DAYCOVAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA IRFM 1 CAPÍTULO I DO FUNDO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DAYCOVAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA IRFM 1 CAPÍTULO I DO FUNDO"

Transcrição

1 Este Regulamento integra a ata da Assembleia Geral Extraordinária do DAYCOVAL PREVIDENCIÁRIO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA IRFM 1 de 16 de janeiro de DAYCOVAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA IRFM 1 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O DAYCOVAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA IRFM 1, de agora em diante designado, simplesmente, FUNDO, instituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo indeterminado de duração, regido pelo presente Regulamento e pelas disposições legais e regulamentares que lhe forem aplicáveis. Parágrafo Único - O FUNDO atenderá, no que pertinente, à regulamentação aplicável às Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Resolução CMN nº , de , e subsequentes) e à regulamentação aplicável aos Regimes Próprios de Previdência Social (Resolução CMN n 3.922, de , e subsequentes). Artigo 2º - O FUNDO tem por objetivo proporcionar rendimento que busque exceder a variação do IRF-M 1, por meio das oportunidades oferecidas pelos mercados domésticos de taxa de juros pós-fixadas e pré-fixadas, índices de preço e títulos privados classificados como baixo risco de crédito. Parágrafo Único - O objetivo do FUNDO estabelecido no caput deste Artigo trata-se de meta a ser perseguida pelo ADMINISTRADOR e não caracteriza promessa ou garantia de resultados futuros. CAPÍTULO II DA ADMINISTRAÇÃO Artigo 3º - O FUNDO é administrado pela DAYCOVAL ASSET MANAGEMENT ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS LTDA, sediada em São Paulo SP - à Av. Paulista, nº Bela Vista - CEP , inscrita no CNPJ sob nº / , devidamente credenciada pela CVM Comissão de Valores Mobiliários, Ato Declaratório nº 8056, de , como prestadora de serviços de Administração de Carteiras doravante abreviadamente designado, ADMINISTRADOR.

2 Parágrafo 1º - O BANCO DAYCOVAL S/A, com sede em São Paulo - SP, na Av. Paulista, nº Bela Vista - CEP , inscrito no CNPJ sob nº / , credenciado pela Comissão de Valores Mobiliários CVM prestará os serviços de custódia dos títulos e valores mobiliários e demais ativos financeiros integrantes da carteira do FUNDO. Parágrafo 2º - O auditor independente, profissional credenciado pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM, responsável pela auditoria do FUNDO e elaboração de parecer sobre as demonstrações contábeis, é a Deloitte Touche Tohmatsu, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Rua José Guerra, nº. 127, inscrita no CNPJ/MF sob o nº / Parágrafo 3º - O responsável pela distribuição das cotas do FUNDO é o Banco Daycoval S/A, instituição financeira com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Avenida Paulista, nº. 1793, inscrita no CNPJ/MF sob nº / Artigo 4º- O ADMINISTRADOR, ressaltadas as barreiras legais e regulamentares e a política de investimento do cotista, tem poderes para praticar todos os atos necessários à administração da carteira do FUNDO, bem como para praticar todos os direitos inerentes aos ativos que a integram, inclusive a contratação de terceiros legalmente habilitados para prestação de serviços relativos às atividades do FUNDO. Parágrafo Único Os prestadores de serviços ao FUNDO deverão obedecer às regras e aos limites estabelecidos no presente Regulamento e nas regras estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional - CMN e pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM, sobre o assunto. CAPÍTULO III PÚBLICO ALVO Artigo 5º - O FUNDO tem como público alvo as entidades de previdência complementar, os regimes próprios de previdência social, e investidores pessoas físicas ou jurídicas em geral. CAPÍTULO IV DA POLÍTICA DE INVESTIMENTOO Artigo 6º - Para atingir seus objetivos, o FUNDO deverá compor sua carteira com, no mínimo, 80% (oitenta por cento) de seu Patrimônio Líquido representado por ativos financeiros de forma a acompanhar, direta ou indiretamente, a variação diária da taxa de juros doméstica e/ou índice de preços.

3 Parágrafo 1º - As aplicações do FUNDO, em conjunto com as dos fundos, por ventura investidos, em ativos ou modalidades operacionais de responsabilidade de emissores privados considerados de baixo risco de crédito e DPGE estão limitadas a 50% (cinquenta por cento) do Patrimônio Líquido do FUNDO. Parágrafo 2º - No mínimo 70% (setenta por cento) dos investimentos deverá ter como parâmetro de rentabilidade o IRFM - 1. Artigo 7º - O FUNDO deverá apresentar, isolada ou cumulativamente, a composição abaixo, em relação ao seu patrimônio líquido: COMPOSIÇÃO DA CARTEIRA MÍNIMO MÁXIMO 1 - Título de emissão do Tesouro Nacional, registrados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC). 2 -Operações compromissadas lastreadas em títulos públicos federais, registrados no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (SELIC). 3 - DPGE Depósito a prazo com Garantia Especial, limitando o valor do principal acrescido dos rendimentos ao valor máximo garantido pelo Fundo Garantidor de Crédito FGC. 4 - Títulos e valores mobiliários de renda fixa cujo emissor esteja classificado na categoria baixo risco de crédito ou equivalente, com certificação por agência de classificação de risco localizada no País 5 - Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios, constituídos sob a forma de condomínio aberto. 6 - Cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios, constituídos sob a forma de condomínio fechado, desde que o total aplicado em FIDC não exceda o limite de 15% 0% 100% 0% 15% 0% 50% 0% 30% 0% 15% 0% 5%

4 LIMITES POR EMISSOR MÍNIMO MÁXIMO 1 - Aplicação em títulos e valores mobiliários de emissão do ADMINISTRADOR ou de empresas a ela ligadas 2 - Total de títulos, ativos financeiros e modalidades operacionais de emissão ou co-obrigação de uma mesma pessoa física ou pessoa jurídica de direito privado (exceto companhia aberta ou instituição financeira), de seu controlador, de sociedades por ela direta ou indiretamente controladas, de suas coligadas ou de outras sociedades sob controle comum. 3 - Total de títulos, ativos financeiros e modalidades operacionais de emissão ou co-obrigação de uma mesma pessoa jurídica constituída sob a forma de companhia aberta, de seu controlador, de sociedades por ela direta ou indiretamente controladas, de suas coligadas ou de outras sociedades sob controle comum. 4 - Total de títulos, ativos financeiros e modalidades operacionais de emissão ou co-obrigação de uma mesma instituição financeira, de seu controlador, de sociedades por ela direta ou indiretamente controladas, de suas coligadas ou de outras sociedades sob controle comum. 5 - Total de aplicação em cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios -(FIDC). 6 - Total de aplicação em cotas de um mesmo emissor fundo de investimento. 0% 20% 0% 5% 0% 10% 0% 20% 0% 15% 0% 10% Parágrafo 1º - Os resultados alcançados pela variação diária dos ativos componentes da carteira, bem como, quaisquer outros proventos recebidos serão incorporados ao patrimônio do FUNDO. Parágrafo 2º - O ADMINISTRADOR, bem como os fundos de investimento e carteiras por ele administrados ou pessoas a ele ligados, poderão atuar como contraparte em operações realizadas pelo FUNDO.

5 Parágrafo 3º - O FUNDO poderá adotar como estratégia a utilização de derivativos com o objetivo de buscar maior rentabilidade aos recursos investidos, desde que tais operações não acarretem exposição a esses mercados maior que 100% do Patrimônio Líquido do FUNDO. Parágrafo 4º - Em razão da política de investimentos adotada pelo FUNDO, não há a possibilidade de aportes suplementares de recursos pelo cotista, em consequência de patrimônio líquido negativo; Parágrafo 5º - O FUNDO não poderá adquirir cotas de fundo de investimento em direitos creditórios não padronizados; Artigo 8º - O retorno do FUNDO é função do valor de mercado dos ativos que mantém em sua carteira. Esses ativos proporcionam variação de preço, o que pode representar a possibilidade de ganhos, mas também de perdas. Desta forma, eventualmente, poderá haver perda do capital investido, não competindo ao ADMINISTRADOR, nem ao Fundo Garantidor de Crédito - FGC, garantir qualquer rentabilidade ou o valor originalmente aplicado. Os ativos que compõem a carteira do FUNDO sujeitam-se, em especial, aos seguintes riscos: I) Risco de Mercado O valor dos ativos que integram a Carteira do FUNDO podem crescer ou diminuir de acordo com as flutuações de preços e cotações de mercado, as taxas de juros e os resultados das empresas cujos valores mobiliários por elas emitidos componham a Carteira, sendo que em caso de queda do valor desses ativos, o patrimônio líquido do FUNDO pode ser afetado negativamente, devendo também ser observada, principalmente, a possibilidade de ocorrência de índice negativo de inflação. A queda dos preços dos ativos integrantes da carteira pode ser temporária, não existindo, no entanto, garantia de que não se estenda por períodos longos e/ou indeterminados. II) Risco de Crédito Consiste no risco de os emissores dos títulos/valores mobiliários de renda fixa que integram ou que venham a integrar a Carteira do FUNDO, não cumprirem suas obrigações de pagar tanto o principal como os respectivos juros de suas dívidas para com o FUNDO.

6 III) Risco de Liquidez Consiste no risco de o FUNDO, mesmo em situação de estabilidade dos mercados, não estar apto a efetuar, dentro do prazo máximo estabelecido no Regulamento, pagamentos relativos a resgates de cotas, em decorrência do grande volume de solicitações de resgate e/ou outros fatores que acarretem na falta de liquidez dos mercados nos quais os ativos integrantes da Carteira são negociados, podendo tal situação perdurar por período indeterminado. IV) Risco Proveniente da Utilização de Derivativos Os preços dos contratos de derivativos são influenciados por diversos fatores, independentemente da variação do ativo objeto. Dessa forma, operações com derivativos podem ocasionar perdas para o FUNDO e, consequentemente, para seus cotistas. CAPÍTULO V DA POLÍTICA DE ADMINISTRAÇÃO DE RISCO Artigo 9º - O GESTOR da carteira conservará um sistema de administração de riscos fundamentado em modelos matemáticos e estatísticos aplicados à carteira diariamente, com o objetivo de garantir que o FUNDO esteja exposto apenas aos riscos inerentes à sua política de investimento e de acordo com os critérios de risco estabelecidos no regulamento. Ainda assim, não há garantia de completa eliminação da possibilidade de perdas para o FUNDO e para o investidor. Os principais modelos são: Parágrafo 1º - Para o gerenciamento do risco de mercado, utiliza-se o Valor em Risco (Value-at-Risk VaR), objetivando-se estimar a pior perda possível em condições normais de mercado em um dado horizonte de tempo e determinado intervalo de confiança. Parágrafo 2º - Stress Testing - simula perda financeira num cenário econômico financeiro crítico utilizando expressivas variações dos preços dos ativos e derivativos da carteira. Dado que a métrica de VaR é aplicável exclusivamente em condições normais de mercado são realizados testes de estresse que possibilitam avaliar as carteiras sob condições extremas de mercado, tais como crises e choques econômicos, utilizando-se cenários retrospectivos e prospectivos. As métricas acima são calculadas diariamente para a carteira do FUNDO.

7 Parágrafo 3º - Todo o processo de investimento em títulos representativos de dívida privada satisfaz a padrões definidos e normatizados, com base numa política única de gestão de risco de crédito, instituída pelo GESTOR. Com base em análises próprias das empresas ou emissões e nos ratings emitidos por agências classificadoras de risco de crédito no país são definidos limites operacionais com a empresa ou instituição financeira, bem como limites de participação em emissões. Parágrafo 4º - Com relação ao gerenciamento de risco de liquidez, utiliza-se como base a análise da liquidez dos diferentes ativos investidos com o objetivo de cumprir as obrigações do FUNDO, incluindo depósitos de margem esperados e outras garantias, valores de resgate esperados em condições ordinárias, considerando o grau de dispersão da propriedade das cotas. O grau de liquidez será gerenciado de forma a ser compatível com os prazos previstos no Regulamento para pagamento dos pedidos de resgate. Caso o FUNDO invista em cotas de outros fundos de investimento, serão considerados para a análise da liquidez: o volume investido em cada fundo investido, as regras de pagamento de resgate dos fundos investidos e o processo de gestão de liquidez do gestor dos fundos investidos. Outras medidas podem ser utilizadas internamente para monitorar o grau de liquidez dos ativos do FUNDO. Ações corretivas serão prontamente tomadas buscando a eliminação de distorções. Parágrafo 5º - Como forma de reduzir o risco de liquidez, são mantidas posições substanciais em Títulos Públicos Federais e Operações Compromissadas lastreadas nos títulos definidos neste parágrafo, que são os ativos com maior volume de negociação no mercado. Parágrafo 6º - A política utilizada pelo GESTOR para gerenciar os riscos a que o FUNDO e seus cotistas estão sujeitos, não constitui garantia contra eventuais perdas patrimoniais que possam ser incorridas pelo FUNDO e/ou pelo seus cotistas, especialmente em situações anormais de mercado, quando a referida política de gerenciamento de risco pode ter sua eficiência reduzida. CAPÍTULO VI - DA REMUNERAÇÃO DO ADMINISTRADOR Artigo 10 - O ADMINISTRADOR terá direito, pela prestação de seus serviços, à remuneração anual de 0,35% (trinta e cinco centésimos por cento) ao ano, que incidirá sobre o patrimônio líquido do FUNDO. Essa remuneração será calculada, provisionada e cobrada por dia útil, à razão de 1/252.

8 Parágrafo Primeiro - Não será cobrada taxa de performance, de ingresso ou de saída do FUNDO. CAPÍTULO VII DOS ENCARGOS DO FUNDO Artigo 11 - Serão considerados encargos do FUNDO, além da remuneração de que trata o artigo 10 deste Regulamento, as seguintes despesas, que lhe poderão ser debitadas pelo ADMINISTRADOR: I. taxas, impostos ou contribuições federais, estaduais, municipais ou autárquicas, que recaiam ou venham a recair sobre os bens, direitos e obrigações do FUNDO; II.despesas com registro de documentos em cartório, impressão, expedição e publicação de relatórios e informações periódicas previstas na Instrução CVM 409/04; III. despesas com correspondência de interesse do FUNDO, inclusive comunicações aos quotistas; IV. honorários e despesas do auditor independente; V. emolumentos e comissões pagas por operações do FUNDO; VI. honorários de advogado, custas e despesas processuais correlatas, incorridas em razão de defesa dos interesses do FUNDO, em juízo ou fora dele, inclusive o valor da condenação imputada ao FUNDO, se for o caso; VII. parcela de prejuízos não coberta por apólices de seguro e não decorrente diretamente de culpa ou dolo dos prestadores dos serviços de administração no exercício de suas respectivas funções; VIII. despesas relacionadas, direta ou indiretamente, ao exercício de direito de voto do FUNDO pelo ADMINISTRADOR ou por seus representantes legalmente constituídos, em assembleias gerais das companhias nas quais o FUNDO detenha participação; IX. despesas com custódia e liquidação de operações com títulos e valores mobiliários, ativos financeiros e modalidades operacionais; e X. despesas com fechamento de câmbio, vinculadas às suas operações ou com certificados ou recibos de depósito de valores mobiliários.

9 Parágrafo Único - Quaisquer despesas não previstas como encargos do FUNDO, inclusive à elaboração do prospecto, correm por conta do ADMINISTRADOR, devendo ser por ele contratados. CAPÍTULO VIII DA EMISSÃO E DO RESGATE DE COTAS Artigo 12 - O valor diário da cota é resultante da divisão do valor do Patrimônio Líquido do dia anterior, devidamente atualizado por um dia, pelo número de cotas do FUNDO. Parágrafo Único As cotas do FUNDO correspondentes, na forma da lei, aos recursos dos Regimes Próprios de Previdência Social, não podendo ser gravadas sob qualquer forma ou oferecidas como garantia para quaisquer outros fins. Artigo 13 - As aplicações serão efetuadas pelo valor da COTA DE ABERTURA, em vigor no dia da efetiva disponibilidade dos recursos confiados pelos investidores em favor do FUNDO, desde que observado o horário limite, que atualmente é compreendido entre, 09h:00m e de 16h:00m horas (horário de Brasília - DF). Parágrafo 1 - Quando o pedido de aplicação coincidir em dias de feriados de âmbito estadual ou municipal na praça sede do ADMINISTRADOR, a aplicação será efetivada no primeiro dia útil seguinte. Parágrafo 2 - É facultado ao administrador suspender, a qualquer momento, novas aplicações no fundo desde que tal suspensão se aplique indistintamente a novos investidores e cotistas atuais. Parágrafo 3 - É vedada a cessão ou transferência das cotas exceto por decisão judicial ou sucessão universal. Artigo 14 - As cotas do FUNDO não possuem prazo de carência, podendo os cotistas solicitar o resgate total ou parcial das mesmas, a qualquer tempo.

10 Artigo 15 - No resgate de cotas será utilizado o valor da COTA DE ABERTURA do dia útil do recebimento do pedido realizado pelos investidores, desde que observado o horário limite, que atualmente é compreendido entre, 09h:00m e de 16h:00m horas (horário de Brasília - DF). Artigo 16 - O pagamento do resgate poderá ser efetuado em cheque, crédito em conta corrente, ordem de pagamento ou transferência eletrônica disponível (TED) no mesmo dia ao da solicitação. Parágrafo único - É devida pelo ADMINISTRADOR, multa de meio por cento ao dia sobre o valor do resgate, caso seja ultrapassado o prazo para o crédito estabelecido no caput, à exceção do disposto no Artigo 17 abaixo. Artigo 17 - Em casos excepcionais de liquidez dos ativos componentes da carteira, inclusive em decorrência de pedidos de resgates incompatíveis com a liquidez existente, ou que possam implicar alteração do tratamento tributário do FUNDO ou do conjunto dos cotistas, em prejuízo destes últimos, o administrador poderá declarar o fechamento do fundo para a realização de resgates, sendo obrigatória a convocação de Assembleia Geral Extraordinária, no dia seguinte ao fechamento do fundo para resgate para realizar-se dali a 15 dias, como o objetivo de deliberar sobre as seguintes possibilidades: I- substituição do ADMINISTRADOR, do GESTOR ou de ambos; II- reabertura ou manutenção do fechamento do FUNDO para resgate; III- possibilidade do pagamento de resgate em títulos e valores mobiliários; IV- cisão do FUNDO; e V- liquidação do FUNDO. Artigo 18 Regras de movimentação: APLICAÇÃO INICIAL R$ 5.000,00 SALDO MÍNIMO R$ 1.000,00 APORTES ADICIONAIS R$ 1.000,00

11 CAPÍTULO IX ASSEMBLEIA GERAL Artigo 19 - Compete privativamente à assembleia geral de cotistas deliberar sobre: I- demonstrações contábeis, apresentadas pelo Administrador; II- substituição do administrador, do gestor ou do custodiante; III- fusão, incorporação, cisão, transformação ou liquidação do FUNDO; IV- aumento da taxa de administração; V- alteração da política de investimento; VI- alteração de regulamento. Parágrafo único Este Regulamento poderá ser alterado independentemente de assembleia geral, sempre que tal alteração decorrer exclusivamente do atendimento a exigência expressa da CVM, de adequação a normas legais ou regulamentares, ou ainda, em virtude de atualização dos dados cadastrais do ADMINISTRADOR, do gestor ou do custodiante. Artigo 20 - A convocação das assembleias será feita por correspondência encaminhada a cada cotista, com antecedência mínima de 10 (dez) dias da data de sua realização. Artigo 21 - É admitida a possibilidade de o ADMINISTRADOR adotar processo de consulta formal aos cotistas, em casos que julgar necessário. Para tanto, deverá encaminhar correspondência para que cada cotista se manifeste sobre a matéria a ser deliberada. As deliberações serão tomadas com base na maioria dos votos recebidos. Artigo 22 - Somente poderão votar nas assembleias, os cotistas inscritos no registro de cotistas na data da convocação da assembleia ou da correspondência de que trata o artigo 20 acima, seus representantes legais ou procuradores constituídos há menos de um ano. Artigo 23 - As demonstrações contábeis do FUNDO serão aprovadas em Assembleia Geral Ordinária que se deverá se reunir anualmente. Parágrafo único O exercício social do FUNDO terá duração de 1 (um) ano, com início em 1º de janeiro de cada ano e término em 31 de dezembro do mesmo ano.

12 CAPÍTULO X POLÍTICA DE DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÕES Artigo 24 - O ADMINISTRADOR enviará as informações da carteira de aplicações do FUNDO para o MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, na forma e periodicidade por este estabelecida. Artigo 25 O ADMINISTRADOR divulgará, imediatamente, através de correspondência aos cotistas, qualquer ato ou fato relevante atinente ao FUNDO, possam, direta ou indiretamente, influir em suas decisões quanto à permanência no FUNDO. Artigo 26 O ADMINISTRADOR divulgará diariamente, através de qualquer meio de comunicação permitido pela legislação em vigor, o valor da cota e do patrimônio líquido do FUNDO. Artigo 27 O ADMINISTRADOR remeterá, mensalmente, aos cotistas extrato com todas as informações previstas na legislação em vigor, exceto para o caso de manifestação contrária ao seu recebimento. Artigo 28 O ADMINISTRADOR deverá disponibilizar aos cotistas informações sobre rentabilidade, valor e composição da carteira, por ativos ponderados no prazo de até 10 (dez) dias contados do encerramento do mês a que se referirem; Parágrafo 1º A composição da carteira será divulgada aos cotistas contemplando a classe dos ativos e percentual em relação ao Patrimônio Liquido do FUNDO. Parágrafo 2º As informações relativas à composição da carteira demonstrarão a identificação dos ativos, quantidade, valor e o percentual sobre o total da carteira, nos moldes divulgados pela ADMINISTRADORA para Comissão de Valores Mobiliários - CVM. Caso o FUNDO possua posições ou operações em curso que possam vir a ser prejudicadas pela sua divulgação, o demonstrativo da composição da carteira poderá omitir a identificação e quantidade das mesmas, registrando somente o valor e sua porcentagem sobre o total da carteira. As operações omitidas deverão ser colocadas à disposição de todos os quotistas no prazo máximo de 90 (noventa) dias após o encerramento do mês, podendo esse prazo ser prorrogado uma única vez, em caráter excepcional, e com base em solicitação fundamentada submetida à aprovação da CVM, até o prazo máximo de 180 (cento e oitenta dias).

13 Parágrafo 3º Demais Informações obrigatórias, inclusive as relativas à composição da carteira e de exercícios anteriores, poderão ser disponibilizadas na sede do ADMINISTRADOR ou do GESTOR, mediante solicitação. Artigo 29 O ADMINISTRADOR disponibilizará as demonstrações financeiras anuais a qualquer interessado que as solicitar, no prazo máximo de 90 (noventa) dias após o encerramento do exercício social. Parágrafo Único Esclarecimentos aos cotistas serão prestados por meio dos meios de comunicação, conforme listados abaixo: BANCO DO DAYCOVAL S A: Central de Atendimento SAC Daycoval Telefone (11) / Endereço Av. Paulista nº 1793 Bela Vista São Paulo SP CEP CAPÍTULO XI TRIBUTAÇÃO Artigo 30 Os rendimentos recebidos por cotistas que sejam Instituições Financeiras, Fundos de Investimento, Sociedades Seguradoras, Sociedades de Capitalização, Sociedades Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários, Sociedades Corretoras de Títulos, Valores Mobiliários e Câmbio, Regime Próprio de Previdencia Social, Entidades Abertas de Previdência Complementar e Entidades Fechadas de Previdência Complementar (no caso de EFPC s, desde que as cotas sejam ativos garantidores de provisões técnicas de previdência) não estão sujeitos à retenção do IRF. Também não estão sujeitos à retenção do IRF, os rendimentos auferidos por cotistas que comprovem a sua condição de isenção ou de imunidade. Parágrafo 1º Os rendimentos recebidos por cotistas não relacionados no Artigo 30 acima serão tributados (Imposto de Renda Retido na Fonte - IRFF) a alíquotas decrescentes, conforme o prazo de aplicação, e o IRFF será retido semestralmente (nos meses de maio e novembro) ou no momento do resgate, o que ocorrer primeiro.

14 Alíquota Prazo de Permanência 22,5% até 180 dias 20,0% entre 181 dias e 360 dias 17,5% entre 361 dias e 720 dias 15,0% acima de 720 dias Parágrafo 2º No resgate, caso já tenha havido tributação semestral durante o prazo de permanência na aplicação, será retido IRFF sobre os rendimentos auferidos entre a data da última tributação semestral e a data do resgate, além da diferença, se for o caso, entre a alíquota correspondente ao prazo de permanência e a da tributação semestral. Parágrafo 3º Conforme a legislação vigente, poderá incidir IOF regressivo, para as aplicações com prazo inferior a 30 dias, exceto para cotistas que sejam Fundos de Investimento, Instituições Financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central, ou para cotistas que comprovem sua condição de isento ou imune. Parágrafo 4º As aplicações, os rendimentos e ganhos auferidos pelo FUNDO, carteira do FUNDO, são isentos de IOF e de Imposto de Renda - não há dupla tributação de IOF e IR: as aplicações e os rendimentos dos cotistas são tributados conforme a qualificação do cotista, mas não as aplicações, os rendimentos e ganhos da carteira do FUNDO. CAPÍTULO XII POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO Artigo 31 O GESTOR adota a política de exercício do direito de voto - POLITICA DE VOTO - em assembleias de companhias e/ou fundos de investimento nas quais o FUNDO detenha participação, observado o disposto na POLITICA DE VOTO elaborada pelo GESTOR. Artigo 32 O objetivo da POLITICA DE VOTO é delinear os critérios a serem utilizados pelo GESTOR em tais votações, para fins de acompanhamento e fiscalização do desenvolvimento das atividades e das finanças dos emissores dos Ativos ( Emissores ), a atuação de seus administradores, a aplicação de seus recursos, as perspectivas de crescimento e o retorno esperado.

15 Artigo 33 O GESTOR deste fundo adota política de exercício de direito de voto em assembleias, que disciplina os princípios gerais, o processo decisório e quais são as matérias relevantes obrigatórias para o exercício do direito de voto. Tal política orienta as decisões do GESTOR em assembleias de detentores de títulos e valores mobiliários que confiram aos seus titulares o direito de voto. CAPÍTULO XIII DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 33 - O correio eletrônico é admitido como forma de correspondência válida entre o ADMINISTRADOR e os cotistas. Artigo 34 - Este Regulamento subordina-se às normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários - CVM, especialmente, à Instrução nº 409/2004 e alterações posteriores assim como pela Resolução do CMN 3790 e 3792 de 24 de setembro de 2009 e alterações posteriores. Artigo 35 - Fica eleito o foro da Comarca da Cidade de São Paulo, com expressa renúncia de qualquer outro, por mais privilegiado que possa ser para dirimir quaisquer questões relativas a este Regulamento. *** Regulamento Daycoval FI RF IRFM 1 versão 01/2015 SP v1

REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO

REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO REGULAMENTO DO FUNDO: ALFAPREV RF PRIVATE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA PREVIDENCIÁRIO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O ALFAPREV RF PRIVATE - Fundo de Investimento

Leia mais

REGULAMENTO DO BB AÇÕES SETOR FINANCEIRO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 08.973.948/0001-35 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB AÇÕES SETOR FINANCEIRO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 08.973.948/0001-35 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB AÇÕES SETOR FINANCEIRO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 08.973.948/0001-35 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB AÇÕES SETOR FINANCEIRO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO BB AÇÕES DIVIDENDOS DISTRIBUIÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 10.789.910/0001-59 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB AÇÕES DIVIDENDOS DISTRIBUIÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 10.789.910/0001-59 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB AÇÕES DIVIDENDOS DISTRIBUIÇÃO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 10.789.910/0001-59 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB AÇÕES DIVIDENDOS DISTRIBUIÇÃO FUNDO

Leia mais

MINUTA AGO/AGE DE 28/07/2009 REGULAMENTO DO BB BESC AÇÕES LIVRE FBA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 83.043.

MINUTA AGO/AGE DE 28/07/2009 REGULAMENTO DO BB BESC AÇÕES LIVRE FBA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 83.043. MINUTA AGO/AGE DE 28/07/2009 REGULAMENTO DO BB BESC AÇÕES LIVRE FBA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 83.043.968/0001-22 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB BESC AÇÕES LIVRE

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO

MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO MINUTA REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.308.312/0001-55 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB REFERENCIADO DI 500 FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.033.983/0001-50 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.033.983/0001-50 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.033.983/0001-50 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 03.920.413/0001-82 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 03.920.413/0001-82 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 03.920.413/0001-82 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO, abreviadamente designado FUNDO, regido pelo presente

Leia mais

REGULAMENTO DO BB ALIANÇA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 02.190.541/0001-55 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB ALIANÇA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 02.190.541/0001-55 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB ALIANÇA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 02.190.541/0001-55 CAPÍTULO I DO FUNDO Art. 1º - O BB ALIANÇA FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA, doravante designado FUNDO, regido pelo presente

Leia mais

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO 200 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 05.102.500/0001-58 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO 200 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 05.102.500/0001-58 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO 200 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 05.102.500/0001-58 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB CURTO PRAZO 200 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE

Leia mais

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 00.071.477/0001-68 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 00.071.477/0001-68 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 00.071.477/0001-68 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB CURTO PRAZO AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA PERFIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 13.077.

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA PERFIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 13.077. REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA PERFIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 13.077.418/0001-49 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA PERFIL

Leia mais

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO SUPREMO SETOR PÚBLICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 04.288.

REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO SUPREMO SETOR PÚBLICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 04.288. REGULAMENTO DO BB CURTO PRAZO SUPREMO SETOR PÚBLICO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 04.288.966/0001-27 CAPÍTULO I DO FUNDO Art. 1º - O BB CURTO PRAZO SUPREMO SETOR PÚBLICO

Leia mais

REGULAMENTO DO BB NOSSA CAIXA REFERENCIADO DI LP 50 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 01.641.

REGULAMENTO DO BB NOSSA CAIXA REFERENCIADO DI LP 50 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 01.641. REGULAMENTO DO BB NOSSA CAIXA REFERENCIADO DI LP 50 FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 01.641.591/0001-49 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB NOSSA CAIXA REFERENCIADO DI LP

Leia mais

REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.061.224/0001-64 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.061.224/0001-64 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB REFERENCIADO DI LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.061.224/0001-64 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB REFERENCIADO DI LP VIP ESTILO FUNDO

Leia mais

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RF CRÉDITO PRIVADO IPCA III FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.091.645/0001-91 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RF CRÉDITO PRIVADO IPCA III FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.091.645/0001-91 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RF CRÉDITO PRIVADO IPCA III FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.091.645/0001-91 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º O BB PREVIDENCIÁRIO RF CRÉDITO PRIVADO IPCA III FUNDO DE INVESTIMENTO,

Leia mais

REGULAMENTO DO BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.033.971/0001-26 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.033.971/0001-26 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.033.971/0001-26 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

BANPARÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ 00.857.364/0001-92 PROSPECTO

BANPARÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ 00.857.364/0001-92 PROSPECTO BANPARÁ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ 00.857.364/0001-92 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM

Leia mais

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03

BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 BANRISUL AUTOMÁTICO FUNDO DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO CNPJ/MF nº 01.353.260/0001-03 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA

Leia mais

REGULAMENTO DO BB MILENIO 33 FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 04.165.971/0001-42 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB MILENIO 33 FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 04.165.971/0001-42 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB MILENIO 33 FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ: 04.165.971/0001-42 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB MILENIO 33 FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA, abreviadamente designadofundo, regido

Leia mais

REGULAMENTO DO DAYCOVAL MULTIFUNDS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO DAYCOVAL MULTIFUNDS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CAPÍTULO I - DO FUNDO Este Regulamento integra a ata da Assembleia Geral Extraordinária do DAYCOVAL MULTIFUNDS FUNDO DE INVESTIMENTO EM QUOTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO de 16 de janeiro de 2015. REGULAMENTO DO

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA CNPJ 05.107.310/0001-23 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA CNPJ 05.107.310/0001-23 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA CNPJ 05.107.310/0001-23 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O FUNDO DE INVESTIMENTO PREV FIX RENDA FIXA, doravante designado abreviadamente FUNDO, constituído

Leia mais

REGULAMENTO DO BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 05.786.931/0001-80 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 05.786.931/0001-80 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 05.786.931/0001-80 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BRASILPREV TOP ATUARIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA, doravante designado

Leia mais

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO AÇÕES DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 15.477.710/0001-84

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO AÇÕES DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 15.477.710/0001-84 REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO AÇÕES DIVIDENDOS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 15.477.710/0001-84 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB PREVIDENCIÁRIO AÇÕES DIVIDENDOS

Leia mais

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA TÍTULOS PÚBLICOS IPCA IV FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 19.515.015/0001-10 CAPÍTULO I DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA TÍTULOS PÚBLICOS IPCA IV FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 19.515.015/0001-10 CAPÍTULO I DO FUNDO REGULAMENTO DO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA TÍTULOS PÚBLICOS IPCA IV FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 19.515.015/0001-10 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA TÍTULOS PÚBLICOS IPCA

Leia mais

REGULAMENTO DO DAYCOVAL RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO DAYCOVAL RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO DAYCOVAL RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O DAYCOVAL RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, constituído sob a forma

Leia mais

REGULAMENTO DO BB MULTIMERCADO EQUITY ALLOCATION INVESTIMENTO NO EXTERIOR PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO

REGULAMENTO DO BB MULTIMERCADO EQUITY ALLOCATION INVESTIMENTO NO EXTERIOR PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO REGULAMENTO DO BB MULTIMERCADO EQUITY ALLOCATION INVESTIMENTO NO EXTERIOR PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ: 20.734.928/0001-07 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º - O BB

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO DO BB RPPS RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO IPCA II FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.091.647/0001-80 CAPÍTULO I DO FUNDO

MINUTA REGULAMENTO DO BB RPPS RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO IPCA II FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.091.647/0001-80 CAPÍTULO I DO FUNDO MINUTA REGULAMENTO DO BB RPPS RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO IPCA II FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.091.647/0001-80 CAPÍTULO I DO FUNDO Artigo 1º O BB RPPS RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO IPCA II FUNDO DE INVESTIMENTO,

Leia mais

3 - AVISOS E ADVERTÊNCIAS:

3 - AVISOS E ADVERTÊNCIAS: MB ESPECIAL RENDA FIXA LONGO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 01.605.448/0001-00 DATA DO PROSPECTO 30/04/2015 1 - DAS CARACTERÍSTICAS DO FUNDO: O MB ESPECIAL RENDA FIXA

Leia mais

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE CNPJ 11.087.074/0001-23 REGULAMENTO

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE CNPJ 11.087.074/0001-23 REGULAMENTO SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE CNPJ 11.087.074/0001-23 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE, doravante designado FUNDO, constituído sob a

Leia mais

REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 14.099.145/0001-04 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 14.099.145/0001-04 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 14.099.145/0001-04 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BRASILPREV RT FIX X FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

Regulamento do Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento - Golden Profit - Conservador Capítulo I - Do Fundo

Regulamento do Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento - Golden Profit - Conservador Capítulo I - Do Fundo Regulamento do Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento - Golden Profit - Conservador Capítulo I - Do Fundo Artigo 1º) O Bradesco - Fundo de Aplicação em Quotas de Fundos de Investimento

Leia mais

SUL AMÉRICA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO - FGTS CARTEIRA LIVRE

SUL AMÉRICA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO - FGTS CARTEIRA LIVRE SUL AMÉRICA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO - FGTS CARTEIRA LIVRE REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O SUL AMÉRICA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO -- FGTS CARTEIRA LIVRE, doravante designado abreviadamente

Leia mais

BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA IDKA 2 TÍTULOS PÚBLICOS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 13.322.205/0001-35 PROSPECTO

BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA IDKA 2 TÍTULOS PÚBLICOS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 13.322.205/0001-35 PROSPECTO BB PREVIDENCIÁRIO RENDA FIXA IDKA 2 TÍTULOS PÚBLICOS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 13.322.205/0001-35 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM

Leia mais

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007.

Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. ITAUVEST PERSONNALITÉ CURTO PRAZO FUNDO DE INVESTIMENTO EM Demonstração da Composição e Diversificação das Aplicações em 31 de maio de 2007. Mercado / % sobre Aplicações/Especificação Quantidade Realização

Leia mais

BANRISUL PATRIMONIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 04.828.795/0001-81

BANRISUL PATRIMONIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 04.828.795/0001-81 BANRISUL PATRIMONIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 04.828.795/0001-81 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA,

Leia mais

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO Porto Alegre, 21 de maio de 2013 SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INSTITUCIONAL RENDA FIXA IRF-M LONGO PRAZO ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO

Leia mais

Regulamento do Bradesco BJ Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Ações 157 CNPJ n o 42.468.330/0001-56 - AGC - 31.1.

Regulamento do Bradesco BJ Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento em Ações 157 CNPJ n o 42.468.330/0001-56 - AGC - 31.1. Capítulo I Do Fundo Artigo 1º - O BRADESCO BJ FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO EM AÇÕES 157, doravante denominado FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo

Leia mais

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes Safra Petrobras - Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de (Administrado pelo Banco Safra de Investimento S.A.) Demonstrações Financeiras Referentes ao Exercício Findo em 30 de Junho de 2007 e ao Período

Leia mais

BANRISUL ÍNDICE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF nº 02.131.725/0001-44

BANRISUL ÍNDICE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF nº 02.131.725/0001-44 BANRISUL ÍNDICE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ/MF nº 02.131.725/0001-44 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR PARTE DA COMISSÃO

Leia mais

1 - DAS CARACTERÍSTICAS DO FUNDO:

1 - DAS CARACTERÍSTICAS DO FUNDO: MB SUPER REFERENCIADO DI LONGO PRAZO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO 1 - DAS CARACTERÍSTICAS DO FUNDO: CNPJ 03.420.190/0001-94 DATA DO PROSPECTO 30/04/2015 O MB SUPER REFERENCIADO

Leia mais

REGULAMENTO DO FUNDO BB MULTIMERCADO MOMENTUM PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 11.839.264/0001-50 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO FUNDO BB MULTIMERCADO MOMENTUM PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 11.839.264/0001-50 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO FUNDO BB MULTIMERCADO MOMENTUM PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 11.839.264/0001-50 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB MULTIMERCADO MOMENTUM PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO, doravante

Leia mais

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO

BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO BANRISUL ABSOLUTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ/MF nº 21.743.480/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI.

Leia mais

acompanhe a variação do dólar americano. Capítulo I Do Fundo

acompanhe a variação do dólar americano. Capítulo I Do Fundo Capítulo I Do Fundo Artigo 1º - O BRADESCO EMPRESAS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CAMBIAL DÓLAR, doravante denominado FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto, com

Leia mais

REGULAMENTO DO BB AÇÕES CIELO FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 10.869.628/0001-81 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB AÇÕES CIELO FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 10.869.628/0001-81 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB AÇÕES CIELO FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 10.869.628/0001-81 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB AÇÕES CIELO FUNDO DE INVESTIMENTO, abreviadamente designado FUNDO, regido pelo presente

Leia mais

BB AÇÕES IBOVESPA INDEXADO ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 09.005.823/0001-84 PROSPECTO (*)

BB AÇÕES IBOVESPA INDEXADO ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 09.005.823/0001-84 PROSPECTO (*) BB AÇÕES IBOVESPA INDEXADO ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 09.005.823/0001-84 PROSPECTO (*) AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO

Leia mais

ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO

ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO PREVIDENCIÁRIO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF 03.469.407/0001-50 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFAPREV MIX 25 - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS

Leia mais

REGULAMENTO DO BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 17.593.934/0001-87 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 17.593.934/0001-87 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ: 17.593.934/0001-87 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB AÇÕES BB SEGURIDADE FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES, abreviadamente designado

Leia mais

BB RENDA FIXA LP CORPORATIVO 3 MILHÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 05.786.938/0001-00

BB RENDA FIXA LP CORPORATIVO 3 MILHÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 05.786.938/0001-00 BB RENDA FIXA LP CORPORATIVO 3 MILHÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 05.786.938/0001-00 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO

Leia mais

GESTOR DA CARTEIRA DE INVESTIMENTO

GESTOR DA CARTEIRA DE INVESTIMENTO O QUE É? No Brasil um fundo de investimento possui a sua organização jurídica na forma de um condomínio de investidores, portanto o fundo de investimento possui um registro na Receita Federal (CNPJ) pois

Leia mais

BB CURTO PRAZO CORPORATIVO 10 MILHÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 11.351.449/0001-10

BB CURTO PRAZO CORPORATIVO 10 MILHÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 11.351.449/0001-10 BB CURTO PRAZO CORPORATIVO 10 MILHÕES FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 11.351.449/0001-10 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANPARA RENDA FIXA PLUS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANPARA RENDA FIXA PLUS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES BANPARA RENDA FIXA PLUS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO CNPJ: 00.857.368/0001-70 ESTE FORMULÁRIO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e pessoas jurídicas privadas e públicas, doravante designados, Cotista.

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e pessoas jurídicas privadas e públicas, doravante designados, Cotista. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Premium Renda Fixa Referenciado DI Longo Prazo, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VIDA FELIZ FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 07.660.310/0001-81 OUTUBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O VIDA FELIZ FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 07.660.310/0001-81 OUTUBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Vida Feliz Fundo de Investimento em Ações. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

DA CONSTITUIÇÃO E DAS CARACTERÍSTICAS

DA CONSTITUIÇÃO E DAS CARACTERÍSTICAS MB SUPER REFERENCIADO DI LONGO PRAZO - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 03.420.190/0001-94 ALTERADO PELA AGO DO DIA 30/04/2015 REGULAMENTO DA CONSTITUIÇÃO E DAS CARACTERÍSTICAS

Leia mais

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO.

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Ações CAIXA Brasil Ibovespa, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo

Leia mais

ALFA SEGURADORA - FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 02.145.108/0001-06 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO

ALFA SEGURADORA - FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 02.145.108/0001-06 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO ALFA SEGURADORA - FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 02.145.108/0001-06 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA SEGURADORA - FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA - INVESTIDOR

Leia mais

BANRISUL PATRIMONIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF 04.828.

BANRISUL PATRIMONIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF 04.828. BANRISUL PATRIMONIAL FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 04.828.795/0001-81 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM

Leia mais

SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL CNPJ 03.564.825/0001-27 CAPÍTULO I - DO FUNDO

SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL CNPJ 03.564.825/0001-27 CAPÍTULO I - DO FUNDO SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL CNPJ 03.564.825/0001-27 CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O SICREDI FAPI - FUNDO DE APOSENTADORIA PROGRAMADA INDIVIDUAL, doravante designado FUNDO, constituído

Leia mais

INVEST CLUBE RIO PRETO CNPJ/MF 07.959.303/0001-85 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

INVEST CLUBE RIO PRETO CNPJ/MF 07.959.303/0001-85 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA INVEST CLUBE RIO PRETO CNPJ/MF 07.959.303/0001-85 EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Banco Cooperativo Sicredi S.A. ( Administrador ), inscrito no CNPJ sob o nº 01.181.521/0001-55,

Leia mais

REGULAMENTO DO BB RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO ESTRATÉGIA 10 LP PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.106.768/0001-59 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BB RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO ESTRATÉGIA 10 LP PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.106.768/0001-59 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BB RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO ESTRATÉGIA 10 LP PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ: 14.106.768/0001-59 CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º - O BB RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO ESTRATÉGIA 10 LP PRIVATE

Leia mais

PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO

PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO PROSPECTO CAIXA FI SEBRAE RF LONGO PRAZO CLASSIFICAÇÃO DO FUNDO ANBIMA RENDA FIXA ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.033.983/0001-50 PROSPECTO

BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.033.983/0001-50 PROSPECTO BB RENDA FIXA LP VIP ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.033.983/0001-50 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO

Leia mais

REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX II FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 03.537.407/0001-40 CAPÍTULO I - DO FUNDO

REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX II FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 03.537.407/0001-40 CAPÍTULO I - DO FUNDO REGULAMENTO DO BRASILPREV RT FIX II FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CNPJ 03.537.407/0001-40 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1º - O BRASILPREV RT FIX II FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00

BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00 BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES BI INVEST PREVIDÊNCIA IBOVESPA - FIA CNPJ: 07.913.438/0001-00 Características Público Alvo O FUNDO destina-se ao público em geral, inclusive

Leia mais

Regulamento do Bradesco Empresas Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo CNPJ n o 05.084.425/0001-40 - 4 a AGC 26.9.

Regulamento do Bradesco Empresas Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Curto Prazo CNPJ n o 05.084.425/0001-40 - 4 a AGC 26.9. Capítulo I Do Fundo Artigo 1º - O BRADESCO EMPRESAS FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CURTO PRAZO, doravante denominado FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto, com prazo

Leia mais

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO.

Artigo 5º - A relação completa dos prestadores de serviços pode ser consultada no Formulário de Informações Complementares do FUNDO. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Cambial Dólar, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento

Leia mais

CLIC FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES

CLIC FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CLIC FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 01.776.200/0001-01 Data do Prospecto: 14/11/2013 CLASSIFICAÇÃO DO CLIC FIA: CVM = Fundo de Ações; ANBIMA = Ações Livres ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES

Leia mais

BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 08.960.971/0001-95 PROSPECTO

BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 08.960.971/0001-95 PROSPECTO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO CNPJ/MF nº 08.960.971/0001-95 PROSPECTO AVISOS IMPORTANTES I. A CONCESSÃO DE REGISTRO PARA A VENDA DAS COTAS DESTE FUNDO NÃO IMPLICA, POR

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO CAPITAL SEGURO ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição,

Leia mais

Aos Fundos exclusivos ou restritos, que prevejam em seu regulamento cláusula que não obriga a adoção, pela TRIAR, de Política de Voto;

Aos Fundos exclusivos ou restritos, que prevejam em seu regulamento cláusula que não obriga a adoção, pela TRIAR, de Política de Voto; Política de Exercício de Direito de Voto em assembleias gerais de fundos de investimento e companhias emissoras de valores mobiliários que integrem as carteiras dos fundos de investimento geridos pela

Leia mais

BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 03.920.413/0001-82 PROSPECTO

BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 03.920.413/0001-82 PROSPECTO BB AÇÕES PETROBRAS FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 03.920.413/0001-82 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO, PORÉM NÃO O SUBSTITUI. É RECOMENDADA

Leia mais

BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.033.971/0001-26 PROSPECTO

BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.033.971/0001-26 PROSPECTO BB CAMBIAL DÓLAR LP MIL FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 03.033.971/0001-26 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO FUNDO,

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 55.075.238/0001-78 SETEMBRO/2015

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O SPINELLI FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES CNPJ 55.075.238/0001-78 SETEMBRO/2015 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o Spinelli Fundo de Investimento em Ações. As informações completas sobre esse fundo podem ser obtidas no Prospecto e no Regulamento do fundo,

Leia mais

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO

CAPÍTULO III - DA COMPOSIÇÃO E DIVERSIFICAÇÃO DA CARTEIRA DO FUNDO CAPÍTULO I - DO FUNDO Artigo 1º O CAIXA FUNDO MÚTUO DE PRIVATIZAÇÃO FGTS PETROBRAS IV CAIXA FMP FGTS PETROBRAS IV, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é uma comunhão de recursos, constituído sob

Leia mais

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e jurídicas, doravante designados, Cotista.

Artigo 2º - O FUNDO destina-se a acolher investimentos de pessoas físicas e jurídicas, doravante designados, Cotista. FUNDO Artigo 1º - O Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento CAIXA Clássico Renda Fixa Longo Prazo, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é um Fundo de Investimento em Cotas de Fundos

Leia mais

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES PETROBRAS

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES PETROBRAS SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES PETROBRAS Porto Alegre, 22 de julho de 2014. ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST CURTO PRAZO

SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST CURTO PRAZO SICREDI - FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST CURTO PRAZO Porto Alegre, 17 de outubro de 2011 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

BB REFERENCIADO DI PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO CNPJ 04.128.562/0001-76 PROSPECTO

BB REFERENCIADO DI PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO CNPJ 04.128.562/0001-76 PROSPECTO BB REFERENCIADO DI PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO LONGO PRAZO CNPJ 04.128.562/0001-76 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO

Leia mais

ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS. CNPJ nº 03.919.927/0001-18 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO

ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS. CNPJ nº 03.919.927/0001-18 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS CNPJ nº 03.919.927/0001-18 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA II AÇÕES - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES DA PETROBRAS ( FUNDO ), é um

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO PRAZO. CNPJ n.º: 21.170.347/0001-52 REGULAMENTO

FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO PRAZO. CNPJ n.º: 21.170.347/0001-52 REGULAMENTO FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO PRAZO CNPJ n.º: 21.170.347/0001-52 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO EXECUTIVE LONGO

Leia mais

ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 11.039.

ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO INVESTIDOR QUALIFICADO CNPJ/MF 11.039. ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO CNPJ/MF 11.039.121/0001-63 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA TOTAL JGP HEDGE - FUNDO DE INVESTIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO

REGULAMENTO DO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO REGULAMENTO DO BANRISUL PREMIUM FUNDO DE INVESTIMENTO RENDA FIXA DE LONGO PRAZO Administrado pelo Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. CNPJ/MF 92.702.067/0001-96 CAPÍTULO I - DO FUNDO Art. 1. O BANRISUL

Leia mais

Política de Exercício de Direito de Voto. (Versão 3.0 - Julho/2014)

Política de Exercício de Direito de Voto. (Versão 3.0 - Julho/2014) Política de Exercício de Direito de Voto (Versão 3.0 - Julho/2014) 1. Objeto e Aplicação 1.1. Esta Política de Exercício de Direito de Voto ( Política de Voto ), em conformidade com as disposições do Código

Leia mais

Novembro/2011 BRADESCO PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BTG PACTUAL HIGH YIELD PROSPECTO

Novembro/2011 BRADESCO PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BTG PACTUAL HIGH YIELD PROSPECTO Novembro/2011 BRADESCO PRIVATE FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO BTG PACTUAL HIGH YIELD PROSPECTO CNPJ nº. 06.190.203/0001-74 Cidade de Deus, Prédio Prata, 4º andar,

Leia mais

REGULAMENTO DO SANTANDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO INTELIGENTE RENDA FIXA CURTO PRAZO CNPJ/MF n.º 02.908.

REGULAMENTO DO SANTANDER FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO INTELIGENTE RENDA FIXA CURTO PRAZO CNPJ/MF n.º 02.908. O presente Regulamento é parte integrante da Ata de Assembleia Geral de Cotistas do Santander Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Inteligente Curto Prazo, realizada em 29 de abril

Leia mais

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO

FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES FUNDO DE INVESTIMENTO CAIXA BRASIL IDkA IPCA 2A TÍTULOS PÚBLICOS RENDA FIXA LONGO PRAZO Data de Competência: 07/06/2016 1. CNPJ 14.386.926/0001-71 2. PERIODICIDADE

Leia mais

Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleias Março / 2014

Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleias Março / 2014 Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleias Março / 2014 1. OBJETIVO O objetivo da Política de Voto (ou simplesmente Política ) é determinar as regras que deverão ser observadas pelos Fundos

Leia mais

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST PLUS CURTO PRAZO CNPJ 01.627.516/0001-23

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST PLUS CURTO PRAZO CNPJ 01.627.516/0001-23 Porto Alegre, 27 de julho de 2009 SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST PLUS CURTO PRAZO CNPJ 01.627.516/0001-23 ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL RJ. CNPJ n.º 07.038.766/0001-04 REGULAMENTO

FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL RJ. CNPJ n.º 07.038.766/0001-04 REGULAMENTO FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL RJ CNPJ n.º 07.038.766/0001-04 REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO FUNDO 1. O FUNDO DE INVESTIMENTO DE RENDA FIXA CRÉDITO PRIVADO UNICRED CENTRAL

Leia mais

BB REFERENCIADO DI PLUS ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 05.943.661/0001-74 PROSPECTO

BB REFERENCIADO DI PLUS ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 05.943.661/0001-74 PROSPECTO BB REFERENCIADO DI PLUS ESTILO FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDO DE INVESTIMENTO CNPJ 05.943.661/0001-74 PROSPECTO AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESSE PROSPECTO ESTÃO EM CONSONÂNCIA COM O REGULAMENTO DO

Leia mais

ALFA ORBIS DI FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO LONGO PRAZO. CNPJ nº 02.733.802/0001-36 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO

ALFA ORBIS DI FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO LONGO PRAZO. CNPJ nº 02.733.802/0001-36 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO CNPJ nº 02.733.802/0001-36 REGULAMENTO CAPÍTULO I DO FUNDO 1.1 O ALFA ORBIS DI FUNDO DE INVESTIMENTO REFERENCIADO LONGO PRAZO ( FUNDO ), é um fundo de investimento constituído sob a forma de condomínio

Leia mais

ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42

ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42 ITAÚ MAXI RENDA FIXA FUNDO DE INVESTIMENTO EM COTAS DE FUNDOS DE INVESTIMENTO CNPJ 04.222.433/0001-42 MENSAGEM DO ADMINISTRADOR Prezado Cotista, Este FUNDO, constituído sob a forma de condomínio aberto,

Leia mais

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas)

Notas explicativas da Administração às demonstrações financeiras Em 31 de dezembro de 2014 e 2013 (Valores em R$, exceto o valor unitário das cotas) 1. Contexto operacional O CLUBE DE INVESTIMENTO COPACABANA ( Clube ) constituído por número limitado de cotistas que tem por objetivo a aplicação de recursos financeiros próprios para a constituição, em

Leia mais

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST PLUS CURTO PRAZO

SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST PLUS CURTO PRAZO Porto Alegre, 22 de julho de 2014 SICREDI FUNDO DE INVESTIMENTO INVEST PLUS CURTO PRAZO ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO

Leia mais

PROSPECTO SOLIDUS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LONGO PRAZO CNPJ Nº 08.631.227/0001-47. Administradora

PROSPECTO SOLIDUS FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO LONGO PRAZO CNPJ Nº 08.631.227/0001-47. Administradora ESTE PROSPECTO FOI PREPARADO COM AS INFORMAÇÕES NECESSÁRIAS AO ATENDIMENTO DAS DISPOSIÇÕES DO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA OS FUNDOS DE INVESTIMENTO, BEM COMO ÀS NORMAS EMANADAS

Leia mais

Parágrafo único As aplicações realizadas no FUNDO não contam com a garantia da ADMINISTRADORA ou do Fundo Garantidor de Créditos FGC.

Parágrafo único As aplicações realizadas no FUNDO não contam com a garantia da ADMINISTRADORA ou do Fundo Garantidor de Créditos FGC. CAPÍTULO - DO FUNDO Artigo 1º O CAXA FUNDO MÚTUO DE PRVATZAÇÃO FGTS CARTERA LVRE PETROBRAS RENDA FXA 49 CAXA FMP FGTS CL, doravante designado, abreviadamente, FUNDO, é uma comunhão de recursos, constituído

Leia mais