Duke University School of Medicine, 2003). Depois de escolher a especialidade, outra questão de grande importância é onde fazer. Conversar com especialistas também pode ser útil para descobrir quais os serviços são referência na especialidade de sua escolha. Mais a frente é possível conferir as especialidades oferecidas na região sudeste na seção Relação de especialidades por hospitais. Em 20

23 anexo o contato de cada instituição da região sudeste que oferece algum programa de Residência Médica. 21

24 22

25 DURAÇÃO DOS PRM 23

26 24

27 DURAÇÃO DOS PRM... A duração de cada programa de Residência Médica é estabelecida pelo MEC (Resolução CFM Nº 1.973/2011). O tempo necessário para as titulações e os pré requisitos para as certificações médicas podem também ser conferidas nessa resolução. Na tabela abaixo a duração de alguns PRM: ESPECIALIDADES DURAÇÃO ESPECIALIDADES DURAÇÃO Acupuntura 2 Clínica Médica R3 1 Administração em Saúde 1 Coloproctologia 2 Alergia e Imunologia 2 Coluna Vertebral 2 Alergia e Imunologia Pediátrica 1 Dermatologia 3 Anestesiologia 3 Doenças Infecciosas e Parasitárias Pediátricas 1 Anestesiologia R2 1 Ecocardigrafia 1 Anestesiologia R3 1 Ecografia Vascular com Doppler 1 Angiologia 2 Endocrinologia 2 Angiologia e Cirurgia Endovascular 1 Endocrinologia e Metabologia 2 Angiorradiologia 2 Endocrinologia Pediátrica 1 Angiorradiologia e Cirurgia Endovascular 2 Endoscopia 2 Cancerologia Cirúrgica 3 Endoscopia Digestiva 1 Cancerologia Cirúrgica R2 1 Endoscopia Ginecológica 1 Cancerologia Cirúrgica R3 1 Endoscopia Ginecológica R3 1 Cancerologia Clínica 3 Endoscopia Respiratória 1 Cancerologia Pediátrica 1 Ergometria 1 Cardiologia 2 Gastroenterologia 2 Cardiologia R3 1 Gastroenterologia R3 1 Cardiologia Pediátrica 1 Genética Médica 3 25

28 ESPECIALIDADES DURAÇÃO ESPECIALIDADES DURAÇÃO Cirurgia Cardíaca 4 Geriatria 2 Cirurgia Cardiovascular 4 Geriatria e Gerontologia 2 Cirurgia Craniomaxilofacial 1 Ginecologia Oncológica 1 Cirurgia da Coluna 1 Hematologia e Hemoterapia 2 Cirurgia da Mão 2 Hematologia e Hemoterapia 1 R3 Cirurgia de Cabeça e Pescoço 2 Hematologia Pediátrica R3 1 Cirurgia do Aparelho 2 Hematologia e Hemoterapia 1 Digestivo Pediátrica Cirurgia do Joelho 1 Hemodinâmica e Cardiologia 1 Intervencionista Cirurgia do Ombro e Cotovelo 1 Hepatologia 1 Cirurgia do Pé e Tornozelo 1 Homeopatia 2 Cirurgia do Quadril 1 Homeopatia R3 1 Cirurgia do Trauma 1 Infectologia 3 Cirurgia Endovascular 1 Infectologia R4 1 Cirurgia e Traumatologia 1 Infectologia Hospitalar 1 Bucomaxilofacial Cirurgia Geral 2 Infectologia Pediátrica 1 Cirurgia Geral R3 1 Mastologia 2 Cirurgia Geral Avançada 1 Medicina de Emergência 3 Cirurgia Ginecológica 1 Medicina da Familia e 2 Minimantes Invasiva Comunidade Cirurgia Pediátrica 3 Medicina de Urgência 1 Cirurgia Plástica 3 Medicina do Adolescente 1 Cirurgia Plástica R3 1 Medicina do Esporte 3 Cirurgia Torácica 2 Medicina do Trabalho 2 Cirurgia Torácica R3 1 Medicina do Tráfego 1 Cirurgia Vascular 2 Medicina Fetal 1 Cirurgia Vascular R3 1 Medicina Física e Reabilitação 3 Cirurgia Vascular Periférica 1 Neurocirurgia 5 Clínica Médica 2 Patologia 3 Gastroenterologia Pediátrica 1 26

29 PRÉ-REQUISITOS 27

30 28

31 PRÉ-REQUISITOS... Os Programas de Residência Médica credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica poderão ser de acesso direto e com pré requisito (RESOLUÇÃO CNRM 01). I ACESSO DIRETO Acupuntura Anestesiologia Cirurgia da Mão Cirurgia Geral Clínica Médica Dermatologia Genética Médica Homeopatia Infectologia Medicina de Família e Comunidade Medicina do Trabalho Medicina do Tráfego Medicina Esportiva Medicina Física e Reabilitação Medicina Legal Medicina Nuclear Medicina Preventiva e Social Neurocirurgia Neurologia Obstetrícia e Ginecologia Oftalmologia Ortopedia e Traumatologia Otorrinolaringologia Patologia Clínica / Med. Laboratorial Patologia Pediatria Psiquiatria Radiologia e Diagnóstico por Imagem Radioterapia II COM PRÉ REQUISITO: A COM PRÉ REQUISITO EM CLÍNICA MÉDICA Alergia e Imunologia Angiologia Cancerologia/Clínica Cardiologia Endocrinologia Endoscopia Gastroenterologia Geriatria Hematologia e Hemoterapia Nefrologia Pneumologia Reumatologia 29

32 B COM PRÉ REQUISITO EM CIRURGIA GERAL: Cirurgia Geral Programa Avançado Cancerologia/Cirúrgica Cirurgia Cardiovascular Cirurgia de Cabeça e Pescoço Cirurgia do Aparelho Digestivo Cirurgia Pediátrica Cirurgia Plástica Cirurgia Torácica Cirurgia Vascular Coloproctologia Urologia C COM PRÉ REQUISITO EM OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA OU CIRURGIA GERAL Mastologia D COM PRÉ REQUISITO EM ANESTESIOLOGIA OU CLÍNICA MÉDICA OU CIRURGIA GERAL Medicina Intensiva E COM PRÉ REQUISITO EM PEDIATRIA Cancerologia/Pediátrica F COM PRÉ REQUISITO EM CLÍNICA MÉDICA OU CIRURGIA GERAL Nutrologia 30

33 PROVAB 31

34 32

35 PROVAB INTRODUÇÃO O PROVAB surgiu da necessidade de estimular a fixação de profissionais em áreas de maior vulnerabilidade. A exemplo do que ocorre em vários países, médicos, enfermeiros e cirurgiões dentistas recém formados estão recebendo incentivos para trabalharem nessas localidades. O programa tem como prioridade reduzir a desigualdade regional na assistência oferecida pelo SUS. A estimativa é que 3,7 mil vagas sejam abertas para preenchimento, a partir do mês de fevereiro de 2013, sendo vagas para médicos, vagas para enfermeiros e 700 vagas para dentistas, nos municípios e localidades com déficit de profissionais de saúde. Até o momento, municípios foram contemplados. Durante toda a atuação nas unidades de saúde, os profissionais receberão tutoria das instituições de ensino superior participantes, que oferecerão suporte presencial e à distância por meio do programa Telessaúde, coordenado pelo Ministério da Saúde para a oferta da chamada segunda opinião na assistência aos pacientes do SUS. O programa prevê a Teleassistência e a Tele educação em Saúde, com destaque para a Atenção Básica. O governo federal financiará a operação dos Núcleos de Telessaúde das unidades onde atuarão os profissionais, bem como das atividades dos tutores, além de cursos de especialização em Saúde da Família. A 33

36 remuneração será feita através de bolsa, para o médico cadastrado no programa (vide PROCESSO SELETIVO O processo seletivo está dividido em duas fases: a fase de habilitação e a fase de seleção. Poderão se inscrever médicos, enfermeiros e cirurgiões dentistas que tenham concluído o curso de graduação e que tenham registro profissional junto ao respectivo conselho de classe no início das atividades profissionais. Os candidatos deverão indicar, em ordem de preferência, seis localidades de atuação contempladas em todo o território nacional, com perfis diversos no mesmo ou em estados diferentes. Ao preencher o formulário eletrônico, o candidato deverá anexar arquivo contendo cópia do diploma de graduação ou certificado de conclusão de curso e cópia de documento de identificação com foto. Terão preferência os candidatos que tiverem graduação em instituição de ensino superior que for entidade supervisora do município da vaga pretendida; tiverem nascido ou atuarem no mesmo estado da vaga pretendida e tiver maior idade. Também será considerada a ordem de inscrição. O projeto ampliará o acesso da população aos serviços de saúde. A ação vai estimular os profissionais recém formados a atuarem nos locais onde a população brasileira mais precisa. BENEFÍCIOS Médicos recém formados que participarem por dois anos do Programa Saúde da Família (PSF) em áreas de extrema pobreza e periferias receberão até 20% de bônus na prova de Residência. Além da pontuação extra, os profissionais que participarem desse programa terão 34

37 direito afazer um curso de especialização em saúde da família, sob responsabilidade das universidades públicas participantes do Sistema Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UNA SUS). Para acessar as cidades que aderiram ao programa em 2013, acesse relacaomunicipios aderiram provab 2013.pdf (último acesso em 01/04/2013, 13:00h). 35

38 36

39 RELAÇÃO de ESPECIALIDADES POR HOSPITAIS REGIÃO SUDESTE 37

40 38

41 ESPÍRITO SANTO Anestesiologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes Cancerologia/Cirúrgica Hospital Santa Rita de Cássia Vitória/ES Hospital Santa Rita de Cássia Vitória/ES Cardiologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Cirurgia do Aparelho Digestivo Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Cirurgia de Cabeça e Pescoço Hospital Santa Rita de Cassia Vitória/ES Cirurgia Geral Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Cirurgia Vascular Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Cirurgia Vascular Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Clínica Médica Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim Dermatologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Gastroenterologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Infectologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes 39

42 Mastologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Medicina Intensiva Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Nefrologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Neurologia Hospital Meridional Cariacica/ES Obstetrícia e Ginecologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Oftalmologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Ortopedia e Traumatologia Centro Médico Hospitalar de Vila Velha Patologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Pediatria Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória HINSG Radiologia e Diagnóstico por Imagem Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Reumatologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes Urologia Centro De Ciências da Saúde Da UFES Hospital Universitário Cassiano Antonio Moraes 40

43 MINAS GERAIS ESPECIALIDADE Alergia e Imunologia Pediátrica LOCAIS Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vaga 7 candidatos/vaga). Anestesiologia Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (10 vagas 30,3 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas Samuel Libânio Pouso Alegre/MG (3 vagas 39,33 candidatos vaga) Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (5 vagas 61,6 candidatos/vaga) Hospital Júlia Kubitschek Belo Horizonte/MG (6 vagas 58,33 candidatos/vaga) Hospital Regional Antônio Dias Patos de Minas/MG (2 vagas 30,5 candidatos/vaga) Hospital SEMPER Belo Horizonte/MG (2 vagas 92 candidatos/vaga) Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora Juiz de Fora/MG (4 vagas 47 candidatos/vaga) Irmandade Nossa Senhora das Mercês de Montes Claros Santa Casa Montes Claros/MG (1 vaga 53 candidatos/vaga) Universidade Estadual de Montes Claros Montes Claros/MG (1 vaga 55 candidatos/vaga) Universidade Federal do Triângulo Mineiro Uberaba/MG (5 vagas 37 candidatos/vaga) Cancerologia Cirúrgica Hospital Alberto Cavalcanti Belo Horizonte/MG (1 vaga 4 candidatos/vaga) Instituto Mário Penna/Luxemburgo Belo Horizonte/MG (2 vagas 7 candidatos/vaga) Cancerologia Clínica Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (2 vagas 6,5 candidatos/vaga) Hospital Instituto Oncológico Juiz de Fora/MG (2 vagas 6 candidatos/vaga) 41

44 Instituto Mário Penna/Luxemburgo Belo Horizonte/MG (2 vagas 10,5 candidatos/vaga) Cancerologia Pediátrica Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vaga 2 candidatos/vaga) Cardiologia Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (4 vagas 11,25 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas Samuel Libânio Pouso Alegre/MG (3 vagas 2,33 candidatos/vaga) Hospital Mater Dei Belo Horizonte/MG (2 vagas 15 candidatos/vaga) Hospital São Francisco de Assis Belo Horizonte/MG (2 vagas 8 candidatos/vaga) Hospital SOCOR Belo Horizonte/MG (4 vagas 15,25 candidatos/vaga) Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora Juiz de Fora/MG (2 vagas 6,5 candidatos/vaga) Irmandade Nossa Senhora das Mercês de Montes Claros Santa Casa Montes Claros/MG (1 vaga 5 candidatos/vaga) Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora Juiz de Fora/MG (2 vagas 7 candidatos/vaga) Universidade Federal do Triângulo Mineiro Uberaba/MG (2 vagas 4,5 candidatos/vaga) Cardiologia Pediátrica Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vagas 3,5 candidatos/vaga) Cirurgia Cardiovascular Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vaga 2 candidatos/vaga) Cirurgia da Coluna Cirurgia da Mão Hospital Maria Amélia Lins Belo Horizonte/MG (1 vaga 2 candidatos/vaga) Hospital Maria Amélia Lins Belo Horizonte/MG (2 vagas 5 candidatos/vaga) Cirurgia de Cabeça e Pescoço Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vaga 6 candidatos/vaga) Cirurgia do Aparelho Digestivo Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (4 vagas 7,75 candidatos/vaga) 42

45 Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (1 vaga 23 candidatos/vaga) Universidade Federal do Triângulo Mineiro Uberaba/MG (2 vagas 10 candidatos/vaga) Cirurgia do Joelho Cirurgia do Quadril Cirurgia do Trauma Hospital Maria Amélia Lins Belo Horizonte/MG (1 vaga 5 candidatos/vaga) Hospital Maria Amélia Lins Belo Horizonte/MG (1 vaga 3 candidatos/vaga) Hospital João XXIII Belo Horizonte/MG (10 vagas 5,2 candidatos/vaga) Hospital Odilon Behrens Belo Horizonte/MG (4 vagas 6,75 candidatos/vaga) Universidade Federal do Triângulo Mineiro Uberaba/MG (2 vagas 0,5 candidatos/vaga) Cirurgia Geral Hospital Alberto Cavalcanti Belo Horizonte/MG (5 vagas 66 candidatos/vaga) Hospital Cristiano Machado Sabará/MG (4 vagas 29,5 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (8 vagas 47 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas Samuel Libânio Pouso Alegre/MG (4 vagas 28,25 candidatos/vaga) Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (5 vagas 75 candidatos/vaga) Hospital Júlia Kubitschek Belo Horizonte/MG (5 vagas 73,8 candidatos/vaga) Hospital Mater Dei Belo Horizonte/MG (3 vagas 74,33 candidatos/vaga) Hospital Municipal José Lucas Filho Contagem/MG (4 vagas 52 candidatos/vaga) Hospital Odilon Behrens Belo Horizonte/MG (6 vagas 67,67 candidatos/vaga) Hospital Regional Antônio Dias Patos de Minas/MG (2 vagas 34 candidatos/vaga) Hospital Regional João Penido Juiz de Fora/MG 43

46 (2 vagas 40 candidatos/vaga) Hospital SEMPER Belo Horizonte/MG (2 vagas 25 candidatos/vaga) Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora Juiz de Fora/MG (4 vagas 36,5 candidatos/vaga) Instituto Mário Penna/Luxemburgo Belo Horizonte/MG (4 vagas 76,75 candidatos/vaga) Irmandade Nossa Senhora das Mercês de Montes Claros Santa Casa Montes Claros/MG (2 vagas 37 candidatos/vaga) Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora Juiz de Fora/MG (4 vagas 37,5 candidatos/vaga) Universidade Estadual de Montes Claros Montes Claros/MG (2 vagas 32,5 candidatos/vaga) Universidade Federal de Viçosa Viçosa/MG (2 vagas 40 candidatos/vaga) Universidade Federal do Triângulo Mineiro Uberaba/MG (8 vagas 30,38 candidatos/vaga) Universidade Federal de Ouro Preto UFOP (6 vagas 10 candidatos/vaga) Cirurgia Pediátrica Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vaga 6 candidatos/vaga) Cirurgia Plástica Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (3 vagas 26,67 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas Samuel Libânio Pouso Alegre/MG (1 vaga 48 candidatos/vaga) Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (1 vaga 58 candidatos/vaga) Hospital João XXIII Belo Horizonte/MG (2 vagas 43,5 candidatos/vaga) Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora Juiz de Fora/MG (1 vaga 57 candidatos/vaga) Universidade Federal do Triângulo Mineiro Uberaba/MG (1 vaga 53 candidatos/vaga) 44

47 Cirurgia Torácica Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (1 vaga 5 candidatos/vaga) Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (1 vaga 5 candidatos/vaga) Hospital Júlia Kubitschek Belo Horizonte/MG (1 vaga 8 candidatos/vaga) Cirurgia Vascular Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (3 vagas 12,67 candidatos/vaga) Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (3 vagas 14,67 candidatos/vaga) Hospital Odilon Behrens Belo Horizonte/MG (2 vagas 27,5 candidatos/vaga) Clínica Médica Fundação Ouro Branco Ouro Branco/MG (1 vaga 25 candidatos/vaga) Hospital Alberto Cavalcanti Belo Horizonte/MG (6 vagas 53,33 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais Belo Horizonte/MG (12 vagas 43,17 candidatos/vaga) Hospital das Clínicas Samuel Libânio Pouso Alegre/MG (7 vagas 23,29 candidatos/vaga) Hospital Governador Israel Pinheiro Belo Horizonte/MG (9 vagas 52,56 candidatos/vaga) Hospital João XXIII Belo Horizonte/MG (14 vagas 42,43 candidatos/vaga) Hospital Júlia Kubitschek Belo Horizonte/MG (10 vagas 51,8 candidatos/vaga) Hospital Mater Dei Belo Horizonte/MG (3 vagas 79,67 candidatos/vaga) Hospital Municipal José Lucas Filho Contagem/MG (4 vagas 36 candidatos/vaga) Hospital Nossa Senhora Auxiliadora de Caratinga Caratinga/MG (3 vagas 20 candidatos/vaga) Hospital Odilon Behrens Belo Horizonte/MG (11 vagas 57,64 candidatos/vaga) 45

Na verdade são 4130 candidatos mas alguns se inscreveram para mais de uma área. Especialidade ou Área de atuação- Entrada pre-requisito Candidato s

Na verdade são 4130 candidatos mas alguns se inscreveram para mais de uma área. Especialidade ou Área de atuação- Entrada pre-requisito Candidato s Estatísticas referentes ao PSU para 2010 Relação candidato/vaga Especialidade entrada direta Candidatos Vagas Cand/vaga Clínica Médica 1147 131 8,8 Cirurgia Geral 804 76 10,6 Anestesiologia 458 32 14,3

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 1/2014-EBSERH/HUSM-UFSM ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 12 DE FEVEREIRO DE 2014. RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Alergia

Leia mais

Processo Seletivo Unificado (PSU) - 2011

Processo Seletivo Unificado (PSU) - 2011 Processo Seletivo Unificado (PSU) - 2011 Apresentamos a segunda edição do Processo Seletivo Unificado para ingresso nos programas de Residência Medica em Minas Gerais. Neste processo a CEREM reune a maioria

Leia mais

AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga

AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga AREMG - Associação de Apoio a Residência Médica de Minas Gerais AREMG - PSU 2016 - Relação de Inscrições por vaga Numero total de Candidatos 7.283 Numero total de inscrições 39.753 Vaga Instituição Vagas

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 09/2014-EBSERH/HU-UFMS ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 17 DE ABRIL DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 802 Médico Alergia e

Leia mais

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INFORMAÇÕES GERAIS 1 - A Residência em Medicina constitui modalidade de ensino de pós-graduação, destinada

Leia mais

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 *****

Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Convênio de reconhecimento de especialidades médicas - Resolução CFM 1666 de 7/5/2003 ***** Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM n.º 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192)

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Página 1 de 17 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.763/05 (Publicada no D.O.U., de 09 Mar 2005, Seção I, p. 189-192) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.666/2003, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

AREMG. Av. João Pinheiro, 161 Sala 06 CEP: 30130-180 Belo Horizonte - MG E-mail: psu2014@aremg.org.br Home page: www.aremg.org.br

AREMG. Av. João Pinheiro, 161 Sala 06 CEP: 30130-180 Belo Horizonte - MG E-mail: psu2014@aremg.org.br Home page: www.aremg.org.br Processo Seletivo Unificado - PSU 2014 Essa é a quinta edição do Processo Seletivo Unificado para ingresso nos programas de Residência Medica em Minas Gerais que se consolida como o maior processo seletivo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 06/2015-EBSERH/HC-UFG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 16 DE JULHO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 004 Médico - Alergia e Imunologia

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 06 DE MARÇO DE 2015 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 006 Médico - Anestesiologia

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE RESOLUÇÃO CFM Nº 1.634, DE 11 DE ABRIL DE 2002 Diário Oficial da União; Poder Executivo, Brasília, DF, n. 81, 29 abr.2002. Seção 1, p. 265-66 Alterada pela Resolução CFM nº 1666/03 (Anexo II) O CONSELHO

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015

RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015 RESOLUÇÃO CFM Nº 2.116/2015 (Publicada no D.O.U. de 04 de fevereiro de 2015, Seção I, p. 55) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.068/2013, que celebra o convênio de reconhecimento

Leia mais

RUA RIO GRANDE DO NORTE, 63 SALA 41 SANTA EFIGÊNIA BH/MG

RUA RIO GRANDE DO NORTE, 63 SALA 41 SANTA EFIGÊNIA BH/MG CONFIRA A RELAÇÃO COMPLETA DA DE CORTE DO PSU POR PROGRAMA, HOSPITAL, OU NÚMERO DE ACERTOS PROGRAMA INSTITUIÇÃO ACERTOS Anestesiologia Hospital Luxemburgo 74 66,6 67,5 Class. 101,4% Anestesiologia Hospital

Leia mais

POLÍTICA DE QUALIFICAÇÃO MÉDICA Edição: 24/10/2013 NORMA Nº 650

POLÍTICA DE QUALIFICAÇÃO MÉDICA Edição: 24/10/2013 NORMA Nº 650 Página: 1/36 1- OBJETIVO Garantir a segurança do paciente e da Instituição, através da definição dos requisitos básicos que permitem ao médico exercer o ato médico no Sistema de Saúde Mãe de Deus (SSMD).

Leia mais

AREMG. Processo Seletivo Unificado (PSU) - 2016

AREMG. Processo Seletivo Unificado (PSU) - 2016 Processo Seletivo Unificado (PSU) - 2016 Estão publicados os editais para o Processo Seletivo Unificado para ingresso em programas de Residência Medica em Minas Gerais e no Espirito Santo que se consolida

Leia mais

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS

QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS QUESTIONÁRIO PARA O SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL PROFISSIONAL PARA MÉDICOS, PSICÓLOGOS, FISIOTERAPEUTAS E DEMAIS PRESTADORES DE SERVIÇOS MÉDICOS O objetivo deste questionário é analisar as atividades

Leia mais

Educação Médica no Brasil. Graduação, Especialização & Educação Médica Continuada

Educação Médica no Brasil. Graduação, Especialização & Educação Médica Continuada Educação Médica no Brasil Graduação, Especialização & Educação Médica Continuada Educação Médica no Brasil Escola Médica Especialização (especialidades e áreas de atuação) Residência Médica Estágios credenciados

Leia mais

Página 1 de 6. Médico - Acupuntura. Médico - Alergia e Imunologia Pediátrica. Médico - Anestesiologia. Médico - Cancerologia Clínica

Página 1 de 6. Médico - Acupuntura. Médico - Alergia e Imunologia Pediátrica. Médico - Anestesiologia. Médico - Cancerologia Clínica Especialidade Médico - Acupuntura Médico - Alergia e Imunologia Médico - Anestesiologia Médico - Cancerologia Clínica Médico - Cancerologia Médico - Cardiologia Médico - Cardiologia - Eletrofisiologia

Leia mais

Conhecimentos em Clínica Médica.

Conhecimentos em Clínica Médica. ANEXO II PROGRAMAS DA PROVA ESCRITA s com Acesso Direto Acupuntura Anestesiologia Cirurgia Geral Dermatologia Infectologia Medicina da Família e Comunidade Medicina Nuclear Neurocirurgia Neurologia Conhecimentos

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1.973/2011 (Publicada no D.O.U. de 1º de agosto de 2011, Seção I, p. 144-147) Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.845/08, que celebra

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003

RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003 Página 1 de 27 RESOLUÇÃO CFM Nº 1.666/2003 Ementa: Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.634/2002, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 5/2014-EBSERH/HC-UFMG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, 21 DE FEVEREIRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS

CONCURSO PÚBLICO 5/2014-EBSERH/HC-UFMG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, 21 DE FEVEREIRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS CONCURSO PÚBLICO 5/2014-EBSERH/HC-UFMG ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, 21 DE FEVEREIRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS Código Especialidade Requisitos 801 Médico Acupuntura 802

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA 1 de 26 16/11/2010 18:54 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO CFM Nº 1845/2008 (Publicada no D.O.U. de 15 Jul 2008, Seção I, p. 72) (Republicada com anexo no D.O.U. 16 Jul 2008, Seção I, p.164-168) (Modificada

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ

CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ Gabarito Preliminar CONCURSO PÚBLICO 02/2015 EBSERH/HE-UFPEL EDITAL N 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA NÍVEL SUPERIOR - MANHÃ MÉDICO - ALERGIA E IMUNOLOGIA D A B E C D D C A B C C E A E E B B E B D A C D A MÉDICO

Leia mais

CONVÊNIO CELEBRADO ENTRE O CFM, A AMB E A CNRM

CONVÊNIO CELEBRADO ENTRE O CFM, A AMB E A CNRM CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO Nº 1.973, DE 14 DE JULHO DE 2011 Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM Nº 1.845/08, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades

Leia mais

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos

Página 1 de 4. Código Especialidade Requisitos CONCURSO PÚBLICO 12/2014-EBSERH/HU-UFMA ANEXO II DO EDITAL Nº 02 - EBSERH - ÁREA MÉDICA, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2014 RELAÇÃO DE EMPREGOS E REQUISITOS RETIFICADO Código Especialidade Requisitos 801 Médico

Leia mais

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2009. ACUPUNTURA Código 101. Gabarito

SELEÇÃO PARA COOPERAÇÃO DE MÉDICOS Edital n. 01/2009. ACUPUNTURA Código 101. Gabarito ACUPUNTURA Código 101 Questão 01: D Questão 19: B Questão 37: D Questão 55: D Questão 02: D Questão 20: D Questão 38: B Questão 56: B Questão 03: D Questão 21: A Questão 39: C Questão 57: A Questão 04:

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA. RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA RESOLUÇÃO No- 2.116, DE 23 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 2.068/2013, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades

Leia mais

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº 02/2011

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº 02/2011 SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ SURCE 2012 ADITIVO AO EDITAL Nº /2011 A Coordenação Geral do Grupo Gestor da SURCE e a Coordenação de Ensino e Pesquisa dos Hospitais Universitários

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA SELEÇÃO PÚBLICA PARA ADMISSÃO DE MÉDICOS COMO COOPERADOS NA UNIMED JUIZ DE FORA 01/2012 34288 Acupuntura 59 aprovado 3 45210 Alergia e Imunologia 56,5 aprovado 5 42926 Anestesiologia 62,5 aprovado 48867 Anestesiologia 60,5 aprovado 48235 Anestesiologia 59 aprovado 9 48302 Anestesiologia 56

Leia mais

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10

HOSPITAL CENTRAL ROBERTO SANTOS 201 Clínica Médica Recredenciado 02 anos 10 02 08 101 Cirurgia Geral Recredenciado 02 anos 10 00 10 PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA BAHIA 2008 C O M U N I C A D O A CEREM COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA, comunica a alteração das vagas disponibilizadas para 2008, com base nas

Leia mais

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO

PROGRAMA DATA LOCAL E INFORMAÇÕES HORÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE - SANTA CASA DE PORTO ALEGRE COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CALENDÁRIO DA 2ª

Leia mais

Dados para geração do NFTE para Residência Médica - 2002. TI/DEDES/SESu/MEC Página 1 de 17

Dados para geração do NFTE para Residência Médica - 2002. TI/DEDES/SESu/MEC Página 1 de 17 26284 FFFCMPA Porto Alegre Anatomia Patológica 4 4 26284 FFFCMPA Porto Alegre Anestesiologia 6 6 26284 FFFCMPA Porto Alegre Cirurgia de Cabeça e Pescoço 2 2 26284 FFFCMPA Porto Alegre Cirurgia Geral 18

Leia mais

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo

Quem vou ser daqui a 20 anos Público. Privado. Assistencial Acadêmica Gestão. Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Dr Milton Glezer Quem vou ser daqui a 20 anos Público Assistencial Acadêmica Gestão Privado Assistencial Acadêmico Gestão Autônomo Mudanças nos planos de saúde- melhorar cada vez mais o funcionamento dos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2015 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA

PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2015 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA PROCESSO SELETIVO UNIFICADO DE RESIDÊNCIA MÉDICA/BAHIA 2015 COMISSÃO ESTADUAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA CEREM / BA EDITAL DE MATRÍCULA A Comissão Estadual de Residência Médica - CEREM/BAHIA, no uso de suas

Leia mais

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ - SURCE 2014/2015

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ - SURCE 2014/2015 SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ - SURCE 2014/2015 ANEXO II - PROGRAMAS / VAGAS / INSTITUIÇÕES As vagas ofertadas são de total responsabilidade de cada uma das respectivas instituições

Leia mais

ERRATA DE EDITAL LEIA-SE: EM, 27 /11 /2015

ERRATA DE EDITAL LEIA-SE: EM, 27 /11 /2015 EM, 27 /11 /2015 ERRATA DE EDITAL A SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE/PE torna público a ERRATA do edital do Processo Seletivo da RESIDÊNCIA MÉDICA para o ano de 2016 publicado no DOE 14/11/2015, que será realizado

Leia mais

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85

VAGAS e INSCRITOS por GRUPO 39 85 01 - ÁREAS BÁSICAS COM ACESSO DIRETO 1 ANESTESIOLOGIA - 3 ANOS 15 165 11,0 2 CIRURGIA GERAL - 2 ANOS 46 211 4,6 3 CLÍNICA MÉDICA - 2 ANOS 54 275 5,1 4 DERMATOLOGIA - 3 ANOS 5 88 17,6 5 INFECTOLOGIA - 3

Leia mais

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições

INFORME CBO. CBO com alterações de códigos e/ou descrições INFORME CBO Considerando a publicação da Portaria SAS/MS n 203/2011, que inclui no Sistema de Informação Hospitalar (SIH) o registro obrigatório da competência de realização de todos os procedimentos realizados

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM nº 1634/2002

RESOLUÇÃO CFM nº 1634/2002 Página 1 de 11 Imprimir RESOLUÇÃO CFM nº 1634/2002 Dispõe sobre convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina CFM, a Associação Médica Brasileira - AMB

Leia mais

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais.

ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Vencimento Inicial em reais. ANEXO I CARGOS, VAGAS, VENCIMENTO INICIAL, CARGA HORÁRIA, REQUISITOS MÍNIMOS EXIGIDOS, E TAXA DE INSCRIÇÃO. Cód. Cargo 1 Ajudante de Carga e Descarga Vagas Vagas Reservadas Deficientes Vencimento Inicial

Leia mais

RAZ_SOC ESPECIALIDADE I.DESCRICAO '' A.RUA BAIRRO CIDADE ESTADODDD_TELTEL SEMPER S/A SERVIÇO MEDICO PERMANENTE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO ALAMEDA

RAZ_SOC ESPECIALIDADE I.DESCRICAO '' A.RUA BAIRRO CIDADE ESTADODDD_TELTEL SEMPER S/A SERVIÇO MEDICO PERMANENTE CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO ALAMEDA BIOCOR HOSPITAL D C LTDA RADIOLOGIA ALAMEDA DA SERRA, 217 VALE DO SERENO NOVA LIMA MG 31 3289-5000 BIOCOR HOSPITAL D C LTDA RADIOLOGIA ALAMEDA DA SERRA, 217 VALE DO SERENO NOVA LIMA MG 31 3289-5000 BIOCOR

Leia mais

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem

ANEXO I. Centro de Saúde nº 1 Unidade Mista 508/509 Sul. Ortopedia e Traumatologia. Ortopedia e Traumatologia. Radiologia e Diagnóstico por Imagem ANEXO I QUADRO DE VAGAS - Processo Seletivo para Preceptoria dos Programas de Residência Médica Seleção 2014/1 Opção de Vaga Unidade de Saúde/SES Programa de Residência de Cargo Local de execução das atividades

Leia mais

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação

Tabela 24 - Terminologia do código brasileiro de ocupação (CBO) Data de início de vigência. Código do Termo. Data de fim de implantação de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS

COD.101 - CLINICA MÉDICA 02 ANOS COD.101 - CLINICA MÉDICA AREAS BÁSICAS 1 Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus (UNOESTE) 3 2 Conjunto Hospitalar do Mandaqui 12 3 Faculdade de Medicina da Universidade de Santo Amaro

Leia mais

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008. 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008. 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008 de 201115 Geneticista 26/09/2008 26/09/2008 203015 Pesquisador em biologia de microorganismos e parasitas 26/09/2008 26/09/2008 213150 Físico médico 26/09/2008 26/09/2008 221105 Biólogo 26/09/2008 26/09/2008

Leia mais

Circular 673/2013 São Paulo, 26 de Dezembro de 2013.

Circular 673/2013 São Paulo, 26 de Dezembro de 2013. Circular 673/2013 São Paulo, 26 de Dezembro de 2013. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) Homologa resultado de seleção de Projetos para Programas de Residência Médica nos termos do Edital de Convocação nº 29,

Leia mais

FUNDAÇÃO HOSPITALAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

FUNDAÇÃO HOSPITALAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS FUNDAÇÃO HOSPITALAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO REGIDO PELO EDITAL FHEMIG Nº. 01/2009, PARA PROVIMENTO DE CARGOS DAS CARREIRAS DE MÉDICO, PROFISSIONAL DE ENFERMAGEM, ANALISTA DE GESTÃO E

Leia mais

Programa com Entrada Direta 311 - Dermatologia 390 1 Classificado Programa com Entrada Direta 311 - Dermatologia 405 2 Classificado.

Programa com Entrada Direta 311 - Dermatologia 390 1 Classificado Programa com Entrada Direta 311 - Dermatologia 405 2 Classificado. Programa com Entrada Direta 302 - Anestesiologia 21 1 Classificado Programa com Entrada Direta 302 - Anestesiologia 1115 2 Classificado Programa com Entrada Direta 302 - Anestesiologia 32 3 Classificado

Leia mais

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde

EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA. Escola Superior de Ciências da Saúde EDITAL nº 103/2009 - ANEXO I CONCURSO PÚBLICO PARA O MAGISTÉRIO SUPERIOR DA UEA Escola Superior de Ciências da Saúde Período de Inscrição: 18 de janeiro de 2010 a 19 de fevereiro de 2010. Local de Inscrição:

Leia mais

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014

REDE CREDENCIADA MARÍTIMA SEGURO SAÚDE- MAIO 2014 CATEGORIA_DIVULGAÇÃO ESPECIALIDADE_DIVULGAÇÃO NOME_FANTASIA_PONTO BAIRRO_PONTO SERVIÇO DE DIAGNÓSTICO LABORATORIO / ANATOMIA PATOLOGICA CEDACLIN CENTRO SERVIÇO DE TERAPIA FISIOTERAPIA CEMED IMAGEM CENTRO

Leia mais

Anexo III. Vagas Adicionais AREAS BÁSICAS

Anexo III. Vagas Adicionais AREAS BÁSICAS Anexo III Vagas Adicionais AREAS BÁSICAS COD.101 - CLINICA MÉDICA 4 2 Hospital Geral de Pedreira 4 3 Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus (UNOESTE) 1 4 SANTA CASA DE FRANCA 2 1

Leia mais

EDITAL S/SUBG/CGP Nº 028, DE 19 DE MARÇO DE 2015.

EDITAL S/SUBG/CGP Nº 028, DE 19 DE MARÇO DE 2015. SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE GESTÃO COORDENADORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL S/SUBG/CGP Nº 028, DE 19 DE MARÇO DE 2015. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por intermédio da Coordenadoria

Leia mais

COD.101 - CLINICA MÉDICA

COD.101 - CLINICA MÉDICA ANEXO III COD.101 - CLINICA MÉDICA AREAS BÁSICAS 1 (UNOESTE) 3 1 4 2 Complexo Hospitalar Padre Bento - Guarulhos 4 4 3 Conjunto Hospitalar do Mandaqui 12 6 18 4 Faculdade de Medicina da Universidade de

Leia mais

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Clínica Médica Trindade Razão Social: Clínica Médica Trindade CNPJ: 78.813.524/0001-99 Especialidade: Otorrinolaringologia, Urologia, Cardiologia, Dermatologia, Angiologia. Localização: Avenida Madre Benvenuta,

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 ERRATA II EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA.

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 ERRATA II EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 ERRATA II EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. ÁREAS DE ACESSO DIRETO: CLINICA MÉDICA, GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, MEDICINA DE FAMILIA

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia Universidade do Estado do Rio de Janeiro EDITAL DE ABERTURA PROCESSO SELETIVO PÚBLICO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (UERJ) - FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS (FCM) EDITAL N.º 20/ UERJ-FCM/ PR / 29 DE AGOSTO DE 2014 1ª RETIFICAÇÃO ONDE

Leia mais

GRUPO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE PROCESSO SELETIVO - RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 RESULTADO FINAL 1ª Etapa Prova Objetiva.

GRUPO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE BELO HORIZONTE PROCESSO SELETIVO - RESIDÊNCIA MÉDICA 2013 RESULTADO FINAL 1ª Etapa Prova Objetiva. 101 Anestesiologia 1167427 84,00 5,60-89,60 1 CLASSIFICADO 101 Anestesiologia 1168953 78,00 8,00-86,00 2 CLASSIFICADO 101 Anestesiologia 1169652 75,60 8,50-84,10 3 CLASSIFICADO 101 Anestesiologia 1170741

Leia mais

ALAGOAS MACEIÓ URGÊNCIA GERAL URGÊNCIA ORTOPÉDICA URGÊNCIA PEDIÁTRICA HOSPITAL GERAL URGÊNCIA E EMERGÊNCIA URGÊNCIA CARDÍACA

ALAGOAS MACEIÓ URGÊNCIA GERAL URGÊNCIA ORTOPÉDICA URGÊNCIA PEDIÁTRICA HOSPITAL GERAL URGÊNCIA E EMERGÊNCIA URGÊNCIA CARDÍACA URGÊNCIA GERAL ALAGOAS URGÊNCIA ORTOPÉDICA URGÊNCIA PEDIÁTRICA HOSPITAL GERAL MACEIÓ URGÊNCIA E EMERGÊNCIA URGÊNCIA CARDÍACA RUA HUGO CORREIA PAES, 253. farol FONE: (82) 2123-7000 REDE CONTRATADA PARA

Leia mais

Conselho Resolução Situação Ementa

Conselho Resolução Situação Ementa CFM 1845/2008 Integra Dispõe sobre a nova redação do Anexo II da Resolução CFM nº 1.785/2006, que celebra o convênio de reconhecimento de especialidades médicas firmado entre o Conselho Federal de Medicina

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 4600074 1 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600086 2 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600489 3 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600487 4 100 100 - CIRURGIA GERAL Convocado 4600670 5 100 100 - CIRURGIA

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016

RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 4600074 1 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600086 2 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600489 3 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600487 4 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600670 5 100 100 - CIRURGIA GERAL 4600415 6 100 100 - CIRURGIA

Leia mais

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS

Anexo I. Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS Anexo I Quadro de vagas por Hospital / Especialidades AREAS BÁSICAS COD.101 - CLINICA MÉDICA 0 2 Conjunto Hospitalar do Mandaqui 11 3 Faculdade de Medicina de Catanduva 6 4 Hospital Guilherme Alvaro -

Leia mais

Edital Para Ingresso nos Programas de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas - 2015

Edital Para Ingresso nos Programas de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas - 2015 Edital Para Ingresso nos Programas de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas - 2015 A COREME- Comissão de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas comunica que estarão

Leia mais

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal

OSMAR DE LIMA MAGALHÃES Secretário do Governo Municipal PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 1663, DE 02 DE JULHO DE 2012. Aprova o detalhamento das funções/especialidades dos cargos do Quadro Permanente da Função Saúde da Administração Pública

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS FUNDAÇÃO HOSPITALAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO FHEMIG Nº. 02/2009, 05 de novembro de 2009. O Presidente da FUNDAÇÃO HOSPITALAR DO

Leia mais

EDITAL HRTN 01/2013, de 30 de dezembro de 2013 CONCURSO PÚBLICO 01/2013 ERRATA

EDITAL HRTN 01/2013, de 30 de dezembro de 2013 CONCURSO PÚBLICO 01/2013 ERRATA EDITAL HRTN 01/2013, de 30 de dezembro de 2013 CONCURSO PÚBLICO 01/2013 ERRATA A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (FUNDEP) e o Hospital Risoleta Tolentino Neves (HRTN) COMUNICA que foram efetuadas

Leia mais

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014

RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 RETIFICAÇÃO SERVIÇO SOCIAL AUTÔNOMO HOSPITAL METROPOLITANO DOUTOR CÉLIO DE CASTRO EDITAL Nº 08/2014 O Secretário Municipal Adjunto de Recursos Humanos, no uso de suas atribuições legais, comunica as alterações

Leia mais

QUADRO DEMONSTRATIVO DE CARGOS, VAGAS, VENCIMENTOS E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES

QUADRO DEMONSTRATIVO DE CARGOS, VAGAS, VENCIMENTOS E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES ANEXO I QUADRO DEMONSTRATIVO DE CARGOS, VAGAS, VENCIMENTOS E DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES CARGO ASSISTENTE SOCIAL / PNS NÍVEL SUPERIOR Função Vagas Município Requisito Remuneração ASSISTENTE SOCIAL

Leia mais

CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA 60.742.616/0001-60 EDITAL PROCESSO SELETIVO PUBLICO - PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA

CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA 60.742.616/0001-60 EDITAL PROCESSO SELETIVO PUBLICO - PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA CASA DE SAÚDE SANTA MARCELINA 60.742.616/0001-60 EDITAL PROCESSO SELETIVO PUBLICO - PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA A Coreme - Comissão de Residência Médica do Hospital Santa Marcelina, de acordo com a lesgislação

Leia mais

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ - SURCE 2013 I - ACESSO DIRETO. UFC Sobral. Santa Casa de Misericórdia de Sobral

SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ - SURCE 2013 I - ACESSO DIRETO. UFC Sobral. Santa Casa de Misericórdia de Sobral SELEÇÃO UNIFICADA PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DO ESTADO DO CEARÁ - SURCE 23 As vagas remanescentes são de total responsabilidade de cada uma das respectivas instituições conveniadas. LOCAL DA CHAMADA: ANFITEATRO

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA.

SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO DE PERNAMBUCO - 2015 EDITAL PARA PROCESSO SELETIVO PARA A RESIDÊNCIA MÉDICA. ÁREAS DE ACESSO DIRETO: CLINICA MÉDICA, GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA, MEDICINA DE FAMILIA E COMUNIDADE,

Leia mais

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades:

Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Vagas e requisitos Para a Categoria Funcional de Nível Superior, nas seguintes áreas/especialidades: Áreas/Especialidades Vagas Pré-Requisitos Análises Clínicas (Biologia) 01 a) Formação Superior Completa

Leia mais

Especialidade. Descrição. Código

Especialidade. Descrição. Código 1311.20 Gerente de serviços sociais 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços médicos 1312.05 Diretor de unidade assistencial 1312.05 Diretor de

Leia mais

Resultado da pesquisa. Plano: PLAN-ASSISTE Estado:AM Cidade: MANAUS ACUPUNTURA

Resultado da pesquisa. Plano: PLAN-ASSISTE Estado:AM Cidade: MANAUS ACUPUNTURA Resultado da pesquisa Plano: PLAN-ASSISTE Estado:AM Cidade: MANAUS ACUPUNTURA Nome: CLINFIT Endereço: AV GETULIO VARGAS, 973 Telefone: (92) 36220700 PARQUE 10 DE NOVEMBR Nome: CLIF CLINICA DE FISIOTERAPIA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA - 2015 FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL Nº.

PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA - 2015 FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL Nº. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA Av. Pará, 1.720 - Bloco 2H - Sala 13 - Campus Umuarama Fone/Fax: (034) 3225-8626 e-mail: sinvaldo@umuarama.ufu.br

Leia mais

1. Médicos que pretendem cursar o Primeiro ano de Residência Médica em uma especialidade sem prérequisito;

1. Médicos que pretendem cursar o Primeiro ano de Residência Médica em uma especialidade sem prérequisito; EDITAL DE CONVOCAÇÃO N.º01/15 PROVA GERAL E PROVAS ESPECÍFICAS DO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO EVANGÉLICO DE CURITIBA (HUEC) O HUEC faz saber aos interessados que estão

Leia mais

EDITAL GDG Nº 003/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO ESTÁGIO DE FORMAÇÃO NAS ÁREAS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS, CIRÚRGICAS E ÁREAS DE ATUAÇÃO 2015

EDITAL GDG Nº 003/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO ESTÁGIO DE FORMAÇÃO NAS ÁREAS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS, CIRÚRGICAS E ÁREAS DE ATUAÇÃO 2015 EDITAL GDG Nº 003/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO ESTÁGIO DE FORMAÇÃO NAS ÁREAS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS, CIRÚRGICAS E ÁREAS DE ATUAÇÃO 2015 Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA - 2013 FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL Nº.

PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA - 2013 FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL Nº. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME Av. Pará, 1.720 Bloco 2H Sala 13 Campus Umuarama Fone/Fax: (034) 3218-2329 - e-mail: sinvaldo@umuarama.ufu.br

Leia mais

REDE CREDENCIADA POR MUNICÍPIO

REDE CREDENCIADA POR MUNICÍPIO REDE ALAGOAS REDE CREDENCIADA POR MUNICÍPIO MACEIÓ URGÊNCIA E EMERGÊNCIA RUA: HUGO CORREIA PAES,253, FAROL, URGÊNCIA PEDIÁTRICA RUA: HUGO CORREIA PAES,253, FAROL, ALERGOLOGIA E IMUNOLOGIA ANGIOLOGIA E

Leia mais

Centro Médico Pedro Maques. Av. Mendonça Junior,1018, Gruta de Lourdes. Fone: (82) 3316-7870. Rua Hugo Correia Paes, 253, Farol. Fone: (82) 2123-7000

Centro Médico Pedro Maques. Av. Mendonça Junior,1018, Gruta de Lourdes. Fone: (82) 3316-7870. Rua Hugo Correia Paes, 253, Farol. Fone: (82) 2123-7000 www.plamed.com.br Rede Credenciada Por Município MACEIÓ Urgência e Emergência URGÊNCIA PEDIÁTRICA CONSULTAS ALERGOLOGIA E IMUNOLOGIA (ADULTO E PEDIATRIA) ANGIOLOGIA CARDIOLOGIA CIRURGIA CARDÍACA CIRURGIA

Leia mais

EDITAL GDG Nº 043/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA NAS ÁREAS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS, CIRÚRGICAS E ÁREAS DE ATUAÇÃO 2016

EDITAL GDG Nº 043/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA NAS ÁREAS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS, CIRÚRGICAS E ÁREAS DE ATUAÇÃO 2016 EDITAL GDG Nº 043/2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA NAS ÁREAS DE ESPECIALIDADES CLÍNICAS, CIRÚRGICAS E ÁREAS DE ATUAÇÃO 2016 Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA 2008 SANTA CASA SÃO JOSÉ MATER DEI IMEDE

PROCESSO SELETIVO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA 2008 SANTA CASA SÃO JOSÉ MATER DEI IMEDE FUNDAÇÃO EDUCACIONAL LUCAS MACHADO FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DE MINAS GERAIS Alameda Ezequiel Dias, 275 Centro Belo Horizonte MG CEP: 30130-110 Tel: (31) 3248-7124/3248-7125 Fax: 3248-7190 e-mail:

Leia mais

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20

1. Pediatria /Internato 03+ 01 TP-20 MINISTERIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUI EDITAL Nº. 01/2010UFPI, de 03 de fevereiro de 2010. CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTE DO MAGISTÉRIO SUPERIOR ANEXO DEPARTAMENTO MATERNO INFANTIL 1. Pediatria

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA

Aprovado no CONGRAD: 14.02.06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 1548 CURSO DE MEDICINA Aprovado no CONGRAD: 14..06 Vigência: ingressos a partir de 2006/2 CÓD. 48 CURSO DE MEDICINA EIXOS TRANSVERSAIS E ÁREAS DO CONHECIMENTO DO CURRÍCULO PLENO ACADÊMI COS I FUNDAMENTOS CONCEITUAIS DO CURSO

Leia mais

EDITAL DO 2º CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA

EDITAL DO 2º CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTINO FRAGA FILHO INSTITUTO DE DOENÇAS DO TÓRAX EDITAL DO 2º CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2012

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Medicina

FACULDADES INTEGRADAS PADRE ALBINO. Catálogo 2015 do Curso de Medicina III MATRIZ CURRICULAR Matriz Curricular I (MC I), em atendimento às Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de Graduação em Medicina, aprovadas no Parecer CNE/CES nº 1133/2001, de 7/8/2001. Aprovada

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA)

MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA) U N I V E R S I D A D E D E B R A S Í L I A (UnB) CENTRO DE SELEÇÃO E DE PROMOÇÃO DE EVENTOS (CESPE) MINISTÉRIO DA DEFESA SECRETARIA DE ORGANIZAÇÃO INSTITUCIONAL HOSPITAL DAS FORÇAS ARMADAS (HFA) Concurso

Leia mais

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica

1.25. CBO-S (especialidade) 1312.05 Diretor clínico. 1312.05 Diretor de departamento de saúde. 1312.05 Diretor de divisão médica 1.25. CBO-S (especialidade) Código Descrição 1312.05 Diretor clínico 1312.05 Diretor de departamento de saúde 1312.05 Diretor de divisão médica 1312.05 Diretor de serviços de saúde 1312.05 Diretor de serviços

Leia mais

Lattes com documentos comprobatórios relacionados ao currículo e fotocópias da cédula de identidade e do

Lattes com documentos comprobatórios relacionados ao currículo e fotocópias da cédula de identidade e do RESIDÊNCIA MÉDICA BOLSAS DO PROGRAMA PRÓ-RESIDÊNCIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO 2014 A Direção Geral das Faculdades Integradas Padre Albino (FIPA), conforme dispõe a legislação

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES

PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES EDITAL Nº 1/GM/MS, DE 4 DE AGOSTO DE 2015. ADESÃO DE ENTES FEDERADOS E INSTITUIÇÕES À CONCESSÃO DE BOLSAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE PARA PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA 1.

Leia mais

Novos credenciamentos e alterações na Rede Credenciada do PASBC

Novos credenciamentos e alterações na Rede Credenciada do PASBC SÃO PAULO Novos credenciamentos e alterações na Rede Credenciada do PASBC 1 - CREDENCIAMENTOS HOSPITAIS / MATERNIDADES: HOSPITAL SÃO CAMILO Especialidades: Atendimento de Pronto Socorro, Centro Médico

Leia mais

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental).

ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). 1 de 9 ATENÇÃO: Os cargos estão listados em ordenação alfabética por nível decrescente de escolaridade (superior, médio e fundamental). CARGO PERFIL PRÉ REQUISITO NÍVEL SUPERIOR Administrador Curso Superior

Leia mais

1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento

1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento 1.24. Status do protocolo Código Descrição 1 Recebido 2 Em análise 3 Liberado para pagamento 4 Encerrado sem pagamento 5 Analisado e aguardando liberação para o pagamento 1.25. CBOS (especialidade) Código

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008 ANEXO 2 ATIVIDADES, ESCOLARIDADE E REQUISITOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008 ANEXO 2 ATIVIDADES, ESCOLARIDADE E REQUISITOS PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2008 ANEXO 2 ATIVIDADES, ESCOLARIDADE E REQUISITOS A. CARGOS DE ADMINISTRAÇÃO GERAL NÍVEL SUPERIOR CARGO: PROFESSOR DE ATIVIDADES MUSICAIS

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

REGIMENTO INTERNO DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA REGIMENTO INTERNO DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Artigo 1 o.- A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) através da Faculdade de Medicina e do Hospital de Clínicas, manterá

Leia mais

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições;

A Câmara Superior de Ensino do Conselho Universitário da Universidade Federal de Campina Grande, no uso de suas atribuições; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº /2010 Altera a estrutura curricular do Curso de Graduação em Medicina, do Centro

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária

ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1. 60 h. 104 h. 146 h. 72 h 2º SEMESTRE. Carga horária MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE MEDICINA DE DIAMANTINA - FAMED CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA ESTRUTURA CURRICULAR 2014/1 MED001 MED002 MED003

Leia mais