O vestibular da UFPR só é aplicado em Curitiba? E se for aplicada em outras cidades ou Estados, quais são elas(es)?.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O vestibular da UFPR só é aplicado em Curitiba? E se for aplicada em outras cidades ou Estados, quais são elas(es)?."

Transcrição

1 1 Questões mais Freguentes - VESTIBULAR/TRANSFERÊNCIA- O vestibular da UFPR só é aplicado em Curitiba? E se for aplicada em outras cidades ou Estados, quais são elas(es)?. R: O Processo Seletivo (vestibular) aplicado para os cursos de Graduação da UFPR tem a aplicação das provas realizadas nas cidades de Curitiba e Palotina. Em Curitiba são realizadas as provas pra os cursos sediados em Curitiba, Palotina e Pontal do Paraná. Somente os candidatos aos cursos sediados em Palotina podem optar em realizar as provas em Curitiba ou em Palotina no momento da inscrição. Para saber mais sobre o Processo Seletivo entre na página do Núcleo de Concursos-NC (www.nc.ufpr.br), unidade responsável pelos Processos Seletivos realizados pela UFPR. No site do NC você encontrará o Edital e o Guia do Candidato do vestibular deste ano, que traz explicações sobre todo procedimento do vestibular. Caso queira treinar sobre as provas já realizadas: do lado esquerdo da página do site do NC há o link (em cinza) VESTIBULARES ANTERIORES, clique nele para acessar o rol dos Processos Seletivos anteriores, o qual traz as respectivas provas com seus gabaritos. Quando ocorrerá (abrirá as inscrições ) do Processo Seletivo (vestibular)? R: Pedimos que você acesse a página do Núcleo de Concursos NC (www.nc.ufpr.br), unidade responsável por todos os concursos e vestibulares aplicado pela e na UFPR. Nesta página você encontrará todas as informações atinentes ao processo de seleção, bem como as provas antigas com seus gabaritos, guia do candidato, editais antigos que lhe darão uma idéia sobre como é o processo seletivo. Como se dá o Vestibular Indígena? R: As vagas são disputadas exclusivamente por estudantes indígenas residentes no Brasil, (Lei Estadual ). O vestibular indígena usa vagas extras nas universidades públicas do Paraná. São seis por universidade estadual, e sete na UFPR. O processo seletivo é unificado, com um rodízio entre a UFPR e as estaduais para organizar a prova. O candidato precisa apresentar declaração da Funai. Quem quer fazer universidade estadual também deve apresentar autorização assinada pelo cacique. Para concorrer à UFPR basta ser índio, de qualquer etnia; já para as universidades estaduais, é preciso pertencer às etnias do estado: guarani, caingangue e xetá. Só depois do vestibular, se for classificado, o candidato escolhe o curso que irá fazer. Os alunos matriculados ganham ajuda financeira através de bolsas mensais. A Comissão Universidade para os Índios (Cuia) regulamenta todo o processo, além de monitorar os índios que já estão na universidade.

2 2 Não consigo encontrar o numero de inscrição e a senha individual para imprimir o comprovante de segunda fase, o que faço? R: Ligue para o Núcleo de Concursos-NC (www.nc.ufpr.br), passe seus dados e eles lhe informarão a sua senha. Fone do NC: e Gostaria de saber como faço para ter acesso às provas de vestibulares anteriores da UFPR? R: Acesse a página do Núcleo de Concursos - NC, unidade responsável pelos concursos e vestibulares efetuados por esta Instituição: Estando nela à esquerda, em cinza, há o link VESTIBULARES ANTERIORES, clique nele para acessar o rol dos Processos Seletivos anteriores, o qual traz as respectivas provas com seus gabaritos. Gostaria de saber como funciona a cota para afro-descendente R: Conforme a Resolução n.º 37/04 COUN, que estabelece as metas de inclusão racial e social na UFPR,alterada pela Resolução Nº 17/07-COUN, a Portaria Ministerial n.º 837 de 31/08/1990, o disposto na Lei n.º de 20/12/1996, a Resolução n.º 37/97 CEPE e demais resoluções/legislações complementares,o Núcleo de Concursos disponibiliza, na Internet (www.nc.ufpr.br), antes do início das inscrições, o Guia do Candidato, que contem os cursos e as vagas ofertadas para o processo seletivo do ano letivo especificado, com a indicação das vagas de inclusão racial e social, e outras informações complementares, que sejam necessárias para a orientação do candidato quanto às inscrições, às provas e ao registro acadêmico. Das vagas oferecidas para os cursos, 20% são de inclusão racial, disponibilizadas para estudantes de cor preta ou parda que possuam fenótipos que os caracterizam na sociedade como pertencentes ao grupo racial negro. Das vagas oferecidas para os cursos, 20% são de inclusão social, disponibilizadas para estudantes que tenham realizado o ensino fundamental e médio exclusivamente em escola pública no Brasil, entendidas como tais àquelas mantidas pelo poder público. Ao inscrever-se, o candidato deverá optar por uma das três categorias de concorrência concorrência geral, de inclusão racial ou de inclusão social, mutuamente excludente. O candidato que desejar concorrer às vagas de inclusão racial,deverá assinalar essa opção no ato de inscrição, estando ciente de que, se aprovado, deverá fazer a autodeclaração de que é de cor preta ou parda e possui os traços fenotípicos que o caracterizam na sociedade como pertencente ao grupo racial negro, e que poderá ser submetido a entrevista com banca designada

3 3 pelo Reitor da UFPR, a qual decidirá se o candidato atende os requisitos ou não. O candidato oriundo de escola pública no Brasil que desejar concorrer às vagas de 20% destinadas, deverá assinalar essa opção no ato de inscrição, estando ciente de que, se aprovado, deverá comprovar que fez os estudos do ensino fundamental e médio em escola pública no Brasil. Devido às características do sistema de inclusão social, não serão aceitos nessa categoria candidatos que tenham estudado em escola particular, ainda que com bolsa de estudos integral, e candidatos que tenham estudado em escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais, que, nos termos do Art. 20 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n de 20/12/1996), são consideradas instituições privadas de ensino, ainda que a escola cursada pelo candidato seja mantida por convênio com o poder público. No ato da inscrição, o candidato manifestará se deseja ou não que o resultado da prova objetiva do Exame Nacional do Ensino Médio ENEM seja considerado como critério de desempate no processo de classificação. O candidato que optar pela inclusão do resultado da prova objetiva do ENEM deverá preencher a ficha de inscrição para o Processo Seletivo, no campo apropriado, com os dados solicitados da sua inscrição no ENEM. Caso o número informado não confira com o registro no MEC/INEP, essa opção será automaticamente desconsiderada. As Resoluções alencadas são encontradas na SOC: Gostaria de saber como funciona a Cota Social? R: Conforme a Resolução n.º 37/04 COUN, que estabelece as metas de inclusão racial e social na UFPR,alterada pela Resolução Nº 17/07-COUN, a Portaria Ministerial n.º 837 de 31/08/1990, o disposto na Lei n.º de 20/12/1996, a Resolução n.º 37/97 CEPE e demais resoluções/legislações complementares,o Núcleo de Concursos disponibiliza, na Internet (www.nc.ufpr.br), antes do início das inscrições, o Guia do Candidato, que contem os cursos e as vagas ofertadas para o processo seletivo do ano letivo especificado, com a indicação das vagas de inclusão racial e social, e outras informações complementares, que sejam necessárias para a orientação do candidato quanto às inscrições, às provas e ao registro acadêmico. Das vagas oferecidas para os cursos, 20% são de inclusão racial, disponibilizadas para estudantes de cor preta ou parda que possuam fenótipos que os caracterizam na sociedade como pertencentes ao grupo racial negro. Das vagas oferecidas para os cursos, 20% são de inclusão social, disponibilizadas para estudantes que tenham realizado o ensino fundamental e médio exclusivamente em escola pública no Brasil, entendidas como tais aquelas mantidas pelo poder público. Ao inscrever-se, o candidato deverá optar por uma das três categorias de concorrência concorrência geral, de inclusão racial ou de inclusão social, mutuamente excludentes. O candidato que desejar concorrer às vagas de inclusão racial,deverá assinalar essa opção no ato de inscrição, estando ciente de que, se aprovado,

4 4 deverá fazer a Auto-Declaração de que é de cor preta ou parda e possui os traços fenotípicos que o caracterizam na sociedade como pertencente ao grupo racial negro, e que poderá ser submetido a entrevista com banca designada pelo Reitor da UFPR, a qual decidirá se o candidato atende os requisitos ou não. O candidato oriundo de escola pública no Brasil que desejar concorrer às vagas de 20% destinadas, deverá assinalar essa opção no ato de inscrição, estando ciente de que, se aprovado, deverá comprovar que fez os estudos do ensino fundamental e médio em escola pública no Brasil. Devido às características do sistema de inclusão social, não serão aceitos nessa categoria candidatos que tenham estudado em escola particular, ainda que com bolsa de estudos integral, e candidatos que tenham estudado em escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais, que, nos termos do Art. 20 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n de 20/12/1996), são consideradas instituições privadas de ensino, ainda que a escola cursada pelo candidato seja mantida por convênio com o poder público. As Resoluções alencadas são encontradas na SOC:http://www.ufpr.br/soc/ Estudei o ensino fundamental em escola pública e o ensino médio ganhei bolsa integral. Posso concorrer a cota social? R: O candidato oriundo de escola pública no Brasil que desejar concorrer às vagas de cota social deverá assinalar essa opção no ato de inscrição, estando ciente de que, se aprovado, deverá comprovar que cada uma das séries de seus estudos de ensino fundamental ou dos ensinos fundamental e médio, conforme o caso, foi cursada em escola pública no Brasil. Devido às características do sistema de inclusão social, não serão aceitos nessa categoria candidatos que tenham estudado em escola particular, ainda que com bolsa de estudos integral, e candidatos que tenham estudado em escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais, que, nos termos do art. 20 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n.º de 20/12/1996), são consideradas instituições privadas de ensino, ainda que a escola cursada pelo candidato seja mantida por convênio com o poder público. Estudei o ensino fundamental em escola pública e parte do ensino médio em escola pública. O último ano do ensino médio fiz em escola particular, pois ganhei bolsa integral. Quero saber se posso concorrer a cota social? R: Devido às características do sistema de inclusão social, não serão aceitos nessa categoria candidatos que tenham estudado em escola particular, ainda

5 5 que com bolsa de estudos integral, e candidatos que tenham estudado em escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais, que, nos termos do art. 20 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n.º de 20/12/1996), são consideradas instituições privadas de ensino, ainda que a escola cursada pelo candidato seja mantida por convênio com o poder público. Sempre estudei em escola pública, tanto no fundamental quanto no ensino médio, mas consegui uma bolsa integral em uma faculdade. Queria saber o seguinte; Se cursasse a faculdade particular somente este ano (bolsa integral), eu poderia ainda concorrer o vestibular com cotas sociais para ingresso no vestibular? R: A vaga para cota social versa: deverá comprovar que cada uma das séries de seus estudos de ensino fundamental ou dos ensinos fundamental e médio, conforme o caso, foi cursada em escola pública no Brasil. Devido às características do sistema de inclusão social, não serão aceitos nessa categoria candidatos que tenham estudado em escola particular, ainda que com bolsa de estudos integral, e candidatos que tenham estudado em escolas comunitárias, filantrópicas ou confessionais, que, nos termos do art. 20 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n.º de 20/12/1996), são consideradas instituições privadas de ensino, ainda que a escola cursada pelo candidato seja mantida por convênio com o poder público. Portanto, você poderá concorrer se preencher os requisitos necessários, os quais abrangem o ensino médio e fundamental. A UFPR tem vestibular de inverno? R: A UFPR aplica processo seletivo (vestibular) em seus três campos: Campus Palotina e Campus Curitiba (realização provável nos dois últimos meses do ano), Escola Técnica (realização provável entre julho/agosto) Campus Litoral (realização provável entre maio/junho). Pedimos que você, sempre que possível, entre na página do Núcleo de Concursos- NC (www.nc.ufpr.br), onde poderá se interar das datas dos vestibulares que a UFPR aplica. Outrossim, querendo entrar em contato com o NC, o endereço é: Setor de Ciências Agrárias- Telefone: (41) Rua dos Funcionários, Juvevê - Curitiba - PR CEP:

6 6 Como ingressar como Aluno da Ufpr? R: O ingresso como aluno na UFPR se dá : 1) Nos cursos de Graduação: através de duas modalidades: 1.1. Vestibular - anualmente a UFPR realiza seu Processo Seletivo(vestibular) para candidatos a uma vaga nos cursos de graduação. Normalmente as inscrições para o vestibular são abertas em agosto e as provas realizadas em dezembro. Mais informações sobre o Processo Seletivo acesse o site do Núcleo de Concursos( ), unidade responsável pelos Processos Seletivos realizados pela UFPR PROVAR Processo de Ocupação de Vagas Remanescentes é uma seleção anual da UFPR para preencher as vagas remanescentes em seus cursos. Vagas remanescentes são resultantes do cancelamento do registro acadêmico de alunos em cursos de graduação e técnico profissionalizante na UFPR. São vagas ofertadas no Vestibular ou no Teste Seletivo e que ficam ociosas. É organizado em 5 Etapas. O PROVAR atende os alunos da própria UFPR com troca de turno e habilitação; alunos de outras instituições; e exalunos da UFPR que queiram voltar para seus cursos ou mesmo aqueles profissionais que queiram fazer outro curso de graduação. Mais informações podem ser no site do Provar : 2) Nos Cursos de Pós-Graduação: através da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação-PRPPG, a UFPR oferece cursos de Especialização, Mestrado, Doutorado, Pós-Doutorado e Residência Médica, para quem busca aprofundar seus conhecimentos ou melhorar sua formação acadêmica. A seleção para os cursos ofertados, em qualquer uma das modalidades de pós-graduação, é feita pelas coordenações dos cursos. Para mais informações acesse o site da PRPPG: 3) Ensino Médio e Profissionalizante: através da Escola Técnica da UFPR: que oferece o curso regular do Ensino Médio, cursos profissionalizantes, cursos superiores em tecnologia, Pós-Graduação em Bioinformática, cursos técnicos em parceria com entidades específicas. A seleção para os cursos regulares da Escola Técnica segue os mesmo procedimentos do Vestibular, com inscrição e provas seletivas. Os cursos específicos seguem seleção determinada pelo convênio que o determina. Mais informações no site: Esse ano vou prestar vestibular, e tenho muito interesse em conhecer alguns cursos. Como posso receber informações tais como:quais cursos há na UFPR. Número de vagas, concorrência, datas da inscrição do vestibular, etc.

7 7 R : Para saber sobre o Processo Seletivo(vestibular) acesse a página do Núcleo de Concursos: que fornece informações sobre os vestibulares anteriores e outros assuntos ligados a este tema. Para saber sobre os cursos que a UFPR oferece acesse a página da Pró- Reitoria de Graduação- PROGRAD(www.progad.ufpr.br). No lado esquerdo da página há um link:cursos(ordem alfabética), clique nele e abrirá uma nova página com o rol dos cursos da UFPR. Clicando sobre o nome do curso abrirá a página do mesmo. Gostaria de ter conhecimento sobre a média de alunos por vaga do vestibular de 2007, para o curso tal, pois não consegui obter essa informação no site! R: Acesse a página do Núcleo de Concursos> Estando nela clique no link Processo Seletivo ano tal. Abrirá uma nova página que traz toda informação sobre o vestibular, do edital do Processo Seletivo até a Classificação. Tenho dúvidas e questões sobre o vestibular, onde eu posso solucionálas? R: O Núcleo de Concursos(www.nc.ufpr.br) disponibiliza ao candidato o Edital de Abertura do Processo Seletivo ( vestibular) e o Guia do Candidato. Estes dois documentos abarcam os procedimentos e informações úteis e necessárias ao vestibulando sobre o Processo Seletivo, por isso a leitura atenta dos mesmos é de vital importância. Não deixe de ler o guia do candidato. Se após ler o Edital do Processo Seletivo e o Guia do Candidato ainda restar alguma dúvida, ligue para o Núcleo de concursos: Telefones: (0xx 41) ; ; Como eu posso ser transferido para a UFPR? R: Para alunos de outras instituições, públicas ou particulares, de qualquer parte do País, as transferências (dependentes de vaga) para esta UFPR se dão pelo PROVAR. Acesse o endereço: você achará todas as informações sobre o PROVAR - Processo de Ocupação de Vagas Remanescentes. Nesta página há o menu com as explicações e informações necessárias sobre como, de que modo e quando se pode candidatar à transferência de ocupação de vaga em um curso da Universidade Federal do Paraná.

8 8 Pretendo prestar vestibular na UFPR, em sendo aprovado,como moro longe e com dificuldade de meus pais viajarem para Curitiba; quais as formas de fazer matrícula na universidade? R: Você deverá aguardar o Edital e o Guia do Candidato do Processo Seletivo do ano para o qual você fará sua inscrição, nestes documentos constarão todas essas informações. Os mesmos poderão ser acessados no site do Núcleo de Concursos : - O que é o Núcleo de Concursos? Que informações posso receber dele? R: O Núcleo de concursos é uma unidade ligada a Pró-Reitoria de Graduação- PROGRAD, que tem a competência de executar os concursos e vestibulares realizados pela UFPR. As informações versam, entre tantas sobre: dados de concursos que estão ou que já foram feitos pelo NC como data da prova; onde há hotel mais próximo; como se faz para tirar o ensalamento; se há outros concursos previstos; provas anteriores para consulta; etc Sobre o vestibular: quando se darão as inscrições para o vestibular (data); como é o processo seletivo; consultas de provas anteriores; vestibulando não é de Curitiba e quer informação sobre o local da prova (como chegar, o tempo que leva para ir de um local para o local da prova,etc);qual o percentual de candidato/vaga; como faz para tirar a segunda via do ensalamento; como faz para imprimir o ensalamento, etc.. REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA Como faço para revalidar meu diploma? A revalidação de diploma se dá através de um processo denominado Revalidação de Diploma (extraído da Resolução 10/87 CEPE). O Candidato em posse dos documentos abaixo entrará com o pedido para abertura do processo de revalidação e/ou registro de diploma ou certificado estrangeiro de graduação no DRG-Divisão de Registro Geral na Universidade Federal do Paraná, sito a Praça Santos Andrade, s/n Centro Curitiba-PR. Telefone - (41): Fax: São os seguintes documentos a serem apresentados ao DRG : a) diploma ou certificado; b) prova do currículo cumprido pelo candidato, com especificação das disciplinas e duração do curso, carga horária de cada disciplina, graus, conceitos de aprovação ou comprovação de créditos obtidos em cada disciplina; c) programa completo do curso a ser revalidado ou registrado.

9 9 d) comprovante do curso de nível médio, se o título a ser revalidado ou registrado for de graduação; g) registro de nascimento ou casamento; h) "curriculum vitae"; i) documento de identidade (carteira de identidade para estrangeiro ou cédula de identidade, em se tratando de brasileiro); j) certificado de naturalização (quando for o caso); l) comprovante de recolhimento da taxa de revalidação e/ou registro, conforme o estabelecido pelo Conselho de Administração. 1º - Os documentos exigidos deverão ser apresentados em fotocópia autenticada, exigindo-se o original do diploma no final do processamento. O diploma ou certificado e a documentação que deverá ser entregue junto com o diploma, deverão ser autenticados em Consulado Brasileiro, com sede no país onde funcionar o estabelecimento de ensino superior que os expediu. CONCURSOS/INGRESSO NA UFPR Como faço para ser professor da UFPR? R: O ingresso para se tornar professor desta Universidade dá-se através de concursos públicos, autorizados pelo Governo Federal. A responsabilidade de execução destes concursos cabe a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas- PROGEPE, que tem a atribuição de abrir o edital, convocação para o processo seletivo e nomeação do candidato aprovado. Para saber se há concurso em andamento acesse: (Campus Curitiba); (Campus Litoral); (Campus Palotina). Ingressei no último vestibular da UFFR, mas já havia cursado três semestres em outra universidade. Gostaria de saber se posso aproveitar as matérias que cursei e que são iguais a que estão na grade curricular do curso atual que faço na UFPR. Como devo proceder e para onde enviar meu histórico para aproveitar as matérias já cursadas? É possível já adiantar algumas do próximo semestre? R: A Pró-Reitoria de Graduação explica no Manual do Aluno como o estudante deve proceder para pedir Equivalência de Disciplina. Havendo em sua grade curricular aprovação em alguma disciplina com conteúdo programático idêntico ou semelhante à disciplina existente no currículo de seu curso atual, você poderá pedir equivalência de disciplinas no Núcleo de Assuntos Acadêmicos - NAA. A disciplina pode ter sido cursada na UFPR ou em outra Instituição de Ensino Superior. Fique atento aos prazos previstos no calendário acadêmico(www.ufpr.br/soc), para que sua solicitação seja efetuada em tempo hábil!

10 10 O estudante que comprovar excepcional aproveitamento e domínio de conhecimento de conteúdos pode solicitar adiantamento de disciplinas.isso acontece mediante a aprovação em exames realizados sob a responsabilidade do Colegiado do Curso. Como faço para fazer disciplinas isoladas por 1 período na UFPR? R:: Pessoas não integrantes do corpo discente regular da UFPR com Ensino Médio concluído, poderão cursar Disciplinas Isoladas, sem exigência de realização do processo seletivo.a matrícula em disciplina isolada é feita no NAA, nos prazos do Calendário Escolar, com o comprovante de conclusão de Ensino Médio. A cada período, o interessado, pode fazer até 3 disciplinas e após concluí-las, recebe um certificado comprobatório destes estudos isolados. Cabe ao Departamento da disciplina, que você tem interesse em fazer, decidir se aceita a matrícula ou não. Cursar disciplinas isoladas não dá direito a diploma. O aluno após terminar a matéria receberá um certificado onde constará a nota de aprovação e a freguência. O que é o PROVAR? R: O PROVAR é um processo para ocupação das vagas remanescentes ( vagas que sobram em decorrência de desistência, transferência, etc). Atualmente é realizado em 5 etapas a saber: I.Primeira etapa:destinada exclusivamente aos alunos de graduação da UFPR que desejem mudança de turno no mesmo curso ou mudança de habilitação no mesmo curso. II.Segunda etapa:destinada exclusivamente aos alunos de graduação e de cursos técnicos da UFPR que desejem mudança de campus no mesmo curso, considerando o escore do vestibular,ou reopção de curso, considerando o escore do vestibular. III.Terceira etapa: Alunos de outras Instituições de Ensino Superior ou de outras Instituições Ensino Profissionalizante (particulares ou públicas, do Brasil e do mundo) podem se transferir no mesmo curso ou curso aceito dos diversos campi da UFPR ou da ETUFPR, mediante realização de provas baseadas em programas de conteúdos e análise de documentação acadêmica. IV.Quarta etapa:destinada exclusivamente aos alunos de graduação e de cursos técnicos da UFPR que desejem mudança de campus no mesmo curso ou reopção de curso sem considerar o escore do vestibular; V.Quinta etapa:destinada à reintegração de ex-alunos de graduação e de cursos técnicos da UFPR,complementação de estudos ou aproveitamento de curso superior.

11 11 Reintegração de ex-alunos:- para alunos que se evadiram de curso de graduação da UFPR e desejam retornar ao mesmo curso; Complementação de estudos: - para graduados que desejam fazer nova habilitação no curso do qual possuam diploma; Aproveitamento de Curso Superior, para graduados que desejam fazer outro curso superior Cursos Técnicos Profissionalizantes Reintegração de ex-alunos:- para alunos que se evadiram de curso técnico profissionalizante da UFPR e desejam retornar ao mesmo curso; Complementação de estudos: - para graduados ou estudantes (com ou sem vínculo) em curso de graduação que desejam complementar estudo em curso técnico profissionalizante; ou, para portadores de certificados de qualificação profissional que desejam obter habilitação em curso técnico profissionalizante; ou, para trabalhadores portadores de certificados e capacitação profissional ou com competência técnica profissional adquirida em serviço que desejam complementar estudo em curso técnico profissionalizante, Aproveitamento de Curso: - para formados em curso técnico profissionalizante que desejam fazer outro curso técnico profissionalizante. Para saber sobre as Resoluções vigentes sobre o PROVAR acesse :http//www.ufpr.br/soc Clique sobre:resoluções Vigentes ou vá até o campo de busca e digite PROVAR Informações adicionais poderão ser obtidas através da internet,no próprio site do provar: http//www.provar.ufpr.br CURSOS Gostaria de saber se há o curso de Biologia Marinha e gostaria de saber se a UFPR tem Campus no litoral? R: Não há curso de graduação específico de Biologia Marinha, mas o curso de Zoologia oferta a disciplina de Biologia Marinha. Acesse o site:www.cem.ufpr.br, Esta página fornece todas as informações sobre o Centro de Estudos do Mar-CEM que abriga dois cursos superiores: Curso de Graduação em Oceanografia (CGO), com duração de 5 anos, e o Curso Tecnológico em Aqüicultura (CTA), com duração de 3 anos. O endereço é: CENTRO DE ESTUDOS DO MAR CEM - UFPR Avenida Beira-mar s/n Caixa Postal/P.O.Box CEP: Pontal do Sul

12 12 Pontal do Paraná - PR - BRASIL Fone: (0**41) Fax: (0**41) Gostaria de saber mais sobre os cursos de graduação, considerações dos professores ou alunos; sei que com isso eu poderia decidir qual o curso que quero fazer. R: Você poderá sanar suas dúvidas mandando um para o Departamento do curso que deseja conhecer ou vá pessoalmente conversar na Coordenação do Curso. Para saber sobre a localização e telefone do curso, clique em que é o site da Pró-Reitoria de Graduação- Prograd. Estando no site da Prograd, do lado direito da tela, há os links: Cursos (ordem alfabética); Cursos (por setor), clicando no link abrirá uma nova tela que traz todos os cursos de graduação que a UFPR oferta.. Para quem concluiu todas as disciplinas do curso, quais os procedimentos (quando, como, onde) para a colação de grau com o Reitor (não fará formatura com os outros formandos)? R: A Coordenação de seu curso, por competência, é que poderá lhe fornecer todas as informações necessárias para a sua Colação de Grau, pois cabe a ela marcar o dia, enviar os processos individuais dos alunos para a Unidade de Registro de Diplomas, montar a Ata da entrega dos diplomas e comunicar os alunos do dia e horário para colação de grau no Gabinete do Reitor. O que quer dizer Setor de Exatas? O que tem nele? R: O Setor de Ciências Exatas é constituído por seis departamentos didáticos: Desenho, Estatística, Física, Informática, Matemática e Química. Além de oferta de disciplinas aos demais cursos de graduação da UFPR. Também é responsável pela formação de profissionais através dos cursos de graduação em Ciência da Computação, Estatística, Física, Matemática, Matemática Industrial e Química e de cursos de pós-graduação. Endereço: Edifício da Administração - 3º andar - Centro Politécnico - Jardim das Américas Curitiba - PR Fone: (41)

13 13 Qual a diferença entre licenciatura e bacharelado? E graduação tecnológica? R: Escolher entre uma carreira de licenciatura ou bacharelado é muito mais do que escolher apenas uma modalidade de curso de graduação. Trata-se de uma escolha que tem muito a ver com a vocação. A Licenciatura é para quem tem desejo de ensinar, por que ensina ao aluno, além das disciplinas inerentes ao curso escolhido, técnicas que o tornarão apto a transmitir o aprendizado, tornando-o um professor. No Bacharelado, a formação proporcionada ao aluno é voltada para o mercado de trabalho, o que o torna apto apenas a desenvolver uma atividade em determinada área de atuação. Durante os quatro anos de formação em licenciatura, o aluno aprende, entre outras coisas, fundamentos da política educacional, gerenciamento e avaliação do aprendizado. É um processo muito importante, pois é conhecendo esse conteúdo que o aluno irá descobrir se tem ou não vocação para o ensino. A licenciatura, assim como cursos de bacharelado, permite que o aluno continue a seqüência acadêmica, com especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Em geral, os cursos de licenciatura contemplam as disciplinas que são ensinadas na escola, mas isso não impede que o aluno parta para o bacharelado, em vez de seguir para a educação. A maior oferta de cursos de licenciatura é em conjunto com o bacharelado. Nesses cursos mistos, o aluno tanto pode escolher uma modalidade e cursar as matérias específicas dela como fazer as duas. Dá para o aluno fazer as duas coisas. O aluno ao optar por cursar as duas modalidades amplia o leque de possibilidade de escolha, acrescentado algo a mais em seu curriculum. Resumindo: Bacharelado Esses cursos conferem diploma de bacharel e/ou título específico da carreira (enfermeiro, por exemplo). Eles habilitam o profissional a exercer sua profissão na área que escolheu, ocupando funções relacionadas a essa área no mercado de trabalho. Muitas vezes, o bacharelado oferece variedade de habilitações, como é o caso de Comunicação Social do Centro Universitário São Camilo Espírito Santo, que habilita o futuro profissional em Jornalismo ou Publicidade e Propaganda. Licenciatura Os cursos de licenciatura são voltados para a formação de professores, que podem atuar no Ensino Fundamental e no Médio, em escolas das redes pública e privada. A formação se dá dentro de uma área específica

14 14 (Matemática, Letras ou História, por exemplo), assim como no bacharelado. A diferença é que, além das disciplinas dessa área, o aluno de licenciatura cursa disciplinas voltadas para a formação pedagógica, ou seja, aprende a ser professor. Graduação tecnológica Os cursos superiores tecnológicos se diferenciam dos bacharelados e das licenciaturas por duas razões fundamentais: menor duração e formação específica. Enquanto as outras duas modalidades de cursos superiores duram, em média, quatro anos, a média dos tecnológicos é de dois anos. Isso significa menos desgaste, investimento menor e acesso mais rápido ao mercado de trabalho. Além disso, a graduação tecnológica não tem a abrangência do bacharelado tradicional, formando profissionais para executar funções bastante específicas no mercado. Esse perfil de formação superior surgiu e ganhou força na área de informática. A aceitação dos profissionais formados pelo mercado foi tamanha que a experiência hoje se estende a diversos outros ramos do conhecimento. Gostaria de saber mais sobre o curso de publicidade propaganda. R: O ramo de Publicidade e Propaganda é uma das habilitações ofertadas pelo Curso de Comunicação Social, tem a duração mínima de quatro anos e com oferta de vagas no vestibular, no numero de 30(trinta). Há predominância da oferta das disciplinas no período matutino, com aulas também no período noturno e o aluno tem que cumprir estágio obrigatório. O Guia de Profissões da UFPR, elaborado pela Assessoria de Comunicação Social, nos fornece as seguintes informações sobre Publicidade e Propaganda: A Publicidade movimenta a economia com a divulgação de produtos e serviços. O crescimento do número de empresas, indústrias e organizações não governamentais ampliam o mercado de trabalho para os publicitários. Para produzir campanhas eficientes, o profissional de publicidade propaganda deve possuir um espírito arrojado, conviver com diversas classes sociais e estilo de vida, ser curioso e ler muito. A principal característica do publicitário é a criatividade e para isso é preciso manter-se atualizado, cultivar hábitos de leitura e freqüentar ambientes onde haja efervescência e diversidade cultural. Bom gosto, habilidade com números e linguagem adequada à profissão também são qualidades desejadas, A tudo isso dever ser somado o espírito de equipe, liderança e uma boa dose de adrenalina pra os momentos de tensão. Outras habilidades, como a fluência em inglês e aptidão pra o uso de programas específicos de i informática, podem ajudar muito no cotidiano da profissão e durante o curso. O currículo de Publicidade e Propaganda contém disciplinas teóricas e práticas, os dois primeiros anos dão dedicados, principalmente, á fundamentação científica da Comunicação e os restantes tem enforque mais prático com disciplinas voltadas ao dia a dia do profissional. As que são matérias especificas ao curso abordam, entre outros temas, criação, redação publicitária, produção em rádio e televisão, planejamento e campanha, psicologia do consumidor atendimento e marketing.

15 15 MERCADO DE TRABAHO: O Profissional de Publicidade e Propaganda pode trabalhar em agências, em diversas funções que interagem entre si como atendimento, criação, redação, produção e planejamento com consultoria; em departamentos de marketing de empresas e meios de comunicação; em sua própria empresa; em departamentos de marketing do setor Público; em produtoras de vídeo e de áudio; em gráficas; estudos de fotografia; na internet com o comércio eletrônico, o qual tem registrado crescimento. MITOS E VERDADES 1- O publicitário não vive em festas e cercado de gente bonita. 2- È um executivo de negócios da propaganda. Tem de ser um profissional organizado, cooperativo e informado. 3- O curso da UFPR oferece intra-estrutura adequada. Onde há cursinho gratuito? R: Acesse a página:www.emacao.org.br, é um cursinho gratuito que objetiva atentar pessoas com fragilidade sócio-econômica. O endereço é: Voluntários da Pátria, 475-6º andar, conj.607. Telefone: / Atendimento das 13h as 18h. Curitiba - Paraná Gostaria de saber a relação de candidatos por vaga nos cursos. R: Acesse a página do Núcleo de Concursos - NC: nela clique sobre o último PROCESSO SELETIVO. Abrirá uma página onde você verá a lista de candidatos por vaga. Gostaria de saber sobre o Setor de Ciências Biológicas R: O setor de Ciências Biológicas está localizado no campus do Centro Politécnico. Sua estrutura organizacional congrega 10 departamentos: Anatomia, Biologia Celular, Bioquímica, Botânica, Educação Física, Farmacologia, Genética, Patologia Básica e Zoologia. Funcionando como base de apoio para as atividades desenvolvidas pelos Departamentos, mantém outras atividades subordinadas: Biotécnico, Centro de Microscopia Eletrônica e o Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa em Animais Peçonhentos (LIPAPE), o Laboratório Setorial de Macroinformática, a Unidade de Vídeo Ensino e o Museu

16 16 de Ciência Naturais. A eleição para diretor e vice acontece de quatro em quatro anos. O endereço é: Centro Politécnico Jardim das Américas Caixa Postal CEP Curitiba PR, caso você queira fazer uma visita para conhecer as dependências e ter uma contato com seus alunos e/ou professores. O telefone é: (041) / Fax (041) ; Gostaria de saber sobre Cursos de Pós-Graduação R: A UFPR, por meio da sua Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação oferece cursos de especialização, mestrado, doutorado, pós-doutorado e residência médica para quem busca aprofundar seus conhecimentos e buscar uma melhor formação acadêmica. A seleção para os cursos ofertados em qualquer uma destas modalidades é feita pelas coordenações de cursos e mais informações podem ser obtidas na página da PRPPG: Quais os cursos oferecidos pela UFPR? R: Para ver os cursos de graduação que a UFPR Campus Curitiba oferece:acesse a página da Pró-Reitoria de Graduação e Ensino Profissionalizante-PROGRAD: estando nela vá até o fim da página e você verá o tema: CURSOS UFPR,abaixo dele há o link "POR NOME",clique nele e os cursos desta Instituição, aqui em Curitiba, estarão alencados. 2) Para ver os cursos de graduação que a UFPR Campus Litoral oferece:acesse a página: 3)Para ver os cursos de graduação que a UFPR Campus Palotina oferece: Acesse a página: 4)Para ver os cursos de graduação que o Setor de Educação Profissional de Tecnológica da UFPR, antiga Escola Técnica da UFPR oferece: Acesse a página: 5)Para ver os cursos de graduação que a UFPR oferece Centro de Estudos do Mar :Acesse a página:www.cem.ufpr.br

17 17 Gostaria de informações a respeito das avaliações feitas pelos docentes da UFPR no nível de graduação, e se existe algum estatuto que diga exatamente o que é norma da universidade. R: A Resolução 37/97 trata das normas relativas às atividades docentes e discentes desta Instituição. Quando a avaliação: o aluno tem o direito que o professor explique, no início das aulas, os critérios de avaliação de sua disciplina. Os resultados finais das avaliações das disciplinas são dados em notas de 0(zero) a 100(cem).Para ser aprovado, você dever ter freqüência mínima de 75%(setenta e cinco por cento) nas aulas e obter, no mínimo, 70(setenta) como média aritmética em todas as avaliações. Caso não atinja a média 70(setenta), você poderá fazer o exame final, desde que tenha freqüência mínima de 75%(setenta e cinco por cento). O aluno passará no exame final se conseguir obter 50(cinqüenta) na média aritmética entre o exame final e a média da avaliação da disciplina. Nas disciplinas anuais ainda existe a segunda avaliação final, que deverá ser feita nas datas previstas no calendário escolar estipulado pelo CEPE. As condições para essa segunda avaliação final são as mesmas do exame final. Ou seja, para ser aprovado você deverá alcançar 50(cinqüenta) na média entre a nota da segunda avaliação final e a média das avaliações feitas. A nota do exame final não entre nesta média da segunda avaliação final, ela é nula. Queria saber se para ser programador se faz Ciência da Computação ou Sistema de Informação? R: Como para qualquer pergunta difícil, a resposta não é simples e Depende essencialmente do que se entenda por "programação" e por "ser programador".por exemplo, para escrever o código em páginas web (simples), basta Um curso de nível médio. Para escrever os "scripts" em páginas web que implementam os Formulários com consultas a bases de dados, é necessária uma educação mais formal em programação, e possivelmente um curso como o de Tecnólogo em Informática seja suficiente. Para escrever o código de sistemas administrativos e de consultas a Bancos de dados, a base em programação oferecida por um curso de Sistemas de Informação deve ser suficiente. Para projetar e escrever o código de partes críticas de um sistema operacional, ou o sistema gerenciador de um banco de dados, é necessário ter conhecimentos de Matemática e de Teoria da Computação, além da programação, que são básicos em um bom curso de Ciência da Computação. Note que a profissão não é regulamentada e, portanto qualquer pessoa, com habilidade, pode desempenhar, qualquer das funções nos exemplos acima.

18 18 Gostaria de saber como funciona a escolha de disciplinas optativas corretamente. Posso escolher qualquer disciplina, até mesmo de outro curso para cumprir a carga horária de optativas que meu curso requer?durante a mudança de currículo do meu curso, acabei cursando uma disciplina que não entrou no plano de adaptação. Posso pedir que ela seja incluída como disciplina optativa? R: A Resolução em seu artigo de nº 47 determina que cabe ao Departamento do Curso ofertar as disciplinas, quer sejam as obrigatórias, quer sejam as optativas e o artigo nº 48, em seus incisos "a" e "d", relata que é de responsabilidade do Coordenador do Curso fixar lista de oferta de disciplina, propiciar informações sobre o plano curricular e orientar o plano de estudo do aluno, particularmente durante o processamento da matrícula. Portanto, você deve se reportar à Coordenação de seu curso e pedir informações sobre as optativas atinentes a sua formação profissional. Gostaria de saber qual o conceito do MEC para meu curso. R: Acesse o site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira INEP( estando nele você verá na página principal: um link para acessar a página que divulga o resultado de todas as IFES do País e os respectivos cursos. Posso cursar mais de um curso na Universidade Federal do Paraná? R: A UFPR tem como identificação do aluno, na instituição, o registro acadêmico, o qual tem por objeto identificar a vaga ocupada, portanto, não é possível o aluno cursar mais de um curso na UFPR, mesmo que seja em contra turno, pois o sistema reconheceria como duplicidade o nome e não aceitaria. Você pode sim, fazer, com a mesma matrícula, disciplinas isoladas, as quais conferem certificado e após ter feito todas do curso, fazer o provar, na 5ª Etapa Reintegração de Ex-Aluno, Complementação de Estudos e Aproveitamento de Curso Superior, ou tentar o vestibular e depois pedir equivalência de disciplinas. Qual é o procedimento e os documentos necessários para o Trancamento do Curso? R: Com o trancamento de curso, o aluno pode interromper o seu estudo por até dois semestres. Nos cursos anuais, os dois semestres têm de estar inseridos no mesmo ano letivo. O trancamento é feito pelo estudante ou seu representante legal, dentro dos prazos previstos no calendário escolar. Para tanto, é necessário que o aluno tenha cursado pelo menos um crédito em disciplina obrigatória ou optativa do seu curso na UFPR, sob o seu atual registro. O pedido deverá ser feito no NAA, com a devida ciência prévia da Coordenação de seu curso,

19 19 Se for necessário um segundo trancamento de curso, o aluno deverá solicitá-lo nos prazo previsto no calendário escolar, com o seu comprovante de matrícula. Nesta situação, o Colegiado do curso é o responsável pela decisão de trancamento, mediante análise da justificativa apresentada pelo estudante. O terceiro e último pedido de trancamento também têm que ser aprovado pelo Colegiado do Curso, em situações excepcionais. O trancamento da matrícula não será considerado para contagem do tempo que o aluno tem para cumprir o currículo. Enquanto aguarda a resposta sobre o processo de trancamento, ele deverá continuar a freqüentar as aulas. O DESTRANCAMANTO: Caso você decida voltar antes do prazo findo do trancamento, deve no período previsto no calendário escolar, efetuar a matrícula em disciplinas para o período seguinte. CUIDADO: Caso você não solicite o trancamento do curso ou não faça a matrícula fica caracterizado abandono de curso. O seu registro acadêmico é cancelado e você perde a vaga. Por ocasião de seu retorno do trancamento, você deve matricular-se formalmente, para não caracterizar abandono de curso. A Resolução 37/97-CEPE, trata das normas acadêmicas da UFPR. Em especial atenção veja o Capítulo VII que trata do Trancamento. Necessito de uma informação em relação ao processo de reconhecimento de curso. R: Os processos de reconhecimento de curso superior e avaliação são processados pelo MEC, através do INEP em conjunto com a SESU- Secretaria de Ensino Superior. Como e quais documento são necessários e quanto tempo é preciso, acesse a página do INEP: Endereço: Inep/MEC - Esplanada dos Ministérios, Bloco L - Anexos I e II, 4º andar - CEP: Brasília - DF, Brasil Gostaria de assistir aula como, como ouvinte, sem necessidade de diploma, apenas para meu conhecimento. R: Segundo o artigo 25 da Resolução 37/97 do CEPE, Parágrafo Único: - É vedada a figura do aluno ouvinte.

20 20 Isto quer dizer que somente pessoas efetivamente matriculadas da UFPR, integrantes do corpo Discente, podem cursar disciplinas de forma regular. Contudo, a mesma Resolução, em seu artigo nº 26, dá abertura para que a comunidade (pessoas não integrantes do corpo discente regular da UFPR) possa fazer disciplinas na forma de DISCIPLINAS ISOLADAS, sem exigência de classificação em processo de seleção e admissão (vestibular), como forma de complementar e/ou atualizar conhecimentos. A pessoa interessada deverá ser portadora, no mínimo, de certificado de conclusão de ensino médio, podendo cursar até 3(três) disciplinas isoladas, simultaneamente, em cada período letivo, desde que autorizado pelo Departamento responsável pelas disciplinas. Portanto, você deverá dirigir-se ao departamento do curso onde há as disciplinas que você almeja cursar e assim se interar da possibilidade de vir a cursá-las. O que é a modalidade disciplina isolada? R: Conforme o art. 26 da Resolução nº37/97, pessoas que não integram o corpo discente regular da UFPR com Ensino Médio concluído, poderão cursar Disciplinas Isoladas,isto é, participar de aulas como aluno, sem exigência de realização do processo seletivo. A matrícula em disciplina isolada é feita no NAA, nos prazos do Calendário Escolar, com o comprovante de conclusão de Ensino Médio. A cada período, o interessado, pode fazer até 3 disciplinas e após concluí-las, recebe um certificado comprobatório destes estudos isolados. Cabe ao Departamento da disciplina que você tem interesse em fazer, decidir se aceita a matrícula ou não. A disciplina isolada não dá direito ao diploma, mas você recebe um certificado ao final dela, com nota de aprovação e freguência.. Qual é quantidade máxima de dependência de matéria que um aluno pode levar para outro semestre. O que ocorre se ele ultrapassar este limite, poderia ficar um semestre somente fazendo as DPs? R: Segundo ditames da Resolução 37/97-CEPE em seus artigos 42 e 43, o aluno não pode reprovar em mais de 03 disciplinas obrigatórias no mesmo período. Se isto acontecer, no período seguinte ele deve se matricular apenas nas disciplinas em que reprovou. Contudo,caso alguma(s) dessas disciplinas não seja(m) oferta(s), o aluno poderá, sob orientação do coordenador do curso, matricular-se em outra(s), em substituição. A coordenação do curso poderá, a seu critério, autorizar matrícula em outra(s) disciplina(s) nos casos em que haja perigo de jubilamento do aluno, computando-se todas as disciplinas que lhe resta a fazer.

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes 1 PROVA TRADICIONAL 1.1 Dos Períodos de Inscrição, Horários e Locais: O Processo Seletivo do Centro

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL - UDF EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL - UDF EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL - UDF EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 O Centro Universitário do Distrito Federal - UDF, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes 1 PROVA TRADICIONAL 1.1 Dos Períodos de Inscrição, Horários e Locais: O Processo Seletivo da Universidade Cidade

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO MÓDULO EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO MÓDULO EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO MÓDULO EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 O Centro Universitário Módulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo para ingresso no primeiro

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL 07/2012 - PROEN (Processo Seletivo de Vagas Ociosas para Ingresso nos Cursos de Graduação em 1º/2012) A UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, por intermédio da Pró- Reitoria de Ensino (PROEN), com base

Leia mais

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016

UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 UNIVERSIDADE CIDADE DE SÃO PAULO - UNICID EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 A Universidade Cidade de São Paulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL. TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL TERMO ADITIVO PROCESSO SELETIVO 2º/2015- Vagas Remanescentes 1 PROVA TRADICIONAL 1.1 Dos Períodos de Inscrição, Horários e Locais: O Processo Seletivo da Universidade Cruzeiro

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 A Centro Universitário do Distrito Federal, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover

Leia mais

EDITAL Nº 021/2015-PROGRAD. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no uso de suas atribuições, considerando:

EDITAL Nº 021/2015-PROGRAD. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, no uso de suas atribuições, considerando: EDITAL Nº 021/2015-PROGRAD ABERTURA DE INSCRIÇÕES PARA OCUPAÇÃO DE VAGAS REMANESCENTES PARA INGRESSO NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UNIOESTE, PARA O ANO LETIVO DE 2015. A Pró-Reitora de Graduação da Universidade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM O Universitário Módulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007,republicada

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007,republicada

Leia mais

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2016 A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo para ingresso no

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2014 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12/12/2007, resolve promover

Leia mais

Datas das Provas Vestibular Agendado A partir de 01/10/2015 - Horários disponíveis no site: vestibular.uninassau.edu.br

Datas das Provas Vestibular Agendado A partir de 01/10/2015 - Horários disponíveis no site: vestibular.uninassau.edu.br CENTRO UNIVERSITÁRIO MAURÍCIO DE NASSAU Credenciado PORTARIA Nº 701, DE 28 DE MAIO. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016.1 O Reitor do Centro Universitário Maurício de Nassau no uso de suas atribuições e com

Leia mais

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015

UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 UNIVERSIDADE CRUZEIRO DO SUL EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo para ingresso no

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL 2016-1

PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL 2016-1 PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL 2016-1 Dúvidas mais Frequentes 1. O que é Processo Seletivo ENEM? É o processo que oferece vagas aos candidatos que pretendem cursar a Faculdade a partir de Fevereiro/2016,

Leia mais

UNIVERSIDADE DE FRANCA EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015

UNIVERSIDADE DE FRANCA EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 UNIVERSIDADE DE FRANCA EDITAL PROCESSO SELETIVO 2015 A Universidade de Franca, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo para ingresso no primeiro e segundo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA A Universidade Cidade de São Paulo UNICID, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12/12/2007, republicada em

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIGRANRIO

REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ADMINISTRAÇÃO DA UNIGRANRIO UNIVERSIDADE DO GRANDE RIO Prof. José de Souza Herdy Reconhecida pela Portaria MEC 940/94 D.O.U. de 16 de Junho de 1994 PRÓ - REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA PROPEP REGIMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE

Leia mais

Regulamento do Programa de Estudos Pós-Graduados em EDUCAÇÃO: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO.

Regulamento do Programa de Estudos Pós-Graduados em EDUCAÇÃO: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO. Regulamento do Programa de Estudos Pós-Graduados em EDUCAÇÃO: PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO. 1- Objetivos do Programa Artigo 1º - São objetivos do Programa: I - capacitar pessoal em nível de Mestrado Acadêmico,

Leia mais

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br

Centro Universitário Unieuro vestibular@unieuro.com.br A Comissão de Acesso ao Ensino Superior informa que estão abertas as inscrições para o 1º semestre letivo de 2016, nas seguintes modalidades: 1º Processo Seletivo Agendado Edital 21/2015 (para novos alunos)

Leia mais

Regimento da Pós-Graduação Stricto Sensu

Regimento da Pós-Graduação Stricto Sensu Regimento da Pós-Graduação Stricto Sensu TÍTULO I Do Regimento da Pós-Graduação Stricto Sensu Capítulo I Das Disposições Preliminares Artigo 1º - O Regime de Pós-Graduação Stricto Sensu, nos níveis de

Leia mais

CLEINALDO DE ALMEIDA COSTA Presidente

CLEINALDO DE ALMEIDA COSTA Presidente UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº 68/2013 - CONSUNIV Unifica Ad Referendum procedimentos e aprova o processo seletivo para ocupação de vagas definidas no censo escolar

Leia mais

EDITAL Nº27/2012 PROE/UEMS, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012.

EDITAL Nº27/2012 PROE/UEMS, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012. EDITAL Nº27/2012 PROE/UEMS, DE 20 DE NOVEMBRO DE 2012. EDITAL DE INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E OCUPAÇÃO DAS VAGAS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UEMS PELO SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA (SiSU) PARA INGRESSO EM 2013 A

Leia mais

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011

Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 Edital Processo Seletivo - 2º semestre de 2011 O Instituto de Ensino Superior João Alfredo de Andrade, por sua Comissão Organizadora do Processo Seletivo, instituída em caráter permanente pela Portaria

Leia mais

EDITAL PRÓ-REITORIA PD Nº 01 DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 CAPÍTULO I DOS CURSOS

EDITAL PRÓ-REITORIA PD Nº 01 DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 CAPÍTULO I DOS CURSOS EDITAL PRÓ-REITORIA PD Nº 01 DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 Re-ratifica as disposições do Edital do Processo Seletivo 2015 publicado em dia 28 de fevereiro de 2014. A Presidente da Comissão Permanente de Processos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 O reitor em exercício da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR 2016.1 EDITAL

CONCURSO VESTIBULAR 2016.1 EDITAL CONCURSO VESTIBULAR 2016.1 EDITAL A REITORA do Centro Universitário de João Pessoa UNIPÊ faz saber, pelo presente EDITAL, que estão sendo abertas durante o período, de 15 de setembro de 2015 a 11 de março

Leia mais

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUCCAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 o Este Processo Seletivo tem

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 24/07/2014

Leia mais

Campus de São José do Rio Preto

Campus de São José do Rio Preto 1 Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas -. Edital 148/2014 - IBILCE Abertura de vagas para Transferência Interna - 2015 O Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas/UNESP,, torna público

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato PROVA AGENDADA O Universitário Módulo, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40, de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

EDITAL PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO 1. Abertura O Pró-Reitor Acadêmico da Universidade de Caxias do Sul, no uso de suas atribuições, torna públicas as condições que regem o encaminhamento

Leia mais

Edital do Processo Seletivo - 2015. 1.4. Aproveitamento de portadores de diploma de Curso Superior, devidamente registrado;

Edital do Processo Seletivo - 2015. 1.4. Aproveitamento de portadores de diploma de Curso Superior, devidamente registrado; Edital do Processo Seletivo - 2015 O Centro Universitário Geraldo Di Biase UGB, credenciado pela Portaria n 1.920, de 03 de junho de 2005, publicada no Diário Oficial da União Seção 1, página 11 de 06

Leia mais

UNIVERSIDADE DO AMAZÔNIA. Credenciado PORTARIA Nº 3.713, DE 11 DE DEEMBRO DE 2003. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016

UNIVERSIDADE DO AMAZÔNIA. Credenciado PORTARIA Nº 3.713, DE 11 DE DEEMBRO DE 2003. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 UNIVERSIDADE DO AMAZÔNIA Credenciado PORTARIA Nº 3.713, DE 11 DE DEEMBRO DE 2003. EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2016 Com sede Av. Alcindo Cacela, 287 - Belém / PA, Rod. BR 316, Km 3- Ananindeua / PA - Trav.

Leia mais

PORTARIA Prac Nº 011/2014

PORTARIA Prac Nº 011/2014 PORTARIA Prac Nº 011/2014 Dispõe sobre a destinação de vagas remanescentes e as normas e procedimentos a serem aplicados no 1º período letivo de 2015, exclusivamente para os casos de Transferência de outra

Leia mais

EDITAL 24 de 21 de setembro de 2011

EDITAL 24 de 21 de setembro de 2011 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL 24 de 21 de setembro de 2011 PROCESSO SELETIVO PARA REINGRESSO, TRANSFÊRENCIA INTERNA E EXTERNA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO

Leia mais

EDITAL Processo Seletivo 02/2015

EDITAL Processo Seletivo 02/2015 EDITAL Processo Seletivo 02/2015 O Diretor Geral da AJES, no uso de suas atribuições e demais disposições legais, aprova e torna público o presente edital contendo orientações quanto ao Processo Seletivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO E N E M EDITAL 2015-2

PROCESSO SELETIVO E N E M EDITAL 2015-2 PROCESSO SELETIVO ENEM EDITAL 2015-2 Dúvidas mais Frequentes 1. O que é Processo Seletivo ENEM? É o processo que oferece vagas aos candidatos que pretendem cursar a Faculdade a partir de agosto/2015, selecionados

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COMISSÃO DE PROCESSOS VESTIBULARES COMPROV EDITAL PRE Nº 021/2015 Processo Seletivo SiSU 2015.2 A Universidade Federal

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade Cruzeiro do Sul, atendendo a Portaria Normativa MEC n o Processo Seletivo para ingresso no 2º semestre

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO EXTRAVESTIBULAR 2015.2 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E DIPLOMADOS, MODALIDADE A DISTÂNCIA

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO EXTRAVESTIBULAR 2015.2 TRANSFERÊNCIA EXTERNA E DIPLOMADOS, MODALIDADE A DISTÂNCIA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS ACADÊMICOS EDITAL DO PROCESSO SELETIVO EXTRAVESTIBULAR 2015.2 A Diretoria de Gestão Acadêmica da Pró-Reitoria para

Leia mais

REITORIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO, em 26 de junho de 2015. Prof. Anísio Brasileiro de Freitas Dourado Reitor

REITORIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO, em 26 de junho de 2015. Prof. Anísio Brasileiro de Freitas Dourado Reitor O Magnífico Vice-Reitor da Universidade Federal de Pernambuco no uso das atribuições que lhe confere o artigo 33, alínea p do Estatuto da Universidade e, CONSIDERANDO - que a regulamentação do assunto

Leia mais

EDITAL PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO

EDITAL PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO EDITAL PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS EM CURSOS DE GRADUAÇÃO 1. Abertura O Pró-Reitor Acadêmico da Universidade de Caxias do Sul, no uso de suas atribuições, torna públicas as condições que regem o encaminhamento

Leia mais

EDITAL Nº 20/2015 DE PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS OFERTADOS PELA FACULDADE PAULUS DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FAPCOM

EDITAL Nº 20/2015 DE PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS OFERTADOS PELA FACULDADE PAULUS DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FAPCOM EDITAL Nº 20/2015 DE PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NOS CURSOS OFERTADOS PELA FACULDADE PAULUS DE TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO FAPCOM A Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação- FAPCOM, credenciada pela

Leia mais

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010

RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 Dispõe sobre as formas de ingresso e sobre o Processo Seletivo para admissão de alunos nos cursos de graduação, na Faculdade de Música do Espírito Santo Maurício de Oliveira. RESOLUÇÃO FAMES 09/2010 O

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos EDITAL Nº 09-C, DE 08 DE JANEIRO DE 2014, COMPLEMENTAR AO EDITAL N o 09, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2013, PARA OS CURSOS QUE EXIGEM CERTIFICAÇÃO EM HABILIDADES ESPECÍFICAS PROCESSO SELETIVO UFU EDIÇÃO 2014-1

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Participação - 1º edição de 2012

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Participação - 1º edição de 2012 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Participação - 1º edição de 2012 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior

Leia mais

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir:

3. Do Curso, Local, Tempo de Duração e Número de Vagas. As vagas disponíveis e a duração do curso estão listadas na tabela a seguir: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS CAMPUS OURO PRETO Rua Pandiá Calógeras, 898 Bairro Bauxita Ouro

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1ª edição de 2015 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015

HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015 HOSPITAL DA CRUZ VERMELHA BRASILEIRA FILIAL DO PARANÁ COMISSÃO DE RESIDÊNCIA MÉDICA COREME EDITAL Nº. 02/2015 CONCURSO DE SELEÇÃO PARA RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 A Comissão de Residência Médica do Hospital

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL RESOLUÇÃO CEPE-UEMS Nº 382, de 14 de agosto de 2003. Aprova as normas para a realização do processo seletivo de ingresso de candidatos às vagas aos cursos de graduação da UEMS, e revoga as Resoluções que

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL. Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 681, de 07/12/89. e publicada no D.O.U em 11/12/89, Seção I, p.22.

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL. Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 681, de 07/12/89. e publicada no D.O.U em 11/12/89, Seção I, p.22. UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 681, de 07/12/89 e publicada no D.O.U em 11/12/89, Seção I, p.22.684 EDITAL PARA INGRESSO EXTRAVESTIBULAR 1º Semestre/2016 O Reitor

Leia mais

EDITAL 03/2013 PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013

EDITAL 03/2013 PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 1 Centro Universitário Salesiano de São Paulo EDITAL 03/2013 PROCESSO SELETIVO DE INVERNO 2013 A Presidente da Comissão Mista Organizadora dos Processos Seletivos do Centro Universitário Salesiano de São,

Leia mais

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 001/2013 DRCA/UFAL CAMPUS MACEIÓ

EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 001/2013 DRCA/UFAL CAMPUS MACEIÓ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE REGISTRO E CONTROLE ACADÊMICO EDITAL DE TRANSFERÊNCIA Nº 001/2013 DRCA/UFAL CAMPUS MACEIÓ O Departamento

Leia mais

Faculdade Maurício de Nassau

Faculdade Maurício de Nassau Faculdade Maurício de Nassau EDITAL DO PROCESSO SELETIVO 2015.1 A Direção da Faculdade Maurício de Nassau de Manaus no uso de suas atribuições e com base nas disposições regimentais, no Dec. 99.490/90,

Leia mais

VESTIBULAR DE LICENCIATURA EM MÚSICA

VESTIBULAR DE LICENCIATURA EM MÚSICA 1. ABERTURA O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SERTÃO PERNAMBUCANO - IF SERTÃO-PE, no uso de suas atribuições legais, em conformidade com a Lei nº 9.394/96 (LDB), a Portaria

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SEGUNDO SEMESTRE DE 2015 O Diretor Acadêmico da Faculdade de Educação de Bom Despacho, em consonância com as Portarias Ministeriais que credenciam a Instituição,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM. Inscrição Entrega ENEM Resultado Matrícula NO ATO DA ENTREGA

PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM. Inscrição Entrega ENEM Resultado Matrícula NO ATO DA ENTREGA PROCESSO SELETIVO 2º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade de Franca, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40 de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM. Inscrição Entrega ENEM Resultado Matrícula NO ATO DA ENTREGA

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM. Inscrição Entrega ENEM Resultado Matrícula NO ATO DA ENTREGA PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2015 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade de Franca, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40 de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR DE VERÃO 2010

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR DE VERÃO 2010 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR DE VERÃO 2010 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº. 1.566, de 27 de maio

Leia mais

Matrículas 1º semestre letivo de 2014

Matrículas 1º semestre letivo de 2014 EDITAL 17/2013 PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Matrículas 1º semestre letivo de 2014 O UDF - Centro Universitário torna público o Edital de Matrícula dos Cursos de Graduação para o 1º semestre letivo de 2014, a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ REITORIA DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO PRÓ REITORIA DE ENSINO EDITAL 78/2013 (Processo Seletivo de Vagas Ociosas para Ingresso nos Cursos de Graduação no Primeiro Semestre Letivo de 2013) A UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO, por intermédio da Pró-Reitoria de Ensino

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 018 de 12 de maio de 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 018 de 12 de maio de 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 018 de 12 de maio de 2014 ABERTURA DE INSCRIÇÃO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS, NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO EAD DA UFSM NO SEGUNDO SEMESTRE

Leia mais

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS

REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS REGIMENTO DO SETOR REGISTROS ACADÊMICOS CAPÍTULO I - DISPOSIÇÕES INICIAIS DAS COMPETÊNCIAS Art. 1º O Setor de Registros Acadêmicos - SRA é o órgão que operacionaliza todas as atividades ligadas à vida

Leia mais

2.1. Serão distribuídas 15 vagas, válidas para o 1º semestre letivo de 2014, conforme o quadro abaixo:

2.1. Serão distribuídas 15 vagas, válidas para o 1º semestre letivo de 2014, conforme o quadro abaixo: MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TOCANTINS CAMPUS ARAGUATINS Pov. Santa Tereza, Km 05 Zona Rural Cep. 77950.000-Araguatins-TO

Leia mais

Processos Seletivos 2014 Graduação Presencial Edital de Vestibular de 02 de outubro de 2013

Processos Seletivos 2014 Graduação Presencial Edital de Vestibular de 02 de outubro de 2013 Processos Seletivos 2014 Graduação Presencial Edital de Vestibular de 02 de outubro de 2013 Aditamento nº 10 Define as normas específicas do Vestibular Seleção RN 2014.2 da graduação presencial (Aprovado

Leia mais

TRANSFERÊNCIAS 1 - NORMA GERAL 2 - CARACTERIZAÇÃO DE VAGAS

TRANSFERÊNCIAS 1 - NORMA GERAL 2 - CARACTERIZAÇÃO DE VAGAS 1 - NORMA GERAL 2 - CARACTERIZAÇÃO DE VAGAS 2.1 - REGULAMENTO DE CARACTERIZAÇÃO DE VAGAS PARA TRANSFERÊNCIAS NOS CURSOS SUPERIORES DE GRADUAÇÃO DA UEPG 3 - TRANSFERÊNCIAS INTERNAS DE TURNO 3.1 - REGULAMENTO

Leia mais

EDITAL Nº 1/2015 - PROCESSO SELETIVO 2016

EDITAL Nº 1/2015 - PROCESSO SELETIVO 2016 Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Mantida pela Instituição Cultural e Educacional de Ivaiporã ICEI Recredenciada pela Portaria MEC nº. 545 de 11/05/12 D.O.U. 14/05/12 EDITAL Nº 1/2015 - PROCESSO SELETIVO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM. Inscrição Entrega ENEM Resultado Matrícula NO ATO DA ENTREGA

PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM. Inscrição Entrega ENEM Resultado Matrícula NO ATO DA ENTREGA PROCESSO SELETIVO 1º Sem/2016 Graduação Presencial Manual do Candidato Ingresso Via ENEM A Universidade de Franca, atendendo a Portaria Normativa MEC n o 40 de 12.12.2007, resolve promover Processo Seletivo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 16/15/PROEN TRANSFERÊNCIA INTERINSTITUCIONAL E ADMISSÃO DE GRADUADOS 2016.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI PRÓ-REITORIA DE ENSINO EDITAL Nº 16/15/PROEN TRANSFERÊNCIA INTERINSTITUCIONAL E ADMISSÃO DE GRADUADOS 2016. EDITAL Nº 16/15/PROEN TRANSFERÊNCIA INTERINSTITUCIONAL E ADMISSÃO DE GRADUADOS 2016.1 A Pró-Reitoria de Ensino (PROEN) da Universidade Federal do Cariri (UFCA) faz saber que estão abertas no período de

Leia mais

PROCESSOS DE INGRESSO INVERNO/2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

PROCESSOS DE INGRESSO INVERNO/2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES PROCESSOS DE INGRESSO INVERNO/2015 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES A Universidade de Caxias do Sul (UCS) torna pública a abertura de inscrições e as condições que regem os Processos Seletivos para ingresso

Leia mais

REGULAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO

REGULAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO REGULAMENTOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1. Admissão aos Cursos 2. Matrícula Inicial 3. Matrícula em Disciplinas 4. Alteração de Matrícula em Disciplinas 5. Progressão nas Séries 6. Coeficiente de Rendimento

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Unificado de 2015 do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa IPEP

Edital de Processo Seletivo Unificado de 2015 do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa IPEP Edital de Processo Seletivo Unificado de 2015 do Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa IPEP O Diretor Geral do IPEP, Érico Rodrigues Bacelar, no uso de suas atribuições legais e regimentais e considerando

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL PROCESSO SELETIVO ESPECIAL PARA CANDIDATOS INDÍGENAS ALDEADOS OU REMANESCENTES DE COMUNIDADES QUILOMBOLAS

Leia mais

Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade

Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade Programa para a Inclusão dos Melhores Alunos da Escola Pública na Universidade Vestibular 2014 NÚMEROS DA UNESP Cidades: 24 Unidades: 34 Unidades Complementares: 7 Colégios Técnicos: 3 Carreiras: 69 CURSOS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA MESTRADO PROFISSIONAL EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM SAÚDE REGIMENTO INTERNO I DOS OBJETIVOS E DA ESTRUTURAÇÃO GERAL DO MESTRADO Art.

Leia mais

U N I V E R S I D A D E C A T Ó L I C A D E B R AS Í L I A P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E P E S Q U I S A P R PG P/ U C B

U N I V E R S I D A D E C A T Ó L I C A D E B R AS Í L I A P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E P E S Q U I S A P R PG P/ U C B U N I V E R S I D A D E C A T Ó L I C A D E B R AS Í L I A P R Ó - R E I T O R I A D E P Ó S - G R A D U A Ç Ã O E P E S Q U I S A P R PG P/ U C B REGULAMENTO GERAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO

Leia mais

- Cursos oferecidos: Agrárias: Agronomia Montes Claros Aquicultura Ciência de alimentos Medicina Veterinária Zootecnia Montes Claros

- Cursos oferecidos: Agrárias: Agronomia Montes Claros Aquicultura Ciência de alimentos Medicina Veterinária Zootecnia Montes Claros -Conceito no MEC: Pelo terceiro ano consecutivo, a UFMG obteve conceito máximo (5) no Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC), que mede a qualidade das universidades brasileiras, considerando os cursos

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO (cursos stricto sensu)

REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO (cursos stricto sensu) REGULAMENTO GERAL DA PÓS-GRADUAÇÃO (cursos stricto sensu) Título I INTRODUÇÃO GERAL Art. 1 O presente Regulamento se constitui, em conjunção com o Estatuto e o Regimento Geral da Universidade Federal do

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 31/2015

CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 31/2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO RITTER DOS REIS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 31/2015 O Reitor do Centro Universitário Ritter dos Reis, no uso de suas atribuições, informa que estarão abertas as inscrições, para

Leia mais

INSTITUTO SANTANENSE DE ENSINO SUPERIOR CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2014

INSTITUTO SANTANENSE DE ENSINO SUPERIOR CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2014 INSTITUTO SANTANENSE DE ENSINO SUPERIOR CENTRO UNIVERSITÁRIO SANT ANNA PROCESSO SELETIVO 2º SEMESTRE DE 2014 O Magnífico Reitor do Centro Universitário Sant Anna - UNISANT ANNA, Prof. Leonardo Placucci,

Leia mais

EDITAL Nº. 21/2015 PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR DE INVERNO-2015

EDITAL Nº. 21/2015 PROCESSO SELETIVO/VESTIBULAR DE INVERNO-2015 O Diretor Geral das Faculdades Integradas do Vale do Iguaçu, mantidas pela Unidade de Ensino Superior Vale do Iguaçu, no uso de suas atribuições regimentais e demais disposições legais, torna público o

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA - PPGEM

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA - PPGEM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA - PPGEM Regimento Interno do Curso de Mestrado Acadêmico em Engenharia Mecânica do Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica Este programa de Pós-Graduação

Leia mais

EDITAL Nº 64/2015 (REPUBLICADO EM 26.06.2015) TRANSFERÊNCIA (ORIUNDO DE OUTRA INSTITUIÇÃO) E INGRESSO EM NOVO CURSO (PORTADOR DE DIPLOMA DE 3º GRAU)

EDITAL Nº 64/2015 (REPUBLICADO EM 26.06.2015) TRANSFERÊNCIA (ORIUNDO DE OUTRA INSTITUIÇÃO) E INGRESSO EM NOVO CURSO (PORTADOR DE DIPLOMA DE 3º GRAU) EDITAL Nº 64/2015 (REPUBLICADO EM 26.06.2015) TRANSFERÊNCIA (ORIUNDO DE OUTRA INSTITUIÇÃO) E INGRESSO EM NOVO CURSO (PORTADOR DE DIPLOMA DE 3º GRAU) 2015/2 A UNIVERSIDADE VILA VELHA-ES, mantida pela SEDES/UVV-ES,

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.1A EDITAL Nº 0009 VERSÃO 3 SUMÁRIO 1. Da validade 3 2. Das inscrições 3 3. Das entrevistas, avaliação de currículo e de histórico escolar 3 4. Da classificação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL EDITAL DE ABERTURA DE VAGAS PARA PROFESSOR-MONITOR DO CURSINHO DA INCLUSÃO SOCIAL, N 2 DE 03 DE SETEMBRO DE 2012. A Coordenação do Projeto Cursinho

Leia mais

Edital do Vestibular 2016-1º Semestre

Edital do Vestibular 2016-1º Semestre Edital do Vestibular 2016-1º Semestre O Reitor do Centro Universitário da Fundação Educacional Inaciana Padre Saboia de Medeiros FEI torna pública a abertura do Processo Seletivo para o preenchimento das

Leia mais

Processos Seletivos 2016 Graduação Presencial Edital de Vestibular de 02 de setembro de 2015

Processos Seletivos 2016 Graduação Presencial Edital de Vestibular de 02 de setembro de 2015 Processos Seletivos 2016 Graduação Presencial Edital de Vestibular de 02 de setembro de 2015 Aditivo nº 6 Define as normas específicas do Vestibular TOP 2016.1 (Aprovado pela Resolução nº 074/2015, de

Leia mais

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 12.1. Recife,2015

ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 12.1. Recife,2015 ADMISSÃO PARA OS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO 2015.2B EDITAL Nº 12.1 Recife,2015 Sumário Edital nº 12 - Admissão de alunos para os cursos de Pós-Graduação A Faculdade Boa Viagem (FBV/Devry), estabelecimento

Leia mais

FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS

FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS FACULDADE TOBIAS BARRETO MANTIDA PELA SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR E PESQUISA DE SERGIPE LTDA- SESPS CREDENCIAMENTO: PORTARIA MEC Nº 601 DE 20.05.2008, DOU 21DE MAIO DE 2008 SEÇÃO I. EDITAL DO PROCESSO

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº 1.566, de 27

Leia mais