ESCOPO DO PROJETO: ESTRUTURA BÁSICA E DETALHAMENTO DE SUA UTILIZAÇÃO NA GESTÃO DE PROJETOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESCOPO DO PROJETO: ESTRUTURA BÁSICA E DETALHAMENTO DE SUA UTILIZAÇÃO NA GESTÃO DE PROJETOS"

Transcrição

1 ESCOPO DO PROJETO: ESTRUTURA BÁSICA E DETALHAMENTO DE SUA UTILIZAÇÃO NA GESTÃO DE PROJETOS SCOPE OF THE PROJECT: BASIC STRUCTURE AND DETAILING OF ITS USE IN PROJECT MANAGEMENT Thainan Talhaire Rangel 1, Thaís Corrêa Cardoso 2, Ana Paula Garrido de Queiroga 3, Eduardo Meireles 4 1 Graduando em Engenharia de Produção, UNILAGO, 2 Graduanda em Engenharia de Produção, UNILAGO, 3 Docente do Curso de Engenharia de Produção, UNILAGO - 4 Coordenador do Curso de Engenharia Civil e Engenharia de Produção, UNILAGO - RESUMO: O escopo do projeto é um planejamento e documentação que lista os objetivos específicos, sejam as entregas, tarefas, custos e prazos. O escopo relata o limite de um projeto, estabelece responsabilidade de cada membro da equipe e aponta-os tanto para a realização quanto para a verificação e a aprovação, assim fornecendo as diretrizes para a tomada de decisões sobre mudanças durante a realização. Sem a definição do escopo não se pode estimar o custo e o tempo demandado pelo projeto. Palavras Chave: Escopo; Gerenciamento de escopo; EAP; Controle do Escopo. ABSTRACT: The scope of the project is a planning and documentation that lists the specific objectives, be they deliveries, tasks, costs and deadlines. The scope reports the boundary of a project, establishes accountability of each team member, and points them both to achievement and verification and approval, thus providing the guidelines for making decisions about changes during the project. Without the definition of the scope one can not estimate the cost and time required by the project. Keywords: Scope, Scope Management, EAP; Scope Control. 1. INTRODUÇÃO Devido ao mercado competitivo, as empresas estão sempre inovando e buscando estratégias novas para se destacarem e alavancarem das demais empresas. Mas para isto é necessário obter equipes qualificadas, principalmente à equipe de projeto que junto aos outros setores envolvidos vem a alcançar os resultados e metas estabelecidas e a conquista do diferencial competitivo. De acordo com o PMI (2008), o gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos. No gerenciamento envolve várias atividades sendo elas, a análise de informações geral, desenvolvimento do escopo, qualidade, cronograma, orçamento, recursos e riscos. Ao desenvolver um escopo é necessário realizar uma descrição detalhada para não comprometer atividades futuras, e vim acarretar em problemas como o aumento de custos, afetar a qualidade, atrasar o prazo de entrega, entre outros fatores. Ou seja, um escopo bem definido é de fundamental importância, pois servirá de base para futuras decisões dentro do projeto sendo essencial para o sucesso. 2. OBJETIVO O principal objetivo deste artigo é relatar a importância de se ter um bom gerenciamento de escopo, com o auxilio das ferramentas e do conhecimento da equipe envolvida no projeto. Com o

2 detalhamento das informações envolvidas no escopo a equipe consegue realizar um cronograma, assim gerenciando e monitorando cada etapa do processo a fim de evitar os riscos e realizando as tomadas de decisões para atingir os objetivos do projeto. 3. DEFINIÇÃO DO ESCOPO O escopo é o processo de desenvolvimento de uma descrição detalhada do projeto e do produto, assim descrevendo os limites do projeto, serviços ou requisitos a serem incluídos ou excluídos do escopo. Nem todas as informações estarão inclusas, o processo definir escopo seleciona apenas os requisitos finais a partir da documentação entregue durante o processo, coletar requisito. Em seguida é realizado um detalhamento do projeto e produto, do serviço e resultado. O detalhamento específico do escopo contribui para o seu sucesso e se basea nas entregas principais, premissas e restrições que são documentadas durante a iniciação do projeto. A figura 1 a seguir ilustra o processo para a definição do escopo. FIGURA 1: Diagrama de fluxo de processo FONTE: PMBOK (2013, p. 120) 3.1 ENTRADAS DO PROCESSO Termo de Abertura do Projeto É a descrição em alto nível do projeto e das suas características e contém os requisitos de aprovação do projeto. Pois é um documento que relata quem é o responsável por conduzir o projeto e quais são os seus objetivos Documentação dos Requisitos É um documento que seleciona os requisitos mensuráveis, investigáveis, consistentes e aceitáveis e que será incluso para atender as necessidades do projeto Ativos de Processo Organizacional De acordo como PMBOK, os ativos de processo organizacional influenciam na definição do escopo. Os exemplos incluem, mas estão limitados, a: Políticas, procedimentos e modelos para uma declaração do escopo do projeto; Arquivos de projetos anteriores, e Lições aprendidas em fases ou projetos anteriores. 3.2 DEFINIR ESCOPO: FERRAMENTAS E TÉCNICAS Opinião Especializada

3 É usada para analisar as informações necessárias para desenvolver a especificação do escopo do projeto. A especificação é oferecida para qualquer pessoa ou grupo com conhecimento, sendo: Outras unidades dentro da organização; Consultores; Partes interessadas, inclusive clientes ou patrocinadores; Setores da indústria; Associações profissionais e técnicas, e Especialistas no assunto Análise do Produto Utilizadas para projetos que têm um produto de entrega. Onde cada área de aplicação usa suas ferramentas aplicáveis seja a análise de requisitos, análise de valor, análise de sistemas, entre outras, para transformar as descrições em alto nível do produto em entregas tangíveis Geração de Alternativas É uma técnica que a equipe de projeto usa para desenvolver o maior número de idéias para identificar diversas abordagens de execução e desenvolvimento do projeto. Uma técnica muito utilizada é o brainstorming Oficinas Facilitadas Com a participação e conhecimento especializados da equipe ajuda a alcançar uma compreensão multidisciplinar e comum dos objetivos e limites do projeto. 3.3 SAÍDAS Declaração do Escopo do Projeto É a descrição do escopo, das principais entregas, premissas e restrições. Onde documenta todo o escopo, incluindo o escopo do projeto e do produto. A declaração fornece um entendimento comum do escopo do projeto e o trabalho para criá-la, e também contém o entendimento do escopo do projeto. É utilizado para a equipe de projeto desenvolver um planejamento mais detalhado, orienta o trabalho durante a execução e analisa se as possíveis alterações estão contidas no escopo. De acordo como PMBOK (2013) o grau e nível de detalhe no qual a declaração do escopo do projeto define o trabalho que será executado e o que será excluído pode ajudar a determinar a capacidade da equipe de gerenciamento do projeto de controlar o escopo geral do mesmo. As especificações do projeto são: Prescrição do escopo do produto: processo de elaboração das características do produto, serviço ou resultado descrito no termo de abertura do projeto e na documentação dos requisitos; Critérios de aceitação: São as condições a seres satisfeitas antes da aceitação das entregas; Entrega: São os relatórios e documentação de gerenciamento do projeto que incluem os resultados auxiliares, seja qualquer produto, resultado e capacidade para realizar um serviço único e verificável que na sua execução conclui um processo, uma fase ou um projeto; Exclusão do projeto: É a identificação do que é excluído do projeto. Declarar o que está fora do escopo do projeto ajuda no gerenciamento. Restrições: Listam e descrevem as restrições ou limitações externas associadas com o escopo do projeto e que podem influenciar na sua execução, seja o orçamento, o cronograma comunicado

4 pelo cliente, datas. Quando um projeto é feito sob contrato, as cláusulas serão as restrições, caso não haja a restrição será listado na declaração do escopo ou registro separado; Premissas: Um fator do processo de planejamento classificado como verdadeiro real ou certo desprovido de prova ou demonstração, assim descrevendo o impacto potencial desses fatores se considerados como falso. As equipes do projeto identificam, documentam e validam as premissas como parte do se processo de planejamento Atualização nos Documentos do Projeto. Os documentos do projeto que podem ser atualizados obtêm registros das partes interessadas, matriz de rastreabilidade de requisitos e a documentação, sendo que esses documentos são os únicos que tem a possibilidade de ser atualizados. 4. GERENCIAMENTO DO ESCOPO O gerenciamento do escopo do projeto é onde documenta como tal será definido, validado e controlado. Para que isso ocorra é necessário obter orientações e instruções de como será gerenciado ao longo do projeto. O plano de gerenciamento do escopo descreve como será definido, desenvolvido, monitorado, controlado e verificado. Onde de início terá o detalhamento das informações em relação ao projeto, em relação ao objetivo, a meta, o que a empresa e o cliente esperam quais os possíveis riscos e problemas, quais as soluções e entre outras informações que envolvem a gestão de todos os processos do projeto. O planejamento é importante para evitar qualquer problema que um projeto possa enfrentar principalmente o desempenho nas atividades e a perda do controle dos requisitos, assim não alterando o custo e o cronograma e não causando a perda de recursos financeiros e tempo. O detalhamento do escopo é fundamental para a satisfação do cliente, e podendo garantir a eficiência do trabalho a ser realizado. 5. ESTRUTURA ANALÍTICA DO PROJETO (EAP) A estrutura analítica do projeto (EAP) é uma expressão da língua portuguesa para WBS (work breakdow structure), onde segundo o PMBOK (2013, p. 126), é a decomposição hierárquica do escopo total do trabalho a ser executado pela equipe do projeto a fim de alcançar os objetivos e criar as entregas requeridas. A estrutura analítica do projeto é uma estrutura similar a um organograma, onde se permite detalhar todo o projeto e o que deverá ser entregue. Segundo Sotille, 2009 relata que a organização a partir das entregas por meio EAP vem sendo fortemente utilizada em projetos de sucesso, de modo que permite o total esclarecimento à equipe do projeto, desde clientes, fornecedores e demais interessados ao resultado final do projeto. O EAP pode ser utilizado na fase do ciclo de vida com objetivo de possuir maior controle aos custos do projeto. 5.1 CRIAR A EAP: ENTRADA Plano de Gerenciamento do Projeto O plano de gerenciamento do escopo determina como criar um EAP, onde a partir da declaração detalhada do projeto e como será mantida e aprovada Especificação do Projeto

5 A especificação do escopo do projeto determina como o trabalho será executado e o que será excluído e também lista restrições e implicações interna e externa detalhadamente que se pode afetar no desenvolvimento do projeto Documentação dos Requisitos O detalhamento do documento de requisito é essencial para a comparação do que precisa ser produzido e o que precisa ser feito com o objetivo de entregar o projeto e os seus produtos finais Fatores Ambientais da Empresa A partir dos padrões de EAP específicos do setor relevante à natureza do projeto, podem servir como referência externa a criação do EAP Ativos de Processos Organizacionais Os processos organizacionais que podem influenciar no processo de criação do EAP incluem, mas não estão limitados, a: Política, procedimentos e modelos para a EAP, Arquivos de projetos anteriores, e Lições aprendidas de projetos anteriores. 5.2 CRIAR A EAP: FERRAMENTAS E TÉCNICAS Decomposição Decomposição é uma técnica utilizada para dividir e subdividir o escopo em partes menores e de fácil gerenciamento. O nível de composição é guiado pelo grau de controle necessário para realizar o gerenciamento do projeto em pacotes por meios mais eficazes. A decomposição do projeto em pacotes de trabalhos, freqüentemente envolve as seguintes atividades: Identificar e analisar as entregas e seus trabalhos relacionados; Estruturação e organização da EAP; Decomposição dos níveis mais altos da EAP em itens mais detalhados em menores níveis; e Verificar se o grau de decomposição das entregas é apropriado Opinião Especializada A opinião especializada é utilizada como forma de auxilio para decompor as entregas do projeto em componentes menores a fim de criar uma EAP eficaz, opiniões e conhecimentos especializados são utilizados e aplicados aos detalhes do escopo. O conhecimento pode ser resultado da experiência adquirida em projetos semelhantes.

6 FIGURA 2: Amostra de EAP decomposta em pacotes de trabalho FONTE: PMBOK (2013, p. 129) Uma EAP pode ser criada de diversas abordagens, onde alguns métodos incluem uma abordagem descendente, o uso de diretrizes especifica a organização, e dos modelos EAP. Uma estrutura EAP pode ser representada de diversas maneiras, tais como: Usando fases do ciclo de vida, sendo como o segundo nível de decomposição, com o produto inserido no terceiro nível como mostrado na figura 2. Usar entregas principais como nível de decomposição, como mostra a figura 2. Incorpora subcomponentes que pode ser feito por organizações externa, com um trabalho contratado, assim o fornecedor desenvolve uma estrutura analítica do projeto como apoio contratado como parte do trabalho. FIGURA 3: Exemplo da EAP organizada por fases

7 FONTE: PMBOK (2013, p. 130) FIGURA 4: Exemplo de EAD com entregas principais FONTE: PMBOK (2013, p. 130) Segundo o PMBOK (2013, p. 131), a EAP representa todo produto e trabalho do projeto, inclusive o trabalho de gerenciamento do mesmo, todo trabalho nos níveis mais baixos deve ser associado aos níveis mais altos para que nada seja omitido e nenhum trabalho extra seja executado. 5.3 CRIAR A EAP: SAÍDA Linha Base do Escopo A linha de base do escopo é a versão final e aprovada do escopo do projeto, com uma estrutura analítica do projeto (EAP) e seu dicionário EAP associados, onde só se podem sofrer alterações de procedimentos de controle formais, que é utilizado de base de comparação. Os componentes da linha de base do escopo incluem: Especificação do Projeto A especificação do escopo inclui descrição desde entregas principais, premissas e restrições Dicionário da EAP O dicionário da EAP é um documento que fornece informações detalhadas de todos componentes da estrutura analítica do projeto (EAP), o dicionário tem como funcionalidade dar suporte à EAP. No dicionário incluem, mas não estão limitadas a: Código de identificador da conta, Descrição do trabalho, Premissas e restrições, Organização responsável, Marcos do cronograma,

8 Atividades do cronograma associados, Recursos necessários, Estimativas de custo, Referências técnicas, e Informações sobre acordos. 6. CONTROLE DO ESCOPO O controle do escopo é o processo de monitoramento do progresso do escopo, analisando possíveis mudanças que possa ocorrer no desenvolvimento do projeto, a principal finalidade do controle do escopo é permitir que a linha de base do escopo seja mantida. A figura 5 ilustra o diagrama de dados do projeto. FIGURA 5: Controlar o escopo entrada FONTE: PMBOK (2013, p. 136) FIGURA 6: Diagrama do fluxo de dados do processos controlar o escopo FONTE: PMBOK (2013, p. 137)

9 Segundo PMBOK (2014, p. 137), O controle do projeto assegura que todas as mudanças solicitadas e ações corretivas ou preventivas recomendadas sejam processadas através do processo de realizar controle integrado de mudança. O controle do escopo tem como finalidade gerenciar as mudanças no decorrer do projeto. A mudança se torna inevitável desde a elaboração ao desenvolvimento do projeto, sendo assim se torna obrigatório o uso de algum tipo de método para o controle do escopo. 6.1 CONSTROLAR ESCOPO: ENTRADA Plano de Gerenciamento do Projeto O trabalho do projeto é influenciado por fatores ambientais da empresa, onde a partir dessas informações são utilizadas para controlar o escopo: Linha de base do escopo. A linha de base do escopo é utilizada para comparar aos resultados reais com o objetivo de determinar se a mudança se torna uma ação corretiva ou preventiva é necessária. Plano de gerenciamento do escopo. Tem como finalidade descrever como o projeto será monitorado e controlado. Planejamento de gerenciamento de mudança. Define como gerenciar as mudanças decorrentes aos processos. Planejamento de gerenciamentos da configuração. Possui a finalidade de definir os itens que são configuráveis e precisa ter um controle formal de mudanças e processo com o objetivo de controlar esses itens. Plano de gerenciamento de requisitos. Os requisitos devem ser inequívocos (mensuráveis e passiveis de teste), onde os requisitos solicitados ao projeto deveram ser analisados, documentados e gerenciados. A partir da elaboração de requisitos se utilizam a matriz de rastreabilidade como auxilio para detectar o impacto de qualquer mudança ou desvios em relação ao escopo do projeto. È utilizado uma analise de variação a fim de determina o grau de diferença entre a base do escopo e o desempenho real, as medições são realizadas para analisar essa variação, aspectos importantes desta análise pode-se determina a causa e grau de variação e assim escolher a decisão sobre se ações corretivas ou preventivas são necessárias. 6.2 CONTROLAR ESCOPO: SAÍDA Informações sobre Desempenho de Trabalho As informações geradas sobre o desempenho do projeto envolvem informações correlacionadas ao escopo do projeto em comparação à linha de base do escopo. Essas informações podem incluir possíveis mudanças, variação e quais impactos podem causa no cronograma ou custo, estas informações servem como base para tomada de decisão relacionada ao escopo. A partir disso pode se fazer uma analise que possa resultar em uma solicitação de mudança no escopo do projeto, essas possíveis mudanças são processadas para revisão e distribuição, com o objetivo de obter controle integrado à mudanças Atualização no plano de gerenciamento Atualização na linha de base do escopo. A partir das solicitações de mudanças aprovadas pode ocorrer de afetar o escopo do projeto, então é necessário rever a EAP e o dicionário EAP serão

10 revisados e publicados novamente, a fim de refletir as mudanças aprovadas no projeto com o intuito de manter o controle. Outras atualizações na linha de base. A partir das solicitações de mudanças aprovadas podem ocorrer de afetar além do escopo do projeto, as linhas de base dos custos e do cronograma serão revisadas e publicadas novamente a fim de refletir as mudanças no projeto Atualização nos documentos do projeto Os documentos do projeto podem sofrer alterações que incluem, mas não estão limitados a: Documentação dos requisitos, e Matriz de rastreabilidade dos requisitos Atualização nos ativos de processos organizacionais Os ativos de processos organizacionais podem sofrer atualizações que incluem, mas não estão limitados a: Causa das variações Ação corretiva escolhida e suas razões, e Outros tipos de lições aprendidas a partir do controle do escopo do projeto. 7. OS DESAFIOS NA DEFINIÇAO DO ESCOPO DO PROJETO Durante a definição e documentação do escopo do projeto surgem vários problemas, é preciso estar atento e saber solucionar para que não venha interferir no desenvolvimento do escopo. 7.1 AMBIGUIDADE Ao definir um escopo, pode ocorrer um erro ao diferenciar o conceito de tarefa e de produto. As tarefas são as atividades e ações que resultam em um produto. Por isso é de extrema importância elaborar um escopo preciso e claro. 7.2 DEFINIÇÃO INCOMPLETA Não oferecer o detalhamento completo prejudica o mapeamento eficaz de tarefa, do tempo e custo para realizar as atividades. 7.3 TRANSITORIEDADE Escopos transitórios são aqueles que sofrem constantes alterações, por isso é necessário que o documento seja finalizado constantemente com todas as informações possíveis para evitar alterações no meio do processo e não alterando o cronograma ou até mesmo o custo e tempo. 7.4 FALTA DE COMUNICAÇÃO E COLABORAÇÃO A falta de comunicação de todos os departamentos relacionados à realização do escopo pode ocasionar falhas de colaboração. Ou seja, um escopo que não é elaborado de forma colaborativa pode gerar interpretações erradas, por isso é importante compartilhar todas as informações e partes interessadas para toda a equipe do projeto. 7.5 IGNORAR OS RISCOS NO ESCOPO Gerenciar os riscos é o caminho para realizar um projeto bem-sucedido.

11 Na realização do projeto o gestor tem que analisar as possíveis ameaças que podem impactar nas etapas do projeto, e assim tomar decisões preventivas de forma a minimizar ou eliminar os riscos. 8. CONSIDERAÇÕES FINAIS Com a competitividade no mercado, as empresas precisam se empenhar e obtiver estratégias para se alavancarem e ganharem destaque, principalmente ao realizarem o projeto do produto. Para um projeto ser eficiente é necessário a utilização do escopo que tem a funcionalidade de detalhar todas as etapas que irá conter no projeto, ou seja, o que será incluído e excluído. E com a junção da ferramenta EAP é possível uma melhor visualização das informações contidas no escopo e aos seus respectivos riscos, assim podendo realizar as tomadas de decisões a fim de eliminar ou reduzir os possíveis riscos e que não venha atrapalhar no prazo de entrega do projeto e também não tendo um aumento no custo para a elaboração, e assim garantindo o sucesso do projeto e a satisfação do cliente. E a partir da elaboração do escopo juntamente com a decomposição hierarquia (EAP), é possível realizar o gerenciamento e controle do escopo, onde irá documentar como tal será definido, desenvolvido, monitorado, controlado e verificado, para não afetar o desempenho das atividades e a perda de controle. Logo garantindo que venha alcançar a meta e os resultados estabelecidos.

12 9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Um guia do conhecimento em gerenciamento de projeto (guia PMBK), quinta edição, 2013 MEDEIROS, Aline Alves. Processo de definição do Escopo do projeto segundo o PMBOK Revista de Ciências Gerenciais, Vol nº 21, Ano SOTILLE, Mauro A et. Al Gerenciamento do escopo em projetos 2 ed. Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas, 2009 Como definir o escopo do projeto e quatro processos de entrada fundamental Disponível em de Maio de 2017

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini /

Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini   / Campus Capivari Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) Prof. André Luís Belini E-mail: prof.andre.luis.belini@gmail.com / andre.belini@ifsp.edu.br MATÉRIA: GESTÃO DE PROJETOS Aula N : 05 Tema: Gerenciamento

Leia mais

Capítulo 5 Gerenciamento do Escopo do projeto. Introdução. Antes de iniciarmos vamos pensar um pouco.

Capítulo 5 Gerenciamento do Escopo do projeto. Introdução. Antes de iniciarmos vamos pensar um pouco. Capítulo 5 Gerenciamento do Escopo do projeto 1 Introdução Antes de iniciarmos vamos pensar um pouco. 2 Introdução 3 Introdução 4 Introdução 5 Introdução O projeto se inicia com a definição de quais objetivos

Leia mais

PMBOK Processo Planejamento

PMBOK Processo Planejamento PMBOK Processo Planejamento Profª Andrea Padovan Jubileu PMBOK Iniciação Planeja mento Controle Execução Fechamento Integração de Projeto Escopo do Projeto Tempo do Projeto Custo do Projeto Qualidade do

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos gerenciamento do escopo Prof. Robson Almeida Gerenciamento do Escopo Sendo o primeiro passo do Planejamento do Projeto, esta fase identifica e documenta o trabalho que produzirá

Leia mais

Gerenciamento do Escopo do Projeto (PMBoK 5ª ed.)

Gerenciamento do Escopo do Projeto (PMBoK 5ª ed.) Gerenciamento do Escopo do Projeto (PMBoK 5ª ed.) De acordo com o PMBok 5ª ed., o escopo é a soma dos produtos, serviços e resultados a serem fornecidos na forma de projeto. Sendo ele referindo-se a: Escopo

Leia mais

Gerenciamento Do Escopo Do Projeto

Gerenciamento Do Escopo Do Projeto Gerenciamento Do Escopo Do Projeto Disciplina: Gerência De Projetos Bruno Tenório Da Silveira Lopes Fernando David Leite Thiago Abelha Isaac Salvador Profa. Dra. Elisa Yumi Nakagawa elisa@icmc.usp.br Sumário

Leia mais

Gerenciamento do Escopo

Gerenciamento do Escopo Gerenciamento do Escopo Projeto - Ciclo de Vida Fases 3 EXECUÇÃO / CONTROLE 4 FECHAMENTO NÍVEL DE ATIVIDADE 1 CONCEPÇÃO / INICIAÇÃO 2 PLANEJAMENTO TEMPO Objetivos Apresentar os processos, ferramentas e

Leia mais

Gerenciamento do Escopo. Igor Muzetti Pereira

Gerenciamento do Escopo. Igor Muzetti Pereira Gerenciamento do Escopo Igor Muzetti Pereira igormuzetti@decsi.ufop.br Introdução Inclui os processos necessários para assegurar que o projeto inclui todo o trabalho necessário, e apenas o necessário,

Leia mais

CAPÍTULO 5. Gerenciamento do escopo do projeto

CAPÍTULO 5. Gerenciamento do escopo do projeto CAPÍTULO 5 Gerenciamento do escopo do projeto 5 O gerenciamento do escopo do projeto inclui os processos necessários para garantir que o projeto inclua todo o trabalho necessário, e somente ele, para terminar

Leia mais

Dicas sobre Gerenciamento do Escopo em Projetos

Dicas sobre Gerenciamento do Escopo em Projetos Dicas sobre Gerenciamento do Escopo em Projetos Autor : Mauro Sotille Data : 17 de setembro de 2013 1. Qual a diferença entre o plano de gerenciamento do escopo e a declaração (ou especificação) do escopo

Leia mais

PROJETO INTEGRADO AULA 4 INTEGRAÇÃO E ESCOPO

PROJETO INTEGRADO AULA 4 INTEGRAÇÃO E ESCOPO PROJETO INTEGRADO AULA 4 INTEGRAÇÃO E ESCOPO PROF.: KAIO DUTRA Gerenciamento da Integração do Projeto O gerenciamento da integração do projeto inclui os processos e as atividades necessárias para identificar,

Leia mais

Dicas sobre Gerenciamento do Escopo em Projetos

Dicas sobre Gerenciamento do Escopo em Projetos Dicas sobre Gerenciamento do Escopo em Projetos Author : Mauro Sotille Date : 17 de setembro de 2013 1. Qual a diferença entre o plano de gerenciamento do escopo e a declaração (ou especificação) do escopo

Leia mais

No dicionário: Local bem determinado a que se aposta atingir; Objetivo; Limite ou abrangência de uma operação.

No dicionário: Local bem determinado a que se aposta atingir; Objetivo; Limite ou abrangência de uma operação. Aula 06 1 2 No dicionário: Local bem determinado a que se aposta atingir; Objetivo; Limite ou abrangência de uma operação. No contexto projeto, escopo pode se referir a: Escopo do produto: as características

Leia mais

Gerenciamento de Projetos

Gerenciamento de Projetos MBA em EXCELÊNCIA EM GESTÃO DE PROJETOS E PROCESSOS ORGANIZACIONAIS Gerenciamento de s Planejamento e Gestão de s Prof. Msc. Maria C Lage Prof. Gerenciamento de Integração Agenda Gerenciamento da Integração

Leia mais

GERENCIAMENTO DOS CUSTOS DO PROJETO

GERENCIAMENTO DOS CUSTOS DO PROJETO GERENCIAMENTO DOS CUSTOS DO PROJETO O gerenciamento dos custos do projeto inclui os processos envolvidos em planejamento, estimativas, orçamentos, financiamentos, gerenciamento e controle dos custos, de

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos gerenciamento da integração Prof. Robson Almeida Antes, uma breve revisão Processos de Iniciação Iniciação Iniciação Escopo do Projeto Planejamento Iniciação Processos de Planejamento

Leia mais

A GESTÃO DE PROJETOS E O PASSO A PASSO DA ELABORAÇÃO DO ESCOPO DO PROJETO

A GESTÃO DE PROJETOS E O PASSO A PASSO DA ELABORAÇÃO DO ESCOPO DO PROJETO A GESTÃO DE PROJETOS E O PASSO A PASSO DA ELABORAÇÃO DO ESCOPO DO PROJETO PROJECT MANAGEMENT AND THE STEP BY STEP OF PREPARING THE PROJECT SCOPE Alexandro Junior Dóro 1, Marcelo Leonardo Tavares 2, Lidiane

Leia mais

Gestão de Projetos. Gerenciamento da Integração Gerenciamento do Escopo

Gestão de Projetos. Gerenciamento da Integração Gerenciamento do Escopo Gestão de Projetos Gerenciamento da Integração Gerenciamento do Escopo Gerenciamento da Integração 1. Gerenciamento da Integração e seus objetivos. 2. Desenvolver o termo de abertura. 3. Desenvolver o

Leia mais

Planejamento - 1. Plano gerenciamento do projeto Coletar Requisitos Definição do escopo Criação da EAP. Mauricio Lyra, PMP

Planejamento - 1. Plano gerenciamento do projeto Coletar Requisitos Definição do escopo Criação da EAP. Mauricio Lyra, PMP Planejamento - 1 Plano gerenciamento do projeto Coletar Requisitos Definição do escopo Criação da EAP 1 PROCESSOS DE PLANEJAMENTO Define e refina os objetivos e planeja as ações necessárias para alcançar

Leia mais

Gerenciamento de integração de projeto

Gerenciamento de integração de projeto Gerenciamento de integração de Sergio Scheer / DCC / UFPR TC045 Gerenciamento de Projetos Interação dos processos de gerenciamento de s Interação dos processos de gerenciamento de s Mapeamento grupos de

Leia mais

Gerenciamento da Integração de Projetos. Parte 03. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza

Gerenciamento da Integração de Projetos. Parte 03. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza Gerenciamento da Integração de Projetos Parte 03 Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301 Docente: Petrônio Noronha de Souza Curso: Engenharia e Tecnologia Espaciais Concentração: Engenharia e Gerenciamento

Leia mais

Paulo Roberto Chiarolanza Vilela 1

Paulo Roberto Chiarolanza Vilela 1 Paulo Roberto Chiarolanza Vilela 1 AULA 04 TERMO DE ABERTURA DE PROJETO 2 Introdução Desenvolvimento do Termo de abertura Especificação do trabalho do projeto e Business Case Contrato e Ciclo de Vida do

Leia mais

Gerência do Escopo. Gestão de Projetos

Gerência do Escopo. Gestão de Projetos Gerência do Escopo Gestão de Projetos Estrutura da Gerência de Projetos PMBOK Estrutura Básica Estrutura da Gerência Integração (Coordenação) Custo (Orçamento) Comunicação (Informações) Escopo (Requisitos)

Leia mais

Gestão de Projetos 26/05/2013

Gestão de Projetos 26/05/2013 Grupo de Processos de Planejamento Unidade 06 www.humbertoarantes.com.br @HumbertoArante1 62 9293 0587 1 2 Grupos de Processos de Planejamento A equipe de gerenciamento utiliza o Grupo de Processos de

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 3 Gerenciamento de Escopo. Luiz Leão

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 3 Gerenciamento de Escopo. Luiz Leão Unidade 3 Gerenciamento de Escopo Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Definição de escopo e gerenciamento de escopo Coleta de Requisitos Declaração de Escopo Restrições

Leia mais

CICLO PDCA CICLO PDCA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA DEPARTAMENTO DE CONSTRUC A O CIVIL GERENCIAMENTO DE PROJETOS. PROFª MSc. HELOISA F.

CICLO PDCA CICLO PDCA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA DEPARTAMENTO DE CONSTRUC A O CIVIL GERENCIAMENTO DE PROJETOS. PROFª MSc. HELOISA F. SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL GESTÃO DE Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti Campos 2 SUBMETIDA E APROVADA A PROPOSTA DO PROJETO PLANEJAMENTO PROCESSO DE

Leia mais

Gerenciamento do Escopo do Projeto

Gerenciamento do Escopo do Projeto Gerenciamento do Escopo do Projeto Ricardo Yugue Farmacêutico, MSc, MBA e PMP 2009-2018 Yugue Assessores Todos os direitos reservados Problemas que ocorrem com mais frequência nos projetos da organização

Leia mais

PLANEJAMENTO CICLO PDCA PLANEJAMENTO CICLO PDCA PLANO DO PROJETO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ 28/03/2016. PROFª MSc. HELOISA F.

PLANEJAMENTO CICLO PDCA PLANEJAMENTO CICLO PDCA PLANO DO PROJETO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ 28/03/2016. PROFª MSc. HELOISA F. SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL GESTÃO DE Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti Campos 2 SUBMETIDA E APROVADA A PROPOSTA DO PROJETO PLANEJAMENTO PROCESSO DE PLANEJAMENTO

Leia mais

As áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos

As áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos As áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos Gerenciamento do Escopo do Projeto 1 Gerenciamento do Escopo do Projeto O Gerenciamento do Escopo do Projeto inclui os processos necessários para assegurar

Leia mais

GERENCIAMENTO DO TEMPO DO PROJETO

GERENCIAMENTO DO TEMPO DO PROJETO GERENCIAMENTO DO TEMPO DO PROJETO Introdução Inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo. O seqüenciamento de atividades, a estimativa de recursos da atividade, a estimativa

Leia mais

Administração Pública e Gerência de Cidades Modelos de Gestão e Gestão por Projetos

Administração Pública e Gerência de Cidades Modelos de Gestão e Gestão por Projetos Tema Gestão da Integração de Projetos Projeto Curso Disciplina Tema Professor Pós-graduação Administração Pública e Gerência de Cidades Modelos de Gestão e Gestão por Projetos Gestão da Integração de Projetos

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DE UM ESCOPO BEM DEFINIDO NO GERENCIAMENTO DO PROJETO

A IMPORTÂNCIA DE UM ESCOPO BEM DEFINIDO NO GERENCIAMENTO DO PROJETO Faculdade Ietec Pós-graduação GESTÃO DE PROJETOS - Turma nº 164 19/10/2017 A IMPORTÂNCIA DE UM ESCOPO BEM DEFINIDO NO GERENCIAMENTO DO PROJETO RAFAEL PORTO MAIA ENGENHEIRO MECÂNICO rafaporto19@gmail.com

Leia mais

Modelo de documentação Universidade de Brasília

Modelo de documentação Universidade de Brasília 1 OBJETIVO Assegurar o bom andamento de um projeto e desenvolvimento, conforme diretrizes regais de qualidade. 2 DEFINIÇÕES 2.1 WBS Work Breakdown Structure. Com base na técnica de decomposição que se

Leia mais

PLANEJAMENTO CICLO PDCA PLANO DO PROJETO 29/03/17 GERENCIAMENTO DE PROJETOS. PROFª MSc. HELOISA F. CAMPOS GESTÃO DE ESCOPO ACT SETOR DE TECNOLOGIA

PLANEJAMENTO CICLO PDCA PLANO DO PROJETO 29/03/17 GERENCIAMENTO DE PROJETOS. PROFª MSc. HELOISA F. CAMPOS GESTÃO DE ESCOPO ACT SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ PLANEJAMENTO 2 SUBMETIDA E APROVADA A PROPOSTA DO PROJETO GESTÃO DE PROCESSO DE PLANEJAMENTO Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti

Leia mais

Gerência de Projetos

Gerência de Projetos Gerência de Projetos Prof. Rodrigo Rocha prof.rodrigorocha@yahoo.com Informações Bibliografia VALERIANO, D. L. Gerência em projetos. São Paulo: Makron Books, 1998 Ementa 1. Gerencia de projetos 1.1 Histórico

Leia mais

Curso de Engenharia Industrial Madeireira UFPR Prof. Umberto Klock

Curso de Engenharia Industrial Madeireira UFPR Prof. Umberto Klock Curso de Engenharia Industrial Madeireira UFPR Prof. Umberto Klock Introdução à Gestão de Projetos; Gestão de Escopo; Gestão de Prazos; Gestão de Custos; Gestão de Pessoas; Gestão de Comunicação; Gestão

Leia mais

Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana

Leia mais

GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Prof. Glauco Carvalho

GERENCIAMENTO DE PROJETOS. Prof. Glauco Carvalho GERENCIAMENTO DE PROJETOS Prof. Glauco Carvalho 1. Gerência da integração do Projeto Processos: Possui 6 processos: Gerenciamento da integração do Projeto 1. Desenvolvimento do Termo de Abertura 2. Desenvolvimento

Leia mais

ENQUETE. Formação acadêmica Profissão (Área que atua) Interesses

ENQUETE. Formação acadêmica Profissão (Área que atua) Interesses Aula 1 e 2 ENQUETE Formação acadêmica Profissão (Área que atua) Interesses ESTRUTURA / PLANO DE AULA Horário: 19H00 às 23H00 com intervalo das 20H45 às 21H00 FALTAS A chamada será realizada antes e após

Leia mais

GERENCIAMENTO DA QUALIDADE DO PROJETO

GERENCIAMENTO DA QUALIDADE DO PROJETO GERENCIAMENTO DA QUALIDADE DO PROJETO Planejar a Qualidade O gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos e as atividades da organização executora que determinam as políticas de qualidade,

Leia mais

Gerenciamento do Escopo

Gerenciamento do Escopo Gerenciamento do Escopo Projeto - Ciclo de Vida Fases 3 EXECUÇÃO / CONTROLE 4 FECHAMENTO NÍVEL DE ATIVIDADE 1 CONCEPÇÃO / INICIAÇÃO 2 PLANEJAMENTO TEMPO Gestão de Projetos Concepção / Iniciação 1 - Termo

Leia mais

Gerenciamento do Escopo. O que é escopo? Definição de escopo. alvo mira fim propósito objetivo objeto que se tem em vista desígnio

Gerenciamento do Escopo. O que é escopo? Definição de escopo. alvo mira fim propósito objetivo objeto que se tem em vista desígnio Gerenciamento do Escopo O que é escopo? Definição de escopo alvo mira fim propósito objetivo objeto que se tem em vista desígnio Escopo lida Com o que se quer alcançar Com o que não se quer alcançar Quais

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos ÁREAS DE CONHECIMENTO Nós já sabemos que o Guia PMBOK é dividido em 10 áreas do conhecimento relacionadas ao

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública. Processos de gerenciamento de projetos de um projeto Primeira Parte

Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública. Processos de gerenciamento de projetos de um projeto Primeira Parte Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública Processos de gerenciamento de projetos de um projeto Primeira Parte Processos de gerenciamento de projetos O gerenciamento de projetos é realizado através

Leia mais

Gerenciamento do Tempo. Igor Muzetti Pereira

Gerenciamento do Tempo. Igor Muzetti Pereira Gerenciamento do Tempo Igor Muzetti Pereira igormuzetti@decsi.ufop.br Introdução Inclui os processos necessários para gerenciar o término pontual do projeto. O modelo do cronograma é uma representação

Leia mais

Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.)

Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.) Gerenciamento das Partes Interessadas (PMBoK 5ª ed.) Este é o capítulo 13 do PMBoK e é uma área muito importante para o PMI, pois antes de levar em consideração o cumprimento dos prazos, orçamento e qualidade,

Leia mais

Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais

Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais 25.07.2011 PARTE 1 PMBOK 1. Grupo de Processos de Inicialização 2. Grupos de processos de planejamento 2 Grupo de

Leia mais

7. Gerenciamento dos Custos do Projeto. Bruno Hott

7. Gerenciamento dos Custos do Projeto. Bruno Hott 7. Gerenciamento dos Custos do Projeto Bruno Hott 7. Gerenciamento dos Custos do Projeto Introdução O gerenciamento dos custos do projeto inclui os processos envolvidos em planejamento, estimativas, orçamentos,

Leia mais

A gestão do custo do projeto inclui os processos de planejamento, estimativas, orçamentos, financiamentos, gestão e controle de custo;

A gestão do custo do projeto inclui os processos de planejamento, estimativas, orçamentos, financiamentos, gestão e controle de custo; Aula 13 1 2 A gestão do custo do projeto inclui os processos de planejamento, estimativas, orçamentos, financiamentos, gestão e controle de custo; O objetivo principal é a conclusão do projeto dentro do

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 9 Gerenciando de Custos no Projeto. Luiz Leão

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 9 Gerenciando de Custos no Projeto. Luiz Leão Unidade 9 Gerenciando de Custos no Projeto Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Planejamento de Custos Estimativas de Custo Elaboração do Orçamento Controle dos Custos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA DEPARTAMENTO DE CONSTRUC A O CIVIL GERENCIAMENTO DE PROJETOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANA DEPARTAMENTO DE CONSTRUC A O CIVIL GERENCIAMENTO DE PROJETOS SETOR DE TECNOLOGIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ DEPARTAMENTO DE CONSTRUÇÃO CIVIL GESTÃO DA INTEGRAÇÃO DE PROJETOS Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti Campos 2 Integração Processos necessários para assegurar

Leia mais

ÁREAS DE CONHECIMENTO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS: UMA VISÃO DO PMBOK 5ª EDIÇÃO

ÁREAS DE CONHECIMENTO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS: UMA VISÃO DO PMBOK 5ª EDIÇÃO ÁREAS DE CONHECIMENTO DO GERENCIAMENTO DE PROJETOS: UMA VISÃO DO PMBOK 5ª EDIÇÃO Bruno O Neil da Silva, Esp. 1 Kilmer Pereira Boente, Esp. 2 Renata Miranda Pires Boente, MSc. 3 Resumo: Como as empresas

Leia mais

RAFAEL BARBOSA ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA

RAFAEL BARBOSA ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA RAFAEL BARBOSA ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA GESTÃO DE PROJETOS 01 SEBRAE TRAINEE/2014/46 Uma das referências em gerenciamento de projetos é o Guia de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos do Instituto

Leia mais

Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) Sexta edição Errata 3a Impressão

Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos (Guia PMBOK ) Sexta edição Errata 3a Impressão Guia do Conhecimento em de Projetos (Guia PMBOK ) Sexta edição Errata 3a Impressão OBSERVAÇÃO: Esta errata pertence apenas às primeira e segunda impressões do Guia PMBOK - Sexta edição. Para confirmar

Leia mais

Áreas de Conhecimento, Técnicas de Análise de Negócio e Conceitos-Chave

Áreas de Conhecimento, Técnicas de Análise de Negócio e Conceitos-Chave Primeiro Módulo: Parte 3 Áreas de Conhecimento, Técnicas de Análise de Negócio e Conceitos-Chave AN V 3.0 [60] Rildo F Santos (@rildosan) rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br http://etecnologia.ning.com

Leia mais

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos

Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos Grupos de Processos de Gerenciamento de Projetos Vamos aprender um pouco mais sobre os grupos de processos dentro do Gerenciamento de Projetos. Basicamente são 5 grupos de processos, que são os estados

Leia mais

Gestão Negócios OBJETIVO NESTA AULA. Gestão eficaz - Aula 18

Gestão Negócios OBJETIVO NESTA AULA. Gestão eficaz - Aula 18 eficaz - Aula 18 Utilizar os diferentes conhecimentos adquiridos até aqui em de para planejar e implantar um modelo de gestão eficaz. OBJETIVO NESTA AULA Conhecimento científico A universidade que queremos

Leia mais

Agenda. Projeto Projeto Manhattan. Considerado o 1º projeto com gerenciamento estruturado.

Agenda. Projeto Projeto Manhattan. Considerado o 1º projeto com gerenciamento estruturado. Agenda CONCEITOS DE GESTÃO DE PROJETOS - PMBOK 1 2 Objetivo Projeto OBJETIVO DA APRESENTAÇÃO o Introduzir os conceitos de gestão de projetos, baseando-se na metodologia do PMBOK (Project Management Body

Leia mais

PROFª MSc. HELOISA F. CAMPOS

PROFª MSc. HELOISA F. CAMPOS SETOR DE TECNOLOGIA 2 Integração à Processos necessários para assegurar que os diversos elementos do projetos sejam GESTÃO DA INTEGRAÇÃO DE PROJETOS adequadamente coordenados! Prof.ª: MSc.: Heloisa Fuganti

Leia mais

CSE Métodos e Processos na Área Espacial

CSE Métodos e Processos na Área Espacial CSE-300-4 Métodos e Processos na Área Espacial Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais L.F.Perondi Engenharia e Tecnologia Espaciais ETE Engenharia e Gerenciamento

Leia mais

A Presença do Replanejamento em Projetos de Engenharia

A Presença do Replanejamento em Projetos de Engenharia Leonardo L. da Cruz Engenheiro de Produção / Processos leonardoengenharia87@yahoo.com.br A Presença do Replanejamento em Projetos de Engenharia RESUMO O presente artigo aborda em linhas gerais a presença

Leia mais

Gerenciamento da Integração. Igor Muzetti Pereira

Gerenciamento da Integração. Igor Muzetti Pereira Gerenciamento da Integração Igor Muzetti Pereira igormuzetti@decsi.ufop.br Introdução Incluir processos e atividades para identificar, definir combinar, unificar e coordenar os vários processos e atividades

Leia mais

Estrutura Analítica do Projeto EAP

Estrutura Analítica do Projeto EAP Estrutura Analítica do Projeto EAP Estrutura Analítica do Projeto Também conhecida por Work Breakdown Structure, a Estrutura Analítica do Projeto EAP é a representação visual de toda a estrutura do objetivo

Leia mais

Principais Aspectos e Benefícios IE - Palestra - 19/04/2016

Principais Aspectos e Benefícios IE - Palestra - 19/04/2016 Principais Aspectos e Benefícios IE - Palestra - 19/04/2016 1 Cenário Mundial Atual Alinhamento Estratégico, Portfólio e PMO Maturidade em Gerenciamento de Projetos Definições Competências Estruturas Organizacionais

Leia mais

Gerenciamento de Custos de Projetos. Parte 06. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza

Gerenciamento de Custos de Projetos. Parte 06. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza Gerenciamento de Custos de Projetos Parte 06 Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301 Docente: Petrônio Noronha de Souza Curso: Engenharia e Tecnologia Espaciais Concentração: Engenharia e Gerenciamento

Leia mais

Gerenciamento do Tempo de Projetos. Parte 05. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza

Gerenciamento do Tempo de Projetos. Parte 05. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza Gerenciamento do Tempo de Projetos Parte 05 Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301 Docente: Petrônio Noronha de Souza Curso: Engenharia e Tecnologia Espaciais Concentração: Engenharia e Gerenciamento

Leia mais

AULA 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS

AULA 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS AULA 2 GERENCIAMENTO DE PROJETOS Gestão de Projetos O que é um Projeto? O que é Gerência de Projeto? O que é um Projeto? Um empreendimento único e não-repetitivo, de duração determinada, formalmente organizado

Leia mais

Introdução ao Gerenciamento de Projetos. Equipe DeIT

Introdução ao Gerenciamento de Projetos. Equipe DeIT Introdução ao Gerenciamento de Projetos Equipe DeIT Sumário Túlio Conceitos Iniciais Ciclo de Vida do Projeto Renata Rossi Processos de gerenciamento de projetos Paulo Henrique Gerenciamento do escopo

Leia mais

GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADAS DO PROJETO

GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADAS DO PROJETO GERENCIAMENTO DAS PARTES INTERESSADAS DO PROJETO O das partes interessadas inclui os processos exigidos para identificar todas as pessoas, grupos ou organizações que podem impactar ou serem impactados

Leia mais

Administração de Projetos

Administração de Projetos Administração de Projetos Iniciação: elaborando um TAP Prof. Robson Almeida UNIP. Administração de projetos. Aula 3 Fase de Iniciação de projetos [notas de aula]. Faculdade Online UVB, 2012. Acesso em:

Leia mais

Gestão de Projetos. Introdução. Prof. Dr. Braz Bello Junior Aula 1

Gestão de Projetos. Introdução. Prof. Dr. Braz Bello Junior Aula 1 Gestão de Projetos Introdução Prof. Dr. Braz Bello Junior Aula 1 Gestão Estratégica de Informação 2 Conceitos básicos Projeto é um esforço temporário, com início e término definidos, empreendido para criar

Leia mais

Processos de Gerenciamento de Projetos. Parte 02. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza

Processos de Gerenciamento de Projetos. Parte 02. Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301. Docente: Petrônio Noronha de Souza Processos de Gerenciamento de Projetos Parte 02 CSE-301 / 2009 / Parte 02 Gerenciamento de Projetos Espaciais CSE-301 Docente: Petrônio Noronha de Souza Curso: Engenharia e Tecnologia Espaciais Concentração:

Leia mais

Módulo Contexto da organização 5. Liderança 6. Planejamento do sistema de gestão da qualidade 7. Suporte

Módulo Contexto da organização 5. Liderança 6. Planejamento do sistema de gestão da qualidade 7. Suporte Módulo 3 4. Contexto da organização 5. Liderança 6. Planejamento do sistema de gestão da qualidade 7. Suporte Sistemas de gestão da qualidade Requisitos 4 Contexto da organização 4.1 Entendendo a organização

Leia mais

1/28. Roteiro Introdução NBR ISO NBR ISO Recomendações Conclusões Bibliografia 2/28

1/28. Roteiro Introdução NBR ISO NBR ISO Recomendações Conclusões Bibliografia 2/28 Normas - :1997 - :2000 Gestão da Qualidade Adriana Alexandre Marcotti 1/28 1-2- :1997 2.1- Definições 2.2- Descrição 2.3- Estrutura de um Plano de Qualidade 3- :2000 3.1- Definições 3.2- Descrição 3.3-4-

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos ÁREAS DE CONHECIMENTO [01] Nós já sabemos que o Guia PMBOK é dividido em 10 áreas do conhecimento relacionadas

Leia mais

Ciclo de vida do projeto x do

Ciclo de vida do projeto x do Gestão de Projeto Material Preparado pelo Prof. William Chaves de Souza Carvalho Ciclo de vida do projeto x do produto Ciclo de vida do produto Plano de Negócio Projeto Operações Retirada Ciclo de vida

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 4 Gerenciamento de Tempo. Luiz Leão

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 4 Gerenciamento de Tempo. Luiz Leão Unidade 4 Gerenciamento de Tempo Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Identificação das atividades Sequenciamento de atividades Estimativa de Recursos Estimativas

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE)

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE) Concurso Público - NÍVEL SUPERIOR CARGO: Tecnologista da Carreira de Desenvolvimento Tecnológico Classe: Tecnologista Pleno 1 Padrão I CADERNO DE PROVAS

Leia mais

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI

FINANÇAS EM PROJETOS DE TI FINANÇAS EM PROJETOS DE TI 2012 Material 6.1 Prof. Luiz Carlos Valeretto Jr. 1 Work Breakdown Structure (WBS) ou Estrutura Analítica do Projeto (EAP) Gerenciamento do Escopo do Projeto Criar a EAP é o

Leia mais

Aluno do Curso de Gerenciamentos de Projetos - FIJ/Rio de Janeiro. Na atualidade competitiva profissional em Gestão de Projetos, exige-se

Aluno do Curso de Gerenciamentos de Projetos - FIJ/Rio de Janeiro. Na atualidade competitiva profissional em Gestão de Projetos, exige-se PLANEJAMENTO DE PROJETOS Mauro Lúcio Batista Cazarotti Aluno do Curso de Gerenciamentos de Projetos - FIJ/Rio de Janeiro Na atualidade competitiva profissional em Gestão de Projetos, exige-se dos profissionais

Leia mais

Gerência de Integração

Gerência de Integração Gerência de Integração PMBOK Capítulo 4 hermano@cin.ufpe.br O que é Gerência de Integração? Garantir que todos os elementos dentro do projeto estejam devidamente coordenados e integrados Garante também

Leia mais

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade

Formação Técnica em Administração. Modulo de Padronização e Qualidade Formação Técnica em Administração Modulo de Padronização e Qualidade Competências a serem trabalhadas ENTENDER OS REQUISITOS DA NORMA ISO 9001:2008 E OS SEUS PROCEDIMENTOS OBRIGATÓRIOS SISTEMA DE GESTÃO

Leia mais

Trata-se do processo de auditoria dos requisitos e da qualidade, assim como dos resultados das medições de controle de qualidade, de maneira a

Trata-se do processo de auditoria dos requisitos e da qualidade, assim como dos resultados das medições de controle de qualidade, de maneira a Aula 18 1 2 Trata-se do processo de auditoria dos requisitos e da qualidade, assim como dos resultados das medições de controle de qualidade, de maneira a garantir o uso de padrões de qualidade e definições

Leia mais

VISÃO GERAL DO PMBOK. Profª Andrea Padovan Jubileu

VISÃO GERAL DO PMBOK. Profª Andrea Padovan Jubileu VISÃO GERAL DO PMBOK Profª Andrea Padovan Jubileu Áreas de Conhecimento da Gestão de Projetos (PMBOK Guide) Gestão de Projetos Ger. de Integração do Projeto Ger. do Escopo do Projeto Ger. de Tempo do Projeto

Leia mais

Gestão de Projetos. Requisito é a tradução das necessidades e expectativas dos clientes e das demais partes interessadas (stakeholders).

Gestão de Projetos. Requisito é a tradução das necessidades e expectativas dos clientes e das demais partes interessadas (stakeholders). Gestão de Projetos Tomar decisões e realizar ações de planejamento, execução e controle do ciclo de vida do projeto. Combinação de pessoas, técnicas e sistemas necessários à administração dos recursos

Leia mais

Controle de Versões Versão Data Autor Notas da Revisão 1 12/06/2016 Angelita L Correa Criação Documento

Controle de Versões Versão Data Autor Notas da Revisão 1 12/06/2016 Angelita L Correa Criação Documento Controle de Versões Versão Data Autor Notas da Revisão 1 12/06/2016 Angelita L Correa Criação Documento Sumário 1 Time do projeto... 1 2 Descrição do projeto... 1 3 Objetivos do projeto... 2 4 Justificativa

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS

LISTA DE EXERCÍCIOS ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS LISTA DE EXERCÍCIOS ADMINISTRAÇÃO DE PROJETOS 1. Avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas. I. A aplicação de conhecimentos, processos, habilidades, ferramentas e técnicas adequadas

Leia mais

Gestão de Projetos. Lista de Exercícios AV2 01. Luiz Leão

Gestão de Projetos. Lista de Exercícios AV2 01. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Defina o que um projeto? Questão 1 Resposta Defina o que um projeto? É um esforço temporário (início e fim) empreendido para criar um produto,

Leia mais

Sem fronteiras para o conhecimento. MS Project para Gerenciamento de Projetos

Sem fronteiras para o conhecimento. MS Project para Gerenciamento de Projetos 1 Sem fronteiras para o conhecimento MS Project para Gerenciamento de Projetos 2 MS Project para Gerenciamento de Projetos Em projetos, planejamento e gerenciamento são as palavras chaves para o sucesso.

Leia mais

GERENCIAMENTO DE INTEGRAÇÃO PROF. BARBARA TALAMINI VILLAS BÔAS

GERENCIAMENTO DE INTEGRAÇÃO PROF. BARBARA TALAMINI VILLAS BÔAS GERENCIAMENTO DE INTEGRAÇÃO PROF. BARBARA TALAMINI VILLAS BÔAS 9 ÁREAS DE CONHECIMENTO DE GP / PMBOK / PMI DEFINIÇÃO O Gerenciamento de Integração do Projeto envolve os processos necessários para assegurar

Leia mais

Simulado "ESCOPO PMP"

Simulado ESCOPO PMP Pá gina 1 de 11 Simulado "ESCOPO PMP" Simulado do PMI por Jackson Leonardo das Neves Albino 26 de January de 2012 Pá gina 2 de 11 Disciplinas e temas deste simulado Gerenciamento do Escopo do Projeto (13

Leia mais

Gestão de Segurança da Informação. Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006. Curso e- Learning Sistema de

Gestão de Segurança da Informação. Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006. Curso e- Learning Sistema de Curso e- Learning Sistema de Gestão de Segurança da Informação Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 2 Gerenciamento da Integração. Luiz Leão

GESTÃO DE PROJETOS Unidade 2 Gerenciamento da Integração. Luiz Leão Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Criação do Termo de Abertura Ciclo padrão de planejamento e Integração do Plano de Projeto. Controle e Monitoramento do Projeto

Leia mais

Gerenciamento de Projetos PMP-Prep Master Class

Gerenciamento de Projetos PMP-Prep Master Class Gerenciamento de Projetos PMP-Prep Master Class Modulo 03 Escopo Gerhard Tekes, PMP, OPM3-CC 2009 3PTA Tekes e Associados Serv. Gerenciais Ltda., cursos@3pta.com.br, (71) 3012.6611 Slide 1 Direitos autorais

Leia mais

Capítulo 4 Gerenciamento da integração do projeto

Capítulo 4 Gerenciamento da integração do projeto Capítulo 4 Gerenciamento da integração do projeto O Gerenciamento da integração do projeto inclui os processos e as atividades necessárias para identificar, definir, combinar, unificar e coordenar os vários

Leia mais

GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES DO PROJETO

GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES DO PROJETO GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES DO PROJETO Planejar o Gerenciamento das Comunicações O gerenciamento das comunicações do projeto inclui os processos necessários para assegurar que as informações do projeto

Leia mais

Evandro Deliberal Aula 04

Evandro Deliberal     Aula 04 Evandro Deliberal evandro@deljoe.com.br https://www.linkedin.com/in/evandrodeliberal http://www.deljoe.com.br/professor Aula 04 Agenda PMBOK PMI Iniciação Planejamento Ênfase em Escopo e Prazo Execução

Leia mais

GERENCIAMENTO DAS AQUISIÇÕES DO PROJETO

GERENCIAMENTO DAS AQUISIÇÕES DO PROJETO GERENCIAMENTO DAS AQUISIÇÕES DO PROJETO Gerenciamento das aquisições do projeto inclui os processos necessários para comprar ou adquirir produtos, serviços ou resultados externos à equipe do projeto. A

Leia mais