RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2007

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2007"

Transcrição

1 AA vv... II Ipp iii rr r aa nn gg aa,,, BB aa iii rr rrr roo PP aa rr rtt t ee nn oo nn CC EE PP PP oo rr rtt t oo AA lll ee gg rr ree RR SS ee -- -mm aa iii ll l:: : ee ss pp -- -rr ree ss iii dd ee nn cc iii aa ss aa uu dd ee... rr r ss... gg oo vv... bb rr r RESIDÊNCIA MÉDICA ANO 2007 Programa de Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade do Centro de Saúde Escola Murialdo Programa de Residência Médica em Psiquiatria do Hospital Psiquiátrico São Pedro Programa de Residência Médica em Dermatologia do Ambulatório de Dermatologia Sanitária PROCESSO SELETIVO PÚBLICO Edital de Abertura 01/2007

2 APRESENTAÇÃO A Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade (RMFC), a Residência Médica em Psiquiatria (RMP) e a Residência Médica em Dermatologia (RMD) são modalidades de educação profissional pós-graduada, de caráter interdisciplinar, desenvolvidas em ambiente de serviço, mediante trabalho sob supervisão (trabalho educativo). Fundamentada nos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), a Residência orienta e acompanha atividades de atenção integral à saúde em serviços assistenciais da rede pública (própria, contratada ou conveniada do SUS), promovendo atividades de estudo e reflexão sobre a prática de atendimento e atuação em Atenção Primária a Saúde, Psiquiatria e Dermatologia. Os Programas de Residência Médica se associam à Residência Integrada em Saúde (RIS) possibilitando a integração entre trabalho e educação, das diferentes profissões na Equipe de Saúde (campo e núcleo de saberes e práticas profissionais em articulação permanente), a integração entre ensino, serviço e gestão do SUS, bem como a conexão do campo das ciências biológicas, humanas e sociais. As Residências Médicas são de responsabilidade da Escola de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul (ESP/RS) e se desenvolvem em diferentes ambientes de ensino em serviço, Centro de Saúde Escola Murialdo - Atenção Primária, Hospital Psiquiátrico São Pedro Psiquiatria, Ambulatório de Dermatologia Sanitária - Dermatologia (locais credenciados de profissionalização pela CNRM), funcionando de maneira articulada às diferentes estratégias de educação permanente dos trabalhadores de saúde destes ambientes. Cada local credenciado de profissionalização corresponde a uma dada área de ênfase/especialidade, recorrendo a outras unidades de aprendizagem na busca da diversificação dos campos de estágio. Trata-se, enfim, de uma proposta que visa preparar e especializar profissionais para a atuação no SUS, buscando desenvolver aprendizagens para a atenção integral à saúde, que venham se traduzir em acolhimento aos usuários, estabelecimento de vínculos terapêuticos, responsabilização pelo cuidado à saúde, ampliação permanente da resolutividade da ação assistencial e estímulo continuado à autonomia das pessoas na proteção a sua saúde. (Excerto do Regulamento da RIS) PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA ESP/RS 1 - OBJETIVO GERAL Especializar profissionais médicos para a atuação em Equipe de Saúde e compreensão da Atenção Integral à Saúde, capacitando-os para uma intervenção interdisciplinar, analítica, crítica, investigativa, resolutiva e propositiva no âmbito técnico, administrativo e político do Sistema Único de Saúde (SUS). 2 - OBJETIVOS ESPECÍFICOS Oferecer oportunidade de aprendizagem que permita aos Residentes: atuar na organização do setor da saúde, considerando seus determinantes e/ou condicionantes históricos, econômicos e culturais; participar ativamente da assistência à saúde da população, mediante atuação interdisciplinar e de responsabilidade no cuidado à saúde, sob supervisão; exercer ações integradas com a rede institucional e informal, buscando alternativas intersetoriais e de recursos sociais para a melhoria constante da qualidade da saúde da população; atuar em conjunto com a população e com as lideranças locais, contribuindo para o fortalecimento das iniciativas de promoção e manutenção da saúde; ampliar sua capacidade de reflexão e compreensão do contexto das organizações de saúde; analisar criticamente o processo saúde-doença-cuidado-qualidade de vida em sua relação com as políticas sociais, econômicas e sanitárias; compreender e utilizar indicadores epidemiológicos e de promoção social, para o acompanhamento das condições de saúde das populações; desenvolver capacidades gerenciais de planejamento, direção e organização dos processos de trabalho nos serviços de saúde. implementar projetos de pesquisa na área da saúde coletiva, compreendendo a importância da produção científica; participar do planejamento, coordenação, avaliação e promoção do processo de educação continuada. FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 2

3 PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE DO CENTRO DE SAÚDE ESCOLA MURIALDO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM PSIQUIATRIA DO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO SÃO PEDRO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM DERMATOLOGIA DO AMBULATÓRIO DE DERMATOLOGIA SANITÁRIA PROCESSO SELETIVO PÚBLICO EDITAL DE ABERTURA 01/2006 A Escola de Saúde Pública ESP/RS, órgão da Secretaria da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, torna público aos interessados a abertura das inscrições ao processo seletivo do Programa Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade (RMFC), a Residência Médica em Psiquiatria (RMP) e a Residência Médica em Dermatologia (RMD) para o ano de 2007, destinado à seleção de vagas para a Residência em 2007, modalidades de educação profissional pós-graduada, de caráter interdisciplinar, desenvolvidas em ambiente de serviço, mediante trabalho sob supervisão (trabalho educativo) de acordo com a tabela constante no Quadro 1.1. Os residentes deverão seguir todas as normas e regras estabelecidas pela Instituição. A seleção será através de provas teórico-objetivas, na primeira etapa, sob a coordenação técnico-administrativa da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências FUNDATEC e a execução da segunda etapa, que será de responsabilidade da Escola de Saúde Pública ESP/RS da Secretaria do Estado do Rio Grande do Sul e Locais Credenciados de Profissionalização. O Processo Seletivo Público reger-se-á nos termos da legislação vigente e pelas normas contidas neste Edital. 1. DAS VAGAS 1.1 QUADRO DEMONSTRATIVO Cód. Programa Especialidade Profissões 01 Programa de Residência Médica (PRM)*em Medicina de Família e Comunidade MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE Medicina* 21 Número de vagas Classificação para 2º etapa Até a 105ª classificação Local Profissionalização de Centro de Saúde Escola Murialdo Duração 2 anos 02 Programa de Residência Médica (PRM)* em Psiquiatria* PSIQUIATRIA Medicina* 05 Até a 25ª classificação Hospital Psiquiátrico São Pedro 3 anos 03 Programa de Residência Médica (PRM)* em Dermatologia** DERMATOLOGIA** Medicina* 02 Até a 10ª classificação Ambulatório de Dermatologia Sanitária 3 anos * Para os candidatos estrangeiros e profissionais formados em faculdades estrangeiras deverão ser obedecidas as exigências previstas na resolução 1669/2003 do Conselho Federal de Medicina (CFM). Necessário ainda ter concluído a graduação ou em condições de a concluir até janeiro de ** Programa de Residência Médica em Dermatologia: 02 vagas para acesso direto, sem pré-requisito, que significa 03 anos de residência, sendo o 1 ano em Clínica Médica (Medicina Interna) e o 2 e 3 ano na Dermatologia (Ambulatório de Dermatologia Sanitária e estágios curriculares pertinentes), necessário ainda ter concluído a graduação ou em condições de a concluir até janeiro de Valor da Bolsa: R$ 1.474,19 (um mil quatrocentos e setenta e quatro reais e dezenove centavos), acrescida de 30% a título de auxílio moradia e alimentação, totalizando R$ 1.916,45 (um mil novecentos e dezesseis reais e quarenta e cinco centavos). 1.2 Cronograma de Execução PROCEDIMENTOS DATAS 1ª ETAPA Publicação do Edital do Processo Seletivo Público 09/10/2006 Período de inscrições (via internet) 09/10/2006 a 23/10/2006 Último dia para o pagamento das Inscrições 24/10/2006 Homologação das Inscrições Lista Preliminar 26/10/2006 Recursos para Homologação das Inscrições 27 e 28/10/2006 Homologação das Inscrições Lista Oficial 31/10/2006 Divulgação Edital de Data, Hora e Local de realização da prova escrita 01/11/2006 Aplicação da Prova Escrita (data provável) 12/11/2006 (à tarde) FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 3

4 Divulgação dos Gabaritos Preliminares 13/11/2006 Período de Recursos Administrativos dos Gabaritos Preliminares 14 e 16/11/2006 Divulgação dos Gabaritos Oficiais e justificativas dos pedidos de revisão dos recursos 27/11/2006 Notas Preliminares 27/11/2006 Período de Recursos Administrativos das Notas Preliminares 28/11/2006 e 29/11/2006 Notas Oficiais e Classificação Final da 1ª. Etapa 01/12/2006 2ª ETAPA Período para agendamento das entrevistas da 2ª Etapa do Processo Seletivo 04 e 05/12/2006 Realização da 2ª Etapa 06 a 20/12/2006 Divulgação dos resultados da 2ª Etapa 27/12/2006 Período de recursos dos resultados da 2ª Etapa 28 e 29/12/2006 Divulgação do resultado final do Processo Seletivo 15/01/2007 Matrícula da RIS/ e 23/01/07 2ª chamada RIS para vagas não preenchidas 25/01/07 Matrícula da 2ª chamada RIS/ /01/07 Assinatura do contrato com a SES/RS 01/02/2007 Início do Programa de Residência /02/2007 * Todas as publicações serão divulgadas a partir das 15hs da data estipulada neste cronograma, no site da FUNDATEC: e nos murais da ESP. 1.4 Quadro de realização das provas DIA PROFISSÕES LOCAL 12 / 11 / horas Medicina A ser divulgado oito dias antes da realização das provas no endereço eletrônico nos murais da FUNDATEC e da ESP. É de inteira responsabilidade do candidato a identificação correta de seu local de realização de prova e o comparecimento no horário determinado. 1.5 Quadro Demonstrativo de Provas Profissões Provas Medicina Ciências da saúde: saúde da criança e do adolescente/pediatria, saúde da mulher/ginecoobstetrícia, saúde do adulto/medicina interna, emergências clínicas e traumáticas/cirurgia geral e epidemiologia e sociedade/medicina preventiva e social (conforme resolução CNRM 01/2003). Caráter Eliminatório e classificatório N de questões Valor questão Mínimo de Acertos Mínimo de Pontos para aprovação Máximo Pontos 50 2, ,0 100,0 1.6 CRITÉRIOS DE SELEÇÃO O Processo Seletivo dos PRM constará de duas etapas, sendo a primeira delas eliminatória e classificatória. Estará eliminado do Processo Seletivo o candidato que não obtiver, no mínimo 50% de aproveitamento na primeira etapa (prova escrita). Os candidatos eliminados na 1ª etapa não estarão classificados para a seguinte. A média final das etapas corresponderá ao valor ponderado pelos pesos dos instrumentos do Processo Seletivo, conforme especificado abaixo. 1ª Etapa: 2ª Etapa: Prova Escrita* Entrevista* Curriculum Vitae* Visita de campo Autobiografia Total 9 0,7 0,3 -** 10 FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 4

5 * A ausência ou não realização da Prova Escrita, Entrevista e Curriculum Vitae ocasionará a eliminação do candidato. ** A visita de campo visa possibilitar ao candidato conhecer de perto os locais onde são desenvolvidos os programas de residência e deverá ser agendada no momento da entrega da autobiografia e da documentação para a 2ª etapa. A autobiografia e a visita não recebem pontuação avaliativa específica. 2- DAS ÁREAS DE ESPECIALIDADE Medicina de Família e Comunidade Local Credenciado de Profissionalização: Centro de Saúde Escola Murialdo Av. Bento Gonçalves, Partenon - Porto Alegre, RS Fone/Fax: (51) Público: Graduados em Medicina Titulação: Médico de Família e Comunidade (credenciado pela CNRM) Psiquiatria Local Credenciado de Profissionalização: Hospital Psiquiátrico São Pedro Av. Bento Gonçalves, Partenon - Porto Alegre, RS Fone/Fax: (51) Público: Graduados em Medicina Titulação: Médico Psiquiatra (credenciado pela CNRM) Dermatologia Local Credenciado de Profissionalização: Ambulatório de Dermatologia Sanitária Av. João Pessoa, Cidade Baixa - Porto Alegre, RS Fone/Fax: (51) Público: Graduados em Medicina Titulação: Médico Dermatologista (credenciado pela CNRM e Sociedade Brasileira de Dermatologia). 3. DO PREENCHIMENTO DAS VAGAS 3.1 O Processo Seletivo Público destina-se ao preenchimento de vagas do quadro deste edital (1.1) para Residência Médica da Escola de Saúde Pública/RS. 4. OUTRAS DISPOSIÇÕES Bolsa de Residência: Os residentes receberão, mensalmente, enquanto permanecerem cursando o Programa, bolsa no valor de R$ 1.474,19 (um mil quatrocentos e setenta e quatro reais e dezenove centavos), acrescida de 30% a título de auxílio moradia e alimentação, totalizando R$ 1.916,45 (um mil novecentos e dezesseis reais e quarenta e cinco centavos), valor bruto vigente no ano de 2006, conforme o artigo 5 º da Lei Deste valor bruto são descontados os encargos previstos na legislação Os residentes deverão cumprir o Programa de Residência em regime de dedicação integral Demais diretrizes sobre o funcionamento dos Programas de Residência Médica encontram-se nos Regimentos Internos das COREMES de cada programa oferecido e na Lei As inscrições serão realizadas no período de 09/10/2006 à 23/10/2006, pela Internet, no endereço ou na sede da FUNDATEC, na Rua Professor Cristiano Fischer, nº 2012, em Porto Alegre, no horário comercial de atendimento ao público. 5.2 Procedimentos para Inscrições - Acessar o endereço a partir das 08 horas do dia 09/10/2006 e acessar Processo Seletivo da Escola de Saúde Pública. O candidato deverá ler o Edital de Abertura para conhecimento das normas reguladoras do Processo Seletivo. As inscrições serão submetidas ao sistema, até às 23 horas e 59 minutos do dia 23/10/2006. O pagamento do boleto bancário poderá ser feito em qualquer agência bancária impreterivelmente até o dia 24/10/2006. O Boleto de Cobrança quitado será o comprovante de inscrição. Após dois dias úteis bancários do pagamento do Boleto de Cobrança, o candidato poderá consultar no endereço e confirmar o pagamento de sua inscrição, clicando em Consulta Pagamento de Inscrição. O candidato, após homologação da inscrição estará automaticamente apto a prestar prova, mediante atendimento dos requisitos de sua realização. 5.3 Não serão considerados os pedidos de inscrição via internet, que deixarem de ser concretizados por falhas de computadores, congestionamento de linhas ou outros fatores de ordem técnica. 5.4 Para efetuar a inscrição é imprescindível o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF). O candidato que não o possuir, deverá solicitá-lo nos postos credenciados, localizados em qualquer agência do Banco do Brasil S.A., da Caixa Econômica Federal, dos Correios ou na Receita Federal em tempo hábil, isto é, antes do término das inscrições. 5.5 O candidato inscrito via Internet terá exclusiva responsabilidade sobre as informações cadastrais fornecidas, sob as penas da lei. 5.6 A Fundatec encaminha ao candidato meramente informativo, ao endereço eletrônico fornecido na ficha de inscrição, não isentando o (a) candidato (a) de buscar as informações nos locais informados no Edital. O site da FUNDATEC, será fonte permanente de comunicação de avisos e editais, de todas as etapas de realização do concurso além das publicações em jornal local dos extratos do Edital de Abertura e do dia e local de realização das provas. 5.7 Do valor das inscrições PROFISSÃO Medicina R$ 115,00 VALOR DAS INSCRIÇÕES 5.8 Da Regulamentação das Inscrições O candidato poderá inscrever-se para o Processo Seletivo Público da ESP mediante pagamento do valor correspondente, desde que atenda às exigências da profissão, conforme especificado no item 1.1 deste Edital Não serão aceitas inscrições por via postal ou Fac-símile, nem em caráter condicional O candidato é responsável pelas informações prestadas na ficha de inscrição, arcando com as conseqüências de eventuais erros de preenchimento daquele documento. A opção de especialização não poderá ser trocada após e efetivação do pagamento do boleto bancário O candidato deverá identificar claramente na ficha de inscrição, o nome da especialização para o qual concorre, sendo de sua inteira responsabilidade o preenchimento correto O candidato poderá se inscrever somente em um dos Programas de Residência Médica, a que se refere este Manual O CPF é informação indispensável para a inscrição A opção pela especialidade deve ser efetivada no momento 5. DAS INSCRIÇÕES da inscrição, sendo vedada ao candidato qualquer alteração posterior ao pagamento da taxa de inscrição. Havendo necessidade de alteração, deverá efetuar uma nova inscrição. FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 5

6 5.8.8 Não haverá devolução do valor da taxa paga Serão canceladas as inscrições pagas com cheque, 6 DO PROCESSO SELETIVO agendamentos bancários e outros meios, sem a devida provisão de fundos. Não serão homologadas as inscrições cujos boletos não forem pagos Cabe exclusivamente ao candidato a decisão sobre suas condições de concorrer ao presente Processo Seletivo Público quanto à observância da escolaridade e outros requisitos exigidos Na hipótese de pagamento em duplicidade da mesma inscrição, a devolução terá os descontos de custas bancárias e será feito exclusivamente na sede da FUNDATEC, Rua Professor Cristiano Fischer, nº2012, Porto Alegre, RS, mediante solicitação escrita circunstanciando o pedido. Será feito o agendamento do pagamento. 5.9 Caso necessite de condições especiais para a realização da prova, o candidato deverá formalizar o pedido por escrito e/ou pela ficha eletrônica de inscrição, e entregar o atestado médico que justifique até o último dia do período de pagamento das inscrições no endereço da FUNDATEC ou remetê-lo por SEDEX para a FUNDATEC, Rua Prof. Cristiano Fischer, nº2012, Porto Alegre, RS, CEP , até a data de 24/10/2006. Se houver necessidade de tempo adicional, a justificativa deverá conter parecer emitido por especialista da área de deficiência. A Comissão de Concursos examinará a possibilidade operacional de atendimento à solicitação. Não será homologado o pedido de necessidades especiais para a realização da prova do candidato que descumprir quaisquer das exigências aqui apresentadas. Os atestados médicos terão valor somente para este Concurso, não sendo devolvidos aos candidatos Os endereços fornecidos pelo candidato no ato de inscrição serão os únicos utilizados pela Escola de Saúde Pública/RS para as comunicações com o candidato, inclusive para a eventual 2ª chamada (o candidato deve manter atualizado o seu endereço junto à Secretaria Acadêmica da ESP/RS) Dos Requisitos para Inscrição Nacionalidade brasileira ou estrangeira na forma da legislação federal. Para os candidatos estrangeiros e profissionais formados em faculdades estrangeiras deverão ser obedecidas as exigências previstas pela legislação do conselho profissional Possuir idade mínima de 18 (dezoito) anos completos até a admissão Estar em dia com as obrigações eleitorais; Estar quite com o serviço militar, quando do sexo masculino; Estar de acordo com as normas do presente Processo Seletivo Público Da Homologação das Inscrições A homologação do pedido de inscrição será dada a conhecer aos candidatos pelo site Homologação das Inscrições Lista Preliminar, conforme cronograma, item A homologação do pedido de inscrição será dada a conhecer por meio de Edital, no site no qual será divulgado o número da inscrição dos candidatos, bem como o motivo do indeferimento, exceto dos não pagos Da não homologação da inscrição, cabe recurso, que deverá ser dirigido em formulário próprio à Comissão de Concursos da FUNDATEC, apresentado no prazo máximo de 48h úteis da publicação da lista dos homologados e protocolado junto à FUNDATEC, no horário das 9h às 17h, via Fac-símile ou SEDEX, com dados do candidato, circunstanciando o pedido e obedecendo rigorosamente o prescrito neste Edital. Nova lista de homologados dará ciência do deferimento dos candidatos que tiveram sua homologação aceita, em até 05 dias úteis antes da realização das provas no endereço Inscrições Homologadas Lista Oficial, conforme cronograma, item 1.2. Os Programas de Residência Médica a que se referem este Manual destina-se a candidatos portadores de diploma de curso de graduação em medicina ou que estejam cursando o último semestre do curso, em condições de diplomar-se até janeiro de O Processo Seletivo da Residência Médica (2007) constará de duas etapas: PRIMEIRA ETAPA A Prova Escrita terá caráter eliminatório e classificatório e será realizada no mesmo dia e horário para todos os candidatos. Estará eliminado do Processo Seletivo o candidato que não obtiver, no mínimo, 50% de aproveitamento na Primeira Etapa (Prova Escrita). Os candidatos eliminados na 1ª Etapa não estarão classificados para a etapa seguinte Das Provas a serem realizadas: A prova escrita constará de 50 questões distribuídas entre as cinco grandes áreas do conhecimento em ciências da saúde: saúde da criança e do adolescente/pediatria, saúde da mulher/ginecoobstetrícia, saúde do adulto/medicina interna, emergências clínicas e traumáticas/cirurgia geral e epidemiologia e sociedade/medicina preventiva e social (conforme resolução CNRM 01/2003) Da Realização da Prova Escrita A prova teórico-objetiva será eliminatória, constituída de 50 (cinqüenta) questões, elaboradas com base nos programas Anexo I e Quadro Demonstrativo de Provas, quadro 1.5. O candidato terá 3 (três) horas para a resolução da prova As questões da prova teórico-objetiva serão de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas (A, B, C, D e E) e 1 (uma) única resposta correta Poderá ser passível de responsabilidade por crime o candidato que fraudar o presente Processo Seletivo Público A prova teórico-objetiva será realizada no município de Porto Alegre/RS. A divulgação de dia, locais e horários específicos de aplicação, conforme item 1.2, será feita em jornal de circulação no local, na sede da ESP, na FUNDATEC e no endereço no prazo de 08 (oito) dias de antecedência da data de aplicação da mesma. É de inteira responsabilidade do candidato a identificação correta de seu local de realização da prova e o comparecimento no horário determinado O ingresso na sala de provas será permitido somente ao candidato que apresentar o documento original de identidade que originou a inscrição: Cédula de Identidade ou Carteira expedida pelos Comandos Militares ou pelas Secretarias de Segurança Pública; pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; Órgãos fiscalizadores de exercício profissional ou Conselho de Classe; Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Carteira Nacional de Habilitação - modelo novo; Passaporte (no prazo de validade); Carteira Funcional do Ministério Público Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, CPF, títulos eleitorais, carteira de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade Não será aceita cópia do documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo do documento O documento de identidade deverá estar em perfeitas condições de uso, inviolado e com foto que permita o reconhecimento do candidato Caso o candidato não apresente no dia de realização das provas, documento de identidade original conforme declarado na ficha de inscrição, por motivo de perda, furto ou roubo, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, bem como outro documento válido com foto. FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 6

7 Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar documento de identidade original, não poderá fazer as provas e será eliminado automaticamente do Processo Seletivo Público O candidato deverá comparecer ao local designado, com antecedência mínima de meia hora, munido de documento de identidade, caneta tipo esferográfica, com tinta azul ou preta de ponta grossa Não será permitida a entrada no prédio da realização das provas, do candidato que se apresentar após dado o sinal sonoro indicativo de início de prova. Estando no interior do prédio, o candidato só poderá ingressar na sala de provas, se acompanhado por fiscal da coordenação O candidato que se afastar do local de prova, salvo acompanhado por fiscal, não poderá retornar sob hipótese nenhuma O candidato que se afastar da sala de provas, por razões justificadas, não terá prorrogação do tempo previsto para realização da prova Em hipótese alguma haverá segunda chamada, seja qual for o motivo alegado, tampouco será aplicada prova fora do local e horário designado por Edital Será eliminado do concurso o candidato que durante a realização da prova, for surpreendido recebendo ou passando auxílio na execução das provas, efetuando consultas de qualquer espécie, bem como fazer uso ou portar máquina calculadora, fones de ouvido, gravador, agenda eletrônica, pagers, notebook, palmtop, receptor, telefones celulares, máquina fotográfica, controle de alarme de carro ou quaisquer aparelhos similares. O candidato que se apresentar no local da prova com qualquer tipo de aparelho eletrônico deverá, ao entrar na sala, logo após a identificação, desligá-lo e colocar embaixo da classe. A FUNDATEC não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos e equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas O candidato, durante a realização da prova, não poderá usar óculos escuros e acessórios de chapelaria tais como boné, chapéu, gorro bem como cachecol ou manta, luvas e gola alta tapando o pescoço O candidato só poderá retirar-se do recinto da prova, portando o caderno de provas, após decorrido a metade do tempo previsto para sua realização Ao término da prova, o candidato entregará ao fiscal da sala a grade de respostas devidamente preenchida e assinada O candidato deverá assinalar suas respostas na grade de respostas com caneta esferográfica de tinta azul ou preta de ponta grossa. O preenchimento da grade de respostas é de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder de acordo com as instruções específicas contidas neste edital, na prova e na grade de respostas Em hipótese alguma haverá substituição da grade de respostas por erro ou desatenção do candidato Não serão computadas as questões não assinaladas na grade de respostas e nem as questões que contiverem mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível Não será permitida a permanência de acompanhante do candidato, ou pessoas estranhas ao Processo Seletivo Público, nas dependências do local onde for aplicada a prova Não será permitido aos candidatos qualquer porte de armas Será excluído do Processo Seletivo Público o candidato que: a) tornar-se culpado por incorreção ou descortesia para com qualquer dos examinadores, executores, fiscais ou autoridades presentes; b) for surpreendido, em ato flagrante, durante a realização da prova, comunicando-se com outro candidato, bem como se utilizando de consultas não permitidas; c) utilizar-se de quaisquer recursos ilícitos ou fraudulentos, em qualquer etapa de sua realização; d) ausentar-se da sala sem o acompanhamento do fiscal, antes de ter concluído a prova e entregue a grade de respostas; e) não atender solicitação do fiscal de sala ou coordenação do concurso. f) não permitir a coleta de sua assinatura e de sua impressão digital Para a segurança dos candidatos e a garantia da lisura do Processo Seletivo Público, a FUNDATEC poderá proceder, como forma de identificação, à coleta da impressão digital de todos os candidatos no dia de realização das provas Poderá ser utilizado, no dia de realização das provas, detector de metais No dia de realização das provas não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação das provas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo das provas e/ou a critérios de avaliação/classificação O Cronograma de Execução, item 1.2 aponta a data provável de execução das provas, que poderá ser adiada por imperiosa necessidade, decidida pela Comissão de Concursos da FUNDATEC e da ESP A FUNDATEC não fornecerá aos candidatos aprovados atestado ou certificado de participação ou classificação no concurso O descumprimento de quaisquer instruções supracitadas implicará na eliminação do candidato, a qualquer tempo Da Avaliação e da Aprovação da Prova Escrita A prova teórico-objetiva será avaliada em 100 (cem) pontos, sendo que cada questão valerá 2 ( dois pontos) A prova terá caráter eliminatório e classificatório, conforme Quadro Demonstrativo de Provas, item 1.5. Os candidatos deverão acertar, no mínimo, 50% (cinqüenta por cento) das questões. O candidato que não alcançar esse percentual estará automaticamente eliminado do Processo Seletivo Público A classificação final dos candidatos na prova teóricoobjetiva dar-se-á, após esgotada a fase recursal e publicado o Gabarito Oficial, na FUNDATEC e no endereço eletrônico da FUNDATEC, pela ordem decrescente das notas obtidas e ocorrido o procedimento de desempates (item do Edital) obedecendo o multiplicador de 5 vezes o número de vagas constantes no quadro Dos Recursos e Pedidos de Revisão dos Gabaritos e Notas Preliminares Os pedidos de revisão do gabarito preliminar e notas preliminares da prova teórico-objetiva terão o prazo de 03 (três) dias úteis, a contar do primeiro dia útil subseqüente ao da publicação dos gabaritos preliminares e notas das provas teóricoobjetivas, conforme cronograma item Os recursos e pedidos de revisão poderão ser apresentados sob três formas: Pessoalmente, por Formulário Eletrônico ou por SEDEX: a) Pessoalmente e por SEDEX: os recursos deverão ser encaminhados para o endereço FUNDATEC, Rua Professor Cristiano Fischer, 2012, CEP , Porto Alegre-RS. Assunto: Processo Seletivo Público 01/2007 ESP 2007, desde que postados durante o período de entrega de recursos constante no Cronograma de Execução e atender as especificidades do item 6 e seus subitens. A FUNDATEC não se responsabiliza por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada do SEDEX a essa instituição, acompanhado do formulário de recursos a ser disponibilizado no site da FUNDATEC. FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 7

8 a.1 Os recursos entregues ou postados por SEDEX a FUNDATEC, deverão ser apresentados em envelope fechado e protocolado, em duas vias, contendo: SEGUNDA ETAPA nome completo e número de inscrição do candidato; A execução da segunda etapa será de responsabilidade da Escola de Saúde Pública. Participarão desta etapa somente os candidatos área de especialidade a que concorre; que tenham atingido o desempenho mínimo estabelecido no item nome do concurso; 6.1 e que tenham obtido a classificação prevista no quadro de vagas (item 1.1 deste Manual), que delimita o ponto de corte dos participantes da 2ª Etapa, por especialidade. objeto do pedido e exposição de argumento com fundamentação circunstanciada. b) Formulário eletrônico: O candidato poderá interpor recurso através de formulário eletrônico que será disponibilizado no site e enviado da zero hora do primeiro dia previsto no Cronograma 1.2, até às 23 horas e 59 minutos do 2º dia do referido cronograma, obedecendo aos mesmos regramentos contidos no item Não serão considerados os recursos formulados fora do prazo ou que não contenham elementos indicativos no item 6 deste Edital Os recursos deverão ser datilografados ou digitados conforme modelo que será indicado no endereço eletrônico Recursos fora das especificações estabelecidas neste edital e argumentações idênticas serão indeferidos Os pontos relativos à questão eventualmente anulada da prova teórico-objetiva serão atribuídos a todos os candidatos que realizaram a prova. Se houver alteração do gabarito oficial preliminar da prova teórico-objetiva, por força de impugnações ou correção, as provas serão corrigidas de acordo com o gabarito oficial definitivo. Em hipótese alguma haverá alteração do quantitativo de questões de cada uma das partes da prova teóricoobjetiva A Banca Examinadora da FUNDATEC Fundação Universidade-Empresa de Tecnologia e Ciências constitui última instância para recurso, razão pela qual não caberão recursos adicionais Todos os recursos serão analisados e as justificativas da manutenção/alteração de gabarito serão divulgadas no endereço eletrônico juntamente com a divulgação do gabarito oficial definitivo. Não serão encaminhadas respostas individuais aos candidatos Não serão aceitos recursos interpostos por fac símile, telex, telegrama, , internet (a não ser recurso eletrônico) ou outro meio que não o especificado neste Edital Não serão considerados os recursos eletrônicos, que deixarem de ser concretizados por falhas de computadores, congestionamento de linhas ou outros fatores de ordem técnica Da Classificação na Prova Escrita A aprovação na prova teórico-objetiva será pré-requisito para prosseguimento do candidato para a segunda etapa, dentro das vagas previstas no Quadro Demonstrativo A classificação dos candidatos inscritos e aprovados por área de especialidade, conforme opção feita pelos mesmos no momento da inscrição, obedecerá ao disposto no item 6 e seus subitens Em caso de empate na classificação dos candidatos, serão observados, sucessivamente, os seguintes critérios: a) maior idade; b) sorteio Dos Resultados Finais da Prova Escrita: Estará eliminado do Processo Seletivo o candidato que não obtiver, no mínimo, 50% de aproveitamento na Primeira Etapa (Prova Escrita). Os candidatos eliminados na 1ª etapa estarão impedidos de participar da etapa seguinte. Os resultados finais da Prova Escrita, após a análise dos recursos, serão divulgados conforme cronograma de execução, na Escola de Saúde Pública/RS e no site O agendamento da 2ª Etapa e a entrega dos documentos correspondentes deverá ser feitos pelo próprio candidato ou, em sua impossibilidade, por meio de procuração ou autorização específica para este Processo Seletivo A documentação entregue na Segunda Etapa do processo seletivo poderá ser retirada pelos candidatos não selecionados no local da especialidade até 120 dias após a divulgação do resultado final, excetuando-se os casos em que houve recursos. Após este prazo, a documentação será incinerada O agendamento deverá ser feito no local da especialidade, das 8h às 16h. O candidato deverá comparecer ao agendamento com a seguinte documentação: Carteira de Identidade (original e fotocópia): Diploma de Graduação (original e fotocópia) ou Atestado fornecido pela Instituição de Ensino Superior, comprovando que está cursando o último semestre, ou seja, em condições de diplomar-se até janeiro de 2007 (original e fotocópia); Currículum Vitae (documentado) conforme modelo constante no Anexo 2; Autobiografia: conforme modelo constante no Anexo 3; A média a ser obtida na segunda etapa corresponderá ao valor ponderado pelos pesos dos instrumentos do Processo Seletivo, conforme especificado no quadro abaixo. PESOS DOS INSTRUMENTOS DO PROCESSO SELETIVO 2007 Programa de Residência Instrumentos de Seleção Médica 1ª Etapa: 9 Prova Escrita* 2ª Etapa: Entrevista* FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 8 0,7 Currículum Vitae* 0,3 Visita de campo ** Autobiografia ** Total 10 * A ausência ou não realização da Prova Escrita, Entrevista e Curriculum Vitae ocasionará a eliminação do candidato. ** A visita de campo visa possibilitar ao candidato conhecer de perto os locais onde são desenvolvidos os programas de residência e deverá ser agendada no momento da entrega da autobiografia e da documentação para a 2ª etapa. A autobiografia e a visita não recebem pontuação avaliativa específica Dos Resultados da Segunda Etapa Os resultados da segunda etapa serão divulgados no conforme cronograma de execução, item 1.2, a partir das 16 horas, na ESP/RS e no site Dos Recursos da Segunda Etapa O candidato poderá interpor pedido de recurso referente ao resultado da segunda etapa nos dias determinados no cronograma de execução.

9 Os recursos e pedidos de revisão poderão ser apresentados sob três formas: Pessoalmente, por Formulário Eletrônico ou por SEDEX: a) Pessoalmente e por SEDEX: os recursos deverão ser encaminhados para o endereço FUNDATEC, Rua Professor Cristiano Fischer, 2012, CEP , Porto Alegre-RS. Assunto: Processo Seletivo Público 01/ ESP 2007, desde que postados durante o período de entrega de recursos constante no Cronograma de Execução e atender as especificidades do item 6 e seus subitens. A FUNDATEC não se responsabiliza por qualquer tipo de extravio que impeça a chegada do SEDEX a essa instituição, acompanhado do formulário de recursos a ser disponibilizado no site da FUNDATEC. a.1 Os recursos entregues ou postados por SEDEX a FUNDATEC, deverão ser apresentados em envelope fechado e protocolado, em duas vias, contendo: nome completo e número de inscrição do candidato; área de especialidade a que concorre; nome do concurso; objeto do pedido e exposição de argumento com fundamentação circunstanciada. b) Formulário eletrônico: O candidato poderá interpor recurso através de formulário eletrônico que será disponibilizado no site e enviado da zero hora do primeiro dia previsto no Cronograma 1.2, até às 23 horas e 59 minutos do 2º dia do referido cronograma, obedecendo aos mesmos regramentos contidos no item Não serão considerados os recursos formulados fora do prazo ou que não contenham elementos indicativos no item 6 deste Edital Os recursos deverão ser datilografados ou digitados conforme modelo que será indicado no endereço eletrônico Recursos fora das especificações estabelecidas neste edital e argumentações idênticas serão indeferidos Não serão aceitos recursos interpostos por fac símile, telex, telegrama, , internet (a não ser recurso eletrônico) ou outro meio que não o especificado neste Edital Não serão considerados os recursos eletrônicos, que deixarem de ser concretizados por falhas de computadores, congestionamento de linhas ou outros fatores de ordem técnica. O candidato classificado na 2ª Etapa do Processo Seletivo 2007 deverá comparecer à Escola de Saúde Pública/RS nos dias 22 e 23 de janeiro de 2007, das 9h às 16h, munido da documentação necessária para efetuar a matrícula. 10- DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA MATRÍCULA - Fotocópia da Carteira de Identidade; - Fotocópia do CPF; - Duas fotos 3 X 4; - - Guia de Recolhimento da Contribuição do INSS ou número de cadastro do mesmo pode ser obtido pelo telefone ou pelo endereço eletrônico - Fotocópia da Carteira de Identidade Profissional; - Quando não formado, apresentar Declaração da Instituição de Ensino, com previsão de conclusão do curso até janeiro de 2007; - Quando formado, apresentar cópia do diploma; - Os candidatos deverão apresentar comprovante de estar em dia com as obrigações eleitorais e, se do sexo masculino também com as obrigações militares; - Comprovante de residência atualizado ou, caso não o tenha em seu nome, uma declaração do titular do comprovante de que o candidato reside naquele endereço; - Possuir conta corrente junto ao BANRISUL (Para abertura de conta nova, solicitar atestado de bolsista-residente junto à Secretaria Acadêmica da ESP/RS). 11- DIVULGAÇÃO DE SEGUNDA CHAMADA A 2ª chamada será publicada no dia 25 de janeiro de 2007 na ESP/RS e no site 12- MATRÍCULA DE SEGUNDA CHAMADA O candidato classificado para a 2ª Chamada da 2ª Etapa do Processo Seletivo 2007 deverá comparecer à Escola de Saúde Pública/RS, no dia 26 de janeiro de 2007, das 9h às 16h, munido da documentação necessária para efetuar a matrícula. Documentos Necessários: Os constantes no item 10 deste Manual. 7- DOS RESULTADOS FINAIS DO PROCESSO SELETIVO 2007 Os resultados finais do Processo Seletivo serão publicados no site e na Escola de Saúde Pública/RS (sendo afixados na parte frontal do prédio, com acesso ao público diuturnamente). 8- CRITÉRIOS DE DESEMPATE No caso de empate nos resultados finais, serão utilizados como critério de desempate, nesta ordem: 1º) a melhor nota na 1ª Etapa; 2º) a melhor nota na 2ª Etapa; e 3º) a maior idade do candidato. Observação: Para comunicação com a coordenação do Programa de Residência Médica, utilizar o endereço de correio eletrônico Porto Alegra, dia 09 de outubro de Gustavo Soares Coordenação das Residências ESP/SES/RS. Mário Roberto da Silveira Diretor da Escola de Saúde Pública 9- MATRÍCULA FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 9

10 ANEXO I BIBLIOGRAFIAS 1. AMARANTE, Paulo. A (clínica) e a reforma psiquiátrica. In: (Org.) Arquivos de saúde mental e atenção psicossocial. Naun Editora, p AUGUSTO, Maria Helena O., COSTA, Olavo V. A saúde como direito social: algumas questões. Cadernos de Sociologia, Porto Alegre, v. 4, p , Número Especial. 3. BERGER, E.; MORETTIN, A. V.; BRAGA NETO, L. Introdução à clínica do acompanhamento terapêutico. In: EQUIPE DE ACOMPANHAMENTOS TERAPÊUTICOS DO HOSPITAL-DIA A CASA. A rua como espaço clínico: acompanhamento terapêutico. São Paulo: Ed. Escuta, p BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde mental no SUS: os Centros de Atenção Psicossocial. Brasília, DF, p e LANCETTI, Antonio. Saúde mental nas entranhas da metrópole. In:. Saúde e loucura: saúde mental e saúde da família. 2. ed. São Paulo: Hucitec, [2002]. p LANCETTI, Antonio. Síntese metodológica. In:. Saúde e loucura: saúde mental e saúde da família. 2. ed. São Paulo: Hucitec, [2002]. p MERHY, Emerson Elias. Saúde: a cartografia do trabalho vivo. São Paulo: Hucitec, p BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília, Disponível em: 20B%C3%A1sica_Mar%C3%A7o_2006.doc 9. FOUCAULT, Michel. O nascimento da medicina social. In:. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1979, p CAMPOS, Gastão Wagner de Souza. A saúde pública e a defesa da vida. São Paulo: Hucitec, p CUNHA, João Paulo Pinto da; CUNHA, Rosani Evangelista da. Sistema Único de Saúde. In: BRASIL. Ministério da Saúde. Gestão municipal de saúde: textos básicos. Rio de Janeiro: Brasil. Ministério da Saúde, p BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em: 13. KINOSHITA, Tykanori Roberto. Contratualidade reabilitação psicossocial. In: PITTA, Ana. Reabilitação Psicossocial no Brasil. Editora Hucitec: São Paulo, p RELATÓRIO FINAL DA 8ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE. In: CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE, 8., 1986, Brasília. Anais... Brasília, DF: Centro de Documentação do Ministério da Saúde, p TANCREDI, Francisco Bernadini; BARRIOS, Susana Rosa Lopez; FERREIRA. José Henrique Germann. Planejamento em saúde. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da USP, Série Saúde e Cidadania, 2. Disponível em: < 16. SILVA JÚNIOR, Aluisio Gomes. Modelos tecnoassistenciais em saúde: o debate no campo da saúde coletiva. São Paulo: Hucitec, Cap MENDES, Eugênio Vilaça. Uma agenda para a saúde. 2 ed. São Paulo: Hucitec Cap. 1, p MERHY, Emerson E.; ONOCKO Rosana (orgs.). Agir em saúde, um desafio para o público. São Paulo: Hucitec; Buenos Aires: Lugar Editorial, p MINAYO, Maria Cecília de Souza. Ciência, Técnica e arte: o desafio da pesquisa social. In: (Org.). Pesquisa social: método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994, p BRASIL. Ministério da Saúde. Política do ministério da saúde para atenção integral ao usuário de álcool e outras drogas. Brasília, Disponível em: 21. PEREIRA, Maurício Gomes. Saúde e doença. In:. Epidemiologia: teoria e prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, cap. 3, p EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE: o conceito, os pólos, e a participação no ETSUS. Revista RET-SUS, v. 1, n. 2, out Disponível em: FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 10

11 23. CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE MENTAL 3., 2001, Brasília. Relatório Final. Brasília, DF: Centro de Documentação do Ministério da Saúde, Disponível em: 24. RISI JÚNIOR, João Baptista; NOGUEIRA, Roberto Passos (Coord.). As condições de saúde no Brasil. In: FINKELMAN, Jacobo (Org.). Caminhos da saúde pública no Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz, cap. 2, p SOARES, Darli Antônio; ANDRADE, Selma Maffei de; CAMPOS, João José Batista de. Epidemiologia e indicadores de saúde. In: ANDRADE, Selma Maffei de; SOARES, Darli Antonio; CORDONI JUNIOR, Luiz (Org.). Bases da saúde coletiva. Londrina: Ed. UEL, cap. 10, p BRASIL. Lei n 8.142, de 28 de dezembro de Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS} e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Disponível em: < Acesso em: setembro BRASIL. Lei nº 8.080, de 19 de setembro de Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Disponível em:<http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/lei8080.pdf>. Acesso em: set CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa. Saúde pública e saúde coletiva: campo e núcleo de saberes e práticas. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, Disponível em:< Acesso em: set FEUERWERKER, Laura. Modelos tecnoassistenciais, gestão e organização do trabalho em saúde: nada é indiferente no processo de luta para a consolidação do SUS. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 9, n. 18, Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s &lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: set MENDES, René; DIAS, Elizabeth Costa. Da medicina do trabalho à saúde do trabalhador. Rev. Saúde Pública., São Paulo, v. 25, n. 5, Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=s &lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: set ESPECÍFICA 1. FREITAS, F. et al. Rotinas em obstetrícia. 4. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, FREITAS, F.; MENKE, C. H. ; RIVOIRE, W. Rotinas em Ginecologia. 4. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, DUNCAN, Bruce B.; SCHMIDT, Maria Inês; GIUGLIANI, Elsa R. Justo. Medicina ambulatorial: condutas clínicas em atenção primária baseadas em evidências. 3. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, BEHRMAN, Richard E.; Kliegman, Robert M.; JENSON, Hal B. Nelson tratado de pediatria. 16. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, WILLIAM; WILKINS. Current de Medicina Interna CORDIOLI, AV e cols. Psicofármacos: consulta rápida. 3ª ed. Porto Alegre, Artmed, KAPLAN & SADOCK. Comprehensive textbook of psychiatry. 7 th ed. Philadelphia, Lippincott Williams & Wilkins, FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 11

12 ANEXO 2 MODELO DE CURRICULUM VITAE Capa e Folha de Rosto Cabeçalho: Estado do Rio Grande do Sul Escola de Saúde Pública Concurso ao Programa de Residência Médica Área de especialidade Curriculum Vitae Nome do Candidato Local e Data Identificação Nome, sexo, data de nascimento, endereço completo, telefone para contato, Graduação Curso, unidade de ensino, instituição, local, período abrangido Pós-graduação Pontuação Pontuação Máxima Doutorado 10 pontos por Doutorado 10 Mestrado 5 pontos por Mestrado 10 Residência 5 pontos por Residência 10 Especialização 2,5 pontos por Especialização 10 Valor Total Máximo: 10 Atuação e Produção Técnico-Científica Pontuação Pontuação Máxima Participação em eventos (palestrante, relator, painelista, debatedor, coordenador de mesa) Organização de eventos (congressos, simpósios, jornadas, fóruns, semana científica) Atividades extracurriculares (bolsa de iniciação científica ou extensão, estágios e monitoria) Publicações (artigos científicos, capítulos de livro, artigos de revisão de literatura) Resumos publicados em anais/ pôsteres, impressos não científicos (jornais e revistas) 1,25 pontos 5 1,25 pontos 5 40 h -120 h = 5 pontos 121 h h = 10 pontos >360 h = 15 pontos 2,5 pontos 10 1 ponto por atividade 5 20 Valor Total Máximo: 45 Experiência Profissional Pontuação Pontuação Máxima Saúde Coletiva (PSF ou similar, trabalho em equipe multidisciplinar de saúde) Outras áreas (da saúde, educação, humanas ou sociais) >1 ano = 25 pontos <1 ano = 15 pontos >1 ano =10 pontos <1 ano = 5 pontos Valor Total Máximo: 25 Educação Continuada Pontuação Pontuação Máxima Aperfeiçoamento, Extensão e Atualização na área da Saúde, Educação e Ciências Sociais A cada 04 horas = 0,25 pontos 20 Eventos sem carga horária especificada (congressos, conferências, fóruns, seminários, simpósios) Cada evento = 0,5 pontos Valor Total Máximo: 20 FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 12

13 ANEXO 3 SUGESTÃO PARA AUTOBIOGRAFIA ESTRUTURA (máximo de 02 páginas) 1. Trajetória de Vida (histórico de vivências, não mini-currículo) 2. Etapas Importantes da Formação Profissional (quais escolhas extracurriculares e por que; vivências pessoais no SUS; inserção em projetos acadêmicos e de serviço: como e porque) 3. Fatos Significativos (elementos da história de vida que contribuíram para sua formação ético-profissional) 4. Motivação para a Residência (porque está concorrendo a esta vaga e por que nesta área específica) FUNDATEC Rua Prof. Cristiano Fischer, 2012 CEP Porto Alegre RS 13

EDITAL DE ABERTURA nº 41 de 03 de abril/2009

EDITAL DE ABERTURA nº 41 de 03 de abril/2009 1 UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE Av. Castelo Branco, 170 -CEP 88.509-900 - Lages - SC - Cx. P. 525 - Fone (0XX49) 3251-1022 Fax 3251-1051 Secretaria Municipal de Saúde Universidade do Planalto Catarinense

Leia mais

EDITAL nº 093/2009 PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR RESIDÊNCIA MÉDICA / LAGES 2009

EDITAL nº 093/2009 PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR RESIDÊNCIA MÉDICA / LAGES 2009 UNIVERSIDADE DO PLANALTO CATARINENSE Av. Castelo Branco, 170 -CEP 88.509-900 - Lages - SC - Cx. P. 525 - Fone (0XX49) 251-1022 Fax 251-1051 Secretaria Municipal de Saúde Universidade do Planalto Catarinense

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA COMPLEXO HOSPITALAR OURO VERDE

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA COMPLEXO HOSPITALAR OURO VERDE O Complexo Hospitalar Ouro Verde - CHOV torna público que realizará processo seletivo para preenchimento de vagas de médicos residentes de 1º ano (R-1), de seu programa de residência em MEDICINA DE FAMÍLIA

Leia mais

Cardiologia 02 (duas) 02 anos Clínica Médica. Nefrologia 01 (uma) 02 anos Clínica Médica

Cardiologia 02 (duas) 02 anos Clínica Médica. Nefrologia 01 (uma) 02 anos Clínica Médica EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO PÚBLICO DA ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR MOINHOS DE VENTO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 EM CARDIOLOGIA E NEFROLOGIA A Comissão de Residência Médica (COREME) da

Leia mais

Edital para Abertura de Concurso para Residência Médica em Anestesiologia e Radiologia no Hospital Evangélico de Londrina/2013

Edital para Abertura de Concurso para Residência Médica em Anestesiologia e Radiologia no Hospital Evangélico de Londrina/2013 Edital para Abertura de Concurso para Residência Médica em Anestesiologia e Radiologia no Hospital Evangélico de Londrina/2013 A Comissão de Residência Médica (COREME) do Hospital Evangélico de Londrina

Leia mais

Especialidade Nº de vagas Pré-requisito Duração do Estágio. * Programa de estágio reconhecido pela AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira.

Especialidade Nº de vagas Pré-requisito Duração do Estágio. * Programa de estágio reconhecido pela AMIB Associação de Medicina Intensiva Brasileira. A Divisão de Ensino do Hospital Ana Costa S. A. realizará Processo Público de Seleção de candidatos para Estágio Médico, para o ano de 2013, nas seguintes áreas: Especialidade Nº de vagas Pré-requisito

Leia mais

Escola de Saúde Pública SES/RS Processo Seletivo Público - Edital nº 02/2012 Residência Integrada em Saúde 2013 (ESP/RS)

Escola de Saúde Pública SES/RS Processo Seletivo Público - Edital nº 02/2012 Residência Integrada em Saúde 2013 (ESP/RS) Escola de Saúde Pública SES/RS Processo Seletivo Público - Edital nº 02/2012 Residência Integrada em Saúde 2013 (ESP/RS) APRESENTAÇÃO RESIDÊNCIA INTEGRADA EM SAÚDE (RIS) A Residência Integrada em Saúde

Leia mais

Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição.

Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição. EDITAL DE INSCRIÇÃO PARA CURSO DE ESPECIALIAZAÇÃO EM CANCEROLOGIA CLÍNICA HOSPITAL BENEFICÊNCIA PORTUGUESA E CENTRO DE ONCOLOGIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO PARA ANO DE 2014. Atenção: Recomenda-se a leitura

Leia mais

Vagas oferecidas/ ano de PRM

Vagas oferecidas/ ano de PRM EDITAL DE CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VOTUPORANGA Abertura de inscrições para Seleção do Programa de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga, para

Leia mais

Instituto Suel Abujamra

Instituto Suel Abujamra Instituto Suel Abujamra Seleção de Candidatos para 1º ano de Residência Médica em Oftalmologia - 2015 Edital de Abertura de Inscrições O Instituto Suel Abujamra torna público a realização do processo seletivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 01/2007 RIS/GHC RESIDÊNCIA INTEGRADA EM SAÚDE - 2007 GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA

PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 01/2007 RIS/GHC RESIDÊNCIA INTEGRADA EM SAÚDE - 2007 GERÊNCIA DE ENSINO E PESQUISA MINISTÉRIO DA SAÚDE HOSPITAL NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO S.A. HOSPITAL CRISTO REDENTOR S.A. HOSPITAL FÊMINA S.A. PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 01/2007 RIS/GHC RESIDÊNCIA INTEGRADA EM SAÚDE - 2007 GERÊNCIA DE

Leia mais

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ

FACULDADE DE MEDICINA DE JUNDIAÍ EDITAL FMJ- 073/2006, de 27/11/2006 CONCURSO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2007 O Prof. Dr. NELSON LOURENÇO MAIA FILHO, Diretor da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Autarquia municipal de Jundiaí, Estado de São

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP.

Coordenadoria de Residência Médica Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus - OSS. Hospital Regional de Presidente Prudente, SP. EDITAL RM. Nº 01/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DE ACESSO DIRETO NAS ÁREAS DE PEDIATRIA, OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA E INFECTOLOGIA DA ASSOCIAÇÃO LAR SÃO FRANCISCO DE ASSIS NA

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Saúde Pública Gabinete do Secretário

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Saúde Pública Gabinete do Secretário Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Saúde Pública Gabinete do Secretário RESIDÊNCIA MÉDICA/2014 EDITAL Nº. 04 CRH/SESAP Republicação considerando a aprovação pela Comissão

Leia mais

Vagas oferecidas/ ano de PRM

Vagas oferecidas/ ano de PRM EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VOTUPORANGA Abertura de inscrições para Seleção do Programa de Residência Médica da Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga,

Leia mais

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012 HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO ESTADO DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2012 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2012 A Comissão de Residência Médica do

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC

PROCESSO SELETIVO 2016. Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC PROCESSO SELETIVO 2016 Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia - DayHORC O DayHORC, através de sua Comissão do Programa de Treinamento Médico em Oftalmologia (CPTMO/DayHORC), no uso de suas atribuições,

Leia mais

Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014.

Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014. Edital nº 13/2014 PROPP-UEMS de 30 de abril de 2014. ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DE SISTEMAS PRODUTIVOS DA UEMS

Leia mais

FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO

FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO FUNDAÇÃO DE SAÚDE PÚBLICA DE NOVO HAMBURGO Programa de Residência Médica em Clínica Médica Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva Programa de Residência Médica em Neonatologia Processo Seletivo

Leia mais

EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE

EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação da UNOESTE, faz saber que fará realizar nesta cidade de

Leia mais

1 PROGRAMAS. Programa Residência Médica Vagas Duração Pré-requisitos. Clínica Médica 03 (três) 02 anos

1 PROGRAMAS. Programa Residência Médica Vagas Duração Pré-requisitos. Clínica Médica 03 (três) 02 anos EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO PÚBLICO DA ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR MOINHOS DE VENTO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 EM CLÍNICA MÉDICA, NEUROLOGIA, PEDIATRIA E RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR

Leia mais

EDITAL 01/2015 CONCURSO PARA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA

EDITAL 01/2015 CONCURSO PARA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA UNIÃO METROPOLITANA PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E CULTURA FACULDADE DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E DA SAÚDE CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA EDITAL 01/2015

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PROGRAMA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE 2006 00106 MEDICINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PROGRAMA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE 2006 00106 MEDICINA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PROGRAMA DE MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE 2006 ÁREA 00106 MEDICINA U F S C a r - 2 0 0 6 2 EDITAL Nº 002/2006

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº 01/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº 01/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO FACULDADE DE MEDICINA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº 01/2016 EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA

Leia mais

reais) perante geração de boleto bancário no endereço eletrônico, referido no artigo 4º.

reais) perante geração de boleto bancário no endereço eletrônico, referido no artigo 4º. EDITAL (07/2015) E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação - PRPPG da UNOESTE faz saber que fará realizar,

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO HOSPITAL SÃO FRANCISCO DE RIBEIRÃO PRETO

EDITAL DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL DO HOSPITAL SÃO FRANCISCO DE RIBEIRÃO PRETO Hospital São Francisco de Ribeirão Preto Instituto de Cirurgia de Ribeirão Preto COMISSÃO DE PROVA DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL EDITAL E NORMAS DO CONCURSO PARA TREINAMENTO EM CIRURGIA

Leia mais

HOSPITAL SANTA VIRGÍNIA

HOSPITAL SANTA VIRGÍNIA ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR FILHAS DE NOSSA SENHORA DO MONTE CALVÁRIO HOSPITAL SANTA VIRGÍNIA EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIAMÉDICA 2016 A ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR FILHAS DE NOSSA SENHORA DO MONTE

Leia mais

Rua Tiradentes, nº 295, centro Passo Fundo/RS Cep 99010-260 e-mail: coreme@hcpf.com.br Tel.(54)2103.3390 CNPJ 92.030.543/0001-70

Rua Tiradentes, nº 295, centro Passo Fundo/RS Cep 99010-260 e-mail: coreme@hcpf.com.br Tel.(54)2103.3390 CNPJ 92.030.543/0001-70 Rua Tiradentes, nº 295, centro Passo Fundo/RS Cep 99010-260 e-mail: coreme@hcpf.com.br Tel.(54)2103.3390 CNPJ 92.030.543/0001-70 COMISSÃO DE RESIDENCIA MÉDICA - COREME PROCESSO SELETIVO DE RESIDENTES/2014

Leia mais

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA.

EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. EDITAL RM. Nº 03/2009 EDITAL E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO AO PRIMEIRO ANO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÕES NA ÁREA DE CLÍNICA MÉDICA. A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Unoeste, faz saber que

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE PROVAS No uso das atribuições legais, e mediantes as condições estipuladas nos Editais e Comunicados oficiais publicados no site www.selecao.uneb.br/dpe2012, CONVOCA os Candidatos

Leia mais

EDITAL 3/2010 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA

EDITAL 3/2010 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA INSTITUTO DE CARDIOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL FUNDAÇÃO UNIVERSITÁRIA DE CARDIOLOGIA Hospital credenciado pela Comissão Nacional de Residência Médica/ Ministério da Educação e do Desporto (CNRM/MEC) conforme

Leia mais

Cancerologia Clínica 01 (uma) 03 anos Clínica Médica Cardiologia 02 (duas) 02 anos Clínica Médica Mastologia 01 (uma) 02 anos

Cancerologia Clínica 01 (uma) 03 anos Clínica Médica Cardiologia 02 (duas) 02 anos Clínica Médica Mastologia 01 (uma) 02 anos EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROCESSO SELETIVO PÚBLICO DA ASSOCIAÇÃO HOSPITALAR MOINHOS DE VENTO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 EM CANCEROLOGIA CLÍNICA, CARDIOLOGIA, MASTOLOGIA, MEDICINA INTENSIVA E NEFROLOGIA

Leia mais

EDITAL (01/2014) E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE

EDITAL (01/2014) E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE EDITAL (01/2014) E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação da UNOESTE faz saber que fará realizar, nesta

Leia mais

EDITAL 02/2012 - SELEÇÃO PÚBLICA

EDITAL 02/2012 - SELEÇÃO PÚBLICA EDITAL 02/2012 - SELEÇÃO PÚBLICA A Comissão de Residência Médica do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Corrêa Jr. da Universidade Federal do Rio Grande FURG torna público para o conhecimento dos interessados,

Leia mais

HELGJ EDITAL DE CONCURSO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA março 2010.

HELGJ EDITAL DE CONCURSO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA março 2010. HELGJ EDITAL DE CONCURSO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA março 2010. O HOSPITAL ESCOLA LUIZ GIOSEFFI JANNUZZI da Fundação Educacional Dom André Arcoverde divulga a abertura de inscrições e estabelece as normas

Leia mais

EDITAL Nº 5/PROPP, DE 27 DE JANEIRO DE 2012.

EDITAL Nº 5/PROPP, DE 27 DE JANEIRO DE 2012. EDITAL Nº 5/PROPP, DE 27 DE JANEIRO DE 2012. SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA AS VAGAS DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA R3 PARA O ANO DE 2012. O Pró-Reitor de Ensino de Pós-Graduação e Pesquisa

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE ARARAQUARA E CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA UNIARA

EDITAL DE CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE ARARAQUARA E CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA UNIARA EDITAL DE CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE ARARAQUARA E CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA UNIARA Abertura de inscrições para Seleção dos Programas de Residência Médica da

Leia mais

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Saúde Pública Gabinete do Secretário

Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Saúde Pública Gabinete do Secretário Governo do Estado do Rio Grande do Norte Secretaria de Estado da Saúde Pública Gabinete do Secretário RESIDÊNCIA MÉDICA/2014 EDITAL Nº. 02/2013 - CRH/SESAP Retificação considerando a aprovação pela Comissão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANA BEZERRA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 E D I T A L SEGUNDA CHAMADA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANA BEZERRA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 E D I T A L SEGUNDA CHAMADA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANA BEZERRA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 E D I T A L SEGUNDA CHAMADA A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) por meio do Hospital

Leia mais

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 019/2013 - COREME A Comissão de Residência Médica (COREME) da Associação Beneficente Bom Samaritano, torna público que no período de 15 de Outubro de 2013 a 25 de Novembro de 2013, das 08h às

Leia mais

11.1 interessado que já tenha concluído um dos programas de aprimoramento;

11.1 interessado que já tenha concluído um dos programas de aprimoramento; EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA O PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA DE APRIMORAMENTO EM MEDICINA VETERINÁRIA PARA O ANO DE 2009 DA FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO -

Leia mais

Processo Seletivo para Residência Médica INC. Edital de Convocação ANO 2015

Processo Seletivo para Residência Médica INC. Edital de Convocação ANO 2015 1 Instituto de Neurologia de Curitiba (INC) Rua Jeremias Maciel Perretto, 300 Campo Comprido Curitiba PR 81210-310 Fone/fax: (41) 3028-8580 http://www.inc-neuro.com.br E-mail: residenciamedica@inc-neuro.com.br

Leia mais

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2009 HOSPITAL SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE JUIZ DE FORA

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2009 HOSPITAL SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE JUIZ DE FORA EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2009 HOSPITAL SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE JUIZ DE FORA O Coordenador Geral da Comissão de Residência Médica - COREME, Dr. Cícero de Lima Rena, o Provedor Dr. José Carlos

Leia mais

RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO 2014

RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO 2014 RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO 2014 A Direção do Unimed Hospital São Domingos e a Coordenação da Comissão de Residência Médica (COREME), conforme dispõe a legislação vigente, comunica

Leia mais

EDITAL DO CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SOCOR 2014

EDITAL DO CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SOCOR 2014 EDITAL DO CONCURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM OTORRINOLARINGOLOGIA DO HOSPITAL SOCOR 2014 Inscrições: 14 de outubro a 14 de novembro de 2013 Informações: Centro de Estudos do Hospital Socor Tel.: (31) 3330.3093

Leia mais

EDITAL Nº 017/2015 UCPEL-PRAC-HUSFP PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PARA O ANO DE 2015.

EDITAL Nº 017/2015 UCPEL-PRAC-HUSFP PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES PARA RESIDÊNCIA MÉDICA PARA O ANO DE 2015. UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PELOTAS PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE EDUCAÇÃO CONTINUADA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO SÃO FRANCISCO DE PAULA CENTRO DE CIÊNCIAS DA VIDA E DA SAÚDE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº

Leia mais

EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015

EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015 EDITAL nº 04, de 10 de novembro de 2015 A Escola Técnica Estadual PARQUE DA JUVENTUDE, município de São Paulo, atendendo o disposto no 3º do Artigo 62 do Regimento Comum das Escolas Técnicas Estaduais

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA

EDITAL DE SELEÇÃO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE DE CAMPO GRANDE SANTA CASA COREME A. B. C. G FUNDAÇÃO CENTRO DE ESTUDOS DA SANTA CASA DR. WILLIAM MAKSOUD EDITAL DE SELEÇÃO CONCURSO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2009 Rua Eduardo Santos

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC

CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DOS ESTADOS DE RONDÔNIA E ACRE -CRF-RO/AC Edital nº02/2008 DO PROCESSO SELETIVO 02/2008 CRF/RO-AC DE 07 DE NOVEMBRO DE 2008 ABERTURA. A Presidente do Conselho Regional de Farmácia dos Estados de Rondônia e Acre, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA - 2015 FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL Nº.

PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA - 2015 FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL DE CLÍNICAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA EDITAL Nº. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE MEDICINA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA Av. Pará, 1.720 - Bloco 2H - Sala 13 - Campus Umuarama Fone/Fax: (034) 3225-8626 e-mail: sinvaldo@umuarama.ufu.br

Leia mais

Lattes com documentos comprobatórios relacionados ao currículo e fotocópias da cédula de identidade e do

Lattes com documentos comprobatórios relacionados ao currículo e fotocópias da cédula de identidade e do RESIDÊNCIA MÉDICA BOLSAS DO PROGRAMA PRÓ-RESIDÊNCIA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE EDITAL DO CONCURSO DE SELEÇÃO 2014 A Direção Geral das Faculdades Integradas Padre Albino (FIPA), conforme dispõe a legislação

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015

FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015 FACULDADE METROPOLITANA SÃO CARLOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2015 O Diretor da Faculdade Metropolitana São Carlos, credenciada pela Portaria Ministerial 062 de 22/01/2010, publicada em

Leia mais

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2012

EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL PARA O ANO DE 2012 SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA GERAL CREDENCIADO PELO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIRURGIÕES (CBC) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE TREINAMENTO EM CIRURGIA

Leia mais

EDITAL Nº 9/PROPP, DE 3 DE ABRIL DE 2012.

EDITAL Nº 9/PROPP, DE 3 DE ABRIL DE 2012. EDITAL Nº 9/PROPP, DE 3 DE ABRIL DE 2012. SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA AS VAGAS REMANESCENTES DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM CLÍNICA MÉDICA E EM PEDIATRIA, DO HU/UFGD, PARA O ANO DE 2012. O Pró-Reitor

Leia mais

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC

PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC PREFEITURA DE CARUARU CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº. 002/2006 - PMC A Prefeitura Municipal de Caruaru/PE divulga a realização do CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS para o provimento dos cargos de Professor

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 E D I T A L SEGUNDA CHAMADA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 E D I T A L SEGUNDA CHAMADA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES RESIDÊNCIA MÉDICA 2016 E D I T A L SEGUNDA CHAMADA A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) por meio do Hospital

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA EM DERMATOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO UNISA/2011.

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA EM DERMATOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO UNISA/2011. 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE PÓS-GRADUAÇÃO PARA ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA EM DERMATOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO UNISA/2011. A Magnífica Reitora da Universidade de Santo Amaro - UNISA, mantida

Leia mais

reais) perante geração de boleto bancário no endereço eletrônico, referido no artigo 4º.

reais) perante geração de boleto bancário no endereço eletrônico, referido no artigo 4º. EDITAL (06/2015) E NORMAS DO CONCURSO DE SELEÇÃO DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO DA FACULDADE DE MEDICINA DA UNOESTE A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós Graduação - PRPPG da UNOESTE faz saber que fará realizar,

Leia mais

a) Os candidatos deverão inscrever-se em apenas uma especialidade médica ou subespecialidade.

a) Os candidatos deverão inscrever-se em apenas uma especialidade médica ou subespecialidade. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA HOSPITAL UNIVERSITÁRIO JÚLIO MÜLLER EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL

Leia mais

1- DO PROGRAMA, DA DURAÇÃO, DO NÚMERO DE VAGAS E DOS PRÉ- REQUISITOS:

1- DO PROGRAMA, DA DURAÇÃO, DO NÚMERO DE VAGAS E DOS PRÉ- REQUISITOS: EDITAL Nº. 15/2012 PROCESSO SELETIVO PARA PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA MÉDICA EM ANESTESIOLOGIA, CIRURGIA GERAL, CIRURGIA VASCULAR, CLÍNICA MÉDICA, MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE, NEUROCIRURGIA E ORTOPEDIA

Leia mais

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE GOIÂNIA

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE GOIÂNIA COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE GOIÂNIA EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS TREINAMENTO AVANCADO EM CARDIOLOGIA EDITAL N o 02/2012 CONCURSO 2013 Atenção: Recomenda-se a leitura

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES SELEÇÃO PÚBLICA PARA ESTÁGIO MÉDICO DE OFTALMOLOGIA - 2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Congregação das Filhas de Nossa Senhora Stella Maris Hospital Stella Maris, torna público que no período de

Leia mais

FAMÍLIA E COMUNIDADE E PSIQUIATRIA ofertados pela UNINGÀ encontram-se devidamente aprovado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).

FAMÍLIA E COMUNIDADE E PSIQUIATRIA ofertados pela UNINGÀ encontram-se devidamente aprovado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM). EDITAL Nº 01/2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA A SELEÇÃO DE CANDIDATOS AOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIAS EM CIRURGIA GERAL, CLÍNICA MÉDICA, MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE, PSIQUIATRIA DA UNINGA DE

Leia mais

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO CENTRO DE TREINAMENTO EM ENDOSCOPIA DIGESTIVA CREDENCIADO PELA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOSCOPIA DIGESTIVA(SOBED) EDITAL E NORMAS PARA O CONCURSO DE

Leia mais

Instituto Brasileiro de Cirurgia Plástica Serviço de Cirurgia Plástica (Credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) Edital 2013

Instituto Brasileiro de Cirurgia Plástica Serviço de Cirurgia Plástica (Credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) Edital 2013 Instituto Brasileiro de Cirurgia Plástica Serviço de Cirurgia Plástica (Credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) Edital 2013 Av. Brasil, 275 Jardim América 01431-000-SÃO PAULO-SP Telefone:

Leia mais

1 PRÉ-REQUISITOS São pré-requisitos para a inscrição no processo seletivo do qual se refere esse Edital, regulamentado por meio deste instrumento:

1 PRÉ-REQUISITOS São pré-requisitos para a inscrição no processo seletivo do qual se refere esse Edital, regulamentado por meio deste instrumento: EDITAL DO 3 PROCESSO SELETIVO 2015 PARA TRANSFERÊNCIA DE CURSO DA ÁREA DA SAÚDE E CIÊNCIAS BIOLÓGICAS NO CURSO DE MEDICINA DA FACULDADE SÃO LUCAS 1 SEMESTRE 2015 - EDITAL n o 3/2015 DATA: PROCESSO SELETIVO

Leia mais

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015 HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 A Comissão de Residência Médica do Hospital

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE CAPACITAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE CAPACITAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE CAPACITAÇÃO EDITAL Nº 05/2012 PROPESP 2º PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2012 A Universidade Federal do Pará (UFPA),

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO. EDITAL nº 199/2014

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO. EDITAL nº 199/2014 PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL nº 199/2014 PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA E COMUNIDADE Geraldo Antonio da Rosa, Pró-Reitor de Pesquisa, Extensão

Leia mais

PROGRAMAS Nº DE VAGAS CREDENCIADAS

PROGRAMAS Nº DE VAGAS CREDENCIADAS RETIFICAÇÃO PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA INGRESSO NA RESIDÊNCIA MÉDICA DA FUNDAÇÃO HOSPITAL MUNICIPAL GETÚLIO VARGAS DE SAPUCAIA DO SUL EM MARÇO DE 2016 A Coordenação dos Programas de Residência Médica

Leia mais

Nº de Vagas Oferecidas. Otorrinolaringologia 1 3 Médico com diploma devidamente reconhecido

Nº de Vagas Oferecidas. Otorrinolaringologia 1 3 Médico com diploma devidamente reconhecido 1 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO PARA CURSO DA PÓS GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO MÉDICA EM OTORRINOLARINGOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE SANTO AMARO PARA O ANO LETIVO DE 2013. A Magnífica Reitora da Universidade

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica

Coordenadoria de Residência Médica EDITAL 02/2015 DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA Ano 2015. Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição. A Comissão de Residência Médica da Associação

Leia mais

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 01/2012 CONCURSO 2012/2013

COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 01/2012 CONCURSO 2012/2013 COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA EDITAL Nº 01/2012 CONCURSO 2012/2013 Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DA ESCOLA SUPERIOR DA AMAZÔNIA 2016/1 Edição de Natal. VESTIBULAR TRADICIONAL 2016/1 Edição de Natal EDITAL Nº 029/2015

PROCESSO SELETIVO DA ESCOLA SUPERIOR DA AMAZÔNIA 2016/1 Edição de Natal. VESTIBULAR TRADICIONAL 2016/1 Edição de Natal EDITAL Nº 029/2015 PROCESSO SELETIVO DA ESCOLA SUPERIOR DA AMAZÔNIA 2016/1 Edição de Natal VESTIBULAR TRADICIONAL 2016/1 Edição de Natal EDITAL Nº 029/2015 O Diretor Geral da ESCOLA SUPERIOR DA AMAZÔNIA, credenciada pela

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE CARIDADE SANTA CASA DO RIO GRANDE EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015

ASSOCIAÇÃO DE CARIDADE SANTA CASA DO RIO GRANDE EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 ASSOCIAÇÃO DE CARIDADE SANTA CASA DO RIO GRANDE EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 A Comissão de Residência Médica da Associação de Caridade Santa Casa do Rio Grande (ACSCRG) torna público para o conhecimento

Leia mais

3. As inscrições ficarão abertas no período de 11/11/2013 a 20/01/2014, às16 horas, exclusivamente no site do IBCC: www.ibcc.org.br.

3. As inscrições ficarão abertas no período de 11/11/2013 a 20/01/2014, às16 horas, exclusivamente no site do IBCC: www.ibcc.org.br. São Paulo, 01 de novembro de 2013. Instituto Brasileiro de Controle do Câncer - IBCC Edital Imagem 2013 O Centro de Estudos Prof. Dr. Sampaio Góes Junior do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer torna

Leia mais

Em hipótese alguma haverá devolução da taxa de inscrição.

Em hipótese alguma haverá devolução da taxa de inscrição. EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA VAGA REMANESCENTE DA RESIDÊNCIA MÉDICA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE VOTUPORANGA A Santa Casa de Misericórdia de Votuporanga e o Centro Universitário de Votuporanga,

Leia mais

Coordenadoria de Residência Médica

Coordenadoria de Residência Médica EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA RESIDÊNCIA MÉDICA Ano 2011. Atenção: Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital antes de realizar a inscrição. A Comissão de Residência Médica da Associação Lar

Leia mais

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA

MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA MANUAL DO CANDIDATO SELEÇÃO / 2012 RESIDÊNCIA MÉDICA EM CIRURGIA GERAL HOSPITAL SANTA ROSA HOSPITAL SANTA HELENA Página - 1 - de 7 CENTRO DE ESTUDOS DR.CERVANTES CAPOROSSI COREME DO HOSPITAL SANTA ROSA

Leia mais

EDITAL Nº 2/PROPP, DE 17 DE JANEIRO DE 2012.

EDITAL Nº 2/PROPP, DE 17 DE JANEIRO DE 2012. EDITAL Nº 2/PROPP, DE 17 DE JANEIRO DE 2012. SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA AS VAGAS REMANESCENTES DA RESIDÊNCIA MÉDICA EM GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA PARA O ANO DE 2012. O Pró-Reitor de Ensino de Pós-Graduação

Leia mais

Edital No. 17 de Seleção de Âmbito Nacional para a Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Mental

Edital No. 17 de Seleção de Âmbito Nacional para a Residência Integrada Multiprofissional em Saúde Mental FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA NÚCLEO DE SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE COLETIVA- DESC CENTRO DE ESTUDO E PESQUISA EM SAÚDE COLETIVA - CEPESCO Edital No. 17 de Seleção de Âmbito Nacional para a

Leia mais

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2012

EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2012 EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO DE RESIDÊNCIA MÉDICA 2012 Recomenda-se a leitura atenta de todo o Edital, disponível no site www.aisi.edu.br antes de realizar sua inscrição O Hospital Escola da Faculdade

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015 EDITAL DO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM ULTRASSONOGRAFIA 2015 O Instituto de Pesquisa e Ensino em Radiologia, Medicina Diagnóstica e Terapêutica - IPrad, torna público que realizará

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF- UnB - N O 01/2013

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF- UnB - N O 01/2013 Universidade de Brasília Instituto de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Polo 1 - UnB EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF- UnB - N O 01/2013 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL

Leia mais

1. PREÂMBULO. 1.6. A página eletrônica do MNPEF Polo 1- UnB está disponível em: http://cifmc.fis.unb.br/mnpef/index.html

1. PREÂMBULO. 1.6. A página eletrônica do MNPEF Polo 1- UnB está disponível em: http://cifmc.fis.unb.br/mnpef/index.html UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA POLO-1 UNB EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF- UnB - N O 01/2014 SELEÇÃO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS DO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL

Leia mais

FABEL- FACULDADE DE BELÉM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2010.1

FABEL- FACULDADE DE BELÉM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2010.1 FABEL- FACULDADE DE BELÉM EDITAL DO PROCESSO SELETIVO COMPLEMENTAR 2010.1 O Diretor da FABEL FACULDADE DE BELÉM, Instituição autorizada a funcionar pela Portaria Ministerial nº. 675 de 17 de março de 2004,

Leia mais

Portaria MEC 2.235 de 19/12/1997 DOU: 22/12/1997 Resolução CNE/CES n o 1, de 8 de junho de 2007 EDITAL 01/2015 - FACULDADE FUCAPI PÓS-GRADUAÇÃO

Portaria MEC 2.235 de 19/12/1997 DOU: 22/12/1997 Resolução CNE/CES n o 1, de 8 de junho de 2007 EDITAL 01/2015 - FACULDADE FUCAPI PÓS-GRADUAÇÃO A Faculdade FUCAPI, representada pelo seu Programa de Pós-Graduação, faz conhecer aos interessados que, no período de 09 a 20 de março de 2015, estarão abertas as inscrições para o Curso de Especialização

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus Sertão, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009

PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus Sertão, DE 09 DE OUTUBRO DE 2009 Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus PROCESSO SELETIVO 2010/1 EDITAL Nº 9 IFRS Campus,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO - UFMT CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS - CUR INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS - ICEN EDITAL DE SELEÇÃO 2016 PROGRAMA DE RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL SÃO LUCAS COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL SÃO LUCAS COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA FACULDADE DE MEDICINA - HOSPITAL SÃO LUCAS COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA Manual do Candidato Concurso para seleção de Médicos

Leia mais

Art. 6º Não serão aceitas inscrições por e-mail, via postal, telefone, FAX ou por qualquer outro meio não especificado neste Edital.

Art. 6º Não serão aceitas inscrições por e-mail, via postal, telefone, FAX ou por qualquer outro meio não especificado neste Edital. FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE BARUERI Edital Nº 01/ 2015 Processo Seletivo 2016 Ingressantes para o Curso Superior de Redes de Computadores. A Superintendência da FUNDAÇÃO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DE

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. EDITAL DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA Ano letivo de 2015

FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO. EDITAL DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA Ano letivo de 2015 EDITAL DE SELEÇÃO PARA TRANSFERÊNCIA Ano letivo de 2015 O Diretor da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo torna público, para conhecimento dos interessados, que estarão abertas, no período de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2014 Por ordem do Prefeito Municipal de Imbituba, a Comissão Especial de Recrutamento e Seleção de Pessoal - CERSP da Prefeitura

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015

PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE IMBITUBA SC CONCURSO PÚBLICO EDITAL PMI/CERSP/CP N o 01/2015 Por ordem do Prefeito Municipal de Imbituba, a Comissão Especial de Recrutamento e Seleção de Pessoal - CERSP da Prefeitura

Leia mais

1. Objeto: 2. Objetivo:

1. Objeto: 2. Objetivo: 1 EDITAL PARA SELEÇÃO DE TUTORES LOCAIS PARA OS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS EM SAÚDE E GESTÃO DE RECURSOS FÍSICOS E TECNOLÓGICOS EM SAÚDE DA EAD/ENSP/FIOCRUZ EM PARCERIA

Leia mais

- As inscrições serão realizadas exclusivamente pela Internet, no site www.fmb.unesp.br:

- As inscrições serão realizadas exclusivamente pela Internet, no site www.fmb.unesp.br: FACULDADE DE MEDICINA EDITAL Nº 008/2014-FM/DTA. Faculdade de Medicina - Campus de Botucatu A FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU - UNESP torna público que, no período de 24 a 26 de março de 2014, somente

Leia mais