Revisão das evidências Dr. Luiz Flávio Coutinho

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Revisão das evidências Dr. Luiz Flávio Coutinho"

Transcrição

1 RASTREAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA EM 2014 Revisão das evidências Dr. Luiz Flávio Coutinho

2 Índice Contexto Ferramentas para o rastreamento Um pouco de estatística Melhores evidências Riscos Recomendações atuais

3 Contexto Epidemiologia do câncer de próstata EUA (2014) Câncer visceral mais diagnosticado novos casos óbitos Brasil Câncer visceral mais diagnosticado novos casos (2014) óbitos (2011)

4 Contexto Epidemiologia do câncer de próstata Incidência e sobrevida 1990: início do rastreamento com PSA

5 Contexto Epidemiologia do câncer de próstata Incidência e sobrevida Risco de desenvolver câncer de próstata durante a vida nos EUA: 16% Risco de morte por câncer de próstata durante a vida nos EUA: 2,9% A extensão da doença é o principal determinante da sobrevida Séries de autópsias mostram achado incidental de câncer de próstata em até 2/3 dos pacientes acima de 80 anos Dorr VJ, Williamson SK, Stephens RL. An Evaluation of Prostate-Specific Antigen as a Screening Test for Prostate Cancer. Arch Intern Med. 1993;153(22):

6 Contexto Epidemiologia do câncer de próstata Fatores de risco: idade

7 Contexto Epidemiologia do câncer de próstata Fatores de risco: etnicidade

8 Contexto Epidemiologia do câncer de próstata Fatores de risco: genética História familiar Mutações BRCA1 e 2

9 Contexto Doença heterogênea

10 Contexto

11 Contexto

12 Ferramentas para o rastreamento Antígeno prostático-específico (PSA) Glicoproteína produzida apenas nas células epiteliais da próstata Elevação do PSA pode preceder o surgimento de manifestações clínicas do câncer de próstata em 5 a 10 anos Não é câncer-específico Gann PH, Hennekens CH, Stampfer MJ. A Prospective Evaluation of Plasma Prostate-Specific Antigen for Detection of Prostatic Cancer. JAMA. 1995;273(4):

13 Ferramentas para o rastreamento Antígeno prostático-específico (PSA) Acurácia

14 Ferramentas para o rastreamento Antígeno prostático-específico (PSA) Acurácia VPN PSA<4 ng/ml: 85% Thompson IM, Pauler DK, Goodman PJ, et al. Prevalence of prostate cancer among men with a prostate-specific antigen level of 4.0 ng per milliliter. N Engl J Med VPP PSA 4 a 10 ng/ml: 25% VPP PSA > 10ng/mL: 24 a 64% Christopher M. Coley, Michael J. Barry, Craig Fleming, Albert G. Mulley; CLINICAL GUIDELINE: PART 1: Early Detection of Prostate Cancer: Part IPrior Probability and Effectiveness of Tests. Annals of Internal Medicine Mar;126(5): Até o momento não existem evidências importantes de que outras estratégias de medidas de PSA (velocidade de PSA; densidade de PSA; valores de referência por etnia ou idade...) aumentem a eficácia do rastreamento

15 Ferramentas para o rastreamento Exame digital retal (DRE)

16 Ferramentas para o rastreamento Combinação: PSA + DRE Aumento da taxa de detecção de câncer de próstata 3,2% DRE isolado; 4,6% PSA isolado e 5,8% combinação Combinação aumentou em 78% a detecção de doença localizada em comparação a DRE isolada Benefício da estratégia de combinação não confirmado em ECR s

17 Um pouco de estatística National Cancer Institute (NCI) A redução da mortalidade em um ECR é o único desfecho que comprova de maneira confiável a eficácia de determinada estratégia de rastreamento Sobrevida: desfecho contaminado Viés de antecipação Odette Wegwarth, Lisa M. Schwartz, Steven Woloshin, Wolfgang Gaissmaier, Gerd Gigerenzer; Do Physicians Understand Cancer Screening Statistics? A National Survey of Primary Care Physicians in the United States. Annals of Internal Medicine Mar;156(5):

18 Um pouco de estatística Sobrevida: desfecho contaminado Viés de sobrediagnóstico Odette Wegwarth, Lisa M. Schwartz, Steven Woloshin, Wolfgang Gaissmaier, Gerd Gigerenzer; Do Physicians Understand Cancer Screening Statistics? A National Survey of Primary Care Physicians in the United States. Annals of Internal Medicine Mar;156(5):

19 Um pouco de estatística Odette Wegwarth, Lisa M. Schwartz, Steven Woloshin, Wolfgang Gaissmaier, Gerd Gigerenzer; Do Physicians Understand Cancer Screening Statistics? A National Survey of Primary Care Physicians in the United States. Annals of Internal Medicine Mar;156(5):

20 Um pouco de estatística Odette Wegwarth, Lisa M. Schwartz, Steven Woloshin, Wolfgang Gaissmaier, Gerd Gigerenzer; Do Physicians Understand Cancer Screening Statistics? A National Survey of Primary Care Physicians in the United States. Annals of Internal Medicine Mar;156(5):

21 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados No rrkoping Trial Stockholm Trial European Randomized Study of Screening for Prostate Cancer (ERSPC) Sub-estudo de Go teborg Prostate, Lung, Colorectal and Ovarian Cancer (PLCO) Screening Trial Metanálises Djulbegovic Cochrane

22 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados No rrkoping Trial Sandblom G, Varenhorst E, Rosell J, Löfman O, Carlsson P. Randomised prostate cancer screening trial: 20 year follow-up. BMJ. 2011

23 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados Stockholm Trial Kjellman A, Akre O, Norming U, To rnblom M, Gustafsson O. 15-year followup of a population based prostate cancer screening study. J Urol. 2009

24 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados European Randomized Study of Screening for Prostate Cancer (ERSPC) Schro der FH, Hugosson J, Roobol MJ, Tammela TL, Ciatto S, Nelen V, et al. Screening and prostate-cancer mortality in a randomized European study. N Engl J Med Schröder FH, Hugosson J, Roobol MJ, et al. Prostate-cancer mortality at 11 years of follow-up. N Engl J Med 2012; 366:981.

25 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados European Randomized Study of Screening for Prostate Cancer (ERSPC) Schro der FH, Hugosson J, Roobol MJ, Tammela TL, Ciatto S, Nelen V, et al. Screening and prostate-cancer mortality in a randomized European study. N Engl J Med. 2009

26 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados European Randomized Study of Screening for Prostate Cancer (ERSPC) 2009: resultados da população total NNS para evitar 1 óbito: 1410 NNT para evitar 1 óbito: 48 Schro der FH, Hugosson J, Roobol MJ, Tammela TL, Ciatto S, Nelen V, et al. Screening and prostate-cancer mortality in a randomized European study. N Engl J Med. 2009

27 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados European Randomized Study of Screening for Prostate Cancer (ERSPC) 2012: análise de subgrupo pré-planejada da população de 55 a 69 anos NNS para evitar 1 óbito: 1055 NNT para evitar 1 óbito: 37 Schröder FH, Hugosson J, Roobol MJ, et al. Prostate-cancer mortality at 11 years of follow-up. N Engl J Med 2012; 366:981.

28 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados ERSPC Críticas ao estudo Aproximadamente 24% dos pacientes no braço do rastreamento não fizeram PSA Contaminação importante no braço da observação 31% tumores detectados por rastreamento 25% dos tumores diagnosticados no braço do rastreamento não receberam qualquer tratamento Seguimento mediano de 11 anos considerado curto Schro der FH, Hugosson J, Roobol MJ, Tammela TL, Ciatto S, Nelen V, et al. Screening and prostate-cancer mortality in a randomized European study. N Engl J Med Schröder FH, Hugosson J, Roobol MJ, et al. Prostate-cancer mortality at 11 years of follow-up. N Engl J Med 2012; 366:981.

29 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados ERSPC - Sub-estudo de Go teborg Hugosson J, Carlsson S, Aus G, Bergdahl S, Khatami A, Lodding P, et al. Mortality results from the Go teborg randomised population-based prostate-cancer screening trial. Lancet Oncol. 2010

30 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados ERSPC - Sub-estudo de Go teborg NNS para evitar 1 óbito: 293 NNT para evitar 1 óbito: 12 Hugosson J, Carlsson S, Aus G, Bergdahl S, Khatami A, Lodding P, et al. Mortality results from the Go teborg randomised population-based prostate-cancer screening trial. Lancet Oncol. 2010

31 Andriole GL, Crawford ED, Grubb RL 3rd, et al. Prostate cancer screening in the randomized Prostate, Lung, Colorectal, and Ovarian Cancer Screening Trial: mortality results after 13 years of follow-up. J Natl Cancer Inst 2012 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados Prostate, Lung, Colorectal and Ovarian Cancer (PLCO) Screening Trial Andriole GL, Crawford ED, Grubb RL 3rd, et al. Mortality results from a randomized prostate-cancer screening trial. N Engl J Med 2009

32 Andriole GL, Crawford ED, Grubb RL 3rd, et al. Prostate cancer screening in the randomized Prostate, Lung, Colorectal, and Ovarian Cancer Screening Trial: mortality results after 13 years of follow-up. J Natl Cancer Inst 2012 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados Prostate, Lung, Colorectal and Ovarian Cancer (PLCO) Screening Trial Andriole GL, Crawford ED, Grubb RL 3rd, et al. Mortality results from a randomized prostate-cancer screening trial. N Engl J Med 2009

33 As melhores evidências Ensaios Clínicos Randomizados PLCO Críticas ao estudo Contaminação importante no braço da observação Até 52% dos pacientes realizaram PSA para rastreamento durante o estudo 44% da população do estudo realizou PSA antes de participar do estudo Número de óbitos por câncer de próstata foi menor que o planejado no desenho do estudo Número significativo de homens com PSA ou DRE alterados não foi submetido a biópsia no braço do rastreamento Andriole GL, Crawford ED, Grubb RL 3rd, et al. Mortality results from a randomized prostate-cancer screening trial. N Engl J Med 2009 Andriole GL, Crawford ED, Grubb RL 3rd, et al. Prostate cancer screening in the randomized Prostate, Lung, Colorectal, and Ovarian Cancer Screening Trial: mortality results after 13 years of follow-up. J Natl Cancer Inst 2012

34 As melhores evidências Metanálises Djulbegovic KDjulbegovic M, Beyth RJ, Neuberger MM, Stoffs TL, Vieweg J, Djulbegovic B, et al. Screening for prostate cancer: systematic review and meta-analysis of randomised controlled trials. BMJ. 2010

35 As melhores evidências Metanálises Cochrane

36 Riscos Relacionados ao rastreamento / biópsia Ansiedade Sangramento, dor, infecção, hospitalização Relacionados ao diagnóstico Sobrediagnóstico Até 20% dos diagnósticos são de doença clinicamente indolente Riscos relacionados ao tratamento Cirurgia 0,5% a 1% de mortalidade Cirurgia / Radioterapia Disfunção sexual, urinária e intestinal

37 Recomendações atuais Virginia A. Moyer, on behalf of the U.S. Preventive Services Task Force; Screening for Prostate Cancer: U.S. Preventive Services Task Force Recommendation Statement. Annals of Internal Medicine Jul

38 Recomendações atuais Um pouco de polêmica... Otis W. Brawley; Prostate Cancer Screening: What We Know, Don't Know, and Believe. Annals of Internal Medicine Jul Kosoko-Lasaki, Stephen W. Leslie, Henry T. Lynch, Judd W. Moul, Marc S. Rendell, Patrick C. Walsh; What the U.S. Preventive Services Task Force Missed in Its Prostate Cancer Screening Recommendation. Annals of Internal Medicine Jul;

39 Recomendações atuais

40 Recomendações atuais Diretrizes de Cancêr de Próstata/ Marco F. Dall Oglio (Coord.); Alexandre Crippa, Eliney Ferreira Faria, Gustavo Franco Cavalhal, et al. - Rio de Janeiro : SBU - Sociedade Brasileira de Urologia, 2011

41 Congresso Mundial Melbourne Agosto Consensus Statement 1: For men aged 50-69, level 1 evidence demonstrates that PSA testing reduces prostate cancer-specific mortality and the incidence of metastatic prostate cancer. 2.Consensus Statement 2: Prostate cancer diagnosis must be uncoupled from prostate cancer intervention. 3.Consensus Statement 3: PSA testing should not be considered on its own, but rather as part of a multivariable approach to early prostate cancer detection. 4.Consensus Statement 4: Baseline PSA testing for men in their 40 s is useful for predicting the future risk of prostate cancer. 5.Consensus Statement 5: Older men in good health with over ten year life expectancy should not be denied PSA testing on the basis of their age.

42 Recomendações atuais Decisão informada e individualizada

43 RASTREAMENTO DO CÂNCER DE PRÓSTATA EM 2014 Revisão das evidências

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER Rastreamento do Câncer de Próstata Novembro de 2013

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER Rastreamento do Câncer de Próstata Novembro de 2013 INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER Rastreamento do Câncer de Próstata Novembro de 2013 O rastreamento do câncer de próstata, como qualquer intervenção em saúde, pode trazer benefícios e malefícios/riscos que

Leia mais

Rastreio do cancro prostático: o actual paradigma da medicina centrada na pessoa

Rastreio do cancro prostático: o actual paradigma da medicina centrada na pessoa 122 opiniãoedebate Rastreio do cancro prostático: o actual paradigma da medicina centrada na pessoa José Agostinho Santos* RE SU MO Desde há alguns anos que o rastreio do cancro prostático através do Antigénio

Leia mais

Devemos fazer triagem de Câncer de próstata em pacientes com menos de 70. Dr. Aguinaldo César Nardi

Devemos fazer triagem de Câncer de próstata em pacientes com menos de 70. Dr. Aguinaldo César Nardi Devemos fazer triagem de Câncer de próstata em pacientes com menos de 70 anos? NÃO Dr. Aguinaldo César Nardi Caso Conceito GHB, 54a PSA com aumento progressivo 2009 = 2,4 2011 = 3,2 2012 = 3,6 2013 = 4,0

Leia mais

Rastreamento do Câncer de Próstata Evidência Atual e Seleção de Pacientes. Há Papel para Marcadores Moleculares e/ou Genômicos?

Rastreamento do Câncer de Próstata Evidência Atual e Seleção de Pacientes. Há Papel para Marcadores Moleculares e/ou Genômicos? Rastreamento do Câncer de Próstata Evidência Atual e Seleção de Pacientes. Há Papel para Marcadores Moleculares e/ou Genômicos? Guilherme Godoy TiSBU SP Professor Assistente Divisão de Uro-Oncologia Scott

Leia mais

Fernando Ferrito, Andrea Furtado Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E Eduardo Carrasquinho Hospital Divino Espírito Santo, Évora E.P.

Fernando Ferrito, Andrea Furtado Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E Eduardo Carrasquinho Hospital Divino Espírito Santo, Évora E.P. Fernando Ferrito, Andrea Furtado Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E Eduardo Carrasquinho Hospital Divino Espírito Santo, Évora E.P.E XVII Workshop de Urologia Oncológica Braga, April,13 th CaP é

Leia mais

EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER

EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER EPIDEMIOLOGIA DO CÂNCER Distribuição das neoplasias em populações humanas Etiologia/Fatores de risco Prevenção/Detecção precoce Prognóstico Tratamento IMPORTÂNCIA DAS NEOPLASIAS

Leia mais

RASTREAMENTO EM CÂNCER CRITÉRIOS EPIDEMIOLÓGICOS E IMPLICAÇÕES

RASTREAMENTO EM CÂNCER CRITÉRIOS EPIDEMIOLÓGICOS E IMPLICAÇÕES RASTREAMENTO EM CÂNCER CRITÉRIOS EPIDEMIOLÓGICOS E IMPLICAÇÕES RASTREAMENTO (SCREENING) Identificação presuntiva de doença em indivíduos assintomáticos, por teste/exame clínico de aplicação rápida Objetivo:

Leia mais

Devemos fazer a triagem de Câncer de Próstata em pacientes com menos de 70 anos? Wilson Busato Jr

Devemos fazer a triagem de Câncer de Próstata em pacientes com menos de 70 anos? Wilson Busato Jr Devemos fazer a triagem de Câncer de Próstata em pacientes com menos de 70 anos? Wilson Busato Jr American Urological Association (guideline 2013) 1. Nunca rastrear < 40 anos 2. Não rastrear de rotina

Leia mais

Avaliação dos conhecimentos dos utentes de uma USF do Grande Porto sobre o rastreio do cancro da próstata

Avaliação dos conhecimentos dos utentes de uma USF do Grande Porto sobre o rastreio do cancro da próstata 94 tumores malignos, sendo apenas ultrapassado pelo tumor maligno da mama feminina e do cólon e reto. 3 O teste PSA e o exame do toque retal (TR) têm sido tradicionalmente usados como métodos de rastreio

Leia mais

16/04/2015 CÂNCER DE PULMÃO. Rastreamento do Câncer de Pulmão: Solução ou Complicação?

16/04/2015 CÂNCER DE PULMÃO. Rastreamento do Câncer de Pulmão: Solução ou Complicação? Rastreamento do Câncer de Pulmão: Solução ou Complicação? Bruno Hochhegger MD, PhD Médico Radiologista do Pavilhão Pereira Filho e Hospital Dom Vicente Scherer Professor de Radiologia da UFCSPA e PUC/RS

Leia mais

Fatores associados à realização dos exames de rastreamento para o câncer de próstata: um estudo de base populacional

Fatores associados à realização dos exames de rastreamento para o câncer de próstata: um estudo de base populacional ARTIGO ARTICLE 347 Fatores associados à realização dos exames de rastreamento para o câncer de próstata: um estudo de base populacional Factors associated with prostate cancer screening: a population-based

Leia mais

Papel atual do PSA no rastreio do cancro da próstata

Papel atual do PSA no rastreio do cancro da próstata Papel atual do PSA no rastreio do cancro da próstata The current role of PSA in prostate cancer screening Autores: Claudia Febra, Ana Macedo Instituições: KeyPoint, Consultoria Científica Lda. Correspondência:

Leia mais

Rastreamento do câncer de pulmão

Rastreamento do câncer de pulmão Rastreamento do câncer de pulmão Arthur Soares Souza Jr. Professor livre docente da FAMERP Membro do Ultra X Diagnóstico por Imagem São José do Rio Preto - SP Rastreamento do câncer de pulmão Estamos familiarizados

Leia mais

Câncer de Próstata Localmente Avançado

Câncer de Próstata Localmente Avançado Urologia Fundamental CAPÍTULO Câncer de Próstata Localmente Avançado Marcos Francisco Dall Oglio Alexandre Crippa UROLOGIA FUNDAMENTAL INTRODUÇÃO Apesar dos esforços para detecção precoce do câncer de

Leia mais

Professor Adjunto do Departamento de Cirurgia Faculdade de Medicina UFRGS Serviço de Urologia Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Professor Adjunto do Departamento de Cirurgia Faculdade de Medicina UFRGS Serviço de Urologia Hospital de Clínicas de Porto Alegre uro-resumos WWW.urologIacontEmPoranEa.org.br dr. Brasil silva neto Professor Adjunto do Departamento de Cirurgia Faculdade de Medicina UFRGS Serviço de Urologia Hospital de Clínicas de Porto Alegre dr.

Leia mais

CENAP CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA DANIELE MÜLLER BISINELA ANÁLISE DA EFICÁCIA DO RASTREAMENTO MAMOGRÁFICO

CENAP CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA DANIELE MÜLLER BISINELA ANÁLISE DA EFICÁCIA DO RASTREAMENTO MAMOGRÁFICO CENAP CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSO TÉCNICO EM RADIOLOGIA DANIELE MÜLLER BISINELA ANÁLISE DA EFICÁCIA DO RASTREAMENTO MAMOGRÁFICO CASCAVEL 2010 2 DANIELE MÜLLER BISINELA ANÁLISE DA EFICÁCIA DO

Leia mais

NÚMERO: 060/2011 DATA: 29/12/2011 ATUALIZAÇÃO 21/02/2014

NÚMERO: 060/2011 DATA: 29/12/2011 ATUALIZAÇÃO 21/02/2014 NÚMERO: 060/2011 DATA: 29/12/2011 ATUALIZAÇÃO 21/02/2014 ASSUNTO: PALAVRAS-CHAVE: PARA: CONTACTOS: Prescrição e determinação do Antigénio Específico da Próstata - PSA Antigénio Específico da Próstata,

Leia mais

Terapia hormonal prévia e adjuvante à radioterapia externa no tratamento do câncer de próstata

Terapia hormonal prévia e adjuvante à radioterapia externa no tratamento do câncer de próstata Terapia hormonal prévia e adjuvante à radioterapia externa no tratamento do câncer de próstata N o 145 Março/2015 2015 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que

Leia mais

PSA no rastreamento do Câncer de Próstata

PSA no rastreamento do Câncer de Próstata PSA no rastreamento do Câncer de Próstata Sessões Clínicas em Rede nº 06 15/10/2012 1. Introdução 2. Fatores de risco 3. Diagnóstico 4. Conclusão 5. Bibliografia Introdução O câncer de próstata (CP) é

Leia mais

i. Determinações trimestrais no primeiro ano pós tratamento; ii. Determinações semestrais após o primeiro ano até aos cinco anos;

i. Determinações trimestrais no primeiro ano pós tratamento; ii. Determinações semestrais após o primeiro ano até aos cinco anos; NÚMERO: 060/2011 DATA: 29/12/2011 ATUALIZAÇÃO 01/08/2014 ASSUNTO: Prescrição e Determinação do Antigénio Específico da Próstata - PSA PALAVRAS-CHAVE: Antigénio específico da próstata, PSA total, PSA livre

Leia mais

FATORES DEMOGRÁFICOS ASSOCIADOS À REALIZAÇÃO DO ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO (PSA) EM MUNICÍPIO SUL BRASILEIRO

FATORES DEMOGRÁFICOS ASSOCIADOS À REALIZAÇÃO DO ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO (PSA) EM MUNICÍPIO SUL BRASILEIRO FATORES DEMOGRÁFICOS ASSOCIADOS À REALIZAÇÃO DO ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO (PSA) EM MUNICÍPIO SUL BRASILEIRO Autores: Willian Augusto de Melo Enfermeiro. Mestre em Enfermagem. Docente do Centro Universitário

Leia mais

RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA

RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA José Luís Esteves Francisco Comissão Nacional de Mamografia SBM CBR FEBRASGO Ruffo de Freitas Júnior Presidente Nacional da Soc. Bras. De Mastologia Rede Goiana de Pesquisa

Leia mais

Prevenção do Cancro do Ovário

Prevenção do Cancro do Ovário Área de Ginecologia/ Obstetrícia Serviço de Ginecologia Director de Área: Dr. Ricardo Mira Journal Club 15 de Maio 2015 Prevenção do Cancro do Ovário Raquel Lopes 7 de Abril de 2015 Cancro do Ovário 5ª

Leia mais

RASTREAMENTO EM CÂNCER

RASTREAMENTO EM CÂNCER RASTREAMENTO EM CÂNCER RASTREAMENTO (SCREENING) Identificação presuntiva de doença em indivíduos assintomáticos, por teste/exame clínico de aplicação rápida Objetivo: reduzir a morbidade/mortalidade da

Leia mais

XVI TROCANDO IDÉIAS CÂNCER DO COLO UTERINO

XVI TROCANDO IDÉIAS CÂNCER DO COLO UTERINO XVI TROCANDO IDÉIAS CÂNCER DO COLO UTERINO ESTRATÉGIAS DE RASTREIO Gutemberg Almeida Instituto de Ginecologia da UFRJ OBJETIVO DO RASTREAMENTO Além de detectar o câncer cervical em um estágio inicial,

Leia mais

Screening Rastreamento

Screening Rastreamento Screening Rastreamento Na língua portuguesa rastreamento deriva do verbo rastrear que significa seguir o rastro ou a pista de algo ou Investigar, pesquisar sinais ou vestígios. O termo em português não

Leia mais

DISSERTAÇÃO ARTIGO DE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Mestrado Integrado em Medicina

DISSERTAÇÃO ARTIGO DE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Mestrado Integrado em Medicina DISSERTAÇÃO ARTIGO DE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Mestrado Integrado em Medicina RASTREIO DO CANCRO DA PRÓSTATA ESTADO ATUAL E REFLEXÕES FUTURAS SCREENING FOR PROSTATE CANCER CURRENT STATUS AND FUTURE CONSIDERATIONS

Leia mais

07/08/2007 ECONOMIA: A CIÊNCIA DA ESCASSEZ NEM SEMPRE MAIS É MELHOR MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS E FARMACOECONOMIA

07/08/2007 ECONOMIA: A CIÊNCIA DA ESCASSEZ NEM SEMPRE MAIS É MELHOR MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS E FARMACOECONOMIA ECONOMIA: A CIÊNCIA DA ESCASSEZ MEDICINA BASEADA EM EVIDÊNCIAS E FARMACOECONOMIA André Sasse NEM SEMPRE MAIS É MELHOR EUA Gastos de 1,1 trilhão em saúde/ ano 13,5% PIB Maior gasto per capita do mundo 25

Leia mais

Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 293-300, 2013. Recebido em: 13.03.2012. Aprovado em: 16.01.2013.

Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 293-300, 2013. Recebido em: 13.03.2012. Aprovado em: 16.01.2013. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde, Santa Maria, v. 14, n. 2, p. 293-300, 2013. Recebido em: 13.03.2012. Aprovado em: 16.01.2013. ISSN 2177-3335 PREVALÊNCIA DE ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO

Leia mais

Prevalência e fatores associados à realização de exames de rastreamento para câncer de próstata em idosos de Juiz de Fora, MG, Brasil

Prevalência e fatores associados à realização de exames de rastreamento para câncer de próstata em idosos de Juiz de Fora, MG, Brasil 3535 Prevalência e fatores associados à realização de exames de rastreamento para câncer de próstata em idosos de Juiz de Fora, MG, Brasil Prevalence and factors associated with conducting screening tests

Leia mais

Diagnóstico de Carcinoma da Próstata. - Valor do PSA

Diagnóstico de Carcinoma da Próstata. - Valor do PSA Diagnóstico de Carcinoma da Próstata - Valor do PSA Mestrado Integrado em Medicina -Artigo de investigação médica Junho 2009- Autor: José Luís Pinto da Silva de Carvalho Orientador: Dr. Nuno Rossano Monteiro

Leia mais

MONITORAMENTO DAS AÇÕES DE CONTROLE DO CÂNCER DE PRÓSTATA

MONITORAMENTO DAS AÇÕES DE CONTROLE DO CÂNCER DE PRÓSTATA Boletim ano 5, n. 2 maio/ agosto 214 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/Ministério da Saúde MONITORAMENTO DAS AÇÕES DE CONTROLE DO CÂNCER DE PRÓSTATA Apresentação O Informativo Detecção

Leia mais

Produtos para saúde. A visão de quem utiliza. Wanderley Marques Bernardo

Produtos para saúde. A visão de quem utiliza. Wanderley Marques Bernardo Produtos para saúde A visão de quem utiliza Wanderley Marques Bernardo Nós não vemos as coisas como elas são, nós vemos como nós somos Anaïs Nin VISÃO PACIENTES CONFLITOS DE MÉDICO INTERESSE SISTEMA DE

Leia mais

Arn Migowski. Diretrizes Nacionais para a Detecção Precoce do Câncer de Mama

Arn Migowski. Diretrizes Nacionais para a Detecção Precoce do Câncer de Mama Diretrizes Nacionais para a Detecção Precoce do Câncer de Mama Arn Migowski Médico sanitarista e epidemiologista Divisão de Detecção Precoce Instituto Nacional de Câncer INCA, 09 de outubro de 2015 Declaro

Leia mais

TEMA: Cabazitaxel (Jevtana ) para tratamento câncer de próstata metastático

TEMA: Cabazitaxel (Jevtana ) para tratamento câncer de próstata metastático NTRR 58/2014 Solicitante: Juiz Dr Fernando de Moraes Mourão Comarca de Arcos Número do processo: 0042.14.001267-7 Réu: Estado de Minas Data: 31/03/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura TEMA:

Leia mais

EVOLUÇÃO DA MORTALIDADE POR CANCRO DA PRÓSTATA EM PORTUGAL (1980-2006)

EVOLUÇÃO DA MORTALIDADE POR CANCRO DA PRÓSTATA EM PORTUGAL (1980-2006) ARTIGO ORIGINAL Acta Med Port 2011; 24: 499-504 EVOLUÇÃO DA MORTALIDADE POR CANCRO DA PRÓSTATA EM PORTUGAL (1980-2006) Joana BASTOS, Francisco BOTELHO, Francisco PINA, Nuno LUNET R E S U M O Introdução:

Leia mais

PAPEL DO SCREENING NO CANCER DE PRÓSTATA

PAPEL DO SCREENING NO CANCER DE PRÓSTATA PAPEL DO SCREENING NO CANCER DE PRÓSTATA VICTOR TEIXEIRA DUBEUX Instituto de Urologia do Rio de Janeiro UROTECH Pós Graduado em Uro Oncologia INCa [TISBU] RJ Co autor José C. A. Milfont Instituto de Urologia

Leia mais

Screening no Câncer de Próstata: deve ser recomendado de rotina para os homens entre 50 e 70 anos? Aguinaldo Nardi São Paulo Março 2012

Screening no Câncer de Próstata: deve ser recomendado de rotina para os homens entre 50 e 70 anos? Aguinaldo Nardi São Paulo Março 2012 Screening no Câncer de Próstata: deve ser recomendado de rotina para os homens entre 50 e 70 anos? Aguinaldo Nardi São Paulo Março 2012 CÂNCER DE PRÓSTATA Câncer mais comum em homens, exceto pele Segunda

Leia mais

AVALIAÇÃO GLOBAL DO IDOSO

AVALIAÇÃO GLOBAL DO IDOSO VII Curso da ALMA Manaus 2008 Academia Latinoamericana de Medicina del Adulto Mayor CARACTERÍSTICAS DAS ENFERMIDADES EM MEDICINA GERIÁTRICA: AVALIAÇÃO GLOBAL DO IDOSO Wilson Jacob Filho wiljac@usp.br Disciplina

Leia mais

RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA EM MAMA: INDICAÇÕES E RESULTADOS

RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA EM MAMA: INDICAÇÕES E RESULTADOS III ENCONTRO DE RESIDENTES DA SBRT 2012 RADIOTERAPIA HIPOFRACIONADA EM MAMA: INDICAÇÕES E RESULTADOS VINICIUS T. MOSCHINI DA SILVA Residente de Radioterapia HSPE/IAMSPE -SP Introdução O câncer de mama:

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DOS HOMENS QUE REALIZAM O EXAME DE DOSAGEM DO ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO (PSA) NO MUNÍCIPIO DE MARINGÁ-PR

CARACTERIZAÇÃO DOS HOMENS QUE REALIZAM O EXAME DE DOSAGEM DO ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO (PSA) NO MUNÍCIPIO DE MARINGÁ-PR 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 CARACTERIZAÇÃO DOS HOMENS QUE REALIZAM O EXAME DE DOSAGEM DO ANTÍGENO PROSTÁTICO ESPECÍFICO (PSA) NO MUNÍCIPIO DE MARINGÁ-PR Priscila Canno 1 ; Mauricio

Leia mais

NLST: estamos prontos para o rastreamento do câncer de pulmão?

NLST: estamos prontos para o rastreamento do câncer de pulmão? NLST: estamos prontos para o rastreamento do câncer de pulmão? Vladmir Cláudio Cordeiro de Lima, MD, PhD Hospital A.C. Camargo São Paulo - Brasil Rastreamento do Câncer de Pulmão Fonte: World Health Organization.

Leia mais

SABADOR. Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD. Professora de Clínica Médica da UNIRIO

SABADOR. Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD. Professora de Clínica Médica da UNIRIO SABADOR Prevenção Primária: em quem devemos usar estatina e aspirina em 2015? Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD Professora de Clínica Médica da UNIRIO

Leia mais

TOMOSSINTESE MAMÁRIA DIGITAL. Qual a diferença para a mamografia 2 D?

TOMOSSINTESE MAMÁRIA DIGITAL. Qual a diferença para a mamografia 2 D? TOMOSSINTESE MAMÁRIA DIGITAL O que é? Qual a diferença para a mamografia 2 D? Quais são suas indicações? TOMOSSINTESE EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DA MAMOGRAFIA Maior detalhe da estrutura mamária Grande promessa

Leia mais

Prevenção de riscos e doenças. Reabilitação. Nathalia C Andrada

Prevenção de riscos e doenças. Reabilitação. Nathalia C Andrada Promoção de saúde Prevenção de riscos e doenças Reabilitação Nathalia C Andrada Programa Diretrizes diretrizes@amb.org.br Cenário atual www.projetodiretrizes.org.br Cenário atual Cenário atual TRAJETÓRIA

Leia mais

ANEURISMAS CEREBRAIS CLIP? COIL? Marcos Barbosa Serviço de Neurocirurgia. Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal

ANEURISMAS CEREBRAIS CLIP? COIL? Marcos Barbosa Serviço de Neurocirurgia. Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal ANEURISMAS CEREBRAIS CLIP? COIL? Marcos Barbosa Serviço de Neurocirurgia. Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal XXIII Congresso da SPNC Lisboa 2007 Clip? Coil? Clip ou Coil Clip e Coil

Leia mais

Núcleo Regional de Especialidades de Vitória CRE Metropolitano

Núcleo Regional de Especialidades de Vitória CRE Metropolitano 1 Núcleo Regional de Especialidades de Vitória CRE Metropolitano PROPOSTA DE PROTOCOLO E FLUXO ASSISTENCIAL PARA CÂNCER DE PRÓSTATA Autor: Paulo Roberto F. de Oliveira, Rodrigo Alves Tristão e Wilson Alvarenga

Leia mais

URO RESUMOS. BRASIL SILVA NETO Professor Adjunto do Departamento de Cirurgia - Faculdade de Medicina - UFRGS Serviço de Urologia - HCPA

URO RESUMOS. BRASIL SILVA NETO Professor Adjunto do Departamento de Cirurgia - Faculdade de Medicina - UFRGS Serviço de Urologia - HCPA URO RESUMOS www.urologiaessencial.org.br BRASIL SILVA NETO Professor Adjunto do Departamento de Cirurgia - Faculdade de Medicina - UFRGS Serviço de Urologia - HCPA Médico Residente (R5) do Serviço de Urologia

Leia mais

Existe papel para Quimioprevenção no Câncer de Próstata?

Existe papel para Quimioprevenção no Câncer de Próstata? Existe papel para Quimioprevenção no Câncer de Próstata? Gustavo Franco Carvalhal Doutor em Urologia pela USP Professor da PG em Medicina e Ciências da Saúde, FMPUCRS Epidemiologia: U.S. Câncer de próstata

Leia mais

UNIMED-BH COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA GRUPO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE - GATS MAMOGRAFIA DIGITAL 12/2008

UNIMED-BH COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA GRUPO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE - GATS MAMOGRAFIA DIGITAL 12/2008 UNIMED-BH COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO LTDA GRUPO DE AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS EM SAÚDE - GATS MAMOGRAFIA DIGITAL 12/2008 Belo Horizonte Maio 2008 Autoras: Dra. Christiane Guilherme Bretas Dra. Sandra

Leia mais

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do. Câncer de Cabeça e Pescoço. Contexto da Medicina Baseada em Evidências

Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do. Câncer de Cabeça e Pescoço. Contexto da Medicina Baseada em Evidências CONGRESSO DE AUDITORIA - NATAL - 2015 Radioterapia de Intensidade Modulada (IMRT) no Tratamento do Câncer de Cabeça e Pescoço Contexto da Medicina Baseada em Evidências Tratamento do Câncer de Cabeça e

Leia mais

IMPACTO DA IDADE DE INÍCIO DO RASTREAMENTO MAMOGRAFICO NA HISTÓRIA NATURAL DO CÂNCER DE MAMA

IMPACTO DA IDADE DE INÍCIO DO RASTREAMENTO MAMOGRAFICO NA HISTÓRIA NATURAL DO CÂNCER DE MAMA IMPACTO DA IDADE DE INÍCIO DO RASTREAMENTO MAMOGRAFICO NA HISTÓRIA NATURAL DO CÂNCER DE MAMA Antonio Augusto de Freitas Peregrino; Cid Manso de Mello Vianna; Rosangela Caetano Dentre os vários tipos de

Leia mais

RASTREAMENTO (Screening)

RASTREAMENTO (Screening) alberto.velazquez@hospitalitaliano.org.ar Prevenção RASTREAMENTO (Screening) Alberto Velazquez Sádio Doente Assintomático Sintomático Rastreamento Definição plicação de um teste para detectar ma condição,doença

Leia mais

Câncer de próstata. Câncer de próstata localmente avançado Resultados do tratamento com radioterapia e supressão hormonal.

Câncer de próstata. Câncer de próstata localmente avançado Resultados do tratamento com radioterapia e supressão hormonal. Câncer de próstata Câncer de próstata localmente avançado Resultados do tratamento com radioterapia e supressão hormonal Robson Ferrigno RT + HT Bloqueio hormonal isolado: sem intuito curativo Associado

Leia mais

Dra Adriana de Freitas Torres

Dra Adriana de Freitas Torres Dra Adriana de Freitas Torres 2020 15 milhões de novos casos 12 milhões de mortes 2002 10 milhões de casos novos 6 milhões de mortes Mundo cerca 1 milhão de novos casos de CM Fonte: União Internacional

Leia mais

Paciente de Alto Risco

Paciente de Alto Risco Paciente de Alto Risco Novas Fronteiras do Bloqueio Estrogênico na Prevenção do Câncer de Mama Não há conflitos de interesse. Nunca recebi qualquer forma de pagamento ou auxílio financeiro de entidade

Leia mais

RASTREIO DO CANCRO E RECTO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO CENTRO,I.P.

RASTREIO DO CANCRO E RECTO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO CENTRO,I.P. RASTREIO DO CANCRO DO CÓLON C E RECTO ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SAÚDE DO CENTRO,I.P. COR Grupo de trabalho do RCCR 12 Janeiro 2009 Segundo a OMS, o cancro do cólon e do recto, constitui a nível mundial

Leia mais

04/06/2012. Curso Nacional de Atualização em Pneumologia SBPT 2012. Tratamento da dor oncológica. Definição. Dr Guilherme Costa

04/06/2012. Curso Nacional de Atualização em Pneumologia SBPT 2012. Tratamento da dor oncológica. Definição. Dr Guilherme Costa Curso Nacional de Atualização em Pneumologia SBPT 2012 Tratamento da dor oncológica Dr Guilherme Costa Mestre em Pneumologia - UNIFESP Especialista em Pneumologia SBPT Coordenador da Comissão de Câncer

Leia mais

Atualização das Diretrizes Brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero

Atualização das Diretrizes Brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero Atualização das Diretrizes Brasileiras para o rastreamento do câncer do colo do útero CERVICOLP 2011 - XXII CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM PTGI E COLPOSCOPIA 29/9 a 01/10/2011 Fábio Russomano Possíveis conflitos

Leia mais

Avaliação da sobrevida dos pacientes com câncer colorretal tratado em hospital oncológico terciário

Avaliação da sobrevida dos pacientes com câncer colorretal tratado em hospital oncológico terciário Avaliação da sobrevida dos pacientes com câncer colorretal tratado em hospital oncológico terciário Aichinger, L.A. 1, Kool, R. 1, Mauro, F.H.O. 1, Preti, V. 1 1 Hospital Erasto Gaertner, Curitiba, Paraná.

Leia mais

A FEMAMA Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (IMAMA),

A FEMAMA Instituto da Mama do Rio Grande do Sul (IMAMA), A FEMAMA A FEMAMA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama é uma associação civil, sem fins econômicos, que busca reduzir os índices de mortalidade por câncer de mama

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO DAET- Departamento de Atenção Especializada e Temática POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DO HOMEM Diretriz Promover ações de saúde que contribuam

Leia mais

IESC/UFRJ Mestrado em Saúde Coletiva Especialização em Saúde Coletiva Modalidade Residência Disciplina: Epidemiologia e Saúde Pública

IESC/UFRJ Mestrado em Saúde Coletiva Especialização em Saúde Coletiva Modalidade Residência Disciplina: Epidemiologia e Saúde Pública Avaliação de Programas de Rastreamento: história natural da doença, padrão de progressão da doença, desenhos de estudo, validade e análise de custo-benefício. IESC/UFRJ Mestrado em Saúde Coletiva Especialização

Leia mais

o estado da arte em 2015 Amália Martins Ana Fatela Ermelinda Pinguicha Tereza Paula

o estado da arte em 2015 Amália Martins Ana Fatela Ermelinda Pinguicha Tereza Paula o estado da arte em 2015 Amália Martins Ana Fatela Ermelinda Pinguicha Tereza Paula WHI, DOPS, KEEPS, ELITE DOPS 2012 E2 trifasico NETA E2 16 1006 45-58 (49,7) >3>24M (7) morte, EAM risco mortalidade,

Leia mais

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho Câncer de Próstata Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho O que é próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem

Leia mais

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata.

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR Novembro Azul Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. NOVEMBRO AZUL Mês de Conscientização,

Leia mais

Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA

Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA NT 38/2013 Solicitante: Dra. Renata Abranches Perdigão do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Data: 22/02/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração Única: 0112.14.001131-6 TEMA: TAMOXIFENO

Leia mais

NOVAS RECOMENDAÇÕES PARA O RASTREAMENTO DA MAMA SIMONE ELIAS MARTINELLI

NOVAS RECOMENDAÇÕES PARA O RASTREAMENTO DA MAMA SIMONE ELIAS MARTINELLI NOVAS RECOMENDAÇÕES PARA O RASTREAMENTO DA MAMA SIMONE ELIAS MARTINELLI SCREENING FOR BREAST CANCER: U.S. PREVENTIVE SERVICES TASK FORCE RECOMMENDATION STATEMENT MAMOGRAFIA BIENAL ENTRE 50 E 74 ANOS (GRAU

Leia mais

Evidências em Saúde: PSA e Câncer de Próstata. Bárbara Castro Juliana Kaori Paulo Matsuo Rita Besson

Evidências em Saúde: PSA e Câncer de Próstata. Bárbara Castro Juliana Kaori Paulo Matsuo Rita Besson Evidências em Saúde: PSA e Câncer de Próstata Bárbara Castro Juliana Kaori Paulo Matsuo Rita Besson Introdução A Próstata: Glândula localizada abaixo da bexiga e à frente do reto Envolve a porção inicial

Leia mais

Boletim Científico. Preditores de disfunção ventricular esquerda, após plastia mitral: efeitos da fibrilação atrial e hipertensão pulmonar.

Boletim Científico. Preditores de disfunção ventricular esquerda, após plastia mitral: efeitos da fibrilação atrial e hipertensão pulmonar. Boletim Científico SBCCV 01/09/2014 Número 04 Preditores de disfunção ventricular esquerda, após plastia mitral: efeitos da fibrilação atrial e hipertensão pulmonar. Predicting early left ventricular dysfunction

Leia mais

Prostatectomia para doença localmente avançada. José Milfont Instituto de Urologia do Rio de Janeiro

Prostatectomia para doença localmente avançada. José Milfont Instituto de Urologia do Rio de Janeiro Prostatectomia para doença localmente avançada José Milfont Instituto de Urologia do Rio de Janeiro Apesar dos esforços para detecção precoce do câncer de próstata: 10% dos homens ainda são diagnosticados

Leia mais

DIRETRIZES DE CÂNCER DE PROSTATA

DIRETRIZES DE CÂNCER DE PROSTATA 1 DIRETRIZES DE CÂNCER DE PROSTATA Rio de Janeiro 2011 Ficha Catalográfica de acordo com o AACCR2 por Anamaria Macedo da Silva (CRB7-5133) D598 Diretrizes de Cancêr de Próstata/ Marco F. Dall Oglio (Coord.);

Leia mais

Estadiamento do Mediastino. PET-CT vs. Mediastinoscopia vs. EBUS

Estadiamento do Mediastino. PET-CT vs. Mediastinoscopia vs. EBUS II Simpósio Internacional de Câncer de Pulmão Estadiamento do Mediastino PET-CT vs. Mediastinoscopia vs. EBUS Fabio José Haddad Cirurgia Torácica II Simpósio Internacional de Câncer de Pulmão Estadiamento

Leia mais

CÂNCER DE PRÓSTATA: SOBREVIDA E PROGNÓSTICO EM UNIDADE REFERÊNCIA REGIONAL DE ALTA COMPLEXIDADE EM ONCOLOGIA

CÂNCER DE PRÓSTATA: SOBREVIDA E PROGNÓSTICO EM UNIDADE REFERÊNCIA REGIONAL DE ALTA COMPLEXIDADE EM ONCOLOGIA CÂNCER DE PRÓSTATA: SOBREVIDA E PROGNÓSTICO EM UNIDADE REFERÊNCIA REGIONAL DE ALTA COMPLEXIDADE EM ONCOLOGIA CÂNCER DE PRÓSTATA: SOBREVIDA E PROGNÓSTICO EM UNIDADE REFERÊNCIA REGIONAL DE ALTA COMPLEXIDADE

Leia mais

Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV?

Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV? Controvérsias no Tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço Localmente Avançado Estamos prontos para guiar o tratamento com base no status do HPV? Igor A. Protzner Morbeck, MD, MSc Oncologista Clínico Onco-Vida,

Leia mais

Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências. Avaliação de Tecnologias em Saúde

Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências. Avaliação de Tecnologias em Saúde Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências Avaliação de Tecnologias em Saúde Sumário das evidências e recomendações sobre o uso da Termografia no diagnóstico de câncer de mama Canoas, fevereiro de

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA:

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( x ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA

Leia mais

O teste do HPV contribui na triagem para a colposcopia?

O teste do HPV contribui na triagem para a colposcopia? Trocando Ideias XIX 06 de agosto de 2015 Lesão de Baixo Grau O teste do HPV contribui na triagem para a Clique para editar o estilo do subtítulo mestre colposcopia? Flávia de Miranda Corrêa Epidemiologia

Leia mais

CARCINOMA DUCTAL IN SITU GUILHERME NOVITA SERVIÇO O DE MASTOLOGIA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA - HCFMUSP

CARCINOMA DUCTAL IN SITU GUILHERME NOVITA SERVIÇO O DE MASTOLOGIA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA - HCFMUSP CARCINOMA DUCTAL IN SITU GUILHERME NOVITA SERVIÇO O DE MASTOLOGIA DISCIPLINA DE GINECOLOGIA - HCFMUSP DEFINIÇÃO Mokbel et Cutulli, Lancet Oncol,, 2006; 7: 756-65 65 TIPOS DE CDIS Gaps > 2 cm Baixo grau

Leia mais

Vitamina D: é preciso dosar e repor no pré-natal? Angélica Amorim Amato 2013

Vitamina D: é preciso dosar e repor no pré-natal? Angélica Amorim Amato 2013 Vitamina D: é preciso dosar e repor no pré-natal? Angélica Amorim Amato 2013 É preciso dosar e repor vitamina D no pré-natal? A dosagem de vitamina D pelos métodos mais amplamente disponíveis é confiável?

Leia mais

Hiperplasia prostática benigna e PSA: o efeito dominó

Hiperplasia prostática benigna e PSA: o efeito dominó DOI: 10.5712/rbmfc7(25)654 ENSAIOS Hiperplasia prostática benigna e PSA: o efeito dominó Benign prostatic hyperplasia and PSA: the domino effect Hiperplasia benigna de prostata y PSA: el efecto dominó

Leia mais

Rastreamento Mamográfico: Análise. Elaine Soares- R2 Serviço de Ginecologia HUCFF Orientadora: Flávia Clímaco

Rastreamento Mamográfico: Análise. Elaine Soares- R2 Serviço de Ginecologia HUCFF Orientadora: Flávia Clímaco Rastreamento Mamográfico: Análise CríticaAtual Elaine Soares- R2 Serviço de Ginecologia HUCFF Orientadora: Flávia Clímaco Conceitode Rastreamento (screening): Exames são aplicados em pessoas sadias benefícios

Leia mais

Citologia ou teste de HPV no rastreio primário?

Citologia ou teste de HPV no rastreio primário? UNICAMP Citologia ou teste de HPV no rastreio primário? Luiz Carlos Zeferino Professor Titular em Ginecologia Departamento de Tocoginecologia Faculdade de Ciências Médicas CAISM - UNICAMP Clique para editar

Leia mais

CIRURGIA NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA

CIRURGIA NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA Núcleo de Mastologia Hospital Sírio-Libanês Laboratório de Anatomia Médico-Círúrgica (LIM 02) Faculdade de Medicina da USP CIRURGIA NA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE MAMA Up to date Alfredo Carlos S.D. Barros

Leia mais

PSA - Valor e Limitações no Rastreio, Diagnóstico e Prognóstico do Cancro da Próstata

PSA - Valor e Limitações no Rastreio, Diagnóstico e Prognóstico do Cancro da Próstata PSA - Valor e Limitações no Rastreio, Diagnóstico e Prognóstico do Cancro da Próstata DIOGO FILIPE RIBEIRO MARTINS Mestrado Integrado em Medicina Dissertação Artigo de Revisão Bibliográfica Porto, 2013

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA TRATAMENTO IDEAL DO CÂNCER DE PRÓSTATA LOCALIZADO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA TRATAMENTO IDEAL DO CÂNCER DE PRÓSTATA LOCALIZADO - 1 - UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA Fundada em 18 de fevereiro de 1808 Monografia TRATAMENTO IDEAL DO CÂNCER DE PRÓSTATA LOCALIZADO José Gabriel de Freitas Silva Benevides

Leia mais

DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE MAMA

DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE MAMA RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA DAS MAMAS DETECÇÃO, DIAGNÓSTICO E ESTADIAMENTO DO CÂNCER DE MAMA A crescente experiência com a Ressonância Nuclear Magnética (RNM) vem trazendo dúvidas pertinentes quanto

Leia mais

Avaliação de Tecnologias em Saúde

Avaliação de Tecnologias em Saúde Câmara Técnica de Medicina Baseada em Evidências Avaliação de Tecnologias em Saúde Assunto: Mamografia Digital Canoas, maio de 2008 Avaliação das evidências sobre mamografia digital vs mamografia convencional.

Leia mais

RM MAMÁRIA: quando indicar?

RM MAMÁRIA: quando indicar? RM MAMÁRIA: quando indicar? Lucio De Carli Serviço de Diagnóstico por Imagem da Mama Hospital Mãe de Deus SSMD Porto Alegre/RS e-mail: luciodc@terra.com.br RM MAMÁRIA - indicações - Incoerência EF x MG

Leia mais

Tratamento quimioterápico de primeira-linha na doença resistente à castração Fábio A. B. Schütz

Tratamento quimioterápico de primeira-linha na doença resistente à castração Fábio A. B. Schütz Tratamento quimioterápico de primeira-linha na doença resistente à castração Fábio A. B. Schütz Hospital São José; São Paulo, SP Introdução Câncer de próstata castração-resistente (CRPC) A maioria dos

Leia mais

Discussão do artigo Opportunities and challenges of clinical research in the big-data era: from RCT to BCT

Discussão do artigo Opportunities and challenges of clinical research in the big-data era: from RCT to BCT Discussão do artigo Opportunities and challenges of clinical research in the big-data era: from RCT to BCT Stephen D. Wang J Thorac Dis 2013;5(6):721-723 Apresentação: Biól. Andréia Rocha INTRODUÇÃO Principais

Leia mais

III EGEPUB/COPPE/UFRJ

III EGEPUB/COPPE/UFRJ Luiz Otávio Zahar III EGEPUB/COPPE/UFRJ 27/11/2014 O que é a próstata? A próstata é uma glândula pequena que fica abaixo da bexiga e envolve o tubo (chamado uretra) pelo qual passam a urina e o sêmen.

Leia mais

NEOPLASIA INTRAEPITELIAL VULVAR RIO DE JANEIRO 2013

NEOPLASIA INTRAEPITELIAL VULVAR RIO DE JANEIRO 2013 NEOPLASIA INTRAEPITELIAL VULVAR diagnóstico e conduta RIO DE JANEIRO 2013 A NIV aumentou em 4 vezes nos EUA entre 1973 e 2000 A regressão da NIV existe O câncer invasor está presente em 3% das mulheres

Leia mais

Como tratar o câncer de mama na paciente com mutação genética? Prof. Dr. Giuliano Duarte

Como tratar o câncer de mama na paciente com mutação genética? Prof. Dr. Giuliano Duarte Como tratar o câncer de mama na paciente com mutação genética? Prof. Dr. Giuliano Duarte Quem é a paciente com mutação BRCA1/2? Ansiedade Penetrância dos genes BRCA1 e BRCA 2 até os 70 anos Meta-análise

Leia mais

Ventilação não invasiva na IRA pósextubação?

Ventilação não invasiva na IRA pósextubação? III Curso Nacional de Ventilação Mecânica SBPT, São Paulo, 2008 Ventilação não invasiva na IRA pósextubação? Marcelo Alcantara Holanda Prof Adjunto, Medicina Intensiva/Pneumologia, Universidade Federal

Leia mais

Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama

Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama Influência do peso corporal no tratamento adjuvante do câncer de mama Declaro não haver conflito de interesse Dra Maria Cecília Monteiro Dela Vega Médica Oncologista Clínica- CEBROM e Hospital Araujo Jorge

Leia mais

URO-RESUMOS. Brasil Silva Neto. Emanuel Burck dos Santos

URO-RESUMOS. Brasil Silva Neto. Emanuel Burck dos Santos URO-RESUMOS Brasil Silva Neto Doutor em Medicina: Ciências Cirúrgicas Serviço de Urologia Hospital de Clínicas de Porto Alegre Universidade Federal do Rio Grande do Sul Emanuel Burck dos Santos Mestre

Leia mais

COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua

COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Dr. José Luiz B. Bevilacqua DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSE Nenhum conflito de interesse COMO SEGUIR AS PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA? Como fazer o acompanhamento

Leia mais

Avaliação da Qualidade de um Projeto de Pesquisa

Avaliação da Qualidade de um Projeto de Pesquisa Última impressão 15/08/01 08:19 Página 1 de 7 Manuscrito em Elaboração! Capítulo 16 Avaliação da Qualidade de um Projeto de Pesquisa Aldemar Araujo Castro INTRODUÇÃO O processo de avaliação da qualidade

Leia mais